SlideShare uma empresa Scribd logo
1
GUERRA DA CORÉIA 1950-1953
2
POLÍTICA INTERNACIONAL
• Os Aliados, na Declaração do Cairo, em 1943,
prometeram a liberdade para a Coréia como
país independente quando a guerra acabasse.
• Os Aliados reafirmaram suas promessas em
1945 na Conferência de Ialta.
• EUA e URSS → Conferência de Moscou, em
1945 (Operação Tempestade de Agosto →
acertos para derrotar os japoneses e libertar
a Coréia, estabeleceram 5 anos de prazo para
conceder a independência ao país.
• Soviéticos se retiraram do Norte em 1948 e
os norte americanos saíram do Sul em 1949.
3
RESISTÊNCIA COREANA
KIM ROO SYNGMAN RHEE
Opção pelo Capitalismo → eram Ligados ao
Kuomintang e ao Exército Nacionalista Chinês.
4
RESISTÊNCIA COREANA
PAK HON-YEONG KIM II-SUNG
Opção pelo Comunismo → a guerrilha do norte
tinha ligações com o Exército Popular de
Libertação da China de Mao Tse Tung.
5
TEMPESTADE DE AGOSTO
• Os soviéticos deslocam
mais 5 milhões de
soldados e, junto com os
chineses, reconquistam
o território ocupado
pelos japoneses a partir
da Mandchúria. Por fim,
expulsam os japoneses
da Coréia.
• Os EUA apressam a
invasão temendo a
perda de toda a Coréia
para os comunistas.
6
ELEIÇÕES NA CORÉIA
• Eleições
separadas em
1948 →
terrorismo
político → 600
mortos durante o
processo
eleitoral no Sul.
• A URSS se
recusa a
promover
eleições no
Norte.
7
LEVANTE DE JEJU
• Maior tragédia depois
da Guerra da Coréia →
entre 14 mil e 60 mil
executados nos anos de
1948-49 → População
era contra a presença
americana e simpática
ao partido comunista.
• O massacre foi
promovido pelas tropas
governo de Syngman
Ree. Os americanos
negaram ter participado
desses massacres.
Habitantes de Jeju
esperando a execução-
1948 – acredita-se que
foram mais de 300 mil
mortos ao todo.
REPRESSÃO À GUERRILHA
COMUNISTA
8
• Até 1949, o
governo de
Syngman Rhee
reduziu o
número de
guerrilheiros
comunistas de
mais de 5 mil
combatentes
para menos de
mil. Foto de um guerrilheiro comunista decapitado
por forças do Sul.
9
GUERRA DA CORÉIA
(1950-1953)
• A Guerra da Coréia foi travada
entre 25/06/1950 e 27/07/1953.
• Começou como uma tentativa
de reunificação movida pela
Coréia do Norte.
• Stálin deu carta branca para
que Kim Ii-Sung promover a
guerra, desde que não contasse
com a entrada de tropas
soviéticas no conflito, somente
chinesas, caso necessário.
10
 A ONU, sob a liderança dos EUA, reprovou a
invasão autorizando uma força internacional
para expulsar os invasores.
 Devido à presença de Taiwan na ONU e no
Conselho de Segurança, os soviéticos
estavam boicotando as reuniões.
 Forças internacionais (88% de americanos +
outros 16 países) retomam a Coréia do Sul e
invadem a Coréia do Norte tentando
promover uma reunificação.
GUERRA DA CORÉIA
(1950-1953)
11
GUERRA DA CORÉIA
(1950-1953)
ARTILHARIA EUA E CORÉIA DO SUL
12
CORÉIA DO NORTE CORÉIA DO SUL
BANDEIRAS
GUERRA DA CORÉIA
(1950-1953)
13
 Com os norte americanos nas suas
fronteiras, a China entra na guerra a favor
da Coréia do Norte.
 Os exércitos comunistas vencem as forças
internacionais empurrando-as para o sul do
Paralelo 38 → retorno às fronteiras de 1945.
 O General MacArthur (EUA) defendia o uso
da bomba atômica contra a Coréia do Norte
e a China → Foi retirado do comando da
guerra.
GUERRA DA CORÉIA
(1950-1953)
14
 As negociações de paz são
iniciadas pelos soviéticos em
1951 → acordo final é feito na
aldeia neutra de Panmujon.
 Acordo de Panmujon → pôs fim
à guerra, mas não definiu a
situação como acordo final →
EUA, Coréia do Norte e China
assinam a paz, a Coréia do Sul
se recusa.
 Há o cessar fogo e as
fornteiras permanecem as
estabelecidas previamente.
GUERRA DA CORÉIA
(1950-1953)
15
Prejuízos humanos da guerra:
 EUA → 36.574 mortos (militares e civis) e
103.284 feridos.
 Outras Nações → 4.786 mortos.
 Coréia do Sul → 217.000 militares e 1 milhão
de civis.
 Coréia do Norte → 406.000 militares e
600.000 civis.
 China → 600 mil militares.
Fonte: Fonte do Saber e Korean War Fast Facts.
GUERRA DA CORÉIA
(1950-1953)
16
O presidente da Coréia do Norte, Kim Jong-Il,
e seu colega do Sul, Roo Moo-Hyun, assinaram
a declaração conjunta em 2007.
17
SIX PARTY TALKS
• Como resultado do programa de
armamento nuclear norte-coreano, foi
estabelecido um fórum de negociações,
em 2003, para discutir uma solução
pacífica para as tensões crescentes na
região. Participaram os governos da
Coréia do Sul e do Norte, Rússia, China,
o Japão e dos Estados Unidos.
• Em 2009, a Coréia do Norte se retirou da
mesa de negociação e retomou seu
programa nuclear.
18
Culto à Personalidade do Líder → Grande Monumento da
Colina Mansu (Mansudae).
KimIi-sung
KimJongIl
19
ACORDOS DE 2007
• Em 17 de julho de 2007, inspetores das
Nações Unidas verificaram o encerramento
de cinco instalações nucleares norte-
coreanas, segundo um acordo feito em
fevereiro de 2007.
• Em 4 de outubro de 2007, o presidente sul-
coreano Roh Moo-Hyun e o líder norte-
coreano Kim Jong-il assinaram um acordo
sobre a questão da paz permanente,
conversações de alto nível, cooperação
econômica, renovações ferroviárias, viagens
aéreas e rodoviárias, e uma seleção
olímpica conjunta.
20
PRESIDENTES NORTE E SUL
Kim Jong-un
(*neto do fundador do
país, Kim Ii-sung, assumiu
em 2016 com um discurso
agressivo e militarista*)
Moon Jae-in
(*a presidenta Park
Geun-hye sofreu um
impeachment em
2017*)
21
Kaesong Industrial Region
 Empreendimento sul coreano em território vizinho,
fundado em 2002, possuía mais de 120 fábricas
empregam cerca de 50 mil norte coreanos. Foi
fechada em fevereiro de 2016.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Guerra fria e globalização
Guerra fria e globalizaçãoGuerra fria e globalização
Guerra fria e globalização
Portal do Vestibulando
 
