SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 46
São Paulo – SP
10.09.2015
Suely X. Brito Silva - ADAB/FEA
Tito Carneiro - ADAGRI
Helicoverpa sp.
Ocorrências, Cenários e Estratégias de Manejo
Hospedeiros: + de 180 espécies cultivadas
Fotos: Google
Helicoverpa armigeraHelicoverpa punctigera
Mariposa (adulto)
Longevidade: > 8 dias
Nª Gerações: 1 – 3 / safra
Alimentação: Néctar
Liberação de Feromônio Sexual
Oviposição Média/Fêmea: > 4.000 ovos
1. A Praga
Migração Facultativa
Voos não migratórios: < 10km
Voos migratórios: 250 km a 1.000 km
Dispersão Adulto
Na Austrália
H. punctigera – migração
H. armigera – pupas em diapausa
Ciclo de Vida
Crop insects: The Ute Guide
Verão: 4-6 semanas
Primavera – Outono: 8-12 semanas
Diapausa
Fase de Ovo
Sobrevivência de Ovos X Fatores Físicos
Chuvas Intensas
Ventos Fortes
Calor
alta taxa de mortalidade nessa fase: > 88%
Período Larval
(2-3 semanas /verão; 4-6 semanas/inverno)
alta taxa de mortalidade (95%)
no dois estádios iniciais
Coloração das Larvas
Fase Pupal
Período: 12 – 18 dias
Orifício no solo e uma galeria
Profundidade: 10cm
Extensão: 2,5 cm a 17,5 cm
Diapausa Facultativa (até140 dias)
 Temperatura:
 Dias curtos
 Baixa umidade
- Monitorar o Processo de Migração
Aplicação dos Laudos Fitossanitários
Coleta de Amostras de Helicoverpa sp., 2013
2. O Cenário
Matriz Agrícola do Cerrado Baiano
Safra 2014/2015
Culturas
Área
(ha)
Produtividade
(Unid./Ha)
Produção
(t)
Soja (Sc) 1.420.000 49 4.201.200
Algodão (@ capulho) 290.000 270 1.183.200
Milho (Sc) 220.000 135 1.799.085
Arroz (Sc) 6.000 30 10.800
Feijão Vigna (Sc) 50.000 17 46.800
Sorgo (Sc) 64.500 30 62.100
Milheto (Sc) 700.000 15 630.000
Fonte: Base de dados do Conselho Técnico da Associação de Agricultores e Irrigantes da
Bahia – AIBA, 2015
Lavoura Perdas (Média)
Soja (Sc) 16
Milho (Sc) 54
Algodão (@) 76
Estimativa de Perdas Médias / hectare,
safra 2014/2015
Levantamento Fitossanitário
07 e 08/07/2015
Metodologia
Municípios Visitados:
- Luís Eduardo Magalhães
- Correntina
- Riachão das Neves
- São Desidério
Laudos Aplicados/Lavoura:
- Algodão: 07
- Soja: 06
- Milho: 04
Pesquisa Exploratória:
- Entrevista Estruturada
Levantamento Fitossanitário
07 e 08/07/2015
Área do Levantamento, safra 2014/2015
Cenário do Oeste da Bahia
Fatores Ambientais X Populações de Pragas
Monitoramento de Helicoverpa armigera , Lavoura de Algodão
Grupo WARPOL - São Desidério – Safra 2014/2015
Vírus HzNPV comercializado na Bahia Safra 14/15
Consórcio Cooperativo Agropecuário
Brasileiro (CCAB Agro): 123.000 L
Considerando....
- Recomendação do Fabricante X Volume comercializado
- Duas aplicações por ciclo da lavoura
Lavoura Área Tratada (Ha)
Soja 61.500
Algodão 47.000
3. Manejo Integrado da Praga
- Controle Legislativo
MIP – Monitoramento da Praga
Foto: Sérgio Aguiar, ADAB/2015
Metodologia de Monitoramento
MIP - Monitoramento: Armadilha Luminosa
Foto: Sérgio Aguiar, ADAB/2015
MIP – Controle Biológico
Parasitóide de Ovos
Entomopatógenos
Vírus HzNPV
Predadores
MIP – Controle Químico
1. Cenário
 Áreas de Agricultura Familiar
 Produção de Hortifrui
 Danos Econômicos Similares a Outras Pragas
2. Ações a Serem Implementadas
 Estudo de Comportamento da Praga
 Manejo e Monitoramento
 Universalização do Conhecimento
 Elaboração de um Plano de Controle (pesquisa)
 Regulação da Praga (trânsito??)
 Visita Técnica do MAPA e Especialista (28 a 30/09)
Prospecção da Praga no Ceará, 2015
Prospecção da Praga no Ceará, 2015
Lavouras da Agricultura Familiar, Ceará/2015
Qual a melhor estratégia de
Manejo da Praga no Ceará?
 Monitorar a População da Praga
 Identificar Hospedeiros
 Avaliar o Impacto Econômico (Área Livre)
 Ferramentas de Controle (CB)
Vírus HzNPV
Lições Aprendidas com a Emergência
Fitossanitária na Bahia...
 Plano de Contingência: Estratégico;
 Conhecimento Científico: Imprescindível;
 Mapeamento do Cenário: Fundamental;
 Coesão do Setor Produtivo: Decisivo;
 Participação do Estado: Necessária.
ADAGRI - Ciclo de Palestras
Fortaleza, Tianguá, Iguatu e Limoeiro do Norte
18 a 21/08/2015
Cooperação Técnica, 2015
ADAGRI – ADAPI – ADAB
Tianguá, 19.08.2015
Cooperação Técnica
ADAGRI – IDIARN – ADAB
Limoeiro do Norte, 21.08.2015
Obrigada
suely.xavier@adab.ba.gov.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o Brasil
Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o BrasilDefesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o Brasil
Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o BrasilIzabella Menezes
 
