SlideShare uma empresa Scribd logo
Evolução da População Mundial
Indicadores demográficos

                       Material de apoio às aulas
   Os países
                                                             desenvolvidos
                                                             apresentam
                                                             actualmente uma
                                                             taxa de crescimento
                                                             natural reduzida, o
                                                             que se deve ao facto
                                                             de as taxas de
                                                             natalidade e de
                                                             mortalidade serem
                                                             igualmente baixas.


   Nos países desenvolvidos a taxa de mortalidade começou a diminuir no
    final do século XVIII, enquanto a taxa de natalidade só começou a descer
    em finais do século XIX.
   Os países em
                                                            desenvolvimento
                                                            apresentam
                                                            actualmente uma
                                                            taxa de crescimento
                                                            natural elevada, o
                                                            que se deve ao facto
                                                            de a taxa de
                                                            natalidade se manter
                                                            elevada e de a taxa
                                                            de mortalidade ter
                                                            diminuído.

   Nos países em desenvolvimento a taxa de mortalidade começou a
    diminuir no início do século XX, enquanto a taxa de natalidade só começou
    a descer na segunda metade do século XX., mantendo-se ainda elevada.
   A taxa de natalidade tem vindo a diminuir devido a:
     Utilização de contraceptivos e do planeamento familiar;
     Casamento tardio;
     Emancipação da mulher e sua entrada no mercado de trabalho;
     Elevadas despesas com os filhos;
     Proibição do trabalho infantil;
     Escolaridade obrigatória.

   A taxa de mortalidade tem vindo a diminuir devido a:
     Melhoria na alimentação:
     Progressos na medicina;
     Melhores condições de higiene;
     Melhoria do nível de vida;
          Pode verificar-se a tendência para um ligeiro aumento devido ao
            envelhecimento da população: a esperança média de vida é
            elevada.
   A taxa de natalidade mantém-se elevada devido a:
     Elevadas taxas de analfabetismo;
     Fraca utilização de contraceptivos e do planeamento familiar;
     Casamento precoce;
     Importância das famílias numerosas;
     A mulher é essencialmente mãe e dona-de-casa;
     O trabalho infantil ainda é permitido em alguns países.


   A taxa de mortalidade tem vindo a diminuir devido a:
     Ajuda prestada pelos países desenvolvidos, nomeadamente na
       alimentação e na saúde;
     Melhores condições de higiene;
     Melhoria do nível de vida.


         Em alguns países (os menos desenvolvidos) é ainda elevada.
O aumento explosivo da
população mundial deve-
se ao forte crescimento
que se verifica nos Países
em Desenvolvimento.
Indicadores demográficos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelo Demográfico - GEOGRAFIA
Modelo Demográfico - GEOGRAFIAModelo Demográfico - GEOGRAFIA
Modelo Demográfico - GEOGRAFIA
André Rodrigues Silva
 
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º anoFicha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
anacristinaccc
 
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimento
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimentoOs contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimento
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimento
Gabriel Cristiano
 
Um mundo superpovoado
Um mundo superpovoadoUm mundo superpovoado
Um mundo superpovoado
Joana Melo
 
Matéria lecionada
Matéria lecionadaMatéria lecionada
Matéria lecionada
Elisabete Muche
 
Teste De Geografia
Teste De GeografiaTeste De Geografia
Teste De Geografia
esmiucao8b
 
Evolução da Populaçao Mundial
Evolução da Populaçao MundialEvolução da Populaçao Mundial
Evolução da Populaçao Mundial
Diogo Mateus
 
Geografia
GeografiaGeografia
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
inessalgado
 
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13
Gina Espenica
 
Politicas Demográficas em Portugal
Politicas Demográficas em PortugalPoliticas Demográficas em Portugal
Politicas Demográficas em Portugal
Geografia .
 
