SlideShare uma empresa Scribd logo
 Arrebatamento da igreja
 Bodas do Cordeiro
 Grande tribulação
 Anti cristo
 Selos trombetas e taças
 Batalha do Armagedom
 Satanás preso
 Milênio
 Satanás solto
 Juízo dos ímpios
 Nova Jerusalém
Milênio é algo simbólico e não deve ser entendido como literal.
b) Acredita que quase todas as profecias apocalípticas já se
cumpriram no passado, principalmente durante o Império
Romano (interpretação preterista).
c) Delimitar o Reino de Cristo a um período de mil anos é algo que só
pode ser classificado como um delírio, devaneio e sandice. O reino
de Cristo é eterno e de natureza espiritual (Lc 17:20,21).
d) As profecias e a Escatologia fazem uso de grande número de
simbolismo, e não devem ser interpretadas literalmente. Entende
o Apocalipse como um livro essencialmente ético. Por exemplo: os
7 selos representam a luta entre o bem e o mal, com a vitória final
do bem; as 7 trombetas representam os juízos sobre o mal; a Besta
é o poder secular contra a Igreja; a 2ª Besta é a corrupção da Igreja;
Babilônia representa o mal dentro da Igreja…
e) Satanás foi preso na primeira vinda de Cristo (seu nascimento). A
presente era, entre a primeira e a segunda vinda de Jesus,
portanto, é o cumprimento do Milênio. Alguns amilenistas
divergem desta posição, entendendo que o Milênio consiste no
reinado de todos os crentes que morrem e estão no Céu.
F
A Segunda Vinda de Cristo será um evento único (Mt 24:27). Todos
os textos que fazem referência ao retorno de Cristo, só falam de
uma única volta, a qual aparece – em essência – com as mesmas
características e com os mesmos acontecimentos.
g) Tanto o bem quanto o mal aumentarão na terra, com o Reino de
Deus coexistindo paralelamente ao Reino de Satanás. Jamais
conseguiremos uma sociedade perfeita enquanto o mundo estiver
sem a consumação da redenção. Mas isto não elimina o fato de
que devemos lutar por uma sociedade melhor. A Igreja de Jesus
Cristo é a principal agência do reino de Deus e, fazendo assim,
promoverá o reino que está sob a administração do Filho de Deus.
h) Quanto ao sistema de governo na terra, os amilenistas convivem
muito bem com a democracia, pois crêem que ela permite uma
pregação do evangelho sem que haja quaisquer problemas
maiores, embora creiam na depravação dos governos humanos.
Sua posição é de acomodação diante do sistema político e social.
Os amilenistas também convivem com a idéia de que todas as
crenças devem ter a sua livre expressão, mesmo que discordem
delas veementemente. Somente um governo democrático permite
a livre expressão das religiões.
i) Os judeus depois que rejeitaram a Cristo como
o Messias, deixaram de ser o povo de Deus. A
partir de então, a Igreja tomou o lugar do Israel
político tornando-se o único povo que Deus
tem na face da terra – é chamada nas Escrituras
de Israel Espiritual (Ef 2:11-22; Gl 3:14, Rm
10:12).
j) Quando Cristo voltar, o fim do mundo
acontecerá com a ressurreição geral e o
julgamento de todas as pessoas (Ap 20).
 Acredita que quase todas as profecias apocalípticas
já se cumpriram no passado, principalmente
durante o Império Romano (interpretação
historicista). Visão calvinista – reformada.
 b) Interpreta as profecias apocalípticas como
simbólicas e não literais. Por ex: os 7 selos tratam
do Império Romano desde o seu apogeu até a sua
decadência; as 7 trombetas simbolizam o fim do
Império Romano sob os bárbaros; a Besta é o
papado ou o poder romano; a 2ª Besta é a Igreja
apóstata; a Grande Babilônia é Roma…
 O Reino de Deus começa em cada coração que se rende
ao seu senhorio. É um reino espiritual e não apenas
geográfico. Israel é uma alusão não literal ao povo
judeu, mas a todos aqueles que fazem parte da família
de Deus, que foram adotados mediante o sangue de
Cristo (Mt 21:33-43; 2 Pe 2:9).
 d) Através da pregação do Evangelho, todo o mundo
será cristianizado e submetido ao evangelho antes do
retorno de Cristo. O mundo irá melhorar
gradativamente à medida que a mensagem do
evangelho for sendo aceita. A pregação será eficaz. Não
será obra meramente humana, mas uma obra realizada
pela atuação direta do Espírito Santo no coração dos
homens (Mt 24:14, At 2:17, Jl 3:1-2).
 À medida que mais pessoas se converterem, a paz será
instituída sobre a terra. A paz será o estado natural,
atingindo até mesmo o relacionamento entre as nações.
Será a instituição do Milênio (Zc 14).
 f) Os pós-milenistas crêem que a Igreja deve introduzir
o reino milenar. Seu desejo é reformar o sistema
político deste mundo. Não há para eles a dicotomia
entre o que é sagrado e o que é secular. Sua luta é
contra o pluralismo (existência de várias crenças e
religiões) e o secularismo que estão regendo os
conceitos de governo civil no mundo. A Bíblia, e tão
somente a Bíblia deve ser a regra de fé e prática para
todos os governos (Sl 2.10-11, Sl 119.160)
 Quanto ao sistema de governo na terra, os pós-milenistas
são, em geral, contra o princípio democrático, que eles
consideram anti-cristão, pois leva as pessoas a escolherem
