SlideShare uma empresa Scribd logo
Biodiversidade
1.   Ciência da biodiversidade
2.   História do conhecimento na área
3.   Complexidade da biodiversidade
4.   Valor:
         ◦ Econômico
         ◦ Estético
         ◦ Ético
5.   Geografia das espécies e
     implicações para a conservação
Biodiversidade e ciência
 Sistemática (ou taxonomia)
 Ingenuidades sobre a biodiversidade:
    ◦   Dimensão em número
    ◦   Complexidade
    ◦   Causas
    ◦   Dimensão temporal
    ◦   Dimensão espacial
   Base de dados e “coleções”
História do Conhecimento sobre
a biodiversidade
 Conhecimento pré-grego clássico
 Aristóteles
 Santo Agostinho
 Carolus Linnaeus
 Sistemática pré-evolutiva
 Sistemática pós-evolutiva
Demandas do conhecimento
sobre a biodiversidade:
 Descrição da diversidade biológica;
 Organização do sistema:
            (2n - 3)!
      N
          2 n -2 (n 2)!
   Nomes e comunicação inequívoca
Conhecimento atual
Causas da origem da
  biodiversidade




http://www.avph.com.br/jpg/jurassico.jpg
Escala de tempo
 • Diversidade: 3,8 bilhões de anos;
 • Facies atual dos ambientes, 90
 milhões de anos;
 • Espécies atuais, pelo menos 1
 milhão de anos.
Valor
 • Econômico
 • Estético
 • Ético
Valor Econômico
 Temperatura local e global
 Atividade agrícola
 Farmacologia
 Água
Valor Estético
Valor Estético
   Conservação e educação: os museus
    de história natural
Valor Ético
 Convivência com a diversidade
  biológica
 Demanda real humana
 Demanda artificial humana
 Morte de indivíduos
 Extinção de populações
 Extinção de espécies
 Extinção de biomas
Regionalização da
biodiversidade
Projeto Biota-Diptera (FAPESP):
 5 anos;
 400,000 insetos;
 dezenas de pesquisadores;
 60 famílias;
 350 gêneros;
 milhares de espécies;
 1000 espécies novas;
 mapas de endemismo.
Áreas de endemismo para a Floresta
Atlântica




        Floresta Atlântica do Nordeste
Áreas de endemismo para a Floresta
Atlântica




   Florestas temperada no sul e sudeste do Brasil
Áreas de endemismo para a Floresta
Atlântica




        Floresta Atlântica Ombrófila
Seis áreas de endemismo para a
Floresta Atlântica




       Floresta Estacional Semidecídua
Implicações para a
Conservação
Implicações para a
Conservação
Implicações para a
Conservação
Síntese
   Biodiversidade é um tema complexo e mal compreendido;

   A base de conhecimento necessária para a tomada de
    decisões é gigantesca e de construção trabalhosa;

   Há grande regionalização da biodiversidade do país;

   Há necessidade de uma política estadual urgente de
    proteção à Floresta Semidecídua;

   A compensação fora das micro-bacias contradiz o próprio
    conceito de conservação;

   A compensação fora das micro-bacias atenta contra o
    patrimônio biológico da Nação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A biodiversidade brasileira
A biodiversidade brasileiraA biodiversidade brasileira
A biodiversidade brasileira
Elisa Dos Santos Cardoso
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
Andressa Ribeiro
 
Ecologia de comunidades 2. Biodiversidade e serviços ambientais
Ecologia de comunidades 2. Biodiversidade e serviços ambientaisEcologia de comunidades 2. Biodiversidade e serviços ambientais
Ecologia de comunidades 2. Biodiversidade e serviços ambientais
Raquel Miatto
 
Biodiversidade e conhecimentos tradicionais
Biodiversidade e conhecimentos tradicionaisBiodiversidade e conhecimentos tradicionais
Biodiversidade e conhecimentos tradicionais
Franco Nassaro
 
Perda da biodiversidade 9e
Perda da biodiversidade  9ePerda da biodiversidade  9e
Perda da biodiversidade 9e
Mayjö .
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
Jézili Dias
 
