SlideShare uma empresa Scribd logo
AS GRANDES NAVEGAÇÕES
Grandes Navegações foi o nome
dado às viagens que os europeus
fizeram entre 1400 e 1600.
Este era o mapa utilizado pelos navegadores
europeus.
Foi feito por Ptolomeu – geógrafo e astrônomo.
MOTIVOS?
Busca de uma nova rota
marítima para o Oriente,
depois que Constantinopla
foi tomada pelos turcos,
dificultando a aquisição de
especiarias, tapetes, seda
e artigos de luxo.
COMO CONSEGUIR UMA
NOVA ROTA PARA AS
ÍNDIAS?
A SOLUÇÃO ERA NAVEGAR PELO
OCEANO ATLÂNTICO,
MAS EXISTIAM PERIGOS A
SEREM ENFRENTADOS.
PERIGOS IMAGINÁRIOS
 Acreditava-se que a terra era plana e que o oceano terminava
em um abismo sem fim;
 Que os grande oceanos eram povoados por monstros e
serpentes marinhas;
POR QUE AS ESPECIARIAS ERAM TÃO
COBIÇADAS A PONTO DOS EUROPEUS
ENFRENTAREM TANTOS PERIGOS?
ERAM UTILIZADAS PARA
CONSERVAR OS ALIMENTOS. ALÉM
DISSO, BUSCÁ-LAS DAVA MUITO
DINHEIRO. PORTANTO VALIA A
PENA ENFRENTAR OS PERIGOS.
ATIVIDADES
01- O que levou os portugueses a se aventurarem por mares
desconhecidos, se era tão arriscado?
02- Com relação as Grandes navegações. Explique:
a)Por que os europeus precisavam de um caminho
alternativo para às índias?
03- Cite os perigos reais e imaginários enfrentados pelos
europeus.
PORTUGAL FOI O PRIMEIRO
PAÍS A SE LANÇAR NAS
GRANDES NAVEGAÇÕES.
POR QUE SERÁ?
 Posição geográfica do país;
 Uma burguesia aliada ao rei, disposta a
investir no comércio marítimo (dinheiro);
 Possuía uma Escola de Navegação – Escola
de Sagres;
 Tinham técnicas e conhecimentos: bússola,
astrolábio, mapas;
 Criação da caravela.
Objetivos da expansão marítima

 A busca de novas minas
(ouro e prata);
 Expandir a fé católica;
 A busca por especiarias e
artigos de luxo;
 Novas terras.
Proposta Portuguesa:
Ciclo Oriental das navegações: chegar ás Índias
navegando pelo ORIENTE, contornando a África
(até então “desconhecida”).
Proposta Espanhola:
Ciclo Ocidental das navegações: chegar às
Índias navegando em sentido contrário, pelo
OCIDENTE, isto é dando a volta ao mundo.
A Descoberta da América
 Em

1492

Colombo,

o

navegador

financiado

pela

Genovês
rainha

Cristóvão
Isabel

de

Castela, da Espanha, chega à América navegando
para o Oeste.
 Ele acreditava que a terra era redonda e que
navegando em linha reta, daria a volta ao mundo
e chegaria às Índias.
 Ao chegar à América ele deu aos seus habitantes
o nome de índios, acreditando ter atingido seu
objetivo.
 Colombo morreu sem saber que tinha encontrado
um novo continente.
Vasco da Gama chega às Índias
 O navegador português Vasco
da Gama conseguiu chegar às
Índias em 1498, tornando-se o
primeiro grande herói lusitano
moderno.
 Com esta descoberta, Portugal
torna-se a maior potência
comercial de sua época.
Américo Vespúcio
 Américo
navegador
descobriu

Vespúcio
e

foi

o

cartógrafo

que

as

o
que

terras

encontradas por Colombo faziam
parte de um novo continente.
 A este continente foi dado o
nome de AMÉRICA.
A DESCOBERTA DO BRASIL
 O Brasil foi descoberto, em 1500,
por Pedro Álvares Cabral.
 A Descoberta do Brasil pelos
portugueses ocorreu oficialmente
no dia 22 de abril.
 Na

época

os

portugueses

disseram que a descoberta foi
acidental. Hoje sabemos que foi
PROPOSITAL.
O Tratado de Tordesilhas
E OS OUTROS PAÍSES DA
EUROPA ACEITARAM
ESTA DIVISÃO?
NÃO.

