SlideShare uma empresa Scribd logo
Fundação de Ensino Superior de Olinda – FUNESO
União de Escolas Superiores da FUNESO - UNESF

              INSULINOTERAPIA
                     E
            CONTROLE GLICÊMICO


                              Prof. Rodrigo Abreu
INSULINA

• Hormonio responsável pela redução da glicemia,
  ao promover a entrada de glicose nas células.
• É produzida nas ilhotas de Langerhans, células
  do pâncreas endócrino.
• Quando a produção de insulina é deficiente, a
  glicose acumula-se no sangue e na urina,
  destruindo as células por falta de abastecimento,
  caracterizando um quadro de diabetes mellitus.
TIPOS DE INSULINAS
 A principal característica que distingue os
 diferentes tipos de insulinas disponíveis no
 mercado é a sua farmacocinética. Ou seja,
 variam consoante o seu início de ação, a sua
 duração de ação e o tempo necessário para
 atingir a sua concentração máxima.
 As insulinas podem ser de origem humana,
 bovina, suína e sintética.
TIPOS DE INSULINAS
•   Insulina de ação Ultra- lenta;
•   Insulina de ação Lenta;
•   Insulina de ação rápida;
•   Insulina de Ação Ultra- Rápida.
Insulina de Ação Ultra- Rápida.
(Lispro)
• Estas insulinas são análogos da insulina humana,
  obtidas por tecnologia DNA recombinante.
• Via de Administração: sub-cutânea.

Início de acção: 15 min
Concentração máxima: 40-60 min
Duração de acção: 2-4 h
Insulina de ação rápida
(Regular)
• Estas insulinas também designadas por insulinas
  solúveis, regulares ou cristalinas, contêm a
  molécula de insulina não modificada em solução.
• Origem Humana ou animal.
• Via de administração: sub-cutânea e Endovenosa.
Início de ação: 30 min.
Concentração máxima: 2 h
Duração de ação: 4-8 h
Insulina de ação Lenta
NPH
• Este tipo de insulinas podem ser obtidas pela
  mistura da insulina regular com protamina
  (formando-se um complexo insulina-protamina
  pouco solúvel) ou com zinco, reduzindo o tempo
  de absorção.
• Origem Humana ou animal.
• Via de administração: Sub-cutânea.
Início de ação: 1,5 h
Concentração máxima: 4-8 h
Duração de ação: 18 h
Insulina de ação Ultra- lenta
(Glargina)
• Estas insulinas são obtidas através da adição de
  um excesso de zinco à insulina solúvel na
  presença de um tampão acetato, obtendo-se
  então uma suspensão relativamente insolúvel.
• Via de Administração: Sub-cutânea.
Início de ação: 5 h
Concentração máxima: 20 h
Duração de ação: 30 h
Tempo de Ação das Insulinas
Locais de Aplicação (Via Subcutânea)
OBRIGADO...

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERALNUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
Elyda Santos
 
Anti-hipertensivos
Anti-hipertensivosAnti-hipertensivos
Anti-hipertensivos
resenfe2013
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Calculo de medicação
Calculo de medicaçãoCalculo de medicação
Calculo de medicação
Andréa Dantas
 
introdução à farmacologia
 introdução à farmacologia introdução à farmacologia
introdução à farmacologia
Jaqueline Almeida
 
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
Karen Lira
 
Exame Físico
Exame FísicoExame Físico
Exame Físico
lacmuam
 
Balanco hidrico
Balanco hidricoBalanco hidrico
Balanco hidrico
eduardo leao
 
Aula antihipertensivos
Aula  antihipertensivosAula  antihipertensivos
Aula antihipertensivos
Renato Santos
 
7ª aula classes de medicamentos
7ª aula   classes de medicamentos7ª aula   classes de medicamentos
7ª aula classes de medicamentos
Claudio Luis Venturini
 
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
Amanda Moura
 
5. sistema nervoso
5. sistema nervoso5. sistema nervoso
5. sistema nervoso
Luiz Gonçalves Mendes Jr
 
Aula 1 (1)
Aula 1 (1)Aula 1 (1)
Introdução à Farmacologia
Introdução à FarmacologiaIntrodução à Farmacologia
Introdução à Farmacologia
Maria Silene Silva
 
