SlideShare uma empresa Scribd logo
"Holocausto" é uma palavra de origem grega que significa "sacrifício pelo fogo". O
significado moderno do Holocausto é o da perseguição e extermínio sistemático,
apoiado pelo governo nazista, de cerca de seis milhões de judeus. Os nazistas, que
chegaram ao poder na Alemanha em janeiro de 1933, acreditavam que os alemães eram
"racialmente superiores" e que os judeus eram "inferiores", sendo uma ameaça à auto-
entitulada comunidade racial alemã.
Durante o Holocausto as autoridades alemãs também destruíram grandes partes de
outros grupos considerados "racialmente inferiores": os ciganos, os deficientes físicos e
mentais, e eslavos (poloneses, russos e de outros países do leste europeu). Outros
grupos eram perseguidos por seu comportamento político, ideológico ou
comportamental, tais como os comunistas, os socialistas, as Testemunhas de Jeová e os
homossexuais.
Em 1933, a população judaica européia era de mais de nove milhões de pessoas. A
maioria dos judeus europeus vivia em países que a Alemanha nazista ocuparia ou viria a
influenciar durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1945, os alemães e seus
colaboradores já haviam assassinado dois entre cada três judeus europeus, em uma
operação por eles denominada "Solução Final", que era a política nazistapara matar
todos judeus. Embora os judeus fossem as principais vítimas do racismo nazista,
existiam também outras vítimas, incluindo duzentos mil ciganos, e pelo menos 200.000
pessoas com deficiências físicas ou mentais, em sua maioria alemães, que viviam em
instituições próprias e foram assassinados no chamado Programa Eutanásia.
Conforme a tirania alemã se espalhava pela Europa, os nazistas e seus colaboradores
perseguiram e mataram milhões de pessoas de outros povos. Entre dois a três milhões
de soviéticos prisioneiros de guerra foram assassinados, ou morreram de inanição,
enfermidades, negligência, ou maltrato. Os alemães queriam aniquilar a elite intelectual
polonesa, judia e não judia, bem como levar cidadãos poloneses e soviéticos para o
trabalho forçado na Alemanha e na Polônia ocupada, onde eles trabalhavamcomo
escravos e muitas vezes morriam sob terríveis condições. Desde o início do regime
nazista as autoridades alemãs perseguiram os homossexuais e outros grupos que se
comportavamse diferentemente das normas sociais vigentes, mesmo que fossem
pacíficos. Os oficias da polícia alemã focalizaram seu trabalho de destruição contra
oponentes políticos do nazismo--comunistas, socialistas e sindicalistas—e também
contra dissidentes religiosos, tais como as Testemunhas de Jeová. Muitas destas pessoas
morreram como resultado de encarceramento e maus tratos.
No início do regime nazista o governo Nacional-Socialista criou campos de
concentração para deter seus oponentes políticos e ideológicos. Nos anos que
antecederam a Guerra as SS e as autoridades policiais prenderam um número grande de
judeus, ciganos e outras vítimas do seu ódio étnico e racial naqueles campos. Para
concentrar, monitorar, e facilitar a deportação futura da população judaica, os alemães e
seus colaboradores criaram guetos, campos de transição e campos de trabalho escravo
para judeus. As autoridades alemãs também estabeleceram um grande número de
campos que exploravam o trabalho forçado de não-judeus, tanto no chamado Grande
Reich Alemão quanto nos territórios ocupados pela Alemanha.
Após a invasão da União Soviética, em junho de 1941, as Einsatzgruppen, unidades
móveis de extermínio, e posteriormente os batalhões policiais militarizados
atravessaram as linhas fronteiriças alemãs para realizar operações de assassinato em
massa de judeus, ciganos, e autoridades governamentais do estado soviético e do
Partido Comunista. As unidades das SS e da polícia alemã, apoiadas pelas unidades da
Wehrmacht-SS e das Waffen-SS, assassinaram mais de um milhão de homens, mulheres
e crianças judias, além de outras centenas de milhares de pessoas de outras etnias. Entre
1941 e 1944, as autoridades nazistas alemãs deportaram milhões de judeus da
Alemanha, dos territórios ocupados e dos países aliados ao Eixo para guetos e campos
de extermínio, muitas vezes chamados de centros de extermínio, onde eram mortos nas
instalações de gás criadas para cumprir esta finalidade.
Nos meses que antecederam o final da Guerra os guardas das SS transferiram os
prisioneiros dos campos em trens, ou em marchas forçadas conhecidas como "marchas
da morte", na tentativa de evitar que os Aliados os liberatssem. Conforme as forças
Aliadas atravessavam a Europa, em uma série de ofensivas contra a Alemanha, elas
começaram a encontrar e a libertar prisioneiros dos campos de concentração e aqueles
que estavam sendo levados de um campo para outro. Estas marchas continuaram até o
dia 7 de maio de 1945, o dia em que as forças armadas da Alemanha se renderam
incondicionalmente aos Aliados. Para os Aliados ocidentais a Segunda Guerra Mundial
terminou oficialmente na Europa no dia seguinte, em 8 de maio, o (V-E Day, o Dia da
Vitória, no entanto as forças soviéticas proclamaram seu "Dia da Vitória" como 9 de
maio de 1945.
Após o Holocausto muitos sobreviventes encontraram abrigo nos campos para
deslocados de guerra (DP) administrados pelos poderes Aliados. Entre 1948 e 1951,
cerca de 700.000 sobreviventes emigraram da Europa para Israel. Muitos outros judeus
deslocados de guerra emigraram para os Estados Unidos e para outras nações, tais como
o Brasil. O último campo para deslocados de guerra foi fechado em 1957. Os crimes
cometidos durante o Holocausto devastaram a maiorias das comunidades judaicas da
Europa, eliminando totalmente centenas destas comunidades centenárias

