SlideShare uma empresa Scribd logo
SegredosdaMente
CérebroeEstresse,
Ano1-nº1-2016
ESTRESSE
CEREBRO
2REVISTAScomcuriosidadessobreamente
2REVISTASPOR
R$14,90
SOB
CONTROLE
ESTRESSE?
QUAL O SEU NÍVEL DE
Faça o teste e veja se ele passou do limite
Aprender a
conviver
com a
tensão
SOB
CONTROLE
Aprender a
conviver
com a
tensão
Quandoamenteestá
apontodeexplodir
DENTRO DO
CÉREBRO
Como ele
é afetado
com tanto
nervosismo
O LADO
BOM
Utilize o
estresse a
seu favor
O LADO
BOM
Utilize o
estresse a
seu favor
DENTRO DO
CÉREBRO
Como ele
é afetado
com tanto
nervosismo
Quandoamenteestá
apontodeexplodir
O estresse pode ter seu
lado bom, basta saber
controlá-lo
TEXTO E ENTREVISTAS GIOVANE ROCHA/COLABORADOR
DESIGN KAREN ZANATA/COLABORADORA
Questão de
equilíbrio
N
osensocomum,oestresse
está diretamente ligado
aosefeitosnegativosquea
sua falta de controle pode
causar. Sejam sintomas
fisiológicos (como medo, arritmia cardíaca
e respiração descontrolada) ou psicológicos
(como muita irritação, desconforto, nervo-
sismo e humor deprimido).
No entanto, o que muitas pessoas esquecem
é que, primordialmente, as reações de estresse
são nada mais do que um mecanismo natural de
defesa do corpo humano. É graças a esse sistema
que conseguimos reagir a uma determinada situação
de perigo eminente, fugindo ou correndo. Claro que
esse exemplo se aplica melhor nos tempos em que nossos
ancestrais pré-históricos eram as caças ou os caçadores.
Mas, trazendo esse sistema aos dias de hoje, é possível citar
outros benefícios que o estresse pode proporcionar.
Lado bom
Se controlado, esse alarme de fábrica do organismo até tem alguma
utilidade. Segundo a psicóloga Patricia Mekler, o estresse pode ser visto
como uma “alavanca emocional”, no sentido em que estimula a pessoa a resol-
ver seus problemas cotidianos, sejam familiares, sociais ou profissionais. “O
estresse tende a ajudar o sujeito a se motivar para ir em busca de seus objetivos
Imagem:iStock.com/GettyImages
12 | Segredos da Mente - Cérebro e Estresse
AJUDAR FAZ BEM
Pesquisadores da Escola de
Medicina da Universidade
de Yale, nos Estados Unidos,
concluíram, em um estudo
publicado na revista científica
Clinical Psychological
Science, que quebrar aquele
galho para familiares, amigos
ou apenas conhecidos pode
ajudar a diminuir os efeitos
negativos de elementos
estressores no dia a dia.
O estudo se deu por meio
de uma avaliação com
77 voluntários de 18 à 44
anos. Durante 14 dias, os
participantes tiveram que
relatar diariamente quaisquer
problemas com estresse que
tiveram, além de terem que
informar se fizeram qualquer
ação, por mais simples que
fosse, para ajudar o próximo.
Depois, eles deveriam
responder a um questionário
sobre suas emoções daquele
dia e também autoavaliarem
sua condição mental numa
escala de 0 até 100 (de pior
para melhor).
Isso não quer dizer que você
precisa “mover montanhas”
ajudando alguém para sentir
um alívio no estresse diário. A
pesquisa sugere que pequenas
ações já são mais do que
suficientes para proporcionar
mais relaxamento na sua
rotina.
Dar carona para um amigo,
segurar a porta do elevador
para o outro poder entrar,
ajudar alguém a se levantar
— vamos combinar que um
pouco de boa vontade por
menos estresse é um bom
negócio! Afinal de contas, o
estresse elevado pode deixar
você de mau humor e causar
prejuízos para sua saúde
mental a longo prazo.
CONSULTORIAS Caio Henrique Vianna Baptista, psicólogo do Hospital Sepaco, em
São Paulo (SP); Patricia Mekler, responsável pelo serviço de psicologia do Hospital
Sepaco, em São Paulo (SP); Rodrigo Pessanha, psiquiatra.
“O estresse tende a ajudar o sujeito a se
motivar para ir em busca de seus objetivos
e a solucionar eventos adversos que se
colocam diante dele”
Patricia Mekler, psicóloga
e a solucionar eventos adversos que se colocam
diante dele”, afirma a especialista.
Essa motivação ocorre, como explica o
psicólogoCaioHenriqueViannaBaptista,
devido a duas substâncias essenciais para
areaçãodeansiedade—osneurotrans-
missores adrenalina e noradrenalina.
“Eles fazem com que respostas em
busca da solução dos problemas
e/ou conflitos sejam acionadas”,
conclui Caio.
Falha no sistema
Mas,comoqualquermáquina,
se utilizada constantemente por
muito tempo, todo esse proce-
dimento envolvendo o estresse
podesofrerumapane—éaíque
começam a surgir os problemas.
O psiquiatra Rodrigo Pessa-
nha explica que o acionamento
desenfreado desse mecanismo
pode danificar outros sistemas
envolvidos no processo, como o
neurológico, cardiovascular, cog-
nitivo e comportamental. E isso,
segundooprofissional,“acabalevando
tanto a mente quanto o corpo a um
desgaste, e esse é um fator importante”.
Por isso, é importante compreender
que a palavra-chave em questão quando
se fala de estresse é equilíbrio. Afinal, “os
mesmos mecanismos que funcionavam a favor
do indivíduo, da sua performance diante de uma
situação de perigo e ameaça, levados ao exagero e
utilizados de forma continuada, vão levando o próprio
organismo ao esgotamento”, finaliza Pessanha.
Segredos da Mente - Cérebro e Estresse | 13
Não deixe os sintomas do estresse se
acumularem. Veja quais os tratamentos
disponíveis para combater esse transtorno
TEXTO E ENTREVISTAS GIOVANE ROCHA/COLABORADOR E NATÁLIA NEGRETTI
DESIGN KAREN ZANATA/COLABORADORA
Qual a melhor
saída?
14 | Segredos da Mente - Cérebro e Estresse
O
estresseéconsideradopatológico
quando seus sintomas começam,
em excesso, a prejudicar o estado
físico e emocional do indivíduo.
E, a partir desse momento, é
necessário aceitar o estresse como um distúrbio
mental e procurar a saída mais convencional,
que será indicada por um profissional especia-
lista, psiquiatra ou psicólogo, de acordo com
as características e demandas de cada quadro.
Remédios
Quando o diagnóstico do profissional aponta
um quadro avançado de estresse, os remédios
parecem ser a saída mais eficaz — e de fato
podem ser. O tratamento medicamentoso
vai atuar diretamente contra os sintomas do
estresse, tanto os de caráter físico quanto
emocional. Como explica o psiquiatra Rodrigo
Pessanha, “hoje em dia, temos vários tipos de
medicamentos. Há tranquilizantes de diversas
classes, antidepressivos que podem ser usados
de maneira bastante individualizada sem, ne-
cessariamente, fazer com que o indivíduo pague
o preço dos efeitos colaterais por períodos de
tempo relativamente curtos”.
Caminho alternativo
Mesmo que seja uma saída segura se realizada
juntamente de um acompanhamento médico,
o tratamento medicamentoso ainda pode gerar
alguma insegurança para quem sofre com o
estresse. Visto isso, existem outros caminhos
a se seguir quando o assunto é combater esse
distúrbio ou o surgimento dele.
Rodrigo Pessanha conta que é difícil pensar
em prevenir o estresse devido às rotinas cada vez
mais corridas. “Mas eu acredito que podemos
pensar em medidas paliativas, buscando trata-
mento para as complicações ligadas ao estresse
o mais cedo possível”, indica o especialista.
Imagem:iStock.com/GettyImage
Segredos da Mente - Cérebro e Estresse | 15
12 dicas de terapias
e atividades
Qualquer coisa que deixe você em um
estado de relaxamento e faça com que se
abstraia, mesmo que momentaneamente
