SlideShare uma empresa Scribd logo
Assuntos abordados neste slide:

   Relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários ;
   Exercícios.
Relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários.
Olá galera estou aqui com o objetivo de explicar da forma mais didática possível a forma que a
banca FCC utiliza para trabalhar a disciplina:Geografia do Brasil nas provas elaboradas por
ela.Este curso visa ensinar ou aperfeiçoar o candidato com relação à disciplina.Hoje o assunto
trabalhado será :relevo,clima,vegetação,hidrografia e fusos horários,de acordo com o
edital publicado em 2009 para o concurso da PM-BA.Em analise sobre os assuntos abordados
nas 2 ultimas provas (2006 e 2009) para a PM-BA,dentre os temas citados acima precisa-se de
uma atenção especial para os assuntos que são :relevo e clima,pois são os que são mais
trabalhados analisando as mesmas.Os outros são possíveis de cair,pois esta no edital e como a
banca pode mudar suas cobranças é bom estudar,mas focando em relevo e clima,o candidato já
garante 2 questões das 5 que são abordadas na prova,fica a dica.
Vamos lá!
Relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários.
Sobre o assunto relevo como visto nas provas anteriores a banca da
FCC,só exige do candidato conhecimento sobre as classificações de
relevo mais atual que no caso é a de Jurandir Ross e que o mesmo
decore estas classificações.Então fixe bem estas classificações.
Primeiro vamos fixar bem a localização de cada estado de acordo com o
mapa do Brasil,para na hora da prova não ficar se atrapalhando achando
que Tocantins é Piauí ,pois os nomes de cada um não estará descrito no
mapa,como já vimos na resolução de exercícios.
Agora que já fixamos os estados e regiões,se ligue grave também cada
capital,pois pode ser importante na hora de decidir qual a alternativa certa.
Visto que em uma das provas da FCC,nos deparamos com o assunto ―Formação
Geológica‖,melhor nos prevenirmos e já ficar na mente com o esqueminha que
montei com conceitos importantes e o mapa de distribuição.Veja:
Estruturas geológicas
Os dobramentos modernos, ou cadeias orogênicas recentes, correspondem às grandes cadeias
montanhosas do globo datadas do período Terciário da Era Cenozóica. Sua gênese é explicada pelo
movimento das placas tectônicas. Os principais exemplos desse fenômeno são os Andes, os Alpes, o
Himalaia e as Montanhas Rochosas. Por serem de formação recente, não foram ainda desgastadas pela
erosão e apresentam altitudes elevadas. O Brasil, por exemplo, não conhece formações geradas por
dobramentos modernos.
Os escudos cristalinos ou maciços antigos, que abrangem 36% do território nacional, são
popularmente conhecidos como serras, formações antigas e diversificadas e, por
conseguinte, extremamente desgastadas pela erosão, apresentando altitudes modestas. Nos escudos
cristalinos, originários do período Arqueozóico, a ocorrência de minerais economicamente exploráveis é
pequena; já nos escudos datados do Proterozóico (4% do território brasileiro), proliferam recursos
como o ferro, a bauxita, o manganês, o ouro, a cassiterita e outros minerais metálicos.64% da
superfície do território nacional consiste de bacias sedimentares: depressões do terreno preenchidas
por sedimentos. Sua importância econômica é grande, pois aí surgem combustíveis fósseis:
petróleo, carvão mineral e xisto.
E pra fechar esse assunto segue ai o esqueminha com as eras geológicas e os eventos que ocorreram no Brasil.
Características no Brasil
Era Cenozóica
    Sedimentação da Amazônia, Pantanal e Litoral. Grandes abalos tectônicos. Terrenos na Amazônia, rio Parnaíba e
    litoral do Nordeste. Grandes migrações de animais.
Era Mesozóica
    Formação de bacias do Paraná-Uruguai, Tocantins-Araguaia e São Francisco. Formação de desertos no planalto
    Meridional. Derrame de lava (deserto de Botucatu).
Era Paleozóica
    Intensa erosão dos terrenos brasileiros Início da formação das grandes bacias sedimentares brasileiras com a
    acumulação de sedimentos entre nossos escudos e núcleos. O continente americano fazia parte do gigantesco
    continente gondwânico. Grandes abalos orogênicos em nossos terrenos. Jazidas de carvão mineral no sul do
    Brasill.
Era Proterozóica (Pré-Cambriano)
Áreas restritas do Brasil: série Minas, Itacolomi e Lavras (sudeste brasileiro)./ Início da formação dos núcleos e
    escudos brasileiros.
Agora sobre relevo segue os conceitos sobre os tipos de relevo do Brasil e suas
classificações de acordo com a mais moderna de Jurandir Ross.
Planalto: ao contrário do que sugere o nome, é uma superfície irregular com altitude
acima de 300 metros.
É o produto da erosão sobre rochas cristalinas ou sedimentares. Pode ter
morros, serras ou elevações íngremes de topo plano (chapadas).
Planície: superfície muito plana com no máximo 100 metros de altitude. É formada pelo
acúmulo recente de sedimentos movimentados pelas águas do mar, de rios ou de
lagos. Ocupa porção modesta no conjunto do relevo brasileiro.
Depressão: superfície entre 100 e 500 metros de altitude com suave
inclinação, formada por prolongados processos de erosão. É mais plana do que o
planalto. O mapa escolar de Jurandyr é o primeiro a aplicar esse conceito.
Erosão é o desgaste do solo e das rochas e seu transporte, em geral feito
  pela água da chuva, pelo vento ou, ainda, pela ação do gelo, quando expande o material no qual se infiltra a
  água congelada.
  Sedimentação: Acumulação na superfície de sedimentos ou material solido que foi desgastado pelo
  processo erosivo e se concentra em uma região de assentamento.
  Assim, temos por definição:
  - Planalto: forma de relevo em que a erosão supera a sedimentação. Portanto, um relevo que sofre
  desgaste, destruição.
  - Planície: forma de terreno mais ou menos plana em que a sedimentação supera a erosão.
  Portanto, um relevo em formação.
Obs.: Não confundir bacia sedimentar com planície.A estrutura geológica sedimentar corresponde à
  origem, formação e composição do relevo, ocorrida há muito tempo atrás. Durante sua formação, a bacia
  sedimentar era (ou é) uma planície. Porém, hoje, pode estar em um processo de desgaste e corresponder
  a um Planalto Sedimentar. Ex.: Baixo Platô Amazônico.
Classificação do Relevo brasileiro
Clima
Segue mapas e classificações como exige a banca.Massas de ar:
Para entender algumas das características dos tipos de clima no Brasil, interessam as seguintes massas de ar:
Massa equatorial atlântica (mEa) - quente e úmida, domina a parte litorânea da Amazônia e do Nordeste. O centro de origem está
    próximo ao arquipélago dos Açores.
 Massa de ar equatorial continental (mEc) - também quente e úmida. Com centro de origem na parte ocidental da
    Amazônia, domina sua porção noroeste durante o ano inteiro.
lMassa tropical continental (mTc) - quente e seca, origina-se na depressão do Chaco Paraguaio.
Massa polar atlântica (mPa) - fria e úmida, forma-se nas porções do Oceano Atlântico próximo à Patagônia. Atua de forma mais
    intensa no inverno, provocando chuvas e declínio da temperatura. A massa polar atlântica pode chegar até a Amazônia fazendo
    surgir o fenômeno da friagem.
Massa tropical atlântica (mTa)l - quente e úmida atinge grande parte do litoral brasileiro.
m A. Massa Equatorial Atlântica
m B. Massa Equatorial Continental
m C. Massa Tropical Atlântica
m D .Massa Tropical Continental
m E. Massa Tropical Atlântica
l Com base nessas massas de ar que atuam no território brasileiro, podemos agora entender a classificaçãoclimática de Arthur
    Strahler
Classificação Climática Brasileira
A diversificação climática do Brasil se deve a alguns fatores como:
 Posição geográfica e latitude;

 Configuração do território;

