SlideShare uma empresa Scribd logo
COMPROMISSOS das CNSECOMPROMISSOS das CNSE
1.Esforço de Oração (leitura bíblica,
meditação ou oração interior,
regra de vida)
2. Reunião mensal
3. Vida de Grupo
4. Retiro Anual
O QUE É LECTIO DIVINA?O QUE É LECTIO DIVINA?
É a leitura orante da Bíblia que ajuda
a conhecer a Palavra de Deus, Sua
vontade, para produzir frutos do
Evangelho e deixar-nos envolver no
plano amoroso do Pai. Conhecer a
Palavra de Deus é conhecer
o próprio Cristo.
Como
surgiu?
No século XII, o monge
Guigo II estava
trabalhando no
mosteiro com uma
escada na mão e
pedia a Deus que lhe
sugerisse um
instrumento que o
ajudasse a subir até
Ele.
Sobre isso, ele escreveu:
“Apresentaram improvisadamente à minha
reflexão quatro degraus espirituais, ou seja:
1) a leitura;
2) a meditação;
3) a oração;
4) e a contemplação”.
1º Degrau –
Leitura (Lectio):
O que o texto diz?
1. Leia lentamente o texto,
ao menos duas vezes.
2. Ainda não é hora de tentar tirar
uma mensagem para sua vida.
Apenas tente compreender o que
o texto poderia significar na
época em que foi escrito.
3. Tente reconstruir o texto: Quem
são as pessoas que aparecem no
texto e qual é a situação de cada
uma? De acordo com o texto, qual é
o papel de cada uma e quais seriam
seus sentimentos? Aparece algum
conflito no texto? Como é resolvido?
Qual é o rosto de Deus no texto?
2º Degrau – Meditação
(Meditatio): O que o texto me
diz?
1. Destaque os
versículos que foram
mais fortes para
você (sem tentar
interpretá-los).
2. Atualize o texto comparando a
situação da época com a situação
atual e procure perceber o que tudo
isso tem a ver com a sua/nossa vida
de cristão.
3º Degrau – Oração (Oratio):
O que o texto me faz
dizer a Deus?
1. Tudo o que foi lido e1. Tudo o que foi lido e
meditado émeditado é
transformado em umatransformado em uma
conversa orante comconversa orante com
Deus.Deus.
2. A oração é o instante no qual se é
convidado a falar com Deus através do
louvor, do agradecimento, do pedido, da
súplica, do oferecimento, do pedido de
perdão dirigido a ele: “Senhor, eu te
peço… Eu te louvo e agradeço meu
Deus…”. Dialogar diretamente com
Deus: tenha “um trato de amizade com
aquele que sabemos que nos ama”
(Santa Teresa). É necessário silêncio...
4º Degrau – Contemplação
(Contemplatio)
Contemplar é ver a vida com os olhos da
fé. É sentir, quase intuitivamente, a presença
da Santíssima Trindade ao nosso lado. Veja
sua vida concreta com o olhar iluminado pelo
Espírito Santo. Não se trata de pensar “o que
fazer”, mas de como irá seguir Jesus a partir
desse texto? É a primazia do ser sobre o
fazer. Este último será o resultado de um novo
ser humano: discípulo missionário de Jesus
Cristo.
Este último será o
resultado de um
novo ser humano:
discípulo
missionário de
Jesus Cristo.
ATENÇÃO Este método é fascinante,
mas exigente. Não supõe saber ou ter
grandes estudos, mas requer dedicação
e escuta atenta à Palavra de Deus. Se
alguém ler o texto bíblico sem seguir o
método orante, dificilmente entenderá os
quatro degraus. Nada de resultados
imediatos e não dar tempo para escutar o
Senhor. É preciso muita humildade e
deixar o Senhor falar.
Papa Francisco: Misericórdia: “É fonte
de alegria, serenidade e paz, é a palavra
que revela o mistério da Santíssima
Trindade. É o ato último e supremo pelo
qual Deus vem ao nosso encontro. É a
lei fundamental que mora no coração de
cada pessoa quando vê com olhos
sinceros o irmão que encontra no
caminho da vida. É o caminho que une
Deus e o homem...”.
JESUS: O ROSTO DA MISERICÓRDIA
“Jesus Cristo é o rosto da misericórdia do
Pai. O Pai, « rico em misericórdia »   
mandou o seu Filho, nascido da Virgem
Maria, para nos revelar, de modo
definitivo, o seu amor. Com a sua
palavra, os seus gestos e toda a sua
pessoa, Jesus de Nazaré revela a
misericórdia de Deus”. Ele nos convida a
percorrer o caminho do Evangelho, sendo
“MISERICORDIOSOS COMO O PAI”.
OBRAS DE MISERCÓRDIA
corporais e espirituais.
“A pregação de Jesus
apresenta-nos estas obras de
misericórdia, para podermos
perceber se vivemos ou não
como seus discípulos”.
REPARAÇÃO:REPARAÇÃO:
EIS NOSSAEIS NOSSA
VOCAÇÃOVOCAÇÃO
REPARAÇÃO: EIS NOSSA
VOCAÇÃO! (2X)
Obras de misericórdia
Que nascem do coração
No entardecer da vida
Elas nos julgarão
Alimentar quem tem
fome
E saciar quem tem
sede
Dar de vestir ao irmão
Eis nossa vocação!
E acolher o estrangeiro
E visitar os enfermos
E libertar os cativos
E sepultar os mortos
REPARAÇÃO: EIS
NOSSA VOCAÇÃO!(2X)
Obras de misericórdia
Que nascem do coração
No entardecer da vida
Elas nos julgarão
Aconselhar o indeciso
E ensinar quem não
sabe
E corrigir o irmão
Eis nossa vocação!
E consolar os aflitos
E perdoar as ofensas
E suportar os difíceis
Orar por vivos e
mortos
REPARAÇÃO: EIS
NOSSA VOCAÇÃO!
(2X)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