livremente os seus governantes, e assim a vontade de Deus
nunca é feita. É impossível, portanto, que um cristão seja um
“pluralista” em termos religiosos. Jesus disse: “Quem não é
por mim, é contra mim” (Mt 12.30).Ao invés da democracia
(o governo do povo), todos preferem a teocracia (o governo
de Deus). Sentem-se altamente desconfortáveis com a
multiplicidade de religiões e éticas no mundo. Segundo eles,
deveria haver somente uma religião no mundo, a cristã, e
todo o mundo deveria estar debaixo dos preceitos
estabelecidos na Bíblia. Essa é a meta final dos pós-
milenistas que querem implantar o reino de Deus aqui na
terra, onde todos estejam debaixo do seu domínio absoluto.
Eles aceitam a idéia de haver pessoas não cristãs vivendo ao
lado dos cristãos, mas todos submissos à lei prescrita na
Palavra de Deus (Sl 144:15).
 O milênio será um período real na terra, mas não
necessariamente com a duração de 1000 anos. O
número mil é simbólico (2 Pe 3:8). Será um reinado
mais espiritual do que político. Cristo reinará, mas
estará no Céu, no Trono de Davi.
 i) No fim do milênio, haverá um período de
apostasia e o governo do anticristo se instalará, e
virá a Grande Tribulação, quando a Igreja será
perseguida e provada. Depois disso virá a volta de
Jesus, a ressurreição de todos os mortos (salvos e
ímpios) e o juízo final.
 j) O arrebatamento da Igreja e a Volta de Cristo
serão um só acontecimento. Vindo depois disso, o
juízo sobre todas as pessoas: condenação eterna
para os ímpios e vida eterna para os salvos.
 *
 Acredita no cumprimento futurista literal de
todas as profecias apocalípticas. Nenhuma
profecia apocalíptica se refere à Igreja ou ao
nosso tempo. Tudo se cumprirá após o
arrebatamento.
 b) Existirá, no futuro, um reino literal de mil
anos de Cristo aqui na Terra. Será Cristo
reinando pessoalmente na Terra com seus
santos. Jerusalém será a capital (Ap 19:19 a
20:15).
 Esse reino milenar, que será implantado
sobrenaturalmente com a descida de Cristo à
terra, não tem qualquer conexão com o aspecto
presente do reino onde Cristo reina somente
nos corações dos crentes.
 d) A era da Igreja é uma espécie de
“parêntese” nos planos de Deus com Israel, que
continua sendo o povo escolhido do Senhor.
Com a rejeição do Messias, Deus interrompeu
momentaneamente seu tratamento com Israel,
e irá retomá-lo após o arrebatamento da Igreja,
restaurando o templo e reavivando sua aliança
com o povo (Rm 11:25-26, Hb 8:10, Dn 9:24-27).
 O arrebatamento da Igreja e a Volta de Cristo
são dois acontecimentos distintos. No
arrebatamento, Jesus virá de maneira invisível,
para buscar a sua Igreja, Ele ficará nos ares e o
Espírito Santo será retirado da terra juntamente
com a igreja, dando início assim aos 7 anos de
governo do Anticristo e à Grande Tribulação (1
Ts 4:17, 2 Ts 2:7-11). A volta de Cristo será após
estes 7 anos, de maneira visível, para inaugurar
seu reino milenial (Zc 14:3-4). Obs: alguns pré-
milenistas crêem que o arrebatamento não será
antes, mas no meio ou no fim da Grande Tribulação
(meso-tribulacionistas, pós-tribulacionistas).
 Depois do Milênio, Satanás será solto por um
curto período de tempo. Iniciará uma apostasia
e uma rebelião contra Jerusalém e o governo
divino. Cristo então o vencerá definitivamente,
destruirá para sempre a trindade satânica, e
julgará os perdidos (Ap 20-21).
 Haverá duas ressurreições, em três épocas
diferentes: a “primeira ressurreição” refere-se
aos salvos. Esta acontecerá em dois momentos:
primeiro no arrebatamento (1 Ts 4:16, 1 Co
15:52); e depois no início do Milênio (os
mártires que se converteram e foram mortos
durante a Grande Tribulação – Ap 20:3-6). A
“última” ressurreição será a dos ímpios de
todos os tempos que rejeitaram a Deus e o
evangelho; e ocorrerá no final do milênio, antes
do juízo final (Ap 20:13-15).
 O mundo está piorando cada vez mais a
medida que se aproxima o tempo do fim. Não
adianta tentar transformar a sociedade, pois
esta jaz no maligno e está destinada à perdição
(2Tm 3:1-5, Lc 18:8). Não há muito porque lutar
politicamente pelo mundo, pois este, afinal de
contas, vai terminar num caos. Os malfeitores
do mundo continuarão cada vez piores,
conquistando todos os instrumentos de poder.
A preocupação principal da Igreja deve ser a
salvação de almas.
 Da perspectiva pré-milenista, visto que o governo
civil não é baseado na revelação especial de Deus,
mas na revelação natural, até a idolatria deve ser
permitida, porque o estado não tem nada a ver
com as leis de Deus.
 j) Quanto ao sistema de governo na terra, os pré-
milenistas são totalmente favoráveis a um regime
democrático que lhes permita a proclamação do
Evangelho. Ao contrário dos pós-milenistas, que
desejam cristianizar as nações, os pré-milenistas
desejam pregar o evangelho a todas as criaturas, e
para isso precisam de governos democráticos que
lhes permitam entrar em todos os recantos do
mundo (Mt 28:20-22).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Escatologia
Escatologia  Escatologia
Escatologia
Jose Ventura
 
