SlideShare uma empresa Scribd logo
Kanban, o método
Melhorando o fluxo de trabalho de uma forma
realmente eficiente

Thiago Costa
thiagodacosta@gmail.com
Twitter: goathi
Tá falando sério ???
Não! O Método Kanban não é apenas um
quadro de tarefas com post-its coloridos.
A quem se destina?
A quem se destina?
* Você acha que seu fluxo de trabalho não está legal e acha que pode ser melhorado,
mas não sabe muito bem o que mudar e por onde começar?
* Você sente que sua equipe está trabalhando acima da capacidade?
* Suas prioridades mudam diariamente?
* Você acha que perde tempo e dinheiro com funcionalidades de pouco valor?
* Você acha que não há transparência na equipe?
* Você está usando Scrum em um contexto que não se adapta facilmente ao modelo
de Sprints (iterações/releases), como por exemplo em manutenção e operações?
* Você está usando Scrum por algum tempo, mas sente que as melhorias
estagnaram?
Mudanças normalmente estão ligadas a
melhoria.
Pessoas são resistentes a mudanças
As pessoas normalmente têm a sensação de
que poderiam executar seu trabalho de uma
forma melhor ...
... mas normalmente elas não sabem o que
precisa ser melhorado.
O que o quadro está
nos dizendo (1) ?
Backlog

Desenvolvimento

Em	
  prog

Pronto

Validação

Em	
  prog

Pronto

Pronto
O que o quadro está
nos dizendo (2) ?
Backlog

Desenvolvimento

Em	
  prog

Pronto

Validação

Em	
  prog

Pronto

Pronto
Crie um sistema de forma que os problemas
se tornem visíveis e engaje as pessoas
emocionalmente na mudança.
É impossível sugerir mudanças em um sistema
sem antes observá-lo.
O que é o método
Kanban?
Método de Gestão de
Mudanças
Método de Gestão de
Mudanças Evolucionário
Método de Gestão de
Mudanças Evolucionário
1. Desenvolvimento ou transformação
gradual e progressiva;
2. Crescimento, desenvolvimento;
aperfeiçoamento;
Revolução:
1. Transformação; mudança completa;
2. Mudança brusca e violenta;
2. Perturbação moral; indignação;

Método de Gestão de
Mudanças Evolucionário
1. Desenvolvimento ou transformação
gradual e progressiva;
2. Crescimento, desenvolvimento;
aperfeiçoamento;
É um método de gestão de
mudança evolucionário, que
possui alguns princípios e
práticas que auxiliam na
melhoria do seu fluxo de
trabalho, seja ele qual for ...
... usa um Sistema Puxado como ferramenta
principal para expor problemas, gerar
questionamentos e criar oportunidades de
melhoria.
Uma forma simples e
barata de controlar a
capacidade de algo

... usa um Sistema Puxado como ferramenta
principal para expor problemas, gerar
questionamentos e criar oportunidades de
melhoria.
Ex: Sistema Kanban

Uma forma simples e
barata de controlar a
capacidade de algo

... usa um Sistema Puxado como ferramenta
principal para expor problemas, gerar
questionamentos e criar oportunidades de
melhoria.
Usava “kanbans”
para controlar a
produção

Ex: Sistema Kanban

Uma forma simples e
barata de controlar a
capacidade de algo

... usa um Sistema Puxado como ferramenta
principal para expor problemas, gerar
questionamentos e criar oportunidades de
melhoria.
Como começar?
Comece com o que se está fazendo agora;
Concorde em buscar mudanças
incrementais;
Inicialmente respeite papéis, cargos e
responsabilidades.
Como começar?
Comece com o que se está fazendo agora;
Concorde em buscar mudanças
incrementais;
Inicialmente respeite papéis, cargos e
responsabilidades.
Como começar?
Comece com o que se está fazendo agora;
Concorde em buscar mudanças
incrementais;
Inicialmente respeite papéis, cargos e
responsabilidades.
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;
Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;
Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria;
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;
Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;
Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria;

Backlog

Desenvolvimento
Em	
  prog

Pronto

Validação
Em	
  prog

Pronto

Pronto
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;
Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;
Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria;

Backlog

Desenvolvimento
Em	
  prog

Pronto

Validação
Em	
  prog

Pronto

Pronto
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;
Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;
Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria;