E

COMEÇARAM

A

INVADIR

PARTE DA AMÉRICA:
INGLESES INVADIRAM O NORTE DA
AMÉRICA (EUA);
OS

FRANCESES

INVADIRAM

O

INVADIRAM

O

BRASIL;
OS

HOLANDESES

BRASIL.
DISSERTE SOBRE O ASSUNTO CRIANDO
ARGUMENTOS PARA SUA OPINIÃO.
MAR PORTUGUÊS   
Ó mar salgado, quanto do teu sal  
São lágrimas de Portugal!  
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,  
Quantos filhos em vão rezaram!  
Quantas noivas ficaram por casar  
Para que fosses nosso, ó mar!  
Valeu a pena? Tudo vale a pena  
Se a alma não é pequena.  
Quem quer passar além do Bojador  
Tem que passar além da dor.  
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,  
Mas nele é que espelhou o céu.                                                  
Fernando Pessoa
O que o autor quis dizer com este verso?
DOCUMENTÁRIO
1492- A CONQUISTA DO PARAÍSO.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
Nefer19
 
Colonização da América
Colonização da AméricaColonização da América
Colonização da América
Claudenilson da Silva
 
Primeira República
Primeira RepúblicaPrimeira República
Primeira República
isameucci
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
Fabiana Tonsis
 
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
Nefer19
 
Civilização Maia
Civilização MaiaCivilização Maia
Civilização Maia
eiprofessor
 
Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
edna2
 
A Escravidão no Brasil colonial
A Escravidão no Brasil colonialA Escravidão no Brasil colonial
A Escravidão no Brasil colonial
Alex Ferreira dos Santos
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
Nila Michele Bastos Santos
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
Douglas Barraqui
 
1° ano império romano - completo
1° ano    império romano - completo1° ano    império romano - completo
1° ano império romano - completo
Daniel Alves Bronstrup
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Mercantilismo
MercantilismoMercantilismo
Mercantilismo
harlissoncarvalho
 
1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america
Paulo Alexandre
 
Conjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e BaianaConjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e Baiana
Aulas de História
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
Vivihistoria
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
Paulo Alexandre
 
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
Aulas de História
 

Mais procurados (20)

As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
As origens do ser humano - 6º Ano (2017)
 
Colonização da América
Colonização da AméricaColonização da América
Colonização da América
 
Primeira República
Primeira RepúblicaPrimeira República
Primeira República
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
 
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
A Reforma Protestante - 7º ANO (2017)
 
Civilização Maia
Civilização MaiaCivilização Maia
Civilização Maia
 
Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
 
A Escravidão no Brasil colonial
A Escravidão no Brasil colonialA Escravidão no Brasil colonial
A Escravidão no Brasil colonial
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
 
1° ano império romano - completo
1° ano    império romano - completo1° ano    império romano - completo
1° ano império romano - completo
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
 
Mercantilismo
MercantilismoMercantilismo
Mercantilismo
 
1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america
 
Conjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e BaianaConjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e Baiana
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
 

Destaque

A escravidão na África: uma história de suas transformações
A escravidão  na África: uma história de suas transformaçõesA escravidão  na África: uma história de suas transformações
A escravidão na África: uma história de suas transformações
Patrícia Costa Grigório
 
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Patrícia Costa Grigório
 
O Trabalhismo na Era Vargas
O Trabalhismo na Era VargasO Trabalhismo na Era Vargas
O Trabalhismo na Era Vargas
Patrícia Costa Grigório
 
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano
Caderno Pedagógico de História - 9º AnoCaderno Pedagógico de História - 9º Ano
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano
Patrícia Costa Grigório
 
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Patrícia Costa Grigório
 
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano
Caderno Pedagógico de História - 7º AnoCaderno Pedagógico de História - 7º Ano
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano
Patrícia Costa Grigório
 
Caderno Pedagógico de História - 6º Ano
Caderno Pedagógico de História - 6º AnoCaderno Pedagógico de História - 6º Ano
Caderno Pedagógico de História - 6º Ano
Patrícia Costa Grigório
 
Mesopotâmia: terra entre rios
Mesopotâmia: terra entre riosMesopotâmia: terra entre rios
Mesopotâmia: terra entre rios
Patrícia Costa Grigório
 
