SlideShare uma empresa Scribd logo
“ Desenvolvimento das sociedades e desenvolvimento Tecnológico” “ Tecnologia é vida”
Introdução Desde seus primórdios sociedade e tecnologia caminham juntos, através da modernidade dos tempos. Muitos fatos desde o século XX caracterizam essa evolução social tecnológica como, a evolução que o Brasil teve social e tecnologicamente nos parâmetros da época a partir da chegada da família real no país. Além do determinismo tecnológico, que é atualmente a teoria mais popular sobre relação entre tecnologia e sociedade, que tenta explicar fenômenos sociais e históricos de acordo com um fator principal que no caso é a tecnologia, assim irá relacionar aprofundar e entender a importância dessas duas idéias andarem juntas
A evolução das sociedades Sociedade é o agrupamento de indivíduos entre os quais se estabelecem relações econômicas, políticas e culturais. Numa sociedade existe unidade de língua e cultura e seus membros obedecem a leis, costumes e tradições comuns, unidos por objetivos que interessam ao conjunto, ou às classes que nele predominam. Existiram vários tipos de sociedades e elas sofreram um processo gradual de transformação ao longo do tempo. Sociedade Comunal ou Tribal: O tipo mais primitivo de organização social é a ordem comunal ou tribal, em que os indivíduos viviam juntos para garantir a sobrevivência de todos, dedicavam-se à busca nômade de alimentos e instalavam-se de forma provisória em cavernas e acampamentos.
Tribos: O momento da transição do estado nômade para a vida em locais geográficos permanentes, principalmente pela descoberta do fogo. Agrupamentos de indivíduos ligados por laços de parentesco que tiveram que se adaptar a um novo estilo de vida, onde domesticavam animais, praticam a a agricultura, e assim surgem os primeiros proprietários de terras.  Sociedade Escravista: A sociedade escravista surgiu quando a propriedade sobre os objetos e a terra ampliou-se para a posse de seres humanos, os prisioneiros de guerra.
Sociedade tecnológica moderna :   Na sociedade tecnológica, o ser humano não vive mais num meio natural e sim num meio técnico, que interpõe entre o homem e a natureza uma rede de máquinas e técnicas apuradas. O homem explora a natureza, domina-a e utiliza-a para seus fins
A  Evolução das tecnologias com o passar dos tempos Já pararam para pensar que à medida que a tecnologia evolui, a população também é prejudicada? Enquanto antigamente bolsas levavam um tempo para serem produzidas, e em sua totalidade eram produzidas a mão, hoje em dia com a evolução da tecnologia, tornou-se mais rápida a produção, e sem a necessidade de muitas pessoas para conduzirem a produção, e com a facilidade da produção, o produto torna-se barato, assim quando competir com um produto artesanal, ele ganha por ser mais barato, e como o artesanal é mais trabalhado e mais valorizado  ele custa mais caro, assim quando comparado com um produzido em fábricas, muitas vezes ele perde.
Apesar do avanço tecnológico  ter seus pontos negativos, não podemos deixar de citar seus pontos positivos, como a facilidade de locomoção, de comunicação, de produção de materiais, entre outras coisas.  Porém essa mesma tecnologia trás o desemprego ao nosso mundo sem que possamos perceber, cada vez mais que a tecnologia evolui, as pessoas são substituídas por máquinas, que fazem o trabalho em fábricas, sem necessitar do auxilio de pessoas. Assim mais pessoas ficam desempregadas. Nós estamos criando um mundo de robôs, e nós mesmos estamos nos destruindo e criando essa nova era uma era cuja tecnologia é que tem espaço na sociedade, mas sabemos as conseqüências disso? Até onde vamos chegar?
A grande mudança que se opera em nossa sociedade é o aumento da tecnologia desde a invenção da lâmpada até os mais recentes produtos. Pois os avanços tecnológicos tornam-se meio para outros avanços tecnológicos.  E na realidade atual, apesar da maciça falta de controle da tecnologia, ela gera conhecimento,  através da internet, televisão, isso direta ou indiretamente para a humanidade.
Características da sociedades no passado e atualmente Alguma tecnologia pode ser considerada imoral, levando em conta seus impactos na sociedade? A tecnologia por si só afeta o modo como nos comunicamos e vivemos? O aparecimento de uma nova tecnologia provoca numa sociedade mudanças profundas em todas as esferas (psíquica, física e socioeconômica).Esse fenômeno pode ser observado ao longo de toda a história da humanidade, desde o  Homo erectus  ao  homo sapiens.  Foi assim com as civilizações orais, e posteriormente as escritas, com os telégrafos visuais, a invenção da imprensa, a difusão do livro e o surgimento dos jornais, a eletricidade trazendo evoluções para o telégrafo, a internet revelando a evolução do pensamento humano.
Pode- se dizer que a evolução da tecnologia é a evolução do pensamento humano., num esforço de criar forma de vencer obstáculos, sendo o tempo e espaço as dificuldades mais prementes de serem vencidas.  É o homem perdendo o controle do alcance de suas criações, idealizadas justamente para o controle, ou pelo menos, com possibilidade de controle quase completa. Talvez essa seja uma das maiores angustias de cientistas, estudiosos e comunicadores contemporâneos, a impotência de interagir com a mudança que a tecnologia traz consigo.