SONDAGENS E LAVAGENS
SONDAGENS E LAVAGENSSONDAGENS E LAVAGENS
SONDAGENS E LAVAGENS
Ivanilson Gomes
 
Introdução à farmacologia
Introdução à farmacologiaIntrodução à farmacologia
Introdução à farmacologia
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
urgencia-e-emergencia-mapa-mental-1.pdf
urgencia-e-emergencia-mapa-mental-1.pdfurgencia-e-emergencia-mapa-mental-1.pdf
urgencia-e-emergencia-mapa-mental-1.pdf
RickAugusto1
 
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃO
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃODIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃO
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃO
Andréa Dantas
 
Diabetes Tipo 1
Diabetes Tipo 1Diabetes Tipo 1
Administração de medicamentos por via endovenosa pdf
Administração de medicamentos por via endovenosa pdfAdministração de medicamentos por via endovenosa pdf
Administração de medicamentos por via endovenosa pdf
jaddy xavier
 

Mais procurados (20)

NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERALNUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
 
Anti-hipertensivos
Anti-hipertensivosAnti-hipertensivos
Anti-hipertensivos
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Calculo de medicação
Calculo de medicaçãoCalculo de medicação
Calculo de medicação
 
introdução à farmacologia
 introdução à farmacologia introdução à farmacologia
introdução à farmacologia
 
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
 
Exame Físico
Exame FísicoExame Físico
Exame Físico
 
Balanco hidrico
Balanco hidricoBalanco hidrico
Balanco hidrico
 
Aula antihipertensivos
Aula  antihipertensivosAula  antihipertensivos
Aula antihipertensivos
 
7ª aula classes de medicamentos
7ª aula   classes de medicamentos7ª aula   classes de medicamentos
7ª aula classes de medicamentos
 
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
 
5. sistema nervoso
5. sistema nervoso5. sistema nervoso
5. sistema nervoso
 
Aula 1 (1)
Aula 1 (1)Aula 1 (1)
Aula 1 (1)
 
Introdução à Farmacologia
Introdução à FarmacologiaIntrodução à Farmacologia
Introdução à Farmacologia
 
SONDAGENS E LAVAGENS
SONDAGENS E LAVAGENSSONDAGENS E LAVAGENS
SONDAGENS E LAVAGENS
 
Introdução à farmacologia
Introdução à farmacologiaIntrodução à farmacologia
Introdução à farmacologia
 
urgencia-e-emergencia-mapa-mental-1.pdf
urgencia-e-emergencia-mapa-mental-1.pdfurgencia-e-emergencia-mapa-mental-1.pdf
urgencia-e-emergencia-mapa-mental-1.pdf
 
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃO
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃODIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃO
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃO
 
Diabetes Tipo 1
Diabetes Tipo 1Diabetes Tipo 1
Diabetes Tipo 1
 
Administração de medicamentos por via endovenosa pdf
Administração de medicamentos por via endovenosa pdfAdministração de medicamentos por via endovenosa pdf
Administração de medicamentos por via endovenosa pdf
 

Semelhante a Insulinoterapia

AULA Diabetes.pptx
AULA Diabetes.pptxAULA Diabetes.pptx
AULA Diabetes.pptx
gengelaOliveira
 
DROGASATUAMSISTEMAENDROCRINO.pdf
DROGASATUAMSISTEMAENDROCRINO.pdfDROGASATUAMSISTEMAENDROCRINO.pdf
DROGASATUAMSISTEMAENDROCRINO.pdf
MarciaRodrigues615662
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
jhordana1
 
AULA_INSULINOTERAPIA.pptx
AULA_INSULINOTERAPIA.pptxAULA_INSULINOTERAPIA.pptx
AULA_INSULINOTERAPIA.pptx
PriscilaBiggi1
 
Liga De Diabetes 2008 Insulinoterapia
Liga De Diabetes 2008 InsulinoterapiaLiga De Diabetes 2008 Insulinoterapia
Liga De Diabetes 2008 Insulinoterapia
Liga de Diabetes UFG
 
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulina
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulinaDiabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulina
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulina
Santos de Castro
 
Diabetes treinamento
Diabetes   treinamentoDiabetes   treinamento
Diabetes treinamento
Gilmara Santiago
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes e Exercício Físico
Diabetes e Exercício FísicoDiabetes e Exercício Físico
Diabetes e Exercício Físico
Diversas instituições
 
