SlideShare uma empresa Scribd logo
KSSF Palestra - O Cristo Consolador - Rosana De Rosa - Fevereiro/2015
4 – Jesus promete outro consolador: é o Espírito da
Verdade, que o mundo ainda não conhece, pois
que não está suficientemente maduro para
compreendê-lo, e que o Pai enviará para ensinar
todas as coisas e para fazer lembrar o que Cristo
disse. Se, pois, o Espírito da Verdade deve vir mais
tarde, ensinar todas as coisas, é que o Cristo não
pode dizer tudo. Se ele vem fazer lembrar o que o
Cristo disse, é que o seu ensino foi esquecido ou
mal compreendido. (João, XIV: 15 a 17 e 26)
Palavra consolar em grego
Alguém chamado ou enviado para prestar
auxílio.
Jesus é o consolador nāo por que
ele vem tirar a dor,
mais por que Ele veio para
resignifica-la.
Haroldo Dutra
Jesus veio consolar dizendo
nāo se desespere
esta dor vai te
regenerar.
Haroldo Dutra
Jesus nāo veio tirar as nossa
responsabilidade,
nosso dever,
ou que devemos ser felizes
e abandonar nossos compromissos
e buscar só curtir a vida….
Nāo é esta a consolaçāo de Jesus.
Sua consolaçāo
é ligar-nos ao dever, as nossas
responsabilidades,
com a consciência que este
sofrimento passa
nos purifica e ilumina.
Haroldo Dutra
A dor nāo tem o papel de
punir,
tem o papel de
educar.
A dor bem compreendida
gera ao Espírito
experiência,
maturidade e evoluçāo.
Somente maduros,
temos a oportunidade
e entender que
os desafios
sedimentam nossas
conquistas morais.
Se eu quero aprender a
virtude da paciência,
nāo vai ser onde todos
concordam comigo,
vai ser onde as pessoas
pisam no meu calo.
Se eu quero aprender a belevolência,
vai ser onde, as pessoas nāo reconhecem o que eu
faço, para que possa aprender a dar sem esperar.
É neste momento de
dificuldade que as
virtudes
sedimentam
no nosso coraçāo.
• Muitos espíritas acham que
toda dor é o carma ou
expiaçāo.
• A dor pode ser expiaçāo,
pode ser prova, desafios,
auxilio, missāo.
A dor ensina
Haroldo Dutra
Muitas filosofias e religiões
tem medo e se paralizam
diante da dor.
Acreditam que…
Se você servir a Deus sua vida
será de muito dinheiro,
muita saúde,
nada de ruim lhe
acontecerá….
Disse o Cristo:
“Bem-aventurados os aflitos, porque eles serão
consolados”. Cap 5
Mas como se pode ser feliz por sofrer, se não se
sabe por que se sofre? Cap 6
(João, XIV: 15 a 17 e 26)
A doutrina Espírita
não vê a dor desta forma.
Estes dois capítulos do Evangelho
nos aconselham a ter
coragem
diante da dor,
Por que a dor é um processo de
aprimoramento
espiritual.
Será que Deus faria seres de cristal
que nāo suportassem nenhuma
pressāo ?
ou será que como Emmanuel diz :
Somos um diamante bruto que
Deus vai lapidando, pois o diamante
se forma com muita pressāo.
Israel - Monte Carmel
Esforço para depuraçāo
Haroldo Dutra
Marisa Libório
74 - NOSSA CRUZ
“Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo,
tome a sua cruz e siga-me” - JESUS (MARCOS, 8:34)
Emmanuel
Ninguém se queixe inutilmente.
A dor é processo - A perfeição é fim
Assim sendo, caminheiros da evolução ou da redenção
têm, cada qual, a sua cruz.
Enquanto a criatura não adquire consciência da própria
responsabilidade, movimenta-se no mundo à feição de
semi-racional, amontoando problemas sobre a própria
cabeça.
Entretanto, acordando para a necessidade da paz
consigo mesma, descobre de imediato a cruz que lhe
cabe ao próprio burilamento.
• A mensagem da cruz é
dolorosa, mas o Cristo usa o
fracasso aparente para ensinar
o caminho da ressureiçāo
eterna. Mostrando que o “ eu”
nunca se dirigirá para Deus
sem seu aprimoramento e
sem a sublimaçāo de si
próprio.
Emmanuel
• Eu é a sentelha divina, é a essencia espiritual, a força cristica
que dormita na criatura.
• Ego é a personalidade a roupagem que o envolve. Nós viemos a
terra e precisamos negar a nos mesmos, a personalidade , para
verticalizar na consciência cristica.
• No capítulo 6 o Espírito Verdade vai definir:
1- amai-vos 2- instruir-vos
• O Amor verticaliza a criatura na conexāo com o criador, é a viga
mestra, o eixo da terra ao infinito.
Kardec nos facilita
entender através do
Evangelho:
“meu reino nāo é
deste mundo”,
“há muitas moradas
na casa de meu pai”,
por que sem esta
perspectiva espiritual
como vamos ter esta
visāo da dor?
Muitos ainda estamos
a várias reencarnações
andando em círculos,
preocupados em
juntar tesouros,
dominar a muitos,
ainda presos nas
paixões….
Porém, quando chega o
momento de
abandonarmos tudo isso,
experimentar a
escasses material,
viver o jejum emocional,
nāo podendo
atender as paixões,
achamos ser um
processo de sofrimento.
Nos sentindo
abandonados, castigados,
esquecidos por Deus.
Quando na verdade
chegamos neste processo é
por que Jesus está num
amplo trabalho de
Acrisolamento conosco.
Acrisolamento -Purificação, reforçamento de qualidades.
É assim que nos
salvamos de nós
mesmos.
Jesus vem nos consolar
que os desafios bem vividos,
vāo sedimentar dentro de nós
as virtudes aprendidas, que nos conduzirá na
direçāo da verdadeira felicidade.
KSSF Palestra - O Cristo Consolador - Rosana De Rosa - Fevereiro/2015

