SlideShare uma empresa Scribd logo
CULTURA E
ARTE NA
IDADE MÉDIA
Canto Gregoriano
Instrumentos medievais
O Clero era o grupo
social mais culto.
Os monges dedicavam-
se à cópia manuscrita
de livros gregos,
romanos, de autores
cristãos e
muçulmanos.
Contribuíram para
salvar a cultura
clássica.
Cultura Monástica
Dedicavam-se ao
ensino religioso,
filosófico e musical nas
escolas das catedrais e
nos mosteiros.
A iluminura
Literatura
Poesia Trovadoresca
Cantiga de Amor, em que o
tema era o amor do trovador
pela sua dama
Cantiga de Amigo, que
tratavam da “ausência” do
amigo
Cantigas de Escárnio e de
Mal Dizer, onde o autor
satirizava e caricaturava a
sociedade
Prosa
Romances de Cavalaria
Vidas de santos
CrónicasOTrovador medieval
Cultura Cortesã
Os jograis (cantores,
bailarinos e poetas) e
menestréis divulgavam a
cultura popular nas feiras
e nas romarias.
Era uma cultura
transmitida de forma
oral/aural constituída por:
Lendas
Cantares de trabalho
Contos
Cultura Popular
Exemplos de escrita musical
Flautas-doces
Sacabuxas
Krummhorns
Alguns instrumentos de sopro
Rabeca
Saltério de arco
Saltério
Alaúde
Instrumentos de cordas
Saltério
Estilo artístico surgido nos finais do século X e inícios do século XI, e
que se prolonga até ao século XIII, em algumas zonas da Europa
Ocidental.
O seu nome foi-lhe atribuído pelos historiadores de arte devido às
influências romanas.
De caráter essencialmente religioso, civil e militar.
Os castelos fortificados com grandes muralhas refletem um clima de
insegurança e de instabilidade política, e as igrejas serviam de casas
de Deus e de local de abrigo e de refúgio.
As populações, extremamente religiosas, investem na edificação de
pequenas igrejas rurais ou de grandes catedrais.
Arte Românica - introdução
A Igreja românica
Planta de cruz latina, com deambulatório e transepto
Arco de volta perfeita ou redondo
Abóbada de berço e de arestas
Paredes baixas e grossas
Contrafortes exteriores
Pequenas aberturas: frestas ou seteiras
Monumentos escuros, austeros e pesados
Igreja de Santa Maria de Jazente,
Amarante (Portugal)
Arco de volta perfeita
Arquivolta
Tímpano
Igreja de Santa Maria de Airães, Felgueiras
(Portugal)
Seteiras
Arco de volta
perfeita
Arquivolta
Coluna
Castelo de Almourol, Tancos
Afrescos Românicos de São Vicente
de Tahull, Barcelona, séc. XII
Arte Românica – pintura
Estilo artístico que ocorre na Europa entre os
séculos XIII e que se prolonga até ao século XV.
O termo gótico foi criado por Vasari com fortes
conotações pej, designando um estilo somente
digno de bárbaros e vândalos.
Está ligado ao desenvolvimento econômico das
cidades, ao crescimento da burguesia e à
progressiva centralização do poder político do
monarca.
Arte Gotica – Introdução
Planta de cruz latina, com deambulatório e transepto
Arco de ogiva ou de volta quebrada
Abóbada de cruzeiro
Paredes altas, finas e com vitrais
Contrafortes separados das paredes com arcobotantes
Grandes aberturas e luminosidade: rosáceas, vitrais
Monumentos com luz, cor, que manifestam a sensação de
grandiosidade e de verticalidade (aproximação a Deus)
Igreja Gótica – as características
Catedral de Notre Dame - Paris - 1163 - 1180
Arte Gótica – escultura
Arte Gótica – pintura
Catedral de Chartres
Arte Gótica – vitrais
Idade média

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cultura medieval
Cultura medievalCultura medieval
Cultura medieval
PROFºWILTONREIS
 
