SlideShare uma empresa Scribd logo
Classificação dos Seres
          Vivos


 Os Reinos dos Seres Vivos
         e os Vírus
Ao final desta aula será importante entender os
seguintes conceitos:

   As principais características dos seres vivos;

   Suas classificações e importâncias dos Cinco Reinos;

   Os exemplos dos Reinos de Seres Vivos;

   Os Vírus e suas principais características.
Os Reinos de Seres Vivos
   Reino Monera - Inclui todos os seres procariontes (bactérias e
    cianobactérias);

   Reino Protista - Seres eucariontes, entre eles as algas e os
    protozoários;

   Reino Fungi - Inclui todos os fungos;

   Reino Plantae - Inclui todos os vegetais;

   Reino Animalia - Inclui todos os animais.
Reino Monera

Procariontes;

Unicelulares;

Coloniais ou não;

Autótrofos (fotossintetizantes ou quimiossintetizantes) ou heterótrofos.
Os heterótrofos obtêm seu alimento por absorção;

Respiração: Anaeróbia (sem a presença de oxigênio) e Aeróbia (com
presença de oxigênio);

Esse reino compreende as bactérias e as cianobactérias.
Importância das bactérias:
   Atuam como decompositoras (saprófitos): participam da
    reciclagem da matéria orgânica.

   Algumas são parasitas causando diversas doenças:
    cólera, meningite bacteriana, tuberculose, sífilis, tétano...

(TRATADAS COM ANTIBIÓTICOS)
Reprodução Bacteriana
   Divisão Binária ou Bipartição (assexuada): Mais frequente.



                                            Processo de Clonagem



   Conjugação (recombinação genética)




    Não é reprodução
Apresentam formas variadas
Célula Bacteriana
                         Flagelo

                 Plasmídio                   Ribossomo




Parede
Celular

Membrana
                                         Citoplasma Nucleóide
Plasmática                   Mesossoma
Reino Protista
Organismos eucariontes;

Unicelulares ou também as algas multicelulares;

Nesse grupo existem diversos métodos nutricionais,
incluindo fotossíntese, absorção e ingestão;

Este reino compreende as        algas,  que são
fotossintetizantes, e os protozoários, unicelulares
eucariontes heterótrofos;

Divididos em três filos: Crisofíceas, Pirrofíceas e
Euglenofíceas.
Protozoários
Classificação dos protozoários de acordo com a estrutura de locomoção .

a) RIZÓPODE (sarcodíneos): Emissão de pseudópodes.
Ex.: Amebas (carnívoras).




Principal parasitose:

AMEBÍASE

  Causador: Entamoeba histolytica
  Ciclo: Oral-fecal
  Sintomas: Diarréia com sangue
b) FLAGELADOS: locomoção por flagelos.


Principais parasitoses:


1. TRICOMONÍASE

   Causador : Trichomonas vaginalis
   Transmissão: DST
2. GIARDÍASE

 Causador: Giardia lamblia
 Ciclo: Oral-fecal
 Sintomas: Diarréia e séria desidratação
c) CILIADOS: locomoção por cílios.


  Maioria de vida livre.
                                     Ex.: Paramecium sp
d) ESPOROZOÁRIOS: Ausência
de sistema locomotor.



  Parasitas obrigatórios.

  Reprodução por esporulação.
Ex.: Plasmodium sp
Principal parasitose:

MALÁRIA


   Vetor: mosquito-prego (Anopheles spp)
Filo Crisofíceas: conhecidas como DIATOMÁCEAS
(recobertas por uma carapaça de sílica).
*PRINCIPAIS PRODUTORES MARINHOS (90% fotossíntese do
planeta)
   Participam da formação do petróleo.
- Filo Pirrofíceas ou Dinophyta: DINOFLAGELADOS.
- Maioria marinha, constituinte do plâncton.
- Suas células apresentam dois flagelos (biflagelados)
- Responsáveis pelo fenômeno da bioluminescência do mar (luz
esverdeada), e pelo fenômeno da maré vermelha.
Multiplicação exagerada dessas algas perto do litoral. Ocorre liberação de
substâncias tóxicas de tons marrom-avermelhados.
Filo Euglenofíceas: Seres uniflagelados que vivem na água doce.
Possuem classificação polêmica.




                         Euglena
Reino Protista
Filo Clorofíceas:
- Conhecidas como algas verdes.
 - Uni ou pluricelulares.
 - Vivem em ambientes aquáticos ou terrestre úmido (tronco de
árvores).




                                  Ulva : alface-do-mar,
                                  comum no litoral brasileiro.
Filo Rodofíceas: Conhecidas como algas vermelhas.
- Maioria multicelular e marinhas, existem espécies terrestres úmidas.
- Possuem clorofila além da ficoeritrina (vermelho) e ficocianina (azul)
Reino Fungi
Organismos eucariontes;
Heterótrofos;
Geralmente multicelulares ou multinucleados;
O modo de nutrição é por absorção;
Este reino compreende os fungos.
Importância dos Fungos
  Atuam como decompositores (saprófitos) junto com as
bactérias: participam da reciclagem da matéria orgânica.

   Alguns são parasitas causando diversas doenças em
animais e vegetais.

