SlideShare uma empresa Scribd logo
IMPACTOS DO PIBID NOS BOLSISTAS DE
INICIAÇÃO À DOCÊNCIA QUE PARTICIPAM
DO SUBPROJETO CIÊNCIAS/BIOLOGIA UENP-
CCP
Geslaine J. Batista
Thaynara A. Machado
2014
INTRODUÇÃO
• PIBID Ciências/Biologia;
• 51 integrantes: 42 bolsistas, 6 professoras
supervisoras e 3 coordenadores de área;
• Acompanhamento semanal as escolas da rede básica
de Ensino;
• Registros das aulas relatados em diário;
• Reuniões semanais.
Figura 1 - Equipe do PIBID Ciências/Biologia da UENP do Campus de Cornélio Procópio-PR, com seus
diários.
OBJETIVO
O presente trabalho tem a finalidade de analisar
os possíveis impactos do PIBID Ciências/Biologia
(UENP-CCP) nos licenciandos bolsistas do curso
Ciências Biológicas que participam desse subprojeto.
DESENVOLVIMENTO
• Entrevista com 6 alunos do PIBID Ciências/Biologia;
• Sendo destes: dois alunos do 4º ano da graduação,
dois do 3º ano, e dois alunos do 2º ano da
graduação.
PERGUNTA 1: O QUE VOCÊ ENTENDE POR SER
PROFESSOR MUDOU APÓS SUA PARTICIPAÇÃO NO
PIBID?
• Aluno C2:
“A minha ideia de ser professor mudou muito após o
PIBID, passei a me preocupar mais com o aprendizado e
outros fatores do que só no conteúdo.”
PERGUNTA 1: O QUE VOCÊ ENTENDE POR SER
PROFESSOR MUDOU APÓS SUA PARTICIPAÇÃO NO
PIBID?
• A maioria dos estudantes viam o domínio do
conteúdo como a tarefa mais importante;
• Hoje eles veem outras gestões, como a gestão de
classe que, são fundamentais para o bom andamento
da prática docente;
• Arruda, Lima e Passos (2011), curso de licenciatura
em Física/UEL.
PERGUNTA 2: VOCÊ QUER SER PROFESSOR?
QUAL A INFLUÊNCIA DO PIBID NESTA ESCOLHA?
• Aluno A2:
“Depois que comecei a ser pibidiana comecei a dar
aulas também, e sinceramente não tinha a intenção de
continuar nessa profissão, mas o PIBID me influenciou a
ter coragem de começar a dar aulas.”
• Aluno B2:
“Sim gostaria. O PIBID influencia muito nesta escolha,
pois mesmo com as dificuldades encontradas, ele nos
ensina como podemos nos preparar diante delas.”
PERGUNTA 2: VOCÊ QUER SER PROFESSOR?
QUAL A INFLUÊNCIA DO PIBID NESTA ESCOLHA?
• A maioria dos entrevistados responderam
afirmativamente quando questionados sobre querer
ou não ser professor;
• Porém se identificam opiniões conflitantes.
CONCLUSÃO
• Conclui-se que o PIBID Ciências/Biologia está
ampliando a percepção de muitos de seus bolsistas
de iniciação quanto à docência;
• No geral os estudantes mostram interesse em seguir
a carreira docente, com exceção de dois bolsistas de
iniciação que demonstraram desinteresse.
AGRADECIMENTOS
Aos coordenadores do subprojeto
Ciências/Biologia e as professoras supervisoras da rede
básica de Ensino.
REFERÊNCIAS
ARRUDA, Sergio de Mello; LIMA, João Paulo Camargo; PASSOS,
MarinezMeneghello. Um novo instrumento para a análise da ação do
professor em sala de aula. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em
Ciências, v. 11, n. 2. 2011.
COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO PESSOAL DE ENSINO SUPERIOR. Pibid
- Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. 2008. Disponível
em: <http://www.capes.gov.br/educacao-basica/capespibid>. Acesso em: 12
de nov de 2014.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

O Ensino de Ciências a partir da elaboração e aplicação de trilha educativa:...
O Ensino de Ciências a partir da elaboração e aplicação de trilha educativa:...O Ensino de Ciências a partir da elaboração e aplicação de trilha educativa:...
O Ensino de Ciências a partir da elaboração e aplicação de trilha educativa:...
Jamille Marques
 