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...PNMF
 
O papel da CIPV e das ORPFs no contexto mundial e as novas discussões sobre p...
O papel da CIPV e das ORPFs no contexto mundial e as novas discussões sobre p...O papel da CIPV e das ORPFs no contexto mundial e as novas discussões sobre p...
O papel da CIPV e das ORPFs no contexto mundial e as novas discussões sobre p...Oxya Agro e Biociências
 
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...IRAC-BR
 
Estratégias de Manejo da Resistência de Insetos – IRAC-BR
Estratégias de Manejo da Resistência de Insetos – IRAC-BREstratégias de Manejo da Resistência de Insetos – IRAC-BR
Estratégias de Manejo da Resistência de Insetos – IRAC-BRIRAC-BR
 
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...Oxya Agro e Biociências
 
II WSF, São Paulo - Marcelo Lopes da Silva - “ PRAGAS QUARENTENÁRIAS PARA O B...
II WSF, São Paulo - Marcelo Lopes da Silva - “ PRAGAS QUARENTENÁRIAS PARA O B...II WSF, São Paulo - Marcelo Lopes da Silva - “ PRAGAS QUARENTENÁRIAS PARA O B...
II WSF, São Paulo - Marcelo Lopes da Silva - “ PRAGAS QUARENTENÁRIAS PARA O B...Oxya Agro e Biociências
 
A nova política fitossanitária para Brasil
A nova política fitossanitária para  BrasilA nova política fitossanitária para  Brasil
A nova política fitossanitária para BrasilOxya Agro e Biociências
 
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasilO intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasilRenato Ferraz de Arruda Veiga
 
Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.Geagra UFG
 
Impactos econômicos da entrada de novas pragas - Sílvia Miranda
Impactos econômicos da entrada de novas pragas - Sílvia MirandaImpactos econômicos da entrada de novas pragas - Sílvia Miranda
Impactos econômicos da entrada de novas pragas - Sílvia MirandaOxya Agro e Biociências
 
ENTRAVES FITOSSANITÁRIOS NA AGRICULTURA
ENTRAVES FITOSSANITÁRIOS NA AGRICULTURAENTRAVES FITOSSANITÁRIOS NA AGRICULTURA
ENTRAVES FITOSSANITÁRIOS NA AGRICULTURAGeagra UFG
 
Ameaças Fitossanitárias para o Brasil – A visão da Indústria
Ameaças Fitossanitárias para o Brasil – A visão da IndústriaAmeaças Fitossanitárias para o Brasil – A visão da Indústria
Ameaças Fitossanitárias para o Brasil – A visão da IndústriaOxya Agro e Biociências
 
