SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
GESTÃO DE PROJETOS CURSO DE MULTIPLICADOR DE POLÍCIA COMUNITÁRIA
GESTÃO DE PROJETOS PROFESSORA GILDA SANDES
O que é um projeto? “ Projeto é um empreendimento não repetitivo (único), caracterizado por uma seqüência clara e lógica de eventos, com início, meio e fim, que se destina a atingir um objetivo claro e definido, sendo conduzido por pessoas dentro de parâmetros predefinidos de tempo, custo,recursos envolvidos e qualidade.”- Ricardo Vargas p.5
Exemplos de Projeto ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Exemplos de Projeto ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Todos os Projetos da  Administração Pública devem  objetivar , direta  ou indiretamente , a concepção, produção e suprimento de  Produtos  Sociais. 1. Projeto: Representa  um empreendimento temporário com o objetivo de criar um produto ou serviço único; portanto, quando falarmos em coisas novas e período de tempo determinado para concretizar o objetivo proposto: (início – meio e fim), estamos nos referindo a um projeto. 2. Atividades permanentes: São as atividades regulares de produção de bens  ou prestação de serviços, internos e externos. Essas atividades sempre se repetem do mesmo modo,  com pequenas variações ao longo do tempo. São “infinitas”: não têm perspectivas de terminar; são rotinas.  Não devemos confundir  Projeto  e Atividade Permanente!!!
CONCEITOS BÁSICOS PROGRAMA:  É o conjunto de projetos gerenciados de forma coordenada, a fim de se obter benefícios que, de uma forma isolada, não se obteria. Os projetos de um programa podem ser desenvolvidos paralelamente ou seqüencialmente. SUBPROJETO: Projetos muito grandes podem ser divididos em subprojetos para que sejam gerenciados mais facilmente. TAREFAS: Etapa concreta necessária para se atingir uma meta do projeto. Ela representa o trabalho real que será feito no projeto, na estrutura base.
Gerenciar um projeto significa tomar decisões  e realizar  ações de planejamento, execução e controle; assim como decidir quando inicializar  e encerrar  um projeto. E O QUE  É  GERENCIAR  PROJETOS?
FASES DE GERENCIAMENTO DE UM PROJETO FASE DE CONTROLE
FASE DE ANÁLISE  - IDENTIFICAR AS NECESSIDADES OU OBJETIVOS QUE GERARAM O PROJETO, COMO ELE SERÁ EXECUTADO E A DEFINIÇÃO DOS RECURSOS NECESSÁRIOS. FASE DE PLANEJAMENTO  - DEFINIR QUEM DEVERA FAZER PARTE DO "TIME" DE PROJETO, A SUA PROVÁVEL DURAÇÃO, AS ETAPAS CRÍTICAS E POSSÍVEIS RISCOS. FASE DE EXECUÇÃO  - GERENCIAR DO INÍCIO À CONCLUSÃO DO PROJETO, PROMOVENDO AS MUDANÇAS NECESSÁRIAS, COMPROMETENDO E ENVOLVENDO O "TIME”. FASE DE FINALIZAÇÃO  - É O MOMENTO EM QUE TODOS OS ENVOLVIDOS, APRENDEM COM OS ERROS E SALIENTAM OS PONTOS POSITIVOS DO PROJETO. FASE DE CONTROLE:  MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO CONSTANTE  DO PROGRESSO DO PROJETO.
Processo de Inicialização Aceitação do produto  pelo Cliente Processo de Planejamento Planejar e manter esquema de trabalho para atingir objetivos propostos no Projeto Processo de Controle Monitoramento e avaliação constante  do progresso do projeto Processo de Execução Coordenar pessoas e outros recursos para realizar o plano Processo de Encerramento Entrega do produto para ser avaliado pelo cliente
FUNÇÃO DO GERENTE DE PROJETOS
ATRIBUTOS QUE O GERENTE DE PROJETOS PRECISA POSSUIR: Conhecimento : O gerente deve conhecer bem o produto a ser desenvolvido pelo projeto. Ele deve saber o que fazer. Habilidade:  O gerente do projeto deve saber como executar o projeto  e ter  capacidade de fazê-lo da melhor maneira possível. Atitude:  O gerente precisa ter vontade e motivação para executar o projeto e convencer os colaboradores a participarem  de forma integrada do processo.
PAPÉIS  ASSUMIDOS  PELO  GERENTE  DE  PROJETOS 1. LÍDER: Da Equipe de trabalho e do Parceiro; 2. PLANEJADOR: Assegurar a elaboração do projeto;  3. ORGANIZADOR: Prever e mobilizar os meios, principalmente as pessoas para realizar o projeto; 4. ADMINISTRADOR DE PESSOAS: O diretor da equipe, deve lidar com as pessoas como pessoas e não como recursos do projeto; 5. ADMINISTRADOR DE INTERFACES ( Meio que promove a comunicação ou interação entre dois ou mais grupos) :  Articular acordos, buscando soluções organizacionais e coletivas; 6. ADMINISTRADOR DE TECNOLOGIAS: envolve  tarefas, responsabilidades e decisões de gerente dentro do domínio técnico do projeto; 7. IMPLEMENTADOR: Fazer o projeto acontecer; 8. FORMULADOR DE MÉTODOS: Formular metodologias, procedimentos, estruturas e sistemas para o projeto.
 
