SlideShare uma empresa Scribd logo
GESTÃO DE PROJETOS CURSO DE MULTIPLICADOR DE POLÍCIA COMUNITÁRIA
GESTÃO DE PROJETOS PROFESSORA GILDA SANDES
O que é um projeto? “ Projeto é um empreendimento não repetitivo (único), caracterizado por uma seqüência clara e lógica de eventos, com início, meio e fim, que se destina a atingir um objetivo claro e definido, sendo conduzido por pessoas dentro de parâmetros predefinidos de tempo, custo,recursos envolvidos e qualidade.”- Ricardo Vargas p.5
Exemplos de Projeto Instalação de uma nova planta industrial; redação de um livro; reestruturação de um determinado setor ou departamento da empresa ou órgão público; elaboração de um plano de marketing e publicidade; lançamento de um novo produto ou serviço;
Exemplos de Projeto Informatização de um determinado setor da empresa ou organização pública; construção de uma casa; realização de uma viagem; execução de campanha política; etc
Todos os Projetos da  Administração Pública devem  objetivar , direta  ou indiretamente , a concepção, produção e suprimento de  Produtos  Sociais. 1. Projeto: Representa  um empreendimento temporário com o objetivo de criar um produto ou serviço único; portanto, quando falarmos em coisas novas e período de tempo determinado para concretizar o objetivo proposto: (início – meio e fim), estamos nos referindo a um projeto. 2. Atividades permanentes: São as atividades regulares de produção de bens  ou prestação de serviços, internos e externos. Essas atividades sempre se repetem do mesmo modo,  com pequenas variações ao longo do tempo. São “infinitas”: não têm perspectivas de terminar; são rotinas.  Não devemos confundir  Projeto  e Atividade Permanente!!!
CONCEITOS BÁSICOS PROGRAMA:  É o conjunto de projetos gerenciados de forma coordenada, a fim de se obter benefícios que, de uma forma isolada, não se obteria. Os projetos de um programa podem ser desenvolvidos paralelamente ou seqüencialmente. SUBPROJETO: Projetos muito grandes podem ser divididos em subprojetos para que sejam gerenciados mais facilmente. TAREFAS: Etapa concreta necessária para se atingir uma meta do projeto. Ela representa o trabalho real que será feito no projeto, na estrutura base.
Gerenciar um projeto significa tomar decisões  e realizar  ações de planejamento, execução e controle; assim como decidir quando inicializar  e encerrar  um projeto. E O QUE  É  GERENCIAR  PROJETOS?
FASES DE GERENCIAMENTO DE UM PROJETO FASE DE CONTROLE
FASE DE ANÁLISE  - IDENTIFICAR AS NECESSIDADES OU OBJETIVOS QUE GERARAM O PROJETO, COMO ELE SERÁ EXECUTADO E A DEFINIÇÃO DOS RECURSOS NECESSÁRIOS. FASE DE PLANEJAMENTO  - DEFINIR QUEM DEVERA FAZER PARTE DO "TIME" DE PROJETO, A SUA PROVÁVEL DURAÇÃO, AS ETAPAS CRÍTICAS E POSSÍVEIS RISCOS. FASE DE EXECUÇÃO  - GERENCIAR DO INÍCIO À CONCLUSÃO DO PROJETO, PROMOVENDO AS MUDANÇAS NECESSÁRIAS, COMPROMETENDO E ENVOLVENDO O "TIME”. FASE DE FINALIZAÇÃO  - É O MOMENTO EM QUE TODOS OS ENVOLVIDOS, APRENDEM COM OS ERROS E SALIENTAM OS PONTOS POSITIVOS DO PROJETO. FASE DE CONTROLE:  MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO CONSTANTE  DO PROGRESSO DO PROJETO.
Processo de Inicialização Aceitação do produto  pelo Cliente Processo de Planejamento Planejar e manter esquema de trabalho para atingir objetivos propostos no Projeto Processo de Controle Monitoramento e avaliação constante  do progresso do projeto Processo de Execução Coordenar pessoas e outros recursos para realizar o plano Processo de Encerramento Entrega do produto para ser avaliado pelo cliente
FUNÇÃO DO GERENTE DE PROJETOS
ATRIBUTOS QUE O GERENTE DE PROJETOS PRECISA POSSUIR: Conhecimento : O gerente deve conhecer bem o produto a ser desenvolvido pelo projeto. Ele deve saber o que fazer. Habilidade:  O gerente do projeto deve saber como executar o projeto  e ter  capacidade de fazê-lo da melhor maneira possível. Atitude:  O gerente precisa ter vontade e motivação para executar o projeto e convencer os colaboradores a participarem  de forma integrada do processo.
PAPÉIS  ASSUMIDOS  PELO  GERENTE  DE  PROJETOS 1. LÍDER: Da Equipe de trabalho e do Parceiro; 2. PLANEJADOR: Assegurar a elaboração do projeto;  3. ORGANIZADOR: Prever e mobilizar os meios, principalmente as pessoas para realizar o projeto; 4. ADMINISTRADOR DE PESSOAS: O diretor da equipe, deve lidar com as pessoas como pessoas e não como recursos do projeto; 5. ADMINISTRADOR DE INTERFACES ( Meio que promove a comunicação ou interação entre dois ou mais grupos) :  Articular acordos, buscando soluções organizacionais e coletivas; 6. ADMINISTRADOR DE TECNOLOGIAS: envolve  tarefas, responsabilidades e decisões de gerente dentro do domínio técnico do projeto; 7. IMPLEMENTADOR: Fazer o projeto acontecer; 8. FORMULADOR DE MÉTODOS: Formular metodologias, procedimentos, estruturas e sistemas para o projeto.
 
