SlideShare uma empresa Scribd logo
Hebreus
Introdução
 Hoje temos razoável conhecimento sobre os hebreus
graças à bíblia. No Antigo Testamento, há um relato dos
principais acontecimentos políticos e religiosos desse
povo.
 Deve-se tomar cuidado ao interpretar as informações
bíblicas, ela usa, muitas vezes, linguagem simbólica e
os acontecimentos eram transmitidos oralmente de uma
geração a outra.
 O Antigo Testamento divide a história dos hebreus em três
etapas distintas: Patriarcado, Juizado e Monarquia
Teocrática.
Menorah – Candelabro
de sete pontas.
Estrela de DaviBandeira de Israel
Patriarcado
 Abraão - 1º patriarca ou chefe de clã. Habitava o sul da Mesopotâmia, em Ur.
Os Hebreus eram nômades e se dedicavam à pecuária caprina.
 Depois de Abrãao, vieram Isaac e Jacó – Eles lideravam as tribos hebraicas,
hoje chamadas de Israel.
 Jacó deixou doze descendentes, que deram origem às doze tribos de Israel.
 Devido aos diversos conflitos contra vizinhos e as secas, muitos hebreus
acabaram abandonando a Palestina, dirigindo-se para o Egito – De início, foram
bem tratados pelos hicsos (povo que invadiu o Egito), mas depois da expulsão
dos hicsos, a vida tornou-se difícil e os hebreus foram escravizados por 400
anos.
 Êxodo – Fuga do cativeiro egípcio sob a liderança
de Moisés, o último patriarca.
Juizado
 Hebreus chegam à Palestina, e sob a liderança de Josué
conquistam parte de Canaã.
 Viviam em clãs compostos pelos patriarcas, seus filhos,
mulheres e escravos – Essa divisão (em clãs e tribos)
dificultava a luta contra os antigos habitantes da região,
que resistiam à invasão dos israelitas.
 Gedeão, Jefté e Sansão – Foram os juízes mais
famosos, realizaram a união das doze tribos e lideraram a
vitória contra os Cananeus (antigos moradores) pela terra.
 Os juízes acumulavam funções militares e religiosas,
mas não podem ser confundidos com reis, pois não
tinham mandato vitalício e nem unificaram as tribos
definitivamente.
 Samuel, o último juíz, escolheu Saul como o primeiro rei.
As doze tribos
Monarquia teocrática
 Saul unificou definitivamente as 12 tribos sob um governo centralizado.
 No governo de Saul os hebreus venceram muitas batalhas contra os Cananeus
(principalmente os filisteus), no entanto, os filisteus voltaram a atacar e
derrotaram os hebreus na batalha de Gilboé, levando Saul a suicidar-se para não
cair nãos mãos do inimigo.
 Depois de derrotar o gigante filisteu Golias, Davi tornou-se o novo rei. Sob seu
comando construíram Jerusalém (capital) e uma guarda foi organizada.
 Salomão: Sucessor de Davi, foi um dos maiores reis de Israel. Desenvolveu o
comércio e obtinha enormes lucros; Agora os pobres israelitas podiam construir
um luxuoso templo, onde ficavam guardadas as Tábuas da Lei e o candelabro
de sete braços.
 Cisma (divisão): Com a morte de Salomão, as tribos foram divididas em duas.
- Reino de Judá, com capital em Jerusalém: Era governada por Roboão.
- Reino de Israel, com capital em Samaria: Era governada por Jeroboão.
 Posteriormente, Ciro toma a Babilônia e os hebreus voltam à Palestina,
habitando o território que correspondia à antiga tribo de Judá – Por isso,
passaram a ser chamados de Judeus.
 Os judeus promoveram muitas rebeliões, a última destruiu Jerusalém, inclusive o
templo.
 Diáspora: Os Judeus foram obrigados a se dispersar pelo mundo.
 Causa: Diferença entre as regiões.
- Norte: Mais urbanizado e mercantil.
- Sul: Mais agrícola e pastoril.
 Posteriormente, Israel foi anexada ao Império
Assírio e foram praticamente dizimados.
Enquanto isso, Judá levou uma vida calma.
 Com a queda do Império Assírio, esses territórios
passaram a ser disputados pelo Egito e
Babilônia. Judá alia-se a Babilônia e perdem a
guerra, sendo escravizados por Nabucodonosor,
no cativeiro babilônico.
 Sionismo: Movimento originado no século XIX, clamando o retorno dos judeus
para a terra santa.
 Depois da 2ª Guerra Mundial, o mundo ficou horrorizado com as atrocidades que
o nazismo provocou a esse povo. Em 1947, a ONU aprovou o plano de partilha
da Palestina, dividindo-a em dos Estados, um judeu e outro árabe.
 Em 1948, o Estado de Israel foi oficialmente instituído. Isto gera guerras por
território até hoje.
 Religião: Monoteísta. Seu Deus (Jeová) não podia ser representado por
estátuas e nem pronunciado. Segundo essa religião, Deus fez uma aliança com
o povo de Israel, pela qual receberia proteção em troca de obediência aos Dez
Mandamentos.
- Torá: Lei. Formada pelo Pentateuco, conjunto dos cinco
primeiros livros da bíblia escritos por Moisés.
- Acreditam na vinda de um Messias, que restaurará
o poder real de Davi e reunirá o povo eleito de Deus.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revisão 6º ano ASSUNTO : Roma Antiga
Revisão 6º ano ASSUNTO : Roma AntigaRevisão 6º ano ASSUNTO : Roma Antiga
Revisão 6º ano ASSUNTO : Roma Antiga
Janaína Bindá
 