Programa Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-FrutasPrograma Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-FrutasPNMF
 
BIOTECNOLOGIAS DO ALGODOEIRO
BIOTECNOLOGIAS DO ALGODOEIROBIOTECNOLOGIAS DO ALGODOEIRO
BIOTECNOLOGIAS DO ALGODOEIROGeagra UFG
 
Plantas Daninhas na cultura do Algodoeiro
Plantas Daninhas na cultura do AlgodoeiroPlantas Daninhas na cultura do Algodoeiro
Plantas Daninhas na cultura do AlgodoeiroGeagra UFG
 
O perigo mora ao lado: 158 pragas quarentenárias para o Brasil relatadas nos ...
O perigo mora ao lado: 158 pragas quarentenárias para o Brasil relatadas nos ...O perigo mora ao lado: 158 pragas quarentenárias para o Brasil relatadas nos ...
O perigo mora ao lado: 158 pragas quarentenárias para o Brasil relatadas nos ...Izabella Menezes
 

Mais procurados (20)

Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o Brasil
Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o BrasilDefesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o Brasil
Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o Brasil
 
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...
 
O papel da CIPV e das ORPFs no contexto mundial e as novas discussões sobre p...
O papel da CIPV e das ORPFs no contexto mundial e as novas discussões sobre p...O papel da CIPV e das ORPFs no contexto mundial e as novas discussões sobre p...
O papel da CIPV e das ORPFs no contexto mundial e as novas discussões sobre p...
 
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...
Manejo de Insetos nas cultura de soja, milho e algodão na Região de Goiás e M...
 
Estratégias de Manejo da Resistência de Insetos – IRAC-BR
Estratégias de Manejo da Resistência de Insetos – IRAC-BREstratégias de Manejo da Resistência de Insetos – IRAC-BR
Estratégias de Manejo da Resistência de Insetos – IRAC-BR
 
Defesa Vegetal
Defesa VegetalDefesa Vegetal
Defesa Vegetal
 
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
 
II WSF, São Paulo - Marcelo Lopes da Silva - “ PRAGAS QUARENTENÁRIAS PARA O B...
II WSF, São Paulo - Marcelo Lopes da Silva - “ PRAGAS QUARENTENÁRIAS PARA O B...II WSF, São Paulo - Marcelo Lopes da Silva - “ PRAGAS QUARENTENÁRIAS PARA O B...
II WSF, São Paulo - Marcelo Lopes da Silva - “ PRAGAS QUARENTENÁRIAS PARA O B...
 
Sérgio abud
Sérgio abudSérgio abud
Sérgio abud
 
A nova política fitossanitária para Brasil
A nova política fitossanitária para  BrasilA nova política fitossanitária para  Brasil
A nova política fitossanitária para Brasil
 
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasilO intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
 
Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.
 
Impactos econômicos da entrada de novas pragas - Sílvia Miranda
Impactos econômicos da entrada de novas pragas - Sílvia MirandaImpactos econômicos da entrada de novas pragas - Sílvia Miranda
Impactos econômicos da entrada de novas pragas - Sílvia Miranda
 
ENTRAVES FITOSSANITÁRIOS NA AGRICULTURA
ENTRAVES FITOSSANITÁRIOS NA AGRICULTURAENTRAVES FITOSSANITÁRIOS NA AGRICULTURA
ENTRAVES FITOSSANITÁRIOS NA AGRICULTURA
 
Ameaças Fitossanitárias para o Brasil – A visão da Indústria
Ameaças Fitossanitárias para o Brasil – A visão da IndústriaAmeaças Fitossanitárias para o Brasil – A visão da Indústria
Ameaças Fitossanitárias para o Brasil – A visão da Indústria
 
Situação atual
Situação atualSituação atual
Situação atual
 
Programa Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-FrutasPrograma Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-Frutas
 
BIOTECNOLOGIAS DO ALGODOEIRO
BIOTECNOLOGIAS DO ALGODOEIROBIOTECNOLOGIAS DO ALGODOEIRO
BIOTECNOLOGIAS DO ALGODOEIRO
 
Plantas Daninhas na cultura do Algodoeiro
Plantas Daninhas na cultura do AlgodoeiroPlantas Daninhas na cultura do Algodoeiro
Plantas Daninhas na cultura do Algodoeiro
 
O perigo mora ao lado: 158 pragas quarentenárias para o Brasil relatadas nos ...
O perigo mora ao lado: 158 pragas quarentenárias para o Brasil relatadas nos ...O perigo mora ao lado: 158 pragas quarentenárias para o Brasil relatadas nos ...
O perigo mora ao lado: 158 pragas quarentenárias para o Brasil relatadas nos ...
 