 Sistemas atmosféricos.
O domínio amazônico
Nessa região de clima equatorial dominada pela Floresta
Amazônica, as médias térmicas são elevadas e as chuvas
abundantes. Na maior parte deste domínio predominam terras
baixas, de estrutura geológica sedimentar e relevo plano.
A floresta Amazônica apresenta árvores de grande porte e uma
enorme variedade de espécies animais e vegetais (biodiversidade).
Cerca de 15% da área original da floresta já foi desmatada.
O domínio das caatingas
A maior parte desse domínio é uma depressão – área mais baixa
que as terras ao redor – localizada entre planaltos e com presença
de chapadas. O clima é semi-árido, com chuvas escassas e mal
distribuídas ao longo do ano, o que provoca a existência de rios
temporários, ou seja, que secam. A vegetação da caatinga
apresenta plantas com espinhos e aparecem cactos, o que
caracteriza uma formação xerófila (adaptada à escassez de água).
A caatinga desenvolve-se no Sertão nordestino. Cerca de 80% de
sua área já foi devastada pela implantação de atividades agrícolas e
pecuárias.
O domínio dos cerrados
 Neste domínio o clima é tropical típico (semi-úmido), com verão quente
e chuvoso e inverno com temperaturas amenas e baixo índice
pluviométrico. O relevo é predominantemente plano, com presença de
chapadas. A vegetação dos cerrados é constituída predominantemente
por arbustos e vegetação herbácea (rasteira), sendo o ipê a árvore mais
famosa desta formação.
No cerrado a estação seca dura cerca de seis meses e os solos são
predominantemente ácidos e ricos em alumínio. Nas áreas de cultivo de
grãos (soja, arroz, milho, trigo) e algodão, a acidez do solo é corrigida
com a calagem – utilização de calcário. Cerca de metade do cerrado está
ocupada por cultivo de cereais e pela criação de gado.
O domínio dos mares de morros
Neste domínio aparecem várias serras e morros em forma de meia
laranja, chamadas de ―mares de morros‖. É onde encontramos a
Mata Atlântica. A Mata Atlântica é uma floresta densa, que possui
uma enorme biodiversidade. Assim como a floresta
Amazônica, também é latifoliada, ou seja, apresenta folhas grandes
que facilitam o processo de transpiração.
Cerca de 95% da sua área já foram desmatados.
O domínio das araucárias
É uma região de planaltos e serras com clima subtropical - chuvas
bem distribuídas durante o ano e temperaturas médias de inverno
mais baixas que no restante do país. Na mata de araucárias se
destacam os pinheiros (Araucária angustifólia)
Na mata de araucárias as árvores ficam mais distantes entre
si, quando comparada às florestas tropicais. Cerca de 95% da mata
de Araucárias foi devastada pela extração da madeira para a
construção de móveis, casas etc.
O domínio dos campos naturais
Neste domínio aparecem as coxilhas - colinas de ondulação
suave, originariamente recobertas por campos naturais.
A campanha gaúcha também é chamada de pradaria ou pampas.
Cerca de 90% de sua área estão ocupadas pela agricultura e
pecuária.
Hidrografia
Características da Hidrografia brasileira
 Predomínio de rios caudaloso (grande volume) e perenes,consequência do clima úmido do país;
 Existência de rios temporários em pequena quantidade no sertão nordestino;
 Predomínio de foz do tipo estuário(existe apenas um canal de escoamento e não há trabalho de
  acumulação de sedimentos,pois ela é larga) e poucos rios com foz do tipo delta(trabalho de
  sedimentação é intenso,há um grande acumulo de detritos,que dá origem a ilhas muito
  próximas umas das outras,criando uma serie de ramais por onde as águas são escoadas);
 Os regimes fluviais das bacias hidrográficas são predominantemente do tipo pluvial.Em poucos
  casos,há também a ocorrência de regimes nivais,como na bacia Amazônica e do Paraguai;
 Pobre em lagos;
 Os rios possuem predominantemente drenagem exorréica(a drenagem da bacia está voltada
  para o oceano,os rios correm para o mar);
 Os rios correm principalmente sobre planaltos e depressões,o que justifica o grande potencial
  hidráulico.
Sobre bacias hidrográficas,vou repetir o quadro que montei para
responder uma das questões da FCC sobre hidrografia,só que mais
aperfeiçoado que o anterior,segue:

             As grandes bacias são as seguintes :
Nome da Bacia                     Características
Bacia Amazônica                        Maior bacia hidrográfica do mundo;
                                       Boa navegabilidade;
                                       Baixo aproveitamento hidrelétrico.
Bacia do Tocantins- Araguaia           2ª maior Hidrelétrica do Brasil;
                                       Baixa navegabilidade.
Bacia do rio São Francisco             Bacia totalmente brasileira;
                                       Boa navegabilidade;
                                       Bom potencial Hidrelétrico.
Bacia do Paraná(Platina)               1ª maior Hidrelétrica do Brasil garantindo 70 % do
                                       abastecimento de energia elétrica da região sudeste;
                                       Baixa navegabilidade.
Bacia do Paraguai(Platina)             Ótima Navegabilidade;
                                       Pequeno potencial hidrelétrico em razão do relevo que é
                                       pouco acidentado no pantanal mato-grossense.
Bacia do Uruguai                       Pequena utilização para Hidrelétrica e Navegação.
(Platina)                              É a menor dentre as três que forma a bacia Platina;
                                       Região fronteiriça (Brasil e Argentina) dificultando a
                                       implantação de projetos pois exige acordos internacionais.
Fusos Horários
    Como o nosso planeta leva 24 h para dar uma volta completa de
    360º,em torno do eixo polar,existe por convenção as divisões
    horárias ou fusos horários.Assim :
        Em qualquer momento,temos 24 horas distinta em nosso
    planeta;
        Dividindo 360º ,equivalente ao giro da terra,por 24 h,que é a
    duração do movimento,temos que para cada 1 h há 15º da
    esfera.Esse espaço é chamado de fuso horário.O marco 0º é o
    meridiano de Greenwich,ou GMT (Greenwich Mean Time).
E no Brasil...



  O Brasil tinha 4 fusos e agora apresenta só 3 (todos com horas
  atrasadas em relação a Greenwich).
  A hora Oficial do país é aquela que está, em relação a Greenwich, 3
  horas atrasada.
E o que mudou?

 O Acre agora está no terceiro fuso do país (-4 h/Gr.) e o Pará que
 antes tinha dois fusos agora está todo ele no fuso da hora oficial de
 Brasília.

 Lembrando que o nosso estado está no Fuso da hora oficial de
 Brasília.
Horário de Verão
Horário de Verão
Acontece nos estados que apresentam maior Latitude, pois a diferença
de horas de Sol por dia no Verão é bem maior que no Inverno.
A alteração no horário ocorre em três regiões brasileiras: Centro-
Oeste, Sul e Sudeste, além da Bahia, que é o único estado do Nordeste
a adiantar o relógio.
Nas regiões Sudeste e Centro-Oeste juntas, a diminuição projetada do
consumo é 4,6% e corresponde a 2.050 MW, ou duas vezes a demanda
de Belo Horizonte e duas vezes e meia a de Brasília.
Agora é só exercitar com a seleção de exercícios de acordo com o
estilo da banca.Até...
39. Estrutura Geológica




                                 Mapa I                                        Mapa II
(Graça Maria Lemos Ferreira. Geografia em Mapas: Brasil– Complexos regionais. São Paulo: Moderna, 2005. p. 27)
As áreas escuras dos Mapas I e II representam, respectivamente, as seguintes características físico-naturais do
Brasil:
(A) planaltos e planícies.
(B) bacias sedimentares e escudos cristalinos.
(C) florestas tropicais e cerrados.
(D) cerrados e caatingas.
(E) bacias hidrográficas e bacias sedimentares.
Resolução:A questão é resolvida com o conhecimento do conceito e interpretação de umas
palavrinhas,‖Estrutura geológica‖,pois se fala de estrutura geológica pode ter certeza que trata de
formações antigas do relevo brasileiro e logo o candidato por definição saca que a resposta será:
Bacia sedimentar que é a estrutura geológica que corresponde à origem, formação e composição do
relevo, ocorrida há muito tempo atrás. Durante sua formação, a bacia sedimentar era (ou é) uma planície.
Porém, hoje, pode estar em um processo de desgaste e corresponder a um Planalto Sedimentar. Ex.:
Baixo Platô Amazônico e escudos cristalinos ou maciços antigos, que abrangem 36% do território
nacional, são popularmente conhecidos como serras, formações antigas e diversificadas e, por
conseguinte, extremamente desgastadas pela erosão, apresentando altitudes modestas. Nos escudos
cristalinos, originários do período Arqueozóico, a ocorrência de minerais economicamente exploráveis é
pequena; já nos escudos datados do Proterozóico (4% do território brasileiro), proliferam recursos como
o ferro, a bauxita, o manganês, o ouro, a cassiterita e outros minerais metálicos. Obs.: Não confundir
bacia sedimentar com planície.Alternativa B.
Instruções: Para responder às questões de números 69 e 70,
             considere o mapa apresentado abaixo.




(Adaptado de Graça Maria L. Ferreira. Atlas geográfico – Espaço
              Mundial. São Paulo: Moderna 2003)
69. Dentre as características morfoclimáticas da área destacada
no mapa citam-se
(A) planaltos e chapadas, onde predomina o clima tropical.
(B) o predomínio de planícies sob influência do clima tropical
  continental.
(C) planícies e depressões, onde predomina o clima tropical de
  altitude.
(D) serras elevadas sob a influência de clima tropical semiárido.
(E) planaltos e depressões, onde predomina o clima equatorial
  continental.
Resolução:Como a questão trata de características
morfoclimáticas,ou seja a soma de todos os aspectos que influi no
clima,como relevo,vegetação ,rios e solos,daremos uma atenção
especial ao clima e ao relevo.Olhando o mapa a parte destacada
está entre Piauí e Maranhão, de acordo com o conceito e divisão do
clima no Brasil,que veremos mais adiante,nesta região há um
predomínio do clima tropical,mas não ganha a questão,pois estamos
entre 2 alternativas A e C,ai teremos de recorrer ao mapa de relevo
do Brasil que nos diz que nesta região pela classificação de
Jurandir Ross existe ―planaltos e chapadas ―da bacia do
Parnaíba,assim acertamos a questão alternativa A.
70. O Brasil é um país com inúmeros rios, muitos dos quais destacados mundialmente pela grande extensão e
    volume de águas. Pelas características do relevo da área que atravessam, alguns rios podem ser facilmente
    aproveitados:

1. para circulação de barcos e navios de médio porte (hidrovias);

2. para a produção de energia hidrelétrica.

