SlideShare uma empresa Scribd logo
Classe News
um show de notícias & negócios
Veículo a serviço da comunidade de Goiás e DF - ANO I - Nº 01R$ 1,00 1ª Quinzena de Junho/2013
Ninho dos artistas uma força viva na
região metropolitana do DF (Páginas 12 e 13)
Giva Felipe
nasceu com
o batismo do
Menestrel de
Alagoas
Pagina. 15
UPA da
Samambaia já
atendeu 200
mil pessoas.
Páginas. 02 e 03
Eles têm tudo
para fazer um
bom governo, e
agora Cadango
e Jiribita?
Páginas. 06 e 07
Jiribita foi
um sonho do
PMDB local
que morreu
Páginas. 04 e 05
Entrevista com
Túllio:
O homem das
caminhadas e
do Social está
nas ruas
Páginas. 08, 09 e 10
Governo
Itinerante
levou serviços a
Águas Lindas
Página. 13
02
As Unidades de Pronto
Atendimento - UPA 24h
são estruturas de comple-
xidade intermediária entre
as Unidades Básicas de
Saúdeeasportasdeurgên-
cia hospitalares, onde em
conjunto com estas com-
põe uma rede organizada
de Atenção às Urgências.
São integrantes do com-
ponente pré-hospitalar
fixo e são implantadas em
locais estratégicos para a
configuração das redes de
atenção à urgência, com
acolhimento e classifica-
ção de risco em todas as
unidades.
Na Samambaia saúde em primeiro lugar
Hoje Brasilia conta com
quatro unidades em fun-
cionamento, UPA da
Samambaia, Recanto
da Ema, Núcleo Bandei-
rante e São Sebastião,
o governador Agnelo
Queiroz determinou a
construção imediata de
mais seis Unidades de
Pronto-Atendimento
(UPAs), para serem con-
cluídas antes do fim do
ano e atender às regiões
da Asa Norte, Ceilândia,
Taguatinga, Sobradinho
II, Gama e Planaltina. As
unidades em Ceilândia,
Taguatinga e Sobradinho
II são as mais adiantadas,
o GDF poderá atender
aproximadamente 3 mil
pessoas por dia nas regi-
ões que serão beneficia-
das.
Na unidade da Samam-
baia em dois anos e cinco
meses já foram atendidas
200 mil pessoas, para
atender foi convidado
profissionais da área da
saíude com experiencia
profissional e dedicação
ao trabalho da saúde. A
gerencia da UPA da Sa-
mambaia está sob a res-
ponsabilidade do médico
Camilo Leite Guimarães,
Chefia Médica ao médico
Alan Duailibi, Chefia de
enfermagem ao enfer-
meiro Célio Rigete e a
chefia administrativo ao
AD Marcio Martins, eles
vivem em conjunto um
trabalho visando aten-
dimento da comunidade
conforme as determina-
ções do GDF, a saúde em
primeiro lugar.
Numa terça feira 15 de
fevereiro com a presença
do governador Agnelo
Queiroz, o secretário de
Saúde, Rafael Barbosa, e
o ministro da Saúde, Ale-
xandre Padilha, inaugu-
raram, em Samambaia, a
primeira Unidade de Pron-
to Atendimento (UPA) 24
horas no Distrito Federal.
O novo governo levou cin-
co semanas para reformar
a UPA, que ficou um ano
fechada. Outras três unida-
des ficarão prontas ainda
nesse primeiro semestre e
mais dez, no decorrer do
mandato.
“Essa inauguração marca
a mudança do modelo de
atenção à saúde no Distrito
Federal”, definiu o gover-
nador. “É a primeira atitude
que vai sintonizando a po-
lítica de saúde do Distrito
UPA da Samanbaia já atendeu 200 mil pessoas
Federal à política de saú-
de do Brasil”, avaliou Ag-
nelo Queiroz. A UPA de
Samambaia é de nível III
e possui capacidade para
atender até 450 pacientes
por dia, durante 24 horas.
“A unidade já abre com
250 profissionais de saú-
de, que é o ideal para uma
UPA de nível III. Estamos
com o quadro completo”,
afirmouosecretárioRafael
Barbosa. “A UPA comple-
menta o serviço de atenção
à saúde e redefine o nosso
modelo de atendimento”,
completou Barbosa.
Para Alexandre Padilha,
a maior parte dos proble-
mas pode ser resolvida nas
“Unidades Básicas de Saú-
de (UBS) e UPAs, logo, a
implantação das unidades e
aorganizaçãodosistemade
saúde acabariam com as fi-
las nos prontos-socorros”.
O ministro da Saúde de-
terminou implementar na
UPAde Samambaia o pro-
jeto-piloto com um ponto
de Telessaúde. O projeto,
que atualmente funciona
em UBS de nove estados
brasileiros para apoio às
Equipes de Saúde da Fa-
mília, proporciona a co-
nexão do médico a outros
profissionais, via internet,
facilitando o diagnóstico
através de uma segunda
opinião por atendimento à
distância.
Como surgiram
A Política Nacional de
Urgência e Emergência
integrou as unidades de
saúde e dividiu a atenção
às urgências no SUS em
quatro frentes. No nível da
Atenção Básica, as equi-
pes de Saúde da Família
(ESF) e as UBS têm como
prioridade a orientação
assistencial a um número
determinado de famílias e
acolhimento das urgências
de menor complexidade.
Agnelo (C), Alexandre Padilha, Vice Governador Felipeli, Rafael Barbosa e Dr. Fontes
Centro cirurgico da UPA
3
Areportagem do Classe
News esteve na Uni-
dade de Pronto Atendimen-
to UPAda Smambaia por ser
a primeira que foi entregue
a comunidade de Brasília e
hoje ela já atendeu aproxi-
madamente 200 mil pessoas
em dois anos e cinco meses
da sua fundação. Segundo o
chefe de enfermagem Célio
Rigete(Foto), “a unidade já
briu com 250 profissionais
de saúde, que é o ideal para
uma UPA de nível III, hoje
70% dos servidores são en-
fermeiros”.
A UPA funciona 24 horas
por dia, sete dias por se-
mana, salientou Rigete, “e
pode resolver grande parte
das urgências e emergên-
cias, como pressão e febre
alta, fraturas, cortes, infarto
e derrame”. Com este tra-
A UPA da Samambaia foi a primeira unidade do GDF
balho começou a diminuir
as filas nos prontos-socor-
ros dos hospitais. “A UPA
inova ao oferecer estrutura
simplificada, com raio-X,
eletrocardiografia, pedia-
tria, laboratório de exames
e leitos de observação”, ci-
tou Rigete.
Célio Rigete que esta na
UPA desde dezembro de
2010 acompanhou a mon-
tagem da unidade, é um
idealista por natureza e fala
com entusiasmo sobre a
UPA, “hoje no Brasil, nas
localidades que contam
com uma unidade, 97% dos
casos são solucionados na
própria UPA, quando o pa-
ciente chega às unidades,
os médicos prestam socor-
ro, controlam o problema
e detalham o diagnóstico,
eles analisam se é necessá-
rio encaminhar o paciente a
um hospital ou mantê-lo em
observação por 24 horas”,
salientou Rigete.
Célio Rigete é um profis-
sional da saúde com muita
responsabilidade, é Can-
dango, formado pela Faci-
plac pós-graduado, com es-
pecialização em Auditoriia
em Serviço de Saúde, es-
colheu a profissão por pai-
xão, deixando de lado cinco
anos de carreira na Policia
Militar. Com 26 anos de
serviço público, dedicando
doze horas diárias do seu
trabalho a saúde publica,
fala do seu trabalho como
um verdadeiro sacerdócio,
“na saúde não será um bom
profissional aquele que não
ama seus semelhante”,
concluiu Célio Rigete..
4
Jiribita foi um sonho do
PMDB local que morreu
Numa noite fria do dia 10
de junho de 2011, no salão
social do Rancho Divino
Carro de Boi, os partidos
PMDB, PT, PV, PC do B e
o PDT reuniram para dis-
cutir uma nova frente po-
litica visando conquistar
o comando da prefeitura
de Águas Lindas. Naque-
la ocasião duas pessoas
assinaram a ficha de filia-
ção no PMDB, o polêmi-
co Luís Alberto Jiribita e
o professor Silvério.
Os presentes acreditavam
quedalisurgiriaumasolu-
ção para os problemas de
Águas Lindas, e o nome
do radialista Jiribita era o
mais cotado, ele mesmo
já sentia que seria o ca-
beça de chapa, no entanto
nas suas palavras ele foi
enfático “desde 2003 te-
nho assistido pessoas que
se reuni depois pulveri-
zam, tentando consolidar
um caminho próprio sem
entender a vontade coleti-
va, temos que acabar com
esta mentira que existe na
política de Águas Lin-
das”. Luís Alberto con-
clui falando que “está no
PMDB para somar for-
ças, ajudar no projeto de
conquistar a cidade para
seu povo, a polaridade
destes candidatos não
tem a militância do PT,
PV, PC do B, do PDT nem
do PMDB”.
Na ocasião todos do
PMDB e dos partidos que
formavam a frente parti-
dária acreditavam que o
companheiro Jiribita es-
tava sendo sincero como
sempre pareceu ser, se-
gundo afirmou Marcelo
Lins, “nós acreditamos
nele para carregarmos
uma bandeira de mudan-
ças através do PMDB,
agora nós percebemos
que o Jiribita pensava de
forma diferente”.
Segundo o presidente
Divino do Carmo, todo
projeto de reconstrução
politica do partido vai
continuar, essa mudança
ocasionada pela atitude
do Jiribita, não vai tirar o
brilho do partido, “temos
uma campanha batendo
na porta e vamos arrega-
çar as mangas e conquis-
tar nova vitória através
dos nossos candidatos, a
governo do estado, sena-
do, câmara federal, as-
sembleia legislativa e pre-
sidência da república”.
No ultiimo dia 25 de
maio a comissão reuniu
paraouviroviceprefeito
e suas testemunha,
ele simplesmente
n ã o c o m p a r e c e u
e o processo teve
andamentonormal e
foi para comissão de
ética do partido, que
vai reunir para decisão
final.
Segundo informações
Giribita já esta quase
filiado no PPL e
solicitar sua desfiliação
como é esperada pelo
PMDB local. Quem
está presenciando este
desfecho do PMDB,
sente que os políticos
de nossa cidade ainda
não amadureceu, nem
tem consciência do
que é o estatuto do
partido.
Quando indagado pela
nossa reportagem,
Giribita pronunciou
que “diante da cobrança
Processo final do
embate PMDB e Jiribita
Divino do Carmo e Brito durante a reunião
da fatura e a decisão do
partido ele vai cruzar
os braços e esperar
os acontecimentos”.
Para muitos essa
união PMDB e PTB
não tinha vida longa,
devido ao fato que o
PTB faz parte da base
do Governo Marconi
Perillo,inimigonúmero
um do PMDB.
Agora esta como o vice
Giribita queria, saindo
do PMDB, ele vai para
outro partido que é
base do governador e
pode receber apoio do
prefeito Candango. O
silencio e a ausencia
do vice Giribita as
reunião do PMDB,
mostra o qanto a
situação é conviniente
a ele, como foi dito
na reunião do PMDB
por muitos membros,
atitude do vice Giribita
mostra que ele não é
“confiável”.
Momento da filiação ao PMDB de Luiz Alberto e do professor Silvério(Foto Aquivo)
5
Samuel Belchior e Daniel Villela
em Águas LindasNo final de abril, dia 27,
a executiva do PMDB
local recebeu o presidente
do PMDB de Goiás o
deputado estadual Samuel
Belchior, que estava
acompanhado do seu
colega deputado Daniel
Vilella, e do presidente
jovem do PMDB Jardel
Carlos que integravam a
comitivadopresidenteque
visitou diversas cidade da
região metropolitana do
DF.
Durante a reunião foi
apresentado a situação do
PMDBlocalcomapossível
expulsão do viceprefeito
Luis Alberto popular
Giribita que responderá
ao processo que vai
discutir a sua infidelidade
com o partido, ferindo
os estatuto do PMDB.
Dentre outras citações
o deputado Samuel
Belchior deixou claro que
“a executiva estadual não
vai interferir nas decisões
do partido local”. “O
PMDB precisa de homens
que tenha compromisso
com a legenda, se está
acontecendoumfatodesta
natureza, que siga os ritos
da politica, citando os
companheiros Marcelo
Lins, Celeste Carvalho
e o presidente Divino do
Carro de Boi, como peças
principais do partido em
Águas Lindas”.
O PMDB que recebeu
c o m p a n h e i r o s d e
outros partidos, como
Tullio do PT, Sidney e
Maciel Shalom do Pc
do B, Luizão e Aldo
Moreira do PDT Elder
Morato do PSL, além
do empresário Mazinho
que possivelmente vai
marchar nas fileiras do
partido, mostrou que a
unidade partidária tem
que existir, independente
dos rumos da politica,
salientou Divno do
Carmo. O saldo foi
positivo e o PMDB deu
mais um passo na prática
saudável da democracia
em Águas Lindas.
Deputado Samuel Belchior com executiva do PMDB e convidados. (Foto: Carlos da Unika)
6
Primeiro prefeito foi o
Mello, das fileiras do
PMDB. Foi o PMDB atra-
vés do governador Maguito
Vilella que assinou o de-
creto da emancipação do
municipio. O primeiro pre-
feito foi importunado pela
oposição insatisfeita, queria
o poder. Chegou a vez do
segundo prefeito José Zito,
que foi apelidade de Aroei-
ra, estava no PSDB, sofreu
tudo que tinha direito, cas-
sação, interveção, mandato
tampão, e o poder terminou
nas mãos do seu vice que
assumiu como prefeito. J.
Pereira foi o primeiro pre-
feito reeleito na cidade, José
Pereira (DEM). Pereira go-
vernou sob ameaças de ser
cassado, pelo seu vice até os
correligionários.
Eles têm tudo para fazer um bom
governo, e agora Candango e Jiribita?
oposição insatisfeita, atacar
o trabalho do vencedor para
derrotá-lo na proxima elei-
ção. Conseguiu um exército
de insatisfetos que agregou
ao seu lado, no entanto ele
ficava como o bom moço,
nada daquilo que acontecia
era ordem dele.
Na realidade o exército de
insatifeitos querem na re-
alidade uma boa fatia das
benesses da prefeitura, um
bom salário, um bom car-
go, e na realidadea compe-
tência profissional não tem
para oferecer, e não querem
o cargo de serviços gerais.
Ora, esta é a realidade da
politica local, já tem insatis-
feitos que jogam pedras no
Hildo e Jiribita, o mesmo
que jogou pedra no Mello,
no Zito, no Pereira e no Ge-
raldo, no entanto todos eles
aplaudiram todos os ex-pre-
feitos, como não consegu-
riam uma vaga ou não figu-
rou na folha dos fantasmas,
já atacam ao novo prefeito.
O Hildo e Jiribita foram es-
colhidos pelo povo, por si-
nal uma dupla, de dois opo-
sitores ferrenho do Geraldo
Messias, ambos desfilaram
uma resenha de competen-
cia administrativa que até o
momento não conseguiram
demonstrar. Eles estão es-
quecendo que eles são fun-
cionários do povo, omesmo
que deu o voto de confiança
acreditando que eram bons
administradores, esperam
um bom trabalho.
Já passaram mais de 120
dias, o primeiro quadrimes-
tre do ano, salvo as obras
em andamento que o ex
gestor conseguiu junto ao
governo federal, nada mais
foi acrescentado, eles tem
reclamado que as máqui-
nas esta sucateadas, nem
máquinas sucateadas o
Geraldo herdou para con-
sertar. Eles reclamam que
ficaram contas para pagar,
são dividas do municipio
que o novo gestor deve ad-
ministrar bem. Ora é fácil
mostrar os defeitos do ante-
cessor para esconder a falta
de planejamento e um plano
administrativo de governo.
Eles queriam encontrar ma-
mão com açucar e papinha
de maçã?
Na realidade nunca existiu
Prefeito ildo do Candango e o Vice Luiz Alberto Jiribita
Prefeito Hildo do Candango e Geraldo Messias (Foto: Blog Mossoró)
Chegou a vez do prefeito
Geraldo Messias, encontrou
uma prefeitura que tinha
sem nenhuma coondição de
trabalho, desde equipamen-
tos até créditos, conseguiu
colocar a casa em ordem.
Conquistou convenios com
o governo federal para cons-
trução de obras de infra es-
truturas no municipio. Pode-
se dizer que ele até agora foi
o único que serve de referen-
cia como prefeito que preo-
cupou com a cidade.
Chegou a vez de Hildo Can-
dango,queinsatisfeitocoma
derrotausouavelhatáticada Continua na página 07 ...
7
um plano de governo na
campanha política, as 14
metas, todas em cima da
administração do do seu
opositor Geraldo Messias,
