SlideShare uma empresa Scribd logo
DISCIPLINA
Professor
Nº de Aulas para
desenvolver o Tema
HISTÓRIA
ADRIANA GOMES
MESSIAS
Império Macedônico
02 AULAS
REFERÊNCIAS PARA APROFUNDAMENTO, ESTUDO E PESQUISA
Assistir o filme:
Alexandre: O Grande
http://www.youtube.com/watch?v=Iekf0Q-jbAY Documentário
http://mundoestranho.abril.com.br/materia/quem-foi-alexandre-o-grande
A História do Império Macedônico inicia-se com Filipe II em 359
a.C.. Após tornasse Rei, Filipe distribuiu as terras pertencentes a
aristocracia para os camponeses.
Admirava a riqueza da cultura grega,
se impressionava com a vastidão
territorial e a opulência econômica
do império persa.
Filipe II organizou um exército nacional, com
grande habilidade de guerra. Sua cavalaria se
tornara a mais poderosa da Grécia. Criou
uma nova infantaria, praticamente imbatível
- a falange macedônica -
As falanges eram formadas por homens com:
1) de 16 fileiras, = totalizando 256 homens (16x16).
2) As cinco primeiras fileiras estendiam suas sarissas sobre os
homens da
frente, formando uma parede de pontas afiadas.
Os soldados de trás mantinham as lanças para a frente e para o
alto, formando
um escudo contra as flechas. Filipe II ambicionava conquistar a
Grécia e o Império Persa.
Filipe II morreu assassinado, em seu lugar assumiria o Império o
seu filho, Alexandre Magno com apenas 20 anos. As cidades
gregas não aceitaram o jovem rei como soberano, rebelaram-se
achando o momento ideal para se libertarem do domínio
macedônico. Alexandre mostrou ser um hábil governante e
conseguiu sufocar as rebeliões liderada pela Cidade de Tebas.
Em 338 a.C., as tropas macedônicas derrotaram os exércitos de
Tebas e Atenas,
= Batalha de Queroneia.
Em seguida, Filipe II organizou as cidades-Estado sob o seu
comando e fundou a
Liga de Corinto, cujo objetivo era manter a Grécia unida, sendo
seu comandante para a guerra contra a Pérsia.
Macedônia: antes de depois de Alexandre
Alexandre III, o Grande (356-323 aC), filho de Filipe, conseguiu em pouco
tempo estender o poder macedônico não só sobre as cidades-estados gregas,
mas também sobre o Império Persa, incluindo o Egito e as terras a leste, até
às bordas ociedentais da Índia. Era o maior império que o mundo havia visto
depois do Império Persa. Abaixo, o Império de Alexandre, o Grande.
Falanges macedônicas
Reconstrução de um Sarissa
Falange Macedônica uma verdadeira máquina
de guerra formada por infantes muito bem
treinados e disciplinados, com suas
enormes zarissas, (lanças de mais de 6
metros),
Alexandre
Quando Alexandre tinha 13 anos, seu pai
incumbiu um dos homens mais sábios da
sua época, Aristóteles, de educá-lo.
Alexandre aprendeu retórica, política,
matemática, ciências físicas e naturais,
medicina e geografia, ao mesmo tempo
em que se interessava pela história grega
e pela obra de autores como Eurípides e
Píndaro. Também se distinguiu nas artes
marciais e na doma de cavalos, de tal
forma que em pouco tempo dominou
Bucéfalo, que viria a ser seu inseparável
cavalo.
Alexandre media apenas 1,52m.
Como Alexandre Magno tratou os povos vencidos:
Uma das principais características de Alexandre Magno foi
a maneira como ele tratou os povos vencidos:
- Respeitou suas religiões e instituições políticas;
- Incentivou o casamento entre vencidos e vencedores;
- Permitiu que jovens persas participassem dos exércitos
greco-macedônicos;
- Tentou fundir os povos, buscando eliminar as diferenças
e as desigualdades entre eles.
Agindo assim, Alexandre Magno criava condições para
uma integração cultural no vasto império por ele
conquistado. O resultado mais importante do seu trabalho
foi a chamada cultura helenística, que se originou da fusão
da cultura grega (helênica) com a cultura oriental.
Cultura Helenística
Em "Laocoonte e seus filhos",
representam uma lenda
da época da Guerra de Tróia,
a cultura Ghandara, que se desenvolveu no atual
Afeganistão e Paquistão com a conquista por Alexandre o
Grande, que combinava padrões estéticos helenístico com
a religião Budista originaria da India.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Grécia antiga - período homérico
Grécia antiga - período homéricoGrécia antiga - período homérico
Grécia antiga - período homérico
Guilherme Drumond
 