Guerra do Vietnã
Guerra do VietnãGuerra do Vietnã
Guerra do Vietnã
Vinicius Oliveira
 
Resumo a guerra fria
Resumo   a guerra friaResumo   a guerra fria
Resumo a guerra fria
historiando
 
Guerra da Coréia
Guerra da CoréiaGuerra da Coréia
Guerra da Coréia
Giulia Soares
 
Guerra Do Vietna
Guerra Do VietnaGuerra Do Vietna
Guerra Do Vietna
Fabio Santos
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
Victor Said
 
Aula guerra fria (1945-1991) - história pensante
Aula   guerra fria (1945-1991) - história pensanteAula   guerra fria (1945-1991) - história pensante
Aula guerra fria (1945-1991) - história pensante
História Pensante
 
Guerra da Coreia
Guerra da Coreia Guerra da Coreia
Guerra da Coreia
Littlelionana
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
rsaloes
 
3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria
Daniel Alves Bronstrup
 
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
Daniel Alves Bronstrup
 
O mundo bipolar
O mundo bipolarO mundo bipolar
O mundo bipolar
Vitor Pereira Rodrigues
 
A Guerra Fria
A Guerra FriaA Guerra Fria
A Guerra Fria
cattonia
 
Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
Portal do Vestibulando
 
História 9º ano slide Guerra Fria
História   9º ano slide Guerra FriaHistória   9º ano slide Guerra Fria
História 9º ano slide Guerra Fria
Janaína Bindá
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Joao Paulo
 
A primeira guerra mundial slides
A primeira guerra mundial   slidesA primeira guerra mundial   slides
A primeira guerra mundial slides
Juliana_hst
 
Guerra da Coréia
Guerra da CoréiaGuerra da Coréia
Guerra da Coréia
Adriana Gomes Messias
 
Apresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução RussaApresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução Russa
marcosfm32
 
1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)
Valéria Shoujofan
 

Mais procurados (20)

Guerra fria e globalização
Guerra fria e globalizaçãoGuerra fria e globalização
Guerra fria e globalização
 
