SlideShare uma empresa Scribd logo
GUIÃO:
COMO FAZER
UMA APRESENTAÇÃO ORAL
@ Biblioteca da Escola Secundária de D. joão II
2012/2013
Textos: Helena Camacho
Organização gráfica: Fernanda Ledesma
Licença Creative Commons
1. QUESTÕES PRÉVIAS
A apresentação oral pode partir de um trabalho escrito ou ser autónoma. Neste caso, a pesquisa sobre o
assunto deve ser tão rigorosa como para o trabalho escrito.
Ao iniciar a realização do trabalho devem-se ter em conta duas etapas bem distintas:
1ª : a elaboração do trabalho escrito nas suas diversas etapas1
2ª : a preparação da apresentação oral
Na segunda etapa, impõe-se uma reflexão sobre:
2. TÉCNICAS A UTILIZAR
 Define os objetivos essenciais da apresentação (apresentar um
assunto, informar, persuadir...).
 Prepara a apresentação com cuidado, para que seja visível o teu domínio do
assunto. Não deves falar de improviso.
 Se for um trabalho de grupo apresentado por vários alunos, as diferentes
partes devem estar equilibradas.
 Tem em atenção as características do público a que se dirige a
apresentação.
 Não te limites a ler o que escreveste, pois o importante é transmitir os
assuntos de forma espontânea.
 Adota uma postura natural, mas correta; não metas as mãos nos bolsos,
nem te encostes à parede, por exemplo.
 Fala de forma descontraída, utilizando gestos adequados e que sublinhem os
aspetos essenciais;
1
Ver guião correspondente
Muitos professores solicitam uma apresentação oral de um trabalho
escrito. No entanto, o facto de se ter feito um bom trabalho escrito não
significa necessariamente ser capaz de uma boa apresentação oral,
sobretudo se esta não for devidamente preparada.
 A quem vamos apresentar o trabalho?
 Qual o espaço em que decorre a apresentação?
 Que suportes devem/podem ser utilizados?
 Como introduzir o tema do trabalho?
 Que aspetos do trabalho devem ser destacados?
 Como distribuir o trabalho pelos membros do grupo?
 Que tempo atribuir a cada um deles?
 Que estratégias utilizar para tornar a apresentação mais
interessante e dinâmica?
Da preparação e
organização da
apresentação, depende
o seu sucesso.
Uma apresentação oral
deve ser treinada por
todos os membros do
grupo.
PREPARA-TE…
Não deves falar
de improviso.
Não metas as
mãos nos bolsos
Nem te
encostes à
parede
 Pensa em estratégias para captares a atenção e o interesse do público:
 Não distribuas documentos de apoio durante a sessão, para que o público não se distraia com a sua
leitura.
 Controla o tempo disponível para a apresentação.
 Utiliza uma linguagem clara, mas precisa e direta. Evita repetir as mesmas ideias com palavras
diferentes.
 Articula bem as palavras.
 Ensaia a apresentação em voz alta, se possível com alguém que assuma o papel do público, para
eventuais correções e controlo do tempo.
 Reserva algum tempo da apresentação para responderes a questões/ comentários do público e para
a heteroavaliação do trabalho.
3. SUPORTES DA APRESENTAÇÃO
4. BIBLIOGRAFIA
SANTOS, Mª Manuela, Aprender a estudar, Lisboa: Lisboa Editora, 2005.
o olhar o público: evitar fixar sempre as mesmas pessoas ou apenas a fila da frente;
o dar atenção ao ritmo da voz (nem demasiado rápido, nem demasiado lento) e ao
tom de voz (varia a entoação para sublinhar alguns aspetos);
o fazer pausas para que o público possa interiorizar os conceitos mais difíceis;
o fazer sínteses ou perguntas para verificar se a mensagem foi captada e para incluir o
público no debate de ideias;
o usar meios audiovisuais.
DICAS…
Se utilizares suportes eletrónicos, verifica se tudo está a
funcionar bem, antes da apresentação.
Não utilizes demasiadas animações nas apresentações
eletrónicas, para não perder tempo, nem cansar o público.
Não carregues demasiado os diapositivos com texto. Tem
atenção à visibilidade das cores e dos caracteres.
Utiliza frases curtas e palavras-chave, gráficos, imagens,
esquemas, etc. que te permitem falar em vez de ler.
SUPORTES…
 Computador
(apresentações
eletrónicas, vídeo,
fotografias ...)
 Cartazes
 Fotocópias