Egito: presente do Nilo
Egito: presente do NiloEgito: presente do Nilo
Egito: presente do Nilo
Patrícia Costa Grigório
 
O mundo de Homero
O mundo de HomeroO mundo de Homero
O mundo de Homero
Patrícia Costa Grigório
 
A Grécia Antiga
A Grécia AntigaA Grécia Antiga
A Grécia Antiga
Patrícia Costa Grigório
 
Caderno Pedagógico de História - 6º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 6º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 6º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 6º Ano/4º Bimestre
Patrícia Costa Grigório
 
Roma Antiga - Da Monarquia à República
Roma Antiga - Da Monarquia à RepúblicaRoma Antiga - Da Monarquia à República
Roma Antiga - Da Monarquia à República
Patrícia Costa Grigório
 

Destaque (13)

A escravidão na África: uma história de suas transformações
A escravidão  na África: uma história de suas transformaçõesA escravidão  na África: uma história de suas transformações
A escravidão na África: uma história de suas transformações
 
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano/4º Bimestre
 
O Trabalhismo na Era Vargas
O Trabalhismo na Era VargasO Trabalhismo na Era Vargas
O Trabalhismo na Era Vargas
 
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano
Caderno Pedagógico de História - 9º AnoCaderno Pedagógico de História - 9º Ano
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano
 
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 9º Ano/4º Bimestre
 
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano
Caderno Pedagógico de História - 7º AnoCaderno Pedagógico de História - 7º Ano
Caderno Pedagógico de História - 7º Ano
 
Caderno Pedagógico de História - 6º Ano
Caderno Pedagógico de História - 6º AnoCaderno Pedagógico de História - 6º Ano
Caderno Pedagógico de História - 6º Ano
 
Mesopotâmia: terra entre rios
Mesopotâmia: terra entre riosMesopotâmia: terra entre rios
Mesopotâmia: terra entre rios
 
Egito: presente do Nilo
Egito: presente do NiloEgito: presente do Nilo
Egito: presente do Nilo
 
O mundo de Homero
O mundo de HomeroO mundo de Homero
O mundo de Homero
 
A Grécia Antiga
A Grécia AntigaA Grécia Antiga
A Grécia Antiga
 
Caderno Pedagógico de História - 6º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 6º Ano/4º BimestreCaderno Pedagógico de História - 6º Ano/4º Bimestre
Caderno Pedagógico de História - 6º Ano/4º Bimestre
 
Roma Antiga - Da Monarquia à República
Roma Antiga - Da Monarquia à RepúblicaRoma Antiga - Da Monarquia à República
Roma Antiga - Da Monarquia à República
 

Semelhante a Grandes navegações

Grandes navegações dos séculos XV e XVI
Grandes navegações dos séculos XV e XVIGrandes navegações dos séculos XV e XVI
Grandes navegações dos séculos XV e XVI
Beth Paes
 
G1
G1G1
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
Andrea Lemos
 
asgrandesnavegacoes-181023185127 (1).pdf
asgrandesnavegacoes-181023185127 (1).pdfasgrandesnavegacoes-181023185127 (1).pdf
asgrandesnavegacoes-181023185127 (1).pdf
CamilaAmorim64
 
Expansão ultramarina
Expansão ultramarinaExpansão ultramarina
Expansão ultramarina
Fatima Freitas
 
Plano grandes navegações tmp
Plano grandes navegações tmpPlano grandes navegações tmp
Plano grandes navegações tmp
Péricles Penuel
 
Expansão maritima 4 ano
Expansão maritima 4 anoExpansão maritima 4 ano
Expansão maritima 4 ano
Gilvan Aragão
 
A india
A indiaA india
A india
cattonia
 
Grandes nvegaçoes
Grandes nvegaçoesGrandes nvegaçoes
Grandes nvegaçoes
Dismael Sagás
 
Formação do território brasileiro 7 ano aula 1
Formação do território brasileiro 7 ano  aula 1Formação do território brasileiro 7 ano  aula 1
Formação do território brasileiro 7 ano aula 1
SEDUC-AM
 
Expansaomaritimaeuropeia
ExpansaomaritimaeuropeiaExpansaomaritimaeuropeia
Expansaomaritimaeuropeia
Alessandro Varela Dos Santos
 