 
CICLO DE VIDA DE UM PROJETO As organizações ou os gerentes de projetos podem dividir os projetos em etapas que proporcionem melhor controle gerencial das operações em andamento. Essas etapas compõem o ciclo de vida do projeto, que em muitas empresas formam um conjunto específico de procedimentos utilizados em todos os projetos executados pela mesma.  OS CICLOS DE VIDA DO PROJETO GERALMENTE DEFINEM:  • Que trabalho técnico deve ser realizado em cada etapa (por exemplo, em qual etapa deve ser realizado o trabalho do arquiteto?) •  Quando as entregas devem ser geradas em cada etapa e como cada entrega é revisada, verificada e validada;  •  Quem está envolvido em cada etapa (por exemplo, a engenharia simultânea exige que os implementadores estejam envolvidos com os requisitos e o projeto). •  Como controlar e aprovar cada etapa.
AS TRÊS DIMENSÕES DA GESTÃO DE PROJETOS Encerrar Controlar Executar Planejar Iniciar Aquisição R H Risco Comunicação Custo Cronograma Escopo Qualidade Integração Implementação Teste Desenvolvimento Projeto Técnico Definição e Justificação Requisitos Ciclo de Vida de Projetos Responsabilidades de GP
ÍTENS IMPRESCINDÍVEIS  A UM PROJETO 1. TÍTULO: Deve ser escolhido com cuidado, pois venderá a idéia do projeto. 2. GERENTE: É o profissional responsável pelo projeto. 3. CLIENTES: São grupos de pessoas ou entidades que serão beneficiadas pelo alcance dos objetivos do projeto.  4. PARCEIROS: Organização pública ou privada que mantém uma atuação conjunta na consecução de projetos comuns, em regime de colaboração e co-responsabilidade. 5. OBJETIVO: Situa o benefício desejado pelo cliente. 6.  ESCOPO:   O conjunto dos objetivos do projeto, isto é, o que deve e não deve ser feito no projeto.  7. META:   É a quantificação do objetivo, com prazo para ser atingida e gasto correspondente.
7.   JUSTIFICATIVA: Quais são as razões para se executar o projeto. 7.   JUSTIFICATIVA: Quais são as razões para se executar o projeto.
FERRAMENTAS MAIS UTILIZADAS EM UM PROJETO Integração Escopo Tempo Custo Qualidade Recursos Humanos Comunicações Risco Aquisições Integração Custo Prazo Escopo RH Risco Comunicação Aquisição Qualidade
FERRAMENTAS GERENCIAIS Criadas com o objetivo de auxiliar a elaboração, o acompanhamento, a  priorização e avaliação de projetos. FERRAMENTAS VANTAGENS DESVANTAGENS 1. TEMPESTADE OU CHUVA  DE IDÉIAS AJUDA AOS PARTICIPANTES A VENCER SUAS LIMITAÇÕES EM TERMOS DE INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE NÃO APRESENTA 2. QUADRO 4Q1POC (Projetos curtos) OBJETIVIDADE NA DISCRIÇAO DE TAREFAS NÃO É APROPRIADO PARA  PROJETOS GRANDES 3. GRÁFICO DE GANTT (Diagrama de barras) – Cronograma físico do projeto. EXCELENTE COMUNICAÇÃO VISUAL O GRÁFICO NÃO MOSTRA DE FORMA CLARA  AS INTERDEPENDÊNCIAS ENTRE AS ATIVIDADES. 4. CRONOGRAMA FÍSICO -FINANCEIRO APRESENTAR DE MANEIRA CLARA AS NECESSIDADES FINANCEIRAS DO PROJETO NÃO APRESENTA 5. MÉTODO GUT(Gravidade, Urgência e Tendência) MAIOR IMPACTO NOS RESULTADOS DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL NÃO  APRESENTA.
CÍCLO DO PDCA EM GERÊNCIA DE PROJETOS PDCA é um método de natureza cíclica e é composto por quatro etapas bem definidas: P/PLAN: PLANEJAMENTO D/DO: EXECUÇÃO C/CHECK: VERIFICAÇÃO A/ACTION: AÇÃO CORRETIVA
ESQUEMA DO CÍCLO PDCA ATUE NO  DEFINA  AS PROCESSO EM  METAS FUNÇÃO DOS  RESULTADOS  OBTIDOS A  C   D ACTION ALCANÇAR AS METAS CHECK P DETERMINE  OS METODOS PARA  ALCANÇÁ-LAS VERIFIQUE OS EFEITOS DO TRABALHO EXECUTADO EXECUTE O TRABALHO EXECUTE O TRABALHO
 