IV Ministério de leitores
IV Ministério de leitoresIV Ministério de leitores
IV Ministério de leitores
Fernando José Ribeiro dos Santos
 
Lectio Divina/Leitura Orante
Lectio Divina/Leitura OranteLectio Divina/Leitura Orante
Lectio Divina/Leitura Orante
leituraorante
 
Palestra ministros palavra
Palestra ministros palavraPalestra ministros palavra
Palestra ministros palavra
luciano
 
Liturgia das horas 7
Liturgia das horas   7Liturgia das horas   7
Liturgia das horas 7
SITEclarissasmarilia
 
DOS PADRINHOS E OUTROS MAIS
DOS PADRINHOS E OUTROS MAISDOS PADRINHOS E OUTROS MAIS
DOS PADRINHOS E OUTROS MAIS
DasMerces
 
122 igrejas que oram-c. peter wagner
122   igrejas que oram-c. peter wagner122   igrejas que oram-c. peter wagner
122 igrejas que oram-c. peter wagner
Luiza Dayana
 
Acolitos
AcolitosAcolitos
Leitura orante
Leitura oranteLeitura orante
O que é a liturgia das horas
O que é a liturgia das horasO que é a liturgia das horas
O que é a liturgia das horas
Thiago Luiz de Sousa
 
Power point da formação
Power point da formaçãoPower point da formação
Power point da formação
acolitosdeparanhos
 
1 mariologia
1 mariologia1 mariologia
1 mariologia
Cursos Católicos
 
Vocação e missão_do_catequista 03out15
Vocação e missão_do_catequista 03out15Vocação e missão_do_catequista 03out15
Vocação e missão_do_catequista 03out15
Paróquia Pardilhó
 
Manual da Igreja 2022_alterações.pptx
Manual da Igreja 2022_alterações.pptxManual da Igreja 2022_alterações.pptx
Manual da Igreja 2022_alterações.pptx
ssuserbe903a
 
A Condição humana e espiritualidade cristã - Agostinho x Pelágio
A Condição humana e espiritualidade cristã - Agostinho x PelágioA Condição humana e espiritualidade cristã - Agostinho x Pelágio
A Condição humana e espiritualidade cristã - Agostinho x Pelágio
Werkson Azeredo
 
Missa parte por_parte
Missa parte por_parteMissa parte por_parte
Missa parte por_parte
Presentepravoce SOS
 
Ano litúrgico
Ano litúrgicoAno litúrgico
Ano litúrgico
mbsilva1971
 
1. avivamento do odre novo
1. avivamento do odre novo1. avivamento do odre novo
1. avivamento do odre novo
Nicolas Panda
 
Dei verbum
Dei verbumDei verbum
Dei verbum
Ian Farias
 
Ano Litúrgico
Ano LitúrgicoAno Litúrgico
Ano Litúrgico
Núccia Ortega
 
Liturgia
LiturgiaLiturgia
Liturgia
Samuel Elanio
 

Mais procurados (20)