MetapopulaçõEs
MetapopulaçõEsMetapopulaçõEs
MetapopulaçõEs
ern
 
Principais ameaças à biodiversidade
Principais ameaças à biodiversidadePrincipais ameaças à biodiversidade
Principais ameaças à biodiversidade
Grupo2apcm
 
População engamb
População engambPopulação engamb
População engamb
marianax3
 
Lista Vermelha
Lista VermelhaLista Vermelha
Lista Vermelha
unesp
 
Conservação X Extinção
Conservação X  ExtinçãoConservação X  Extinção
Conservação X Extinção
Leandro A. Machado de Moura
 
Biogeografia de ilhas
Biogeografia de ilhasBiogeografia de ilhas
Biogeografia de ilhas
Ivanei Araújo
 
Biodiversidade 3 ano- prof reginaldo
Biodiversidade  3 ano- prof reginaldoBiodiversidade  3 ano- prof reginaldo
Biodiversidade 3 ano- prof reginaldo
stjamesmkt
 
Proposta de redação seminário Biodiversidade ecologia
Proposta de redação seminário Biodiversidade ecologiaProposta de redação seminário Biodiversidade ecologia
Proposta de redação seminário Biodiversidade ecologia
ProfFernandaBraga
 
Ameaças à Biodiversidade
Ameaças à BiodiversidadeAmeaças à Biodiversidade
Ameaças à Biodiversidade
Ednaldo Monteiro
 
Biopirataria
BiopiratariaBiopirataria
Biopirataria
Eduarda P.
 
Dinamica pulacoes + biomas
Dinamica pulacoes + biomasDinamica pulacoes + biomas
Dinamica pulacoes + biomas
João Marcos
 
3 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_20123 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_2012
Ionara Urrutia Moura
 
Anfíbios - livro vermelho fauna Brasileira
Anfíbios - livro vermelho fauna BrasileiraAnfíbios - livro vermelho fauna Brasileira
Anfíbios - livro vermelho fauna Brasileira
Victorlobo Restos de Aborto
 
Bioperataria
BioperatariaBioperataria
Bioperataria
Déborah L. S. Noleto
 

Mais procurados (20)

A biodiversidade brasileira
A biodiversidade brasileiraA biodiversidade brasileira
A biodiversidade brasileira
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Ecologia de comunidades 2. Biodiversidade e serviços ambientais
Ecologia de comunidades 2. Biodiversidade e serviços ambientaisEcologia de comunidades 2. Biodiversidade e serviços ambientais
Ecologia de comunidades 2. Biodiversidade e serviços ambientais
 
Biodiversidade e conhecimentos tradicionais
Biodiversidade e conhecimentos tradicionaisBiodiversidade e conhecimentos tradicionais
Biodiversidade e conhecimentos tradicionais
 
Perda da biodiversidade 9e
Perda da biodiversidade  9ePerda da biodiversidade  9e
Perda da biodiversidade 9e
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
MetapopulaçõEs
MetapopulaçõEsMetapopulaçõEs
MetapopulaçõEs
 
Principais ameaças à biodiversidade
Principais ameaças à biodiversidadePrincipais ameaças à biodiversidade
Principais ameaças à biodiversidade
 
População engamb
População engambPopulação engamb
População engamb
 
Lista Vermelha
Lista VermelhaLista Vermelha
Lista Vermelha
 
Conservação X Extinção
Conservação X  ExtinçãoConservação X  Extinção
Conservação X Extinção
 
Biogeografia de ilhas
Biogeografia de ilhasBiogeografia de ilhas
Biogeografia de ilhas
 
Biodiversidade 3 ano- prof reginaldo
Biodiversidade  3 ano- prof reginaldoBiodiversidade  3 ano- prof reginaldo
Biodiversidade 3 ano- prof reginaldo
 
Proposta de redação seminário Biodiversidade ecologia
Proposta de redação seminário Biodiversidade ecologiaProposta de redação seminário Biodiversidade ecologia
Proposta de redação seminário Biodiversidade ecologia
 
