SlideShare uma empresa Scribd logo
ILUMINISMO
IDADE MODERNA
  ABSOLUTISMO
   MAQUIAVEL
   O PRÍNCIPE
As transformações econômicas
 e sociais da Idade Moderna,
 principalmente a Revolução
  Industrial e os progressos
    científicos, provocaram
   mudanças na maneira de
     pensar e de sentir dos
            europeus.
A Revolução Inglesa do século XVII e a
Revolução Industrial do século XVIII foram
   conduzidas pela burguesia inglesa, o
        objetivo desses movimentos
 revolucionários era destruir as estruturas
     econômicas, sociais e políticas que
sustentavam o Antigo Regime, tais como o
direito divino dos reis, a política econômica
 mercantilista e o poder político da Igreja
                  Católica.
A crise do Antigo Regime foi
 acompanhada por um conjunto de
novas idéias filosóficas e econômicas
   que defendiam a liberdade de
 pensamento e a igualdade de todos
     os homens perante as leis.
As idéias econômicas defendiam a
    prática da livre iniciativa. Esse
    movimento cultural, político e
filosófico que aconteceu entre 1680 e
 1780, em toda a Europa, sobretudo
   na França, no século XVIII, ficou
   conhecido como Iluminismo ou
          Século das Luzes.
Os iluministas caracterizavam-se
pela importância que davam à razão.
     Somente por meio da razão,
       afirmavam ser possível
   compreender perfeitamente os
    fenômenos naturais e sociais.
Essas idéias baseavam-se no
racionalismo. Defendiam a democracia,
 o liberalismo econômico e a liberdade
 de culto e pensamento. Na verdade, o
 Iluminismo foi um processo longo do
    qual as transformações culturais
       iniciadas no Renascimento
   prosseguiram e se estenderam pelo
       século XVII e século XVIII.
As idéias iluministas influenciaram
movimentos como a Independência
dos Estados Unidos, a Inconfidência
  Mineira e a Revolução Francesa.
O Iluminismo iniciou-se na
 Inglaterra, mais foi na França, que
atingiu seu maior desenvolvimento.
    Foi na França que viveram os
  maiores pensadores iluministas,
 Voltaire, Montesquieu, Rousseau,
        Diderot e D´Alembert.
Principais filósofos iluministas:
Voltaire (1694-1778): François-Marie
    Arouet, escritor francês, crítico do
 absolutismo e dos privilégios da Igreja
e da nobreza. Por suas críticas, foi preso
     duas vezes, deixando a França e
exilando-se na Inglaterra. Atraído pelas
    idéias de John Locke, escreveu as
    Cartas Inglesas, nas quais exalta a
 liberdade de pensamento, de religião e
    às instituições inglesas, criticando
         indiretamente a França.
A necessidade de procurar a verdadeira
felicidade é o fundamento da nossa liberdade.
John Locke (1632-1704): filósofo inglês,
 autor de Ensaio sobre o Entendimento
 Humano, rejeitou o conceito de idéias
 inatas. Afirmava que a experiência é a
     base de todo o conhecimento.
  Combateu o absolutismo, negando a
origem divina dos reis e afirmando que
 o governo nasce de um entendimento
    entre governantes e governados.
Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas
          defenderei até a morte o direito de você dizê-las.
Montesquieu (1689-1755): Charles Louis de
        Secondant, barão de Montesquieu.
  Considerado o pai do liberalismo burguês foi
jurista, filósofo e escritor. Em sua principal obra
 O Espírito das Leis, expôs sua teoria da divisão
    do poder político em Poder Legislativo –
   elabora e aprova as leis; Poder Executivo –
    executa as leis e administra o país; Poder
  Judiciário – fiscaliza o cumprimento das leis.
   Suas idéias influenciaram a organização de
 praticamente todos os governos pós-Revolução
                      Francesa.
Quanto menos os homens pensam, mais eles falam.
Jean-Jacques Rousseau (1712-1778):
 filósofo francês, nascido na Suíça, foi o
  mais radical entre os iluministas. Ao
contrário de Voltaire e Montesquieu, ele
não foi porta-voz da burguesia e sim das
  camadas mais populares. Suas idéias
   contrariavam, por exemplo, um dos
     princípios centrais da sociedade
    burguesa - a propriedade privada.
Segundo Rousseau, esta era a raiz da
infelicidade humana, pois trazia consigo a
 desigualdade e a opressão do mais forte
 sobre o mais fraco. Suas principais obras
    foram: Discurso sobre a Origem da
Desigualdade entre os Homens e Contrato
                  Social.
Democrata, defendeu a igualdade entre os
  homens; afirmava que o poder político
emana do povo; exerceu grande influência
 na Revolução Francesa e na filosofia dos
            séculos posteriores.
Geralmente aqueles que sabem pouco falam muito e
      aqueles que sabem muito falam pouco.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
Resumo O Iluminismo
Resumo O IluminismoResumo O Iluminismo
Resumo O Iluminismo
Claudenilson da Silva
 