Hebreus
HebreusHebreus
O povo-hebreu
O povo-hebreuO povo-hebreu
O povo-hebreu
Fabiana Tonsis
 
Crescente fértil
Crescente fértilCrescente fértil
Crescente fértil
Murilo Benevides
 
Os persas - resumido
Os persas - resumidoOs persas - resumido
Os persas - resumido
Google
 
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudalCrise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Douglas Barraqui
 
Hebreus, Fenícios e Persas
Hebreus, Fenícios e PersasHebreus, Fenícios e Persas
Hebreus, Fenícios e Persas
Fabiane Santana
 
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTILANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
Edenilson Morais
 
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
Portal do Vestibulando
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
Daniel Alves Bronstrup
 
Persas
PersasPersas
Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Fenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persasFenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persas
Douglas Barraqui
 
Hebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persasHebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persas
Marcelo Ferreira Boia
 
FENÍCIOS, HEBREUS E PERSAS aula 30-05-2019.pptx
FENÍCIOS, HEBREUS E PERSAS aula 30-05-2019.pptxFENÍCIOS, HEBREUS E PERSAS aula 30-05-2019.pptx
FENÍCIOS, HEBREUS E PERSAS aula 30-05-2019.pptx
Elisa Maria Gomide
 
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
Nefer19
 
Grécia Antiga
 Grécia Antiga Grécia Antiga
Grécia Antiga
Luis Silva
 
Aula 5 hebreus
Aula 5   hebreusAula 5   hebreus
Aula 5 hebreus
Profdaltonjunior
 
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe 1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe
Daniel Alves Bronstrup
 

Mais procurados (20)

Revisão 6º ano ASSUNTO : Roma Antiga
Revisão 6º ano ASSUNTO : Roma AntigaRevisão 6º ano ASSUNTO : Roma Antiga
Revisão 6º ano ASSUNTO : Roma Antiga
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
O povo-hebreu
O povo-hebreuO povo-hebreu
O povo-hebreu
 
Crescente fértil
Crescente fértilCrescente fértil
Crescente fértil
 
Os persas - resumido
Os persas - resumidoOs persas - resumido
Os persas - resumido
 
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudalCrise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
 
Hebreus, Fenícios e Persas
Hebreus, Fenícios e PersasHebreus, Fenícios e Persas
Hebreus, Fenícios e Persas
 
