SlideShare uma empresa Scribd logo
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 1
Redação ajustada ao novo acordo ortográfico
efconsulting©
Assegurar a Continuidade
das Empresas Familiares
Paraíso, Purgatório ou Inferno?
António Nogueira da Costa
antonio.costa@efconsulting.pt
Amarante, 15 de abril de 2016
antónionogueiradacosta©
Agenda
Sobreviver é difícil
A sina das Empresas Familiares
Do Paraíso … ao Inferno
A Continuidade da Empresa
Conclusões
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 2
antónionogueiradacosta©
12,3%
17,3%
49,0%
0%
5%
10%
15%
20%
25%
30%
35%
40%
45%
50%
Natalidade
2011
Mortalidade
2010
Sobrevivência a 2 anos
(2009-2011)
A Sobrevivênvia
das Empresas Nacionais
Fonte: INE, Estatísticas da Empresas em Portugal - 2011
51%
antónionogueiradacosta©
Agenda
Sobreviver é difícil
A sina das Empresas Familiares
Do Paraíso … ao Inferno
A Continuidade da Empresa
Conclusões
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 3
antónionogueiradacosta©
Negócio Familiar
… fundado por nós, pelo nosso pai/mãe ou
avô/avó, importante fonte de receitas e garantia
patrimonial, com a qual os membros da família
proprietária possuem um enorme vínculo
emocional.
Continuidade
por quantas Gerações?
antónionogueiradacosta©
País
GERAÇÃO
1ª 2ª 3ª
Pai Rico Filho Nobre Neto Pobre
Padre Bodeguero Hijo Milionario Nieto Podiocero
Erwerben
(cria)
Vererben
(herda)
Verderben
(destrói)
“Shirtsleeves to shirtsleeves in 3 generations”
(de escravo a escravo em 3 gerações)
從三代人木屐木屐
(de tamancos a tamancos em 3 gerações)
A Tra(mal)dição
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 4
antónionogueiradacosta©
Empresa Familiar
antónionogueiradacosta©
Organização
com Rosto
associada a uma atividade e que se pretende perpetuar.
Empresas Familiares
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 5
antónionogueiradacosta©
A Empresa Familiar
Os 3 PODERES
Equilíbrio
Posições
Pessoais
Poder da
FAMÍLIA
antónionogueiradacosta©
Agenda
Sobreviver é difícil
A sina das Empresas Familiares
Do Paraíso … ao Inferno
A Continuidade da Empresa
Conclusões
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 6
antónionogueiradacosta©
Paraíso
Leonardo Chiaiese, mastro riggiolaro
(Séc XVIII)
Paraíso, Chiesa Monumentale di San Michele Arcangelo, Anacapri
antónionogueiradacosta©
Cartoon do livro “50 perguntas essenciais sobre empresas familiares”
Paraíso
Trabalhar com pessoas da Família
Enfrentar e ultrapassar os desafios em conjunto
Orgulho de construir algo que é nosso
Partilhar os êxitos
Integrar desde cedo os filhos
Passar o legado às gerações seguintes
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 7
antónionogueiradacosta©
Purgatório
Michelangelo Buonarroti, Pintor
(06/03/1475- 18/02/1564)Capella Sistina, Juízo Final, Vaticano
antónionogueiradacosta©
Esta inundação é
excelente para
testarmos a resistência
das nossas cordas!
Cartoon do livro “50 perguntas essenciais sobre empresas familiares”
Tempo de dedicação e pensamento
Empresa é “o assunto” nos encontros da Família
Risco do impacto Empresa-Família
Promiscuidade Família-Empresa
Dilema da decisão racional ou emotiva
Sofrer por nós e pelos outros
Purgatório
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 8
antónionogueiradacosta©
O Inferno
Coppo di Marcovaldo, Pintor
(1225-1274)Mosaico na abóbada do Batistério San Giovanni (Florença)
antónionogueiradacosta©
Cartoon do livro “50 perguntas essenciais sobre empresas familiares”
Inferno
Pequenos acontecimentos na Empresa – grande
impacto na Família
Distintas sensibilidades de familiares – grande
impacto na Empresa
Gestão de familiares na Empresa
Perda de confiança
Corte de relações familiares
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 9
antónionogueiradacosta©