na realidade o quadro atual
nem o Hildo nem o Jiribita
mentiram, o povo que que-
ria mudanças não percebe-
ram, eles falavam a verda-
de, Jiribita batia e o Hildo
citava no carro de som que
seriaoprefeitomaishonesto
deAguas Lindas. O politico
esquecemquehonestidadeé
uma obrigação do cidadão,
nas entre linhas a palavra
deles era: “vamos estagiar
em cima da administrasção
do Geraldo Messias e seja o
que Deus quiser”.
Aos padres e pastores que
usaramoslogandaFÉcomo
instrumentos de campanha
Vice prefeito Luiz Alberto Jiribita e seu grande amigo Marconi Ex prefeito Zitão Ex prefeito Mello
que façam orações e rezas
para que esta administração
dê certo, caso contrário a ci-
dade vai sofrer mais alguns
anos, além de interromper o
progresso que toda popula-
ção espera.
O povo que o escolheu
acredita que o prefeito Hil-
do Candango não faça do
seu cargo de prefeito mais
um motivo para estagiar na
politica e receber seu salá-
rio digno e atrapalhar o de-
senvolvimento da cidade.
Com mais de quatro meses
da administração, ele já esta
escondendo dos seus eleito-
res, só não está pior devido
a iniciativa do vice Jiribita
que foi o grande articulador
da vitória da chapa, de aten-
der o público que procura
para conversar.
Hildo e Jiribita, vocês hoje
têm a oportunidade de
construir o maior governo
municipal que este muni-
cipio já viu, basta ter gente
competente para cada área
delegar poderes e cobrar
resultados, caso contrários
vão ficar quatro anos e res-
ponsáveis por impedir o
desenvolvimento da cidade.
Boa sorte!
Diretor Responsável: Aldo Moreira dos Santos
Diretora Executiva: Mirian Lopes Penha
Diamagração e Arte: Marco Tsushya – 9165-9317
* ARTIGOS ASSINADOS SÃO DE INTEIRA
RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES *
Reportagens: Aldo Moreira
Colaboradores: Luis Oliveira, Ana Paula Botterloff
Fotografias: Alberto Pessoa, Marco Tsushya,
Impressão: Gráfica Imprima (061 8400-7969)
Blog: aldomoreiraam.blogspot.-0215
Expediente
Classe News
um show de notícias & negócios
8
CN – Tullio como você
se sente depois das elei-
ções de 2012, abatido,
confiante ou vai lavar
suas mãos como Pila-
tos lavou as mão diante
da condenação de Jesus
Cristo?
Tullio – Quero primeiro
agradecer a oportunida-
de de ser o primeiro en-
trevistado na primeira
edição da Classe News,
O homem das caminhadas e do Social está nas ruas
Entrevista
depois falar do meu com-
promisso com a comuni-
dade de Águas Lindas.
Desde que cheguei aqui e
assumi uma atitude de ser
um político, para servir a
comunidade, utilizando
as políticas públicas para
melhorar a vida da comu-
nidade eu estava determi-
nado de não parar, conti-
nuar caminhando, mesmo
tendo conhecimento que
lutar contra os poderosos
do dinheiro seria difícil.
Jamais serei um Pilatos,
o povo que não votou em
mim já está arrependido.
CN - Você falou arrepen-
dido?
Tullio – Sim, eu conti-
nuo na minha caminhada
agradecendo os votos que
a comunidade me con-
fiou, antes eu marcava as
reuniões, hoje estou sen-
do convidado para parti-
cipar com a comunidade,
segundo um comentaris-
ta político Luis Oliveira
que todos conhece como
Luizão, Luiz Negrão, ele
citou que a cidade tem
uma tradição, todos que
ficaram em segundo lu-
gar foram eleitos na elei-
ção seguinte, se a tese do
Luizão estiver certa, eu
CN – Você acredita nesta
tese?
Tullio - Eu acredito na
sinceridade da comuni-
dade que vota. Existe
uma tradição na cidade
que fala da maldição dos
vices, todos voltaram
contra o prefeito. É um
fato claro, visível, toda
comunidade comenta, e o
povo é o dono do voto, se
valer este comentário do
Luizão eu serei o próxi-
mo prefeito.
CN - O PT está ocupando
uma secretaria na atual
gestão, como você anali-
sa este quadro?
Tullio – O Hildo é um
homem inteligente, se
não fosse não seria um
empresário respeitado e
conseguiu ser deputado
estadual. Ele convidou
o PT por dois motivos,
primeiro, a amizade com
o Dr. Willem e segundo,
o PT seria o canal direto
com o governo federal,
parabéns para ele.
CN – Você acredita no
crescimento do PT na po-
lítica local?
Tullio-OPartidodosTra-
balhadores não é mais o
mesmo. Uma revolução
está acontecendo ao lon-
go do mandato da presi-
dente Dilma, mostrando
que o sentimento da mu-
dança está latente. Está
surgindo novas lideran-
ças que estão caminhan-
do com os velhos caci-
ques do partido fazendo
a maior transformação
da legenda. Em Águas
Lindas onde o parti-
do cresceu mais 300%,
mostrou que o PT está
crescendo conquistan-
do a confiança do elei-
torado. É proposta que
o partido deve seguir a
liderança nacional com
suas novas diretrizes de
mudanças.
CN - O PT teve um cres-
cimento nesta ultima
eleição a nível nacio-
nal?
Tullio - Foi 635 prefei-
tos eleitos, o que signi-
ficou um crescimento de
14% no número de mu-
nicípios nas mãos do PT.
Mostra que o Governo
da Dilma, pela primeira
vez, foi submetido ao
escrutínio público. Nes-
se período, a parcela do
Fundo Partidário a que
o PT tem direito cres-
ceu de R$ 12,4 milhões
para R$ 31,7 milhões,
em consequência da
ampliação de represen-
tantes no Congresso. A
preocupação em saber
quem são esses filiados
está diretamente relacio-
nada à composição do
comando partidário.
Anossa primeira en-
trevista é com ho-
mem da caneca e da
canetinha como ficou
conhecido da comuni-
dade de Águas Lindas
e Região Metropolita-
na do DF. Muita gente
queria saber o nome
dele e a c idade o ba-
tizou como Tullio, o
do Amigos do Tullio
depois de filiar no PT
e tornar-se o garoto
propaganda do partido
passou a ser conhecido
como o Tullio do PT.
Conversamos longamen-
te com ele, mostrou que
tem um bom conheci-
mento da política local
e continua trabalhando,
hoje, ele está a disposi-
ção do partido e da co-
munidade para ser ins-
trumento de mudança
e renovação do sistema
político implantado em
nossa cidade. Do prefei-
to Mello até o governo
do Geraldo Messias o
município prestou mal
seus acertos de contas,
não tinha condições rea-
lizar convênios com do
governo federal.
A dupla Candango e
Giribita encontraram
uma situação diferente,
com obras do Governo
Federal em andamen-
to e a chance de cons-
truir o melhor governo
da história da cidade,
afirma Tullio, que é
intransigente quando
fala da corrupção e
o neopotismo que do-
mina a política brasi-
leira. serei o próximo
prefeito (Risos).
9Entrevista
CN – O partido tem
candidato para as elei-
ções de 2014, qual será
o nome para candidato
ao governo?
Tullio - O PT tem, hoje,
três opções para concor-
rer ao Governo de Goiás
Paulo Garcia, prefeito
reeleito de Goiânia, An-
tônio Roberto Gomide
outro que conseguiu a
reeleição em Anápolis e
o deputado federal Ru-
bens Otoni. Na última
década, mesmo com a
saída de algumas lide-
ranças e até fundadores,
o PT quase dobrou de
tamanho, passando de
828 mil para 1,5 milhão
de filiados. O partido
está fazendo um chama-
mento à intelectualida-
de, às forças produtivas
e aos movimentos so-
ciais, num claro resgate
das raízes partidárias do
PT da década de 1980.
CN - Como você avalia
atual administração?
Tullio – Para falar da
atual administração, te-
mos que retroceder ao
tempo. O pre-
feito Orda-
lino Mello
foi o gran-
de baluarte,
c a r r e g o u
sozinho a
implanta-
ção da cida-
de foi o me-
lhor da lista,
começou do
nada, o exe-
cutivo e o
legislativo
não tinha
sede, sem
falar nas
secretarias.
Depois veio o Zito que
foi um período tumultu-
ado, cassação, mandato
tampão, intervenção, a
cidade sofreu com este
processo. Depois a ges-
tão do prefeito J. Pereira,
esse sentiu na pele como
estava difícil governar.
A prefeitura com nome
sujo sem poder realizar
convênios com governo
federal, mesmo assim
conseguiu trazer o PAC
para o setor Guaira, lici-
tação pronta depois per-
deu o convenio. Depois o
Geraldo Messias chegou
e ficou dois anos colo-
cando a casa em ordem,
conseguiu trazer o PAC
em definitivo para cidade
que esta trabalhando até
hoje. Quanto a adminis-
tração do Hildo, ele tem
tudo para fazer o melhor
governo da história, a
situação dele é diferen-
te dos outros prefeitos,
a casa esta arrumada, os
problemas que existem
são bem menores do que
o que os outros prefeito
encontraram.
CN – A administração
está fazendo a diferença?
Túllio - Não acredito,
eles estão agindo com
a mesma mesmices dos
outros prefeitos, eu acre-
ditava que a experiencia
politica tanto do Candan-
go quanto do Giribita,
que sempre apresentou
argumentos com funda-
mentos, acreditava que
eles fariam a diferença
de imediato,mas isto não
aconteceu, estão camu-
flando tudo, falaram em
transparencia no palan-
que e isto não está acon-
tecendo.
CN - Se você fosse o pre-
feito o que faria?
Tíllio – Eu faria o gover-
no da transparencia. Fa-
ria um painel e na inter-
net deixando claro quais
eram as obras do Governo
Federal que es-
tava em anda-
mento, o que o
Geraldo Mes-
sias tinha feito
e que deixou
de fazer, quais
as dívidas que
ficaram. Qual
arrecadação
do municipio,
valores gastos
mensalmente
para manter a
máquina ad-
ministrativa.
E faria mais
ainda, apre-
sentava um
plano de governo poli-
tico administrativo para
solucionar os problemas
deixado pelo Geraldo
Messias, e pedia um
prazo aos meus eleito-
res para solucionar os
problemas. O povo teria
tempo e liberdade para
tirar suas conclusões, ele
é o dono do voto. Quem
quer fazer um governo
democrático tem que
mostrar para que veio,
isto não é difícil prepa-
rar este levantamento, é
prestar contas ao patrão
que é o povo.
CN – Este seria o portal
da transparencia, ou o
faz de conta?
Túllio – Isto seria par-
te do plano de gover-
no transparente, a cada
mês seria enquadrado
um balanço do trabalho
da equipe de governo,
tanto no painel quanto
na internet, com valo-
res arrecadados e suas
aplicações, isto sim é
Trransparencia, o resto
é balela. Alguém já fez
isto em Águas Lindas?
Ninguém fêz , isto sim
é fazer a diferença. Na
realidade o povo mere-
ce respeito, eu entendo
e repito, que o prefeito
e os vereadores são em-
pregados da comunida-
de, o povo é o patrão!
CN - Sua familia é de
tradição politica, você
convidaria algum para
exercer uma secretaria
de governo da cidade?
Túllio – Não, isto é Ne-
potismo! Estou fora des-
te jogo, é um ato comum
Túllio, os Deputados Rubens Otoni, Mauro Rubens e membros da executiva do PT
de Águas Lindas. (Foto Arquivo A/T)
Presidente do diretório Nacional do Partido, Ruy Falcão e Túllio Continuação na página 10.
10
dos políticos nomeiam
seus parentes para car-
gos públicos com a des-
culpa que necessitarem
de pessoas leais e de
confiança para auxiliá-
los em sua administra-
ção, também chamados
de cargos comissiona-
dos. Um ato vergonhoso
de um político ao em-
pregar um parente em
um cargo público é tão
nefasto como enfermos
morrendo nas portas dos
hospitais. Na verdade
estes dois fatos se cor-
relacionam. Quando um
familiar próximo de um
presidente, ministro, de-
putado, prefeito ou vere-
ador ocupa uma função
em qualquer área gover-
namental como comis-
sionado, ou seja, ele é
indicado sem participar
de concurso, o dinheiro
que este recebe poderia
muito bem ser emprega-
do na saúde e não para
favorecer pais, filhos,
netos, esposas, irmãos,
primos, sobrinhos, gen-
ros, sogros e cunhados,
dos donos do poder.
CN - A Corrupção e o
Nepotismo é uma doen-
ça sem cura?
Tullio - Enquanto as
cidades brasileiras es-
tão preocupadas com o
avanço da dengue, há
outra doença que pro-
lifera em todo país que
causa um mal tão devas-
tador como esta maldita
moléstia: o nepotismo.
Inevitavelmente estas
pessoas na maioria das
vezes não possuem ca-
pacidade de empenhar
sua função no cargo.
Ao contratar parentes,
os políticos estão adqui-
rindo dinheiro público de
forma ilícita, explorando
cidadãos que pagam seus
impostos e não vêem re-
torno, o que resulta em
cidades abandonadas
onde o caos da saúde, da
educação e da segurança
prevalece. Mas tem cura
sim e a arma esta no voto
e na tomada de decisão ,
quando o povo quer ele
decide.
CN – Qual seria o cami-
nho?
Túllio - Quem sabe um
dia os brasileiros acor-
dem e os jovens de hoje
parem de se drogar e se
conformar com suas vi-
das vazias e façam como
os jovens dos anos 80 e
90, que forma pacífica
e ordenada, mudaram o
destino do país através
das manifestações em
prol das “Diretas Já” e
“Fora Collor” e acabem
com este “bacanal” que
impera nas prefeituras,
nas Câmaras Estaduais
e Federal, como também
no Senado da Repúbli-
ca, que aprovam um ga-
nho exorbitante para seus
bolsos, empregando toda
a suas famílias com altos
ganhos e negam para o
povo um salário justo e
digno para as sua sobre-
vivência.
CN – a atual administra-
ção já tem Neopotismo
nas suas fileiras?
Tullio – Tem que fazer
um levantamento, deve
ter alguém fazendo, se
tiver, logo o governo
da dupla Candnago e
Jiribita, vai estar com
o título de Neopotismo
e Corrupção, como os
outros antecessores, é
lamentável se estiver
acontecendo isto.
11
O Jornal dos 100 Dias
#
O publicitário Pedro
Nunes está de parabéns,
já está sendo chamado
de milagreiro por ter
feito o jornal alusivo
aos 100 dias de Gover-
no Municipal de Águas
Lindas. Eles esqueceram
de falar da volta do Res-
taurante Comunitário,
servindo a comunidade
e da retomada das obras
das quadras e das cre-
ches. Todas essas obras
fazem parte do convenio
do Governo Federal e
Municipal. Mesmo as-
sim parabéns pelo Mila-
gre.
Governo Itinerante #
Marconi Perillo conse-
guiu reunir uma legião
de politicos na região
em Águas Lindas, para-
béns pelo o trabalho da
sua equipe. Das lideran-
ças de Águas Lindas ti-
nha um diminuto grupo,
deve ter acontecido uma
falha técnica.
Processo em Andamen-
to #
A jornalista Iolanda
Dias está sofrendo pres-
são por parte depoliticos
que não aceitam a liber-
dade de imprensa, que-
rem calara voz através
da pressão. Como a nor-
destina não calaa boca,
vão dicidir nas vias ju-
diciais, boas sorte Iolan-
da, mulher de verdade e
virtuosa.
Primeiro Passo #
O professor Francisco
Martins, um idealista
por natureza uniu al-
guns amigos, inclusive
eu, alguns lideres co-
munitários e criaram
a CONMALGO e esta
cumprindo uma série de
agendas, visando cha-
mar atenção das autori-
dades para Águas Lin-
das. A cidade compõe
a Região Metropolitana
de Brasília, e tem servi-
do aos politicos fazerem
estágios em administra-
ção pública e tornando-
se um próspero político
em quatro anos, com um
patrimonio de fazer in-
veja, acontece quando
deixam o governo não
conseguem ser eleito
nem para ser presidente
da associação de mora-
dores.
951 Votos #
O empresário Jacó Ro-
drigues, pernambucano,
mais conhecido como
Jacó do Esperança, con-
seguiu ser destaque na
política local. Ele é que-
rido por todos, conquis-
tou a confiança da comu-