(como qualquer hobby), dos elementos
estressores do seu dia a dia já é um bom
começo.
Entretanto,paraquemseencontraemum
quadro mais avançado de estresse, existem
algumas medidas terapêuticas alternativas
ministradas por diferentes especialistas.
Porém, como ressalta a psicóloga Patrícia
Mekler, “em alguns casos, quando este pode
ser patológico, se faz necessário procurar
por um médico psiquiatra associado a um
tratamento com um psicólogo”.
Abaixo, confira 12 dicas de terapias e
atividades para se livrar dos sintomas do
estresse:
1. Acupuntura
A ideia de ficar sendo espetado por agu-
lhas pode ser desagradável para algumas
pessoas — mas é um meio muito eficiente
para combater o estresse. Por meio da
aplicação de agulhas em regiões especí-
ficas com vias nervosas, liberará a tensão
naquela área. Esse efeito de relaxamento
ocorre devido à liberação no cérebro de
substâncias responsáveis pelo prazer, como
a dopamina, a serotonina e a endorfina.
2. Musicoterapia
Ao contrário do que parece, essa alterna-
tiva de tratamento não se resume a colocar
seu estilo de música preferido, sentar e
curtir (apesar de isso também funcionar
muito bem, não é?). O musicoterapeuta, por
meio do ritmo, harmonia, som e melodia
utilizará a música para proporcionar um
estado de grande relaxamento ao pacien-
te, além de um maior desenvolvimento
emocional.
3. Ioga
Com exercícios que trabalham desde a
postura até um controle maior da respira-
ção com técnicas específicas, esse método
é capaz de diminuir toda a tensão causada
pelo estresse.
4. Pilates
Por meio do aperfeiçoamento e da reeduca-
ção da postura corporal com alongamentos e
técnicas para melhorar a respiração, o pilates
(conduzido por um fisioterapeuta ou educador
físico) é uma excelente alternativa para quem
busca diminuir os sintomas do estresse.
5. Shiatsu
Essa técnica é baseada na medicina tradicional
do oriente para quem quer se livrar do estresse.
Além de também trabalhar com a postura e res-
piração, o shiatsu visa um equilíbrio energético
corporal completo. Essa terapia também pode
ser utilizada para auxiliar em outras patologias,
como as relacionadas ao sistema circulatório.
6. Dieta
Uma alimentação balanceada não é uma
recomendação exclusiva para se prevenir e
combater o estresse. Contudo, especificamente
para esse caso, incluir alimentos com vitamina
C, como as frutas cítricas, derivados de leite e
ovo e cereais integrais são uma boa pedida para
se ter no cardápio.
E, é claro, um dos alimentos mais apreciados
entre o grande público, o chocolate também é
uma indicação contra o estresse, visto que os
flavanoides presentes nele favorecem a produção
de serotonina no cérebro, um neurotransmissor
importante para a regulação do humor e do
sono. Mas nada de exageros, hein!
7. Meditação
Meditar periodicamente, mesmo que por
poucos minutos, pode ser uma boa saída para
aliviar as tensões geradas pelo estresse. Além
desse benefício, a técnica pode ser bastante útil
para diminuir a ansiedade, fortalecer as defesas
do sistema imunológico, combater a insônia e
auxiliar você a ter uma mente mais focada. Vale
a pena tentar!
8.Terapiacognitivo-comportamental
(TCC)
Utilizada por psicólogos para controlar
quadros de crises de ansiedade, esse tipo de
terapia é uma opção interessante em casos de
estresse. O especialista nessa técnica vai aju-
dar a pessoa a identificar, compreender e lidar
com os elementos estressores que estiverem
desencadeando os sintomas. Assim, com um
16 | Segredos da Mente - Cérebro e Estresse
CONSULTORIAS Maura de Albanesi, mestre em
psicologia e religião pela Pontifícia Universidade
Católica de São Paulo (PUC–SP), em São Paulo
(SP); Patricia Mekler, responsável pelo serviço de
psicologia do Hospital Sepaco, em São Paulo (SP);
Rodrigo Pessanha, psiquiatra; Viviani Farah, terapeuta
especialista em florais.
“Podemos pensar em
medidas paliativas,
buscando tratamento
para as complicações
ligadas ao estresse o mais
cedo possível”
Rodrigo Pessanha, psiquiatra
tratamento progressivo, o paciente conseguirá
mudar os pensamentos ou hábitos que ativam
o gatilho da crise.
9. Hipnoterapia
Muitoútilemcasosdeestressepós-traumático,
o hipnoterapeuta, por meio da ressignificação
do subconsciente, fará com que o paciente
reconstrua o sentido daquilo que ativa a crise
de estresse.
É importante ressaltar que não há nada de
místico na hipnose como costumava se pensar.
Por isso, é necessário ter paciência com o méto-
do para poder sentir os avanços do tratamento
gradualmente.
10. Exercícios aeróbicos
Vamos combinar que se mexer de vez em
quando é uma ótima maneira de manter a saú-
de em dia, não é? E, para reforçar essa ideia, a
prática de exercícios físicos está cientificamente
ligada ao aumento da produção de endorfina (o
neurotransmissor responsável pelo bem-estar
geral).
Mas isso não quer dizer que você precisa ser
um atleta para adquirir esses benefícios. Comece
com uma caminhada curta e vá aumentando
o ritmo conforme for melhorando seu condi-
cionamento físico. Vale lembrar que, antes de
começar qualquer atividade, é importante passar
pela avaliação de uma equipe multidisciplinar
para checar suas condições cardiovasculares e
outros fatores para garantir a prática de exer-
cícios com segurança.
11. Apenas relaxe
Essa não é bem uma terapia e muito menos
requer um especialista para auxiliar no proces-
so. A mestre em psicologia Maura de Albanesi
aconselha que a maneira mais eficiente de se
precaver contra os prejuízos causados pelo
estresse é descobrir e definir o ritmo de vida
mais confortável para você e respeitá-lo.
“Temos 24 horas por dia, oito para dormir,
oito para trabalhar e oito para lazer. Começar a
inverter demasiadamente esses tempos o colocará
sob estresse”, sugere a especialista.
12. Florais de Bach
Outro tratamento que tem o objetivo de pro-
mover o equilíbrio das emoções é a terapia floral,
que consta na administração de algumas
gotas diárias de uma solução que mistura
propriedades das flores. “Para a segurança
do paciente, somente os profissionais que
têm a formação de pós-graduação em te-
rapia floral podem indicar o tratamento”,
informa a terapeuta especialista em florais
Viviani Farah.
Qualquer pessoa pode se beneficiar da
terapia, já que não há contraindicação nem
efeitos colaterais. Segundo a especialista,
eles podem ser usados junto a outros me-
dicamentos e um dos objetivos, inclusive,
pode ser o de fazer o paciente abandonar
os remédios que causam efeitos colaterais.
Os mais conhecidos são os Florais de Bach,
assim chamados por terem sido desenvol-
vidos pelo médico inglês Edward Bach na
década de 1930.
Ao todo, são 38 essências indicadas
para controlar emoções. A quantidade e a
combinação entre elas são prescritas pelo
especialista, bem como a frequência de uso
e a duração do tratamento. “Cada paciente
é único, com sua história particular. É
preciso tratar o doente, e não a doença”,
complementa a terapeuta.
Imagem:iStock.com/GettyImage
Segredos da Mente - Cérebro e Estresse | 17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como acalmar a ansiedade
Como acalmar a ansiedadeComo acalmar a ansiedade
Como acalmar a ansiedade
Carlinda Sousa
 