Ameaças à Biodiversidade
Ameaças à BiodiversidadeAmeaças à Biodiversidade
Ameaças à Biodiversidade
 
Biopirataria
BiopiratariaBiopirataria
Biopirataria
 
Dinamica pulacoes + biomas
Dinamica pulacoes + biomasDinamica pulacoes + biomas
Dinamica pulacoes + biomas
 
3 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_20123 s dinâmica de populações 21_11_2012
3 s dinâmica de populações 21_11_2012
 
Anfíbios - livro vermelho fauna Brasileira
Anfíbios - livro vermelho fauna BrasileiraAnfíbios - livro vermelho fauna Brasileira
Anfíbios - livro vermelho fauna Brasileira
 
Bioperataria
BioperatariaBioperataria
Bioperataria
 

Destaque

IEA - Desafios para educação básica no Brasil
IEA - Desafios para educação básica no BrasilIEA - Desafios para educação básica no Brasil
IEA - Desafios para educação básica no Brasil
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Comportamentos Complexos em Sistemas Químicos Simples
IEA - Comportamentos Complexos em Sistemas Químicos SimplesIEA - Comportamentos Complexos em Sistemas Químicos Simples
IEA - Comportamentos Complexos em Sistemas Químicos Simples
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Nanotecnologia aplicada à saúde
IEA - Nanotecnologia aplicada à saúdeIEA - Nanotecnologia aplicada à saúde
IEA - Nanotecnologia aplicada à saúde
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Modelagem do impacto de características de neurônios em redes cerebrais...
IEA - Modelagem do impacto de características de neurônios em redes cerebrais...IEA - Modelagem do impacto de características de neurônios em redes cerebrais...
IEA - Modelagem do impacto de características de neurônios em redes cerebrais...
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Expressão gênica: é complexo mesmo ou só estão faltando partes?
IEA - Expressão gênica: é complexo mesmo ou só estão faltando partes?IEA - Expressão gênica: é complexo mesmo ou só estão faltando partes?
IEA - Expressão gênica: é complexo mesmo ou só estão faltando partes?
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
Aula biomas
Aula biomasAula biomas
Aula biomas
Mateus Baruci
 
Os biomas brasileiros
Os biomas brasileirosOs biomas brasileiros
Os biomas brasileiros
Portal do Vestibulando
 
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula pptOs biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
RoseliMorais
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas
Tânia Reis
 

Destaque (9)

IEA - Desafios para educação básica no Brasil
IEA - Desafios para educação básica no BrasilIEA - Desafios para educação básica no Brasil
IEA - Desafios para educação básica no Brasil
 
IEA - Comportamentos Complexos em Sistemas Químicos Simples
IEA - Comportamentos Complexos em Sistemas Químicos SimplesIEA - Comportamentos Complexos em Sistemas Químicos Simples
IEA - Comportamentos Complexos em Sistemas Químicos Simples
 
IEA - Nanotecnologia aplicada à saúde
IEA - Nanotecnologia aplicada à saúdeIEA - Nanotecnologia aplicada à saúde
IEA - Nanotecnologia aplicada à saúde
 
IEA - Modelagem do impacto de características de neurônios em redes cerebrais...
IEA - Modelagem do impacto de características de neurônios em redes cerebrais...IEA - Modelagem do impacto de características de neurônios em redes cerebrais...
IEA - Modelagem do impacto de características de neurônios em redes cerebrais...
 
IEA - Expressão gênica: é complexo mesmo ou só estão faltando partes?
IEA - Expressão gênica: é complexo mesmo ou só estão faltando partes?IEA - Expressão gênica: é complexo mesmo ou só estão faltando partes?
IEA - Expressão gênica: é complexo mesmo ou só estão faltando partes?
 