Coexistência
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
O seu pai aguarda-o ansiosamente …
antónionogueiradacosta©
Trabalho em Equipe
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
Que tal foi o 1º dia de trabalho com os
teus primos, após a morte do teu tio?
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 10
antónionogueiradacosta©
Decisões Conjuntas
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
Tal como o ponto anterior da agenda, os que votarem
contra a minha decisão, significa “Eu demito-me”.
antónionogueiradacosta©
Ideias Distintas
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
Então filho, podes dizer a verdade.
Quanto foi que perdemos na minha ausência de 4 meses?
Talvez o pai soubesse algo mais que nós …
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 11
antónionogueiradacosta©
Funções
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
Quem foi que disse que o teu irmão é a escolha mais
acertada para ser o próximo Presidente?
antónionogueiradacosta©
Recursos da Empresa
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
A mulher do teu irmão chegou hoje no novo Mercedes da empresa?
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 12
antónionogueiradacosta©
Gestão de Familiares
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
Tens razão. O junior deve ter um
novo aumento salarial!
antónionogueiradacosta©
Agenda
Sobreviver é difícil
A sina das Empresas Familiares
Do Paraíso … ao Inferno
A Continuidade da Empresa
Conclusões
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 13
antónionogueiradacosta©
Continuidade
Michelangelo Buonarroti, Pintor
(06/03/1475- 18/02/1564)
A Criação de Adão, Capela Sistina, Vaticano
antónionogueiradacosta©
Preparar a sucessão
“…a única coisa que salva uma empresa é
ter um plano de sucessões bem preparado.
Ao contrário das pessoas, embora haja várias a tentar ser uma
exceção, como o Manoel de Oliveira, uma empresa pode
ser de facto eterna.
Mas a esperança média de vida de uma empresa,
apesar de teoricamente poder ser eterna, é inferior à
esperança de vida das pessoas.
Fonte: Jornal Público, Revista P2, p. 12-21, 2013/03/10
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 14
antónionogueiradacosta©
27
Sabe quantos anos eu vou fazer no dia 25 de Junho?
70, salvo erro.
70, exactamente. Portanto, esta casa vai precisar de
uma equipa inteligente, vigorosa, enérgica para seguir em
frente dentro daquilo que é a união bancária europeia.
Quando é que vai deixar de ocupar funções executivas no
BES?
No vou especular sobre isso. Estou no meu
mandato.
Há um plano?
Não há um plano específico.
Há um calendário?
Não sei. Vamos ver. Vamos esperar pelo
aumento de capital.
Fonte: Ricardo Salgado em entrevista ao Jornal de Negócios, 2014/05/22
Preparar a sucessão
Ricardo Salgado, Banqueiro
(25/06/1944)
antónionogueiradacosta©
Sucessão da Liderança: Preparação
As 7 fases dum Sucessor
Atitude (0-25 anos): desenvolvimento das Atitudes chave a um
negócio familiar e preparação educativa e experiência externa
Entrada (20 a 30 anos): inserção na empresa
Desenvolvimento do Negócio (25 a 35 anos): Técnicas e
Experiência no Negócio
Desenvolvimento da Liderança (30 a 40 anos): Técnicas e
Experiência de Liderança
Seleção: se existe mais de um candidato opção por um
Transição: Assumir maior Autoridade e Responsabilidade
O próximo ciclo (superior a 45): Planear o próximo ciclo de
sucessão
Fonte: Preparing Successors for Leadership, Craig E. Aronoff, Juhn L. Ward, 2011, Palgrave Macmillan
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 15
antónionogueiradacosta©
Transição
INEVITABILIDADE com dois resultados
Bem ou
Mal concretizada
Muito impactante
Sucessor
Sucedido
antónionogueiradacosta©