Ansiedade face aos testes
Ansiedade face aos testesAnsiedade face aos testes
Ansiedade face aos testes
Ana Alpuim
 
6 Pontos de pressão que aliviam a ansiedade
6 Pontos de pressão que aliviam a ansiedade6 Pontos de pressão que aliviam a ansiedade
6 Pontos de pressão que aliviam a ansiedade
Tookmed
 
Ansiedade - como reduzir?
Ansiedade - como reduzir?Ansiedade - como reduzir?
Ansiedade - como reduzir?
Bruno Carrasco
 
Ansiedade, como vencê la
Ansiedade, como vencê laAnsiedade, como vencê la
Ansiedade, como vencê la
Isaias Christal
 
Palestra DepressãO
Palestra DepressãOPalestra DepressãO
Palestra DepressãO
Maria Lucia Costa
 
Principais técnicas cognitivo
Principais técnicas cognitivoPrincipais técnicas cognitivo
Principais técnicas cognitivo
Luiz Herminio Lagoa Santa
 
Psicoterapia para funcionários a pedido da empresa
Psicoterapia para funcionários a pedido da empresaPsicoterapia para funcionários a pedido da empresa
Psicoterapia para funcionários a pedido da empresa
Marcelo da Rocha Carvalho
 
Ol pequeno-livro-do-stress
Ol pequeno-livro-do-stressOl pequeno-livro-do-stress
Ol pequeno-livro-do-stress
Patricia Alexandra
 
Cuidar do Corpo e da Alma
Cuidar do Corpo e da AlmaCuidar do Corpo e da Alma
Cuidar do Corpo e da Alma
Andrea Sousa
 