3
Backlog

1

Desenvolvimento

Validação

Em	
  prog

Pronto

Em	
  prog

Pronto

Pronto
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;
Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;
Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria usando algum
modelo científico;

3
Backlog

1

Desenvolvimento

Validação

Em	
  prog

Pronto

Trabalho até a capacidade;
Um trabalho por vez;
Previsibilidade;

Em	
  prog

Pronto

Pronto
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;

3
Backlog

Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria usando algum
modelo científico;

Desenvolvimento

Validação

Em	
  prog

Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;

1

-­‐	
  Puxar	
  de	
  
cima	
  pra	
  
baixo;

Pronto

Em	
  prog

Pronto

-­‐	
  Fazer	
  TDD	
  de	
  aceitação	
   -­‐	
  Fazer	
  um	
  teste	
  
e	
  unitário;
manual;
-­‐	
  Fazer	
  pelo	
  menos	
  1	
  
code	
  review;

Pronto

-­‐	
  Atualizar	
  
chamado;
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;

3
Backlog

Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria usando algum
modelo científico;

Desenvolvimento

Validação

Em	
  prog

Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;

1

-­‐	
  Puxar	
  de	
  
cima	
  pra	
  
baixo;

Pronto

Em	
  prog

Pronto

Pronto

-­‐	
  Fazer	
  TDD	
  de	
  aceitação	
   -­‐	
  Fazer	
  um	
  teste	
  
e	
  unitário;
manual;

-­‐	
  Atualizar	
  
chamado;

-­‐	
  Fazer	
  pelo	
  menos	
  1	
  
code	
  review;

Padrões e checklists que devem ser
seguidos para completar uma tarefa
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;

3
Backlog

Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria usando algum
modelo científico;

Desenvolvimento

Validação

Em	
  prog

Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;

1

-­‐	
  Puxar	
  de	
  
cima	
  pra	
  
baixo;

Pronto

Em	
  prog

Pronto

Pronto

-­‐	
  Fazer	
  TDD	
  de	
  aceitação	
   -­‐	
  Fazer	
  um	
  teste	
  
e	
  unitário;
manual;

-­‐	
  Atualizar	
  
chamado;

-­‐	
  Fazer	
  pelo	
  menos	
  1	
  
code	
  review;

Padrões e checklists que devem ser
seguidos para completar uma tarefa
Assegurar qualidade e consistência
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;

Métricas

Limite o trabalho em
progresso (WIP);

WIP

Torne as políticas do
processo explícitas;

Throughput

Meça e gerencie o fluxo;

Lead Time

Identifique oportunidades
de melhoria usando algum
modelo científico;
Próximo passo
Visualize seu fluxo2de
4
trabalho;
Backlog Desenvolvimento
Validação
Em	
  prog

Pronto

Em	
  prog

Pronto

Métricas

Pronto

Limite o trabalho em
progresso (WIP);

WIP

Torne as políticas do
6 itens
processo explícitas;

Throughput

Meça e gerencie o fluxo;

Lead Time

Identifique oportunidades
de melhoria usando algum
modelo científico;

Total de itens em
andamento
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;

Métricas

Limite o trabalho em
progresso (WIP);

WIP

Torne as políticas do
processo explícitas;

Throughput

Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria usando algum
modelo científico;

Lead Time

Qtd média de itens
que ficam prontos
num período de
tempo
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;

Métricas

Limite o trabalho em
progresso (WIP);
3

WIP

1

Desenvolvimento
Torne as políticas Validação
do
processo explícitas;

Backlog

Em	
  prog

Pronto

Em	
  prog

Pronto

Pronto

Meça e gerencie o fluxo;

Throughput
Lead Time

LEAD TIME

Identifiquede	
  oportunidades -­‐	
  Atualizar	
  
-­‐	
  Puxar	
  de	
   -­‐	
  Criar	
  spec	
  antes	
  
-­‐	
  Itens	
  com	
  bugs	
  
cima	
  pra	
  
permanecem	
  aqui;
de codar;
melhoria usando algum chamado;
baixo;
-­‐	
  Fazer	
  pelo	
  menos	
  1	
  
modelo científico;
code	
  review;

Tempo que um item
leva pra ser
finalizado
Lei de Little
Lead Time = WIP / Throughput
Qual meu Lead Time?
Lead Time = WIP / Throughput
Qual meu Lead Time?
Lead Time = WIP / Throughput
100
Qual meu Lead Time?
Lead Time = WIP / Throughput
100