Alterações na religiosidade e expansão do ensino na idade média
Alterações na religiosidade e expansão do ensino na idade médiaAlterações na religiosidade e expansão do ensino na idade média
Alterações na religiosidade e expansão do ensino na idade média
Escola Luis de Freitas Branco
 
Cultura medieval filé
Cultura medieval filéCultura medieval filé
Cultura medieval filé
mundica broda
 
Valores, Vivencias E Quotidiano Na Idade Media
Valores, Vivencias E Quotidiano Na Idade MediaValores, Vivencias E Quotidiano Na Idade Media
Valores, Vivencias E Quotidiano Na Idade Media
António Luís Catarino
 
Valores, vivências e quotidiano
Valores, vivências e quotidianoValores, vivências e quotidiano
Valores, vivências e quotidiano
Vítor Santos
 
As viagens na idade média
As viagens na idade médiaAs viagens na idade média
As viagens na idade média
Escola Luis de Freitas Branco
 
A cultura da catedral contexto
A cultura da catedral   contextoA cultura da catedral   contexto
A cultura da catedral contexto
cattonia
 
Cultura da catedral
Cultura da catedralCultura da catedral
Cultura da catedral
Ana Barreiros
 
Ficha 1 cultura do mosteiro
Ficha 1  cultura do mosteiroFicha 1  cultura do mosteiro
Ficha 1 cultura do mosteiro
Carla Teixeira
 
Cultura do mosteiro tempo e espaço
Cultura do mosteiro    tempo e espaçoCultura do mosteiro    tempo e espaço
Cultura do mosteiro tempo e espaço
Ana Barreiros
 
História A - 10ºano (M2, p3 resumos)
História A - 10ºano (M2, p3 resumos)História A - 10ºano (M2, p3 resumos)
História A - 10ºano (M2, p3 resumos)
Joana Filipa Rodrigues
 
Viagens na idade média
Viagens na idade médiaViagens na idade média
Viagens na idade média
Escola Luis de Freitas Branco
 
Cultura do mosteiro contextualização
Cultura do mosteiro   contextualizaçãoCultura do mosteiro   contextualização
Cultura do mosteiro contextualização
cattonia
 
Módulo 3 contexto histórico regular
Módulo 3   contexto histórico regularMódulo 3   contexto histórico regular
Módulo 3 contexto histórico regular
Carla Freitas
 
A difusão do gosto e da prática das viagens - História A 10ºAno
A difusão do gosto e da prática das viagens - História A 10ºAnoA difusão do gosto e da prática das viagens - História A 10ºAno
A difusão do gosto e da prática das viagens - História A 10ºAno
Patricia .
 
Hca M3
Hca   M3Hca   M3
A Religiosidade Medieval e o Ensino - História
A Religiosidade Medieval e o Ensino - HistóriaA Religiosidade Medieval e o Ensino - História
A Religiosidade Medieval e o Ensino - História
jorgina8
 
Educação Elementar
Educação ElementarEducação Elementar
Educação Elementar
Mara Godinho
 
Ficha formativa Cultura do Mosteiro
Ficha formativa Cultura do MosteiroFicha formativa Cultura do Mosteiro
Ficha formativa Cultura do Mosteiro
Ana Barreiros
 

Mais procurados (19)

Cultura medieval
Cultura medievalCultura medieval
Cultura medieval
 
Alterações na religiosidade e expansão do ensino na idade média
Alterações na religiosidade e expansão do ensino na idade médiaAlterações na religiosidade e expansão do ensino na idade média
Alterações na religiosidade e expansão do ensino na idade média
 
Cultura medieval filé
Cultura medieval filéCultura medieval filé
Cultura medieval filé
 
Valores, Vivencias E Quotidiano Na Idade Media
Valores, Vivencias E Quotidiano Na Idade MediaValores, Vivencias E Quotidiano Na Idade Media
Valores, Vivencias E Quotidiano Na Idade Media
 
Valores, vivências e quotidiano
Valores, vivências e quotidianoValores, vivências e quotidiano
Valores, vivências e quotidiano
 