Sucessão da Liderança
Preparação
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
Não sei como te dizer, querido.
Mas gostava muito mais de ti quando
ias trabalhar todos os dias.
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 16
antónionogueiradacosta©
"Não descuidar da sucessão,
é reconhecer a mortalidade."
“Diz-me como preparaste o teu sucessor,
dir-te-ei qual o futuro da tua empresa”
Fonte: 50 perguntas essenciais sobre empresas familiares, António N Costa, Francisco e Jesus Negreira del Río
António Vieira
(1608-1697) (Padre
Português)
antónionogueiradacosta©
Sucessão da Propriedade
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
Querida filha, um dia tudo isto será … do teu irmão.
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 17
antónionogueiradacosta©
Sucessão da Propriedade
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
Filho, um dia vais desejar que tudo isto
não fosse teu.
antónionogueiradacosta©
Sucessão da Propriedade
De forma Natural: “Eles depois que se entendam …”
De forma Planeada: “O que desejamos?”
Ser justo não implica dividir tudo de forma igualitária
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 18
antónionogueiradacosta©
Sucessão da Propriedade da Empresa
Os Grandes Dilemas
A QUEM
QUANTO
QUANDO
COMO
antónionogueiradacosta©
Propriedade e o PODER
Sociedade controlada por Sócio(s) / Acionista(s)
1
+ 1
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 19
antónionogueiradacosta©
Propriedade
PRINCIPAIS DECISÕES
O PODER que permite decidir quanto a:
GESTORES (seleção, remuneração, avaliação, …
DIVIDENDOS (sim ou não, quando, valor, …
TRANSAÇÕES (a quem, valor, …
CAPITAL (aumentos, redução, …
(Des)INVESTIMENTOS (quando, área, valor, …
CONTINUIDADE (mudar ou encerrar atividade, …
antónionogueiradacosta©
Partilha da Propriedade
Devo depreender
que os distintos
ramos familiares
possuem opiniões
divergentes?
Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 20
antónionogueiradacosta©
Saber ser BOM PROPRIETÁRIO
Conhecer e participar
Direitos e Obrigações
Reuniões
Definir regras claras
Informação
Remuneração
Passagem e Transação
Implementar
Definir não é o mesmo que concretizar
Formalizar
Escolher os instrumentos jurídicos adequados
antónionogueiradacosta©
Agenda
Sobreviver é difícil
A sina das Empresas Familiares
Do Paraíso … ao Inferno
A Continuidade da Empresa
Conclusões
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 21
antónionogueiradacosta©
Paraíso Sensível
“Num negócio familiar, a fronteira que separa a empresa da
família é tão real como o equador”
EmpresaFamília
Fonte: 50 perguntas essenciais sobre empresas familiares, António N Costa, Francisco e Jesus Negreira del Río
antónionogueiradacosta©
PROCESSO
Equilíbrio
Posições
Pessoais
Poder da
FAMÍLIA
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 22
antónionogueiradacosta©
O Protocolo Familiar
Um processo de construção, por consenso, de
um acordo entre os membros da Família,
reduzido a escrito, no qual se fixa:
Governo da Empresa e da Família,
Dinâmica da Propriedade da Empresa,
Relacionamento entre os seus órgãos.
Objetivos fundamentais:
Continuidade da Empresa
Coesão da Família.
antónionogueiradacosta©
Empresa Familiar e Família Empresária
Princípios Estruturais
Falar Verdade
Problemas de Comunicação – CONFIANÇA
Tratar com Justiça
Problemas de Direitos – UNIÃO
Saber Perdoar
Rancor ou Vingança – LIBERDADE
Ter Esperança
Razões de existência – CONTINUIDADE
efconsulting.pt 17-04-2016
efconsulting - Amarante
2016/05 15 23
Redação ajustada ao novo acordo ortográfico
efconsulting©
Assegurar a Continuidade
das Empresas Familiares
Paraíso, Purgatório ou Inferno?
António Nogueira da Costa
antonio.costa@efconsulting.pt
Amarante, 15 de abril de 2016

