SlideShare uma empresa Scribd logo
Modelo Curricular High/Scope
Origem e Evolução
Década de 60: David Weikart inicia Perry Preschool Project

•Combate ao Insucesso Escolar
•Intervenção precoce                    Investigação
•Escolha do modelo curricular

Década de 70: Processo Planear-Fazer-Rever; Experiências
Chave; Papel do educador


Década de 80: Reflexão do educador; Avaliação, Instrumentos
PIP e COR
FUNDAMENTOS TEÓRICOS


• J. Piaget

• John Dewey

• Erick Erikson
 ...
•a criança tem um papel activo na construção do seu
conhecimento;

•a construção dos conhecimentos não é estática mas
efectua-se através de acções;

as acções da criança devem ser interpretadas como
desenvolvimento das estruturas mentais, através da
interacção social.
John Dewey

“Aprender Fazendo”
Filosofia de Educação Progressiva

 (aprendizagem -mudança activa nos
padrões de pensamento através da
vivência com os outros e com o meio
através da resolução de problemas)


                       Pedagogia da Descoberta
Construtivismo

Defende que o conhecimento tem de ser
apropriado por um esforço voluntário e
esforçado do aluno, que o saber é algo não
dado mas construído, que a imaginação, a
criatividade, a divergência, a autonomia, e
o desafio são ingredientes essenciais do
desenvolvimento pessoal
Construtivismo Social

Andaimar: situações apoiadas pelos adultos
 em que as crianças podem estender as
 suas competências e saberes presentes a
 níveis mais altos de competência e saber
 (Wood, Bruner e Ross, 1976)
Teoria Psicossocial do Desenvolvimento



      Erick Erikson
          (1902-1994)




Aprendizagem perspectivada como experiência social
que envolve interacções significativas para a
construção da identidade pessoal
PRINCÍPIOS BÁSICOS

   ESPAÇOS e MATERIAIS         ROTINA DIÁRIA
                                   Processo
                                    Planear
                                 Fazer/Rever
ENVOLVIMENTO
 COM FAMILIAS   Aprendizagem
                 pela Acção

TRABALHO EQUIPA                CLIMA DE APOIO
                                  POSITIVO


         EXPERIÊNCIAS CHAVE
APRENDIZAGEM PELA ACÇÃO


Viver experiências directas e imediatas e
retirar delas significado através da reflexão



Acção directa              Motivação
    sobre                  Intrínseca
 os objectos
                                    Invenção
            Reflexão                Produção
         sobre as acções           Resolução de
                                    problemas
Ingredientes da Aprendizagem Activa

• Escolha e tomada de decisão



• Linguagem e pensamento



• Educador “Scaffolding”
ORGANIZAÇÃO
         ESPAÇO/MATERIAIS
•   Prioridade ao planeamento da estrutura

•   Selecção de materiais adequados ao desenvolvimento
    e suficientes para todas as crianças (diversidade,
    flexibilidade, variedade)

•   Materiais que reflectem a diversidade da vida familiar

•   Organizados , rotulados (permitir escolher-usar-
    arrumar)

•   Espaço dividido em Áreas/Zonas de interesse
    específico
Áreas de Interesse

 Área dos Blocos              Área da Arte

                   Área da Matemática e da Ciência
 Área dos Jogos
                        Área da Leitura e da Escrita
 Área da Casa
                             Área do Computador
 Área da Areia e Água
                                Área da Carpintaria
Área do Movimento e da Música
                                   Área do Exterior
CLIMA DE INTERACÇÕES

         Clima de apoio positivo
Confiança nos outros, Autonomia, Iniciativa,
Empatia e Auto-confiança




  Centração      Relações      Apoiar as     Abordagem
  nos talentos   autenticas   Brincadeiras   Resolução
                                             Problemas
ROTINA DIÁRIA
Planeamento cuidado

Coerente e consistente

Inclui Tempos/ Espaços/Actividades
diversificadas na sala e no exterior para atender
ao desenvolvimento e necessidades das
crianças