G R A N D E S N A V E G AÇÕ E S E N E R G
G R A N D E S  N A V E G AÇÕ E S  E N E R GG R A N D E S  N A V E G AÇÕ E S  E N E R G
G R A N D E S N A V E G AÇÕ E S E N E R G
guest991a823b
 
Cópia de Grandes Navegações II -2021 (1).ppt
Cópia de Grandes Navegações II -2021 (1).pptCópia de Grandes Navegações II -2021 (1).ppt
Cópia de Grandes Navegações II -2021 (1).ppt
DanielyRibeiroDosSan
 
As Grandes Navegações_2022 (1)-1.pptx
As Grandes Navegações_2022 (1)-1.pptxAs Grandes Navegações_2022 (1)-1.pptx
As Grandes Navegações_2022 (1)-1.pptx
JulianaAparecidaCami
 
Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Rumos da expansão Marítima Portuguesa A Índia
Rumos da expansão Marítima Portuguesa A ÍndiaRumos da expansão Marítima Portuguesa A Índia
Rumos da expansão Marítima Portuguesa A Índia
lenapinto
 
Expansão maritima
Expansão maritimaExpansão maritima
Expansão maritima
Vinicius Oliveira Amaral
 
O alargamento do conhecimento do mundo - trabalho
O alargamento do conhecimento do mundo - trabalhoO alargamento do conhecimento do mundo - trabalho
O alargamento do conhecimento do mundo - trabalho
Catarina13
 
Grandes Navegações
Grandes NavegaçõesGrandes Navegações
Grandes Navegações
Glasiely Virgílio Silva
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
Janayna Lira
 

Semelhante a Grandes navegações (20)

Grandes navegações dos séculos XV e XVI
Grandes navegações dos séculos XV e XVIGrandes navegações dos séculos XV e XVI
Grandes navegações dos séculos XV e XVI
 
G1
G1G1
G1
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
 
asgrandesnavegacoes-181023185127 (1).pdf
asgrandesnavegacoes-181023185127 (1).pdfasgrandesnavegacoes-181023185127 (1).pdf
asgrandesnavegacoes-181023185127 (1).pdf
 
Expansão ultramarina
Expansão ultramarinaExpansão ultramarina
Expansão ultramarina
 
Plano grandes navegações tmp
Plano grandes navegações tmpPlano grandes navegações tmp
Plano grandes navegações tmp
 
Expansão maritima 4 ano
Expansão maritima 4 anoExpansão maritima 4 ano
Expansão maritima 4 ano
 
A india
A indiaA india
A india
 
Grandes nvegaçoes
Grandes nvegaçoesGrandes nvegaçoes
Grandes nvegaçoes
 
Formação do território brasileiro 7 ano aula 1
Formação do território brasileiro 7 ano  aula 1Formação do território brasileiro 7 ano  aula 1
Formação do território brasileiro 7 ano aula 1
 
Expansaomaritimaeuropeia
ExpansaomaritimaeuropeiaExpansaomaritimaeuropeia
Expansaomaritimaeuropeia
 
G R A N D E S N A V E G AÇÕ E S E N E R G
G R A N D E S  N A V E G AÇÕ E S  E N E R GG R A N D E S  N A V E G AÇÕ E S  E N E R G
G R A N D E S N A V E G AÇÕ E S E N E R G
 
Cópia de Grandes Navegações II -2021 (1).ppt
Cópia de Grandes Navegações II -2021 (1).pptCópia de Grandes Navegações II -2021 (1).ppt
Cópia de Grandes Navegações II -2021 (1).ppt
 
As Grandes Navegações_2022 (1)-1.pptx
As Grandes Navegações_2022 (1)-1.pptxAs Grandes Navegações_2022 (1)-1.pptx
As Grandes Navegações_2022 (1)-1.pptx
 
Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
 
Rumos da expansão Marítima Portuguesa A Índia
Rumos da expansão Marítima Portuguesa A ÍndiaRumos da expansão Marítima Portuguesa A Índia
Rumos da expansão Marítima Portuguesa A Índia
 
Expansão maritima
Expansão maritimaExpansão maritima
Expansão maritima
 
O alargamento do conhecimento do mundo - trabalho
O alargamento do conhecimento do mundo - trabalhoO alargamento do conhecimento do mundo - trabalho
O alargamento do conhecimento do mundo - trabalho
 
