SlideShare uma empresa Scribd logo
A UU AL
                                                                                    A L       A

                                                                                    32
                                                                                    32
                              Redescobrindo
                                  a América

                                N    esta aula estudaremos os principais aspec-
tos do quadro natural latino-americano.
    Veremos as diferentes culturas e etnias dos povos ameríndios e o processo
de ocupação e de colonização pelo qual passou a região. Os dois processos são
baseados na produção agrícola em grandes latifúndios monocultores e escravistas
e na extração de minerais.
    Veremos também o papel de nações como Inglaterra e Estados Unidos na
formação da América Latina.


     Paulo trabalhou o dia inteiro no porto, após a chegada de um grande
carregamento de batata. Isso despertou sua curiosidade para a origem do
produto, que é um de seus alimentos favoritos.
     Sabendo da curiosidade de Paulo, Rui mostrou-lhe o mapa da América
Latina e disse que a batata é um produto típico dos altiplanos andinos que são
                                                                 andinos,
as áreas planas e de altitudes bastante elevadas situadas entre as montanhas que
formam a Cordilheira dos Andes.
     Rui comenta que essas áreas constituem as maiores concentrações de popu-
lação descendente das grandes civilizações antigas da América: os ameríndios.
Explica que o cultivo da batata já fazia parte da cultura desses povos antes da
chegada dos colonizadores europeus.
     Além da batata, existem muitas outras coisas importantes sobre a cultura dos
povos ameríndios. Vamos saber mais?


    Vamos conhecer melhor a América Latina, observando em primeiro lugar
seus aspectos físicos (ver mapa na página 72).
    O relevo da América é marcado pela presença de uma grande cadeia
montanhosa que vai do extremo norte ao extremo sul do continente americano.
É o maior conjunto montanhoso do mundo, que vai da Terra do Fogo (Argentina)
ao Alasca (EUA).
    A origem geológica do conjunto é recente, fruto do choque de placas
continentais. Por isso, ao longo de toda essa cadeia existem pontos sujeitos a
ocorrência de terremotos e erupções vulcânicas.
    Nos noticiários de televisão são comuns as notícias que falam dos terremotos
no México e dos vulcões em atividade no Chile e na Colômbia.
A U L A


32




               A cordilheira apresenta dois grandes eixos que limitam extensas superfícies
          planas que, situadas a grandes altitudes, são chamadas de altiplanos.
               Os altiplanos mexicano e peruano já tinham grande importância econômica
          antes da chegada dos europeus, pois aí se desenvolveram civilizações
          ameríndias importantes.
               A área centro-oriental do continente caracteriza-se pela presença de grandes
          escudos cristalinos que formam extensos planaltos, como o Planalto Brasileiro
          e o Planalto das Guianas
                            Guianas.
               No extremo sul aparece uma outra forma semelhante, o Planalto da
          Patagônia situado em uma região de clima frio e seco, que apresenta solos
          Patagônia,
          bastante pobres.
Outra forma de relevo comum nas áreas centrais são as grandes depressões        A U L A
que se situam entre os planaltos, já que os rios que descem dos planaltos
convergem para essas superfícies rebaixadas.
    Na América Latina, as grandes depressões são a Amazônica a do
                                                          Amazônica,                32
Pantanal e a do Pampa Essas áreas são planas e apresentam características
                Pampa.
diferenciadas.

    A maior parte das terras da América Latina está localizada na Zona
Intertropical Essa região é cortada pelos trópicos de Câncer, ao norte, e de
Intertropical.
Capricórnio, ao sul.
    O sentido predominantemente norte-sul do continente permite uma gran-
de variedade climática no sentido norte-sul. Um outro fator que influencia o
clima na região é o relevo ao longo de toda a faixa banhada pelo oceano Pacífico.
    A altitude influencia diretamente a distribuição de calor, criando faixas
diferenciadas de clima, vegetação e, também, de atividades econômicas.