Não se trata de conhecer ou estudar as possíveis transformações coletivas mundiais daqui a 100 anos, mas para hoje e amanhã, porque a velocidade vertiginosa da evolução das tecnologias no mundo atual, o futuro passou a ser o presente.  Desde a Segunda Guerra mundial, os cientistas têm considerado a tecnologia como um dilema moral em que seu uso pode causar conseqüências profundas na humanidade e no planeta.  No Brasil, muitos fatos podem ser citados para caracterizar a sociedade brasileira no início de sua colonização e atualmente.
Exemplos 1974-1979   – O general Ernesto Geisel assume a Presidência e encarrega o General Golbery Dio Couto e Silva para desenhar um processo de abertura lenta, gradual e segura. Década de 1980 “Diretas Já" 1987-1988  – Abertura da Assembléia Nacional Constituinte e promulgação da Constituição de 1988. No mundo atual, vários acontecimentos que marcam o avanço social e conseqüentemente o tecnológico, como: 2008  – Renúncias de Fidel Castro 2008 –  Invasão bem-sucedida à Reitoria da UnB   2008 –  Crise na Economia Mundial 2008   – Calamidade em Santa Catarina
Benefícios e malefícios do desenvolvimento tecnológico A sociedade em que vivemos é cada vez mais desenvolvida. Portanto os países que tem mais requisitos, que vendem mais, que fabricam algo novo a cada dia, são mais desenvolvidos que outros. Um ponto importante a se destacar é que, quem tem mais tecnologia para conter e fabricar esses requisitos ganha mais.  Estamos situados hoje, em um mundo que substitui pessoas por máquinas.A sociedade e o desenvolvimento tecnológico andam juntos, pois se um país não usa muita tecnologia não ‘‘vai pra frente ’’, e por fim acaba sendo esquecido. A sociedade se beneficia da tecnologia, quando ela inova, quando ela produz algo eficaz, e que essa fabricação seja mais rápida do que a  de seus adversários .
Entretanto, o desenvolvimento tecnológico deveria ter como meta também o desenvolvimento sustentável (produzir sem prejudicar a natureza), infelizmente isso não acontece, a ‘‘face negra’’ da tecnologia, assim poderíamos denominar, é que em muitos casos mais de 50% das empresas fabricam produtos de caráter avançado, ou não, mais que, se jogados na natureza não se decompõe, como por  exemplo, a lata de alumínio, ou produtos tóxicos, que podem atingir de certa forma uma população inteira se jogado de forma incorreta em nascentes, ou rios. Então um país para se desenvolver tecnologicamente e mais ‘‘puro’’, tem que se desenvolver criando maneiras mais rápidas de produção, e produtos eficazes, e também se preocupar com a natureza. Pois casando tecnologia e sustentabilidade alcançaria o tão esperado desenvolvimento em todos os âmbitos.
Evolução das sociedades e desenvolvimentos tecnológicos Na sociedade tecnológica, o ser humano não vive mais num meio natural e sim num meio técnico, que interpõe entre o homem e a natureza uma rede de máquinas e técnicas apuradas. O homem explora a natureza, domina-a e utiliza-a para seus fins. Em decorrência da expansão dos recursos técnicos, a estrutura da sociedade tecnológica resulta muito mais complexa do que a da sociedade tradicional. Quatro fatores contribuíram para essa mudança social tão profunda: a tecnologia, um avançado sistema monetário e creditício, a crescente divisão do trabalho e a migração em massa da mão-de-obra do setor primário de produção (agricultura, caça, pesca e mineração) para o setor secundário (indústria) e terciário (comércio, transportes, profissões liberais etc.).
Em conseqüência da ruptura entre as funções de produtor e consumidor, desempenhadas no passado pelos mesmos indivíduos, e da multiplicação artificial das necessidades de consumo (e por isso esse tipo de sociedade também é denominado "sociedade de consumo"), a organização social desdobrou os papéis sociais atribuídos a uma mesma pessoa. Um indivíduo é ao mesmo tempo pai de família, empregado de uma fábrica e membro de um clube, de um partido político, de um sindicato, de uma igreja etc. Por conseguinte, os riscos de conflito entre os papéis são muito maiores do que na sociedade tradicional.
Aí entra em ação o chamado Determinismo tecnológico, que é atualmente a teoria mais popular sobre relação entre tecnologia e sociedade. Ela tenta explicar fenômenos sociais e históricos de acordo com um fator principal, que no caso é a tecnologia. Esse conceito foi criado pelo sociólogo americano Thorsthein Veblen (1857-1929) e cultivado e aperfeiçoado por Robert Ezra Park .  Park declarou que os dispositivos tecnológicos estavam modificando a estrutura e funções da sociedade, noção que serviu de ponto de partida para uma corrente teórica em todos os aspectos inovadora. No determinismo tecnológico, tecnologias são apresentadas, como algo fora da sociedade. Tecnologias são consideradas forças independentes, autocontroláveis, autodetermináveis e auto-expandíveis.
Conclusão A sociedade se define como  o conjunto de pessoas que compartilham propósitos, gostos, preocupações e costumes, e que interagem entre si constituindo uma comunidade. Mais a um outro fator que caminha junto com esta a “Tecnologia”, pois abrangem os mesmo âmbitos, sociais, econômicos e culturais.A tecnologia surgiu para facilitar ao homem para a obtenção de conhecimento, porém muitas vezes ocorre o contrário, podendo causar danos graves para o mudo e a sociedade.Pois possibilitam vários tipos de uso, ainda que as aplicações potenciais da tecnologia sejam necessariamente utilizadas.O desenvolvimento se dá pelo próprio conhecimento, pela divulgação dele e pelo intercâmbio de conhecimentos  .
O mundo esta em nossas mãos!
Componentes: Raysa, Betina, Roberta, Joana, Kaylane, Fernanda Martins, Rafaella, Murilo, Nilo, Beatriz. Série:  2º MB