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação As opções totalitárias
Apresentação As opções totalitáriasApresentação As opções totalitárias
Apresentação As opções totalitárias
Laboratório de História
 
Nazismo Fascismo
Nazismo Fascismo Nazismo Fascismo
Nazismo Fascismo
Adail Silva
 
Sit 4 vol 1 regimes totalitarismos
Sit 4 vol 1   regimes totalitarismosSit 4 vol 1   regimes totalitarismos
Sit 4 vol 1 regimes totalitarismos
AprendendoHistoriacomNemeis
 
NAZISMO
NAZISMONAZISMO
NAZISMO
Maria Gomes
 
Fascismo
FascismoFascismo
Fascismo
betepa
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
Cristina Soares
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
Espaço Emrc
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
Espaço Emrc
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINIO FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
A história de olga benário
A história de olga benárioA história de olga benário
A história de olga benário
Daniele Moura
 
Regimes Totalitários Fascismo e Nazismo
Regimes Totalitários Fascismo e NazismoRegimes Totalitários Fascismo e Nazismo
Regimes Totalitários Fascismo e Nazismo
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Osregimesfascistaenazi 100213195928-phpapp02
Osregimesfascistaenazi 100213195928-phpapp02Osregimesfascistaenazi 100213195928-phpapp02
Osregimesfascistaenazi 100213195928-phpapp02
Braulio Santos Pereira
 
Totalitarismo na Europa
Totalitarismo na EuropaTotalitarismo na Europa
Totalitarismo na Europa
liveofwarrior
 
Regimes totalitarios
Regimes totalitariosRegimes totalitarios
Regimes totalitarios
Zeze Silva
 
Resenha do filme olga belle apresentaçâo
Resenha do filme olga   belle apresentaçâoResenha do filme olga   belle apresentaçâo
Resenha do filme olga belle apresentaçâo
Daniele Moura
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Nazifascismo
Bruce Portes
 
Trabalho Fascismo
Trabalho FascismoTrabalho Fascismo
Trabalho Fascismo
profjr
 
O fascismo
O fascismoO fascismo
O fascismo
elia22
 
O Fascismo
O FascismoO Fascismo
O Fascismo
Sérgio Bernardo
 

Mais procurados (20)

Apresentação As opções totalitárias
Apresentação As opções totalitáriasApresentação As opções totalitárias
Apresentação As opções totalitárias
 
Nazismo Fascismo
Nazismo Fascismo Nazismo Fascismo
Nazismo Fascismo
 
Sit 4 vol 1 regimes totalitarismos
Sit 4 vol 1   regimes totalitarismosSit 4 vol 1   regimes totalitarismos
Sit 4 vol 1 regimes totalitarismos
 