O que podemos fazer por si
O que podemos fazer por siO que podemos fazer por si
O que podemos fazer por si
Oficina Psicologia
 
Mindfulness at work
Mindfulness at workMindfulness at work
Como lidar estresse_cronico_enfermagem_enaf
Como lidar estresse_cronico_enfermagem_enafComo lidar estresse_cronico_enfermagem_enaf
Como lidar estresse_cronico_enfermagem_enaf
Marcelo da Rocha Carvalho
 
TCC - Terapia cognitivo-comportamental
TCC - Terapia cognitivo-comportamentalTCC - Terapia cognitivo-comportamental
TCC - Terapia cognitivo-comportamental
Antonino Silva
 
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04
Fábio Nogueira, PhD
 
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O  Estresse No Ambiente De  Trabalho   Resumo Da ApresentaçãOLidando Com O  Estresse No Ambiente De  Trabalho   Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
Thiago de Almeida
 
Saúde Mental do Estudante de Medicina
Saúde Mental do Estudante de Medicina Saúde Mental do Estudante de Medicina
Saúde Mental do Estudante de Medicina
Mônica Melo
 
O que se passa num cérebro deprimido?
O que se passa num cérebro deprimido?O que se passa num cérebro deprimido?
O que se passa num cérebro deprimido?
Oficina Psicologia
 
ExpoGestão 2020 - Marcelo Demarzo - Mindfulness Liderança
ExpoGestão 2020 - Marcelo Demarzo - Mindfulness LiderançaExpoGestão 2020 - Marcelo Demarzo - Mindfulness Liderança
ExpoGestão 2020 - Marcelo Demarzo - Mindfulness Liderança
ExpoGestão
 
AULA J.BECK I - Profª Lina - 2010
AULA J.BECK I - Profª Lina - 2010AULA J.BECK I - Profª Lina - 2010
AULA J.BECK I - Profª Lina - 2010
Lina Sue
 

Mais procurados (20)

Como acalmar a ansiedade
Como acalmar a ansiedadeComo acalmar a ansiedade
Como acalmar a ansiedade
 
Ansiedade face aos testes
Ansiedade face aos testesAnsiedade face aos testes
Ansiedade face aos testes
 
6 Pontos de pressão que aliviam a ansiedade
6 Pontos de pressão que aliviam a ansiedade6 Pontos de pressão que aliviam a ansiedade
6 Pontos de pressão que aliviam a ansiedade
 
Ansiedade - como reduzir?
Ansiedade - como reduzir?Ansiedade - como reduzir?
Ansiedade - como reduzir?
 
Ansiedade, como vencê la
Ansiedade, como vencê laAnsiedade, como vencê la
Ansiedade, como vencê la
 
Palestra DepressãO
Palestra DepressãOPalestra DepressãO
Palestra DepressãO
 
Principais técnicas cognitivo
Principais técnicas cognitivoPrincipais técnicas cognitivo
Principais técnicas cognitivo
 
Psicoterapia para funcionários a pedido da empresa
Psicoterapia para funcionários a pedido da empresaPsicoterapia para funcionários a pedido da empresa
Psicoterapia para funcionários a pedido da empresa
 
Ol pequeno-livro-do-stress
Ol pequeno-livro-do-stressOl pequeno-livro-do-stress
Ol pequeno-livro-do-stress
 
Cuidar do Corpo e da Alma
Cuidar do Corpo e da AlmaCuidar do Corpo e da Alma
Cuidar do Corpo e da Alma
 
O que podemos fazer por si
O que podemos fazer por siO que podemos fazer por si
O que podemos fazer por si
 
Mindfulness at work
Mindfulness at workMindfulness at work
Mindfulness at work
 
Como lidar estresse_cronico_enfermagem_enaf
Como lidar estresse_cronico_enfermagem_enafComo lidar estresse_cronico_enfermagem_enaf
Como lidar estresse_cronico_enfermagem_enaf
 
TCC - Terapia cognitivo-comportamental
TCC - Terapia cognitivo-comportamentalTCC - Terapia cognitivo-comportamental
TCC - Terapia cognitivo-comportamental
 
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04
 
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O  Estresse No Ambiente De  Trabalho   Resumo Da ApresentaçãOLidando Com O  Estresse No Ambiente De  Trabalho   Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
 
Saúde Mental do Estudante de Medicina
Saúde Mental do Estudante de Medicina Saúde Mental do Estudante de Medicina
Saúde Mental do Estudante de Medicina
 
O que se passa num cérebro deprimido?
O que se passa num cérebro deprimido?O que se passa num cérebro deprimido?
O que se passa num cérebro deprimido?
 
ExpoGestão 2020 - Marcelo Demarzo - Mindfulness Liderança
ExpoGestão 2020 - Marcelo Demarzo - Mindfulness LiderançaExpoGestão 2020 - Marcelo Demarzo - Mindfulness Liderança
ExpoGestão 2020 - Marcelo Demarzo - Mindfulness Liderança
 
AULA J.BECK I - Profª Lina - 2010
AULA J.BECK I - Profª Lina - 2010AULA J.BECK I - Profª Lina - 2010
AULA J.BECK I - Profª Lina - 2010
 

Semelhante a Hospital Sepaco na Revista Segredos da Mente

eBook - Tratamentos para a Depressão
eBook - Tratamentos para a DepressãoeBook - Tratamentos para a Depressão
eBook - Tratamentos para a Depressão
GnTech
 
Como curar a Depressão
Como curar a DepressãoComo curar a Depressão
Como curar a Depressão
EzequiasLima7
 
anciedade 0000000000000000000.pdf
anciedade 0000000000000000000.pdfanciedade 0000000000000000000.pdf
anciedade 0000000000000000000.pdf
MarceloInacio18
 
