SlideShare uma empresa Scribd logo
1
JB NEWSRede Catarinense de Comunicação da Maçonaria Universal
www.radiosintonia33 – jbnews@floripa.com.br
Informativo Nr. 1.067
Filiado à ABIM sob nr. 007/JV
Loja Templários da Nova Era nr. 91
Quintas-feiras às 20h00 - Templo: Obreiros da Paz - Canasvieiras
Editoria: IrJeronimo Borges – JP-2307-MT/SC
Florianópolis (SC) - segunda-feira, 05 de agosto de 2013
Índice:
Bloco 1 - Almanaque
Bloco 2 - Opinião - O mal da gravata - Mario Gentil Costa
Bloco 3 - IrRui Bandeira - A Quarta Coluna
Bloco 4 - IrHercule Spoladore - O Maçom, esse desconhecido.
Bloco 5 - IrJosé David Belmonte Beltrán ( México) - El Ídolo
Bloco 6 - Ir Sérgio Quirino Guimarães - Liberdade
Bloco 7 - Destaques JB
Pesquisas e artigos:
Acervo JB News - Internet – Colaboradores – Blogs - http:pt.wikipedia.org
- Imagens: próprias e www.google.com.br
Hoje, 05 de agosto de 2013, 217º dia do calendário gregoriano. Faltam 148 para acabar o ano.
Se não deseja receber mais este informativo ou alterou o seu endereço eletrônico, por favor, comunique-nos
2
 1100 - Coroação de Henrique I de Inglaterra na Abadia de Westminster.

