SlideShare uma empresa Scribd logo
SP - 04/08/2011
Gestão de resíduos em
canteiro de obra
Alexandre Amado Britez
SP - 04/08/2011
Ações para controle
 Procedimento de gestão para implantação
 Projeto de gerenciamento de resíduos
 Procedimento operacional para canteiro
 Controle no canteiro de obra
 Avaliação do processo
SP - 04/08/2011
Procedimento de gestão para implantação
 Fornece diretrizes para
elaboração do projeto de
gerenciamento de resíduos
 Projeto elaborado por equipe
interna, baseado em nosso
histórico
SP - 04/08/2011
Projeto de gerenciamento de resíduos
SP - 04/08/2011
Projeto de gerenciamento de resíduos
 Estimativa baseada em dados
do histórico da empresa,
conforme o tipo do
empreendimento
 Informações do tipo do
empreendimento:
 Tamanho (quantidade de torres,
área de terreno e área de
construção)
 Características de uso
(residencial, comercial, etc.)
 Características de produção: tipo
do bloco, revestimentos,
acabamentos...)
SP - 04/08/2011
Projeto de gerenciamento de resíduos
Características
Ed. residencial 1 torre, 2 aptos/andar, bloco
cerâmico, fachada textura acrílica.
Quantidade de unidades / pavimentos:
Área privativa:
Área Construção
Total área construção PMSP:
Térreo Externo:
Terreno:
1° SS e 2° SS:
Exemplo de informações do empreendimento:
SP - 04/08/2011
Projeto de gerenciamento de resíduos
Obra A Obra B Obra C Obra D Obra E Obra F Obra G
Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio
3.224 2.826 -12% 2.436 1.822 -25% 880 924 5% 6.396 5.948 -7% 1.196 1.532 28% 1.104 1.128 2% 1.852 1.946 5%
Unidade: m³
0
1.000
2.000
3.000
4.000
5.000
6.000
7.000
A B C D E F G
Volumem³
Obra
Alvenaria
Projeto
Real
SP - 04/08/2011
Projeto de gerenciamento de resíduos
Obra B Obra C Obra F Obra G
Real (m³) Real (m³) Real (m³) Real (m³)
Alvenaria 1.822 924 1.124 1.903
Gesso 542 252 300 661
Relação 30% 27% 27% 35%
Exemplo de estimativa de resíduo de gesso (revestimento, forro, drywall)
SP - 04/08/2011
Projeto de gerenciamento de resíduos
Obra B Obra C Obra F Obra G
Real (m³) Real (m³) Real (m³) Real (m³)
Alvenaria 1.822 924 1.124 1.903
Gesso 542 252 300 661
Relação 30% 27% 27% 35%
Exemplo de estimativa de resíduo de gesso (revestimento, forro, drywall)
SP - 04/08/2011
Ano Obras entregues
Indicador médio
(l /m²)
2009 7 74
2010 5 58
2011* 6 53
* obras entregues até julho/11
Projeto de gerenciamento de resíduos
Indicador médio de obras - resíduo Classe A
SP - 04/08/2011
Projeto de gerenciamento de resíduos
SP - 04/08/2011
Projeto de gerenciamento de resíduos
SP - 04/08/2011
SP - 04/08/2011
Projeto de gerenciamento de resíduos
SP - 04/08/2011
Controle no canteiro de obra
SP - 04/08/2011
Controle no canteiro de obra
SP - 04/08/2011
SP - 04/08/2011
SP - 04/08/2011
SP - 04/08/2011
Avaliação do processo
SP - 04/08/2011
SP - 04/08/2011
Ações para redução
 Projetos para produção
 Procedimentos executivos
 Treinamento
 Protótipos dos serviços
 Metodologia para desenvolvimento
tecnológico
SP - 04/08/2011
Coordenação modular
SP - 04/08/2011
SP - 04/08/2011
SP - 04/08/2011
Obrigado!
Alexandre Amado Britez
Cyrela Construtora Ltda.
Desenvolvimento Tecnológico
alexandreb@cyrela.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2 luos - taxa de ocupação
2   luos - taxa de ocupação2   luos - taxa de ocupação
2 luos - taxa de ocupação
Campinas Que Queremos
 
Índices Urbanisticos
Índices Urbanisticos Índices Urbanisticos
Índices Urbanisticos
Gustavo Smalt
 
