SlideShare uma empresa Scribd logo
Homens que fazem a diferença



 Jó 1:1 Na terra de Uz vivia um homem
chama-do Jó. Era homem íntegro e justo;
   temia a Deus e evitava fazer o mal.
Introdução.

• Queridos a biblia nos faz uma alerta muito
  interessante no livro de Ezequiel.

• Ezequiel 22 :30 Procurei entre eles um
  homem que erguesse o muro e se pusesse na
  brecha diante de mim e em favor desta terra,
  para que eu não a destruísse, mas não
  encontrei nenhum.
• Veja meus queridos que a biblia diz: que Deus
  procurou , isso me faz pensar sobre quais os
  motivos Dele não ter encontrado.

• Olhando com atenção para o texto vemos que
  existiam pessoas.

• Mas queridos as pessoas que ele encontrava
  não eram comprometidas com a verdade.
• Queridos, quero chamar sua atenção para
  algumas verdades que o texto mostra.

• Negocios fraudulentos

• Ver versiculo 12

• Lideres espirituais

• Ver versiculo 26
• Queridos existem outras verdades muito forte
  que o texto revela,porém , não quero
  ministrar sobre isso nesta noite.

• Eu creio queridos que lendo a biblia é facil de
  entendermos que exitem homens,e existem
  homens que fazem a diferença.

• Amados antes de falar sobre o nosso tema
  quero ler uma outra passagem da biblia.
• Lucas 10: 1 Depois disso o Senhor designou
  outros setenta, e dois á dois os enviou ,
  adiante dele, a todas as cidades e lugares para
  onde ele estava prestes a ir.
• 2 E lhes disse: A colheita é grande, mas os
  trabalhadores são poucos. Portanto, peçam
  ao Senhor da colheita que mande
  trabalhadores para a sua colheita.
• Amados eu tenho uma pergunta nesta noite,
  por que Jesus disse que eram poucos os
  trabalhadores?

• Eu creio que existem muitas razões para isso,
  mas Deus tem chamado minha atenção que
  tem marcado minha vida.

     • Faltam homens que fazem a
               diferença.
• Queridos quais os requisitos que um homem
  precisa para fazer a diferença.

• 1 Requisito Integridade e Retidão.

• No texto que lemos a biblia diz que Jó era
  integro e reto

• A palavra integridade significa inteiro.
• Jesus em seu ministério deixa claro em duas
  passagem essa verdade.

• Ler Lucas 9 :51 – 62

• Ler Mateus 12: 25

• Sabe meus amados, tem um ditado que diz:

• Quem tá na chuva é para se molhar.
• Infelizmente muitas pessoas não estão
  fazendo a diferença por essas duas questão.

• Ainda estão pressas as coisas passadas.
• São pessoas que ainda estão divididas.

• Gosto muito de uma passagem biblica que fala
  de uma pessoa integra.

• Ler Daniel 1 :8
• 2 Requisito temer a Deus.

• Sabe meus amados, este temor a Deus de Jó esta
  revelado em duas colocações que ele faz.

• á sua mulher

• Ler Jó 2 :10
• Aos seus amigos

• Ler Jó 19 :23 -27

• Queridos eu descobri que o temor vem pelo
  conhecimento.

• Quando temos o conhecimento de quem é
  Deus e o que Ele pode fica facil de temer.
• Existe na biblia um acontecimento que nos
  ajuda entender melhor isso.

• Ler Marcos 4:35 -41

• Queridos o que acontece é que muitas
  pessoas estão andando com Deus mas não O
  conhecem ainda.

• Sem um conhecimento aprofundado nosso
  termor é superficial.
• 3 Requisito Desviar do mal.

• Sabe meus amados,existe coisas que são
  inevitavel, que Deus usa para demostrar seu
  poder.

• A fornalha.
• A cova do leão.
• A prisão de Pedro.
• Agora meus amados a biblia diz que do mal
  temos que fugir.

• Ler 1 Tessalonssinses 5:22

• Muitos infelizmente por acharem que podem
  acabam caindo.