Inclui o Processo de Planear-Fazer-Rever

Prevê actividades de Grande Grupo, Pequeno
Grupo e Individuais
Metodologia

• Pedagogia da Descoberta

• Pedagogia pela Resolução de Problemas

• Pedagogia pela Gestão Partilhada
CONTEÚDO CURRICULAR

O Curriculo é construído com actividades de iniciativa da criança e do
educador em 5 Áreas de Conteúdo


   Abordagens à Aprendizagem

   Linguagem,Literacia e Comunicação

   Desenvolvimento Social e Emocional

   Desenvolvimento Físico, Saúde e Bem-Estar

   Artes e Ciências (matemática, ciência e tecnologia; estudos sociais e
   artes).

  Dentro destas áreas existem 58 indicadores-chave de desenvolvimento
Planeamento e Avaliação

Do educador e das crianças –
tempo concretizado no processo de Planer/
  Fazer/ Rever

Em Equipa –
o tempo de planear é diário (20–40 minutos)
Porque é importante Planear com
           as Crianças?
• estimula as crianças a articularem as suas idéias,
  escolhas e decisões

• promove a auto-confiança das crianças e o seu
  sentido de controle

• leva ao envolvimento e concentração na brincadeira

• apoia o desenvolvimento de actividades lúdicas
  progressivamente mais complexas
AVALIAÇÃO DO EDUCADOR
• Assenta numa Observação cuidada

• Implica Trabalho de Equipa

• Exige planeamento de tempos para Observar e
  registar os dados

• Usa o registo de notas ilustrativas de modo
  sistemático

• Registo de Observação da Criança (COR)
  para avaliar o desenvolvimento de cada criança.
Avaliação do Educador

• A Fundação High/Scope publicou :


  – Perfil de Implementação do Programa (PIP) –
    para avaliar o ambiente;


  – Registo da Avaliação da Qualidade do
    Programa (PQA)
TRABALHO COM A FAMÍLIA
Perspectiva de compartilhar, conviver, respeitar


                   Estratégias

   Relações
   Abertas           Valorizar         Comunicar


Compreender a                        Dinamizar a
   cultura                           participação
                   Envolver e
                    Implicar
EFICÁCIA
Estudos longitudinais testaram a validade
do modelo e mostraram resultados superiores
quando comparados com outros modelos



Relações Interpessoais   Desenvolvimento Motor




Iniciativa    Des. Global      Des. Cognitivo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

PCG 2'17
PCG 2'17PCG 2'17
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos ultimos 15 de abril
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos   ultimos 15 de abrilProjeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos   ultimos 15 de abril
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos ultimos 15 de abril
Maria de lurdes valentim gerardo
 
Manual processos chave creche
Manual processos chave crecheManual processos chave creche
Manual processos chave creche
AMÉLIA ANDRADE
 
Planificacao Março
Planificacao MarçoPlanificacao Março
Planificacao Março
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Projeto anual jogos e brincadeiras
Projeto anual jogos e brincadeirasProjeto anual jogos e brincadeiras
Projeto anual jogos e brincadeiras
Shirley Costa
 
Direitos e deveres da criança
Direitos e deveres da criançaDireitos e deveres da criança
Direitos e deveres da criança
BE ESGN
 
Berçario
BerçarioBerçario
Berçario
Tiago Carvalho
 
UFCD 9185- Cuidados de Rotina Diária e Atividades Promotoras do Desenvolvimen...
UFCD 9185- Cuidados de Rotina Diária e Atividades Promotoras do Desenvolvimen...UFCD 9185- Cuidados de Rotina Diária e Atividades Promotoras do Desenvolvimen...
UFCD 9185- Cuidados de Rotina Diária e Atividades Promotoras do Desenvolvimen...
MafaldaIsabelMoraisB
 
Brinquedos antigos
Brinquedos antigosBrinquedos antigos
Brinquedos antigos
IsauradeCarli
 
Relatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º períodoRelatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º período
SalaAmarelaJIGradil
 
Plano sem. 21 a 25 de jan.
Plano sem. 21 a  25 de jan.Plano sem. 21 a  25 de jan.
Plano sem. 21 a 25 de jan.
ocaracol1
 