As viagens na idade média
As viagens na idade médiaAs viagens na idade média
As viagens na idade média
 
A cultura da catedral contexto
A cultura da catedral   contextoA cultura da catedral   contexto
A cultura da catedral contexto
 
Cultura da catedral
Cultura da catedralCultura da catedral
Cultura da catedral
 
Ficha 1 cultura do mosteiro
Ficha 1  cultura do mosteiroFicha 1  cultura do mosteiro
Ficha 1 cultura do mosteiro
 
Cultura do mosteiro tempo e espaço
Cultura do mosteiro    tempo e espaçoCultura do mosteiro    tempo e espaço
Cultura do mosteiro tempo e espaço
 
História A - 10ºano (M2, p3 resumos)
História A - 10ºano (M2, p3 resumos)História A - 10ºano (M2, p3 resumos)
História A - 10ºano (M2, p3 resumos)
 
Viagens na idade média
Viagens na idade médiaViagens na idade média
Viagens na idade média
 
Cultura do mosteiro contextualização
Cultura do mosteiro   contextualizaçãoCultura do mosteiro   contextualização
Cultura do mosteiro contextualização
 
Módulo 3 contexto histórico regular
Módulo 3   contexto histórico regularMódulo 3   contexto histórico regular
Módulo 3 contexto histórico regular
 
A difusão do gosto e da prática das viagens - História A 10ºAno
A difusão do gosto e da prática das viagens - História A 10ºAnoA difusão do gosto e da prática das viagens - História A 10ºAno
A difusão do gosto e da prática das viagens - História A 10ºAno
 
Hca M3
Hca   M3Hca   M3
Hca M3
 
A Religiosidade Medieval e o Ensino - História
A Religiosidade Medieval e o Ensino - HistóriaA Religiosidade Medieval e o Ensino - História
A Religiosidade Medieval e o Ensino - História
 
Educação Elementar
Educação ElementarEducação Elementar
Educação Elementar
 
Ficha formativa Cultura do Mosteiro
Ficha formativa Cultura do MosteiroFicha formativa Cultura do Mosteiro
Ficha formativa Cultura do Mosteiro
 

Destaque

Arquitetura românica
Arquitetura românicaArquitetura românica
Arquitetura românica
Ana Barreiros
 
Idade Media - cultura
Idade Media - culturaIdade Media - cultura
Idade Media - cultura
Alexandre Protásio
 
Cursocantogregoriano
CursocantogregorianoCursocantogregoriano
Cursocantogregoriano
Cursos Católicos
 
Canto Gregoriano
Canto GregorianoCanto Gregoriano
Canto Gregoriano
complementoindirecto
 
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1A cultura monástica, cortesã e popular parte 1
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1
Carla Teixeira
 
Cultura na idade média
Cultura na idade médiaCultura na idade média
Cultura na idade média
HCA_10I
 
A cultura medieval – capítulo 14
A cultura medieval – capítulo 14A cultura medieval – capítulo 14
A cultura medieval – capítulo 14
Auxiliadora
 
A Idade MéDia
A Idade MéDiaA Idade MéDia
A Idade MéDia
catarinacoelhosilva
 
Nubilum: Sistema para gerência de recursos em Nuvens Distribuídas
Nubilum: Sistema para gerência de recursos em Nuvens DistribuídasNubilum: Sistema para gerência de recursos em Nuvens Distribuídas
Nubilum: Sistema para gerência de recursos em Nuvens Distribuídas
Glauco Gonçalves
 
Canto Gregoriano
Canto GregorianoCanto Gregoriano
Canto Gregoriano
musicapiramide
 
História da Igreja - Os gloriosos séculos XII e XIII
História da Igreja - Os gloriosos séculos XII e XIIIHistória da Igreja - Os gloriosos séculos XII e XIII
História da Igreja - Os gloriosos séculos XII e XIII
Glauco Gonçalves
 