  Alimentação: cogumelos (shitake, champignom).
Líquens
Associação entre fungos e algas /cianobactérias




          Mutualismo




             Organismos Pioneiros
Micorrizas
Associação entre fungos e raízes de plantas



                Mutualismo




Raiz fornece alimento e fungo ajuda na absorção de nutrientes.
Reino Animalia
Organismos eucariontes;
Multicelulares;
Heterótrofos;
Nutrem-se primariamente por ingestão;
Algumas poucas formas alimentam-se por
absorção;
Este reino compreende os animais.
Reino Animalia
INVERTEBRADOS          VERTEBRADOS
Poríferos              Peixes
Cnidários              Anfíbios
Platelmintos           Répteis
Nematelmintos          Aves
              Vermes
Anelídeos              Mamíferos
Artrópodes
Moluscos
Equinodermos
Reino Animalia




                    Anêmona do mar - pólipo
Esponja



     Oligoquetos:            Escorpião (Aracnídeo)
     minhocas
Reino Plantae
Organismos eucariontes;
Multicelulares;
Fotossintetizantes;
Este reino compreende as plantas.
Reino Plantae
  O Sucesso das Plantas no Ambiente Terrestre

        O reino Plantae engloba Briófitas, Pteridófitas,
Gimnospermas e Angiospermas. As plantas desse reino
surgiram no meio aquático, e evidências permitem supor
que elas foram originadas a partir das algas verdes: as
clorofíceas.
Reino Plantae

Tradicionalmente, as plantas têm    sido
divididas em dois grandes grupos:

  Criptógamas (cripto = escondido; gamae
= gametas): plantas que possuem as
estruturas produtoras de gametas pouco
evidentes. Exemplo: musgos e samambaias;
Fanerógamas (fanero = visível): plantas que possuem
estruturas produtoras de gametas bem visíveis. Todas
desenvolvem sementes e por isso são também denominadas
espermatófitas (sperma = semente).
Exemplos: pinheiros, mangueiras, roseiras e coqueiros.
As criptógamas   dividem-se   em    dois
grupos:

    Briófitas: criptógamas que não
possuem vasos especializados para o
transporte de seiva (avasculares); são
plantas de pequeno porte. Exemplos:
musgos e hepáticas;


  Pteridófitas: criptógamas que
possuem vasos condutores de seiva
(vasculares).
Exemplos: samambaias e avencas.
As fanerógamas também são divididas em dois grupos:

   Gimnospermas: possuem sementes, mas não formam frutos. Suas
sementes são chamadas “nuas”, pois não estão abrigadas no interior de
frutos (daí a denominação: gimno = nu; sperma = semente).
Exemplo: pinheiro-do-paraná (Araucaria augustifolia)




                                                            Estróbilo
                                                            masculino


                                              Estróbilo
                                              feminino
Angiospermas: possuem sementes abrigadas no interior de frutos
(angio = urna; sperma = semente). Os frutos são resultantes do
desenvolvimento do ovário da flor.
 São exemplos: mangueira, figueira, laranjeira.
Agora vamos responder as seguintes questões:

(GOIÂNIA) - Os organismos eucariontes, unicelulares,
    autótrofos ou heterótrofos são classificados como:


a) Monera;
b) Protistas;
c) Metazoários;
d) Metáfitos;
e) vírus.
Resposta:

 Letra B. São as principais características do reino
protista.
(PUC – CAMP) - Qual das características abaixo é
 comum a algas e fungos?



a) Possuem tecidos vasculares;
b) São saprófitas;
c) Têm o corpo vegetativo formado por hifas;
d) Reproduzem-se por esporos haplóides;
e) Apresentam clorofila dispersa no citoplasma.
Resposta: Letra D.
(FUVEST) - Algas e fungos são semelhantes em muitos
aspectos. Uma diferença marcante entre esses grupos,
entretanto, é a ocorrência, em apenas um deles, de:


a) Parede celular;
b) Núcleo delimitado por membrana;
c) Clorofila;
d) Gametas haplóides;
e) Mitocôndrias.
Resposta: Letra C.
Vírus
Vírus
    ACELULARES: não têm
     constituição celular.




                        Seres Vivos


     Não apresentam metabolismo próprio.


       PARASITAS INTRACELULARES
               OBRIGATÓRIOS
Vírus Bacteriófago


             CICLO LISOGÊNICO
 CAUSAM DIVERSAS DOENÇAS:
 Ex: Febre amarela, dengue, AIDS, Poliomilite, Caxumba, Sarampo....