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantilBrinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
SimoneHelenDrumond
 
Projetos Brinquedos e Brincadeiras das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da E...
Projetos Brinquedos e Brincadeiras das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da E...Projetos Brinquedos e Brincadeiras das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da E...
Projetos Brinquedos e Brincadeiras das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da E...
Aleinat
 
Creche e ji, rotinas e espaço
Creche e ji, rotinas e espaçoCreche e ji, rotinas e espaço
Creche e ji, rotinas e espaço
Rita Brito
 
EDUCAÇÃO INFANTIL
EDUCAÇÃO INFANTILEDUCAÇÃO INFANTIL
EDUCAÇÃO INFANTIL
Roshelly Milanez
 
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens-O tempo livre da crianç...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens-O tempo livre da crianç...Respostas sociais e educativas para crianças e jovens-O tempo livre da crianç...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens-O tempo livre da crianç...
Susana Costa
 
Pensar a intervenção pedagógica no jardim de infância... um relato
Pensar a intervenção pedagógica no jardim de infância... um relatoPensar a intervenção pedagógica no jardim de infância... um relato
Pensar a intervenção pedagógica no jardim de infância... um relato
Pedro França
 
Projecto curricular 4 anos 1
Projecto curricular 4 anos 1Projecto curricular 4 anos 1
Projecto curricular 4 anos 1
claudiasofiareis77
 
Planificacao Junho
Planificacao JunhoPlanificacao Junho
Planificacao Junho
SalaAmarela Enxara Do Bispo
 
Planejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidosPlanejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidos
SimoneHelenDrumond
 

Mais procurados (20)

PCG 2'17
PCG 2'17PCG 2'17
PCG 2'17
 
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos ultimos 15 de abril
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos   ultimos 15 de abrilProjeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos   ultimos 15 de abril
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos ultimos 15 de abril
 
Manual processos chave creche
Manual processos chave crecheManual processos chave creche
Manual processos chave creche
 
Planificacao Março
Planificacao MarçoPlanificacao Março
Planificacao Março
 
Projeto anual jogos e brincadeiras
Projeto anual jogos e brincadeirasProjeto anual jogos e brincadeiras
Projeto anual jogos e brincadeiras
 
Direitos e deveres da criança
Direitos e deveres da criançaDireitos e deveres da criança
Direitos e deveres da criança
 
Berçario
BerçarioBerçario
Berçario
 
UFCD 9185- Cuidados de Rotina Diária e Atividades Promotoras do Desenvolvimen...
UFCD 9185- Cuidados de Rotina Diária e Atividades Promotoras do Desenvolvimen...UFCD 9185- Cuidados de Rotina Diária e Atividades Promotoras do Desenvolvimen...
UFCD 9185- Cuidados de Rotina Diária e Atividades Promotoras do Desenvolvimen...
 
Brinquedos antigos
Brinquedos antigosBrinquedos antigos
Brinquedos antigos
 
Relatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º períodoRelatório Síntese 1º período
Relatório Síntese 1º período
 
Plano sem. 21 a 25 de jan.
Plano sem. 21 a  25 de jan.Plano sem. 21 a  25 de jan.
Plano sem. 21 a 25 de jan.
 
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantilBrinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
 
Projetos Brinquedos e Brincadeiras das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da E...
Projetos Brinquedos e Brincadeiras das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da E...Projetos Brinquedos e Brincadeiras das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da E...
Projetos Brinquedos e Brincadeiras das Educadoras da 1ª fase do 1º ciclo da E...
 
Creche e ji, rotinas e espaço
Creche e ji, rotinas e espaçoCreche e ji, rotinas e espaço
Creche e ji, rotinas e espaço
 
EDUCAÇÃO INFANTIL
EDUCAÇÃO INFANTILEDUCAÇÃO INFANTIL
EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens-O tempo livre da crianç...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens-O tempo livre da crianç...Respostas sociais e educativas para crianças e jovens-O tempo livre da crianç...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens-O tempo livre da crianç...
 