nidade, como suplente
de vereador é cotado pe-
los seus eleitores como
um pré candidato a uma
cadeira na Assembléia
Legislativa. Jacó quan-
do indagado ele respon-
de que é muito cedo para
pensar neste assunto.
Segundo Marina Sil-
va (Rede) a presidente
Dilma ainda não tem a
sua marca. O Fernando
Henrfique tem a marca
do combateà inflação.
O Lula a marca da In-
clusão Social, de ter
contribuido para tirar
30 milhões de pessoas
da pobreza. A marca da
Dilma, afirmou Marina
Silva é a do Retrocesso
Ambiental, tirando a
competencia do IBA-
Palavra da Marina Silva
MA para fiscalizaer des-
matamento e que mudou
o Código Florestal, anis-
tiando quem desmatou
ilegalmente 40 milhões
de hectares de floresta.
Estevão articula volta à vida pública
Depois do resultado
de uma pesquisa que
ele encomendou o ex-
senador Luiz Estevão
está entrando em campo
mais uma vez. Mais de
250 mil brasilienses esa-
triam dispostos a votar
nele. Isto seria suficiente
para eleger um deputa-
do federal e quatro para
assembléia distrital, ele
só poderá voltar a dis-
putar eleição em 2022.
Ele que foi cassado em
2000, pelo desvio de 150
milhões das obras do TRT
paulista. No momento ele
pretende eleger prepostos
já no ano que vem!
O evento de filiação
do empresário Jú-
nior Friboi ao PMDB
teve todos os elemen-
tos de lançamento
de uma candidatura
a governador, com
a presenças do Go-
vernador de Brasília
Agnelo Queiroz (PT)
e o Vice-Presidente
da República Michel
Temer (PMDB). Fri-
boi vai percorrer um
longo caminho para
Michel Temer e Agnello na filiação do Friboi no PMDB
conseguir apoio e che-
gar à disputa pelo Palá-
cio das Esmeraldas. Na
entrevista coletiva, ao
responder uma pergun-
ta sobre a ausência de
Iris Rezende ao evento,
Júnior Friboi minimi-
zou o fato. “Iris Re-
zende vai andar co-
migo, vocês vão ver”,
disse ele, referindo-se
à agenda de visitas
pelo interior de Goi-
ás, já anunciada pelo
empresário.
ProvocAção
Luis de Oliveira
12
Um dia o jovem
artista plástico
Mestre Ednaldo acreditou
que somente a vida de
APetrobraséapatrocinadora
do projeto Ninho dos
Artistas, que está na sua
segunda edição.Ainiciativa
qualificaráprofissionalmente
adolescentesejovensnafaixa
etária de 15 a 29 anos, em
situaçãoderiscopessoale/ou
social,numaaçãopreventiva
e de ressocialização, no
município de Águas Lindas
de Goiás, fomentando
oportunidade de trabalho e
renda.
Para o Mestre Ednaldo,
“essainiciativadaPetrobras
faz parte da política de
responsabilidade social
da empresa, consolidada
no Programa Petrobras
Desenvolvimento &
Cidadania”,quevisadestinar
investimentos voltados
para as comunidades mais
carentes e vulneráveis do
Petrobrás apoia Ninho dos Artistas
paíscomfocoemtrêslinhas
deatuação:açõesdegeração
de trabalho e renda, de
educaçãoparaaqualificação
profissional e de garantia
de direitos da criança e do
adolescente.
As atividades são
desenvolvidas por meio de
oficinas profissionalizantes
de marcenaria, serralheria,
serigrafia, informática,
Panificação, Modelagem
em Argila, Mecânica,
Elétrica, Funilaria, Pintura,
Cestaria, Massoterapia e
Informática Básica. Dentro
do projeto, em parceria com
aPoliciaMilitar,oPROERD
- Programa Educacional de
ResistênciaàsDrogas.Outro
projeto que vai alfabetizar
a comunidade é o Luz do
Saber Alfabetização de
Jovens eAdultos.
Visando ampliar o
c o n h e c i m e n t o d o
movimentos culturais
o Ninho dos Artistas
desenvolve Atividades
Lúdicas Faixa Etária de 10
à14Anos:Grafite,HipHop,
Artes Circenses, Futebol,
Danças Folclóricas, sendo
movimentosurbanoserural.
OprojetoNinhodosArtistas
busca também promover a
EducaçãoCidadãquereforce
o crescimento do indivíduo
como cidadão de direitos
e deveres, as relações de
solidariedade,opensamento
coletivo e humanismo.
Mestre Ednaldo plantando a semente do bem
Artesão da Torre de TV de
Brasilia não era suficiente
para sua vida, sonhava
construirumacomunidade
alternativa, juntando
amigos estradeiros que
havia circulado pelo
Brasil afora e formar um
movimento numa região
do entorno do DF. O
Parque da Barragem foi
escolhido pelo grupo,
liderado pelo Mestre
Ednaldo. Sem água e
sem luz eles chegaram na
Chácara do Descoberto,
plantaram a semente e
hoje colhe os frutos do
idealismo de ensinar o
sememlhante para ter
uma vida melhor, plantar
e colher o bem.
Mestre Ednaldo participou
da implantação da energia
elétrica, daí surgiram os
poçosartesiano,eleabriuo
primeiro no setor Guaira e
forneceu água para muitas
familias.A primeiraescola
domunicípiofoiconstruída
e gerida pelas famílias que
aqui viviam. Construiu
a primeira biblioteca do
bairro com livros doados.
Surgiu o movimento
de emancipação da
cidade, trabalhou para
implantação do municipio
de Águas Lindas, desde
então tem participado,
desenvolvendoumtrabalho
deresponsabiliddadesocial
e fundou a ACULNA –
Associação Castelinho
Cultural Ninho dos
Artistas.
Mestre Ednaldo Paulo de
Azevedo está plantando
a semente do trabalhador
do futuro um sonho
que vem construindo
ao logo do tempo, criar
possibilidades melhores
para a comunidade
onde vive. O Ninho dos
Artistas ocupa uma área
de sessenta mil metros,
uma chácara que planta e
colhe cultura com várias
famílias, atividades
que tem favorecido a
comunidade.
O Ninho dos artistas teve
repercussão nacional
duas vezes no ano de
2007 . Atualmente foi
destaque no programa
Brasil Caminhoneiro
da Rede Bandeirante,
falando da parceria do
Ninho dos Artistas com a
Petrobrás no Projeto Siga
Bem Criança, campanha
da Petrobras em defesa
dos direitos da criança e
do adolescente.
13
A terceira edição do
Governo Junto de Você
– Governo Itinerante já
esteve em Águas Lin-
das de Goiás, na Região
Meropolitana do DF.
O evento começou de
quinta-feira, dia 16, e
seguiu até domingo, dia
19, na quadra 7, entre as
Ruas 3 e 4, esquina com
Avenida JK, no Jardim
Brasília.
Durante os quatro dias
do Governo Junto de
Você, a população do
Águas Lindas de Goiás
teve acesso a serviços
Governo Itinerante levou serviços
a Águas Lindas
oferecidos pelos órgãos
estaduais e parceiros
no Governo Itinerante,
como atendimentos mé-
dicos e odontológicos,
emissão de Carteira de
Trabalho, de boletos do
Detran, cadastramento
eleitoral e transferência
de título de eleitor. Com
a iniciativa, o governo
também tem a chance de
apresentar para a popu-
lação o trabalho que vem
sendo realizado, prestar
contas, levar benefícios
e lançar obras.
A abertura do Governo
Junto de Você aconteceu
em Aparecida de Goiâ-
nia, o governador Mar-
coni Perillo anunciou a
ampliação do número de
edições do programa de
12 para 20. De acordo
com Marconi, a inten-
ção do Governo é rea-
lizar uma edição a cada
semana nas regiões de
maior densidade popu-
lacional do Estado para
atender às demandas da
população.
Governador Marconi Perillo, Prefeito Hildo do Candango e outras autoridades
na solenidade do Governo Itinerante
ONinho dos artistas
q u e t e m u m a
tradição de promover a
CulturaemÁguasLindas,
independente do apoio
do poder público, mais
uma vez o Ninho dos
Artistas cumpre seu papel
com a comunidade local,
expondo seu trabalho no
Governo Itinerante, o
compromisso da entidade
é com a população que
sempre encontrou apoio
na preparação da mão de
obra.
A grande novidade do
evento será a participação
do Banco do Povo
destinando linha de
crédito aos profissionais
que vão desenvolver o
Oficinas do Ninho no Governo Itinerante
aprendizado e precisam
de um capital inicial, com
juros subsidiados.Segundo
Mestre Ednaldo este linha
de crédito do Banco do
Povo vai favorecer muitos
profissionais que tem
preparadocomafinco,para
ter seu negócio próprio,
saindo da informalidade.
ParaoMestreEdnaldoessa
iniciativa vem acrescentar
e somar ao trabalho
desenvolvido pelo Ninho
dos Artistas, os novos
profissionais que vão atuar
no mercado, vão ser um
estímulos para outros que
vão iniciar o aprendizado.
Isto vai fomentar a
participação nas atividades
eestarãoadquirindocultura,
amanhãserãoelesquevão
desenvolveressasoficinas,
oprojetotemoobjetivode
formar multiplicadores.”
Primeira Dama Aleandra com a mão na massa
14 Passa Tempo
15
Brasília foi construída
com a determinação e a
ousadia do presidente JK,
teve o apoio da força tra-
balhadora dos nordestinos
que saiu do norte e do nor-
deste do Brasil, chegando
ao Planalto Central com a
finalidade de construir um
novo horizonte para po-
lítica brasileira. No meio
deste calor humano, agin-
do em prol da força do tra-
balho produtivo chegou os
familiares da empresária e
vereadora Giva Felipe no
Distrito Federal.
Giva nasceu quando o de-
putado federal Ulisses Ma-
galhães e Teotônio Vilela,
o Menestrel das Alagoas,
corriam o Brasil como
“Saltimbancos”, verda-
deiros peregrinos, visando
implantar a democracia,
lutando para construção
da nova Carta Magna Bra-
sileira, a Constituição
Brasileira. Quando ela ti-
nha cinco anos tudo foi
Giva Felipe nasceu com o batismo do Menestrel de Alagoas
Giva e PRTB as historias se misturam
concretizado. Uma nova
Constituição, para mudar,
para transformar, mudar
para melhor, tendo sempre
em vista a cidadania, as
mudanças de mentalidade
e a liberdade de um povo.
Hoje a empresária é uma
vereadora que carrega no
sangue a força e a coragem
do Menestrel das alagoas,
“ela acredita que foi im-
portante ter crescido nesta
época” “está aí à história
para contar os fatos”, a
formulação da Lei máxi-
ma de uma nação, as di-
versas forças presentes na
sociedade se manifestem,
sejam elas liberais, moder-
nas, tradicionais ou retró-
gadas. “Em um país como
o nosso, então, de grande
extensão territorial e di-
U
ma maranhen-
se que chegou
para escrever
sua história no Centro
Oeste Brasileiro, foi
vendedora, professora,
comerciante agora ve-
readora e integra a sigla
PRTB. Você olha a his-
tória do partido percebe
que a história da verea-
dora mistura com a do
seu partido. Vereadora
e partido não surgiram
de uma ora para outra,
nem como uma sigla
qualquer. Ao contrário,
sua origem provém dos
ideais transformadores
versidade cultural, isso é
quase uma lei também”.
“O importante, no entan-
to, é que a Constituição
de um país seja o reflexo
honesto, democrático e
límpido de sua complexi-
dade” finalizou Giva.
Hoje ela acredita que o
processo democrático é
ponto de todo de partida
do cidadão que pretende
ingressar não processo
político, “defender seus
direitos e reivindicar me-
lhorias para seu segmento
social”. Hoje Giva Felipe
conversa com o povo que
acredita no seu trabalho
como vereadora, ela tem
reunido para conseguir
chegar a um denominador
comum e construir melho-
rias para sua comunidade.
Giva no plenário da Câmara
Giva, Hildo do Candango e Expedito
Juiz Luis Flávio Navarro diplomando a Vereadora
Giva Felipe
de jovens políticos e ho-
mens e mulheres de ele-
vadaestaturademocrática
que não mais suportando
o peleguismo getulista,
resolveram fundar dentro
do mesmo PTB, o maior
partido político da déca-
da de 50.
Um movimento que mais
tarde transformar-se em
partido MTR Movimento
Trabalhista Renovador,
tendo como líder o Depu-
tado Federal gaúcho Fer-
nando Ferrari, cognomi-
nado “o homem das mãos
limpas”, que faleceu pre-
maturamente e não con-
seguiu ver seu projeto
politico realizado.
Segundo a vereado-
ra Giva, hoje o PRTB é
comandado pelo grande
líder Levy Fidélis Funda-
dor e Presidente Nacional
desta nova fase histórica
do PRTB, ele conduz o
partido com visando al-
cançar a patamares mais
elevados do poder, tendo
a modernidade, a pre-
ocupação com o meio
ambiente e as questões
sociais e trabalhistas
como metas primordiais
para que possamos jun-
tos construir um novo
Brasil. “Foi neste par-
tido que consegui dar o
primeiro passo na poli-
tica e acredito que estou
no caminho certo”.
Finalizou.
16
Vá conhecer o Açougue cultural T-Bone
Já imaginaram um açou-
gue onde além de com-
prar carne voce pode pe-
gar um livro emprestado
do Luiz Amorim que é
o fundador do Açougue
Cultural T-Bone em Bra-
sília na 312 Norte. Quem
chega no Açougue T-Bo-
ne defronta com um so-
nho de um ex-analfabeto
que aprendeu a ler aos 16
anos e encontrou na lei-
tura aos 18 quando leu
seu primeiro livro, o seu
caminho para viajar pelo
mundo a acabou apaixo-
nando pelos livro, hoje,
tantas pessoas fazem hoje
viagens através da inter-
net. Luiz trabalhou como
vigia e engraxate antes
de ser contratado aos 12
anos, por um pequeno.
Com o seu trabalho, o
baiano conseguiu com-
prar o açougue em 1994,
abriu sua primeira estan-
te com dez livros para
emprestar e arrecadar
doações e transfomou
o comercio no primeiro
Açougue Cultural deo
Mundo. Segundo Luis
Amorim o começo foi
dificil, as pessoas iro-
nizavam a idéia de um
Açougue Cultural, outro
problema foi a Vigilan-
cia Sanoitária que che-
gou a fechar o Açougue
por causa dos livros, que
chegou aos 10 mil livros.
A biblioteca do Açougue
T-Bone é aberta a todas
as pessoas da comunida-
de, independente de ser
cliente ou não do açou-
gue, mediante o preen-
chimento de um cadastro.
Num primeiro momento,
a iniciativa de Luiz Amo-
rim pareceu um pouco
chocante, mesmo para os
funcionários, mas logo,
as pessoas perceberam
que os livros representam
a preocupação da empre-
sa com a comunidade.
O açougue também pro-
move noites culturais,
duas vezes ao ano, que
reúnem mais de cinco
mil pessoas ao ar livre
para assistir a shows de
música popular e erudi-
ta, conferir o lançamento
de livros e peças de tea-
tro, que atrae milhares
de pessoas, as atividades
são realizadas numa pra-
ça ao lado do açougue e
reúnem músicos, artistas
plásticos, escritores.
Segundo Luis Amorim,
em 1998, tivemos a pri-
meira edição do projeto
“Noite Cultural T-Bone”
realizou um evento den-
tro do açougue e con-
tou com trinta pessoas.
Desde então já passaram
mais de 150 mil pessoas e
mais de 500 artistas para
participar desta celebra-
ção à arte na entrequadra
312/13 da Asa Norte.
Artistas de renome na-
cional já se apresentaram
no projeto, entre eles:
Moraes Moreira, Chico
César, Guilherme Aran-
tes, Célia Porto, Tom Zé,
Manassés, João Dona-
to, Affonso Romano de
Sant’Anna, Flávio Ven-
turine, Geraldo Azevedo,
Jorge Mautner, Nelson
Jacobina, Fernando e Os-
mair, Geraldo Azevedo,
Belchior, Erasmo Carlos
e outros. O resultado ob-
tido pela empresa com
suas ações de responsa-
bilidade social está re-
presentado pelo grande
reconhecimento da mídia
e do meio empresarial
brasileiro pelas suas ini-
ciativas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tabloide 2
Tabloide 2Tabloide 2
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2Q17
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2Q17GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2Q17
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2Q17
Adilson Moreira
 