MARIA LÚCIA - Apresentação PIBID CSO
MARIA LÚCIA - Apresentação PIBID CSOMARIA LÚCIA - Apresentação PIBID CSO
MARIA LÚCIA - Apresentação PIBID CSO
Rafael Barros
 
Apresentação Supbprojeto PIBID Língua Inglesa CFP-UFCG Cajazeiras-PB
  Apresentação Supbprojeto PIBID Língua Inglesa CFP-UFCG Cajazeiras-PB  Apresentação Supbprojeto PIBID Língua Inglesa CFP-UFCG Cajazeiras-PB
Apresentação Supbprojeto PIBID Língua Inglesa CFP-UFCG Cajazeiras-PB
Fabione Gomes
 
PIBID UEPB História Campus I Escola Aplicação
PIBID UEPB História Campus I Escola AplicaçãoPIBID UEPB História Campus I Escola Aplicação
PIBID UEPB História Campus I Escola Aplicação
escolaaplicacao
 
Divulgação do PIBID no CEI Olegário João Clemes.
Divulgação do PIBID no CEI Olegário João Clemes.Divulgação do PIBID no CEI Olegário João Clemes.
Divulgação do PIBID no CEI Olegário João Clemes.
UnivaliPibid
 
Slides apresentação do projeto pibid
Slides apresentação do projeto pibidSlides apresentação do projeto pibid
Slides apresentação do projeto pibid
pibidbio
 

Destaque (6)

O Ensino de Ciências a partir da elaboração e aplicação de trilha educativa:...
O Ensino de Ciências a partir da elaboração e aplicação de trilha educativa:...O Ensino de Ciências a partir da elaboração e aplicação de trilha educativa:...
O Ensino de Ciências a partir da elaboração e aplicação de trilha educativa:...
 
MARIA LÚCIA - Apresentação PIBID CSO
MARIA LÚCIA - Apresentação PIBID CSOMARIA LÚCIA - Apresentação PIBID CSO
MARIA LÚCIA - Apresentação PIBID CSO
 
Apresentação Supbprojeto PIBID Língua Inglesa CFP-UFCG Cajazeiras-PB
  Apresentação Supbprojeto PIBID Língua Inglesa CFP-UFCG Cajazeiras-PB  Apresentação Supbprojeto PIBID Língua Inglesa CFP-UFCG Cajazeiras-PB
Apresentação Supbprojeto PIBID Língua Inglesa CFP-UFCG Cajazeiras-PB
 
PIBID UEPB História Campus I Escola Aplicação
PIBID UEPB História Campus I Escola AplicaçãoPIBID UEPB História Campus I Escola Aplicação
PIBID UEPB História Campus I Escola Aplicação
 
Divulgação do PIBID no CEI Olegário João Clemes.
Divulgação do PIBID no CEI Olegário João Clemes.Divulgação do PIBID no CEI Olegário João Clemes.
Divulgação do PIBID no CEI Olegário João Clemes.
 
Slides apresentação do projeto pibid
Slides apresentação do projeto pibidSlides apresentação do projeto pibid
Slides apresentação do projeto pibid
 

Semelhante a IMPACTOS DO PIBID NOS BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA QUE PARTICIPAM DO SUBPROJETO CIÊNCIAS/BIOLOGIA UENP-CCP

Anexo ii pibid_2011
Anexo ii pibid_2011Anexo ii pibid_2011
Anexo ii pibid_2011
pibidlicfisica2011
 
IMPACTOS E CONTRIBUIÇÕES DO PIBID NO PROCESSSO DE FORMAÇÃO DOS ACADÊMICOS DE ...
IMPACTOS E CONTRIBUIÇÕES DO PIBID NO PROCESSSO DE FORMAÇÃO DOS ACADÊMICOS DE ...IMPACTOS E CONTRIBUIÇÕES DO PIBID NO PROCESSSO DE FORMAÇÃO DOS ACADÊMICOS DE ...
IMPACTOS E CONTRIBUIÇÕES DO PIBID NO PROCESSSO DE FORMAÇÃO DOS ACADÊMICOS DE ...
Heitor Rodrigues
 