Os medicamentos de alta vigilância.pdf
Os medicamentos de alta vigilância.pdfOs medicamentos de alta vigilância.pdf
Os medicamentos de alta vigilância.pdf
Taismara Lopes
 
Fisiologia - Sistema Endócrino 2
Fisiologia - Sistema Endócrino 2Fisiologia - Sistema Endócrino 2
Fisiologia - Sistema Endócrino 2
Pedro Miguel
 
Antitussígenos e expectorantes
Antitussígenos e expectorantesAntitussígenos e expectorantes
Antitussígenos e expectorantes
Sú Carreiro
 
O Intestino nosso segundo Cérebro
O Intestino nosso segundo CérebroO Intestino nosso segundo Cérebro
O Intestino nosso segundo Cérebro
rjleme
 
Diabetes.
Diabetes.Diabetes.
Fisiologia - Sistema Endócrino 1
Fisiologia - Sistema Endócrino 1Fisiologia - Sistema Endócrino 1
Fisiologia - Sistema Endócrino 1
Pedro Miguel
 
CREATINA & INSULINA - FINALIZADA.pptx
CREATINA & INSULINA -  FINALIZADA.pptxCREATINA & INSULINA -  FINALIZADA.pptx
CREATINA & INSULINA - FINALIZADA.pptx
Fernando Naize
 
Bula humalog frasco_p_16_0_m_cds19_nov10_21ago14
Bula humalog frasco_p_16_0_m_cds19_nov10_21ago14Bula humalog frasco_p_16_0_m_cds19_nov10_21ago14
Bula humalog frasco_p_16_0_m_cds19_nov10_21ago14
ANTONIO L. Silva
 
Medicamentos por via SC 22 02 17.pdf
Medicamentos por via  SC  22 02 17.pdfMedicamentos por via  SC  22 02 17.pdf
Medicamentos por via SC 22 02 17.pdf
EvertonMonteiro19
 
Trabalho sobre Insulina
Trabalho sobre InsulinaTrabalho sobre Insulina
Trabalho sobre Insulina
gilsonfagundesreis
 

Semelhante a Insulinoterapia (20)

AULA Diabetes.pptx
AULA Diabetes.pptxAULA Diabetes.pptx
AULA Diabetes.pptx
 
DROGASATUAMSISTEMAENDROCRINO.pdf
DROGASATUAMSISTEMAENDROCRINO.pdfDROGASATUAMSISTEMAENDROCRINO.pdf
DROGASATUAMSISTEMAENDROCRINO.pdf
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
 
AULA_INSULINOTERAPIA.pptx
AULA_INSULINOTERAPIA.pptxAULA_INSULINOTERAPIA.pptx
AULA_INSULINOTERAPIA.pptx
 
Liga De Diabetes 2008 Insulinoterapia
Liga De Diabetes 2008 InsulinoterapiaLiga De Diabetes 2008 Insulinoterapia
Liga De Diabetes 2008 Insulinoterapia
 
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulina
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulinaDiabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulina
Diabetes :- os 5 secredos que você deve saber sobre insulina
 
Diabetes treinamento
Diabetes   treinamentoDiabetes   treinamento
Diabetes treinamento
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Diabetes e Exercício Físico
Diabetes e Exercício FísicoDiabetes e Exercício Físico
Diabetes e Exercício Físico
 
Os medicamentos de alta vigilância.pdf
Os medicamentos de alta vigilância.pdfOs medicamentos de alta vigilância.pdf
Os medicamentos de alta vigilância.pdf
 
Fisiologia - Sistema Endócrino 2
Fisiologia - Sistema Endócrino 2Fisiologia - Sistema Endócrino 2
Fisiologia - Sistema Endócrino 2
 
Antitussígenos e expectorantes
Antitussígenos e expectorantesAntitussígenos e expectorantes
Antitussígenos e expectorantes
 
O Intestino nosso segundo Cérebro
O Intestino nosso segundo CérebroO Intestino nosso segundo Cérebro
O Intestino nosso segundo Cérebro
 
Diabetes.
Diabetes.Diabetes.
Diabetes.
 