Ata da 16ª reunião ordinária do CMS19/08/14
Ata da 16ª reunião ordinária do CMS19/08/14Ata da 16ª reunião ordinária do CMS19/08/14
Ata da 16ª reunião ordinária do CMS19/08/14
cmspg
 
Sintonia da saúde 07-02-18
Sintonia da saúde 07-02-18Sintonia da saúde 07-02-18
Sintonia da saúde 07-02-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
Ed Claudio Cruz
 
Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Discurso de transmissão de cargo
Discurso de transmissão de cargoDiscurso de transmissão de cargo
Discurso de transmissão de cargo
Alexandre Padilha
 
Jornal opção 180 online
Jornal opção 180 onlineJornal opção 180 online
Jornal opção 180 online
Alair Arruda
 
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
Afonso Pena
 
Edição 210
Edição 210Edição 210
Edição 210
Alair Arruda
 
Ata da 13ª reunião ordinária do conselho municipal de saúde (09 07-2013)
Ata da 13ª reunião ordinária do conselho municipal de saúde (09 07-2013)Ata da 13ª reunião ordinária do conselho municipal de saúde (09 07-2013)
Ata da 13ª reunião ordinária do conselho municipal de saúde (09 07-2013)
cmspg
 
Relatório Anual da Saúde 2013
Relatório Anual da Saúde 2013Relatório Anual da Saúde 2013
Relatório Anual da Saúde 2013
Governo de Santa Catarina
 
EDIÇÃO 323
EDIÇÃO 323EDIÇÃO 323
EDIÇÃO 323
Afonso Pena
 
Ed 409 12072013
Ed  409 12072013Ed  409 12072013
Ed 409 12072013
Rafael Dias
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
Ed Claudio Cruz
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
Ed Claudio Cruz
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
Ed Claudio Cruz
 
Revista Brasileira Saúde da Família - Número 33
Revista Brasileira Saúde da Família - Número 33Revista Brasileira Saúde da Família - Número 33
Revista Brasileira Saúde da Família - Número 33
Ministério da Saúde
 
Paraná Notícias
Paraná NotíciasParaná Notícias
Paraná Notícias
Ed Claudio Cruz
 

Mais procurados (20)

Tabloide 2
Tabloide 2Tabloide 2
Tabloide 2
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2Q17
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2Q17GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2Q17
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2Q17
 
Ata da 16ª reunião ordinária do CMS19/08/14
Ata da 16ª reunião ordinária do CMS19/08/14Ata da 16ª reunião ordinária do CMS19/08/14
Ata da 16ª reunião ordinária do CMS19/08/14
 
Sintonia da saúde 07-02-18
Sintonia da saúde 07-02-18Sintonia da saúde 07-02-18
Sintonia da saúde 07-02-18
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018
 
Discurso de transmissão de cargo
Discurso de transmissão de cargoDiscurso de transmissão de cargo
Discurso de transmissão de cargo
 
Jornal opção 180 online
Jornal opção 180 onlineJornal opção 180 online
Jornal opção 180 online
 
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 441 DE 02 DE JULHO DE 2021
 
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
EDIÇÃO NOTÍCIAS 284
 
Edição 210
Edição 210Edição 210
Edição 210
 
Ata da 13ª reunião ordinária do conselho municipal de saúde (09 07-2013)
Ata da 13ª reunião ordinária do conselho municipal de saúde (09 07-2013)Ata da 13ª reunião ordinária do conselho municipal de saúde (09 07-2013)
Ata da 13ª reunião ordinária do conselho municipal de saúde (09 07-2013)
 