 1305 - William Wallace, que liderou a resistência escocesa à Inglaterra, foi capturado pelos
ingleses perto de Glasgow e transportado para Londres para julgamento e execução.
 1498 - Na sua terceira viagem à América, Colombo pisa pela primeira vez em terra continental na
enseada de Yacua, situada na costa sul da península de Paria, na atual Venezuela.
 1583 - Sir Humphrey Gilbert estabelece a primeira colônia inglesa na América do Norte, no que
hoje é St. John's, Newfoundland.
 1585 - Fundação de João Pessoa, Paraíba, com o nome de Nossa Senhora das Neves.
 1772 - Tratado de São Petersburgo, através do qual se confirma a primeira divisão da Polônia entre
seus países vizinhos.
 1775 - Pela primeira vez entra um barco na baia de San Francisco da Califórnia, o "San Carlos",
capitaneado por Juan Manuel de Ayala.
 1829 - Estréia de "Guilherme Tell", de Rossini, na Ópera de Paris.
 1850 - Manuel Isidoro Belzú é proclamado presidente constitucional da Bolívia.
 1858 - Cyrus West Field e outros completam o primeiro cabo de telégrafo transatlântico após
diversas tentativas mal-sucedidas. Operou por menos de um mês.
 1860 - Carl IV da Suécia-Noruega é coroado rei da Noruega, em Trondheim.
 1874 - O Japão lança seu Sistema de Banco Postal, moldado seguindo sistema similar na Inglaterra.
 1886 - A Colômbia se organiza politicamente como República Central Unitária.
 1905 - Através da mediação do presidente norte-americano Theodore Roosevelt, o Tratado de
Portsmouth é assinado, dando fim à guerra entre Rússia e Japão.
 1912 - O primeiro serviço de táxi do Japão começa em Ginza, Tóquio.
 1914 - Espanha e Estados Unidos se declaram neutros na Primeira Guerra Mundial.
 1915 - Primeira Guerra Mundial: tropas alemãs tomam Varsóvia.
 1918 - A Áustria capitula ante as tropas aliadas.
 1919 - O general turco Mustafá Kemal Bajá se revolta, junto com seus partidários do congresso
nacionalista de Erzurum, contra o governo de Damad Ferid.
 1920 - Em Moscou, a "Carta do Construtivismo" se torna pública, revelando um movimento
artístico baseado nos ideais do Estado Operário.
 1929 - Inauguração do serviço radiotelegráfico entre Berlim e México.
 1936
o Na Colômbia, a Constituição de 1886 é reformada, com a introdução da separação Igreja-
Estado.
o O atleta negro norte-americano Jesse Owens ganha a terceira medalha de ouro na
Olimpíada de Berlim, na Alemanha. Na época, o país estava sob o domínio do nazismo.
 1941 - Segunda Guerra Mundial: os alemães esmagam as tropas soviéticas em Smolensko.
 1942 - O médico polonês Janusz Korczack é executado no campo de extermínio de Treblinka.
Korczack era diretor do orfanato judeu de Varsóvia e não aceitou separar-se de suas crianças,
quando estas foram levadas a Treblinka.
 1947 - O presidente Harry Truman determina que o governador de Porto Rico seja eleito pelo povo
portorriquenho, não pelo presidente dos EUA.
Eventos Históricos
Aprofunde seu conhecimento clicando nas palavras sublinhadas.
1 - ALMANAQUE
3
 1949 - No Equador, um sismo destrói 50 cidades e mata 6.000 pessoas.
 1954 - Carlos Lacerda sofre o Atentado de Toneleros. Seu guarda-costas, o major-aviador Rubens
Florentino Vaz, também alvejado, morre pouco tempo depois.
 1960 - Independência do Alto Volta.
 1966 - Os Beatles lançam o álbum Revolver.
 1967 - Os Pink Floyd editam o álbum The piper at the gates of dawn.
 1974 - Morrem aproximadamente duas mil pessoas, quando um terço de Bangladesh fica coberto
por água.
 1985 - Paul Bregman, tripulante do bombardeiro que lançou uma bomba atômica sobre Nagasaki
em agosto de 1945, se suicida em sua casa de Los Angeles (EUA).
 1988 - As tropas soviéticas abandonam Kandahar, antiga capital do Afeganistão.
 1992 - Guerra dos Balcãs: o embaixador da Bósnia e Herzegovina denuncia nas Nações Unidas que
os sérvios da Bósnia assassinaram 17 mil civis.
 1994 - Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai decidem em Buenos Aires criar uma zona de livre
comércio entre MERCOSUL e Bolívia.
 1995 - O secretário de Estado norte-americano, Warren Christopher, e o secretário vietnamita,
Nguyen Manh Cam, firmam em Hanói a normalização das relações entre ambos países, após 20
anos.
 2005 - Entre os dias 5 e 6 de agosto, deu-se o maior assalto a banco da história do Brasil. Foram
levados R$ 164.755.150,00 do cofre da agência do Banco Central do Brasil em Fortaleza - Ceará
 Dia da Vitória e o Dia Nacional de Ação de Graças da Croácia.
 Dia da independência de Burkina Faso.
Brasil
 Dia Nacional da Saúde
 Dia da Farmácia
 Feriado em Ribeirão das Neves, Minas Gerais - Dia da Padroeira Nossa Senhora das Neves
 Feriado em Rio Verde, Goiás - Aniversário da cidade.
 Feriado no estado da Paraíba - Fundação do Estado, emancipação da capital João Pessoa e
dia da Padroeira Nossa Senhora das Neves.
(Fontes: “O Livro dos Dias” 17ª edição e arquivo pessoal)
1684 Nasce James Anderson, compilador da primeira constituição maçônica, em
Edimburgo, na Escócia.
James Anderson nasceu e foi educado em Aberdeen, na Escócia. Ordenado
ministro de Igreja da Escócia em 1707, deslocou-se para Londres, onde
ministrou a congregação de "Glass House Street" até 1710, e a Igreja
Presbiteriana na Swallow Street até 1734, terminando em Lisle Street Chapel
até à data da sua morte. É relatado por ter perdido uma soma grande de
dinheiro no crash de South Sea Company em 1720. James Anderson é
sobretudo conhecido pela sua associação com a Maçonaria.
1822 Ata da 10ª Sessão do Grande Oriente Brasileiro, presidida por Joaquim
Gonçalves Ledo. Proposição para o Grau de Mestre Maçom ao príncipe D.
feriados e eventos cíclicos
fatos maçônicos do dia
4
Pedro aprovada. Grau conferido pelo VM da Loja Comércio e Artes,
Manoel dos Santos Portugal.
1876 A Loja Esperança de Nictheroy recebeu o título de Grande Benemérita,
tendo em vista, ter emprestado ao Grande Oriente do Brasil em 1876, dois mil
contos de réis; e de Grande Benfeitora em 20 de junho de 1947 e por ocasião
do aniversário de 125 anos; recebeu a Comenda da “Cruz da Perfeição
Maçônica” (Lojas com mais de cem anos) em 18 de junho de 1977.
1884 William Brodie, GM da GL de Nova York, preside a colocação da Pedra
Fundamental das fundações para a Estátua da Liberdade, obra do escultor
francês, Irmão Fréderic Auguste Bartholdi.
1894 Fundação da Loja Maçônica Amizade de Bagé foi fundada em 5 de agosto
de 1894, sendo a instituição mais antiga da cidade a funcionar
ininterruptamente até os dias atuais.
1905 Rui Barbosa, nosso irmão, propõe anistia para os implicados na revolta de
novembro de 1904, entre eles Lauro Sodré, GM do GO do Brasil.
1964 Fundação da Loja Bartolomeu, Fagundes nr. 08, de Natal, pertencente ao
Grande Oriente Independente do Estado do Rio Grande do Norte
(GOIERN)
1977 Fundação da Loja Maçônica 5 de Agosto nr. 2037, de João Pessoa, que
trabalha no Rito Adonhiramita, GOB/PB
1980 Fundação da Loja Cirilo Santos nr. 16, de Parelhas, do Rio Grande do
Norte (GOIERN)
2006 Fundação da Loja DeMolay Nelson Dequech Júnior nr. 133, de Londrina,
jurisdicionada ao Grande Oriente do Paraná.
2009 Instalada a ARLS FIDELITAS nº 47, Jurisdicionada a MR Grande Loja
Maçônica do Estado da Paraíba.
Bethel Fênix: 15 anos
Agende-se: 24 de agosto de 2013 (sábado)
O Bethel Fênix de Florianópolis está se preparando para a sua festa de 15
anos de fundação, programada para o penúltimo sábado de agosto (dia 24).
Será às 18h00 do dia 24 de agosto (sábado) nas dependências da Grande Loja
de Santa Catarina, no Campeche.
Após a cerimônia será servido um jantar e, em seguida, haverá uma festa de
confraternização.
O traje será passeio completo e maiores informações com Ivone (48) 8449-
5001 ou Maria Cecília (48) 99722871. Os ingressos são limitados.
Confirme sua presença até dia 16 de agosto.
5
Mario Gentil Costa.
O autor, é médico em Florianópolis.
Contato: magenco@terra.com.br
Nunca fui adepto da gravata como peça obrigatória do bem-vestir
masculino. Não nego seu eventual efeito estético numa indumentária formal e
cerimoniosa, mas, se dependesse de mim, ela já teria sido abolida. E por
diversas razões, a principal das quais, o desconforto que sempre me causou
ter o pescoço envolvido por um nó, que, mesmo folgado, não deixa de ser um
nó. Assim sendo, garanto-lhes que se presa do mais compulsivo delírio
cleptomaníaco, eu jamais seria flagrado surrupiando gravatas em lojas,
fossem essas de grife ou não...
Acabo de ler, numa revista médica catarinense, o artigo “Doutor de
gravata pode estar mal acompanhado”, de autoria do neurocirurgião Cezar
Zillig, de Blumenau, dando conta dos riscos de contaminação dos ambientes
hospitalares por germes habitualmente presentes em gravatas, por mais
conservadas que elas pareçam estar.
E é fácil aceitar a tese: gravatas são, a rigor, o único elemento do
vestuário que não é lavado. E são constantemente manuseadas pelo usuário,
tanto ao vestir-se quanto no ato involuntário e quase automático de ajustá-la
ao colarinho. Então, de que adiantam um jaleco e uma camisa trocados
diariamente, imaculados em sua brancura asséptica, se a gravata estiver
contaminada?
O uso da gravata por médicos é antigo, secular. Para ilustrar esta
afirmação, lembro o famoso quadro de Rembrandt – “Lição de Anatomia do
Doutor Tulp”, de 1632 – em que o mestre, cercado de assistentes ávidos por
absorver sua competência catedrática, dá uma aula magna de dissecção num
cadáver. Reparem: ele, além do chapelão negro, enverga um simulacro de
gravata e não veste luvas. Suponhamo-lo, finda a demonstração, saindo em
grande estilo, seguido pela extasiada platéia em direção a uma sala de
operações, onde, sem trocar de roupa nem, possivelmente, lavar as mãos –
pois naquele tempo, antes das descobertas de Louis Pasteur, não se cogitava
da existência de micróbios patogênicos – aplicará num ser vivo a habilidade
de seus vastos dotes com a pompa que a fama lhe faculta e concede: o
paciente, fatalmente, terá morrido.
2 - OPINIÃO - O mal da gravata
Mario Gentil Cossta
6
Se hoje, com as modernas técnicas de antissepsia e o variado arsenal
de antibióticos poderosos, isso ainda pode ocorrer, fica fácil imaginar quantos
pacientes da época poderiam ter sobrevivido à doença e à cirurgia, e foram
fulminados pela mera falta de cuidados básicos na higiene dos cirurgiões e
das salas de operação?
Claro que entre uma gravata provavelmente contaminada e mãos mal-
lavadas e sem luvas, o risco maior estaria nas últimas.
Todavia, não resta dúvida de que, além de sua absoluta inutilidade a
contrastar com a crescente simplificação do vestuário, a gravata é um
adereço cujo futuro está com os dias contados.
Não quero profetizar porque sou suspeito, mas, pelo exposto e por seu
inevitável desconforto, creio que isso acontecerá no transcorrer do século XXI.
Mario Gentil Costa – 1990
http://www.youtube.com/watch?v=n9icDo_C4bA&list=UUxEEQlnp8kbSoxO5gc-hYzw&index=1
O Ir Ir Wilmar Cirino, é MMda Loja Londrina- Londrina PRs feiras.
7
Ir Rui Bandeira –
Coloquei aqui anteriormente três textos sobre as três colunas que, nas
reuniões do primeiro grau do Rito Escocês Antigo e Aceite de uma Loja
maçónica se encontram na zona central da sala onde decorre a reunião e que
simbolizam a Sabedoria, a Força e a Beleza. Essas três colunas estão
dispostas nas posições de três dos quatro vértices de um rectângulo. O
quarto vértice nada tem.
Nada tem? Não é bem assim...
Esse quarto vértice é o local de uma quarta coluna, invisível porque imaterial,
que simboliza a ligação espiritual entre o Homem e o Criador.
É, portanto, a coluna do Espírito, que não é a Mente, embora a ilumine, que
não é mero Instinto, apesar de o guiar, que, não sendo a Inteligência, só por
esta pode ser, fugazmente, entrevisto.
Tal como as demais qualidades que devem estar presentes nas obras e
acções humanas, também o Espírito, ou o que dele dimana e se projecta nos
actos humanos, chame-se-lhe garra ou vontade ou ainda elevação, aí deve
estar representado.
De que vale uma obra ou acção humana, ainda que sábia, mesmo que forte,
porventura bela, se dela nada de elevado, de digno do Livre Arbítrio que à
Humanidade foi concedido, se vislumbrar? O acto humano deve, com efeito,
ser digno desse Livre Arbítrio, da Condição Humana, deve elevar-se para
além da simples materialidade. Só assim o Homem é algo mais do que um
primata com um intelecto hiper-desenvolvido...
A Condição Humana só atinge a nobreza que lhe é inerente quando
temperada com a dimensão de espiritualidade que especificamente lhe é
alcançável.
A obra humana, o acto do Homem, distingue-se do resultado da actividade
meramente animal em face da marca do Espírito que o anima e que se
alberga dentro de nós.
A quarta coluna, a que aparentemente não existe, porque imaterial e, por
isso, invisível, simboliza o Espírito do Homem, a mais nobre qualidade que
este recebeu do Criador.
Não se vê, não se sente, não se toca materialmente, mas é, porventura, a
mais importante das quatro colunas.
E eis como o maçon é tão embrenhado nos símbolos e nos seus significados
que até é capaz de extrair significado de um símbolo... que não existe
materialmente!
3 - A quarta Coluna
IrRui Bandeira
8
O Maçom, esse desconhecido.
O Homem é um ser complexo, estranho e imperfeito.
Às vezes se julga senhor do mundo e às vezes em depressão, ou quando
algo em sua vida não está bem se sente muito pequeno inútil e destruído. Em seus
momentos de fantasia, aspira ser Deus, sendo que jamais poderá vir a sê-lo.
Quer ser imortal, pois não admite a morte, mas nunca se lembra que se
perpetua através de seus gens em seus descendentes.
É um ser gregário, aliás, condição vital para sobreviver.
Desde os tempos das cavernas ele aprendeu a viver em grupo.
É curioso. Pergunta muito, muito embora não tenha respostas para causas
maiores de sua existência. Isto lhe traz um conflito existencial muito grande. Quer
conhecer a todo custo o que se passou com as civilizações anteriores e quer entrar
em contato com seres inteligentes do Universo.
Explora o Cosmo como um todo e em particularidades, explora a própria
Terra, em busca de suas raízes, suas origens, sem tê-las conseguido até a presente
data.
Desconhece a razão da vida e da morte, e temeroso diante das forças
telúricas e universais passou a respeitar, venerar e até idolatrar o criador invisível de
tudo. Ai reside o princípio religioso da maioria dos Homens, mais pelo temor da
grandiosidade que o cerca, que pela sua inteligência, a qual é limitada.
É um ser vicissitudinário. Em sua mente existem milhões de fantasmas de
ideias, de sonhos, de tal forma que ele muda sempre, para uma evolução maior ou
menor, mas amanhã nunca será o mesmo de hoje. Nunca será o mesmo em todas
as épocas de sua vida, embora mantenha suas características de personalidade.
Nos últimos séculos e especialmente no último, sofreu todas as influências
possíveis e imagináveis quer pela evolução do próprio pensamento humano quer
pelos verdadeiros saltos científicos dados pelas invenções e pelas tecnologias
modernas. O meio intelectual e moral foi mergulhado e envolvido por estas
descobertas. No último século o desenvolvimento científico da Humanidade foi maior
que em toda a história da atual civilização e civilizações anteriores.
As descobertas científicas aconteceram e acontecem sem qualquer antevisão
do futuro.
4 - O Maçom, ese desconhecido
Ir Hercule Spoladore
9
As suas consequências não previsíveis dão forma para a nossa atual
civilização. Quer dizer, não há uma programação objetiva e direta direcionada a um
ponto futuro para conduzir a Humanidade. A ciência empurra o homem. Às vezes ele
não sabe aonde irá parar. Os cientistas não sabem para onde estão indo e nem
aonde querem chegar. São guiados por suas descobertas, às vezes imprevistas e,
grande parte por acaso. Cada um destes cientistas representa o seu próprio
pensamento estabelece suas próprias diretrizes para si e para a sociedade.
Por analogia, o mesmo caso acontece com a Internet.
Não sabemos o que irá acontecer. Teremos que “pagar” para ver.
O Homem estuda desesperadamente as leis da natureza, estas, deveriam só
ter valor quando chegassem até ele diretamente, não filtradas pelo véu intelectual
repleto de costumes incorretos e tendenciosos, chegando assim a sua mente sem
preconceitos, consumismos, conformismos e distorções. Aí ocorrem os sofismas,
especialmente dirigidos por interesses financeiros manipulados por grupos
multinacionais.
O comportamento humano em função destes fatores muda verticalmente de
tempos em tempos, ao sabor de uma mídia controlada por estes grupos, que explora
as invenções da maneira que mais lucro lhes dá, dando uma direção equivocada à
Humanidade em muitos setores. E esta praga ataca o Homem na política, na religião,
no comércio e em todos os segmentos da vida, e ainda no que é mais complexo, no
seu relacionamento.
O Homem é um ser emocional, agressivo, intuitivo e faz pouco uso da razão
para resolver seus problemas. Age mais pela emoção.
Konrad Lorenz, prêmio Nobel de 1973, zoologista austríaco admite que a
agressividade do Homem seja uma herança genética de seu passado animal e que o
Homem não seria fruto do meio em que vive. As guerras para ele, serão inevitáveis
por maiores que sejam as conquistas sociais e científicas da Humanidade. Apesar de
ter sido combatido pela maioria dos psicólogos do mundo inteiro, ele parece ter
razão. As guerras continuam existindo e a forma de destruição do próprio Homem
cada vez mais sofisticada. A invenção mais moderna de autodestruição chama-se
terrorismo.
Os Homens para se organizarem criaram regras disciplinares e entre elas a
Ética e a Moral, que tanto se escreve a respeito e há autores que as consideram a
mesma coisa.
Anatole France em seu livro “Os deuses têm sede”, cita que o que chamamos
de Moral não passa “de um empreendimento desesperado de nossos semelhantes
contra a ordem
universal, que é a luta, a carnificina e jogo cego dos contrários”.
“A Moral varia na cronicidade das épocas, pois o que serviu para nossos pais,
não serve para nossos filhos” (Mazie Ebner Eschenbach).
10
A Moral seria, pois, para entendermos melhor, o estudo dos costumes da
época e a Ética, a ciência que regula as regras pertinentes.
Os Homens ditos civilizados costumam afirmar que a Ética é um princípio
sem fim.
Mas o mesmo Homem que é um ser competitivo, agressivo, emocional e que
seria capaz de destruir a si e ao mundo em determinadas situações, ele também é
em outros momentos bom, caridoso, compreensivo, leal, capaz de gestos de
desprendimento em favor de seus semelhantes.
Dentro desta dualidade se procura ainda que de forma muito superficial,
traçar uma pálida silhueta do Homem, já que é impossível descreve-lo
profundamente como um todo.
Todo Maçom é um Homem, pelo menos no sentido genérico e, como tal não
escapa as especificações boas ou más citadas na descrição deste perfil traçado.
A Maçonaria traz a esperança de mudar os Iniciados para melhor. Isto até
chega acontecer verdadeiramente para poucos, e estes entenderão que a Ordem é
antes de tudo uma tentativa de levar os adeptos ao seu autoconhecimento e ao
estudo das causas maiores da vida e que também sua função no mundo atual será
político-social.
Entenderão que a Maçonaria é para eles uma forma de evolução ética, moral
e espiritual.
Um outro grupo de Maçons vive nesta ilusão, mas não vai de encontro a ela.
É medíocre e conformado, aceita tudo, mas sabe muito bem a diferença. Apenas por
uma questão de não duvidar, aceitar as coisas erradas passivamente, e por preguiça
mental letárgica não luta e espera que as coisas aconteçam. Porem, a maior parte
dos Maçons jamais entenderá o desiderato verdadeiro da Ordem.
Jamais entenderá esta meta, mas acreditará equivocadamente de que a está
conseguindo.
A maioria dos Maçons não lê, não estuda, critica os que querem produzir algo
de bom, quer saber quem será o próximo venerável, e quer que a sessão termine
logo, para “demolirem os materiais” e sorverem o precioso líquido que traz eflúvios
etílicos, das “pólvoras amarela e vermelha”, nos “fundões” das lojas, onde
excelentes Irmãos cozinheiros preparam iguarias divinas.
Até nem podemos condená-los, já que são Homens e como tal não são
perfeitos.
Os Maçons de um modo geral trazem para dentro das Lojas, todas as