Pensar a intervenção pedagógica no jardim de infância... um relato
Pensar a intervenção pedagógica no jardim de infância... um relatoPensar a intervenção pedagógica no jardim de infância... um relato
Pensar a intervenção pedagógica no jardim de infância... um relato
 
Projecto curricular 4 anos 1
Projecto curricular 4 anos 1Projecto curricular 4 anos 1
Projecto curricular 4 anos 1
 
Planificacao Junho
Planificacao JunhoPlanificacao Junho
Planificacao Junho
 
Planejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidosPlanejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidos
 

Semelhante a Jornadas high scope elisaleandro

Jornadas trabalho de projecto elisaleandro
Jornadas  trabalho de projecto elisaleandroJornadas  trabalho de projecto elisaleandro
Jornadas trabalho de projecto elisaleandro
ermelinda mestre
 
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...
Universidade Federal de Pernambuco
 
Trabalho de projecto1
Trabalho de projecto1Trabalho de projecto1
Trabalho de projecto1
Ana Rosa Gonçalves
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
thaispb
 
Inovações Pedagógicas no Ensino de Biologia
Inovações Pedagógicas no Ensino de BiologiaInovações Pedagógicas no Ensino de Biologia
Inovações Pedagógicas no Ensino de Biologia
Universidade Federal de Pernambuco
 
PPT session 5 22/04/2013
PPT session 5 22/04/2013PPT session 5 22/04/2013
PPT session 5 22/04/2013
Ministry of Education
 
PPT session 5 22042013
PPT session 5 22042013PPT session 5 22042013
PPT session 5 22042013
PPT session 5 22042013PPT session 5 22042013
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de PiratubaOrientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Claudia Jung
 
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de PiratubaOrientações para projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Claudia Jung
 
Metodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Metodologias Ativas, Imersivas e InovadorasMetodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Metodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Universidade Federal de Pernambuco
 
Tendêcias Pedagógicas para 2018
Tendêcias Pedagógicas para 2018Tendêcias Pedagógicas para 2018
Tendêcias Pedagógicas para 2018
Universidade Federal de Pernambuco
 
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdf
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdfufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdf
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdf
evapinto19
 
Jornadas remilia
Jornadas remiliaJornadas remilia
Jornadas remilia
manuelsilva309
 
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e InovadorasEducação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Universidade Federal de Pernambuco
 
Aula Novos Rumos Da EducaçãO 20091
Aula Novos Rumos Da EducaçãO 20091Aula Novos Rumos Da EducaçãO 20091
Aula Novos Rumos Da EducaçãO 20091
Difusão Editora
 
Medal mer
Medal merMedal mer
Medal mer
Medal merMedal mer
Trabalho aderbal
Trabalho aderbalTrabalho aderbal
Trabalho aderbal
aderbal12345
 
ALTAS HABILIDADES - SUPERDOTAÇÃO
  ALTAS HABILIDADES - SUPERDOTAÇÃO  ALTAS HABILIDADES - SUPERDOTAÇÃO
ALTAS HABILIDADES - SUPERDOTAÇÃO
marciarejane
 

Semelhante a Jornadas high scope elisaleandro (20)

Jornadas trabalho de projecto elisaleandro
Jornadas  trabalho de projecto elisaleandroJornadas  trabalho de projecto elisaleandro
Jornadas trabalho de projecto elisaleandro
 
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...
 
Trabalho de projecto1
Trabalho de projecto1Trabalho de projecto1
Trabalho de projecto1
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Inovações Pedagógicas no Ensino de Biologia
Inovações Pedagógicas no Ensino de BiologiaInovações Pedagógicas no Ensino de Biologia
Inovações Pedagógicas no Ensino de Biologia
 
PPT session 5 22/04/2013
PPT session 5 22/04/2013PPT session 5 22/04/2013
PPT session 5 22/04/2013
 
PPT session 5 22042013
PPT session 5 22042013PPT session 5 22042013
PPT session 5 22042013
 
PPT session 5 22042013
PPT session 5 22042013PPT session 5 22042013
PPT session 5 22042013
 