 
CICLO DE VIDA DE UM PROJETO As organizações ou os gerentes de projetos podem dividir os projetos em etapas que proporcionem melhor controle gerencial das operações em andamento. Essas etapas compõem o ciclo de vida do projeto, que em muitas empresas formam um conjunto específico de procedimentos utilizados em todos os projetos executados pela mesma.  OS CICLOS DE VIDA DO PROJETO GERALMENTE DEFINEM:  • Que trabalho técnico deve ser realizado em cada etapa (por exemplo, em qual etapa deve ser realizado o trabalho do arquiteto?) •  Quando as entregas devem ser geradas em cada etapa e como cada entrega é revisada, verificada e validada;  •  Quem está envolvido em cada etapa (por exemplo, a engenharia simultânea exige que os implementadores estejam envolvidos com os requisitos e o projeto). •  Como controlar e aprovar cada etapa.
AS TRÊS DIMENSÕES DA GESTÃO DE PROJETOS Encerrar Controlar Executar Planejar Iniciar Aquisição R H Risco Comunicação Custo Cronograma Escopo Qualidade Integração Implementação Teste Desenvolvimento Projeto Técnico Definição e Justificação Requisitos Ciclo de Vida de Projetos Responsabilidades de GP
ÍTENS IMPRESCINDÍVEIS  A UM PROJETO 1. TÍTULO: Deve ser escolhido com cuidado, pois venderá a idéia do projeto. 2. GERENTE: É o profissional responsável pelo projeto. 3. CLIENTES: São grupos de pessoas ou entidades que serão beneficiadas pelo alcance dos objetivos do projeto.  4. PARCEIROS: Organização pública ou privada que mantém uma atuação conjunta na consecução de projetos comuns, em regime de colaboração e co-responsabilidade. 5. OBJETIVO: Situa o benefício desejado pelo cliente. 6.  ESCOPO:   O conjunto dos objetivos do projeto, isto é, o que deve e não deve ser feito no projeto.  7. META:   É a quantificação do objetivo, com prazo para ser atingida e gasto correspondente.
7.   JUSTIFICATIVA: Quais são as razões para se executar o projeto. 7.   JUSTIFICATIVA: Quais são as razões para se executar o projeto.
FERRAMENTAS MAIS UTILIZADAS EM UM PROJETO ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Integração Custo Prazo Escopo RH Risco Comunicação Aquisição Qualidade
FERRAMENTAS GERENCIAIS Criadas com o objetivo de auxiliar a elaboração, o acompanhamento, a  priorização e avaliação de projetos. FERRAMENTAS VANTAGENS DESVANTAGENS 1. TEMPESTADE OU CHUVA  DE IDÉIAS AJUDA AOS PARTICIPANTES A VENCER SUAS LIMITAÇÕES EM TERMOS DE INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE NÃO APRESENTA 2. QUADRO 4Q1POC (Projetos curtos) OBJETIVIDADE NA DISCRIÇAO DE TAREFAS NÃO É APROPRIADO PARA  PROJETOS GRANDES 3. GRÁFICO DE GANTT (Diagrama de barras) – Cronograma físico do projeto. EXCELENTE COMUNICAÇÃO VISUAL O GRÁFICO NÃO MOSTRA DE FORMA CLARA  AS INTERDEPENDÊNCIAS ENTRE AS ATIVIDADES. 4. CRONOGRAMA FÍSICO -FINANCEIRO APRESENTAR DE MANEIRA CLARA AS NECESSIDADES FINANCEIRAS DO PROJETO NÃO APRESENTA 5. MÉTODO GUT(Gravidade, Urgência e Tendência) MAIOR IMPACTO NOS RESULTADOS DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL NÃO  APRESENTA.
CÍCLO DO PDCA EM GERÊNCIA DE PROJETOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
ESQUEMA DO CÍCLO PDCA ATUE NO  DEFINA  AS PROCESSO EM  METAS FUNÇÃO DOS  RESULTADOS  OBTIDOS A  C   D ACTION ALCANÇAR AS METAS CHECK P DETERMINE  OS METODOS PARA  ALCANÇÁ-LAS VERIFIQUE OS EFEITOS DO TRABALHO EXECUTADO EXECUTE O TRABALHO EXECUTE O TRABALHO
 