Workshop- Como gerenciar o estresse e melhorar a qualidade de vida através da...
Workshop- Como gerenciar o estresse e melhorar a qualidade de vida através da...Workshop- Como gerenciar o estresse e melhorar a qualidade de vida através da...
Workshop- Como gerenciar o estresse e melhorar a qualidade de vida através da...
João Siqueira da Mata
 
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
João Siqueira da Mata
 
ELETIVAS – a vida em movimento.pptx
ELETIVAS – a vida em movimento.pptxELETIVAS – a vida em movimento.pptx
ELETIVAS – a vida em movimento.pptx
Suzy De Abreu Santana
 
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnoutEnfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
Álvarez Dantas
 
Stress 1
Stress 1Stress 1
Gestão do stress e ansiedade
Gestão do stress e ansiedadeGestão do stress e ansiedade
Gestão do stress e ansiedade
Juliana Costa
 
Ansiedade
AnsiedadeAnsiedade
Ansiedade
Cristiane Thiel
 
Vencendo a Ansiedade Como Manter a Calma em Situações Desafiadoras
Vencendo a Ansiedade Como Manter a Calma em Situações DesafiadorasVencendo a Ansiedade Como Manter a Calma em Situações Desafiadoras
Vencendo a Ansiedade Como Manter a Calma em Situações Desafiadoras
Pâmela Cristiane Lourenço
 
Ansiedade e Transtorno Depressivo pptx..
Ansiedade e Transtorno Depressivo pptx..Ansiedade e Transtorno Depressivo pptx..
Ansiedade e Transtorno Depressivo pptx..
josytds1
 
Tratamento do estresse
Tratamento do estresseTratamento do estresse
Tratamento do estresse
09108303
 
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho   Resumo Da ApresentaçãOLidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho   Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
Thiago de Almeida
 
Síndrome de burn out
Síndrome de burn  outSíndrome de burn  out
Síndrome de burn out
Marian de Souza
 
Stress e saúde
Stress e saúdeStress e saúde
Biopsicologia workshop
Biopsicologia workshopBiopsicologia workshop
Biopsicologia workshop
Instituto Sada Shiva
 
palestra estresse.pptx
palestra estresse.pptxpalestra estresse.pptx
palestra estresse.pptx
ErickSalesCuna
 
Os primeiros sinais de depressão
Os primeiros sinais de depressãoOs primeiros sinais de depressão
Os primeiros sinais de depressão
Teresa Batista
 
Mulher!!!palestra
Mulher!!!palestraMulher!!!palestra
Mulher!!!palestra
Regiane C Alves Vidal
 

Semelhante a Hospital Sepaco na Revista Segredos da Mente (20)

eBook - Tratamentos para a Depressão
eBook - Tratamentos para a DepressãoeBook - Tratamentos para a Depressão
eBook - Tratamentos para a Depressão
 
Como curar a Depressão
Como curar a DepressãoComo curar a Depressão
Como curar a Depressão
 
anciedade 0000000000000000000.pdf
anciedade 0000000000000000000.pdfanciedade 0000000000000000000.pdf
anciedade 0000000000000000000.pdf
 
Workshop- Como gerenciar o estresse e melhorar a qualidade de vida através da...
Workshop- Como gerenciar o estresse e melhorar a qualidade de vida através da...Workshop- Como gerenciar o estresse e melhorar a qualidade de vida através da...
Workshop- Como gerenciar o estresse e melhorar a qualidade de vida através da...
 
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
 
ELETIVAS – a vida em movimento.pptx
ELETIVAS – a vida em movimento.pptxELETIVAS – a vida em movimento.pptx
ELETIVAS – a vida em movimento.pptx
 
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnoutEnfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
 
Stress 1
Stress 1Stress 1
Stress 1
 
Gestão do stress e ansiedade
Gestão do stress e ansiedadeGestão do stress e ansiedade
Gestão do stress e ansiedade
 
Ansiedade
AnsiedadeAnsiedade
Ansiedade
 
Vencendo a Ansiedade Como Manter a Calma em Situações Desafiadoras
Vencendo a Ansiedade Como Manter a Calma em Situações DesafiadorasVencendo a Ansiedade Como Manter a Calma em Situações Desafiadoras
Vencendo a Ansiedade Como Manter a Calma em Situações Desafiadoras
 
Ansiedade e Transtorno Depressivo pptx..
Ansiedade e Transtorno Depressivo pptx..Ansiedade e Transtorno Depressivo pptx..
Ansiedade e Transtorno Depressivo pptx..
 
Tratamento do estresse
Tratamento do estresseTratamento do estresse
Tratamento do estresse
 
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho   Resumo Da ApresentaçãOLidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho   Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
 
Síndrome de burn out
Síndrome de burn  outSíndrome de burn  out
Síndrome de burn out
 
Stress e saúde
Stress e saúdeStress e saúde
Stress e saúde
 
Biopsicologia workshop
Biopsicologia workshopBiopsicologia workshop
Biopsicologia workshop
 
palestra estresse.pptx
palestra estresse.pptxpalestra estresse.pptx
palestra estresse.pptx
 
Os primeiros sinais de depressão
Os primeiros sinais de depressãoOs primeiros sinais de depressão
Os primeiros sinais de depressão
 
Mulher!!!palestra
Mulher!!!palestraMulher!!!palestra
Mulher!!!palestra
 

Mais de Sepaco Hospital e Autogestão

Revista Voz da Esperança com Dr. Eduardo Muracca
Revista Voz da Esperança com Dr. Eduardo MuraccaRevista Voz da Esperança com Dr. Eduardo Muracca
Revista Voz da Esperança com Dr. Eduardo Muracca
Sepaco Hospital e Autogestão
 
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto AdequadoRevista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Sepaco Hospital e Autogestão
 
