SlideShare uma empresa Scribd logo
Euclides da Cunha - BA, 26 de
outubro de 2015.
Volume 1, edição 03/2015
Nesta edição:
SEMINÁRIO ESCOLAR
CONSCIENTIZA ALUNOS DO E.O.B
p.2
CULTURA JUNINA EUCLIDENSE
NA TELINHA DA TV BAHIA
p.2
I CAMINHADA E PASSEIO CICLÍS-
TICO DO E.O.B
p.3
TIRINHA DO EVENTO - I CAMI-
NHADA E PASSEIO CICLÍSTICO
DO E.O.B
p.3
REDUÇÃO A DEZESSEIS: O ESTO-
PIM DE UMA GUERRA
p.3
JEAN FABRÍCIO FALA SOBRE A
MOSTRA EUCLIDENSE DE TEATRO,
ANO II
p.4
ESTUDANTES DO E.O.B TÊM TEXTOS
CLASSIFICADOS NO II CONCURSO
PARA ESCRITORES ESCOLARES DE
POESIA E DE REDAÇÃO 2015*
p.5
INTERCÂMBIO COM A OFICINA
RÁDIO ESCOLA — SUGESTÃO DE
FILME
p.6
FOTOS DA VI FEIRA CULTURAL
DO E.O.B - À LUZ DE HUMBERTO
TEIXEIRA E OUTRAS LUZES
p.6
Jornal Escolar Páginas
do E.O.B
Editorial
Motivados pelo estudo dos gêneros
discursivos: notícia, reportagem e
entrevista, a equipe do Jornal Escolar
Páginas do E.O.B foi a campo e, em
sua 3ª edição, traz um recorte das
principais notícias, reportagens e
entrevistas realizadas pelo grupo. A
publicação traz fotos das coberturas
fotográficas realizadas pela equipe
em alguns dos eventos que ocorreram
no colégio. E, em comemoração ao Dia
do Poeta (04/10); Dia do Compositor
(07/10), Dia Nacional da Leitura
(12/10); Dia do Professor (15/10) e ao
Dia Nacional do Livro (29/10), a
edição traz uma entrevista especial
com os alunos do E.O.B que tiveram
seus textos selecionados no II Con-
curso para Escritores Escolares de
Poesia e de Redação 2015. Ademais,
inicia a presente publicação com um
poema, de uma das integrantes da
equipe do Jornal Escolar Páginas do
E.O.B.
Boa Leitura!
ALGUM DIA
Se algum dia, eu voltar a sorrir,
Se algum dia, a chuva parar de cair,
Se algum dia, os pássaros voltarem a cantar,
Se algum dia, talvez, a felicidade reinar...
Meu bem, eu irei te procurar.
Vou olhar em seu lindo olhar,
Vou fazer com que seu mais belo sorriso volte a surgir,
E farei suas lágrimas pararem de cair.
Mas se houver de algum dia,
Eu não voltar a sorrir,
da chuva não parar de cair,
dos pássaros não voltarem
a cantar...
Não se preocupe!
Mesmo assim, meu bem,
eu irei te procurar.
Para que assim, finalmente, a felicidade possa reinar.
(Por: SANTANA, Edvânia, 2ª A - matutino, Oficina Jornal Escolar).
I Caminhada e Passeio Ciclístico do
E.O.B
18/07/2015 — Sábado letivo.
Exposição — Arte Conceitual: experi-
mentação artística .
18/06/2015.
Eduardo Rehem (3ªA– vespertino) e o escritor
Aleiton Fonseca - Cerimônia de premiação dos
vencedores do II Concurso para Escritores
Escolares de Poesia e de Redação
Salvador/BA — 29/07/2015.
I Semana Cult do Educandário Oliveira
Brito. Durante todo mês de outubro.
Culminância: 26 a 29/10/2015.
VI Feira Cultural do Educandário Oli-
veira Brito: À luz de Humberto Teixei-
ra e outras luzes —15 a 17/09/2015.
Confira, curta e indique a fanpage do jornal: Páginas do E.O.B (paginaseob@hotmail.com) - coberturas completas, fotos e vídeos dos eventos do E. O.B.
I Seminário Escolar:
Protagonismo Estudantil – o desempenho
do estudante do Ensino Médio.
11/06/2015
Tiragem
150 exemplares
Movimentouocolégio
No dia 11 de junho de 2015 aconteceu o I Seminário da Unidade Escolar, no auditó-
rio do Educandário Oliveira Brito, com o tema: ―Protagonismo estudantil – o desempe-
nho do estudante do Ensino Médio‖. A atividade teve como objetivo explicar aos dis-
centes sobre os recursos financeiros recebidos pela escola e a forma como são inves-
tidos, sobre o desempenho dos alunos em exames externos, como o Avalie, e internos,
como a avaliação integrada. Além disso, contou com discursos motivacionais em relação
à vida e aos estudos, sendo conduzido por vários docentes da unidade.
O seminário iniciou com a apresentação das professoras participantes do ―Projeto
Pacto pela Educação‖. As docentes pautaram sua fala na análise de pontos cruciais
para se atingir uma melhor qualidade no processo de ensino-aprendizagem do colégio. Dentre esses, melhor aplicação dos re-
cursos financeiros recebidos pela instituição, contando com a ajuda dos discentes, expo-
sição de gráficos e de tabelas mostrando o desempenho do alunado da escola em exames
externos e internos e problematização dos dados do IDEB, que se encontram baixos e
em situação crítica. Após este momento, os estudantes foram motivados e incentivados
pelos educadores, os quais citaram exemplos de ex-alunos da instituição - de origem
humilde e que sempre tiveram acesso ao ensino público -, que alcançaram várias conquis-
tas. Por fim, foi exibido um vídeo que versava sobre a importância da educação na vida
do ser humano.
Assim sendo, nota-se que o seminário conseguiu atingir o seu objetivo, principalmente
em termos de sensibilização do alunado acerca da importância da vida escolar e
da busca por melhores desempenhos no percurso educativo. Ademais, os profes-
sores envolvidos deixaram um convite ao corpo discente, no sentido de que uma
escola produtiva e um ensino de qualidade dependem, também, do papel exercido
por cada estudante. Tal conduta deve ir além da busca pelo conhecimento, mas
também da preservação do próprio espaço físico da Instituição e dos recursos
que ela possui.
Por: Alesson Cruz (1ª D Matutino); Andreza Aleixo (1ª D matutino); Cleiton Araújo (2ª A Matutino);
Edvânia Santana (2ª A matutino); Erica França (3ª E matutino), Juliana Macedo (2ª A matutino); Larissa
Carvalho (2ª A matutino); Luciano Dias (3ª B matutino); Matheus Moura (3ª E matutino); Pedro Emanoel Rocha (2ª A Matutino); Raquel Ferreira (1ª D matutino);
Rebeca Silva (3ª E matutino) - Oficina Jornal Escolar.
Página 2 Confira, curta e indique a fanpage do jornal: Páginas do E.O.B (paginaseob@hotmail.com)
SEMINÁRIO ESCOLAR CONSCIENTIZA ALUNOS DO E.O.B
CULTURA JUNINA EUCLIDENSE NA TELINHA DA TV BAHIA
Em 17 de Junho de 2015, no programa Bahia Meio Dia, emissora TV Bahia, foi exibida a repor-
tagem ―Caminhos do São João - 2015‖, realizada na cidade de Euclides da Cunha, BA. A matéria
teve como objetivo mostrar as tradições juninas presentes na região, destacando: a culinária, as
quadrilhas, o forró pé de serra e os tradicionais festejos da ―Cidade da sanfona‖.
A reportagem iniciou com a exibição de parte da fauna local, passando pelo habitat natural das
araras azuis, na cidade de Canudos. Em seguida, foi apresentado exemplos do artesanato local, o
qual utiliza como matéria prima as palhas do ouricuri. As peças
artesanais são vendidas até para o exterior, evidenciando, assim,
a forte representação da cultura local.
Depois, ao atribuir enfoque ao tema principal – as festividades
juninas – mostrou a formatação do Arraia na cidade, as principais atrações musicais e as comi-
das típicas, como: a buchada de bode. Continuando, mostrou as quadrilhas juninas da comunida-
de de Caimbé e de outras localidades do município.
Outro ponto a ser ressaltado na reportagem, se refere à nomeação da cidade, enquanto
―terra da sanfona‖, avultando grandes artistas tradicionais como: Rato Branco e seus meninos,
dentre outros sanfoneiros locais.
A divulgação das tradições, paisagens, hotelaria, programação das festas e atra-
ções juninas, não só ajudou a divulgar a cultura euclidense, como também a engrande-
cer os eventos ocorridos na cidade de Euclides da Cunha. Além dessa reportagem, a
TV Bahia acabou por fazer outra matéria sobre os preparativos do festejo principal e
por fazer correções sobre o nome da festa e suas atrações.
Por: Alesson Cruz (1ª D Matutino); Andreza Aleixo (1ª D Matutino); Cleiton Araújo (2ª A Matutino); Érica França
(3ª E Matutino); Juliana Macedo (2ªA Matutino); Luciano Dias (3ª B Matutino); Matheus Moura (3ª E Matutino) -
Oficina Jornal Escolar.
Volume 1, edição 03/2015
I CAMINHADA E PASSEIO CICLÍSTICO DO E.O.B
TIRINHA DO EVENTO - I CAMINHADA E PASSEIO CICLÍSTICO DO E.O.B
Página 3
No dia 18 de julho de 2015, a ―Primeira Caminhada e Passeio Ci-
clístico do Educandário Oliveira Brito‖ mobilizou cerca de 300 estu-
dantes da instituição, em um percurso de 4 km (ponto de saída, colé-
gio E.O.B, rumo à localidade de Cumbe de Cima, e ponto de chegada, a
Instituição citada). Nesta ocasião, os alunos tiveram a oportunidade
de praticarem exercícios físicos, divertirem-se e colocarem o papo
em dia. O evento foi promovido pelos professores de Educação Física
da instituição (Alafaete Reis, Alexandre Oliveira e Daniel Fontes) com o objetivo de oferecer uma
atividade extracurricular e, ainda, proporcionar uma saída para o sedentarismo vivenciado por grande parcela dos discentes.
Perguntada sobre a iniciativa, a aluna Emilly Almeida (1ª F - Matutino) disse: ―foi uma oportunidade de oferecer aos estudan-
tes uma aula diferente, de praticar exercício físico na escola com a galera. Os responsá-
veis pela iniciativa estão de parabéns! Gostei muito!‖.
Ao se reportar aos professores organizadores, o docente Alafaete agradeceu a presen-
ça de todos e acentuou o quão produtiva foi a atividade e frisou estar animado para a reali-
zação de outros eventos. O professor Alexandre definiu o acontecimento como: ―uma ativi-
dade diferenciada no aspecto pedagógico, para sair
um pouco da rotina da sala de aula e explorar ou-
tros ambientes, a parte externa da escola [...], além
de agregar a prática de um exercício físico para fugir do sedentarismo‖. Daniel, também,
agradeceu a presença dos estudantes e disse: ―[...] o objetivo é este: fazer atividades
diferenciadas na escola para que a gente não fique só neste conceito de sala de aula‖.
Vale registrar, também, a presença de professores de outras disciplinas, não ligados
diretamente à atividade, no evento. Paulo Henrique (Professor de Biologia da Instituição)
demonstrou grande animação e comentou: ―[...] a caminhada foi ‗massa‘, 10, nós precisa-
