SlideShare uma empresa Scribd logo
Itinerários do processo da
Iniciação a Vida Cristã
Iniciação aVida Cristã – Um processo de inspiração catecumenal - CNBB
Itinerário da Iniciação à vida Cristã com crianças
Preparação
(Duração mínima – 1mês)
Objetivo Indicações metodológicas
Convidar e motivar a comunidade e a acolher
as crianças para o processo da IVC
Reflexão sobre a importância da comunidade
eclesial no processo de IVC. Animar e orientar
as famílias para o processo de IVC com
crianças.
PrimeiroTempo
Pré-Catecumenato –Tempo Querigmático
(duração mínima -3 meses)
Objetivo EixosTemáticos
Despertar o encanto por Jesus Cristo que nos ama como
sua família.
• Jesus e as crianças (Mc 9, 33-37; Mt 18, 1-15; Lc 9,46-
48.
• JESUS : uma criança enviada por Deus (Lc 2, 1-7).
• Jesus, as crianças e o Reino de Deus (Mc 10, 13-16)
CLEBRAÇÃO DE ACOLHIDA PARA OTEMPO DE CATEQUESE
Objetivo Passos
Acolher a criança e o seu desejo de fazer parte da família
de Jesus Cristo
Encontro fora da Igreja – templo. Diálogo entre a
comunidade , a família e as crianças. Ingresso na Igreja –
templo. Proclamação da Palavra . Recepção da imagem
de Jesus, menino
SegundoTempo
Catecumenato –Tempo de aprofundamento
(duração mínima – 24 meses)
PRIMEIRA FASE: Palavra de Deus
Objetivo Eixos temáticos
Proporcionar uma visão de conjunto da comunicação de
Deus com a humanidade
• Deus fala: na natureza, nos fracos, na família, na historia do
povo de Israel, em Jesus e no grupo de seguidores de Jesus
(Igreja).
• Visão geral da Sagrada Escritura
Celebração da palavra de Deus
Objetivo Passos
Acolher o dom da Comunicação de Deus presente na Bíblia
como luz e caminho
Entrada solene da Bíblia.
Proclamação da Palavra
Entrega da Bíblia às crianças
SEGUNDA FASE : pessoa humana
Objetivo Eixos temáticos
Conduzir a criança à descoberta de sua relação com o criador
e os demais seres criados
• Deus Pai/Mãe é o nosso Criador (Gn 1,1-24,4)
• O que Deus criou é bom ( Sl 19, 1-9)
• Eu fui crido por Deus (Sl 8)
• Eu e minha relação com a minha família e com os outros
(Eclo 3, 2-10).
• Eu e minha relação com o ambiente (Gn 2, 8-15)
Celebração daVida
Objetivo Indicações metodológicas Passos
Agradecer e valorizar a vida,
dom de Criador, nas suas
variadas manifestações
Uso de símbolos que remetem à vida. Fatos da vida.
Proclamação da Palavra.
Oração de agradecimento ao dom da vida,
TERCEIRA FASE: Jesus, o Cristo
Objetivo Eixos temáticos
Conhecer a vida, a paixão, a morte e a Ressurreição de Jesus
Cristo, encantando com sua pessoa
• Os Evangelhos nos falam das obras e ensinamentos de
Jesus.
• O enviado de Deus: Jesus (Lc1,26-38).
• A infância de Jesus (Lc 2, 41-50)
• Os ensinamentos de Jesus ( as parábolas).
• As ações de Jesus: refeição com pessoas (Mc2,13-17),
aclhida dos que erram (Mc2,1-12); cura dos doentes(Mc 3, 7-
12).
• Jesus nos chama a fazer coisas boas (Lc 10,1-9)
• Jesus morre na cruz para dar vida (Jo12,24)
• Jesus Cristo vivo estar entre nós (Jo 20, 19-23).
JORNADA DOS AMIGOS DE JESUS
Objetivo Indicações metodológicas Passos
Vivencia do encontro com a pessoa de
Jesus Cristo, a partir de experiências
concretas de solidariedade.
Encontro festivo. Confecção de
símbolos de pertença ( camisa,
boné, cartinha dos amigos etc.
Celebração de ajuda aos outros ( orfanatos, doação
de alimentos, brinquedos, roupas etc.)
QUARTA FASE: a vida de oração
Objetivo Eixos temáticos
Apresentara Jesus Cristo que reza ao Pai como exemplo de
nossa vida de oração
Os discípulos veem Jesus rezar (Lc11,1)
Jesus ensina rezar (Lc 11,2-4)
Praticas de oração leitura orante da Palavra de Deus, oficio divino
para crianças, Ave-Maria, oração ao Anjo da Guarda etc.