Material e contato : http://gildasandes.blogspot.com/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do ÓbvioUNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
Debora Modesto
 
Planejamento De Projetos
Planejamento De ProjetosPlanejamento De Projetos
Planejamento De Projetos
Ricardo Martins Neves
 
Metodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectosMetodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectos
Jorge Borges
 
Gerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetosGerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetos
Júnior Rodrigues
 
Gestão de projetos
Gestão de projetosGestão de projetos
Gestão de projetos
Clayton Oliveira
 
Aula 4 - Gestão de Projetos
Aula 4 - Gestão de ProjetosAula 4 - Gestão de Projetos
Aula 4 - Gestão de Projetos
Fernando Dantas
 
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
Márcio Pires
 
Gestao Projetos - Aula 02
Gestao Projetos - Aula 02Gestao Projetos - Aula 02
Gestao Projetos - Aula 02
Robson Silva Espig
 
Palestra Gerencia de Projetos
Palestra Gerencia de ProjetosPalestra Gerencia de Projetos
Palestra Gerencia de Projetos
romulo-ca-nunes
 
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
Wellington Oliveira
 
Pmbok
PmbokPmbok
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Conceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de ProjetosConceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de Projetos
Antonio Marcos Montai Messias
 
Gestao De Projetos
Gestao De ProjetosGestao De Projetos
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de Projetos
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de ProjetosGestão do Conhecimento aplicada à Gestão de Projetos
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de Projetos
Beatriz Benezra Dehtear, MBA
 
Gestão de Projetos e Ferramentas
Gestão de Projetos e FerramentasGestão de Projetos e Ferramentas
Gestão de Projetos e Ferramentas
Nei Grando
 
PMBOK
PMBOKPMBOK
Elaboracao e Administracao De Projetos
Elaboracao e Administracao De  ProjetosElaboracao e Administracao De  Projetos
Elaboracao e Administracao De Projetos
Kenneth Corrêa
 