• Creio irmão que homens que fazem a
  diferença sabem fugir ou como diz o texto
  desviar do mal.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

CRISTIANISMO E ESPIRITISMO
CRISTIANISMO E ESPIRITISMOCRISTIANISMO E ESPIRITISMO
CRISTIANISMO E ESPIRITISMO
Jorge Luiz dos Santos
 
Aula 6-eade-tomo-i-roteiro-5-moisés-mensageiro-da-1ª-revelação
Aula 6-eade-tomo-i-roteiro-5-moisés-mensageiro-da-1ª-revelaçãoAula 6-eade-tomo-i-roteiro-5-moisés-mensageiro-da-1ª-revelação
Aula 6-eade-tomo-i-roteiro-5-moisés-mensageiro-da-1ª-revelação
JoyAlbanez
 
Medicina E Espiritismo
Medicina E EspiritismoMedicina E Espiritismo
Medicina E Espiritismo
Grupo Espírita Cristão
 
Família cristã saudável
Família cristã saudávelFamília cristã saudável
Família cristã saudável
Antonio Rodrigues
 
Estudo para liderança
Estudo para liderançaEstudo para liderança
Estudo para liderança
Ivo Souza
 
Prova objetiva - Gincana - Módulo B
Prova objetiva - Gincana - Módulo BProva objetiva - Gincana - Módulo B
Prova objetiva - Gincana - Módulo B
Dário Melo
 
ESPIRITISMO BRASILEIRO
ESPIRITISMO BRASILEIROESPIRITISMO BRASILEIRO
ESPIRITISMO BRASILEIRO
Jorge Luiz dos Santos
 
Namoro, noivado e s
Namoro, noivado e sNamoro, noivado e s
Namoro, noivado e s
FUNVIC
 
Parábola do Semeador
Parábola do SemeadorParábola do Semeador
Parábola do Semeador
igmateus
 
Palestra para Casais
Palestra para CasaisPalestra para Casais
Palestra para Casais
Sebastião Luiz Chagas
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
Moisés Sampaio
 
ANDRÉ LUIZ
ANDRÉ LUIZANDRÉ LUIZ
ANDRÉ LUIZ
Isnande Mota Barros
 
Rider-Waite’s Major And Minor Arcana Tarot Cards Reveals the Secrets of the ...
Rider-Waite’s Major  And Minor Arcana Tarot Cards Reveals the Secrets of the ...Rider-Waite’s Major  And Minor Arcana Tarot Cards Reveals the Secrets of the ...
Rider-Waite’s Major And Minor Arcana Tarot Cards Reveals the Secrets of the ...
William John Meegan
 
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de VidaJesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
igmateus
 
Estudos no Livro de Jonas (Introdução)
Estudos no Livro de Jonas (Introdução)Estudos no Livro de Jonas (Introdução)
Estudos no Livro de Jonas (Introdução)
Daniel Junior
 
Evangeliza - Parábola da Figueira Seca
Evangeliza - Parábola da Figueira SecaEvangeliza - Parábola da Figueira Seca
Evangeliza - Parábola da Figueira Seca
Antonino Silva
 
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
RODRIGO FERREIRA
 
Yvonne Pereira
Yvonne PereiraYvonne Pereira
Yvonne Pereira
Power Point
 
The Food of Impressions and Influences
The Food of Impressions and InfluencesThe Food of Impressions and Influences
The Food of Impressions and Influences
The Austin Gurdjieff Society
 
Processo da Crucificação Parte I e II
Processo da Crucificação Parte I e IIProcesso da Crucificação Parte I e II
Processo da Crucificação Parte I e II
mredil
 

Mais procurados (20)

CRISTIANISMO E ESPIRITISMO
CRISTIANISMO E ESPIRITISMOCRISTIANISMO E ESPIRITISMO
CRISTIANISMO E ESPIRITISMO
 
Aula 6-eade-tomo-i-roteiro-5-moisés-mensageiro-da-1ª-revelação
Aula 6-eade-tomo-i-roteiro-5-moisés-mensageiro-da-1ª-revelaçãoAula 6-eade-tomo-i-roteiro-5-moisés-mensageiro-da-1ª-revelação
Aula 6-eade-tomo-i-roteiro-5-moisés-mensageiro-da-1ª-revelação
 
Medicina E Espiritismo
Medicina E EspiritismoMedicina E Espiritismo
Medicina E Espiritismo
 
Família cristã saudável
Família cristã saudávelFamília cristã saudável
Família cristã saudável
 
Estudo para liderança
Estudo para liderançaEstudo para liderança
Estudo para liderança
 
Prova objetiva - Gincana - Módulo B
Prova objetiva - Gincana - Módulo BProva objetiva - Gincana - Módulo B
Prova objetiva - Gincana - Módulo B
 