IV Ministério de leitores
IV Ministério de leitoresIV Ministério de leitores
IV Ministério de leitores
 
Lectio Divina/Leitura Orante
Lectio Divina/Leitura OranteLectio Divina/Leitura Orante
Lectio Divina/Leitura Orante
 
Palestra ministros palavra
Palestra ministros palavraPalestra ministros palavra
Palestra ministros palavra
 
Liturgia das horas 7
Liturgia das horas   7Liturgia das horas   7
Liturgia das horas 7
 
DOS PADRINHOS E OUTROS MAIS
DOS PADRINHOS E OUTROS MAISDOS PADRINHOS E OUTROS MAIS
DOS PADRINHOS E OUTROS MAIS
 
122 igrejas que oram-c. peter wagner
122   igrejas que oram-c. peter wagner122   igrejas que oram-c. peter wagner
122 igrejas que oram-c. peter wagner
 
Acolitos
AcolitosAcolitos
Acolitos
 
Leitura orante
Leitura oranteLeitura orante
Leitura orante
 
O que é a liturgia das horas
O que é a liturgia das horasO que é a liturgia das horas
O que é a liturgia das horas
 
Power point da formação
Power point da formaçãoPower point da formação
Power point da formação
 
1 mariologia
1 mariologia1 mariologia
1 mariologia
 
Vocação e missão_do_catequista 03out15
Vocação e missão_do_catequista 03out15Vocação e missão_do_catequista 03out15
Vocação e missão_do_catequista 03out15
 
Manual da Igreja 2022_alterações.pptx
Manual da Igreja 2022_alterações.pptxManual da Igreja 2022_alterações.pptx
Manual da Igreja 2022_alterações.pptx
 
A Condição humana e espiritualidade cristã - Agostinho x Pelágio
A Condição humana e espiritualidade cristã - Agostinho x PelágioA Condição humana e espiritualidade cristã - Agostinho x Pelágio
A Condição humana e espiritualidade cristã - Agostinho x Pelágio
 
Missa parte por_parte
Missa parte por_parteMissa parte por_parte
Missa parte por_parte
 
Ano litúrgico
Ano litúrgicoAno litúrgico
Ano litúrgico
 
1. avivamento do odre novo
1. avivamento do odre novo1. avivamento do odre novo
1. avivamento do odre novo
 
Dei verbum
Dei verbumDei verbum
Dei verbum
 
Ano Litúrgico
Ano LitúrgicoAno Litúrgico
Ano Litúrgico
 
Liturgia
LiturgiaLiturgia
Liturgia
 

Destaque

Ps 1 Bible Intake p2 (Lectio Divina)
Ps 1   Bible Intake p2 (Lectio Divina)Ps 1   Bible Intake p2 (Lectio Divina)
Ps 1 Bible Intake p2 (Lectio Divina)
hungpham
 
LECTIO DIVINA Matthew 7: 6, 12-14
LECTIO DIVINA Matthew 7: 6, 12-14LECTIO DIVINA Matthew 7: 6, 12-14
LECTIO DIVINA Matthew 7: 6, 12-14
Gladysmorayma Creamer Berrios
 
Lectio divina
Lectio divinaLectio divina
Lectio divina
Audrey Mathieson
 
Psalm 1
Psalm 1Psalm 1
Psalm 1
Jonathan Hunt
 
Jesus, the wisdom of god lectio divina
Jesus, the wisdom of god lectio divinaJesus, the wisdom of god lectio divina
Jesus, the wisdom of god lectio divina
Bill Faris
 
Taller De La Biblia - Sesion3 Lectio Divina
Taller De La Biblia - Sesion3 Lectio DivinaTaller De La Biblia - Sesion3 Lectio Divina
Taller De La Biblia - Sesion3 Lectio Divina
Jorge Ayona
 
Praying the scriptures for a change
Praying the scriptures for a changePraying the scriptures for a change
Praying the scriptures for a change
David Jensen
 
Lectio Divina Revisited
Lectio Divina RevisitedLectio Divina Revisited
Lectio Divina Revisited
heartnoi2k
 
Is the New Testament the Word of God?
Is the New Testament the Word of God?Is the New Testament the Word of God?
Is the New Testament the Word of God?
Luis Dizon
 
Lectio Divina
Lectio DivinaLectio Divina
Lectio Divina
Sister T.A.
 