2
Qual meu Lead Time?
Lead Time = WIP / Throughput
100
Lead Time?

2
Qual meu Lead Time?
Lead Time = WIP / Throughput
100
Lead Time?

2

100/2 = 50
Queremos diminuir
nosso Lead Time!
Qual meu Lead Time?
Lead Time = WIP / Throughput
Qual meu Lead Time?
Lead Time = WIP / Throughput
50
Qual meu Lead Time?
Lead Time = WIP / Throughput
50

2
Qual meu Lead Time?
Lead Time = WIP / Throughput
50
Lead Time?

2
Qual meu Lead Time?
Lead Time = WIP / Throughput
50
Lead Time?

2

50/2 = 25
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;
Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;
Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria usando algum
modelo científico;
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;
Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;
Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria usando algum
modelo científico;

Cumulative Flow Diagram
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;
Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;
Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria usando algum
modelo científico;

Cumulative Flow Diagram
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;
Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;
Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria e melhore;
Próximo passo
Visualize seu fluxo de
trabalho;
Limite o trabalho em
progresso (WIP);
Torne as políticas do
processo explícitas;
Meça e gerencie o fluxo;
Identifique oportunidades
de melhoria e melhore;

Agile, Lean, TOC (Teoria das
restrições) etc
Kanban funciona como um doador de
permissões.
Você tem permissão para criar um modelo
único, moldado a sua realidade, ao seu cenário
atual, às pessoas envolvidas. Não há
julgamentos.
Benefícios
Melhor resultado
econômico para o seu
negócio;
Melhor resultado
sociológico para os
funcionários;
Construir uma cultura
Kaizen (melhoria
contínua)
Benefícios
Melhor resultado
econômico para o seu
negócio;
Melhor resultado
sociológico para os
funcionários;
Construir uma cultura
KAizen (melhoria
contínua)
Benefícios
Melhor resultado
econômico para o seu
negócio;
Melhor resultado
sociológico para os
funcionários;
Construir uma cultura
Kaizen (melhoria
contínua);
Dúvidas?
Obrigado :)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetosGerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetos
Júnior Rodrigues
 
Scrum
ScrumScrum
Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas
Marcos Abreu
 
Plano de Projeto de Implantação de Software ERP Vertical de Saúde integrado c...
Plano de Projeto de Implantação de Software ERP Vertical de Saúde integrado c...Plano de Projeto de Implantação de Software ERP Vertical de Saúde integrado c...
Plano de Projeto de Implantação de Software ERP Vertical de Saúde integrado c...
Marcelo Schumacher
 
Kanban
KanbanKanban
Kanban
coccuzzo
 
Metricas lean
Metricas leanMetricas lean
Estudo De Caso Pmbok
Estudo De Caso PmbokEstudo De Caso Pmbok
Estudo De Caso Pmbok
Luiz Neto
 
Scrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutosScrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutos
Serge Rehem
 
Metodologia SCRUM
Metodologia SCRUMMetodologia SCRUM
Metodologia SCRUM
Rafael Pinheiro
 
Melhoria Continua
Melhoria ContinuaMelhoria Continua
Melhoria Continua
CLT Valuebased Services
 
Gurus da qualidade
Gurus da qualidadeGurus da qualidade
Gurus da qualidade
Alaxiel
 
Scrum
ScrumScrum
Cadastro de fornecedores petrobras
Cadastro de fornecedores   petrobrasCadastro de fornecedores   petrobras
Cadastro de fornecedores petrobras
Consultoriaadistancia
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Marcos Garrido
 
Template - Diagrama de Escopo
Template - Diagrama de EscopoTemplate - Diagrama de Escopo
Template - Diagrama de Escopo
EloGroup
 
Melhoria Contínua
Melhoria ContínuaMelhoria Contínua
Melhoria Contínua
CLT Valuebased Services
 
GP4US - Pesquisa operacional exercicios resolvidos - metodo simplex
GP4US - Pesquisa operacional   exercicios resolvidos - metodo simplexGP4US - Pesquisa operacional   exercicios resolvidos - metodo simplex
GP4US - Pesquisa operacional exercicios resolvidos - metodo simplex
Jefferson Affonso - PMP®, ITIL®, MCTS®, MBA
 