mos fazer isso mais vezes!‖. (por: Matheus Moura, 3ª E - matutino— Oficina Jornal Escolar).
Por: Pedro Emanoel Rocha, 2ª A,
matutino — Oficina Jornal Escolar.
REDUÇÃO A DEZESSEIS: O ESTOPIM DE UMA GUERRA
A redução da maioridade penal no Brasil para dezesseis anos servirá apenas para o aumento da criminalidade. O nosso país tem problemas muito mais
complexos que impedem a viabilização dessa proposta. Todos sabem que ―o problema não é de agora‖, é muito mais denso do que se imagina.
O projeto de lei que foi apresentado – redução da maioridade penal para dezesseis anos em casos de crimes hediondos -, além de inviável, é ineficaz,
pois prender apenas os que cometem crimes hediondos, de maneira nenhuma resolve, ou serve como paliativo para o problema. Os adolescentes brasileiros
são procurados para o tráfico de drogas (que não é crime hediondo) e os demais trabalhos de execução, latrocínios e homicídios banais vão ser executados
pelos menores aprendizes da empresa do crime que, com certeza, são mais que 5% do efetivo*.
Ademais, o nosso sistema prisional não tem condições de abrigar nem os presos adultos, muito menos de reabilitar adolescentes. As cadeias do Brasil
são precárias e superlotadas, são ―universidades do crime‖. Nestes espaços, os jovens podem fazer diversas especializações, nas mais vastas ―áreas do
conhecimento criminoso‖, como: especialização em homicídio qualificado.
A medida urgente que deve ser tomada é a reforma do sistema prisional e da legislação brasileira (Código Penal), impondo penas mais duras, conforme
a proporcionalidade dos crimes (prisão perpétua; trabalho civil forçado; castração química etc.), mas também, proporcionar aos detentos um cárcere que
tenha condições de reabilitar. É muito importante que haja investimentos em políticas públicas para a educação e para a redução da evasão escolar. A maio-
ridade penal deve ser reduzida, sim, mas para 12 anos (não como forma de reduzir a criminalidade, mas com o único objetivo de punir os infratores), com
penas iguais para todas as delinquências, porém em espaços separados dos ―doutores do crime‖. (Por: MOURA, Matheus, 3ª E - matutino, Oficina Jornal
Escolar).
* O trecho faz alusão ao Programa do Governo Federal, Jovem Aprendiz, que exige que todas as empresas tenham, no mínimo, 5% do seu efetivo de adolescentes entre 14 e 24 anos.
Jean Fabrício (mais conhecido como Bolinha), diretor e idealizador da ―Mostra Euclidense de Teatro‖, concede uma entrevista para a equipe
do Jornal Escolar e relata a importância sociocultural do evento para a cidade de Euclides da Cunha. A ―Mostra‖, que está no seu segundo ano, foi
realizada no período de 23 a 26 de julho de 2015.
Jornal Escolar: Qual a importância das artes cênicas na formação cultural dos indivíduos da nossa região?
Jean Fabrício: As artes cênicas possuem um papel fundamental na formação do indivíduo, principalmente no tocante à formação cidadã. Todos os
artistas que trabalham no teatro, primeiramente, além da arte cênica, eles são cidadãos. Então, ela visa contribuir com o ponto de vista crítico,
artístico, intelectual em prol de cidadãos que venham interferir na sociedade e usem esta arte como instrumento social e acima de tudo cidadão.
Jornal Escolar: Como as “Mostras de Teatro Euclidense” vêm contribuir para o enriquecimento cultural da cidade de Euclides da Cunha?
Jean Fabrício: Na Mostra, intitulada ―Mostra de Teatro Euclidense: Troféu Fátima Maria‖, nós temos troféus que premiam os melhores do ano,
os quais se destacam em oito categorias. Primeiro, ela contribui com a formação de plateia, que é o objetivo maior, e para a formação de novos
talentos, em que as artes cênicas sejam um instrumento desta formação. Além da formação de plateia, fazer com que os grupos sejam mais co-
nhecidos e realizar um intercâmbio - porque a Mostra é realizada em quatro dias de evento e neste período a gente tem uma média de seis grupos
se apresentando. É uma verdadeira maratona cênica, uma maratona teatral, com uma média de público de mil pessoas que circulam no evento, isso
a cada ano. A Mostra é realizada sempre no mês de julho, que é o mês de aniversário da Farrapos que, inclusive, completou 18 anos, este ano, e
que é a companhia a qual eu dirijo e que faz a produção artística desta Mostra.
Jornal Escolar: Em relação à “Mostra de Teatro”, as suas expectativas foram supridas, superadas? Comente:
Jean Fabrício: Sim! Com certeza! Eu acho que quando você produz um evento deste, mesmo estando na 3ª edição, com todos os problemas que a
gente acaba enfrentando, como a falta de apoio, ainda tem pessoas que acreditam, alguns parceiros nossos que investem. E, com certeza, as ex-
pectativas foram mais que supridas, principalmente pelo sucesso do evento. O artista vive de público, nós tivemos a expectativa, como eu falei
anteriormente, entre mil e mil e cem pessoas, filas para entrar. Então, você ter isso no interior, numa cidade como Euclides da Cunha, que já tem
uma tradição cultural, uma tradição teatral, eu acho que é um mérito, uma glória para todos nós que fazemos teatro e acreditamos nesta bandeira
das artes cênicas. Euclides teve um movimento muito forte na década de 90, onde nós tínhamos cinco grupos teatrais e, hoje, continuam este
trabalho. As companhias realizam esse trabalho, seja em oficinas, em programas educacionais, nas mostras, nos festivais de teatro, mas nunca
desistindo daquilo que nós acreditamos, que é a arte cênica como produto forte mesmo.
Jornal Escolar: Qual foi o principal público-alvo desse evento?
Jean Fabrício: Acho que de crianças. Como nós tínhamos uma classificação livre, os espetáculos não tinham uma faixa etária pré-estabelecida.
Então, crianças, jovens, mais jovens e adolescentes, até idosos mesmo. Nós tivemos uma plateia bem diversificada nesses dias.
Jornal Escolar: Ainda em relação à Mostra, a seu ver, houve algum ponto negativo? Como melhorá-lo?
Jean Fabrício: Fazendo uma avaliação geral, só para ressaltar, nós não trabalhamos sozinhos, é um grupo e eu tenho dez pessoas que trabalham
comigo. A Mostra ela é produzida por nove produtores que também são atores e se revezam no papel de produtores, além da direção geral que é
sobre a minha pessoa. Eu creio que ponto negativo a gente tem, algumas falhas, não é perfeito! Mas a cada ano, nós tentamos aprimorar para que
estas falhas não se repitam a fim de que a gente ofereça uma qualidade de espetáculo, de linguagem, de cenário, trilha sonora. É tanto que antes
dos espetáculos, nós publicamos um edital, então os grupos têm um mês para se inscreverem, esses grupos passam por uma seleção, entregam uma
ficha técnica, o texto original, o vídeo. Isto nós encaminhamos para uma comissão, para que ela veja a relevância social do texto, a linguagem, a
qualidade mesmo em si, porque o nosso público merece coisas boas. Então, nós temos essa preocupação. Eu creio que de negativo, não, algumas
pequenas falhas, mas que o sucesso do evento acabou cobrindo. Acho que mais pontos positivos do que negativos, acho que a avaliação é essa.
Jornal Escolar: Espaço aberto para suas considerações finais:
Jean Fabrício: Eu gostaria de agradecer a toda equipe do jornal, agradecer ao Educandário Oliveira Brito que é nosso parceiro desde o início.
Nós usamos o auditório, tanto para ensaio, quanto para a realização da Mostra, que é o espaço que dispõe de lugares, de acústica, de tudo. E dizer
que a gente continua firme e que sempre que tem trabalhos teatrais em Euclides da Cunha, sempre que a Farrapos estiver se apresentando, ou-
tros grupos, também, vocês venham prestigiar, ver os nossos produtos. Todos os trabalhos, nós sabemos que não é fácil, não só em Euclides da
Cunha, mas na região. Trabalhar com artes cênicas é uma dedicação mesmo, uma abnegação mesmo, mas de qualquer maneira, quando você vê um
aplauso, quando você vê a satisfação do público, o reconhecimento dos seus produtos, acho que tudo isso supera, nós acabamos sendo felizes! E a
questão da valorização, todo artista precisa dessa questão da valorização, mas ainda nós temos alguns deslizes com as questões das políticas
públicas, investimentos nestes grupos locais, mas nós estamos sempre fomentando esta discussão, seja no grupo, seja na sociedade, nas mídias
sociais. Provocando isto, porque o artista, volto a enfatizar, ele é cidadão, então ele deve levar esta voz artística onde ele estiver, sempre!
Realização da entrevista: Larrissa Carvalho (2ª A - matutino); Matheus Moura (3ª E - matutino); Laylla Agres (2ª A - matutino); Juliana Macedo (2ª A - matu-
tino) e Ryan Mota (3ªE – matutino) - Oficina Jornal Escolar. / Transcrição da entrevista: Larissa Carvalho (2ª A - matutino).
* A entrevista foi originalmente filmada, estando - a sua primeira versão - na modalidade oral da língua. Assim sendo, ao passar para a modalidade escrita da língua, a
equipe prezou por manter a fala original do entrevistado. Deste modo, ao saber que o registro oral possibilita flexibilidades que a norma padrão escrita não permite, a
equipe do jornal esclarece que, mesmo após a revisão da transcrição do texto, optou-se por manter a integridade da fala do entrevistado.
Página 4 Confira, curta e indique a fanpage do jornal: Páginas do E.O.B
JEAN FABRÍCIO FALA SOBRE A “MOSTRA EUCLIDENSE DE TEATRO, ANO II”*
Volume 1, edição 03/2015 Página 5
ESTUDANTES DO E.O.B TÊM TEXTOS SELECIONADOS NO II CONCURSO PARA ESCRITORES ESCOLARES DE POESIA E DE
REDAÇÃO 2015*
O ―II Concurso para Escritores Escolares de Poesia e de Redação‖ trata-se de um concurso direcionado a todos os alunos das escolas estaduais da Bahia,
do Ensino Fundamental I, II e Médio. A proposta é organizada pela Diretoria do Livro e da Leitura (DLL), unidade da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de