Mais conteúdo relacionado

Destaque

A Industria
A IndustriaA Industria
A Industria
Diogo Mateus
 
4 fatores de localização industrial
4  fatores de localização industrial4  fatores de localização industrial
4 fatores de localização industrial
Mayjö .
 
TIPOS DE INDÚSTRIAS
TIPOS DE INDÚSTRIASTIPOS DE INDÚSTRIAS
TIPOS DE INDÚSTRIAS
flornomandacaru
 
Revolução industrial slide
Revolução industrial slideRevolução industrial slide
Revolução industrial slide
Hary Duarte
 
Slides revolução industrial
Slides revolução industrialSlides revolução industrial
Slides revolução industrial
Maria Inês de Souza Vitorino Justino
 
A indústria
A indústriaA indústria
A indústria
Mayjö .
 

Destaque (6)

A Industria
A IndustriaA Industria
A Industria
 
4 fatores de localização industrial
4  fatores de localização industrial4  fatores de localização industrial
4 fatores de localização industrial
 
TIPOS DE INDÚSTRIAS
TIPOS DE INDÚSTRIASTIPOS DE INDÚSTRIAS
TIPOS DE INDÚSTRIAS
 
Revolução industrial slide
Revolução industrial slideRevolução industrial slide
Revolução industrial slide
 
Slides revolução industrial
Slides revolução industrialSlides revolução industrial
Slides revolução industrial
 
A indústria
A indústriaA indústria
A indústria
 

Semelhante a Industria do futuro - Assegurar a continuidade das Empresas Familiares

António Nogueira da Costa AIDA 2014 11 28
António Nogueira da Costa AIDA 2014 11 28António Nogueira da Costa AIDA 2014 11 28
António Nogueira da Costa AIDA 2014 11 28
Oceano Azul - Speakers Agency
 
EFConsulting Empresas Familiares 30 anos Cenfim
EFConsulting Empresas Familiares 30 anos Cenfim EFConsulting Empresas Familiares 30 anos Cenfim
EFConsulting Empresas Familiares 30 anos Cenfim
António Nogueira da Costa
 
A Sucessão empresarial na Empresa Familiar
A Sucessão empresarial na Empresa FamiliarA Sucessão empresarial na Empresa Familiar
A Sucessão empresarial na Empresa Familiar
António Nogueira da Costa
 
António Nogueira da Costa - EF Consulting
António Nogueira da Costa  - EF Consulting António Nogueira da Costa  - EF Consulting
António Nogueira da Costa - EF Consulting
Oceano Azul - Speakers Agency
 
Os dilemas das decisões nas empresas familiares
Os dilemas das decisões nas empresas familiares Os dilemas das decisões nas empresas familiares
Os dilemas das decisões nas empresas familiares
António Nogueira da Costa
 
Anecra e Empresas Familiares Viseu 2016 10 22
Anecra e Empresas Familiares Viseu 2016 10 22Anecra e Empresas Familiares Viseu 2016 10 22
Anecra e Empresas Familiares Viseu 2016 10 22
António Nogueira da Costa
 
empresa familiar e sucessão Barometro AEP Efconsulting 2014 05 22 3Rs
empresa familiar e sucessão Barometro AEP Efconsulting 2014 05 22 3Rsempresa familiar e sucessão Barometro AEP Efconsulting 2014 05 22 3Rs
empresa familiar e sucessão Barometro AEP Efconsulting 2014 05 22 3Rs
António Nogueira da Costa
 
Empresa familiar propriedade liderança e sucessão
Empresa familiar propriedade liderança e sucessãoEmpresa familiar propriedade liderança e sucessão
Empresa familiar propriedade liderança e sucessão
António Nogueira da Costa
 
Empresas familiares no Negocio do Vinho
Empresas familiares no Negocio do VinhoEmpresas familiares no Negocio do Vinho
Empresas familiares no Negocio do Vinho
António Nogueira da Costa
 
Aula 01 a Tecnologia da informação e o mercado de trabalho
Aula 01   a Tecnologia da informação e o mercado de trabalhoAula 01   a Tecnologia da informação e o mercado de trabalho
Aula 01 a Tecnologia da informação e o mercado de trabalho
Isac Castro
 
A Continuidade da Empresa Familiar - Braga 2014 07 18
A Continuidade da Empresa Familiar - Braga 2014 07 18A Continuidade da Empresa Familiar - Braga 2014 07 18
A Continuidade da Empresa Familiar - Braga 2014 07 18
António Nogueira da Costa
 

Semelhante a Industria do futuro - Assegurar a continuidade das Empresas Familiares (11)

António Nogueira da Costa AIDA 2014 11 28
António Nogueira da Costa AIDA 2014 11 28António Nogueira da Costa AIDA 2014 11 28
António Nogueira da Costa AIDA 2014 11 28
 
EFConsulting Empresas Familiares 30 anos Cenfim
EFConsulting Empresas Familiares 30 anos Cenfim EFConsulting Empresas Familiares 30 anos Cenfim
EFConsulting Empresas Familiares 30 anos Cenfim
 