                                                Vírus da AIDS invadindo
                                                linfócito T4 ou CD4.
Agora vamos aplicar os conhecimentos
    adquiridos sobre vírus nos seguintes
    exercícios:


   Qual(is) é (são) o material genético de um vírus?
Resposta: DNA ou RNA.
  Qual é a denominação dos vírus cujos
hospedeiros são bactérias?
Resposta: Bacteriófago.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
Evandro Batista
 
Taxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivosTaxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivos
Katia Valeria
 
Taxonomia animal
Taxonomia animalTaxonomia animal
Taxonomia animal
adrianapaulon
 
Sistemática e classificação dos seres vivos
Sistemática e classificação  dos seres vivosSistemática e classificação  dos seres vivos
Sistemática e classificação dos seres vivos
Ikaro Slipk
 
Nomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomiaNomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomia
Iuri Fretta Wiggers
 
1° bimestre classificação dos seres vivos
1° bimestre   classificação dos seres vivos1° bimestre   classificação dos seres vivos
1° bimestre classificação dos seres vivos
santhdalcin
 
Coleguiumclassificacao2012
Coleguiumclassificacao2012Coleguiumclassificacao2012
Coleguiumclassificacao2012
rnogueira
 
Classificacao dos seres vivos
Classificacao dos seres vivosClassificacao dos seres vivos
Classificacao dos seres vivos
Costaralho
 
Biologia 1 - Classificação Biológica
Biologia 1 - Classificação BiológicaBiologia 1 - Classificação Biológica
Biologia 1 - Classificação Biológica
Curisnho Popular Comunitário
 
A classificacao biologica
A classificacao biologicaA classificacao biologica
A classificacao biologica
whybells
 
Plantas e classificação do seres vivos
Plantas e classificação do seres vivosPlantas e classificação do seres vivos
Plantas e classificação do seres vivos
letyap
 
Aula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres VivosAula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres Vivos
Plínio Gonçalves
 
Aula 1 sistema de classificação dos seres vivos
Aula 1   sistema de classificação dos seres vivosAula 1   sistema de classificação dos seres vivos
Aula 1 sistema de classificação dos seres vivos
Lucas Roberto
 
7º ano cap 4 biodiversidade e classificação dos seres vivos
7º ano cap 4  biodiversidade e classificação dos seres vivos7º ano cap 4  biodiversidade e classificação dos seres vivos
7º ano cap 4 biodiversidade e classificação dos seres vivos
ISJ
 
Classificação dos seres vivos em reinos e dominios
Classificação dos seres vivos em reinos e dominiosClassificação dos seres vivos em reinos e dominios
Classificação dos seres vivos em reinos e dominios
Jose PR Fonseca « FBO »
 
3º Ano - Classificação dos Seres Vivos
3º Ano - Classificação dos Seres Vivos3º Ano - Classificação dos Seres Vivos
3º Ano - Classificação dos Seres Vivos
Escola Modelo de Iguatu
 
Seres vivos
Seres vivosSeres vivos
Seres vivos
Andrea Barreto
 
Classificando os seres vivos 2014
Classificando os seres vivos 2014Classificando os seres vivos 2014
Classificando os seres vivos 2014
Roxana Alhadas
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Classificacao dos seres vivos
Classificacao dos seres vivosClassificacao dos seres vivos
Classificacao dos seres vivos
Heliosjp
 

Mais procurados (20)

Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
 
Taxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivosTaxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivos
 
Taxonomia animal
Taxonomia animalTaxonomia animal
Taxonomia animal
 
Sistemática e classificação dos seres vivos
Sistemática e classificação  dos seres vivosSistemática e classificação  dos seres vivos
Sistemática e classificação dos seres vivos
 
Nomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomiaNomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomia
 
1° bimestre classificação dos seres vivos
1° bimestre   classificação dos seres vivos1° bimestre   classificação dos seres vivos
1° bimestre classificação dos seres vivos
 
Coleguiumclassificacao2012
Coleguiumclassificacao2012Coleguiumclassificacao2012
Coleguiumclassificacao2012
 
Classificacao dos seres vivos
Classificacao dos seres vivosClassificacao dos seres vivos
Classificacao dos seres vivos
 
Biologia 1 - Classificação Biológica
Biologia 1 - Classificação BiológicaBiologia 1 - Classificação Biológica
Biologia 1 - Classificação Biológica
 
A classificacao biologica
A classificacao biologicaA classificacao biologica
A classificacao biologica
 
Plantas e classificação do seres vivos
Plantas e classificação do seres vivosPlantas e classificação do seres vivos
Plantas e classificação do seres vivos
 
Aula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres VivosAula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres Vivos
 
Aula 1 sistema de classificação dos seres vivos
Aula 1   sistema de classificação dos seres vivosAula 1   sistema de classificação dos seres vivos
Aula 1 sistema de classificação dos seres vivos
 
7º ano cap 4 biodiversidade e classificação dos seres vivos
7º ano cap 4  biodiversidade e classificação dos seres vivos7º ano cap 4  biodiversidade e classificação dos seres vivos
7º ano cap 4 biodiversidade e classificação dos seres vivos
 
Classificação dos seres vivos em reinos e dominios
Classificação dos seres vivos em reinos e dominiosClassificação dos seres vivos em reinos e dominios
Classificação dos seres vivos em reinos e dominios
 
3º Ano - Classificação dos Seres Vivos
3º Ano - Classificação dos Seres Vivos3º Ano - Classificação dos Seres Vivos
3º Ano - Classificação dos Seres Vivos
 
Seres vivos
Seres vivosSeres vivos
Seres vivos
 
Classificando os seres vivos 2014
Classificando os seres vivos 2014Classificando os seres vivos 2014
Classificando os seres vivos 2014
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
 
