SlideShare uma empresa Scribd logo
GEOGRAFIA ECONÔMICA As atividades econômicas  ou setores da economia
ATIVIDADE ECONÔMICA PRIMÁRIA OU SETOR PRIMÁRIO DA ECONOMIA Denomina-se como  Setor Primário  os segmentos da economia que produzem matérias primas, como a agricultura, a pecuária, a pesca e o extrativismo mineral. É um grande setor em países subdesenvolvidos: na  África , a maioria dos países tem suas populações vivendo de agricultura de subsistência. Em países desenvolvidos, a agricultura tornou-se mais desenvolvida tecnologicamente, mecanizando suas fazendas, ao contrário de técnicas rudimentares manuseadas manualmente. Por exemplo, nos Estados Unidos, o milho é plantado com tratores, que também
espalham os defensivos, cortam-no e o embalam, sem contato com a mão humana. Isso prova que, quanto mais uma economia desenvolvida é, maior é o investimento em novas tecnologias para sua expansão. Estes avanços em investimentos e novas tecnologias permitem ao setor primário cada vez menos contar com menos mão-de-obra, permitindo a estes países contarem com percentuais cada vez menores de pessoas empregadas neste setor, tendo um grande percentual nos setores secundário e terciário.
No Brasil, o Setor Primário começa a desenvolver nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste: nas plantações de soja, milho e cana-de-açúcar são usadas muitas maquinas, e a especialização tem que ser grande para operá-las. Nas regiões Norte e Nordeste (principalmente), ainda há o predomínio de agricultura de subsistência, para baixos índices de produção e, muitas vezes, com altos níveis de desperdício d e alimentos na hora da comercialização.
ATIVIDADE ECONÔMICA SECUNDÁRIA OU SETOR SECUNDÁRIO DA ECONOMIA O  Setor Secundário  inclui os setores da  economia  que transformam produtos, como indústrias e construção. Este setor geralmente pega os produtos provindos do  Setor Primário  e os transformam, ao ponto de servirem para serem usados para outros negócios, exportados ou para serem consumidos por consumidores domésticos. É dividido em indústria leve ou pesada. Muitas destas indústrias consomem enormes quantidades de energia, pois requerem maquinaria pesada para converterem materiais brutos em produtos acabados. Também produzem muito resíduos, que podem ser tóxicos e causar danos ao meio ambiente.
Muitos  economistas  dizem que o bem estar da produção é a ligação entre este e o setor de serviços, que tem que estar bem também para consumir os produtos fabricados. O setor Secundário é também muito importante para promover o acréscimo da economia em paises em desenvolvimento. Em paises desenvolvidos, é fundamental pro ser uma fonte de bons  empregos , e também por facilitar grande mobilidade social para sucessivas gerações. Suas principais divisões são: - Fábricas aeroespaciais; - Fábricas automobilísticas; - Indústria cervejeira; - Indústria química; - Fábricas de confecções; - Indústria de eletrônicos; - Indústria de maquinaria; - Indústria de energia, como petróleo, gás e energia elétrica; - Indústria de aço; - Desenvolvimento de softwares; - Indústria de telecomunicações; - Indústria de cigarros.
No Brasil, o Setor Secundário foi iniciado tardiamente. Somente após a  Segunda Guerra  é que foram feitos os primeiros esforços para a substituição das importações. Na época da Ditadura, o Brasil passa pelo ” Milagre econômico ” (1968-1974), no qual foram feitos grandes investimentos em infra-estrutura. A partir da década de 80, por causa de sucessivas recessões, o Setor Secundário perde força e perde participação no PIB para o Setor de serviços.
ATIVIDADE ECONÔMICA TERCIÁRIA OU SETOR TERCIÁRIO DA ECONOMIA Setor terciário  (também conhecido como  setor de serviços ) é aquele que engloba as atividades de serviços e comércio de produtos. É um dos três setores da  economia , os outros sendo o  Setor Primário  (agricultura, extração mineral, etc.) e o  Setor Secundário  (industrialização). Os serviços são definidos na literatura  econômica  moderna como “bens intangíveis”. O Setor Terciário envolve as provisões de serviços tanto para outros negócios como para consumidores finais. Estes podem estar envolvidos como transportes, vendas e distribuição de bens dos produtores aos
consumidores; podem ser também de outros serviços não-ligados diretamente ao produto final, como controle de pragas e entretenimento. Os bens podem ser transformados também, como acontece em um restaurante ou em uma eletrônica. Assim, o foco esta na interação entre pessoas, proporcionando um produto ou serviço que satisfaça os anseios de quem o(s) demandou. Como componentes do Setor Terciário, podemos citar: - Comércio de compra e venda de produtos e/ou mercadorias - Turismo; - Serviços bancários; - Restaurantes; - Hospitais;
Serviços de consultoria; - Corretagem de imóveis; - Serviços públicos.  Estes últimos são considerados parte do Setor Terciário enquanto providenciam serviços básicos à sociedade, como educação,  saúde , etc.; quando cuidam da construção da infra-estrura de um país, com a construção de estradas, pontes, etc., podem ser considerados como parte do Setor Secundário.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