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTILANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
ANTIGUIDADE ORIENTAL - CRESCENTE FÉRTIL
 
Questão Palestina
Questão PalestinaQuestão Palestina
Questão Palestina
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
 
Persas
PersasPersas
Persas
 
Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)
 
Fenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persasFenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persas
 
Hebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persasHebreus fenicios e persas
Hebreus fenicios e persas
 
FENÍCIOS, HEBREUS E PERSAS aula 30-05-2019.pptx
FENÍCIOS, HEBREUS E PERSAS aula 30-05-2019.pptxFENÍCIOS, HEBREUS E PERSAS aula 30-05-2019.pptx
FENÍCIOS, HEBREUS E PERSAS aula 30-05-2019.pptx
 
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
 
Grécia Antiga
 Grécia Antiga Grécia Antiga
Grécia Antiga
 
Aula 5 hebreus
Aula 5   hebreusAula 5   hebreus
Aula 5 hebreus
 
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
 
1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe 1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe
 

Destaque

Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.
Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.
Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.
Lara Lídia
 
Energía específica y cantidad de movimiento
Energía específica y cantidad de movimientoEnergía específica y cantidad de movimiento
Energía específica y cantidad de movimiento
luismartinezperaza85
 
銀のBIMなどない
銀のBIMなどない銀のBIMなどない
銀のBIMなどない
けい せっ
 
UBI - Banking Next 500 Days
UBI - Banking Next 500 DaysUBI - Banking Next 500 Days
UBI - Banking Next 500 Days
Boni
 
Números quânticos.
Números quânticos.Números quânticos.
Números quânticos.
Lara Lídia
 
Fenícios e persas
Fenícios e persasFenícios e persas
Fenícios e persas
Lara Lídia
 
Formação Sagrada Escritura
Formação Sagrada EscrituraFormação Sagrada Escritura
âMe noire (poème)
âMe noire (poème)âMe noire (poème)
âMe noire (poème)
Luís Rovira
 
Romantismo.
Romantismo.Romantismo.
Romantismo.
Lara Lídia
 
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de HebreusAula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Ricardo Gondim
 
Miguel Ruiz 4 acuerdos
Miguel Ruiz 4 acuerdosMiguel Ruiz 4 acuerdos
Miguel Ruiz 4 acuerdos
Dafne Carolina
 
Fisiologia endocrina1
Fisiologia endocrina1Fisiologia endocrina1
Fisiologia endocrina1
Mont24
 
Reanimación neonatal
Reanimación neonatalReanimación neonatal
Reanimación neonatal
Abisai Arellano
 
2 decarie ifa decarie-final_2
2 decarie ifa decarie-final_22 decarie ifa decarie-final_2
2 decarie ifa decarie-final_2
ifa2012_2
 
HEIDY YULIANA DIAZ CARDENAS 2
HEIDY YULIANA DIAZ CARDENAS 2HEIDY YULIANA DIAZ CARDENAS 2
HEIDY YULIANA DIAZ CARDENAS 2
klaumilenitha
 
From Evergreen to Edible / Resource Listing
From Evergreen to Edible / Resource ListingFrom Evergreen to Edible / Resource Listing
From Evergreen to Edible / Resource Listing
Ramona Winkelbauer
 
Estudo a casa de ouro
Estudo a casa de ouroEstudo a casa de ouro
Estudo a casa de ouro
Erodice Guerra Vanrandorave
 
εκπαιδευτικο εικονικο μουσειο
εκπαιδευτικο εικονικο  μουσειοεκπαιδευτικο εικονικο  μουσειο
εκπαιδευτικο εικονικο μουσειο
paraskevit
 
在线办公软件(文档)
在线办公软件(文档)在线办公软件(文档)
在线办公软件(文档)yuzijuan
 

Destaque (20)

Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.
Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.
Introdução a Eletrostática e Processos de eletrização.
 