NAZISMO
NAZISMONAZISMO
NAZISMO
 
Fascismo
FascismoFascismo
Fascismo
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Nazifascismo
 
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINIO FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
 
A história de olga benário
A história de olga benárioA história de olga benário
A história de olga benário
 
Regimes Totalitários Fascismo e Nazismo
Regimes Totalitários Fascismo e NazismoRegimes Totalitários Fascismo e Nazismo
Regimes Totalitários Fascismo e Nazismo
 
Osregimesfascistaenazi 100213195928-phpapp02
Osregimesfascistaenazi 100213195928-phpapp02Osregimesfascistaenazi 100213195928-phpapp02
Osregimesfascistaenazi 100213195928-phpapp02
 
Totalitarismo na Europa
Totalitarismo na EuropaTotalitarismo na Europa
Totalitarismo na Europa
 
Regimes totalitarios
Regimes totalitariosRegimes totalitarios
Regimes totalitarios
 
Resenha do filme olga belle apresentaçâo
Resenha do filme olga   belle apresentaçâoResenha do filme olga   belle apresentaçâo
Resenha do filme olga belle apresentaçâo
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Nazifascismo
 
Trabalho Fascismo
Trabalho FascismoTrabalho Fascismo
Trabalho Fascismo
 
O fascismo
O fascismoO fascismo
O fascismo
 
O Fascismo
O FascismoO Fascismo
O Fascismo
 

Destaque

Exposision mis hilda de tutoria
Exposision mis hilda de tutoriaExposision mis hilda de tutoria
Exposision mis hilda de tutoria
Eduardo Estrada
 
ACTION TANK
ACTION TANKACTION TANK
ACTION TANK
FUNDAÇÃO EDP
 
Lixo e abandono tomam conta de Nova Cruz
Lixo e abandono tomam conta de Nova Cruz Lixo e abandono tomam conta de Nova Cruz
Lixo e abandono tomam conta de Nova Cruz
Oton Crisanto
 
Pãezinhos de polvilho hondashi®
Pãezinhos de polvilho hondashi®Pãezinhos de polvilho hondashi®
Pãezinhos de polvilho hondashi®
Paula Mello
 
Dia del idioma
Dia del idioma Dia del idioma
Dia del idioma
laliskpop13
 
Turcilicious comedoria gourmet
Turcilicious comedoria gourmetTurcilicious comedoria gourmet
Turcilicious comedoria gourmet
Andrea Turci
 
Lição 7
Lição 7Lição 7
Lição 7
cledsondrumms
 
Concurso prova delegado são paulo
Concurso   prova delegado são pauloConcurso   prova delegado são paulo
Concurso prova delegado são paulo
J M
 
ZXP series 3
ZXP series 3ZXP series 3
ZXP series 3
CDC Brasil
 
Seminario nº-6
Seminario nº-6Seminario nº-6
Seminario nº-6
Jimmy Bustos
 
Luces Bici Potentes
Luces Bici Potentes
Luces Bici Potentes
Luces Bici Potentes
nashloollupjfp
 
Barba azul
Barba azulBarba azul
Barba azul
Sarita Muñoz
 
Metodologia Iskel
Metodologia IskelMetodologia Iskel
Metodologia Iskel
Iskel Mejia
 
Las 7 maravillas del mundo antiguo
Las 7 maravillas del mundo antiguoLas 7 maravillas del mundo antiguo
Las 7 maravillas del mundo antiguo
beaaguilaar
 
Pichanaki slideshare
Pichanaki slidesharePichanaki slideshare
Pichanaki slideshare
Julianaribbeck
 
Diapositivas de contabilidad
Diapositivas de contabilidadDiapositivas de contabilidad
Diapositivas de contabilidad
petrikysin
 
Doc12
Doc12Doc12
TIC Y EDUCACIÓN
TIC Y EDUCACIÓN TIC Y EDUCACIÓN
TIC Y EDUCACIÓN
Jose6618
 
Matheus_Crivellari_2016
Matheus_Crivellari_2016Matheus_Crivellari_2016
Matheus_Crivellari_2016
Matheus Crivellari
 