Agile SCRUM
Agile SCRUMAgile SCRUM
Agile SCRUM
Eduardo Bregaida
 
Resumo Ciclo PDCA
Resumo Ciclo PDCAResumo Ciclo PDCA
Resumo Ciclo PDCA
Joubert Dini Guimaraes
 
Trabalho scrum
Trabalho scrumTrabalho scrum
Trabalho scrum
Jarbas Pereira
 

Mais procurados (20)

Gerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetosGerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetos
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas
 
Plano de Projeto de Implantação de Software ERP Vertical de Saúde integrado c...
Plano de Projeto de Implantação de Software ERP Vertical de Saúde integrado c...Plano de Projeto de Implantação de Software ERP Vertical de Saúde integrado c...
Plano de Projeto de Implantação de Software ERP Vertical de Saúde integrado c...
 
Kanban
KanbanKanban
Kanban
 
Metricas lean
Metricas leanMetricas lean
Metricas lean
 
Estudo De Caso Pmbok
Estudo De Caso PmbokEstudo De Caso Pmbok
Estudo De Caso Pmbok
 
Scrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutosScrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutos
 
Metodologia SCRUM
Metodologia SCRUMMetodologia SCRUM
Metodologia SCRUM
 
Melhoria Continua
Melhoria ContinuaMelhoria Continua
Melhoria Continua
 
Gurus da qualidade
Gurus da qualidadeGurus da qualidade
Gurus da qualidade
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Cadastro de fornecedores petrobras
Cadastro de fornecedores   petrobrasCadastro de fornecedores   petrobras
Cadastro de fornecedores petrobras
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
 
Template - Diagrama de Escopo
Template - Diagrama de EscopoTemplate - Diagrama de Escopo
Template - Diagrama de Escopo
 
Melhoria Contínua
Melhoria ContínuaMelhoria Contínua
Melhoria Contínua
 
GP4US - Pesquisa operacional exercicios resolvidos - metodo simplex
GP4US - Pesquisa operacional   exercicios resolvidos - metodo simplexGP4US - Pesquisa operacional   exercicios resolvidos - metodo simplex
GP4US - Pesquisa operacional exercicios resolvidos - metodo simplex
 
Agile SCRUM
Agile SCRUMAgile SCRUM
Agile SCRUM
 
Resumo Ciclo PDCA
Resumo Ciclo PDCAResumo Ciclo PDCA
Resumo Ciclo PDCA
 
Trabalho scrum
Trabalho scrumTrabalho scrum
Trabalho scrum
 

Destaque

Consumer lead design and manufacturing
Consumer lead design and manufacturingConsumer lead design and manufacturing
Consumer lead design and manufacturing
Yudhi Ariadi
 
Manufacturing lead kpi
Manufacturing lead kpiManufacturing lead kpi
Manufacturing lead kpi
poretforta
 
Reducing Customer Lead Time
Reducing Customer Lead TimeReducing Customer Lead Time
Reducing Customer Lead Time
Hewlett Packard Enterprise
 
Agile DC Lead Time
Agile DC Lead TimeAgile DC Lead Time
Agile DC Lead Time
azheglov
 
Kanban em 10 passos
Kanban em 10 passosKanban em 10 passos
Kanban em 10 passos
COTIC-PROEG (UFPA)
 
LOGISTICAL MANAGMENT
LOGISTICAL MANAGMENTLOGISTICAL MANAGMENT
LOGISTICAL MANAGMENT
Vijay Singh
 
Reducing manufacturing lead time of steam turbine casing
Reducing manufacturing lead time of steam turbine casingReducing manufacturing lead time of steam turbine casing
Reducing manufacturing lead time of steam turbine casing
eSAT Publishing House
 
Study on Lean Manufacturing Process in Garments Production
Study on Lean Manufacturing Process in Garments ProductionStudy on Lean Manufacturing Process in Garments Production
Study on Lean Manufacturing Process in Garments Production
Momin Uddin
 
Value Stream Mapping in Non-Manufacturing Environments
Value Stream Mapping in Non-Manufacturing EnvironmentsValue Stream Mapping in Non-Manufacturing Environments
Value Stream Mapping in Non-Manufacturing Environments
TKMG, Inc.
 