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de PiratubaOrientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
 
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de PiratubaOrientações para projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
 
Metodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Metodologias Ativas, Imersivas e InovadorasMetodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
Metodologias Ativas, Imersivas e Inovadoras
 
Tendêcias Pedagógicas para 2018
Tendêcias Pedagógicas para 2018Tendêcias Pedagógicas para 2018
Tendêcias Pedagógicas para 2018
 
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdf
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdfufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdf
ufcd_9637_-_principais_modelos_pedagogicos.pdf
 
Jornadas remilia
Jornadas remiliaJornadas remilia
Jornadas remilia
 
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e InovadorasEducação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
 
Aula Novos Rumos Da EducaçãO 20091
Aula Novos Rumos Da EducaçãO 20091Aula Novos Rumos Da EducaçãO 20091
Aula Novos Rumos Da EducaçãO 20091
 
Medal mer
Medal merMedal mer
Medal mer
 
Medal mer
Medal merMedal mer
Medal mer
 
Trabalho aderbal
Trabalho aderbalTrabalho aderbal
Trabalho aderbal
 
ALTAS HABILIDADES - SUPERDOTAÇÃO
  ALTAS HABILIDADES - SUPERDOTAÇÃO  ALTAS HABILIDADES - SUPERDOTAÇÃO
ALTAS HABILIDADES - SUPERDOTAÇÃO
 

Mais de ermelinda mestre

Planetas2
Planetas2Planetas2
Planetas2
ermelinda mestre
 
Ementa diferida novembro 2014
Ementa diferida novembro 2014Ementa diferida novembro 2014
Ementa diferida novembro 2014
ermelinda mestre
 
Ementa diferida outubro 2014
Ementa diferida outubro 2014Ementa diferida outubro 2014
Ementa diferida outubro 2014
ermelinda mestre
 
Condicoes de sucesso_no_final_da_epe (1)
Condicoes de sucesso_no_final_da_epe (1)Condicoes de sucesso_no_final_da_epe (1)
Condicoes de sucesso_no_final_da_epe (1)
ermelinda mestre
 
4. Sessão Escola Pais
4. Sessão Escola Pais4. Sessão Escola Pais
4. Sessão Escola Pais
ermelinda mestre
 
Livro informativo
Livro informativoLivro informativo
Livro informativo
ermelinda mestre
 
Regimento interno dos Jardins de Infância
Regimento interno dos Jardins de InfânciaRegimento interno dos Jardins de Infância
Regimento interno dos Jardins de Infância
ermelinda mestre
 
Metas pré escolar
Metas pré escolarMetas pré escolar
Metas pré escolar
ermelinda mestre
 
Metas pré escolar (1)
Metas pré escolar (1)Metas pré escolar (1)
Metas pré escolar (1)
ermelinda mestre
 
Portefólio digital 2013
Portefólio digital 2013Portefólio digital 2013
Portefólio digital 2013
ermelinda mestre
 
Sindrome
SindromeSindrome
Portefólio digital 2012
Portefólio digital 2012Portefólio digital 2012
Portefólio digital 2012
ermelinda mestre
 
Portefólio ,mafra
Portefólio ,mafraPortefólio ,mafra
Portefólio ,mafra
ermelinda mestre
 
1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertido1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertido
ermelinda mestre
 
As flores do meu jardim
As flores do meu jardimAs flores do meu jardim
As flores do meu jardim
ermelinda mestre
 
Filhos do coração
Filhos do coraçãoFilhos do coração
Filhos do coração
ermelinda mestre
 
Livro da mae pdf
Livro da mae pdfLivro da mae pdf
Livro da mae pdf
ermelinda mestre
 
Mãe, querida Mãe
Mãe, querida MãeMãe, querida Mãe
Mãe, querida Mãe
ermelinda mestre
 
Sementinha
Sementinha   Sementinha
Sementinha
ermelinda mestre
 

Mais de ermelinda mestre (20)