Lição 01 - Escatologia, o estudo das últimas coisas
Lição 01 - Escatologia, o estudo das últimas coisasLição 01 - Escatologia, o estudo das últimas coisas
Lição 01 - Escatologia, o estudo das últimas coisas
Regio Davis
 
Apostila de escatologia
Apostila de escatologiaApostila de escatologia
Apostila de escatologia
Rubens Bastos
 
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisasLições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
Ravena B
 
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Márcio Martins
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblica
ADMILTON SOARES
 
Lição 8 - A Grande Tribulação
Lição 8 - A Grande TribulaçãoLição 8 - A Grande Tribulação
Lição 8 - A Grande Tribulação
Andrew Guimarães
 
Jovens25 lição09
Jovens25   lição09Jovens25   lição09
Jovens25 lição09
ipbjn
 
O Fim Vem 1
O Fim Vem 1O Fim Vem 1
O Fim Vem 1
prweber
 
Apostila escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
Apostila   escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueiraApostila   escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
Apostila escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
Antonio Gazato
 
Escatologia
EscatologiaEscatologia
Escatologia
subcongregaadcr
 
A GRANDE TRIBULAÇÃO E O ANTICRISTO
A GRANDE TRIBULAÇÃO E O ANTICRISTOA GRANDE TRIBULAÇÃO E O ANTICRISTO
A GRANDE TRIBULAÇÃO E O ANTICRISTO
Joao Franca
 
Lição 6 Doutrina das últimas coisas
Lição 6   Doutrina das últimas coisasLição 6   Doutrina das últimas coisas
Lição 6 Doutrina das últimas coisas
Wander Sousa
 
Escatologia estudo das últimas coisas parte 3
Escatologia   estudo das últimas coisas parte 3Escatologia   estudo das últimas coisas parte 3
Escatologia estudo das últimas coisas parte 3
Natalino das Neves Neves
 
Escatologia biblica
Escatologia biblicaEscatologia biblica
Escatologia biblica
Marcelo Ferreira
 
Sinais que antecedem a volta de Cristo
Sinais que antecedem a volta de CristoSinais que antecedem a volta de Cristo
Sinais que antecedem a volta de Cristo
Natanael Gonçalves
 
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Jonas Martins Olímpio
 
Escatologia? O que é isso?
Escatologia? O que é isso?Escatologia? O que é isso?
Escatologia? O que é isso?
Francelia Carvalho Oliveira
 
Escatologia estudo das últimas coisas parte 1
Escatologia   estudo das últimas coisas parte 1Escatologia   estudo das últimas coisas parte 1
Escatologia estudo das últimas coisas parte 1
Natalino das Neves Neves
 
Ele Vem - O iminente retorno de Jesus Cristo
Ele Vem - O iminente retorno de Jesus CristoEle Vem - O iminente retorno de Jesus Cristo
Ele Vem - O iminente retorno de Jesus Cristo
Fabio F. Fernandes
 

Mais procurados (20)

Escatologia
Escatologia  Escatologia
Escatologia
 
Lição 01 - Escatologia, o estudo das últimas coisas
Lição 01 - Escatologia, o estudo das últimas coisasLição 01 - Escatologia, o estudo das últimas coisas
Lição 01 - Escatologia, o estudo das últimas coisas
 
Apostila de escatologia
Apostila de escatologiaApostila de escatologia
Apostila de escatologia
 
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisasLições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
Lições bíblicas 1 trimestre 2016 Adultos - O final de todas as coisas
 
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblica
 
Lição 8 - A Grande Tribulação
Lição 8 - A Grande TribulaçãoLição 8 - A Grande Tribulação
Lição 8 - A Grande Tribulação
 
Jovens25 lição09
Jovens25   lição09Jovens25   lição09
Jovens25 lição09
 
O Fim Vem 1
O Fim Vem 1O Fim Vem 1
O Fim Vem 1
 
Apostila escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
Apostila   escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueiraApostila   escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
Apostila escatologia - pe. luiz eustáquio dos santos nogueira
 
Escatologia
EscatologiaEscatologia
Escatologia
 
A GRANDE TRIBULAÇÃO E O ANTICRISTO
A GRANDE TRIBULAÇÃO E O ANTICRISTOA GRANDE TRIBULAÇÃO E O ANTICRISTO
A GRANDE TRIBULAÇÃO E O ANTICRISTO
 
Lição 6 Doutrina das últimas coisas
Lição 6   Doutrina das últimas coisasLição 6   Doutrina das últimas coisas
Lição 6 Doutrina das últimas coisas
 
Escatologia estudo das últimas coisas parte 3
Escatologia   estudo das últimas coisas parte 3Escatologia   estudo das últimas coisas parte 3
Escatologia estudo das últimas coisas parte 3
 
Escatologia biblica
Escatologia biblicaEscatologia biblica
Escatologia biblica
 
Sinais que antecedem a volta de Cristo
Sinais que antecedem a volta de CristoSinais que antecedem a volta de Cristo
Sinais que antecedem a volta de Cristo
 
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
 
Escatologia? O que é isso?
Escatologia? O que é isso?Escatologia? O que é isso?
Escatologia? O que é isso?
 