medidas de Coesão Territorial no OE2020
medidas de Coesão Territorial no OE2020medidas de Coesão Territorial no OE2020
medidas de Coesão Territorial no OE2020
Carlos Brás
 
As TIC e o seu impacto
As TIC e o seu impactoAs TIC e o seu impacto
As TIC e o seu impacto
Joana Filipa Rodrigues
 
Revolução industrial e fazes do capitalismo
Revolução industrial e fazes do capitalismoRevolução industrial e fazes do capitalismo
Revolução industrial e fazes do capitalismo
Kamila Joyce
 
A indústria
A indústriaA indústria
A indústria
Mayjö .
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidades
Takayfau
 
Relação Homem-Natureza
Relação Homem-NaturezaRelação Homem-Natureza
Relação Homem-Natureza
ProfCidadania1
 
Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal. Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal.
Idalina Leite
 
Patrimônio (i)material da humanidade
Patrimônio (i)material da humanidadePatrimônio (i)material da humanidade
Patrimônio (i)material da humanidade
BrunoBoaventuraMorelli
 
URBANIZAÇÃO
URBANIZAÇÃO URBANIZAÇÃO
URBANIZAÇÃO
Luciana Souza
 
Plano de Reabilitação do Bairro do Recife
Plano de Reabilitação do Bairro do RecifePlano de Reabilitação do Bairro do Recife
Plano de Reabilitação do Bairro do Recife
Pâmela Castro
 
Aula sobre a união europeia
Aula sobre a união europeiaAula sobre a união europeia
Aula sobre a união europeia
Ozhiêr Verçosa Souza
 
Dossier Temático
Dossier Temático Dossier Temático
Dossier Temático
AK47J
 
Poluiçao sonora e visual
Poluiçao sonora e visualPoluiçao sonora e visual
Poluiçao sonora e visual
Kamila Joyce
 
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
Artur Filipe dos Santos
 
Cidades
CidadesCidades
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
Professora Verônica Santos
 
O neoliberalismo
O neoliberalismoO neoliberalismo
O neoliberalismo
Rodrigo Baglini
 
União Europeia 11ºano
União Europeia 11ºanoUnião Europeia 11ºano
União Europeia 11ºano
Mariana Couto
 
Urbanismo e Mobilidade - Monumentos Portugueses
Urbanismo e Mobilidade - Monumentos PortuguesesUrbanismo e Mobilidade - Monumentos Portugueses
Urbanismo e Mobilidade - Monumentos Portugueses
Fernando de Sá
 
Primeira Guerra Mundial: Belle Époque, nacionalismo e propaganda
Primeira Guerra Mundial: Belle Époque, nacionalismo e propagandaPrimeira Guerra Mundial: Belle Époque, nacionalismo e propaganda
Primeira Guerra Mundial: Belle Époque, nacionalismo e propaganda
araujombarbara
 