Estrutura etária da população e Políticas demográficas
Estrutura etária da população e Políticas demográficasEstrutura etária da população e Políticas demográficas
Estrutura etária da população e Políticas demográficas
Pedro Damião
 
Taxa bruta natalidade
Taxa bruta natalidadeTaxa bruta natalidade
Taxa bruta natalidade
Diabzie
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
abarros
 
Crescimento populacional e Políticas demográficas
Crescimento populacional e Políticas demográficas Crescimento populacional e Políticas demográficas
Crescimento populacional e Políticas demográficas
Idalina Leite
 
resumos geografia 8 ano 1 periodo
resumos geografia 8 ano 1 periodoresumos geografia 8 ano 1 periodo
resumos geografia 8 ano 1 periodo
João Ramalhosa
 
População e povoamento
População e povoamentoPopulação e povoamento
População e povoamento
FilomenaMorais3
 
Crescimento Populacional - 1EM
Crescimento Populacional - 1EMCrescimento Populacional - 1EM
Crescimento Populacional - 1EM
Ademir Aquino
 
Geografia A 10 ano - População
Geografia A 10 ano - PopulaçãoGeografia A 10 ano - População
Geografia A 10 ano - População
Raffaella Ergün
 
Estrututas etárias
Estrututas etáriasEstrututas etárias
Estrututas etárias
Pocarolas
 

Mais procurados (20)

Modelo Demográfico - GEOGRAFIA
Modelo Demográfico - GEOGRAFIAModelo Demográfico - GEOGRAFIA
Modelo Demográfico - GEOGRAFIA
 
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º anoFicha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
 
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimento
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimentoOs contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimento
Os contrastes demográficos entre paises desenvolvidos em desenvolvimento
 
Um mundo superpovoado
Um mundo superpovoadoUm mundo superpovoado
Um mundo superpovoado
 
Matéria lecionada
Matéria lecionadaMatéria lecionada
Matéria lecionada
 
Teste De Geografia
Teste De GeografiaTeste De Geografia
Teste De Geografia
 
Evolução da Populaçao Mundial
Evolução da Populaçao MundialEvolução da Populaçao Mundial
Evolução da Populaçao Mundial
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
 
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano -  12 13
Evolução da pop. e ind. demográficos 8º ano - 12 13
 
Politicas Demográficas em Portugal
Politicas Demográficas em PortugalPoliticas Demográficas em Portugal
Politicas Demográficas em Portugal
 
Estrutura etária da população e Políticas demográficas
Estrutura etária da população e Políticas demográficasEstrutura etária da população e Políticas demográficas
Estrutura etária da população e Políticas demográficas
 
Taxa bruta natalidade
Taxa bruta natalidadeTaxa bruta natalidade
Taxa bruta natalidade
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
 
Crescimento populacional e Políticas demográficas
Crescimento populacional e Políticas demográficas Crescimento populacional e Políticas demográficas
Crescimento populacional e Políticas demográficas
 
resumos geografia 8 ano 1 periodo
resumos geografia 8 ano 1 periodoresumos geografia 8 ano 1 periodo
resumos geografia 8 ano 1 periodo
 
População e povoamento
População e povoamentoPopulação e povoamento
População e povoamento
 
Crescimento Populacional - 1EM
Crescimento Populacional - 1EMCrescimento Populacional - 1EM
Crescimento Populacional - 1EM
 
Geografia A 10 ano - População
Geografia A 10 ano - PopulaçãoGeografia A 10 ano - População
Geografia A 10 ano - População
 
Estrututas etárias
Estrututas etáriasEstrututas etárias
Estrututas etárias
 

Destaque

5 indicadores demográficos
5  indicadores demográficos5  indicadores demográficos
5 indicadores demográficos
Mayjö .
 
Indicadores demográficos
Indicadores demográficosIndicadores demográficos
Indicadores demográficos
Maria Cledionora Tavares Tavares
 
Indicadores demográficos
Indicadores demográficosIndicadores demográficos
Indicadores demográficos
Jorge Palomino Way
 
Estrutura etária e sexual da população
Estrutura etária e sexual da populaçãoEstrutura etária e sexual da população
Estrutura etária e sexual da população
viniciusmaga
 
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãOEstrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
guest0cc75a5
 
Resumos De Indicadores DemográFicos (2)
Resumos De Indicadores DemográFicos (2)Resumos De Indicadores DemográFicos (2)
Resumos De Indicadores DemográFicos (2)
guest3d1814
 
12ª classe aula4
12ª classe aula412ª classe aula4
12ª classe aula4
Diabzie
 
Formas de urbanização
Formas de urbanizaçãoFormas de urbanização
Formas de urbanização
Pocarolas
 
Apresentação indicadores demográficos (2)
Apresentação   indicadores demográficos (2)Apresentação   indicadores demográficos (2)
Apresentação indicadores demográficos (2)
Mauro Nunes
 
Indicadores demográficos
Indicadores demográficosIndicadores demográficos
Indicadores demográficos
KAtiRojChu
 
Pp evolução da população mundial
Pp evolução da população mundialPp evolução da população mundial
Pp evolução da população mundial
Ministério da Educação
 
População e povoamento
População e povoamentoPopulação e povoamento
População e povoamento
Ana Ribeiro
 
Indicadores demograficos
Indicadores demograficosIndicadores demograficos
Indicadores demograficos
joanaanm
 
Distribuição população
Distribuição populaçãoDistribuição população
Distribuição população
Pocarolas
 
Migrações 2
Migrações 2Migrações 2
Migrações 2
Pocarolas
 
2 exercícios
2 exercícios2 exercícios
2 exercícios
Mayjö .
 
