SlideShare uma empresa Scribd logo
A ARTE NA ESCOLA PDE – GESTAR II Unidade 7 (A arte: formas e função) Programa Gestão da Aprendizagem Escolar 20 Outubro 2009
LDB 5692/71 Art. 7º  Será obrigatória a inclusão de Educação Moral e Cívica, Educação Física,  Educação Artística  e Programas de Saúde nos currículos plenos dos estabelecimentos de lº e 2º graus, observado quanto à primeira o disposto no Decreto-Lei n. 369, de 12 de setembro de 1969.
“ [...] nas escolas, a arte passou a ser entendida como mera proposição de atividades artísticas, muitas vezes desconectadas de um projeto coletivo de educação escolar, e os professores deveriam atender a todas as linguagens artísticas (mesmo aquelas para as quais não se formaram) com um sentido de prática polivalente, descuidando-se de sua capacitação e aprimoramento profissional. Esse quadro estende-se pelas décadas de 80 e 90 do século XX, de tal forma que muitas das escolas brasileiras de ensino médio apresentam práticas reduzidas e quase ausentes de um ensino e aprendizagem em música, artes visuais/plásticas, dança, teatro; enfim, de conhecimento da arte propriamente dita” (OCEM, 2002, p. 91-92).
LDB 9394/96 Art. 26.  Os currículos do ensino fundamental e médio devem ter uma base nacional comum, a ser complementada, em cada sistema de ensino e estabelecimento escolar, por uma parte diversificada, exigida pelas características regionais e locais da sociedade, da cultura, da economia e da clientela.
§ 1º (...) § 2º O ensino da  arte  constituirá componente curricular obrigatório, nos diversos níveis da educação básica, de forma a promover o desenvolvimento cultural dos alunos. § 3º (...) § 4º (...) § 5º (...) § 6º A música deverá ser conteúdo obrigatório, mas não exclusivo, do componente curricular de que trata o § 2° deste artigo.”
Composição usando sons Atividade 3 (p.60) Primeiro momento :  um trem vem chegando + começa a chover Segundo momento :  passarinhos assobiam + insetos zumbem Terceiro momento :  entram os sons na sequência (trem, chuva, passarinho, insetos) Quarto momento :  todos os sons ao mesmo tempo
TEXTO EMISSOR RECEPTOR CÓDIGO CANAL CONTEXTO Arte no contexto escolar
O objetivo do ensino de linguagens é desenvolver as capacidades de: Produzir textos (emissor) Interpretar textos (receptor)
Para isso, é importante conhecer: Códigos : elementos e estruturas das linguagens (verbal, visual, sonora, corporal e suas mixagens) Canais : materiais, suportes, veículos (meios de comunicação antigos e atuais, tradicionais e tecnológicos) Contexto : idéias, valores, crenças, conhecimentos e intenções (do emissor e do receptor)
Metodologia triangular do ensino de artes Intercruzamento de três focos de aprendizagens: Apreciação de obras de arte História da arte Produção artística ANA MAE BARBOSA (1986)
Conhecer arte   (história da arte) possibilita o entendimento de que arte se dá num contexto, tempo e espaço onde se situam as obras de arte. Apreciar arte   (análise da obra de arte) desenvolve a habilidade de ver e descobrir as qualidades da obra de arte e do mundo visual que cerca o apreciador. A partir da apreciação, educa-se o senso estético e o aluno pode julgar com objetividade a qualidade das imagens. Fazer arte   (fazer artístico) desenvolve a criação de imagens expressivas. Os alunos conscientizam-se das suas capacidades de elaborar imagens, experimentando os recursos da linguagem, as técnicas existentes e a invenção de outras formas de trabalhar a sua expressão criadora.
Funções da Arte Utilitária : um meio de alcançar uma outra finalidade não artística (catequisação, emoção, conscientização) Naturalista : interesses ao conteúdo (reflete a realidade = espelho) Formalista : forma de apresentação (Estruturação interna de signos)
UTILITÁRIA Criação – Capela Sistina (Michelangelo Buonarroti)
NATURALISTA  Independência do Brasil  (François-René Moreaux)
FORMALISTA  Wassily Kandinsky
FORMALISTA Piet Mondrian
 