Lectio Divina (Praying with Sacred Scripture)
Lectio Divina (Praying with Sacred Scripture)Lectio Divina (Praying with Sacred Scripture)
Lectio Divina (Praying with Sacred Scripture)
Mike Potter
 
Lectio Divina 1
Lectio Divina 1Lectio Divina 1
Lectio Divina 1
giovannita3
 

Destaque (12)

Ps 1 Bible Intake p2 (Lectio Divina)
Ps 1   Bible Intake p2 (Lectio Divina)Ps 1   Bible Intake p2 (Lectio Divina)
Ps 1 Bible Intake p2 (Lectio Divina)
 
LECTIO DIVINA Matthew 7: 6, 12-14
LECTIO DIVINA Matthew 7: 6, 12-14LECTIO DIVINA Matthew 7: 6, 12-14
LECTIO DIVINA Matthew 7: 6, 12-14
 
Lectio divina
Lectio divinaLectio divina
Lectio divina
 
Psalm 1
Psalm 1Psalm 1
Psalm 1
 
Jesus, the wisdom of god lectio divina
Jesus, the wisdom of god lectio divinaJesus, the wisdom of god lectio divina
Jesus, the wisdom of god lectio divina
 
Taller De La Biblia - Sesion3 Lectio Divina
Taller De La Biblia - Sesion3 Lectio DivinaTaller De La Biblia - Sesion3 Lectio Divina
Taller De La Biblia - Sesion3 Lectio Divina
 
Praying the scriptures for a change
Praying the scriptures for a changePraying the scriptures for a change
Praying the scriptures for a change
 
Lectio Divina Revisited
Lectio Divina RevisitedLectio Divina Revisited
Lectio Divina Revisited
 
Is the New Testament the Word of God?
Is the New Testament the Word of God?Is the New Testament the Word of God?
Is the New Testament the Word of God?
 
Lectio Divina
Lectio DivinaLectio Divina
Lectio Divina
 
Lectio Divina (Praying with Sacred Scripture)
Lectio Divina (Praying with Sacred Scripture)Lectio Divina (Praying with Sacred Scripture)
Lectio Divina (Praying with Sacred Scripture)
 
Lectio Divina 1
Lectio Divina 1Lectio Divina 1
Lectio Divina 1
 

Semelhante a Lectio divina misericórdia(16)

Leitura Orante da Bíblia
Leitura Orante da BíbliaLeitura Orante da Bíblia
Leitura Orante da Bíblia
Carlos César
 
Lectio divina
Lectio divinaLectio divina
Lectio divina
guest777d7c
 
402
402402
Práticas espirituais
Práticas espirituaisPráticas espirituais
Práticas espirituais
Cassio Felipe
 
Mensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhoraMensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhora
Lucilene G.O. Adonai
 
Lectio divina
Lectio divinaLectio divina
Lectio divina
Cassio Felipe
 
Lectio divina
Lectio divinaLectio divina
Lectio divina
Cassio Felipe
 
Leitura Orante da Bíblia
Leitura Orante da BíbliaLeitura Orante da Bíblia
Leitura Orante da Bíblia
Santuário Aparecida Do Sul
 
Vocacional franciscano
Vocacional franciscanoVocacional franciscano
Vocacional franciscano
Edione Mercês
 
Leitura orante - 10 passos
Leitura orante - 10 passosLeitura orante - 10 passos
Leitura orante - 10 passos
Pastoralisj
 
Contemplação dos mistérios ... exercícios espirituais santo inácio pdf.breve ...
Contemplação dos mistérios ... exercícios espirituais santo inácio pdf.breve ...Contemplação dos mistérios ... exercícios espirituais santo inácio pdf.breve ...
Contemplação dos mistérios ... exercícios espirituais santo inácio pdf.breve ...
Rejane Bins
 
Introdução à espiritualidade
Introdução à espiritualidadeIntrodução à espiritualidade
Introdução à espiritualidade
Jorge Neves
 
Intro
IntroIntro
Lectiodivina
LectiodivinaLectiodivina
Lectiodivina
enondaeudista
 
Lectiodivina
LectiodivinaLectiodivina
Lectiodivina
margoliveira
 
A oração.doc
A oração.docA oração.doc
A oração.doc
CultagriLda
 
O sermão
O sermãoO sermão
Círculos Bíblicos (julho2010)
Círculos Bíblicos (julho2010)Círculos Bíblicos (julho2010)
Círculos Bíblicos (julho2010)
Carlos Santos
 