ESPIRITISMO BRASILEIRO
ESPIRITISMO BRASILEIROESPIRITISMO BRASILEIRO
ESPIRITISMO BRASILEIRO
 
Namoro, noivado e s
Namoro, noivado e sNamoro, noivado e s
Namoro, noivado e s
 
Parábola do Semeador
Parábola do SemeadorParábola do Semeador
Parábola do Semeador
 
Palestra para Casais
Palestra para CasaisPalestra para Casais
Palestra para Casais
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
ANDRÉ LUIZ
ANDRÉ LUIZANDRÉ LUIZ
ANDRÉ LUIZ
 
Rider-Waite’s Major And Minor Arcana Tarot Cards Reveals the Secrets of the ...
Rider-Waite’s Major  And Minor Arcana Tarot Cards Reveals the Secrets of the ...Rider-Waite’s Major  And Minor Arcana Tarot Cards Reveals the Secrets of the ...
Rider-Waite’s Major And Minor Arcana Tarot Cards Reveals the Secrets of the ...
 
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de VidaJesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
Jesus: Roteiro de Luz, Espiritismo: Receita de Vida
 
Estudos no Livro de Jonas (Introdução)
Estudos no Livro de Jonas (Introdução)Estudos no Livro de Jonas (Introdução)
Estudos no Livro de Jonas (Introdução)
 
Evangeliza - Parábola da Figueira Seca
Evangeliza - Parábola da Figueira SecaEvangeliza - Parábola da Figueira Seca
Evangeliza - Parábola da Figueira Seca
 
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
2 aula Profetas Menores Amós e Obadias
 
Yvonne Pereira
Yvonne PereiraYvonne Pereira
Yvonne Pereira
 
The Food of Impressions and Influences
The Food of Impressions and InfluencesThe Food of Impressions and Influences
The Food of Impressions and Influences
 
Processo da Crucificação Parte I e II
Processo da Crucificação Parte I e IIProcesso da Crucificação Parte I e II
Processo da Crucificação Parte I e II
 

Semelhante a Homens que fazem a diferença

Florescendo no deserto do desanimo
Florescendo no deserto do desanimoFlorescendo no deserto do desanimo
Florescendo no deserto do desanimo
Marcos De Oliveira Leite
 
Deus é bom
Deus é bomDeus é bom
Deus é bom
Deus é bomDeus é bom
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deus
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deusLBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deus
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deus
Natalino das Neves Neves
 
O poder do sonho
O poder do sonhoO poder do sonho
O poder do sonho
Marcos De Oliveira Leite
 
O poder do sonho
O poder do sonhoO poder do sonho
O poder do sonho
Marcos De Oliveira Leite
 
O papel da igreja
O  papel    da   igrejaO  papel    da   igreja
O papel da igreja
Marcos De Oliveira Leite
 
Honrando ao senhor com nossos bens
Honrando ao senhor com nossos bensHonrando ao senhor com nossos bens
Honrando ao senhor com nossos bens
Marcos De Oliveira Leite
 
Honrando ao senhor com nossos bens
Honrando ao senhor com nossos bensHonrando ao senhor com nossos bens
Honrando ao senhor com nossos bens
Marcos De Oliveira Leite
 
Livro o obreiro cristão normal
Livro   o obreiro cristão normalLivro   o obreiro cristão normal
Livro o obreiro cristão normal
Pastor Marcello Rocha
 
A religião de caim.pub
A religião de caim.pubA religião de caim.pub
A religião de caim.pub
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Frutificando um imperativo
Frutificando um imperativoFrutificando um imperativo
Frutificando um imperativo
Marcos De Oliveira Leite
 
Frutificando um imperativo
Frutificando um imperativoFrutificando um imperativo
Frutificando um imperativo
Marcos De Oliveira Leite
 
Ajustando a visão
Ajustando   a   visãoAjustando   a   visão
Ajustando a visão
Marcos De Oliveira Leite
 
Bibliologia 2
Bibliologia 2Bibliologia 2
Bibliologia 2
060712kja
 
Sermão cristão uma vida de renúcia.
Sermão  cristão uma vida de renúcia.Sermão  cristão uma vida de renúcia.
Sermão cristão uma vida de renúcia.
Joel Silva
 
Cristão uma vida de renúcia.
Cristão uma vida de renúcia.Cristão uma vida de renúcia.
Cristão uma vida de renúcia.
Joel Silva
 