Cultura do Estado da Bahia, com o intuito de influenciar os jovens estudantes a escreverem. A cerimônia de entrega do prêmio foi realizada na cidade de
Salvador. Neste concurso, o Educandário Oliveira Brito foi representado por um número significativo de alunos, os quais tiveram seus textos classificados. É
válido ressaltar que, oito alunos tiveram produções classificadas e um estudante — Eduardo Rehem, 3ª C - vespertino - conquistou a ―menção honrosa‖.
Diante dos resultados, a equipe do Jornal Escolar realizou uma entrevista coletiva com os estudantes classificados para saber o que eles têm a dizer sobre
essa conquista.
Jornal Escolar: Quais foram as suas primeiras impressões em relação ao concurso? O que a proposta despertou em você?
Eduardo Rehem (3ª C - vespertino): Eu tive o privilégio de ser selecionado, de chegar até lá. A proposta do projeto em si, foi de incentivo à leitura e o que
despertou em mim foi uma motivação para continuar a escrever, depois de ter ganhado estes prêmios e o certificado.
Jornal Escolar: Em sua opinião, os estudantes poderiam estar mais engajados em projetos e concursos desse tipo?
Matheus Moura (3ªE - matutino): Sim, eu acho interessante que tivesse maior participação dos estudantes para aumentar o número de exposições e, tam-
bém, para não ficar tão fácil, ter mais concorrentes. Para que a seleção dos poemas, dos textos, seja mais criteriosa, para que haja mais concorrência, porque
o interessante da competição é isto.
Jornal Escolar: Para você, o principal motivo de não haver mais oficinas e projetos voltados ao incentivo e propagação da cultura e da educação está
relacionado à ausência de incentivo do poder público ou ao desinteresse estudantil pelas manifestações artísticas e culturais?
Catiane Santos (1ªB - vespertino): Eu acredito que seja resultado do desinteresse estudantil porque mesmo havendo propostas, a maioria dos alunos não se
importa.
Jornal Escolar: Quais expectativas foram criadas no momento da inscrição no Projeto?
Karolaine Menezes (1ªF - vespertino): [...] Eu senti vontade de escrever para mostrar a minha turma (3ª série E.M), que não é assim ―tão chato‖ escrever,
como eles pensam.
Jornal Escolar: Ao escrever poesias estamos fazendo “arte”, exercitando mais o português, além de ser uma prática prazerosa. Você tem alguma
motivação especial para escrever poesias? Quais são as suas inspirações?
Ramon Mota (2ª A - matutino): Minhas inspirações dependem do ambiente em que escrevo.
Jornal Escolar: Como foi a sensação e a experiência de saber que, dentre inúmeros textos inscritos no concurso, a sua poesia foi uma das seleciona-
das?
Edvânia Almeida (1ª A - vespertino): Particularmente, foi a primeira vez que eu inscrevi um texto meu em um concurso, embora já produzisse. A sensação
foi extraordinária, saber que dentre produções de inúmeras escolas, diversas poesias, textos, a minha produção foi selecionada.
Jornal Escolar: Você já havia inscrito algum texto em outros concursos estudantis? Como você selecionou o texto que concorreu neste concurso?
Monaliza Moura (3ª C - vespertino): Eu já havia inscrito no Tempos de Arte Literária (TAL) [...]. E a seleção do poema, na verdade, todos os poemas que eu
componho falam das minhas fases. Eu não tenho o propósito de expor [poemas das] minhas fases atuais. Este poema é um texto do ano passado e é referente a
uma fase que eu estava meio niilista, porém, eu já não estava mais no ápice dela.
Jornal Escolar: A poesia selecionada neste concurso foi produzida especialmente para este propósito? Comente:
Mariane Steffany (3ªE - matutino): Não. A professora Francy apresentou a proposta na oficina. Eu estava com a poesia pronta. Ela leu, gostou e eu resolvi
enviar.
Jornal Escolar: O fato de ter um texto produzido por você selecionado em um concurso à nível estadual, mudou alguma coisa? Motivou-lhe a escrever
mais? A participar de outros concursos?
Emily Caroline Oliveira (1ª F- matutino): [...]Sim, motivou-me a escrever mais e a tomar a iniciativa de querer participar de mais concursos como esse.
Jornal Escolar: Por fim, a equipe do “Jornal Escolar Páginas do E.O.B” gostaria que você, Eduardo Rehem, ganhador da menção honrosa do II Con-
curso para Escritores Escolares de Poesia e de Redação - 2015” deixasse um recado para todos os estudantes do E.O.B.
Eduardo Rehem (3ª C - vespertino): Eu poderia pedir a vocês para escrever, mas isto tem que partir de vocês. Aqui no colégio tiveram muitos participantes
que foram classificados e eu quero parabenizar a todos. E o meu único recado é que tentem sempre escrever!
Realização da entrevista: Cleiton Araújo (2ª A Matutino); Edvânia Santana (2ª A - Matutino); Larissa Carvalho (2ª A - Matutino); Andreza Aleixo (1ª D - Ma-
tutino) - Oficina Jornal Escolar. / Transcrição da entrevista: Larissa Carvalho (2ª A - Matutino) - Oficina Jornal Escolar.
*A entrevista foi originalmente filmada, estando - a sua primeira versão - na modalidade oral da língua. Assim sendo, ao passar para a modalidade escrita da língua, a equi-
pe prezou por manter a fala original dos entrevistados. Deste modo, ao saber que o registro oral possibilita flexibilidades que a norma padrão escrita não permite, a equipe
do jornal esclarece que, mesmo após a revisão da transcrição do texto, optou-se por manter a integridade da fala dos alunos entrevistados.
Alunos do E.O.B que tiveram textos classificados no “II Concurso para Escritores Escolares de Poesia e de Reda-
ção 2015” e alguns componentes da equipe do Jornal Escolar.
Eduardo Rehem (3ªA-vesp.),
ganhador da menção honrosa do
II Concurso para Escritores
Escolares de Poesia e de Redação
2015.
INTERCÂMBIO COM A OFICINA RÁDIO ESCOLAR — SUGESTÃO DE FILME
SINOPSE DE FILMES - RÁDIO ESCOLA - 2015
TÍTULO O DOADOR DE MEMÓRIAS
DIREÇÃO Philip Noyce IDIOMA Inglês, Português
PRODUÇÃO Jeff Bridges MÚSICA Marco Betromi
ROTEIRO Michael Mitnick
ELENCO
Taylor Swift ( Rosimere)
Jeff Bridges( O doador)
Meryl Streep ( Anciã-Chefe)
Brenton Thwaites ( Jonas)
Alexander Skasgard ( Pai De Jonas)
Odeya Rush ( Fiona)
Katie Swift ( Mãe De Jonas) ,
Camerom Monaghan (Asher)
GÊNERO Ficção Científica, Fantasia e Drama
DURAÇÃO 1 Hora e 37 Minutos
ANO 2014, Setembro
DISTRIBUIÇÃO Paris Filmes
SINOPSE DO FILME
O filme ―O doador de memórias‖, baseado no livro O Doador, de Louis Lowry, conta a história de um jovem - único recebedor de memórias a alcançar o
objetivo que seus antecessores não conseguiram realizar. Com um cenário todo em preto e branco, no decorrer do filme, a trama fica colorida levando o
espectador a usar a sua imaginação para desvendar os mistérios acerca do que vai acontecer.
Aos 18 anos, todos os jovens daquela ―Comunidade perfeita‖ recebiam uma função, de acordo com o seu desempenho durante os seus treinamentos ao
longo dos anos, para seu futuro em uma comunidade sem dor, sentimentos e desigualdades.
O jovem Jonas foi selecionado para receber de um doador de memórias, as lembranças que foram retiradas das pessoas da comunidade. Jonas aprende
várias coisas com o doador de memórias e com alguns ensinamentos descobre que pode libertar todas as memórias da comunidade. Ele desvenda um cami-
nho para a libertação das memórias e comete infrações para salvar o próximo recebedor de memórias, que estava prestes a ir para a dispensa, ou seja,
ser morto.
Jonas alcança o seu objetivo principal e junto a ele um bebê, que seria o próximo recebedor de memórias.
INTERDISCIPLINARIDADE DO FILME COM AS DISCIPLINAS
O filme também trata de algumas matérias escolares, a saber:
Português: A exigência da precisão da linguagem formal e o conceito de palavras específicas;
Geografia: Os tipos de relevos, paisagens, as diversas formas de culturas e aos costumes ao redor do mundo;
Filosofia: A descobertas de alguns tipos de sentimentos, do caráter e do poder de fazer suas próprias escolhas;
Sociologia: O modo e a forma de convivência entre a sociedade, sem qualquer diferença;
Biologia: A geração de seres vivos em laboratórios.
EXPEDIENTE DO JORNAL ESCOLAR “PÁGINAS DO
E.O.B”
Educandário Oliveira Brito. Instituição Pública e Estadual
de Ensino em funcionamento (Resolução C.E.E. 026/97 –
Parecer C.E.E. 052/97 – D.O. 11/07/97). Entidade mantene-
dora: Secretaria de Educação da Bahia em convênio com a
Prefeitura Municipal de Euclides da Cunha – BA. Endereço:
Rua Joaquim Santana Lima, nº 101, Euclides da Cunha -
Bahia.
Jornal escolar, Páginas do E.O.B, ano 3, volume 1, edição
Outubro/2015 – Oficina Jornal Escolar, Ensino Médio
Inovador (ProEMI), Professora: Andressa S. de Oliveira.
Equipe do Jornal Escolar:
Professora responsável e reguladora geral do jornal:
Andressa S. de Oliveira.
Editores, redatores e repórteres:
Andreza Aleixo; Alesson Cruz; Cleiton Araújo; Edvânia
Santana; Érica França; Juliana Macedo; Larissa Carvalho;
Laylla Agres; Matheus Moura; Pedro Emanoel Rocha;
Raquel Silva e Rebeca Silva.
Fotografia: .
Andreza Aleixo; Alesson Cruz; Larissa Carvalho; Laylla
Agres; Matheus Moura e Raquel Silva.
Ilustradores:
Cleiton Araújo e Pedro Emanoel Rocha.
Filmagem:
Andreza Aleixo; Juliana Macedo; Laylla Agres;
Matheus Moura e Ryan Mota.
Diagramação: Equipe do Jornal Escolar.
Nosso jornal dá direito de resposta, assim como recebe
críticas e sugestões, por meio do seguinte meio de contato:
e-mail: paginaseob@hotmail.com
Confira a cobertura completa da VI Feira Cultural do E.O.B na fanpage do Jornal Escolar Páginas do E.O.B (paginaseob@hotmail.com)
FotosdaVIFeiraCulturaldoE.O.B-ÀLuzdeHumbertoTeixeiraeoutrasluzes
AsinopsefoidesenvolvidapelosalunosdaOficinaRádioEscolarecedida
paradivulgaçãonoJornalEscolar.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Info Mas Ulha Já! 2015/2
Info Mas Ulha Já! 2015/2Info Mas Ulha Já! 2015/2
Info Mas Ulha Já! 2015/2
escolaborari
 