Lean presentation ppt
Lean presentation pptLean presentation ppt
Lean presentation ppt
bwu.nl
 
PPT ON Just in time technique (JIT)
PPT ON Just in time technique (JIT)PPT ON Just in time technique (JIT)

Destaque (11)

Consumer lead design and manufacturing
Consumer lead design and manufacturingConsumer lead design and manufacturing
Consumer lead design and manufacturing
 
Manufacturing lead kpi
Manufacturing lead kpiManufacturing lead kpi
Manufacturing lead kpi
 
Reducing Customer Lead Time
Reducing Customer Lead TimeReducing Customer Lead Time
Reducing Customer Lead Time
 
Agile DC Lead Time
Agile DC Lead TimeAgile DC Lead Time
Agile DC Lead Time
 
Kanban em 10 passos
Kanban em 10 passosKanban em 10 passos
Kanban em 10 passos
 
LOGISTICAL MANAGMENT
LOGISTICAL MANAGMENTLOGISTICAL MANAGMENT
LOGISTICAL MANAGMENT
 
Reducing manufacturing lead time of steam turbine casing
Reducing manufacturing lead time of steam turbine casingReducing manufacturing lead time of steam turbine casing
Reducing manufacturing lead time of steam turbine casing
 
Study on Lean Manufacturing Process in Garments Production
Study on Lean Manufacturing Process in Garments ProductionStudy on Lean Manufacturing Process in Garments Production
Study on Lean Manufacturing Process in Garments Production
 
Value Stream Mapping in Non-Manufacturing Environments
Value Stream Mapping in Non-Manufacturing EnvironmentsValue Stream Mapping in Non-Manufacturing Environments
Value Stream Mapping in Non-Manufacturing Environments
 
Lean presentation ppt
Lean presentation pptLean presentation ppt
Lean presentation ppt
 
PPT ON Just in time technique (JIT)
PPT ON Just in time technique (JIT)PPT ON Just in time technique (JIT)
PPT ON Just in time technique (JIT)
 

Semelhante a Kanban, o Método - Melhorando seu fluxo de trabalho de forma realmente eficiente

Kanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case RiachueloKanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Fábio Micheletti
 
Scrum
ScrumScrum
Enter SCRUM
Enter SCRUMEnter SCRUM
Enter SCRUM
Breno Campos
 
The Lean Approach to Project Management - Lean Conference Aveiro.pdf
The Lean Approach to Project Management - Lean Conference Aveiro.pdfThe Lean Approach to Project Management - Lean Conference Aveiro.pdf
The Lean Approach to Project Management - Lean Conference Aveiro.pdf
Fabio Perrotta de Andrade
 
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Stéfano H. dos Santos
 
Webaula 48 como evoluir sua equipe usando kanban
Webaula 48   como evoluir sua equipe usando kanbanWebaula 48   como evoluir sua equipe usando kanban
Webaula 48 como evoluir sua equipe usando kanban
Projetos e TI
 
Metodologias Ágeis: Uma breve introdução
Metodologias Ágeis: Uma breve introduçãoMetodologias Ágeis: Uma breve introdução
Metodologias Ágeis: Uma breve introdução
Achiles Camilo
 
Kanban em 10 passos.pdf
Kanban em 10 passos.pdfKanban em 10 passos.pdf
Kanban em 10 passos.pdf
MAPTreinamentoseDese
 
Kanban em 10 Passos
Kanban em 10 PassosKanban em 10 Passos
Kanban em 10 Passos
Bruno Feitosa
 
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Rafael de Oliveira
 
Gestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com ScrumGestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com Scrum
Igor Macaubas
 
Scrum - seminario
Scrum - seminarioScrum - seminario
Scrum - seminario
renatofabro
 
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos ÁgeisCurso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
agileembassy
 
Treinamento - Scrum.pptx
Treinamento - Scrum.pptxTreinamento - Scrum.pptx
Treinamento - Scrum.pptx
Fernando Barbieri
 
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdfAprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
matheusreismota
 
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
Mayra de Souza
 
Metologias Ágeis com Scrum
Metologias Ágeis com ScrumMetologias Ágeis com Scrum
Metologias Ágeis com Scrum
Raphael Gatti
 
Mais de 24 anos de Scrum - Ainda faz sentido usar?
Mais de 24 anos de Scrum - Ainda faz sentido usar?Mais de 24 anos de Scrum - Ainda faz sentido usar?
Mais de 24 anos de Scrum - Ainda faz sentido usar?
Andrei Tognolo
 