O cristão e as verdades bíblicas
O cristão e as verdades bíblicasO cristão e as verdades bíblicas
O cristão e as verdades bíblicas
Marcos De Oliveira Leite
 
Parábolas
ParábolasParábolas
Parábolas
Adina Silva
 
Proporcionando um abiente para a manifestação da presença
Proporcionando um abiente para a manifestação da presençaProporcionando um abiente para a manifestação da presença
Proporcionando um abiente para a manifestação da presença
Marcos De Oliveira Leite
 

Semelhante a Homens que fazem a diferença (20)

Florescendo no deserto do desanimo
Florescendo no deserto do desanimoFlorescendo no deserto do desanimo
Florescendo no deserto do desanimo
 
Deus é bom
Deus é bomDeus é bom
Deus é bom
 
Deus é bom
Deus é bomDeus é bom
Deus é bom
 
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deus
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deusLBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deus
LBJ LIÇÃO 4 - Adoração como cumprimento da vontade de deus
 
O poder do sonho
O poder do sonhoO poder do sonho
O poder do sonho
 
O poder do sonho
O poder do sonhoO poder do sonho
O poder do sonho
 
O papel da igreja
O  papel    da   igrejaO  papel    da   igreja
O papel da igreja
 
Honrando ao senhor com nossos bens
Honrando ao senhor com nossos bensHonrando ao senhor com nossos bens
Honrando ao senhor com nossos bens
 
Honrando ao senhor com nossos bens
Honrando ao senhor com nossos bensHonrando ao senhor com nossos bens
Honrando ao senhor com nossos bens
 
Livro o obreiro cristão normal
Livro   o obreiro cristão normalLivro   o obreiro cristão normal
Livro o obreiro cristão normal
 
A religião de caim.pub
A religião de caim.pubA religião de caim.pub
A religião de caim.pub
 
Frutificando um imperativo
Frutificando um imperativoFrutificando um imperativo
Frutificando um imperativo
 
Frutificando um imperativo
Frutificando um imperativoFrutificando um imperativo
Frutificando um imperativo
 
Ajustando a visão
Ajustando   a   visãoAjustando   a   visão
Ajustando a visão
 
Bibliologia 2
Bibliologia 2Bibliologia 2
Bibliologia 2
 
Sermão cristão uma vida de renúcia.
Sermão  cristão uma vida de renúcia.Sermão  cristão uma vida de renúcia.
Sermão cristão uma vida de renúcia.
 
Cristão uma vida de renúcia.
Cristão uma vida de renúcia.Cristão uma vida de renúcia.
Cristão uma vida de renúcia.
 
O cristão e as verdades bíblicas
O cristão e as verdades bíblicasO cristão e as verdades bíblicas
O cristão e as verdades bíblicas
 
Parábolas
ParábolasParábolas
Parábolas
 
Proporcionando um abiente para a manifestação da presença
Proporcionando um abiente para a manifestação da presençaProporcionando um abiente para a manifestação da presença
Proporcionando um abiente para a manifestação da presença
 

Mais de Marcos De Oliveira Leite

O resgate da paternidade
O  resgate   da   paternidadeO  resgate   da   paternidade
O resgate da paternidade
Marcos De Oliveira Leite
 
Eliminando o artificial, para viver o sobrenatural formatadfa
Eliminando o artificial, para viver o sobrenatural   formatadfaEliminando o artificial, para viver o sobrenatural   formatadfa
Eliminando o artificial, para viver o sobrenatural formatadfa
Marcos De Oliveira Leite
 
Motivados pela visão
Motivados   pela    visãoMotivados   pela    visão
Motivados pela visão
Marcos De Oliveira Leite
 
Levantando uma geração com propósito
Levantando   uma   geração   com propósitoLevantando   uma   geração   com propósito
Levantando uma geração com propósito
Marcos De Oliveira Leite
 
Igrejas perdidas
Igrejas   perdidasIgrejas   perdidas
Igrejas perdidas
Marcos De Oliveira Leite
 
Honra principio base, para um discipulado eficaz
Honra principio base, para um discipulado eficazHonra principio base, para um discipulado eficaz
Honra principio base, para um discipulado eficaz
Marcos De Oliveira Leite
 
A consolidação na vida da igreja formatada
A consolidação  na  vida  da igreja   formatadaA consolidação  na  vida  da igreja   formatada
A consolidação na vida da igreja formatada
Marcos De Oliveira Leite
 