Boletim Informativo-Outubro2013
Boletim Informativo-Outubro2013Boletim Informativo-Outubro2013
Boletim Informativo-Outubro2013
bibliotecasjuliomartins
 
Jornal Escolar Comunitário "Egídio News"
Jornal Escolar Comunitário "Egídio News"Jornal Escolar Comunitário "Egídio News"
Jornal Escolar Comunitário "Egídio News"
Lucas Andrade
 
Info Mas Ulha Já! 2013/2
Info Mas Ulha Já! 2013/2Info Mas Ulha Já! 2013/2
Info Mas Ulha Já! 2013/2
escolaborari
 
Jornal Escolar
Jornal Escolar Jornal Escolar
Jornal Escolar
Dinomar Miranda
 
Informativo Escola Domingos Albuquerque 2017.3
Informativo Escola Domingos Albuquerque 2017.3Informativo Escola Domingos Albuquerque 2017.3
Informativo Escola Domingos Albuquerque 2017.3
Governo do Estado de Pernambuco - Secretaria de Educação
 
Jornal tr eixo2
Jornal tr eixo2Jornal tr eixo2
Jornal tr eixo2
BibliotecaEixo Eixo
 
Jornal Voz do Mamede - 1º bimestre 2013
Jornal Voz do Mamede - 1º bimestre 2013Jornal Voz do Mamede - 1º bimestre 2013
Jornal Voz do Mamede - 1º bimestre 2013
Diana Pilatti
 
Newsletter apeel edicao 2
Newsletter apeel   edicao 2Newsletter apeel   edicao 2
Newsletter apeel edicao 2
Margarida Santos
 
Jornal escolar 20.ª ed.
Jornal escolar 20.ª ed.Jornal escolar 20.ª ed.
Jornal escolar 20.ª ed.
Max Teles Teles
 
Jornal Wanda Notícias AnoII Maio 2014 Ed1
Jornal Wanda Notícias AnoII Maio 2014 Ed1Jornal Wanda Notícias AnoII Maio 2014 Ed1
Jornal Wanda Notícias AnoII Maio 2014 Ed1
Daniela Ivo
 
Revista Ouse Saber 3ª M01
Revista Ouse Saber   3ª M01Revista Ouse Saber   3ª M01
Revista Ouse Saber 3ª M01
Marilene Mai
 
Reforço Escolar Para Grupo de Pessoas do Quilombo Chácara da Rosas - Prof. Ma...
Reforço Escolar Para Grupo de Pessoas do Quilombo Chácara da Rosas - Prof. Ma...Reforço Escolar Para Grupo de Pessoas do Quilombo Chácara da Rosas - Prof. Ma...
Reforço Escolar Para Grupo de Pessoas do Quilombo Chácara da Rosas - Prof. Ma...
Alexandre da Rosa
 
Apresentação final 2014 isauro bento mat
Apresentação final  2014 isauro bento matApresentação final  2014 isauro bento mat
Apresentação final 2014 isauro bento mat
joselycarla
 
Jornal escolar 19.º edição
Jornal escolar 19.º ediçãoJornal escolar 19.º edição
Jornal escolar 19.º edição
Max Teles Teles
 
Revista pronta 3ª m02 - revisada e editada - imprimir
Revista pronta   3ª m02 - revisada e editada - imprimirRevista pronta   3ª m02 - revisada e editada - imprimir
Revista pronta 3ª m02 - revisada e editada - imprimir
Marilene Mai
 
Informativo GRE Mata Sul nº 08 - Ano I - Dezembro de 2019
Informativo GRE Mata Sul nº 08 - Ano I - Dezembro de 2019Informativo GRE Mata Sul nº 08 - Ano I - Dezembro de 2019
Informativo GRE Mata Sul nº 08 - Ano I - Dezembro de 2019
Governo do Estado de Pernambuco - Secretaria de Educação
 
Assembleia marco 2013
Assembleia marco 2013Assembleia marco 2013
Assembleia marco 2013
vintecinco
 

Mais procurados (18)

Info Mas Ulha Já! 2015/2
Info Mas Ulha Já! 2015/2Info Mas Ulha Já! 2015/2
Info Mas Ulha Já! 2015/2
 
Boletim Informativo-Outubro2013
Boletim Informativo-Outubro2013Boletim Informativo-Outubro2013
Boletim Informativo-Outubro2013
 
Jornal Escolar Comunitário "Egídio News"
Jornal Escolar Comunitário "Egídio News"Jornal Escolar Comunitário "Egídio News"
Jornal Escolar Comunitário "Egídio News"
 
Info Mas Ulha Já! 2013/2
Info Mas Ulha Já! 2013/2Info Mas Ulha Já! 2013/2
Info Mas Ulha Já! 2013/2
 
Jornal Escolar
Jornal Escolar Jornal Escolar
Jornal Escolar
 
Informativo Escola Domingos Albuquerque 2017.3
Informativo Escola Domingos Albuquerque 2017.3Informativo Escola Domingos Albuquerque 2017.3
Informativo Escola Domingos Albuquerque 2017.3
 
Jornal tr eixo2
Jornal tr eixo2Jornal tr eixo2
Jornal tr eixo2
 
Jornal Voz do Mamede - 1º bimestre 2013
Jornal Voz do Mamede - 1º bimestre 2013Jornal Voz do Mamede - 1º bimestre 2013
Jornal Voz do Mamede - 1º bimestre 2013
 
Newsletter apeel edicao 2
Newsletter apeel   edicao 2Newsletter apeel   edicao 2
Newsletter apeel edicao 2
 
Jornal escolar 20.ª ed.
Jornal escolar 20.ª ed.Jornal escolar 20.ª ed.
Jornal escolar 20.ª ed.
 
Jornal Wanda Notícias AnoII Maio 2014 Ed1
Jornal Wanda Notícias AnoII Maio 2014 Ed1Jornal Wanda Notícias AnoII Maio 2014 Ed1
Jornal Wanda Notícias AnoII Maio 2014 Ed1
 
Revista Ouse Saber 3ª M01
Revista Ouse Saber   3ª M01Revista Ouse Saber   3ª M01
Revista Ouse Saber 3ª M01
 
Reforço Escolar Para Grupo de Pessoas do Quilombo Chácara da Rosas - Prof. Ma...
Reforço Escolar Para Grupo de Pessoas do Quilombo Chácara da Rosas - Prof. Ma...Reforço Escolar Para Grupo de Pessoas do Quilombo Chácara da Rosas - Prof. Ma...
Reforço Escolar Para Grupo de Pessoas do Quilombo Chácara da Rosas - Prof. Ma...
 
Apresentação final 2014 isauro bento mat
Apresentação final  2014 isauro bento matApresentação final  2014 isauro bento mat
Apresentação final 2014 isauro bento mat
 
Jornal escolar 19.º edição
Jornal escolar 19.º ediçãoJornal escolar 19.º edição
Jornal escolar 19.º edição
 
Revista pronta 3ª m02 - revisada e editada - imprimir
Revista pronta   3ª m02 - revisada e editada - imprimirRevista pronta   3ª m02 - revisada e editada - imprimir
Revista pronta 3ª m02 - revisada e editada - imprimir
 
Informativo GRE Mata Sul nº 08 - Ano I - Dezembro de 2019
Informativo GRE Mata Sul nº 08 - Ano I - Dezembro de 2019Informativo GRE Mata Sul nº 08 - Ano I - Dezembro de 2019
Informativo GRE Mata Sul nº 08 - Ano I - Dezembro de 2019
 
Assembleia marco 2013
Assembleia marco 2013Assembleia marco 2013
Assembleia marco 2013
 

Semelhante a Jornal Páginas do EOB (Número 4)

Jornal Escolar Notícias Frescas
Jornal Escolar Notícias FrescasJornal Escolar Notícias Frescas
Jornal Escolar Notícias Frescas
Henrique Fonseca
 
6ªnewsletter abr15
6ªnewsletter abr156ªnewsletter abr15
6ªnewsletter abr15
BE123AEN
 
2ºedição 2017
2ºedição 20172ºedição 2017
O Belo da Ilha
O Belo da Ilha   O Belo da Ilha
O Belo da Ilha
EMEF ODL
 
relatorios de novembro.docx
relatorios de novembro.docxrelatorios de novembro.docx
relatorios de novembro.docx
MariaZenaidePereira1
 
BOLETIM DE SETEMBRO 2015
BOLETIM DE SETEMBRO 2015BOLETIM DE SETEMBRO 2015
BOLETIM DE SETEMBRO 2015
Espaço Pethistória
 
Jornal Escolar
Jornal EscolarJornal Escolar
Jornal Escolar
Josiele Marcolino
 
Relatos experiencias emi_pedro_ii_lajes
Relatos experiencias emi_pedro_ii_lajesRelatos experiencias emi_pedro_ii_lajes
Relatos experiencias emi_pedro_ii_lajes
Francineteproinfo
 