Relatório Anual da Saúde 2013
Relatório Anual da Saúde 2013Relatório Anual da Saúde 2013
Relatório Anual da Saúde 2013
 
EDIÇÃO 323
EDIÇÃO 323EDIÇÃO 323
EDIÇÃO 323
 
Ed 409 12072013
Ed  409 12072013Ed  409 12072013
Ed 409 12072013
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
Revista Brasileira Saúde da Família - Número 33
Revista Brasileira Saúde da Família - Número 33Revista Brasileira Saúde da Família - Número 33
Revista Brasileira Saúde da Família - Número 33
 
Paraná Notícias
Paraná NotíciasParaná Notícias
Paraná Notícias
 

Semelhante a Jornal revista classe news

Jornal digital 01 12-17
Jornal digital 01 12-17Jornal digital 01 12-17
Jornal digital 01 12-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal da FETAEP edição 109 - Junho de 2013
Jornal da FETAEP edição 109 - Junho de 2013Jornal da FETAEP edição 109 - Junho de 2013
Jornal da FETAEP edição 109 - Junho de 2013
FETAEP
 
Jornal digital 05 04-18
Jornal digital 05 04-18Jornal digital 05 04-18
Jornal digital 05 04-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4650_sex_17042015
Jornal digital 4650_sex_17042015Jornal digital 4650_sex_17042015
Jornal digital 4650_sex_17042015
Jornal Correio do Sul
 
Prestação de Contas do Deputado Dr Sinval Malheiros - número 1
Prestação de Contas do Deputado Dr Sinval Malheiros - número 1Prestação de Contas do Deputado Dr Sinval Malheiros - número 1
Prestação de Contas do Deputado Dr Sinval Malheiros - número 1
SinvalMalheiros
 
Diário Oficial: 29-12-2015
Diário Oficial: 29-12-2015Diário Oficial: 29-12-2015
Diário Oficial: 29-12-2015
Prefeitura Guarujá
 
Jornal estacao news outubro de 2014
Jornal estacao news outubro de 2014Jornal estacao news outubro de 2014
Jornal estacao news outubro de 2014
Claudiane Silva
 
Revista Saúde Família nº 29
Revista Saúde Família nº 29Revista Saúde Família nº 29
Revista Saúde Família nº 29
gikapp88
 
Revista Saúde Família nº 29
Revista Saúde Família nº 29Revista Saúde Família nº 29
Revista Saúde Família nº 29
gikapp88
 
EDIÇÃO 345
EDIÇÃO 345EDIÇÃO 345
EDIÇÃO 345
Afonso Pena
 
Paraná Notícias
Paraná NotíciasParaná Notícias
Paraná Notícias
Ed Claudio Cruz
 
Jornal digital 4767_sex_02102015
Jornal digital 4767_sex_02102015Jornal digital 4767_sex_02102015
Jornal digital 4767_sex_02102015
Jornal Correio do Sul
 
Edição Jornal Correio Regional 09
Edição Jornal Correio Regional 09Edição Jornal Correio Regional 09
Edição Jornal Correio Regional 09
cris allison barbosa
 
Peruíbe: Problemas e Soluções
Peruíbe: Problemas e SoluçõesPeruíbe: Problemas e Soluções
Peruíbe: Problemas e Soluções
dialogosedebates
 
Jornal do Sindsprev/RJ - Junho 2018
Jornal do Sindsprev/RJ - Junho 2018Jornal do Sindsprev/RJ - Junho 2018
Jornal do Sindsprev/RJ - Junho 2018
sindsprevrj
 
Jornal do Sindsprev/RJ - Jun.2018
Jornal do Sindsprev/RJ - Jun.2018Jornal do Sindsprev/RJ - Jun.2018
Jornal do Sindsprev/RJ - Jun.2018
sindsprevrj
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09Jornal Cidade - Ano I - Nº 09
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09
Jornal Cidade
 
Diário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de GuarujáDiário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de Guarujá
prefeituraguaruja
 
Jornal digital 4726 qua-05082015
Jornal digital 4726 qua-05082015Jornal digital 4726 qua-05082015
Jornal digital 4726 qua-05082015
Jornal Correio do Sul
 
GAZETA SANTA CÂNDIDA JULHO 2016
GAZETA SANTA CÂNDIDA  JULHO 2016GAZETA SANTA CÂNDIDA  JULHO 2016
GAZETA SANTA CÂNDIDA JULHO 2016
Adilson Moreira
 

Semelhante a Jornal revista classe news (20)

Jornal digital 01 12-17
Jornal digital 01 12-17Jornal digital 01 12-17
Jornal digital 01 12-17
 
Jornal da FETAEP edição 109 - Junho de 2013
Jornal da FETAEP edição 109 - Junho de 2013Jornal da FETAEP edição 109 - Junho de 2013
Jornal da FETAEP edição 109 - Junho de 2013
 
Jornal digital 05 04-18
Jornal digital 05 04-18Jornal digital 05 04-18
Jornal digital 05 04-18
 
Jornal digital 4650_sex_17042015
Jornal digital 4650_sex_17042015Jornal digital 4650_sex_17042015
Jornal digital 4650_sex_17042015
 
Prestação de Contas do Deputado Dr Sinval Malheiros - número 1
Prestação de Contas do Deputado Dr Sinval Malheiros - número 1Prestação de Contas do Deputado Dr Sinval Malheiros - número 1
Prestação de Contas do Deputado Dr Sinval Malheiros - número 1
 
Diário Oficial: 29-12-2015
Diário Oficial: 29-12-2015Diário Oficial: 29-12-2015
Diário Oficial: 29-12-2015
 
Jornal estacao news outubro de 2014
Jornal estacao news outubro de 2014Jornal estacao news outubro de 2014
Jornal estacao news outubro de 2014
 
Revista Saúde Família nº 29
Revista Saúde Família nº 29Revista Saúde Família nº 29
Revista Saúde Família nº 29
 
Revista Saúde Família nº 29
Revista Saúde Família nº 29Revista Saúde Família nº 29
Revista Saúde Família nº 29
 
EDIÇÃO 345
EDIÇÃO 345EDIÇÃO 345
EDIÇÃO 345
 
Paraná Notícias
Paraná NotíciasParaná Notícias
Paraná Notícias
 
Jornal digital 4767_sex_02102015
Jornal digital 4767_sex_02102015Jornal digital 4767_sex_02102015
Jornal digital 4767_sex_02102015
 
Edição Jornal Correio Regional 09
Edição Jornal Correio Regional 09Edição Jornal Correio Regional 09
Edição Jornal Correio Regional 09
 
Peruíbe: Problemas e Soluções
Peruíbe: Problemas e SoluçõesPeruíbe: Problemas e Soluções
Peruíbe: Problemas e Soluções
 
Jornal do Sindsprev/RJ - Junho 2018
Jornal do Sindsprev/RJ - Junho 2018Jornal do Sindsprev/RJ - Junho 2018
Jornal do Sindsprev/RJ - Junho 2018
 
Jornal do Sindsprev/RJ - Jun.2018
Jornal do Sindsprev/RJ - Jun.2018Jornal do Sindsprev/RJ - Jun.2018
Jornal do Sindsprev/RJ - Jun.2018
 
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09Jornal Cidade - Ano I - Nº 09
Jornal Cidade - Ano I - Nº 09
 
Diário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de GuarujáDiário Oficial de Guarujá
Diário Oficial de Guarujá
 
Jornal digital 4726 qua-05082015
Jornal digital 4726 qua-05082015Jornal digital 4726 qua-05082015
Jornal digital 4726 qua-05082015
 
GAZETA SANTA CÂNDIDA JULHO 2016
GAZETA SANTA CÂNDIDA  JULHO 2016GAZETA SANTA CÂNDIDA  JULHO 2016
GAZETA SANTA CÂNDIDA JULHO 2016
 