Hospital Sepaco na revista "Segredos da Mente"
Hospital Sepaco na revista "Segredos da Mente"Hospital Sepaco na revista "Segredos da Mente"
Hospital Sepaco na revista "Segredos da Mente"
Sepaco Hospital e Autogestão
 
Entrevista com Dra Fátima M. Porfírio sobre H1N1
Entrevista com Dra Fátima M. Porfírio sobre H1N1Entrevista com Dra Fátima M. Porfírio sobre H1N1
Entrevista com Dra Fátima M. Porfírio sobre H1N1
Sepaco Hospital e Autogestão
 
Entrevista com Dra Juliane Tannous sobre disgrafia
Entrevista com Dra Juliane Tannous sobre disgrafiaEntrevista com Dra Juliane Tannous sobre disgrafia
Entrevista com Dra Juliane Tannous sobre disgrafia
Sepaco Hospital e Autogestão
 
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre pés diabéticos
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre pés diabéticosEntrevista com Keyla Facchin Guedes sobre pés diabéticos
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre pés diabéticos
Sepaco Hospital e Autogestão
 
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre controle da diabetes
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre controle da diabetesEntrevista com Keyla Facchin Guedes sobre controle da diabetes
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre controle da diabetes
Sepaco Hospital e Autogestão
 

Mais de Sepaco Hospital e Autogestão (7)

Revista Voz da Esperança com Dr. Eduardo Muracca
Revista Voz da Esperança com Dr. Eduardo MuraccaRevista Voz da Esperança com Dr. Eduardo Muracca
Revista Voz da Esperança com Dr. Eduardo Muracca
 
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto AdequadoRevista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
 
Hospital Sepaco na revista "Segredos da Mente"
Hospital Sepaco na revista "Segredos da Mente"Hospital Sepaco na revista "Segredos da Mente"
Hospital Sepaco na revista "Segredos da Mente"
 
Entrevista com Dra Fátima M. Porfírio sobre H1N1
Entrevista com Dra Fátima M. Porfírio sobre H1N1Entrevista com Dra Fátima M. Porfírio sobre H1N1
Entrevista com Dra Fátima M. Porfírio sobre H1N1
 
Entrevista com Dra Juliane Tannous sobre disgrafia
Entrevista com Dra Juliane Tannous sobre disgrafiaEntrevista com Dra Juliane Tannous sobre disgrafia
Entrevista com Dra Juliane Tannous sobre disgrafia
 
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre pés diabéticos
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre pés diabéticosEntrevista com Keyla Facchin Guedes sobre pés diabéticos
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre pés diabéticos
 
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre controle da diabetes
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre controle da diabetesEntrevista com Keyla Facchin Guedes sobre controle da diabetes
Entrevista com Keyla Facchin Guedes sobre controle da diabetes
 