DDD + BDD + TDD + Scrum
DDD + BDD + TDD + ScrumDDD + BDD + TDD + Scrum
DDD + BDD + TDD + Scrum
Eduardo Bregaida
 
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
Amanda Varella
 

Semelhante a Kanban, o Método - Melhorando seu fluxo de trabalho de forma realmente eficiente (20)

Kanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case RiachueloKanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
Kanban - Agilidade Fora da TI - Case Riachuelo
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Enter SCRUM
Enter SCRUMEnter SCRUM
Enter SCRUM
 
The Lean Approach to Project Management - Lean Conference Aveiro.pdf
The Lean Approach to Project Management - Lean Conference Aveiro.pdfThe Lean Approach to Project Management - Lean Conference Aveiro.pdf
The Lean Approach to Project Management - Lean Conference Aveiro.pdf
 
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
Mini-curso Scrum e Kanban WES 2015
 
Webaula 48 como evoluir sua equipe usando kanban
Webaula 48   como evoluir sua equipe usando kanbanWebaula 48   como evoluir sua equipe usando kanban
Webaula 48 como evoluir sua equipe usando kanban
 
Metodologias Ágeis: Uma breve introdução
Metodologias Ágeis: Uma breve introduçãoMetodologias Ágeis: Uma breve introdução
Metodologias Ágeis: Uma breve introdução
 
Kanban em 10 passos.pdf
Kanban em 10 passos.pdfKanban em 10 passos.pdf
Kanban em 10 passos.pdf
 
Kanban em 10 Passos
Kanban em 10 PassosKanban em 10 Passos
Kanban em 10 Passos
 
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
 
Gestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com ScrumGestao agil de projetos com Scrum
Gestao agil de projetos com Scrum
 
Scrum - seminario
Scrum - seminarioScrum - seminario
Scrum - seminario
 
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos ÁgeisCurso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
Curso de Pós-Graduação FUCAPI - Módulo: Métodos Ágeis
 
Treinamento - Scrum.pptx
Treinamento - Scrum.pptxTreinamento - Scrum.pptx
Treinamento - Scrum.pptx
 
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdfAprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
Aprensentação SCRUM _ KANBAN.pptx (1).pdf
 
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...STATIK | System Thinking Approach to  Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
STATIK | System Thinking Approach to Implementing Kanban / Abordagem do Pens...
 
Metologias Ágeis com Scrum
Metologias Ágeis com ScrumMetologias Ágeis com Scrum
Metologias Ágeis com Scrum
 
Mais de 24 anos de Scrum - Ainda faz sentido usar?
Mais de 24 anos de Scrum - Ainda faz sentido usar?Mais de 24 anos de Scrum - Ainda faz sentido usar?
Mais de 24 anos de Scrum - Ainda faz sentido usar?
 
DDD + BDD + TDD + Scrum
DDD + BDD + TDD + ScrumDDD + BDD + TDD + Scrum
DDD + BDD + TDD + Scrum
 
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
SCRUM RIO 2014 - Resolvendo os problemas certos com Kanban, Métricas e Visual...
 

Último

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
Momento da Informática
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
2m Assessoria
 

Último (10)