Jornal revista classe news

  • 1. Classe News um show de notícias & negócios Veículo a serviço da comunidade de Goiás e DF - ANO I - Nº 01R$ 1,00 1ª Quinzena de Junho/2013 Ninho dos artistas uma força viva na região metropolitana do DF (Páginas 12 e 13) Giva Felipe nasceu com o batismo do Menestrel de Alagoas Pagina. 15 UPA da Samambaia já atendeu 200 mil pessoas. Páginas. 02 e 03 Eles têm tudo para fazer um bom governo, e agora Cadango e Jiribita? Páginas. 06 e 07 Jiribita foi um sonho do PMDB local que morreu Páginas. 04 e 05 Entrevista com Túllio: O homem das caminhadas e do Social está nas ruas Páginas. 08, 09 e 10 Governo Itinerante levou serviços a Águas Lindas Página. 13
  • 2. 02 As Unidades de Pronto Atendimento - UPA 24h são estruturas de comple- xidade intermediária entre as Unidades Básicas de Saúdeeasportasdeurgên- cia hospitalares, onde em conjunto com estas com- põe uma rede organizada de Atenção às Urgências. São integrantes do com- ponente pré-hospitalar fixo e são implantadas em locais estratégicos para a configuração das redes de atenção à urgência, com acolhimento e classifica- ção de risco em todas as unidades. Na Samambaia saúde em primeiro lugar Hoje Brasilia conta com quatro unidades em fun- cionamento, UPA da Samambaia, Recanto da Ema, Núcleo Bandei- rante e São Sebastião, o governador Agnelo Queiroz determinou a construção imediata de mais seis Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), para serem con- cluídas antes do fim do ano e atender às regiões da Asa Norte, Ceilândia, Taguatinga, Sobradinho II, Gama e Planaltina. As unidades em Ceilândia, Taguatinga e Sobradinho II são as mais adiantadas, o GDF poderá atender aproximadamente 3 mil pessoas por dia nas regi- ões que serão beneficia- das. Na unidade da Samam- baia em dois anos e cinco meses já foram atendidas 200 mil pessoas, para atender foi convidado profissionais da área da saíude com experiencia profissional e dedicação ao trabalho da saúde. A gerencia da UPA da Sa- mambaia está sob a res- ponsabilidade do médico Camilo Leite Guimarães, Chefia Médica ao médico Alan Duailibi, Chefia de enfermagem ao enfer- meiro Célio Rigete e a chefia administrativo ao AD Marcio Martins, eles vivem em conjunto um trabalho visando aten- dimento da comunidade conforme as determina- ções do GDF, a saúde em primeiro lugar. Numa terça feira 15 de fevereiro com a presença do governador Agnelo Queiroz, o secretário de Saúde, Rafael Barbosa, e o ministro da Saúde, Ale- xandre Padilha, inaugu- raram, em Samambaia, a primeira Unidade de Pron- to Atendimento (UPA) 24 horas no Distrito Federal. O novo governo levou cin- co semanas para reformar a UPA, que ficou um ano fechada. Outras três unida- des ficarão prontas ainda nesse primeiro semestre e mais dez, no decorrer do mandato. “Essa inauguração marca a mudança do modelo de atenção à saúde no Distrito Federal”, definiu o gover- nador. “É a primeira atitude que vai sintonizando a po- lítica de saúde do Distrito UPA da Samanbaia já atendeu 200 mil pessoas Federal à política de saú- de do Brasil”, avaliou Ag- nelo Queiroz. A UPA de Samambaia é de nível III e possui capacidade para atender até 450 pacientes por dia, durante 24 horas. “A unidade já abre com 250 profissionais de saú- de, que é o ideal para uma UPA de nível III. Estamos com o quadro completo”, afirmouosecretárioRafael Barbosa. “A UPA comple- menta o serviço de atenção à saúde e redefine o nosso modelo de atendimento”, completou Barbosa. Para Alexandre Padilha, a maior parte dos proble- mas pode ser resolvida nas “Unidades Básicas de Saú- de (UBS) e UPAs, logo, a implantação das unidades e aorganizaçãodosistemade saúde acabariam com as fi- las nos prontos-socorros”. O ministro da Saúde de- terminou implementar na UPAde Samambaia o pro- jeto-piloto com um ponto de Telessaúde. O projeto, que atualmente funciona em UBS de nove estados brasileiros para apoio às Equipes de Saúde da Fa- mília, proporciona a co- nexão do médico a outros profissionais, via internet, facilitando o diagnóstico através de uma segunda opinião por atendimento à distância. Como surgiram A Política Nacional de Urgência e Emergência integrou as unidades de saúde e dividiu a atenção às urgências no SUS em quatro frentes. No nível da Atenção Básica, as equi- pes de Saúde da Família (ESF) e as UBS têm como prioridade a orientação assistencial a um número determinado de famílias e acolhimento das urgências de menor complexidade. Agnelo (C), Alexandre Padilha, Vice Governador Felipeli, Rafael Barbosa e Dr. Fontes Centro cirurgico da UPA
  • 3. 3 Areportagem do Classe News esteve na Uni- dade de Pronto Atendimen- to UPAda Smambaia por ser a primeira que foi entregue a comunidade de Brasília e hoje ela já atendeu aproxi- madamente 200 mil pessoas em dois anos e cinco meses da sua fundação. Segundo o chefe de enfermagem Célio Rigete(Foto), “a unidade já briu com 250 profissionais de saúde, que é o ideal para uma UPA de nível III, hoje 70% dos servidores são en- fermeiros”. A UPA funciona 24 horas por dia, sete dias por se- mana, salientou Rigete, “e pode resolver grande parte das urgências e emergên- cias, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame”. Com este tra- A UPA da Samambaia foi a primeira unidade do GDF balho começou a diminuir as filas nos prontos-socor- ros dos hospitais. “A UPA inova ao oferecer estrutura simplificada, com raio-X, eletrocardiografia, pedia- tria, laboratório de exames e leitos de observação”, ci- tou Rigete. Célio Rigete que esta na UPA desde dezembro de 2010 acompanhou a mon- tagem da unidade, é um idealista por natureza e fala com entusiasmo sobre a UPA, “hoje no Brasil, nas localidades que contam com uma unidade, 97% dos casos são solucionados na própria UPA, quando o pa- ciente chega às unidades, os médicos prestam socor- ro, controlam o problema e detalham o diagnóstico, eles analisam se é necessá- rio encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por 24 horas”, salientou Rigete. Célio Rigete é um profis- sional da saúde com muita responsabilidade, é Can- dango, formado pela Faci- plac pós-graduado, com es- pecialização em Auditoriia em Serviço de Saúde, es- colheu a profissão por pai- xão, deixando de lado cinco anos de carreira na Policia Militar. Com 26 anos de serviço público, dedicando doze horas diárias do seu trabalho a saúde publica, fala do seu trabalho como um verdadeiro sacerdócio, “na saúde não será um bom profissional aquele que não ama seus semelhante”, concluiu Célio Rigete..
  • 4. 4 Jiribita foi um sonho do PMDB local que morreu Numa noite fria do dia 10 de junho de 2011, no salão social do Rancho Divino Carro de Boi, os partidos PMDB, PT, PV, PC do B e o PDT reuniram para dis- cutir uma nova frente po- litica visando conquistar o comando da prefeitura de Águas Lindas. Naque- la ocasião duas pessoas assinaram a ficha de filia- ção no PMDB, o polêmi- co Luís Alberto Jiribita e o professor Silvério. Os presentes acreditavam quedalisurgiriaumasolu- ção para os problemas de Águas Lindas, e o nome do radialista Jiribita era o mais cotado, ele mesmo já sentia que seria o ca- beça de chapa, no entanto nas suas palavras ele foi enfático “desde 2003 te- nho assistido pessoas que se reuni depois pulveri- zam, tentando consolidar um caminho próprio sem entender a vontade coleti- va, temos que acabar com esta mentira que existe na política de Águas Lin- das”. Luís Alberto con- clui falando que “está no PMDB para somar for- ças, ajudar no projeto de conquistar a cidade para seu povo, a polaridade destes candidatos não tem a militância do PT, PV, PC do B, do PDT nem do PMDB”. Na ocasião todos do PMDB e dos partidos que formavam a frente parti- dária acreditavam que o companheiro Jiribita es- tava sendo sincero como sempre pareceu ser, se- gundo afirmou Marcelo Lins, “nós acreditamos nele para carregarmos uma bandeira de mudan- ças através do PMDB, agora nós percebemos que o Jiribita pensava de forma diferente”. Segundo o presidente Divino do Carmo, todo projeto de reconstrução politica do partido vai continuar, essa mudança ocasionada pela atitude do Jiribita, não vai tirar o brilho do partido, “temos uma campanha batendo na porta e vamos arrega- çar as mangas e conquis- tar nova vitória através dos nossos candidatos, a governo do estado, sena- do, câmara federal, as- sembleia legislativa e pre- sidência da república”. No ultiimo dia 25 de maio a comissão reuniu paraouviroviceprefeito e suas testemunha, ele simplesmente n ã o c o m p a r e c e u e o processo teve andamentonormal e foi para comissão de ética do partido, que vai reunir para decisão final. Segundo informações Giribita já esta quase filiado no PPL e solicitar sua desfiliação como é esperada pelo PMDB local. Quem está presenciando este desfecho do PMDB, sente que os políticos de nossa cidade ainda não amadureceu, nem tem consciência do que é o estatuto do partido. Quando indagado pela nossa reportagem, Giribita pronunciou que “diante da cobrança Processo final do embate PMDB e Jiribita Divino do Carmo e Brito durante a reunião da fatura e a decisão do partido ele vai cruzar os braços e esperar os acontecimentos”. Para muitos essa união PMDB e PTB não tinha vida longa, devido ao fato que o PTB faz parte da base do Governo Marconi Perillo,inimigonúmero um do PMDB. Agora esta como o vice Giribita queria, saindo do PMDB, ele vai para outro partido que é base do governador e pode receber apoio do prefeito Candango. O silencio e a ausencia do vice Giribita as reunião do PMDB, mostra o qanto a situação é conviniente a ele, como foi dito na reunião do PMDB por muitos membros, atitude do vice Giribita mostra que ele não é “confiável”. Momento da filiação ao PMDB de Luiz Alberto e do professor Silvério(Foto Aquivo)
  • 5. 5 Samuel Belchior e Daniel Villela em Águas LindasNo final de abril, dia 27, a executiva do PMDB local recebeu o presidente do PMDB de Goiás o deputado estadual Samuel Belchior, que estava acompanhado do seu colega deputado Daniel Vilella, e do presidente jovem do PMDB Jardel Carlos que integravam a comitivadopresidenteque visitou diversas cidade da região metropolitana do DF. Durante a reunião foi apresentado a situação do PMDBlocalcomapossível expulsão do viceprefeito Luis Alberto popular Giribita que responderá ao processo que vai discutir a sua infidelidade com o partido, ferindo os estatuto do PMDB. Dentre outras citações o deputado Samuel Belchior deixou claro que “a executiva estadual não vai interferir nas decisões do partido local”. “O PMDB precisa de homens que tenha compromisso com a legenda, se está acontecendoumfatodesta natureza, que siga os ritos da politica, citando os companheiros Marcelo Lins, Celeste Carvalho e o presidente Divino do Carro de Boi, como peças principais do partido em Águas Lindas”. O PMDB que recebeu c o m p a n h e i r o s d e outros partidos, como Tullio do PT, Sidney e Maciel Shalom do Pc do B, Luizão e Aldo Moreira do PDT Elder Morato do PSL, além do empresário Mazinho que possivelmente vai marchar nas fileiras do partido, mostrou que a unidade partidária tem que existir, independente dos rumos da politica, salientou Divno do Carmo. O saldo foi positivo e o PMDB deu mais um passo na prática saudável da democracia em Águas Lindas. Deputado Samuel Belchior com executiva do PMDB e convidados. (Foto: Carlos da Unika)
  • 6. 6 Primeiro prefeito foi o Mello, das fileiras do PMDB. Foi o PMDB atra- vés do governador Maguito Vilella que assinou o de- creto da emancipação do municipio. O primeiro pre- feito foi importunado pela oposição insatisfeita, queria o poder. Chegou a vez do segundo prefeito José Zito, que foi apelidade de Aroei- ra, estava no PSDB, sofreu tudo que tinha direito, cas- sação, interveção, mandato tampão, e o poder terminou nas mãos do seu vice que assumiu como prefeito. J. Pereira foi o primeiro pre- feito reeleito na cidade, José Pereira (DEM). Pereira go- vernou sob ameaças de ser cassado, pelo seu vice até os correligionários. Eles têm tudo para fazer um bom governo, e agora Candango e Jiribita? oposição insatisfeita, atacar o trabalho do vencedor para derrotá-lo na proxima elei- ção. Conseguiu um exército de insatisfetos que agregou ao seu lado, no entanto ele ficava como o bom moço, nada daquilo que acontecia era ordem dele. Na realidade o exército de insatifeitos querem na re- alidade uma boa fatia das benesses da prefeitura, um bom salário, um bom car- go, e na realidadea compe- tência profissional não tem para oferecer, e não querem o cargo de serviços gerais. Ora, esta é a realidade da politica local, já tem insatis- feitos que jogam pedras no Hildo e Jiribita, o mesmo que jogou pedra no Mello, no Zito, no Pereira e no Ge- raldo, no entanto todos eles aplaudiram todos os ex-pre- feitos, como não consegu- riam uma vaga ou não figu- rou na folha dos fantasmas, já atacam ao novo prefeito. O Hildo e Jiribita foram es- colhidos pelo povo, por si- nal uma dupla, de dois opo- sitores ferrenho do Geraldo Messias, ambos desfilaram uma resenha de competen- cia administrativa que até o momento não conseguiram demonstrar. Eles estão es- quecendo que eles são fun- cionários do povo, omesmo que deu o voto de confiança acreditando que eram bons administradores, esperam um bom trabalho. Já passaram mais de 120 dias, o primeiro quadrimes- tre do ano, salvo as obras em andamento que o ex gestor conseguiu junto ao governo federal, nada mais foi acrescentado, eles tem reclamado que as máqui- nas esta sucateadas, nem máquinas sucateadas o Geraldo herdou para con- sertar. Eles reclamam que ficaram contas para pagar, são dividas do municipio que o novo gestor deve ad- ministrar bem. Ora é fácil mostrar os defeitos do ante- cessor para esconder a falta de planejamento e um plano administrativo de governo. Eles queriam encontrar ma- mão com açucar e papinha de maçã? Na realidade nunca existiu Prefeito ildo do Candango e o Vice Luiz Alberto Jiribita Prefeito Hildo do Candango e Geraldo Messias (Foto: Blog Mossoró) Chegou a vez do prefeito Geraldo Messias, encontrou uma prefeitura que tinha sem nenhuma coondição de trabalho, desde equipamen- tos até créditos, conseguiu colocar a casa em ordem. Conquistou convenios com o governo federal para cons- trução de obras de infra es- truturas no municipio. Pode- se dizer que ele até agora foi o único que serve de referen- cia como prefeito que preo- cupou com a cidade. Chegou a vez de Hildo Can- dango,queinsatisfeitocoma derrotausouavelhatáticada Continua na página 07 ...