Classificacao dos seres vivos
Classificacao dos seres vivosClassificacao dos seres vivos
Classificacao dos seres vivos
 

Destaque

Classificação Biológica
Classificação BiológicaClassificação Biológica
Classificação Biológica
Carlos Priante
 
Biodiversidade biologia
Biodiversidade   biologiaBiodiversidade   biologia
Biodiversidade biologia
Roberto Bagatini
 
Medidas de diversidade biologica
Medidas de diversidade biologicaMedidas de diversidade biologica
Medidas de diversidade biologica
Leandro Silva
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
Mayjö .
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
marco :)
 
Aula sobre classificacao biologica
Aula sobre classificacao biologicaAula sobre classificacao biologica
Aula sobre classificacao biologica
Fatima Comiotto
 
Classificação biológica
Classificação biológicaClassificação biológica
Classificação biológica
andreepinto
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
Niise
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
Cíntia Garcia
 
Classificação Biológica
Classificação BiológicaClassificação Biológica
Classificação Biológica
Andreza Carvalho
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
Gourgel Abias
 
Importância da biodiversidade
Importância da biodiversidade Importância da biodiversidade
Importância da biodiversidade
Sara Afonso
 
Sistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológicaSistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológica
Carlaensino
 
Importância da biodiversidade
Importância da biodiversidadeImportância da biodiversidade
Importância da biodiversidade
fabiopombo
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
PIBID Joel Job
 
Aula Biodiversidade
Aula BiodiversidadeAula Biodiversidade
Aula Biodiversidade
Plínio Gonçalves
 
Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.
netolimask89
 
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetaisTaxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
Heitor de Oliveira Braga
 

Destaque (18)

Classificação Biológica
Classificação BiológicaClassificação Biológica
Classificação Biológica
 
Biodiversidade biologia
Biodiversidade   biologiaBiodiversidade   biologia
Biodiversidade biologia
 
Medidas de diversidade biologica
Medidas de diversidade biologicaMedidas de diversidade biologica
Medidas de diversidade biologica
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Aula sobre classificacao biologica
Aula sobre classificacao biologicaAula sobre classificacao biologica
Aula sobre classificacao biologica
 
Classificação biológica
Classificação biológicaClassificação biológica
Classificação biológica
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Classificação Biológica
Classificação BiológicaClassificação Biológica
Classificação Biológica
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Importância da biodiversidade
Importância da biodiversidade Importância da biodiversidade
Importância da biodiversidade
 
Sistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológicaSistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológica
 
Importância da biodiversidade
Importância da biodiversidadeImportância da biodiversidade
Importância da biodiversidade
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Aula Biodiversidade
Aula BiodiversidadeAula Biodiversidade
Aula Biodiversidade
 
Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.Slide de biodiversidade iury souza.
Slide de biodiversidade iury souza.
 
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetaisTaxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
Taxonomia, sistemática e principais grupos de algas e vegetais
 

Semelhante a www.aulasapoio.com - Biologia - Classificação dos Seres Vivos

Fungos
FungosFungos
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
Helder Pires
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
aulasdotubao
 
Aula 8 Fungos.pdf
Aula 8 Fungos.pdfAula 8 Fungos.pdf
Aula 8 Fungos.pdf
KethelyMotta
 
Biologia 2º EM (parte 1)
Biologia 2º EM (parte 1)Biologia 2º EM (parte 1)
Biologia 2º EM (parte 1)
DealdyPony
 
Aula01 organizao celular-da-vidacbm15122021
Aula01 organizao celular-da-vidacbm15122021Aula01 organizao celular-da-vidacbm15122021
Aula01 organizao celular-da-vidacbm15122021
SandroMendes25
 
Seres Vivos
Seres VivosSeres Vivos
Seres Vivos
Aurelio1
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
Juliana Mendes
 
Apostila biologia
Apostila biologiaApostila biologia
Apostila biologia
cicoutinho
 
Fungi, Monera e Protista
Fungi, Monera e ProtistaFungi, Monera e Protista
Fungi, Monera e Protista
José Emílio
 
MODULO 4.pdf
MODULO 4.pdfMODULO 4.pdf
MODULO 4.pdf
CristianaLealSabel
 
Reino Protista
Reino ProtistaReino Protista
Reino Protista
tiago.ufc
 
Zoologia dos invertebrados
Zoologia dos invertebradosZoologia dos invertebrados
Zoologia dos invertebrados
paulogrillo
 
Aula protista
Aula protistaAula protista
Aula protista
Raquel Padilha
 
Aula 7º ano - Reino Fungi
Aula 7º ano - Reino FungiAula 7º ano - Reino Fungi
Aula 7º ano - Reino Fungi
Leonardo Kaplan
 
2º bim (2) classificação dos seres vivos
2º bim (2)   classificação dos seres vivos2º bim (2)   classificação dos seres vivos
2º bim (2) classificação dos seres vivos
santhdalcin
 
Reino dos fungos
Reino dos fungosReino dos fungos
Reino dos fungos
Leandro De Lima
 
Cnidárioso1
Cnidárioso1Cnidárioso1
Cnidárioso1
Cleilda Moreira
 
Fitopatologia estudo de fungos
Fitopatologia estudo de fungosFitopatologia estudo de fungos
Fitopatologia estudo de fungos
Luciano Marques
 