Implantação do ensino da arte na educação
Implantação do ensino da arte na educaçãoImplantação do ensino da arte na educação
Implantação do ensino da arte na educação
erlonmoreira
 
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO Nº11
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO Nº11PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO Nº11
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO Nº11
Jonasblog
 
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
Risoleta Montez
 
Encontro de Gestores UFF - Set/2013 CEART - Resultados
Encontro de Gestores UFF - Set/2013 CEART - ResultadosEncontro de Gestores UFF - Set/2013 CEART - Resultados
Encontro de Gestores UFF - Set/2013 CEART - Resultados
Universidade-Federal-Fluminense
 
Jornal Da Mostra Cultural
Jornal Da Mostra CulturalJornal Da Mostra Cultural
Jornal Da Mostra Cultural
hsjval
 
Relatório ii mostra cultural
Relatório ii mostra culturalRelatório ii mostra cultural
Relatório ii mostra cultural
André Moraes
 
Projeto eja cultural sre carangola
Projeto eja cultural   sre carangolaProjeto eja cultural   sre carangola
Projeto eja cultural sre carangola
Fabiola Oliveira
 
Pae mapa cronológico
Pae mapa cronológicoPae mapa cronológico
Pae mapa cronológico
lucar2010
 
Informativo aprender
Informativo aprenderInformativo aprender
Informativo aprender
Deise_lopes
 
Monografia Eneadra Pedagogia 2008
Monografia Eneadra Pedagogia 2008Monografia Eneadra Pedagogia 2008
Monografia Eneadra Pedagogia 2008
Biblioteca Campus VII
 
Pnc boletim janeiro_2020
Pnc boletim janeiro_2020Pnc boletim janeiro_2020
Pnc boletim janeiro_2020
joanaassuncao
 
Jornal do juraci marchioni 10 - 11 - 2014
Jornal do juraci marchioni   10 - 11 - 2014Jornal do juraci marchioni   10 - 11 - 2014
Jornal do juraci marchioni 10 - 11 - 2014
semecti
 

Semelhante a Jornal Páginas do EOB (Número 4) (20)

Jornal Escolar Notícias Frescas
Jornal Escolar Notícias FrescasJornal Escolar Notícias Frescas
Jornal Escolar Notícias Frescas
 
6ªnewsletter abr15
6ªnewsletter abr156ªnewsletter abr15
6ªnewsletter abr15
 
2ºedição 2017
2ºedição 20172ºedição 2017
2ºedição 2017
 
O Belo da Ilha
O Belo da Ilha   O Belo da Ilha
O Belo da Ilha
 
relatorios de novembro.docx
relatorios de novembro.docxrelatorios de novembro.docx
relatorios de novembro.docx
 
BOLETIM DE SETEMBRO 2015
BOLETIM DE SETEMBRO 2015BOLETIM DE SETEMBRO 2015
BOLETIM DE SETEMBRO 2015
 
Jornal Escolar
Jornal EscolarJornal Escolar
Jornal Escolar
 
Relatos experiencias emi_pedro_ii_lajes
Relatos experiencias emi_pedro_ii_lajesRelatos experiencias emi_pedro_ii_lajes
Relatos experiencias emi_pedro_ii_lajes
 
Implantação do ensino da arte na educação
Implantação do ensino da arte na educaçãoImplantação do ensino da arte na educação
Implantação do ensino da arte na educação
 
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO Nº11
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO Nº11PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO Nº11
PV NOTÍCIAS - EDIÇÃO Nº11
 
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
14 relatório bibliotecas_escolares_2ºperíodo
 
Encontro de Gestores UFF - Set/2013 CEART - Resultados
Encontro de Gestores UFF - Set/2013 CEART - ResultadosEncontro de Gestores UFF - Set/2013 CEART - Resultados
Encontro de Gestores UFF - Set/2013 CEART - Resultados
 
Jornal Da Mostra Cultural
Jornal Da Mostra CulturalJornal Da Mostra Cultural
Jornal Da Mostra Cultural
 
Relatório ii mostra cultural
Relatório ii mostra culturalRelatório ii mostra cultural
Relatório ii mostra cultural
 
Projeto eja cultural sre carangola
Projeto eja cultural   sre carangolaProjeto eja cultural   sre carangola
Projeto eja cultural sre carangola
 
Pae mapa cronológico
Pae mapa cronológicoPae mapa cronológico
Pae mapa cronológico
 
Informativo aprender
Informativo aprenderInformativo aprender
Informativo aprender
 
Monografia Eneadra Pedagogia 2008
Monografia Eneadra Pedagogia 2008Monografia Eneadra Pedagogia 2008
Monografia Eneadra Pedagogia 2008
 
Pnc boletim janeiro_2020
Pnc boletim janeiro_2020Pnc boletim janeiro_2020
Pnc boletim janeiro_2020
 
Jornal do juraci marchioni 10 - 11 - 2014
Jornal do juraci marchioni   10 - 11 - 2014Jornal do juraci marchioni   10 - 11 - 2014
Jornal do juraci marchioni 10 - 11 - 2014
 

Mais de EOBlog

Calendários de atividades letivas finais
Calendários de atividades letivas finaisCalendários de atividades letivas finais
Calendários de atividades letivas finais
EOBlog
 
Jornal Páginas do EOB (Número 1)
Jornal Páginas do EOB (Número 1)Jornal Páginas do EOB (Número 1)
Jornal Páginas do EOB (Número 1)
EOBlog
 
Pro repensar (calendário letivo)
Pro repensar (calendário letivo)Pro repensar (calendário letivo)
Pro repensar (calendário letivo)
EOBlog
 
Operacionalização em relação ao curso ensino normal médio
Operacionalização em relação ao curso ensino normal médioOperacionalização em relação ao curso ensino normal médio
Operacionalização em relação ao curso ensino normal médio
EOBlog
 
Operacionalização em relação ao curso ensino médio
Operacionalização em relação ao curso ensino médioOperacionalização em relação ao curso ensino médio
Operacionalização em relação ao curso ensino médio
EOBlog
 
Calendário de realização dos projetos ou programas da u.e.e. em 2013
Calendário de realização dos projetos ou programas da u.e.e. em 2013Calendário de realização dos projetos ou programas da u.e.e. em 2013
Calendário de realização dos projetos ou programas da u.e.e. em 2013
EOBlog
 
Projeto Repensar (2012): Calendário Letivo e Informações Gerais
Projeto Repensar (2012): Calendário Letivo e Informações GeraisProjeto Repensar (2012): Calendário Letivo e Informações Gerais
Projeto Repensar (2012): Calendário Letivo e Informações Gerais
EOBlog
 
Projeto da Ressignificação da Dependência Escolar (2012): Ficha de Inscrição ...
Projeto da Ressignificação da Dependência Escolar (2012): Ficha de Inscrição ...Projeto da Ressignificação da Dependência Escolar (2012): Ficha de Inscrição ...
Projeto da Ressignificação da Dependência Escolar (2012): Ficha de Inscrição ...
EOBlog
 
ProEMI/Mais Educação: Álbum da Experiência de 2011
ProEMI/Mais Educação: Álbum da Experiência de 2011ProEMI/Mais Educação: Álbum da Experiência de 2011
ProEMI/Mais Educação: Álbum da Experiência de 2011
EOBlog
 

Mais de EOBlog (9)

Calendários de atividades letivas finais
Calendários de atividades letivas finaisCalendários de atividades letivas finais
Calendários de atividades letivas finais
 
Jornal Páginas do EOB (Número 1)
Jornal Páginas do EOB (Número 1)Jornal Páginas do EOB (Número 1)
Jornal Páginas do EOB (Número 1)
 
Pro repensar (calendário letivo)
Pro repensar (calendário letivo)Pro repensar (calendário letivo)
Pro repensar (calendário letivo)
 
Operacionalização em relação ao curso ensino normal médio
Operacionalização em relação ao curso ensino normal médioOperacionalização em relação ao curso ensino normal médio
Operacionalização em relação ao curso ensino normal médio
 
Operacionalização em relação ao curso ensino médio
Operacionalização em relação ao curso ensino médioOperacionalização em relação ao curso ensino médio
Operacionalização em relação ao curso ensino médio
 
Calendário de realização dos projetos ou programas da u.e.e. em 2013
Calendário de realização dos projetos ou programas da u.e.e. em 2013Calendário de realização dos projetos ou programas da u.e.e. em 2013
Calendário de realização dos projetos ou programas da u.e.e. em 2013
 
Projeto Repensar (2012): Calendário Letivo e Informações Gerais
Projeto Repensar (2012): Calendário Letivo e Informações GeraisProjeto Repensar (2012): Calendário Letivo e Informações Gerais
Projeto Repensar (2012): Calendário Letivo e Informações Gerais
 
Projeto da Ressignificação da Dependência Escolar (2012): Ficha de Inscrição ...
Projeto da Ressignificação da Dependência Escolar (2012): Ficha de Inscrição ...Projeto da Ressignificação da Dependência Escolar (2012): Ficha de Inscrição ...
Projeto da Ressignificação da Dependência Escolar (2012): Ficha de Inscrição ...
 