Mais procurados (20)

medidas de Coesão Territorial no OE2020
medidas de Coesão Territorial no OE2020medidas de Coesão Territorial no OE2020
medidas de Coesão Territorial no OE2020
 
As TIC e o seu impacto
As TIC e o seu impactoAs TIC e o seu impacto
As TIC e o seu impacto
 
Revolução industrial e fazes do capitalismo
Revolução industrial e fazes do capitalismoRevolução industrial e fazes do capitalismo
Revolução industrial e fazes do capitalismo
 
A indústria
A indústriaA indústria
A indústria
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidades
 
Relação Homem-Natureza
Relação Homem-NaturezaRelação Homem-Natureza
Relação Homem-Natureza
 
Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal. Evolução da agricultura em Portugal.
Evolução da agricultura em Portugal.
 
Patrimônio (i)material da humanidade
Patrimônio (i)material da humanidadePatrimônio (i)material da humanidade
Patrimônio (i)material da humanidade
 
URBANIZAÇÃO
URBANIZAÇÃO URBANIZAÇÃO
URBANIZAÇÃO
 
Plano de Reabilitação do Bairro do Recife
Plano de Reabilitação do Bairro do RecifePlano de Reabilitação do Bairro do Recife
Plano de Reabilitação do Bairro do Recife
 
Aula sobre a união europeia
Aula sobre a união europeiaAula sobre a união europeia
Aula sobre a união europeia
 
Dossier Temático
Dossier Temático Dossier Temático
Dossier Temático
 
Poluiçao sonora e visual
Poluiçao sonora e visualPoluiçao sonora e visual
Poluiçao sonora e visual
 
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
Professor Doutor Artur Filipe dos Santos - Património Cultural e Paisagístico...
 
Cidades
CidadesCidades
Cidades
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
 
O neoliberalismo
O neoliberalismoO neoliberalismo
O neoliberalismo
 
União Europeia 11ºano
União Europeia 11ºanoUnião Europeia 11ºano
União Europeia 11ºano
 
Urbanismo e Mobilidade - Monumentos Portugueses
Urbanismo e Mobilidade - Monumentos PortuguesesUrbanismo e Mobilidade - Monumentos Portugueses
Urbanismo e Mobilidade - Monumentos Portugueses
 
Primeira Guerra Mundial: Belle Époque, nacionalismo e propaganda
Primeira Guerra Mundial: Belle Époque, nacionalismo e propagandaPrimeira Guerra Mundial: Belle Époque, nacionalismo e propaganda
Primeira Guerra Mundial: Belle Époque, nacionalismo e propaganda
 

Destaque

Conceitos geograficos e setores da economia
Conceitos geograficos e setores da economiaConceitos geograficos e setores da economia
Conceitos geograficos e setores da economia
flaviocosac
 
Lugar, paisagem e espaço geográfico
Lugar, paisagem e espaço geográficoLugar, paisagem e espaço geográfico
Lugar, paisagem e espaço geográfico
Paes Viana
 
Setores da economia
Setores da economiaSetores da economia
Setores da economia
Suely Takahashi
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Edenilson Morais
 
Slides revolução industrial
Slides revolução industrialSlides revolução industrial
Slides revolução industrial
Maria Inês de Souza Vitorino Justino
 
Desenvolvimento e pobreza 2
Desenvolvimento e pobreza 2Desenvolvimento e pobreza 2
Desenvolvimento e pobreza 2
Yuri Silver
 
13. revolução industrial
13. revolução industrial13. revolução industrial
13. revolução industrial
José Augusto Fiorin
 
Geografia econmica-setores-da-economia-1209737702113970-9
Geografia econmica-setores-da-economia-1209737702113970-9Geografia econmica-setores-da-economia-1209737702113970-9
Geografia econmica-setores-da-economia-1209737702113970-9
Italo Alan
 