transformações e influências que existem no mundo profano, e sem se aperceberem,
tentam impor suas verdades como se fossem as verdades ditadas pela Ordem.
Está havendo um grande equívoco na Maçonaria atual, pois esta tem em
seus princípios valores antigos tradicionais aparentemente conservados através dos
11
rituais, costumes escritos, constituições etc., que muitos Maçons têm a pretensão de
está-los seguindo, sem que isto seja verdade.
O que acontece em realidade é que a maioria destes valores acabam sendo
letras mortas, pois o Maçom na sua condição de Homem que recebe todas as
influências citadas do mundo profano, especialmente no terreno das comunicações,
informações e do moderno relacionamento humano, traz para o seio da Maçonaria,
tudo o que ele está sofrendo e se envolvendo fora das lojas, tais como a
competitividade desleal, o consumismo exagerado, a agressividade incontida, a
ganância pelo poder, a vaidade auto idólatra, enfim uma série de situações que ele
mais cedo ou mais tarde, quando fizer uma análise de consciência, se o fizer, pois a
maioria nem isso faz, ele verá que não foi bem isso que ele pretendia da Ordem.
Então vem a desilusão total, uma das causas de esvaziamento das nossas lojas.
Fala-se em tradição na Maçonaria, mas em realidade esta foi se distorcendo
aos poucos, pois os tempos são outros e tudo muda, e as mudanças ocorrem sem se
as apercebê-las, pois muito embora aparentemente ligado ao passado, o Maçom vive
o tumultuado mundo presente.
A Maçonaria a exemplo da nossa civilização atual foi, organizada sem o
conhecimento da verdadeira natureza do Maçom. Embora feita só para Maçons não
esteja ajustada ao real espaço que ela deveria ocupar.
O modernismo, como não podia deixar de ser também chegou na Ordem.
Hoje, em muitas lojas não se usam mais as velas e sim lâmpadas elétricas. Os
rituais foram acrescidos de práticas que não existiam na Maçonaria primitiva. Os
templos se tornaram suntuosos, e ricas colunas os adornam. Acabou-se a
simplicidade de outrora. Apareceram cerimônias enxertadas, inventadas,
rebuscadas. Tem templos para todos os lados. Um templo às vezes fica ocioso por
vários dias da semana, onde poderia ter uma loja funcionando a cada dia e os
demais templos construídos com muito sacrifício de alguns, poderiam ser uma
escola, um lar de velhinhos, ou qualquer outra modalidade de prestação de serviços
enfim, uma obra que depois de construída seria doada a sociedade.
As pendengas políticas entre os lideres da Ordem, chegam a tal rivalidade
que com frequência são levadas às barras dos tribunais na Justiça comum.
A ganância pelo poder é um fenômeno bastante frequente na mente de
alguns Maçons. Um simples cargo de venerável, às vezes é disputado de forma
bastante ignóbil, não maçônica, pelos oponentes. Imaginem então, o que ocorre
quando de trata de eleição para o cargo de Grão-Mestre.
Não se concebe e não se justifica que este poder temporal maçônico que em
realidade não significa coisa alguma em matéria do Conhecimento que a Ordem pode
proporcionar, cause tanta cobiça, tantas situações antimaçônicas, as quais
observamos com frequência, sendo que a maioria dos Maçons fingem que não as
estão vendo.
Sábio foi um juiz profano que não acatou uma ação de um líder maçônico
contra outro, alegando que os problemas de Maçons fossem resolvidos dentro da
própria Maçonaria já que a Justiça tinha coisas mais importantes a tratar.
12
A Maçonaria foi exposta nesta situação, ao ridículo.
Como é triste, como é doloroso, como doe no fundo da alma quando um
Irmão torna-se falso, difama, conspira e tenta destruir outro. Às vezes seu próprio
Padrinho é o atingido ou um Irmão que tanto lhe queria. E isto sempre ocorre não
pela Dialética que é adotada pela Maçonaria que é a arte de poder se expressar e
alguém contrariar ou contraditar uma opinião para se chegar a uma verdade, mas
tão somente por inveja doentia ou vaidade.
Porem existe o reverso desta análise. Não podemos afirmar que o Maçom
como o Homem em si seja totalmente mau. Ele é dual. Foi criado assim. Ele tem o
seu lado mau, mas luta desesperadamente para ser bom, sendo que maioria das
vezes não consegue. É a eterna luta do Homem. O ofendido altruísta costuma usar a
qualidade cristã do perdão e ai volta a abraçar o Irmão que lhe ofendeu. E tudo
acaba em fraternidade, às vezes sincera e às vezes falsa.
“A mão que afaga é a mesma que apedreja”. (Augusto dos Anjos)
Não podemos negar que nos causa tanta alegria, quando ficamos
conhecendo um Irmão que nos é identificado como tal, onde quer que se esteja.
Especialmente longe da cidade onde moramos. E comum este Irmão abrir seu
coração, sua residência sua loja. Isto é realmente lindo na Ordem.
É uma satisfação muito grande e uma realidade inconteste.
Outra situação boa que costuma acontecer na Ordem é a hospitalidade
fraterna com que somos recebidos em outras lojas não importando a Obediência.
Esta situação acontece nas lojas-base, não havendo mais atualmente a
discriminação que havia outrora determinada pelos líderes das ditas Obediências. Foi
um avanço social dentro da própria Ordem muito importante. Já não existem mais
primos, agora somos irmãos de verdade.
O dualismo no Maçom continuará, ele é genético, mas a Maçonaria espera
que seus adeptos desenvolvam somente o lado bom. Sua doutrina é toda voltada
para esse fim. Então, não culpemos a Ordem, por distorções ou digressões, estas
são inerentes ao Maçom, ao Homem imperfeito.
Entretanto, a Ordem deveria mudar o esquema de suas sessões
imediatamente. Gastamos ¾ de uma sessão com problemas administrativos. . Aí
está o grande mal. É aí que reside a nossa grande falha. Se houvesse uma sessão
administrativa mensal, onde uma diretoria capaz resolvesse todos os problemas
rotineiros, e as demais sessões fossem abertas e fechadas ritualisticamente, mas sua
sequência fosse tão somente de trabalhos apresentados, debates, instruções,
doutrinação, temos certeza de que mesmo aqueles Maçons que não leem, não
estudam, aprenderiam muito e tomariam gosto pela leitura, pois seriam despertos
de um sono que talvez a própria maneira atual de ser da Ordem seja responsável.
Temos acreditar no Homem, no Maçom, mesmo ele não sendo um ser
perfeito. Ele desde que devidamente preparado poderá ainda a vir a ser o esteio da
Humanidade.
13
Estamos no momento mal doutrinados. Temos que nos rever e modernizar, o
futuro já é hoje.
Vivemos num mundo de informações. Estas não podem ser sonegadas ou
deixar de serem assimiladas. Já estamos ficando para trás em muitos segmentos da
sociedade.
Não aguentaremos por muito tempo o modelo anacrônico que estamos
seguindo se não nos atualizarmos.
Isto qualquer Maçom poderá deduzir, se refletir um pouco sobre a Ordem.
Acreditamos que a Maçonaria redespertará, e que em num futuro bem mais
próximo do que imaginamos tudo mudará para melhor. Porque, apesar de todas as
influências negativas ou não ela conservou sua essência Iniciática.
E este fator manterá sua unidade simbólica e espiritual perene.
Assim acreditamos...
(*) Autor: Hércule Spoladore – Loja de Pesquisas Maçônicas “Brasil” -
Primeiro Membro Correspondente da Loja Francisco Xavier Ferreira de
Pesquisas Maçônicas
Academia Maçônica de Letras do Brasil.
Arcádia Belo Horizonte
www.academiamaconicadeletrasdobrasil.blogspot.com
14
A.’.L.’.G.’.D.’.G.’.A.’.D.’.U.’.
Culiacán, Sinaloa. México
R.’.L.’.S.’. Tolerancia No.15. D.’.R.’.E.’.A.’.A.’.
V.’.M.’. QQ.’.HH.’. TODOS
“EL IDOLO”
José David Belmonte Beltrán
Un ídolo es la imagen de una deidad representada por un objeto que es
adorado y se le rinde culto; en el judaísmo e islamismo esta estrictamente
prohibido; en el judaísmo e islamismo, la creación de cualquier cosa que
represente a Dios, esta estrictamente prohibido, bajo la idea de que darle
forma manifiesta de idolatría.- enciclopedia wikipedia.
La Biblia nos dice “no haréis para vosotros ídolos, ni escultura, ni os
levantareis estatua, ni pondréis en vuestra tierra piedra pintada para
inclinaros ante ella” Lv. 26:1. Cuando el candidato es iniciado en la
masonería, se le dice “jamás hincaras rodilla, ni te inclinaras ante hombre
alguno, solo lo harás ante el Gran Arquitecto del Universo.
A Dios no es posible conocerle en su totalidad y perfección, ¿como podría el
hombre finito, y con mente relativa. Conocer lo infinito, absoluto y perfecto
de Dios?... el hombre solo puede conocer a Dios por sus manifestaciones, y
dentro de las capacidades de su mente.
Uno de los atributos ò condiciones conocidas de Dios, es que él es el todo, y
esta más allá de la palabra, forma, espacio y tiempo, dado que cualquiera de
las tres condiciones anteriores, lo separaría del resto de la creación.
En realidad el concepto de idolatría no está en el objeto, sino en la relación
de la persona con el “objeto”; existen personas que necesitan de la
“ortopedia” del ídolo, pues no les es posible percibir ò elevar oración alguna a
un Dios que no ven, en este caso, la imagen les sirve como punto focal para
concentrar sus pensamientos y conducto para elevar sus oraciones a Dios.
Podría definir la idolatría, como tomar por real ò verdadero “algo” que no lo
es. Y esto nos lleva a extender el concepto idolatría más allá de lo religioso…
como a las palabras.
Todo escritor, pintor ò escultor, tiene algo de frustración, pues por más
esfuerzos que haga, jamás podrán sus creaciones igualar la realidad.
5 - El Idolo
Ir Jose David Belmonte Beltrán
15
Tomar las palabras como ciertas, implica algo de idolatría, pues ellas solo
son la narración ò explicación de “algo”, el masón debe trascender la
palabras, el simbolismo y el ceremonial. Y darles realización a través de
conceptos, ideas y actos interiores… las palabras leídas ò escuchadas cobran
vida por la reflexión y la meditación, las palabras que escuches ò leas, no son
tus palabra ni tus ideas, éstas deben pasan por un proceso de asimilación è
integración dentro de la psique del ser humano.
Los personajes, actos y lugares narrados en nuestras liturgias, la Biblia, el
coran, sepher yetzirah, zohar etc. son alegorías de una realidad. Este
universo es un telar de fuerzas que el hombre ha antropomorfizado
llamándoles Dioses…más sin embargo Dios solo es uno, él compenetra todo
cuanto existe y lo trasciende más allá de los tres velos que cubren el universo
no manifiesto.
Dice la liturgia del Caballero Rosacruz 18º,…“el pensamiento tiene una
propiedad sui-generis: la de atraer a la mente que lo engendra pensamiento
afines ó semejantes a sí mismo”, cuando el conjunto de palabras convertidas
en conceptos, son comprendidas por nuestra mente, los autores de esas
palabra ò libros, nos susurran de boca a oído aquello que esta mas allá de la
palabra… igual que nuestros símbolos, liturgias y ceremoniales.
Se humilde para que tu ego no te impida comprender. Cuando medites y te
adentras en los planos internos del ser, eleva una oración para que Dios ò las
grandes mentes te iluminen en tus propósitos.
Trasciende las formas y busca la realización. La mente tiene una estructura
que se a formando desde nuestra infancia y le es muy difícil dejar de
comportarse como siempre lo a echo. La mente es como un potro salvaje que
le gusta correr, hay que educarlo. “aprende a fijar tu pensamiento en una
cosa, en una sola idea y mantenerlo fijo en ella, sin permitirle desviarse ò
divagar, como es su costumbre” liturgia C.’.R.’.C.’. 18º… no se extrañen por
mis palabras, esto esta en vuestras liturgias, a veces un poco veladas, otras
veces no tanto, estúdienlas en soledad, reflexionen, mediten y pónganse en
contacto con su espíritu, cada grado tiene un misterio, una revelación que va
mas allá de la palabra y el símbolo. cierra los ojos y adéntrate en tu templo
interior: acalla tu dialogo interior, no pienses, silencia tu mente, preséntate
receptivo, cada plano tiene su guardián, el cuerpo físico reclamara tu
atención, el guardián del umbral (ego) te cerrará el paso, la mente objetiva y
el intelecto tratarán de atraerte a su plano, esfuérzate en no esforzarte, no
los combatas, ignóralos, vuelve tu respiración lenta y profunda, serena,
permanece tranquilo, relajado, olvídate del físico, de la respiración de todo
cuanto te sujeta al plano físico, este es tu universo interior y tú eres el
centro, solo eres consciencia y mente, observa…escucha…estas solo tú, tu
universo y Dios, no analices ni cuestiones nada, solo percibe….eso lo harás
después.
16
Conclusión:
Cualquier cosa que yo diga se empobrece ante las palabras de Erich Fromm
que en su libro “Y Seréis Como Dioses” nos dice:”el reconocimiento de Dios
es, fundamentalmente, la negación de los ídolos”, “el hombre transfiere sus
propias pasiones y cualidades al ídolo. Cuando más se empobrece él mismo,
tanto mayor y más fuerte se hace el ídolo, el ídolo es la forma alienada de la
experiencia de sí mismo que tiene el hombre. Al adorar al ídolo, el hombre
adora su yo”, “el hombre, intentando ser como Dios, es un sistema abierto
que se aproxima a Dios; el hombre sometiéndose a los ídolos, es un sistema
cerrado que se convierte en una cosa. El ídolo no tiene vida…Dios es
viviente”.
Antes de tocar a las puertas del templo interior, despójate de toda riqueza
terrenal, soberbia, vanidad, pasiones y ambiciones, agradece a Dios por su
existencia y la tuya propia, con humildad suma, pide la asistencia de las
grandes mentes y a Dios para que te hagan receptivo a sus divinas
enseñanzas. Toca las puertas con los toques misteriosos de tu grado, y con la
palabra y signo de pase, pídele al guardián te permita entrar con el propósito
de trabajar para beneficio de la humanidad y la gloria de Dios…. ¡QUE ASÍ
SEA!.
“Yo dije: vosotros sois Dioses, y todos hijos del altísimo; pero como hombres
moriréis, y como cualquiera de los príncipes caeréis. Levántate, OH Dios,
juzga la tierra; porque tu heredaras todas las naciones” Sal. 82:1-8
José David Belmonte Beltrán. M.’. M.’.
Bibliografía:
Liturgia C.’. R’. C’. 18º.
Y seréis como Dioses.- Erich Fromm.
La Biblia.- Reina Valera.
Árbol de la vida.- Zev Ben Simón Halevi.
Erich Fromm: (23 de marzo del 9000.-18 de marzo del 1980).
Psicólogo social, psicoanalista y humanista alemán.
Colaboraciòn del H.' . Jose David Belmonte Beltran
Del Or.'. de Culiacàn Sinaloa Mèxico
17
ANO 07 - ARTIGO 31 - NÚMERO SEQUENCIAL 419 - 04 DE AGOSTO DE 2013
Liberdade
Sérgio Quirino Guimarães
Delegado Geral do Grão-Mestre – G.’.L.’.M.’.M.’.G.’. 0 xx 31 8853-2969
quirino@roosevelt.org.br (assuntos maçônicos)
quirino@glmmg.org.br (assuntos ligado à Delegacia)
Ano 07 - artigo 31 - número sequencial 419
Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grato.
Quatro frases que transformam qualquer realidade negativa.
Pratique!
Saudações, estimado Irmão!
Inspirado pelos ares de Itabira – MG, tratarei sobre a
LIBERDADE
Afinal maçonicamente o que vem a ser liberdade?
Freqüentemente repetimos a tríade Liberdade-Igualdade-Fraternidade sem
nos darmos conta do dever envolvido. Pergunto ao Irmão, onde está no Ritual
a instrução sobre liberdade?
Na iniciação, somos informados que a Maçonaria proclama a “liberdade de
consciência”, neste sentido, liberdade significa “o direito de ir e vir, de acordo
6 - LIBERDADE
Ir Sérgio Quirino Guimarães
18
com a própria vontade, desde que não prejudique outra pessoa. Esta é a
condição de estar livre e não depender de ninguém. Liberdade é também um
conjunto de idéias liberais e dos direitos de cada cidadão.” Filosoficamente, a
essência de liberdade também foi bem descrita por Carlos Bernardo Gonzáles
Pecotche (criador da Logosofia): “A liberdade é como o espaço, e que
depende do ser humano para que ela seja, também como ele, mais ampla ou
mais estreita, vinculada ao controle dos próprios pensamentos e das atitudes.
O conhecimento é o grande agente equilibrador das ações humanas e, em
consequência, ao ampliar os domínios da consciência, faz o ser mais livre”.
O problema é que estudar e refletir dá muito trabalho, como escreveu o
grande poeta itabirano, Carlos Drummond de Andrade:
“A conquista da liberdade é algo que faz tanta poeira,
que por medo da bagunça, preferimos,
normalmente, optar pela arrumação."
A realidade que vivemos em optar pela arrumação, com medo da bagunça
em prol da conquista da liberdade, faz com que os Irmãos, as Lojas e a
sociedade fiquem “estreitos” e estagnados.
O que é o oposto a Liberdade? É a tirania! Que se relacionada com opressão,
crueldade, abuso de poder, e mantém o povo sem conhecimento. Como disse
Drummond:
"A liberdade é defendida em discursos e atacada com metralhadoras."
Começamos, agora, a entender o sentido de liberdade, para a Maçonaria.
Precisamos exaltar e praticar nossos valores.
“O pássaro é livre
na prisão do ar.
O espírito é livre
na prisão do corpo.
Mas livre, bem livre,
é mesmo estar morto.”
A morte citada no poema de Drummond não é o término da vida. Mesmo que
a carne desprenda dos ossos. Mesmo que recebamos golpes da intolerância,
da inveja e da ambição, devemos seguir em frente, pois a acácia nos é
conhecida.
O Mestre não morre quando sua marca está bem grafada nas pedras que o
tempo não corrompe. A palavra liberdade também tem sentido da
generosidade para realizar um dever.
MAÇONICAMENTE, LIBERDADE É O DEVER DE COMBATER A TIRANIA,
A IGNORÂNCIA, OS PRECONCEITOS E OS ERROS, GLORIFICAR O
DIREITO, A JUSTIÇA E A VERDADE
19
PS: 1) Aos Irmãos da ARLS União e Paz, parabéns pelo belíssimo trabalho
executado junto à sociedade de Itabira. A Oficina tem apenas 15 anos, mas já
se destaca. Ela é reconhecida pela comunidade local como uma instituição
séria, formada por homens Justos e de Bons Costumes. Recebi deles, com
muito carinho, a Comenda UP-261. Com absoluta certeza, unidos
trabalharemos pela paz.
PS: 2) Está tudo pronto para a quinta edição das Expedições Maçônicas à
Argentina e Uruguai, de 04 a 11 de outubro. Ainda há lugares nos voos. Veja
a mensagem enviada pelo Irmão Paulo Queiroga:
Querido Irmão Sérgio Quirino;
A seu pedido, estive na Zenithe Tur tratando dos prazos da TAM para a tarifa
negociada para o grupo.
O Sr. Germán negociou com a TAM uma pequena prorrogação do prazo para
bloqueio dos assentos, com a tarifa-grupo mantida em US$ 250,00, para todo
o trecho aéreo.
A Zenithe Tur informa ainda que poderemos utilizar as milhagens e dividir a
parte terrestre em parcelas, mas só temos esta semana para garantir a tarifa
negociada com a TAM.
TFA
Paulo Queiroga
Orador
ARLS Presidente Roosevelt n. 25
TFA
Quirino
Para refletir
20
Lojas Aniversariantes da GLSC
Data Nome Oriente
08/08 Fraternidade das Termas nr. 68 Palmitos
13/08 Albert Mackey nr. 56 Tubarão
13/08 Harmonia nr. 42 Itajaí
15/08 Presidente Roosevelt Nr. 2 Criciúma
16/08 Caminhos da Verdade nr. 92 Blumenau
17/08 Ambrósio Peters nr. 74 Florianópolis
18/08 Fraternidade de Itapema nr. 104 Itapema
20/08 Eduardo Teixeira nr. 41 Camboriú
7 - DESTAQUES JB
21
30/08 Obreiros de Jaraguá do Sul nr. 23 Jaraguá do Sul
30/08 Sentinela do Vale nr. 54 Braço do Norte
31/08 Solidariedade nr. 28 Florianópolis
www.radiosintonia33.com.br
24 horas com Música, Cultura e Informação o ano inteiro.
JB News
Desfrute de qualquer um dos e-mails
para melhor comunicar-se com o JB News:
jbf@floripa.com.br
jbnews@floripa.com.br
jbnews@gmail.com
jb-news@floripa.com.br
jbnews33@floripa.com.br
jbnews-33@floripa.com.br
jbnews@radiosintonia33.com.br
compareça na festa de 15 anos do Bethel Fênix
agende-se! 24 de agosto
na grande loja de santa catarina
participe da grande festa
22
O que está rodadando na Internet:
- Revista semanal virtual Folha Maçônica, nr. 412 de 03.08.13.
Contato: rbgranado@gmail.com
EXPEDIÇÃO MAÇÔNICA BUENOS AIRES
e MONTEVIDÉU DE 4 A 11 OUTUBRO 2013
Promoção da
A.R.L.S. Presidente Roosevelt Nº025
Belo Horizonte - GLMMG
Informações e Reservas
ZÊNITHE TRAVELCLUB
BELO HORIZONTE. Minas Gerais. BRASIL.
FONE / FAX: 55(0.31) 3225-7773
E-MAIL: german@zenithe.tur.br - www.zenithe.tur.br
Veja a programação completa publicada
no JB News, edição nr. 1.063.
Outras informações:
Ir Paulo Queiroga (pqueiroga@terra.com.br).
Tel. 31 9981 8795
23
1 - Elvis Presley - O último concert:
http://www.youtube.com/watch?v=ct4bFKwZJRo
2 - Clicar no endereço abaixo
http://www.youtube.com/embed/Lxd-0G28FOA
3 - Florianópolis vista de helicóptero:
http://www.youtube.com/embed/4kbASHnLgF4?rel=0"
fechando a cortina
24
Titanic, antes de sua viagem