Escatologia estudo das últimas coisas parte 1
Escatologia   estudo das últimas coisas parte 1Escatologia   estudo das últimas coisas parte 1
Escatologia estudo das últimas coisas parte 1
 
Ele Vem - O iminente retorno de Jesus Cristo
Ele Vem - O iminente retorno de Jesus CristoEle Vem - O iminente retorno de Jesus Cristo
Ele Vem - O iminente retorno de Jesus Cristo
 

Destaque

O reino milenar
O reino milenarO reino milenar
O reino milenar
Franck Lenzi
 
Escatologia estudo 10 o milênio e interpretações
Escatologia  estudo 10    o milênio e interpretaçõesEscatologia  estudo 10    o milênio e interpretações
Escatologia estudo 10 o milênio e interpretações
JOÃO RICARDO DE FRANÇA
 
Os mil anos de apocalipse 20
Os mil anos de apocalipse 20Os mil anos de apocalipse 20
Os mil anos de apocalipse 20
Diego Fortunatto
 
Monografia milênio
Monografia milênioMonografia milênio
Monografia milênio
Juarez Almeida
 
A escatologia e as duas testemunhas
A escatologia e as duas testemunhasA escatologia e as duas testemunhas
A escatologia e as duas testemunhas
Marcondes Lira
 
Milenismo
MilenismoMilenismo
Milenismo
uriank
 
70 semanas
70 semanas70 semanas
70 semanas
Daniel Dutra
 
Escatologia correntes escatológicas
Escatologia   correntes escatológicasEscatologia   correntes escatológicas
Escatologia correntes escatológicas
Joao Franca
 
O movimento homossexual júlio severo
O movimento homossexual   júlio severoO movimento homossexual   júlio severo
O movimento homossexual júlio severo
www.osEXgays.com
 
A DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA: PERSPECTIVAS HISTÓRICAS
A DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA: PERSPECTIVAS HISTÓRICASA DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA: PERSPECTIVAS HISTÓRICAS
A DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA: PERSPECTIVAS HISTÓRICAS
ALTAIR GERMANO
 
A Igreja na Grande Tribulação
A Igreja na Grande TribulaçãoA Igreja na Grande Tribulação
A Igreja na Grande Tribulação
www.osEXgays.com
 
Milênio, um tempo glorioso para a terra - Lição 10 - 1º Trimestre de 2016
Milênio, um tempo glorioso para a terra - Lição 10 - 1º Trimestre de 2016Milênio, um tempo glorioso para a terra - Lição 10 - 1º Trimestre de 2016
Milênio, um tempo glorioso para a terra - Lição 10 - 1º Trimestre de 2016
Pr. Andre Luiz
 
Analise conjunta sobre o milênio - Escatologia - Prof: Fábio LIma
Analise conjunta sobre o milênio - Escatologia - Prof: Fábio LImaAnalise conjunta sobre o milênio - Escatologia - Prof: Fábio LIma
Analise conjunta sobre o milênio - Escatologia - Prof: Fábio LIma
Fábio Lima
 
2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii
faculdadeteologica
 
A Grande Tribulação
A Grande TribulaçãoA Grande Tribulação
A Grande Tribulação
Márcio Martins
 
Lição 14 - O Milenio
Lição 14 - O MilenioLição 14 - O Milenio
Lição 14 - O Milenio
Sergio Silva
 
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADEMILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
Leonam dos Santos
 
Eu vou bem sem você
Eu vou bem sem vocêEu vou bem sem você
Eu vou bem sem você
www.osEXgays.com
 

Destaque (18)

O reino milenar
O reino milenarO reino milenar
O reino milenar
 
Escatologia estudo 10 o milênio e interpretações
Escatologia  estudo 10    o milênio e interpretaçõesEscatologia  estudo 10    o milênio e interpretações
Escatologia estudo 10 o milênio e interpretações
 
Os mil anos de apocalipse 20
Os mil anos de apocalipse 20Os mil anos de apocalipse 20
Os mil anos de apocalipse 20
 
Monografia milênio
Monografia milênioMonografia milênio
Monografia milênio
 
A escatologia e as duas testemunhas
A escatologia e as duas testemunhasA escatologia e as duas testemunhas
A escatologia e as duas testemunhas
 
Milenismo
MilenismoMilenismo
Milenismo
 
70 semanas
70 semanas70 semanas
70 semanas
 
Escatologia correntes escatológicas
Escatologia   correntes escatológicasEscatologia   correntes escatológicas
Escatologia correntes escatológicas
 
O movimento homossexual júlio severo
O movimento homossexual   júlio severoO movimento homossexual   júlio severo
O movimento homossexual júlio severo
 
A DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA: PERSPECTIVAS HISTÓRICAS
A DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA: PERSPECTIVAS HISTÓRICASA DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA: PERSPECTIVAS HISTÓRICAS
A DOUTRINA PENTECOSTAL ASSEMBLEIANA: PERSPECTIVAS HISTÓRICAS
 
A Igreja na Grande Tribulação
A Igreja na Grande TribulaçãoA Igreja na Grande Tribulação
A Igreja na Grande Tribulação
 
Milênio, um tempo glorioso para a terra - Lição 10 - 1º Trimestre de 2016
Milênio, um tempo glorioso para a terra - Lição 10 - 1º Trimestre de 2016Milênio, um tempo glorioso para a terra - Lição 10 - 1º Trimestre de 2016
Milênio, um tempo glorioso para a terra - Lição 10 - 1º Trimestre de 2016
 