Presentacion traba jo celdas solares 8
Presentacion traba jo celdas solares  8Presentacion traba jo celdas solares  8
Presentacion traba jo celdas solares 8
nessos
 

Destaque (20)

Exposision mis hilda de tutoria
Exposision mis hilda de tutoriaExposision mis hilda de tutoria
Exposision mis hilda de tutoria
 
ACTION TANK
ACTION TANKACTION TANK
ACTION TANK
 
Lixo e abandono tomam conta de Nova Cruz
Lixo e abandono tomam conta de Nova Cruz Lixo e abandono tomam conta de Nova Cruz
Lixo e abandono tomam conta de Nova Cruz
 
Pãezinhos de polvilho hondashi®
Pãezinhos de polvilho hondashi®Pãezinhos de polvilho hondashi®
Pãezinhos de polvilho hondashi®
 
Dia del idioma
Dia del idioma Dia del idioma
Dia del idioma
 
Turcilicious comedoria gourmet
Turcilicious comedoria gourmetTurcilicious comedoria gourmet
Turcilicious comedoria gourmet
 
Lição 7
Lição 7Lição 7
Lição 7
 
Concurso prova delegado são paulo
Concurso   prova delegado são pauloConcurso   prova delegado são paulo
Concurso prova delegado são paulo
 
ZXP series 3
ZXP series 3ZXP series 3
ZXP series 3
 
Seminario nº-6
Seminario nº-6Seminario nº-6
Seminario nº-6
 
Luces Bici Potentes
Luces Bici Potentes
Luces Bici Potentes
Luces Bici Potentes
 
Barba azul
Barba azulBarba azul
Barba azul
 
Metodologia Iskel
Metodologia IskelMetodologia Iskel
Metodologia Iskel
 
Las 7 maravillas del mundo antiguo
Las 7 maravillas del mundo antiguoLas 7 maravillas del mundo antiguo
Las 7 maravillas del mundo antiguo
 
Pichanaki slideshare
Pichanaki slidesharePichanaki slideshare
Pichanaki slideshare
 
Diapositivas de contabilidad
Diapositivas de contabilidadDiapositivas de contabilidad
Diapositivas de contabilidad
 
Doc12
Doc12Doc12
Doc12
 
TIC Y EDUCACIÓN
TIC Y EDUCACIÓN TIC Y EDUCACIÓN
TIC Y EDUCACIÓN
 
Matheus_Crivellari_2016
Matheus_Crivellari_2016Matheus_Crivellari_2016
Matheus_Crivellari_2016
 
Presentacion traba jo celdas solares 8
Presentacion traba jo celdas solares  8Presentacion traba jo celdas solares  8
Presentacion traba jo celdas solares 8
 

Semelhante a Holocausto

A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......
turma9amarinhas
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
Marilia Pimentel
 
A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......
turma9amarinhas
 
Livro aristides
Livro aristidesLivro aristides
A 2ª guerra mundial o holocausto
A 2ª guerra mundial   o holocaustoA 2ª guerra mundial   o holocausto
A 2ª guerra mundial o holocausto
Nelia Salles Nantes
 
O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?
Renata Telha
 
A 2ª guerra mundial o holocausto
A 2ª guerra mundial   o holocaustoA 2ª guerra mundial   o holocausto
A 2ª guerra mundial o holocausto
Nelia Salles Nantes
 
Holocausto miguelsalgueiromeira-120508083632-phpapp02
Holocausto miguelsalgueiromeira-120508083632-phpapp02Holocausto miguelsalgueiromeira-120508083632-phpapp02
Holocausto miguelsalgueiromeira-120508083632-phpapp02
becastanheiradepera
 
Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Nazismo
Nazismo Nazismo
Nazismo
Kerol Brombal
 
Holocausto (Miguel Salgueiro Meira)
Holocausto   (Miguel Salgueiro Meira)Holocausto   (Miguel Salgueiro Meira)
Holocausto (Miguel Salgueiro Meira)
miguelsalgueiromeira
 
Alemanha
AlemanhaAlemanha
Anti semitismo
Anti semitismo Anti semitismo
Anti semitismo
Bruna Marques Ferreira
 