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
 

Kanban, o Método - Melhorando seu fluxo de trabalho de forma realmente eficiente

  • 1. Kanban, o método Melhorando o fluxo de trabalho de uma forma realmente eficiente Thiago Costa thiagodacosta@gmail.com Twitter: goathi
  • 3. Não! O Método Kanban não é apenas um quadro de tarefas com post-its coloridos.
  • 4. A quem se destina?
  • 5. A quem se destina? * Você acha que seu fluxo de trabalho não está legal e acha que pode ser melhorado, mas não sabe muito bem o que mudar e por onde começar? * Você sente que sua equipe está trabalhando acima da capacidade? * Suas prioridades mudam diariamente? * Você acha que perde tempo e dinheiro com funcionalidades de pouco valor? * Você acha que não há transparência na equipe? * Você está usando Scrum em um contexto que não se adapta facilmente ao modelo de Sprints (iterações/releases), como por exemplo em manutenção e operações? * Você está usando Scrum por algum tempo, mas sente que as melhorias estagnaram?
  • 6.
  • 7. Mudanças normalmente estão ligadas a melhoria.
  • 8.
  • 9.
  • 11.
  • 12. As pessoas normalmente têm a sensação de que poderiam executar seu trabalho de uma forma melhor ...
  • 13. ... mas normalmente elas não sabem o que precisa ser melhorado.
  • 14. O que o quadro está nos dizendo (1) ? Backlog Desenvolvimento Em  prog Pronto Validação Em  prog Pronto Pronto
  • 15. O que o quadro está nos dizendo (2) ? Backlog Desenvolvimento Em  prog Pronto Validação Em  prog Pronto Pronto
  • 16. Crie um sistema de forma que os problemas se tornem visíveis e engaje as pessoas emocionalmente na mudança.
  • 17.
  • 18. É impossível sugerir mudanças em um sistema sem antes observá-lo.
  • 19. O que é o método Kanban?
  • 20. Método de Gestão de Mudanças
  • 21. Método de Gestão de Mudanças Evolucionário
  • 22. Método de Gestão de Mudanças Evolucionário 1. Desenvolvimento ou transformação gradual e progressiva; 2. Crescimento, desenvolvimento; aperfeiçoamento;
  • 23. Revolução: 1. Transformação; mudança completa; 2. Mudança brusca e violenta; 2. Perturbação moral; indignação; Método de Gestão de Mudanças Evolucionário 1. Desenvolvimento ou transformação gradual e progressiva; 2. Crescimento, desenvolvimento; aperfeiçoamento;
  • 24. É um método de gestão de mudança evolucionário, que possui alguns princípios e práticas que auxiliam na melhoria do seu fluxo de trabalho, seja ele qual for ...
  • 25. ... usa um Sistema Puxado como ferramenta principal para expor problemas, gerar questionamentos e criar oportunidades de melhoria.
  • 26. Uma forma simples e barata de controlar a capacidade de algo ... usa um Sistema Puxado como ferramenta principal para expor problemas, gerar questionamentos e criar oportunidades de melhoria.
  • 27. Ex: Sistema Kanban Uma forma simples e barata de controlar a capacidade de algo ... usa um Sistema Puxado como ferramenta principal para expor problemas, gerar questionamentos e criar oportunidades de melhoria.
  • 28. Usava “kanbans” para controlar a produção Ex: Sistema Kanban Uma forma simples e barata de controlar a capacidade de algo ... usa um Sistema Puxado como ferramenta principal para expor problemas, gerar questionamentos e criar oportunidades de melhoria.
  • 29. Como começar? Comece com o que se está fazendo agora; Concorde em buscar mudanças incrementais; Inicialmente respeite papéis, cargos e responsabilidades.
  • 30. Como começar? Comece com o que se está fazendo agora; Concorde em buscar mudanças incrementais; Inicialmente respeite papéis, cargos e responsabilidades.
  • 31. Como começar? Comece com o que se está fazendo agora; Concorde em buscar mudanças incrementais; Inicialmente respeite papéis, cargos e responsabilidades.
  • 32. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria;
  • 33. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria; Backlog Desenvolvimento Em  prog Pronto Validação Em  prog Pronto Pronto
  • 34. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria; Backlog Desenvolvimento Em  prog Pronto Validação Em  prog Pronto Pronto
  • 35. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria; 3 Backlog 1 Desenvolvimento Validação Em  prog Pronto Em  prog Pronto Pronto
  • 36. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria usando algum modelo científico; 3 Backlog 1 Desenvolvimento Validação Em  prog Pronto Trabalho até a capacidade; Um trabalho por vez; Previsibilidade; Em  prog Pronto Pronto
  • 37. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; 3 Backlog Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria usando algum modelo científico; Desenvolvimento Validação Em  prog Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; 1 -­‐  Puxar  de   cima  pra   baixo; Pronto Em  prog Pronto -­‐  Fazer  TDD  de  aceitação   -­‐  Fazer  um  teste   e  unitário; manual; -­‐  Fazer  pelo  menos  1   code  review; Pronto -­‐  Atualizar   chamado;