Fisiologia - Sistema Endócrino 1
Fisiologia - Sistema Endócrino 1Fisiologia - Sistema Endócrino 1
Fisiologia - Sistema Endócrino 1
 
CREATINA & INSULINA - FINALIZADA.pptx
CREATINA & INSULINA -  FINALIZADA.pptxCREATINA & INSULINA -  FINALIZADA.pptx
CREATINA & INSULINA - FINALIZADA.pptx
 
Bula humalog frasco_p_16_0_m_cds19_nov10_21ago14
Bula humalog frasco_p_16_0_m_cds19_nov10_21ago14Bula humalog frasco_p_16_0_m_cds19_nov10_21ago14
Bula humalog frasco_p_16_0_m_cds19_nov10_21ago14
 
Medicamentos por via SC 22 02 17.pdf
Medicamentos por via  SC  22 02 17.pdfMedicamentos por via  SC  22 02 17.pdf
Medicamentos por via SC 22 02 17.pdf
 
Trabalho sobre Insulina
Trabalho sobre InsulinaTrabalho sobre Insulina
Trabalho sobre Insulina
 

Mais de Rodrigo Abreu

Aula 3 pesquisas eletrônicas
Aula 3   pesquisas eletrônicasAula 3   pesquisas eletrônicas
Aula 3 pesquisas eletrônicas
Rodrigo Abreu
 
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
Aula 2   elaboração trabalhos científicosAula 2   elaboração trabalhos científicos
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
Rodrigo Abreu
 
Aula 1 elaboração de trabalhos científicos
Aula 1   elaboração de trabalhos científicosAula 1   elaboração de trabalhos científicos
Aula 1 elaboração de trabalhos científicos
Rodrigo Abreu
 
Ciclo iii 04
Ciclo iii 04Ciclo iii 04
Ciclo iii 04
Rodrigo Abreu
 
Ciclo iii 03
Ciclo iii 03Ciclo iii 03
Ciclo iii 03
Rodrigo Abreu
 
Ciclo iii 02
Ciclo iii 02Ciclo iii 02
Ciclo iii 02
Rodrigo Abreu
 
Ciclo iii 01
Ciclo iii 01Ciclo iii 01
Ciclo iii 01
Rodrigo Abreu
 
Aula 10 termoterapia e crioterapia
Aula 10  termoterapia e crioterapiaAula 10  termoterapia e crioterapia
Aula 10 termoterapia e crioterapia
Rodrigo Abreu
 
Aula 09 oxigênioterapia
Aula 09  oxigênioterapiaAula 09  oxigênioterapia
Aula 09 oxigênioterapia
Rodrigo Abreu
 
Aula 08 aspiração endotraqueal
Aula 08   aspiração endotraquealAula 08   aspiração endotraqueal
Aula 08 aspiração endotraqueal
Rodrigo Abreu
 
Genero 08
Genero 08Genero 08
Genero 08
Rodrigo Abreu
 
Genero 07
Genero 07Genero 07
Genero 07
Rodrigo Abreu
 
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31
Rodrigo Abreu
 
Genero 06
Genero 06Genero 06
Genero 06
Rodrigo Abreu
 
Genero 05
Genero 05Genero 05
Genero 05
Rodrigo Abreu
 
Saude mental
Saude mentalSaude mental
Saude mental
Rodrigo Abreu
 
Saude adolescente
Saude adolescenteSaude adolescente
Saude adolescente
Rodrigo Abreu
 
Ciclo i 03
Ciclo i 03Ciclo i 03
Ciclo i 03
Rodrigo Abreu
 
Ciclo i 04
Ciclo i 04Ciclo i 04
Ciclo i 04
Rodrigo Abreu
 
Doenças prevalentes
Doenças prevalentesDoenças prevalentes
Doenças prevalentes
Rodrigo Abreu
 

Mais de Rodrigo Abreu (20)

Aula 3 pesquisas eletrônicas
Aula 3   pesquisas eletrônicasAula 3   pesquisas eletrônicas
Aula 3 pesquisas eletrônicas
 
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
Aula 2   elaboração trabalhos científicosAula 2   elaboração trabalhos científicos
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
 
Aula 1 elaboração de trabalhos científicos
Aula 1   elaboração de trabalhos científicosAula 1   elaboração de trabalhos científicos
Aula 1 elaboração de trabalhos científicos
 