Protozo+ürios
Protozo+üriosProtozo+ürios

Semelhante a www.aulasapoio.com - Biologia - Classificação dos Seres Vivos (20)

Fungos
FungosFungos
Fungos
 
Reino protista
Reino protistaReino protista
Reino protista
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
 
Aula 8 Fungos.pdf
Aula 8 Fungos.pdfAula 8 Fungos.pdf
Aula 8 Fungos.pdf
 
Biologia 2º EM (parte 1)
Biologia 2º EM (parte 1)Biologia 2º EM (parte 1)
Biologia 2º EM (parte 1)
 
Aula01 organizao celular-da-vidacbm15122021
Aula01 organizao celular-da-vidacbm15122021Aula01 organizao celular-da-vidacbm15122021
Aula01 organizao celular-da-vidacbm15122021
 
Seres Vivos
Seres VivosSeres Vivos
Seres Vivos
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
 
Apostila biologia
Apostila biologiaApostila biologia
Apostila biologia
 
Fungi, Monera e Protista
Fungi, Monera e ProtistaFungi, Monera e Protista
Fungi, Monera e Protista
 
MODULO 4.pdf
MODULO 4.pdfMODULO 4.pdf
MODULO 4.pdf
 
Reino Protista
Reino ProtistaReino Protista
Reino Protista
 
Zoologia dos invertebrados
Zoologia dos invertebradosZoologia dos invertebrados
Zoologia dos invertebrados
 
Aula protista
Aula protistaAula protista
Aula protista
 
Aula 7º ano - Reino Fungi
Aula 7º ano - Reino FungiAula 7º ano - Reino Fungi
Aula 7º ano - Reino Fungi
 
2º bim (2) classificação dos seres vivos
2º bim (2)   classificação dos seres vivos2º bim (2)   classificação dos seres vivos
2º bim (2) classificação dos seres vivos
 
Reino dos fungos
Reino dos fungosReino dos fungos
Reino dos fungos
 
Cnidárioso1
Cnidárioso1Cnidárioso1
Cnidárioso1
 
Fitopatologia estudo de fungos
Fitopatologia estudo de fungosFitopatologia estudo de fungos
Fitopatologia estudo de fungos
 
Protozo+ürios
Protozo+üriosProtozo+ürios
Protozo+ürios
 

Mais de Aulas Apoio

www.aulasapoio.com - Química - Química Orgânica
www.aulasapoio.com   - Química -  Química Orgânicawww.aulasapoio.com   - Química -  Química Orgânica
www.aulasapoio.com - Química - Química Orgânica
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Exercícios Resolvidos Reflexão e Refração
www.aulasapoio.com  - Exercícios  Resolvidos Reflexão e Refraçãowww.aulasapoio.com  - Exercícios  Resolvidos Reflexão e Refração
www.aulasapoio.com - Exercícios Resolvidos Reflexão e Refração
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - - Física - Movimento Circular
www.aulasapoio.com  - - Física -  Movimento Circularwww.aulasapoio.com  - - Física -  Movimento Circular
www.aulasapoio.com - - Física - Movimento Circular
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - - Física - Estudo dos Gases
www.aulasapoio.com  - - Física -  Estudo dos Gaseswww.aulasapoio.com  - - Física -  Estudo dos Gases
www.aulasapoio.com - - Física - Estudo dos Gases
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Exercícios Resolvidos Óptica
www.aulasapoio.com  - Exercícios  Resolvidos Ópticawww.aulasapoio.com  - Exercícios  Resolvidos Óptica
www.aulasapoio.com - Exercícios Resolvidos Óptica
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Português - Oração Subordinada
www.aulasapoio.com - Português -  Oração Subordinadawww.aulasapoio.com - Português -  Oração Subordinada
www.aulasapoio.com - Português - Oração Subordinada
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Semelhança de Triângulos
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Semelhança de Triânguloswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Semelhança de Triângulos
www.aulasapoio.com - Matemática - Semelhança de Triângulos
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Prismas e Cilindros
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Prismas e Cilindroswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Prismas e Cilindros
www.aulasapoio.com - Matemática - Prismas e Cilindros
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Polinômios
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Polinômioswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Polinômios
www.aulasapoio.com - Matemática - Polinômios
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Biologia - Membrana Plasmática
www.aulasapoio.com - Biologia -  Membrana Plasmáticawww.aulasapoio.com - Biologia -  Membrana Plasmática
www.aulasapoio.com - Biologia - Membrana Plasmática
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - - Matemática - Números Complexos
www.aulasapoio.com  -  - Matemática -  Números Complexoswww.aulasapoio.com  -  - Matemática -  Números Complexos
www.aulasapoio.com - - Matemática - Números Complexos
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesenvolvido
www.aulasapoio.com - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesenvolvidowww.aulasapoio.com - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesenvolvido
www.aulasapoio.com - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesenvolvido
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Biologia - Mitose
www.aulasapoio.com - Biologia -  Mitosewww.aulasapoio.com - Biologia -  Mitose
www.aulasapoio.com - Biologia - Mitose
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Matrizes
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Matrizeswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Matrizes
www.aulasapoio.com - Matemática - Matrizes
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Química - Função Inorgânica
www.aulasapoio.com - Química -  Função Inorgânicawww.aulasapoio.com - Química -  Função Inorgânica
www.aulasapoio.com - Química - Função Inorgânica
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Determinantes
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Determinanteswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Determinantes
www.aulasapoio.com - Matemática - Determinantes
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - História - Crise do Sistema Feudal
www.aulasapoio.com - História -  Crise do Sistema Feudalwww.aulasapoio.com - História -  Crise do Sistema Feudal
www.aulasapoio.com - História - Crise do Sistema Feudal
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Português - Concordância Verbal
www.aulasapoio.com - Português -  Concordância Verbalwww.aulasapoio.com - Português -  Concordância Verbal
www.aulasapoio.com - Português - Concordância Verbal
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Conjuntos Numéricos
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Conjuntos Numéricoswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Conjuntos Numéricos
www.aulasapoio.com - Matemática - Conjuntos Numéricos
Aulas Apoio
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Ciclo Trigonométrico
www.aulasapoio.com - Matemática - Ciclo Trigonométricowww.aulasapoio.com - Matemática - Ciclo Trigonométrico
www.aulasapoio.com - Matemática - Ciclo Trigonométrico
Aulas Apoio
 