Samba de uma nota só 9. Muita gente existe por aí 10. Que fala, fala e não diz nada, ou quase nada 11. Já me utilizei de toda escala 12. E no final não sobrou nada, não deu em nada 13. E voltei pra minha nota 14. Como eu volto pra você 15. Vou mostrar com a minha nota 16. Como eu gosto de você 17. Quem quizer todas as notas – ré, mi, fá, sol, lá, si, do 18. Fica sempre sem nenhuma fique numa nota só 1. Eis aqui este sambinha 2. Feito numa nota só 3. Outras notas vão entrar 4. Mas a base é uma só 5. Esta outra é consequência 6. Do que acabo de dizer 7. Como eu sou a consequência 8. Inevitável de você (Antônio Carlos Jobim)
SINFONIA - forma Composição musical escrita para orquestra, geralmente estruturada em 3 movimentos:  1º movimento: é rápido (exposição, desenvolvimento e recapitulação dos temas:  FORMA-SONATA ), podendo algumas vezes ter uma introdução lenta;  2º movimento: é sempre lento ou moderado, sem uma orientação determinada quanto à forma;  3º movimento: mais rápido que o primeiro, geralmente estruturado como um  RONDÓ . Algumas vezes, entre o movimento lento e o rondó, era introduzido um  MINUETO .
9ª sinfonia (Beethoven)
1º movimento 2º movimento
3º movimento 4º movimento
KITCHEN (Stomp)
(Barbatuques)
CHUVA
Ms. Kristiane Munique Costa e Costa ARTES   [email_address] (visual, música, cênica, dança) Equipe Anos Finais Ensino Fundamental

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Curso técnico em informática integrado (2011128122520180cac --ementario_inf...
Curso técnico em informática   integrado (2011128122520180cac --ementario_inf...Curso técnico em informática   integrado (2011128122520180cac --ementario_inf...
Curso técnico em informática integrado (2011128122520180cac --ementario_inf...
Raimundo Bany
 
Celso favaretto o que e arte
Celso favaretto o que e arteCelso favaretto o que e arte
Celso favaretto o que e arte
Fundação Casa
 
Plano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º anoPlano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º ano
Nildemar Lago
 
Plano de curso artes - 6ºano
Plano de curso   artes - 6ºanoPlano de curso   artes - 6ºano
Plano de curso artes - 6ºano
nandatinoco
 
Artes
ArtesArtes
Pensar arte
Pensar artePensar arte
Pensar arte
Andreia Carla Lobo
 
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Atividades Diversas Cláudia
 
Linguagem visual-i
Linguagem visual-iLinguagem visual-i
Linguagem visual-i
Luana Marcelo
 
Otm artes
Otm artesOtm artes
Otm artes
Flávia Maria
 
03 fisicalidade dos_textos_soniamarisrittmann_01_editado
03 fisicalidade dos_textos_soniamarisrittmann_01_editado03 fisicalidade dos_textos_soniamarisrittmann_01_editado
03 fisicalidade dos_textos_soniamarisrittmann_01_editado
soniamarys
 
Plano de artes
Plano de artesPlano de artes
Plano de artes
pibiduergsmontenegro
 
Estagio Curricular Jorge 2
Estagio Curricular Jorge 2Estagio Curricular Jorge 2
Estagio Curricular Jorge 2
Carol Pereira
 
Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )
graduartes
 
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 series
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 seriesCurriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 series
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 series
corescolar
 
Educa pe arte-esninofundamental_semana1
Educa pe arte-esninofundamental_semana1Educa pe arte-esninofundamental_semana1
Educa pe arte-esninofundamental_semana1
João Batista Barbosa Filho
 
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .
Vis-UAB
 
OTMs artes
OTMs artesOTMs artes
OTMs artes
Carlindamaria
 
Projeto de arte
Projeto de arteProjeto de arte
Projeto de arte
Bruna Dalmagro
 
Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental-series iniciais
Orientacoes Curriculares  Ensino Fundamental-series iniciaisOrientacoes Curriculares  Ensino Fundamental-series iniciais
Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental-series iniciais
corescolar
 
Mundo da arte - 5º Ano
Mundo da arte - 5º AnoMundo da arte - 5º Ano
Mundo da arte - 5º Ano
Antonio Pinto Pereira
 

Mais procurados (20)

Curso técnico em informática integrado (2011128122520180cac --ementario_inf...
Curso técnico em informática   integrado (2011128122520180cac --ementario_inf...Curso técnico em informática   integrado (2011128122520180cac --ementario_inf...
Curso técnico em informática integrado (2011128122520180cac --ementario_inf...
 