Grandes Navegações
Grandes NavegaçõesGrandes Navegações
Grandes Navegações
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
 

Mais de Fabiana Tonsis

Redemocratização brasil
Redemocratização brasilRedemocratização brasil
Redemocratização brasil
Fabiana Tonsis
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
Fabiana Tonsis
 
Período regencial
Período regencialPeríodo regencial
Período regencial
Fabiana Tonsis
 
Segundo reinado
Segundo reinadoSegundo reinado
Segundo reinado
Fabiana Tonsis
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
Fabiana Tonsis
 
Mercantilismo
MercantilismoMercantilismo
Mercantilismo
Fabiana Tonsis
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
Fabiana Tonsis
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
Fabiana Tonsis
 
Vinda familia real
Vinda familia realVinda familia real
Vinda familia real
Fabiana Tonsis
 
Napoleoa bonaparte
Napoleoa bonaparteNapoleoa bonaparte
Napoleoa bonaparte
Fabiana Tonsis
 
As cruzadas
As cruzadasAs cruzadas
As cruzadas
Fabiana Tonsis
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
Fabiana Tonsis
 
Império bizantino
Império bizantinoImpério bizantino
Império bizantino
Fabiana Tonsis
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
Fabiana Tonsis
 
Aula 09 republica populista 1
Aula 09  republica populista 1Aula 09  republica populista 1
Aula 09 republica populista 1
Fabiana Tonsis
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
Fabiana Tonsis
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
Fabiana Tonsis
 
3 estados unidos -doutrina de monroe
3 estados unidos -doutrina de monroe3 estados unidos -doutrina de monroe
3 estados unidos -doutrina de monroe
Fabiana Tonsis
 
2 marcha para oeste
2  marcha para oeste2  marcha para oeste
2 marcha para oeste
Fabiana Tonsis
 
1 independencia dos-eua
1 independencia dos-eua1 independencia dos-eua
1 independencia dos-eua
Fabiana Tonsis
 

Mais de Fabiana Tonsis (20)

Redemocratização brasil
Redemocratização brasilRedemocratização brasil
Redemocratização brasil
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Período regencial
Período regencialPeríodo regencial
Período regencial
 
Segundo reinado
Segundo reinadoSegundo reinado
Segundo reinado
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
 
Mercantilismo
MercantilismoMercantilismo
Mercantilismo
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
 
Vinda familia real
Vinda familia realVinda familia real
Vinda familia real
 
Napoleoa bonaparte
Napoleoa bonaparteNapoleoa bonaparte
Napoleoa bonaparte
 
As cruzadas
As cruzadasAs cruzadas
As cruzadas
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
 
Império bizantino
Império bizantinoImpério bizantino
Império bizantino
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
Aula 09 republica populista 1
Aula 09  republica populista 1Aula 09  republica populista 1
Aula 09 republica populista 1
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
3 estados unidos -doutrina de monroe
3 estados unidos -doutrina de monroe3 estados unidos -doutrina de monroe
3 estados unidos -doutrina de monroe
 
2 marcha para oeste
2  marcha para oeste2  marcha para oeste
2 marcha para oeste
 
1 independencia dos-eua
1 independencia dos-eua1 independencia dos-eua
1 independencia dos-eua
 