Nazismo
NazismoNazismo
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair AguilarAs obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1ana carolini e nathalia, 3m3 - g1
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1
carolinis2
 
Nazismo,fascismo e salazar
Nazismo,fascismo e salazarNazismo,fascismo e salazar
Nazismo,fascismo e salazar
kyzinha
 
Holocausto + Direitos Humanos
Holocausto + Direitos HumanosHolocausto + Direitos Humanos
Holocausto + Direitos Humanos
débora Santos
 
Nazismo
NazismoNazismo
A 2ª guerra mundial o holocausto
A 2ª guerra mundial   o holocaustoA 2ª guerra mundial   o holocausto
A 2ª guerra mundial o holocausto
Nelia Salles Nantes
 

Semelhante a Holocausto (20)

A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......
 
Livro aristides
Livro aristidesLivro aristides
Livro aristides
 
A 2ª guerra mundial o holocausto
A 2ª guerra mundial   o holocaustoA 2ª guerra mundial   o holocausto
A 2ª guerra mundial o holocausto
 
O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?
 
A 2ª guerra mundial o holocausto
A 2ª guerra mundial   o holocaustoA 2ª guerra mundial   o holocausto
A 2ª guerra mundial o holocausto
 
Holocausto miguelsalgueiromeira-120508083632-phpapp02
Holocausto miguelsalgueiromeira-120508083632-phpapp02Holocausto miguelsalgueiromeira-120508083632-phpapp02
Holocausto miguelsalgueiromeira-120508083632-phpapp02
 
Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial
 
Nazismo
Nazismo Nazismo
Nazismo
 
Holocausto (Miguel Salgueiro Meira)
Holocausto   (Miguel Salgueiro Meira)Holocausto   (Miguel Salgueiro Meira)
Holocausto (Miguel Salgueiro Meira)
 
Alemanha
AlemanhaAlemanha
Alemanha
 
Anti semitismo
Anti semitismo Anti semitismo
Anti semitismo
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair AguilarAs obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
 
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1ana carolini e nathalia, 3m3 - g1
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1
 
Nazismo,fascismo e salazar
Nazismo,fascismo e salazarNazismo,fascismo e salazar
Nazismo,fascismo e salazar
 
Holocausto + Direitos Humanos
Holocausto + Direitos HumanosHolocausto + Direitos Humanos
Holocausto + Direitos Humanos
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
A 2ª guerra mundial o holocausto
A 2ª guerra mundial   o holocaustoA 2ª guerra mundial   o holocausto
A 2ª guerra mundial o holocausto
 

Mais de capell18

Nelson Evora (ainda não completo)
Nelson Evora (ainda não completo)Nelson Evora (ainda não completo)
Nelson Evora (ainda não completo)
capell18
 
cuidados pele e urina
cuidados pele e urinacuidados pele e urina
cuidados pele e urina
capell18
 
Borboleta metamorfoses
Borboleta metamorfosesBorboleta metamorfoses
Borboleta metamorfoses
capell18
 
Animais
Animais Animais
Animais
capell18
 
Ambiente vida
Ambiente vidaAmbiente vida
Ambiente vida
capell18
 
Animais em enxtincao
Animais em enxtincaoAnimais em enxtincao
Animais em enxtincao
capell18
 
Metodo cientistico 2
Metodo cientistico 2Metodo cientistico 2
Metodo cientistico 2
capell18
 
Metodo cientifico
Metodo cientifico Metodo cientifico
Metodo cientifico
capell18
 
Plantas com flor
Plantas com flor Plantas com flor
Plantas com flor
capell18
 
Raizes
Raizes Raizes
Raizes
capell18
 
reprodução nos animais
reprodução nos animaisreprodução nos animais
reprodução nos animais
capell18
 
historia comunidades
historia comunidadeshistoria comunidades
historia comunidades
capell18
 
final fantasy 10 completo
final fantasy 10 completofinal fantasy 10 completo
final fantasy 10 completo
capell18
 
plantas frutos...
plantas frutos...plantas frutos...
plantas frutos...
capell18
 
Portugal no século xiii ambiente natural e os grupos sociais - muito completo
Portugal no século xiii   ambiente natural e os grupos sociais - muito completoPortugal no século xiii   ambiente natural e os grupos sociais - muito completo
Portugal no século xiii ambiente natural e os grupos sociais - muito completo
capell18
 