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
Luciane Belchior
 
Evangelho Cap. 6 Item3 - O consolador prometido
Evangelho Cap. 6 Item3 - O consolador prometidoEvangelho Cap. 6 Item3 - O consolador prometido
Evangelho Cap. 6 Item3 - O consolador prometido
Patricia Farias
 
O Cristo Consolador
O Cristo ConsoladorO Cristo Consolador
O Cristo Consolador
Marta Cristina
 
Espírito de verdade, quem seria ele 1,5h
Espírito de verdade, quem seria ele 1,5hEspírito de verdade, quem seria ele 1,5h
Espírito de verdade, quem seria ele 1,5h
home
 
Capítulo VI - O Cristo Consolador
Capítulo VI - O Cristo ConsoladorCapítulo VI - O Cristo Consolador
Capítulo VI - O Cristo Consolador
grupodepaisceb
 
Evangelho Cap.6 item 5 - Instrucoes dos Espiritos
Evangelho Cap.6 item 5 - Instrucoes dos EspiritosEvangelho Cap.6 item 5 - Instrucoes dos Espiritos
Evangelho Cap.6 item 5 - Instrucoes dos Espiritos
Patricia Farias
 
Cristo consolador
Cristo consolador Cristo consolador
Cristo consolador
Maria Moraes
 
O cristo consolador
O cristo consoladorO cristo consolador
O cristo consolador
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
Fatoze
 
Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8
Leonardo Pereira
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
Sergio Menezes
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
Graça Maciel
 
04 - O Consolador
04 - O Consolador04 - O Consolador
04 - O Consolador
Isaias Oliveira
 
O fardo e a cruz
O fardo e a cruzO fardo e a cruz
O fardo e a cruz
Fabiano Izidoro Monteiro
 
O consolador prometido
O consolador prometido  O consolador prometido
O consolador prometido
Mima Badan
 
As três Revelações
As três RevelaçõesAs três Revelações
As três Revelações
Graça Maciel
 
Etenas licões de vida
Etenas licões de vidaEtenas licões de vida
Etenas licões de vida
Graça Maciel
 
Meu papel no mundo
Meu papel no mundoMeu papel no mundo
Meu papel no mundo
Luciane Belchior
 
Estudos do evangelho 7
Estudos do evangelho 7Estudos do evangelho 7
Estudos do evangelho 7
Leonardo Pereira
 
Evangelho Natal 2020
Evangelho Natal 2020Evangelho Natal 2020
Evangelho Natal 2020
Patricia Farias
 

Mais procurados (20)

Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
Evangelho Cap. 6 Item3 - O consolador prometido
Evangelho Cap. 6 Item3 - O consolador prometidoEvangelho Cap. 6 Item3 - O consolador prometido
Evangelho Cap. 6 Item3 - O consolador prometido
 