ProEMI/Mais Educação: Álbum da Experiência de 2011
ProEMI/Mais Educação: Álbum da Experiência de 2011ProEMI/Mais Educação: Álbum da Experiência de 2011
ProEMI/Mais Educação: Álbum da Experiência de 2011
 

Último

Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 

Último (20)

Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 

Jornal Páginas do EOB (Número 4)

  • 1. Euclides da Cunha - BA, 26 de outubro de 2015. Volume 1, edição 03/2015 Nesta edição: SEMINÁRIO ESCOLAR CONSCIENTIZA ALUNOS DO E.O.B p.2 CULTURA JUNINA EUCLIDENSE NA TELINHA DA TV BAHIA p.2 I CAMINHADA E PASSEIO CICLÍS- TICO DO E.O.B p.3 TIRINHA DO EVENTO - I CAMI- NHADA E PASSEIO CICLÍSTICO DO E.O.B p.3 REDUÇÃO A DEZESSEIS: O ESTO- PIM DE UMA GUERRA p.3 JEAN FABRÍCIO FALA SOBRE A MOSTRA EUCLIDENSE DE TEATRO, ANO II p.4 ESTUDANTES DO E.O.B TÊM TEXTOS CLASSIFICADOS NO II CONCURSO PARA ESCRITORES ESCOLARES DE POESIA E DE REDAÇÃO 2015* p.5 INTERCÂMBIO COM A OFICINA RÁDIO ESCOLA — SUGESTÃO DE FILME p.6 FOTOS DA VI FEIRA CULTURAL DO E.O.B - À LUZ DE HUMBERTO TEIXEIRA E OUTRAS LUZES p.6 Jornal Escolar Páginas do E.O.B Editorial Motivados pelo estudo dos gêneros discursivos: notícia, reportagem e entrevista, a equipe do Jornal Escolar Páginas do E.O.B foi a campo e, em sua 3ª edição, traz um recorte das principais notícias, reportagens e entrevistas realizadas pelo grupo. A publicação traz fotos das coberturas fotográficas realizadas pela equipe em alguns dos eventos que ocorreram no colégio. E, em comemoração ao Dia do Poeta (04/10); Dia do Compositor (07/10), Dia Nacional da Leitura (12/10); Dia do Professor (15/10) e ao Dia Nacional do Livro (29/10), a edição traz uma entrevista especial com os alunos do E.O.B que tiveram seus textos selecionados no II Con- curso para Escritores Escolares de Poesia e de Redação 2015. Ademais, inicia a presente publicação com um poema, de uma das integrantes da equipe do Jornal Escolar Páginas do E.O.B. Boa Leitura! ALGUM DIA Se algum dia, eu voltar a sorrir, Se algum dia, a chuva parar de cair, Se algum dia, os pássaros voltarem a cantar, Se algum dia, talvez, a felicidade reinar... Meu bem, eu irei te procurar. Vou olhar em seu lindo olhar, Vou fazer com que seu mais belo sorriso volte a surgir, E farei suas lágrimas pararem de cair. Mas se houver de algum dia, Eu não voltar a sorrir, da chuva não parar de cair, dos pássaros não voltarem a cantar... Não se preocupe! Mesmo assim, meu bem, eu irei te procurar. Para que assim, finalmente, a felicidade possa reinar. (Por: SANTANA, Edvânia, 2ª A - matutino, Oficina Jornal Escolar). I Caminhada e Passeio Ciclístico do E.O.B 18/07/2015 — Sábado letivo. Exposição — Arte Conceitual: experi- mentação artística . 18/06/2015. Eduardo Rehem (3ªA– vespertino) e o escritor Aleiton Fonseca - Cerimônia de premiação dos vencedores do II Concurso para Escritores Escolares de Poesia e de Redação Salvador/BA — 29/07/2015. I Semana Cult do Educandário Oliveira Brito. Durante todo mês de outubro. Culminância: 26 a 29/10/2015. VI Feira Cultural do Educandário Oli- veira Brito: À luz de Humberto Teixei- ra e outras luzes —15 a 17/09/2015. Confira, curta e indique a fanpage do jornal: Páginas do E.O.B (paginaseob@hotmail.com) - coberturas completas, fotos e vídeos dos eventos do E. O.B. I Seminário Escolar: Protagonismo Estudantil – o desempenho do estudante do Ensino Médio. 11/06/2015 Tiragem 150 exemplares Movimentouocolégio
  • 2. No dia 11 de junho de 2015 aconteceu o I Seminário da Unidade Escolar, no auditó- rio do Educandário Oliveira Brito, com o tema: ―Protagonismo estudantil – o desempe- nho do estudante do Ensino Médio‖. A atividade teve como objetivo explicar aos dis- centes sobre os recursos financeiros recebidos pela escola e a forma como são inves- tidos, sobre o desempenho dos alunos em exames externos, como o Avalie, e internos, como a avaliação integrada. Além disso, contou com discursos motivacionais em relação à vida e aos estudos, sendo conduzido por vários docentes da unidade. O seminário iniciou com a apresentação das professoras participantes do ―Projeto Pacto pela Educação‖. As docentes pautaram sua fala na análise de pontos cruciais para se atingir uma melhor qualidade no processo de ensino-aprendizagem do colégio. Dentre esses, melhor aplicação dos re- cursos financeiros recebidos pela instituição, contando com a ajuda dos discentes, expo- sição de gráficos e de tabelas mostrando o desempenho do alunado da escola em exames externos e internos e problematização dos dados do IDEB, que se encontram baixos e em situação crítica. Após este momento, os estudantes foram motivados e incentivados pelos educadores, os quais citaram exemplos de ex-alunos da instituição - de origem humilde e que sempre tiveram acesso ao ensino público -, que alcançaram várias conquis- tas. Por fim, foi exibido um vídeo que versava sobre a importância da educação na vida do ser humano. Assim sendo, nota-se que o seminário conseguiu atingir o seu objetivo, principalmente em termos de sensibilização do alunado acerca da importância da vida escolar e da busca por melhores desempenhos no percurso educativo. Ademais, os profes- sores envolvidos deixaram um convite ao corpo discente, no sentido de que uma escola produtiva e um ensino de qualidade dependem, também, do papel exercido por cada estudante. Tal conduta deve ir além da busca pelo conhecimento, mas também da preservação do próprio espaço físico da Instituição e dos recursos que ela possui. Por: Alesson Cruz (1ª D Matutino); Andreza Aleixo (1ª D matutino); Cleiton Araújo (2ª A Matutino); Edvânia Santana (2ª A matutino); Erica França (3ª E matutino), Juliana Macedo (2ª A matutino); Larissa Carvalho (2ª A matutino); Luciano Dias (3ª B matutino); Matheus Moura (3ª E matutino); Pedro Emanoel Rocha (2ª A Matutino); Raquel Ferreira (1ª D matutino); Rebeca Silva (3ª E matutino) - Oficina Jornal Escolar. Página 2 Confira, curta e indique a fanpage do jornal: Páginas do E.O.B (paginaseob@hotmail.com) SEMINÁRIO ESCOLAR CONSCIENTIZA ALUNOS DO E.O.B CULTURA JUNINA EUCLIDENSE NA TELINHA DA TV BAHIA Em 17 de Junho de 2015, no programa Bahia Meio Dia, emissora TV Bahia, foi exibida a repor- tagem ―Caminhos do São João - 2015‖, realizada na cidade de Euclides da Cunha, BA. A matéria teve como objetivo mostrar as tradições juninas presentes na região, destacando: a culinária, as quadrilhas, o forró pé de serra e os tradicionais festejos da ―Cidade da sanfona‖. A reportagem iniciou com a exibição de parte da fauna local, passando pelo habitat natural das araras azuis, na cidade de Canudos. Em seguida, foi apresentado exemplos do artesanato local, o qual utiliza como matéria prima as palhas do ouricuri. As peças artesanais são vendidas até para o exterior, evidenciando, assim, a forte representação da cultura local. Depois, ao atribuir enfoque ao tema principal – as festividades juninas – mostrou a formatação do Arraia na cidade, as principais atrações musicais e as comi- das típicas, como: a buchada de bode. Continuando, mostrou as quadrilhas juninas da comunida- de de Caimbé e de outras localidades do município. Outro ponto a ser ressaltado na reportagem, se refere à nomeação da cidade, enquanto ―terra da sanfona‖, avultando grandes artistas tradicionais como: Rato Branco e seus meninos, dentre outros sanfoneiros locais. A divulgação das tradições, paisagens, hotelaria, programação das festas e atra- ções juninas, não só ajudou a divulgar a cultura euclidense, como também a engrande- cer os eventos ocorridos na cidade de Euclides da Cunha. Além dessa reportagem, a TV Bahia acabou por fazer outra matéria sobre os preparativos do festejo principal e por fazer correções sobre o nome da festa e suas atrações. Por: Alesson Cruz (1ª D Matutino); Andreza Aleixo (1ª D Matutino); Cleiton Araújo (2ª A Matutino); Érica França (3ª E Matutino); Juliana Macedo (2ªA Matutino); Luciano Dias (3ª B Matutino); Matheus Moura (3ª E Matutino) - Oficina Jornal Escolar.
  • 3. Volume 1, edição 03/2015 I CAMINHADA E PASSEIO CICLÍSTICO DO E.O.B TIRINHA DO EVENTO - I CAMINHADA E PASSEIO CICLÍSTICO DO E.O.B Página 3 No dia 18 de julho de 2015, a ―Primeira Caminhada e Passeio Ci- clístico do Educandário Oliveira Brito‖ mobilizou cerca de 300 estu- dantes da instituição, em um percurso de 4 km (ponto de saída, colé- gio E.O.B, rumo à localidade de Cumbe de Cima, e ponto de chegada, a Instituição citada). Nesta ocasião, os alunos tiveram a oportunidade de praticarem exercícios físicos, divertirem-se e colocarem o papo em dia. O evento foi promovido pelos professores de Educação Física da instituição (Alafaete Reis, Alexandre Oliveira e Daniel Fontes) com o objetivo de oferecer uma atividade extracurricular e, ainda, proporcionar uma saída para o sedentarismo vivenciado por grande parcela dos discentes. Perguntada sobre a iniciativa, a aluna Emilly Almeida (1ª F - Matutino) disse: ―foi uma oportunidade de oferecer aos estudan- tes uma aula diferente, de praticar exercício físico na escola com a galera. Os responsá- veis pela iniciativa estão de parabéns! Gostei muito!‖. Ao se reportar aos professores organizadores, o docente Alafaete agradeceu a presen- ça de todos e acentuou o quão produtiva foi a atividade e frisou estar animado para a reali- zação de outros eventos. O professor Alexandre definiu o acontecimento como: ―uma ativi- dade diferenciada no aspecto pedagógico, para sair um pouco da rotina da sala de aula e explorar ou- tros ambientes, a parte externa da escola [...], além de agregar a prática de um exercício físico para fugir do sedentarismo‖. Daniel, também, agradeceu a presença dos estudantes e disse: ―[...] o objetivo é este: fazer atividades diferenciadas na escola para que a gente não fique só neste conceito de sala de aula‖. Vale registrar, também, a presença de professores de outras disciplinas, não ligados diretamente à atividade, no evento. Paulo Henrique (Professor de Biologia da Instituição) demonstrou grande animação e comentou: ―[...] a caminhada foi ‗massa‘, 10, nós precisa- mos fazer isso mais vezes!