Celso favaretto o que e arte
Celso favaretto o que e arteCelso favaretto o que e arte
Celso favaretto o que e arte
 
Plano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º anoPlano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º ano
 
Plano de curso artes - 6ºano
Plano de curso   artes - 6ºanoPlano de curso   artes - 6ºano
Plano de curso artes - 6ºano
 
Artes
ArtesArtes
Artes
 
Pensar arte
Pensar artePensar arte
Pensar arte
 
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
Prova de arte 4b 7 ano (reparado)
 
Linguagem visual-i
Linguagem visual-iLinguagem visual-i
Linguagem visual-i
 
Otm artes
Otm artesOtm artes
Otm artes
 
03 fisicalidade dos_textos_soniamarisrittmann_01_editado
03 fisicalidade dos_textos_soniamarisrittmann_01_editado03 fisicalidade dos_textos_soniamarisrittmann_01_editado
03 fisicalidade dos_textos_soniamarisrittmann_01_editado
 
Plano de artes
Plano de artesPlano de artes
Plano de artes
 
Estagio Curricular Jorge 2
Estagio Curricular Jorge 2Estagio Curricular Jorge 2
Estagio Curricular Jorge 2
 
Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )
 
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 series
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 seriesCurriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 series
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 series
 
Educa pe arte-esninofundamental_semana1
Educa pe arte-esninofundamental_semana1Educa pe arte-esninofundamental_semana1
Educa pe arte-esninofundamental_semana1
 
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .
DANÇA: ENCONTRO COM A ARTE E SEUS REFLEXOS NA EDUCAÇÃO .
 
OTMs artes
OTMs artesOTMs artes
OTMs artes
 
Projeto de arte
Projeto de arteProjeto de arte
Projeto de arte
 
Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental-series iniciais
Orientacoes Curriculares  Ensino Fundamental-series iniciaisOrientacoes Curriculares  Ensino Fundamental-series iniciais
Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental-series iniciais
 
Mundo da arte - 5º Ano
Mundo da arte - 5º AnoMundo da arte - 5º Ano
Mundo da arte - 5º Ano
 

Destaque

Naturezas mortas
Naturezas mortasNaturezas mortas
Naturezas mortas
arcbeantero
 
Formalismo
FormalismoFormalismo
Formalismo
Samara Kaline
 
Natureza morta
Natureza mortaNatureza morta
Formalismo
FormalismoFormalismo
Formalismo
Sofía Guerra
 
Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012
Alaor
 
Natureza morta
Natureza mortaNatureza morta
Natureza morta
LelaUdesc
 
Naturezas-Mortas
Naturezas-MortasNaturezas-Mortas
Naturezas-Mortas
Paula Pereira
 
Expressionismo
ExpressionismoExpressionismo
Expressionismo
Gu Tonetto
 
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
Fabiola Oliveira
 

Destaque (9)

Naturezas mortas
Naturezas mortasNaturezas mortas
Naturezas mortas
 
Formalismo
FormalismoFormalismo
Formalismo
 
Natureza morta
Natureza mortaNatureza morta
Natureza morta
 
Formalismo
FormalismoFormalismo
Formalismo
 
Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012
 
Natureza morta
Natureza mortaNatureza morta
Natureza morta
 
Naturezas-Mortas
Naturezas-MortasNaturezas-Mortas
Naturezas-Mortas
 
Expressionismo
ExpressionismoExpressionismo
Expressionismo
 
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
 

Semelhante a Gestar II Arte Na Escola

OT O Ensino de Arte nas Series Iniciais
OT O Ensino de Arte nas Series IniciaisOT O Ensino de Arte nas Series Iniciais
OT O Ensino de Arte nas Series Iniciais
Claudia Elisabete Silva
 
ensino_arte_ciclo1.pdf
ensino_arte_ciclo1.pdfensino_arte_ciclo1.pdf
ensino_arte_ciclo1.pdf
EscolaEstadualCesec
 
Música na Escola
Música na EscolaMúsica na Escola
ARTES - 3° ANO - ALINHADO A BNCC.docx
ARTES - 3° ANO - ALINHADO A BNCC.docxARTES - 3° ANO - ALINHADO A BNCC.docx
ARTES - 3° ANO - ALINHADO A BNCC.docx
BRENDAMAYLASOARES
 