Guerra do Vietnã
Guerra do VietnãGuerra do Vietnã
Guerra do Vietnã
 
Resumo a guerra fria
Resumo   a guerra friaResumo   a guerra fria
Resumo a guerra fria
 
Guerra da Coréia
Guerra da CoréiaGuerra da Coréia
Guerra da Coréia
 
Guerra Do Vietna
Guerra Do VietnaGuerra Do Vietna
Guerra Do Vietna
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Aula guerra fria (1945-1991) - história pensante
Aula   guerra fria (1945-1991) - história pensanteAula   guerra fria (1945-1991) - história pensante
Aula guerra fria (1945-1991) - história pensante
 
Guerra da Coreia
Guerra da Coreia Guerra da Coreia
Guerra da Coreia
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
 
3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria3° ano - Guerra Fria
3° ano - Guerra Fria
 
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
 
O mundo bipolar
O mundo bipolarO mundo bipolar
O mundo bipolar
 
A Guerra Fria
A Guerra FriaA Guerra Fria
A Guerra Fria
 
Descolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiáticaDescolonização afro-asiática
Descolonização afro-asiática
 
História 9º ano slide Guerra Fria
História   9º ano slide Guerra FriaHistória   9º ano slide Guerra Fria
História 9º ano slide Guerra Fria
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
A primeira guerra mundial slides
A primeira guerra mundial   slidesA primeira guerra mundial   slides
A primeira guerra mundial slides
 
Guerra da Coréia
Guerra da CoréiaGuerra da Coréia
Guerra da Coréia
 
Apresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução RussaApresentação Revolução Russa
Apresentação Revolução Russa
 
1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)
 

Destaque

GUERRA DA CORÉIA
GUERRA DA CORÉIAGUERRA DA CORÉIA
GUERRA DA CORÉIA
marise brandao
 
Conflito Entre as Coreias
Conflito Entre as CoreiasConflito Entre as Coreias
Conflito Entre as Coreias
Henrique Abrantes
 
Independência da índia
Independência da índiaIndependência da índia
Independência da índia
Valéria Shoujofan
 
Governos Dutra e Vargas: O Populismo Democrático
Governos Dutra e Vargas: O Populismo DemocráticoGovernos Dutra e Vargas: O Populismo Democrático
Governos Dutra e Vargas: O Populismo Democrático
Valéria Shoujofan
 
Guerra do Vietnã
Guerra do VietnãGuerra do Vietnã
Guerra do Vietnã
Valéria Shoujofan
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
Valéria Shoujofan
 
Revolução Cubana
Revolução CubanaRevolução Cubana
Revolução Cubana
Valéria Shoujofan
 
República dos Generais - Parte 2
República dos Generais - Parte 2República dos Generais - Parte 2
República dos Generais - Parte 2
Valéria Shoujofan
 
República dos Generais - Parte 1
República dos Generais - Parte 1República dos Generais - Parte 1
República dos Generais - Parte 1
Valéria Shoujofan
 
Governo JK
Governo JKGoverno JK
Governo JK
Valéria Shoujofan
 
Era vargas – 1934 1937 - Governo Constitucional
Era vargas – 1934 1937 - Governo ConstitucionalEra vargas – 1934 1937 - Governo Constitucional
Era vargas – 1934 1937 - Governo Constitucional
Valéria Shoujofan
 
Descolonização da Ásia e da África
Descolonização da Ásia e da ÁfricaDescolonização da Ásia e da África
Descolonização da Ásia e da África
Valéria Shoujofan
 
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
Valéria Shoujofan
 
Brasil nos anos 1920
Brasil nos anos 1920Brasil nos anos 1920
Brasil nos anos 1920
Valéria Shoujofan
 
Expansão dos Estados Totalitários Fascistas
Expansão dos Estados Totalitários FascistasExpansão dos Estados Totalitários Fascistas
Expansão dos Estados Totalitários Fascistas
Valéria Shoujofan
 
Getúlio Vargas: Governo Provisório (1930-34)
Getúlio Vargas: Governo Provisório (1930-34)Getúlio Vargas: Governo Provisório (1930-34)
Getúlio Vargas: Governo Provisório (1930-34)
Valéria Shoujofan
 
I GUERRA MUNDIAL (versão 2017)
I GUERRA MUNDIAL (versão 2017)I GUERRA MUNDIAL (versão 2017)
I GUERRA MUNDIAL (versão 2017)
Valéria Shoujofan
 
República Velha (1889-1930) - Primeira Parte
República Velha (1889-1930) - Primeira ParteRepública Velha (1889-1930) - Primeira Parte
República Velha (1889-1930) - Primeira Parte
Valéria Shoujofan
 