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-Colombianas
joana71
 
Antigas civilizações
Antigas civilizações Antigas civilizações
Antigas civilizações
Adail Silva
 
Feudalismo e idade média.
Feudalismo e idade média.Feudalismo e idade média.
Feudalismo e idade média.
Lara Lídia
 
Pré-História
Pré-HistóriaPré-História
Pré-História
eiprofessor
 
Aula de história – 6º ano grecia antiga
Aula de história – 6º ano   grecia antigaAula de história – 6º ano   grecia antiga
Aula de história – 6º ano grecia antiga
stelawstel
 
GRÉCIA ANTIGA
GRÉCIA ANTIGAGRÉCIA ANTIGA
GRÉCIA ANTIGA
Jackeline Póvoas
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
Nila Michele Bastos Santos
 
3° ano - Grécia Antiga – aula 2
3° ano - Grécia Antiga – aula 23° ano - Grécia Antiga – aula 2
3° ano - Grécia Antiga – aula 2
Daniel Alves Bronstrup
 
Império bizantino
Império bizantinoImpério bizantino
Império bizantino
alinemaiahistoria
 
1° ano E.M. - Antigo Egito
1° ano E.M. -  Antigo Egito1° ano E.M. -  Antigo Egito
1° ano E.M. - Antigo Egito
Daniel Alves Bronstrup
 
O ser humano chega a america
O ser humano chega a america O ser humano chega a america
O ser humano chega a america
edna2
 
Roma Antiga - 6ºAno
Roma Antiga - 6ºAno Roma Antiga - 6ºAno
Roma Antiga - 6ºAno
Sant´Anna International School
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
Dirair
 
Pré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino MédioPré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino Médio
Diego Bian Filo Moreira
 
Antiguidade Clássica: Grécia e Roma
Antiguidade Clássica: Grécia e RomaAntiguidade Clássica: Grécia e Roma
Antiguidade Clássica: Grécia e Roma
Marilia Pimentel
 
O egito antigo
O egito antigoO egito antigo
O egito antigo
Espanhol Puríssimo
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
Eloy Souza
 

Mais procurados (20)

Grécia antiga - período homérico
Grécia antiga - período homéricoGrécia antiga - período homérico
Grécia antiga - período homérico
 
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
 
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-Colombianas
 
Antigas civilizações
Antigas civilizações Antigas civilizações
Antigas civilizações
 
Feudalismo e idade média.
Feudalismo e idade média.Feudalismo e idade média.
Feudalismo e idade média.
 
Pré-História
Pré-HistóriaPré-História
Pré-História
 
Aula de história – 6º ano grecia antiga
Aula de história – 6º ano   grecia antigaAula de história – 6º ano   grecia antiga
Aula de história – 6º ano grecia antiga
 
GRÉCIA ANTIGA
GRÉCIA ANTIGAGRÉCIA ANTIGA
GRÉCIA ANTIGA
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
 
3° ano - Grécia Antiga – aula 2
3° ano - Grécia Antiga – aula 23° ano - Grécia Antiga – aula 2
3° ano - Grécia Antiga – aula 2
 
Império bizantino
Império bizantinoImpério bizantino
Império bizantino
 
1° ano E.M. - Antigo Egito
1° ano E.M. -  Antigo Egito1° ano E.M. -  Antigo Egito
1° ano E.M. - Antigo Egito
 
O ser humano chega a america
O ser humano chega a america O ser humano chega a america
O ser humano chega a america
 