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação críticaO artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação crítica
Fernanda Monteiro
 
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Raquel Antunes
 
Ficha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correçãoFicha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correção
Raquel Antunes
 
Erros meus, má fortuna, amor ardente
Erros  meus, má fortuna, amor ardenteErros  meus, má fortuna, amor ardente
Erros meus, má fortuna, amor ardente
Helena Coutinho
 
Descalça vai para a fonte
Descalça vai para a fonteDescalça vai para a fonte
Descalça vai para a fonte
Helena Coutinho
 
Gil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereiraGil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereira
David Caçador
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
becastanheiradepera
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas
713773
 
Lírica de Luís de Camões
Lírica de Luís de Camões Lírica de Luís de Camões
Lírica de Luís de Camões
Lurdes Augusto
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)
Rosária Zamith
 
Complemento oblíquo
Complemento oblíquoComplemento oblíquo
Complemento oblíquo
Celina Medeiros
 
Lista obras textos educação Literária Secundário
Lista obras textos educação Literária  SecundárioLista obras textos educação Literária  Secundário
Lista obras textos educação Literária Secundário
BE123AEN
 
10º testes leya
10º testes leya10º testes leya
10º testes leya
Graça Gomes
 
Texto argumentativo exemplo
Texto argumentativo exemploTexto argumentativo exemplo
Texto argumentativo exemplo
FJDOliveira
 
Ai flores, ai flores
Ai flores, ai floresAi flores, ai flores
Ai flores, ai flores
Paula Oliveira Cruz
 
Proposição
ProposiçãoProposição
Proposição
Paula Oliveira Cruz
 
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Inês Moreira
 
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasFicha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Raquel Antunes
 
Conjunções e Locuções Conjuncionais
Conjunções e Locuções ConjuncionaisConjunções e Locuções Conjuncionais
Conjunções e Locuções Conjuncionais
Rosalina Simão Nunes
 
Analise os lusiadas 1
Analise os lusiadas 1Analise os lusiadas 1
Analise os lusiadas 1
Célia Gonçalves
 

Mais procurados (20)

O artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação críticaO artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação crítica
 
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
 
Ficha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correçãoFicha formativa de orações com correção
Ficha formativa de orações com correção
 
Erros meus, má fortuna, amor ardente
Erros  meus, má fortuna, amor ardenteErros  meus, má fortuna, amor ardente
Erros meus, má fortuna, amor ardente
 
Descalça vai para a fonte
Descalça vai para a fonteDescalça vai para a fonte
Descalça vai para a fonte
 
Gil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereiraGil vicente, farsa de inês pereira
Gil vicente, farsa de inês pereira
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas
 
Lírica de Luís de Camões
Lírica de Luís de Camões Lírica de Luís de Camões
Lírica de Luís de Camões
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)
 
Complemento oblíquo
Complemento oblíquoComplemento oblíquo
Complemento oblíquo
 
Lista obras textos educação Literária Secundário
Lista obras textos educação Literária  SecundárioLista obras textos educação Literária  Secundário
Lista obras textos educação Literária Secundário
 
10º testes leya
10º testes leya10º testes leya
10º testes leya
 
Texto argumentativo exemplo
Texto argumentativo exemploTexto argumentativo exemplo
Texto argumentativo exemplo
 
Ai flores, ai flores
Ai flores, ai floresAi flores, ai flores
Ai flores, ai flores
 
Proposição
ProposiçãoProposição
Proposição
 
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
 
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasFicha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavras
 
Conjunções e Locuções Conjuncionais
Conjunções e Locuções ConjuncionaisConjunções e Locuções Conjuncionais
Conjunções e Locuções Conjuncionais
 
Analise os lusiadas 1
Analise os lusiadas 1Analise os lusiadas 1
Analise os lusiadas 1
 

Semelhante a Guião: Como fazer uma apresentação oral

Como fazer uma apresentação oral trabalhos
Como fazer uma apresentação oral trabalhosComo fazer uma apresentação oral trabalhos
Como fazer uma apresentação oral trabalhos
Anaigreja
 
SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdfSEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
louisevictori924
 