Guerra do Vietnã e Guerra da Coreia
Guerra do Vietnã e Guerra da CoreiaGuerra do Vietnã e Guerra da Coreia
Guerra do Vietnã e Guerra da Coreia
Camila Bertozi
 
Guerra da coréia
Guerra da coréiaGuerra da coréia
Guerra da coréia
Raul Guilherme Macedo Silva
 

Destaque (20)

GUERRA DA CORÉIA
GUERRA DA CORÉIAGUERRA DA CORÉIA
GUERRA DA CORÉIA
 
Conflito Entre as Coreias
Conflito Entre as CoreiasConflito Entre as Coreias
Conflito Entre as Coreias
 
Independência da índia
Independência da índiaIndependência da índia
Independência da índia
 
Governos Dutra e Vargas: O Populismo Democrático
Governos Dutra e Vargas: O Populismo DemocráticoGovernos Dutra e Vargas: O Populismo Democrático
Governos Dutra e Vargas: O Populismo Democrático
 
Guerra do Vietnã
Guerra do VietnãGuerra do Vietnã
Guerra do Vietnã
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
Revolução Cubana
Revolução CubanaRevolução Cubana
Revolução Cubana
 
República dos Generais - Parte 2
República dos Generais - Parte 2República dos Generais - Parte 2
República dos Generais - Parte 2
 
República dos Generais - Parte 1
República dos Generais - Parte 1República dos Generais - Parte 1
República dos Generais - Parte 1
 
Governo JK
Governo JKGoverno JK
Governo JK
 
Era vargas – 1934 1937 - Governo Constitucional
Era vargas – 1934 1937 - Governo ConstitucionalEra vargas – 1934 1937 - Governo Constitucional
Era vargas – 1934 1937 - Governo Constitucional
 
Descolonização da Ásia e da África
Descolonização da Ásia e da ÁfricaDescolonização da Ásia e da África
Descolonização da Ásia e da África
 
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
 
Brasil nos anos 1920
Brasil nos anos 1920Brasil nos anos 1920
Brasil nos anos 1920
 
Expansão dos Estados Totalitários Fascistas
Expansão dos Estados Totalitários FascistasExpansão dos Estados Totalitários Fascistas
Expansão dos Estados Totalitários Fascistas
 
Getúlio Vargas: Governo Provisório (1930-34)
Getúlio Vargas: Governo Provisório (1930-34)Getúlio Vargas: Governo Provisório (1930-34)
Getúlio Vargas: Governo Provisório (1930-34)
 
I GUERRA MUNDIAL (versão 2017)
I GUERRA MUNDIAL (versão 2017)I GUERRA MUNDIAL (versão 2017)
I GUERRA MUNDIAL (versão 2017)
 
República Velha (1889-1930) - Primeira Parte
República Velha (1889-1930) - Primeira ParteRepública Velha (1889-1930) - Primeira Parte
República Velha (1889-1930) - Primeira Parte
 
Guerra do Vietnã e Guerra da Coreia
Guerra do Vietnã e Guerra da CoreiaGuerra do Vietnã e Guerra da Coreia
Guerra do Vietnã e Guerra da Coreia
 
Guerra da coréia
Guerra da coréiaGuerra da coréia
Guerra da coréia
 

Semelhante a Guerra da Coréia (1950-1953)

Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
AnnaClaraBezerraMarq
 
Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
Adriana Gomes Messias
 
A Guerra Fria
A Guerra FriaA Guerra Fria
A Guerra Fria
Paulo Alexandre
 
Guerra Fria (1)- Formação de tensões
Guerra Fria (1)- Formação de tensõesGuerra Fria (1)- Formação de tensões
Guerra Fria (1)- Formação de tensões
Paulo Alexandre
 
32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx
32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx
32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx
PedroLinhares14
 
A guerra fria 1945 a 1989 - 2016
A guerra fria   1945 a 1989 - 2016A guerra fria   1945 a 1989 - 2016
A guerra fria 1945 a 1989 - 2016
Nelia Salles Nantes
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
Luciano Pessanha
 
Separação/Divisão das Coréias
Separação/Divisão das CoréiasSeparação/Divisão das Coréias
Separação/Divisão das Coréias
Larissa Godoy
 
Pra não dizer que não falei das flores
Pra não dizer que não falei das floresPra não dizer que não falei das flores
Pra não dizer que não falei das flores
lgreggio10
 
aula 8 [3-2022] - Guerra Fria
aula 8 [3-2022] - Guerra Friaaula 8 [3-2022] - Guerra Fria
aula 8 [3-2022] - Guerra Fria
Gerson Coppes
 