História da Igreja - Cruzadas
História da Igreja - CruzadasHistória da Igreja - Cruzadas
História da Igreja - Cruzadas
Glauco Gonçalves
 
Megalitismo
MegalitismoMegalitismo
Megalitismo
António Silva
 
O desevolvimento cmoercial parte 2
O desevolvimento cmoercial parte 2O desevolvimento cmoercial parte 2
O desevolvimento cmoercial parte 2
Carla Teixeira
 
Reconquista 2
Reconquista  2Reconquista  2
Reconquista 2
Carla Teixeira
 
10 normas para cantar gregoriano
10 normas para cantar gregoriano10 normas para cantar gregoriano
10 normas para cantar gregoriano
albertoarbej
 
Apresentação 3
Apresentação 3Apresentação 3
Apresentação 3
Carla Teixeira
 
Curso de Canto Gregoriano - Portugal
Curso de Canto Gregoriano - PortugalCurso de Canto Gregoriano - Portugal
Curso de Canto Gregoriano - Portugal
Altair Costa
 
A sociedade medieval parte 1
A sociedade medieval  parte 1A sociedade medieval  parte 1
A sociedade medieval parte 1
Carla Teixeira
 
Cultura medieval
Cultura medievalCultura medieval
Cultura medieval
Huli
 

Destaque (20)

Arquitetura românica
Arquitetura românicaArquitetura românica
Arquitetura românica
 
Idade Media - cultura
Idade Media - culturaIdade Media - cultura
Idade Media - cultura
 
Cursocantogregoriano
CursocantogregorianoCursocantogregoriano
Cursocantogregoriano
 
Canto Gregoriano
Canto GregorianoCanto Gregoriano
Canto Gregoriano
 
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1A cultura monástica, cortesã e popular parte 1
A cultura monástica, cortesã e popular parte 1
 
Cultura na idade média
Cultura na idade médiaCultura na idade média
Cultura na idade média
 
A cultura medieval – capítulo 14
A cultura medieval – capítulo 14A cultura medieval – capítulo 14
A cultura medieval – capítulo 14
 
A Idade MéDia
A Idade MéDiaA Idade MéDia
A Idade MéDia
 
Nubilum: Sistema para gerência de recursos em Nuvens Distribuídas
Nubilum: Sistema para gerência de recursos em Nuvens DistribuídasNubilum: Sistema para gerência de recursos em Nuvens Distribuídas
Nubilum: Sistema para gerência de recursos em Nuvens Distribuídas
 
Canto Gregoriano
Canto GregorianoCanto Gregoriano
Canto Gregoriano
 
História da Igreja - Os gloriosos séculos XII e XIII
História da Igreja - Os gloriosos séculos XII e XIIIHistória da Igreja - Os gloriosos séculos XII e XIII
História da Igreja - Os gloriosos séculos XII e XIII
 
História da Igreja - Cruzadas
História da Igreja - CruzadasHistória da Igreja - Cruzadas
História da Igreja - Cruzadas
 
Megalitismo
MegalitismoMegalitismo
Megalitismo
 
O desevolvimento cmoercial parte 2
O desevolvimento cmoercial parte 2O desevolvimento cmoercial parte 2
O desevolvimento cmoercial parte 2
 
Reconquista 2
Reconquista  2Reconquista  2
Reconquista 2
 
10 normas para cantar gregoriano
10 normas para cantar gregoriano10 normas para cantar gregoriano
10 normas para cantar gregoriano
 
Apresentação 3
Apresentação 3Apresentação 3
Apresentação 3
 
Curso de Canto Gregoriano - Portugal
Curso de Canto Gregoriano - PortugalCurso de Canto Gregoriano - Portugal
Curso de Canto Gregoriano - Portugal
 
A sociedade medieval parte 1
A sociedade medieval  parte 1A sociedade medieval  parte 1
A sociedade medieval parte 1
 
Cultura medieval
Cultura medievalCultura medieval
Cultura medieval
 

Semelhante a Idade média

CRISTIANO NICKEL - ARTE MEDIEVAL
CRISTIANO NICKEL - ARTE MEDIEVALCRISTIANO NICKEL - ARTE MEDIEVAL
CRISTIANO NICKEL - ARTE MEDIEVAL
casa
 