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jb news informativo nr. 1.075
Jb news   informativo nr. 1.075Jb news   informativo nr. 1.075
Jb news informativo nr. 1.075
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.000
Jb news   informativo nr. 1.000Jb news   informativo nr. 1.000
Jb news informativo nr. 1.000
JBNews
 
Jb news informativo nr. 2223
Jb news   informativo nr. 2223Jb news   informativo nr. 2223
Jb news informativo nr. 2223
JB News
 
Jb news informativo nr. 2295
Jb news   informativo nr. 2295Jb news   informativo nr. 2295
Jb news informativo nr. 2295
JB News
 
Jb news informativo nr. 2269
Jb news   informativo nr. 2269Jb news   informativo nr. 2269
Jb news informativo nr. 2269
JB News
 
Jb news informativo nr. 1987
Jb news   informativo nr. 1987Jb news   informativo nr. 1987
Jb news informativo nr. 1987
JB News
 
Jb news informativo nr. 2132
Jb news   informativo nr. 2132Jb news   informativo nr. 2132
Jb news informativo nr. 2132
JB News
 
Jb news informativo nr. 2335
Jb news   informativo nr. 2335Jb news   informativo nr. 2335
Jb news informativo nr. 2335
JB News
 
Jb news informativo nr. 2012
Jb news   informativo nr. 2012Jb news   informativo nr. 2012
Jb news informativo nr. 2012
JB News
 
Jb news informativo nr. 2290
Jb news   informativo nr. 2290Jb news   informativo nr. 2290
Jb news informativo nr. 2290
JB News
 
Jb news informativo nr. 1237
Jb news   informativo nr. 1237Jb news   informativo nr. 1237
Jb news informativo nr. 1237
JBNews
 
Jb news informativo nr. 1233
Jb news   informativo nr. 1233Jb news   informativo nr. 1233
Jb news informativo nr. 1233
JBNews
 
Jb news informativo nr. 2016
Jb news   informativo nr. 2016Jb news   informativo nr. 2016
Jb news informativo nr. 2016
JB News
 
Jb news informativo nr. 2259
Jb news   informativo nr. 2259Jb news   informativo nr. 2259
Jb news informativo nr. 2259
JB News
 
Jb news informativo nr. 1997
Jb news   informativo nr. 1997Jb news   informativo nr. 1997
Jb news informativo nr. 1997
JB News
 
Jb news informativo nr. 1248
Jb news   informativo nr. 1248Jb news   informativo nr. 1248
Jb news informativo nr. 1248
JBNews
 
Jb news informativo nr. 1232
Jb news   informativo nr. 1232Jb news   informativo nr. 1232
Jb news informativo nr. 1232
JBNews
 
Jb news informativo nr. 2216
Jb news   informativo nr. 2216Jb news   informativo nr. 2216
Jb news informativo nr. 2216
JB News
 
Jb news informativo nr. 2206
Jb news   informativo nr. 2206Jb news   informativo nr. 2206
Jb news informativo nr. 2206
JB News
 
Jb news informativo nr. 1996
Jb news   informativo nr. 1996Jb news   informativo nr. 1996
Jb news informativo nr. 1996
JB News
 

Mais procurados (20)

Jb news informativo nr. 1.075
Jb news   informativo nr. 1.075Jb news   informativo nr. 1.075
Jb news informativo nr. 1.075
 
Jb news informativo nr. 1.000
Jb news   informativo nr. 1.000Jb news   informativo nr. 1.000
Jb news informativo nr. 1.000
 
Jb news informativo nr. 2223
Jb news   informativo nr. 2223Jb news   informativo nr. 2223
Jb news informativo nr. 2223
 
Jb news informativo nr. 2295
Jb news   informativo nr. 2295Jb news   informativo nr. 2295
Jb news informativo nr. 2295
 
Jb news informativo nr. 2269
Jb news   informativo nr. 2269Jb news   informativo nr. 2269
Jb news informativo nr. 2269
 
Jb news informativo nr. 1987
Jb news   informativo nr. 1987Jb news   informativo nr. 1987
Jb news informativo nr. 1987
 
Jb news informativo nr. 2132
Jb news   informativo nr. 2132Jb news   informativo nr. 2132
Jb news informativo nr. 2132
 
Jb news informativo nr. 2335
Jb news   informativo nr. 2335Jb news   informativo nr. 2335
Jb news informativo nr. 2335
 
Jb news informativo nr. 2012
Jb news   informativo nr. 2012Jb news   informativo nr. 2012
Jb news informativo nr. 2012
 
Jb news informativo nr. 2290
Jb news   informativo nr. 2290Jb news   informativo nr. 2290
Jb news informativo nr. 2290
 
Jb news informativo nr. 1237
Jb news   informativo nr. 1237Jb news   informativo nr. 1237
Jb news informativo nr. 1237
 
Jb news informativo nr. 1233
Jb news   informativo nr. 1233Jb news   informativo nr. 1233
Jb news informativo nr. 1233
 
Jb news informativo nr. 2016
Jb news   informativo nr. 2016Jb news   informativo nr. 2016
Jb news informativo nr. 2016
 
Jb news informativo nr. 2259
Jb news   informativo nr. 2259Jb news   informativo nr. 2259
Jb news informativo nr. 2259
 
Jb news informativo nr. 1997
Jb news   informativo nr. 1997Jb news   informativo nr. 1997
Jb news informativo nr. 1997
 
Jb news informativo nr. 1248
Jb news   informativo nr. 1248Jb news   informativo nr. 1248
Jb news informativo nr. 1248
 
Jb news informativo nr. 1232
Jb news   informativo nr. 1232Jb news   informativo nr. 1232
Jb news informativo nr. 1232
 
Jb news informativo nr. 2216
Jb news   informativo nr. 2216Jb news   informativo nr. 2216
Jb news informativo nr. 2216
 
Jb news informativo nr. 2206
Jb news   informativo nr. 2206Jb news   informativo nr. 2206
Jb news informativo nr. 2206
 
Jb news informativo nr. 1996
Jb news   informativo nr. 1996Jb news   informativo nr. 1996
Jb news informativo nr. 1996
 

Destaque

analogiasemlivrosdidaticos
analogiasemlivrosdidaticosanalogiasemlivrosdidaticos
analogiasemlivrosdidaticos
curtindoaquimica
 
Jornal Reporter 174
Jornal Reporter 174Jornal Reporter 174
Jornal Reporter 174
José Augusto Fiorin
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
Ágda Barros
 
Jb news informativo nr. 1.010
Jb news   informativo nr. 1.010Jb news   informativo nr. 1.010
Jb news informativo nr. 1.010
Informativojbnews
 
Inconfidência nº 223 de 31 de janeiro‏
Inconfidência nº 223 de 31 de janeiro‏Inconfidência nº 223 de 31 de janeiro‏
Inconfidência nº 223 de 31 de janeiro‏
Lucio Borges
 
Mensageiro luterano agosoto 2010
Mensageiro luterano agosoto 2010Mensageiro luterano agosoto 2010
Mensageiro luterano agosoto 2010
jpferreira78
 
Impact hub floripa broota final
Impact hub floripa   broota finalImpact hub floripa   broota final
Impact hub floripa broota final
Impact_Hub_Floripa
 
PROPOSTA DE UM SISTEMA PARA AUTOMATIZAR ROTINAS ADMINISTRATIVAS ESCOLARES
PROPOSTA DE UM SISTEMA PARA AUTOMATIZAR ROTINAS ADMINISTRATIVAS ESCOLARESPROPOSTA DE UM SISTEMA PARA AUTOMATIZAR ROTINAS ADMINISTRATIVAS ESCOLARES
PROPOSTA DE UM SISTEMA PARA AUTOMATIZAR ROTINAS ADMINISTRATIVAS ESCOLARES
Tancredo Almeida
 
Lista Suja MTE
Lista Suja MTELista Suja MTE
Lista Suja MTE
Portal Canal Rural
 

Destaque (9)

analogiasemlivrosdidaticos
analogiasemlivrosdidaticosanalogiasemlivrosdidaticos
analogiasemlivrosdidaticos
 
Jornal Reporter 174
Jornal Reporter 174Jornal Reporter 174
Jornal Reporter 174
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 
Jb news informativo nr. 1.010
Jb news   informativo nr. 1.010Jb news   informativo nr. 1.010
Jb news informativo nr. 1.010
 
Inconfidência nº 223 de 31 de janeiro‏
Inconfidência nº 223 de 31 de janeiro‏Inconfidência nº 223 de 31 de janeiro‏
Inconfidência nº 223 de 31 de janeiro‏
 
Mensageiro luterano agosoto 2010
Mensageiro luterano agosoto 2010Mensageiro luterano agosoto 2010
Mensageiro luterano agosoto 2010
 
Impact hub floripa broota final
Impact hub floripa   broota finalImpact hub floripa   broota final
Impact hub floripa broota final
 
PROPOSTA DE UM SISTEMA PARA AUTOMATIZAR ROTINAS ADMINISTRATIVAS ESCOLARES
PROPOSTA DE UM SISTEMA PARA AUTOMATIZAR ROTINAS ADMINISTRATIVAS ESCOLARESPROPOSTA DE UM SISTEMA PARA AUTOMATIZAR ROTINAS ADMINISTRATIVAS ESCOLARES
PROPOSTA DE UM SISTEMA PARA AUTOMATIZAR ROTINAS ADMINISTRATIVAS ESCOLARES
 
Lista Suja MTE
Lista Suja MTELista Suja MTE
Lista Suja MTE
 

Semelhante a Jb news informativo nr. 1.067

Jb news informativo nr. 0342
Jb news   informativo nr. 0342Jb news   informativo nr. 0342
Jb news informativo nr. 0342
JB News
 
Jb news informativo nr. 2134
Jb news   informativo nr. 2134Jb news   informativo nr. 2134
Jb news informativo nr. 2134
JB News
 
Jb news informativo nr. 1236
Jb news   informativo nr. 1236Jb news   informativo nr. 1236
Jb news informativo nr. 1236
JBNews
 