Os sectores-de-actividade
Os sectores-de-actividadeOs sectores-de-actividade
Os sectores-de-actividade
Pocarolas
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
Prof.Marcio LHP
 
Distribuição população
Distribuição populaçãoDistribuição população
Distribuição população
Pocarolas
 
As PirâMides EtáRias
As PirâMides EtáRiasAs PirâMides EtáRias
As PirâMides EtáRias
analuisacvieira
 

Destaque (20)

5 indicadores demográficos
5  indicadores demográficos5  indicadores demográficos
5 indicadores demográficos
 
Indicadores demográficos
Indicadores demográficosIndicadores demográficos
Indicadores demográficos
 
Indicadores demográficos
Indicadores demográficosIndicadores demográficos
Indicadores demográficos
 
Estrutura etária e sexual da população
Estrutura etária e sexual da populaçãoEstrutura etária e sexual da população
Estrutura etária e sexual da população
 
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãOEstrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
 
Resumos De Indicadores DemográFicos (2)
Resumos De Indicadores DemográFicos (2)Resumos De Indicadores DemográFicos (2)
Resumos De Indicadores DemográFicos (2)
 
12ª classe aula4
12ª classe aula412ª classe aula4
12ª classe aula4
 
Formas de urbanização
Formas de urbanizaçãoFormas de urbanização
Formas de urbanização
 
Apresentação indicadores demográficos (2)
Apresentação   indicadores demográficos (2)Apresentação   indicadores demográficos (2)
Apresentação indicadores demográficos (2)
 
Indicadores demográficos
Indicadores demográficosIndicadores demográficos
Indicadores demográficos
 
Pp evolução da população mundial
Pp evolução da população mundialPp evolução da população mundial
Pp evolução da população mundial
 
População e povoamento
População e povoamentoPopulação e povoamento
População e povoamento
 
Indicadores demograficos
Indicadores demograficosIndicadores demograficos
Indicadores demograficos
 
Distribuição população
Distribuição populaçãoDistribuição população
Distribuição população
 
Migrações 2
Migrações 2Migrações 2
Migrações 2
 
2 exercícios
2 exercícios2 exercícios
2 exercícios
 
Os sectores-de-actividade
Os sectores-de-actividadeOs sectores-de-actividade
Os sectores-de-actividade
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
 
Distribuição população
Distribuição populaçãoDistribuição população
Distribuição população
 
As PirâMides EtáRias
As PirâMides EtáRiasAs PirâMides EtáRias
As PirâMides EtáRias
 

Semelhante a Indicadores demográficos

Evolução população mundial
Evolução população mundialEvolução população mundial
Evolução população mundial
Pocarolas
 
Geografia cn2
Geografia cn2Geografia cn2
Geografia cn2
cavip
 
População_(desenvolvidos_em_desenvolvimento).pptx
População_(desenvolvidos_em_desenvolvimento).pptxPopulação_(desenvolvidos_em_desenvolvimento).pptx
População_(desenvolvidos_em_desenvolvimento).pptx
Escola E.B.2,3 de Jovim Gondomar
 
comportamento dos indicadores demográficos
comportamento dos indicadores demográficoscomportamento dos indicadores demográficos
comportamento dos indicadores demográficos
Rui Afonso
 
Geografia_B4.1 A Evolução Numérica.pptx
Geografia_B4.1 A Evolução Numérica.pptxGeografia_B4.1 A Evolução Numérica.pptx
Geografia_B4.1 A Evolução Numérica.pptx
SusanaViana14
 
1º Ma Grupo 03
1º Ma   Grupo 031º Ma   Grupo 03
1º Ma Grupo 03
ProfMario De Mori
 
Crescimento populacional
Crescimento populacionalCrescimento populacional
Crescimento populacional
Débora Sales
 