Onu e guerra fria- 9° ano Cap.7
Onu e guerra fria- 9° ano Cap.7Onu e guerra fria- 9° ano Cap.7
Onu e guerra fria- 9° ano Cap.7
Aline Hesley
 
A guerra fria 2008
A guerra fria 2008A guerra fria 2008
A guerra fria 2008
Janaina Flavia Santos Azevedo
 
COREIA DO NORTE.pdf
COREIA DO NORTE.pdfCOREIA DO NORTE.pdf
COREIA DO NORTE.pdf
Henrique Pontes
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
Paulo Alexandre
 
Guerra o vietna
Guerra o vietnaGuerra o vietna
Guerra o vietna
Fabiana Tonsis
 
Trabalho de História
Trabalho de HistóriaTrabalho de História
Trabalho de História
Accacio Rodrigues
 
Resumo Guerra Fria
Resumo Guerra FriaResumo Guerra Fria
Resumo Guerra Fria
Gerson Coppes
 
História - Oriente Médio.
História - Oriente Médio.História - Oriente Médio.
História - Oriente Médio.
Carson Souza
 
Pós guerra e impactos da guerra fria
Pós guerra e impactos da guerra friaPós guerra e impactos da guerra fria
Pós guerra e impactos da guerra fria
carlosbidu
 
dfkchvçldçokv
dfkchvçldçokvdfkchvçldçokv
dfkchvçldçokv
Deli Paranhos
 

Semelhante a Guerra da Coréia (1950-1953) (20)

Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
 
Guerra da coreia
Guerra da coreiaGuerra da coreia
Guerra da coreia
 
A Guerra Fria
A Guerra FriaA Guerra Fria
A Guerra Fria
 
Guerra Fria (1)- Formação de tensões
Guerra Fria (1)- Formação de tensõesGuerra Fria (1)- Formação de tensões
Guerra Fria (1)- Formação de tensões
 
32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx
32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx
32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx
 
A guerra fria 1945 a 1989 - 2016
A guerra fria   1945 a 1989 - 2016A guerra fria   1945 a 1989 - 2016
A guerra fria 1945 a 1989 - 2016
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Separação/Divisão das Coréias
Separação/Divisão das CoréiasSeparação/Divisão das Coréias
Separação/Divisão das Coréias
 
Pra não dizer que não falei das flores
Pra não dizer que não falei das floresPra não dizer que não falei das flores
Pra não dizer que não falei das flores
 
aula 8 [3-2022] - Guerra Fria
aula 8 [3-2022] - Guerra Friaaula 8 [3-2022] - Guerra Fria
aula 8 [3-2022] - Guerra Fria
 
Onu e guerra fria- 9° ano Cap.7
Onu e guerra fria- 9° ano Cap.7Onu e guerra fria- 9° ano Cap.7
Onu e guerra fria- 9° ano Cap.7
 
A guerra fria 2008
A guerra fria 2008A guerra fria 2008
A guerra fria 2008
 
COREIA DO NORTE.pdf
COREIA DO NORTE.pdfCOREIA DO NORTE.pdf
COREIA DO NORTE.pdf
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
 
Guerra o vietna
Guerra o vietnaGuerra o vietna
Guerra o vietna
 
Trabalho de História
Trabalho de HistóriaTrabalho de História
Trabalho de História
 
Resumo Guerra Fria
Resumo Guerra FriaResumo Guerra Fria
Resumo Guerra Fria
 
História - Oriente Médio.
História - Oriente Médio.História - Oriente Médio.
História - Oriente Médio.
 
Pós guerra e impactos da guerra fria
Pós guerra e impactos da guerra friaPós guerra e impactos da guerra fria
Pós guerra e impactos da guerra fria
 
dfkchvçldçokv
dfkchvçldçokvdfkchvçldçokv
dfkchvçldçokv
 

Mais de Valéria Shoujofan

América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisAmérica Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
Valéria Shoujofan
 
Segundo Reinando: Escravidão e Imigração
Segundo Reinando: Escravidão e ImigraçãoSegundo Reinando: Escravidão e Imigração
Segundo Reinando: Escravidão e Imigração
Valéria Shoujofan
 
Entre Negociações, Reiterações e Transgressões.pptx
Entre Negociações, Reiterações e Transgressões.pptxEntre Negociações, Reiterações e Transgressões.pptx
Entre Negociações, Reiterações e Transgressões.pptx
Valéria Shoujofan
 