Aula biomas
Aula biomasAula biomas
Aula biomas
 
Os biomas brasileiros
Os biomas brasileirosOs biomas brasileiros
Os biomas brasileiros
 
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula pptOs biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas
 

Semelhante a IEA - Acúmulo de conhecimento sobre a biodiversidade e estratégias regionais de conservação

Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
Tatiana Nahas
 
Aula 3 - ameças à biodiversidade e extinções de espécies
Aula 3 - ameças à biodiversidade e extinções de espéciesAula 3 - ameças à biodiversidade e extinções de espécies
Aula 3 - ameças à biodiversidade e extinções de espécies
sandrosilvaufgd
 
O Ambiente
O AmbienteO Ambiente
O Ambiente
lucia_nunes
 
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptxOrigem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
IrivaniaLima
 
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptxOrigem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
Damiao Oliveira
 
biodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdfbiodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdf
PabloFirmino2
 
Biologia da Conservação
Biologia da ConservaçãoBiologia da Conservação
Biologia da Conservação
Gabriel Lopes (Guma)
 
Aula de Manejo de Recursos Genéticos Parte 1
Aula de Manejo de Recursos Genéticos Parte 1Aula de Manejo de Recursos Genéticos Parte 1
Aula de Manejo de Recursos Genéticos Parte 1
Renato Ferraz de Arruda Veiga
 
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasilBiodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Katia Kopp
 
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasilBiodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Lilian Gomes
 
Diagnostico de pesquisa em biodiversidade no brasil
Diagnostico de pesquisa em biodiversidade no brasilDiagnostico de pesquisa em biodiversidade no brasil
Diagnostico de pesquisa em biodiversidade no brasil
Karoline Tavares
 
Biodiversidade biologia
Biodiversidade   biologiaBiodiversidade   biologia
Biodiversidade biologia
Roberto Bagatini
 
Comunidades - Sucessão.pdf
 Comunidades - Sucessão.pdf Comunidades - Sucessão.pdf
Comunidades - Sucessão.pdf
JooRafaelAssis
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
Rosimeire Carlos Peixoto
 
Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01
senesunetec
 
Geografia1 eja.pptx
Geografia1 eja.pptxGeografia1 eja.pptx
Geografia1 eja.pptx
ALINE299164
 
34
3434
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a BiodiversidadeURGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
Paula Lopes da Silva
 
Aula_9_Ecologia_1_-_Ecologia_da_Conservao.pdf
Aula_9_Ecologia_1_-_Ecologia_da_Conservao.pdfAula_9_Ecologia_1_-_Ecologia_da_Conservao.pdf
Aula_9_Ecologia_1_-_Ecologia_da_Conservao.pdf
7rjpph8ggb
 
Aula gestão RFGs 2020 no IAC
Aula gestão RFGs 2020 no IACAula gestão RFGs 2020 no IAC
Aula gestão RFGs 2020 no IAC
Renato Ferraz de Arruda Veiga
 

Semelhante a IEA - Acúmulo de conhecimento sobre a biodiversidade e estratégias regionais de conservação (20)

Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Aula 3 - ameças à biodiversidade e extinções de espécies
Aula 3 - ameças à biodiversidade e extinções de espéciesAula 3 - ameças à biodiversidade e extinções de espécies
Aula 3 - ameças à biodiversidade e extinções de espécies
 
O Ambiente
O AmbienteO Ambiente
O Ambiente
 
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptxOrigem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
 
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptxOrigem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
Origem da Vida - Diversidade - Microevolução e seleção natural.pptx
 
biodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdfbiodiversidade (1).pdf
biodiversidade (1).pdf
 
Biologia da Conservação
Biologia da ConservaçãoBiologia da Conservação
Biologia da Conservação
 
Aula de Manejo de Recursos Genéticos Parte 1
Aula de Manejo de Recursos Genéticos Parte 1Aula de Manejo de Recursos Genéticos Parte 1
Aula de Manejo de Recursos Genéticos Parte 1
 
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasilBiodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
 
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasilBiodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
 
Diagnostico de pesquisa em biodiversidade no brasil
Diagnostico de pesquisa em biodiversidade no brasilDiagnostico de pesquisa em biodiversidade no brasil
Diagnostico de pesquisa em biodiversidade no brasil
 
Biodiversidade biologia
Biodiversidade   biologiaBiodiversidade   biologia
Biodiversidade biologia
 