Roma Antiga - 6ºAno
Roma Antiga - 6ºAno Roma Antiga - 6ºAno
Roma Antiga - 6ºAno
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
 
Pré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino MédioPré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino Médio
 
Antiguidade Clássica: Grécia e Roma
Antiguidade Clássica: Grécia e RomaAntiguidade Clássica: Grécia e Roma
Antiguidade Clássica: Grécia e Roma
 
O egito antigo
O egito antigoO egito antigo
O egito antigo
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
 

Destaque

Regências no Brasil
Regências no BrasilRegências no Brasil
Regências no Brasil
Adriana Gomes Messias
 
Governos Itamar Franco e FHC
Governos Itamar Franco e FHCGovernos Itamar Franco e FHC
Governos Itamar Franco e FHC
Valéria Shoujofan
 
Primeiro reinado no Brasil
Primeiro reinado no BrasilPrimeiro reinado no Brasil
Primeiro reinado no Brasil
Adriana Gomes Messias
 
Colonização da america
Colonização da americaColonização da america
Colonização da america
Isabel Aguiar
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Isabel Aguiar
 
Segundo império no Brasil
Segundo império no BrasilSegundo império no Brasil
Segundo império no Brasil
Adriana Gomes Messias
 
Guerra da Coréia
Guerra da CoréiaGuerra da Coréia
Guerra da Coréia
Adriana Gomes Messias
 
Nacionalismo, guerrilhas e terrorismo
Nacionalismo, guerrilhas e terrorismoNacionalismo, guerrilhas e terrorismo
Nacionalismo, guerrilhas e terrorismo
Adriana Gomes Messias
 
Renascimento comercial e urbano
Renascimento comercial e urbanoRenascimento comercial e urbano
Renascimento comercial e urbano
Adriana Gomes Messias
 
Guerra do Vietnã
Guerra do VietnãGuerra do Vietnã
Guerra do Vietnã
Adriana Gomes Messias
 
A história do mundo em duas aulas
A história do mundo em duas aulasA história do mundo em duas aulas
A história do mundo em duas aulas
Jhon Lemes Dos Santos
 
Doutrinas sociais
Doutrinas sociaisDoutrinas sociais
Doutrinas sociais
Adriana Gomes Messias
 
Etnias,emigrações,imigrações e nacionalismo
Etnias,emigrações,imigrações e nacionalismoEtnias,emigrações,imigrações e nacionalismo
Etnias,emigrações,imigrações e nacionalismo
Adriana Gomes Messias
 
Independenciaamericaespanhola 110428210651-phpapp01 (1)
Independenciaamericaespanhola 110428210651-phpapp01 (1)Independenciaamericaespanhola 110428210651-phpapp01 (1)
Independenciaamericaespanhola 110428210651-phpapp01 (1)
Isabel Aguiar
 
Revolução francesa 2013
Revolução francesa 2013Revolução francesa 2013
Revolução francesa 2013
Isabel Aguiar
 
Platão
PlatãoPlatão
Platão
alexrrosaueja
 
Era vargas 1
Era vargas 1Era vargas 1
Era vargas 1
Isabel Aguiar
 
Segundo reinado slide
Segundo reinado slideSegundo reinado slide
Segundo reinado slide
Isabel Aguiar
 
Era napoleonica 2013
Era napoleonica 2013Era napoleonica 2013
Era napoleonica 2013
Isabel Aguiar
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
Isabel Aguiar
 

Destaque (20)

Regências no Brasil
Regências no BrasilRegências no Brasil
Regências no Brasil
 
Governos Itamar Franco e FHC
Governos Itamar Franco e FHCGovernos Itamar Franco e FHC
Governos Itamar Franco e FHC
 
Primeiro reinado no Brasil
Primeiro reinado no BrasilPrimeiro reinado no Brasil
Primeiro reinado no Brasil
 
Colonização da america
Colonização da americaColonização da america
Colonização da america
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Segundo império no Brasil
Segundo império no BrasilSegundo império no Brasil
Segundo império no Brasil
 