Energía específica y cantidad de movimiento
Energía específica y cantidad de movimientoEnergía específica y cantidad de movimiento
Energía específica y cantidad de movimiento
 
銀のBIMなどない
銀のBIMなどない銀のBIMなどない
銀のBIMなどない
 
UBI - Banking Next 500 Days
UBI - Banking Next 500 DaysUBI - Banking Next 500 Days
UBI - Banking Next 500 Days
 
Números quânticos.
Números quânticos.Números quânticos.
Números quânticos.
 
Fenícios e persas
Fenícios e persasFenícios e persas
Fenícios e persas
 
Formação Sagrada Escritura
Formação Sagrada EscrituraFormação Sagrada Escritura
Formação Sagrada Escritura
 
âMe noire (poème)
âMe noire (poème)âMe noire (poème)
âMe noire (poème)
 
Romantismo.
Romantismo.Romantismo.
Romantismo.
 
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de HebreusAula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
Aula 5 - Revisando a Carta de Hebreus
 
Miguel Ruiz 4 acuerdos
Miguel Ruiz 4 acuerdosMiguel Ruiz 4 acuerdos
Miguel Ruiz 4 acuerdos
 
Fisiologia endocrina1
Fisiologia endocrina1Fisiologia endocrina1
Fisiologia endocrina1
 
Reanimación neonatal
Reanimación neonatalReanimación neonatal
Reanimación neonatal
 
2 decarie ifa decarie-final_2
2 decarie ifa decarie-final_22 decarie ifa decarie-final_2
2 decarie ifa decarie-final_2
 
HEIDY YULIANA DIAZ CARDENAS 2
HEIDY YULIANA DIAZ CARDENAS 2HEIDY YULIANA DIAZ CARDENAS 2
HEIDY YULIANA DIAZ CARDENAS 2
 
From Evergreen to Edible / Resource Listing
From Evergreen to Edible / Resource ListingFrom Evergreen to Edible / Resource Listing
From Evergreen to Edible / Resource Listing
 
Estudo a casa de ouro
Estudo a casa de ouroEstudo a casa de ouro
Estudo a casa de ouro
 
Olena.ursu
Olena.ursuOlena.ursu
Olena.ursu
 
εκπαιδευτικο εικονικο μουσειο
εκπαιδευτικο εικονικο  μουσειοεκπαιδευτικο εικονικο  μουσειο
εκπαιδευτικο εικονικο μουσειο
 
在线办公软件(文档)
在线办公软件(文档)在线办公软件(文档)
在线办公软件(文档)
 

Semelhante a Hebreus

A civilização hebraica simone
A civilização hebraica simoneA civilização hebraica simone
A civilização hebraica simone
Janete Garcia de Freitas
 
Resumo hebreus
Resumo hebreusResumo hebreus
Resumo hebreus
Péricles Penuel
 
Os Hebreus
Os HebreusOs Hebreus
Os Hebreus
Ramon Chieppe
 
Origens do Reino de Israel - ANTES DE 1220 a.C. a 587 a.C
Origens do Reino de Israel - ANTES DE 1220 a.C. a 587 a.COrigens do Reino de Israel - ANTES DE 1220 a.C. a 587 a.C
Origens do Reino de Israel - ANTES DE 1220 a.C. a 587 a.C
Jossadan Ventura
 
Os hebreus
Os hebreusOs hebreus
Aula os hebreus
Aula os hebreusAula os hebreus
Aula os hebreus
tyromello
 
Os hebreus e a terra prometida
Os hebreus e a terra prometidaOs hebreus e a terra prometida
Os hebreus e a terra prometida
Íris Ferreira
 
O judaísmo - By Eloy Bezerra
O judaísmo - By Eloy BezerraO judaísmo - By Eloy Bezerra
O judaísmo - By Eloy Bezerra
Eloy Bezerra
 
Os hebreus
Os hebreusOs hebreus
Os hebreus
Laguat
 
Hebreus
Hebreus Hebreus
Hebreus
Laguat
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
José Neto
 