CELEBRAÇÃO DE ENTREGA DA ORAÇÃO DO SENHOR
Objetivo Passos
Rezar em comunidade a oração do Pai-Nosso como gesto
de comunhão e partilha.
Oração do Pai-Nosso de mãos dadas.
Partilha do pão entre as crianças e a comunidade.
Oração sobre as crianças.
QUINTA FASE: a família-igreja: os filhos do Pai Deus e irmãos de Jesus
Objetivo Eixos temáticos
Despertar para a importância de ser família de Deus, na
fraternidade de fé em Jesus Cristo
A origem da família de Jesus (Mt1,1-17; Lc3,23-38).
A família de Israel: Patriarcas; Moises , Juízes; Reis e profetas
(Gn12,1-9)
CELBRAÇÃO DE ENTREGA DO SIMBOLO DA FÉ
Objetivo Passos
Acolher a fé da família-igreja
Proclamação da palavra
Entrega da luz da Fé (vela)
Profissão do símbolo da fé (creio) com a comunidade.
SEXTA FASE: vida sacramental
Objetivo Eixos temáticos
Compreender os sacramentos como presença concreta e atual
do Pai na família-igreja.
Jesus Cristo a presença do Pai (Jo 14,8-11).
a família-igreja continua a presença de Cristo (At 3,1-10)
Os sete sacramentos
O batismo a porta de entrada na família-igreja (Mt28,16-20)
A eucaristia alimento da família-igreja (Mc 14,22-25).
CELBRAÇÃO DA ELEIÇÃO (primeiro domingo da quaresma
Objetivo Passos
Agradecer o caminho feito em vista da preparação imediata
para a iniciação a vida eucarística (batismal quando houver)
Celebração de admissão aos sacramentos (cf. RICA nº133-150
adaptada às crianças.
Proclamação da Palavra
Testemunho pessoal da crianças (cartas para Deus,
formulações de orações, etc).
TERCEIROTEMPO
ILUMINAÇÃO E PURIFICAÇÃO
(Durante oTempo da Quaresma )
Objetivo Eixos temáticos
Possibilitar de maneira progressiva a mudança de vida das
crianças, iluminadas pelas ações de Jesus.
Quaresma e campanha da fraternidade
Jesus é agua que sacia a sede (Jo 4,5-26)
Jesus é luz que ilumina nosso caminho (Jo 9,1-12)
Jesus é vida que vence a morte (Jo 11, 17-27).
CELEBRAÇÃO DO PERDÃO
Objetivo Passos
Reconhecer o dom do perdão de Deus oferecido a todos os
que erram
Revisão de vida.
Celebração do sacramento da Reconciliação
Gesto concreto de reconciliação.
CELEBRAÇÃO DOTRÍDUO PASCAL
Objetivo Passos
Celebrar a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus como ponto
central da vida da família-igreja
Celebração da Ceia do Senhor
Celebração da Paixão do Senhor
Celebração dos Ritos de preparação imediata (RICA 193-207)
Celebração daVigília Pascal ( Iniciação a vida eucarística e
batismal se houver ).
QUARTOTEMPO - MISTAGOGIA
PRIMEIRA FASE (Durante o tempo Pascal)
Objetivo Eixos temáticos
Aprofundar as celebrações pascais como família-igreja na
partilha dos dons do pão e do vinho
Sentido das festas pascais celebradas
A iniciação a vida eucarística
CELEBRAÇÃO DE ENVIO MISSIONÁRIO (Domingo de pentecostes)
Objetivo Passos
Enviar para o testemunho cristão, como discípulo missionário,
em vista do crescimento da fé.
Proclamação da Palavra.
Entrega de um símbolo( sal, semente, etc).
Oração de envio
SEGUNDA FASE: vivencia missionária
(duração mínima 12 meses)
Objetivo Indicações metodológicas
Viver na prática cotidiana a proposta de Jesus Cristo assumida
durante o processo catequético deste itinerário.
Leitura orante semanal da Palavra de Deus
Integração em um grupo de reflexão
Participação em grupos de perseverança
Inserção em propostas missionarias e serviços comunitários.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Uma nova catequese - reflexão para catequese em estilo catecumenal
Uma nova catequese - reflexão para catequese em estilo catecumenalUma nova catequese - reflexão para catequese em estilo catecumenal
Uma nova catequese - reflexão para catequese em estilo catecumenal
IRINEU FILHO
 
Livrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismoLivrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismo
torrasko
 
Catequistas: missão na comunidade
Catequistas: missão na comunidadeCatequistas: missão na comunidade
Catequistas: missão na comunidade
Fábio Vasconcelos
 
Curso de liturgia
Curso de liturgiaCurso de liturgia
Curso de liturgia
mbsilva1971
 
Formação em Liturgia
Formação em LiturgiaFormação em Liturgia
Formação em Liturgia
iaymesobrino
 
Catequese iniciacao a vida cristã ii
Catequese   iniciacao a vida cristã iiCatequese   iniciacao a vida cristã ii
Catequese iniciacao a vida cristã ii
Henrique Fernandes de Souza
 
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro ppsFormação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
José Luiz Silva Pinto
 
O sacramento da crisma
O sacramento da crismaO sacramento da crisma
O sacramento da crisma
Si Leão
 
Os sacramentos-de-iniciação-cristã-salesianos
Os sacramentos-de-iniciação-cristã-salesianosOs sacramentos-de-iniciação-cristã-salesianos
Os sacramentos-de-iniciação-cristã-salesianos
Presentepravoce SOS
 
Querigma e catequese
Querigma e catequeseQuerigma e catequese
Querigma e catequese
Francisco Rodrigues
 
Os sacramentos da igreja - Aula 02
Os sacramentos da igreja - Aula 02Os sacramentos da igreja - Aula 02
Os sacramentos da igreja - Aula 02
Rubens Júnior
 
Ritual da Iniciação Cristã de Adultos
Ritual da Iniciação Cristã de AdultosRitual da Iniciação Cristã de Adultos
Ritual da Iniciação Cristã de Adultos
João Pereira
 
Retiro com Crismandos
Retiro com CrismandosRetiro com Crismandos
Retiro com Crismandos
José Vieira Dos Santos
 
formação para catequistas
formação para catequistasformação para catequistas
formação para catequistas
Alexandre Alves Rocha
 
Metodologia na Catequese ~ VER-ILUMINAR-AGIR-CELEBRAR-REVER
Metodologia na Catequese ~ VER-ILUMINAR-AGIR-CELEBRAR-REVERMetodologia na Catequese ~ VER-ILUMINAR-AGIR-CELEBRAR-REVER
Metodologia na Catequese ~ VER-ILUMINAR-AGIR-CELEBRAR-REVER
Jorge Felliphe
 
A historia da catequese
A historia da catequeseA historia da catequese
A historia da catequese
Hernane Freitas
 
Introdução aos sacramentos 09.04.13
Introdução aos sacramentos   09.04.13Introdução aos sacramentos   09.04.13
Introdução aos sacramentos 09.04.13
Daiane Costa
 
A espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequistaA espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequista
fagundes_daniel
 
A missa– parte por parte
A missa– parte por parteA missa– parte por parte
A missa– parte por parte
Jean
 
22º Encontro - Sacramentos de Cura e Serviços
22º Encontro - Sacramentos de Cura e Serviços22º Encontro - Sacramentos de Cura e Serviços
22º Encontro - Sacramentos de Cura e Serviços
Catequese Anjos dos Céus
 

Mais procurados (20)

Uma nova catequese - reflexão para catequese em estilo catecumenal
Uma nova catequese - reflexão para catequese em estilo catecumenalUma nova catequese - reflexão para catequese em estilo catecumenal
Uma nova catequese - reflexão para catequese em estilo catecumenal
 
Livrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismoLivrinho encontros de preparação batismo
Livrinho encontros de preparação batismo
 
Catequistas: missão na comunidade
Catequistas: missão na comunidadeCatequistas: missão na comunidade
Catequistas: missão na comunidade
 
Curso de liturgia
Curso de liturgiaCurso de liturgia
Curso de liturgia
 
Formação em Liturgia
Formação em LiturgiaFormação em Liturgia
Formação em Liturgia
 
Catequese iniciacao a vida cristã ii
Catequese   iniciacao a vida cristã iiCatequese   iniciacao a vida cristã ii
Catequese iniciacao a vida cristã ii
 
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro ppsFormação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
Formação para Ministros Extraordinário da Palavra 17° encontro pps
 
O sacramento da crisma
O sacramento da crismaO sacramento da crisma
O sacramento da crisma
 
Os sacramentos-de-iniciação-cristã-salesianos
Os sacramentos-de-iniciação-cristã-salesianosOs sacramentos-de-iniciação-cristã-salesianos
Os sacramentos-de-iniciação-cristã-salesianos
 
Querigma e catequese
Querigma e catequeseQuerigma e catequese
Querigma e catequese
 
Os sacramentos da igreja - Aula 02
Os sacramentos da igreja - Aula 02Os sacramentos da igreja - Aula 02
Os sacramentos da igreja - Aula 02
 
Ritual da Iniciação Cristã de Adultos
Ritual da Iniciação Cristã de AdultosRitual da Iniciação Cristã de Adultos
Ritual da Iniciação Cristã de Adultos
 
Retiro com Crismandos
Retiro com CrismandosRetiro com Crismandos
Retiro com Crismandos
 
formação para catequistas
formação para catequistasformação para catequistas
formação para catequistas
 