Guerra da Coréia
Guerra da CoréiaGuerra da Coréia
Guerra da Coréia
 
Nacionalismo, guerrilhas e terrorismo
Nacionalismo, guerrilhas e terrorismoNacionalismo, guerrilhas e terrorismo
Nacionalismo, guerrilhas e terrorismo
 
Renascimento comercial e urbano
Renascimento comercial e urbanoRenascimento comercial e urbano
Renascimento comercial e urbano
 
Guerra do Vietnã
Guerra do VietnãGuerra do Vietnã
Guerra do Vietnã
 
A história do mundo em duas aulas
A história do mundo em duas aulasA história do mundo em duas aulas
A história do mundo em duas aulas
 
Doutrinas sociais
Doutrinas sociaisDoutrinas sociais
Doutrinas sociais
 
Etnias,emigrações,imigrações e nacionalismo
Etnias,emigrações,imigrações e nacionalismoEtnias,emigrações,imigrações e nacionalismo
Etnias,emigrações,imigrações e nacionalismo
 
Independenciaamericaespanhola 110428210651-phpapp01 (1)
Independenciaamericaespanhola 110428210651-phpapp01 (1)Independenciaamericaespanhola 110428210651-phpapp01 (1)
Independenciaamericaespanhola 110428210651-phpapp01 (1)
 
Revolução francesa 2013
Revolução francesa 2013Revolução francesa 2013
Revolução francesa 2013
 
Platão
PlatãoPlatão
Platão
 
Era vargas 1
Era vargas 1Era vargas 1
Era vargas 1
 
Segundo reinado slide
Segundo reinado slideSegundo reinado slide
Segundo reinado slide
 
Era napoleonica 2013
Era napoleonica 2013Era napoleonica 2013
Era napoleonica 2013
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 

Semelhante a Império Macedônico

O helenismo
O helenismoO helenismo
O helenismo
historiando
 
002 Helenismo 2.pptx
002 Helenismo 2.pptx002 Helenismo 2.pptx
002 Helenismo 2.pptx
Milena Leite
 
ALEXANDER, NEILMA 1MC
ALEXANDER, NEILMA 1MCALEXANDER, NEILMA 1MC
ALEXANDER, NEILMA 1MC
Jackeline Póvoas
 
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e a fusão cultural
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e  a fusão culturalSit 4 vol 2 o império de alexandre e  a fusão cultural
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e a fusão cultural
AprendendoHistoriacomNemeis
 
Alexandre magno e a cultura helenística
Alexandre magno e a cultura helenísticaAlexandre magno e a cultura helenística
Alexandre magno e a cultura helenística
hillary2011
 
Império Persa
Império PersaImpério Persa
Império Persa
Wil Félix
 
Persas.ppt
Persas.pptPersas.ppt
Persas.ppt
RuiPedroso2
 
Domínio das nações sobre israel
Domínio das nações sobre israelDomínio das nações sobre israel
Domínio das nações sobre israel
Geversom Sousa
 
Império Persa
Império PersaImpério Persa
Império Persa
Thiago Bro
 
003 Alexandre, o Grande - Vida e Conquistas 2.pptx
003 Alexandre, o Grande - Vida e Conquistas 2.pptx003 Alexandre, o Grande - Vida e Conquistas 2.pptx
003 Alexandre, o Grande - Vida e Conquistas 2.pptx
Milena Leite
 
Período Interbíblico aula 3 Período Grego
Período Interbíblico aula 3   Período GregoPeríodo Interbíblico aula 3   Período Grego
Período Interbíblico aula 3 Período Grego
Samir Isac Dantas
 
AULA OS PERSAS.2012
AULA OS PERSAS.2012AULA OS PERSAS.2012
AULA OS PERSAS.2012
Jose Ribamar Santos
 
Os persas.2012
Os persas.2012Os persas.2012
Os persas.2012
Jose Ribamar Santos
 
CIVILIZAÇÃO PERSA (AQUEMÊNIDA)
CIVILIZAÇÃO PERSA (AQUEMÊNIDA)CIVILIZAÇÃO PERSA (AQUEMÊNIDA)
CIVILIZAÇÃO PERSA (AQUEMÊNIDA)
Iara .
 
Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1
Moisés Sampaio
 
Alexandre o Grande e o Império Macedônio
Alexandre o Grande e o Império MacedônioAlexandre o Grande e o Império Macedônio
Alexandre o Grande e o Império Macedônio
ThyagoSouza20
 
Resumo persas
Resumo persasResumo persas
Resumo persas
Péricles Penuel
 
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptxevangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
vinicius252017
 
Fenícios E Persas
Fenícios E PersasFenícios E Persas
Fenícios E Persas
claudiaveiro
 
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptxevangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
Tiago Silva
 

Semelhante a Império Macedônico (20)

O helenismo
O helenismoO helenismo
O helenismo
 
002 Helenismo 2.pptx
002 Helenismo 2.pptx002 Helenismo 2.pptx
002 Helenismo 2.pptx
 
ALEXANDER, NEILMA 1MC
ALEXANDER, NEILMA 1MCALEXANDER, NEILMA 1MC
ALEXANDER, NEILMA 1MC
 
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e a fusão cultural
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e  a fusão culturalSit 4 vol 2 o império de alexandre e  a fusão cultural
Sit 4 vol 2 o império de alexandre e a fusão cultural
 
Alexandre magno e a cultura helenística
Alexandre magno e a cultura helenísticaAlexandre magno e a cultura helenística
Alexandre magno e a cultura helenística
 
Império Persa
Império PersaImpério Persa
Império Persa
 
Persas.ppt
Persas.pptPersas.ppt
Persas.ppt
 
Domínio das nações sobre israel
Domínio das nações sobre israelDomínio das nações sobre israel
Domínio das nações sobre israel
 
Império Persa
Império PersaImpério Persa
Império Persa
 
003 Alexandre, o Grande - Vida e Conquistas 2.pptx
003 Alexandre, o Grande - Vida e Conquistas 2.pptx003 Alexandre, o Grande - Vida e Conquistas 2.pptx
003 Alexandre, o Grande - Vida e Conquistas 2.pptx
 
Período Interbíblico aula 3 Período Grego
Período Interbíblico aula 3   Período GregoPeríodo Interbíblico aula 3   Período Grego
Período Interbíblico aula 3 Período Grego
 
AULA OS PERSAS.2012
AULA OS PERSAS.2012AULA OS PERSAS.2012
AULA OS PERSAS.2012
 
Os persas.2012
Os persas.2012Os persas.2012
Os persas.2012
 
CIVILIZAÇÃO PERSA (AQUEMÊNIDA)
CIVILIZAÇÃO PERSA (AQUEMÊNIDA)CIVILIZAÇÃO PERSA (AQUEMÊNIDA)
CIVILIZAÇÃO PERSA (AQUEMÊNIDA)
 
Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1
 
Alexandre o Grande e o Império Macedônio
Alexandre o Grande e o Império MacedônioAlexandre o Grande e o Império Macedônio
Alexandre o Grande e o Império Macedônio
 
Resumo persas
Resumo persasResumo persas
Resumo persas
 
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptxevangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
 
Fenícios E Persas
Fenícios E PersasFenícios E Persas
Fenícios E Persas
 
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptxevangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
evangelhossinticosaula1-130527234747-phpapp02 (1).pptx
 

Mais de Adriana Gomes Messias

Iluminismo
IluminismoIluminismo
Doutrinas sociais
Doutrinas sociaisDoutrinas sociais
Doutrinas sociais
Adriana Gomes Messias
 
Guerra civil espanhola
Guerra civil espanholaGuerra civil espanhola
Guerra civil espanhola
Adriana Gomes Messias
 
Fascismo
FascismoFascismo
Racismo para debate e reflexão
Racismo para debate e reflexãoRacismo para debate e reflexão
Racismo para debate e reflexão
Adriana Gomes Messias
 
Absolutismo na França e Inglaterra
Absolutismo na França e InglaterraAbsolutismo na França e Inglaterra
Absolutismo na França e Inglaterra
Adriana Gomes Messias
 