Primeiros povos
Primeiros povosPrimeiros povos
Primeiros povos
capell18
 
ambientes naturais
ambientes naturaisambientes naturais
ambientes naturais
capell18
 
A península ibérica na europa e em todo o mundo
A península ibérica na europa e em todo o mundoA península ibérica na europa e em todo o mundo
A península ibérica na europa e em todo o mundo
capell18
 
flores 2
flores 2flores 2
flores 2
capell18
 
Flores
FloresFlores
Flores
capell18
 

Mais de capell18 (20)

Nelson Evora (ainda não completo)
Nelson Evora (ainda não completo)Nelson Evora (ainda não completo)
Nelson Evora (ainda não completo)
 
cuidados pele e urina
cuidados pele e urinacuidados pele e urina
cuidados pele e urina
 
Borboleta metamorfoses
Borboleta metamorfosesBorboleta metamorfoses
Borboleta metamorfoses
 
Animais
Animais Animais
Animais
 
Ambiente vida
Ambiente vidaAmbiente vida
Ambiente vida
 
Animais em enxtincao
Animais em enxtincaoAnimais em enxtincao
Animais em enxtincao
 
Metodo cientistico 2
Metodo cientistico 2Metodo cientistico 2
Metodo cientistico 2
 
Metodo cientifico
Metodo cientifico Metodo cientifico
Metodo cientifico
 
Plantas com flor
Plantas com flor Plantas com flor
Plantas com flor
 
Raizes
Raizes Raizes
Raizes
 
reprodução nos animais
reprodução nos animaisreprodução nos animais
reprodução nos animais
 
historia comunidades
historia comunidadeshistoria comunidades
historia comunidades
 
final fantasy 10 completo
final fantasy 10 completofinal fantasy 10 completo
final fantasy 10 completo
 
plantas frutos...
plantas frutos...plantas frutos...
plantas frutos...
 
Portugal no século xiii ambiente natural e os grupos sociais - muito completo
Portugal no século xiii   ambiente natural e os grupos sociais - muito completoPortugal no século xiii   ambiente natural e os grupos sociais - muito completo
Portugal no século xiii ambiente natural e os grupos sociais - muito completo
 
Primeiros povos
Primeiros povosPrimeiros povos
Primeiros povos
 
ambientes naturais
ambientes naturaisambientes naturais
ambientes naturais
 
A península ibérica na europa e em todo o mundo
A península ibérica na europa e em todo o mundoA península ibérica na europa e em todo o mundo
A península ibérica na europa e em todo o mundo
 
flores 2
flores 2flores 2
flores 2
 
Flores
FloresFlores
Flores
 

Último

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 

Último (20)