Material e contato : http://gildasandes.blogspot.com/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do ÓbvioUNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do ÓbvioDebora Modesto
 
Metodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectosMetodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectosJorge Borges
 
Gerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetosGerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetosJúnior Rodrigues
 
Aula 4 - Gestão de Projetos
Aula 4 - Gestão de ProjetosAula 4 - Gestão de Projetos
Aula 4 - Gestão de ProjetosFernando Dantas
 
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]Márcio Pires
 
Palestra Gerencia de Projetos
Palestra Gerencia de ProjetosPalestra Gerencia de Projetos
Palestra Gerencia de Projetosromulo-ca-nunes
 
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto Wellington Oliveira
 
Conceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de ProjetosConceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de ProjetosAntonio Marcos Montai Messias
 
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de Projetos
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de ProjetosGestão do Conhecimento aplicada à Gestão de Projetos
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de ProjetosBeatriz Benezra Dehtear, MBA
 
Gestão de Projetos e Ferramentas
Gestão de Projetos e FerramentasGestão de Projetos e Ferramentas
Gestão de Projetos e FerramentasNei Grando
 
Elaboracao e Administracao De Projetos
Elaboracao e Administracao De  ProjetosElaboracao e Administracao De  Projetos
Elaboracao e Administracao De ProjetosKenneth Corrêa
 

Mais procurados (20)

UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do ÓbvioUNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
 
Planejamento De Projetos
Planejamento De ProjetosPlanejamento De Projetos
Planejamento De Projetos
 
Metodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectosMetodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectos
 
Gerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetosGerenciamento de integração de projetos
Gerenciamento de integração de projetos
 
Gestão de projetos
Gestão de projetosGestão de projetos
Gestão de projetos
 
Aula 4 - Gestão de Projetos
Aula 4 - Gestão de ProjetosAula 4 - Gestão de Projetos
Aula 4 - Gestão de Projetos
 
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
 
Gestao Projetos - Aula 02
Gestao Projetos - Aula 02Gestao Projetos - Aula 02
Gestao Projetos - Aula 02
 
Palestra Gerencia de Projetos
Palestra Gerencia de ProjetosPalestra Gerencia de Projetos
Palestra Gerencia de Projetos
 
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto Processos de gerenciamento de projetos de  um projeto
Processos de gerenciamento de projetos de um projeto
 
Pmbok
PmbokPmbok
Pmbok
 
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
 
Conceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de ProjetosConceitos e Evolução da Administração de Projetos
Conceitos e Evolução da Administração de Projetos
 
Gestao De Projetos
Gestao De ProjetosGestao De Projetos
Gestao De Projetos
 
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de Projetos
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de ProjetosGestão do Conhecimento aplicada à Gestão de Projetos
Gestão do Conhecimento aplicada à Gestão de Projetos
 
Gestão de Projetos e Ferramentas
Gestão de Projetos e FerramentasGestão de Projetos e Ferramentas
Gestão de Projetos e Ferramentas
 
PMBOK
PMBOKPMBOK
PMBOK
 
Elaboracao e Administracao De Projetos
Elaboracao e Administracao De  ProjetosElaboracao e Administracao De  Projetos
Elaboracao e Administracao De Projetos
 