Planejamento anual de Arte.docx-3° ano fundamental
Planejamento anual de Arte.docx-3° ano fundamentalPlanejamento anual de Arte.docx-3° ano fundamental
Planejamento anual de Arte.docx-3° ano fundamental
ericalara2620
 
Ensino arte ciclo1
Ensino arte ciclo1Ensino arte ciclo1
Ensino arte ciclo1
Lucianaornellas
 
GUIA DE APRENDIZAGEM arte.docx
GUIA DE APRENDIZAGEM arte.docxGUIA DE APRENDIZAGEM arte.docx
GUIA DE APRENDIZAGEM arte.docx
rosani borralho
 
Artes
Artes Artes
arte-planejamento-9-ano-www.-22bf7af0fd94729b.docx
arte-planejamento-9-ano-www.-22bf7af0fd94729b.docxarte-planejamento-9-ano-www.-22bf7af0fd94729b.docx
arte-planejamento-9-ano-www.-22bf7af0fd94729b.docx
MariadeFtimaPinheiro7
 
SIMULADO 5 - ESPECÍFICO ARTE 30. 01.docx
SIMULADO 5 - ESPECÍFICO ARTE 30. 01.docxSIMULADO 5 - ESPECÍFICO ARTE 30. 01.docx
SIMULADO 5 - ESPECÍFICO ARTE 30. 01.docx
Adriellen Morel
 
arte-planejamento-7-ano-www.leonardoportal.com-.pdf
arte-planejamento-7-ano-www.leonardoportal.com-.pdfarte-planejamento-7-ano-www.leonardoportal.com-.pdf
arte-planejamento-7-ano-www.leonardoportal.com-.pdf
JohnArislandaSilva
 
arte-planejamento-8-ano-www.-331199659774364c.docx
arte-planejamento-8-ano-www.-331199659774364c.docxarte-planejamento-8-ano-www.-331199659774364c.docx
arte-planejamento-8-ano-www.-331199659774364c.docx
MariadeFtimaPinheiro7
 
PdfFile(22).PDF
PdfFile(22).PDFPdfFile(22).PDF
PdfFile(22).PDF
JoaoAlves319493
 
5ª Reunião
5ª Reunião5ª Reunião
Arte - plano de curso-2016
Arte  - plano de curso-2016Arte  - plano de curso-2016
Arte - plano de curso-2016
Mary Alvarenga
 
Plano de aula de fabiane viana dantas educação musical
Plano de aula de fabiane viana dantas   educação musicalPlano de aula de fabiane viana dantas   educação musical
Plano de aula de fabiane viana dantas educação musical
fabianedantas
 
9° PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfPPPPPPPPPPP
9° PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfPPPPPPPPPPP9° PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfPPPPPPPPPPP
9° PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfPPPPPPPPPPP
kelvindasilvadiasw
 
Conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvasConteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Flávia Maria
 
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvasOtm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
elannialins
 
1º Período - Ensino Fundamental_EJA_PLANO_DE_CURSO_2024.pdf
1º Período - Ensino Fundamental_EJA_PLANO_DE_CURSO_2024.pdf1º Período - Ensino Fundamental_EJA_PLANO_DE_CURSO_2024.pdf
1º Período - Ensino Fundamental_EJA_PLANO_DE_CURSO_2024.pdf
AndreiaAlves223883
 

Semelhante a Gestar II Arte Na Escola (20)

OT O Ensino de Arte nas Series Iniciais
OT O Ensino de Arte nas Series IniciaisOT O Ensino de Arte nas Series Iniciais
OT O Ensino de Arte nas Series Iniciais
 
ensino_arte_ciclo1.pdf
ensino_arte_ciclo1.pdfensino_arte_ciclo1.pdf
ensino_arte_ciclo1.pdf
 
Música na Escola
Música na EscolaMúsica na Escola
Música na Escola
 
ARTES - 3° ANO - ALINHADO A BNCC.docx
ARTES - 3° ANO - ALINHADO A BNCC.docxARTES - 3° ANO - ALINHADO A BNCC.docx
ARTES - 3° ANO - ALINHADO A BNCC.docx
 
Planejamento anual de Arte.docx-3° ano fundamental
Planejamento anual de Arte.docx-3° ano fundamentalPlanejamento anual de Arte.docx-3° ano fundamental
Planejamento anual de Arte.docx-3° ano fundamental
 