O Cristo Consolador
O Cristo ConsoladorO Cristo Consolador
O Cristo Consolador
 
Espírito de verdade, quem seria ele 1,5h
Espírito de verdade, quem seria ele 1,5hEspírito de verdade, quem seria ele 1,5h
Espírito de verdade, quem seria ele 1,5h
 
Capítulo VI - O Cristo Consolador
Capítulo VI - O Cristo ConsoladorCapítulo VI - O Cristo Consolador
Capítulo VI - O Cristo Consolador
 
Evangelho Cap.6 item 5 - Instrucoes dos Espiritos
Evangelho Cap.6 item 5 - Instrucoes dos EspiritosEvangelho Cap.6 item 5 - Instrucoes dos Espiritos
Evangelho Cap.6 item 5 - Instrucoes dos Espiritos
 
Cristo consolador
Cristo consolador Cristo consolador
Cristo consolador
 
O cristo consolador
O cristo consoladorO cristo consolador
O cristo consolador
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
 
Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8Estudos do evangelho 8
Estudos do evangelho 8
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
04 - O Consolador
04 - O Consolador04 - O Consolador
04 - O Consolador
 
O fardo e a cruz
O fardo e a cruzO fardo e a cruz
O fardo e a cruz
 
O consolador prometido
O consolador prometido  O consolador prometido
O consolador prometido
 
As três Revelações
As três RevelaçõesAs três Revelações
As três Revelações
 
Etenas licões de vida
Etenas licões de vidaEtenas licões de vida
Etenas licões de vida
 
Meu papel no mundo
Meu papel no mundoMeu papel no mundo
Meu papel no mundo
 
Estudos do evangelho 7
Estudos do evangelho 7Estudos do evangelho 7
Estudos do evangelho 7
 
Evangelho Natal 2020
Evangelho Natal 2020Evangelho Natal 2020
Evangelho Natal 2020
 

Destaque

O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6
Graça Maciel
 
Um homem chamado amor
Um homem chamado amorUm homem chamado amor
Um homem chamado amor
Alfredo Lopes
 
Chico Xavier - A alma no mundo
Chico Xavier - A alma no mundoChico Xavier - A alma no mundo
Chico Xavier - A alma no mundo
Amadeu Wolff
 
Chico xavier o homem integral
Chico xavier   o homem integralChico xavier   o homem integral
Chico xavier o homem integral
Carlos Steigleder
 
Chico xavier, uma vida e muitas lições!
Chico xavier, uma vida e muitas lições!Chico xavier, uma vida e muitas lições!
Chico xavier, uma vida e muitas lições!
Leonardo Pereira
 
Chico Xavier
Chico XavierChico Xavier
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
Candice Gunther
 
Apresentação chico xavier homenagem 2010 (1)
Apresentação chico xavier homenagem 2010 (1)Apresentação chico xavier homenagem 2010 (1)
Apresentação chico xavier homenagem 2010 (1)
Associação Espirita Lagos
 
Consegues Ir...11.03.07.Jrc
Consegues Ir...11.03.07.JrcConsegues Ir...11.03.07.Jrc
Consegues Ir...11.03.07.Jrc
José Roberto Cordeiro
 
Com alegria nani azevedo
Com alegria    nani azevedoCom alegria    nani azevedo
Com alegria nani azevedo
SUSSURRO DE AMOR
 
Biografia chico xavier
Biografia chico xavierBiografia chico xavier
Biografia chico xavier
Sônia Marques
 
Evangelho e Alegria - Emmanuel - Chico Xavier - Livro Roteiro
Evangelho e Alegria - Emmanuel - Chico Xavier - Livro RoteiroEvangelho e Alegria - Emmanuel - Chico Xavier - Livro Roteiro
Evangelho e Alegria - Emmanuel - Chico Xavier - Livro Roteiro
Nazareno Feitosa
 
Com Alegria
Com AlegriaCom Alegria
Com Alegria
luiscandido
 
Evangelho Cap Vi O Cristo...
Evangelho Cap Vi O Cristo...Evangelho Cap Vi O Cristo...
Evangelho Cap Vi O Cristo...
guest713ad8
 
Convite de Jesus
Convite de JesusConvite de Jesus
Convite de Jesus
Idéias Luz
 
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Sandra Reis Machado
 

Destaque (16)

O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6
 
Um homem chamado amor
Um homem chamado amorUm homem chamado amor
Um homem chamado amor
 
Chico Xavier - A alma no mundo
Chico Xavier - A alma no mundoChico Xavier - A alma no mundo
Chico Xavier - A alma no mundo
 
Chico xavier o homem integral
Chico xavier   o homem integralChico xavier   o homem integral
Chico xavier o homem integral
 
Chico xavier, uma vida e muitas lições!
Chico xavier, uma vida e muitas lições!Chico xavier, uma vida e muitas lições!
Chico xavier, uma vida e muitas lições!
 
