SlideShare uma empresa Scribd logo
2 – O IMPÉRIO ÁRABE:
• Península arábica.
• Deserto predominante.
• Até o séc. VI: divididos em aproximadamente 300 tribos.
– Beduínos – nômades, dedicados a saques, habitavam o
deserto.
– Tribos urbanas – habitantes das margens do Mar Vermelho ou
ao sul da Península. Dedicavam-se a agricultura e acima de
tudo ao comércio. Formaram as principais cidades da região
(Meca e Iatreb).
– Comando em ambas: xeques (sheiks)
• Meca: centro comercial e religioso.
– Caaba (cubo) – santuário e depósito de imagens de deuses
politeístas das diferentes tribos.
– Administrada pela tribo dos coraixitas.
A CAABA - MECA
• MAOMÉ (570 – 632) – membro do ramo pobre dos coraixitas.
– Profeta que segue a linhagem de Noé, Abraão, Moisés e
Jesus.
• 610 – REVELAÇÃO: “Só há um Deus que é Alá, e Maomé é
seu profeta”.
– Oposição dos administradores coraixitas de Meca.
– Repressão aos seguidores de Maomé.
• 622 – HÉGIRA: fuga de Maomé e seus seguidores para Iatreb
(posteriormente conhecida como Medina – a cidade do
profeta).
– Início do calendário muçulmano.
– População local é convertida.
– Proclamação da primeira Jihad (esforço coletivo).
• 630 – Retorno a Meca com exército de populações convertidas.
– Destruição de divindades politeístas da Caaba.
– Anistia a antigos opositores.
– Península Arábica é completamente convertida ao
islamismo.
• 632 – Maomé morre.
– Califas continuam expansão do islamismo.
– 1º Califa: ABU BAKR – sogro de Maomé.
– Motivações: crescimento populacional + busca de terras.
– Justificativa ideológica: Jihad.
– Amplas conquistas territoriais: Norte da África, Península
Ibérica, Império Persa até parte da Índia, Império Bizantino.
• Séc. XIII – território comparável ao do Império Romano.
EXTENSÃO MÁXIMA DO IMPÉRIO ÁRABE:
• Livro sagrado: AL CORÃO.
• SUNA: livro de ditos e atos de Maomé.
• Divisão entre muçulmanos:
– Após o 4º califa: ALI ABU TALIB (genro e primo de
Maomé);
– MAOWIYA (Síria) – apoio da maioria – Sunitas (Suna
+ Al Corão);
– HASSAN e HUSSEIN – filhos de ALI – apoio da
minoria – Xiitas (Al Corão);
– Ambos assassinados. Hassan (669) e Hussein (680).
Este último em Karbala (atual Iraque), um dos
principais centros xiitas do mundo.
SUNITAS E XIITAS NO MUNDO HOJE:
• Única unidade: religiosa.
• Politicamente fragmentados em vários califados.
• Cultura muçulmana:
– Assimilação de valores de outros povos (hindus, persas, chineses
e bizantinos).
– Tradução e conservação de obras clássicas (Aristóteles e Platão).
– Medicina: AVICENA (980 – 1037) – referência
mundial até o século XVII com seu compêndio
sobre o corpo humano.
– Matemática: números arábicos, zero, avanços em
trigonometria e álgebra.
– Física: fundamentos da óptica. AVICENA
– Química: descrição dos processos de destilação, filtração e
sublimação; desenvolvimento do carbonato de sódio, nitrato de
prata, ácidos nítrico e sulfúrico e álcool. Todas estas
descobertas para tentar criar a “pedra filosofal” e o elixir da
longa vida.
– Arquitetura: cúpulas, minaretes, arcos em ferradura, decoração
com motivos geométricos e vegetais.
– Química: descrição dos processos de destilação, filtração e
sublimação; desenvolvimento do carbonato de sódio, nitrato de
prata, ácidos nítrico e sulfúrico e álcool. Todas estas
descobertas para tentar criar a “pedra filosofal” e o elixir da
longa vida.
– Arquitetura: cúpulas, minaretes, arcos em ferradura, decoração
com motivos geométricos e vegetais.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ideologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xixIdeologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xix
Privada
 
Egito e Mesopotâmia - Antiguidade Oriental
Egito e Mesopotâmia  - Antiguidade OrientalEgito e Mesopotâmia  - Antiguidade Oriental
Egito e Mesopotâmia - Antiguidade Oriental
Valéria Shoujofan
 