Doc.Igor_6
Doc.Igor_6Doc.Igor_6
Doc.Igor_6
 
Gerenciamento de integracao
Gerenciamento de integracaoGerenciamento de integracao
Gerenciamento de integracao
 

Semelhante a Gestão e gerência de projetos 2010

Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de ProjetosApostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de ProjetosLéo De Melo
 
PMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficePMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficeAragon Vieira
 
Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos Benedito Leão
 
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptxpag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptxPelotaMECXII
 
Manual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetosManual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetosIlton Prandi
 
1. Conceitos básicos de gerenciamento de projetos
1. Conceitos  básicos de gerenciamento de projetos1. Conceitos  básicos de gerenciamento de projetos
1. Conceitos básicos de gerenciamento de projetosFernanda Sleiman
 
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKAula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKDaniela Brauner
 
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecerGerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecerAntonioBatista48
 
Tes ii aula 1 - unis
Tes ii   aula 1 - unisTes ii   aula 1 - unis
Tes ii aula 1 - unisAndrea Alves
 
Planear a gestão da integração do projecto
Planear a gestão da integração do projectoPlanear a gestão da integração do projecto
Planear a gestão da integração do projectoUniversidade Pedagogica
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptGustavoAlmeidaFrata1
 
Aula gestão de projetos.ppt
Aula gestão de projetos.pptAula gestão de projetos.ppt
Aula gestão de projetos.pptClaudirBusnelo1
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptJulianaPimentelMacar
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptLeonardoLucena18
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptKennedySilva44
 
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetosLenice Bassetto
 

Semelhante a Gestão e gerência de projetos 2010 (20)

Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de ProjetosApostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
 
Mapa mental
Mapa mentalMapa mental
Mapa mental
 
PMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficePMO - Project Management Office
PMO - Project Management Office
 
Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos Gerenciamento de projetos
Gerenciamento de projetos
 
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptxpag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
pag 31 - Curso-Gerenciamento-.pptx
 
Manual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetosManual gerenciamentodeprojetos
Manual gerenciamentodeprojetos
 
Gestão de Projetos em TI
Gestão de Projetos em TIGestão de Projetos em TI
Gestão de Projetos em TI
 
1. Conceitos básicos de gerenciamento de projetos
1. Conceitos  básicos de gerenciamento de projetos1. Conceitos  básicos de gerenciamento de projetos
1. Conceitos básicos de gerenciamento de projetos
 
Pm bok x prince2
Pm bok x prince2Pm bok x prince2
Pm bok x prince2
 
Planejamento e gerenciamento de obras
Planejamento e gerenciamento de obrasPlanejamento e gerenciamento de obras
Planejamento e gerenciamento de obras
 
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKAula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
 
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecerGerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecer
 
Tes ii aula 1 - unis
Tes ii   aula 1 - unisTes ii   aula 1 - unis
Tes ii aula 1 - unis
 
Planear a gestão da integração do projecto
Planear a gestão da integração do projectoPlanear a gestão da integração do projecto
Planear a gestão da integração do projecto
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
 
Aula gestão de projetos.ppt
Aula gestão de projetos.pptAula gestão de projetos.ppt
Aula gestão de projetos.ppt
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
 
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.pptAula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
Aula gestão de projetos - Valério - IFMG campus OP.ppt
 
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos
[Plano de desenvolvimento] manual de gerenciamento de projetos
 