A Sucessão empresarial na Empresa Familiar
A Sucessão empresarial na Empresa FamiliarA Sucessão empresarial na Empresa Familiar
A Sucessão empresarial na Empresa Familiar
 
António Nogueira da Costa - EF Consulting
António Nogueira da Costa  - EF Consulting António Nogueira da Costa  - EF Consulting
António Nogueira da Costa - EF Consulting
 
Os dilemas das decisões nas empresas familiares
Os dilemas das decisões nas empresas familiares Os dilemas das decisões nas empresas familiares
Os dilemas das decisões nas empresas familiares
 
Anecra e Empresas Familiares Viseu 2016 10 22
Anecra e Empresas Familiares Viseu 2016 10 22Anecra e Empresas Familiares Viseu 2016 10 22
Anecra e Empresas Familiares Viseu 2016 10 22
 
empresa familiar e sucessão Barometro AEP Efconsulting 2014 05 22 3Rs
empresa familiar e sucessão Barometro AEP Efconsulting 2014 05 22 3Rsempresa familiar e sucessão Barometro AEP Efconsulting 2014 05 22 3Rs
empresa familiar e sucessão Barometro AEP Efconsulting 2014 05 22 3Rs
 
Empresa familiar propriedade liderança e sucessão
Empresa familiar propriedade liderança e sucessãoEmpresa familiar propriedade liderança e sucessão
Empresa familiar propriedade liderança e sucessão
 
Empresas familiares no Negocio do Vinho
Empresas familiares no Negocio do VinhoEmpresas familiares no Negocio do Vinho
Empresas familiares no Negocio do Vinho
 
Aula 01 a Tecnologia da informação e o mercado de trabalho
Aula 01   a Tecnologia da informação e o mercado de trabalhoAula 01   a Tecnologia da informação e o mercado de trabalho
Aula 01 a Tecnologia da informação e o mercado de trabalho
 
A Continuidade da Empresa Familiar - Braga 2014 07 18
A Continuidade da Empresa Familiar - Braga 2014 07 18A Continuidade da Empresa Familiar - Braga 2014 07 18
A Continuidade da Empresa Familiar - Braga 2014 07 18
 

Mais de António Nogueira da Costa

Efconsulting rumos e desígnios das empresas familiares porto 2017 04 12
Efconsulting rumos e desígnios das empresas familiares porto 2017 04 12Efconsulting rumos e desígnios das empresas familiares porto 2017 04 12
Efconsulting rumos e desígnios das empresas familiares porto 2017 04 12
António Nogueira da Costa
 
Protocolo Familiar
Protocolo Familiar Protocolo Familiar
Protocolo Familiar
António Nogueira da Costa
 
Ismai 2005 Quem mandará lá em casa
Ismai 2005 Quem mandará lá em casa Ismai 2005 Quem mandará lá em casa
Ismai 2005 Quem mandará lá em casa
António Nogueira da Costa
 
A sucessão das empresas familiares no seminario de enologia
A sucessão das empresas familiares no seminario de enologiaA sucessão das empresas familiares no seminario de enologia
A sucessão das empresas familiares no seminario de enologia
António Nogueira da Costa
 
efconsulting Sucessão empresarial em Portugal - Os Desafios do Sucessor
efconsulting Sucessão empresarial em Portugal - Os Desafios do Sucessorefconsulting Sucessão empresarial em Portugal - Os Desafios do Sucessor
efconsulting Sucessão empresarial em Portugal - Os Desafios do Sucessor
António Nogueira da Costa
 
Empresas há muitas. As familiares possuem um rosto
Empresas há muitas. As familiares possuem um rostoEmpresas há muitas. As familiares possuem um rosto
Empresas há muitas. As familiares possuem um rosto
António Nogueira da Costa
 

Mais de António Nogueira da Costa (6)

Efconsulting rumos e desígnios das empresas familiares porto 2017 04 12
Efconsulting rumos e desígnios das empresas familiares porto 2017 04 12Efconsulting rumos e desígnios das empresas familiares porto 2017 04 12
Efconsulting rumos e desígnios das empresas familiares porto 2017 04 12
 