Curso online geografia humana e economica
Curso online geografia humana e economicaCurso online geografia humana e economica
Curso online geografia humana e economica
Unichristus Centro Universitário
 
Geografía económica
Geografía económicaGeografía económica
Geografía económica
Nohemi Castillo
 
Teorias de Crescimento Económico (Aulas do Mestrado de Marketing Research da ...
Teorias de Crescimento Económico (Aulas do Mestrado de Marketing Research da ...Teorias de Crescimento Económico (Aulas do Mestrado de Marketing Research da ...
Teorias de Crescimento Económico (Aulas do Mestrado de Marketing Research da ...
Vítor João Pereira Domingues Martinho
 
Geografia economica
Geografia economicaGeografia economica
Geografia economica
Rodrigo Lopes
 
PRIVEST - Cap. 05 – Atividades econômicas do espaço urbano - 2º EM
PRIVEST - Cap. 05 – Atividades econômicas do espaço urbano - 2º EMPRIVEST - Cap. 05 – Atividades econômicas do espaço urbano - 2º EM
PRIVEST - Cap. 05 – Atividades econômicas do espaço urbano - 2º EM
profrodrigoribeiro
 
Geografia econômica
Geografia econômicaGeografia econômica
Geografia econômica
Nilton Goulart
 
Apresentação turismo de negócios
Apresentação turismo de negóciosApresentação turismo de negócios
Apresentação turismo de negócios
Espalhe Minas
 
Era do Conhecimento, Revolução do Conteúdo
Era do Conhecimento, Revolução do ConteúdoEra do Conhecimento, Revolução do Conteúdo
Era do Conhecimento, Revolução do Conteúdo
Marcos Borges
 
Slides aula 11 modelo agrário agrícola
Slides aula 11   modelo agrário agrícolaSlides aula 11   modelo agrário agrícola
Slides aula 11 modelo agrário agrícola
Larissa Santos
 
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
Atividades Diversas Cláudia
 
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
Atividades Diversas Cláudia
 
Aula Geografia agrária
Aula   Geografia agráriaAula   Geografia agrária
Aula Geografia agrária
Omar Fürst
 

Destaque (20)

Conceitos geograficos e setores da economia
Conceitos geograficos e setores da economiaConceitos geograficos e setores da economia
Conceitos geograficos e setores da economia
 
Lugar, paisagem e espaço geográfico
Lugar, paisagem e espaço geográficoLugar, paisagem e espaço geográfico
Lugar, paisagem e espaço geográfico
 
Setores da economia
Setores da economiaSetores da economia
Setores da economia
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Slides revolução industrial
Slides revolução industrialSlides revolução industrial
Slides revolução industrial
 
Desenvolvimento e pobreza 2
Desenvolvimento e pobreza 2Desenvolvimento e pobreza 2
Desenvolvimento e pobreza 2
 
13. revolução industrial
13. revolução industrial13. revolução industrial
13. revolução industrial
 
Geografia econmica-setores-da-economia-1209737702113970-9
Geografia econmica-setores-da-economia-1209737702113970-9Geografia econmica-setores-da-economia-1209737702113970-9
Geografia econmica-setores-da-economia-1209737702113970-9
 
Curso online geografia humana e economica
Curso online geografia humana e economicaCurso online geografia humana e economica
Curso online geografia humana e economica
 
Geografía económica
Geografía económicaGeografía económica
Geografía económica
 
Teorias de Crescimento Económico (Aulas do Mestrado de Marketing Research da ...
Teorias de Crescimento Económico (Aulas do Mestrado de Marketing Research da ...Teorias de Crescimento Económico (Aulas do Mestrado de Marketing Research da ...
Teorias de Crescimento Económico (Aulas do Mestrado de Marketing Research da ...
 