‖. (por: Matheus Moura, 3ª E - matutino— Oficina Jornal Escolar). Por: Pedro Emanoel Rocha, 2ª A, matutino — Oficina Jornal Escolar. REDUÇÃO A DEZESSEIS: O ESTOPIM DE UMA GUERRA A redução da maioridade penal no Brasil para dezesseis anos servirá apenas para o aumento da criminalidade. O nosso país tem problemas muito mais complexos que impedem a viabilização dessa proposta. Todos sabem que ―o problema não é de agora‖, é muito mais denso do que se imagina. O projeto de lei que foi apresentado – redução da maioridade penal para dezesseis anos em casos de crimes hediondos -, além de inviável, é ineficaz, pois prender apenas os que cometem crimes hediondos, de maneira nenhuma resolve, ou serve como paliativo para o problema. Os adolescentes brasileiros são procurados para o tráfico de drogas (que não é crime hediondo) e os demais trabalhos de execução, latrocínios e homicídios banais vão ser executados pelos menores aprendizes da empresa do crime que, com certeza, são mais que 5% do efetivo*. Ademais, o nosso sistema prisional não tem condições de abrigar nem os presos adultos, muito menos de reabilitar adolescentes. As cadeias do Brasil são precárias e superlotadas, são ―universidades do crime‖. Nestes espaços, os jovens podem fazer diversas especializações, nas mais vastas ―áreas do conhecimento criminoso‖, como: especialização em homicídio qualificado. A medida urgente que deve ser tomada é a reforma do sistema prisional e da legislação brasileira (Código Penal), impondo penas mais duras, conforme a proporcionalidade dos crimes (prisão perpétua; trabalho civil forçado; castração química etc.), mas também, proporcionar aos detentos um cárcere que tenha condições de reabilitar. É muito importante que haja investimentos em políticas públicas para a educação e para a redução da evasão escolar. A maio- ridade penal deve ser reduzida, sim, mas para 12 anos (não como forma de reduzir a criminalidade, mas com o único objetivo de punir os infratores), com penas iguais para todas as delinquências, porém em espaços separados dos ―doutores do crime‖. (Por: MOURA, Matheus, 3ª E - matutino, Oficina Jornal Escolar). * O trecho faz alusão ao Programa do Governo Federal, Jovem Aprendiz, que exige que todas as empresas tenham, no mínimo, 5% do seu efetivo de adolescentes entre 14 e 24 anos.
  • 4. Jean Fabrício (mais conhecido como Bolinha), diretor e idealizador da ―Mostra Euclidense de Teatro‖, concede uma entrevista para a equipe do Jornal Escolar e relata a importância sociocultural do evento para a cidade de Euclides da Cunha. A ―Mostra‖, que está no seu segundo ano, foi realizada no período de 23 a 26 de julho de 2015. Jornal Escolar: Qual a importância das artes cênicas na formação cultural dos indivíduos da nossa região? Jean Fabrício: As artes cênicas possuem um papel fundamental na formação do indivíduo, principalmente no tocante à formação cidadã. Todos os artistas que trabalham no teatro, primeiramente, além da arte cênica, eles são cidadãos. Então, ela visa contribuir com o ponto de vista crítico, artístico, intelectual em prol de cidadãos que venham interferir na sociedade e usem esta arte como instrumento social e acima de tudo cidadão. Jornal Escolar: Como as “Mostras de Teatro Euclidense” vêm contribuir para o enriquecimento cultural da cidade de Euclides da Cunha? Jean Fabrício: Na Mostra, intitulada ―Mostra de Teatro Euclidense: Troféu Fátima Maria‖, nós temos troféus que premiam os melhores do ano, os quais se destacam em oito categorias. Primeiro, ela contribui com a formação de plateia, que é o objetivo maior, e para a formação de novos talentos, em que as artes cênicas sejam um instrumento desta formação. Além da formação de plateia, fazer com que os grupos sejam mais co- nhecidos e realizar um intercâmbio - porque a Mostra é realizada em quatro dias de evento e neste período a gente tem uma média de seis grupos se apresentando. É uma verdadeira maratona cênica, uma maratona teatral, com uma média de público de mil pessoas que circulam no evento, isso a cada ano. A Mostra é realizada sempre no mês de julho, que é o mês de aniversário da Farrapos que, inclusive, completou 18 anos, este ano, e que é a companhia a qual eu dirijo e que faz a produção artística desta Mostra. Jornal Escolar: Em relação à “Mostra de Teatro”, as suas expectativas foram supridas, superadas? Comente: Jean Fabrício: Sim! Com certeza! Eu acho que quando você produz um evento deste, mesmo estando na 3ª edição, com todos os problemas que a gente acaba enfrentando, como a falta de apoio, ainda tem pessoas que acreditam, alguns parceiros nossos que investem. E, com certeza, as ex- pectativas foram mais que supridas, principalmente pelo sucesso do evento. O artista vive de público, nós tivemos a expectativa, como eu falei anteriormente, entre mil e mil e cem pessoas, filas para entrar. Então, você ter isso no interior, numa cidade como Euclides da Cunha, que já tem uma tradição cultural, uma tradição teatral, eu acho que é um mérito, uma glória para todos nós que fazemos teatro e acreditamos nesta bandeira das artes cênicas. Euclides teve um movimento muito forte na década de 90, onde nós tínhamos cinco grupos teatrais e, hoje, continuam este trabalho. As companhias realizam esse trabalho, seja em oficinas, em programas educacionais, nas mostras, nos festivais de teatro, mas nunca desistindo daquilo que nós acreditamos, que é a arte cênica como produto forte mesmo. Jornal Escolar: Qual foi o principal público-alvo desse evento? Jean Fabrício: Acho que de crianças. Como nós tínhamos uma classificação livre, os espetáculos não tinham uma faixa etária pré-estabelecida. Então, crianças, jovens, mais jovens e adolescentes, até idosos mesmo. Nós tivemos uma plateia bem diversificada nesses dias. Jornal Escolar: Ainda em relação à Mostra, a seu ver, houve algum ponto negativo? Como melhorá-lo? Jean Fabrício: Fazendo uma avaliação geral, só para ressaltar, nós não trabalhamos sozinhos, é um grupo e eu tenho dez pessoas que trabalham comigo. A Mostra ela é produzida por nove produtores que também são atores e se revezam no papel de produtores, além da direção geral que é sobre a minha pessoa. Eu creio que ponto negativo a gente tem, algumas falhas, não é perfeito! Mas a cada ano, nós tentamos aprimorar para que estas falhas não se repitam a fim de que a gente ofereça uma qualidade de espetáculo, de linguagem, de cenário, trilha sonora. É tanto que antes dos espetáculos, nós publicamos um edital, então os grupos têm um mês para se inscreverem, esses grupos passam por uma seleção, entregam uma ficha técnica, o texto original, o vídeo. Isto nós encaminhamos para uma comissão, para que ela veja a relevância social do texto, a linguagem, a qualidade mesmo em si, porque o nosso público merece coisas boas. Então, nós temos essa preocupação. Eu creio que de negativo, não, algumas pequenas falhas, mas que o sucesso do evento acabou cobrindo. Acho que mais pontos positivos do que negativos, acho que a avaliação é essa. Jornal Escolar: Espaço aberto para suas considerações finais: Jean Fabrício: Eu gostaria de agradecer a toda equipe do jornal, agradecer ao Educandário Oliveira Brito que é nosso parceiro desde o início. Nós usamos o auditório, tanto para ensaio, quanto para a realização da Mostra, que é o espaço que dispõe de lugares, de acústica, de tudo. E dizer que a gente continua firme e que sempre que tem trabalhos teatrais em Euclides da Cunha, sempre que a Farrapos estiver se apresentando, ou- tros grupos, também, vocês venham prestigiar, ver os nossos produtos. Todos os trabalhos, nós sabemos que não é fácil, não só em Euclides da Cunha, mas na região. Trabalhar com artes cênicas é uma dedicação mesmo, uma abnegação mesmo, mas de qualquer maneira, quando você vê um aplauso, quando você vê a satisfação do público, o reconhecimento dos seus produtos, acho que tudo isso supera, nós acabamos sendo felizes! E a questão da valorização, todo artista precisa dessa questão da valorização, mas ainda nós temos alguns deslizes com as questões das políticas públicas, investimentos nestes grupos locais, mas nós estamos sempre fomentando esta discussão, seja no grupo, seja na sociedade, nas mídias sociais. Provocando isto, porque o artista, volto a enfatizar, ele é cidadão, então ele deve levar esta voz artística onde ele estiver, sempre! Realização da entrevista: Larrissa Carvalho (2ª A - matutino); Matheus Moura (3ª E - matutino); Laylla Agres (2ª A - matutino); Juliana Macedo (2ª A - matu- tino) e Ryan Mota (3ªE – matutino) - Oficina Jornal Escolar. / Transcrição da entrevista: Larissa Carvalho (2ª A - matutino). * A entrevista foi originalmente filmada, estando - a sua primeira versão - na modalidade oral da língua. Assim sendo, ao passar para a modalidade escrita da língua, a equipe prezou por manter a fala original do entrevistado. Deste modo, ao saber que o registro oral possibilita flexibilidades que a norma padrão escrita não permite, a equipe do jornal esclarece que, mesmo após a revisão da transcrição do texto, optou-se por manter a integridade da fala do entrevistado. Página 4 Confira, curta e indique a fanpage do jornal: Páginas do E.O.B JEAN FABRÍCIO FALA SOBRE A “MOSTRA EUCLIDENSE DE TEATRO, ANO II”*