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismowww.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
EnsinoFundamental
 
9.século das luzes
9.século das luzes9.século das luzes
9.século das luzes
valdeck1
 
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
eduardodemiranda
 
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
Babilopestaliuli
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
José Gomes
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Ane Caroline*
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
isameucci
 
Iluminismo e liberalismo
Iluminismo e liberalismoIluminismo e liberalismo
Iluminismo e liberalismo
Elton Zanoni
 
Iluminismo - razão em busca da verdade
Iluminismo - razão em busca da verdadeIluminismo - razão em busca da verdade
Iluminismo - razão em busca da verdade
Luana Bastos
 
Iluminismo 2010
Iluminismo 2010Iluminismo 2010
Iluminismo 2010
BriefCase
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Carla Teixeira
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Jornal O Diário
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismowww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
AulasDeHistoriaApoio
 
Iluminismo 7ª série - Profª Ivanoska
Iluminismo  7ª série - Profª IvanoskaIluminismo  7ª série - Profª Ivanoska
Iluminismo 7ª série - Profª Ivanoska
elaineoliver12
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Historia Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8anoHistoria Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8ano
Leonardo Caputo
 
Iluminismo power point
Iluminismo power pointIluminismo power point
Iluminismo power point
Odairdesouza
 
9.século das luzes
9.século das luzes9.século das luzes
9.século das luzes
valdeck1
 

Mais procurados (20)

O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Resumo O Iluminismo
Resumo O IluminismoResumo O Iluminismo
Resumo O Iluminismo
 
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismowww.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
 
9.século das luzes
9.século das luzes9.século das luzes
9.século das luzes
 
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
 
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo e liberalismo
Iluminismo e liberalismoIluminismo e liberalismo
Iluminismo e liberalismo
 
Iluminismo - razão em busca da verdade
Iluminismo - razão em busca da verdadeIluminismo - razão em busca da verdade
Iluminismo - razão em busca da verdade
 
Iluminismo 2010
Iluminismo 2010Iluminismo 2010
Iluminismo 2010
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismowww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
 
Iluminismo 7ª série - Profª Ivanoska
Iluminismo  7ª série - Profª IvanoskaIluminismo  7ª série - Profª Ivanoska
Iluminismo 7ª série - Profª Ivanoska
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Historia Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8anoHistoria Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8ano
 
Iluminismo power point
Iluminismo power pointIluminismo power point
Iluminismo power point
 
9.século das luzes
9.século das luzes9.século das luzes
9.século das luzes
 

Semelhante a Iluminismo

O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
Ana Souza
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
historiando
 
Resumo oiluminismo
Resumo oiluminismoResumo oiluminismo
Resumo oiluminismo
Claudenilson da Silva
 
O Iluminismo
O Iluminismo  O Iluminismo
O Iluminismo
Thamires Liima
 
ILUMINISMO.pptx
ILUMINISMO.pptxILUMINISMO.pptx
ILUMINISMO.pptx
diogocs1
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
Marília Pimentel
 
iluminismo-.pptx
iluminismo-.pptxiluminismo-.pptx
iluminismo-.pptx
ocg50
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo(lutero)
Iluminismo(lutero)Iluminismo(lutero)
Iluminismo(lutero)
eunamahcado
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido  Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
Fatima Freitas
 
iluminismo
 iluminismo iluminismo
iluminismo
Suelen Andreatti
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
Foz
 
historia iluminismo
historia iluminismohistoria iluminismo
historia iluminismo
Petterson Castro
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecidoIluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
Mozão Fraga
 