Ensino arte ciclo1
Ensino arte ciclo1Ensino arte ciclo1
Ensino arte ciclo1
 
GUIA DE APRENDIZAGEM arte.docx
GUIA DE APRENDIZAGEM arte.docxGUIA DE APRENDIZAGEM arte.docx
GUIA DE APRENDIZAGEM arte.docx
 
Artes
Artes Artes
Artes
 
arte-planejamento-9-ano-www.-22bf7af0fd94729b.docx
arte-planejamento-9-ano-www.-22bf7af0fd94729b.docxarte-planejamento-9-ano-www.-22bf7af0fd94729b.docx
arte-planejamento-9-ano-www.-22bf7af0fd94729b.docx
 
SIMULADO 5 - ESPECÍFICO ARTE 30. 01.docx
SIMULADO 5 - ESPECÍFICO ARTE 30. 01.docxSIMULADO 5 - ESPECÍFICO ARTE 30. 01.docx
SIMULADO 5 - ESPECÍFICO ARTE 30. 01.docx
 
arte-planejamento-7-ano-www.leonardoportal.com-.pdf
arte-planejamento-7-ano-www.leonardoportal.com-.pdfarte-planejamento-7-ano-www.leonardoportal.com-.pdf
arte-planejamento-7-ano-www.leonardoportal.com-.pdf
 
arte-planejamento-8-ano-www.-331199659774364c.docx
arte-planejamento-8-ano-www.-331199659774364c.docxarte-planejamento-8-ano-www.-331199659774364c.docx
arte-planejamento-8-ano-www.-331199659774364c.docx
 
PdfFile(22).PDF
PdfFile(22).PDFPdfFile(22).PDF
PdfFile(22).PDF
 
5ª Reunião
5ª Reunião5ª Reunião
5ª Reunião
 
Arte - plano de curso-2016
Arte  - plano de curso-2016Arte  - plano de curso-2016
Arte - plano de curso-2016
 
Plano de aula de fabiane viana dantas educação musical
Plano de aula de fabiane viana dantas   educação musicalPlano de aula de fabiane viana dantas   educação musical
Plano de aula de fabiane viana dantas educação musical
 
9° PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfPPPPPPPPPPP
9° PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfPPPPPPPPPPP9° PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfPPPPPPPPPPP
9° PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfPPPPPPPPPPP
 
Conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvasConteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
 
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvasOtm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
Otm. conteudos programaticos artes_ef_01_a_09_ano_curvas
 
1º Período - Ensino Fundamental_EJA_PLANO_DE_CURSO_2024.pdf
1º Período - Ensino Fundamental_EJA_PLANO_DE_CURSO_2024.pdf1º Período - Ensino Fundamental_EJA_PLANO_DE_CURSO_2024.pdf
1º Período - Ensino Fundamental_EJA_PLANO_DE_CURSO_2024.pdf
 

Último

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 

Último (20)