Protocolo Familiar
Protocolo Familiar Protocolo Familiar
Protocolo Familiar
 
Ismai 2005 Quem mandará lá em casa
Ismai 2005 Quem mandará lá em casa Ismai 2005 Quem mandará lá em casa
Ismai 2005 Quem mandará lá em casa
 
A sucessão das empresas familiares no seminario de enologia
A sucessão das empresas familiares no seminario de enologiaA sucessão das empresas familiares no seminario de enologia
A sucessão das empresas familiares no seminario de enologia
 
efconsulting Sucessão empresarial em Portugal - Os Desafios do Sucessor
efconsulting Sucessão empresarial em Portugal - Os Desafios do Sucessorefconsulting Sucessão empresarial em Portugal - Os Desafios do Sucessor
efconsulting Sucessão empresarial em Portugal - Os Desafios do Sucessor
 
Empresas há muitas. As familiares possuem um rosto
Empresas há muitas. As familiares possuem um rostoEmpresas há muitas. As familiares possuem um rosto
Empresas há muitas. As familiares possuem um rosto
 

Industria do futuro - Assegurar a continuidade das Empresas Familiares

  • 1. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 1 Redação ajustada ao novo acordo ortográfico efconsulting© Assegurar a Continuidade das Empresas Familiares Paraíso, Purgatório ou Inferno? António Nogueira da Costa antonio.costa@efconsulting.pt Amarante, 15 de abril de 2016 antónionogueiradacosta© Agenda Sobreviver é difícil A sina das Empresas Familiares Do Paraíso … ao Inferno A Continuidade da Empresa Conclusões
  • 2. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 2 antónionogueiradacosta© 12,3% 17,3% 49,0% 0% 5% 10% 15% 20% 25% 30% 35% 40% 45% 50% Natalidade 2011 Mortalidade 2010 Sobrevivência a 2 anos (2009-2011) A Sobrevivênvia das Empresas Nacionais Fonte: INE, Estatísticas da Empresas em Portugal - 2011 51% antónionogueiradacosta© Agenda Sobreviver é difícil A sina das Empresas Familiares Do Paraíso … ao Inferno A Continuidade da Empresa Conclusões
  • 3. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 3 antónionogueiradacosta© Negócio Familiar … fundado por nós, pelo nosso pai/mãe ou avô/avó, importante fonte de receitas e garantia patrimonial, com a qual os membros da família proprietária possuem um enorme vínculo emocional. Continuidade por quantas Gerações? antónionogueiradacosta© País GERAÇÃO 1ª 2ª 3ª Pai Rico Filho Nobre Neto Pobre Padre Bodeguero Hijo Milionario Nieto Podiocero Erwerben (cria) Vererben (herda) Verderben (destrói) “Shirtsleeves to shirtsleeves in 3 generations” (de escravo a escravo em 3 gerações) 從三代人木屐木屐 (de tamancos a tamancos em 3 gerações) A Tra(mal)dição
  • 4. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 4 antónionogueiradacosta© Empresa Familiar antónionogueiradacosta© Organização com Rosto associada a uma atividade e que se pretende perpetuar. Empresas Familiares
  • 5. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 5 antónionogueiradacosta© A Empresa Familiar Os 3 PODERES Equilíbrio Posições Pessoais Poder da FAMÍLIA antónionogueiradacosta© Agenda Sobreviver é difícil A sina das Empresas Familiares Do Paraíso … ao Inferno A Continuidade da Empresa Conclusões
  • 6. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 6 antónionogueiradacosta© Paraíso Leonardo Chiaiese, mastro riggiolaro (Séc XVIII) Paraíso, Chiesa Monumentale di San Michele Arcangelo, Anacapri antónionogueiradacosta© Cartoon do livro “50 perguntas essenciais sobre empresas familiares” Paraíso Trabalhar com pessoas da Família Enfrentar e ultrapassar os desafios em conjunto Orgulho de construir algo que é nosso Partilhar os êxitos Integrar desde cedo os filhos Passar o legado às gerações seguintes
  • 7. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 7 antónionogueiradacosta© Purgatório Michelangelo Buonarroti, Pintor (06/03/1475- 18/02/1564)Capella Sistina, Juízo Final, Vaticano antónionogueiradacosta© Esta inundação é excelente para testarmos a resistência das nossas cordas! Cartoon do livro “50 perguntas essenciais sobre empresas familiares” Tempo de dedicação e pensamento Empresa é “o assunto” nos encontros da Família Risco do impacto Empresa-Família Promiscuidade Família-Empresa Dilema da decisão racional ou emotiva Sofrer por nós e pelos outros Purgatório