Revolução Americana
Revolução AmericanaRevolução Americana
Revolução Americana
Valéria Shoujofan
 
Iluminismo e Déspotas Esclarecidos
Iluminismo e Déspotas EsclarecidosIluminismo e Déspotas Esclarecidos
Iluminismo e Déspotas Esclarecidos
Valéria Shoujofan
 
Primeira e Segunda Revolução Industrial
Primeira e Segunda Revolução IndustrialPrimeira e Segunda Revolução Industrial
Primeira e Segunda Revolução Industrial
Valéria Shoujofan
 
Absolutismo Monárquico e a Crítica dos Contratualistas
Absolutismo Monárquico e a Crítica dos ContratualistasAbsolutismo Monárquico e a Crítica dos Contratualistas
Absolutismo Monárquico e a Crítica dos Contratualistas
Valéria Shoujofan
 
Inglaterra: Revolução Científica e Revolução Agrícola
Inglaterra: Revolução Científica e Revolução AgrícolaInglaterra: Revolução Científica e Revolução Agrícola
Inglaterra: Revolução Científica e Revolução Agrícola
Valéria Shoujofan
 
Reformas Religiosas (novo)
Reformas Religiosas (novo)Reformas Religiosas (novo)
Reformas Religiosas (novo)
Valéria Shoujofan
 
Revoluções Inglesas - século XVII
Revoluções Inglesas - século XVIIRevoluções Inglesas - século XVII
Revoluções Inglesas - século XVII
Valéria Shoujofan
 
CONSTRUÇÃO DO MUNDO MODERNO (XIV-XVII): ÁFRICA ATLÂNTICA
CONSTRUÇÃO DO MUNDO MODERNO (XIV-XVII): ÁFRICA ATLÂNTICACONSTRUÇÃO DO MUNDO MODERNO (XIV-XVII): ÁFRICA ATLÂNTICA
CONSTRUÇÃO DO MUNDO MODERNO (XIV-XVII): ÁFRICA ATLÂNTICA
Valéria Shoujofan
 
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Valéria Shoujofan
 
Revoltas Emancipacionistas
Revoltas EmancipacionistasRevoltas Emancipacionistas
Revoltas Emancipacionistas
Valéria Shoujofan
 
Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)
Valéria Shoujofan
 
Independência do Brasil e Primeiro Reinado
Independência do Brasil e Primeiro ReinadoIndependência do Brasil e Primeiro Reinado
Independência do Brasil e Primeiro Reinado
Valéria Shoujofan
 
Renascimento Urbano e Comercial e Cruzadas
Renascimento Urbano e Comercial e CruzadasRenascimento Urbano e Comercial e Cruzadas
Renascimento Urbano e Comercial e Cruzadas
Valéria Shoujofan
 
Sistema feudal - Igreja Católica - Parte 2
Sistema feudal - Igreja Católica - Parte 2Sistema feudal - Igreja Católica - Parte 2
Sistema feudal - Igreja Católica - Parte 2
Valéria Shoujofan
 
Sociedade feudal - Parte 1
Sociedade feudal - Parte 1Sociedade feudal - Parte 1
Sociedade feudal - Parte 1
Valéria Shoujofan
 
Formação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
Formação das Monarquias Nacionais e AbsolutismoFormação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
Formação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
Valéria Shoujofan
 
Reformas religiosas do Século XVI
Reformas religiosas do Século XVIReformas religiosas do Século XVI
Reformas religiosas do Século XVI
Valéria Shoujofan
 

Mais de Valéria Shoujofan (20)

América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisAmérica Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
 
Segundo Reinando: Escravidão e Imigração
Segundo Reinando: Escravidão e ImigraçãoSegundo Reinando: Escravidão e Imigração
Segundo Reinando: Escravidão e Imigração
 
Entre Negociações, Reiterações e Transgressões.pptx
Entre Negociações, Reiterações e Transgressões.pptxEntre Negociações, Reiterações e Transgressões.pptx
Entre Negociações, Reiterações e Transgressões.pptx
 
Revolução Americana
Revolução AmericanaRevolução Americana
Revolução Americana
 
Iluminismo e Déspotas Esclarecidos
Iluminismo e Déspotas EsclarecidosIluminismo e Déspotas Esclarecidos
Iluminismo e Déspotas Esclarecidos
 
Primeira e Segunda Revolução Industrial
Primeira e Segunda Revolução IndustrialPrimeira e Segunda Revolução Industrial
Primeira e Segunda Revolução Industrial
 
Absolutismo Monárquico e a Crítica dos Contratualistas
Absolutismo Monárquico e a Crítica dos ContratualistasAbsolutismo Monárquico e a Crítica dos Contratualistas
Absolutismo Monárquico e a Crítica dos Contratualistas
 