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2012 tecnologias da comunicação para a educação intercon
2012 tecnologias da comunicação para a educação intercon2012 tecnologias da comunicação para a educação intercon
2012 tecnologias da comunicação para a educação intercon
José Lauro Martins
 
Tecnologia e Sociedade
Tecnologia e SociedadeTecnologia e Sociedade
Tecnologia e Sociedade
Luis Borges Gouveia
 
C A P 01 P O D E R E T E C N O L O G I A
C A P 01  P O D E R  E  T E C N O L O G I AC A P 01  P O D E R  E  T E C N O L O G I A
C A P 01 P O D E R E T E C N O L O G I A
ProfMario De Mori
 
Disrupturas dos modos de pensar e viver os relacionamentos no mundo das tecno...
Disrupturas dos modos de pensar e viver os relacionamentos no mundo das tecno...Disrupturas dos modos de pensar e viver os relacionamentos no mundo das tecno...
Disrupturas dos modos de pensar e viver os relacionamentos no mundo das tecno...
Fabiana Moreira
 
A era pós industrial, a sociedade do conhecimento e a educação para o pensar ...
A era pós industrial, a sociedade do conhecimento e a educação para o pensar ...A era pós industrial, a sociedade do conhecimento e a educação para o pensar ...
A era pós industrial, a sociedade do conhecimento e a educação para o pensar ...
frechesantos
 
Edição nº 22_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 22_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinvilleEdição nº 22_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 22_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Associação Educacional Luterana Bom Jesus/Ielusc
 
O futuro da sociedade tecnológica
O futuro da sociedade tecnológicaO futuro da sociedade tecnológica
O futuro da sociedade tecnológica
-
 
Trabalho soc (1)
Trabalho soc (1)Trabalho soc (1)
Trabalho soc (1)
Turmacef201617
 
Trabalho proinfo 1 slides
Trabalho proinfo 1 slidesTrabalho proinfo 1 slides
Trabalho proinfo 1 slides
Eliene Tavares Dias
 
Sociologia
SociologiaSociologia
Sociologia
Turmacef201617
 
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 32
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 32Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 32
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 32
Valter Gomes
 
Dez grandes tendências de um mundo em mudança
Dez grandes tendências de um mundo em mudançaDez grandes tendências de um mundo em mudança
Dez grandes tendências de um mundo em mudança
Luis Rasquilha
 
Disciplina Educação e Novas Tecnologias - Letras EAD
Disciplina Educação e  Novas Tecnologias - Letras EADDisciplina Educação e  Novas Tecnologias - Letras EAD
Disciplina Educação e Novas Tecnologias - Letras EAD
Ana Beatriz
 
Tecnologia, sociedade e educação
Tecnologia, sociedade e educaçãoTecnologia, sociedade e educação
Tecnologia, sociedade e educação
Iroman Gonçalves
 
Sociedade em Rede
Sociedade em RedeSociedade em Rede
Sociedade em Rede
Aline Valek
 
Uberização - conceitos, frases & reflexões
Uberização - conceitos, frases & reflexõesUberização - conceitos, frases & reflexões
Uberização - conceitos, frases & reflexões
Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
1º capítulo do livro de Castells - A Sociedade em rede
1º capítulo do livro de Castells - A Sociedade em rede1º capítulo do livro de Castells - A Sociedade em rede
1º capítulo do livro de Castells - A Sociedade em rede
Alexandre Chagas
 
A Sociedade em Rede
A Sociedade em RedeA Sociedade em Rede
A Sociedade em Rede
Luis Fernando Guggenberger
 
Apresentação Inovação
Apresentação InovaçãoApresentação Inovação
Apresentação Inovação
Karina Gomes
 
As três tendências que todo RH deve saber
As três tendências que todo RH deve saberAs três tendências que todo RH deve saber
As três tendências que todo RH deve saber
Camila Ghattas
 

Mais procurados (20)