Um mundo superpovoado
Um mundo superpovoadoUm mundo superpovoado
Um mundo superpovoado
Joana Melo
 
geom8_populacao.pptx
geom8_populacao.pptxgeom8_populacao.pptx
geom8_populacao.pptx
Acimamdia
 
geom8_populacao.pptxeefrtherhgerhe5yhy34
geom8_populacao.pptxeefrtherhgerhe5yhy34geom8_populacao.pptxeefrtherhgerhe5yhy34
geom8_populacao.pptxeefrtherhgerhe5yhy34
mariaesteves27
 
Gb.16.indicadores.demograficos.fluxos.migratorios
Gb.16.indicadores.demograficos.fluxos.migratoriosGb.16.indicadores.demograficos.fluxos.migratorios
Gb.16.indicadores.demograficos.fluxos.migratorios
Fernando Machniewicz Knapik
 
1º Mc Grupo 04
1º Mc   Grupo 041º Mc   Grupo 04
1º Mc Grupo 04
ProfMario De Mori
 
Pirâmides etárias
Pirâmides etáriasPirâmides etárias
Pirâmides etárias
colegiomb
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
ErikOliveira40
 
1º Mc Grupo 03
1º Mc   Grupo 031º Mc   Grupo 03
1º Mc Grupo 03
ProfMario De Mori
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
Gisela Alves
 
Geografia8ano
Geografia8anoGeografia8ano
Geografia8ano
Mina Silva
 
Demografia
DemografiaDemografia
Distrib. comp. ind. demog. tn, tm, tcn, emv c. guião 12 13
Distrib. comp.  ind. demog.   tn, tm, tcn, emv   c. guião 12 13Distrib. comp.  ind. demog.   tn, tm, tcn, emv   c. guião 12 13
Distrib. comp. ind. demog. tn, tm, tcn, emv c. guião 12 13
Gina Espenica
 

Semelhante a Indicadores demográficos (19)

Evolução população mundial
Evolução população mundialEvolução população mundial
Evolução população mundial
 
Geografia cn2
Geografia cn2Geografia cn2
Geografia cn2
 
População_(desenvolvidos_em_desenvolvimento).pptx
População_(desenvolvidos_em_desenvolvimento).pptxPopulação_(desenvolvidos_em_desenvolvimento).pptx
População_(desenvolvidos_em_desenvolvimento).pptx
 
comportamento dos indicadores demográficos
comportamento dos indicadores demográficoscomportamento dos indicadores demográficos
comportamento dos indicadores demográficos
 
Geografia_B4.1 A Evolução Numérica.pptx
Geografia_B4.1 A Evolução Numérica.pptxGeografia_B4.1 A Evolução Numérica.pptx
Geografia_B4.1 A Evolução Numérica.pptx
 
1º Ma Grupo 03
1º Ma   Grupo 031º Ma   Grupo 03
1º Ma Grupo 03
 
Crescimento populacional
Crescimento populacionalCrescimento populacional
Crescimento populacional
 
Um mundo superpovoado
Um mundo superpovoadoUm mundo superpovoado
Um mundo superpovoado
 
geom8_populacao.pptx
geom8_populacao.pptxgeom8_populacao.pptx
geom8_populacao.pptx
 
geom8_populacao.pptxeefrtherhgerhe5yhy34
geom8_populacao.pptxeefrtherhgerhe5yhy34geom8_populacao.pptxeefrtherhgerhe5yhy34
geom8_populacao.pptxeefrtherhgerhe5yhy34
 
Gb.16.indicadores.demograficos.fluxos.migratorios
Gb.16.indicadores.demograficos.fluxos.migratoriosGb.16.indicadores.demograficos.fluxos.migratorios
Gb.16.indicadores.demograficos.fluxos.migratorios
 
1º Mc Grupo 04
1º Mc   Grupo 041º Mc   Grupo 04
1º Mc Grupo 04
 
Pirâmides etárias
Pirâmides etáriasPirâmides etárias
Pirâmides etárias
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
 
1º Mc Grupo 03
1º Mc   Grupo 031º Mc   Grupo 03
1º Mc Grupo 03
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
 
Geografia8ano
Geografia8anoGeografia8ano
Geografia8ano
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
 
Distrib. comp. ind. demog. tn, tm, tcn, emv c. guião 12 13
Distrib. comp.  ind. demog.   tn, tm, tcn, emv   c. guião 12 13Distrib. comp.  ind. demog.   tn, tm, tcn, emv   c. guião 12 13
Distrib. comp. ind. demog. tn, tm, tcn, emv c. guião 12 13
 