VI EMENDA SISTEMA HARMONIZADO 2017
VI EMENDA SISTEMA HARMONIZADO 2017 VI EMENDA SISTEMA HARMONIZADO 2017
VI EMENDA SISTEMA HARMONIZADO 2017
Diego de Oliveira Cardoso
 
Custo de Obras com CP III x CP V-Ari
Custo de Obras com CP III x CP V-AriCusto de Obras com CP III x CP V-Ari
Custo de Obras com CP III x CP V-Ari
Wesley Campos de Araujo
 
5 motivos para adquirir uma usina gravimétrica Lintec-Ixon
5 motivos para adquirir uma usina gravimétrica Lintec-Ixon 5 motivos para adquirir uma usina gravimétrica Lintec-Ixon
5 motivos para adquirir uma usina gravimétrica Lintec-Ixon
David Kaffka
 
A9 2021 exercícios de desenho técnico
A9 2021 exercícios de desenho técnicoA9 2021 exercícios de desenho técnico
A9 2021 exercícios de desenho técnico
SENAI/FATEC - MT
 
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
AMEDEEZ
 
Plano Diretor De Florianópolis
Plano Diretor De FlorianópolisPlano Diretor De Florianópolis
Plano Diretor De Florianópolis
carolbrc
 
Aula análise de projeto
Aula   análise de projetoAula   análise de projeto
Aula análise de projeto
UNAERP
 
Apresenta office
Apresenta officeApresenta office
Apresenta office
Andre Siqueira
 
A8 2021 exercícios de desenho técnico
A8 2021 exercícios de desenho técnico A8 2021 exercícios de desenho técnico
A8 2021 exercícios de desenho técnico
SENAI/FATEC - MT
 
Aula 3 metodos prescritivos
Aula 3   metodos prescritivosAula 3   metodos prescritivos
Aula 3 metodos prescritivos
UNAERP
 
A7 082021 exercícios de desenho técnico
A7 082021 exercícios de desenho técnicoA7 082021 exercícios de desenho técnico
A7 082021 exercícios de desenho técnico
SENAI/FATEC - MT
 
Como calcular o quadro de iluminação e ventilação
Como calcular o quadro de iluminação e ventilaçãoComo calcular o quadro de iluminação e ventilação
Como calcular o quadro de iluminação e ventilação
Edmar Rocha
 
A4 2021 exercícios de desenho técnico
A4 2021 exercícios de desenho técnicoA4 2021 exercícios de desenho técnico
A4 2021 exercícios de desenho técnico
SENAI/FATEC - MT
 
Perfis de solos
Perfis de solosPerfis de solos
Perfis de solos
Nauri Freitas
 

Mais procurados (16)

2 luos - taxa de ocupação
2   luos - taxa de ocupação2   luos - taxa de ocupação
2 luos - taxa de ocupação
 
Índices Urbanisticos
Índices Urbanisticos Índices Urbanisticos
Índices Urbanisticos
 
VI EMENDA SISTEMA HARMONIZADO 2017
VI EMENDA SISTEMA HARMONIZADO 2017 VI EMENDA SISTEMA HARMONIZADO 2017
VI EMENDA SISTEMA HARMONIZADO 2017
 
Custo de Obras com CP III x CP V-Ari
Custo de Obras com CP III x CP V-AriCusto de Obras com CP III x CP V-Ari
Custo de Obras com CP III x CP V-Ari
 
5 motivos para adquirir uma usina gravimétrica Lintec-Ixon
5 motivos para adquirir uma usina gravimétrica Lintec-Ixon 5 motivos para adquirir uma usina gravimétrica Lintec-Ixon
5 motivos para adquirir uma usina gravimétrica Lintec-Ixon
 
A9 2021 exercícios de desenho técnico
A9 2021 exercícios de desenho técnicoA9 2021 exercícios de desenho técnico
A9 2021 exercícios de desenho técnico
 
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
INDICES E PARAMETROS URBANISTICOS.por ,Manyanga Amedius.
 