Filósofos iluministas
Filósofos iluministasFilósofos iluministas
Filósofos iluministas
Eunice Carmo
 
Filosofia da ilustração ou iluminismo
Filosofia da ilustração ou iluminismoFilosofia da ilustração ou iluminismo
Filosofia da ilustração ou iluminismo
Paula de Jesus
 
Resumo iluminismo
Resumo iluminismoResumo iluminismo
Resumo iluminismo
barbara martins
 
Iluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesasIluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesas
Ócio do Ofício
 

Semelhante a Iluminismo (20)

O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Iluminismo
Iluminismo Iluminismo
Iluminismo
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
 
Resumo oiluminismo
Resumo oiluminismoResumo oiluminismo
Resumo oiluminismo
 
O Iluminismo
O Iluminismo  O Iluminismo
O Iluminismo
 
ILUMINISMO.pptx
ILUMINISMO.pptxILUMINISMO.pptx
ILUMINISMO.pptx
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
iluminismo-.pptx
iluminismo-.pptxiluminismo-.pptx
iluminismo-.pptx
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo(lutero)
Iluminismo(lutero)Iluminismo(lutero)
Iluminismo(lutero)
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido  Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
 
iluminismo
 iluminismo iluminismo
iluminismo
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
 
historia iluminismo
historia iluminismohistoria iluminismo
historia iluminismo
 
Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecidoIluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
 
Filósofos iluministas
Filósofos iluministasFilósofos iluministas
Filósofos iluministas
 
Filosofia da ilustração ou iluminismo
Filosofia da ilustração ou iluminismoFilosofia da ilustração ou iluminismo
Filosofia da ilustração ou iluminismo
 
Resumo iluminismo
Resumo iluminismoResumo iluminismo
Resumo iluminismo
 
Iluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesasIluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesas
 

Mais de stelawstel

O socialismo na asia cap. 11
O socialismo na asia   cap. 11O socialismo na asia   cap. 11
O socialismo na asia cap. 11
stelawstel
 
O socialismo na asia cap. 11
O socialismo na asia   cap. 11O socialismo na asia   cap. 11
O socialismo na asia cap. 11
stelawstel
 
Aula de história – 2º ano guerra civil e avanço norte americano na américa...
Aula de história – 2º ano    guerra civil e avanço norte americano na américa...Aula de história – 2º ano    guerra civil e avanço norte americano na américa...
Aula de história – 2º ano guerra civil e avanço norte americano na américa...
stelawstel
 
Aula de história – 8º ano guerra fria
Aula de história – 8º ano   guerra friaAula de história – 8º ano   guerra fria
Aula de história – 8º ano guerra fria
stelawstel
 
Aula de história – 8º ano independencia ásia
Aula de história – 8º ano   independencia ásiaAula de história – 8º ano   independencia ásia
Aula de história – 8º ano independencia ásia
stelawstel
 
Aula de história – 8º ano independencia ásia
Aula de história – 8º ano   independencia ásiaAula de história – 8º ano   independencia ásia
Aula de história – 8º ano independencia ásia
stelawstel
 
Aula de história – 2º ano
Aula de história – 2º anoAula de história – 2º ano
Aula de história – 2º ano
stelawstel
 
Aula de história – 1º ano – técnico o império persa
Aula de história – 1º ano – técnico   o império persaAula de história – 1º ano – técnico   o império persa
Aula de história – 1º ano – técnico o império persa
stelawstel
 
O que é a ku klux klan
O que é a ku klux klanO que é a ku klux klan
O que é a ku klux klan
stelawstel
 
A descoberta do ouro nos eua
A descoberta do ouro nos euaA descoberta do ouro nos eua
A descoberta do ouro nos eua
stelawstel
 
Tradições indianas
Tradições indianasTradições indianas
Tradições indianas
stelawstel
 