Agropecuaria
AgropecuariaAgropecuaria
Agropecuaria
Adriana Gomes Messias
 
Problemas ambientais
Problemas  ambientais Problemas  ambientais
Problemas ambientais
Adriana Gomes Messias
 
Clima: Fatores e elementos
Clima: Fatores e elementos Clima: Fatores e elementos
Clima: Fatores e elementos
Adriana Gomes Messias
 
Terra planeta agua
Terra planeta aguaTerra planeta agua
Terra planeta agua
Adriana Gomes Messias
 
Diversidade e sustentabilidade
Diversidade e sustentabilidadeDiversidade e sustentabilidade
Diversidade e sustentabilidade
Adriana Gomes Messias
 
Ecotecnologia
EcotecnologiaEcotecnologia
Ecotecnologia
Adriana Gomes Messias
 
Cartografia
Cartografia Cartografia
Cartografia
Adriana Gomes Messias
 
As grandes navegacoes-portugal
As grandes navegacoes-portugalAs grandes navegacoes-portugal
As grandes navegacoes-portugal
Adriana Gomes Messias
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
Adriana Gomes Messias
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Adriana Gomes Messias
 
Império Árabe
Império ÁrabeImpério Árabe
Império Árabe
Adriana Gomes Messias
 
Imperio bizantino 3_ano
Imperio bizantino 3_anoImperio bizantino 3_ano
Imperio bizantino 3_ano
Adriana Gomes Messias
 
Biomas do mundo_e_brasil
Biomas do mundo_e_brasilBiomas do mundo_e_brasil
Biomas do mundo_e_brasil
Adriana Gomes Messias
 
Fontes de energia.i_ipptx
Fontes de energia.i_ipptxFontes de energia.i_ipptx
Fontes de energia.i_ipptx
Adriana Gomes Messias
 

Mais de Adriana Gomes Messias (20)

Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Doutrinas sociais
Doutrinas sociaisDoutrinas sociais
Doutrinas sociais
 
Guerra civil espanhola
Guerra civil espanholaGuerra civil espanhola
Guerra civil espanhola
 
Fascismo
FascismoFascismo
Fascismo
 
Racismo para debate e reflexão
Racismo para debate e reflexãoRacismo para debate e reflexão
Racismo para debate e reflexão
 
Absolutismo na França e Inglaterra
Absolutismo na França e InglaterraAbsolutismo na França e Inglaterra
Absolutismo na França e Inglaterra
 
Agropecuaria
AgropecuariaAgropecuaria
Agropecuaria
 
Problemas ambientais
Problemas  ambientais Problemas  ambientais
Problemas ambientais
 
Clima: Fatores e elementos
Clima: Fatores e elementos Clima: Fatores e elementos
Clima: Fatores e elementos
 
Terra planeta agua
Terra planeta aguaTerra planeta agua
Terra planeta agua
 
Diversidade e sustentabilidade
Diversidade e sustentabilidadeDiversidade e sustentabilidade
Diversidade e sustentabilidade
 
Ecotecnologia
EcotecnologiaEcotecnologia
Ecotecnologia
 
Cartografia
Cartografia Cartografia
Cartografia
 
As grandes navegacoes-portugal
As grandes navegacoes-portugalAs grandes navegacoes-portugal
As grandes navegacoes-portugal
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Império Árabe
Império ÁrabeImpério Árabe
Império Árabe
 
Imperio bizantino 3_ano
Imperio bizantino 3_anoImperio bizantino 3_ano
Imperio bizantino 3_ano
 
Biomas do mundo_e_brasil
Biomas do mundo_e_brasilBiomas do mundo_e_brasil
Biomas do mundo_e_brasil
 
Fontes de energia.i_ipptx
Fontes de energia.i_ipptxFontes de energia.i_ipptx
Fontes de energia.i_ipptx
 