Os rios que apresentam, respectivamente, as características descritas são:
Resolução:Para resolver esta questão é preciso conhecer as características de cada bacia hidrográfica brasileira,e analisá-la
junto com o mapa acima,que mostra os rios principais de cada uma delas.Tendo este conhecimento dá pra montar uma
tabelinha, igual a minha que está abaixo,com o numero do rio no mapa da questão,o nome da bacia que ele está inserido e a
característica que pede a questão.Veja só:

    Numero no mapa                         Nome da Bacia                          Características

    I                                      Bacia Amazônica                        Navegação

    II                                     Bacia do Tocantins- Araguaia           2ª maior Hidrelétrica do Brasil

    III                                    Bacia do rio São Francisco             Navegação e Hidrelétrica

    IV                                     Bacia do Paraná                        1ª maior Hidrelétrica do Brasil

    V                                      Bacia do Paraguai                      Navegação

    VI                                     Bacia do Uruguai                         Pequena utilização para Hidrelétrica
                                                                                    e Navegação.
Pronto! Identificou os rios e bacias e montou a tabela pra organizar as informações,agora é só comparar com as alternativas e
aquela que atender o que se pede na pergunta em sintonia com as informações da tabela,trará como alternativa correta a letra
B.
Questões comentadas da FCC
Resolução:Mais uma questão de classificações e conceitos,observe
que se você possuir o conhecimento sobre as classificações entre
os 2 aspectos( relevo e vegetação) é questão garantida.Essa
questão foi da prova de 2006 da Pm-Ba,veja a
resolução.Observando o mapa que determina a classificação de
relevo,proposta por Jurandyr Ross e associando com o mapa de
domínio morfoclimatico,o resultado é a letra C.
36. Anualmente, quando tem início o período de chuvas, ocorrem em várias partes do Brasil cenas de escorregamento como esta.
http://correio24horas.com
Sobre a situação apresentada, são feitas as seguintes
afirmações:
I. Problemas de deslizamentos de terra em áreas
íngremes ocorrem por causa das chuvas e não pela
ocupação indevida da área.
II. As encostas dos morros tornam-se, muitas vezes, a
única alternativa de moradia para a população mais                                      http://correio24horas.com
pobre.
III. As encostas de morros, quando desmatadas e
ocupadas por construções irregulares, são consideradas
áreas de risco.
Está correto o que se afirma APENAS em
(A) I.
(B) I e II.
(C) I e III.
(D) II e III.
(E) II.
Resolução:Vamos analisar cada uma das afirmativas.

I. Problemas de deslizamentos de terra em áreas íngremes ocorrem por causa das chuvas e
    não pela ocupação indevida da área.Errada,pois é sabido que a falta de gestão sobre o uso do
    solo no espaço urbano é um dos grandes problemas da atualidade e que a chuva apenas agrava
    o problema por culpa da desordenação deste uso.

II. As encostas dos morros tornam-se, muitas vezes, a única alternativa de moradia para a
    população mais pobre.Correta.Aumento populacional,fluxo migratório,desemprego e etc., são
    fatores que contribuem para a veracidade desta afirmativa.

III. As encostas de morros, quando desmatadas e ocupadas por construções irregulares, são
     consideradas áreas de risco.Correta.O desmatamento desprotege o solo tornando-o
     vulnerável a erosões e quando a água se infiltra no solo,pode causar deslizamento por diminuir
     a rigidez do mesmo.

Alternativa correta letra D.
39. Considere o perfil topográfico e o mapa do Nordeste apresentados a seguir.




O perfil apresentado destaca as formas de relevo atravessadas pela linha
(A) 1.
(B) 2.
(C) 3.
(D) 4.
(E) 5.
Resolução:Esta questão da prova da PM-Ba em 2008,pede do
candidato a noção sobre o que é perfil topográfico que é um recorte
do relevo que vai de um ponto a outro unindo pontos de mesma
altitude,os chamados ―isoípsas‖.E ele também precisa se localizar
pois sabendo que a serra do Espigão Mestre é divisor de
águas, entre as bacias do Tocantins e do São Francisco onde
nascem vários de seus afluentes,ele irá concluir que a reta que dá
origem ao perfil do lado esquerdo é a 5 ou seja alternativa E.
01. (UNIVEST) Os escudos ou maciços antigos brasileiros formaram-
se na era:

a) cenozóica
b) terciária
c) pré-cambriana
d) mesozóica
e) quaternária
02. (UEMA) Entres os três tipos principais de estruturas geológicas é
correto afirmar que NÃO existe no território:

a) bacias sedimentares;
b) escudos cristalinos;
c) dobramentos modernos;
d) terrenos pré-cambrianos;
e) jazidas petrolíferas.
03. (ANÁPOLIS) Os terrenos cristalinos de origem proterozóica do
Brasil caracterizam-se:

a) por formarem extensas planícies aluvionais.
b) pela grande riqueza em minerais metálicos.
c) pelas altitudes superiores a 3000m.
d) pela ocorrência de combustíveis fósseis.
e) pelo solo tipo terra roxa.
04. (PUC) As porções orientais do território brasileiro, em termos de
clima, sofrem maior intervenção da massa de ar:

a) Equatorial Continental (Ec)
b) Equatorial Atlântica (Ea)
c) Tropical Continental (Tc)
d) Tropical Atlântica (Ta)
e) Polar Atlântica (Pa)
05. Leia atentamente e verifique quais são Verdadeiras e quais são Falsas
I - Domínio é o conjunto natural onde há uma interação entre os elementos da
natureza com um deles predominando.
II - Faixa de transição é a área de terra onde há uma certa homogeneidade dos
elementos naturais.
III - O domínio morfoclimático inclui, além do clima e do relevo, elementos da
vegetação, hidrografia e pedologia.
IV - Clima e relevo são os elementos mais importantes do domínio por se
constituírem na causa dos demais.
V - A vegetação não é considerada um dos elementos definidos da
paisagem, pois é o elemento mais resistente da paisagem.
a)I – F, II – F, III – V, IV – V, V – V
b)I – V, II – F, III – V, IV – V, V – F
c)I – V, II – V, III – F, IV – V, V – V
d)I – F, II – F, III – F, IV – F, V – F
e)I – F, II – F, III – V, IV – F, V – V
06. (PUC) As porções orientais do território brasileiro, em termos
de clima, sofrem maior intervenção da massa de ar:

a)Tropical Atlântica (Ta)
b)Tropical Continental (Tc)
c)Equatorial Continental (Ec)
d)Equatorial Atlântica (Ea)
07. (FUVEST) Mandacaru, xiquexique e facheiro são algumas das
espécies vegetais que aparecem:

a) no cerrado
b) na caatinga
c) no manguezal
d) na floresta tropical
e) n.d.a.
Questão 08 – Atualmente fala-se em ―Guerra Cirúrgica‖, tipo de ofensiva
  militar baseada no ataque a alvos específicos em um território, que
  abalam as estruturas econômicas e produtivas de um país, com objetivo
  de minimizar as vítimas civis. Foi assim na Guerra dos Bálcãs em
  1998, na qual a força de coalizão da OTAN apenas atirou em alvos
  estratégicos para desestabilizar os Sérvios na Iugoslávia. Entre os alvos
  estratégicos podemos citar as hidroelétricas ou usinas termelétricas.
  Observando a potencialidade hidrelétrica do Brasil, qual a bacia que
  possui o maior potencial hidrelétrico instalado:

a) Bacia Amazônica
b) Bacia do Paraná
c) Bacia do Nordeste
d) Bacia do São Francisco
09. (UFRJ) A bacia hidrográfica brasileira com maior possibilidade
de navegação é:

a) Bacia do São Francisco;
b) Bacia do Paraná;
c) Bacia do Uruguai;
d) Bacia Amazônica;
e) Bacia do Paraíba do Sul.
10. (FUND. OSWALDO CRUZ) A rede hidrográfica brasileira
apresenta, dentre outras, as seguintes características:

a) grande potencial hidráulico, predomínio de rios perenes e
predomínio de foz do tipo delta.
b) drenagem exorréica, predomínio de rios de planalto e predomínio
de foz do tipo estuário.
c) predomínio de rios temporários, drenagem endorréica e grande
potencial hidráulico.
d) regime de alimentação pluvial, baixo potencial hidráulico e
predomínio de rios de planície.
e) drenagem endorréica, predomínio de rios perenes e regime de
alimentação pluvial.
11. (UNIV. CATÓLICA - Pelotas) A Bacia Platina é formada por grandes
bacias secundárias, possuindo o maior potencial hidrelétrico
instalado no Brasil, e a maior usina hidrelétrica construída até hoje.
Esse potencial é localizado na bacia do rio:

a) Piratini
b) Uruguai
c) Paraguai
d) Paraná
e) São Francisco
12. (UNIV. ESTÁCIO DE SÁ) Aponte a afirmativa incorreta:

a) O regime dos rios brasileiros depende das chuvas de verão.
b) Talvegue é a linha de maior profundidade do leito do rio.
c) Os rios brasileiros possuem um regime pluvial, excetuando-se o
Amazonas que é complexo.
d) Todos os rios do Brasil podem ser caracterizados como perenes.
e) A foz de um rio pode ser de dois tipos: o estuário, livre de
obstáculos, e o delta, com ilhas de luvião separadas por uma rede
de canais.
13. (FAC. AGRONOMIA E ZOOTECNIA de Uberaba) Leia as afirmativas abaixo sobre a hidrografia
brasileira:

I. É a maior das três bacias que formam a Bacia Platina, pois possui 891.309 km2, o que
corresponde a 10,4% da área do território brasileiro.