Metodologia na Catequese ~ VER-ILUMINAR-AGIR-CELEBRAR-REVER
Metodologia na Catequese ~ VER-ILUMINAR-AGIR-CELEBRAR-REVERMetodologia na Catequese ~ VER-ILUMINAR-AGIR-CELEBRAR-REVER
Metodologia na Catequese ~ VER-ILUMINAR-AGIR-CELEBRAR-REVER
 
A historia da catequese
A historia da catequeseA historia da catequese
A historia da catequese
 
Introdução aos sacramentos 09.04.13
Introdução aos sacramentos   09.04.13Introdução aos sacramentos   09.04.13
Introdução aos sacramentos 09.04.13
 
A espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequistaA espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequista
 
A missa– parte por parte
A missa– parte por parteA missa– parte por parte
A missa– parte por parte
 
22º Encontro - Sacramentos de Cura e Serviços
22º Encontro - Sacramentos de Cura e Serviços22º Encontro - Sacramentos de Cura e Serviços
22º Encontro - Sacramentos de Cura e Serviços
 

Destaque

Livro Catequese com estilo catecumenal - Padre Lelo
Livro Catequese com estilo catecumenal - Padre LeloLivro Catequese com estilo catecumenal - Padre Lelo
Livro Catequese com estilo catecumenal - Padre Lelo
Vitor Nunes Rosa
 
Já Nasceu O Menino Jesus..
Já Nasceu O Menino Jesus..Já Nasceu O Menino Jesus..
Já Nasceu O Menino Jesus..
Maria Borges
 
Beat Rink - Kunst en Creativiteit in de Liturgie
Beat Rink - Kunst en Creativiteit in de LiturgieBeat Rink - Kunst en Creativiteit in de Liturgie
Beat Rink - Kunst en Creativiteit in de Liturgie
EredienstCreatief
 
The House of Borgia - Epilogue
The House of Borgia - EpilogueThe House of Borgia - Epilogue
The House of Borgia - Epilogue
Patrick Grant
 
À Luz da fé - lumen fidei
À Luz da fé - lumen fideiÀ Luz da fé - lumen fidei
À Luz da fé - lumen fidei
Liana Plentz
 
Orientações para a animação bíblica da pastoral (3)
Orientações para a animação bíblica da pastoral (3)Orientações para a animação bíblica da pastoral (3)
Orientações para a animação bíblica da pastoral (3)
Liana Plentz
 
Liberation Theology
Liberation TheologyLiberation Theology
Liberation Theology
West Livaudais
 
Natal do Menino Jesus
Natal do Menino JesusNatal do Menino Jesus
Natal do Menino Jesus
BatistaBR
 
Diaporama de la liturgie du 14 juin 2015 année B
Diaporama de la liturgie du 14 juin 2015 année B Diaporama de la liturgie du 14 juin 2015 année B
Diaporama de la liturgie du 14 juin 2015 année B
kt42 catechisme
 
Intro to Early Christian Art
Intro to Early Christian ArtIntro to Early Christian Art
Intro to Early Christian Art
Ally Kateusz
 
Catequese rito de eleição e inscrição do nome
Catequese rito de eleição e inscrição do nomeCatequese rito de eleição e inscrição do nome
Catequese rito de eleição e inscrição do nome
Fábio Vasconcelos
 
A historia do novo testamento
A historia do novo testamentoA historia do novo testamento
A historia do novo testamento
Alexandre Alves Rocha
 
Liberation theology
Liberation theologyLiberation theology
Liberation theology
Shine Salazar
 
Palavra de Deus, fonte da catequese
Palavra de Deus, fonte da catequesePalavra de Deus, fonte da catequese
Palavra de Deus, fonte da catequese
Liana Plentz
 
Catequse orante redor_mesa power point - net
Catequse orante redor_mesa power point - netCatequse orante redor_mesa power point - net
Catequse orante redor_mesa power point - net
Alexandre Alves Rocha
 
Formação com Catequistas
Formação com CatequistasFormação com Catequistas
Formação com Catequistas
José Vieira Dos Santos
 
Nasceu o menino jesus
Nasceu o menino jesusNasceu o menino jesus
Nasceu o menino jesus
estrelasdomar
 
Early Christian Art
Early Christian ArtEarly Christian Art
Early Christian Art
Greg A.
 
Revista Sou catequista -revista digital
Revista Sou catequista -revista digitalRevista Sou catequista -revista digital
Revista Sou catequista -revista digital
Bernadetecebs .
 
