SlideShare uma empresa Scribd logo
TALES DE MILETO E SEU IMPOTANTE  “TEOREMA DE TALES” Nome: Luciane Antoniolli Pólo: Araras
TEOREMA DE TALES Tales observou que os raios solares que chegavam à Terra na posição inclinada eram paralelos, dessa forma, ele concluiu que havia uma proporcionalidade entre as medidas da sombra e da altura dos objetos.
COM BASE NESTE ESTUDO TALES OBTEVE A SEGUINTE CONCLUSÃO:  “ Se um  feixe de retas paralelas tem duas transversais, então a razão entre dois segmentos quaisquer de uma é igual à razão entre os segmentos correspondentes na outra”.
UM POUCO DE SUA HISTÓRIA Tales de Mileto foi o  primeiro matemático grego  do século VII a.C., próspero comerciante, que em uma de suas viagens ao Egito, foi lançado à ele um desafio pelo Faraó e toda sua corte: “ Você conseguiria medir a altura de uma das pirâmides de Quéops? Tales de Mileto (640 - 550 a.c.)
COMO TALES CALCULOU A ALTURA DA PIRÂMIDE? Segundo as história, Tales fincou uma vara vertical no extremo da sombra projetada pela pirâmide, formando no solo dois triângulos semelhantes, aplicando seus conhecimentos de proporcionalidade e sabendo que a razão entre a altura de um objeto e o comprimento da sombra que esse objeto projeta é sempre a mesma para quaisquer objetos, ele obteve o valor da altura da pirâmide.
SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS Tales calculou a altura da pirâmide através da semelhanças dos triângulos formados pela projeção das sombras da pirâmide e da vara, e com isso verificou que os dois triângulos possuiam ângulos respectivamente congruentes.
AS UTILIDADES DO TEOREMA DE TALES O Teorema de Tales possui diversas aplicações no cotidiano, como por exemplo descobrir a altura de um prédio, de uma casa, de uma árvore, de distâncias inacessíveis, ou até mesmo quando precisamos tomar um remédio e queremos saber a quantia que deve ser administrada, para todos estes experimentos podemos recorrer ao “Teorema de Tales”, ou melhor, a “Regra de Três”.
CONCLUSÃO Através deste estudo, concluímos que o Teorema de Tales é uma das mais importantes ferramentas matemáticas, que utiliza as noções de semelhança e proporção tanto na geometria, como na área financeira, na biologia, na medicina, e em diversas situações do cotidiano.
REFERÊNCIAS BIBLIOGÁFICAS IMENES, Luiz Márcio; LELLIS, Marcelo Cestari. Matemática paratodos. São Paulo: Scipione, 2006.  DANTE, Luiz Roberto. Tudo é matemática. São Paulo: Ática, 2005.  http://www.ime.usp.br/~leo/imatica/historia/tales.html http://www.somatematica.com.br/biograf/tales.php

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide Frações
Slide FraçõesSlide Frações
Slide Frações
andreiacaetano
 
Matemática mmc e mdc
Matemática mmc e mdcMatemática mmc e mdc
Matemática mmc e mdc
Iara Cristina
 
Numeros racionais
Numeros racionaisNumeros racionais
Numeros racionais
Rosana.Parolisi
 
Matrizes
MatrizesMatrizes
Matrizes
rosania39
 
Área e Volume
Área e VolumeÁrea e Volume
Área e Volume
betontem
 
Aula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figurasAula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figuras
mmffg
 
Triângulos
TriângulosTriângulos
Triângulos
Rodrigo Carvalho
 
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
SirlenedeAPFinotti
 
Radiciaçâo
RadiciaçâoRadiciaçâo
Trigonometria no triângulo retângulo
Trigonometria no triângulo retânguloTrigonometria no triângulo retângulo
Trigonometria no triângulo retângulo
Ubirajara Neves
 