Doc.Igor_6
Doc.Igor_6Doc.Igor_6
Doc.Igor_6
Igor Melo
 
Gerenciamento de integracao
Gerenciamento de integracaoGerenciamento de integracao

Mais procurados (20)

UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do ÓbvioUNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
 
Planejamento De Projetos
Planejamento De ProjetosPlanejamento De Projetos
Planejamento De Projetos
 
Metodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectosMetodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectos
 
Gerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetosGerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetos
 
Gestão de projetos
Gestão de projetosGestão de projetos
Gestão de projetos
 
Aula 4 - Gestão de Projetos
Aula 4 - Gestão de ProjetosAula 4 - Gestão de Projetos
Aula 4 - Gestão de Projetos
 
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
 
Gestao Projetos - Aula 02
Gestao Projetos - Aula 02Gestao Projetos - Aula 02
Gestao Projetos - Aula 02
 
Palestra Gerencia de Projetos
Palestra Gerencia de ProjetosPalestra Gerencia de Projetos
Palestra Gerencia de Projetos
 
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
 
Pmbok
PmbokPmbok
Pmbok
 
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
 
Conceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de ProjetosConceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de Projetos
 
Gestao De Projetos
Gestao De ProjetosGestao De Projetos
Gestao De Projetos
 
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de Projetos
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de ProjetosGestão do Conhecimento aplicada à Gestão de Projetos
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de Projetos
 
Gestão de Projetos e Ferramentas
Gestão de Projetos e FerramentasGestão de Projetos e Ferramentas
Gestão de Projetos e Ferramentas
 
PMBOK
PMBOKPMBOK
PMBOK
 
Elaboracao e Administracao De Projetos
Elaboracao e Administracao De  ProjetosElaboracao e Administracao De  Projetos
Elaboracao e Administracao De Projetos
 
Doc.Igor_6
Doc.Igor_6Doc.Igor_6
Doc.Igor_6
 
Gerenciamento de integracao
Gerenciamento de integracaoGerenciamento de integracao
Gerenciamento de integracao
 

Semelhante a Gestão e gerência de projetos 2010

Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de ProjetosApostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Léo De Melo
 
Mapa mental
Mapa mentalMapa mental
Mapa mental
Kamyla Trindade
 
PMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficePMO - Project Management Office
PMO - Project Management Office
Aragon Vieira
 
Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos
Benedito Leão
 
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptxpag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
PelotaMECXII
 
Manual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetosManual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetos
Ilton Prandi
 
Gestão de Projetos em TI
Gestão de Projetos em TIGestão de Projetos em TI
Gestão de Projetos em TI
Giorgia Barreto Lima Parrião
 
1. Conceitos básicos de gerenciamento de projetos
1. Conceitos  básicos de gerenciamento de projetos1. Conceitos  básicos de gerenciamento de projetos
1. Conceitos básicos de gerenciamento de projetos
Fernanda Sleiman
 
Pm bok x prince2
Pm bok x prince2Pm bok x prince2
Pm bok x prince2
Wagner Xantre Tagarro
 
Planejamento e gerenciamento de obras
Planejamento e gerenciamento de obrasPlanejamento e gerenciamento de obras
Planejamento e gerenciamento de obras
Géssica Florêncio de Souza
 
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKAula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Daniela Brauner
 
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecerGerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecer
AntonioBatista48
 
Tes ii aula 1 - unis
Tes ii   aula 1 - unisTes ii   aula 1 - unis
Tes ii aula 1 - unis
Andrea Alves
 
Planear a gestão da integração do projecto
Planear a gestão da integração do projectoPlanear a gestão da integração do projecto
Planear a gestão da integração do projecto
Universidade Pedagogica
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
GustavoAlmeidaFrata1
 
Aula gestão de projetos.ppt
Aula gestão de projetos.pptAula gestão de projetos.ppt
Aula gestão de projetos.ppt
ClaudirBusnelo1
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
JulianaPimentelMacar
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
LeonardoLucena18
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
KennedySilva44
 