  • 5. Volume 1, edição 03/2015 Página 5 ESTUDANTES DO E.O.B TÊM TEXTOS SELECIONADOS NO II CONCURSO PARA ESCRITORES ESCOLARES DE POESIA E DE REDAÇÃO 2015* O ―II Concurso para Escritores Escolares de Poesia e de Redação‖ trata-se de um concurso direcionado a todos os alunos das escolas estaduais da Bahia, do Ensino Fundamental I, II e Médio. A proposta é organizada pela Diretoria do Livro e da Leitura (DLL), unidade da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, com o intuito de influenciar os jovens estudantes a escreverem. A cerimônia de entrega do prêmio foi realizada na cidade de Salvador. Neste concurso, o Educandário Oliveira Brito foi representado por um número significativo de alunos, os quais tiveram seus textos classificados. É válido ressaltar que, oito alunos tiveram produções classificadas e um estudante — Eduardo Rehem, 3ª C - vespertino - conquistou a ―menção honrosa‖. Diante dos resultados, a equipe do Jornal Escolar realizou uma entrevista coletiva com os estudantes classificados para saber o que eles têm a dizer sobre essa conquista. Jornal Escolar: Quais foram as suas primeiras impressões em relação ao concurso? O que a proposta despertou em você? Eduardo Rehem (3ª C - vespertino): Eu tive o privilégio de ser selecionado, de chegar até lá. A proposta do projeto em si, foi de incentivo à leitura e o que despertou em mim foi uma motivação para continuar a escrever, depois de ter ganhado estes prêmios e o certificado. Jornal Escolar: Em sua opinião, os estudantes poderiam estar mais engajados em projetos e concursos desse tipo? Matheus Moura (3ªE - matutino): Sim, eu acho interessante que tivesse maior participação dos estudantes para aumentar o número de exposições e, tam- bém, para não ficar tão fácil, ter mais concorrentes. Para que a seleção dos poemas, dos textos, seja mais criteriosa, para que haja mais concorrência, porque o interessante da competição é isto. Jornal Escolar: Para você, o principal motivo de não haver mais oficinas e projetos voltados ao incentivo e propagação da cultura e da educação está relacionado à ausência de incentivo do poder público ou ao desinteresse estudantil pelas manifestações artísticas e culturais? Catiane Santos (1ªB - vespertino): Eu acredito que seja resultado do desinteresse estudantil porque mesmo havendo propostas, a maioria dos alunos não se importa. Jornal Escolar: Quais expectativas foram criadas no momento da inscrição no Projeto? Karolaine Menezes (1ªF - vespertino): [...] Eu senti vontade de escrever para mostrar a minha turma (3ª série E.M), que não é assim ―tão chato‖ escrever, como eles pensam. Jornal Escolar: Ao escrever poesias estamos fazendo “arte”, exercitando mais o português, além de ser uma prática prazerosa. Você tem alguma motivação especial para escrever poesias? Quais são as suas inspirações? Ramon Mota (2ª A - matutino): Minhas inspirações dependem do ambiente em que escrevo. Jornal Escolar: Como foi a sensação e a experiência de saber que, dentre inúmeros textos inscritos no concurso, a sua poesia foi uma das seleciona- das? Edvânia Almeida (1ª A - vespertino): Particularmente, foi a primeira vez que eu inscrevi um texto meu em um concurso, embora já produzisse. A sensação foi extraordinária, saber que dentre produções de inúmeras escolas, diversas poesias, textos, a minha produção foi selecionada. Jornal Escolar: Você já havia inscrito algum texto em outros concursos estudantis? Como você selecionou o texto que concorreu neste concurso? Monaliza Moura (3ª C - vespertino): Eu já havia inscrito no Tempos de Arte Literária (TAL) [...]. E a seleção do poema, na verdade, todos os poemas que eu componho falam das minhas fases. Eu não tenho o propósito de expor [poemas das] minhas fases atuais. Este poema é um texto do ano passado e é referente a uma fase que eu estava meio niilista, porém, eu já não estava mais no ápice dela. Jornal Escolar: A poesia selecionada neste concurso foi produzida especialmente para este propósito? Comente: Mariane Steffany (3ªE - matutino): Não. A professora Francy apresentou a proposta na oficina. Eu estava com a poesia pronta. Ela leu, gostou e eu resolvi enviar. Jornal Escolar: O fato de ter um texto produzido por você selecionado em um concurso à nível estadual, mudou alguma coisa? Motivou-lhe a escrever mais? A participar de outros concursos? Emily Caroline Oliveira (1ª F- matutino): [...]Sim, motivou-me a escrever mais e a tomar a iniciativa de querer participar de mais concursos como esse. Jornal Escolar: Por fim, a equipe do “Jornal Escolar Páginas do E.O.B” gostaria que você, Eduardo Rehem, ganhador da menção honrosa do II Con- curso para Escritores Escolares de Poesia e de Redação - 2015” deixasse um recado para todos os estudantes do E.O.B. Eduardo Rehem (3ª C - vespertino): Eu poderia pedir a vocês para escrever, mas isto tem que partir de vocês. Aqui no colégio tiveram muitos participantes que foram classificados e eu quero parabenizar a todos. E o meu único recado é que tentem sempre escrever! Realização da entrevista: Cleiton Araújo (2ª A Matutino); Edvânia Santana (2ª A - Matutino); Larissa Carvalho (2ª A - Matutino); Andreza Aleixo (1ª D - Ma- tutino) - Oficina Jornal Escolar. / Transcrição da entrevista: Larissa Carvalho (2ª A - Matutino) - Oficina Jornal Escolar. *A entrevista foi originalmente filmada, estando - a sua primeira versão - na modalidade oral da língua. Assim sendo, ao passar para a modalidade escrita da língua, a equi- pe prezou por manter a fala original dos entrevistados. Deste modo, ao saber que o registro oral possibilita flexibilidades que a norma padrão escrita não permite, a equipe do jornal esclarece que, mesmo após a revisão da transcrição do texto, optou-se por manter a integridade da fala dos alunos entrevistados. Alunos do E.O.B que tiveram textos classificados no “II Concurso para Escritores Escolares de Poesia e de Reda- ção 2015” e alguns componentes da equipe do Jornal Escolar. Eduardo Rehem (3ªA-vesp.), ganhador da menção honrosa do II Concurso para Escritores Escolares de Poesia e de Redação 2015.
  • 6. INTERCÂMBIO COM A OFICINA RÁDIO ESCOLAR — SUGESTÃO DE FILME SINOPSE DE FILMES - RÁDIO ESCOLA - 2015 TÍTULO O DOADOR DE MEMÓRIAS DIREÇÃO Philip Noyce IDIOMA Inglês, Português PRODUÇÃO Jeff Bridges MÚSICA Marco Betromi ROTEIRO Michael Mitnick ELENCO Taylor Swift ( Rosimere) Jeff Bridges( O doador) Meryl Streep ( Anciã-Chefe) Brenton Thwaites ( Jonas) Alexander Skasgard ( Pai De Jonas) Odeya Rush ( Fiona) Katie Swift ( Mãe De Jonas) , Camerom Monaghan (Asher) GÊNERO Ficção Científica, Fantasia e Drama DURAÇÃO 1 Hora e 37 Minutos ANO 2014, Setembro DISTRIBUIÇÃO Paris Filmes SINOPSE DO FILME O filme ―O doador de memórias‖, baseado no livro O Doador, de Louis Lowry, conta a história de um jovem - único recebedor de memórias a alcançar o objetivo que seus antecessores não conseguiram realizar. Com um cenário todo em preto e branco, no decorrer do filme, a trama fica colorida levando o espectador a usar a sua imaginação para desvendar os mistérios acerca do que vai acontecer. Aos 18 anos, todos os jovens daquela ―Comunidade perfeita‖ recebiam uma função, de acordo com o seu desempenho durante os seus treinamentos ao longo dos anos, para seu futuro em uma comunidade sem dor, sentimentos e desigualdades. O jovem Jonas foi selecionado para receber de um doador de memórias, as lembranças que foram retiradas das pessoas da comunidade. Jonas aprende várias coisas com o doador de memórias e com alguns ensinamentos descobre que pode libertar todas as memórias da comunidade. Ele desvenda um cami- nho para a libertação das memórias e comete infrações para salvar o próximo recebedor de memórias, que estava prestes a ir para a dispensa, ou seja, ser morto. Jonas alcança o seu objetivo principal e junto a ele um bebê, que seria o próximo recebedor de memórias. INTERDISCIPLINARIDADE DO FILME COM AS DISCIPLINAS O filme também trata de algumas matérias escolares, a saber: Português: A exigência da precisão da linguagem formal e o conceito de palavras específicas; Geografia: Os tipos de relevos, paisagens, as diversas formas de culturas e aos costumes ao redor do mundo; Filosofia: A descobertas de alguns tipos de sentimentos, do caráter e do poder de fazer suas próprias escolhas; Sociologia: O modo e a forma de convivência entre a sociedade, sem qualquer diferença; Biologia: A geração de seres vivos em laboratórios. EXPEDIENTE DO JORNAL ESCOLAR “PÁGINAS DO E.O.B” Educandário Oliveira Brito. Instituição Pública e Estadual de Ensino em funcionamento (Resolução C.E.E. 026/97 – Parecer C.E.E. 052/97 – D.O. 11/07/97). Entidade mantene- dora: Secretaria de Educação da Bahia em convênio com a Prefeitura Municipal de Euclides da Cunha – BA. Endereço: Rua Joaquim Santana Lima, nº 101, Euclides da Cunha - Bahia. Jornal escolar, Páginas do E.O.B, ano 3, volume 1, edição Outubro/2015 – Oficina Jornal Escolar, Ensino Médio Inovador (ProEMI), Professora: Andressa S. de Oliveira. Equipe do Jornal Escolar: Professora responsável e reguladora geral do jornal: Andressa S. de Oliveira. Editores, redatores e repórteres: Andreza Aleixo; Alesson Cruz; Cleiton Araújo; Edvânia Santana; Érica França; Juliana Macedo; Larissa Carvalho; Laylla Agres; Matheus Moura; Pedro Emanoel Rocha; Raquel Silva e Rebeca Silva. Fotografia: . Andreza Aleixo; Alesson Cruz; Larissa Carvalho; Laylla Agres; Matheus Moura e Raquel Silva. Ilustradores: Cleiton Araújo e Pedro Emanoel Rocha. Filmagem: Andreza Aleixo; Juliana Macedo; Laylla Agres; Matheus Moura e Ryan Mota. Diagramação: Equipe do Jornal Escolar. Nosso jornal dá direito de resposta, assim como recebe críticas e sugestões, por meio do seguinte meio de contato: e-mail: paginaseob@hotmail.com Confira a cobertura completa da VI Feira Cultural do E.O.B na fanpage do Jornal Escolar Páginas do E.O.B (paginaseob@hotmail.com) FotosdaVIFeiraCulturaldoE.O.B-ÀLuzdeHumbertoTeixeiraeoutrasluzes AsinopsefoidesenvolvidapelosalunosdaOficinaRádioEscolarecedida paradivulgaçãonoJornalEscolar.