II. Possui a maior potência instalada de energia elétrica, destacando-se algumas grandes
usinas.
III. Em virtude de suas quedas d'água, a navegação é difícil. Entretanto, com a instalação de
usinas hidrelétricas, muitas delas já possuem eclusas para permitir a navegação.

Estas características referem-se à bacia do:
 a) Uruguai
b) São Francisco
c) Paraná
d) Paraguai
e) Amazonas
Gabarito Exercícios
Relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários.
                          01-C
                         02-C
                         03-B
                         04-D
                         05-B
                         06-A
                         07-B
                         08-B
                         09-D
                         10-B
                          11-D
                         12-D
                         13-C
   http://blogdomarcelocaetano.blogspot.com.br/2012/04/resumo-
    3-ano-santa-ines.html
   http://www.geografiaparatodos.com.br/index.php?pag=mapas
   Moraes,Paulo Roberto - Geografia Geral e do Brasil-3ª Ed.—São
    Paulo:Editora:Harbra,2005.
   http://www.coladaweb.com/exercicios-resolvidos/exercicios-
    resolvidos-de-geografia
   http://www.vestibular1.com.br/exercicios/especificos_geografia.ht
    m

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Região sul
Região sulRegião sul
Região sul
flaviocosac
 
Clima e vegetação do Brasil
Clima e vegetação do BrasilClima e vegetação do Brasil
Clima e vegetação do Brasil
Portal do Vestibulando
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
Professor
 
Localização do território brasileiro
Localização do território brasileiroLocalização do território brasileiro
Localização do território brasileiro
Gabrielly Peixoto
 
7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
Christie Freitas
 
Relevo Brasileiro
 Relevo Brasileiro Relevo Brasileiro
Relevo Brasileiro
Stéfano Silveira
 
Aula Tempo e clima (Geografia 6o ano)
Aula Tempo e clima (Geografia 6o ano)Aula Tempo e clima (Geografia 6o ano)
Aula Tempo e clima (Geografia 6o ano)
Yasmim Ribeiro
 
7º ano unidade 5 - Região Norte
7º ano   unidade 5 - Região Norte7º ano   unidade 5 - Região Norte
7º ano unidade 5 - Região Norte
Christie Freitas
 
[Material de aula] região sudeste
[Material de aula] região sudeste[Material de aula] região sudeste
[Material de aula] região sudeste
flaviocosac
 
Região sul do Brasil
Região sul do BrasilRegião sul do Brasil
Região sul do Brasil
Nome Sobrenome
 
America do sul.revisão.
America do sul.revisão.America do sul.revisão.
America do sul.revisão.
Camila Brito
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Região centro oeste
Região centro oesteRegião centro oeste
Região centro oeste
John Joseph
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Professor
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
Prof. Francesco Torres
 
Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste
Vania Leão
 
Formação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do BrasilFormação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do Brasil
Luciano Pessanha
 
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Christie Freitas
 
As paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasilAs paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasil
Fatima Freitas
 
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
Prof.Paulo/geografia
 

Mais procurados (20)

Região sul
Região sulRegião sul
Região sul
 
Clima e vegetação do Brasil
Clima e vegetação do BrasilClima e vegetação do Brasil
Clima e vegetação do Brasil
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
 
Localização do território brasileiro
Localização do território brasileiroLocalização do território brasileiro
Localização do território brasileiro
 
7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
 
Relevo Brasileiro
 Relevo Brasileiro Relevo Brasileiro
Relevo Brasileiro
 
Aula Tempo e clima (Geografia 6o ano)
Aula Tempo e clima (Geografia 6o ano)Aula Tempo e clima (Geografia 6o ano)
Aula Tempo e clima (Geografia 6o ano)
 
7º ano unidade 5 - Região Norte
7º ano   unidade 5 - Região Norte7º ano   unidade 5 - Região Norte
7º ano unidade 5 - Região Norte
 
[Material de aula] região sudeste
[Material de aula] região sudeste[Material de aula] região sudeste
[Material de aula] região sudeste
 
Região sul do Brasil
Região sul do BrasilRegião sul do Brasil
Região sul do Brasil
 
America do sul.revisão.
America do sul.revisão.America do sul.revisão.
America do sul.revisão.
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Região centro oeste
Região centro oesteRegião centro oeste
Região centro oeste
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
 
Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste Geografia do Brasil - Região Nordeste
Geografia do Brasil - Região Nordeste
 
Formação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do BrasilFormação Territorial Do Brasil
Formação Territorial Do Brasil
 
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
 
As paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasilAs paisagens vegetais do brasil
As paisagens vegetais do brasil
 
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
 

Semelhante a Geografia do brasil relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários-pm ba

A natureza brasileira - GEO PM 2011
A natureza brasileira - GEO PM 2011A natureza brasileira - GEO PM 2011
A natureza brasileira - GEO PM 2011
Bruna Azevedo
 
Atividade 02 curso geografia aplicada
Atividade 02 curso geografia aplicadaAtividade 02 curso geografia aplicada
Atividade 02 curso geografia aplicada
nairaeliza
 
Paisagem natural trabalho
Paisagem natural trabalhoPaisagem natural trabalho
Paisagem natural trabalho
Renan Diego
 
As paisagens e o relevo
As paisagens e o relevoAs paisagens e o relevo
As paisagens e o relevo
Salageo Cristina
 
Pdf geografia
Pdf geografiaPdf geografia
Pdf geografia
EMSNEWS
 
Apostila Geografia
Apostila GeografiaApostila Geografia
Apostila Geografia
Maurício Vieira
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
karolpoa
 
Dominios Climatobotanicos-Brasileiros
Dominios Climatobotanicos-BrasileirosDominios Climatobotanicos-Brasileiros
Dominios Climatobotanicos-Brasileiros
Stéfano Silveira
 
GEOGRAFIA, apostila-300pag pré vestibular gratuita material para estudar em pdf
GEOGRAFIA, apostila-300pag pré vestibular gratuita material para estudar em pdfGEOGRAFIA, apostila-300pag pré vestibular gratuita material para estudar em pdf
GEOGRAFIA, apostila-300pag pré vestibular gratuita material para estudar em pdf
Luiz Avelar
 
Geografia
GeografiaGeografia
Paisagens naturais da terra
Paisagens naturais da terraPaisagens naturais da terra
Paisagens naturais da terra
Nome Sobrenome
 
Relevo continental e submarino
Relevo continental e submarinoRelevo continental e submarino
Relevo continental e submarino
profleofonseca
 
Relevo Brasileiro 2
Relevo Brasileiro 2Relevo Brasileiro 2
Relevo Brasileiro 2
Paulo Sindeaux
 
Dominios climatobotanicos-brasileiros
Dominios climatobotanicos-brasileirosDominios climatobotanicos-brasileiros
Dominios climatobotanicos-brasileiros
Marcelo Nascimento
 
Trabalho de geografia1
Trabalho de geografia1Trabalho de geografia1
Trabalho de geografia1
olecramsepol
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
ceama
 
Biogeografia 6
Biogeografia 6Biogeografia 6
Biogeografia 6
Virna Salgado Barra
 
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais
Alexandre Alves
 
Relevo2
Relevo2Relevo2
Porradão do Bartinho
Porradão do BartinhoPorradão do Bartinho
Porradão do Bartinho
Rogério Bartilotti
 

Semelhante a Geografia do brasil relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários-pm ba (20)

A natureza brasileira - GEO PM 2011
A natureza brasileira - GEO PM 2011A natureza brasileira - GEO PM 2011
A natureza brasileira - GEO PM 2011
 
Atividade 02 curso geografia aplicada
Atividade 02 curso geografia aplicadaAtividade 02 curso geografia aplicada
Atividade 02 curso geografia aplicada
 
Paisagem natural trabalho
Paisagem natural trabalhoPaisagem natural trabalho
Paisagem natural trabalho
 
As paisagens e o relevo
As paisagens e o relevoAs paisagens e o relevo
As paisagens e o relevo
 