Plano Diretor De Florianópolis
Plano Diretor De FlorianópolisPlano Diretor De Florianópolis
Plano Diretor De Florianópolis
 
Aula análise de projeto
Aula   análise de projetoAula   análise de projeto
Aula análise de projeto
 
Apresenta office
Apresenta officeApresenta office
Apresenta office
 
A8 2021 exercícios de desenho técnico
A8 2021 exercícios de desenho técnico A8 2021 exercícios de desenho técnico
A8 2021 exercícios de desenho técnico
 
Aula 3 metodos prescritivos
Aula 3   metodos prescritivosAula 3   metodos prescritivos
Aula 3 metodos prescritivos
 
A7 082021 exercícios de desenho técnico
A7 082021 exercícios de desenho técnicoA7 082021 exercícios de desenho técnico
A7 082021 exercícios de desenho técnico
 
Como calcular o quadro de iluminação e ventilação
Como calcular o quadro de iluminação e ventilaçãoComo calcular o quadro de iluminação e ventilação
Como calcular o quadro de iluminação e ventilação
 
A4 2021 exercícios de desenho técnico
A4 2021 exercícios de desenho técnicoA4 2021 exercícios de desenho técnico
A4 2021 exercícios de desenho técnico
 
Perfis de solos
Perfis de solosPerfis de solos
Perfis de solos
 

Mais de Sheila Moreira Bezerra

Gestão de Obras
Gestão de ObrasGestão de Obras
Gestão de Obras
Sheila Moreira Bezerra
 
Canteiro de obras
Canteiro de obrasCanteiro de obras
Canteiro de obras
Sheila Moreira Bezerra
 
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp0261321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
Sheila Moreira Bezerra
 
Enero 2013
Enero 2013Enero 2013
Caderno analitico-de-normas
Caderno analitico-de-normasCaderno analitico-de-normas
Caderno analitico-de-normas
Sheila Moreira Bezerra
 
Nbr 15270 3 - blocos
Nbr 15270  3 - blocosNbr 15270  3 - blocos
Nbr 15270 3 - blocos
Sheila Moreira Bezerra
 
Abnt nbr iso_22000-2006
Abnt nbr iso_22000-2006Abnt nbr iso_22000-2006
Abnt nbr iso_22000-2006
Sheila Moreira Bezerra
 
Minerva 05(02) 06
Minerva 05(02) 06Minerva 05(02) 06
Minerva 05(02) 06
Sheila Moreira Bezerra
 
Geoprocessamento na gestão urbana municipal – a experiência dos municípios mi...
Geoprocessamento na gestão urbana municipal – a experiência dos municípios mi...Geoprocessamento na gestão urbana municipal – a experiência dos municípios mi...
Geoprocessamento na gestão urbana municipal – a experiência dos municípios mi...
Sheila Moreira Bezerra
 
Programa de necessidades_hospital
Programa de necessidades_hospitalPrograma de necessidades_hospital
Programa de necessidades_hospital
Sheila Moreira Bezerra
 

Mais de Sheila Moreira Bezerra (11)

Gestão de Obras
Gestão de ObrasGestão de Obras
Gestão de Obras
 
Canteiro de obras
Canteiro de obrasCanteiro de obras
Canteiro de obras
 
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp0261321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
 
Enero 2013
Enero 2013Enero 2013
Enero 2013
 
Caderno analitico-de-normas
Caderno analitico-de-normasCaderno analitico-de-normas
Caderno analitico-de-normas
 
Nbr 15270 3 - blocos
Nbr 15270  3 - blocosNbr 15270  3 - blocos
Nbr 15270 3 - blocos
 
Abnt nbr iso_22000-2006
Abnt nbr iso_22000-2006Abnt nbr iso_22000-2006
Abnt nbr iso_22000-2006
 
Pbqph d1749
Pbqph d1749Pbqph d1749
Pbqph d1749
 
Minerva 05(02) 06
Minerva 05(02) 06Minerva 05(02) 06
Minerva 05(02) 06
 
Geoprocessamento na gestão urbana municipal – a experiência dos municípios mi...
Geoprocessamento na gestão urbana municipal – a experiência dos municípios mi...Geoprocessamento na gestão urbana municipal – a experiência dos municípios mi...
Geoprocessamento na gestão urbana municipal – a experiência dos municípios mi...
 