Os Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - MeditaçãoOs Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Rubens José Terra Campos
 
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço   meditação - instrumentalOs pontos concretos de esforço   meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumental
Rubens José Terra Campos
 

Semelhante a Lectio divina misericórdia(16) (20)

Leitura Orante da Bíblia
Leitura Orante da BíbliaLeitura Orante da Bíblia
Leitura Orante da Bíblia
 
Lectio divina
Lectio divinaLectio divina
Lectio divina
 
402
402402
402
 
Práticas espirituais
Práticas espirituaisPráticas espirituais
Práticas espirituais
 
Mensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhoraMensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhora
 
Lectio divina
Lectio divinaLectio divina
Lectio divina
 
Lectio divina
Lectio divinaLectio divina
Lectio divina
 
Leitura Orante da Bíblia
Leitura Orante da BíbliaLeitura Orante da Bíblia
Leitura Orante da Bíblia
 
Vocacional franciscano
Vocacional franciscanoVocacional franciscano
Vocacional franciscano
 
Leitura orante - 10 passos
Leitura orante - 10 passosLeitura orante - 10 passos
Leitura orante - 10 passos
 
Contemplação dos mistérios ... exercícios espirituais santo inácio pdf.breve ...
Contemplação dos mistérios ... exercícios espirituais santo inácio pdf.breve ...Contemplação dos mistérios ... exercícios espirituais santo inácio pdf.breve ...
Contemplação dos mistérios ... exercícios espirituais santo inácio pdf.breve ...
 
Introdução à espiritualidade
Introdução à espiritualidadeIntrodução à espiritualidade
Introdução à espiritualidade
 
Intro
IntroIntro
Intro
 
Lectiodivina
LectiodivinaLectiodivina
Lectiodivina
 
Lectiodivina
LectiodivinaLectiodivina
Lectiodivina
 
A oração.doc
A oração.docA oração.doc
A oração.doc
 
O sermão
O sermãoO sermão
O sermão
 
Círculos Bíblicos (julho2010)
Círculos Bíblicos (julho2010)Círculos Bíblicos (julho2010)
Círculos Bíblicos (julho2010)
 
Os Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - MeditaçãoOs Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - Meditação
 
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço   meditação - instrumentalOs pontos concretos de esforço   meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumental
 

Mais de Alexandre Panerai

Manual de poda_arborizacao_urbana_pref_sao_paulo
Manual de poda_arborizacao_urbana_pref_sao_pauloManual de poda_arborizacao_urbana_pref_sao_paulo
Manual de poda_arborizacao_urbana_pref_sao_paulo
Alexandre Panerai
 
RESÍDUOS ORGÂNICOS TRANSFORMADOS EM ADUBO FOLIAR POR MINHOCAS CALIFÓRNIANA EI...
RESÍDUOS ORGÂNICOS TRANSFORMADOS EM ADUBO FOLIAR POR MINHOCAS CALIFÓRNIANA EI...RESÍDUOS ORGÂNICOS TRANSFORMADOS EM ADUBO FOLIAR POR MINHOCAS CALIFÓRNIANA EI...
RESÍDUOS ORGÂNICOS TRANSFORMADOS EM ADUBO FOLIAR POR MINHOCAS CALIFÓRNIANA EI...
Alexandre Panerai
 
Meliponicultura
MeliponiculturaMeliponicultura
Meliponicultura
Alexandre Panerai
 
Compostagem Doméstica com minhocas
Compostagem Doméstica com minhocasCompostagem Doméstica com minhocas
Compostagem Doméstica com minhocas
Alexandre Panerai
 
2019 festa de santa edwiges 2019
2019 festa de santa edwiges 20192019 festa de santa edwiges 2019
2019 festa de santa edwiges 2019
Alexandre Panerai
 
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegreCartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre
Alexandre Panerai
 
Barragem subterrânea: uma alternativa para o Semi-Árido do Nordeste do Brasil.
Barragem subterrânea: uma alternativa para o Semi-Árido do Nordeste do Brasil.Barragem subterrânea: uma alternativa para o Semi-Árido do Nordeste do Brasil.
Barragem subterrânea: uma alternativa para o Semi-Árido do Nordeste do Brasil.
Alexandre Panerai
 
Abelhas sem ferrão no RS
Abelhas sem ferrão no RSAbelhas sem ferrão no RS
Abelhas sem ferrão no RS
Alexandre Panerai
 