Analise conjunta sobre o milênio - Escatologia - Prof: Fábio LIma
Analise conjunta sobre o milênio - Escatologia - Prof: Fábio LImaAnalise conjunta sobre o milênio - Escatologia - Prof: Fábio LIma
Analise conjunta sobre o milênio - Escatologia - Prof: Fábio LIma
 
2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii
 
A Grande Tribulação
A Grande TribulaçãoA Grande Tribulação
A Grande Tribulação
 
Lição 14 - O Milenio
Lição 14 - O MilenioLição 14 - O Milenio
Lição 14 - O Milenio
 
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADEMILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
MILÊNIO, JUÍZO FINAL E ETERNIDADE
 
Eu vou bem sem você
Eu vou bem sem vocêEu vou bem sem você
Eu vou bem sem você
 

Semelhante a Introdução AO LIVRO DE APOCALIPSE

Lição 10 o governo do anticristo
Lição 10   o governo do anticristoLição 10   o governo do anticristo
Lição 10 o governo do anticristo
Virgilio Silva
 
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016
Pr. Andre Luiz
 
Apocalipse - Capítulo 20
Apocalipse - Capítulo 20Apocalipse - Capítulo 20
Apocalipse - Capítulo 20
IBC de Jacarepaguá
 
Institutogamaliel.com últimas coisas
Institutogamaliel.com últimas coisasInstitutogamaliel.com últimas coisas
Institutogamaliel.com últimas coisas
Instituto Teológico Gamaliel
 
DEUS CRIOU O DIABO (Parte Final).docx
DEUS CRIOU O DIABO  (Parte Final).docxDEUS CRIOU O DIABO  (Parte Final).docx
DEUS CRIOU O DIABO (Parte Final).docx
Nelson Pereira
 
Anticristo
AnticristoAnticristo
Anticristo
cristovaoalves4
 
Visão Panorâmica - Apocalipse
Visão Panorâmica - ApocalipseVisão Panorâmica - Apocalipse
Visão Panorâmica - Apocalipse
Músico Profissional
 
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano AComentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
José Lima
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
KARINEVONEYVIEIRABAR
 
O Ecumenismo e as Profecias da Bíblia e de Ellen White
O Ecumenismo e as Profecias da Bíblia e de Ellen WhiteO Ecumenismo e as Profecias da Bíblia e de Ellen White
O Ecumenismo e as Profecias da Bíblia e de Ellen White
André Luiz Marques
 
A Provisão de Deus em Tempos Difíces
A Provisão de Deus em Tempos DifícesA Provisão de Deus em Tempos Difíces
A Provisão de Deus em Tempos Difíces
Luciana Evangelista
 
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIA
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIALIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIA
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIA
Lourinaldo Serafim
 
Escatologia estudo 10 o milênio e interpretações
Escatologia  estudo 10    o milênio e interpretaçõesEscatologia  estudo 10    o milênio e interpretações
Escatologia estudo 10 o milênio e interpretações
Joao Franca
 
O cristianismo falsificado de satanás.
O cristianismo falsificado de satanás.O cristianismo falsificado de satanás.
O cristianismo falsificado de satanás.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
A grande tribulação completa
A grande tribulação completaA grande tribulação completa
A grande tribulação completa
ANTONIO CORDEIRO DA SILVA - ADORADOR
 
A grande tribulação completa 2
A grande tribulação completa 2A grande tribulação completa 2
A grande tribulação completa 2
ANTONIO CORDEIRO DA SILVA - ADORADOR
 
Lição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulaçãoLição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulação
Celso Napoleon
 
Aula 7
Aula 7Aula 7
Jornal 2-
Jornal  2-Jornal  2-
3 - Heresias no sec II.pptx
3 - Heresias no sec II.pptx3 - Heresias no sec II.pptx
3 - Heresias no sec II.pptx
PIB Penha - SP
 

Semelhante a Introdução AO LIVRO DE APOCALIPSE (20)

Lição 10 o governo do anticristo
Lição 10   o governo do anticristoLição 10   o governo do anticristo
Lição 10 o governo do anticristo
 
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016
A grande tribulação - Lição 08 - 1º Trimestre de 2016
 
Apocalipse - Capítulo 20
Apocalipse - Capítulo 20Apocalipse - Capítulo 20
Apocalipse - Capítulo 20
 
Institutogamaliel.com últimas coisas
Institutogamaliel.com últimas coisasInstitutogamaliel.com últimas coisas
Institutogamaliel.com últimas coisas
 
DEUS CRIOU O DIABO (Parte Final).docx
DEUS CRIOU O DIABO  (Parte Final).docxDEUS CRIOU O DIABO  (Parte Final).docx
DEUS CRIOU O DIABO (Parte Final).docx
 
Anticristo
AnticristoAnticristo
Anticristo
 
Visão Panorâmica - Apocalipse
Visão Panorâmica - ApocalipseVisão Panorâmica - Apocalipse
Visão Panorâmica - Apocalipse
 
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano AComentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
Comentário: 1° Domingo da Quaresma - Ano A
 
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptxebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
ebd-2o-trimestre-2018-licao-10-jovens.pptx
 