Mais de Aulas Apoio (20)

www.aulasapoio.com - Química - Química Orgânica
www.aulasapoio.com   - Química -  Química Orgânicawww.aulasapoio.com   - Química -  Química Orgânica
www.aulasapoio.com - Química - Química Orgânica
 
www.aulasapoio.com - Exercícios Resolvidos Reflexão e Refração
www.aulasapoio.com  - Exercícios  Resolvidos Reflexão e Refraçãowww.aulasapoio.com  - Exercícios  Resolvidos Reflexão e Refração
www.aulasapoio.com - Exercícios Resolvidos Reflexão e Refração
 
www.aulasapoio.com - - Física - Movimento Circular
www.aulasapoio.com  - - Física -  Movimento Circularwww.aulasapoio.com  - - Física -  Movimento Circular
www.aulasapoio.com - - Física - Movimento Circular
 
www.aulasapoio.com - - Física - Estudo dos Gases
www.aulasapoio.com  - - Física -  Estudo dos Gaseswww.aulasapoio.com  - - Física -  Estudo dos Gases
www.aulasapoio.com - - Física - Estudo dos Gases
 
www.aulasapoio.com - Exercícios Resolvidos Óptica
www.aulasapoio.com  - Exercícios  Resolvidos Ópticawww.aulasapoio.com  - Exercícios  Resolvidos Óptica
www.aulasapoio.com - Exercícios Resolvidos Óptica
 
www.aulasapoio.com - Português - Oração Subordinada
www.aulasapoio.com - Português -  Oração Subordinadawww.aulasapoio.com - Português -  Oração Subordinada
www.aulasapoio.com - Português - Oração Subordinada
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Semelhança de Triângulos
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Semelhança de Triânguloswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Semelhança de Triângulos
www.aulasapoio.com - Matemática - Semelhança de Triângulos
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Prismas e Cilindros
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Prismas e Cilindroswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Prismas e Cilindros
www.aulasapoio.com - Matemática - Prismas e Cilindros
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Polinômios
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Polinômioswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Polinômios
www.aulasapoio.com - Matemática - Polinômios
 
www.aulasapoio.com - Biologia - Membrana Plasmática
www.aulasapoio.com - Biologia -  Membrana Plasmáticawww.aulasapoio.com - Biologia -  Membrana Plasmática
www.aulasapoio.com - Biologia - Membrana Plasmática
 
www.aulasapoio.com - - Matemática - Números Complexos
www.aulasapoio.com  -  - Matemática -  Números Complexoswww.aulasapoio.com  -  - Matemática -  Números Complexos
www.aulasapoio.com - - Matemática - Números Complexos
 
www.aulasapoio.com - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesenvolvido
www.aulasapoio.com - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesenvolvidowww.aulasapoio.com - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesenvolvido
www.aulasapoio.com - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesenvolvido
 
www.aulasapoio.com - Biologia - Mitose
www.aulasapoio.com - Biologia -  Mitosewww.aulasapoio.com - Biologia -  Mitose
www.aulasapoio.com - Biologia - Mitose
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Matrizes
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Matrizeswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Matrizes
www.aulasapoio.com - Matemática - Matrizes
 
www.aulasapoio.com - Química - Função Inorgânica
www.aulasapoio.com - Química -  Função Inorgânicawww.aulasapoio.com - Química -  Função Inorgânica
www.aulasapoio.com - Química - Função Inorgânica
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Determinantes
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Determinanteswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Determinantes
www.aulasapoio.com - Matemática - Determinantes
 
www.aulasapoio.com - História - Crise do Sistema Feudal
www.aulasapoio.com - História -  Crise do Sistema Feudalwww.aulasapoio.com - História -  Crise do Sistema Feudal
www.aulasapoio.com - História - Crise do Sistema Feudal
 
www.aulasapoio.com - Português - Concordância Verbal
www.aulasapoio.com - Português -  Concordância Verbalwww.aulasapoio.com - Português -  Concordância Verbal
www.aulasapoio.com - Português - Concordância Verbal
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Conjuntos Numéricos
www.aulasapoio.com  - Matemática -  Conjuntos Numéricoswww.aulasapoio.com  - Matemática -  Conjuntos Numéricos
www.aulasapoio.com - Matemática - Conjuntos Numéricos
 
www.aulasapoio.com - Matemática - Ciclo Trigonométrico
www.aulasapoio.com - Matemática - Ciclo Trigonométricowww.aulasapoio.com - Matemática - Ciclo Trigonométrico
www.aulasapoio.com - Matemática - Ciclo Trigonométrico
 