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos
Lenice Bassetto
 

Semelhante a Gestão e gerência de projetos 2010 (20)

Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de ProjetosApostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
 
Mapa mental
Mapa mentalMapa mental
Mapa mental
 
PMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficePMO - Project Management Office
PMO - Project Management Office
 
Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos
 
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptxpag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
 
Manual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetosManual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetos
 
Gestão de Projetos em TI
Gestão de Projetos em TIGestão de Projetos em TI
Gestão de Projetos em TI
 
1. Conceitos básicos de gerenciamento de projetos
1. Conceitos  básicos de gerenciamento de projetos1. Conceitos  básicos de gerenciamento de projetos
1. Conceitos básicos de gerenciamento de projetos
 
Pm bok x prince2
Pm bok x prince2Pm bok x prince2
Pm bok x prince2
 
Planejamento e gerenciamento de obras
Planejamento e gerenciamento de obrasPlanejamento e gerenciamento de obras
Planejamento e gerenciamento de obras
 
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKAula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
 
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecerGerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecer
 
Tes ii aula 1 - unis
Tes ii   aula 1 - unisTes ii   aula 1 - unis
Tes ii aula 1 - unis
 
Planear a gestão da integração do projecto
Planear a gestão da integração do projectoPlanear a gestão da integração do projecto
Planear a gestão da integração do projecto
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
 
Aula gestão de projetos.ppt
Aula gestão de projetos.pptAula gestão de projetos.ppt
Aula gestão de projetos.ppt
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
 