Pdf geografia
Pdf geografiaPdf geografia
Pdf geografia
 
Apostila Geografia
Apostila GeografiaApostila Geografia
Apostila Geografia
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Dominios Climatobotanicos-Brasileiros
Dominios Climatobotanicos-BrasileirosDominios Climatobotanicos-Brasileiros
Dominios Climatobotanicos-Brasileiros
 
GEOGRAFIA, apostila-300pag pré vestibular gratuita material para estudar em pdf
GEOGRAFIA, apostila-300pag pré vestibular gratuita material para estudar em pdfGEOGRAFIA, apostila-300pag pré vestibular gratuita material para estudar em pdf
GEOGRAFIA, apostila-300pag pré vestibular gratuita material para estudar em pdf
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
Paisagens naturais da terra
Paisagens naturais da terraPaisagens naturais da terra
Paisagens naturais da terra
 
Relevo continental e submarino
Relevo continental e submarinoRelevo continental e submarino
Relevo continental e submarino
 
Relevo Brasileiro 2
Relevo Brasileiro 2Relevo Brasileiro 2
Relevo Brasileiro 2
 
Dominios climatobotanicos-brasileiros
Dominios climatobotanicos-brasileirosDominios climatobotanicos-brasileiros
Dominios climatobotanicos-brasileiros
 
Trabalho de geografia1
Trabalho de geografia1Trabalho de geografia1
Trabalho de geografia1
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
Biogeografia 6
Biogeografia 6Biogeografia 6
Biogeografia 6
 
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais
 
Relevo2
Relevo2Relevo2
Relevo2
 
Porradão do Bartinho
Porradão do BartinhoPorradão do Bartinho
Porradão do Bartinho
 

Mais de Nilberte

Aula de informatica 02
Aula de informatica 02Aula de informatica 02
Aula de informatica 02
Nilberte
 
Slide 02 pontuação
Slide 02 pontuaçãoSlide 02 pontuação
Slide 02 pontuação
Nilberte
 
Raciocinio logico aula 2
Raciocinio logico aula 2Raciocinio logico aula 2
Raciocinio logico aula 2
Nilberte
 
Morfologia
MorfologiaMorfologia
Morfologia
Nilberte
 
Flexão verbal
Flexão verbalFlexão verbal
Flexão verbal
Nilberte
 
Flexão nominal adjetivo
Flexão nominal   adjetivoFlexão nominal   adjetivo
Flexão nominal adjetivo
Nilberte
 
Dissertação
DissertaçãoDissertação
Dissertação
Nilberte
 
Formação do estado republicano revolução de 30 e primeira guerra mundial
Formação do estado republicano   revolução de 30 e primeira guerra mundialFormação do estado republicano   revolução de 30 e primeira guerra mundial
Formação do estado republicano revolução de 30 e primeira guerra mundial
Nilberte
 
Declaração universal dos direitos humanos
Declaração universal dos direitos humanosDeclaração universal dos direitos humanos
Declaração universal dos direitos humanos
Nilberte
 
Direito penal,contravenção,imputabilidade penal , dos crimes contra a vida e ...
Direito penal,contravenção,imputabilidade penal , dos crimes contra a vida e ...Direito penal,contravenção,imputabilidade penal , dos crimes contra a vida e ...
Direito penal,contravenção,imputabilidade penal , dos crimes contra a vida e ...
Nilberte
 
Direito penal do crime
Direito penal  do crimeDireito penal  do crime
Direito penal do crime
Nilberte
 
Direitos e garantias fundamentais (parte 2)
Direitos e garantias fundamentais (parte 2)Direitos e garantias fundamentais (parte 2)
Direitos e garantias fundamentais (parte 2)
Nilberte
 
Direito administrativos agentes públicos
Direito administrativos agentes públicosDireito administrativos agentes públicos
Direito administrativos agentes públicos
Nilberte
 
Aula de matematica
Aula de matematicaAula de matematica
Aula de matematica
Nilberte
 
Slide de português 01 curso sac
Slide de português 01 curso sacSlide de português 01 curso sac
Slide de português 01 curso sac
Nilberte
 
Slide 05 grafia e acentuação
Slide 05 grafia e acentuaçãoSlide 05 grafia e acentuação
Slide 05 grafia e acentuação
Nilberte
 
Slide 04 emprego de pronomes
Slide 04 emprego de pronomesSlide 04 emprego de pronomes
Slide 04 emprego de pronomes
Nilberte
 
Slide 03 concordancia
Slide 03 concordanciaSlide 03 concordancia
Slide 03 concordancia
Nilberte
 
Aula de informatica 01
Aula de informatica 01Aula de informatica 01
Aula de informatica 01
Nilberte
 
Neocontextual portifolio
Neocontextual portifolioNeocontextual portifolio
Neocontextual portifolio
Nilberte
 

Mais de Nilberte (20)

Aula de informatica 02
Aula de informatica 02Aula de informatica 02
Aula de informatica 02
 
Slide 02 pontuação
Slide 02 pontuaçãoSlide 02 pontuação
Slide 02 pontuação
 
Raciocinio logico aula 2
Raciocinio logico aula 2Raciocinio logico aula 2
Raciocinio logico aula 2
 
Morfologia
MorfologiaMorfologia
Morfologia
 
Flexão verbal
Flexão verbalFlexão verbal
Flexão verbal
 
Flexão nominal adjetivo
Flexão nominal   adjetivoFlexão nominal   adjetivo
Flexão nominal adjetivo
 
Dissertação
DissertaçãoDissertação
Dissertação
 
Formação do estado republicano revolução de 30 e primeira guerra mundial
Formação do estado republicano   revolução de 30 e primeira guerra mundialFormação do estado republicano   revolução de 30 e primeira guerra mundial
Formação do estado republicano revolução de 30 e primeira guerra mundial
 
Declaração universal dos direitos humanos
Declaração universal dos direitos humanosDeclaração universal dos direitos humanos
Declaração universal dos direitos humanos
 
Direito penal,contravenção,imputabilidade penal , dos crimes contra a vida e ...
Direito penal,contravenção,imputabilidade penal , dos crimes contra a vida e ...Direito penal,contravenção,imputabilidade penal , dos crimes contra a vida e ...
Direito penal,contravenção,imputabilidade penal , dos crimes contra a vida e ...
 
Direito penal do crime
Direito penal  do crimeDireito penal  do crime
Direito penal do crime
 
Direitos e garantias fundamentais (parte 2)
Direitos e garantias fundamentais (parte 2)Direitos e garantias fundamentais (parte 2)
Direitos e garantias fundamentais (parte 2)
 
Direito administrativos agentes públicos
Direito administrativos agentes públicosDireito administrativos agentes públicos
Direito administrativos agentes públicos
 
Aula de matematica
Aula de matematicaAula de matematica
Aula de matematica
 
Slide de português 01 curso sac
Slide de português 01 curso sacSlide de português 01 curso sac
Slide de português 01 curso sac
 
Slide 05 grafia e acentuação
Slide 05 grafia e acentuaçãoSlide 05 grafia e acentuação
Slide 05 grafia e acentuação
 
Slide 04 emprego de pronomes
Slide 04 emprego de pronomesSlide 04 emprego de pronomes
Slide 04 emprego de pronomes
 
Slide 03 concordancia
Slide 03 concordanciaSlide 03 concordancia
Slide 03 concordancia
 
Aula de informatica 01
Aula de informatica 01Aula de informatica 01
Aula de informatica 01
 
Neocontextual portifolio
Neocontextual portifolioNeocontextual portifolio
Neocontextual portifolio
 

Geografia do brasil relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários-pm ba