Inglaterra: Revolução Científica e Revolução Agrícola
Inglaterra: Revolução Científica e Revolução AgrícolaInglaterra: Revolução Científica e Revolução Agrícola
Inglaterra: Revolução Científica e Revolução Agrícola
 
Reformas Religiosas (novo)
Reformas Religiosas (novo)Reformas Religiosas (novo)
Reformas Religiosas (novo)
 
Revoluções Inglesas - século XVII
Revoluções Inglesas - século XVIIRevoluções Inglesas - século XVII
Revoluções Inglesas - século XVII
 
CONSTRUÇÃO DO MUNDO MODERNO (XIV-XVII): ÁFRICA ATLÂNTICA
CONSTRUÇÃO DO MUNDO MODERNO (XIV-XVII): ÁFRICA ATLÂNTICACONSTRUÇÃO DO MUNDO MODERNO (XIV-XVII): ÁFRICA ATLÂNTICA
CONSTRUÇÃO DO MUNDO MODERNO (XIV-XVII): ÁFRICA ATLÂNTICA
 
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
Conquista e Colonização das Américas (1º ano)
 
Revoltas Emancipacionistas
Revoltas EmancipacionistasRevoltas Emancipacionistas
Revoltas Emancipacionistas
 
Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)Período Joanino (1808-1821)
Período Joanino (1808-1821)
 
Independência do Brasil e Primeiro Reinado
Independência do Brasil e Primeiro ReinadoIndependência do Brasil e Primeiro Reinado
Independência do Brasil e Primeiro Reinado
 
Renascimento Urbano e Comercial e Cruzadas
Renascimento Urbano e Comercial e CruzadasRenascimento Urbano e Comercial e Cruzadas
Renascimento Urbano e Comercial e Cruzadas
 
Sistema feudal - Igreja Católica - Parte 2
Sistema feudal - Igreja Católica - Parte 2Sistema feudal - Igreja Católica - Parte 2
Sistema feudal - Igreja Católica - Parte 2
 
Sociedade feudal - Parte 1
Sociedade feudal - Parte 1Sociedade feudal - Parte 1
Sociedade feudal - Parte 1
 
Formação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
Formação das Monarquias Nacionais e AbsolutismoFormação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
Formação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
 
Reformas religiosas do Século XVI
Reformas religiosas do Século XVIReformas religiosas do Século XVI
Reformas religiosas do Século XVI
 

Último

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 

Guerra da Coréia (1950-1953)