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
bio_fecli
 
Interdisciplinaridade no pibid geoartes ufpel práticas e reflexões
Interdisciplinaridade no pibid geoartes ufpel práticas e reflexõesInterdisciplinaridade no pibid geoartes ufpel práticas e reflexões
Interdisciplinaridade no pibid geoartes ufpel práticas e reflexões
PIBID UFPEL
 
05 estrategiasde ensinoaprendizagemembiologia(1)
05 estrategiasde ensinoaprendizagemembiologia(1)05 estrategiasde ensinoaprendizagemembiologia(1)
05 estrategiasde ensinoaprendizagemembiologia(1)
tiagoecoturismo
 
Apresentação da Defesa de Dissertação de Gleize Barros
Apresentação da Defesa de Dissertação de Gleize BarrosApresentação da Defesa de Dissertação de Gleize Barros
Apresentação da Defesa de Dissertação de Gleize Barros
Universidade Federal de Pernambuco
 
Lzo. relatorio de estagio
Lzo. relatorio de estagioLzo. relatorio de estagio
Lzo. relatorio de estagio
Danielle Meira
 
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptxCN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
Juliano Pratti
 
Anexo 036 relatório biologia
Anexo 036    relatório biologiaAnexo 036    relatório biologia
Anexo 036 relatório biologia
Regina Helena Souza Ferreira
 
Portifólio clicia
 Portifólio clicia Portifólio clicia
Portifólio clicia
monalisaqueiroz
 
Resumo Fenerc - Santo Antônio do Descoberto.
Resumo Fenerc - Santo Antônio do Descoberto.Resumo Fenerc - Santo Antônio do Descoberto.
Resumo Fenerc - Santo Antônio do Descoberto.
forumdealimetacao
 
Pit eletronico
Pit eletronicoPit eletronico
Pit eletronico
familiaestagio
 
Caderno de resumos i seminário de biologia
Caderno de resumos   i seminário de biologiaCaderno de resumos   i seminário de biologia
Caderno de resumos i seminário de biologia
Grace Gonçalves
 
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
João Lima
 
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
João Lima
 
Silva relatorio pibid_exercicio2010-2011
Silva relatorio pibid_exercicio2010-2011Silva relatorio pibid_exercicio2010-2011
Silva relatorio pibid_exercicio2010-2011
Erick Cavalcante
 
Portifólio 20-02-11 - alana
Portifólio   20-02-11 - alanaPortifólio   20-02-11 - alana
Portifólio 20-02-11 - alana
familiaestagio
 
Portifólio 20-02-11 - alana
Portifólio   20-02-11 - alanaPortifólio   20-02-11 - alana
Portifólio 20-02-11 - alana
familiaestagio
 
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...
Káttia Gonçalves
 
R elatório parcial pibid 2012. 2013 institucional
R elatório parcial pibid 2012. 2013 institucionalR elatório parcial pibid 2012. 2013 institucional
R elatório parcial pibid 2012. 2013 institucional
Regina Helena Souza Ferreira
 

Semelhante a IMPACTOS DO PIBID NOS BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA QUE PARTICIPAM DO SUBPROJETO CIÊNCIAS/BIOLOGIA UENP-CCP (20)

Anexo ii pibid_2011
Anexo ii pibid_2011Anexo ii pibid_2011
Anexo ii pibid_2011
 
IMPACTOS E CONTRIBUIÇÕES DO PIBID NO PROCESSSO DE FORMAÇÃO DOS ACADÊMICOS DE ...
IMPACTOS E CONTRIBUIÇÕES DO PIBID NO PROCESSSO DE FORMAÇÃO DOS ACADÊMICOS DE ...IMPACTOS E CONTRIBUIÇÕES DO PIBID NO PROCESSSO DE FORMAÇÃO DOS ACADÊMICOS DE ...
IMPACTOS E CONTRIBUIÇÕES DO PIBID NO PROCESSSO DE FORMAÇÃO DOS ACADÊMICOS DE ...
 