  • 8. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 8 antónionogueiradacosta© O Inferno Coppo di Marcovaldo, Pintor (1225-1274)Mosaico na abóbada do Batistério San Giovanni (Florença) antónionogueiradacosta© Cartoon do livro “50 perguntas essenciais sobre empresas familiares” Inferno Pequenos acontecimentos na Empresa – grande impacto na Família Distintas sensibilidades de familiares – grande impacto na Empresa Gestão de familiares na Empresa Perda de confiança Corte de relações familiares
  • 9. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 9 antónionogueiradacosta© Coexistência Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press O seu pai aguarda-o ansiosamente … antónionogueiradacosta© Trabalho em Equipe Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press Que tal foi o 1º dia de trabalho com os teus primos, após a morte do teu tio?
  • 10. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 10 antónionogueiradacosta© Decisões Conjuntas Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press Tal como o ponto anterior da agenda, os que votarem contra a minha decisão, significa “Eu demito-me”. antónionogueiradacosta© Ideias Distintas Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press Então filho, podes dizer a verdade. Quanto foi que perdemos na minha ausência de 4 meses? Talvez o pai soubesse algo mais que nós …
  • 11. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 11 antónionogueiradacosta© Funções Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press Quem foi que disse que o teu irmão é a escolha mais acertada para ser o próximo Presidente? antónionogueiradacosta© Recursos da Empresa Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press A mulher do teu irmão chegou hoje no novo Mercedes da empresa?
  • 12. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 12 antónionogueiradacosta© Gestão de Familiares Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press Tens razão. O junior deve ter um novo aumento salarial! antónionogueiradacosta© Agenda Sobreviver é difícil A sina das Empresas Familiares Do Paraíso … ao Inferno A Continuidade da Empresa Conclusões
  • 13. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 13 antónionogueiradacosta© Continuidade Michelangelo Buonarroti, Pintor (06/03/1475- 18/02/1564) A Criação de Adão, Capela Sistina, Vaticano antónionogueiradacosta© Preparar a sucessão “…a única coisa que salva uma empresa é ter um plano de sucessões bem preparado. Ao contrário das pessoas, embora haja várias a tentar ser uma exceção, como o Manoel de Oliveira, uma empresa pode ser de facto eterna. Mas a esperança média de vida de uma empresa, apesar de teoricamente poder ser eterna, é inferior à esperança de vida das pessoas. Fonte: Jornal Público, Revista P2, p. 12-21, 2013/03/10
  • 14. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 14 antónionogueiradacosta© 27 Sabe quantos anos eu vou fazer no dia 25 de Junho? 70, salvo erro. 70, exactamente. Portanto, esta casa vai precisar de uma equipa inteligente, vigorosa, enérgica para seguir em frente dentro daquilo que é a união bancária europeia. Quando é que vai deixar de ocupar funções executivas no BES? No vou especular sobre isso. Estou no meu mandato. Há um plano? Não há um plano específico. Há um calendário? Não sei. Vamos ver. Vamos esperar pelo aumento de capital. Fonte: Ricardo Salgado em entrevista ao Jornal de Negócios, 2014/05/22 Preparar a sucessão Ricardo Salgado, Banqueiro (25/06/1944) antónionogueiradacosta© Sucessão da Liderança: Preparação As 7 fases dum Sucessor Atitude (0-25 anos): desenvolvimento das Atitudes chave a um negócio familiar e preparação educativa e experiência externa Entrada (20 a 30 anos): inserção na empresa Desenvolvimento do Negócio (25 a 35 anos): Técnicas e Experiência no Negócio Desenvolvimento da Liderança (30 a 40 anos): Técnicas e Experiência de Liderança Seleção: se existe mais de um candidato opção por um Transição: Assumir maior Autoridade e Responsabilidade O próximo ciclo (superior a 45): Planear o próximo ciclo de sucessão Fonte: Preparing Successors for Leadership, Craig E. Aronoff, Juhn L. Ward, 2011, Palgrave Macmillan