Prontos para o novo
Prontos   para   o   novoProntos   para   o   novo
Prontos para o novo
Marcos De Oliveira Leite
 
O poder curador do perdão
O poder curador do perdãoO poder curador do perdão
O poder curador do perdão
Marcos De Oliveira Leite
 
O que paralisa a conquista de um lã der
O  que  paralisa  a  conquista  de  um lã derO  que  paralisa  a  conquista  de  um lã der
O que paralisa a conquista de um lã der
Marcos De Oliveira Leite
 
A importã¢ncia da conservação no discipulado
A importã¢ncia da conservação no discipuladoA importã¢ncia da conservação no discipulado
A importã¢ncia da conservação no discipulado
Marcos De Oliveira Leite
 
Entendendo o propósito de deus
Entendendo o propósito de deusEntendendo o propósito de deus
Entendendo o propósito de deus
Marcos De Oliveira Leite
 
Estratégia de evangelismo
Estratégia de evangelismoEstratégia de evangelismo
Estratégia de evangelismo
Marcos De Oliveira Leite
 
A igreja da ultima hora
A igreja da ultima horaA igreja da ultima hora
A igreja da ultima hora
Marcos De Oliveira Leite
 
Chamados em tempos difíceis
Chamados em tempos difíceisChamados em tempos difíceis
Chamados em tempos difíceis
Marcos De Oliveira Leite
 
Tempo de avançar
Tempo de avançarTempo de avançar
Tempo de avançar
Marcos De Oliveira Leite
 
O desafio de vivermos pelo espírito
O desafio de vivermos pelo espíritoO desafio de vivermos pelo espírito
O desafio de vivermos pelo espírito
Marcos De Oliveira Leite
 
As promessas não podem morrer
As promessas não podem morrerAs promessas não podem morrer
As promessas não podem morrer
Marcos De Oliveira Leite
 
Chamados para viver da fé
Chamados para viver da féChamados para viver da fé
Chamados para viver da fé
Marcos De Oliveira Leite
 

Mais de Marcos De Oliveira Leite (19)

O resgate da paternidade
O  resgate   da   paternidadeO  resgate   da   paternidade
O resgate da paternidade
 
Eliminando o artificial, para viver o sobrenatural formatadfa
Eliminando o artificial, para viver o sobrenatural   formatadfaEliminando o artificial, para viver o sobrenatural   formatadfa
Eliminando o artificial, para viver o sobrenatural formatadfa
 
Motivados pela visão
Motivados   pela    visãoMotivados   pela    visão
Motivados pela visão
 
Levantando uma geração com propósito
Levantando   uma   geração   com propósitoLevantando   uma   geração   com propósito
Levantando uma geração com propósito
 
Igrejas perdidas
Igrejas   perdidasIgrejas   perdidas
Igrejas perdidas
 
Honra principio base, para um discipulado eficaz
Honra principio base, para um discipulado eficazHonra principio base, para um discipulado eficaz
Honra principio base, para um discipulado eficaz
 
A consolidação na vida da igreja formatada
A consolidação  na  vida  da igreja   formatadaA consolidação  na  vida  da igreja   formatada
A consolidação na vida da igreja formatada
 
Prontos para o novo
Prontos   para   o   novoProntos   para   o   novo
Prontos para o novo
 
O poder curador do perdão
O poder curador do perdãoO poder curador do perdão
O poder curador do perdão
 
O que paralisa a conquista de um lã der
O  que  paralisa  a  conquista  de  um lã derO  que  paralisa  a  conquista  de  um lã der
O que paralisa a conquista de um lã der
 
A importã¢ncia da conservação no discipulado
A importã¢ncia da conservação no discipuladoA importã¢ncia da conservação no discipulado
A importã¢ncia da conservação no discipulado
 
Entendendo o propósito de deus
Entendendo o propósito de deusEntendendo o propósito de deus
Entendendo o propósito de deus
 
Estratégia de evangelismo
Estratégia de evangelismoEstratégia de evangelismo
Estratégia de evangelismo
 
A igreja da ultima hora
A igreja da ultima horaA igreja da ultima hora
A igreja da ultima hora
 
Chamados em tempos difíceis
Chamados em tempos difíceisChamados em tempos difíceis
Chamados em tempos difíceis
 