Avaliação do potencial melífero e polinífero de Crotalaria juncea L. e Crotal...
Avaliação do potencial melífero e polinífero de Crotalaria juncea L. e Crotal...Avaliação do potencial melífero e polinífero de Crotalaria juncea L. e Crotal...
Avaliação do potencial melífero e polinífero de Crotalaria juncea L. e Crotal...
Alexandre Panerai
 
Apostila minhocario campeiro como fazer
Apostila minhocario campeiro como fazerApostila minhocario campeiro como fazer
Apostila minhocario campeiro como fazer
Alexandre Panerai
 
Reconhecimento de riscos de arvores
Reconhecimento de riscos de arvoresReconhecimento de riscos de arvores
Reconhecimento de riscos de arvores
Alexandre Panerai
 
Desfolha bananeira embrapa
Desfolha bananeira embrapaDesfolha bananeira embrapa
Desfolha bananeira embrapa
Alexandre Panerai
 
Recuperacao areas degradadas
Recuperacao areas degradadas Recuperacao areas degradadas
Recuperacao areas degradadas
Alexandre Panerai
 
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre 1999
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre 1999Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre 1999
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre 1999
Alexandre Panerai
 
Manual tecnico de_arborizao_urbana
Manual tecnico de_arborizao_urbanaManual tecnico de_arborizao_urbana
Manual tecnico de_arborizao_urbana
Alexandre Panerai
 
Preparo-de-microrganismos-eficientes
Preparo-de-microrganismos-eficientesPreparo-de-microrganismos-eficientes
Preparo-de-microrganismos-eficientes
Alexandre Panerai
 
Desfolha bananeira embrapa
Desfolha bananeira embrapaDesfolha bananeira embrapa
Desfolha bananeira embrapa
Alexandre Panerai
 
Homeopatia simples
Homeopatia simplesHomeopatia simples
Homeopatia simples
Alexandre Panerai
 
Boletim Amigos do Padre Caffarel nº 20 Janeiro 2017
Boletim Amigos do Padre Caffarel nº 20 Janeiro 2017Boletim Amigos do Padre Caffarel nº 20 Janeiro 2017
Boletim Amigos do Padre Caffarel nº 20 Janeiro 2017
Alexandre Panerai
 
Embrapa arvores urbanas
Embrapa arvores urbanasEmbrapa arvores urbanas
Embrapa arvores urbanas
Alexandre Panerai
 

Mais de Alexandre Panerai (20)

Manual de poda_arborizacao_urbana_pref_sao_paulo
Manual de poda_arborizacao_urbana_pref_sao_pauloManual de poda_arborizacao_urbana_pref_sao_paulo
Manual de poda_arborizacao_urbana_pref_sao_paulo
 
RESÍDUOS ORGÂNICOS TRANSFORMADOS EM ADUBO FOLIAR POR MINHOCAS CALIFÓRNIANA EI...
RESÍDUOS ORGÂNICOS TRANSFORMADOS EM ADUBO FOLIAR POR MINHOCAS CALIFÓRNIANA EI...RESÍDUOS ORGÂNICOS TRANSFORMADOS EM ADUBO FOLIAR POR MINHOCAS CALIFÓRNIANA EI...
RESÍDUOS ORGÂNICOS TRANSFORMADOS EM ADUBO FOLIAR POR MINHOCAS CALIFÓRNIANA EI...
 
Meliponicultura
MeliponiculturaMeliponicultura
Meliponicultura
 
Compostagem Doméstica com minhocas
Compostagem Doméstica com minhocasCompostagem Doméstica com minhocas
Compostagem Doméstica com minhocas
 
2019 festa de santa edwiges 2019
2019 festa de santa edwiges 20192019 festa de santa edwiges 2019
2019 festa de santa edwiges 2019
 
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegreCartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre
 
Barragem subterrânea: uma alternativa para o Semi-Árido do Nordeste do Brasil.
Barragem subterrânea: uma alternativa para o Semi-Árido do Nordeste do Brasil.Barragem subterrânea: uma alternativa para o Semi-Árido do Nordeste do Brasil.
Barragem subterrânea: uma alternativa para o Semi-Árido do Nordeste do Brasil.
 