Cultura,arte e religião
Cultura,arte e religiãoCultura,arte e religião
Cultura,arte e religião
Teresa Maia
 
Soraia
SoraiaSoraia
Soraia
CarlaRosario
 
Soraia
SoraiaSoraia
Soraia
CarlaRosario
 
Arte medieval
Arte medievalArte medieval
Arte medieval
Scriba Digital
 
Soraia
SoraiaSoraia
Soraia
CarlaRosario
 
Soraia
SoraiaSoraia
Soraia
CarlaRosario
 
RomâNico
RomâNicoRomâNico
RomâNico
Hist8
 
O românico
O românicoO românico
O românico
Carla Teixeira
 
historia-da-cultura-e-das-artes.pptx
historia-da-cultura-e-das-artes.pptxhistoria-da-cultura-e-das-artes.pptx
historia-da-cultura-e-das-artes.pptx
Sandra Sousa
 
Trabalho de Artes - Arte na Idade Média
Trabalho de Artes - Arte na Idade MédiaTrabalho de Artes - Arte na Idade Média
Trabalho de Artes - Arte na Idade Média
Giovana Krüger
 
Teatro medieval
Teatro medievalTeatro medieval
Teatro medieval
Taís Ferreira
 
Renascimento
Renascimento  Renascimento
Renascimento
Oxana Marian
 
Resumo idade media- CBG
Resumo idade media- CBGResumo idade media- CBG
Resumo idade media- CBG
Aline Raposo
 
Aula 05 arte medieval
Aula 05 arte medievalAula 05 arte medieval
Aula 05 arte medieval
Elizeu Nascimento Silva
 
Escultura e pintura românica
Escultura e pintura românicaEscultura e pintura românica
Escultura e pintura românica
Ana Barreiros
 
Revisão – literatura
Revisão – literatura Revisão – literatura
Revisão – literatura
Maria Glalcy Fequetia Dalcim
 
Revisão – literatura II
Revisão – literatura IIRevisão – literatura II
Revisão – literatura II
Maria Glalcy Fequetia Dalcim
 
J arte românica
J arte românicaJ arte românica
J arte românica
António Silva
 
Barrocoemportugal
BarrocoemportugalBarrocoemportugal
Barrocoemportugal
maria filomena Martins
 

Semelhante a Idade média (20)

CRISTIANO NICKEL - ARTE MEDIEVAL
CRISTIANO NICKEL - ARTE MEDIEVALCRISTIANO NICKEL - ARTE MEDIEVAL
CRISTIANO NICKEL - ARTE MEDIEVAL
 
Cultura,arte e religião
Cultura,arte e religiãoCultura,arte e religião
Cultura,arte e religião
 
Soraia
SoraiaSoraia
Soraia
 
Soraia
SoraiaSoraia
Soraia
 
Arte medieval
Arte medievalArte medieval
Arte medieval
 
Soraia
SoraiaSoraia
Soraia
 
Soraia
SoraiaSoraia
Soraia
 
RomâNico
RomâNicoRomâNico
RomâNico
 
O românico
O românicoO românico
O românico
 
historia-da-cultura-e-das-artes.pptx
historia-da-cultura-e-das-artes.pptxhistoria-da-cultura-e-das-artes.pptx
historia-da-cultura-e-das-artes.pptx
 
Trabalho de Artes - Arte na Idade Média
Trabalho de Artes - Arte na Idade MédiaTrabalho de Artes - Arte na Idade Média
Trabalho de Artes - Arte na Idade Média
 
Teatro medieval
Teatro medievalTeatro medieval
Teatro medieval
 
Renascimento
Renascimento  Renascimento
Renascimento
 
Resumo idade media- CBG
Resumo idade media- CBGResumo idade media- CBG
Resumo idade media- CBG
 