Geografia economica
Geografia economicaGeografia economica
Geografia economica
 
PRIVEST - Cap. 05 – Atividades econômicas do espaço urbano - 2º EM
PRIVEST - Cap. 05 – Atividades econômicas do espaço urbano - 2º EMPRIVEST - Cap. 05 – Atividades econômicas do espaço urbano - 2º EM
PRIVEST - Cap. 05 – Atividades econômicas do espaço urbano - 2º EM
 
Geografia econômica
Geografia econômicaGeografia econômica
Geografia econômica
 
Apresentação turismo de negócios
Apresentação turismo de negóciosApresentação turismo de negócios
Apresentação turismo de negócios
 
Era do Conhecimento, Revolução do Conteúdo
Era do Conhecimento, Revolução do ConteúdoEra do Conhecimento, Revolução do Conteúdo
Era do Conhecimento, Revolução do Conteúdo
 
Slides aula 11 modelo agrário agrícola
Slides aula 11   modelo agrário agrícolaSlides aula 11   modelo agrário agrícola
Slides aula 11 modelo agrário agrícola
 
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
 
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
Topico 2 paisagem do cotidiano 2013
 
Aula Geografia agrária
Aula   Geografia agráriaAula   Geografia agrária
Aula Geografia agrária
 

Semelhante a Geografia EconôMica Setores Da Economia

Campo e cidade
Campo e cidadeCampo e cidade
Campo e cidade
Abner de Paula
 
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mb
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º MbA IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mb
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mb
ProfMario De Mori
 
ax_t_adm_noçoes_financeiro_2.ppt
ax_t_adm_noçoes_financeiro_2.pptax_t_adm_noçoes_financeiro_2.ppt
ax_t_adm_noçoes_financeiro_2.ppt
Fernanda Castello
 
Setores da Economia
Setores da EconomiaSetores da Economia
Setores da Economia
Ricardo Alex de Sousa
 
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Va
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º VaA IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Va
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Va
ProfMario De Mori
 
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mc
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º McA IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mc
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mc
ProfMario De Mori
 
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Ma
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º MaA IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Ma
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Ma
ProfMario De Mori
 
Desemprego estrutural e conjuntural
Desemprego estrutural e conjunturalDesemprego estrutural e conjuntural
Desemprego estrutural e conjuntural
Maira Conde
 
Geografia Henrique37 Semi Geo A Caderno 3
Geografia Henrique37 Semi Geo A Caderno 3Geografia Henrique37 Semi Geo A Caderno 3
Geografia Henrique37 Semi Geo A Caderno 3
merciclaud
 
Concelho De Oeiras Grupo 5
Concelho De Oeiras Grupo 5Concelho De Oeiras Grupo 5
Concelho De Oeiras Grupo 5
Team5
 
39859_3c52df8f6e0242171c51a6c15a39db47 (1).pptx
39859_3c52df8f6e0242171c51a6c15a39db47 (1).pptx39859_3c52df8f6e0242171c51a6c15a39db47 (1).pptx
39859_3c52df8f6e0242171c51a6c15a39db47 (1).pptx
Janaina Diniz
 
Cadeias produtivas
Cadeias produtivasCadeias produtivas
Cadeias produtivas
Gilberto Pires
 
Atividade industrial
Atividade industrialAtividade industrial
Atividade industrial
flaviocosac
 
Material complementar atividade industrial
Material complementar   atividade industrialMaterial complementar   atividade industrial
Material complementar atividade industrial
flaviocosac
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
8ºC
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
8ºC
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
8ºC
 
3 ano (tipos de industria).pptx economia
3 ano (tipos de industria).pptx economia3 ano (tipos de industria).pptx economia
3 ano (tipos de industria).pptx economia
CarladeOliveira25
 
Induastrialização brasiledira 2
Induastrialização brasiledira 2Induastrialização brasiledira 2
Induastrialização brasiledira 2
Euna Machado
 
Setores da economia saúde na escola marcelo lima geografia
Setores da economia saúde na escola marcelo lima geografiaSetores da economia saúde na escola marcelo lima geografia
Setores da economia saúde na escola marcelo lima geografia
UNESA - RJ
 