Comunidades - Sucessão.pdf
 Comunidades - Sucessão.pdf Comunidades - Sucessão.pdf
Comunidades - Sucessão.pdf
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01Aula de ecologia 01
Aula de ecologia 01
 
Geografia1 eja.pptx
Geografia1 eja.pptxGeografia1 eja.pptx
Geografia1 eja.pptx
 
34
3434
34
 
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a BiodiversidadeURGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
 
Aula_9_Ecologia_1_-_Ecologia_da_Conservao.pdf
Aula_9_Ecologia_1_-_Ecologia_da_Conservao.pdfAula_9_Ecologia_1_-_Ecologia_da_Conservao.pdf
Aula_9_Ecologia_1_-_Ecologia_da_Conservao.pdf
 
Aula gestão RFGs 2020 no IAC
Aula gestão RFGs 2020 no IACAula gestão RFGs 2020 no IAC
Aula gestão RFGs 2020 no IAC
 

Mais de Instituto de Estudos Avançados - USP

IEA - Eventos 2012 (1S)
IEA - Eventos 2012 (1S)IEA - Eventos 2012 (1S)
IEA - Eventos 2012 (1S)
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Eventos 2011
IEA - Eventos 2011IEA - Eventos 2011
IEA - Aquecimento Global e Mudanças Climáticas
IEA - Aquecimento Global e Mudanças ClimáticasIEA - Aquecimento Global e Mudanças Climáticas
IEA - Aquecimento Global e Mudanças Climáticas
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão PretoIEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Eletrônica Orgânica: uma nova fronteira da Ciência
IEA - Eletrônica Orgânica: uma nova fronteira da CiênciaIEA - Eletrônica Orgânica: uma nova fronteira da Ciência
IEA - Eletrônica Orgânica: uma nova fronteira da Ciência
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Plágio em publicações científicas
IEA - Plágio em publicações científicas IEA - Plágio em publicações científicas
IEA - Plágio em publicações científicas
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Tecnologia bancária e desenvolvimento
IEA - Tecnologia bancária e desenvolvimentoIEA - Tecnologia bancária e desenvolvimento
IEA - Tecnologia bancária e desenvolvimento
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - O exemplo das abelhas sociais
IEA - O exemplo das abelhas sociaisIEA - O exemplo das abelhas sociais
IEA - O exemplo das abelhas sociais
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Meios eletrônicos interativos em Tecnologia Assistiva
IEA - Meios eletrônicos interativos em Tecnologia AssistivaIEA - Meios eletrônicos interativos em Tecnologia Assistiva
IEA - Meios eletrônicos interativos em Tecnologia Assistiva
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Panorama da pesquisa de Tecnologia Assistiva no Brasil
IEA - Panorama da pesquisa de Tecnologia Assistiva no BrasilIEA - Panorama da pesquisa de Tecnologia Assistiva no Brasil
IEA - Panorama da pesquisa de Tecnologia Assistiva no Brasil
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Desenvolvimento Tecnológico em saúde no Brasil
IEA - Desenvolvimento Tecnológico em saúde no BrasilIEA - Desenvolvimento Tecnológico em saúde no Brasil
IEA - Desenvolvimento Tecnológico em saúde no Brasil
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Prof.ª Valéria
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Prof.ª ValériaIEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Prof.ª Valéria
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Prof.ª Valéria
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Seminário Tecnologia Assistiva
IEA - Seminário Tecnologia AssistivaIEA - Seminário Tecnologia Assistiva
IEA - Seminário Tecnologia Assistiva
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Innolution/Dfiori
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Innolution/DfioriIEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Innolution/Dfiori
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Innolution/Dfiori
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Leis e Projetos no cenário da Tecnologia Assistiva
IEA - Leis e Projetos no cenário da Tecnologia AssistivaIEA - Leis e Projetos no cenário da Tecnologia Assistiva
IEA - Leis e Projetos no cenário da Tecnologia Assistiva
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Palestra "Interação Universidade-empresa"
IEA - Palestra "Interação Universidade-empresa"IEA - Palestra "Interação Universidade-empresa"
IEA - Palestra "Interação Universidade-empresa"
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Palestra "Física das altas energias"
IEA - Palestra "Física das altas energias"IEA - Palestra "Física das altas energias"
IEA - Palestra "Física das altas energias"
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - Palestra "Impacto das práticas de preparo na emissão de CO2 nas áreas d...
IEA - Palestra "Impacto das práticas de preparo na emissão de CO2 nas áreas d...IEA - Palestra "Impacto das práticas de preparo na emissão de CO2 nas áreas d...
IEA - Palestra "Impacto das práticas de preparo na emissão de CO2 nas áreas d...
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 7
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 7IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 7
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 7
Instituto de Estudos Avançados - USP
 