2012 tecnologias da comunicação para a educação intercon
2012 tecnologias da comunicação para a educação intercon2012 tecnologias da comunicação para a educação intercon
2012 tecnologias da comunicação para a educação intercon
 
Tecnologia e Sociedade
Tecnologia e SociedadeTecnologia e Sociedade
Tecnologia e Sociedade
 
C A P 01 P O D E R E T E C N O L O G I A
C A P 01  P O D E R  E  T E C N O L O G I AC A P 01  P O D E R  E  T E C N O L O G I A
C A P 01 P O D E R E T E C N O L O G I A
 
Disrupturas dos modos de pensar e viver os relacionamentos no mundo das tecno...
Disrupturas dos modos de pensar e viver os relacionamentos no mundo das tecno...Disrupturas dos modos de pensar e viver os relacionamentos no mundo das tecno...
Disrupturas dos modos de pensar e viver os relacionamentos no mundo das tecno...
 
A era pós industrial, a sociedade do conhecimento e a educação para o pensar ...
A era pós industrial, a sociedade do conhecimento e a educação para o pensar ...A era pós industrial, a sociedade do conhecimento e a educação para o pensar ...
A era pós industrial, a sociedade do conhecimento e a educação para o pensar ...
 
Edição nº 22_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 22_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinvilleEdição nº 22_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 22_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
 
O futuro da sociedade tecnológica
O futuro da sociedade tecnológicaO futuro da sociedade tecnológica
O futuro da sociedade tecnológica
 
Trabalho soc (1)
Trabalho soc (1)Trabalho soc (1)
Trabalho soc (1)
 
Trabalho proinfo 1 slides
Trabalho proinfo 1 slidesTrabalho proinfo 1 slides
Trabalho proinfo 1 slides
 
Sociologia
SociologiaSociologia
Sociologia
 
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 32
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 32Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 32
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 32
 
Dez grandes tendências de um mundo em mudança
Dez grandes tendências de um mundo em mudançaDez grandes tendências de um mundo em mudança
Dez grandes tendências de um mundo em mudança
 
Disciplina Educação e Novas Tecnologias - Letras EAD
Disciplina Educação e  Novas Tecnologias - Letras EADDisciplina Educação e  Novas Tecnologias - Letras EAD
Disciplina Educação e Novas Tecnologias - Letras EAD
 
Tecnologia, sociedade e educação
Tecnologia, sociedade e educaçãoTecnologia, sociedade e educação
Tecnologia, sociedade e educação
 
Sociedade em Rede
Sociedade em RedeSociedade em Rede
Sociedade em Rede
 
Uberização - conceitos, frases & reflexões
Uberização - conceitos, frases & reflexõesUberização - conceitos, frases & reflexões
Uberização - conceitos, frases & reflexões
 
1º capítulo do livro de Castells - A Sociedade em rede
1º capítulo do livro de Castells - A Sociedade em rede1º capítulo do livro de Castells - A Sociedade em rede
1º capítulo do livro de Castells - A Sociedade em rede
 
A Sociedade em Rede
A Sociedade em RedeA Sociedade em Rede
A Sociedade em Rede
 
Apresentação Inovação
Apresentação InovaçãoApresentação Inovação
Apresentação Inovação
 
As três tendências que todo RH deve saber
As três tendências que todo RH deve saberAs três tendências que todo RH deve saber
As três tendências que todo RH deve saber
 

Semelhante a Grupo 01

Grupo 01
Grupo 01Grupo 01
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA UTILIZADAS APENAS PARA...
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA UTILIZADAS APENAS PARA...COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA UTILIZADAS APENAS PARA...
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA UTILIZADAS APENAS PARA...
Faga1939
 
02 novas tecnologias
02 novas tecnologias02 novas tecnologias
02 novas tecnologias
danimateus
 
Modulo 16 - O domínio da tecnologia
Modulo 16 - O domínio da tecnologiaModulo 16 - O domínio da tecnologia
Modulo 16 - O domínio da tecnologia
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Seminario Tempo e Espaço na sociedade globalizada
Seminario Tempo e Espaço na sociedade globalizadaSeminario Tempo e Espaço na sociedade globalizada
Seminario Tempo e Espaço na sociedade globalizada
Erika Zuza
 
Ética e cidadania na sociedade tecnológica
Ética e cidadania na sociedade tecnológicaÉtica e cidadania na sociedade tecnológica
Ética e cidadania na sociedade tecnológica
Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Ceará
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia
Filosofia
Ítalo Vieira
 
Filosofia 2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedade
Filosofia   2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedadeFilosofia   2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedade
Filosofia 2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedade
mtolentino1507
 
01 novas tecnologias
01 novas tecnologias01 novas tecnologias
01 novas tecnologias
danimateus
 
Unidade 2
Unidade 2Unidade 2
Unidade 2
Christie Freitas
 
Ciência e tecnologia em questão
Ciência e tecnologia em questãoCiência e tecnologia em questão
Ciência e tecnologia em questão
Fernando Alcoforado
 