CNBB - Diretorio Nancional de Catequese
CNBB - Diretorio Nancional de CatequeseCNBB - Diretorio Nancional de Catequese
CNBB - Diretorio Nancional de Catequese
Luís Miguel Rodrigues
 

Destaque (20)

Livro Catequese com estilo catecumenal - Padre Lelo
Livro Catequese com estilo catecumenal - Padre LeloLivro Catequese com estilo catecumenal - Padre Lelo
Livro Catequese com estilo catecumenal - Padre Lelo
 
Já Nasceu O Menino Jesus..
Já Nasceu O Menino Jesus..Já Nasceu O Menino Jesus..
Já Nasceu O Menino Jesus..
 
Beat Rink - Kunst en Creativiteit in de Liturgie
Beat Rink - Kunst en Creativiteit in de LiturgieBeat Rink - Kunst en Creativiteit in de Liturgie
Beat Rink - Kunst en Creativiteit in de Liturgie
 
The House of Borgia - Epilogue
The House of Borgia - EpilogueThe House of Borgia - Epilogue
The House of Borgia - Epilogue
 
À Luz da fé - lumen fidei
À Luz da fé - lumen fideiÀ Luz da fé - lumen fidei
À Luz da fé - lumen fidei
 
Orientações para a animação bíblica da pastoral (3)
Orientações para a animação bíblica da pastoral (3)Orientações para a animação bíblica da pastoral (3)
Orientações para a animação bíblica da pastoral (3)
 
Liberation Theology
Liberation TheologyLiberation Theology
Liberation Theology
 
Natal do Menino Jesus
Natal do Menino JesusNatal do Menino Jesus
Natal do Menino Jesus
 
Diaporama de la liturgie du 14 juin 2015 année B
Diaporama de la liturgie du 14 juin 2015 année B Diaporama de la liturgie du 14 juin 2015 année B
Diaporama de la liturgie du 14 juin 2015 année B
 
Intro to Early Christian Art
Intro to Early Christian ArtIntro to Early Christian Art
Intro to Early Christian Art
 
Catequese rito de eleição e inscrição do nome
Catequese rito de eleição e inscrição do nomeCatequese rito de eleição e inscrição do nome
Catequese rito de eleição e inscrição do nome
 
A historia do novo testamento
A historia do novo testamentoA historia do novo testamento
A historia do novo testamento
 
Liberation theology
Liberation theologyLiberation theology
Liberation theology
 
Palavra de Deus, fonte da catequese
Palavra de Deus, fonte da catequesePalavra de Deus, fonte da catequese
Palavra de Deus, fonte da catequese
 
Catequse orante redor_mesa power point - net
Catequse orante redor_mesa power point - netCatequse orante redor_mesa power point - net
Catequse orante redor_mesa power point - net
 
Formação com Catequistas
Formação com CatequistasFormação com Catequistas
Formação com Catequistas
 
Nasceu o menino jesus
Nasceu o menino jesusNasceu o menino jesus
Nasceu o menino jesus
 
Early Christian Art
Early Christian ArtEarly Christian Art
Early Christian Art
 
Revista Sou catequista -revista digital
Revista Sou catequista -revista digitalRevista Sou catequista -revista digital
Revista Sou catequista -revista digital
 
CNBB - Diretorio Nancional de Catequese
CNBB - Diretorio Nancional de CatequeseCNBB - Diretorio Nancional de Catequese
CNBB - Diretorio Nancional de Catequese
 

Semelhante a Itinerários do processo da iniciação a vida cristã

Apresentaçao jesus sorrindo_definitiva_2 (2)
Apresentaçao jesus sorrindo_definitiva_2 (2)Apresentaçao jesus sorrindo_definitiva_2 (2)
Apresentaçao jesus sorrindo_definitiva_2 (2)
Alice Lirio
 
Simpósio de EBD
Simpósio de EBDSimpósio de EBD
Simpósio de EBD
Antonio Fernandes
 
TEMPO 2 - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as crian...
TEMPO 2 - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as crian...TEMPO 2 - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as crian...
TEMPO 2 - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as crian...
BlogMaterialdeCatequ
 
Folheto batismo
Folheto batismoFolheto batismo
Folheto batismo
torrasko
 
Formando formador jesus. c. mesters
Formando formador jesus. c. mestersFormando formador jesus. c. mesters
Formando formador jesus. c. mesters
Renata R. Lucas
 
Lições do santuário para p gs
Lições do santuário   para p gsLições do santuário   para p gs
Lições do santuário para p gs
Jailson Noronha
 
2021 1º Trimestre Adulto Lição 12.pptx
2021 1º Trimestre Adulto Lição 12.pptx2021 1º Trimestre Adulto Lição 12.pptx
2021 1º Trimestre Adulto Lição 12.pptx
Joel Silva
 
Primeira etapa
Primeira etapaPrimeira etapa
Primeira etapa
KellyJanurio
 
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
Respirando Deus
 
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)
Antonio Filho
 
421
421421
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
boasnovassena
 
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipuladoLição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Erberson Pinheiro
 