Aula 05 arte medieval
Aula 05 arte medievalAula 05 arte medieval
Aula 05 arte medieval
 
Escultura e pintura românica
Escultura e pintura românicaEscultura e pintura românica
Escultura e pintura românica
 
Revisão – literatura
Revisão – literatura Revisão – literatura
Revisão – literatura
 
Revisão – literatura II
Revisão – literatura IIRevisão – literatura II
Revisão – literatura II
 
J arte românica
J arte românicaJ arte românica
J arte românica
 
Barrocoemportugal
BarrocoemportugalBarrocoemportugal
Barrocoemportugal
 

Último

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 

Último (20)

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 

Idade média

  • 3. O Clero era o grupo social mais culto. Os monges dedicavam- se à cópia manuscrita de livros gregos, romanos, de autores cristãos e muçulmanos. Contribuíram para salvar a cultura clássica. Cultura Monástica
  • 4. Dedicavam-se ao ensino religioso, filosófico e musical nas escolas das catedrais e nos mosteiros.
  • 6. Literatura Poesia Trovadoresca Cantiga de Amor, em que o tema era o amor do trovador pela sua dama Cantiga de Amigo, que tratavam da “ausência” do amigo Cantigas de Escárnio e de Mal Dizer, onde o autor satirizava e caricaturava a sociedade Prosa Romances de Cavalaria Vidas de santos CrónicasOTrovador medieval Cultura Cortesã
  • 7. Os jograis (cantores, bailarinos e poetas) e menestréis divulgavam a cultura popular nas feiras e nas romarias. Era uma cultura transmitida de forma oral/aural constituída por: Lendas Cantares de trabalho Contos Cultura Popular
  • 12. Estilo artístico surgido nos finais do século X e inícios do século XI, e que se prolonga até ao século XIII, em algumas zonas da Europa Ocidental. O seu nome foi-lhe atribuído pelos historiadores de arte devido às influências romanas. De caráter essencialmente religioso, civil e militar. Os castelos fortificados com grandes muralhas refletem um clima de insegurança e de instabilidade política, e as igrejas serviam de casas de Deus e de local de abrigo e de refúgio. As populações, extremamente religiosas, investem na edificação de pequenas igrejas rurais ou de grandes catedrais. Arte Românica - introdução
  • 13. A Igreja românica Planta de cruz latina, com deambulatório e transepto Arco de volta perfeita ou redondo Abóbada de berço e de arestas Paredes baixas e grossas Contrafortes exteriores Pequenas aberturas: frestas ou seteiras Monumentos escuros, austeros e pesados
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18. Igreja de Santa Maria de Jazente, Amarante (Portugal) Arco de volta perfeita Arquivolta Tímpano
  • 19. Igreja de Santa Maria de Airães, Felgueiras (Portugal) Seteiras Arco de volta perfeita Arquivolta Coluna
  • 21. Afrescos Românicos de São Vicente de Tahull, Barcelona, séc. XII Arte Românica – pintura
  • 22.
  • 23.
  • 24. Estilo artístico que ocorre na Europa entre os séculos XIII e que se prolonga até ao século XV. O termo gótico foi criado por Vasari com fortes conotações pej, designando um estilo somente digno de bárbaros e vândalos. Está ligado ao desenvolvimento econômico das cidades, ao crescimento da burguesia e à progressiva centralização do poder político do monarca. Arte Gotica – Introdução
  • 25. Planta de cruz latina, com deambulatório e transepto Arco de ogiva ou de volta quebrada Abóbada de cruzeiro Paredes altas, finas e com vitrais Contrafortes separados das paredes com arcobotantes Grandes aberturas e luminosidade: rosáceas, vitrais Monumentos com luz, cor, que manifestam a sensação de grandiosidade e de verticalidade (aproximação a Deus) Igreja Gótica – as características
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32. Catedral de Notre Dame - Paris - 1163 - 1180
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36. Arte Gótica – escultura
  • 37.
  • 38. Arte Gótica – pintura
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42. Catedral de Chartres Arte Gótica – vitrais