Destaque

Novas pragas em grandes culturas no Brasil
Novas pragas em grandes culturas no BrasilNovas pragas em grandes culturas no Brasil
Novas pragas em grandes culturas no BrasilOxya Agro e Biociências
 
Bicudo no Algodoeiro
Bicudo no AlgodoeiroBicudo no Algodoeiro
Bicudo no AlgodoeiroGeagra UFG
 
Uso de Herbicidas na cultura do Algodão
Uso de Herbicidas na cultura do AlgodãoUso de Herbicidas na cultura do Algodão
Uso de Herbicidas na cultura do AlgodãoGeagra UFG
 
Combate a pragas quarentenárias presentes e PNQR de relevância para a fruticu...
Combate a pragas quarentenárias presentes e PNQR de relevância para a fruticu...Combate a pragas quarentenárias presentes e PNQR de relevância para a fruticu...
Combate a pragas quarentenárias presentes e PNQR de relevância para a fruticu...Oxya Agro e Biociências
 
Pragas da cultura do Algodao
Pragas da cultura do AlgodaoPragas da cultura do Algodao
Pragas da cultura do AlgodaoMarcos Ferreira
 
Diapositivas mis roxana est. pablo torres-power point pdf
Diapositivas mis roxana   est. pablo torres-power point pdfDiapositivas mis roxana   est. pablo torres-power point pdf
Diapositivas mis roxana est. pablo torres-power point pdfpaantorr
 
Worshopp análise de risco embrapa novembro de 2012
Worshopp análise de risco embrapa novembro de 2012Worshopp análise de risco embrapa novembro de 2012
Worshopp análise de risco embrapa novembro de 2012Sofia Iba
 
Nome científico
Nome científicoNome científico
Nome científicounesp
 

Destaque (9)

Novas pragas em grandes culturas no Brasil
Novas pragas em grandes culturas no BrasilNovas pragas em grandes culturas no Brasil
Novas pragas em grandes culturas no Brasil
 
Melanagromyza sp.
Melanagromyza sp. Melanagromyza sp.
Melanagromyza sp.
 
Bicudo no Algodoeiro
Bicudo no AlgodoeiroBicudo no Algodoeiro
Bicudo no Algodoeiro
 
Uso de Herbicidas na cultura do Algodão
Uso de Herbicidas na cultura do AlgodãoUso de Herbicidas na cultura do Algodão
Uso de Herbicidas na cultura do Algodão
 
Combate a pragas quarentenárias presentes e PNQR de relevância para a fruticu...
Combate a pragas quarentenárias presentes e PNQR de relevância para a fruticu...Combate a pragas quarentenárias presentes e PNQR de relevância para a fruticu...
Combate a pragas quarentenárias presentes e PNQR de relevância para a fruticu...
 
Pragas da cultura do Algodao
Pragas da cultura do AlgodaoPragas da cultura do Algodao
Pragas da cultura do Algodao
 
Diapositivas mis roxana est. pablo torres-power point pdf
Diapositivas mis roxana   est. pablo torres-power point pdfDiapositivas mis roxana   est. pablo torres-power point pdf
Diapositivas mis roxana est. pablo torres-power point pdf
 
Worshopp análise de risco embrapa novembro de 2012
Worshopp análise de risco embrapa novembro de 2012Worshopp análise de risco embrapa novembro de 2012
Worshopp análise de risco embrapa novembro de 2012
 