Semelhante a Geografia EconôMica Setores Da Economia (20)

Campo e cidade
Campo e cidadeCampo e cidade
Campo e cidade
 
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mb
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º MbA IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mb
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mb
 
ax_t_adm_noçoes_financeiro_2.ppt
ax_t_adm_noçoes_financeiro_2.pptax_t_adm_noçoes_financeiro_2.ppt
ax_t_adm_noçoes_financeiro_2.ppt
 
Setores da Economia
Setores da EconomiaSetores da Economia
Setores da Economia
 
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Va
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º VaA IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Va
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Va
 
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mc
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º McA IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mc
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Mc
 
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Ma
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º MaA IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Ma
A IndustrializaçãO Do Brasil Atividade 1º Ma
 
Desemprego estrutural e conjuntural
Desemprego estrutural e conjunturalDesemprego estrutural e conjuntural
Desemprego estrutural e conjuntural
 
Geografia Henrique37 Semi Geo A Caderno 3
Geografia Henrique37 Semi Geo A Caderno 3Geografia Henrique37 Semi Geo A Caderno 3
Geografia Henrique37 Semi Geo A Caderno 3
 
Concelho De Oeiras Grupo 5
Concelho De Oeiras Grupo 5Concelho De Oeiras Grupo 5
Concelho De Oeiras Grupo 5
 
39859_3c52df8f6e0242171c51a6c15a39db47 (1).pptx
39859_3c52df8f6e0242171c51a6c15a39db47 (1).pptx39859_3c52df8f6e0242171c51a6c15a39db47 (1).pptx
39859_3c52df8f6e0242171c51a6c15a39db47 (1).pptx
 
Cadeias produtivas
Cadeias produtivasCadeias produtivas
Cadeias produtivas
 
Atividade industrial
Atividade industrialAtividade industrial
Atividade industrial
 
Material complementar atividade industrial
Material complementar   atividade industrialMaterial complementar   atividade industrial
Material complementar atividade industrial
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
 
3 ano (tipos de industria).pptx economia
3 ano (tipos de industria).pptx economia3 ano (tipos de industria).pptx economia
3 ano (tipos de industria).pptx economia
 
Induastrialização brasiledira 2
Induastrialização brasiledira 2Induastrialização brasiledira 2
Induastrialização brasiledira 2
 
Setores da economia saúde na escola marcelo lima geografia
Setores da economia saúde na escola marcelo lima geografiaSetores da economia saúde na escola marcelo lima geografia
Setores da economia saúde na escola marcelo lima geografia
 