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 6
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 6IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 6
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 6
Instituto de Estudos Avançados - USP
 

Mais de Instituto de Estudos Avançados - USP (20)

IEA - Eventos 2012 (1S)
IEA - Eventos 2012 (1S)IEA - Eventos 2012 (1S)
IEA - Eventos 2012 (1S)
 
IEA - Eventos 2011
IEA - Eventos 2011IEA - Eventos 2011
IEA - Eventos 2011
 
IEA - Aquecimento Global e Mudanças Climáticas
IEA - Aquecimento Global e Mudanças ClimáticasIEA - Aquecimento Global e Mudanças Climáticas
IEA - Aquecimento Global e Mudanças Climáticas
 
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão PretoIEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
IEA - Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento de Ribeirão Preto
 
IEA - Eletrônica Orgânica: uma nova fronteira da Ciência
IEA - Eletrônica Orgânica: uma nova fronteira da CiênciaIEA - Eletrônica Orgânica: uma nova fronteira da Ciência
IEA - Eletrônica Orgânica: uma nova fronteira da Ciência
 
IEA - Plágio em publicações científicas
IEA - Plágio em publicações científicas IEA - Plágio em publicações científicas
IEA - Plágio em publicações científicas
 
IEA - Tecnologia bancária e desenvolvimento
IEA - Tecnologia bancária e desenvolvimentoIEA - Tecnologia bancária e desenvolvimento
IEA - Tecnologia bancária e desenvolvimento
 
IEA - O exemplo das abelhas sociais
IEA - O exemplo das abelhas sociaisIEA - O exemplo das abelhas sociais
IEA - O exemplo das abelhas sociais
 
IEA - Meios eletrônicos interativos em Tecnologia Assistiva
IEA - Meios eletrônicos interativos em Tecnologia AssistivaIEA - Meios eletrônicos interativos em Tecnologia Assistiva
IEA - Meios eletrônicos interativos em Tecnologia Assistiva
 
IEA - Panorama da pesquisa de Tecnologia Assistiva no Brasil
IEA - Panorama da pesquisa de Tecnologia Assistiva no BrasilIEA - Panorama da pesquisa de Tecnologia Assistiva no Brasil
IEA - Panorama da pesquisa de Tecnologia Assistiva no Brasil
 
IEA - Desenvolvimento Tecnológico em saúde no Brasil
IEA - Desenvolvimento Tecnológico em saúde no BrasilIEA - Desenvolvimento Tecnológico em saúde no Brasil
IEA - Desenvolvimento Tecnológico em saúde no Brasil
 
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Prof.ª Valéria
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Prof.ª ValériaIEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Prof.ª Valéria
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Prof.ª Valéria
 
IEA - Seminário Tecnologia Assistiva
IEA - Seminário Tecnologia AssistivaIEA - Seminário Tecnologia Assistiva
IEA - Seminário Tecnologia Assistiva
 
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Innolution/Dfiori
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Innolution/DfioriIEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Innolution/Dfiori
IEA - Protótipos e projetos em tecnologia assistiva Innolution/Dfiori
 
IEA - Leis e Projetos no cenário da Tecnologia Assistiva
IEA - Leis e Projetos no cenário da Tecnologia AssistivaIEA - Leis e Projetos no cenário da Tecnologia Assistiva
IEA - Leis e Projetos no cenário da Tecnologia Assistiva
 