O Ecumenismo e as Profecias da Bíblia e de Ellen White
O Ecumenismo e as Profecias da Bíblia e de Ellen WhiteO Ecumenismo e as Profecias da Bíblia e de Ellen White
O Ecumenismo e as Profecias da Bíblia e de Ellen White
 
A Provisão de Deus em Tempos Difíces
A Provisão de Deus em Tempos DifícesA Provisão de Deus em Tempos Difíces
A Provisão de Deus em Tempos Difíces
 
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIA
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIALIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIA
LIÇÃO 09 - A VINDA DE JESUS EM GLÓRIA
 
Escatologia estudo 10 o milênio e interpretações
Escatologia  estudo 10    o milênio e interpretaçõesEscatologia  estudo 10    o milênio e interpretações
Escatologia estudo 10 o milênio e interpretações
 
O cristianismo falsificado de satanás.
O cristianismo falsificado de satanás.O cristianismo falsificado de satanás.
O cristianismo falsificado de satanás.
 
A grande tribulação completa
A grande tribulação completaA grande tribulação completa
A grande tribulação completa
 
A grande tribulação completa 2
A grande tribulação completa 2A grande tribulação completa 2
A grande tribulação completa 2
 
Lição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulaçãoLição 8 a grande tribulação
Lição 8 a grande tribulação
 
Aula 7
Aula 7Aula 7
Aula 7
 
Jornal 2-
Jornal  2-Jornal  2-
Jornal 2-
 
3 - Heresias no sec II.pptx
3 - Heresias no sec II.pptx3 - Heresias no sec II.pptx
3 - Heresias no sec II.pptx
 

Mais de Luciana Viana

Lição 8slid
Lição 8slidLição 8slid
Lição 8slid
Luciana Viana
 
Lição 13
Lição 13Lição 13
Lição 13
Luciana Viana
 
Lição 12 APOCALIPSE
Lição 12 APOCALIPSELição 12 APOCALIPSE
Lição 12 APOCALIPSE
Luciana Viana
 
Lição 11APOCALISPE
Lição 11APOCALISPELição 11APOCALISPE
Lição 11APOCALISPE
Luciana Viana
 
Lição 10 APOCALIPSE
Lição 10 APOCALIPSELição 10 APOCALIPSE
Lição 10 APOCALIPSE
Luciana Viana
 
Lição 9 slid
Lição 9 slidLição 9 slid
Lição 9 slid
Luciana Viana
 
Lição 8slid
Lição 8slidLição 8slid
Lição 8slid
Luciana Viana
 
Lição 7 APOCALIPSE
Lição 7 APOCALIPSELição 7 APOCALIPSE
Lição 7 APOCALIPSE
Luciana Viana
 
Lição 6 DO LIVRO DE APOCALIPSE
Lição 6 DO LIVRO DE APOCALIPSELição 6 DO LIVRO DE APOCALIPSE
Lição 6 DO LIVRO DE APOCALIPSE
Luciana Viana
 
LIÇÃO 5 LIVRO DE APOCALIPSE
LIÇÃO 5 LIVRO DE APOCALIPSELIÇÃO 5 LIVRO DE APOCALIPSE
LIÇÃO 5 LIVRO DE APOCALIPSE
Luciana Viana
 
LIÇÃO 4
LIÇÃO 4  LIÇÃO 4
LIÇÃO 4
Luciana Viana
 
Liçao 3
Liçao 3 Liçao 3
Liçao 3
Luciana Viana
 
Aula 2 apocalipse
Aula 2  apocalipseAula 2  apocalipse
Aula 2 apocalipse
Luciana Viana
 
Apocaliplição 1
Apocaliplição 1Apocaliplição 1
Apocaliplição 1
Luciana Viana
 

Mais de Luciana Viana (14)

Lição 8slid
Lição 8slidLição 8slid
Lição 8slid
 
Lição 13
Lição 13Lição 13
Lição 13
 
Lição 12 APOCALIPSE
Lição 12 APOCALIPSELição 12 APOCALIPSE
Lição 12 APOCALIPSE
 
Lição 11APOCALISPE
Lição 11APOCALISPELição 11APOCALISPE
Lição 11APOCALISPE
 
Lição 10 APOCALIPSE
Lição 10 APOCALIPSELição 10 APOCALIPSE
Lição 10 APOCALIPSE
 
Lição 9 slid
Lição 9 slidLição 9 slid
Lição 9 slid
 
Lição 8slid
Lição 8slidLição 8slid
Lição 8slid
 
Lição 7 APOCALIPSE
Lição 7 APOCALIPSELição 7 APOCALIPSE
Lição 7 APOCALIPSE
 
Lição 6 DO LIVRO DE APOCALIPSE
Lição 6 DO LIVRO DE APOCALIPSELição 6 DO LIVRO DE APOCALIPSE
Lição 6 DO LIVRO DE APOCALIPSE
 