Ciclo iii 04
Ciclo iii 04Ciclo iii 04
Ciclo iii 04
 
Ciclo iii 03
Ciclo iii 03Ciclo iii 03
Ciclo iii 03
 
Ciclo iii 02
Ciclo iii 02Ciclo iii 02
Ciclo iii 02
 
Ciclo iii 01
Ciclo iii 01Ciclo iii 01
Ciclo iii 01
 
Aula 10 termoterapia e crioterapia
Aula 10  termoterapia e crioterapiaAula 10  termoterapia e crioterapia
Aula 10 termoterapia e crioterapia
 
Aula 09 oxigênioterapia
Aula 09  oxigênioterapiaAula 09  oxigênioterapia
Aula 09 oxigênioterapia
 
Aula 08 aspiração endotraqueal
Aula 08   aspiração endotraquealAula 08   aspiração endotraqueal
Aula 08 aspiração endotraqueal
 
Genero 08
Genero 08Genero 08
Genero 08
 
Genero 07
Genero 07Genero 07
Genero 07
 
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31
Praticas integrativas complementares_plantas_medicinais_cab31
 
Genero 06
Genero 06Genero 06
Genero 06
 
Genero 05
Genero 05Genero 05
Genero 05
 
Saude mental
Saude mentalSaude mental
Saude mental
 
Saude adolescente
Saude adolescenteSaude adolescente
Saude adolescente
 
Ciclo i 03
Ciclo i 03Ciclo i 03
Ciclo i 03
 
Ciclo i 04
Ciclo i 04Ciclo i 04
Ciclo i 04
 
Doenças prevalentes
Doenças prevalentesDoenças prevalentes
Doenças prevalentes
 

Último

UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 

Último (20)

UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 

Insulinoterapia

  • 1. Fundação de Ensino Superior de Olinda – FUNESO União de Escolas Superiores da FUNESO - UNESF INSULINOTERAPIA E CONTROLE GLICÊMICO Prof. Rodrigo Abreu
  • 2.
  • 3. INSULINA • Hormonio responsável pela redução da glicemia, ao promover a entrada de glicose nas células. • É produzida nas ilhotas de Langerhans, células do pâncreas endócrino. • Quando a produção de insulina é deficiente, a glicose acumula-se no sangue e na urina, destruindo as células por falta de abastecimento, caracterizando um quadro de diabetes mellitus.
  • 4. TIPOS DE INSULINAS A principal característica que distingue os diferentes tipos de insulinas disponíveis no mercado é a sua farmacocinética. Ou seja, variam consoante o seu início de ação, a sua duração de ação e o tempo necessário para atingir a sua concentração máxima. As insulinas podem ser de origem humana, bovina, suína e sintética.
  • 5. TIPOS DE INSULINAS • Insulina de ação Ultra- lenta; • Insulina de ação Lenta; • Insulina de ação rápida; • Insulina de Ação Ultra- Rápida.
  • 6. Insulina de Ação Ultra- Rápida. (Lispro) • Estas insulinas são análogos da insulina humana, obtidas por tecnologia DNA recombinante. • Via de Administração: sub-cutânea. Início de acção: 15 min Concentração máxima: 40-60 min Duração de acção: 2-4 h
  • 7. Insulina de ação rápida (Regular) • Estas insulinas também designadas por insulinas solúveis, regulares ou cristalinas, contêm a molécula de insulina não modificada em solução. • Origem Humana ou animal. • Via de administração: sub-cutânea e Endovenosa. Início de ação: 30 min. Concentração máxima: 2 h Duração de ação: 4-8 h
  • 8. Insulina de ação Lenta NPH • Este tipo de insulinas podem ser obtidas pela mistura da insulina regular com protamina (formando-se um complexo insulina-protamina pouco solúvel) ou com zinco, reduzindo o tempo de absorção. • Origem Humana ou animal. • Via de administração: Sub-cutânea. Início de ação: 1,5 h Concentração máxima: 4-8 h Duração de ação: 18 h
  • 9. Insulina de ação Ultra- lenta (Glargina) • Estas insulinas são obtidas através da adição de um excesso de zinco à insulina solúvel na presença de um tampão acetato, obtendo-se então uma suspensão relativamente insolúvel. • Via de Administração: Sub-cutânea. Início de ação: 5 h Concentração máxima: 20 h Duração de ação: 30 h
  • 10. Tempo de Ação das Insulinas
  • 11. Locais de Aplicação (Via Subcutânea)