Último

Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 

Gestão e gerência de projetos 2010

  • 1. GESTÃO DE PROJETOS CURSO DE MULTIPLICADOR DE POLÍCIA COMUNITÁRIA
  • 2. GESTÃO DE PROJETOS PROFESSORA GILDA SANDES
  • 3. O que é um projeto? “ Projeto é um empreendimento não repetitivo (único), caracterizado por uma seqüência clara e lógica de eventos, com início, meio e fim, que se destina a atingir um objetivo claro e definido, sendo conduzido por pessoas dentro de parâmetros predefinidos de tempo, custo,recursos envolvidos e qualidade.”- Ricardo Vargas p.5
  • 4.
  • 5.
  • 6. Todos os Projetos da Administração Pública devem objetivar , direta ou indiretamente , a concepção, produção e suprimento de Produtos Sociais. 1. Projeto: Representa um empreendimento temporário com o objetivo de criar um produto ou serviço único; portanto, quando falarmos em coisas novas e período de tempo determinado para concretizar o objetivo proposto: (início – meio e fim), estamos nos referindo a um projeto. 2. Atividades permanentes: São as atividades regulares de produção de bens ou prestação de serviços, internos e externos. Essas atividades sempre se repetem do mesmo modo, com pequenas variações ao longo do tempo. São “infinitas”: não têm perspectivas de terminar; são rotinas. Não devemos confundir Projeto e Atividade Permanente!!!
  • 7. CONCEITOS BÁSICOS PROGRAMA: É o conjunto de projetos gerenciados de forma coordenada, a fim de se obter benefícios que, de uma forma isolada, não se obteria. Os projetos de um programa podem ser desenvolvidos paralelamente ou seqüencialmente. SUBPROJETO: Projetos muito grandes podem ser divididos em subprojetos para que sejam gerenciados mais facilmente. TAREFAS: Etapa concreta necessária para se atingir uma meta do projeto. Ela representa o trabalho real que será feito no projeto, na estrutura base.
  • 8. Gerenciar um projeto significa tomar decisões e realizar ações de planejamento, execução e controle; assim como decidir quando inicializar e encerrar um projeto. E O QUE É GERENCIAR PROJETOS?
  • 9. FASES DE GERENCIAMENTO DE UM PROJETO FASE DE CONTROLE
  • 10. FASE DE ANÁLISE - IDENTIFICAR AS NECESSIDADES OU OBJETIVOS QUE GERARAM O PROJETO, COMO ELE SERÁ EXECUTADO E A DEFINIÇÃO DOS RECURSOS NECESSÁRIOS. FASE DE PLANEJAMENTO - DEFINIR QUEM DEVERA FAZER PARTE DO "TIME" DE PROJETO, A SUA PROVÁVEL DURAÇÃO, AS ETAPAS CRÍTICAS E POSSÍVEIS RISCOS. FASE DE EXECUÇÃO - GERENCIAR DO INÍCIO À CONCLUSÃO DO PROJETO, PROMOVENDO AS MUDANÇAS NECESSÁRIAS, COMPROMETENDO E ENVOLVENDO O "TIME”. FASE DE FINALIZAÇÃO - É O MOMENTO EM QUE TODOS OS ENVOLVIDOS, APRENDEM COM OS ERROS E SALIENTAM OS PONTOS POSITIVOS DO PROJETO. FASE DE CONTROLE: MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO CONSTANTE DO PROGRESSO DO PROJETO.
  • 11. Processo de Inicialização Aceitação do produto pelo Cliente Processo de Planejamento Planejar e manter esquema de trabalho para atingir objetivos propostos no Projeto Processo de Controle Monitoramento e avaliação constante do progresso do projeto Processo de Execução Coordenar pessoas e outros recursos para realizar o plano Processo de Encerramento Entrega do produto para ser avaliado pelo cliente
  • 12. FUNÇÃO DO GERENTE DE PROJETOS
  • 13. ATRIBUTOS QUE O GERENTE DE PROJETOS PRECISA POSSUIR: Conhecimento : O gerente deve conhecer bem o produto a ser desenvolvido pelo projeto. Ele deve saber o que fazer. Habilidade: O gerente do projeto deve saber como executar o projeto e ter capacidade de fazê-lo da melhor maneira possível. Atitude: O gerente precisa ter vontade e motivação para executar o projeto e convencer os colaboradores a participarem de forma integrada do processo.