Os hebreus
Os hebreusOs hebreus
A história da formação povo hebreu em formato .pptx
A história da formação povo hebreu em formato .pptxA história da formação povo hebreu em formato .pptx
A história da formação povo hebreu em formato .pptx
richardpscheidt
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
Carlson Cruz
 
A HistóRia De Israel
A HistóRia De IsraelA HistóRia De Israel
A HistóRia De Israel
Alexandre Santos
 
Hebreus
HebreusHebreus
Trabalho de historia
Trabalho de historiaTrabalho de historia
Trabalho de historia
Heverton Gilber
 
P civilizacoes
P civilizacoesP civilizacoes
P civilizacoes
William Silva
 
Os hebreus
Os hebreusOs hebreus
Os hebreus
historiando
 

Semelhante a Hebreus (20)

A civilização hebraica simone
A civilização hebraica simoneA civilização hebraica simone
A civilização hebraica simone
 
Resumo hebreus
Resumo hebreusResumo hebreus
Resumo hebreus
 
Os Hebreus
Os HebreusOs Hebreus
Os Hebreus
 
Origens do Reino de Israel - ANTES DE 1220 a.C. a 587 a.C
Origens do Reino de Israel - ANTES DE 1220 a.C. a 587 a.COrigens do Reino de Israel - ANTES DE 1220 a.C. a 587 a.C
Origens do Reino de Israel - ANTES DE 1220 a.C. a 587 a.C
 
Os hebreus
Os hebreusOs hebreus
Os hebreus
 
Aula os hebreus
Aula os hebreusAula os hebreus
Aula os hebreus
 
Os hebreus e a terra prometida
Os hebreus e a terra prometidaOs hebreus e a terra prometida
Os hebreus e a terra prometida
 
O judaísmo - By Eloy Bezerra
O judaísmo - By Eloy BezerraO judaísmo - By Eloy Bezerra
O judaísmo - By Eloy Bezerra
 
Os hebreus
Os hebreusOs hebreus
Os hebreus
 
Hebreus
Hebreus Hebreus
Hebreus
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Os hebreus
Os hebreusOs hebreus
Os hebreus
 
A história da formação povo hebreu em formato .pptx
A história da formação povo hebreu em formato .pptxA história da formação povo hebreu em formato .pptx
A história da formação povo hebreu em formato .pptx
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
A HistóRia De Israel
A HistóRia De IsraelA HistóRia De Israel
A HistóRia De Israel
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Trabalho de historia
Trabalho de historiaTrabalho de historia
Trabalho de historia
 
P civilizacoes
P civilizacoesP civilizacoes
P civilizacoes
 
Os hebreus
Os hebreusOs hebreus
Os hebreus
 

Mais de Lara Lídia

Lipídios
LipídiosLipídios
Lipídios
Lara Lídia
 
Nox - Número de Oxidação.
Nox - Número de Oxidação.Nox - Número de Oxidação.
Nox - Número de Oxidação.
Lara Lídia
 
Glicídios.
Glicídios.Glicídios.
Glicídios.
Lara Lídia
 
Grécia antiga.
Grécia antiga.Grécia antiga.
Grécia antiga.
Lara Lídia
 
Separação de misturas.
Separação de misturas.Separação de misturas.
Separação de misturas.
Lara Lídia
 
Introdução à evolução
Introdução à evoluçãoIntrodução à evolução
Introdução à evolução
Lara Lídia
 
Cartografia.
Cartografia.Cartografia.
Cartografia.
Lara Lídia
 
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
Lara Lídia
 
Substâncias puras, misturas e sistemas.
Substâncias puras, misturas e sistemas.Substâncias puras, misturas e sistemas.
Substâncias puras, misturas e sistemas.
Lara Lídia
 
Campo elétrico.
Campo elétrico.Campo elétrico.
Campo elétrico.
Lara Lídia
 
Força elétrica
Força elétricaForça elétrica
Força elétrica
Lara Lídia
 
Complexos geoeconômicos.
Complexos geoeconômicos.Complexos geoeconômicos.
Complexos geoeconômicos.
Lara Lídia
 