1º série reda cem - 10.29
1º série   reda cem -  10.291º série   reda cem -  10.29
1º série reda cem - 10.29
MatheusMesquitaMelo
 
GLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃOGLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃO
Rosane Domingues
 
Artigo texto sobre . tecnologia texto.pdf
Artigo texto sobre . tecnologia texto.pdfArtigo texto sobre . tecnologia texto.pdf
Artigo texto sobre . tecnologia texto.pdf
laizeoliveira10
 
O avanço tecnológico e suas consequências econômicas sociais e políticas
O avanço tecnológico e suas consequências econômicas sociais e políticasO avanço tecnológico e suas consequências econômicas sociais e políticas
O avanço tecnológico e suas consequências econômicas sociais e políticas
Fernando Alcoforado
 
teste2
teste2teste2
Artigo teste 1
Artigo teste 1Artigo teste 1
Apontamentos em Ciberpolítica: A internet e suas possibilidades democráticas
Apontamentos em Ciberpolítica: A internet e suas possibilidades democráticasApontamentos em Ciberpolítica: A internet e suas possibilidades democráticas
Apontamentos em Ciberpolítica: A internet e suas possibilidades democráticas
Universidade Federal do Paraná
 
Apresent Mundo Como Aldeia Global
Apresent Mundo Como Aldeia GlobalApresent Mundo Como Aldeia Global
Apresent Mundo Como Aldeia Global
Ana Oliveira
 
P trimestral uni 2 (t1 e t2) unidade 3
P trimestral uni 2 (t1 e t2) unidade 3P trimestral uni 2 (t1 e t2) unidade 3
P trimestral uni 2 (t1 e t2) unidade 3
Christie Freitas
 

Semelhante a Grupo 01 (20)

Grupo 01
Grupo 01Grupo 01
Grupo 01
 
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA UTILIZADAS APENAS PARA...
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA UTILIZADAS APENAS PARA...COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA UTILIZADAS APENAS PARA...
COMO TORNAR REALIDADE A UTOPIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA UTILIZADAS APENAS PARA...
 
02 novas tecnologias
02 novas tecnologias02 novas tecnologias
02 novas tecnologias
 
Modulo 16 - O domínio da tecnologia
Modulo 16 - O domínio da tecnologiaModulo 16 - O domínio da tecnologia
Modulo 16 - O domínio da tecnologia
 
Seminario Tempo e Espaço na sociedade globalizada
Seminario Tempo e Espaço na sociedade globalizadaSeminario Tempo e Espaço na sociedade globalizada
Seminario Tempo e Espaço na sociedade globalizada
 
Ética e cidadania na sociedade tecnológica
Ética e cidadania na sociedade tecnológicaÉtica e cidadania na sociedade tecnológica
Ética e cidadania na sociedade tecnológica
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia
Filosofia
 
Filosofia 2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedade
Filosofia   2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedadeFilosofia   2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedade
Filosofia 2º bimestre - 3ª série - tecnologia e sociedade
 
01 novas tecnologias
01 novas tecnologias01 novas tecnologias
01 novas tecnologias
 
Unidade 2
Unidade 2Unidade 2
Unidade 2
 
Ciência e tecnologia em questão
Ciência e tecnologia em questãoCiência e tecnologia em questão
Ciência e tecnologia em questão
 
1º série reda cem - 10.29
1º série   reda cem -  10.291º série   reda cem -  10.29
1º série reda cem - 10.29
 
GLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃOGLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃO
 
Artigo texto sobre . tecnologia texto.pdf
Artigo texto sobre . tecnologia texto.pdfArtigo texto sobre . tecnologia texto.pdf
Artigo texto sobre . tecnologia texto.pdf
 
O avanço tecnológico e suas consequências econômicas sociais e políticas
O avanço tecnológico e suas consequências econômicas sociais e políticasO avanço tecnológico e suas consequências econômicas sociais e políticas
O avanço tecnológico e suas consequências econômicas sociais e políticas
 
teste2
teste2teste2
teste2
 
Artigo teste 1
Artigo teste 1Artigo teste 1
Artigo teste 1
 
Apontamentos em Ciberpolítica: A internet e suas possibilidades democráticas
Apontamentos em Ciberpolítica: A internet e suas possibilidades democráticasApontamentos em Ciberpolítica: A internet e suas possibilidades democráticas
Apontamentos em Ciberpolítica: A internet e suas possibilidades democráticas
 
Apresent Mundo Como Aldeia Global
Apresent Mundo Como Aldeia GlobalApresent Mundo Como Aldeia Global
Apresent Mundo Como Aldeia Global
 
P trimestral uni 2 (t1 e t2) unidade 3
P trimestral uni 2 (t1 e t2) unidade 3P trimestral uni 2 (t1 e t2) unidade 3
P trimestral uni 2 (t1 e t2) unidade 3
 

Mais de ProfMario De Mori

100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
ProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ProfMario De Mori
 