Geografia EconôMica Setores Da Economia

  • 1. GEOGRAFIA ECONÔMICA As atividades econômicas ou setores da economia
  • 2. ATIVIDADE ECONÔMICA PRIMÁRIA OU SETOR PRIMÁRIO DA ECONOMIA Denomina-se como Setor Primário os segmentos da economia que produzem matérias primas, como a agricultura, a pecuária, a pesca e o extrativismo mineral. É um grande setor em países subdesenvolvidos: na África , a maioria dos países tem suas populações vivendo de agricultura de subsistência. Em países desenvolvidos, a agricultura tornou-se mais desenvolvida tecnologicamente, mecanizando suas fazendas, ao contrário de técnicas rudimentares manuseadas manualmente. Por exemplo, nos Estados Unidos, o milho é plantado com tratores, que também
  • 3. espalham os defensivos, cortam-no e o embalam, sem contato com a mão humana. Isso prova que, quanto mais uma economia desenvolvida é, maior é o investimento em novas tecnologias para sua expansão. Estes avanços em investimentos e novas tecnologias permitem ao setor primário cada vez menos contar com menos mão-de-obra, permitindo a estes países contarem com percentuais cada vez menores de pessoas empregadas neste setor, tendo um grande percentual nos setores secundário e terciário.
  • 4. No Brasil, o Setor Primário começa a desenvolver nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste: nas plantações de soja, milho e cana-de-açúcar são usadas muitas maquinas, e a especialização tem que ser grande para operá-las. Nas regiões Norte e Nordeste (principalmente), ainda há o predomínio de agricultura de subsistência, para baixos índices de produção e, muitas vezes, com altos níveis de desperdício d e alimentos na hora da comercialização.
  • 5. ATIVIDADE ECONÔMICA SECUNDÁRIA OU SETOR SECUNDÁRIO DA ECONOMIA O Setor Secundário inclui os setores da economia que transformam produtos, como indústrias e construção. Este setor geralmente pega os produtos provindos do Setor Primário e os transformam, ao ponto de servirem para serem usados para outros negócios, exportados ou para serem consumidos por consumidores domésticos. É dividido em indústria leve ou pesada. Muitas destas indústrias consomem enormes quantidades de energia, pois requerem maquinaria pesada para converterem materiais brutos em produtos acabados. Também produzem muito resíduos, que podem ser tóxicos e causar danos ao meio ambiente.
  • 6. Muitos economistas dizem que o bem estar da produção é a ligação entre este e o setor de serviços, que tem que estar bem também para consumir os produtos fabricados. O setor Secundário é também muito importante para promover o acréscimo da economia em paises em desenvolvimento. Em paises desenvolvidos, é fundamental pro ser uma fonte de bons empregos , e também por facilitar grande mobilidade social para sucessivas gerações. Suas principais divisões são: - Fábricas aeroespaciais; - Fábricas automobilísticas; - Indústria cervejeira; - Indústria química; - Fábricas de confecções; - Indústria de eletrônicos; - Indústria de maquinaria; - Indústria de energia, como petróleo, gás e energia elétrica; - Indústria de aço; - Desenvolvimento de softwares; - Indústria de telecomunicações; - Indústria de cigarros.
  • 7. No Brasil, o Setor Secundário foi iniciado tardiamente. Somente após a Segunda Guerra é que foram feitos os primeiros esforços para a substituição das importações. Na época da Ditadura, o Brasil passa pelo ” Milagre econômico ” (1968-1974), no qual foram feitos grandes investimentos em infra-estrutura. A partir da década de 80, por causa de sucessivas recessões, o Setor Secundário perde força e perde participação no PIB para o Setor de serviços.
  • 8. ATIVIDADE ECONÔMICA TERCIÁRIA OU SETOR TERCIÁRIO DA ECONOMIA Setor terciário (também conhecido como setor de serviços ) é aquele que engloba as atividades de serviços e comércio de produtos. É um dos três setores da economia , os outros sendo o Setor Primário (agricultura, extração mineral, etc.) e o Setor Secundário (industrialização). Os serviços são definidos na literatura econômica moderna como “bens intangíveis”. O Setor Terciário envolve as provisões de serviços tanto para outros negócios como para consumidores finais. Estes podem estar envolvidos como transportes, vendas e distribuição de bens dos produtores aos
  • 9. consumidores; podem ser também de outros serviços não-ligados diretamente ao produto final, como controle de pragas e entretenimento. Os bens podem ser transformados também, como acontece em um restaurante ou em uma eletrônica. Assim, o foco esta na interação entre pessoas, proporcionando um produto ou serviço que satisfaça os anseios de quem o(s) demandou. Como componentes do Setor Terciário, podemos citar: - Comércio de compra e venda de produtos e/ou mercadorias - Turismo; - Serviços bancários; - Restaurantes; - Hospitais;
  • 10. Serviços de consultoria; - Corretagem de imóveis; - Serviços públicos. Estes últimos são considerados parte do Setor Terciário enquanto providenciam serviços básicos à sociedade, como educação, saúde , etc.; quando cuidam da construção da infra-estrura de um país, com a construção de estradas, pontes, etc., podem ser considerados como parte do Setor Secundário.