Abelhas sem ferrão no RS
Abelhas sem ferrão no RSAbelhas sem ferrão no RS
Abelhas sem ferrão no RS
 
Avaliação do potencial melífero e polinífero de Crotalaria juncea L. e Crotal...
Avaliação do potencial melífero e polinífero de Crotalaria juncea L. e Crotal...Avaliação do potencial melífero e polinífero de Crotalaria juncea L. e Crotal...
Avaliação do potencial melífero e polinífero de Crotalaria juncea L. e Crotal...
 
Apostila minhocario campeiro como fazer
Apostila minhocario campeiro como fazerApostila minhocario campeiro como fazer
Apostila minhocario campeiro como fazer
 
Reconhecimento de riscos de arvores
Reconhecimento de riscos de arvoresReconhecimento de riscos de arvores
Reconhecimento de riscos de arvores
 
Desfolha bananeira embrapa
Desfolha bananeira embrapaDesfolha bananeira embrapa
Desfolha bananeira embrapa
 
Recuperacao areas degradadas
Recuperacao areas degradadas Recuperacao areas degradadas
Recuperacao areas degradadas
 
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre 1999
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre 1999Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre 1999
Cartilha sobre arborizacao_urbana_porto_alegre 1999
 
Manual tecnico de_arborizao_urbana
Manual tecnico de_arborizao_urbanaManual tecnico de_arborizao_urbana
Manual tecnico de_arborizao_urbana
 
Preparo-de-microrganismos-eficientes
Preparo-de-microrganismos-eficientesPreparo-de-microrganismos-eficientes
Preparo-de-microrganismos-eficientes
 
Desfolha bananeira embrapa
Desfolha bananeira embrapaDesfolha bananeira embrapa
Desfolha bananeira embrapa
 
Homeopatia simples
Homeopatia simplesHomeopatia simples
Homeopatia simples
 
Boletim Amigos do Padre Caffarel nº 20 Janeiro 2017
Boletim Amigos do Padre Caffarel nº 20 Janeiro 2017Boletim Amigos do Padre Caffarel nº 20 Janeiro 2017
Boletim Amigos do Padre Caffarel nº 20 Janeiro 2017
 
Embrapa arvores urbanas
Embrapa arvores urbanasEmbrapa arvores urbanas
Embrapa arvores urbanas
 

Último

O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
GABRIELADIASDUTRA1
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
Nilson Almeida
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
André Luiz Marques
 
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
JaquelineSantosBasto
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
Oziete SS
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
claudiovieira83
 

Último (15)

O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livroA VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
A VOZ DO SILÊNCIO - Helena Blavatsky livro
 
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicosSEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
SEGREDOS DO APOCALIPSE - o apocalipse através de olhos hebraicos
 
Salmo 91
Salmo 91Salmo 91
Salmo 91
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdfJesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
Jesuítas Os Terroristas Secretos. Livro pdf pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo DiaFesta das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
Festa das Primícias - Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdfEstudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
Estudo Biblico deuteronomio PowerPoint.pdf
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
a futura religião da nova ordem mundial.
a  futura religião da nova ordem mundial.a  futura religião da nova ordem mundial.
a futura religião da nova ordem mundial.
 
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.docORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
ORGANIZAÇÃO ABERTURA EBF 2024.pdf-1.doc
 
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdfA Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
A Abóbada Celeste No Rito Adonhiramita.pdf
 

Lectio divina misericórdia(16)