  • 1.
  • 2. Assuntos abordados neste slide:  Relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários ;  Exercícios.
  • 3. Relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários. Olá galera estou aqui com o objetivo de explicar da forma mais didática possível a forma que a banca FCC utiliza para trabalhar a disciplina:Geografia do Brasil nas provas elaboradas por ela.Este curso visa ensinar ou aperfeiçoar o candidato com relação à disciplina.Hoje o assunto trabalhado será :relevo,clima,vegetação,hidrografia e fusos horários,de acordo com o edital publicado em 2009 para o concurso da PM-BA.Em analise sobre os assuntos abordados nas 2 ultimas provas (2006 e 2009) para a PM-BA,dentre os temas citados acima precisa-se de uma atenção especial para os assuntos que são :relevo e clima,pois são os que são mais trabalhados analisando as mesmas.Os outros são possíveis de cair,pois esta no edital e como a banca pode mudar suas cobranças é bom estudar,mas focando em relevo e clima,o candidato já garante 2 questões das 5 que são abordadas na prova,fica a dica. Vamos lá!
  • 4. Relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários. Sobre o assunto relevo como visto nas provas anteriores a banca da FCC,só exige do candidato conhecimento sobre as classificações de relevo mais atual que no caso é a de Jurandir Ross e que o mesmo decore estas classificações.Então fixe bem estas classificações. Primeiro vamos fixar bem a localização de cada estado de acordo com o mapa do Brasil,para na hora da prova não ficar se atrapalhando achando que Tocantins é Piauí ,pois os nomes de cada um não estará descrito no mapa,como já vimos na resolução de exercícios.
  • 5. Agora que já fixamos os estados e regiões,se ligue grave também cada capital,pois pode ser importante na hora de decidir qual a alternativa certa. Visto que em uma das provas da FCC,nos deparamos com o assunto ―Formação Geológica‖,melhor nos prevenirmos e já ficar na mente com o esqueminha que montei com conceitos importantes e o mapa de distribuição.Veja:
  • 6. Estruturas geológicas Os dobramentos modernos, ou cadeias orogênicas recentes, correspondem às grandes cadeias montanhosas do globo datadas do período Terciário da Era Cenozóica. Sua gênese é explicada pelo movimento das placas tectônicas. Os principais exemplos desse fenômeno são os Andes, os Alpes, o Himalaia e as Montanhas Rochosas. Por serem de formação recente, não foram ainda desgastadas pela erosão e apresentam altitudes elevadas. O Brasil, por exemplo, não conhece formações geradas por dobramentos modernos. Os escudos cristalinos ou maciços antigos, que abrangem 36% do território nacional, são popularmente conhecidos como serras, formações antigas e diversificadas e, por conseguinte, extremamente desgastadas pela erosão, apresentando altitudes modestas. Nos escudos cristalinos, originários do período Arqueozóico, a ocorrência de minerais economicamente exploráveis é pequena; já nos escudos datados do Proterozóico (4% do território brasileiro), proliferam recursos como o ferro, a bauxita, o manganês, o ouro, a cassiterita e outros minerais metálicos.64% da superfície do território nacional consiste de bacias sedimentares: depressões do terreno preenchidas por sedimentos. Sua importância econômica é grande, pois aí surgem combustíveis fósseis: petróleo, carvão mineral e xisto.
  • 7.
  • 8. E pra fechar esse assunto segue ai o esqueminha com as eras geológicas e os eventos que ocorreram no Brasil. Características no Brasil Era Cenozóica Sedimentação da Amazônia, Pantanal e Litoral. Grandes abalos tectônicos. Terrenos na Amazônia, rio Parnaíba e litoral do Nordeste. Grandes migrações de animais. Era Mesozóica Formação de bacias do Paraná-Uruguai, Tocantins-Araguaia e São Francisco. Formação de desertos no planalto Meridional. Derrame de lava (deserto de Botucatu). Era Paleozóica Intensa erosão dos terrenos brasileiros Início da formação das grandes bacias sedimentares brasileiras com a acumulação de sedimentos entre nossos escudos e núcleos. O continente americano fazia parte do gigantesco continente gondwânico. Grandes abalos orogênicos em nossos terrenos. Jazidas de carvão mineral no sul do Brasill. Era Proterozóica (Pré-Cambriano) Áreas restritas do Brasil: série Minas, Itacolomi e Lavras (sudeste brasileiro)./ Início da formação dos núcleos e escudos brasileiros.
  • 9. Agora sobre relevo segue os conceitos sobre os tipos de relevo do Brasil e suas classificações de acordo com a mais moderna de Jurandir Ross. Planalto: ao contrário do que sugere o nome, é uma superfície irregular com altitude acima de 300 metros. É o produto da erosão sobre rochas cristalinas ou sedimentares. Pode ter morros, serras ou elevações íngremes de topo plano (chapadas).
  • 10. Planície: superfície muito plana com no máximo 100 metros de altitude. É formada pelo acúmulo recente de sedimentos movimentados pelas águas do mar, de rios ou de lagos. Ocupa porção modesta no conjunto do relevo brasileiro.
  • 11. Depressão: superfície entre 100 e 500 metros de altitude com suave inclinação, formada por prolongados processos de erosão. É mais plana do que o planalto. O mapa escolar de Jurandyr é o primeiro a aplicar esse conceito.
  • 12. Erosão é o desgaste do solo e das rochas e seu transporte, em geral feito pela água da chuva, pelo vento ou, ainda, pela ação do gelo, quando expande o material no qual se infiltra a água congelada. Sedimentação: Acumulação na superfície de sedimentos ou material solido que foi desgastado pelo processo erosivo e se concentra em uma região de assentamento. Assim, temos por definição: - Planalto: forma de relevo em que a erosão supera a sedimentação. Portanto, um relevo que sofre desgaste, destruição. - Planície: forma de terreno mais ou menos plana em que a sedimentação supera a erosão. Portanto, um relevo em formação. Obs.: Não confundir bacia sedimentar com planície.A estrutura geológica sedimentar corresponde à origem, formação e composição do relevo, ocorrida há muito tempo atrás. Durante sua formação, a bacia sedimentar era (ou é) uma planície. Porém, hoje, pode estar em um processo de desgaste e corresponder a um Planalto Sedimentar. Ex.: Baixo Platô Amazônico.
  • 14. Clima Segue mapas e classificações como exige a banca.Massas de ar:
  • 15. Para entender algumas das características dos tipos de clima no Brasil, interessam as seguintes massas de ar: Massa equatorial atlântica (mEa) - quente e úmida, domina a parte litorânea da Amazônia e do Nordeste. O centro de origem está próximo ao arquipélago dos Açores. Massa de ar equatorial continental (mEc) - também quente e úmida. Com centro de origem na parte ocidental da Amazônia, domina sua porção noroeste durante o ano inteiro. lMassa tropical continental (mTc) - quente e seca, origina-se na depressão do Chaco Paraguaio. Massa polar atlântica (mPa) - fria e úmida, forma-se nas porções do Oceano Atlântico próximo à Patagônia. Atua de forma mais intensa no inverno, provocando chuvas e declínio da temperatura. A massa polar atlântica pode chegar até a Amazônia fazendo surgir o fenômeno da friagem. Massa tropical atlântica (mTa)l - quente e úmida atinge grande parte do litoral brasileiro. m A. Massa Equatorial Atlântica m B. Massa Equatorial Continental m C. Massa Tropical Atlântica m D .Massa Tropical Continental m E. Massa Tropical Atlântica l Com base nessas massas de ar que atuam no território brasileiro, podemos agora entender a classificaçãoclimática de Arthur Strahler
  • 16. Classificação Climática Brasileira A diversificação climática do Brasil se deve a alguns fatores como:  Posição geográfica e latitude;  Configuração do território;  Sistemas atmosféricos.
  • 17.
  • 18. O domínio amazônico Nessa região de clima equatorial dominada pela Floresta Amazônica, as médias térmicas são elevadas e as chuvas abundantes. Na maior parte deste domínio predominam terras baixas, de estrutura geológica sedimentar e relevo plano. A floresta Amazônica apresenta árvores de grande porte e uma enorme variedade de espécies animais e vegetais (biodiversidade). Cerca de 15% da área original da floresta já foi desmatada.
  • 19. O domínio das caatingas A maior parte desse domínio é uma depressão – área mais baixa que as terras ao redor – localizada entre planaltos e com presença de chapadas. O clima é semi-árido, com chuvas escassas e mal distribuídas ao longo do ano, o que provoca a existência de rios temporários, ou seja, que secam. A vegetação da caatinga apresenta plantas com espinhos e aparecem cactos, o que caracteriza uma formação xerófila (adaptada à escassez de água). A caatinga desenvolve-se no Sertão nordestino. Cerca de 80% de sua área já foi devastada pela implantação de atividades agrícolas e pecuárias.