100 DICAS ENEM PARTE 11
100 DICAS ENEM PARTE 11100 DICAS ENEM PARTE 11
100 DICAS ENEM PARTE 11
ProfMario De Mori
 
100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10
ProfMario De Mori
 
100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09
ProfMario De Mori
 
100 DICAS ENEM PARTE 08
100 DICAS ENEM PARTE 08100 DICAS ENEM PARTE 08
100 DICAS ENEM PARTE 08
ProfMario De Mori
 
100 DICAS ENEM PARTE 07
100 DICAS ENEM PARTE 07100 DICAS ENEM PARTE 07
100 DICAS ENEM PARTE 07
ProfMario De Mori
 
100 DICAS ENEM PARTE 06
100 DICAS ENEM PARTE 06100 DICAS ENEM PARTE 06
100 DICAS ENEM PARTE 06
ProfMario De Mori
 
100 DICAS ENEM PARTE 05
100 DICAS ENEM PARTE 05100 DICAS ENEM PARTE 05
100 DICAS ENEM PARTE 05
ProfMario De Mori
 
100 DICAS ENEM PARTE 04
100 DICAS ENEM PARTE 04100 DICAS ENEM PARTE 04
100 DICAS ENEM PARTE 04
ProfMario De Mori
 
100 DICAS ENEM PARTE 03
100 DICAS ENEM PARTE 03100 DICAS ENEM PARTE 03
100 DICAS ENEM PARTE 03
ProfMario De Mori
 
100 DICAS ENEM PARTE 02
100 DICAS ENEM PARTE 02100 DICAS ENEM PARTE 02
100 DICAS ENEM PARTE 02
ProfMario De Mori
 
100 DICAS ENEM PARTE 01
100 DICAS ENEM PARTE 01100 DICAS ENEM PARTE 01
100 DICAS ENEM PARTE 01
ProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosAula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anos
ProfMario De Mori
 
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
ProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anos
ProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anos
ProfMario De Mori
 
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
ProfMario De Mori
 

Mais de ProfMario De Mori (20)

100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
 
100 DICAS ENEM PARTE 11
100 DICAS ENEM PARTE 11100 DICAS ENEM PARTE 11
100 DICAS ENEM PARTE 11
 
100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10
 
100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09
 
100 DICAS ENEM PARTE 08
100 DICAS ENEM PARTE 08100 DICAS ENEM PARTE 08
100 DICAS ENEM PARTE 08
 
100 DICAS ENEM PARTE 07
100 DICAS ENEM PARTE 07100 DICAS ENEM PARTE 07
100 DICAS ENEM PARTE 07
 
100 DICAS ENEM PARTE 06
100 DICAS ENEM PARTE 06100 DICAS ENEM PARTE 06
100 DICAS ENEM PARTE 06
 
100 DICAS ENEM PARTE 05
100 DICAS ENEM PARTE 05100 DICAS ENEM PARTE 05
100 DICAS ENEM PARTE 05
 
100 DICAS ENEM PARTE 04
100 DICAS ENEM PARTE 04100 DICAS ENEM PARTE 04
100 DICAS ENEM PARTE 04
 
100 DICAS ENEM PARTE 03
100 DICAS ENEM PARTE 03100 DICAS ENEM PARTE 03
100 DICAS ENEM PARTE 03
 
100 DICAS ENEM PARTE 02
100 DICAS ENEM PARTE 02100 DICAS ENEM PARTE 02
100 DICAS ENEM PARTE 02
 
100 DICAS ENEM PARTE 01
100 DICAS ENEM PARTE 01100 DICAS ENEM PARTE 01
100 DICAS ENEM PARTE 01
 
Aula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosAula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anos
 
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anos
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anos
 
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
 

Último

Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFVRegistros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Yan Kayk da Cruz Ferreira
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFVRegistros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 