Saber fazer apresentações orais
Saber fazer apresentações oraisSaber fazer apresentações orais
Saber fazer apresentações orais
Biblioteca FCT/UNL
 
Comunicacao oral e transmissão de idéias
Comunicacao oral e transmissão de idéiasComunicacao oral e transmissão de idéias
Comunicacao oral e transmissão de idéias
gisa_legal
 
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdf
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdfComo elaborar um bom seminário_ (1).pdf
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdf
ZoraideVieiraCruz
 
Técnicas para falar em grupo
Técnicas para falar em grupoTécnicas para falar em grupo
Técnicas para falar em grupo
pgjaoa
 
Ilona como fazer apresentação corretamente
Ilona  como fazer apresentação corretamenteIlona  como fazer apresentação corretamente
Ilona como fazer apresentação corretamente
ilonasluz
 
TéCnicas De ApresentaçãO Oral
TéCnicas De ApresentaçãO OralTéCnicas De ApresentaçãO Oral
10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO
10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO
10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO
AgriPoint
 
Folheto apres orais
Folheto apres oraisFolheto apres orais
Folheto apres orais
Ana Roxo
 
Guia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de semináriosGuia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de seminários
Estude Mais
 
Seminários powerpoint
Seminários powerpointSeminários powerpoint
Seminários powerpoint
Marines Bomfim
 
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimirDicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
Vanusia Santana
 
16 parametros de avaliação explicados da SPI
16 parametros de avaliação explicados da SPI16 parametros de avaliação explicados da SPI
16 parametros de avaliação explicados da SPI
desportistaluis
 
Aula 4 - Primeiros passos para uma apresentação.
Aula 4 - Primeiros passos para uma apresentação.Aula 4 - Primeiros passos para uma apresentação.
Aula 4 - Primeiros passos para uma apresentação.
Luiz Marques
 
Gênero Seminário.pptx
Gênero Seminário.pptxGênero Seminário.pptx
Gênero Seminário.pptx
Gustavo Paz
 
Gêneros orais
Gêneros oraisGêneros orais
Gêneros orais
Jean Carvalho
 
Dicas para tornar suas aulas mais atrativas
Dicas para tornar suas aulas mais atrativasDicas para tornar suas aulas mais atrativas
Dicas para tornar suas aulas mais atrativas
André Boaratti
 
Dicas para tornar suas aulas mais atrativas
Dicas para tornar suas aulas mais atrativasDicas para tornar suas aulas mais atrativas
Dicas para tornar suas aulas mais atrativas
André Boaratti
 
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
João Carlos Melo Silva
 

Semelhante a Guião: Como fazer uma apresentação oral (20)

Como fazer uma apresentação oral trabalhos
Como fazer uma apresentação oral trabalhosComo fazer uma apresentação oral trabalhos
Como fazer uma apresentação oral trabalhos
 
SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdfSEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
SEMIÁRIOS_APRENTAÇÃODESEMINARIO_EDUCAÇÃO.pdf
 
Saber fazer apresentações orais
Saber fazer apresentações oraisSaber fazer apresentações orais
Saber fazer apresentações orais
 
Comunicacao oral e transmissão de idéias
Comunicacao oral e transmissão de idéiasComunicacao oral e transmissão de idéias
Comunicacao oral e transmissão de idéias
 
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdf
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdfComo elaborar um bom seminário_ (1).pdf
Como elaborar um bom seminário_ (1).pdf
 
Técnicas para falar em grupo
Técnicas para falar em grupoTécnicas para falar em grupo
Técnicas para falar em grupo
 
Ilona como fazer apresentação corretamente
Ilona  como fazer apresentação corretamenteIlona  como fazer apresentação corretamente
Ilona como fazer apresentação corretamente
 
TéCnicas De ApresentaçãO Oral
TéCnicas De ApresentaçãO OralTéCnicas De ApresentaçãO Oral
TéCnicas De ApresentaçãO Oral
 
10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO
10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO
10 DICAS PARA FALAR EM PÚBLICO
 
Folheto apres orais
Folheto apres oraisFolheto apres orais
Folheto apres orais
 
Guia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de semináriosGuia de apresentação de seminários
Guia de apresentação de seminários
 
Seminários powerpoint
Seminários powerpointSeminários powerpoint
Seminários powerpoint
 
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimirDicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
Dicas de como apresentar seminários powerpoint imprimir
 
16 parametros de avaliação explicados da SPI
16 parametros de avaliação explicados da SPI16 parametros de avaliação explicados da SPI
16 parametros de avaliação explicados da SPI
 
Aula 4 - Primeiros passos para uma apresentação.
Aula 4 - Primeiros passos para uma apresentação.Aula 4 - Primeiros passos para uma apresentação.
Aula 4 - Primeiros passos para uma apresentação.
 