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 

Gestão e gerência de projetos 2010

  • 1. GESTÃO DE PROJETOS CURSO DE MULTIPLICADOR DE POLÍCIA COMUNITÁRIA
  • 2. GESTÃO DE PROJETOS PROFESSORA GILDA SANDES
  • 3. O que é um projeto? “ Projeto é um empreendimento não repetitivo (único), caracterizado por uma seqüência clara e lógica de eventos, com início, meio e fim, que se destina a atingir um objetivo claro e definido, sendo conduzido por pessoas dentro de parâmetros predefinidos de tempo, custo,recursos envolvidos e qualidade.”- Ricardo Vargas p.5
  • 4. Exemplos de Projeto Instalação de uma nova planta industrial; redação de um livro; reestruturação de um determinado setor ou departamento da empresa ou órgão público; elaboração de um plano de marketing e publicidade; lançamento de um novo produto ou serviço;
  • 5. Exemplos de Projeto Informatização de um determinado setor da empresa ou organização pública; construção de uma casa; realização de uma viagem; execução de campanha política; etc
  • 6. Todos os Projetos da Administração Pública devem objetivar , direta ou indiretamente , a concepção, produção e suprimento de Produtos Sociais. 1. Projeto: Representa um empreendimento temporário com o objetivo de criar um produto ou serviço único; portanto, quando falarmos em coisas novas e período de tempo determinado para concretizar o objetivo proposto: (início – meio e fim), estamos nos referindo a um projeto. 2. Atividades permanentes: São as atividades regulares de produção de bens ou prestação de serviços, internos e externos. Essas atividades sempre se repetem do mesmo modo, com pequenas variações ao longo do tempo. São “infinitas”: não têm perspectivas de terminar; são rotinas. Não devemos confundir Projeto e Atividade Permanente!!!
  • 7. CONCEITOS BÁSICOS PROGRAMA: É o conjunto de projetos gerenciados de forma coordenada, a fim de se obter benefícios que, de uma forma isolada, não se obteria. Os projetos de um programa podem ser desenvolvidos paralelamente ou seqüencialmente. SUBPROJETO: Projetos muito grandes podem ser divididos em subprojetos para que sejam gerenciados mais facilmente. TAREFAS: Etapa concreta necessária para se atingir uma meta do projeto. Ela representa o trabalho real que será feito no projeto, na estrutura base.
  • 8. Gerenciar um projeto significa tomar decisões e realizar ações de planejamento, execução e controle; assim como decidir quando inicializar e encerrar um projeto. E O QUE É GERENCIAR PROJETOS?
  • 9. FASES DE GERENCIAMENTO DE UM PROJETO FASE DE CONTROLE
  • 10. FASE DE ANÁLISE - IDENTIFICAR AS NECESSIDADES OU OBJETIVOS QUE GERARAM O PROJETO, COMO ELE SERÁ EXECUTADO E A DEFINIÇÃO DOS RECURSOS NECESSÁRIOS. FASE DE PLANEJAMENTO - DEFINIR QUEM DEVERA FAZER PARTE DO "TIME" DE PROJETO, A SUA PROVÁVEL DURAÇÃO, AS ETAPAS CRÍTICAS E POSSÍVEIS RISCOS. FASE DE EXECUÇÃO - GERENCIAR DO INÍCIO À CONCLUSÃO DO PROJETO, PROMOVENDO AS MUDANÇAS NECESSÁRIAS, COMPROMETENDO E ENVOLVENDO O "TIME”. FASE DE FINALIZAÇÃO - É O MOMENTO EM QUE TODOS OS ENVOLVIDOS, APRENDEM COM OS ERROS E SALIENTAM OS PONTOS POSITIVOS DO PROJETO. FASE DE CONTROLE: MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO CONSTANTE DO PROGRESSO DO PROJETO.
  • 11. Processo de Inicialização Aceitação do produto pelo Cliente Processo de Planejamento Planejar e manter esquema de trabalho para atingir objetivos propostos no Projeto Processo de Controle Monitoramento e avaliação constante do progresso do projeto Processo de Execução Coordenar pessoas e outros recursos para realizar o plano Processo de Encerramento Entrega do produto para ser avaliado pelo cliente
  • 12. FUNÇÃO DO GERENTE DE PROJETOS
  • 13. ATRIBUTOS QUE O GERENTE DE PROJETOS PRECISA POSSUIR: Conhecimento : O gerente deve conhecer bem o produto a ser desenvolvido pelo projeto. Ele deve saber o que fazer. Habilidade: O gerente do projeto deve saber como executar o projeto e ter capacidade de fazê-lo da melhor maneira possível. Atitude: O gerente precisa ter vontade e motivação para executar o projeto e convencer os colaboradores a participarem de forma integrada do processo.