Revolução inglesa 8 ano
Revolução inglesa   8 anoRevolução inglesa   8 ano
Revolução inglesa 8 ano
Alcidon Cunha
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)
Wilton Moretto
 
O Feudalismo Prof Medeiros 2015
O Feudalismo Prof Medeiros 2015O Feudalismo Prof Medeiros 2015
O Feudalismo Prof Medeiros 2015
João Medeiros
 
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Edenilson Morais
 
Povos mesopotâmicos
Povos mesopotâmicosPovos mesopotâmicos
Povos mesopotâmicos
Italo Colares
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
Daniel Alves Bronstrup
 
Idade Media Oriental - Prof Iair
Idade Media Oriental - Prof IairIdade Media Oriental - Prof Iair
Idade Media Oriental - Prof Iair
Tricia Carnevale
 
Persas slide
Persas slidePersas slide
Persas slide
Isabel Aguiar
 
[c7s] Revolução Inglesa
[c7s] Revolução Inglesa[c7s] Revolução Inglesa
[c7s] Revolução Inglesa
7 de Setembro
 
A civilização hebraica simone
A civilização hebraica simoneA civilização hebraica simone
A civilização hebraica simone
Janete Garcia de Freitas
 
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º AnoOs Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
Nefer19
 
Idade média baixa idade média (séc. xi-xv)
Idade média   baixa idade média (séc. xi-xv)Idade média   baixa idade média (séc. xi-xv)
Idade média baixa idade média (séc. xi-xv)
Privada
 
Império bizantino
Império bizantinoImpério bizantino
Império bizantino
alinemaiahistoria
 
Hebreus, Fenícios e Persas
Hebreus, Fenícios e PersasHebreus, Fenícios e Persas
Hebreus, Fenícios e Persas
Paulo Alexandre
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
dmflores21
 
Baixa idade média
Baixa idade médiaBaixa idade média
Baixa idade média
Eduard Henry
 
Slides bizantinos 1º. ano
Slides bizantinos    1º. anoSlides bizantinos    1º. ano
Slides bizantinos 1º. ano
Fatima Freitas
 
1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe 1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe
Daniel Alves Bronstrup
 

Mais procurados (20)

Ideologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xixIdeologias políticas do século xix
Ideologias políticas do século xix
 
Egito e Mesopotâmia - Antiguidade Oriental
Egito e Mesopotâmia  - Antiguidade OrientalEgito e Mesopotâmia  - Antiguidade Oriental
Egito e Mesopotâmia - Antiguidade Oriental
 
Revolução inglesa 8 ano
Revolução inglesa   8 anoRevolução inglesa   8 ano
Revolução inglesa 8 ano
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)
 
O Feudalismo Prof Medeiros 2015
O Feudalismo Prof Medeiros 2015O Feudalismo Prof Medeiros 2015
O Feudalismo Prof Medeiros 2015
 
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
 
Povos mesopotâmicos
Povos mesopotâmicosPovos mesopotâmicos
Povos mesopotâmicos
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
 
Idade Media Oriental - Prof Iair
Idade Media Oriental - Prof IairIdade Media Oriental - Prof Iair
Idade Media Oriental - Prof Iair
 
Persas slide
Persas slidePersas slide
Persas slide
 
[c7s] Revolução Inglesa
[c7s] Revolução Inglesa[c7s] Revolução Inglesa
[c7s] Revolução Inglesa
 
A civilização hebraica simone
A civilização hebraica simoneA civilização hebraica simone
A civilização hebraica simone
 
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º AnoOs Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
 
Idade média baixa idade média (séc. xi-xv)
Idade média   baixa idade média (séc. xi-xv)Idade média   baixa idade média (séc. xi-xv)
Idade média baixa idade média (séc. xi-xv)
 
Império bizantino
Império bizantinoImpério bizantino
Império bizantino
 
Hebreus, Fenícios e Persas
Hebreus, Fenícios e PersasHebreus, Fenícios e Persas
Hebreus, Fenícios e Persas
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
 
Baixa idade média
Baixa idade médiaBaixa idade média
Baixa idade média
 
Slides bizantinos 1º. ano
Slides bizantinos    1º. anoSlides bizantinos    1º. ano
Slides bizantinos 1º. ano
 
1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe 1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe
 