Programa de necessidades_hospital
Programa de necessidades_hospitalPrograma de necessidades_hospital
Programa de necessidades_hospital
 

Último

Aula 4 - 3D laser scanning para bim em engenharia
Aula 4 - 3D laser scanning para bim em engenhariaAula 4 - 3D laser scanning para bim em engenharia
Aula 4 - 3D laser scanning para bim em engenharia
JosAtila
 
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
carlos silva Rotersan
 
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60A
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60AManual de Instalação para Placa Proteco Q60A
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60A
Tronicline Automatismos
 
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptxMAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
Vilson Stollmeier
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
Consultoria Acadêmica
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
Consultoria Acadêmica
 
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
Consultoria Acadêmica
 

Último (7)

Aula 4 - 3D laser scanning para bim em engenharia
Aula 4 - 3D laser scanning para bim em engenhariaAula 4 - 3D laser scanning para bim em engenharia
Aula 4 - 3D laser scanning para bim em engenharia
 
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
 
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60A
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60AManual de Instalação para Placa Proteco Q60A
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60A
 
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptxMAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
 
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
 

Gerenciamento de residuos

  • 1. SP - 04/08/2011 Gestão de resíduos em canteiro de obra Alexandre Amado Britez
  • 2. SP - 04/08/2011 Ações para controle  Procedimento de gestão para implantação  Projeto de gerenciamento de resíduos  Procedimento operacional para canteiro  Controle no canteiro de obra  Avaliação do processo
  • 3. SP - 04/08/2011 Procedimento de gestão para implantação  Fornece diretrizes para elaboração do projeto de gerenciamento de resíduos  Projeto elaborado por equipe interna, baseado em nosso histórico
  • 4. SP - 04/08/2011 Projeto de gerenciamento de resíduos
  • 5. SP - 04/08/2011 Projeto de gerenciamento de resíduos  Estimativa baseada em dados do histórico da empresa, conforme o tipo do empreendimento  Informações do tipo do empreendimento:  Tamanho (quantidade de torres, área de terreno e área de construção)  Características de uso (residencial, comercial, etc.)  Características de produção: tipo do bloco, revestimentos, acabamentos...)
  • 6. SP - 04/08/2011 Projeto de gerenciamento de resíduos Características Ed. residencial 1 torre, 2 aptos/andar, bloco cerâmico, fachada textura acrílica. Quantidade de unidades / pavimentos: Área privativa: Área Construção Total área construção PMSP: Térreo Externo: Terreno: 1° SS e 2° SS: Exemplo de informações do empreendimento:
  • 7. SP - 04/08/2011 Projeto de gerenciamento de resíduos Obra A Obra B Obra C Obra D Obra E Obra F Obra G Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio Projeto Real Desvio 3.224 2.826 -12% 2.436 1.822 -25% 880 924 5% 6.396 5.948 -7% 1.196 1.532 28% 1.104 1.128 2% 1.852 1.946 5% Unidade: m³ 0 1.000 2.000 3.000 4.000 5.000 6.000 7.000 A B C D E F G Volumem³ Obra Alvenaria Projeto Real
  • 8. SP - 04/08/2011 Projeto de gerenciamento de resíduos Obra B Obra C Obra F Obra G Real (m³) Real (m³) Real (m³) Real (m³) Alvenaria 1.822 924 1.124 1.903 Gesso 542 252 300 661 Relação 30% 27% 27% 35% Exemplo de estimativa de resíduo de gesso (revestimento, forro, drywall)
  • 9. SP - 04/08/2011 Projeto de gerenciamento de resíduos Obra B Obra C Obra F Obra G Real (m³) Real (m³) Real (m³) Real (m³) Alvenaria 1.822 924 1.124 1.903 Gesso 542 252 300 661 Relação 30% 27% 27% 35% Exemplo de estimativa de resíduo de gesso (revestimento, forro, drywall)
  • 10. SP - 04/08/2011 Ano Obras entregues Indicador médio (l /m²) 2009 7 74 2010 5 58 2011* 6 53 * obras entregues até julho/11 Projeto de gerenciamento de resíduos Indicador médio de obras - resíduo Classe A
  • 11. SP - 04/08/2011 Projeto de gerenciamento de resíduos
  • 12. SP - 04/08/2011 Projeto de gerenciamento de resíduos
  • 14. SP - 04/08/2011 Projeto de gerenciamento de resíduos
  • 15. SP - 04/08/2011 Controle no canteiro de obra
  • 16. SP - 04/08/2011 Controle no canteiro de obra
  • 22. SP - 04/08/2011 Ações para redução  Projetos para produção  Procedimentos executivos  Treinamento  Protótipos dos serviços  Metodologia para desenvolvimento tecnológico
  • 26. SP - 04/08/2011 Obrigado! Alexandre Amado Britez Cyrela Construtora Ltda. Desenvolvimento Tecnológico alexandreb@cyrela.com.br