Nome científico
Nome científicoNome científico
Nome científico
 

Semelhante a Helicoverpa sp. no Ceará

I WSF, Brasília - Abi S.A. Marques - Quarentena de germoplasma vegetal para p...
I WSF, Brasília - Abi S.A. Marques - Quarentena de germoplasma vegetal para p...I WSF, Brasília - Abi S.A. Marques - Quarentena de germoplasma vegetal para p...
I WSF, Brasília - Abi S.A. Marques - Quarentena de germoplasma vegetal para p...Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Tom Prado - Itaueira Agropecuária
Apresentação Tom Prado - Itaueira AgropecuáriaApresentação Tom Prado - Itaueira Agropecuária
Apresentação Tom Prado - Itaueira AgropecuáriaOxya Agro e Biociências
 
Controle de moscas-das-frutas em área ampla
Controle de moscas-das-frutas em área amplaControle de moscas-das-frutas em área ampla
Controle de moscas-das-frutas em área amplaPNMF
 
Controle biológico no Brasil
Controle biológico no BrasilControle biológico no Brasil
Controle biológico no BrasilNetNexusBrasil
 
Controle biológico com joaninhas: uma tecnologia de sucesso
Controle biológico com joaninhas: uma tecnologia de sucessoControle biológico com joaninhas: uma tecnologia de sucesso
Controle biológico com joaninhas: uma tecnologia de sucessoRural Pecuária
 
Enfisa 2014 - Emergência Fitossanitária. Helicoverpa armigera
Enfisa 2014 - Emergência Fitossanitária. Helicoverpa armigeraEnfisa 2014 - Emergência Fitossanitária. Helicoverpa armigera
Enfisa 2014 - Emergência Fitossanitária. Helicoverpa armigeraOxya Agro e Biociências
 
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...Oxya Agro e Biociências
 
Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...
Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...
Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...ApiculturaeAgricultura
 
Claudia Inês da Silva - Biodiversidade no entorno floral
Claudia Inês da Silva - Biodiversidade no entorno floralClaudia Inês da Silva - Biodiversidade no entorno floral
Claudia Inês da Silva - Biodiversidade no entorno floralApiculturaeAgricultura
 
Investigación sobre reutilización de desechos agrícolas e industrias agroalim...
Investigación sobre reutilización de desechos agrícolas e industrias agroalim...Investigación sobre reutilización de desechos agrícolas e industrias agroalim...
Investigación sobre reutilización de desechos agrícolas e industrias agroalim...PTMacaronesia
 
III WSF, Campinas – Walter Jorge dos Santos - Manejo integrado de pragas nos ...
III WSF, Campinas – Walter Jorge dos Santos - Manejo integrado de pragas nos ...III WSF, Campinas – Walter Jorge dos Santos - Manejo integrado de pragas nos ...
III WSF, Campinas – Walter Jorge dos Santos - Manejo integrado de pragas nos ...Oxya Agro e Biociências
 
MANEJO DO BICUDO NO ALGODOEIRO E ALTERNATIVAS DE CONTROLE
MANEJO DO BICUDO NO ALGODOEIRO E ALTERNATIVAS DE CONTROLEMANEJO DO BICUDO NO ALGODOEIRO E ALTERNATIVAS DE CONTROLE
MANEJO DO BICUDO NO ALGODOEIRO E ALTERNATIVAS DE CONTROLEGeagra UFG
 
Sorgo: Comercialização e Logística
Sorgo:  Comercialização e LogísticaSorgo:  Comercialização e Logística
Sorgo: Comercialização e LogísticaGeagra UFG
 
Relatorio workshop ameaças sanitárias para cadeias produtivas de carnes
Relatorio workshop ameaças sanitárias para cadeias produtivas de carnesRelatorio workshop ameaças sanitárias para cadeias produtivas de carnes
Relatorio workshop ameaças sanitárias para cadeias produtivas de carnesSofia Iba
 
Fertilização artificial em peixes terminado
Fertilização artificial em peixes terminadoFertilização artificial em peixes terminado
Fertilização artificial em peixes terminadoaquahobby
 
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...Rodrigo Penna
 

Semelhante a Helicoverpa sp. no Ceará (20)

I WSF, Brasília - Abi S.A. Marques - Quarentena de germoplasma vegetal para p...
I WSF, Brasília - Abi S.A. Marques - Quarentena de germoplasma vegetal para p...I WSF, Brasília - Abi S.A. Marques - Quarentena de germoplasma vegetal para p...
I WSF, Brasília - Abi S.A. Marques - Quarentena de germoplasma vegetal para p...
 