Gênero Seminário.pptx
Gênero Seminário.pptxGênero Seminário.pptx
Gênero Seminário.pptx
 
Gêneros orais
Gêneros oraisGêneros orais
Gêneros orais
 
Dicas para tornar suas aulas mais atrativas
Dicas para tornar suas aulas mais atrativasDicas para tornar suas aulas mais atrativas
Dicas para tornar suas aulas mais atrativas
 
Dicas para tornar suas aulas mais atrativas
Dicas para tornar suas aulas mais atrativasDicas para tornar suas aulas mais atrativas
Dicas para tornar suas aulas mais atrativas
 
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
Apresentacaoseminario 091004123012-phpapp02
 

Mais de bedjoaoii

Obras adquiridas Biblioteca - janeiro 2018
Obras adquiridas Biblioteca - janeiro 2018Obras adquiridas Biblioteca - janeiro 2018
Obras adquiridas Biblioteca - janeiro 2018
bedjoaoii
 
Continuidade na Mudança
Continuidade na MudançaContinuidade na Mudança
Continuidade na Mudança
bedjoaoii
 
Cartaz - O sono da razão produz monstros
Cartaz  - O sono da razão produz monstrosCartaz  - O sono da razão produz monstros
Cartaz - O sono da razão produz monstros
bedjoaoii
 
Cartazes de Exposição da Biblioteca Escolar
Cartazes de Exposição da Biblioteca EscolarCartazes de Exposição da Biblioteca Escolar
Cartazes de Exposição da Biblioteca Escolar
bedjoaoii
 
Cartaz Fashion Week
Cartaz  Fashion WeekCartaz  Fashion Week
Cartaz Fashion Week
bedjoaoii
 
Cartaz Arqueologia em Setúbal
Cartaz Arqueologia em SetúbalCartaz Arqueologia em Setúbal
Cartaz Arqueologia em Setúbal
bedjoaoii
 
Cartaz Arqueologia em Setúbal
Cartaz Arqueologia em SetúbalCartaz Arqueologia em Setúbal
Cartaz Arqueologia em Setúbal
bedjoaoii
 
Cartaz - A arte e os direitos humanos
Cartaz - A arte e os direitos humanosCartaz - A arte e os direitos humanos
Cartaz - A arte e os direitos humanos
bedjoaoii
 
Cartaz 3 anos_em_clicks_multimédia (1)
Cartaz 3 anos_em_clicks_multimédia (1)Cartaz 3 anos_em_clicks_multimédia (1)
Cartaz 3 anos_em_clicks_multimédia (1)
bedjoaoii
 
Cartaz Open Day
Cartaz Open DayCartaz Open Day
Cartaz Open Day
bedjoaoii
 
Cartaz Galo de Barcelos
Cartaz  Galo de BarcelosCartaz  Galo de Barcelos
Cartaz Galo de Barcelos
bedjoaoii
 
Cartaz Fernando, em Pessoa
Cartaz  Fernando, em PessoaCartaz  Fernando, em Pessoa
Cartaz Fernando, em Pessoa
bedjoaoii
 
Cartaz desfile de moda -fashionweek
Cartaz desfile de moda -fashionweekCartaz desfile de moda -fashionweek
Cartaz desfile de moda -fashionweek
bedjoaoii
 
Quando o desenho fala
Quando o desenho falaQuando o desenho fala
Quando o desenho fala
bedjoaoii
 
Folheto V Feira das Bibliotecas Escolares de Setúbal
Folheto V Feira das Bibliotecas Escolares de SetúbalFolheto V Feira das Bibliotecas Escolares de Setúbal
Folheto V Feira das Bibliotecas Escolares de Setúbal
bedjoaoii
 
Stop 10 minutos a ler
Stop 10 minutos a lerStop 10 minutos a ler
Stop 10 minutos a ler
bedjoaoii
 