Jb news informativo nr. 1226
Jb news   informativo nr. 1226Jb news   informativo nr. 1226
Jb news informativo nr. 1226
JBNews
 
Jb news informativo nr. 2135
Jb news   informativo nr. 2135Jb news   informativo nr. 2135
Jb news informativo nr. 2135
JB News
 
Jb news informativo nr. 1083
Jb news   informativo nr. 1083Jb news   informativo nr. 1083
Jb news informativo nr. 1083
JBNews
 
Jb news informativo nr. 1223
Jb news   informativo nr. 1223Jb news   informativo nr. 1223
Jb news informativo nr. 1223
JBNews
 
Jb news informativo nr. 2038
Jb news   informativo nr. 2038Jb news   informativo nr. 2038
Jb news informativo nr. 2038
JB News
 
Jb news informativo nr. 1227
Jb news   informativo nr. 1227Jb news   informativo nr. 1227
Jb news informativo nr. 1227
JBNews
 
Jb news informativo nr. 2337
Jb news   informativo nr. 2337Jb news   informativo nr. 2337
Jb news informativo nr. 2337
JB News
 
Jb news informativo nr. 1225
Jb news   informativo nr. 1225Jb news   informativo nr. 1225
Jb news informativo nr. 1225
JBNews
 
Jb news informativo nr. 1240
Jb news   informativo nr. 1240Jb news   informativo nr. 1240
Jb news informativo nr. 1240
JBNews
 
Jb news informativo nr. 1077
Jb news   informativo nr. 1077Jb news   informativo nr. 1077
Jb news informativo nr. 1077
JBNews
 
Jb news informativo nr. 1123
Jb news   informativo nr. 1123Jb news   informativo nr. 1123
Jb news informativo nr. 1123
JBNews
 
Jb news informativo nr. 2329
Jb news   informativo nr. 2329Jb news   informativo nr. 2329
Jb news informativo nr. 2329
JB News
 
Jb news informativo nr. 2127
Jb news   informativo nr. 2127Jb news   informativo nr. 2127
Jb news informativo nr. 2127
JB News
 
Jb news informativo nr. 1185
Jb news   informativo nr. 1185Jb news   informativo nr. 1185
Jb news informativo nr. 1185
JBNews
 
Jb news informativo nr. 2015
Jb news   informativo nr. 2015Jb news   informativo nr. 2015
Jb news informativo nr. 2015
JB News
 
Jb news informativo nr. 1065
Jb news   informativo nr. 1065Jb news   informativo nr. 1065
Jb news informativo nr. 1065
JBNews
 
Jb news informativo nr. 0459
Jb news   informativo nr. 0459Jb news   informativo nr. 0459
Jb news informativo nr. 0459
JB News
 

Semelhante a Jb news informativo nr. 1.067 (20)

Jb news informativo nr. 0342
Jb news   informativo nr. 0342Jb news   informativo nr. 0342
Jb news informativo nr. 0342
 
Jb news informativo nr. 2134
Jb news   informativo nr. 2134Jb news   informativo nr. 2134
Jb news informativo nr. 2134
 
Jb news informativo nr. 1236
Jb news   informativo nr. 1236Jb news   informativo nr. 1236
Jb news informativo nr. 1236
 
Jb news informativo nr. 1226
Jb news   informativo nr. 1226Jb news   informativo nr. 1226
Jb news informativo nr. 1226
 
Jb news informativo nr. 2135
Jb news   informativo nr. 2135Jb news   informativo nr. 2135
Jb news informativo nr. 2135
 
Jb news informativo nr. 1083
Jb news   informativo nr. 1083Jb news   informativo nr. 1083
Jb news informativo nr. 1083
 
Jb news informativo nr. 1223
Jb news   informativo nr. 1223Jb news   informativo nr. 1223
Jb news informativo nr. 1223
 
Jb news informativo nr. 2038
Jb news   informativo nr. 2038Jb news   informativo nr. 2038
Jb news informativo nr. 2038
 
Jb news informativo nr. 1227
Jb news   informativo nr. 1227Jb news   informativo nr. 1227
Jb news informativo nr. 1227
 
Jb news informativo nr. 2337
Jb news   informativo nr. 2337Jb news   informativo nr. 2337
Jb news informativo nr. 2337
 
Jb news informativo nr. 1225
Jb news   informativo nr. 1225Jb news   informativo nr. 1225
Jb news informativo nr. 1225
 
Jb news informativo nr. 1240
Jb news   informativo nr. 1240Jb news   informativo nr. 1240
Jb news informativo nr. 1240
 
Jb news informativo nr. 1077
Jb news   informativo nr. 1077Jb news   informativo nr. 1077
Jb news informativo nr. 1077
 
Jb news informativo nr. 1123
Jb news   informativo nr. 1123Jb news   informativo nr. 1123
Jb news informativo nr. 1123
 
Jb news informativo nr. 2329
Jb news   informativo nr. 2329Jb news   informativo nr. 2329
Jb news informativo nr. 2329
 
Jb news informativo nr. 2127
Jb news   informativo nr. 2127Jb news   informativo nr. 2127
Jb news informativo nr. 2127
 
Jb news informativo nr. 1185
Jb news   informativo nr. 1185Jb news   informativo nr. 1185
Jb news informativo nr. 1185
 
Jb news informativo nr. 2015
Jb news   informativo nr. 2015Jb news   informativo nr. 2015
Jb news informativo nr. 2015
 
Jb news informativo nr. 1065
Jb news   informativo nr. 1065Jb news   informativo nr. 1065
Jb news informativo nr. 1065
 
Jb news informativo nr. 0459
Jb news   informativo nr. 0459Jb news   informativo nr. 0459
Jb news informativo nr. 0459
 

Mais de Informativojbnews

Jb news informativo nr. 1.064
Jb news   informativo nr. 1.064Jb news   informativo nr. 1.064
Jb news informativo nr. 1.064
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.063
Jb news   informativo nr. 1.063Jb news   informativo nr. 1.063
Jb news informativo nr. 1.063
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.062
Jb news   informativo nr. 1.062Jb news   informativo nr. 1.062
Jb news informativo nr. 1.062
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.061
Jb news   informativo nr. 1.061Jb news   informativo nr. 1.061
Jb news informativo nr. 1.061
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.060
Jb news   informativo nr. 1.060Jb news   informativo nr. 1.060
Jb news informativo nr. 1.060
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.059
Jb news   informativo nr. 1.059Jb news   informativo nr. 1.059
Jb news informativo nr. 1.059
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.058
Jb news   informativo nr. 1.058Jb news   informativo nr. 1.058
Jb news informativo nr. 1.058
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.057
Jb news   informativo nr. 1.057Jb news   informativo nr. 1.057
Jb news informativo nr. 1.057
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.056
Jb news   informativo nr. 1.056Jb news   informativo nr. 1.056
Jb news informativo nr. 1.056
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.055
Jb news   informativo nr. 1.055Jb news   informativo nr. 1.055
Jb news informativo nr. 1.055
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.070
Jb news   informativo nr. 1.070Jb news   informativo nr. 1.070
Jb news informativo nr. 1.070
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.068
Jb news   informativo nr. 1.068Jb news   informativo nr. 1.068
Jb news informativo nr. 1.068
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.049
Jb news   informativo nr. 1.049Jb news   informativo nr. 1.049
Jb news informativo nr. 1.049
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.048
Jb news   informativo nr. 1.048Jb news   informativo nr. 1.048
Jb news informativo nr. 1.048
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.047
Jb news   informativo nr. 1.047Jb news   informativo nr. 1.047
Jb news informativo nr. 1.047
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.046
Jb news   informativo nr. 1.046Jb news   informativo nr. 1.046
Jb news informativo nr. 1.046
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.045
Jb news   informativo nr. 1.045Jb news   informativo nr. 1.045
Jb news informativo nr. 1.045
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.044
Jb news   informativo nr. 1.044Jb news   informativo nr. 1.044
Jb news informativo nr. 1.044
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.043
Jb news   informativo nr. 1.043Jb news   informativo nr. 1.043
Jb news informativo nr. 1.043
Informativojbnews
 
Jb news informativo nr. 1.042
Jb news   informativo nr. 1.042Jb news   informativo nr. 1.042
Jb news informativo nr. 1.042
Informativojbnews
 

Mais de Informativojbnews (20)

Jb news informativo nr. 1.064
Jb news   informativo nr. 1.064Jb news   informativo nr. 1.064
Jb news informativo nr. 1.064
 
Jb news informativo nr. 1.063
Jb news   informativo nr. 1.063Jb news   informativo nr. 1.063
Jb news informativo nr. 1.063
 
Jb news informativo nr. 1.062
Jb news   informativo nr. 1.062Jb news   informativo nr. 1.062
Jb news informativo nr. 1.062
 
Jb news informativo nr. 1.061
Jb news   informativo nr. 1.061Jb news   informativo nr. 1.061
Jb news informativo nr. 1.061
 
Jb news informativo nr. 1.060
Jb news   informativo nr. 1.060Jb news   informativo nr. 1.060
Jb news informativo nr. 1.060
 
Jb news informativo nr. 1.059
Jb news   informativo nr. 1.059Jb news   informativo nr. 1.059
Jb news informativo nr. 1.059
 
Jb news informativo nr. 1.058
Jb news   informativo nr. 1.058Jb news   informativo nr. 1.058
Jb news informativo nr. 1.058
 
Jb news informativo nr. 1.057
Jb news   informativo nr. 1.057Jb news   informativo nr. 1.057
Jb news informativo nr. 1.057
 
Jb news informativo nr. 1.056
Jb news   informativo nr. 1.056Jb news   informativo nr. 1.056
Jb news informativo nr. 1.056
 
Jb news informativo nr. 1.055
Jb news   informativo nr. 1.055Jb news   informativo nr. 1.055
Jb news informativo nr. 1.055
 
Jb news informativo nr. 1.070
Jb news   informativo nr. 1.070Jb news   informativo nr. 1.070
Jb news informativo nr. 1.070
 
Jb news informativo nr. 1.068
Jb news   informativo nr. 1.068Jb news   informativo nr. 1.068
Jb news informativo nr. 1.068
 
Jb news informativo nr. 1.049
Jb news   informativo nr. 1.049Jb news   informativo nr. 1.049
Jb news informativo nr. 1.049
 
Jb news informativo nr. 1.048
Jb news   informativo nr. 1.048Jb news   informativo nr. 1.048
Jb news informativo nr. 1.048
 
Jb news informativo nr. 1.047
Jb news   informativo nr. 1.047Jb news   informativo nr. 1.047
Jb news informativo nr. 1.047
 
Jb news informativo nr. 1.046
Jb news   informativo nr. 1.046Jb news   informativo nr. 1.046
Jb news informativo nr. 1.046
 
Jb news informativo nr. 1.045
Jb news   informativo nr. 1.045Jb news   informativo nr. 1.045
Jb news informativo nr. 1.045
 
Jb news informativo nr. 1.044
Jb news   informativo nr. 1.044Jb news   informativo nr. 1.044
Jb news informativo nr. 1.044
 
Jb news informativo nr. 1.043
Jb news   informativo nr. 1.043Jb news   informativo nr. 1.043
Jb news informativo nr. 1.043
 
Jb news informativo nr. 1.042
Jb news   informativo nr. 1.042Jb news   informativo nr. 1.042
Jb news informativo nr. 1.042
 