Apresentação Tom Prado - Itaueira Agropecuária
Apresentação Tom Prado - Itaueira AgropecuáriaApresentação Tom Prado - Itaueira Agropecuária
Apresentação Tom Prado - Itaueira Agropecuária
 
Controle de moscas-das-frutas em área ampla
Controle de moscas-das-frutas em área amplaControle de moscas-das-frutas em área ampla
Controle de moscas-das-frutas em área ampla
 
Influenza Aviária - 2015
Influenza Aviária - 2015Influenza Aviária - 2015
Influenza Aviária - 2015
 
Controle biológico no Brasil
Controle biológico no BrasilControle biológico no Brasil
Controle biológico no Brasil
 
Controle biológico com joaninhas: uma tecnologia de sucesso
Controle biológico com joaninhas: uma tecnologia de sucessoControle biológico com joaninhas: uma tecnologia de sucesso
Controle biológico com joaninhas: uma tecnologia de sucesso
 
Enfisa 2014 - Emergência Fitossanitária. Helicoverpa armigera
Enfisa 2014 - Emergência Fitossanitária. Helicoverpa armigeraEnfisa 2014 - Emergência Fitossanitária. Helicoverpa armigera
Enfisa 2014 - Emergência Fitossanitária. Helicoverpa armigera
 
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...
 
Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...
Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...
Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...
 
Claudia Inês da Silva - Biodiversidade no entorno floral
Claudia Inês da Silva - Biodiversidade no entorno floralClaudia Inês da Silva - Biodiversidade no entorno floral
Claudia Inês da Silva - Biodiversidade no entorno floral
 
Investigación sobre reutilización de desechos agrícolas e industrias agroalim...
Investigación sobre reutilización de desechos agrícolas e industrias agroalim...Investigación sobre reutilización de desechos agrícolas e industrias agroalim...
Investigación sobre reutilización de desechos agrícolas e industrias agroalim...
 
III WSF, Campinas – Walter Jorge dos Santos - Manejo integrado de pragas nos ...
III WSF, Campinas – Walter Jorge dos Santos - Manejo integrado de pragas nos ...III WSF, Campinas – Walter Jorge dos Santos - Manejo integrado de pragas nos ...
III WSF, Campinas – Walter Jorge dos Santos - Manejo integrado de pragas nos ...
 
MANEJO DO BICUDO NO ALGODOEIRO E ALTERNATIVAS DE CONTROLE
MANEJO DO BICUDO NO ALGODOEIRO E ALTERNATIVAS DE CONTROLEMANEJO DO BICUDO NO ALGODOEIRO E ALTERNATIVAS DE CONTROLE
MANEJO DO BICUDO NO ALGODOEIRO E ALTERNATIVAS DE CONTROLE
 
Aula2005(2)
Aula2005(2)Aula2005(2)
Aula2005(2)
 
Herbicidas - 2ª safra
Herbicidas - 2ª safraHerbicidas - 2ª safra
Herbicidas - 2ª safra
 
Sorgo: Comercialização e Logística
Sorgo:  Comercialização e LogísticaSorgo:  Comercialização e Logística
Sorgo: Comercialização e Logística
 
Relatorio workshop ameaças sanitárias para cadeias produtivas de carnes
Relatorio workshop ameaças sanitárias para cadeias produtivas de carnesRelatorio workshop ameaças sanitárias para cadeias produtivas de carnes
Relatorio workshop ameaças sanitárias para cadeias produtivas de carnes
 
Fertilização artificial em peixes terminado
Fertilização artificial em peixes terminadoFertilização artificial em peixes terminado
Fertilização artificial em peixes terminado
 
Relatório Céleres
Relatório CéleresRelatório Céleres
Relatório Céleres
 
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...
 