  • 15. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 15 antónionogueiradacosta© Transição INEVITABILIDADE com dois resultados Bem ou Mal concretizada Muito impactante Sucessor Sucedido antónionogueiradacosta© Sucessão da Liderança Preparação Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press Não sei como te dizer, querido. Mas gostava muito mais de ti quando ias trabalhar todos os dias.
  • 16. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 16 antónionogueiradacosta© "Não descuidar da sucessão, é reconhecer a mortalidade." “Diz-me como preparaste o teu sucessor, dir-te-ei qual o futuro da tua empresa” Fonte: 50 perguntas essenciais sobre empresas familiares, António N Costa, Francisco e Jesus Negreira del Río António Vieira (1608-1697) (Padre Português) antónionogueiradacosta© Sucessão da Propriedade Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press Querida filha, um dia tudo isto será … do teu irmão.
  • 17. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 17 antónionogueiradacosta© Sucessão da Propriedade Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press Filho, um dia vais desejar que tudo isto não fosse teu. antónionogueiradacosta© Sucessão da Propriedade De forma Natural: “Eles depois que se entendam …” De forma Planeada: “O que desejamos?” Ser justo não implica dividir tudo de forma igualitária Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
  • 18. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 18 antónionogueiradacosta© Sucessão da Propriedade da Empresa Os Grandes Dilemas A QUEM QUANTO QUANDO COMO antónionogueiradacosta© Propriedade e o PODER Sociedade controlada por Sócio(s) / Acionista(s) 1 + 1
  • 19. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 19 antónionogueiradacosta© Propriedade PRINCIPAIS DECISÕES O PODER que permite decidir quanto a: GESTORES (seleção, remuneração, avaliação, … DIVIDENDOS (sim ou não, quando, valor, … TRANSAÇÕES (a quem, valor, … CAPITAL (aumentos, redução, … (Des)INVESTIMENTOS (quando, área, valor, … CONTINUIDADE (mudar ou encerrar atividade, … antónionogueiradacosta© Partilha da Propriedade Devo depreender que os distintos ramos familiares possuem opiniões divergentes? Fonte: Someday It’ll be … Who’s?, Danco, Léon; Jonovic, Donald, The University Press, Jamieson Press
  • 20. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 20 antónionogueiradacosta© Saber ser BOM PROPRIETÁRIO Conhecer e participar Direitos e Obrigações Reuniões Definir regras claras Informação Remuneração Passagem e Transação Implementar Definir não é o mesmo que concretizar Formalizar Escolher os instrumentos jurídicos adequados antónionogueiradacosta© Agenda Sobreviver é difícil A sina das Empresas Familiares Do Paraíso … ao Inferno A Continuidade da Empresa Conclusões
  • 21. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 21 antónionogueiradacosta© Paraíso Sensível “Num negócio familiar, a fronteira que separa a empresa da família é tão real como o equador” EmpresaFamília Fonte: 50 perguntas essenciais sobre empresas familiares, António N Costa, Francisco e Jesus Negreira del Río antónionogueiradacosta© PROCESSO Equilíbrio Posições Pessoais Poder da FAMÍLIA
  • 22. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 22 antónionogueiradacosta© O Protocolo Familiar Um processo de construção, por consenso, de um acordo entre os membros da Família, reduzido a escrito, no qual se fixa: Governo da Empresa e da Família, Dinâmica da Propriedade da Empresa, Relacionamento entre os seus órgãos. Objetivos fundamentais: Continuidade da Empresa Coesão da Família. antónionogueiradacosta© Empresa Familiar e Família Empresária Princípios Estruturais Falar Verdade Problemas de Comunicação – CONFIANÇA Tratar com Justiça Problemas de Direitos – UNIÃO Saber Perdoar Rancor ou Vingança – LIBERDADE Ter Esperança Razões de existência – CONTINUIDADE
  • 23. efconsulting.pt 17-04-2016 efconsulting - Amarante 2016/05 15 23 Redação ajustada ao novo acordo ortográfico efconsulting© Assegurar a Continuidade das Empresas Familiares Paraíso, Purgatório ou Inferno? António Nogueira da Costa antonio.costa@efconsulting.pt Amarante, 15 de abril de 2016