  • 1.
  • 2. COMPROMISSOS das CNSECOMPROMISSOS das CNSE 1.Esforço de Oração (leitura bíblica, meditação ou oração interior, regra de vida) 2. Reunião mensal 3. Vida de Grupo 4. Retiro Anual
  • 3. O QUE É LECTIO DIVINA?O QUE É LECTIO DIVINA? É a leitura orante da Bíblia que ajuda a conhecer a Palavra de Deus, Sua vontade, para produzir frutos do Evangelho e deixar-nos envolver no plano amoroso do Pai. Conhecer a Palavra de Deus é conhecer o próprio Cristo.
  • 4. Como surgiu? No século XII, o monge Guigo II estava trabalhando no mosteiro com uma escada na mão e pedia a Deus que lhe sugerisse um instrumento que o ajudasse a subir até Ele.
  • 5. Sobre isso, ele escreveu: “Apresentaram improvisadamente à minha reflexão quatro degraus espirituais, ou seja: 1) a leitura; 2) a meditação; 3) a oração; 4) e a contemplação”.
  • 6.
  • 7. 1º Degrau – Leitura (Lectio): O que o texto diz? 1. Leia lentamente o texto, ao menos duas vezes.
  • 8. 2. Ainda não é hora de tentar tirar uma mensagem para sua vida. Apenas tente compreender o que o texto poderia significar na época em que foi escrito.
  • 9. 3. Tente reconstruir o texto: Quem são as pessoas que aparecem no texto e qual é a situação de cada uma? De acordo com o texto, qual é o papel de cada uma e quais seriam seus sentimentos? Aparece algum conflito no texto? Como é resolvido? Qual é o rosto de Deus no texto?
  • 10. 2º Degrau – Meditação (Meditatio): O que o texto me diz? 1. Destaque os versículos que foram mais fortes para você (sem tentar interpretá-los).
  • 11. 2. Atualize o texto comparando a situação da época com a situação atual e procure perceber o que tudo isso tem a ver com a sua/nossa vida de cristão.
  • 12. 3º Degrau – Oração (Oratio): O que o texto me faz dizer a Deus? 1. Tudo o que foi lido e1. Tudo o que foi lido e meditado émeditado é transformado em umatransformado em uma conversa orante comconversa orante com Deus.Deus.
  • 13. 2. A oração é o instante no qual se é convidado a falar com Deus através do louvor, do agradecimento, do pedido, da súplica, do oferecimento, do pedido de perdão dirigido a ele: “Senhor, eu te peço… Eu te louvo e agradeço meu Deus…”. Dialogar diretamente com Deus: tenha “um trato de amizade com aquele que sabemos que nos ama” (Santa Teresa). É necessário silêncio...
  • 14. 4º Degrau – Contemplação (Contemplatio) Contemplar é ver a vida com os olhos da fé. É sentir, quase intuitivamente, a presença da Santíssima Trindade ao nosso lado. Veja sua vida concreta com o olhar iluminado pelo Espírito Santo. Não se trata de pensar “o que fazer”, mas de como irá seguir Jesus a partir desse texto? É a primazia do ser sobre o fazer. Este último será o resultado de um novo ser humano: discípulo missionário de Jesus Cristo.
  • 15. Este último será o resultado de um novo ser humano: discípulo missionário de Jesus Cristo.
  • 16. ATENÇÃO Este método é fascinante, mas exigente. Não supõe saber ou ter grandes estudos, mas requer dedicação e escuta atenta à Palavra de Deus. Se alguém ler o texto bíblico sem seguir o método orante, dificilmente entenderá os quatro degraus. Nada de resultados imediatos e não dar tempo para escutar o Senhor. É preciso muita humildade e deixar o Senhor falar.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20. Papa Francisco: Misericórdia: “É fonte de alegria, serenidade e paz, é a palavra que revela o mistério da Santíssima Trindade. É o ato último e supremo pelo qual Deus vem ao nosso encontro. É a lei fundamental que mora no coração de cada pessoa quando vê com olhos sinceros o irmão que encontra no caminho da vida. É o caminho que une Deus e o homem...”.
  • 21. JESUS: O ROSTO DA MISERICÓRDIA “Jesus Cristo é o rosto da misericórdia do Pai. O Pai, « rico em misericórdia »    mandou o seu Filho, nascido da Virgem Maria, para nos revelar, de modo definitivo, o seu amor. Com a sua palavra, os seus gestos e toda a sua pessoa, Jesus de Nazaré revela a misericórdia de Deus”. Ele nos convida a percorrer o caminho do Evangelho, sendo “MISERICORDIOSOS COMO O PAI”.
  • 22. OBRAS DE MISERCÓRDIA corporais e espirituais. “A pregação de Jesus apresenta-nos estas obras de misericórdia, para podermos perceber se vivemos ou não como seus discípulos”.
  • 23.
  • 24.
  • 26. REPARAÇÃO: EIS NOSSA VOCAÇÃO! (2X) Obras de misericórdia Que nascem do coração No entardecer da vida Elas nos julgarão
  • 27. Alimentar quem tem fome E saciar quem tem sede Dar de vestir ao irmão Eis nossa vocação!
  • 28. E acolher o estrangeiro E visitar os enfermos E libertar os cativos E sepultar os mortos
  • 29. REPARAÇÃO: EIS NOSSA VOCAÇÃO!(2X) Obras de misericórdia Que nascem do coração No entardecer da vida Elas nos julgarão
  • 30. Aconselhar o indeciso E ensinar quem não sabe E corrigir o irmão Eis nossa vocação!
  • 31. E consolar os aflitos E perdoar as ofensas E suportar os difíceis Orar por vivos e mortos