Jb news informativo nr. 1.067

  • 1. 1 JB NEWSRede Catarinense de Comunicação da Maçonaria Universal www.radiosintonia33 – jbnews@floripa.com.br Informativo Nr. 1.067 Filiado à ABIM sob nr. 007/JV Loja Templários da Nova Era nr. 91 Quintas-feiras às 20h00 - Templo: Obreiros da Paz - Canasvieiras Editoria: IrJeronimo Borges – JP-2307-MT/SC Florianópolis (SC) - segunda-feira, 05 de agosto de 2013 Índice: Bloco 1 - Almanaque Bloco 2 - Opinião - O mal da gravata - Mario Gentil Costa Bloco 3 - IrRui Bandeira - A Quarta Coluna Bloco 4 - IrHercule Spoladore - O Maçom, esse desconhecido. Bloco 5 - IrJosé David Belmonte Beltrán ( México) - El Ídolo Bloco 6 - Ir Sérgio Quirino Guimarães - Liberdade Bloco 7 - Destaques JB Pesquisas e artigos: Acervo JB News - Internet – Colaboradores – Blogs - http:pt.wikipedia.org - Imagens: próprias e www.google.com.br Hoje, 05 de agosto de 2013, 217º dia do calendário gregoriano. Faltam 148 para acabar o ano. Se não deseja receber mais este informativo ou alterou o seu endereço eletrônico, por favor, comunique-nos
  • 2. 2  1100 - Coroação de Henrique I de Inglaterra na Abadia de Westminster.   1305 - William Wallace, que liderou a resistência escocesa à Inglaterra, foi capturado pelos ingleses perto de Glasgow e transportado para Londres para julgamento e execução.  1498 - Na sua terceira viagem à América, Colombo pisa pela primeira vez em terra continental na enseada de Yacua, situada na costa sul da península de Paria, na atual Venezuela.  1583 - Sir Humphrey Gilbert estabelece a primeira colônia inglesa na América do Norte, no que hoje é St. John's, Newfoundland.  1585 - Fundação de João Pessoa, Paraíba, com o nome de Nossa Senhora das Neves.  1772 - Tratado de São Petersburgo, através do qual se confirma a primeira divisão da Polônia entre seus países vizinhos.  1775 - Pela primeira vez entra um barco na baia de San Francisco da Califórnia, o "San Carlos", capitaneado por Juan Manuel de Ayala.  1829 - Estréia de "Guilherme Tell", de Rossini, na Ópera de Paris.  1850 - Manuel Isidoro Belzú é proclamado presidente constitucional da Bolívia.  1858 - Cyrus West Field e outros completam o primeiro cabo de telégrafo transatlântico após diversas tentativas mal-sucedidas. Operou por menos de um mês.  1860 - Carl IV da Suécia-Noruega é coroado rei da Noruega, em Trondheim.  1874 - O Japão lança seu Sistema de Banco Postal, moldado seguindo sistema similar na Inglaterra.  1886 - A Colômbia se organiza politicamente como República Central Unitária.  1905 - Através da mediação do presidente norte-americano Theodore Roosevelt, o Tratado de Portsmouth é assinado, dando fim à guerra entre Rússia e Japão.  1912 - O primeiro serviço de táxi do Japão começa em Ginza, Tóquio.  1914 - Espanha e Estados Unidos se declaram neutros na Primeira Guerra Mundial.  1915 - Primeira Guerra Mundial: tropas alemãs tomam Varsóvia.  1918 - A Áustria capitula ante as tropas aliadas.  1919 - O general turco Mustafá Kemal Bajá se revolta, junto com seus partidários do congresso nacionalista de Erzurum, contra o governo de Damad Ferid.  1920 - Em Moscou, a "Carta do Construtivismo" se torna pública, revelando um movimento artístico baseado nos ideais do Estado Operário.  1929 - Inauguração do serviço radiotelegráfico entre Berlim e México.  1936 o Na Colômbia, a Constituição de 1886 é reformada, com a introdução da separação Igreja- Estado. o O atleta negro norte-americano Jesse Owens ganha a terceira medalha de ouro na Olimpíada de Berlim, na Alemanha. Na época, o país estava sob o domínio do nazismo.  1941 - Segunda Guerra Mundial: os alemães esmagam as tropas soviéticas em Smolensko.  1942 - O médico polonês Janusz Korczack é executado no campo de extermínio de Treblinka. Korczack era diretor do orfanato judeu de Varsóvia e não aceitou separar-se de suas crianças, quando estas foram levadas a Treblinka.  1947 - O presidente Harry Truman determina que o governador de Porto Rico seja eleito pelo povo portorriquenho, não pelo presidente dos EUA. Eventos Históricos Aprofunde seu conhecimento clicando nas palavras sublinhadas. 1 - ALMANAQUE
  • 3. 3  1949 - No Equador, um sismo destrói 50 cidades e mata 6.000 pessoas.  1954 - Carlos Lacerda sofre o Atentado de Toneleros. Seu guarda-costas, o major-aviador Rubens Florentino Vaz, também alvejado, morre pouco tempo depois.  1960 - Independência do Alto Volta.  1966 - Os Beatles lançam o álbum Revolver.  1967 - Os Pink Floyd editam o álbum The piper at the gates of dawn.  1974 - Morrem aproximadamente duas mil pessoas, quando um terço de Bangladesh fica coberto por água.  1985 - Paul Bregman, tripulante do bombardeiro que lançou uma bomba atômica sobre Nagasaki em agosto de 1945, se suicida em sua casa de Los Angeles (EUA).  1988 - As tropas soviéticas abandonam Kandahar, antiga capital do Afeganistão.  1992 - Guerra dos Balcãs: o embaixador da Bósnia e Herzegovina denuncia nas Nações Unidas que os sérvios da Bósnia assassinaram 17 mil civis.  1994 - Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai decidem em Buenos Aires criar uma zona de livre comércio entre MERCOSUL e Bolívia.  1995 - O secretário de Estado norte-americano, Warren Christopher, e o secretário vietnamita, Nguyen Manh Cam, firmam em Hanói a normalização das relações entre ambos países, após 20 anos.  2005 - Entre os dias 5 e 6 de agosto, deu-se o maior assalto a banco da história do Brasil. Foram levados R$ 164.755.150,00 do cofre da agência do Banco Central do Brasil em Fortaleza - Ceará  Dia da Vitória e o Dia Nacional de Ação de Graças da Croácia.  Dia da independência de Burkina Faso. Brasil  Dia Nacional da Saúde  Dia da Farmácia  Feriado em Ribeirão das Neves, Minas Gerais - Dia da Padroeira Nossa Senhora das Neves  Feriado em Rio Verde, Goiás - Aniversário da cidade.  Feriado no estado da Paraíba - Fundação do Estado, emancipação da capital João Pessoa e dia da Padroeira Nossa Senhora das Neves. (Fontes: “O Livro dos Dias” 17ª edição e arquivo pessoal) 1684 Nasce James Anderson, compilador da primeira constituição maçônica, em Edimburgo, na Escócia. James Anderson nasceu e foi educado em Aberdeen, na Escócia. Ordenado ministro de Igreja da Escócia em 1707, deslocou-se para Londres, onde ministrou a congregação de "Glass House Street" até 1710, e a Igreja Presbiteriana na Swallow Street até 1734, terminando em Lisle Street Chapel até à data da sua morte. É relatado por ter perdido uma soma grande de dinheiro no crash de South Sea Company em 1720. James Anderson é sobretudo conhecido pela sua associação com a Maçonaria. 1822 Ata da 10ª Sessão do Grande Oriente Brasileiro, presidida por Joaquim Gonçalves Ledo. Proposição para o Grau de Mestre Maçom ao príncipe D. feriados e eventos cíclicos fatos maçônicos do dia
  • 4. 4 Pedro aprovada. Grau conferido pelo VM da Loja Comércio e Artes, Manoel dos Santos Portugal. 1876 A Loja Esperança de Nictheroy recebeu o título de Grande Benemérita, tendo em vista, ter emprestado ao Grande Oriente do Brasil em 1876, dois mil contos de réis; e de Grande Benfeitora em 20 de junho de 1947 e por ocasião do aniversário de 125 anos; recebeu a Comenda da “Cruz da Perfeição Maçônica” (Lojas com mais de cem anos) em 18 de junho de 1977. 1884 William Brodie, GM da GL de Nova York, preside a colocação da Pedra Fundamental das fundações para a Estátua da Liberdade, obra do escultor francês, Irmão Fréderic Auguste Bartholdi. 1894 Fundação da Loja Maçônica Amizade de Bagé foi fundada em 5 de agosto de 1894, sendo a instituição mais antiga da cidade a funcionar ininterruptamente até os dias atuais. 1905 Rui Barbosa, nosso irmão, propõe anistia para os implicados na revolta de novembro de 1904, entre eles Lauro Sodré, GM do GO do Brasil. 1964 Fundação da Loja Bartolomeu, Fagundes nr. 08, de Natal, pertencente ao Grande Oriente Independente do Estado do Rio Grande do Norte (GOIERN) 1977 Fundação da Loja Maçônica 5 de Agosto nr. 2037, de João Pessoa, que trabalha no Rito Adonhiramita, GOB/PB 1980 Fundação da Loja Cirilo Santos nr. 16, de Parelhas, do Rio Grande do Norte (GOIERN) 2006 Fundação da Loja DeMolay Nelson Dequech Júnior nr. 133, de Londrina, jurisdicionada ao Grande Oriente do Paraná. 2009 Instalada a ARLS FIDELITAS nº 47, Jurisdicionada a MR Grande Loja Maçônica do Estado da Paraíba. Bethel Fênix: 15 anos Agende-se: 24 de agosto de 2013 (sábado) O Bethel Fênix de Florianópolis está se preparando para a sua festa de 15 anos de fundação, programada para o penúltimo sábado de agosto (dia 24). Será às 18h00 do dia 24 de agosto (sábado) nas dependências da Grande Loja de Santa Catarina, no Campeche. Após a cerimônia será servido um jantar e, em seguida, haverá uma festa de confraternização. O traje será passeio completo e maiores informações com Ivone (48) 8449- 5001 ou Maria Cecília (48) 99722871. Os ingressos são limitados. Confirme sua presença até dia 16 de agosto.
  • 5. 5 Mario Gentil Costa. O autor, é médico em Florianópolis. Contato: magenco@terra.com.br Nunca fui adepto da gravata como peça obrigatória do bem-vestir masculino. Não nego seu eventual efeito estético numa indumentária formal e cerimoniosa, mas, se dependesse de mim, ela já teria sido abolida. E por diversas razões, a principal das quais, o desconforto que sempre me causou ter o pescoço envolvido por um nó, que, mesmo folgado, não deixa de ser um nó. Assim sendo, garanto-lhes que se presa do mais compulsivo delírio cleptomaníaco, eu jamais seria flagrado surrupiando gravatas em lojas, fossem essas de grife ou não... Acabo de ler, numa revista médica catarinense, o artigo “Doutor de gravata pode estar mal acompanhado”, de autoria do neurocirurgião Cezar Zillig, de Blumenau, dando conta dos riscos de contaminação dos ambientes hospitalares por germes habitualmente presentes em gravatas, por mais conservadas que elas pareçam estar. E é fácil aceitar a tese: gravatas são, a rigor, o único elemento do vestuário que não é lavado. E são constantemente manuseadas pelo usuário, tanto ao vestir-se quanto no ato involuntário e quase automático de ajustá-la ao colarinho. Então, de que adiantam um jaleco e uma camisa trocados diariamente, imaculados em sua brancura asséptica, se a gravata estiver contaminada? O uso da gravata por médicos é antigo, secular. Para ilustrar esta afirmação, lembro o famoso quadro de Rembrandt – “Lição de Anatomia do Doutor Tulp”, de 1632 – em que o mestre, cercado de assistentes ávidos por absorver sua competência catedrática, dá uma aula magna de dissecção num cadáver. Reparem: ele, além do chapelão negro, enverga um simulacro de gravata e não veste luvas. Suponhamo-lo, finda a demonstração, saindo em grande estilo, seguido pela extasiada platéia em direção a uma sala de operações, onde, sem trocar de roupa nem, possivelmente, lavar as mãos – pois naquele tempo, antes das descobertas de Louis Pasteur, não se cogitava da existência de micróbios patogênicos – aplicará num ser vivo a habilidade de seus vastos dotes com a pompa que a fama lhe faculta e concede: o paciente, fatalmente, terá morrido. 2 - OPINIÃO - O mal da gravata Mario Gentil Cossta
  • 6. 6 Se hoje, com as modernas técnicas de antissepsia e o variado arsenal de antibióticos poderosos, isso ainda pode ocorrer, fica fácil imaginar quantos pacientes da época poderiam ter sobrevivido à doença e à cirurgia, e foram fulminados pela mera falta de cuidados básicos na higiene dos cirurgiões e das salas de operação? Claro que entre uma gravata provavelmente contaminada e mãos mal- lavadas e sem luvas, o risco maior estaria nas últimas. Todavia, não resta dúvida de que, além de sua absoluta inutilidade a contrastar com a crescente simplificação do vestuário, a gravata é um adereço cujo futuro está com os dias contados. Não quero profetizar porque sou suspeito, mas, pelo exposto e por seu inevitável desconforto, creio que isso acontecerá no transcorrer do século XXI. Mario Gentil Costa – 1990 http://www.youtube.com/watch?v=n9icDo_C4bA&list=UUxEEQlnp8kbSoxO5gc-hYzw&index=1 O Ir Ir Wilmar Cirino, é MMda Loja Londrina- Londrina PRs feiras.
  • 7. 7 Ir Rui Bandeira – Coloquei aqui anteriormente três textos sobre as três colunas que, nas reuniões do primeiro grau do Rito Escocês Antigo e Aceite de uma Loja maçónica se encontram na zona central da sala onde decorre a reunião e que simbolizam a Sabedoria, a Força e a Beleza. Essas três colunas estão dispostas nas posições de três dos quatro vértices de um rectângulo. O quarto vértice nada tem. Nada tem? Não é bem assim... Esse quarto vértice é o local de uma quarta coluna, invisível porque imaterial, que simboliza a ligação espiritual entre o Homem e o Criador. É, portanto, a coluna do Espírito, que não é a Mente, embora a ilumine, que não é mero Instinto, apesar de o guiar, que, não sendo a Inteligência, só por esta pode ser, fugazmente, entrevisto. Tal como as demais qualidades que devem estar presentes nas obras e acções humanas, também o Espírito, ou o que dele dimana e se projecta nos actos humanos, chame-se-lhe garra ou vontade ou ainda elevação, aí deve estar representado. De que vale uma obra ou acção humana, ainda que sábia, mesmo que forte, porventura bela, se dela nada de elevado, de digno do Livre Arbítrio que à Humanidade foi concedido, se vislumbrar? O acto humano deve, com efeito, ser digno desse Livre Arbítrio, da Condição Humana, deve elevar-se para além da simples materialidade. Só assim o Homem é algo mais do que um primata com um intelecto hiper-desenvolvido... A Condição Humana só atinge a nobreza que lhe é inerente quando temperada com a dimensão de espiritualidade que especificamente lhe é alcançável. A obra humana, o acto do Homem, distingue-se do resultado da actividade meramente animal em face da marca do Espírito que o anima e que se alberga dentro de nós. A quarta coluna, a que aparentemente não existe, porque imaterial e, por isso, invisível, simboliza o Espírito do Homem, a mais nobre qualidade que este recebeu do Criador. Não se vê, não se sente, não se toca materialmente, mas é, porventura, a mais importante das quatro colunas. E eis como o maçon é tão embrenhado nos símbolos e nos seus significados que até é capaz de extrair significado de um símbolo... que não existe materialmente! 3 - A quarta Coluna IrRui Bandeira