IEA - Palestra "Interação Universidade-empresa"
IEA - Palestra "Interação Universidade-empresa"IEA - Palestra "Interação Universidade-empresa"
IEA - Palestra "Interação Universidade-empresa"
 
IEA - Palestra "Física das altas energias"
IEA - Palestra "Física das altas energias"IEA - Palestra "Física das altas energias"
IEA - Palestra "Física das altas energias"
 
IEA - Palestra "Impacto das práticas de preparo na emissão de CO2 nas áreas d...
IEA - Palestra "Impacto das práticas de preparo na emissão de CO2 nas áreas d...IEA - Palestra "Impacto das práticas de preparo na emissão de CO2 nas áreas d...
IEA - Palestra "Impacto das práticas de preparo na emissão de CO2 nas áreas d...
 
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 7
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 7IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 7
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 7
 
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 6
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 6IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 6
IEA - I Workshop em pressão intracraniana - Parte 6
 

Último

- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 

Último (20)

- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 

IEA - Acúmulo de conhecimento sobre a biodiversidade e estratégias regionais de conservação

  • 1.
  • 2. Biodiversidade 1. Ciência da biodiversidade 2. História do conhecimento na área 3. Complexidade da biodiversidade 4. Valor: ◦ Econômico ◦ Estético ◦ Ético 5. Geografia das espécies e implicações para a conservação
  • 3. Biodiversidade e ciência  Sistemática (ou taxonomia)  Ingenuidades sobre a biodiversidade: ◦ Dimensão em número ◦ Complexidade ◦ Causas ◦ Dimensão temporal ◦ Dimensão espacial  Base de dados e “coleções”
  • 4. História do Conhecimento sobre a biodiversidade  Conhecimento pré-grego clássico  Aristóteles  Santo Agostinho  Carolus Linnaeus  Sistemática pré-evolutiva  Sistemática pós-evolutiva
  • 5. Demandas do conhecimento sobre a biodiversidade:  Descrição da diversidade biológica;  Organização do sistema: (2n - 3)! N 2 n -2 (n 2)!  Nomes e comunicação inequívoca
  • 7. Causas da origem da biodiversidade http://www.avph.com.br/jpg/jurassico.jpg
  • 8. Escala de tempo • Diversidade: 3,8 bilhões de anos; • Facies atual dos ambientes, 90 milhões de anos; • Espécies atuais, pelo menos 1 milhão de anos.
  • 9. Valor • Econômico • Estético • Ético
  • 10. Valor Econômico  Temperatura local e global  Atividade agrícola  Farmacologia  Água
  • 12. Valor Estético  Conservação e educação: os museus de história natural
  • 13. Valor Ético  Convivência com a diversidade biológica  Demanda real humana  Demanda artificial humana  Morte de indivíduos  Extinção de populações  Extinção de espécies  Extinção de biomas
  • 14. Regionalização da biodiversidade Projeto Biota-Diptera (FAPESP):  5 anos;  400,000 insetos;  dezenas de pesquisadores;  60 famílias;  350 gêneros;  milhares de espécies;  1000 espécies novas;  mapas de endemismo.
  • 15. Áreas de endemismo para a Floresta Atlântica Floresta Atlântica do Nordeste
  • 16. Áreas de endemismo para a Floresta Atlântica Florestas temperada no sul e sudeste do Brasil
  • 17. Áreas de endemismo para a Floresta Atlântica Floresta Atlântica Ombrófila
  • 18. Seis áreas de endemismo para a Floresta Atlântica Floresta Estacional Semidecídua
  • 22. Síntese  Biodiversidade é um tema complexo e mal compreendido;  A base de conhecimento necessária para a tomada de decisões é gigantesca e de construção trabalhosa;  Há grande regionalização da biodiversidade do país;  Há necessidade de uma política estadual urgente de proteção à Floresta Semidecídua;  A compensação fora das micro-bacias contradiz o próprio conceito de conservação;  A compensação fora das micro-bacias atenta contra o patrimônio biológico da Nação.