Hospital Sepaco na Revista Segredos da Mente

  • 1. SegredosdaMente CérebroeEstresse, Ano1-nº1-2016 ESTRESSE CEREBRO 2REVISTAScomcuriosidadessobreamente 2REVISTASPOR R$14,90 SOB CONTROLE ESTRESSE? QUAL O SEU NÍVEL DE Faça o teste e veja se ele passou do limite Aprender a conviver com a tensão SOB CONTROLE Aprender a conviver com a tensão Quandoamenteestá apontodeexplodir DENTRO DO CÉREBRO Como ele é afetado com tanto nervosismo O LADO BOM Utilize o estresse a seu favor O LADO BOM Utilize o estresse a seu favor DENTRO DO CÉREBRO Como ele é afetado com tanto nervosismo Quandoamenteestá apontodeexplodir
  • 2. O estresse pode ter seu lado bom, basta saber controlá-lo TEXTO E ENTREVISTAS GIOVANE ROCHA/COLABORADOR DESIGN KAREN ZANATA/COLABORADORA Questão de equilíbrio N osensocomum,oestresse está diretamente ligado aosefeitosnegativosquea sua falta de controle pode causar. Sejam sintomas fisiológicos (como medo, arritmia cardíaca e respiração descontrolada) ou psicológicos (como muita irritação, desconforto, nervo- sismo e humor deprimido). No entanto, o que muitas pessoas esquecem é que, primordialmente, as reações de estresse são nada mais do que um mecanismo natural de defesa do corpo humano. É graças a esse sistema que conseguimos reagir a uma determinada situação de perigo eminente, fugindo ou correndo. Claro que esse exemplo se aplica melhor nos tempos em que nossos ancestrais pré-históricos eram as caças ou os caçadores. Mas, trazendo esse sistema aos dias de hoje, é possível citar outros benefícios que o estresse pode proporcionar. Lado bom Se controlado, esse alarme de fábrica do organismo até tem alguma utilidade. Segundo a psicóloga Patricia Mekler, o estresse pode ser visto como uma “alavanca emocional”, no sentido em que estimula a pessoa a resol- ver seus problemas cotidianos, sejam familiares, sociais ou profissionais. “O estresse tende a ajudar o sujeito a se motivar para ir em busca de seus objetivos Imagem:iStock.com/GettyImages 12 | Segredos da Mente - Cérebro e Estresse
  • 3. AJUDAR FAZ BEM Pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, concluíram, em um estudo publicado na revista científica Clinical Psychological Science, que quebrar aquele galho para familiares, amigos ou apenas conhecidos pode ajudar a diminuir os efeitos negativos de elementos estressores no dia a dia. O estudo se deu por meio de uma avaliação com 77 voluntários de 18 à 44 anos. Durante 14 dias, os participantes tiveram que relatar diariamente quaisquer problemas com estresse que tiveram, além de terem que informar se fizeram qualquer ação, por mais simples que fosse, para ajudar o próximo. Depois, eles deveriam responder a um questionário sobre suas emoções daquele dia e também autoavaliarem sua condição mental numa escala de 0 até 100 (de pior para melhor). Isso não quer dizer que você precisa “mover montanhas” ajudando alguém para sentir um alívio no estresse diário. A pesquisa sugere que pequenas ações já são mais do que suficientes para proporcionar mais relaxamento na sua rotina. Dar carona para um amigo, segurar a porta do elevador para o outro poder entrar, ajudar alguém a se levantar — vamos combinar que um pouco de boa vontade por menos estresse é um bom negócio! Afinal de contas, o estresse elevado pode deixar você de mau humor e causar prejuízos para sua saúde mental a longo prazo. CONSULTORIAS Caio Henrique Vianna Baptista, psicólogo do Hospital Sepaco, em São Paulo (SP); Patricia Mekler, responsável pelo serviço de psicologia do Hospital Sepaco, em São Paulo (SP); Rodrigo Pessanha, psiquiatra. “O estresse tende a ajudar o sujeito a se motivar para ir em busca de seus objetivos e a solucionar eventos adversos que se colocam diante dele” Patricia Mekler, psicóloga e a solucionar eventos adversos que se colocam diante dele”, afirma a especialista. Essa motivação ocorre, como explica o psicólogoCaioHenriqueViannaBaptista, devido a duas substâncias essenciais para areaçãodeansiedade—osneurotrans- missores adrenalina e noradrenalina. “Eles fazem com que respostas em busca da solução dos problemas e/ou conflitos sejam acionadas”, conclui Caio. Falha no sistema Mas,comoqualquermáquina, se utilizada constantemente por muito tempo, todo esse proce- dimento envolvendo o estresse podesofrerumapane—éaíque começam a surgir os problemas. O psiquiatra Rodrigo Pessa- nha explica que o acionamento desenfreado desse mecanismo pode danificar outros sistemas envolvidos no processo, como o neurológico, cardiovascular, cog- nitivo e comportamental. E isso, segundooprofissional,“acabalevando tanto a mente quanto o corpo a um desgaste, e esse é um fator importante”. Por isso, é importante compreender que a palavra-chave em questão quando se fala de estresse é equilíbrio. Afinal, “os mesmos mecanismos que funcionavam a favor do indivíduo, da sua performance diante de uma situação de perigo e ameaça, levados ao exagero e utilizados de forma continuada, vão levando o próprio organismo ao esgotamento”, finaliza Pessanha. Segredos da Mente - Cérebro e Estresse | 13
  • 4. Não deixe os sintomas do estresse se acumularem. Veja quais os tratamentos disponíveis para combater esse transtorno TEXTO E ENTREVISTAS GIOVANE ROCHA/COLABORADOR E NATÁLIA NEGRETTI DESIGN KAREN ZANATA/COLABORADORA Qual a melhor saída? 14 | Segredos da Mente - Cérebro e Estresse
  • 5. O estresseéconsideradopatológico quando seus sintomas começam, em excesso, a prejudicar o estado físico e emocional do indivíduo. E, a partir desse momento, é necessário aceitar o estresse como um distúrbio mental e procurar a saída mais convencional, que será indicada por um profissional especia- lista, psiquiatra ou psicólogo, de acordo com as características e demandas de cada quadro. Remédios Quando o diagnóstico do profissional aponta um quadro avançado de estresse, os remédios parecem ser a saída mais eficaz — e de fato podem ser. O tratamento medicamentoso vai atuar diretamente contra os sintomas do estresse, tanto os de caráter físico quanto emocional. Como explica o psiquiatra Rodrigo Pessanha, “hoje em dia, temos vários tipos de medicamentos. Há tranquilizantes de diversas classes, antidepressivos que podem ser usados de maneira bastante individualizada sem, ne- cessariamente, fazer com que o indivíduo pague o preço dos efeitos colaterais por períodos de tempo relativamente curtos”. Caminho alternativo Mesmo que seja uma saída segura se realizada juntamente de um acompanhamento médico, o tratamento medicamentoso ainda pode gerar alguma insegurança para quem sofre com o estresse. Visto isso, existem outros caminhos a se seguir quando o assunto é combater esse distúrbio ou o surgimento dele. Rodrigo Pessanha conta que é difícil pensar em prevenir o estresse devido às rotinas cada vez mais corridas. “Mas eu acredito que podemos pensar em medidas paliativas, buscando trata- mento para as complicações ligadas ao estresse o mais cedo possível”, indica o especialista. Imagem:iStock.com/GettyImage Segredos da Mente - Cérebro e Estresse | 15