Mais de Oxya Agro e Biociências

Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPOxya Agro e Biociências
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisOxya Agro e Biociências
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsOxya Agro e Biociências
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioOxya Agro e Biociências
 
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegaisCampanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegaisOxya Agro e Biociências
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraOxya Agro e Biociências
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilOxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsOxya Agro e Biociências
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosOxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosOxya Agro e Biociências
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Oxya Agro e Biociências
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEOxya Agro e Biociências
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...Oxya Agro e Biociências
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaOxya Agro e Biociências
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Oxya Agro e Biociências
 

Mais de Oxya Agro e Biociências (20)

Flyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcanaFlyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcana
 
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
 
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia VivaApresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
 
Sistema GEDAVE
Sistema GEDAVESistema GEDAVE
Sistema GEDAVE
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
 
Boas Práticas Regulatórias
Boas Práticas RegulatóriasBoas Práticas Regulatórias
Boas Práticas Regulatórias
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
 
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegaisCampanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
 
Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
 

Último

Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro ano
Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro anoRevisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro ano
Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro anoAlessandraRaiolDasNe
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
Sistema _ Endocrino_ hormonios_8_ano.ppt
Sistema _ Endocrino_ hormonios_8_ano.pptSistema _ Endocrino_ hormonios_8_ano.ppt
Sistema _ Endocrino_ hormonios_8_ano.pptMrciaVidigal
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humanajosecavalcante88019
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdf
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdfSíndrome de obstrução brônquica 2020.pdf
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdfVctorJuliao
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...LuisCSIssufo
 
Teorias da Evolução e slides sobre darwnismo e evoulao
Teorias da Evolução e slides sobre darwnismo e evoulaoTeorias da Evolução e slides sobre darwnismo e evoulao
Teorias da Evolução e slides sobre darwnismo e evoulaoEduardoBarreto262551
 

Último (17)

Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro ano
Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro anoRevisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro ano
Revisão ENEM ensino médio 2024 para o terceiro ano
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
Sistema _ Endocrino_ hormonios_8_ano.ppt
Sistema _ Endocrino_ hormonios_8_ano.pptSistema _ Endocrino_ hormonios_8_ano.ppt
Sistema _ Endocrino_ hormonios_8_ano.ppt
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana
84723012-ACIDENTES- ósseos anatomia humana
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
 
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdf
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdfSíndrome de obstrução brônquica 2020.pdf
Síndrome de obstrução brônquica 2020.pdf
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V24_...
 
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...
 
Teorias da Evolução e slides sobre darwnismo e evoulao
Teorias da Evolução e slides sobre darwnismo e evoulaoTeorias da Evolução e slides sobre darwnismo e evoulao
Teorias da Evolução e slides sobre darwnismo e evoulao
 