  • 38. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; 3 Backlog Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria usando algum modelo científico; Desenvolvimento Validação Em  prog Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; 1 -­‐  Puxar  de   cima  pra   baixo; Pronto Em  prog Pronto Pronto -­‐  Fazer  TDD  de  aceitação   -­‐  Fazer  um  teste   e  unitário; manual; -­‐  Atualizar   chamado; -­‐  Fazer  pelo  menos  1   code  review; Padrões e checklists que devem ser seguidos para completar uma tarefa
  • 39. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; 3 Backlog Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria usando algum modelo científico; Desenvolvimento Validação Em  prog Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; 1 -­‐  Puxar  de   cima  pra   baixo; Pronto Em  prog Pronto Pronto -­‐  Fazer  TDD  de  aceitação   -­‐  Fazer  um  teste   e  unitário; manual; -­‐  Atualizar   chamado; -­‐  Fazer  pelo  menos  1   code  review; Padrões e checklists que devem ser seguidos para completar uma tarefa Assegurar qualidade e consistência
  • 40. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Métricas Limite o trabalho em progresso (WIP); WIP Torne as políticas do processo explícitas; Throughput Meça e gerencie o fluxo; Lead Time Identifique oportunidades de melhoria usando algum modelo científico;
  • 41. Próximo passo Visualize seu fluxo2de 4 trabalho; Backlog Desenvolvimento Validação Em  prog Pronto Em  prog Pronto Métricas Pronto Limite o trabalho em progresso (WIP); WIP Torne as políticas do 6 itens processo explícitas; Throughput Meça e gerencie o fluxo; Lead Time Identifique oportunidades de melhoria usando algum modelo científico; Total de itens em andamento
  • 42. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Métricas Limite o trabalho em progresso (WIP); WIP Torne as políticas do processo explícitas; Throughput Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria usando algum modelo científico; Lead Time Qtd média de itens que ficam prontos num período de tempo
  • 43. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Métricas Limite o trabalho em progresso (WIP); 3 WIP 1 Desenvolvimento Torne as políticas Validação do processo explícitas; Backlog Em  prog Pronto Em  prog Pronto Pronto Meça e gerencie o fluxo; Throughput Lead Time LEAD TIME Identifiquede  oportunidades -­‐  Atualizar   -­‐  Puxar  de   -­‐  Criar  spec  antes   -­‐  Itens  com  bugs   cima  pra   permanecem  aqui; de codar; melhoria usando algum chamado; baixo; -­‐  Fazer  pelo  menos  1   modelo científico; code  review; Tempo que um item leva pra ser finalizado
  • 44. Lei de Little Lead Time = WIP / Throughput
  • 45. Qual meu Lead Time? Lead Time = WIP / Throughput
  • 46. Qual meu Lead Time? Lead Time = WIP / Throughput 100
  • 47. Qual meu Lead Time? Lead Time = WIP / Throughput 100 2
  • 48. Qual meu Lead Time? Lead Time = WIP / Throughput 100 Lead Time? 2
  • 49. Qual meu Lead Time? Lead Time = WIP / Throughput 100 Lead Time? 2 100/2 = 50
  • 51. Qual meu Lead Time? Lead Time = WIP / Throughput
  • 52. Qual meu Lead Time? Lead Time = WIP / Throughput 50
  • 53. Qual meu Lead Time? Lead Time = WIP / Throughput 50 2
  • 54. Qual meu Lead Time? Lead Time = WIP / Throughput 50 Lead Time? 2
  • 55. Qual meu Lead Time? Lead Time = WIP / Throughput 50 Lead Time? 2 50/2 = 25
  • 56. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria usando algum modelo científico;
  • 57. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria usando algum modelo científico; Cumulative Flow Diagram
  • 58. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria usando algum modelo científico; Cumulative Flow Diagram
  • 59. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria e melhore;
  • 60. Próximo passo Visualize seu fluxo de trabalho; Limite o trabalho em progresso (WIP); Torne as políticas do processo explícitas; Meça e gerencie o fluxo; Identifique oportunidades de melhoria e melhore; Agile, Lean, TOC (Teoria das restrições) etc
  • 61.
  • 62. Kanban funciona como um doador de permissões. Você tem permissão para criar um modelo único, moldado a sua realidade, ao seu cenário atual, às pessoas envolvidas. Não há julgamentos.
  • 63. Benefícios Melhor resultado econômico para o seu negócio; Melhor resultado sociológico para os funcionários; Construir uma cultura Kaizen (melhoria contínua)
  • 64. Benefícios Melhor resultado econômico para o seu negócio; Melhor resultado sociológico para os funcionários; Construir uma cultura KAizen (melhoria contínua)
  • 65. Benefícios Melhor resultado econômico para o seu negócio; Melhor resultado sociológico para os funcionários; Construir uma cultura Kaizen (melhoria contínua);