Grupo 01

  • 1. “ Desenvolvimento das sociedades e desenvolvimento Tecnológico” “ Tecnologia é vida”
  • 2. Introdução Desde seus primórdios sociedade e tecnologia caminham juntos, através da modernidade dos tempos. Muitos fatos desde o século XX caracterizam essa evolução social tecnológica como, a evolução que o Brasil teve social e tecnologicamente nos parâmetros da época a partir da chegada da família real no país. Além do determinismo tecnológico, que é atualmente a teoria mais popular sobre relação entre tecnologia e sociedade, que tenta explicar fenômenos sociais e históricos de acordo com um fator principal que no caso é a tecnologia, assim irá relacionar aprofundar e entender a importância dessas duas idéias andarem juntas
  • 3. A evolução das sociedades Sociedade é o agrupamento de indivíduos entre os quais se estabelecem relações econômicas, políticas e culturais. Numa sociedade existe unidade de língua e cultura e seus membros obedecem a leis, costumes e tradições comuns, unidos por objetivos que interessam ao conjunto, ou às classes que nele predominam. Existiram vários tipos de sociedades e elas sofreram um processo gradual de transformação ao longo do tempo. Sociedade Comunal ou Tribal: O tipo mais primitivo de organização social é a ordem comunal ou tribal, em que os indivíduos viviam juntos para garantir a sobrevivência de todos, dedicavam-se à busca nômade de alimentos e instalavam-se de forma provisória em cavernas e acampamentos.
  • 4. Tribos: O momento da transição do estado nômade para a vida em locais geográficos permanentes, principalmente pela descoberta do fogo. Agrupamentos de indivíduos ligados por laços de parentesco que tiveram que se adaptar a um novo estilo de vida, onde domesticavam animais, praticam a a agricultura, e assim surgem os primeiros proprietários de terras. Sociedade Escravista: A sociedade escravista surgiu quando a propriedade sobre os objetos e a terra ampliou-se para a posse de seres humanos, os prisioneiros de guerra.
  • 5. Sociedade tecnológica moderna : Na sociedade tecnológica, o ser humano não vive mais num meio natural e sim num meio técnico, que interpõe entre o homem e a natureza uma rede de máquinas e técnicas apuradas. O homem explora a natureza, domina-a e utiliza-a para seus fins
  • 6. A Evolução das tecnologias com o passar dos tempos Já pararam para pensar que à medida que a tecnologia evolui, a população também é prejudicada? Enquanto antigamente bolsas levavam um tempo para serem produzidas, e em sua totalidade eram produzidas a mão, hoje em dia com a evolução da tecnologia, tornou-se mais rápida a produção, e sem a necessidade de muitas pessoas para conduzirem a produção, e com a facilidade da produção, o produto torna-se barato, assim quando competir com um produto artesanal, ele ganha por ser mais barato, e como o artesanal é mais trabalhado e mais valorizado  ele custa mais caro, assim quando comparado com um produzido em fábricas, muitas vezes ele perde.
  • 7. Apesar do avanço tecnológico  ter seus pontos negativos, não podemos deixar de citar seus pontos positivos, como a facilidade de locomoção, de comunicação, de produção de materiais, entre outras coisas. Porém essa mesma tecnologia trás o desemprego ao nosso mundo sem que possamos perceber, cada vez mais que a tecnologia evolui, as pessoas são substituídas por máquinas, que fazem o trabalho em fábricas, sem necessitar do auxilio de pessoas. Assim mais pessoas ficam desempregadas. Nós estamos criando um mundo de robôs, e nós mesmos estamos nos destruindo e criando essa nova era uma era cuja tecnologia é que tem espaço na sociedade, mas sabemos as conseqüências disso? Até onde vamos chegar?
  • 8. A grande mudança que se opera em nossa sociedade é o aumento da tecnologia desde a invenção da lâmpada até os mais recentes produtos. Pois os avanços tecnológicos tornam-se meio para outros avanços tecnológicos. E na realidade atual, apesar da maciça falta de controle da tecnologia, ela gera conhecimento, através da internet, televisão, isso direta ou indiretamente para a humanidade.
  • 9. Características da sociedades no passado e atualmente Alguma tecnologia pode ser considerada imoral, levando em conta seus impactos na sociedade? A tecnologia por si só afeta o modo como nos comunicamos e vivemos? O aparecimento de uma nova tecnologia provoca numa sociedade mudanças profundas em todas as esferas (psíquica, física e socioeconômica).Esse fenômeno pode ser observado ao longo de toda a história da humanidade, desde o Homo erectus ao homo sapiens. Foi assim com as civilizações orais, e posteriormente as escritas, com os telégrafos visuais, a invenção da imprensa, a difusão do livro e o surgimento dos jornais, a eletricidade trazendo evoluções para o telégrafo, a internet revelando a evolução do pensamento humano.
  • 10. Pode- se dizer que a evolução da tecnologia é a evolução do pensamento humano., num esforço de criar forma de vencer obstáculos, sendo o tempo e espaço as dificuldades mais prementes de serem vencidas. É o homem perdendo o controle do alcance de suas criações, idealizadas justamente para o controle, ou pelo menos, com possibilidade de controle quase completa. Talvez essa seja uma das maiores angustias de cientistas, estudiosos e comunicadores contemporâneos, a impotência de interagir com a mudança que a tecnologia traz consigo.