Último

Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 

www.aulasapoio.com - Biologia - Classificação dos Seres Vivos

  • 1.
  • 2. Classificação dos Seres Vivos Os Reinos dos Seres Vivos e os Vírus
  • 3. Ao final desta aula será importante entender os seguintes conceitos:  As principais características dos seres vivos;  Suas classificações e importâncias dos Cinco Reinos;  Os exemplos dos Reinos de Seres Vivos;  Os Vírus e suas principais características.
  • 4. Os Reinos de Seres Vivos  Reino Monera - Inclui todos os seres procariontes (bactérias e cianobactérias);  Reino Protista - Seres eucariontes, entre eles as algas e os protozoários;  Reino Fungi - Inclui todos os fungos;  Reino Plantae - Inclui todos os vegetais;  Reino Animalia - Inclui todos os animais.
  • 5. Reino Monera Procariontes; Unicelulares; Coloniais ou não; Autótrofos (fotossintetizantes ou quimiossintetizantes) ou heterótrofos. Os heterótrofos obtêm seu alimento por absorção; Respiração: Anaeróbia (sem a presença de oxigênio) e Aeróbia (com presença de oxigênio); Esse reino compreende as bactérias e as cianobactérias.
  • 6. Importância das bactérias:  Atuam como decompositoras (saprófitos): participam da reciclagem da matéria orgânica.  Algumas são parasitas causando diversas doenças: cólera, meningite bacteriana, tuberculose, sífilis, tétano... (TRATADAS COM ANTIBIÓTICOS)
  • 7. Reprodução Bacteriana  Divisão Binária ou Bipartição (assexuada): Mais frequente. Processo de Clonagem  Conjugação (recombinação genética) Não é reprodução
  • 9. Célula Bacteriana Flagelo Plasmídio Ribossomo Parede Celular Membrana Citoplasma Nucleóide Plasmática Mesossoma
  • 10. Reino Protista Organismos eucariontes; Unicelulares ou também as algas multicelulares; Nesse grupo existem diversos métodos nutricionais, incluindo fotossíntese, absorção e ingestão; Este reino compreende as algas, que são fotossintetizantes, e os protozoários, unicelulares eucariontes heterótrofos; Divididos em três filos: Crisofíceas, Pirrofíceas e Euglenofíceas.
  • 11. Protozoários Classificação dos protozoários de acordo com a estrutura de locomoção . a) RIZÓPODE (sarcodíneos): Emissão de pseudópodes. Ex.: Amebas (carnívoras). Principal parasitose: AMEBÍASE Causador: Entamoeba histolytica Ciclo: Oral-fecal Sintomas: Diarréia com sangue
  • 12. b) FLAGELADOS: locomoção por flagelos. Principais parasitoses: 1. TRICOMONÍASE Causador : Trichomonas vaginalis Transmissão: DST
  • 13. 2. GIARDÍASE Causador: Giardia lamblia Ciclo: Oral-fecal Sintomas: Diarréia e séria desidratação
  • 14. c) CILIADOS: locomoção por cílios. Maioria de vida livre. Ex.: Paramecium sp
  • 15. d) ESPOROZOÁRIOS: Ausência de sistema locomotor. Parasitas obrigatórios. Reprodução por esporulação. Ex.: Plasmodium sp
  • 16. Principal parasitose: MALÁRIA Vetor: mosquito-prego (Anopheles spp)
  • 17. Filo Crisofíceas: conhecidas como DIATOMÁCEAS (recobertas por uma carapaça de sílica). *PRINCIPAIS PRODUTORES MARINHOS (90% fotossíntese do planeta) Participam da formação do petróleo.
  • 18. - Filo Pirrofíceas ou Dinophyta: DINOFLAGELADOS. - Maioria marinha, constituinte do plâncton. - Suas células apresentam dois flagelos (biflagelados) - Responsáveis pelo fenômeno da bioluminescência do mar (luz esverdeada), e pelo fenômeno da maré vermelha.
  • 19. Multiplicação exagerada dessas algas perto do litoral. Ocorre liberação de substâncias tóxicas de tons marrom-avermelhados.
  • 20. Filo Euglenofíceas: Seres uniflagelados que vivem na água doce. Possuem classificação polêmica. Euglena
  • 21. Reino Protista Filo Clorofíceas: - Conhecidas como algas verdes. - Uni ou pluricelulares. - Vivem em ambientes aquáticos ou terrestre úmido (tronco de árvores). Ulva : alface-do-mar, comum no litoral brasileiro.
  • 22. Filo Rodofíceas: Conhecidas como algas vermelhas. - Maioria multicelular e marinhas, existem espécies terrestres úmidas. - Possuem clorofila além da ficoeritrina (vermelho) e ficocianina (azul)
  • 23. Reino Fungi Organismos eucariontes; Heterótrofos; Geralmente multicelulares ou multinucleados; O modo de nutrição é por absorção; Este reino compreende os fungos.