Sessão da musica
Sessão da musicaSessão da musica
Sessão da musica
bedjoaoii
 
Regulamento do Concurso "Tem a Palavra a Poesia"
Regulamento do Concurso "Tem a Palavra a Poesia"Regulamento do Concurso "Tem a Palavra a Poesia"
Regulamento do Concurso "Tem a Palavra a Poesia"
bedjoaoii
 
Cartaz concurso "Tem a palavra a Poesia"
Cartaz concurso "Tem a palavra a Poesia"Cartaz concurso "Tem a palavra a Poesia"
Cartaz concurso "Tem a palavra a Poesia"
bedjoaoii
 
Sessão sobre Timor 2006-2012
Sessão sobre Timor 2006-2012Sessão sobre Timor 2006-2012
Sessão sobre Timor 2006-2012
bedjoaoii
 

Mais de bedjoaoii (20)

Obras adquiridas Biblioteca - janeiro 2018
Obras adquiridas Biblioteca - janeiro 2018Obras adquiridas Biblioteca - janeiro 2018
Obras adquiridas Biblioteca - janeiro 2018
 
Continuidade na Mudança
Continuidade na MudançaContinuidade na Mudança
Continuidade na Mudança
 
Cartaz - O sono da razão produz monstros
Cartaz  - O sono da razão produz monstrosCartaz  - O sono da razão produz monstros
Cartaz - O sono da razão produz monstros
 
Cartazes de Exposição da Biblioteca Escolar
Cartazes de Exposição da Biblioteca EscolarCartazes de Exposição da Biblioteca Escolar
Cartazes de Exposição da Biblioteca Escolar
 
Cartaz Fashion Week
Cartaz  Fashion WeekCartaz  Fashion Week
Cartaz Fashion Week
 
Cartaz Arqueologia em Setúbal
Cartaz Arqueologia em SetúbalCartaz Arqueologia em Setúbal
Cartaz Arqueologia em Setúbal
 
Cartaz Arqueologia em Setúbal
Cartaz Arqueologia em SetúbalCartaz Arqueologia em Setúbal
Cartaz Arqueologia em Setúbal
 
Cartaz - A arte e os direitos humanos
Cartaz - A arte e os direitos humanosCartaz - A arte e os direitos humanos
Cartaz - A arte e os direitos humanos
 
Cartaz 3 anos_em_clicks_multimédia (1)
Cartaz 3 anos_em_clicks_multimédia (1)Cartaz 3 anos_em_clicks_multimédia (1)
Cartaz 3 anos_em_clicks_multimédia (1)
 
Cartaz Open Day
Cartaz Open DayCartaz Open Day
Cartaz Open Day
 
Cartaz Galo de Barcelos
Cartaz  Galo de BarcelosCartaz  Galo de Barcelos
Cartaz Galo de Barcelos
 
Cartaz Fernando, em Pessoa
Cartaz  Fernando, em PessoaCartaz  Fernando, em Pessoa
Cartaz Fernando, em Pessoa
 
Cartaz desfile de moda -fashionweek
Cartaz desfile de moda -fashionweekCartaz desfile de moda -fashionweek
Cartaz desfile de moda -fashionweek
 
Quando o desenho fala
Quando o desenho falaQuando o desenho fala
Quando o desenho fala
 
Folheto V Feira das Bibliotecas Escolares de Setúbal
Folheto V Feira das Bibliotecas Escolares de SetúbalFolheto V Feira das Bibliotecas Escolares de Setúbal
Folheto V Feira das Bibliotecas Escolares de Setúbal
 
Stop 10 minutos a ler
Stop 10 minutos a lerStop 10 minutos a ler
Stop 10 minutos a ler
 
Sessão da musica
Sessão da musicaSessão da musica
Sessão da musica
 
Regulamento do Concurso "Tem a Palavra a Poesia"
Regulamento do Concurso "Tem a Palavra a Poesia"Regulamento do Concurso "Tem a Palavra a Poesia"
Regulamento do Concurso "Tem a Palavra a Poesia"
 
Cartaz concurso "Tem a palavra a Poesia"
Cartaz concurso "Tem a palavra a Poesia"Cartaz concurso "Tem a palavra a Poesia"
Cartaz concurso "Tem a palavra a Poesia"
 
Sessão sobre Timor 2006-2012
Sessão sobre Timor 2006-2012Sessão sobre Timor 2006-2012
Sessão sobre Timor 2006-2012
 