  • 2. 2 POLÍTICA INTERNACIONAL • Os Aliados, na Declaração do Cairo, em 1943, prometeram a liberdade para a Coréia como país independente quando a guerra acabasse. • Os Aliados reafirmaram suas promessas em 1945 na Conferência de Ialta. • EUA e URSS → Conferência de Moscou, em 1945 (Operação Tempestade de Agosto → acertos para derrotar os japoneses e libertar a Coréia, estabeleceram 5 anos de prazo para conceder a independência ao país. • Soviéticos se retiraram do Norte em 1948 e os norte americanos saíram do Sul em 1949.
  • 3. 3 RESISTÊNCIA COREANA KIM ROO SYNGMAN RHEE Opção pelo Capitalismo → eram Ligados ao Kuomintang e ao Exército Nacionalista Chinês.
  • 4. 4 RESISTÊNCIA COREANA PAK HON-YEONG KIM II-SUNG Opção pelo Comunismo → a guerrilha do norte tinha ligações com o Exército Popular de Libertação da China de Mao Tse Tung.
  • 5. 5 TEMPESTADE DE AGOSTO • Os soviéticos deslocam mais 5 milhões de soldados e, junto com os chineses, reconquistam o território ocupado pelos japoneses a partir da Mandchúria. Por fim, expulsam os japoneses da Coréia. • Os EUA apressam a invasão temendo a perda de toda a Coréia para os comunistas.
  • 6. 6 ELEIÇÕES NA CORÉIA • Eleições separadas em 1948 → terrorismo político → 600 mortos durante o processo eleitoral no Sul. • A URSS se recusa a promover eleições no Norte.
  • 7. 7 LEVANTE DE JEJU • Maior tragédia depois da Guerra da Coréia → entre 14 mil e 60 mil executados nos anos de 1948-49 → População era contra a presença americana e simpática ao partido comunista. • O massacre foi promovido pelas tropas governo de Syngman Ree. Os americanos negaram ter participado desses massacres. Habitantes de Jeju esperando a execução- 1948 – acredita-se que foram mais de 300 mil mortos ao todo.
  • 8. REPRESSÃO À GUERRILHA COMUNISTA 8 • Até 1949, o governo de Syngman Rhee reduziu o número de guerrilheiros comunistas de mais de 5 mil combatentes para menos de mil. Foto de um guerrilheiro comunista decapitado por forças do Sul.
  • 9. 9 GUERRA DA CORÉIA (1950-1953) • A Guerra da Coréia foi travada entre 25/06/1950 e 27/07/1953. • Começou como uma tentativa de reunificação movida pela Coréia do Norte. • Stálin deu carta branca para que Kim Ii-Sung promover a guerra, desde que não contasse com a entrada de tropas soviéticas no conflito, somente chinesas, caso necessário.
  • 10. 10  A ONU, sob a liderança dos EUA, reprovou a invasão autorizando uma força internacional para expulsar os invasores.  Devido à presença de Taiwan na ONU e no Conselho de Segurança, os soviéticos estavam boicotando as reuniões.  Forças internacionais (88% de americanos + outros 16 países) retomam a Coréia do Sul e invadem a Coréia do Norte tentando promover uma reunificação. GUERRA DA CORÉIA (1950-1953)
  • 12. 12 CORÉIA DO NORTE CORÉIA DO SUL BANDEIRAS GUERRA DA CORÉIA (1950-1953)
  • 13. 13  Com os norte americanos nas suas fronteiras, a China entra na guerra a favor da Coréia do Norte.  Os exércitos comunistas vencem as forças internacionais empurrando-as para o sul do Paralelo 38 → retorno às fronteiras de 1945.  O General MacArthur (EUA) defendia o uso da bomba atômica contra a Coréia do Norte e a China → Foi retirado do comando da guerra. GUERRA DA CORÉIA (1950-1953)
  • 14. 14  As negociações de paz são iniciadas pelos soviéticos em 1951 → acordo final é feito na aldeia neutra de Panmujon.  Acordo de Panmujon → pôs fim à guerra, mas não definiu a situação como acordo final → EUA, Coréia do Norte e China assinam a paz, a Coréia do Sul se recusa.  Há o cessar fogo e as fornteiras permanecem as estabelecidas previamente. GUERRA DA CORÉIA (1950-1953)
  • 15. 15 Prejuízos humanos da guerra:  EUA → 36.574 mortos (militares e civis) e 103.284 feridos.  Outras Nações → 4.786 mortos.  Coréia do Sul → 217.000 militares e 1 milhão de civis.  Coréia do Norte → 406.000 militares e 600.000 civis.  China → 600 mil militares. Fonte: Fonte do Saber e Korean War Fast Facts. GUERRA DA CORÉIA (1950-1953)
  • 16. 16 O presidente da Coréia do Norte, Kim Jong-Il, e seu colega do Sul, Roo Moo-Hyun, assinaram a declaração conjunta em 2007.
  • 17. 17 SIX PARTY TALKS • Como resultado do programa de armamento nuclear norte-coreano, foi estabelecido um fórum de negociações, em 2003, para discutir uma solução pacífica para as tensões crescentes na região. Participaram os governos da Coréia do Sul e do Norte, Rússia, China, o Japão e dos Estados Unidos. • Em 2009, a Coréia do Norte se retirou da mesa de negociação e retomou seu programa nuclear.
  • 18. 18 Culto à Personalidade do Líder → Grande Monumento da Colina Mansu (Mansudae). KimIi-sung KimJongIl
  • 19. 19 ACORDOS DE 2007 • Em 17 de julho de 2007, inspetores das Nações Unidas verificaram o encerramento de cinco instalações nucleares norte- coreanas, segundo um acordo feito em fevereiro de 2007. • Em 4 de outubro de 2007, o presidente sul- coreano Roh Moo-Hyun e o líder norte- coreano Kim Jong-il assinaram um acordo sobre a questão da paz permanente, conversações de alto nível, cooperação econômica, renovações ferroviárias, viagens aéreas e rodoviárias, e uma seleção olímpica conjunta.
  • 20. 20 PRESIDENTES NORTE E SUL Kim Jong-un (*neto do fundador do país, Kim Ii-sung, assumiu em 2016 com um discurso agressivo e militarista*) Moon Jae-in (*a presidenta Park Geun-hye sofreu um impeachment em 2017*)
  • 21. 21 Kaesong Industrial Region  Empreendimento sul coreano em território vizinho, fundado em 2002, possuía mais de 120 fábricas empregam cerca de 50 mil norte coreanos. Foi fechada em fevereiro de 2016.