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 

Gestar II Arte Na Escola

  • 1. A ARTE NA ESCOLA PDE – GESTAR II Unidade 7 (A arte: formas e função) Programa Gestão da Aprendizagem Escolar 20 Outubro 2009
  • 2. LDB 5692/71 Art. 7º Será obrigatória a inclusão de Educação Moral e Cívica, Educação Física, Educação Artística e Programas de Saúde nos currículos plenos dos estabelecimentos de lº e 2º graus, observado quanto à primeira o disposto no Decreto-Lei n. 369, de 12 de setembro de 1969.
  • 3. “ [...] nas escolas, a arte passou a ser entendida como mera proposição de atividades artísticas, muitas vezes desconectadas de um projeto coletivo de educação escolar, e os professores deveriam atender a todas as linguagens artísticas (mesmo aquelas para as quais não se formaram) com um sentido de prática polivalente, descuidando-se de sua capacitação e aprimoramento profissional. Esse quadro estende-se pelas décadas de 80 e 90 do século XX, de tal forma que muitas das escolas brasileiras de ensino médio apresentam práticas reduzidas e quase ausentes de um ensino e aprendizagem em música, artes visuais/plásticas, dança, teatro; enfim, de conhecimento da arte propriamente dita” (OCEM, 2002, p. 91-92).
  • 4. LDB 9394/96 Art. 26. Os currículos do ensino fundamental e médio devem ter uma base nacional comum, a ser complementada, em cada sistema de ensino e estabelecimento escolar, por uma parte diversificada, exigida pelas características regionais e locais da sociedade, da cultura, da economia e da clientela.
  • 5. § 1º (...) § 2º O ensino da arte constituirá componente curricular obrigatório, nos diversos níveis da educação básica, de forma a promover o desenvolvimento cultural dos alunos. § 3º (...) § 4º (...) § 5º (...) § 6º A música deverá ser conteúdo obrigatório, mas não exclusivo, do componente curricular de que trata o § 2° deste artigo.”
  • 6. Composição usando sons Atividade 3 (p.60) Primeiro momento : um trem vem chegando + começa a chover Segundo momento : passarinhos assobiam + insetos zumbem Terceiro momento : entram os sons na sequência (trem, chuva, passarinho, insetos) Quarto momento : todos os sons ao mesmo tempo
  • 7. TEXTO EMISSOR RECEPTOR CÓDIGO CANAL CONTEXTO Arte no contexto escolar
  • 8. O objetivo do ensino de linguagens é desenvolver as capacidades de: Produzir textos (emissor) Interpretar textos (receptor)
  • 9. Para isso, é importante conhecer: Códigos : elementos e estruturas das linguagens (verbal, visual, sonora, corporal e suas mixagens) Canais : materiais, suportes, veículos (meios de comunicação antigos e atuais, tradicionais e tecnológicos) Contexto : idéias, valores, crenças, conhecimentos e intenções (do emissor e do receptor)
  • 10. Metodologia triangular do ensino de artes Intercruzamento de três focos de aprendizagens: Apreciação de obras de arte História da arte Produção artística ANA MAE BARBOSA (1986)
  • 11. Conhecer arte (história da arte) possibilita o entendimento de que arte se dá num contexto, tempo e espaço onde se situam as obras de arte. Apreciar arte (análise da obra de arte) desenvolve a habilidade de ver e descobrir as qualidades da obra de arte e do mundo visual que cerca o apreciador. A partir da apreciação, educa-se o senso estético e o aluno pode julgar com objetividade a qualidade das imagens. Fazer arte (fazer artístico) desenvolve a criação de imagens expressivas. Os alunos conscientizam-se das suas capacidades de elaborar imagens, experimentando os recursos da linguagem, as técnicas existentes e a invenção de outras formas de trabalhar a sua expressão criadora.
  • 12. Funções da Arte Utilitária : um meio de alcançar uma outra finalidade não artística (catequisação, emoção, conscientização) Naturalista : interesses ao conteúdo (reflete a realidade = espelho) Formalista : forma de apresentação (Estruturação interna de signos)
  • 13. UTILITÁRIA Criação – Capela Sistina (Michelangelo Buonarroti)
  • 14. NATURALISTA Independência do Brasil (François-René Moreaux)
  • 15. FORMALISTA Wassily Kandinsky
  • 17.  
  • 18. Samba de uma nota só 9. Muita gente existe por aí 10. Que fala, fala e não diz nada, ou quase nada 11. Já me utilizei de toda escala 12. E no final não sobrou nada, não deu em nada 13. E voltei pra minha nota 14. Como eu volto pra você 15. Vou mostrar com a minha nota 16. Como eu gosto de você 17. Quem quizer todas as notas – ré, mi, fá, sol, lá, si, do 18. Fica sempre sem nenhuma fique numa nota só 1. Eis aqui este sambinha 2. Feito numa nota só 3. Outras notas vão entrar 4. Mas a base é uma só 5. Esta outra é consequência 6. Do que acabo de dizer 7. Como eu sou a consequência 8. Inevitável de você (Antônio Carlos Jobim)
  • 19. SINFONIA - forma Composição musical escrita para orquestra, geralmente estruturada em 3 movimentos: 1º movimento: é rápido (exposição, desenvolvimento e recapitulação dos temas: FORMA-SONATA ), podendo algumas vezes ter uma introdução lenta; 2º movimento: é sempre lento ou moderado, sem uma orientação determinada quanto à forma; 3º movimento: mais rápido que o primeiro, geralmente estruturado como um RONDÓ . Algumas vezes, entre o movimento lento e o rondó, era introduzido um MINUETO .
  • 21. 1º movimento 2º movimento
  • 22. 3º movimento 4º movimento
  • 25. CHUVA
  • 26. Ms. Kristiane Munique Costa e Costa ARTES [email_address] (visual, música, cênica, dança) Equipe Anos Finais Ensino Fundamental