  • 24. Importância dos Fungos Atuam como decompositores (saprófitos) junto com as bactérias: participam da reciclagem da matéria orgânica. Alguns são parasitas causando diversas doenças em animais e vegetais. Alimentação: cogumelos (shitake, champignom).
  • 25. Líquens Associação entre fungos e algas /cianobactérias Mutualismo Organismos Pioneiros
  • 26. Micorrizas Associação entre fungos e raízes de plantas Mutualismo Raiz fornece alimento e fungo ajuda na absorção de nutrientes.
  • 27. Reino Animalia Organismos eucariontes; Multicelulares; Heterótrofos; Nutrem-se primariamente por ingestão; Algumas poucas formas alimentam-se por absorção; Este reino compreende os animais.
  • 28. Reino Animalia INVERTEBRADOS VERTEBRADOS Poríferos Peixes Cnidários Anfíbios Platelmintos Répteis Nematelmintos Aves Vermes Anelídeos Mamíferos Artrópodes Moluscos Equinodermos
  • 29. Reino Animalia Anêmona do mar - pólipo Esponja Oligoquetos: Escorpião (Aracnídeo) minhocas
  • 31. Reino Plantae O Sucesso das Plantas no Ambiente Terrestre O reino Plantae engloba Briófitas, Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas. As plantas desse reino surgiram no meio aquático, e evidências permitem supor que elas foram originadas a partir das algas verdes: as clorofíceas.
  • 32. Reino Plantae Tradicionalmente, as plantas têm sido divididas em dois grandes grupos: Criptógamas (cripto = escondido; gamae = gametas): plantas que possuem as estruturas produtoras de gametas pouco evidentes. Exemplo: musgos e samambaias;
  • 33. Fanerógamas (fanero = visível): plantas que possuem estruturas produtoras de gametas bem visíveis. Todas desenvolvem sementes e por isso são também denominadas espermatófitas (sperma = semente). Exemplos: pinheiros, mangueiras, roseiras e coqueiros.
  • 34. As criptógamas dividem-se em dois grupos: Briófitas: criptógamas que não possuem vasos especializados para o transporte de seiva (avasculares); são plantas de pequeno porte. Exemplos: musgos e hepáticas; Pteridófitas: criptógamas que possuem vasos condutores de seiva (vasculares). Exemplos: samambaias e avencas.
  • 35. As fanerógamas também são divididas em dois grupos: Gimnospermas: possuem sementes, mas não formam frutos. Suas sementes são chamadas “nuas”, pois não estão abrigadas no interior de frutos (daí a denominação: gimno = nu; sperma = semente). Exemplo: pinheiro-do-paraná (Araucaria augustifolia) Estróbilo masculino Estróbilo feminino
  • 36. Angiospermas: possuem sementes abrigadas no interior de frutos (angio = urna; sperma = semente). Os frutos são resultantes do desenvolvimento do ovário da flor. São exemplos: mangueira, figueira, laranjeira.
  • 37. Agora vamos responder as seguintes questões: (GOIÂNIA) - Os organismos eucariontes, unicelulares, autótrofos ou heterótrofos são classificados como: a) Monera; b) Protistas; c) Metazoários; d) Metáfitos; e) vírus.
  • 38. Resposta: Letra B. São as principais características do reino protista.
  • 39. (PUC – CAMP) - Qual das características abaixo é comum a algas e fungos? a) Possuem tecidos vasculares; b) São saprófitas; c) Têm o corpo vegetativo formado por hifas; d) Reproduzem-se por esporos haplóides; e) Apresentam clorofila dispersa no citoplasma.
  • 41. (FUVEST) - Algas e fungos são semelhantes em muitos aspectos. Uma diferença marcante entre esses grupos, entretanto, é a ocorrência, em apenas um deles, de: a) Parede celular; b) Núcleo delimitado por membrana; c) Clorofila; d) Gametas haplóides; e) Mitocôndrias.
  • 44. Vírus  ACELULARES: não têm constituição celular. Seres Vivos  Não apresentam metabolismo próprio. PARASITAS INTRACELULARES OBRIGATÓRIOS
  • 45. Vírus Bacteriófago CICLO LISOGÊNICO
  • 46.  CAUSAM DIVERSAS DOENÇAS: Ex: Febre amarela, dengue, AIDS, Poliomilite, Caxumba, Sarampo.... Vírus da AIDS invadindo linfócito T4 ou CD4.
  • 47. Agora vamos aplicar os conhecimentos adquiridos sobre vírus nos seguintes exercícios:  Qual(is) é (são) o material genético de um vírus?
  • 49.  Qual é a denominação dos vírus cujos hospedeiros são bactérias?