Tempo de avançar
Tempo de avançarTempo de avançar
Tempo de avançar
 
O desafio de vivermos pelo espírito
O desafio de vivermos pelo espíritoO desafio de vivermos pelo espírito
O desafio de vivermos pelo espírito
 
As promessas não podem morrer
As promessas não podem morrerAs promessas não podem morrer
As promessas não podem morrer
 
Chamados para viver da fé
Chamados para viver da féChamados para viver da fé
Chamados para viver da fé
 

Último

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 

Último (20)

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 

Homens que fazem a diferença

  • 1. Homens que fazem a diferença Jó 1:1 Na terra de Uz vivia um homem chama-do Jó. Era homem íntegro e justo; temia a Deus e evitava fazer o mal.
  • 2. Introdução. • Queridos a biblia nos faz uma alerta muito interessante no livro de Ezequiel. • Ezequiel 22 :30 Procurei entre eles um homem que erguesse o muro e se pusesse na brecha diante de mim e em favor desta terra, para que eu não a destruísse, mas não encontrei nenhum.
  • 3. • Veja meus queridos que a biblia diz: que Deus procurou , isso me faz pensar sobre quais os motivos Dele não ter encontrado. • Olhando com atenção para o texto vemos que existiam pessoas. • Mas queridos as pessoas que ele encontrava não eram comprometidas com a verdade.
  • 4. • Queridos, quero chamar sua atenção para algumas verdades que o texto mostra. • Negocios fraudulentos • Ver versiculo 12 • Lideres espirituais • Ver versiculo 26
  • 5. • Queridos existem outras verdades muito forte que o texto revela,porém , não quero ministrar sobre isso nesta noite. • Eu creio queridos que lendo a biblia é facil de entendermos que exitem homens,e existem homens que fazem a diferença. • Amados antes de falar sobre o nosso tema quero ler uma outra passagem da biblia.
  • 6. • Lucas 10: 1 Depois disso o Senhor designou outros setenta, e dois á dois os enviou , adiante dele, a todas as cidades e lugares para onde ele estava prestes a ir. • 2 E lhes disse: A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Portanto, peçam ao Senhor da colheita que mande trabalhadores para a sua colheita.
  • 7. • Amados eu tenho uma pergunta nesta noite, por que Jesus disse que eram poucos os trabalhadores? • Eu creio que existem muitas razões para isso, mas Deus tem chamado minha atenção que tem marcado minha vida. • Faltam homens que fazem a diferença.
  • 8. • Queridos quais os requisitos que um homem precisa para fazer a diferença. • 1 Requisito Integridade e Retidão. • No texto que lemos a biblia diz que Jó era integro e reto • A palavra integridade significa inteiro.
  • 9. • Jesus em seu ministério deixa claro em duas passagem essa verdade. • Ler Lucas 9 :51 – 62 • Ler Mateus 12: 25 • Sabe meus amados, tem um ditado que diz: • Quem tá na chuva é para se molhar.
  • 10. • Infelizmente muitas pessoas não estão fazendo a diferença por essas duas questão. • Ainda estão pressas as coisas passadas. • São pessoas que ainda estão divididas. • Gosto muito de uma passagem biblica que fala de uma pessoa integra. • Ler Daniel 1 :8
  • 11. • 2 Requisito temer a Deus. • Sabe meus amados, este temor a Deus de Jó esta revelado em duas colocações que ele faz. • á sua mulher • Ler Jó 2 :10
  • 12. • Aos seus amigos • Ler Jó 19 :23 -27 • Queridos eu descobri que o temor vem pelo conhecimento. • Quando temos o conhecimento de quem é Deus e o que Ele pode fica facil de temer.
  • 13. • Existe na biblia um acontecimento que nos ajuda entender melhor isso. • Ler Marcos 4:35 -41 • Queridos o que acontece é que muitas pessoas estão andando com Deus mas não O conhecem ainda. • Sem um conhecimento aprofundado nosso termor é superficial.
  • 14. • 3 Requisito Desviar do mal. • Sabe meus amados,existe coisas que são inevitavel, que Deus usa para demostrar seu poder. • A fornalha. • A cova do leão. • A prisão de Pedro.
  • 15. • Agora meus amados a biblia diz que do mal temos que fugir. • Ler 1 Tessalonssinses 5:22 • Muitos infelizmente por acharem que podem acabam caindo. • Creio irmão que homens que fazem a diferença sabem fugir ou como diz o texto desviar do mal.