Adv apresentação-2014
Adv   apresentação-2014Adv   apresentação-2014
Adv apresentação-2014
Grupo Adv Jovem
 
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
Natalino das Neves Neves
 
Nistocremos pg
Nistocremos pgNistocremos pg
Boletim Informativo ADIG / Setembro
Boletim Informativo ADIG / SetembroBoletim Informativo ADIG / Setembro
Boletim Informativo ADIG / Setembro
saulog3
 
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
Andre Nascimento
 
EBD Revista Palavra e Vida: Aula 13: Sob a bênção divina
EBD Revista Palavra e Vida: Aula 13: Sob a bênção divinaEBD Revista Palavra e Vida: Aula 13: Sob a bênção divina
EBD Revista Palavra e Vida: Aula 13: Sob a bênção divina
Andre Nascimento
 
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a Deus
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a DeusEBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a Deus
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a Deus
Andre Nascimento
 

Semelhante a Itinerários do processo da iniciação a vida cristã (20)

Apresentaçao jesus sorrindo_definitiva_2 (2)
Apresentaçao jesus sorrindo_definitiva_2 (2)Apresentaçao jesus sorrindo_definitiva_2 (2)
Apresentaçao jesus sorrindo_definitiva_2 (2)
 
Simpósio de EBD
Simpósio de EBDSimpósio de EBD
Simpósio de EBD
 
TEMPO 2 - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as crian...
TEMPO 2 - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as crian...TEMPO 2 - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as crian...
TEMPO 2 - Itinerário de iniciação à vida cristã com as famílias, com as crian...
 
Folheto batismo
Folheto batismoFolheto batismo
Folheto batismo
 
Formando formador jesus. c. mesters
Formando formador jesus. c. mestersFormando formador jesus. c. mesters
Formando formador jesus. c. mesters
 
Lições do santuário para p gs
Lições do santuário   para p gsLições do santuário   para p gs
Lições do santuário para p gs
 
2021 1º Trimestre Adulto Lição 12.pptx
2021 1º Trimestre Adulto Lição 12.pptx2021 1º Trimestre Adulto Lição 12.pptx
2021 1º Trimestre Adulto Lição 12.pptx
 
Primeira etapa
Primeira etapaPrimeira etapa
Primeira etapa
 
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
 
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)
 
421
421421
421
 
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da IgrejaLBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
LBJ LIÇÃO 2 - O real proposito da Igreja
 
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipuladoLição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
 
Adv apresentação-2014
Adv   apresentação-2014Adv   apresentação-2014
Adv apresentação-2014
 
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
2013 - 2 tri - lição 8 - educação cristã, responsabilidade dos pais
 
Nistocremos pg
Nistocremos pgNistocremos pg
Nistocremos pg
 
Boletim Informativo ADIG / Setembro
Boletim Informativo ADIG / SetembroBoletim Informativo ADIG / Setembro
Boletim Informativo ADIG / Setembro
 
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
 
EBD Revista Palavra e Vida: Aula 13: Sob a bênção divina
EBD Revista Palavra e Vida: Aula 13: Sob a bênção divinaEBD Revista Palavra e Vida: Aula 13: Sob a bênção divina
EBD Revista Palavra e Vida: Aula 13: Sob a bênção divina
 
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a Deus
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a DeusEBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a Deus
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a Deus
 

Último

9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
INTRODUÇÃO À HERMENÊUTICA BÍBLICA | INTERPRETAÇÃO BÍBLICA
INTRODUÇÃO À HERMENÊUTICA BÍBLICA | INTERPRETAÇÃO BÍBLICAINTRODUÇÃO À HERMENÊUTICA BÍBLICA | INTERPRETAÇÃO BÍBLICA
INTRODUÇÃO À HERMENÊUTICA BÍBLICA | INTERPRETAÇÃO BÍBLICA
AlineGoulartSchneide
 
Apostila Caracteristica Seres-Estelares.pdf
Apostila Caracteristica Seres-Estelares.pdfApostila Caracteristica Seres-Estelares.pdf
Apostila Caracteristica Seres-Estelares.pdf
PatriciaTanureNutril
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
Sammis Reachers
 
Revista Juvenis 10 - Aluno (1).pdf free .
Revista Juvenis 10 - Aluno (1).pdf free .Revista Juvenis 10 - Aluno (1).pdf free .
Revista Juvenis 10 - Aluno (1).pdf free .
adamasatoshi
 
Oração Da Família
Oração Da FamíliaOração Da Família
Oração Da Família
Nilson Almeida
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
PIB Penha
 

Último (17)