  • 8. 8 O Maçom, esse desconhecido. O Homem é um ser complexo, estranho e imperfeito. Às vezes se julga senhor do mundo e às vezes em depressão, ou quando algo em sua vida não está bem se sente muito pequeno inútil e destruído. Em seus momentos de fantasia, aspira ser Deus, sendo que jamais poderá vir a sê-lo. Quer ser imortal, pois não admite a morte, mas nunca se lembra que se perpetua através de seus gens em seus descendentes. É um ser gregário, aliás, condição vital para sobreviver. Desde os tempos das cavernas ele aprendeu a viver em grupo. É curioso. Pergunta muito, muito embora não tenha respostas para causas maiores de sua existência. Isto lhe traz um conflito existencial muito grande. Quer conhecer a todo custo o que se passou com as civilizações anteriores e quer entrar em contato com seres inteligentes do Universo. Explora o Cosmo como um todo e em particularidades, explora a própria Terra, em busca de suas raízes, suas origens, sem tê-las conseguido até a presente data. Desconhece a razão da vida e da morte, e temeroso diante das forças telúricas e universais passou a respeitar, venerar e até idolatrar o criador invisível de tudo. Ai reside o princípio religioso da maioria dos Homens, mais pelo temor da grandiosidade que o cerca, que pela sua inteligência, a qual é limitada. É um ser vicissitudinário. Em sua mente existem milhões de fantasmas de ideias, de sonhos, de tal forma que ele muda sempre, para uma evolução maior ou menor, mas amanhã nunca será o mesmo de hoje. Nunca será o mesmo em todas as épocas de sua vida, embora mantenha suas características de personalidade. Nos últimos séculos e especialmente no último, sofreu todas as influências possíveis e imagináveis quer pela evolução do próprio pensamento humano quer pelos verdadeiros saltos científicos dados pelas invenções e pelas tecnologias modernas. O meio intelectual e moral foi mergulhado e envolvido por estas descobertas. No último século o desenvolvimento científico da Humanidade foi maior que em toda a história da atual civilização e civilizações anteriores. As descobertas científicas aconteceram e acontecem sem qualquer antevisão do futuro. 4 - O Maçom, ese desconhecido Ir Hercule Spoladore
  • 9. 9 As suas consequências não previsíveis dão forma para a nossa atual civilização. Quer dizer, não há uma programação objetiva e direta direcionada a um ponto futuro para conduzir a Humanidade. A ciência empurra o homem. Às vezes ele não sabe aonde irá parar. Os cientistas não sabem para onde estão indo e nem aonde querem chegar. São guiados por suas descobertas, às vezes imprevistas e, grande parte por acaso. Cada um destes cientistas representa o seu próprio pensamento estabelece suas próprias diretrizes para si e para a sociedade. Por analogia, o mesmo caso acontece com a Internet. Não sabemos o que irá acontecer. Teremos que “pagar” para ver. O Homem estuda desesperadamente as leis da natureza, estas, deveriam só ter valor quando chegassem até ele diretamente, não filtradas pelo véu intelectual repleto de costumes incorretos e tendenciosos, chegando assim a sua mente sem preconceitos, consumismos, conformismos e distorções. Aí ocorrem os sofismas, especialmente dirigidos por interesses financeiros manipulados por grupos multinacionais. O comportamento humano em função destes fatores muda verticalmente de tempos em tempos, ao sabor de uma mídia controlada por estes grupos, que explora as invenções da maneira que mais lucro lhes dá, dando uma direção equivocada à Humanidade em muitos setores. E esta praga ataca o Homem na política, na religião, no comércio e em todos os segmentos da vida, e ainda no que é mais complexo, no seu relacionamento. O Homem é um ser emocional, agressivo, intuitivo e faz pouco uso da razão para resolver seus problemas. Age mais pela emoção. Konrad Lorenz, prêmio Nobel de 1973, zoologista austríaco admite que a agressividade do Homem seja uma herança genética de seu passado animal e que o Homem não seria fruto do meio em que vive. As guerras para ele, serão inevitáveis por maiores que sejam as conquistas sociais e científicas da Humanidade. Apesar de ter sido combatido pela maioria dos psicólogos do mundo inteiro, ele parece ter razão. As guerras continuam existindo e a forma de destruição do próprio Homem cada vez mais sofisticada. A invenção mais moderna de autodestruição chama-se terrorismo. Os Homens para se organizarem criaram regras disciplinares e entre elas a Ética e a Moral, que tanto se escreve a respeito e há autores que as consideram a mesma coisa. Anatole France em seu livro “Os deuses têm sede”, cita que o que chamamos de Moral não passa “de um empreendimento desesperado de nossos semelhantes contra a ordem universal, que é a luta, a carnificina e jogo cego dos contrários”. “A Moral varia na cronicidade das épocas, pois o que serviu para nossos pais, não serve para nossos filhos” (Mazie Ebner Eschenbach).
  • 10. 10 A Moral seria, pois, para entendermos melhor, o estudo dos costumes da época e a Ética, a ciência que regula as regras pertinentes. Os Homens ditos civilizados costumam afirmar que a Ética é um princípio sem fim. Mas o mesmo Homem que é um ser competitivo, agressivo, emocional e que seria capaz de destruir a si e ao mundo em determinadas situações, ele também é em outros momentos bom, caridoso, compreensivo, leal, capaz de gestos de desprendimento em favor de seus semelhantes. Dentro desta dualidade se procura ainda que de forma muito superficial, traçar uma pálida silhueta do Homem, já que é impossível descreve-lo profundamente como um todo. Todo Maçom é um Homem, pelo menos no sentido genérico e, como tal não escapa as especificações boas ou más citadas na descrição deste perfil traçado. A Maçonaria traz a esperança de mudar os Iniciados para melhor. Isto até chega acontecer verdadeiramente para poucos, e estes entenderão que a Ordem é antes de tudo uma tentativa de levar os adeptos ao seu autoconhecimento e ao estudo das causas maiores da vida e que também sua função no mundo atual será político-social. Entenderão que a Maçonaria é para eles uma forma de evolução ética, moral e espiritual. Um outro grupo de Maçons vive nesta ilusão, mas não vai de encontro a ela. É medíocre e conformado, aceita tudo, mas sabe muito bem a diferença. Apenas por uma questão de não duvidar, aceitar as coisas erradas passivamente, e por preguiça mental letárgica não luta e espera que as coisas aconteçam. Porem, a maior parte dos Maçons jamais entenderá o desiderato verdadeiro da Ordem. Jamais entenderá esta meta, mas acreditará equivocadamente de que a está conseguindo. A maioria dos Maçons não lê, não estuda, critica os que querem produzir algo de bom, quer saber quem será o próximo venerável, e quer que a sessão termine logo, para “demolirem os materiais” e sorverem o precioso líquido que traz eflúvios etílicos, das “pólvoras amarela e vermelha”, nos “fundões” das lojas, onde excelentes Irmãos cozinheiros preparam iguarias divinas. Até nem podemos condená-los, já que são Homens e como tal não são perfeitos. Os Maçons de um modo geral trazem para dentro das Lojas, todas as transformações e influências que existem no mundo profano, e sem se aperceberem, tentam impor suas verdades como se fossem as verdades ditadas pela Ordem. Está havendo um grande equívoco na Maçonaria atual, pois esta tem em seus princípios valores antigos tradicionais aparentemente conservados através dos
  • 11. 11 rituais, costumes escritos, constituições etc., que muitos Maçons têm a pretensão de está-los seguindo, sem que isto seja verdade. O que acontece em realidade é que a maioria destes valores acabam sendo letras mortas, pois o Maçom na sua condição de Homem que recebe todas as influências citadas do mundo profano, especialmente no terreno das comunicações, informações e do moderno relacionamento humano, traz para o seio da Maçonaria, tudo o que ele está sofrendo e se envolvendo fora das lojas, tais como a competitividade desleal, o consumismo exagerado, a agressividade incontida, a ganância pelo poder, a vaidade auto idólatra, enfim uma série de situações que ele mais cedo ou mais tarde, quando fizer uma análise de consciência, se o fizer, pois a maioria nem isso faz, ele verá que não foi bem isso que ele pretendia da Ordem. Então vem a desilusão total, uma das causas de esvaziamento das nossas lojas. Fala-se em tradição na Maçonaria, mas em realidade esta foi se distorcendo aos poucos, pois os tempos são outros e tudo muda, e as mudanças ocorrem sem se as apercebê-las, pois muito embora aparentemente ligado ao passado, o Maçom vive o tumultuado mundo presente. A Maçonaria a exemplo da nossa civilização atual foi, organizada sem o conhecimento da verdadeira natureza do Maçom. Embora feita só para Maçons não esteja ajustada ao real espaço que ela deveria ocupar. O modernismo, como não podia deixar de ser também chegou na Ordem. Hoje, em muitas lojas não se usam mais as velas e sim lâmpadas elétricas. Os rituais foram acrescidos de práticas que não existiam na Maçonaria primitiva. Os templos se tornaram suntuosos, e ricas colunas os adornam. Acabou-se a simplicidade de outrora. Apareceram cerimônias enxertadas, inventadas, rebuscadas. Tem templos para todos os lados. Um templo às vezes fica ocioso por vários dias da semana, onde poderia ter uma loja funcionando a cada dia e os demais templos construídos com muito sacrifício de alguns, poderiam ser uma escola, um lar de velhinhos, ou qualquer outra modalidade de prestação de serviços enfim, uma obra que depois de construída seria doada a sociedade. As pendengas políticas entre os lideres da Ordem, chegam a tal rivalidade que com frequência são levadas às barras dos tribunais na Justiça comum. A ganância pelo poder é um fenômeno bastante frequente na mente de alguns Maçons. Um simples cargo de venerável, às vezes é disputado de forma bastante ignóbil, não maçônica, pelos oponentes. Imaginem então, o que ocorre quando de trata de eleição para o cargo de Grão-Mestre. Não se concebe e não se justifica que este poder temporal maçônico que em realidade não significa coisa alguma em matéria do Conhecimento que a Ordem pode proporcionar, cause tanta cobiça, tantas situações antimaçônicas, as quais observamos com frequência, sendo que a maioria dos Maçons fingem que não as estão vendo. Sábio foi um juiz profano que não acatou uma ação de um líder maçônico contra outro, alegando que os problemas de Maçons fossem resolvidos dentro da própria Maçonaria já que a Justiça tinha coisas mais importantes a tratar.
  • 12. 12 A Maçonaria foi exposta nesta situação, ao ridículo. Como é triste, como é doloroso, como doe no fundo da alma quando um Irmão torna-se falso, difama, conspira e tenta destruir outro. Às vezes seu próprio Padrinho é o atingido ou um Irmão que tanto lhe queria. E isto sempre ocorre não pela Dialética que é adotada pela Maçonaria que é a arte de poder se expressar e alguém contrariar ou contraditar uma opinião para se chegar a uma verdade, mas tão somente por inveja doentia ou vaidade. Porem existe o reverso desta análise. Não podemos afirmar que o Maçom como o Homem em si seja totalmente mau. Ele é dual. Foi criado assim. Ele tem o seu lado mau, mas luta desesperadamente para ser bom, sendo que maioria das vezes não consegue. É a eterna luta do Homem. O ofendido altruísta costuma usar a qualidade cristã do perdão e ai volta a abraçar o Irmão que lhe ofendeu. E tudo acaba em fraternidade, às vezes sincera e às vezes falsa. “A mão que afaga é a mesma que apedreja”. (Augusto dos Anjos) Não podemos negar que nos causa tanta alegria, quando ficamos conhecendo um Irmão que nos é identificado como tal, onde quer que se esteja. Especialmente longe da cidade onde moramos. E comum este Irmão abrir seu coração, sua residência sua loja. Isto é realmente lindo na Ordem. É uma satisfação muito grande e uma realidade inconteste. Outra situação boa que costuma acontecer na Ordem é a hospitalidade fraterna com que somos recebidos em outras lojas não importando a Obediência. Esta situação acontece nas lojas-base, não havendo mais atualmente a discriminação que havia outrora determinada pelos líderes das ditas Obediências. Foi um avanço social dentro da própria Ordem muito importante. Já não existem mais primos, agora somos irmãos de verdade. O dualismo no Maçom continuará, ele é genético, mas a Maçonaria espera que seus adeptos desenvolvam somente o lado bom. Sua doutrina é toda voltada para esse fim. Então, não culpemos a Ordem, por distorções ou digressões, estas são inerentes ao Maçom, ao Homem imperfeito. Entretanto, a Ordem deveria mudar o esquema de suas sessões imediatamente. Gastamos ¾ de uma sessão com problemas administrativos. . Aí está o grande mal. É aí que reside a nossa grande falha. Se houvesse uma sessão administrativa mensal, onde uma diretoria capaz resolvesse todos os problemas rotineiros, e as demais sessões fossem abertas e fechadas ritualisticamente, mas sua sequência fosse tão somente de trabalhos apresentados, debates, instruções, doutrinação, temos certeza de que mesmo aqueles Maçons que não leem, não estudam, aprenderiam muito e tomariam gosto pela leitura, pois seriam despertos de um sono que talvez a própria maneira atual de ser da Ordem seja responsável. Temos acreditar no Homem, no Maçom, mesmo ele não sendo um ser perfeito. Ele desde que devidamente preparado poderá ainda a vir a ser o esteio da Humanidade.