  • 7. 7 um plano de governo na campanha política, as 14 metas, todas em cima da administração do do seu opositor Geraldo Messias, na realidade o quadro atual nem o Hildo nem o Jiribita mentiram, o povo que que- ria mudanças não percebe- ram, eles falavam a verda- de, Jiribita batia e o Hildo citava no carro de som que seriaoprefeitomaishonesto deAguas Lindas. O politico esquecemquehonestidadeé uma obrigação do cidadão, nas entre linhas a palavra deles era: “vamos estagiar em cima da administrasção do Geraldo Messias e seja o que Deus quiser”. Aos padres e pastores que usaramoslogandaFÉcomo instrumentos de campanha Vice prefeito Luiz Alberto Jiribita e seu grande amigo Marconi Ex prefeito Zitão Ex prefeito Mello que façam orações e rezas para que esta administração dê certo, caso contrário a ci- dade vai sofrer mais alguns anos, além de interromper o progresso que toda popula- ção espera. O povo que o escolheu acredita que o prefeito Hil- do Candango não faça do seu cargo de prefeito mais um motivo para estagiar na politica e receber seu salá- rio digno e atrapalhar o de- senvolvimento da cidade. Com mais de quatro meses da administração, ele já esta escondendo dos seus eleito- res, só não está pior devido a iniciativa do vice Jiribita que foi o grande articulador da vitória da chapa, de aten- der o público que procura para conversar. Hildo e Jiribita, vocês hoje têm a oportunidade de construir o maior governo municipal que este muni- cipio já viu, basta ter gente competente para cada área delegar poderes e cobrar resultados, caso contrários vão ficar quatro anos e res- ponsáveis por impedir o desenvolvimento da cidade. Boa sorte! Diretor Responsável: Aldo Moreira dos Santos Diretora Executiva: Mirian Lopes Penha Diamagração e Arte: Marco Tsushya – 9165-9317 * ARTIGOS ASSINADOS SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES * Reportagens: Aldo Moreira Colaboradores: Luis Oliveira, Ana Paula Botterloff Fotografias: Alberto Pessoa, Marco Tsushya, Impressão: Gráfica Imprima (061 8400-7969) Blog: aldomoreiraam.blogspot.-0215 Expediente Classe News um show de notícias & negócios
  • 8. 8 CN – Tullio como você se sente depois das elei- ções de 2012, abatido, confiante ou vai lavar suas mãos como Pila- tos lavou as mão diante da condenação de Jesus Cristo? Tullio – Quero primeiro agradecer a oportunida- de de ser o primeiro en- trevistado na primeira edição da Classe News, O homem das caminhadas e do Social está nas ruas Entrevista depois falar do meu com- promisso com a comuni- dade de Águas Lindas. Desde que cheguei aqui e assumi uma atitude de ser um político, para servir a comunidade, utilizando as políticas públicas para melhorar a vida da comu- nidade eu estava determi- nado de não parar, conti- nuar caminhando, mesmo tendo conhecimento que lutar contra os poderosos do dinheiro seria difícil. Jamais serei um Pilatos, o povo que não votou em mim já está arrependido. CN - Você falou arrepen- dido? Tullio – Sim, eu conti- nuo na minha caminhada agradecendo os votos que a comunidade me con- fiou, antes eu marcava as reuniões, hoje estou sen- do convidado para parti- cipar com a comunidade, segundo um comentaris- ta político Luis Oliveira que todos conhece como Luizão, Luiz Negrão, ele citou que a cidade tem uma tradição, todos que ficaram em segundo lu- gar foram eleitos na elei- ção seguinte, se a tese do Luizão estiver certa, eu CN – Você acredita nesta tese? Tullio - Eu acredito na sinceridade da comuni- dade que vota. Existe uma tradição na cidade que fala da maldição dos vices, todos voltaram contra o prefeito. É um fato claro, visível, toda comunidade comenta, e o povo é o dono do voto, se valer este comentário do Luizão eu serei o próxi- mo prefeito. CN - O PT está ocupando uma secretaria na atual gestão, como você anali- sa este quadro? Tullio – O Hildo é um homem inteligente, se não fosse não seria um empresário respeitado e conseguiu ser deputado estadual. Ele convidou o PT por dois motivos, primeiro, a amizade com o Dr. Willem e segundo, o PT seria o canal direto com o governo federal, parabéns para ele. CN – Você acredita no crescimento do PT na po- lítica local? Tullio-OPartidodosTra- balhadores não é mais o mesmo. Uma revolução está acontecendo ao lon- go do mandato da presi- dente Dilma, mostrando que o sentimento da mu- dança está latente. Está surgindo novas lideran- ças que estão caminhan- do com os velhos caci- ques do partido fazendo a maior transformação da legenda. Em Águas Lindas onde o parti- do cresceu mais 300%, mostrou que o PT está crescendo conquistan- do a confiança do elei- torado. É proposta que o partido deve seguir a liderança nacional com suas novas diretrizes de mudanças. CN - O PT teve um cres- cimento nesta ultima eleição a nível nacio- nal? Tullio - Foi 635 prefei- tos eleitos, o que signi- ficou um crescimento de 14% no número de mu- nicípios nas mãos do PT. Mostra que o Governo da Dilma, pela primeira vez, foi submetido ao escrutínio público. Nes- se período, a parcela do Fundo Partidário a que o PT tem direito cres- ceu de R$ 12,4 milhões para R$ 31,7 milhões, em consequência da ampliação de represen- tantes no Congresso. A preocupação em saber quem são esses filiados está diretamente relacio- nada à composição do comando partidário. Anossa primeira en- trevista é com ho- mem da caneca e da canetinha como ficou conhecido da comuni- dade de Águas Lindas e Região Metropolita- na do DF. Muita gente queria saber o nome dele e a c idade o ba- tizou como Tullio, o do Amigos do Tullio depois de filiar no PT e tornar-se o garoto propaganda do partido passou a ser conhecido como o Tullio do PT. Conversamos longamen- te com ele, mostrou que tem um bom conheci- mento da política local e continua trabalhando, hoje, ele está a disposi- ção do partido e da co- munidade para ser ins- trumento de mudança e renovação do sistema político implantado em nossa cidade. Do prefei- to Mello até o governo do Geraldo Messias o município prestou mal seus acertos de contas, não tinha condições rea- lizar convênios com do governo federal. A dupla Candango e Giribita encontraram uma situação diferente, com obras do Governo Federal em andamen- to e a chance de cons- truir o melhor governo da história da cidade, afirma Tullio, que é intransigente quando fala da corrupção e o neopotismo que do- mina a política brasi- leira. serei o próximo prefeito (Risos).
  • 9. 9Entrevista CN – O partido tem candidato para as elei- ções de 2014, qual será o nome para candidato ao governo? Tullio - O PT tem, hoje, três opções para concor- rer ao Governo de Goiás Paulo Garcia, prefeito reeleito de Goiânia, An- tônio Roberto Gomide outro que conseguiu a reeleição em Anápolis e o deputado federal Ru- bens Otoni. Na última década, mesmo com a saída de algumas lide- ranças e até fundadores, o PT quase dobrou de tamanho, passando de 828 mil para 1,5 milhão de filiados. O partido está fazendo um chama- mento à intelectualida- de, às forças produtivas e aos movimentos so- ciais, num claro resgate das raízes partidárias do PT da década de 1980. CN - Como você avalia atual administração? Tullio – Para falar da atual administração, te- mos que retroceder ao tempo. O pre- feito Orda- lino Mello foi o gran- de baluarte, c a r r e g o u sozinho a implanta- ção da cida- de foi o me- lhor da lista, começou do nada, o exe- cutivo e o legislativo não tinha sede, sem falar nas secretarias. Depois veio o Zito que foi um período tumultu- ado, cassação, mandato tampão, intervenção, a cidade sofreu com este processo. Depois a ges- tão do prefeito J. Pereira, esse sentiu na pele como estava difícil governar. A prefeitura com nome sujo sem poder realizar convênios com governo federal, mesmo assim conseguiu trazer o PAC para o setor Guaira, lici- tação pronta depois per- deu o convenio. Depois o Geraldo Messias chegou e ficou dois anos colo- cando a casa em ordem, conseguiu trazer o PAC em definitivo para cidade que esta trabalhando até hoje. Quanto a adminis- tração do Hildo, ele tem tudo para fazer o melhor governo da história, a situação dele é diferen- te dos outros prefeitos, a casa esta arrumada, os problemas que existem são bem menores do que o que os outros prefeito encontraram. CN – A administração está fazendo a diferença? Túllio - Não acredito, eles estão agindo com a mesma mesmices dos outros prefeitos, eu acre- ditava que a experiencia politica tanto do Candan- go quanto do Giribita, que sempre apresentou argumentos com funda- mentos, acreditava que eles fariam a diferença de imediato,mas isto não aconteceu, estão camu- flando tudo, falaram em transparencia no palan- que e isto não está acon- tecendo. CN - Se você fosse o pre- feito o que faria? Tíllio – Eu faria o gover- no da transparencia. Fa- ria um painel e na inter- net deixando claro quais eram as obras do Governo Federal que es- tava em anda- mento, o que o Geraldo Mes- sias tinha feito e que deixou de fazer, quais as dívidas que ficaram. Qual arrecadação do municipio, valores gastos mensalmente para manter a máquina ad- ministrativa. E faria mais ainda, apre- sentava um plano de governo poli- tico administrativo para solucionar os problemas deixado pelo Geraldo Messias, e pedia um prazo aos meus eleito- res para solucionar os problemas. O povo teria tempo e liberdade para tirar suas conclusões, ele é o dono do voto. Quem quer fazer um governo democrático tem que mostrar para que veio, isto não é difícil prepa- rar este levantamento, é prestar contas ao patrão que é o povo. CN – Este seria o portal da transparencia, ou o faz de conta? Túllio – Isto seria par- te do plano de gover- no transparente, a cada mês seria enquadrado um balanço do trabalho da equipe de governo, tanto no painel quanto na internet, com valo- res arrecadados e suas aplicações, isto sim é Trransparencia, o resto é balela. Alguém já fez isto em Águas Lindas? Ninguém fêz , isto sim é fazer a diferença. Na realidade o povo mere- ce respeito, eu entendo e repito, que o prefeito e os vereadores são em- pregados da comunida- de, o povo é o patrão! CN - Sua familia é de tradição politica, você convidaria algum para exercer uma secretaria de governo da cidade? Túllio – Não, isto é Ne- potismo! Estou fora des- te jogo, é um ato comum Túllio, os Deputados Rubens Otoni, Mauro Rubens e membros da executiva do PT de Águas Lindas. (Foto Arquivo A/T) Presidente do diretório Nacional do Partido, Ruy Falcão e Túllio Continuação na página 10.
  • 10. 10 dos políticos nomeiam seus parentes para car- gos públicos com a des- culpa que necessitarem de pessoas leais e de confiança para auxiliá- los em sua administra- ção, também chamados de cargos comissiona- dos. Um ato vergonhoso de um político ao em- pregar um parente em um cargo público é tão nefasto como enfermos morrendo nas portas dos hospitais. Na verdade estes dois fatos se cor- relacionam. Quando um familiar próximo de um presidente, ministro, de- putado, prefeito ou vere- ador ocupa uma função em qualquer área gover- namental como comis- sionado, ou seja, ele é indicado sem participar de concurso, o dinheiro que este recebe poderia muito bem ser emprega- do na saúde e não para favorecer pais, filhos, netos, esposas, irmãos, primos, sobrinhos, gen- ros, sogros e cunhados, dos donos do poder. CN - A Corrupção e o Nepotismo é uma doen- ça sem cura? Tullio - Enquanto as cidades brasileiras es- tão preocupadas com o avanço da dengue, há outra doença que pro- lifera em todo país que causa um mal tão devas- tador como esta maldita moléstia: o nepotismo. Inevitavelmente estas pessoas na maioria das vezes não possuem ca- pacidade de empenhar sua função no cargo. Ao contratar parentes, os políticos estão adqui- rindo dinheiro público de forma ilícita, explorando cidadãos que pagam seus impostos e não vêem re- torno, o que resulta em cidades abandonadas onde o caos da saúde, da educação e da segurança prevalece. Mas tem cura sim e a arma esta no voto e na tomada de decisão , quando o povo quer ele decide. CN – Qual seria o cami- nho? Túllio - Quem sabe um dia os brasileiros acor- dem e os jovens de hoje parem de se drogar e se conformar com suas vi- das vazias e façam como os jovens dos anos 80 e 90, que forma pacífica e ordenada, mudaram o destino do país através das manifestações em prol das “Diretas Já” e “Fora Collor” e acabem com este “bacanal” que impera nas prefeituras, nas Câmaras Estaduais e Federal, como também no Senado da Repúbli- ca, que aprovam um ga- nho exorbitante para seus bolsos, empregando toda a suas famílias com altos ganhos e negam para o povo um salário justo e digno para as sua sobre- vivência. CN – a atual administra- ção já tem Neopotismo nas suas fileiras? Tullio – Tem que fazer um levantamento, deve ter alguém fazendo, se tiver, logo o governo da dupla Candnago e Jiribita, vai estar com o título de Neopotismo e Corrupção, como os outros antecessores, é lamentável se estiver acontecendo isto.