Helicoverpa sp. no Ceará

  • 1. São Paulo – SP 10.09.2015 Suely X. Brito Silva - ADAB/FEA Tito Carneiro - ADAGRI Helicoverpa sp. Ocorrências, Cenários e Estratégias de Manejo
  • 2. Hospedeiros: + de 180 espécies cultivadas Fotos: Google
  • 3. Helicoverpa armigeraHelicoverpa punctigera Mariposa (adulto) Longevidade: > 8 dias Nª Gerações: 1 – 3 / safra Alimentação: Néctar Liberação de Feromônio Sexual Oviposição Média/Fêmea: > 4.000 ovos 1. A Praga
  • 4. Migração Facultativa Voos não migratórios: < 10km Voos migratórios: 250 km a 1.000 km Dispersão Adulto Na Austrália H. punctigera – migração H. armigera – pupas em diapausa
  • 5. Ciclo de Vida Crop insects: The Ute Guide Verão: 4-6 semanas Primavera – Outono: 8-12 semanas Diapausa
  • 6. Fase de Ovo Sobrevivência de Ovos X Fatores Físicos Chuvas Intensas Ventos Fortes Calor alta taxa de mortalidade nessa fase: > 88%
  • 7. Período Larval (2-3 semanas /verão; 4-6 semanas/inverno) alta taxa de mortalidade (95%) no dois estádios iniciais
  • 9. Fase Pupal Período: 12 – 18 dias Orifício no solo e uma galeria Profundidade: 10cm Extensão: 2,5 cm a 17,5 cm Diapausa Facultativa (até140 dias)  Temperatura:  Dias curtos  Baixa umidade
  • 10. - Monitorar o Processo de Migração
  • 11. Aplicação dos Laudos Fitossanitários Coleta de Amostras de Helicoverpa sp., 2013
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 16. Matriz Agrícola do Cerrado Baiano Safra 2014/2015 Culturas Área (ha) Produtividade (Unid./Ha) Produção (t) Soja (Sc) 1.420.000 49 4.201.200 Algodão (@ capulho) 290.000 270 1.183.200 Milho (Sc) 220.000 135 1.799.085 Arroz (Sc) 6.000 30 10.800 Feijão Vigna (Sc) 50.000 17 46.800 Sorgo (Sc) 64.500 30 62.100 Milheto (Sc) 700.000 15 630.000 Fonte: Base de dados do Conselho Técnico da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia – AIBA, 2015
  • 17. Lavoura Perdas (Média) Soja (Sc) 16 Milho (Sc) 54 Algodão (@) 76 Estimativa de Perdas Médias / hectare, safra 2014/2015
  • 18. Levantamento Fitossanitário 07 e 08/07/2015 Metodologia Municípios Visitados: - Luís Eduardo Magalhães - Correntina - Riachão das Neves - São Desidério Laudos Aplicados/Lavoura: - Algodão: 07 - Soja: 06 - Milho: 04 Pesquisa Exploratória: - Entrevista Estruturada Levantamento Fitossanitário 07 e 08/07/2015
  • 19. Área do Levantamento, safra 2014/2015
  • 20.
  • 21. Cenário do Oeste da Bahia
  • 22. Fatores Ambientais X Populações de Pragas
  • 23.
  • 24. Monitoramento de Helicoverpa armigera , Lavoura de Algodão Grupo WARPOL - São Desidério – Safra 2014/2015
  • 25.
  • 26.
  • 27. Vírus HzNPV comercializado na Bahia Safra 14/15 Consórcio Cooperativo Agropecuário Brasileiro (CCAB Agro): 123.000 L Considerando.... - Recomendação do Fabricante X Volume comercializado - Duas aplicações por ciclo da lavoura Lavoura Área Tratada (Ha) Soja 61.500 Algodão 47.000
  • 28. 3. Manejo Integrado da Praga - Controle Legislativo
  • 29. MIP – Monitoramento da Praga Foto: Sérgio Aguiar, ADAB/2015
  • 31. MIP - Monitoramento: Armadilha Luminosa Foto: Sérgio Aguiar, ADAB/2015
  • 32. MIP – Controle Biológico Parasitóide de Ovos Entomopatógenos Vírus HzNPV Predadores
  • 33. MIP – Controle Químico
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37. 1. Cenário  Áreas de Agricultura Familiar  Produção de Hortifrui  Danos Econômicos Similares a Outras Pragas 2. Ações a Serem Implementadas  Estudo de Comportamento da Praga  Manejo e Monitoramento  Universalização do Conhecimento  Elaboração de um Plano de Controle (pesquisa)  Regulação da Praga (trânsito??)  Visita Técnica do MAPA e Especialista (28 a 30/09)
  • 38. Prospecção da Praga no Ceará, 2015
  • 39. Prospecção da Praga no Ceará, 2015
  • 40. Lavouras da Agricultura Familiar, Ceará/2015 Qual a melhor estratégia de Manejo da Praga no Ceará?
  • 41.  Monitorar a População da Praga  Identificar Hospedeiros  Avaliar o Impacto Econômico (Área Livre)  Ferramentas de Controle (CB) Vírus HzNPV
  • 42. Lições Aprendidas com a Emergência Fitossanitária na Bahia...  Plano de Contingência: Estratégico;  Conhecimento Científico: Imprescindível;  Mapeamento do Cenário: Fundamental;  Coesão do Setor Produtivo: Decisivo;  Participação do Estado: Necessária.
  • 43. ADAGRI - Ciclo de Palestras Fortaleza, Tianguá, Iguatu e Limoeiro do Norte 18 a 21/08/2015
  • 44. Cooperação Técnica, 2015 ADAGRI – ADAPI – ADAB Tianguá, 19.08.2015
  • 45. Cooperação Técnica ADAGRI – IDIARN – ADAB Limoeiro do Norte, 21.08.2015