Planetas2
Planetas2Planetas2
Planetas2
 
Ementa diferida novembro 2014
Ementa diferida novembro 2014Ementa diferida novembro 2014
Ementa diferida novembro 2014
 
Ementa diferida outubro 2014
Ementa diferida outubro 2014Ementa diferida outubro 2014
Ementa diferida outubro 2014
 
Condicoes de sucesso_no_final_da_epe (1)
Condicoes de sucesso_no_final_da_epe (1)Condicoes de sucesso_no_final_da_epe (1)
Condicoes de sucesso_no_final_da_epe (1)
 
4. Sessão Escola Pais
4. Sessão Escola Pais4. Sessão Escola Pais
4. Sessão Escola Pais
 
Mapa da história
Mapa da históriaMapa da história
Mapa da história
 
Livro informativo
Livro informativoLivro informativo
Livro informativo
 
Regimento interno dos Jardins de Infância
Regimento interno dos Jardins de InfânciaRegimento interno dos Jardins de Infância
Regimento interno dos Jardins de Infância
 
Metas pré escolar
Metas pré escolarMetas pré escolar
Metas pré escolar
 
Metas pré escolar (1)
Metas pré escolar (1)Metas pré escolar (1)
Metas pré escolar (1)
 
Portefólio digital 2013
Portefólio digital 2013Portefólio digital 2013
Portefólio digital 2013
 
Sindrome
SindromeSindrome
Sindrome
 
Portefólio digital 2012
Portefólio digital 2012Portefólio digital 2012
Portefólio digital 2012
 
Portefólio ,mafra
Portefólio ,mafraPortefólio ,mafra
Portefólio ,mafra
 
1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertido1 planificação setembro convertido
1 planificação setembro convertido
 
As flores do meu jardim
As flores do meu jardimAs flores do meu jardim
As flores do meu jardim
 