Aula de Geometria
Aula de GeometriaAula de Geometria
Aula de Geometria
O Blog do Pedagogo
 
Teorema de pitágoras apresentação de slide
Teorema de pitágoras   apresentação de slideTeorema de pitágoras   apresentação de slide
Teorema de pitágoras apresentação de slide
Raquel1966
 
Geometria Espacial
Geometria EspacialGeometria Espacial
Geometria Espacial
Antonio Carneiro
 
Matemática aula 1 e 2
Matemática aula 1 e 2Matemática aula 1 e 2
Matemática aula 1 e 2
RASC EAD
 
Aula 22 probabilidade - parte 1
Aula 22   probabilidade - parte 1Aula 22   probabilidade - parte 1
Plano cartesiano ppt
Plano cartesiano pptPlano cartesiano ppt
Plano cartesiano ppt
Newton Sérgio Lima
 
Sólidos e suas planificações
Sólidos  e suas planificaçõesSólidos  e suas planificações
Sólidos e suas planificações
gomesnelma
 
Expressoes algebricas
Expressoes algebricasExpressoes algebricas
Expressoes algebricas
Larissa Souza
 
O teorema de tales
O teorema de talesO teorema de tales
O teorema de tales
Luiz Alves Dos Santos
 
Teorema de Pitágoras
Teorema de PitágorasTeorema de Pitágoras
Teorema de Pitágoras
betontem
 

Mais procurados (20)

Slide Frações
Slide FraçõesSlide Frações
Slide Frações
 
Matemática mmc e mdc
Matemática mmc e mdcMatemática mmc e mdc
Matemática mmc e mdc
 
Numeros racionais
Numeros racionaisNumeros racionais
Numeros racionais
 
Matrizes
MatrizesMatrizes
Matrizes
 
Área e Volume
Área e VolumeÁrea e Volume
Área e Volume
 
Aula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figurasAula - semelhança de figuras
Aula - semelhança de figuras
 
Triângulos
TriângulosTriângulos
Triângulos
 
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
 
Radiciaçâo
RadiciaçâoRadiciaçâo
Radiciaçâo
 
Trigonometria no triângulo retângulo
Trigonometria no triângulo retânguloTrigonometria no triângulo retângulo
Trigonometria no triângulo retângulo
 
Aula de Geometria
Aula de GeometriaAula de Geometria
Aula de Geometria
 
Teorema de pitágoras apresentação de slide
Teorema de pitágoras   apresentação de slideTeorema de pitágoras   apresentação de slide
Teorema de pitágoras apresentação de slide
 
Geometria Espacial
Geometria EspacialGeometria Espacial
Geometria Espacial
 
Matemática aula 1 e 2
Matemática aula 1 e 2Matemática aula 1 e 2
Matemática aula 1 e 2
 
Aula 22 probabilidade - parte 1
Aula 22   probabilidade - parte 1Aula 22   probabilidade - parte 1
Aula 22 probabilidade - parte 1
 
Plano cartesiano ppt
Plano cartesiano pptPlano cartesiano ppt
Plano cartesiano ppt
 
Sólidos e suas planificações
Sólidos  e suas planificaçõesSólidos  e suas planificações
Sólidos e suas planificações
 
Expressoes algebricas
Expressoes algebricasExpressoes algebricas
Expressoes algebricas
 
O teorema de tales
O teorema de talesO teorema de tales
O teorema de tales
 
Teorema de Pitágoras
Teorema de PitágorasTeorema de Pitágoras
Teorema de Pitágoras
 

Destaque

Tales e a Pirâmide
Tales e a PirâmideTales e a Pirâmide
Tales e a Pirâmide
Grupo Renovadores
 
Teorema De Tales
Teorema De TalesTeorema De Tales
Teorema De Tales
christiansimon
 
Lista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulos
Lista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulosLista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulos
Lista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulos
Pablo Nunes
 