  • 14. PAPÉIS ASSUMIDOS PELO GERENTE DE PROJETOS 1. LÍDER: Da Equipe de trabalho e do Parceiro; 2. PLANEJADOR: Assegurar a elaboração do projeto; 3. ORGANIZADOR: Prever e mobilizar os meios, principalmente as pessoas para realizar o projeto; 4. ADMINISTRADOR DE PESSOAS: O diretor da equipe, deve lidar com as pessoas como pessoas e não como recursos do projeto; 5. ADMINISTRADOR DE INTERFACES ( Meio que promove a comunicação ou interação entre dois ou mais grupos) : Articular acordos, buscando soluções organizacionais e coletivas; 6. ADMINISTRADOR DE TECNOLOGIAS: envolve tarefas, responsabilidades e decisões de gerente dentro do domínio técnico do projeto; 7. IMPLEMENTADOR: Fazer o projeto acontecer; 8. FORMULADOR DE MÉTODOS: Formular metodologias, procedimentos, estruturas e sistemas para o projeto.
  • 15.  
  • 16.  
  • 17. CICLO DE VIDA DE UM PROJETO As organizações ou os gerentes de projetos podem dividir os projetos em etapas que proporcionem melhor controle gerencial das operações em andamento. Essas etapas compõem o ciclo de vida do projeto, que em muitas empresas formam um conjunto específico de procedimentos utilizados em todos os projetos executados pela mesma. OS CICLOS DE VIDA DO PROJETO GERALMENTE DEFINEM:  • Que trabalho técnico deve ser realizado em cada etapa (por exemplo, em qual etapa deve ser realizado o trabalho do arquiteto?) • Quando as entregas devem ser geradas em cada etapa e como cada entrega é revisada, verificada e validada; • Quem está envolvido em cada etapa (por exemplo, a engenharia simultânea exige que os implementadores estejam envolvidos com os requisitos e o projeto). • Como controlar e aprovar cada etapa.
  • 18. AS TRÊS DIMENSÕES DA GESTÃO DE PROJETOS Encerrar Controlar Executar Planejar Iniciar Aquisição R H Risco Comunicação Custo Cronograma Escopo Qualidade Integração Implementação Teste Desenvolvimento Projeto Técnico Definição e Justificação Requisitos Ciclo de Vida de Projetos Responsabilidades de GP
  • 19. ÍTENS IMPRESCINDÍVEIS A UM PROJETO 1. TÍTULO: Deve ser escolhido com cuidado, pois venderá a idéia do projeto. 2. GERENTE: É o profissional responsável pelo projeto. 3. CLIENTES: São grupos de pessoas ou entidades que serão beneficiadas pelo alcance dos objetivos do projeto. 4. PARCEIROS: Organização pública ou privada que mantém uma atuação conjunta na consecução de projetos comuns, em regime de colaboração e co-responsabilidade. 5. OBJETIVO: Situa o benefício desejado pelo cliente. 6. ESCOPO: O conjunto dos objetivos do projeto, isto é, o que deve e não deve ser feito no projeto. 7. META: É a quantificação do objetivo, com prazo para ser atingida e gasto correspondente.
  • 20. 7. JUSTIFICATIVA: Quais são as razões para se executar o projeto. 7. JUSTIFICATIVA: Quais são as razões para se executar o projeto.
  • 21. FERRAMENTAS MAIS UTILIZADAS EM UM PROJETO Integração Escopo Tempo Custo Qualidade Recursos Humanos Comunicações Risco Aquisições Integração Custo Prazo Escopo RH Risco Comunicação Aquisição Qualidade
  • 22. FERRAMENTAS GERENCIAIS Criadas com o objetivo de auxiliar a elaboração, o acompanhamento, a priorização e avaliação de projetos. FERRAMENTAS VANTAGENS DESVANTAGENS 1. TEMPESTADE OU CHUVA DE IDÉIAS AJUDA AOS PARTICIPANTES A VENCER SUAS LIMITAÇÕES EM TERMOS DE INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE NÃO APRESENTA 2. QUADRO 4Q1POC (Projetos curtos) OBJETIVIDADE NA DISCRIÇAO DE TAREFAS NÃO É APROPRIADO PARA PROJETOS GRANDES 3. GRÁFICO DE GANTT (Diagrama de barras) – Cronograma físico do projeto. EXCELENTE COMUNICAÇÃO VISUAL O GRÁFICO NÃO MOSTRA DE FORMA CLARA AS INTERDEPENDÊNCIAS ENTRE AS ATIVIDADES. 4. CRONOGRAMA FÍSICO -FINANCEIRO APRESENTAR DE MANEIRA CLARA AS NECESSIDADES FINANCEIRAS DO PROJETO NÃO APRESENTA 5. MÉTODO GUT(Gravidade, Urgência e Tendência) MAIOR IMPACTO NOS RESULTADOS DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL NÃO APRESENTA.
  • 23. CÍCLO DO PDCA EM GERÊNCIA DE PROJETOS PDCA é um método de natureza cíclica e é composto por quatro etapas bem definidas: P/PLAN: PLANEJAMENTO D/DO: EXECUÇÃO C/CHECK: VERIFICAÇÃO A/ACTION: AÇÃO CORRETIVA
  • 24. ESQUEMA DO CÍCLO PDCA ATUE NO DEFINA AS PROCESSO EM METAS FUNÇÃO DOS RESULTADOS OBTIDOS A C D ACTION ALCANÇAR AS METAS CHECK P DETERMINE OS METODOS PARA ALCANÇÁ-LAS VERIFIQUE OS EFEITOS DO TRABALHO EXECUTADO EXECUTE O TRABALHO EXECUTE O TRABALHO
  • 25.  
  • 26. Material e contato : http://gildasandes.blogspot.com/