Grandes navegações

  • 2. Grandes Navegações foi o nome dado às viagens que os europeus fizeram entre 1400 e 1600.
  • 3. Este era o mapa utilizado pelos navegadores europeus. Foi feito por Ptolomeu – geógrafo e astrônomo.
  • 4. MOTIVOS? Busca de uma nova rota marítima para o Oriente, depois que Constantinopla foi tomada pelos turcos, dificultando a aquisição de especiarias, tapetes, seda e artigos de luxo.
  • 5.
  • 6. COMO CONSEGUIR UMA NOVA ROTA PARA AS ÍNDIAS?
  • 7.
  • 8. A SOLUÇÃO ERA NAVEGAR PELO OCEANO ATLÂNTICO, MAS EXISTIAM PERIGOS A SEREM ENFRENTADOS.
  • 10.  Acreditava-se que a terra era plana e que o oceano terminava em um abismo sem fim;  Que os grande oceanos eram povoados por monstros e serpentes marinhas;
  • 11.
  • 12.
  • 13. POR QUE AS ESPECIARIAS ERAM TÃO COBIÇADAS A PONTO DOS EUROPEUS ENFRENTAREM TANTOS PERIGOS?
  • 14. ERAM UTILIZADAS PARA CONSERVAR OS ALIMENTOS. ALÉM DISSO, BUSCÁ-LAS DAVA MUITO DINHEIRO. PORTANTO VALIA A PENA ENFRENTAR OS PERIGOS.
  • 15. ATIVIDADES 01- O que levou os portugueses a se aventurarem por mares desconhecidos, se era tão arriscado? 02- Com relação as Grandes navegações. Explique: a)Por que os europeus precisavam de um caminho alternativo para às índias? 03- Cite os perigos reais e imaginários enfrentados pelos europeus.
  • 16. PORTUGAL FOI O PRIMEIRO PAÍS A SE LANÇAR NAS GRANDES NAVEGAÇÕES. POR QUE SERÁ?
  • 17.  Posição geográfica do país;  Uma burguesia aliada ao rei, disposta a investir no comércio marítimo (dinheiro);  Possuía uma Escola de Navegação – Escola de Sagres;  Tinham técnicas e conhecimentos: bússola, astrolábio, mapas;  Criação da caravela.
  • 18.
  • 19. Objetivos da expansão marítima  A busca de novas minas (ouro e prata);  Expandir a fé católica;  A busca por especiarias e artigos de luxo;  Novas terras.
  • 20.
  • 21. Proposta Portuguesa: Ciclo Oriental das navegações: chegar ás Índias navegando pelo ORIENTE, contornando a África (até então “desconhecida”).
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26. Proposta Espanhola: Ciclo Ocidental das navegações: chegar às Índias navegando em sentido contrário, pelo OCIDENTE, isto é dando a volta ao mundo.
  • 27.
  • 28. A Descoberta da América  Em 1492 Colombo, o navegador financiado pela Genovês rainha Cristóvão Isabel de Castela, da Espanha, chega à América navegando para o Oeste.  Ele acreditava que a terra era redonda e que navegando em linha reta, daria a volta ao mundo e chegaria às Índias.  Ao chegar à América ele deu aos seus habitantes o nome de índios, acreditando ter atingido seu objetivo.  Colombo morreu sem saber que tinha encontrado um novo continente.
  • 29.
  • 30. Vasco da Gama chega às Índias  O navegador português Vasco da Gama conseguiu chegar às Índias em 1498, tornando-se o primeiro grande herói lusitano moderno.  Com esta descoberta, Portugal torna-se a maior potência comercial de sua época.
  • 31. Américo Vespúcio  Américo navegador descobriu Vespúcio e foi o cartógrafo que as o que terras encontradas por Colombo faziam parte de um novo continente.  A este continente foi dado o nome de AMÉRICA.
  • 32. A DESCOBERTA DO BRASIL  O Brasil foi descoberto, em 1500, por Pedro Álvares Cabral.  A Descoberta do Brasil pelos portugueses ocorreu oficialmente no dia 22 de abril.  Na época os portugueses disseram que a descoberta foi acidental. Hoje sabemos que foi PROPOSITAL.
  • 33. O Tratado de Tordesilhas
  • 34. E OS OUTROS PAÍSES DA EUROPA ACEITARAM ESTA DIVISÃO?
  • 35. NÃO. E COMEÇARAM A INVADIR PARTE DA AMÉRICA: INGLESES INVADIRAM O NORTE DA AMÉRICA (EUA); OS FRANCESES INVADIRAM O INVADIRAM O BRASIL; OS HOLANDESES BRASIL.
  • 36.
  • 37. DISSERTE SOBRE O ASSUNTO CRIANDO ARGUMENTOS PARA SUA OPINIÃO.
  • 38. MAR PORTUGUÊS    Ó mar salgado, quanto do teu sal   São lágrimas de Portugal!   Por te cruzarmos, quantas mães choraram,   Quantos filhos em vão rezaram!   Quantas noivas ficaram por casar   Para que fosses nosso, ó mar!   Valeu a pena? Tudo vale a pena   Se a alma não é pequena.   Quem quer passar além do Bojador   Tem que passar além da dor.   Deus ao mar o perigo e o abismo deu,   Mas nele é que espelhou o céu.                                                   Fernando Pessoa O que o autor quis dizer com este verso?