  • 14. PAPÉIS ASSUMIDOS PELO GERENTE DE PROJETOS 1. LÍDER: Da Equipe de trabalho e do Parceiro; 2. PLANEJADOR: Assegurar a elaboração do projeto; 3. ORGANIZADOR: Prever e mobilizar os meios, principalmente as pessoas para realizar o projeto; 4. ADMINISTRADOR DE PESSOAS: O diretor da equipe, deve lidar com as pessoas como pessoas e não como recursos do projeto; 5. ADMINISTRADOR DE INTERFACES ( Meio que promove a comunicação ou interação entre dois ou mais grupos) : Articular acordos, buscando soluções organizacionais e coletivas; 6. ADMINISTRADOR DE TECNOLOGIAS: envolve tarefas, responsabilidades e decisões de gerente dentro do domínio técnico do projeto; 7. IMPLEMENTADOR: Fazer o projeto acontecer; 8. FORMULADOR DE MÉTODOS: Formular metodologias, procedimentos, estruturas e sistemas para o projeto.
  • 15.  
  • 16.  
  • 17. CICLO DE VIDA DE UM PROJETO As organizações ou os gerentes de projetos podem dividir os projetos em etapas que proporcionem melhor controle gerencial das operações em andamento. Essas etapas compõem o ciclo de vida do projeto, que em muitas empresas formam um conjunto específico de procedimentos utilizados em todos os projetos executados pela mesma. OS CICLOS DE VIDA DO PROJETO GERALMENTE DEFINEM:  • Que trabalho técnico deve ser realizado em cada etapa (por exemplo, em qual etapa deve ser realizado o trabalho do arquiteto?) • Quando as entregas devem ser geradas em cada etapa e como cada entrega é revisada, verificada e validada; • Quem está envolvido em cada etapa (por exemplo, a engenharia simultânea exige que os implementadores estejam envolvidos com os requisitos e o projeto). • Como controlar e aprovar cada etapa.
  • 18. AS TRÊS DIMENSÕES DA GESTÃO DE PROJETOS Encerrar Controlar Executar Planejar Iniciar Aquisição R H Risco Comunicação Custo Cronograma Escopo Qualidade Integração Implementação Teste Desenvolvimento Projeto Técnico Definição e Justificação Requisitos Ciclo de Vida de Projetos Responsabilidades de GP
  • 19. ÍTENS IMPRESCINDÍVEIS A UM PROJETO 1. TÍTULO: Deve ser escolhido com cuidado, pois venderá a idéia do projeto. 2. GERENTE: É o profissional responsável pelo projeto. 3. CLIENTES: São grupos de pessoas ou entidades que serão beneficiadas pelo alcance dos objetivos do projeto. 4. PARCEIROS: Organização pública ou privada que mantém uma atuação conjunta na consecução de projetos comuns, em regime de colaboração e co-responsabilidade. 5. OBJETIVO: Situa o benefício desejado pelo cliente. 6. ESCOPO: O conjunto dos objetivos do projeto, isto é, o que deve e não deve ser feito no projeto. 7. META: É a quantificação do objetivo, com prazo para ser atingida e gasto correspondente.
  • 20. 7. JUSTIFICATIVA: Quais são as razões para se executar o projeto. 7. JUSTIFICATIVA: Quais são as razões para se executar o projeto.
  • 21.
  • 22. FERRAMENTAS GERENCIAIS Criadas com o objetivo de auxiliar a elaboração, o acompanhamento, a priorização e avaliação de projetos. FERRAMENTAS VANTAGENS DESVANTAGENS 1. TEMPESTADE OU CHUVA DE IDÉIAS AJUDA AOS PARTICIPANTES A VENCER SUAS LIMITAÇÕES EM TERMOS DE INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE NÃO APRESENTA 2. QUADRO 4Q1POC (Projetos curtos) OBJETIVIDADE NA DISCRIÇAO DE TAREFAS NÃO É APROPRIADO PARA PROJETOS GRANDES 3. GRÁFICO DE GANTT (Diagrama de barras) – Cronograma físico do projeto. EXCELENTE COMUNICAÇÃO VISUAL O GRÁFICO NÃO MOSTRA DE FORMA CLARA AS INTERDEPENDÊNCIAS ENTRE AS ATIVIDADES. 4. CRONOGRAMA FÍSICO -FINANCEIRO APRESENTAR DE MANEIRA CLARA AS NECESSIDADES FINANCEIRAS DO PROJETO NÃO APRESENTA 5. MÉTODO GUT(Gravidade, Urgência e Tendência) MAIOR IMPACTO NOS RESULTADOS DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL NÃO APRESENTA.
  • 23.
  • 24. ESQUEMA DO CÍCLO PDCA ATUE NO DEFINA AS PROCESSO EM METAS FUNÇÃO DOS RESULTADOS OBTIDOS A C D ACTION ALCANÇAR AS METAS CHECK P DETERMINE OS METODOS PARA ALCANÇÁ-LAS VERIFIQUE OS EFEITOS DO TRABALHO EXECUTADO EXECUTE O TRABALHO EXECUTE O TRABALHO
  • 25.  
  • 26. Material e contato : http://gildasandes.blogspot.com/