Funções de linguagem.
Funções de linguagem.Funções de linguagem.
Funções de linguagem.
Lara Lídia
 
Complexo açucareiro brasileiro.
Complexo açucareiro brasileiro.Complexo açucareiro brasileiro.
Complexo açucareiro brasileiro.
Lara Lídia
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
Lara Lídia
 
Classificação dos seres vivos.
Classificação dos seres vivos.Classificação dos seres vivos.
Classificação dos seres vivos.
Lara Lídia
 
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.
Lara Lídia
 
Sais minerais.
Sais minerais.Sais minerais.
Sais minerais.
Lara Lídia
 
Mesopotâmia.
Mesopotâmia.Mesopotâmia.
Mesopotâmia.
Lara Lídia
 
Egito
EgitoEgito

Mais de Lara Lídia (20)

Lipídios
LipídiosLipídios
Lipídios
 
Nox - Número de Oxidação.
Nox - Número de Oxidação.Nox - Número de Oxidação.
Nox - Número de Oxidação.
 
Glicídios.
Glicídios.Glicídios.
Glicídios.
 
Grécia antiga.
Grécia antiga.Grécia antiga.
Grécia antiga.
 
Separação de misturas.
Separação de misturas.Separação de misturas.
Separação de misturas.
 
Introdução à evolução
Introdução à evoluçãoIntrodução à evolução
Introdução à evolução
 
Cartografia.
Cartografia.Cartografia.
Cartografia.
 
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
A mineração no período colonial e as atividades subsidiárias.
 
Substâncias puras, misturas e sistemas.
Substâncias puras, misturas e sistemas.Substâncias puras, misturas e sistemas.
Substâncias puras, misturas e sistemas.
 
Campo elétrico.
Campo elétrico.Campo elétrico.
Campo elétrico.
 
Força elétrica
Força elétricaForça elétrica
Força elétrica
 
Complexos geoeconômicos.
Complexos geoeconômicos.Complexos geoeconômicos.
Complexos geoeconômicos.
 
Funções de linguagem.
Funções de linguagem.Funções de linguagem.
Funções de linguagem.
 
Complexo açucareiro brasileiro.
Complexo açucareiro brasileiro.Complexo açucareiro brasileiro.
Complexo açucareiro brasileiro.
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
 
Classificação dos seres vivos.
Classificação dos seres vivos.Classificação dos seres vivos.
Classificação dos seres vivos.
 
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.
Principais formas de relevo e os Relevos do Brasil.
 
Sais minerais.
Sais minerais.Sais minerais.
Sais minerais.
 
Mesopotâmia.
Mesopotâmia.Mesopotâmia.
Mesopotâmia.
 
Egito
EgitoEgito
Egito
 

Último

Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 

Último (20)

Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 

Hebreus

  • 2. Introdução  Hoje temos razoável conhecimento sobre os hebreus graças à bíblia. No Antigo Testamento, há um relato dos principais acontecimentos políticos e religiosos desse povo.  Deve-se tomar cuidado ao interpretar as informações bíblicas, ela usa, muitas vezes, linguagem simbólica e os acontecimentos eram transmitidos oralmente de uma geração a outra.  O Antigo Testamento divide a história dos hebreus em três etapas distintas: Patriarcado, Juizado e Monarquia Teocrática. Menorah – Candelabro de sete pontas. Estrela de DaviBandeira de Israel
  • 3. Patriarcado  Abraão - 1º patriarca ou chefe de clã. Habitava o sul da Mesopotâmia, em Ur. Os Hebreus eram nômades e se dedicavam à pecuária caprina.  Depois de Abrãao, vieram Isaac e Jacó – Eles lideravam as tribos hebraicas, hoje chamadas de Israel.  Jacó deixou doze descendentes, que deram origem às doze tribos de Israel.  Devido aos diversos conflitos contra vizinhos e as secas, muitos hebreus acabaram abandonando a Palestina, dirigindo-se para o Egito – De início, foram bem tratados pelos hicsos (povo que invadiu o Egito), mas depois da expulsão dos hicsos, a vida tornou-se difícil e os hebreus foram escravizados por 400 anos.  Êxodo – Fuga do cativeiro egípcio sob a liderança de Moisés, o último patriarca.
  • 4. Juizado  Hebreus chegam à Palestina, e sob a liderança de Josué conquistam parte de Canaã.  Viviam em clãs compostos pelos patriarcas, seus filhos, mulheres e escravos – Essa divisão (em clãs e tribos) dificultava a luta contra os antigos habitantes da região, que resistiam à invasão dos israelitas.  Gedeão, Jefté e Sansão – Foram os juízes mais famosos, realizaram a união das doze tribos e lideraram a vitória contra os Cananeus (antigos moradores) pela terra.  Os juízes acumulavam funções militares e religiosas, mas não podem ser confundidos com reis, pois não tinham mandato vitalício e nem unificaram as tribos definitivamente.  Samuel, o último juíz, escolheu Saul como o primeiro rei. As doze tribos
  • 5. Monarquia teocrática  Saul unificou definitivamente as 12 tribos sob um governo centralizado.  No governo de Saul os hebreus venceram muitas batalhas contra os Cananeus (principalmente os filisteus), no entanto, os filisteus voltaram a atacar e derrotaram os hebreus na batalha de Gilboé, levando Saul a suicidar-se para não cair nãos mãos do inimigo.  Depois de derrotar o gigante filisteu Golias, Davi tornou-se o novo rei. Sob seu comando construíram Jerusalém (capital) e uma guarda foi organizada.  Salomão: Sucessor de Davi, foi um dos maiores reis de Israel. Desenvolveu o comércio e obtinha enormes lucros; Agora os pobres israelitas podiam construir um luxuoso templo, onde ficavam guardadas as Tábuas da Lei e o candelabro de sete braços.  Cisma (divisão): Com a morte de Salomão, as tribos foram divididas em duas. - Reino de Judá, com capital em Jerusalém: Era governada por Roboão. - Reino de Israel, com capital em Samaria: Era governada por Jeroboão.
  • 6.  Posteriormente, Ciro toma a Babilônia e os hebreus voltam à Palestina, habitando o território que correspondia à antiga tribo de Judá – Por isso, passaram a ser chamados de Judeus.  Os judeus promoveram muitas rebeliões, a última destruiu Jerusalém, inclusive o templo.  Diáspora: Os Judeus foram obrigados a se dispersar pelo mundo.  Causa: Diferença entre as regiões. - Norte: Mais urbanizado e mercantil. - Sul: Mais agrícola e pastoril.  Posteriormente, Israel foi anexada ao Império Assírio e foram praticamente dizimados. Enquanto isso, Judá levou uma vida calma.  Com a queda do Império Assírio, esses territórios passaram a ser disputados pelo Egito e Babilônia. Judá alia-se a Babilônia e perdem a guerra, sendo escravizados por Nabucodonosor, no cativeiro babilônico.
  • 7.  Sionismo: Movimento originado no século XIX, clamando o retorno dos judeus para a terra santa.  Depois da 2ª Guerra Mundial, o mundo ficou horrorizado com as atrocidades que o nazismo provocou a esse povo. Em 1947, a ONU aprovou o plano de partilha da Palestina, dividindo-a em dos Estados, um judeu e outro árabe.  Em 1948, o Estado de Israel foi oficialmente instituído. Isto gera guerras por território até hoje.  Religião: Monoteísta. Seu Deus (Jeová) não podia ser representado por estátuas e nem pronunciado. Segundo essa religião, Deus fez uma aliança com o povo de Israel, pela qual receberia proteção em troca de obediência aos Dez Mandamentos. - Torá: Lei. Formada pelo Pentateuco, conjunto dos cinco primeiros livros da bíblia escritos por Moisés. - Acreditam na vinda de um Messias, que restaurará o poder real de Davi e reunirá o povo eleito de Deus.