Atividade resolvida teorema de tales
Atividade resolvida teorema de talesAtividade resolvida teorema de tales
Atividade resolvida teorema de tales
Karen Paz
 
Teorema de pitágoras trabalho final
Teorema de pitágoras trabalho finalTeorema de pitágoras trabalho final
Teorema de pitágoras trabalho final
marileneisnarmourasantos
 
Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
Daniellys
 
Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
Diego Guerra
 
ApresentaçãO Teorema De PitáGoras
ApresentaçãO Teorema De PitáGorasApresentaçãO Teorema De PitáGoras
ApresentaçãO Teorema De PitáGoras
mlaguedes
 
BIOGRAFIA TALES DE MILETO
BIOGRAFIA TALES DE MILETOBIOGRAFIA TALES DE MILETO
BIOGRAFIA TALES DE MILETO
2D
 
Thales de mileto
Thales de miletoThales de mileto
Thales de mileto
maxymadafaca
 
Problemas PitagóRicos
Problemas PitagóRicosProblemas PitagóRicos
Problemas PitagóRicos
Florisvaldo Cruz Junior
 
Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
André Santos
 
ApresentaçãO Tales De Mileto
ApresentaçãO Tales De MiletoApresentaçãO Tales De Mileto
ApresentaçãO Tales De Mileto
Florisvaldo Cruz Junior
 
Teorema de pitagoras
Teorema de pitagorasTeorema de pitagoras
Teorema de pitagoras
Ana Rodrigues
 
Pitagoras
PitagorasPitagoras
Pitagoras
Emanoel
 
Conhecendo Pitágoras
Conhecendo PitágorasConhecendo Pitágoras
Conhecendo Pitágoras
Bumario
 
Teorema De PitáGoras
Teorema De PitáGorasTeorema De PitáGoras
Teorema De PitáGoras
Liliane Ribas
 

Destaque (17)

Tales e a Pirâmide
Tales e a PirâmideTales e a Pirâmide
Tales e a Pirâmide
 
Teorema De Tales
Teorema De TalesTeorema De Tales
Teorema De Tales
 
Lista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulos
Lista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulosLista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulos
Lista de exercícios teorema de tales e semelhança de triangulos
 
Atividade resolvida teorema de tales
Atividade resolvida teorema de talesAtividade resolvida teorema de tales
Atividade resolvida teorema de tales
 
Teorema de pitágoras trabalho final
Teorema de pitágoras trabalho finalTeorema de pitágoras trabalho final
Teorema de pitágoras trabalho final
 
Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
 
Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
 
ApresentaçãO Teorema De PitáGoras
ApresentaçãO Teorema De PitáGorasApresentaçãO Teorema De PitáGoras
ApresentaçãO Teorema De PitáGoras
 
BIOGRAFIA TALES DE MILETO
BIOGRAFIA TALES DE MILETOBIOGRAFIA TALES DE MILETO
BIOGRAFIA TALES DE MILETO
 
Thales de mileto
Thales de miletoThales de mileto
Thales de mileto
 
Problemas PitagóRicos
Problemas PitagóRicosProblemas PitagóRicos
Problemas PitagóRicos
 
Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
 
ApresentaçãO Tales De Mileto
ApresentaçãO Tales De MiletoApresentaçãO Tales De Mileto
ApresentaçãO Tales De Mileto
 
Teorema de pitagoras
Teorema de pitagorasTeorema de pitagoras
Teorema de pitagoras
 
Pitagoras
PitagorasPitagoras
Pitagoras
 
Conhecendo Pitágoras
Conhecendo PitágorasConhecendo Pitágoras
Conhecendo Pitágoras
 
Teorema De PitáGoras
Teorema De PitáGorasTeorema De PitáGoras
Teorema De PitáGoras
 

Semelhante a Teorema de Tales

Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
myri2000
 
Geometria plana teorema de tales
Geometria plana   teorema de talesGeometria plana   teorema de tales
Geometria plana teorema de tales
Camila Rodrigues
 