9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
INTRODUÇÃO À HERMENÊUTICA BÍBLICA | INTERPRETAÇÃO BÍBLICA
INTRODUÇÃO À HERMENÊUTICA BÍBLICA | INTERPRETAÇÃO BÍBLICAINTRODUÇÃO À HERMENÊUTICA BÍBLICA | INTERPRETAÇÃO BÍBLICA
INTRODUÇÃO À HERMENÊUTICA BÍBLICA | INTERPRETAÇÃO BÍBLICA
 
Apostila Caracteristica Seres-Estelares.pdf
Apostila Caracteristica Seres-Estelares.pdfApostila Caracteristica Seres-Estelares.pdf
Apostila Caracteristica Seres-Estelares.pdf
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
 
Revista Juvenis 10 - Aluno (1).pdf free .
Revista Juvenis 10 - Aluno (1).pdf free .Revista Juvenis 10 - Aluno (1).pdf free .
Revista Juvenis 10 - Aluno (1).pdf free .
 
Oração Da Família
Oração Da FamíliaOração Da Família
Oração Da Família
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
 

Itinerários do processo da iniciação a vida cristã

  • 1. Itinerários do processo da Iniciação a Vida Cristã Iniciação aVida Cristã – Um processo de inspiração catecumenal - CNBB
  • 2. Itinerário da Iniciação à vida Cristã com crianças Preparação (Duração mínima – 1mês) Objetivo Indicações metodológicas Convidar e motivar a comunidade e a acolher as crianças para o processo da IVC Reflexão sobre a importância da comunidade eclesial no processo de IVC. Animar e orientar as famílias para o processo de IVC com crianças.
  • 3. PrimeiroTempo Pré-Catecumenato –Tempo Querigmático (duração mínima -3 meses) Objetivo EixosTemáticos Despertar o encanto por Jesus Cristo que nos ama como sua família. • Jesus e as crianças (Mc 9, 33-37; Mt 18, 1-15; Lc 9,46- 48. • JESUS : uma criança enviada por Deus (Lc 2, 1-7). • Jesus, as crianças e o Reino de Deus (Mc 10, 13-16) CLEBRAÇÃO DE ACOLHIDA PARA OTEMPO DE CATEQUESE Objetivo Passos Acolher a criança e o seu desejo de fazer parte da família de Jesus Cristo Encontro fora da Igreja – templo. Diálogo entre a comunidade , a família e as crianças. Ingresso na Igreja – templo. Proclamação da Palavra . Recepção da imagem de Jesus, menino
  • 4. SegundoTempo Catecumenato –Tempo de aprofundamento (duração mínima – 24 meses) PRIMEIRA FASE: Palavra de Deus Objetivo Eixos temáticos Proporcionar uma visão de conjunto da comunicação de Deus com a humanidade • Deus fala: na natureza, nos fracos, na família, na historia do povo de Israel, em Jesus e no grupo de seguidores de Jesus (Igreja). • Visão geral da Sagrada Escritura Celebração da palavra de Deus Objetivo Passos Acolher o dom da Comunicação de Deus presente na Bíblia como luz e caminho Entrada solene da Bíblia. Proclamação da Palavra Entrega da Bíblia às crianças
  • 5. SEGUNDA FASE : pessoa humana Objetivo Eixos temáticos Conduzir a criança à descoberta de sua relação com o criador e os demais seres criados • Deus Pai/Mãe é o nosso Criador (Gn 1,1-24,4) • O que Deus criou é bom ( Sl 19, 1-9) • Eu fui crido por Deus (Sl 8) • Eu e minha relação com a minha família e com os outros (Eclo 3, 2-10). • Eu e minha relação com o ambiente (Gn 2, 8-15) Celebração daVida Objetivo Indicações metodológicas Passos Agradecer e valorizar a vida, dom de Criador, nas suas variadas manifestações Uso de símbolos que remetem à vida. Fatos da vida. Proclamação da Palavra. Oração de agradecimento ao dom da vida,
  • 6. TERCEIRA FASE: Jesus, o Cristo Objetivo Eixos temáticos Conhecer a vida, a paixão, a morte e a Ressurreição de Jesus Cristo, encantando com sua pessoa • Os Evangelhos nos falam das obras e ensinamentos de Jesus. • O enviado de Deus: Jesus (Lc1,26-38). • A infância de Jesus (Lc 2, 41-50) • Os ensinamentos de Jesus ( as parábolas). • As ações de Jesus: refeição com pessoas (Mc2,13-17), aclhida dos que erram (Mc2,1-12); cura dos doentes(Mc 3, 7- 12). • Jesus nos chama a fazer coisas boas (Lc 10,1-9) • Jesus morre na cruz para dar vida (Jo12,24) • Jesus Cristo vivo estar entre nós (Jo 20, 19-23). JORNADA DOS AMIGOS DE JESUS Objetivo Indicações metodológicas Passos Vivencia do encontro com a pessoa de Jesus Cristo, a partir de experiências concretas de solidariedade. Encontro festivo. Confecção de símbolos de pertença ( camisa, boné, cartinha dos amigos etc. Celebração de ajuda aos outros ( orfanatos, doação de alimentos, brinquedos, roupas etc.)