LIÇÃO 5 LIVRO DE APOCALIPSE
LIÇÃO 5 LIVRO DE APOCALIPSELIÇÃO 5 LIVRO DE APOCALIPSE
LIÇÃO 5 LIVRO DE APOCALIPSE
 
LIÇÃO 4
LIÇÃO 4  LIÇÃO 4
LIÇÃO 4
 
Liçao 3
Liçao 3 Liçao 3
Liçao 3
 
Aula 2 apocalipse
Aula 2  apocalipseAula 2  apocalipse
Aula 2 apocalipse
 
Apocaliplição 1
Apocaliplição 1Apocaliplição 1
Apocaliplição 1
 

Último

livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 

Último (20)

livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 

Introdução AO LIVRO DE APOCALIPSE

  • 1.
  • 2.  Arrebatamento da igreja  Bodas do Cordeiro  Grande tribulação  Anti cristo  Selos trombetas e taças  Batalha do Armagedom  Satanás preso  Milênio  Satanás solto  Juízo dos ímpios  Nova Jerusalém
  • 3.
  • 4. Milênio é algo simbólico e não deve ser entendido como literal. b) Acredita que quase todas as profecias apocalípticas já se cumpriram no passado, principalmente durante o Império Romano (interpretação preterista). c) Delimitar o Reino de Cristo a um período de mil anos é algo que só pode ser classificado como um delírio, devaneio e sandice. O reino de Cristo é eterno e de natureza espiritual (Lc 17:20,21). d) As profecias e a Escatologia fazem uso de grande número de simbolismo, e não devem ser interpretadas literalmente. Entende o Apocalipse como um livro essencialmente ético. Por exemplo: os 7 selos representam a luta entre o bem e o mal, com a vitória final do bem; as 7 trombetas representam os juízos sobre o mal; a Besta é o poder secular contra a Igreja; a 2ª Besta é a corrupção da Igreja; Babilônia representa o mal dentro da Igreja… e) Satanás foi preso na primeira vinda de Cristo (seu nascimento). A presente era, entre a primeira e a segunda vinda de Jesus, portanto, é o cumprimento do Milênio. Alguns amilenistas divergem desta posição, entendendo que o Milênio consiste no reinado de todos os crentes que morrem e estão no Céu.
  • 5. F A Segunda Vinda de Cristo será um evento único (Mt 24:27). Todos os textos que fazem referência ao retorno de Cristo, só falam de uma única volta, a qual aparece – em essência – com as mesmas características e com os mesmos acontecimentos. g) Tanto o bem quanto o mal aumentarão na terra, com o Reino de Deus coexistindo paralelamente ao Reino de Satanás. Jamais conseguiremos uma sociedade perfeita enquanto o mundo estiver sem a consumação da redenção. Mas isto não elimina o fato de que devemos lutar por uma sociedade melhor. A Igreja de Jesus Cristo é a principal agência do reino de Deus e, fazendo assim, promoverá o reino que está sob a administração do Filho de Deus. h) Quanto ao sistema de governo na terra, os amilenistas convivem muito bem com a democracia, pois crêem que ela permite uma pregação do evangelho sem que haja quaisquer problemas maiores, embora creiam na depravação dos governos humanos. Sua posição é de acomodação diante do sistema político e social. Os amilenistas também convivem com a idéia de que todas as crenças devem ter a sua livre expressão, mesmo que discordem delas veementemente. Somente um governo democrático permite a livre expressão das religiões.
  • 6. i) Os judeus depois que rejeitaram a Cristo como o Messias, deixaram de ser o povo de Deus. A partir de então, a Igreja tomou o lugar do Israel político tornando-se o único povo que Deus tem na face da terra – é chamada nas Escrituras de Israel Espiritual (Ef 2:11-22; Gl 3:14, Rm 10:12). j) Quando Cristo voltar, o fim do mundo acontecerá com a ressurreição geral e o julgamento de todas as pessoas (Ap 20).
  • 7.
  • 8.  Acredita que quase todas as profecias apocalípticas já se cumpriram no passado, principalmente durante o Império Romano (interpretação historicista). Visão calvinista – reformada.  b) Interpreta as profecias apocalípticas como simbólicas e não literais. Por ex: os 7 selos tratam do Império Romano desde o seu apogeu até a sua decadência; as 7 trombetas simbolizam o fim do Império Romano sob os bárbaros; a Besta é o papado ou o poder romano; a 2ª Besta é a Igreja apóstata; a Grande Babilônia é Roma…
  • 9.  O Reino de Deus começa em cada coração que se rende ao seu senhorio. É um reino espiritual e não apenas geográfico. Israel é uma alusão não literal ao povo judeu, mas a todos aqueles que fazem parte da família de Deus, que foram adotados mediante o sangue de Cristo (Mt 21:33-43; 2 Pe 2:9).  d) Através da pregação do Evangelho, todo o mundo será cristianizado e submetido ao evangelho antes do retorno de Cristo. O mundo irá melhorar gradativamente à medida que a mensagem do evangelho for sendo aceita. A pregação será eficaz. Não será obra meramente humana, mas uma obra realizada pela atuação direta do Espírito Santo no coração dos homens (Mt 24:14, At 2:17, Jl 3:1-2).
  • 10.  À medida que mais pessoas se converterem, a paz será instituída sobre a terra. A paz será o estado natural, atingindo até mesmo o relacionamento entre as nações. Será a instituição do Milênio (Zc 14).  f) Os pós-milenistas crêem que a Igreja deve introduzir o reino milenar. Seu desejo é reformar o sistema político deste mundo. Não há para eles a dicotomia entre o que é sagrado e o que é secular. Sua luta é contra o pluralismo (existência de várias crenças e religiões) e o secularismo que estão regendo os conceitos de governo civil no mundo. A Bíblia, e tão somente a Bíblia deve ser a regra de fé e prática para todos os governos (Sl 2.10-11, Sl 119.160)