Geometria plana teorema de tales
Geometria plana   teorema de talesGeometria plana   teorema de tales
Geometria plana teorema de tales
Camila Rodrigues
 
Alturas inacessíveis
Alturas inacessíveisAlturas inacessíveis
Alturas inacessíveis
marinaforcato
 
Uca mat tales t.
Uca mat tales t.Uca mat tales t.
Uca mat tales t.
paulamartins2012
 
Uca mat tales t.
Uca mat tales t.Uca mat tales t.
Uca mat tales t.
paulamartins2012
 
Teorema De Tales
Teorema De TalesTeorema De Tales
Teorema De Tales
Rosangela
 
História da matemática semelhança de triângulos
História da matemática semelhança de triângulosHistória da matemática semelhança de triângulos
História da matemática semelhança de triângulos
Anderson Luiz Oliveira Lima
 
Tales de mileto ok tarefa final
Tales de mileto ok   tarefa finalTales de mileto ok   tarefa final
Tales de mileto ok tarefa final
emiliabeleza01
 
Tales de Mileto curso - ntem
Tales de Mileto   curso - ntemTales de Mileto   curso - ntem
Tales de Mileto curso - ntem
emiliabeleza01
 
TEOREMA DE TALES SEMELHANÇA
TEOREMA DE TALES SEMELHANÇATEOREMA DE TALES SEMELHANÇA
TEOREMA DE TALES SEMELHANÇA
Paulo Cezar Ramos
 
O teorema de Tales
O teorema de TalesO teorema de Tales
O teorema de Tales
Luiz Alves Dos Santos
 
Segmentos proporcionais 1
Segmentos proporcionais 1Segmentos proporcionais 1
Segmentos proporcionais 1
luciaoliv
 
M4 48 vb
M4 48 vbM4 48 vb
M4 48 vb
Angela Pereira
 
Slide de trigonometria
Slide de trigonometriaSlide de trigonometria
Slide de trigonometria
mateus stankiewicz
 
Tales De Mileto
Tales De MiletoTales De Mileto
Tales De Mileto
danielsvyatoslav
 
Tales De Mileto
Tales De MiletoTales De Mileto
Tales De Mileto
danielsvyatoslav
 
Tales De Mileto
Tales De MiletoTales De Mileto
Tales De Mileto
danielsvyatoslav
 
Tales De Mileto
Tales De MiletoTales De Mileto
Tales De Mileto
danielsvyatoslav
 
Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
Diego Guerra
 

Semelhante a Teorema de Tales (20)

Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
 
Geometria plana teorema de tales
Geometria plana   teorema de talesGeometria plana   teorema de tales
Geometria plana teorema de tales
 
Geometria plana teorema de tales
Geometria plana   teorema de talesGeometria plana   teorema de tales
Geometria plana teorema de tales
 
Alturas inacessíveis
Alturas inacessíveisAlturas inacessíveis
Alturas inacessíveis
 
Uca mat tales t.
Uca mat tales t.Uca mat tales t.
Uca mat tales t.
 
Uca mat tales t.
Uca mat tales t.Uca mat tales t.
Uca mat tales t.
 
Teorema De Tales
Teorema De TalesTeorema De Tales
Teorema De Tales
 
História da matemática semelhança de triângulos
História da matemática semelhança de triângulosHistória da matemática semelhança de triângulos
História da matemática semelhança de triângulos
 
Tales de mileto ok tarefa final
Tales de mileto ok   tarefa finalTales de mileto ok   tarefa final
Tales de mileto ok tarefa final
 
Tales de Mileto curso - ntem
Tales de Mileto   curso - ntemTales de Mileto   curso - ntem
Tales de Mileto curso - ntem
 