Destaque

Brasil colônia2
Brasil colônia2Brasil colônia2
Brasil colônia2
dmflores21
 
Uniformes de mulheres soldados planeta afora
Uniformes de mulheres soldados planeta aforaUniformes de mulheres soldados planeta afora
Uniformes de mulheres soldados planeta afora
Oracy Filho
 
Independencia eua
Independencia euaIndependencia eua
Independencia eua
dmflores21
 
Brasil Processo de Independência
Brasil Processo de IndependênciaBrasil Processo de Independência
Brasil Processo de Independência
dmflores21
 
República da Espada
República da EspadaRepública da Espada
República da Espada
dmflores21
 
Modo produção asiático
Modo produção asiáticoModo produção asiático
Modo produção asiático
dmflores21
 
Lindas fotos e provérbios
Lindas fotos e provérbiosLindas fotos e provérbios
Lindas fotos e provérbios
Oracy Filho
 
Independencia eua
Independencia euaIndependencia eua
Independencia eua
dmflores21
 
Momentos magicos
Momentos magicosMomentos magicos
Momentos magicos
Oracy Filho
 
Fotos magníficas de Arthus-Bertrand
Fotos magníficas de Arthus-BertrandFotos magníficas de Arthus-Bertrand
Fotos magníficas de Arthus-Bertrand
Oracy Filho
 
Anna kostenko, a pintora
Anna kostenko, a pintoraAnna kostenko, a pintora
Anna kostenko, a pintora
Oracy Filho
 
Imagens do passado
Imagens do passado   Imagens do passado
Imagens do passado
Oracy Filho
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
dmflores21
 
Fotos raras de 1939, publicadas na Revista Life, sobre o Terceiro Reich
Fotos raras de 1939, publicadas na Revista Life, sobre o Terceiro Reich Fotos raras de 1939, publicadas na Revista Life, sobre o Terceiro Reich
Fotos raras de 1939, publicadas na Revista Life, sobre o Terceiro Reich
Oracy Filho
 
Marcas Famosas e suas Origens
Marcas Famosas e suas Origens Marcas Famosas e suas Origens
Marcas Famosas e suas Origens
Oracy Filho
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
dmflores21
 
Império Bizantino
Império BizantinoImpério Bizantino
Império Bizantino
dmflores21
 
Brasil república populista 1945 1964
Brasil república populista 1945 1964Brasil república populista 1945 1964
Brasil república populista 1945 1964
dmflores21
 
Antigo regime
Antigo regimeAntigo regime
Antigo regime
dmflores21
 
Nostalgia
NostalgiaNostalgia
Nostalgia
Oracy Filho
 

Destaque (20)

Brasil colônia2
Brasil colônia2Brasil colônia2
Brasil colônia2
 
Uniformes de mulheres soldados planeta afora
Uniformes de mulheres soldados planeta aforaUniformes de mulheres soldados planeta afora
Uniformes de mulheres soldados planeta afora
 
Independencia eua
Independencia euaIndependencia eua
Independencia eua
 
Brasil Processo de Independência
Brasil Processo de IndependênciaBrasil Processo de Independência
Brasil Processo de Independência
 
República da Espada
República da EspadaRepública da Espada
República da Espada
 
Modo produção asiático
Modo produção asiáticoModo produção asiático
Modo produção asiático
 
Lindas fotos e provérbios
Lindas fotos e provérbiosLindas fotos e provérbios
Lindas fotos e provérbios
 
Independencia eua
Independencia euaIndependencia eua
Independencia eua
 
Momentos magicos
Momentos magicosMomentos magicos
Momentos magicos
 
Fotos magníficas de Arthus-Bertrand
Fotos magníficas de Arthus-BertrandFotos magníficas de Arthus-Bertrand
Fotos magníficas de Arthus-Bertrand
 
Anna kostenko, a pintora
Anna kostenko, a pintoraAnna kostenko, a pintora
Anna kostenko, a pintora
 
Imagens do passado
Imagens do passado   Imagens do passado
Imagens do passado
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Fotos raras de 1939, publicadas na Revista Life, sobre o Terceiro Reich
Fotos raras de 1939, publicadas na Revista Life, sobre o Terceiro Reich Fotos raras de 1939, publicadas na Revista Life, sobre o Terceiro Reich
Fotos raras de 1939, publicadas na Revista Life, sobre o Terceiro Reich
 