Último

Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 

Último (20)

Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 

Guião: Como fazer uma apresentação oral

  • 1. GUIÃO: COMO FAZER UMA APRESENTAÇÃO ORAL @ Biblioteca da Escola Secundária de D. joão II 2012/2013 Textos: Helena Camacho Organização gráfica: Fernanda Ledesma Licença Creative Commons
  • 2. 1. QUESTÕES PRÉVIAS A apresentação oral pode partir de um trabalho escrito ou ser autónoma. Neste caso, a pesquisa sobre o assunto deve ser tão rigorosa como para o trabalho escrito. Ao iniciar a realização do trabalho devem-se ter em conta duas etapas bem distintas: 1ª : a elaboração do trabalho escrito nas suas diversas etapas1 2ª : a preparação da apresentação oral Na segunda etapa, impõe-se uma reflexão sobre: 2. TÉCNICAS A UTILIZAR  Define os objetivos essenciais da apresentação (apresentar um assunto, informar, persuadir...).  Prepara a apresentação com cuidado, para que seja visível o teu domínio do assunto. Não deves falar de improviso.  Se for um trabalho de grupo apresentado por vários alunos, as diferentes partes devem estar equilibradas.  Tem em atenção as características do público a que se dirige a apresentação.  Não te limites a ler o que escreveste, pois o importante é transmitir os assuntos de forma espontânea.  Adota uma postura natural, mas correta; não metas as mãos nos bolsos, nem te encostes à parede, por exemplo.  Fala de forma descontraída, utilizando gestos adequados e que sublinhem os aspetos essenciais; 1 Ver guião correspondente Muitos professores solicitam uma apresentação oral de um trabalho escrito. No entanto, o facto de se ter feito um bom trabalho escrito não significa necessariamente ser capaz de uma boa apresentação oral, sobretudo se esta não for devidamente preparada.  A quem vamos apresentar o trabalho?  Qual o espaço em que decorre a apresentação?  Que suportes devem/podem ser utilizados?  Como introduzir o tema do trabalho?  Que aspetos do trabalho devem ser destacados?  Como distribuir o trabalho pelos membros do grupo?  Que tempo atribuir a cada um deles?  Que estratégias utilizar para tornar a apresentação mais interessante e dinâmica? Da preparação e organização da apresentação, depende o seu sucesso. Uma apresentação oral deve ser treinada por todos os membros do grupo. PREPARA-TE… Não deves falar de improviso. Não metas as mãos nos bolsos Nem te encostes à parede
  • 3.  Pensa em estratégias para captares a atenção e o interesse do público:  Não distribuas documentos de apoio durante a sessão, para que o público não se distraia com a sua leitura.  Controla o tempo disponível para a apresentação.  Utiliza uma linguagem clara, mas precisa e direta. Evita repetir as mesmas ideias com palavras diferentes.  Articula bem as palavras.  Ensaia a apresentação em voz alta, se possível com alguém que assuma o papel do público, para eventuais correções e controlo do tempo.  Reserva algum tempo da apresentação para responderes a questões/ comentários do público e para a heteroavaliação do trabalho. 3. SUPORTES DA APRESENTAÇÃO 4. BIBLIOGRAFIA SANTOS, Mª Manuela, Aprender a estudar, Lisboa: Lisboa Editora, 2005. o olhar o público: evitar fixar sempre as mesmas pessoas ou apenas a fila da frente; o dar atenção ao ritmo da voz (nem demasiado rápido, nem demasiado lento) e ao tom de voz (varia a entoação para sublinhar alguns aspetos); o fazer pausas para que o público possa interiorizar os conceitos mais difíceis; o fazer sínteses ou perguntas para verificar se a mensagem foi captada e para incluir o público no debate de ideias; o usar meios audiovisuais. DICAS… Se utilizares suportes eletrónicos, verifica se tudo está a funcionar bem, antes da apresentação. Não utilizes demasiadas animações nas apresentações eletrónicas, para não perder tempo, nem cansar o público. Não carregues demasiado os diapositivos com texto. Tem atenção à visibilidade das cores e dos caracteres. Utiliza frases curtas e palavras-chave, gráficos, imagens, esquemas, etc. que te permitem falar em vez de ler. SUPORTES…  Computador (apresentações eletrónicas, vídeo, fotografias ...)  Cartazes  Fotocópias