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
 
Interdisciplinaridade no pibid geoartes ufpel práticas e reflexões
Interdisciplinaridade no pibid geoartes ufpel práticas e reflexõesInterdisciplinaridade no pibid geoartes ufpel práticas e reflexões
Interdisciplinaridade no pibid geoartes ufpel práticas e reflexões
 
05 estrategiasde ensinoaprendizagemembiologia(1)
05 estrategiasde ensinoaprendizagemembiologia(1)05 estrategiasde ensinoaprendizagemembiologia(1)
05 estrategiasde ensinoaprendizagemembiologia(1)
 
Apresentação da Defesa de Dissertação de Gleize Barros
Apresentação da Defesa de Dissertação de Gleize BarrosApresentação da Defesa de Dissertação de Gleize Barros
Apresentação da Defesa de Dissertação de Gleize Barros
 
Lzo. relatorio de estagio
Lzo. relatorio de estagioLzo. relatorio de estagio
Lzo. relatorio de estagio
 
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptxCN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
 
Anexo 036 relatório biologia
Anexo 036    relatório biologiaAnexo 036    relatório biologia
Anexo 036 relatório biologia
 
Portifólio clicia
 Portifólio clicia Portifólio clicia
Portifólio clicia
 
Resumo Fenerc - Santo Antônio do Descoberto.
Resumo Fenerc - Santo Antônio do Descoberto.Resumo Fenerc - Santo Antônio do Descoberto.
Resumo Fenerc - Santo Antônio do Descoberto.
 
Pit eletronico
Pit eletronicoPit eletronico
Pit eletronico
 
Caderno de resumos i seminário de biologia
Caderno de resumos   i seminário de biologiaCaderno de resumos   i seminário de biologia
Caderno de resumos i seminário de biologia
 
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
 
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
Modelo relatório-diagnostico fisica pibid 2014
 
Silva relatorio pibid_exercicio2010-2011
Silva relatorio pibid_exercicio2010-2011Silva relatorio pibid_exercicio2010-2011
Silva relatorio pibid_exercicio2010-2011
 
Portifólio 20-02-11 - alana
Portifólio   20-02-11 - alanaPortifólio   20-02-11 - alana
Portifólio 20-02-11 - alana
 
Portifólio 20-02-11 - alana
Portifólio   20-02-11 - alanaPortifólio   20-02-11 - alana
Portifólio 20-02-11 - alana
 
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...
8149 estagio-supervisionado-de-educacao-infantil-e-anos-iniciais-do-ensino-fu...
 
R elatório parcial pibid 2012. 2013 institucional
R elatório parcial pibid 2012. 2013 institucionalR elatório parcial pibid 2012. 2013 institucional
R elatório parcial pibid 2012. 2013 institucional
 

Mais de Jamille Marques

Ficha de inscrição
Ficha de inscrição Ficha de inscrição
Ficha de inscrição
Jamille Marques
 
Ofício evento pibid
Ofício evento pibidOfício evento pibid
Ofício evento pibid
Jamille Marques
 
Roteiro para registro em diário nas escolas
Roteiro para registro em diário nas escolasRoteiro para registro em diário nas escolas
Roteiro para registro em diário nas escolas
Jamille Marques
 
Horário novo
Horário novoHorário novo
Horário novo
Jamille Marques
 
Caderno laboratório 2013
Caderno laboratório 2013Caderno laboratório 2013
Caderno laboratório 2013
Jamille Marques
 
Um novo instrumento para a análise da ação do professor em sala de aula
Um novo instrumento para a análise da ação do professor em sala de aulaUm novo instrumento para a análise da ação do professor em sala de aula
Um novo instrumento para a análise da ação do professor em sala de aula
Jamille Marques
 
Portaria 096 2013 regulamento_pibid
Portaria 096 2013 regulamento_pibidPortaria 096 2013 regulamento_pibid
Portaria 096 2013 regulamento_pibid
Jamille Marques
 

Mais de Jamille Marques (7)

Ficha de inscrição
Ficha de inscrição Ficha de inscrição
Ficha de inscrição
 
Ofício evento pibid
Ofício evento pibidOfício evento pibid
Ofício evento pibid
 
Roteiro para registro em diário nas escolas
Roteiro para registro em diário nas escolasRoteiro para registro em diário nas escolas
Roteiro para registro em diário nas escolas
 
Horário novo
Horário novoHorário novo
Horário novo
 
Caderno laboratório 2013
Caderno laboratório 2013Caderno laboratório 2013
Caderno laboratório 2013
 
Um novo instrumento para a análise da ação do professor em sala de aula
Um novo instrumento para a análise da ação do professor em sala de aulaUm novo instrumento para a análise da ação do professor em sala de aula
Um novo instrumento para a análise da ação do professor em sala de aula
 