Mais de Pocarolas

Formas de Urbanização
Formas de UrbanizaçãoFormas de Urbanização
Formas de Urbanização
Pocarolas
 
áReas funcionais
áReas funcionaisáReas funcionais
áReas funcionais
Pocarolas
 
União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeia
Pocarolas
 
Esfera Terrestre
Esfera Terrestre Esfera Terrestre
Esfera Terrestre
Pocarolas
 
áReas funcionais
áReas funcionaisáReas funcionais
áReas funcionais
Pocarolas
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
Pocarolas
 
União europeia alargamentos
União europeia   alargamentosUnião europeia   alargamentos
União europeia alargamentos
Pocarolas
 
Estrututas etárias
Estrututas etáriasEstrututas etárias
Estrututas etárias
Pocarolas
 
Riscos e catástrofes
Riscos e catástrofesRiscos e catástrofes
Riscos e catástrofes
Pocarolas
 
Riscos e catástrofes
Riscos e catástrofesRiscos e catástrofes
Riscos e catástrofes
Pocarolas
 
O relevo e erosão (a)
O relevo e erosão (a)O relevo e erosão (a)
O relevo e erosão (a)
Pocarolas
 

Mais de Pocarolas (11)

Formas de Urbanização
Formas de UrbanizaçãoFormas de Urbanização
Formas de Urbanização
 
áReas funcionais
áReas funcionaisáReas funcionais
áReas funcionais
 
União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeia
 
Esfera Terrestre
Esfera Terrestre Esfera Terrestre
Esfera Terrestre
 
áReas funcionais
áReas funcionaisáReas funcionais
áReas funcionais
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
 
União europeia alargamentos
União europeia   alargamentosUnião europeia   alargamentos
União europeia alargamentos
 
Estrututas etárias
Estrututas etáriasEstrututas etárias
Estrututas etárias
 
Riscos e catástrofes
Riscos e catástrofesRiscos e catástrofes
Riscos e catástrofes
 
Riscos e catástrofes
Riscos e catástrofesRiscos e catástrofes
Riscos e catástrofes
 
O relevo e erosão (a)
O relevo e erosão (a)O relevo e erosão (a)
O relevo e erosão (a)
 

Último

Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 

Indicadores demográficos

  • 1. Evolução da População Mundial Indicadores demográficos Material de apoio às aulas
  • 2. Os países desenvolvidos apresentam actualmente uma taxa de crescimento natural reduzida, o que se deve ao facto de as taxas de natalidade e de mortalidade serem igualmente baixas.  Nos países desenvolvidos a taxa de mortalidade começou a diminuir no final do século XVIII, enquanto a taxa de natalidade só começou a descer em finais do século XIX.
  • 3. Os países em desenvolvimento apresentam actualmente uma taxa de crescimento natural elevada, o que se deve ao facto de a taxa de natalidade se manter elevada e de a taxa de mortalidade ter diminuído.  Nos países em desenvolvimento a taxa de mortalidade começou a diminuir no início do século XX, enquanto a taxa de natalidade só começou a descer na segunda metade do século XX., mantendo-se ainda elevada.
  • 4. A taxa de natalidade tem vindo a diminuir devido a:  Utilização de contraceptivos e do planeamento familiar;  Casamento tardio;  Emancipação da mulher e sua entrada no mercado de trabalho;  Elevadas despesas com os filhos;  Proibição do trabalho infantil;  Escolaridade obrigatória.  A taxa de mortalidade tem vindo a diminuir devido a:  Melhoria na alimentação:  Progressos na medicina;  Melhores condições de higiene;  Melhoria do nível de vida;  Pode verificar-se a tendência para um ligeiro aumento devido ao envelhecimento da população: a esperança média de vida é elevada.
  • 5. A taxa de natalidade mantém-se elevada devido a:  Elevadas taxas de analfabetismo;  Fraca utilização de contraceptivos e do planeamento familiar;  Casamento precoce;  Importância das famílias numerosas;  A mulher é essencialmente mãe e dona-de-casa;  O trabalho infantil ainda é permitido em alguns países.  A taxa de mortalidade tem vindo a diminuir devido a:  Ajuda prestada pelos países desenvolvidos, nomeadamente na alimentação e na saúde;  Melhores condições de higiene;  Melhoria do nível de vida.  Em alguns países (os menos desenvolvidos) é ainda elevada.
  • 6. O aumento explosivo da população mundial deve- se ao forte crescimento que se verifica nos Países em Desenvolvimento.