Chico Xavier
Chico XavierChico Xavier
Chico Xavier
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
 
Apresentação chico xavier homenagem 2010 (1)
Apresentação chico xavier homenagem 2010 (1)Apresentação chico xavier homenagem 2010 (1)
Apresentação chico xavier homenagem 2010 (1)
 
Consegues Ir...11.03.07.Jrc
Consegues Ir...11.03.07.JrcConsegues Ir...11.03.07.Jrc
Consegues Ir...11.03.07.Jrc
 
Com alegria nani azevedo
Com alegria    nani azevedoCom alegria    nani azevedo
Com alegria nani azevedo
 
Biografia chico xavier
Biografia chico xavierBiografia chico xavier
Biografia chico xavier
 
Evangelho e Alegria - Emmanuel - Chico Xavier - Livro Roteiro
Evangelho e Alegria - Emmanuel - Chico Xavier - Livro RoteiroEvangelho e Alegria - Emmanuel - Chico Xavier - Livro Roteiro
Evangelho e Alegria - Emmanuel - Chico Xavier - Livro Roteiro
 
Com Alegria
Com AlegriaCom Alegria
Com Alegria
 
Evangelho Cap Vi O Cristo...
Evangelho Cap Vi O Cristo...Evangelho Cap Vi O Cristo...
Evangelho Cap Vi O Cristo...
 
Convite de Jesus
Convite de JesusConvite de Jesus
Convite de Jesus
 
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
 

Semelhante a KSSF Palestra - O Cristo Consolador - Rosana De Rosa - Fevereiro/2015

O cristo consolador
O cristo consoladorO cristo consolador
O cristo consolador
Helio Cruz
 
Adversidades da vida
Adversidades da vidaAdversidades da vida
Adversidades da vida
Helio Cruz
 
3 A Arte De Fazer Amigos
3 A Arte De Fazer Amigos3 A Arte De Fazer Amigos
3 A Arte De Fazer Amigos
tomdeamor
 
Slide 1
Slide 1Slide 1
Slide 1
VisualBee.com
 
Ev efetivo 004
Ev efetivo 004Ev efetivo 004
Ev efetivo 004
Vinicio Pacifico
 
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Tiburcio Santos
 
Ev efetivo 004
Ev efetivo 004Ev efetivo 004
Ev efetivo 004
Vinicio Pacifico
 
OraçãO E MissãO
OraçãO E MissãOOraçãO E MissãO
OraçãO E MissãO
Leone Orlando
 
Palestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 SemeadoresPalestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 Semeadores
Tiburcio Santos
 
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terraBem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
msdbiasi
 
A dor.pptx
A dor.pptxA dor.pptx
A dor.pptx
M.R.L
 
Palestra pao nosso 64 melhor sofrer no bem
Palestra pao nosso 64   melhor sofrer no bem Palestra pao nosso 64   melhor sofrer no bem
Palestra pao nosso 64 melhor sofrer no bem
Tiburcio Santos
 
O porque da dor!!!
O porque da dor!!!O porque da dor!!!
O porque da dor!!!
Izabel Cristina Fonseca
 
Conduta Espírita
Conduta EspíritaConduta Espírita
Conduta Espírita
Izabel Cristina Fonseca
 
A Escolha da Liberdade
A Escolha da LiberdadeA Escolha da Liberdade
A Escolha da Liberdade
IBMemorialJC
 
Evangelho e espiritismo
Evangelho e espiritismoEvangelho e espiritismo
Evangelho e espiritismo
Fabio Almeida Barbosa
 
Bem aventuradososquetemosolhosfechados
Bem aventuradososquetemosolhosfechadosBem aventuradososquetemosolhosfechados
Bem aventuradososquetemosolhosfechados
Magali ..
 