  • 7. QUARTA FASE: a vida de oração Objetivo Eixos temáticos Apresentara Jesus Cristo que reza ao Pai como exemplo de nossa vida de oração Os discípulos veem Jesus rezar (Lc11,1) Jesus ensina rezar (Lc 11,2-4) Praticas de oração leitura orante da Palavra de Deus, oficio divino para crianças, Ave-Maria, oração ao Anjo da Guarda etc. CELEBRAÇÃO DE ENTREGA DA ORAÇÃO DO SENHOR Objetivo Passos Rezar em comunidade a oração do Pai-Nosso como gesto de comunhão e partilha. Oração do Pai-Nosso de mãos dadas. Partilha do pão entre as crianças e a comunidade. Oração sobre as crianças. QUINTA FASE: a família-igreja: os filhos do Pai Deus e irmãos de Jesus Objetivo Eixos temáticos Despertar para a importância de ser família de Deus, na fraternidade de fé em Jesus Cristo A origem da família de Jesus (Mt1,1-17; Lc3,23-38). A família de Israel: Patriarcas; Moises , Juízes; Reis e profetas (Gn12,1-9)
  • 8. CELBRAÇÃO DE ENTREGA DO SIMBOLO DA FÉ Objetivo Passos Acolher a fé da família-igreja Proclamação da palavra Entrega da luz da Fé (vela) Profissão do símbolo da fé (creio) com a comunidade. SEXTA FASE: vida sacramental Objetivo Eixos temáticos Compreender os sacramentos como presença concreta e atual do Pai na família-igreja. Jesus Cristo a presença do Pai (Jo 14,8-11). a família-igreja continua a presença de Cristo (At 3,1-10) Os sete sacramentos O batismo a porta de entrada na família-igreja (Mt28,16-20) A eucaristia alimento da família-igreja (Mc 14,22-25). CELBRAÇÃO DA ELEIÇÃO (primeiro domingo da quaresma Objetivo Passos Agradecer o caminho feito em vista da preparação imediata para a iniciação a vida eucarística (batismal quando houver) Celebração de admissão aos sacramentos (cf. RICA nº133-150 adaptada às crianças. Proclamação da Palavra Testemunho pessoal da crianças (cartas para Deus, formulações de orações, etc).
  • 9. TERCEIROTEMPO ILUMINAÇÃO E PURIFICAÇÃO (Durante oTempo da Quaresma ) Objetivo Eixos temáticos Possibilitar de maneira progressiva a mudança de vida das crianças, iluminadas pelas ações de Jesus. Quaresma e campanha da fraternidade Jesus é agua que sacia a sede (Jo 4,5-26) Jesus é luz que ilumina nosso caminho (Jo 9,1-12) Jesus é vida que vence a morte (Jo 11, 17-27). CELEBRAÇÃO DO PERDÃO Objetivo Passos Reconhecer o dom do perdão de Deus oferecido a todos os que erram Revisão de vida. Celebração do sacramento da Reconciliação Gesto concreto de reconciliação. CELEBRAÇÃO DOTRÍDUO PASCAL Objetivo Passos Celebrar a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus como ponto central da vida da família-igreja Celebração da Ceia do Senhor Celebração da Paixão do Senhor Celebração dos Ritos de preparação imediata (RICA 193-207) Celebração daVigília Pascal ( Iniciação a vida eucarística e batismal se houver ).
  • 10. QUARTOTEMPO - MISTAGOGIA PRIMEIRA FASE (Durante o tempo Pascal) Objetivo Eixos temáticos Aprofundar as celebrações pascais como família-igreja na partilha dos dons do pão e do vinho Sentido das festas pascais celebradas A iniciação a vida eucarística CELEBRAÇÃO DE ENVIO MISSIONÁRIO (Domingo de pentecostes) Objetivo Passos Enviar para o testemunho cristão, como discípulo missionário, em vista do crescimento da fé. Proclamação da Palavra. Entrega de um símbolo( sal, semente, etc). Oração de envio SEGUNDA FASE: vivencia missionária (duração mínima 12 meses) Objetivo Indicações metodológicas Viver na prática cotidiana a proposta de Jesus Cristo assumida durante o processo catequético deste itinerário. Leitura orante semanal da Palavra de Deus Integração em um grupo de reflexão Participação em grupos de perseverança Inserção em propostas missionarias e serviços comunitários.