Marcas Famosas e suas Origens
Marcas Famosas e suas Origens Marcas Famosas e suas Origens
Marcas Famosas e suas Origens
 
Revoluções inglesas
Revoluções inglesasRevoluções inglesas
Revoluções inglesas
 
Império Bizantino
Império BizantinoImpério Bizantino
Império Bizantino
 
Brasil república populista 1945 1964
Brasil república populista 1945 1964Brasil república populista 1945 1964
Brasil república populista 1945 1964
 
Antigo regime
Antigo regimeAntigo regime
Antigo regime
 
Nostalgia
NostalgiaNostalgia
Nostalgia
 

Semelhante a Império árabe

Idade M%E9dia Oriental Imp%E9rio Bizantino E Imp%E9rio %C1rabe
Idade M%E9dia Oriental   Imp%E9rio Bizantino E Imp%E9rio %C1rabeIdade M%E9dia Oriental   Imp%E9rio Bizantino E Imp%E9rio %C1rabe
Idade M%E9dia Oriental Imp%E9rio Bizantino E Imp%E9rio %C1rabe
deomario
 
Idade media2
Idade media2Idade media2
Idade media2
nilmarfgalvao
 
Islamismo e sahel
Islamismo e sahelIslamismo e sahel
Islamismo e sahel
MARIANO C7S
 
Idade media2
Idade media2Idade media2
Idade media2
vithor
 
Imperio bizantino 2
 Imperio bizantino 2 Imperio bizantino 2
Imperio bizantino 2
ocg50
 
3 imperio bizantino
3 imperio bizantino3 imperio bizantino
3 imperio bizantino
Lucas Cechinel
 
Idade média oriental império bizantino e império árabe
Idade média oriental   império bizantino e império árabeIdade média oriental   império bizantino e império árabe
Idade média oriental império bizantino e império árabe
jfquirino
 
Imperio bizantino e islã 2013
Imperio bizantino e islã 2013Imperio bizantino e islã 2013
Imperio bizantino e islã 2013
Fabio Salvari
 
Idade media2
Idade media2Idade media2
Idade media2
luizmourao23
 
2012 islamismo definitivo
2012 islamismo definitivo2012 islamismo definitivo
2012 islamismo definitivo
MARIANO C7S
 
2012 islamismo definitivo
2012 islamismo definitivo2012 islamismo definitivo
2012 islamismo definitivo
MARIANO C7S
 
06. aula sobre idade média parte 2 império bizantino
06. aula sobre idade média parte 2 império bizantino06. aula sobre idade média parte 2 império bizantino
06. aula sobre idade média parte 2 império bizantino
Darlan Campos
 
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
eiprofessor
 
Civilização árabe
Civilização árabeCivilização árabe
Civilização árabe
Elton Zanoni
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
Over Lane
 
Idade Media1
Idade Media1Idade Media1
Idade Media1
Semone
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
Over Lane
 
Civilização árabe
Civilização árabeCivilização árabe
Civilização árabe
João Gonçalves Macedo
 
História Geral: árabes
História Geral: árabesHistória Geral: árabes
História Geral: árabes
Rafael Lucas da Silva
 
A EXPANSÃO ISLÂMICA
A EXPANSÃO ISLÂMICAA EXPANSÃO ISLÂMICA
A EXPANSÃO ISLÂMICA
Antonio Marcos
 

Semelhante a Império árabe (20)

Idade M%E9dia Oriental Imp%E9rio Bizantino E Imp%E9rio %C1rabe
Idade M%E9dia Oriental   Imp%E9rio Bizantino E Imp%E9rio %C1rabeIdade M%E9dia Oriental   Imp%E9rio Bizantino E Imp%E9rio %C1rabe
Idade M%E9dia Oriental Imp%E9rio Bizantino E Imp%E9rio %C1rabe
 
Idade media2
Idade media2Idade media2
Idade media2
 
Islamismo e sahel
Islamismo e sahelIslamismo e sahel
Islamismo e sahel
 
Idade media2
Idade media2Idade media2
Idade media2
 
Imperio bizantino 2
 Imperio bizantino 2 Imperio bizantino 2
Imperio bizantino 2
 
3 imperio bizantino
3 imperio bizantino3 imperio bizantino
3 imperio bizantino
 
Idade média oriental império bizantino e império árabe
Idade média oriental   império bizantino e império árabeIdade média oriental   império bizantino e império árabe
Idade média oriental império bizantino e império árabe
 