Cura paralitico cafarnaum [salvo automaticamente]
Cura paralitico cafarnaum [salvo automaticamente]Cura paralitico cafarnaum [salvo automaticamente]
Cura paralitico cafarnaum [salvo automaticamente]
Sergio Menezes
 
78967976 80560-apostila-cura-interior
78967976 80560-apostila-cura-interior78967976 80560-apostila-cura-interior
78967976 80560-apostila-cura-interior
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
78967976 80560-apostila-cura-interior
78967976 80560-apostila-cura-interior78967976 80560-apostila-cura-interior
78967976 80560-apostila-cura-interior
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 

Semelhante a KSSF Palestra - O Cristo Consolador - Rosana De Rosa - Fevereiro/2015 (20)

O cristo consolador
O cristo consoladorO cristo consolador
O cristo consolador
 
Adversidades da vida
Adversidades da vidaAdversidades da vida
Adversidades da vida
 
3 A Arte De Fazer Amigos
3 A Arte De Fazer Amigos3 A Arte De Fazer Amigos
3 A Arte De Fazer Amigos
 
Slide 1
Slide 1Slide 1
Slide 1
 
Ev efetivo 004
Ev efetivo 004Ev efetivo 004
Ev efetivo 004
 
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
Palestra ese 15 fora da caridade 20160824 v1
 
Ev efetivo 004
Ev efetivo 004Ev efetivo 004
Ev efetivo 004
 
OraçãO E MissãO
OraçãO E MissãOOraçãO E MissãO
OraçãO E MissãO
 
Palestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 SemeadoresPalestra FV64 Semeadores
Palestra FV64 Semeadores
 
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terraBem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
Bem aventurados os pobres de espiritos- Missão do homem inteligente na terra
 
A dor.pptx
A dor.pptxA dor.pptx
A dor.pptx
 
Palestra pao nosso 64 melhor sofrer no bem
Palestra pao nosso 64   melhor sofrer no bem Palestra pao nosso 64   melhor sofrer no bem
Palestra pao nosso 64 melhor sofrer no bem
 
O porque da dor!!!
O porque da dor!!!O porque da dor!!!
O porque da dor!!!
 
Conduta Espírita
Conduta EspíritaConduta Espírita
Conduta Espírita
 
A Escolha da Liberdade
A Escolha da LiberdadeA Escolha da Liberdade
A Escolha da Liberdade
 
Evangelho e espiritismo
Evangelho e espiritismoEvangelho e espiritismo
Evangelho e espiritismo
 
Bem aventuradososquetemosolhosfechados
Bem aventuradososquetemosolhosfechadosBem aventuradososquetemosolhosfechados
Bem aventuradososquetemosolhosfechados
 
Cura paralitico cafarnaum [salvo automaticamente]
Cura paralitico cafarnaum [salvo automaticamente]Cura paralitico cafarnaum [salvo automaticamente]
Cura paralitico cafarnaum [salvo automaticamente]
 
78967976 80560-apostila-cura-interior
78967976 80560-apostila-cura-interior78967976 80560-apostila-cura-interior
78967976 80560-apostila-cura-interior
 
78967976 80560-apostila-cura-interior
78967976 80560-apostila-cura-interior78967976 80560-apostila-cura-interior
78967976 80560-apostila-cura-interior
 

Último

metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 

Último (14)

metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 

KSSF Palestra - O Cristo Consolador - Rosana De Rosa - Fevereiro/2015

  • 2. 4 – Jesus promete outro consolador: é o Espírito da Verdade, que o mundo ainda não conhece, pois que não está suficientemente maduro para compreendê-lo, e que o Pai enviará para ensinar todas as coisas e para fazer lembrar o que Cristo disse. Se, pois, o Espírito da Verdade deve vir mais tarde, ensinar todas as coisas, é que o Cristo não pode dizer tudo. Se ele vem fazer lembrar o que o Cristo disse, é que o seu ensino foi esquecido ou mal compreendido. (João, XIV: 15 a 17 e 26)
  • 3. Palavra consolar em grego Alguém chamado ou enviado para prestar auxílio.
  • 4. Jesus é o consolador nāo por que ele vem tirar a dor, mais por que Ele veio para resignifica-la. Haroldo Dutra
  • 5. Jesus veio consolar dizendo nāo se desespere esta dor vai te regenerar. Haroldo Dutra
  • 6. Jesus nāo veio tirar as nossa responsabilidade, nosso dever, ou que devemos ser felizes e abandonar nossos compromissos e buscar só curtir a vida…. Nāo é esta a consolaçāo de Jesus.
  • 7. Sua consolaçāo é ligar-nos ao dever, as nossas responsabilidades, com a consciência que este sofrimento passa nos purifica e ilumina.
  • 9. A dor nāo tem o papel de punir, tem o papel de educar.
  • 10. A dor bem compreendida gera ao Espírito experiência, maturidade e evoluçāo.
  • 11. Somente maduros, temos a oportunidade e entender que os desafios sedimentam nossas conquistas morais.
  • 12. Se eu quero aprender a virtude da paciência, nāo vai ser onde todos concordam comigo, vai ser onde as pessoas pisam no meu calo.
  • 13. Se eu quero aprender a belevolência, vai ser onde, as pessoas nāo reconhecem o que eu faço, para que possa aprender a dar sem esperar. É neste momento de dificuldade que as virtudes sedimentam no nosso coraçāo.
  • 14. • Muitos espíritas acham que toda dor é o carma ou expiaçāo. • A dor pode ser expiaçāo, pode ser prova, desafios, auxilio, missāo. A dor ensina
  • 15. Haroldo Dutra Muitas filosofias e religiões tem medo e se paralizam diante da dor. Acreditam que… Se você servir a Deus sua vida será de muito dinheiro, muita saúde, nada de ruim lhe acontecerá….
  • 16. Disse o Cristo: “Bem-aventurados os aflitos, porque eles serão consolados”. Cap 5 Mas como se pode ser feliz por sofrer, se não se sabe por que se sofre? Cap 6 (João, XIV: 15 a 17 e 26)
  • 17. A doutrina Espírita não vê a dor desta forma. Estes dois capítulos do Evangelho nos aconselham a ter coragem diante da dor, Por que a dor é um processo de aprimoramento espiritual.
  • 18. Será que Deus faria seres de cristal que nāo suportassem nenhuma pressāo ? ou será que como Emmanuel diz : Somos um diamante bruto que Deus vai lapidando, pois o diamante se forma com muita pressāo.
  • 19. Israel - Monte Carmel Esforço para depuraçāo Haroldo Dutra Marisa Libório
  • 20. 74 - NOSSA CRUZ “Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me” - JESUS (MARCOS, 8:34) Emmanuel Ninguém se queixe inutilmente. A dor é processo - A perfeição é fim Assim sendo, caminheiros da evolução ou da redenção têm, cada qual, a sua cruz. Enquanto a criatura não adquire consciência da própria responsabilidade, movimenta-se no mundo à feição de semi-racional, amontoando problemas sobre a própria cabeça. Entretanto, acordando para a necessidade da paz consigo mesma, descobre de imediato a cruz que lhe cabe ao próprio burilamento.
  • 21. • A mensagem da cruz é dolorosa, mas o Cristo usa o fracasso aparente para ensinar o caminho da ressureiçāo eterna. Mostrando que o “ eu” nunca se dirigirá para Deus sem seu aprimoramento e sem a sublimaçāo de si próprio. Emmanuel
  • 22. • Eu é a sentelha divina, é a essencia espiritual, a força cristica que dormita na criatura. • Ego é a personalidade a roupagem que o envolve. Nós viemos a terra e precisamos negar a nos mesmos, a personalidade , para verticalizar na consciência cristica. • No capítulo 6 o Espírito Verdade vai definir: 1- amai-vos 2- instruir-vos • O Amor verticaliza a criatura na conexāo com o criador, é a viga mestra, o eixo da terra ao infinito.
  • 23. Kardec nos facilita entender através do Evangelho: “meu reino nāo é deste mundo”, “há muitas moradas na casa de meu pai”, por que sem esta perspectiva espiritual como vamos ter esta visāo da dor?
  • 24. Muitos ainda estamos a várias reencarnações andando em círculos, preocupados em juntar tesouros, dominar a muitos, ainda presos nas paixões….
  • 25. Porém, quando chega o momento de abandonarmos tudo isso, experimentar a escasses material, viver o jejum emocional, nāo podendo atender as paixões, achamos ser um processo de sofrimento.
  • 26. Nos sentindo abandonados, castigados, esquecidos por Deus. Quando na verdade chegamos neste processo é por que Jesus está num amplo trabalho de Acrisolamento conosco. Acrisolamento -Purificação, reforçamento de qualidades.
  • 27. É assim que nos salvamos de nós mesmos.
  • 28. Jesus vem nos consolar que os desafios bem vividos, vāo sedimentar dentro de nós as virtudes aprendidas, que nos conduzirá na direçāo da verdadeira felicidade.