  • 6. 12 dicas de terapias e atividades Qualquer coisa que deixe você em um estado de relaxamento e faça com que se abstraia, mesmo que momentaneamente (como qualquer hobby), dos elementos estressores do seu dia a dia já é um bom começo. Entretanto,paraquemseencontraemum quadro mais avançado de estresse, existem algumas medidas terapêuticas alternativas ministradas por diferentes especialistas. Porém, como ressalta a psicóloga Patrícia Mekler, “em alguns casos, quando este pode ser patológico, se faz necessário procurar por um médico psiquiatra associado a um tratamento com um psicólogo”. Abaixo, confira 12 dicas de terapias e atividades para se livrar dos sintomas do estresse: 1. Acupuntura A ideia de ficar sendo espetado por agu- lhas pode ser desagradável para algumas pessoas — mas é um meio muito eficiente para combater o estresse. Por meio da aplicação de agulhas em regiões especí- ficas com vias nervosas, liberará a tensão naquela área. Esse efeito de relaxamento ocorre devido à liberação no cérebro de substâncias responsáveis pelo prazer, como a dopamina, a serotonina e a endorfina. 2. Musicoterapia Ao contrário do que parece, essa alterna- tiva de tratamento não se resume a colocar seu estilo de música preferido, sentar e curtir (apesar de isso também funcionar muito bem, não é?). O musicoterapeuta, por meio do ritmo, harmonia, som e melodia utilizará a música para proporcionar um estado de grande relaxamento ao pacien- te, além de um maior desenvolvimento emocional. 3. Ioga Com exercícios que trabalham desde a postura até um controle maior da respira- ção com técnicas específicas, esse método é capaz de diminuir toda a tensão causada pelo estresse. 4. Pilates Por meio do aperfeiçoamento e da reeduca- ção da postura corporal com alongamentos e técnicas para melhorar a respiração, o pilates (conduzido por um fisioterapeuta ou educador físico) é uma excelente alternativa para quem busca diminuir os sintomas do estresse. 5. Shiatsu Essa técnica é baseada na medicina tradicional do oriente para quem quer se livrar do estresse. Além de também trabalhar com a postura e res- piração, o shiatsu visa um equilíbrio energético corporal completo. Essa terapia também pode ser utilizada para auxiliar em outras patologias, como as relacionadas ao sistema circulatório. 6. Dieta Uma alimentação balanceada não é uma recomendação exclusiva para se prevenir e combater o estresse. Contudo, especificamente para esse caso, incluir alimentos com vitamina C, como as frutas cítricas, derivados de leite e ovo e cereais integrais são uma boa pedida para se ter no cardápio. E, é claro, um dos alimentos mais apreciados entre o grande público, o chocolate também é uma indicação contra o estresse, visto que os flavanoides presentes nele favorecem a produção de serotonina no cérebro, um neurotransmissor importante para a regulação do humor e do sono. Mas nada de exageros, hein! 7. Meditação Meditar periodicamente, mesmo que por poucos minutos, pode ser uma boa saída para aliviar as tensões geradas pelo estresse. Além desse benefício, a técnica pode ser bastante útil para diminuir a ansiedade, fortalecer as defesas do sistema imunológico, combater a insônia e auxiliar você a ter uma mente mais focada. Vale a pena tentar! 8.Terapiacognitivo-comportamental (TCC) Utilizada por psicólogos para controlar quadros de crises de ansiedade, esse tipo de terapia é uma opção interessante em casos de estresse. O especialista nessa técnica vai aju- dar a pessoa a identificar, compreender e lidar com os elementos estressores que estiverem desencadeando os sintomas. Assim, com um 16 | Segredos da Mente - Cérebro e Estresse
  • 7. CONSULTORIAS Maura de Albanesi, mestre em psicologia e religião pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC–SP), em São Paulo (SP); Patricia Mekler, responsável pelo serviço de psicologia do Hospital Sepaco, em São Paulo (SP); Rodrigo Pessanha, psiquiatra; Viviani Farah, terapeuta especialista em florais. “Podemos pensar em medidas paliativas, buscando tratamento para as complicações ligadas ao estresse o mais cedo possível” Rodrigo Pessanha, psiquiatra tratamento progressivo, o paciente conseguirá mudar os pensamentos ou hábitos que ativam o gatilho da crise. 9. Hipnoterapia Muitoútilemcasosdeestressepós-traumático, o hipnoterapeuta, por meio da ressignificação do subconsciente, fará com que o paciente reconstrua o sentido daquilo que ativa a crise de estresse. É importante ressaltar que não há nada de místico na hipnose como costumava se pensar. Por isso, é necessário ter paciência com o méto- do para poder sentir os avanços do tratamento gradualmente. 10. Exercícios aeróbicos Vamos combinar que se mexer de vez em quando é uma ótima maneira de manter a saú- de em dia, não é? E, para reforçar essa ideia, a prática de exercícios físicos está cientificamente ligada ao aumento da produção de endorfina (o neurotransmissor responsável pelo bem-estar geral). Mas isso não quer dizer que você precisa ser um atleta para adquirir esses benefícios. Comece com uma caminhada curta e vá aumentando o ritmo conforme for melhorando seu condi- cionamento físico. Vale lembrar que, antes de começar qualquer atividade, é importante passar pela avaliação de uma equipe multidisciplinar para checar suas condições cardiovasculares e outros fatores para garantir a prática de exer- cícios com segurança. 11. Apenas relaxe Essa não é bem uma terapia e muito menos requer um especialista para auxiliar no proces- so. A mestre em psicologia Maura de Albanesi aconselha que a maneira mais eficiente de se precaver contra os prejuízos causados pelo estresse é descobrir e definir o ritmo de vida mais confortável para você e respeitá-lo. “Temos 24 horas por dia, oito para dormir, oito para trabalhar e oito para lazer. Começar a inverter demasiadamente esses tempos o colocará sob estresse”, sugere a especialista. 12. Florais de Bach Outro tratamento que tem o objetivo de pro- mover o equilíbrio das emoções é a terapia floral, que consta na administração de algumas gotas diárias de uma solução que mistura propriedades das flores. “Para a segurança do paciente, somente os profissionais que têm a formação de pós-graduação em te- rapia floral podem indicar o tratamento”, informa a terapeuta especialista em florais Viviani Farah. Qualquer pessoa pode se beneficiar da terapia, já que não há contraindicação nem efeitos colaterais. Segundo a especialista, eles podem ser usados junto a outros me- dicamentos e um dos objetivos, inclusive, pode ser o de fazer o paciente abandonar os remédios que causam efeitos colaterais. Os mais conhecidos são os Florais de Bach, assim chamados por terem sido desenvol- vidos pelo médico inglês Edward Bach na década de 1930. Ao todo, são 38 essências indicadas para controlar emoções. A quantidade e a combinação entre elas são prescritas pelo especialista, bem como a frequência de uso e a duração do tratamento. “Cada paciente é único, com sua história particular. É preciso tratar o doente, e não a doença”, complementa a terapeuta. Imagem:iStock.com/GettyImage Segredos da Mente - Cérebro e Estresse | 17