    Observando a figura, podemos perceber que as altitudes até 1.000 metros
definem as chamadas terras quentes que apresentam florestas densas. Nelas são
                            quentes,
cultivados produtos adaptados ao calor e à grande umidade destas áreas.
    As partes situadas entre 1.000 e 2.000 m de altitude são denominadas terras
temperadas Nelas encontramos temperaturas mais amenas. Essa faixa é recoberta
temperadas.
por vegetação de campos e florestas intermediárias.
    Nas maiores altitudes, acima de 2.500 m, encontram-se as terras frias que
                                                                       frias,
apresentam menor umidade e temperaturas baixas. A vegetação é dominada por
campos de altitude: os páramos andinos.
    A variedade de paisagens naturais latino-americanas tem grande participa-
ção na formação das identidades regionais internas ao continente. É comum
ouvirmos falar no Pampa, na Amazônia, na América Andina, no Caribe e assim
por diante.
    A definição da forma de utilização do solo e até as características culturais
dos diferentes povos estão ligadas, de uma forma ou de outra, às condições
ambientais nas diferentes porções do continente.
    Ao chegar ao continente americano, os colonizadores europeus encontra-
ram antigas civilizações de povos conhecidos como ameríndios O contingente
                                                      ameríndios.
populacional do continente antes da descoberta é um dado controverso, que gira
em torno de 60 milhões de habitantes.
A U L A       Os ameríndios eram povos bastante heterogêneos e estavam organizado de
          diferentes maneiras.

32            Alguns povos se encontravam num estágio de desenvolvimento inferior:
          eram predominantemente nômades que viviam apenas da caça, da pesca e da
                                   nômades,
          coleta. Realizavam, também, um tipo de agricultura bastante elementar.

              Viviam basicamente em regiões onde atualmente se encontram os territórios
          do Brasil, da Argentina, do Uruguai e do Paraguai.

               Havia também as civilizações dos astecas maias e incas Dizemos que
                                                   astecas,         incas.
          os três povos constituíam civilizações porque atingiram um nível de desenvol-
          vimento cultural expressivo, e uma organização social bem definida.

              As civilizações americanas possuíam cidades bem-estruturadas, com ruas
          calçadas e grandes construções. Os conhecimentos científicos eram bem di-
          fundidos, principalmente nos ramos da medicina, da astronomia e da agro-
          nomia. A agricultura irrigada e com técnicas de fertilização garantia a subsistên-
          cia de grandes contingentes populacionais.

              A colonização de exploração é um dos traços comuns aos países da
          América Latina. Com um modelo econômico voltado para atender às deman-
          das de suas metrópoles, as colônias latino-americanas foram ocupadas a partir
          de grandes latifúndios voltados para a produção de bens agrícolas e minerais de
          que as metrópoles necessitavam.

              Já as metrópoles produziam mercadorias manufaturadas que eram trocadas
          com as colônias. Como os produtos industriais são feitos com o uso de
          máquinas, o seu valor em relação às matérias-primas vai aumentando ao longo
          do tempo. Com isso, é necessária uma quantidade de matéria-prima cada vez
          maior para comprar a mesma quantidade de produtos industrializados.

              A Inglaterra, a partir do século XVIII, tornou-se a grande fornecedora
          desses produtos, e acabou por absorver as riquezas geradas na América.
          Assim, a Inglaterra pôde expandir seus laços comerciais e acumular riquezas
          que lhe permitiriam realizar a Revolução Industrial.

               Em meio ao processo de industralização, a Inglaterra aumentou sua
          presença no continente americano, inclusive influenciando decisivamente os
          processos de independência e a abolição da escravidão de vários países da
          região. Nesse período, a América Latina era a grande consumidora dos produ-
          tos têxteis ingleses.

              No século XX, as perdas que os países europeus sofreram com duas guerras
          mundiais, aliadas a fatores como a emergência política e econômica dos
          Estados Unidos, levaram ao enfraquecimento da influência européia no con-
          tinente americano.

              Os norte-americanos, por sua vez, ampliaram o seu papel político e
          econômico sobre a América Latina, assumindo as funções antes desempenha-
          das pela Inglaterra.
A linha avermelhada                                                            A U L A

    Atahualpa esperava levemente
    triste no escarpo dia andino.                                                  32
    Não se abriram as portas. Até a última
    jóia os abutres dividiram:
    as turquesas rituais, salpicadas
    pela carnificina, o vestido
    laminado de prata: as unhas bandoleiras
    iam medindo e a gargalhada
    do frade entre os verdugos
    o rei escutava com tristeza.