  • 11. Não se trata de conhecer ou estudar as possíveis transformações coletivas mundiais daqui a 100 anos, mas para hoje e amanhã, porque a velocidade vertiginosa da evolução das tecnologias no mundo atual, o futuro passou a ser o presente. Desde a Segunda Guerra mundial, os cientistas têm considerado a tecnologia como um dilema moral em que seu uso pode causar conseqüências profundas na humanidade e no planeta. No Brasil, muitos fatos podem ser citados para caracterizar a sociedade brasileira no início de sua colonização e atualmente.
  • 12. Exemplos 1974-1979 – O general Ernesto Geisel assume a Presidência e encarrega o General Golbery Dio Couto e Silva para desenhar um processo de abertura lenta, gradual e segura. Década de 1980 “Diretas Já" 1987-1988 – Abertura da Assembléia Nacional Constituinte e promulgação da Constituição de 1988. No mundo atual, vários acontecimentos que marcam o avanço social e conseqüentemente o tecnológico, como: 2008 – Renúncias de Fidel Castro 2008 – Invasão bem-sucedida à Reitoria da UnB   2008 – Crise na Economia Mundial 2008 – Calamidade em Santa Catarina
  • 13. Benefícios e malefícios do desenvolvimento tecnológico A sociedade em que vivemos é cada vez mais desenvolvida. Portanto os países que tem mais requisitos, que vendem mais, que fabricam algo novo a cada dia, são mais desenvolvidos que outros. Um ponto importante a se destacar é que, quem tem mais tecnologia para conter e fabricar esses requisitos ganha mais. Estamos situados hoje, em um mundo que substitui pessoas por máquinas.A sociedade e o desenvolvimento tecnológico andam juntos, pois se um país não usa muita tecnologia não ‘‘vai pra frente ’’, e por fim acaba sendo esquecido. A sociedade se beneficia da tecnologia, quando ela inova, quando ela produz algo eficaz, e que essa fabricação seja mais rápida do que a de seus adversários .
  • 14. Entretanto, o desenvolvimento tecnológico deveria ter como meta também o desenvolvimento sustentável (produzir sem prejudicar a natureza), infelizmente isso não acontece, a ‘‘face negra’’ da tecnologia, assim poderíamos denominar, é que em muitos casos mais de 50% das empresas fabricam produtos de caráter avançado, ou não, mais que, se jogados na natureza não se decompõe, como por exemplo, a lata de alumínio, ou produtos tóxicos, que podem atingir de certa forma uma população inteira se jogado de forma incorreta em nascentes, ou rios. Então um país para se desenvolver tecnologicamente e mais ‘‘puro’’, tem que se desenvolver criando maneiras mais rápidas de produção, e produtos eficazes, e também se preocupar com a natureza. Pois casando tecnologia e sustentabilidade alcançaria o tão esperado desenvolvimento em todos os âmbitos.
  • 15. Evolução das sociedades e desenvolvimentos tecnológicos Na sociedade tecnológica, o ser humano não vive mais num meio natural e sim num meio técnico, que interpõe entre o homem e a natureza uma rede de máquinas e técnicas apuradas. O homem explora a natureza, domina-a e utiliza-a para seus fins. Em decorrência da expansão dos recursos técnicos, a estrutura da sociedade tecnológica resulta muito mais complexa do que a da sociedade tradicional. Quatro fatores contribuíram para essa mudança social tão profunda: a tecnologia, um avançado sistema monetário e creditício, a crescente divisão do trabalho e a migração em massa da mão-de-obra do setor primário de produção (agricultura, caça, pesca e mineração) para o setor secundário (indústria) e terciário (comércio, transportes, profissões liberais etc.).
  • 16. Em conseqüência da ruptura entre as funções de produtor e consumidor, desempenhadas no passado pelos mesmos indivíduos, e da multiplicação artificial das necessidades de consumo (e por isso esse tipo de sociedade também é denominado "sociedade de consumo"), a organização social desdobrou os papéis sociais atribuídos a uma mesma pessoa. Um indivíduo é ao mesmo tempo pai de família, empregado de uma fábrica e membro de um clube, de um partido político, de um sindicato, de uma igreja etc. Por conseguinte, os riscos de conflito entre os papéis são muito maiores do que na sociedade tradicional.
  • 17. Aí entra em ação o chamado Determinismo tecnológico, que é atualmente a teoria mais popular sobre relação entre tecnologia e sociedade. Ela tenta explicar fenômenos sociais e históricos de acordo com um fator principal, que no caso é a tecnologia. Esse conceito foi criado pelo sociólogo americano Thorsthein Veblen (1857-1929) e cultivado e aperfeiçoado por Robert Ezra Park . Park declarou que os dispositivos tecnológicos estavam modificando a estrutura e funções da sociedade, noção que serviu de ponto de partida para uma corrente teórica em todos os aspectos inovadora. No determinismo tecnológico, tecnologias são apresentadas, como algo fora da sociedade. Tecnologias são consideradas forças independentes, autocontroláveis, autodetermináveis e auto-expandíveis.
  • 18. Conclusão A sociedade se define como o conjunto de pessoas que compartilham propósitos, gostos, preocupações e costumes, e que interagem entre si constituindo uma comunidade. Mais a um outro fator que caminha junto com esta a “Tecnologia”, pois abrangem os mesmo âmbitos, sociais, econômicos e culturais.A tecnologia surgiu para facilitar ao homem para a obtenção de conhecimento, porém muitas vezes ocorre o contrário, podendo causar danos graves para o mudo e a sociedade.Pois possibilitam vários tipos de uso, ainda que as aplicações potenciais da tecnologia sejam necessariamente utilizadas.O desenvolvimento se dá pelo próprio conhecimento, pela divulgação dele e pelo intercâmbio de conhecimentos .
  • 19. O mundo esta em nossas mãos!
  • 20. Componentes: Raysa, Betina, Roberta, Joana, Kaylane, Fernanda Martins, Rafaella, Murilo, Nilo, Beatriz. Série: 2º MB