TEOREMA DE TALES SEMELHANÇA
TEOREMA DE TALES SEMELHANÇATEOREMA DE TALES SEMELHANÇA
TEOREMA DE TALES SEMELHANÇA
 
O teorema de Tales
O teorema de TalesO teorema de Tales
O teorema de Tales
 
Segmentos proporcionais 1
Segmentos proporcionais 1Segmentos proporcionais 1
Segmentos proporcionais 1
 
M4 48 vb
M4 48 vbM4 48 vb
M4 48 vb
 
Slide de trigonometria
Slide de trigonometriaSlide de trigonometria
Slide de trigonometria
 
Tales De Mileto
Tales De MiletoTales De Mileto
Tales De Mileto
 
Tales De Mileto
Tales De MiletoTales De Mileto
Tales De Mileto
 
Tales De Mileto
Tales De MiletoTales De Mileto
Tales De Mileto
 
Tales De Mileto
Tales De MiletoTales De Mileto
Tales De Mileto
 
Tales de mileto
Tales de miletoTales de mileto
Tales de mileto
 

Último

Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
helenawaya9
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 

Teorema de Tales

  • 1. TALES DE MILETO E SEU IMPOTANTE “TEOREMA DE TALES” Nome: Luciane Antoniolli Pólo: Araras
  • 2. TEOREMA DE TALES Tales observou que os raios solares que chegavam à Terra na posição inclinada eram paralelos, dessa forma, ele concluiu que havia uma proporcionalidade entre as medidas da sombra e da altura dos objetos.
  • 3. COM BASE NESTE ESTUDO TALES OBTEVE A SEGUINTE CONCLUSÃO: “ Se um feixe de retas paralelas tem duas transversais, então a razão entre dois segmentos quaisquer de uma é igual à razão entre os segmentos correspondentes na outra”.
  • 4. UM POUCO DE SUA HISTÓRIA Tales de Mileto foi o primeiro matemático grego do século VII a.C., próspero comerciante, que em uma de suas viagens ao Egito, foi lançado à ele um desafio pelo Faraó e toda sua corte: “ Você conseguiria medir a altura de uma das pirâmides de Quéops? Tales de Mileto (640 - 550 a.c.)
  • 5. COMO TALES CALCULOU A ALTURA DA PIRÂMIDE? Segundo as história, Tales fincou uma vara vertical no extremo da sombra projetada pela pirâmide, formando no solo dois triângulos semelhantes, aplicando seus conhecimentos de proporcionalidade e sabendo que a razão entre a altura de um objeto e o comprimento da sombra que esse objeto projeta é sempre a mesma para quaisquer objetos, ele obteve o valor da altura da pirâmide.
  • 6. SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS Tales calculou a altura da pirâmide através da semelhanças dos triângulos formados pela projeção das sombras da pirâmide e da vara, e com isso verificou que os dois triângulos possuiam ângulos respectivamente congruentes.
  • 7. AS UTILIDADES DO TEOREMA DE TALES O Teorema de Tales possui diversas aplicações no cotidiano, como por exemplo descobrir a altura de um prédio, de uma casa, de uma árvore, de distâncias inacessíveis, ou até mesmo quando precisamos tomar um remédio e queremos saber a quantia que deve ser administrada, para todos estes experimentos podemos recorrer ao “Teorema de Tales”, ou melhor, a “Regra de Três”.
  • 8. CONCLUSÃO Através deste estudo, concluímos que o Teorema de Tales é uma das mais importantes ferramentas matemáticas, que utiliza as noções de semelhança e proporção tanto na geometria, como na área financeira, na biologia, na medicina, e em diversas situações do cotidiano.
  • 9. REFERÊNCIAS BIBLIOGÁFICAS IMENES, Luiz Márcio; LELLIS, Marcelo Cestari. Matemática paratodos. São Paulo: Scipione, 2006. DANTE, Luiz Roberto. Tudo é matemática. São Paulo: Ática, 2005. http://www.ime.usp.br/~leo/imatica/historia/tales.html http://www.somatematica.com.br/biograf/tales.php