    Era seu coração um vaso cheio
    de uma angústia amarga como
    a essência amarga da quina.
    Pensou em suas fruteiras, no alto Cuzco,
    nas princesas, em sua idade,
    no calafrio de seu reino.
    Maduro estava por dentro, sua paz
    desesperada era tristeza. Pensou em Huáscar.
    Viriam dele os estrangeiros?
    Tudo era solidão, só a linha rubra
    palpitava vivente,
    tragando as entranhas amarelas
    do reino emudecido que morria.
    Neruda, Pablo. Canto Geral , São Paulo, DIFEL, 1979, p. 58.


     Atenção! A poesia destaca os efeitos do processo de colonização sobre as
civilizações ameríndias.




     Nesta aula, vimos que o relevo latino-americano é marcado por grandes
cadeias mantanhosas na sua face oriental: os Andes e a Sierra Maestra Nas
                                                                   Maestra.
áreas onde as montanhas se bifurcam há extensas superfícies planas, situadas em
altas altitudes, denominadas altiplanos
                               altiplanos.
     Na porção centro-oriental, as formas de relevo predominantes são os planal-
tos: das Guianas, Brasileiro e da Patagônia.
     Nas áreas centrais da América Latina, são as depressões, predominantemente
planas, que sofrem uma forte influência das regiões montanhosas e dos planaltos.
As principais depressões são a Amazônica, a do Pantanal e a do Pampa.
     O relevo influencia o clima diretamente na porção oeste. As grandes altitu-
des levam a uma gradação na temperatura. Isso permite estabelecer que as terras
quentes se situam até 1.000 m de altitude; as terras temperadas situam-se entre
1.000 e 2.000 m; as terras frias situam-se a partir dos 2.500 m.
     Ao chegar à América, os colonizadores europeus encontraram diferentes
nações indígenas estabelecidas. Esses povos recebem a denominação de
ameríndios, isto é, índios da América, que apresentavam diferentes graus de
organização social e de desenvolvimento.
A U L A       Podemos grupar esses povos em dois grandes grupos: os nômades, que
          viviam no Brasil, Argentina, Uruguai, e as civilizações asteca maia e inca que
                                                                  asteca,       inca,

32        atingiram nível de desenvolvimento social expressivo e uma organização social
          bem-definida.
              Um dos fatores que dá a identidade aos países da América Latina é o seu
          processo de colonização, realizado por países ibéricos (Espanha e Portugal).
              A colonização de exploração e o monopólio colonial mantiveram a
          América Latina, durante séculos, como fornecedor de matérias-primas agrícolas
          e minerais para os mercados europeus.




          Exercício 1
             Que papel coube aos ameríndios no processo de colonização da América
             Latina?


          Exercício 2
             Escreva V nas afirmativas verdadeiras e F nas alternativas falsas:

              a) ( ) O monopólio ajudou a promover o enriquecimento das colônias
                     latino-americanas.
              b) ( ) A produção das colônias latino-americanas tinha o objetivo de
                     atender às necessidades das metrópoles.
              c) ( ) O processo de colonização ainda tem conseqüências nos dias atuais.
              d) ( ) Os astecas, maias e incas formaram importantes culturas ameríndias.
              e) ( ) O Brasil sempre esteve voltado para o comércio com os vizinhos
                     latino-americanos.


          Exercício 3
             Preencha a segunda coluna de acordo com a primeira:

              a) Terras temperadas         ( ) Apresenta florestas densas, nas quais
              b) Terras quentes                são cultivados produtos adaptados ao
              c) Terras frias                  calor e à grande umidade.
                                           ( ) Parte situada entre 1.000 m e 2.000 m
                                               de altitude, muito utilizada para culti-
                                               vos alimentares.
                                           ( ) Apresentam menor umidade e tempe-
                                               raturas baixas; a vegetação é dominada
                                               por campos de altitude, os páramos.


          Exercício 4
             Utilizando um atlas geográfico, identifique dois países da América do Sul
             atravessados pela Cordilheira dos Andes.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Geo49
Geo49Geo49
Geo25
Geo25Geo25
Geo31
Geo31Geo31
Geo21
Geo21Geo21
Geo40
Geo40Geo40
America latina
America latina America latina
America latina
Christie Freitas
 
Geo38
Geo38Geo38
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Christie Freitas
 
América do sul
América do sulAmérica do sul
América do sul
Bruno Rangel Silvone
 
America do-sul-1
America do-sul-1America do-sul-1
America do-sul-1
Alexandre Quadrado
 