  • 11.  Quanto ao sistema de governo na terra, os pós-milenistas são, em geral, contra o princípio democrático, que eles consideram anti-cristão, pois leva as pessoas a escolherem livremente os seus governantes, e assim a vontade de Deus nunca é feita. É impossível, portanto, que um cristão seja um “pluralista” em termos religiosos. Jesus disse: “Quem não é por mim, é contra mim” (Mt 12.30).Ao invés da democracia (o governo do povo), todos preferem a teocracia (o governo de Deus). Sentem-se altamente desconfortáveis com a multiplicidade de religiões e éticas no mundo. Segundo eles, deveria haver somente uma religião no mundo, a cristã, e todo o mundo deveria estar debaixo dos preceitos estabelecidos na Bíblia. Essa é a meta final dos pós- milenistas que querem implantar o reino de Deus aqui na terra, onde todos estejam debaixo do seu domínio absoluto. Eles aceitam a idéia de haver pessoas não cristãs vivendo ao lado dos cristãos, mas todos submissos à lei prescrita na Palavra de Deus (Sl 144:15).
  • 12.  O milênio será um período real na terra, mas não necessariamente com a duração de 1000 anos. O número mil é simbólico (2 Pe 3:8). Será um reinado mais espiritual do que político. Cristo reinará, mas estará no Céu, no Trono de Davi.  i) No fim do milênio, haverá um período de apostasia e o governo do anticristo se instalará, e virá a Grande Tribulação, quando a Igreja será perseguida e provada. Depois disso virá a volta de Jesus, a ressurreição de todos os mortos (salvos e ímpios) e o juízo final.  j) O arrebatamento da Igreja e a Volta de Cristo serão um só acontecimento. Vindo depois disso, o juízo sobre todas as pessoas: condenação eterna para os ímpios e vida eterna para os salvos.  *
  • 13.
  • 14.  Acredita no cumprimento futurista literal de todas as profecias apocalípticas. Nenhuma profecia apocalíptica se refere à Igreja ou ao nosso tempo. Tudo se cumprirá após o arrebatamento.  b) Existirá, no futuro, um reino literal de mil anos de Cristo aqui na Terra. Será Cristo reinando pessoalmente na Terra com seus santos. Jerusalém será a capital (Ap 19:19 a 20:15).
  • 15.  Esse reino milenar, que será implantado sobrenaturalmente com a descida de Cristo à terra, não tem qualquer conexão com o aspecto presente do reino onde Cristo reina somente nos corações dos crentes.  d) A era da Igreja é uma espécie de “parêntese” nos planos de Deus com Israel, que continua sendo o povo escolhido do Senhor. Com a rejeição do Messias, Deus interrompeu momentaneamente seu tratamento com Israel, e irá retomá-lo após o arrebatamento da Igreja, restaurando o templo e reavivando sua aliança com o povo (Rm 11:25-26, Hb 8:10, Dn 9:24-27).
  • 16.  O arrebatamento da Igreja e a Volta de Cristo são dois acontecimentos distintos. No arrebatamento, Jesus virá de maneira invisível, para buscar a sua Igreja, Ele ficará nos ares e o Espírito Santo será retirado da terra juntamente com a igreja, dando início assim aos 7 anos de governo do Anticristo e à Grande Tribulação (1 Ts 4:17, 2 Ts 2:7-11). A volta de Cristo será após estes 7 anos, de maneira visível, para inaugurar seu reino milenial (Zc 14:3-4). Obs: alguns pré- milenistas crêem que o arrebatamento não será antes, mas no meio ou no fim da Grande Tribulação (meso-tribulacionistas, pós-tribulacionistas).
  • 17.  Depois do Milênio, Satanás será solto por um curto período de tempo. Iniciará uma apostasia e uma rebelião contra Jerusalém e o governo divino. Cristo então o vencerá definitivamente, destruirá para sempre a trindade satânica, e julgará os perdidos (Ap 20-21).
  • 18.  Haverá duas ressurreições, em três épocas diferentes: a “primeira ressurreição” refere-se aos salvos. Esta acontecerá em dois momentos: primeiro no arrebatamento (1 Ts 4:16, 1 Co 15:52); e depois no início do Milênio (os mártires que se converteram e foram mortos durante a Grande Tribulação – Ap 20:3-6). A “última” ressurreição será a dos ímpios de todos os tempos que rejeitaram a Deus e o evangelho; e ocorrerá no final do milênio, antes do juízo final (Ap 20:13-15).
  • 19.  O mundo está piorando cada vez mais a medida que se aproxima o tempo do fim. Não adianta tentar transformar a sociedade, pois esta jaz no maligno e está destinada à perdição (2Tm 3:1-5, Lc 18:8). Não há muito porque lutar politicamente pelo mundo, pois este, afinal de contas, vai terminar num caos. Os malfeitores do mundo continuarão cada vez piores, conquistando todos os instrumentos de poder. A preocupação principal da Igreja deve ser a salvação de almas.
  • 20.  Da perspectiva pré-milenista, visto que o governo civil não é baseado na revelação especial de Deus, mas na revelação natural, até a idolatria deve ser permitida, porque o estado não tem nada a ver com as leis de Deus.  j) Quanto ao sistema de governo na terra, os pré- milenistas são totalmente favoráveis a um regime democrático que lhes permita a proclamação do Evangelho. Ao contrário dos pós-milenistas, que desejam cristianizar as nações, os pré-milenistas desejam pregar o evangelho a todas as criaturas, e para isso precisam de governos democráticos que lhes permitam entrar em todos os recantos do mundo (Mt 28:20-22).