Imperio bizantino e islã 2013
Imperio bizantino e islã 2013Imperio bizantino e islã 2013
Imperio bizantino e islã 2013
 
Idade media2
Idade media2Idade media2
Idade media2
 
2012 islamismo definitivo
2012 islamismo definitivo2012 islamismo definitivo
2012 islamismo definitivo
 
2012 islamismo definitivo
2012 islamismo definitivo2012 islamismo definitivo
2012 islamismo definitivo
 
06. aula sobre idade média parte 2 império bizantino
06. aula sobre idade média parte 2 império bizantino06. aula sobre idade média parte 2 império bizantino
06. aula sobre idade média parte 2 império bizantino
 
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
 
Civilização árabe
Civilização árabeCivilização árabe
Civilização árabe
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
 
Idade Media1
Idade Media1Idade Media1
Idade Media1
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
 
Civilização árabe
Civilização árabeCivilização árabe
Civilização árabe
 
História Geral: árabes
História Geral: árabesHistória Geral: árabes
História Geral: árabes
 
A EXPANSÃO ISLÂMICA
A EXPANSÃO ISLÂMICAA EXPANSÃO ISLÂMICA
A EXPANSÃO ISLÂMICA
 

Mais de dmflores21

Descolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-AsiáticaDescolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-Asiática
dmflores21
 
Brasil república - era vargas 1930-1945
Brasil república - era vargas 1930-1945Brasil república - era vargas 1930-1945
Brasil república - era vargas 1930-1945
dmflores21
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
dmflores21
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
dmflores21
 
Brasil colônia4 revoltas nativistas
Brasil colônia4 revoltas nativistasBrasil colônia4 revoltas nativistas
Brasil colônia4 revoltas nativistas
dmflores21
 
Crise feudalismo, monarquias, cruzadas
Crise feudalismo, monarquias, cruzadasCrise feudalismo, monarquias, cruzadas
Crise feudalismo, monarquias, cruzadas
dmflores21
 
Brasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).pptBrasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).ppt
dmflores21
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
dmflores21
 
Antigo regime
Antigo regimeAntigo regime
Antigo regime
dmflores21
 
Revolucaoinglesa.ppt
Revolucaoinglesa.pptRevolucaoinglesa.ppt
Revolucaoinglesa.ppt
dmflores21
 
Introdução à história
Introdução à históriaIntrodução à história
Introdução à história
dmflores21
 
História e tempo
História e tempoHistória e tempo
História e tempo
dmflores21
 
Culturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianasCulturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianas
dmflores21
 
Independência américas
Independência américasIndependência américas
Independência américas
dmflores21
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
dmflores21
 
Brasil ditadura militar 1964 1985
Brasil ditadura militar 1964 1985Brasil ditadura militar 1964 1985
Brasil ditadura militar 1964 1985
dmflores21
 
Brasil república
Brasil repúblicaBrasil república
Brasil república
dmflores21
 
Homem americano
Homem americanoHomem americano
Homem americano
dmflores21
 

Mais de dmflores21 (18)

Descolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-AsiáticaDescolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-Asiática
 
Brasil república - era vargas 1930-1945
Brasil república - era vargas 1930-1945Brasil república - era vargas 1930-1945
Brasil república - era vargas 1930-1945
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
 
Brasil colônia4 revoltas nativistas
Brasil colônia4 revoltas nativistasBrasil colônia4 revoltas nativistas
Brasil colônia4 revoltas nativistas
 
Crise feudalismo, monarquias, cruzadas
Crise feudalismo, monarquias, cruzadasCrise feudalismo, monarquias, cruzadas
Crise feudalismo, monarquias, cruzadas
 
Brasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).pptBrasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).ppt
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Antigo regime
Antigo regimeAntigo regime
Antigo regime
 
Revolucaoinglesa.ppt
Revolucaoinglesa.pptRevolucaoinglesa.ppt
Revolucaoinglesa.ppt
 
Introdução à história
Introdução à históriaIntrodução à história
Introdução à história
 
História e tempo
História e tempoHistória e tempo
História e tempo
 
Culturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianasCulturas indigenas-pre-colombianas
Culturas indigenas-pre-colombianas
 
Independência américas
Independência américasIndependência américas
Independência américas
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
 