  • 20. O domínio dos cerrados Neste domínio o clima é tropical típico (semi-úmido), com verão quente e chuvoso e inverno com temperaturas amenas e baixo índice pluviométrico. O relevo é predominantemente plano, com presença de chapadas. A vegetação dos cerrados é constituída predominantemente por arbustos e vegetação herbácea (rasteira), sendo o ipê a árvore mais famosa desta formação. No cerrado a estação seca dura cerca de seis meses e os solos são predominantemente ácidos e ricos em alumínio. Nas áreas de cultivo de grãos (soja, arroz, milho, trigo) e algodão, a acidez do solo é corrigida com a calagem – utilização de calcário. Cerca de metade do cerrado está ocupada por cultivo de cereais e pela criação de gado.
  • 21. O domínio dos mares de morros Neste domínio aparecem várias serras e morros em forma de meia laranja, chamadas de ―mares de morros‖. É onde encontramos a Mata Atlântica. A Mata Atlântica é uma floresta densa, que possui uma enorme biodiversidade. Assim como a floresta Amazônica, também é latifoliada, ou seja, apresenta folhas grandes que facilitam o processo de transpiração. Cerca de 95% da sua área já foram desmatados.
  • 22. O domínio das araucárias É uma região de planaltos e serras com clima subtropical - chuvas bem distribuídas durante o ano e temperaturas médias de inverno mais baixas que no restante do país. Na mata de araucárias se destacam os pinheiros (Araucária angustifólia) Na mata de araucárias as árvores ficam mais distantes entre si, quando comparada às florestas tropicais. Cerca de 95% da mata de Araucárias foi devastada pela extração da madeira para a construção de móveis, casas etc.
  • 23. O domínio dos campos naturais Neste domínio aparecem as coxilhas - colinas de ondulação suave, originariamente recobertas por campos naturais. A campanha gaúcha também é chamada de pradaria ou pampas. Cerca de 90% de sua área estão ocupadas pela agricultura e pecuária.
  • 24. Hidrografia Características da Hidrografia brasileira  Predomínio de rios caudaloso (grande volume) e perenes,consequência do clima úmido do país;  Existência de rios temporários em pequena quantidade no sertão nordestino;  Predomínio de foz do tipo estuário(existe apenas um canal de escoamento e não há trabalho de acumulação de sedimentos,pois ela é larga) e poucos rios com foz do tipo delta(trabalho de sedimentação é intenso,há um grande acumulo de detritos,que dá origem a ilhas muito próximas umas das outras,criando uma serie de ramais por onde as águas são escoadas);  Os regimes fluviais das bacias hidrográficas são predominantemente do tipo pluvial.Em poucos casos,há também a ocorrência de regimes nivais,como na bacia Amazônica e do Paraguai;  Pobre em lagos;  Os rios possuem predominantemente drenagem exorréica(a drenagem da bacia está voltada para o oceano,os rios correm para o mar);  Os rios correm principalmente sobre planaltos e depressões,o que justifica o grande potencial hidráulico.
  • 25.
  • 26. Sobre bacias hidrográficas,vou repetir o quadro que montei para responder uma das questões da FCC sobre hidrografia,só que mais aperfeiçoado que o anterior,segue: As grandes bacias são as seguintes :
  • 27. Nome da Bacia Características Bacia Amazônica Maior bacia hidrográfica do mundo; Boa navegabilidade; Baixo aproveitamento hidrelétrico. Bacia do Tocantins- Araguaia 2ª maior Hidrelétrica do Brasil; Baixa navegabilidade. Bacia do rio São Francisco Bacia totalmente brasileira; Boa navegabilidade; Bom potencial Hidrelétrico. Bacia do Paraná(Platina) 1ª maior Hidrelétrica do Brasil garantindo 70 % do abastecimento de energia elétrica da região sudeste; Baixa navegabilidade. Bacia do Paraguai(Platina) Ótima Navegabilidade; Pequeno potencial hidrelétrico em razão do relevo que é pouco acidentado no pantanal mato-grossense. Bacia do Uruguai Pequena utilização para Hidrelétrica e Navegação. (Platina) É a menor dentre as três que forma a bacia Platina; Região fronteiriça (Brasil e Argentina) dificultando a implantação de projetos pois exige acordos internacionais.
  • 28. Fusos Horários Como o nosso planeta leva 24 h para dar uma volta completa de 360º,em torno do eixo polar,existe por convenção as divisões horárias ou fusos horários.Assim :  Em qualquer momento,temos 24 horas distinta em nosso planeta;  Dividindo 360º ,equivalente ao giro da terra,por 24 h,que é a duração do movimento,temos que para cada 1 h há 15º da esfera.Esse espaço é chamado de fuso horário.O marco 0º é o meridiano de Greenwich,ou GMT (Greenwich Mean Time).
  • 29.
  • 30. E no Brasil... O Brasil tinha 4 fusos e agora apresenta só 3 (todos com horas atrasadas em relação a Greenwich). A hora Oficial do país é aquela que está, em relação a Greenwich, 3 horas atrasada.
  • 31.
  • 32. E o que mudou? O Acre agora está no terceiro fuso do país (-4 h/Gr.) e o Pará que antes tinha dois fusos agora está todo ele no fuso da hora oficial de Brasília. Lembrando que o nosso estado está no Fuso da hora oficial de Brasília.
  • 34. Horário de Verão Acontece nos estados que apresentam maior Latitude, pois a diferença de horas de Sol por dia no Verão é bem maior que no Inverno. A alteração no horário ocorre em três regiões brasileiras: Centro- Oeste, Sul e Sudeste, além da Bahia, que é o único estado do Nordeste a adiantar o relógio. Nas regiões Sudeste e Centro-Oeste juntas, a diminuição projetada do consumo é 4,6% e corresponde a 2.050 MW, ou duas vezes a demanda de Belo Horizonte e duas vezes e meia a de Brasília. Agora é só exercitar com a seleção de exercícios de acordo com o estilo da banca.Até...
  • 35. 39. Estrutura Geológica Mapa I Mapa II (Graça Maria Lemos Ferreira. Geografia em Mapas: Brasil– Complexos regionais. São Paulo: Moderna, 2005. p. 27) As áreas escuras dos Mapas I e II representam, respectivamente, as seguintes características físico-naturais do Brasil: (A) planaltos e planícies. (B) bacias sedimentares e escudos cristalinos. (C) florestas tropicais e cerrados. (D) cerrados e caatingas. (E) bacias hidrográficas e bacias sedimentares.
  • 36. Resolução:A questão é resolvida com o conhecimento do conceito e interpretação de umas palavrinhas,‖Estrutura geológica‖,pois se fala de estrutura geológica pode ter certeza que trata de formações antigas do relevo brasileiro e logo o candidato por definição saca que a resposta será: Bacia sedimentar que é a estrutura geológica que corresponde à origem, formação e composição do relevo, ocorrida há muito tempo atrás. Durante sua formação, a bacia sedimentar era (ou é) uma planície. Porém, hoje, pode estar em um processo de desgaste e corresponder a um Planalto Sedimentar. Ex.: Baixo Platô Amazônico e escudos cristalinos ou maciços antigos, que abrangem 36% do território nacional, são popularmente conhecidos como serras, formações antigas e diversificadas e, por conseguinte, extremamente desgastadas pela erosão, apresentando altitudes modestas. Nos escudos cristalinos, originários do período Arqueozóico, a ocorrência de minerais economicamente exploráveis é pequena; já nos escudos datados do Proterozóico (4% do território brasileiro), proliferam recursos como o ferro, a bauxita, o manganês, o ouro, a cassiterita e outros minerais metálicos. Obs.: Não confundir bacia sedimentar com planície.Alternativa B.
  • 37. Instruções: Para responder às questões de números 69 e 70, considere o mapa apresentado abaixo. (Adaptado de Graça Maria L. Ferreira. Atlas geográfico – Espaço Mundial. São Paulo: Moderna 2003)
  • 38. 69. Dentre as características morfoclimáticas da área destacada no mapa citam-se (A) planaltos e chapadas, onde predomina o clima tropical. (B) o predomínio de planícies sob influência do clima tropical continental. (C) planícies e depressões, onde predomina o clima tropical de altitude. (D) serras elevadas sob a influência de clima tropical semiárido. (E) planaltos e depressões, onde predomina o clima equatorial continental.
  • 39. Resolução:Como a questão trata de características morfoclimáticas,ou seja a soma de todos os aspectos que influi no clima,como relevo,vegetação ,rios e solos,daremos uma atenção especial ao clima e ao relevo.Olhando o mapa a parte destacada está entre Piauí e Maranhão, de acordo com o conceito e divisão do clima no Brasil,que veremos mais adiante,nesta região há um predomínio do clima tropical,mas não ganha a questão,pois estamos entre 2 alternativas A e C,ai teremos de recorrer ao mapa de relevo do Brasil que nos diz que nesta região pela classificação de Jurandir Ross existe ―planaltos e chapadas ―da bacia do Parnaíba,assim acertamos a questão alternativa A.
  • 40. 70. O Brasil é um país com inúmeros rios, muitos dos quais destacados mundialmente pela grande extensão e volume de águas. Pelas características do relevo da área que atravessam, alguns rios podem ser facilmente aproveitados: 1. para circulação de barcos e navios de médio porte (hidrovias); 2. para a produção de energia hidrelétrica. Os rios que apresentam, respectivamente, as características descritas são:
  • 41. Resolução:Para resolver esta questão é preciso conhecer as características de cada bacia hidrográfica brasileira,e analisá-la junto com o mapa acima,que mostra os rios principais de cada uma delas.Tendo este conhecimento dá pra montar uma tabelinha, igual a minha que está abaixo,com o numero do rio no mapa da questão,o nome da bacia que ele está inserido e a característica que pede a questão.Veja só: Numero no mapa Nome da Bacia Características I Bacia Amazônica Navegação II Bacia do Tocantins- Araguaia 2ª maior Hidrelétrica do Brasil III Bacia do rio São Francisco Navegação e Hidrelétrica IV Bacia do Paraná 1ª maior Hidrelétrica do Brasil V Bacia do Paraguai Navegação VI Bacia do Uruguai Pequena utilização para Hidrelétrica e Navegação. Pronto! Identificou os rios e bacias e montou a tabela pra organizar as informações,agora é só comparar com as alternativas e aquela que atender o que se pede na pergunta em sintonia com as informações da tabela,trará como alternativa correta a letra B.
  • 43.
  • 44. Resolução:Mais uma questão de classificações e conceitos,observe que se você possuir o conhecimento sobre as classificações entre os 2 aspectos( relevo e vegetação) é questão garantida.Essa questão foi da prova de 2006 da Pm-Ba,veja a resolução.Observando o mapa que determina a classificação de relevo,proposta por Jurandyr Ross e associando com o mapa de domínio morfoclimatico,o resultado é a letra C.
  • 45. 36. Anualmente, quando tem início o período de chuvas, ocorrem em várias partes do Brasil cenas de escorregamento como esta. http://correio24horas.com Sobre a situação apresentada, são feitas as seguintes afirmações: I. Problemas de deslizamentos de terra em áreas íngremes ocorrem por causa das chuvas e não pela ocupação indevida da área. II. As encostas dos morros tornam-se, muitas vezes, a única alternativa de moradia para a população mais http://correio24horas.com pobre. III. As encostas de morros, quando desmatadas e ocupadas por construções irregulares, são consideradas áreas de risco. Está correto o que se afirma APENAS em (A) I. (B) I e II. (C) I e III. (D) II e III. (E) II.
  • 46. Resolução:Vamos analisar cada uma das afirmativas. I. Problemas de deslizamentos de terra em áreas íngremes ocorrem por causa das chuvas e não pela ocupação indevida da área.Errada,pois é sabido que a falta de gestão sobre o uso do solo no espaço urbano é um dos grandes problemas da atualidade e que a chuva apenas agrava o problema por culpa da desordenação deste uso. II. As encostas dos morros tornam-se, muitas vezes, a única alternativa de moradia para a população mais pobre.Correta.Aumento populacional,fluxo migratório,desemprego e etc., são fatores que contribuem para a veracidade desta afirmativa. III. As encostas de morros, quando desmatadas e ocupadas por construções irregulares, são consideradas áreas de risco.Correta.O desmatamento desprotege o solo tornando-o vulnerável a erosões e quando a água se infiltra no solo,pode causar deslizamento por diminuir a rigidez do mesmo. Alternativa correta letra D.
  • 47. 39. Considere o perfil topográfico e o mapa do Nordeste apresentados a seguir. O perfil apresentado destaca as formas de relevo atravessadas pela linha (A) 1. (B) 2. (C) 3. (D) 4. (E) 5.
  • 48. Resolução:Esta questão da prova da PM-Ba em 2008,pede do candidato a noção sobre o que é perfil topográfico que é um recorte do relevo que vai de um ponto a outro unindo pontos de mesma altitude,os chamados ―isoípsas‖.E ele também precisa se localizar pois sabendo que a serra do Espigão Mestre é divisor de águas, entre as bacias do Tocantins e do São Francisco onde nascem vários de seus afluentes,ele irá concluir que a reta que dá origem ao perfil do lado esquerdo é a 5 ou seja alternativa E.
  • 49. 01. (UNIVEST) Os escudos ou maciços antigos brasileiros formaram- se na era: a) cenozóica b) terciária c) pré-cambriana d) mesozóica e) quaternária
  • 50. 02. (UEMA) Entres os três tipos principais de estruturas geológicas é correto afirmar que NÃO existe no território: a) bacias sedimentares; b) escudos cristalinos; c) dobramentos modernos; d) terrenos pré-cambrianos; e) jazidas petrolíferas.
  • 51. 03. (ANÁPOLIS) Os terrenos cristalinos de origem proterozóica do Brasil caracterizam-se: a) por formarem extensas planícies aluvionais. b) pela grande riqueza em minerais metálicos. c) pelas altitudes superiores a 3000m. d) pela ocorrência de combustíveis fósseis. e) pelo solo tipo terra roxa.
  • 52. 04. (PUC) As porções orientais do território brasileiro, em termos de clima, sofrem maior intervenção da massa de ar: a) Equatorial Continental (Ec) b) Equatorial Atlântica (Ea) c) Tropical Continental (Tc) d) Tropical Atlântica (Ta) e) Polar Atlântica (Pa)
  • 53. 05. Leia atentamente e verifique quais são Verdadeiras e quais são Falsas I - Domínio é o conjunto natural onde há uma interação entre os elementos da natureza com um deles predominando. II - Faixa de transição é a área de terra onde há uma certa homogeneidade dos elementos naturais. III - O domínio morfoclimático inclui, além do clima e do relevo, elementos da vegetação, hidrografia e pedologia. IV - Clima e relevo são os elementos mais importantes do domínio por se constituírem na causa dos demais. V - A vegetação não é considerada um dos elementos definidos da paisagem, pois é o elemento mais resistente da paisagem. a)I – F, II – F, III – V, IV – V, V – V b)I – V, II – F, III – V, IV – V, V – F c)I – V, II – V, III – F, IV – V, V – V d)I – F, II – F, III – F, IV – F, V – F e)I – F, II – F, III – V, IV – F, V – V
  • 54. 06. (PUC) As porções orientais do território brasileiro, em termos de clima, sofrem maior intervenção da massa de ar: a)Tropical Atlântica (Ta) b)Tropical Continental (Tc) c)Equatorial Continental (Ec) d)Equatorial Atlântica (Ea)
  • 55. 07. (FUVEST) Mandacaru, xiquexique e facheiro são algumas das espécies vegetais que aparecem: a) no cerrado b) na caatinga c) no manguezal d) na floresta tropical e) n.d.a.
  • 56. Questão 08 – Atualmente fala-se em ―Guerra Cirúrgica‖, tipo de ofensiva militar baseada no ataque a alvos específicos em um território, que abalam as estruturas econômicas e produtivas de um país, com objetivo de minimizar as vítimas civis. Foi assim na Guerra dos Bálcãs em 1998, na qual a força de coalizão da OTAN apenas atirou em alvos estratégicos para desestabilizar os Sérvios na Iugoslávia. Entre os alvos estratégicos podemos citar as hidroelétricas ou usinas termelétricas. Observando a potencialidade hidrelétrica do Brasil, qual a bacia que possui o maior potencial hidrelétrico instalado: a) Bacia Amazônica b) Bacia do Paraná c) Bacia do Nordeste d) Bacia do São Francisco
  • 57. 09. (UFRJ) A bacia hidrográfica brasileira com maior possibilidade de navegação é: a) Bacia do São Francisco; b) Bacia do Paraná; c) Bacia do Uruguai; d) Bacia Amazônica; e) Bacia do Paraíba do Sul.
  • 58. 10. (FUND. OSWALDO CRUZ) A rede hidrográfica brasileira apresenta, dentre outras, as seguintes características: a) grande potencial hidráulico, predomínio de rios perenes e predomínio de foz do tipo delta. b) drenagem exorréica, predomínio de rios de planalto e predomínio de foz do tipo estuário. c) predomínio de rios temporários, drenagem endorréica e grande potencial hidráulico. d) regime de alimentação pluvial, baixo potencial hidráulico e predomínio de rios de planície. e) drenagem endorréica, predomínio de rios perenes e regime de alimentação pluvial.
  • 59. 11. (UNIV. CATÓLICA - Pelotas) A Bacia Platina é formada por grandes bacias secundárias, possuindo o maior potencial hidrelétrico instalado no Brasil, e a maior usina hidrelétrica construída até hoje. Esse potencial é localizado na bacia do rio: a) Piratini b) Uruguai c) Paraguai d) Paraná e) São Francisco
  • 60. 12. (UNIV. ESTÁCIO DE SÁ) Aponte a afirmativa incorreta: a) O regime dos rios brasileiros depende das chuvas de verão. b) Talvegue é a linha de maior profundidade do leito do rio. c) Os rios brasileiros possuem um regime pluvial, excetuando-se o Amazonas que é complexo. d) Todos os rios do Brasil podem ser caracterizados como perenes. e) A foz de um rio pode ser de dois tipos: o estuário, livre de obstáculos, e o delta, com ilhas de luvião separadas por uma rede de canais.
  • 61. 13. (FAC. AGRONOMIA E ZOOTECNIA de Uberaba) Leia as afirmativas abaixo sobre a hidrografia brasileira: I. É a maior das três bacias que formam a Bacia Platina, pois possui 891.309 km2, o que corresponde a 10,4% da área do território brasileiro. II. Possui a maior potência instalada de energia elétrica, destacando-se algumas grandes usinas. III. Em virtude de suas quedas d'água, a navegação é difícil. Entretanto, com a instalação de usinas hidrelétricas, muitas delas já possuem eclusas para permitir a navegação. Estas características referem-se à bacia do: a) Uruguai b) São Francisco c) Paraná d) Paraguai e) Amazonas
  • 62. Gabarito Exercícios Relevo, clima, vegetação, hidrografia e fusos horários. 01-C 02-C 03-B 04-D 05-B 06-A 07-B 08-B 09-D 10-B 11-D 12-D 13-C
  • 63. http://blogdomarcelocaetano.blogspot.com.br/2012/04/resumo- 3-ano-santa-ines.html  http://www.geografiaparatodos.com.br/index.php?pag=mapas  Moraes,Paulo Roberto - Geografia Geral e do Brasil-3ª Ed.—São Paulo:Editora:Harbra,2005.  http://www.coladaweb.com/exercicios-resolvidos/exercicios- resolvidos-de-geografia  http://www.vestibular1.com.br/exercicios/especificos_geografia.ht m