Último

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 

Império Macedônico

  • 1. DISCIPLINA Professor Nº de Aulas para desenvolver o Tema HISTÓRIA ADRIANA GOMES MESSIAS Império Macedônico 02 AULAS
  • 2. REFERÊNCIAS PARA APROFUNDAMENTO, ESTUDO E PESQUISA Assistir o filme: Alexandre: O Grande http://www.youtube.com/watch?v=Iekf0Q-jbAY Documentário http://mundoestranho.abril.com.br/materia/quem-foi-alexandre-o-grande
  • 3. A História do Império Macedônico inicia-se com Filipe II em 359 a.C.. Após tornasse Rei, Filipe distribuiu as terras pertencentes a aristocracia para os camponeses. Admirava a riqueza da cultura grega, se impressionava com a vastidão territorial e a opulência econômica do império persa. Filipe II organizou um exército nacional, com grande habilidade de guerra. Sua cavalaria se tornara a mais poderosa da Grécia. Criou uma nova infantaria, praticamente imbatível - a falange macedônica -
  • 4. As falanges eram formadas por homens com: 1) de 16 fileiras, = totalizando 256 homens (16x16). 2) As cinco primeiras fileiras estendiam suas sarissas sobre os homens da frente, formando uma parede de pontas afiadas. Os soldados de trás mantinham as lanças para a frente e para o alto, formando um escudo contra as flechas. Filipe II ambicionava conquistar a Grécia e o Império Persa.
  • 5. Filipe II morreu assassinado, em seu lugar assumiria o Império o seu filho, Alexandre Magno com apenas 20 anos. As cidades gregas não aceitaram o jovem rei como soberano, rebelaram-se achando o momento ideal para se libertarem do domínio macedônico. Alexandre mostrou ser um hábil governante e conseguiu sufocar as rebeliões liderada pela Cidade de Tebas. Em 338 a.C., as tropas macedônicas derrotaram os exércitos de Tebas e Atenas, = Batalha de Queroneia. Em seguida, Filipe II organizou as cidades-Estado sob o seu comando e fundou a Liga de Corinto, cujo objetivo era manter a Grécia unida, sendo seu comandante para a guerra contra a Pérsia.
  • 6. Macedônia: antes de depois de Alexandre
  • 7. Alexandre III, o Grande (356-323 aC), filho de Filipe, conseguiu em pouco tempo estender o poder macedônico não só sobre as cidades-estados gregas, mas também sobre o Império Persa, incluindo o Egito e as terras a leste, até às bordas ociedentais da Índia. Era o maior império que o mundo havia visto depois do Império Persa. Abaixo, o Império de Alexandre, o Grande.
  • 8. Falanges macedônicas Reconstrução de um Sarissa Falange Macedônica uma verdadeira máquina de guerra formada por infantes muito bem treinados e disciplinados, com suas enormes zarissas, (lanças de mais de 6 metros),
  • 9. Alexandre Quando Alexandre tinha 13 anos, seu pai incumbiu um dos homens mais sábios da sua época, Aristóteles, de educá-lo. Alexandre aprendeu retórica, política, matemática, ciências físicas e naturais, medicina e geografia, ao mesmo tempo em que se interessava pela história grega e pela obra de autores como Eurípides e Píndaro. Também se distinguiu nas artes marciais e na doma de cavalos, de tal forma que em pouco tempo dominou Bucéfalo, que viria a ser seu inseparável cavalo. Alexandre media apenas 1,52m.
  • 10. Como Alexandre Magno tratou os povos vencidos: Uma das principais características de Alexandre Magno foi a maneira como ele tratou os povos vencidos: - Respeitou suas religiões e instituições políticas; - Incentivou o casamento entre vencidos e vencedores; - Permitiu que jovens persas participassem dos exércitos greco-macedônicos; - Tentou fundir os povos, buscando eliminar as diferenças e as desigualdades entre eles. Agindo assim, Alexandre Magno criava condições para uma integração cultural no vasto império por ele conquistado. O resultado mais importante do seu trabalho foi a chamada cultura helenística, que se originou da fusão da cultura grega (helênica) com a cultura oriental.
  • 11. Cultura Helenística Em "Laocoonte e seus filhos", representam uma lenda da época da Guerra de Tróia,
  • 12. a cultura Ghandara, que se desenvolveu no atual Afeganistão e Paquistão com a conquista por Alexandre o Grande, que combinava padrões estéticos helenístico com a religião Budista originaria da India.