Brasil ditadura militar 1964 1985
Brasil ditadura militar 1964 1985Brasil ditadura militar 1964 1985
Brasil ditadura militar 1964 1985
 
Brasil república
Brasil repúblicaBrasil república
Brasil república
 
Homem americano
Homem americanoHomem americano
Homem americano
 

Último

Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 

Último (20)

Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 

Império árabe

  • 1. 2 – O IMPÉRIO ÁRABE: • Península arábica. • Deserto predominante. • Até o séc. VI: divididos em aproximadamente 300 tribos. – Beduínos – nômades, dedicados a saques, habitavam o deserto. – Tribos urbanas – habitantes das margens do Mar Vermelho ou ao sul da Península. Dedicavam-se a agricultura e acima de tudo ao comércio. Formaram as principais cidades da região (Meca e Iatreb). – Comando em ambas: xeques (sheiks) • Meca: centro comercial e religioso. – Caaba (cubo) – santuário e depósito de imagens de deuses politeístas das diferentes tribos. – Administrada pela tribo dos coraixitas.
  • 2. A CAABA - MECA
  • 3. • MAOMÉ (570 – 632) – membro do ramo pobre dos coraixitas. – Profeta que segue a linhagem de Noé, Abraão, Moisés e Jesus. • 610 – REVELAÇÃO: “Só há um Deus que é Alá, e Maomé é seu profeta”. – Oposição dos administradores coraixitas de Meca. – Repressão aos seguidores de Maomé. • 622 – HÉGIRA: fuga de Maomé e seus seguidores para Iatreb (posteriormente conhecida como Medina – a cidade do profeta). – Início do calendário muçulmano. – População local é convertida. – Proclamação da primeira Jihad (esforço coletivo).
  • 4. • 630 – Retorno a Meca com exército de populações convertidas. – Destruição de divindades politeístas da Caaba. – Anistia a antigos opositores. – Península Arábica é completamente convertida ao islamismo. • 632 – Maomé morre. – Califas continuam expansão do islamismo. – 1º Califa: ABU BAKR – sogro de Maomé. – Motivações: crescimento populacional + busca de terras. – Justificativa ideológica: Jihad. – Amplas conquistas territoriais: Norte da África, Península Ibérica, Império Persa até parte da Índia, Império Bizantino. • Séc. XIII – território comparável ao do Império Romano.
  • 5. EXTENSÃO MÁXIMA DO IMPÉRIO ÁRABE:
  • 6. • Livro sagrado: AL CORÃO. • SUNA: livro de ditos e atos de Maomé. • Divisão entre muçulmanos: – Após o 4º califa: ALI ABU TALIB (genro e primo de Maomé); – MAOWIYA (Síria) – apoio da maioria – Sunitas (Suna + Al Corão); – HASSAN e HUSSEIN – filhos de ALI – apoio da minoria – Xiitas (Al Corão); – Ambos assassinados. Hassan (669) e Hussein (680). Este último em Karbala (atual Iraque), um dos principais centros xiitas do mundo.
  • 7. SUNITAS E XIITAS NO MUNDO HOJE:
  • 8. • Única unidade: religiosa. • Politicamente fragmentados em vários califados. • Cultura muçulmana: – Assimilação de valores de outros povos (hindus, persas, chineses e bizantinos). – Tradução e conservação de obras clássicas (Aristóteles e Platão). – Medicina: AVICENA (980 – 1037) – referência mundial até o século XVII com seu compêndio sobre o corpo humano. – Matemática: números arábicos, zero, avanços em trigonometria e álgebra. – Física: fundamentos da óptica. AVICENA
  • 9. – Química: descrição dos processos de destilação, filtração e sublimação; desenvolvimento do carbonato de sódio, nitrato de prata, ácidos nítrico e sulfúrico e álcool. Todas estas descobertas para tentar criar a “pedra filosofal” e o elixir da longa vida. – Arquitetura: cúpulas, minaretes, arcos em ferradura, decoração com motivos geométricos e vegetais.
  • 10. – Química: descrição dos processos de destilação, filtração e sublimação; desenvolvimento do carbonato de sódio, nitrato de prata, ácidos nítrico e sulfúrico e álcool. Todas estas descobertas para tentar criar a “pedra filosofal” e o elixir da longa vida. – Arquitetura: cúpulas, minaretes, arcos em ferradura, decoração com motivos geométricos e vegetais.