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 

Holocausto

  • 1. "Holocausto" é uma palavra de origem grega que significa "sacrifício pelo fogo". O significado moderno do Holocausto é o da perseguição e extermínio sistemático, apoiado pelo governo nazista, de cerca de seis milhões de judeus. Os nazistas, que chegaram ao poder na Alemanha em janeiro de 1933, acreditavam que os alemães eram "racialmente superiores" e que os judeus eram "inferiores", sendo uma ameaça à auto- entitulada comunidade racial alemã. Durante o Holocausto as autoridades alemãs também destruíram grandes partes de outros grupos considerados "racialmente inferiores": os ciganos, os deficientes físicos e mentais, e eslavos (poloneses, russos e de outros países do leste europeu). Outros grupos eram perseguidos por seu comportamento político, ideológico ou comportamental, tais como os comunistas, os socialistas, as Testemunhas de Jeová e os homossexuais. Em 1933, a população judaica européia era de mais de nove milhões de pessoas. A maioria dos judeus europeus vivia em países que a Alemanha nazista ocuparia ou viria a influenciar durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1945, os alemães e seus colaboradores já haviam assassinado dois entre cada três judeus europeus, em uma operação por eles denominada "Solução Final", que era a política nazistapara matar todos judeus. Embora os judeus fossem as principais vítimas do racismo nazista, existiam também outras vítimas, incluindo duzentos mil ciganos, e pelo menos 200.000 pessoas com deficiências físicas ou mentais, em sua maioria alemães, que viviam em instituições próprias e foram assassinados no chamado Programa Eutanásia. Conforme a tirania alemã se espalhava pela Europa, os nazistas e seus colaboradores perseguiram e mataram milhões de pessoas de outros povos. Entre dois a três milhões de soviéticos prisioneiros de guerra foram assassinados, ou morreram de inanição, enfermidades, negligência, ou maltrato. Os alemães queriam aniquilar a elite intelectual polonesa, judia e não judia, bem como levar cidadãos poloneses e soviéticos para o trabalho forçado na Alemanha e na Polônia ocupada, onde eles trabalhavamcomo escravos e muitas vezes morriam sob terríveis condições. Desde o início do regime nazista as autoridades alemãs perseguiram os homossexuais e outros grupos que se comportavamse diferentemente das normas sociais vigentes, mesmo que fossem pacíficos. Os oficias da polícia alemã focalizaram seu trabalho de destruição contra oponentes políticos do nazismo--comunistas, socialistas e sindicalistas—e também contra dissidentes religiosos, tais como as Testemunhas de Jeová. Muitas destas pessoas morreram como resultado de encarceramento e maus tratos. No início do regime nazista o governo Nacional-Socialista criou campos de concentração para deter seus oponentes políticos e ideológicos. Nos anos que antecederam a Guerra as SS e as autoridades policiais prenderam um número grande de judeus, ciganos e outras vítimas do seu ódio étnico e racial naqueles campos. Para concentrar, monitorar, e facilitar a deportação futura da população judaica, os alemães e seus colaboradores criaram guetos, campos de transição e campos de trabalho escravo para judeus. As autoridades alemãs também estabeleceram um grande número de campos que exploravam o trabalho forçado de não-judeus, tanto no chamado Grande Reich Alemão quanto nos territórios ocupados pela Alemanha. Após a invasão da União Soviética, em junho de 1941, as Einsatzgruppen, unidades móveis de extermínio, e posteriormente os batalhões policiais militarizados
  • 2. atravessaram as linhas fronteiriças alemãs para realizar operações de assassinato em massa de judeus, ciganos, e autoridades governamentais do estado soviético e do Partido Comunista. As unidades das SS e da polícia alemã, apoiadas pelas unidades da Wehrmacht-SS e das Waffen-SS, assassinaram mais de um milhão de homens, mulheres e crianças judias, além de outras centenas de milhares de pessoas de outras etnias. Entre 1941 e 1944, as autoridades nazistas alemãs deportaram milhões de judeus da Alemanha, dos territórios ocupados e dos países aliados ao Eixo para guetos e campos de extermínio, muitas vezes chamados de centros de extermínio, onde eram mortos nas instalações de gás criadas para cumprir esta finalidade. Nos meses que antecederam o final da Guerra os guardas das SS transferiram os prisioneiros dos campos em trens, ou em marchas forçadas conhecidas como "marchas da morte", na tentativa de evitar que os Aliados os liberatssem. Conforme as forças Aliadas atravessavam a Europa, em uma série de ofensivas contra a Alemanha, elas começaram a encontrar e a libertar prisioneiros dos campos de concentração e aqueles que estavam sendo levados de um campo para outro. Estas marchas continuaram até o dia 7 de maio de 1945, o dia em que as forças armadas da Alemanha se renderam incondicionalmente aos Aliados. Para os Aliados ocidentais a Segunda Guerra Mundial terminou oficialmente na Europa no dia seguinte, em 8 de maio, o (V-E Day, o Dia da Vitória, no entanto as forças soviéticas proclamaram seu "Dia da Vitória" como 9 de maio de 1945. Após o Holocausto muitos sobreviventes encontraram abrigo nos campos para deslocados de guerra (DP) administrados pelos poderes Aliados. Entre 1948 e 1951, cerca de 700.000 sobreviventes emigraram da Europa para Israel. Muitos outros judeus deslocados de guerra emigraram para os Estados Unidos e para outras nações, tais como o Brasil. O último campo para deslocados de guerra foi fechado em 1957. Os crimes cometidos durante o Holocausto devastaram a maiorias das comunidades judaicas da Europa, eliminando totalmente centenas destas comunidades centenárias