Filhos do coração
Filhos do coraçãoFilhos do coração
Filhos do coração
 
Livro da mae pdf
Livro da mae pdfLivro da mae pdf
Livro da mae pdf
 
Mãe, querida Mãe
Mãe, querida MãeMãe, querida Mãe
Mãe, querida Mãe
 
Sementinha
Sementinha   Sementinha
Sementinha
 

Último

A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 

Jornadas high scope elisaleandro

  • 2. Origem e Evolução Década de 60: David Weikart inicia Perry Preschool Project •Combate ao Insucesso Escolar •Intervenção precoce Investigação •Escolha do modelo curricular Década de 70: Processo Planear-Fazer-Rever; Experiências Chave; Papel do educador Década de 80: Reflexão do educador; Avaliação, Instrumentos PIP e COR
  • 3. FUNDAMENTOS TEÓRICOS • J. Piaget • John Dewey • Erick Erikson ...
  • 4. •a criança tem um papel activo na construção do seu conhecimento; •a construção dos conhecimentos não é estática mas efectua-se através de acções; as acções da criança devem ser interpretadas como desenvolvimento das estruturas mentais, através da interacção social.
  • 5. John Dewey “Aprender Fazendo” Filosofia de Educação Progressiva (aprendizagem -mudança activa nos padrões de pensamento através da vivência com os outros e com o meio através da resolução de problemas) Pedagogia da Descoberta
  • 6. Construtivismo Defende que o conhecimento tem de ser apropriado por um esforço voluntário e esforçado do aluno, que o saber é algo não dado mas construído, que a imaginação, a criatividade, a divergência, a autonomia, e o desafio são ingredientes essenciais do desenvolvimento pessoal
  • 7. Construtivismo Social Andaimar: situações apoiadas pelos adultos em que as crianças podem estender as suas competências e saberes presentes a níveis mais altos de competência e saber (Wood, Bruner e Ross, 1976)
  • 8. Teoria Psicossocial do Desenvolvimento Erick Erikson (1902-1994) Aprendizagem perspectivada como experiência social que envolve interacções significativas para a construção da identidade pessoal
  • 9. PRINCÍPIOS BÁSICOS ESPAÇOS e MATERIAIS ROTINA DIÁRIA Processo Planear Fazer/Rever ENVOLVIMENTO COM FAMILIAS Aprendizagem pela Acção TRABALHO EQUIPA CLIMA DE APOIO POSITIVO EXPERIÊNCIAS CHAVE
  • 10. APRENDIZAGEM PELA ACÇÃO Viver experiências directas e imediatas e retirar delas significado através da reflexão Acção directa Motivação sobre Intrínseca os objectos Invenção Reflexão Produção sobre as acções Resolução de problemas
  • 11. Ingredientes da Aprendizagem Activa • Escolha e tomada de decisão • Linguagem e pensamento • Educador “Scaffolding”
  • 12. ORGANIZAÇÃO ESPAÇO/MATERIAIS • Prioridade ao planeamento da estrutura • Selecção de materiais adequados ao desenvolvimento e suficientes para todas as crianças (diversidade, flexibilidade, variedade) • Materiais que reflectem a diversidade da vida familiar • Organizados , rotulados (permitir escolher-usar- arrumar) • Espaço dividido em Áreas/Zonas de interesse específico
  • 13. Áreas de Interesse Área dos Blocos Área da Arte Área da Matemática e da Ciência Área dos Jogos Área da Leitura e da Escrita Área da Casa Área do Computador Área da Areia e Água Área da Carpintaria Área do Movimento e da Música Área do Exterior
  • 14. CLIMA DE INTERACÇÕES Clima de apoio positivo Confiança nos outros, Autonomia, Iniciativa, Empatia e Auto-confiança Centração Relações Apoiar as Abordagem nos talentos autenticas Brincadeiras Resolução Problemas
  • 15. ROTINA DIÁRIA Planeamento cuidado Coerente e consistente Inclui Tempos/ Espaços/Actividades diversificadas na sala e no exterior para atender ao desenvolvimento e necessidades das crianças Inclui o Processo de Planear-Fazer-Rever Prevê actividades de Grande Grupo, Pequeno Grupo e Individuais
  • 16. Metodologia • Pedagogia da Descoberta • Pedagogia pela Resolução de Problemas • Pedagogia pela Gestão Partilhada
  • 17. CONTEÚDO CURRICULAR O Curriculo é construído com actividades de iniciativa da criança e do educador em 5 Áreas de Conteúdo Abordagens à Aprendizagem Linguagem,Literacia e Comunicação Desenvolvimento Social e Emocional Desenvolvimento Físico, Saúde e Bem-Estar Artes e Ciências (matemática, ciência e tecnologia; estudos sociais e artes). Dentro destas áreas existem 58 indicadores-chave de desenvolvimento
  • 18. Planeamento e Avaliação Do educador e das crianças – tempo concretizado no processo de Planer/ Fazer/ Rever Em Equipa – o tempo de planear é diário (20–40 minutos)
  • 19. Porque é importante Planear com as Crianças? • estimula as crianças a articularem as suas idéias, escolhas e decisões • promove a auto-confiança das crianças e o seu sentido de controle • leva ao envolvimento e concentração na brincadeira • apoia o desenvolvimento de actividades lúdicas progressivamente mais complexas
  • 20. AVALIAÇÃO DO EDUCADOR • Assenta numa Observação cuidada • Implica Trabalho de Equipa • Exige planeamento de tempos para Observar e registar os dados • Usa o registo de notas ilustrativas de modo sistemático • Registo de Observação da Criança (COR) para avaliar o desenvolvimento de cada criança.
  • 21. Avaliação do Educador • A Fundação High/Scope publicou : – Perfil de Implementação do Programa (PIP) – para avaliar o ambiente; – Registo da Avaliação da Qualidade do Programa (PQA)
  • 22. TRABALHO COM A FAMÍLIA Perspectiva de compartilhar, conviver, respeitar Estratégias Relações Abertas Valorizar Comunicar Compreender a Dinamizar a cultura participação Envolver e Implicar
  • 23. EFICÁCIA Estudos longitudinais testaram a validade do modelo e mostraram resultados superiores quando comparados com outros modelos Relações Interpessoais Desenvolvimento Motor Iniciativa Des. Global Des. Cognitivo