Portaria 096 2013 regulamento_pibid
Portaria 096 2013 regulamento_pibidPortaria 096 2013 regulamento_pibid
Portaria 096 2013 regulamento_pibid
 

Último

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 

Último (20)

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 

IMPACTOS DO PIBID NOS BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA QUE PARTICIPAM DO SUBPROJETO CIÊNCIAS/BIOLOGIA UENP-CCP

  • 1. IMPACTOS DO PIBID NOS BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA QUE PARTICIPAM DO SUBPROJETO CIÊNCIAS/BIOLOGIA UENP- CCP Geslaine J. Batista Thaynara A. Machado 2014
  • 2. INTRODUÇÃO • PIBID Ciências/Biologia; • 51 integrantes: 42 bolsistas, 6 professoras supervisoras e 3 coordenadores de área; • Acompanhamento semanal as escolas da rede básica de Ensino; • Registros das aulas relatados em diário; • Reuniões semanais.
  • 3. Figura 1 - Equipe do PIBID Ciências/Biologia da UENP do Campus de Cornélio Procópio-PR, com seus diários.
  • 4. OBJETIVO O presente trabalho tem a finalidade de analisar os possíveis impactos do PIBID Ciências/Biologia (UENP-CCP) nos licenciandos bolsistas do curso Ciências Biológicas que participam desse subprojeto.
  • 5. DESENVOLVIMENTO • Entrevista com 6 alunos do PIBID Ciências/Biologia; • Sendo destes: dois alunos do 4º ano da graduação, dois do 3º ano, e dois alunos do 2º ano da graduação.
  • 6. PERGUNTA 1: O QUE VOCÊ ENTENDE POR SER PROFESSOR MUDOU APÓS SUA PARTICIPAÇÃO NO PIBID? • Aluno C2: “A minha ideia de ser professor mudou muito após o PIBID, passei a me preocupar mais com o aprendizado e outros fatores do que só no conteúdo.”
  • 7. PERGUNTA 1: O QUE VOCÊ ENTENDE POR SER PROFESSOR MUDOU APÓS SUA PARTICIPAÇÃO NO PIBID? • A maioria dos estudantes viam o domínio do conteúdo como a tarefa mais importante; • Hoje eles veem outras gestões, como a gestão de classe que, são fundamentais para o bom andamento da prática docente; • Arruda, Lima e Passos (2011), curso de licenciatura em Física/UEL.
  • 8. PERGUNTA 2: VOCÊ QUER SER PROFESSOR? QUAL A INFLUÊNCIA DO PIBID NESTA ESCOLHA? • Aluno A2: “Depois que comecei a ser pibidiana comecei a dar aulas também, e sinceramente não tinha a intenção de continuar nessa profissão, mas o PIBID me influenciou a ter coragem de começar a dar aulas.” • Aluno B2: “Sim gostaria. O PIBID influencia muito nesta escolha, pois mesmo com as dificuldades encontradas, ele nos ensina como podemos nos preparar diante delas.”
  • 9. PERGUNTA 2: VOCÊ QUER SER PROFESSOR? QUAL A INFLUÊNCIA DO PIBID NESTA ESCOLHA? • A maioria dos entrevistados responderam afirmativamente quando questionados sobre querer ou não ser professor; • Porém se identificam opiniões conflitantes.
  • 10. CONCLUSÃO • Conclui-se que o PIBID Ciências/Biologia está ampliando a percepção de muitos de seus bolsistas de iniciação quanto à docência; • No geral os estudantes mostram interesse em seguir a carreira docente, com exceção de dois bolsistas de iniciação que demonstraram desinteresse.
  • 11. AGRADECIMENTOS Aos coordenadores do subprojeto Ciências/Biologia e as professoras supervisoras da rede básica de Ensino.
  • 12. REFERÊNCIAS ARRUDA, Sergio de Mello; LIMA, João Paulo Camargo; PASSOS, MarinezMeneghello. Um novo instrumento para a análise da ação do professor em sala de aula. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 11, n. 2. 2011. COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO PESSOAL DE ENSINO SUPERIOR. Pibid - Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. 2008. Disponível em: <http://www.capes.gov.br/educacao-basica/capespibid>. Acesso em: 12 de nov de 2014.