  • 13. 13 Estamos no momento mal doutrinados. Temos que nos rever e modernizar, o futuro já é hoje. Vivemos num mundo de informações. Estas não podem ser sonegadas ou deixar de serem assimiladas. Já estamos ficando para trás em muitos segmentos da sociedade. Não aguentaremos por muito tempo o modelo anacrônico que estamos seguindo se não nos atualizarmos. Isto qualquer Maçom poderá deduzir, se refletir um pouco sobre a Ordem. Acreditamos que a Maçonaria redespertará, e que em num futuro bem mais próximo do que imaginamos tudo mudará para melhor. Porque, apesar de todas as influências negativas ou não ela conservou sua essência Iniciática. E este fator manterá sua unidade simbólica e espiritual perene. Assim acreditamos... (*) Autor: Hércule Spoladore – Loja de Pesquisas Maçônicas “Brasil” - Primeiro Membro Correspondente da Loja Francisco Xavier Ferreira de Pesquisas Maçônicas Academia Maçônica de Letras do Brasil. Arcádia Belo Horizonte www.academiamaconicadeletrasdobrasil.blogspot.com
  • 14. 14 A.’.L.’.G.’.D.’.G.’.A.’.D.’.U.’. Culiacán, Sinaloa. México R.’.L.’.S.’. Tolerancia No.15. D.’.R.’.E.’.A.’.A.’. V.’.M.’. QQ.’.HH.’. TODOS “EL IDOLO” José David Belmonte Beltrán Un ídolo es la imagen de una deidad representada por un objeto que es adorado y se le rinde culto; en el judaísmo e islamismo esta estrictamente prohibido; en el judaísmo e islamismo, la creación de cualquier cosa que represente a Dios, esta estrictamente prohibido, bajo la idea de que darle forma manifiesta de idolatría.- enciclopedia wikipedia. La Biblia nos dice “no haréis para vosotros ídolos, ni escultura, ni os levantareis estatua, ni pondréis en vuestra tierra piedra pintada para inclinaros ante ella” Lv. 26:1. Cuando el candidato es iniciado en la masonería, se le dice “jamás hincaras rodilla, ni te inclinaras ante hombre alguno, solo lo harás ante el Gran Arquitecto del Universo. A Dios no es posible conocerle en su totalidad y perfección, ¿como podría el hombre finito, y con mente relativa. Conocer lo infinito, absoluto y perfecto de Dios?... el hombre solo puede conocer a Dios por sus manifestaciones, y dentro de las capacidades de su mente. Uno de los atributos ò condiciones conocidas de Dios, es que él es el todo, y esta más allá de la palabra, forma, espacio y tiempo, dado que cualquiera de las tres condiciones anteriores, lo separaría del resto de la creación. En realidad el concepto de idolatría no está en el objeto, sino en la relación de la persona con el “objeto”; existen personas que necesitan de la “ortopedia” del ídolo, pues no les es posible percibir ò elevar oración alguna a un Dios que no ven, en este caso, la imagen les sirve como punto focal para concentrar sus pensamientos y conducto para elevar sus oraciones a Dios. Podría definir la idolatría, como tomar por real ò verdadero “algo” que no lo es. Y esto nos lleva a extender el concepto idolatría más allá de lo religioso… como a las palabras. Todo escritor, pintor ò escultor, tiene algo de frustración, pues por más esfuerzos que haga, jamás podrán sus creaciones igualar la realidad. 5 - El Idolo Ir Jose David Belmonte Beltrán
  • 15. 15 Tomar las palabras como ciertas, implica algo de idolatría, pues ellas solo son la narración ò explicación de “algo”, el masón debe trascender la palabras, el simbolismo y el ceremonial. Y darles realización a través de conceptos, ideas y actos interiores… las palabras leídas ò escuchadas cobran vida por la reflexión y la meditación, las palabras que escuches ò leas, no son tus palabra ni tus ideas, éstas deben pasan por un proceso de asimilación è integración dentro de la psique del ser humano. Los personajes, actos y lugares narrados en nuestras liturgias, la Biblia, el coran, sepher yetzirah, zohar etc. son alegorías de una realidad. Este universo es un telar de fuerzas que el hombre ha antropomorfizado llamándoles Dioses…más sin embargo Dios solo es uno, él compenetra todo cuanto existe y lo trasciende más allá de los tres velos que cubren el universo no manifiesto. Dice la liturgia del Caballero Rosacruz 18º,…“el pensamiento tiene una propiedad sui-generis: la de atraer a la mente que lo engendra pensamiento afines ó semejantes a sí mismo”, cuando el conjunto de palabras convertidas en conceptos, son comprendidas por nuestra mente, los autores de esas palabra ò libros, nos susurran de boca a oído aquello que esta mas allá de la palabra… igual que nuestros símbolos, liturgias y ceremoniales. Se humilde para que tu ego no te impida comprender. Cuando medites y te adentras en los planos internos del ser, eleva una oración para que Dios ò las grandes mentes te iluminen en tus propósitos. Trasciende las formas y busca la realización. La mente tiene una estructura que se a formando desde nuestra infancia y le es muy difícil dejar de comportarse como siempre lo a echo. La mente es como un potro salvaje que le gusta correr, hay que educarlo. “aprende a fijar tu pensamiento en una cosa, en una sola idea y mantenerlo fijo en ella, sin permitirle desviarse ò divagar, como es su costumbre” liturgia C.’.R.’.C.’. 18º… no se extrañen por mis palabras, esto esta en vuestras liturgias, a veces un poco veladas, otras veces no tanto, estúdienlas en soledad, reflexionen, mediten y pónganse en contacto con su espíritu, cada grado tiene un misterio, una revelación que va mas allá de la palabra y el símbolo. cierra los ojos y adéntrate en tu templo interior: acalla tu dialogo interior, no pienses, silencia tu mente, preséntate receptivo, cada plano tiene su guardián, el cuerpo físico reclamara tu atención, el guardián del umbral (ego) te cerrará el paso, la mente objetiva y el intelecto tratarán de atraerte a su plano, esfuérzate en no esforzarte, no los combatas, ignóralos, vuelve tu respiración lenta y profunda, serena, permanece tranquilo, relajado, olvídate del físico, de la respiración de todo cuanto te sujeta al plano físico, este es tu universo interior y tú eres el centro, solo eres consciencia y mente, observa…escucha…estas solo tú, tu universo y Dios, no analices ni cuestiones nada, solo percibe….eso lo harás después.
  • 16. 16 Conclusión: Cualquier cosa que yo diga se empobrece ante las palabras de Erich Fromm que en su libro “Y Seréis Como Dioses” nos dice:”el reconocimiento de Dios es, fundamentalmente, la negación de los ídolos”, “el hombre transfiere sus propias pasiones y cualidades al ídolo. Cuando más se empobrece él mismo, tanto mayor y más fuerte se hace el ídolo, el ídolo es la forma alienada de la experiencia de sí mismo que tiene el hombre. Al adorar al ídolo, el hombre adora su yo”, “el hombre, intentando ser como Dios, es un sistema abierto que se aproxima a Dios; el hombre sometiéndose a los ídolos, es un sistema cerrado que se convierte en una cosa. El ídolo no tiene vida…Dios es viviente”. Antes de tocar a las puertas del templo interior, despójate de toda riqueza terrenal, soberbia, vanidad, pasiones y ambiciones, agradece a Dios por su existencia y la tuya propia, con humildad suma, pide la asistencia de las grandes mentes y a Dios para que te hagan receptivo a sus divinas enseñanzas. Toca las puertas con los toques misteriosos de tu grado, y con la palabra y signo de pase, pídele al guardián te permita entrar con el propósito de trabajar para beneficio de la humanidad y la gloria de Dios…. ¡QUE ASÍ SEA!. “Yo dije: vosotros sois Dioses, y todos hijos del altísimo; pero como hombres moriréis, y como cualquiera de los príncipes caeréis. Levántate, OH Dios, juzga la tierra; porque tu heredaras todas las naciones” Sal. 82:1-8 José David Belmonte Beltrán. M.’. M.’. Bibliografía: Liturgia C.’. R’. C’. 18º. Y seréis como Dioses.- Erich Fromm. La Biblia.- Reina Valera. Árbol de la vida.- Zev Ben Simón Halevi. Erich Fromm: (23 de marzo del 9000.-18 de marzo del 1980). Psicólogo social, psicoanalista y humanista alemán. Colaboraciòn del H.' . Jose David Belmonte Beltran Del Or.'. de Culiacàn Sinaloa Mèxico
  • 17. 17 ANO 07 - ARTIGO 31 - NÚMERO SEQUENCIAL 419 - 04 DE AGOSTO DE 2013 Liberdade Sérgio Quirino Guimarães Delegado Geral do Grão-Mestre – G.’.L.’.M.’.M.’.G.’. 0 xx 31 8853-2969 quirino@roosevelt.org.br (assuntos maçônicos) quirino@glmmg.org.br (assuntos ligado à Delegacia) Ano 07 - artigo 31 - número sequencial 419 Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grato. Quatro frases que transformam qualquer realidade negativa. Pratique! Saudações, estimado Irmão! Inspirado pelos ares de Itabira – MG, tratarei sobre a LIBERDADE Afinal maçonicamente o que vem a ser liberdade? Freqüentemente repetimos a tríade Liberdade-Igualdade-Fraternidade sem nos darmos conta do dever envolvido. Pergunto ao Irmão, onde está no Ritual a instrução sobre liberdade? Na iniciação, somos informados que a Maçonaria proclama a “liberdade de consciência”, neste sentido, liberdade significa “o direito de ir e vir, de acordo 6 - LIBERDADE Ir Sérgio Quirino Guimarães
  • 18. 18 com a própria vontade, desde que não prejudique outra pessoa. Esta é a condição de estar livre e não depender de ninguém. Liberdade é também um conjunto de idéias liberais e dos direitos de cada cidadão.” Filosoficamente, a essência de liberdade também foi bem descrita por Carlos Bernardo Gonzáles Pecotche (criador da Logosofia): “A liberdade é como o espaço, e que depende do ser humano para que ela seja, também como ele, mais ampla ou mais estreita, vinculada ao controle dos próprios pensamentos e das atitudes. O conhecimento é o grande agente equilibrador das ações humanas e, em consequência, ao ampliar os domínios da consciência, faz o ser mais livre”. O problema é que estudar e refletir dá muito trabalho, como escreveu o grande poeta itabirano, Carlos Drummond de Andrade: “A conquista da liberdade é algo que faz tanta poeira, que por medo da bagunça, preferimos, normalmente, optar pela arrumação." A realidade que vivemos em optar pela arrumação, com medo da bagunça em prol da conquista da liberdade, faz com que os Irmãos, as Lojas e a sociedade fiquem “estreitos” e estagnados. O que é o oposto a Liberdade? É a tirania! Que se relacionada com opressão, crueldade, abuso de poder, e mantém o povo sem conhecimento. Como disse Drummond: "A liberdade é defendida em discursos e atacada com metralhadoras." Começamos, agora, a entender o sentido de liberdade, para a Maçonaria. Precisamos exaltar e praticar nossos valores. “O pássaro é livre na prisão do ar. O espírito é livre na prisão do corpo. Mas livre, bem livre, é mesmo estar morto.” A morte citada no poema de Drummond não é o término da vida. Mesmo que a carne desprenda dos ossos. Mesmo que recebamos golpes da intolerância, da inveja e da ambição, devemos seguir em frente, pois a acácia nos é conhecida. O Mestre não morre quando sua marca está bem grafada nas pedras que o tempo não corrompe. A palavra liberdade também tem sentido da generosidade para realizar um dever. MAÇONICAMENTE, LIBERDADE É O DEVER DE COMBATER A TIRANIA, A IGNORÂNCIA, OS PRECONCEITOS E OS ERROS, GLORIFICAR O DIREITO, A JUSTIÇA E A VERDADE
  • 19. 19 PS: 1) Aos Irmãos da ARLS União e Paz, parabéns pelo belíssimo trabalho executado junto à sociedade de Itabira. A Oficina tem apenas 15 anos, mas já se destaca. Ela é reconhecida pela comunidade local como uma instituição séria, formada por homens Justos e de Bons Costumes. Recebi deles, com muito carinho, a Comenda UP-261. Com absoluta certeza, unidos trabalharemos pela paz. PS: 2) Está tudo pronto para a quinta edição das Expedições Maçônicas à Argentina e Uruguai, de 04 a 11 de outubro. Ainda há lugares nos voos. Veja a mensagem enviada pelo Irmão Paulo Queiroga: Querido Irmão Sérgio Quirino; A seu pedido, estive na Zenithe Tur tratando dos prazos da TAM para a tarifa negociada para o grupo. O Sr. Germán negociou com a TAM uma pequena prorrogação do prazo para bloqueio dos assentos, com a tarifa-grupo mantida em US$ 250,00, para todo o trecho aéreo. A Zenithe Tur informa ainda que poderemos utilizar as milhagens e dividir a parte terrestre em parcelas, mas só temos esta semana para garantir a tarifa negociada com a TAM. TFA Paulo Queiroga Orador ARLS Presidente Roosevelt n. 25 TFA Quirino Para refletir
  • 20. 20 Lojas Aniversariantes da GLSC Data Nome Oriente 08/08 Fraternidade das Termas nr. 68 Palmitos 13/08 Albert Mackey nr. 56 Tubarão 13/08 Harmonia nr. 42 Itajaí 15/08 Presidente Roosevelt Nr. 2 Criciúma 16/08 Caminhos da Verdade nr. 92 Blumenau 17/08 Ambrósio Peters nr. 74 Florianópolis 18/08 Fraternidade de Itapema nr. 104 Itapema 20/08 Eduardo Teixeira nr. 41 Camboriú 7 - DESTAQUES JB
  • 21. 21 30/08 Obreiros de Jaraguá do Sul nr. 23 Jaraguá do Sul 30/08 Sentinela do Vale nr. 54 Braço do Norte 31/08 Solidariedade nr. 28 Florianópolis www.radiosintonia33.com.br 24 horas com Música, Cultura e Informação o ano inteiro. JB News Desfrute de qualquer um dos e-mails para melhor comunicar-se com o JB News: jbf@floripa.com.br jbnews@floripa.com.br jbnews@gmail.com jb-news@floripa.com.br jbnews33@floripa.com.br jbnews-33@floripa.com.br jbnews@radiosintonia33.com.br compareça na festa de 15 anos do Bethel Fênix agende-se! 24 de agosto na grande loja de santa catarina participe da grande festa
  • 22. 22 O que está rodadando na Internet: - Revista semanal virtual Folha Maçônica, nr. 412 de 03.08.13. Contato: rbgranado@gmail.com EXPEDIÇÃO MAÇÔNICA BUENOS AIRES e MONTEVIDÉU DE 4 A 11 OUTUBRO 2013 Promoção da A.R.L.S. Presidente Roosevelt Nº025 Belo Horizonte - GLMMG Informações e Reservas ZÊNITHE TRAVELCLUB BELO HORIZONTE. Minas Gerais. BRASIL. FONE / FAX: 55(0.31) 3225-7773 E-MAIL: german@zenithe.tur.br - www.zenithe.tur.br Veja a programação completa publicada no JB News, edição nr. 1.063. Outras informações: Ir Paulo Queiroga (pqueiroga@terra.com.br). Tel. 31 9981 8795
  • 23. 23 1 - Elvis Presley - O último concert: http://www.youtube.com/watch?v=ct4bFKwZJRo 2 - Clicar no endereço abaixo http://www.youtube.com/embed/Lxd-0G28FOA 3 - Florianópolis vista de helicóptero: http://www.youtube.com/embed/4kbASHnLgF4?rel=0" fechando a cortina
  • 24. 24 Titanic, antes de sua viagem