  • 11. 11 O Jornal dos 100 Dias # O publicitário Pedro Nunes está de parabéns, já está sendo chamado de milagreiro por ter feito o jornal alusivo aos 100 dias de Gover- no Municipal de Águas Lindas. Eles esqueceram de falar da volta do Res- taurante Comunitário, servindo a comunidade e da retomada das obras das quadras e das cre- ches. Todas essas obras fazem parte do convenio do Governo Federal e Municipal. Mesmo as- sim parabéns pelo Mila- gre. Governo Itinerante # Marconi Perillo conse- guiu reunir uma legião de politicos na região em Águas Lindas, para- béns pelo o trabalho da sua equipe. Das lideran- ças de Águas Lindas ti- nha um diminuto grupo, deve ter acontecido uma falha técnica. Processo em Andamen- to # A jornalista Iolanda Dias está sofrendo pres- são por parte depoliticos que não aceitam a liber- dade de imprensa, que- rem calara voz através da pressão. Como a nor- destina não calaa boca, vão dicidir nas vias ju- diciais, boas sorte Iolan- da, mulher de verdade e virtuosa. Primeiro Passo # O professor Francisco Martins, um idealista por natureza uniu al- guns amigos, inclusive eu, alguns lideres co- munitários e criaram a CONMALGO e esta cumprindo uma série de agendas, visando cha- mar atenção das autori- dades para Águas Lin- das. A cidade compõe a Região Metropolitana de Brasília, e tem servi- do aos politicos fazerem estágios em administra- ção pública e tornando- se um próspero político em quatro anos, com um patrimonio de fazer in- veja, acontece quando deixam o governo não conseguem ser eleito nem para ser presidente da associação de mora- dores. 951 Votos # O empresário Jacó Ro- drigues, pernambucano, mais conhecido como Jacó do Esperança, con- seguiu ser destaque na política local. Ele é que- rido por todos, conquis- tou a confiança da comu- nidade, como suplente de vereador é cotado pe- los seus eleitores como um pré candidato a uma cadeira na Assembléia Legislativa. Jacó quan- do indagado ele respon- de que é muito cedo para pensar neste assunto. Segundo Marina Sil- va (Rede) a presidente Dilma ainda não tem a sua marca. O Fernando Henrfique tem a marca do combateà inflação. O Lula a marca da In- clusão Social, de ter contribuido para tirar 30 milhões de pessoas da pobreza. A marca da Dilma, afirmou Marina Silva é a do Retrocesso Ambiental, tirando a competencia do IBA- Palavra da Marina Silva MA para fiscalizaer des- matamento e que mudou o Código Florestal, anis- tiando quem desmatou ilegalmente 40 milhões de hectares de floresta. Estevão articula volta à vida pública Depois do resultado de uma pesquisa que ele encomendou o ex- senador Luiz Estevão está entrando em campo mais uma vez. Mais de 250 mil brasilienses esa- triam dispostos a votar nele. Isto seria suficiente para eleger um deputa- do federal e quatro para assembléia distrital, ele só poderá voltar a dis- putar eleição em 2022. Ele que foi cassado em 2000, pelo desvio de 150 milhões das obras do TRT paulista. No momento ele pretende eleger prepostos já no ano que vem! O evento de filiação do empresário Jú- nior Friboi ao PMDB teve todos os elemen- tos de lançamento de uma candidatura a governador, com a presenças do Go- vernador de Brasília Agnelo Queiroz (PT) e o Vice-Presidente da República Michel Temer (PMDB). Fri- boi vai percorrer um longo caminho para Michel Temer e Agnello na filiação do Friboi no PMDB conseguir apoio e che- gar à disputa pelo Palá- cio das Esmeraldas. Na entrevista coletiva, ao responder uma pergun- ta sobre a ausência de Iris Rezende ao evento, Júnior Friboi minimi- zou o fato. “Iris Re- zende vai andar co- migo, vocês vão ver”, disse ele, referindo-se à agenda de visitas pelo interior de Goi- ás, já anunciada pelo empresário. ProvocAção Luis de Oliveira
  • 12. 12 Um dia o jovem artista plástico Mestre Ednaldo acreditou que somente a vida de APetrobraséapatrocinadora do projeto Ninho dos Artistas, que está na sua segunda edição.Ainiciativa qualificaráprofissionalmente adolescentesejovensnafaixa etária de 15 a 29 anos, em situaçãoderiscopessoale/ou social,numaaçãopreventiva e de ressocialização, no município de Águas Lindas de Goiás, fomentando oportunidade de trabalho e renda. Para o Mestre Ednaldo, “essainiciativadaPetrobras faz parte da política de responsabilidade social da empresa, consolidada no Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania”,quevisadestinar investimentos voltados para as comunidades mais carentes e vulneráveis do Petrobrás apoia Ninho dos Artistas paíscomfocoemtrêslinhas deatuação:açõesdegeração de trabalho e renda, de educaçãoparaaqualificação profissional e de garantia de direitos da criança e do adolescente. As atividades são desenvolvidas por meio de oficinas profissionalizantes de marcenaria, serralheria, serigrafia, informática, Panificação, Modelagem em Argila, Mecânica, Elétrica, Funilaria, Pintura, Cestaria, Massoterapia e Informática Básica. Dentro do projeto, em parceria com aPoliciaMilitar,oPROERD - Programa Educacional de ResistênciaàsDrogas.Outro projeto que vai alfabetizar a comunidade é o Luz do Saber Alfabetização de Jovens eAdultos. Visando ampliar o c o n h e c i m e n t o d o movimentos culturais o Ninho dos Artistas desenvolve Atividades Lúdicas Faixa Etária de 10 à14Anos:Grafite,HipHop, Artes Circenses, Futebol, Danças Folclóricas, sendo movimentosurbanoserural. OprojetoNinhodosArtistas busca também promover a EducaçãoCidadãquereforce o crescimento do indivíduo como cidadão de direitos e deveres, as relações de solidariedade,opensamento coletivo e humanismo. Mestre Ednaldo plantando a semente do bem Artesão da Torre de TV de Brasilia não era suficiente para sua vida, sonhava construirumacomunidade alternativa, juntando amigos estradeiros que havia circulado pelo Brasil afora e formar um movimento numa região do entorno do DF. O Parque da Barragem foi escolhido pelo grupo, liderado pelo Mestre Ednaldo. Sem água e sem luz eles chegaram na Chácara do Descoberto, plantaram a semente e hoje colhe os frutos do idealismo de ensinar o sememlhante para ter uma vida melhor, plantar e colher o bem. Mestre Ednaldo participou da implantação da energia elétrica, daí surgiram os poçosartesiano,eleabriuo primeiro no setor Guaira e forneceu água para muitas familias.A primeiraescola domunicípiofoiconstruída e gerida pelas famílias que aqui viviam. Construiu a primeira biblioteca do bairro com livros doados. Surgiu o movimento de emancipação da cidade, trabalhou para implantação do municipio de Águas Lindas, desde então tem participado, desenvolvendoumtrabalho deresponsabiliddadesocial e fundou a ACULNA – Associação Castelinho Cultural Ninho dos Artistas. Mestre Ednaldo Paulo de Azevedo está plantando a semente do trabalhador do futuro um sonho que vem construindo ao logo do tempo, criar possibilidades melhores para a comunidade onde vive. O Ninho dos Artistas ocupa uma área de sessenta mil metros, uma chácara que planta e colhe cultura com várias famílias, atividades que tem favorecido a comunidade. O Ninho dos artistas teve repercussão nacional duas vezes no ano de 2007 . Atualmente foi destaque no programa Brasil Caminhoneiro da Rede Bandeirante, falando da parceria do Ninho dos Artistas com a Petrobrás no Projeto Siga Bem Criança, campanha da Petrobras em defesa dos direitos da criança e do adolescente.
  • 13. 13 A terceira edição do Governo Junto de Você – Governo Itinerante já esteve em Águas Lin- das de Goiás, na Região Meropolitana do DF. O evento começou de quinta-feira, dia 16, e seguiu até domingo, dia 19, na quadra 7, entre as Ruas 3 e 4, esquina com Avenida JK, no Jardim Brasília. Durante os quatro dias do Governo Junto de Você, a população do Águas Lindas de Goiás teve acesso a serviços Governo Itinerante levou serviços a Águas Lindas oferecidos pelos órgãos estaduais e parceiros no Governo Itinerante, como atendimentos mé- dicos e odontológicos, emissão de Carteira de Trabalho, de boletos do Detran, cadastramento eleitoral e transferência de título de eleitor. Com a iniciativa, o governo também tem a chance de apresentar para a popu- lação o trabalho que vem sendo realizado, prestar contas, levar benefícios e lançar obras. A abertura do Governo Junto de Você aconteceu em Aparecida de Goiâ- nia, o governador Mar- coni Perillo anunciou a ampliação do número de edições do programa de 12 para 20. De acordo com Marconi, a inten- ção do Governo é rea- lizar uma edição a cada semana nas regiões de maior densidade popu- lacional do Estado para atender às demandas da população. Governador Marconi Perillo, Prefeito Hildo do Candango e outras autoridades na solenidade do Governo Itinerante ONinho dos artistas q u e t e m u m a tradição de promover a CulturaemÁguasLindas, independente do apoio do poder público, mais uma vez o Ninho dos Artistas cumpre seu papel com a comunidade local, expondo seu trabalho no Governo Itinerante, o compromisso da entidade é com a população que sempre encontrou apoio na preparação da mão de obra. A grande novidade do evento será a participação do Banco do Povo destinando linha de crédito aos profissionais que vão desenvolver o Oficinas do Ninho no Governo Itinerante aprendizado e precisam de um capital inicial, com juros subsidiados.Segundo Mestre Ednaldo este linha de crédito do Banco do Povo vai favorecer muitos profissionais que tem preparadocomafinco,para ter seu negócio próprio, saindo da informalidade. ParaoMestreEdnaldoessa iniciativa vem acrescentar e somar ao trabalho desenvolvido pelo Ninho dos Artistas, os novos profissionais que vão atuar no mercado, vão ser um estímulos para outros que vão iniciar o aprendizado. Isto vai fomentar a participação nas atividades eestarãoadquirindocultura, amanhãserãoelesquevão desenvolveressasoficinas, oprojetotemoobjetivode formar multiplicadores.” Primeira Dama Aleandra com a mão na massa
  • 15. 15 Brasília foi construída com a determinação e a ousadia do presidente JK, teve o apoio da força tra- balhadora dos nordestinos que saiu do norte e do nor- deste do Brasil, chegando ao Planalto Central com a finalidade de construir um novo horizonte para po- lítica brasileira. No meio deste calor humano, agin- do em prol da força do tra- balho produtivo chegou os familiares da empresária e vereadora Giva Felipe no Distrito Federal. Giva nasceu quando o de- putado federal Ulisses Ma- galhães e Teotônio Vilela, o Menestrel das Alagoas, corriam o Brasil como “Saltimbancos”, verda- deiros peregrinos, visando implantar a democracia, lutando para construção da nova Carta Magna Bra- sileira, a Constituição Brasileira. Quando ela ti- nha cinco anos tudo foi Giva Felipe nasceu com o batismo do Menestrel de Alagoas Giva e PRTB as historias se misturam concretizado. Uma nova Constituição, para mudar, para transformar, mudar para melhor, tendo sempre em vista a cidadania, as mudanças de mentalidade e a liberdade de um povo. Hoje a empresária é uma vereadora que carrega no sangue a força e a coragem do Menestrel das alagoas, “ela acredita que foi im- portante ter crescido nesta época” “está aí à história para contar os fatos”, a formulação da Lei máxi- ma de uma nação, as di- versas forças presentes na sociedade se manifestem, sejam elas liberais, moder- nas, tradicionais ou retró- gadas. “Em um país como o nosso, então, de grande extensão territorial e di- U ma maranhen- se que chegou para escrever sua história no Centro Oeste Brasileiro, foi vendedora, professora, comerciante agora ve- readora e integra a sigla PRTB. Você olha a his- tória do partido percebe que a história da verea- dora mistura com a do seu partido. Vereadora e partido não surgiram de uma ora para outra, nem como uma sigla qualquer. Ao contrário, sua origem provém dos ideais transformadores versidade cultural, isso é quase uma lei também”. “O importante, no entan- to, é que a Constituição de um país seja o reflexo honesto, democrático e límpido de sua complexi- dade” finalizou Giva. Hoje ela acredita que o processo democrático é ponto de todo de partida do cidadão que pretende ingressar não processo político, “defender seus direitos e reivindicar me- lhorias para seu segmento social”. Hoje Giva Felipe conversa com o povo que acredita no seu trabalho como vereadora, ela tem reunido para conseguir chegar a um denominador comum e construir melho- rias para sua comunidade. Giva no plenário da Câmara Giva, Hildo do Candango e Expedito Juiz Luis Flávio Navarro diplomando a Vereadora Giva Felipe de jovens políticos e ho- mens e mulheres de ele- vadaestaturademocrática que não mais suportando o peleguismo getulista, resolveram fundar dentro do mesmo PTB, o maior partido político da déca- da de 50. Um movimento que mais tarde transformar-se em partido MTR Movimento Trabalhista Renovador, tendo como líder o Depu- tado Federal gaúcho Fer- nando Ferrari, cognomi- nado “o homem das mãos limpas”, que faleceu pre- maturamente e não con- seguiu ver seu projeto politico realizado. Segundo a vereado- ra Giva, hoje o PRTB é comandado pelo grande líder Levy Fidélis Funda- dor e Presidente Nacional desta nova fase histórica do PRTB, ele conduz o partido com visando al- cançar a patamares mais elevados do poder, tendo a modernidade, a pre- ocupação com o meio ambiente e as questões sociais e trabalhistas como metas primordiais para que possamos jun- tos construir um novo Brasil. “Foi neste par- tido que consegui dar o primeiro passo na poli- tica e acredito que estou no caminho certo”. Finalizou.
  • 16. 16 Vá conhecer o Açougue cultural T-Bone Já imaginaram um açou- gue onde além de com- prar carne voce pode pe- gar um livro emprestado do Luiz Amorim que é o fundador do Açougue Cultural T-Bone em Bra- sília na 312 Norte. Quem chega no Açougue T-Bo- ne defronta com um so- nho de um ex-analfabeto que aprendeu a ler aos 16 anos e encontrou na lei- tura aos 18 quando leu seu primeiro livro, o seu caminho para viajar pelo mundo a acabou apaixo- nando pelos livro, hoje, tantas pessoas fazem hoje viagens através da inter- net. Luiz trabalhou como vigia e engraxate antes de ser contratado aos 12 anos, por um pequeno. Com o seu trabalho, o baiano conseguiu com- prar o açougue em 1994, abriu sua primeira estan- te com dez livros para emprestar e arrecadar doações e transfomou o comercio no primeiro Açougue Cultural deo Mundo. Segundo Luis Amorim o começo foi dificil, as pessoas iro- nizavam a idéia de um Açougue Cultural, outro problema foi a Vigilan- cia Sanoitária que che- gou a fechar o Açougue por causa dos livros, que chegou aos 10 mil livros. A biblioteca do Açougue T-Bone é aberta a todas as pessoas da comunida- de, independente de ser cliente ou não do açou- gue, mediante o preen- chimento de um cadastro. Num primeiro momento, a iniciativa de Luiz Amo- rim pareceu um pouco chocante, mesmo para os funcionários, mas logo, as pessoas perceberam que os livros representam a preocupação da empre- sa com a comunidade. O açougue também pro- move noites culturais, duas vezes ao ano, que reúnem mais de cinco mil pessoas ao ar livre para assistir a shows de música popular e erudi- ta, conferir o lançamento de livros e peças de tea- tro, que atrae milhares de pessoas, as atividades são realizadas numa pra- ça ao lado do açougue e reúnem músicos, artistas plásticos, escritores. Segundo Luis Amorim, em 1998, tivemos a pri- meira edição do projeto “Noite Cultural T-Bone” realizou um evento den- tro do açougue e con- tou com trinta pessoas. Desde então já passaram mais de 150 mil pessoas e mais de 500 artistas para participar desta celebra- ção à arte na entrequadra 312/13 da Asa Norte. Artistas de renome na- cional já se apresentaram no projeto, entre eles: Moraes Moreira, Chico César, Guilherme Aran- tes, Célia Porto, Tom Zé, Manassés, João Dona- to, Affonso Romano de Sant’Anna, Flávio Ven- turine, Geraldo Azevedo, Jorge Mautner, Nelson Jacobina, Fernando e Os- mair, Geraldo Azevedo, Belchior, Erasmo Carlos e outros. O resultado ob- tido pela empresa com suas ações de responsa- bilidade social está re- presentado pelo grande reconhecimento da mídia e do meio empresarial brasileiro pelas suas ini- ciativas.