Curiosidades da china
Curiosidades da chinaCuriosidades da china
Curiosidades da china
stelawstel
 
Aula de história – 8º ano guerra fria
Aula de história – 8º ano   guerra friaAula de história – 8º ano   guerra fria
Aula de história – 8º ano guerra fria
stelawstel
 
Aula de história – 6º ano grecia antiga
Aula de história – 6º ano   grecia antigaAula de história – 6º ano   grecia antiga
Aula de história – 6º ano grecia antiga
stelawstel
 
Aula de história – 3º ano rev. russa
Aula de história – 3º ano   rev. russaAula de história – 3º ano   rev. russa
Aula de história – 3º ano rev. russa
stelawstel
 
Aula de história – 2º ano
Aula de história – 2º anoAula de história – 2º ano
Aula de história – 2º ano
stelawstel
 
Aula de história – 1º ano – técnico
Aula de história – 1º ano – técnicoAula de história – 1º ano – técnico
Aula de história – 1º ano – técnico
stelawstel
 

Mais de stelawstel (17)

O socialismo na asia cap. 11
O socialismo na asia   cap. 11O socialismo na asia   cap. 11
O socialismo na asia cap. 11
 
O socialismo na asia cap. 11
O socialismo na asia   cap. 11O socialismo na asia   cap. 11
O socialismo na asia cap. 11
 
Aula de história – 2º ano guerra civil e avanço norte americano na américa...
Aula de história – 2º ano    guerra civil e avanço norte americano na américa...Aula de história – 2º ano    guerra civil e avanço norte americano na américa...
Aula de história – 2º ano guerra civil e avanço norte americano na américa...
 
Aula de história – 8º ano guerra fria
Aula de história – 8º ano   guerra friaAula de história – 8º ano   guerra fria
Aula de história – 8º ano guerra fria
 
Aula de história – 8º ano independencia ásia
Aula de história – 8º ano   independencia ásiaAula de história – 8º ano   independencia ásia
Aula de história – 8º ano independencia ásia
 
Aula de história – 8º ano independencia ásia
Aula de história – 8º ano   independencia ásiaAula de história – 8º ano   independencia ásia
Aula de história – 8º ano independencia ásia
 
Aula de história – 2º ano
Aula de história – 2º anoAula de história – 2º ano
Aula de história – 2º ano
 
Aula de história – 1º ano – técnico o império persa
Aula de história – 1º ano – técnico   o império persaAula de história – 1º ano – técnico   o império persa
Aula de história – 1º ano – técnico o império persa
 
O que é a ku klux klan
O que é a ku klux klanO que é a ku klux klan
O que é a ku klux klan
 
A descoberta do ouro nos eua
A descoberta do ouro nos euaA descoberta do ouro nos eua
A descoberta do ouro nos eua
 
Tradições indianas
Tradições indianasTradições indianas
Tradições indianas
 
Curiosidades da china
Curiosidades da chinaCuriosidades da china
Curiosidades da china
 
Aula de história – 8º ano guerra fria
Aula de história – 8º ano   guerra friaAula de história – 8º ano   guerra fria
Aula de história – 8º ano guerra fria
 
Aula de história – 6º ano grecia antiga
Aula de história – 6º ano   grecia antigaAula de história – 6º ano   grecia antiga
Aula de história – 6º ano grecia antiga
 
Aula de história – 3º ano rev. russa
Aula de história – 3º ano   rev. russaAula de história – 3º ano   rev. russa
Aula de história – 3º ano rev. russa
 
Aula de história – 2º ano
Aula de história – 2º anoAula de história – 2º ano
Aula de história – 2º ano
 
Aula de história – 1º ano – técnico
Aula de história – 1º ano – técnicoAula de história – 1º ano – técnico
Aula de história – 1º ano – técnico
 

Último

Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 

Último (20)

Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 

Iluminismo

  • 2. IDADE MODERNA ABSOLUTISMO MAQUIAVEL O PRÍNCIPE
  • 3. As transformações econômicas e sociais da Idade Moderna, principalmente a Revolução Industrial e os progressos científicos, provocaram mudanças na maneira de pensar e de sentir dos europeus.
  • 4. A Revolução Inglesa do século XVII e a Revolução Industrial do século XVIII foram conduzidas pela burguesia inglesa, o objetivo desses movimentos revolucionários era destruir as estruturas econômicas, sociais e políticas que sustentavam o Antigo Regime, tais como o direito divino dos reis, a política econômica mercantilista e o poder político da Igreja Católica.
  • 5. A crise do Antigo Regime foi acompanhada por um conjunto de novas idéias filosóficas e econômicas que defendiam a liberdade de pensamento e a igualdade de todos os homens perante as leis.
  • 6. As idéias econômicas defendiam a prática da livre iniciativa. Esse movimento cultural, político e filosófico que aconteceu entre 1680 e 1780, em toda a Europa, sobretudo na França, no século XVIII, ficou conhecido como Iluminismo ou Século das Luzes.
  • 7. Os iluministas caracterizavam-se pela importância que davam à razão. Somente por meio da razão, afirmavam ser possível compreender perfeitamente os fenômenos naturais e sociais.
  • 8. Essas idéias baseavam-se no racionalismo. Defendiam a democracia, o liberalismo econômico e a liberdade de culto e pensamento. Na verdade, o Iluminismo foi um processo longo do qual as transformações culturais iniciadas no Renascimento prosseguiram e se estenderam pelo século XVII e século XVIII.
  • 9. As idéias iluministas influenciaram movimentos como a Independência dos Estados Unidos, a Inconfidência Mineira e a Revolução Francesa.
  • 10. O Iluminismo iniciou-se na Inglaterra, mais foi na França, que atingiu seu maior desenvolvimento. Foi na França que viveram os maiores pensadores iluministas, Voltaire, Montesquieu, Rousseau, Diderot e D´Alembert.
  • 12. Voltaire (1694-1778): François-Marie Arouet, escritor francês, crítico do absolutismo e dos privilégios da Igreja e da nobreza. Por suas críticas, foi preso duas vezes, deixando a França e exilando-se na Inglaterra. Atraído pelas idéias de John Locke, escreveu as Cartas Inglesas, nas quais exalta a liberdade de pensamento, de religião e às instituições inglesas, criticando indiretamente a França.
  • 13. A necessidade de procurar a verdadeira felicidade é o fundamento da nossa liberdade.
  • 14. John Locke (1632-1704): filósofo inglês, autor de Ensaio sobre o Entendimento Humano, rejeitou o conceito de idéias inatas. Afirmava que a experiência é a base de todo o conhecimento. Combateu o absolutismo, negando a origem divina dos reis e afirmando que o governo nasce de um entendimento entre governantes e governados.
  • 15. Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.
  • 16. Montesquieu (1689-1755): Charles Louis de Secondant, barão de Montesquieu. Considerado o pai do liberalismo burguês foi jurista, filósofo e escritor. Em sua principal obra O Espírito das Leis, expôs sua teoria da divisão do poder político em Poder Legislativo – elabora e aprova as leis; Poder Executivo – executa as leis e administra o país; Poder Judiciário – fiscaliza o cumprimento das leis. Suas idéias influenciaram a organização de praticamente todos os governos pós-Revolução Francesa.
  • 17. Quanto menos os homens pensam, mais eles falam.
  • 18. Jean-Jacques Rousseau (1712-1778): filósofo francês, nascido na Suíça, foi o mais radical entre os iluministas. Ao contrário de Voltaire e Montesquieu, ele não foi porta-voz da burguesia e sim das camadas mais populares. Suas idéias contrariavam, por exemplo, um dos princípios centrais da sociedade burguesa - a propriedade privada.
  • 19. Segundo Rousseau, esta era a raiz da infelicidade humana, pois trazia consigo a desigualdade e a opressão do mais forte sobre o mais fraco. Suas principais obras foram: Discurso sobre a Origem da Desigualdade entre os Homens e Contrato Social. Democrata, defendeu a igualdade entre os homens; afirmava que o poder político emana do povo; exerceu grande influência na Revolução Francesa e na filosofia dos séculos posteriores.
  • 20. Geralmente aqueles que sabem pouco falam muito e aqueles que sabem muito falam pouco.