Geo48
Geo48Geo48
México
México México
México
Andréa Costa
 
População e economia da américa
População e economia da américaPopulação e economia da américa
População e economia da américa
Íris Ferreira
 
AméRica Do Sul
AméRica Do SulAméRica Do Sul
AméRica Do Sul
ecsette
 
Diáriospower
DiáriospowerDiáriospower
Diáriospower
Tytha
 
O mapa político mundial
O mapa político mundialO mapa político mundial
O mapa político mundial
Pedro Melo
 
Continente américano e México
Continente américano e MéxicoContinente américano e México
Continente américano e México
williandadalto
 
América latina humano e economico
América latina humano e economicoAmérica latina humano e economico
América latina humano e economico
Gleison Museologia
 
America do sul
America do sulAmerica do sul
America do sul
Camila Brito
 

Mais procurados (19)

Geo49
Geo49Geo49
Geo49
 
Geo25
Geo25Geo25
Geo25
 
Geo31
Geo31Geo31
Geo31
 
Geo21
Geo21Geo21
Geo21
 
Geo40
Geo40Geo40
Geo40
 
America latina
America latina America latina
America latina
 
Geo38
Geo38Geo38
Geo38
 
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
 
América do sul
América do sulAmérica do sul
América do sul
 
America do-sul-1
America do-sul-1America do-sul-1
America do-sul-1
 
Geo48
Geo48Geo48
Geo48
 
México
México México
México
 
População e economia da américa
População e economia da américaPopulação e economia da américa
População e economia da américa
 
AméRica Do Sul
AméRica Do SulAméRica Do Sul
AméRica Do Sul
 
Diáriospower
DiáriospowerDiáriospower
Diáriospower
 
O mapa político mundial
O mapa político mundialO mapa político mundial
O mapa político mundial
 
Continente américano e México
Continente américano e MéxicoContinente américano e México
Continente américano e México
 
América latina humano e economico
América latina humano e economicoAmérica latina humano e economico
América latina humano e economico
 
America do sul
America do sulAmerica do sul
America do sul
 

Destaque

Geo29
Geo29Geo29
Geo50
Geo50Geo50
Geo39
Geo39Geo39
Geo30
Geo30Geo30
Geo47
Geo47Geo47
Geo43
Geo43Geo43
Geo41
Geo41Geo41
Geo45
Geo45Geo45
1geo12
1geo121geo12
1geo12
NTE_Itaocara
 
1geo01
1geo011geo01
1geo01
NTE_Itaocara
 
Geo26
Geo26Geo26
1geo20
1geo201geo20
1geo20
NTE_Itaocara
 
1geo17
1geo171geo17
1geo17
NTE_Itaocara
 
1geo18
1geo181geo18
1geo18
NTE_Itaocara
 
Geo28
Geo28Geo28

Destaque (15)

Geo29
Geo29Geo29
Geo29
 
Geo50
Geo50Geo50
Geo50
 
Geo39
Geo39Geo39
Geo39
 
Geo30
Geo30Geo30
Geo30
 
Geo47
Geo47Geo47
Geo47
 
Geo43
Geo43Geo43
Geo43
 
Geo41
Geo41Geo41
Geo41
 
Geo45
Geo45Geo45
Geo45
 
1geo12
1geo121geo12
1geo12
 
1geo01
1geo011geo01
1geo01
 
Geo26
Geo26Geo26
Geo26
 
1geo20
1geo201geo20
1geo20
 
1geo17
1geo171geo17
1geo17
 
1geo18
1geo181geo18
1geo18
 
Geo28
Geo28Geo28
Geo28
 

Semelhante a Geo32

Introdução ao continente americano
Introdução ao continente americanoIntrodução ao continente americano
Introdução ao continente americano
Patrícia Éderson Dias
 
América 2 ano
América 2 anoAmérica 2 ano
América 2 ano
Camila Brito
 
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFIIPRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
profrodrigoribeiro
 
América latina editável 2013
América latina editável 2013América latina editável 2013
América latina editável 2013
pedrohd8
 
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
Francisco Faccini Bringer
 
Jornal América 8 03 v
Jornal América 8 03 vJornal América 8 03 v
Jornal América 8 03 v
Jucemar Souza da Luz
 
A colonização e a regionalização do continente americano
A colonização e a regionalização do continente americanoA colonização e a regionalização do continente americano
A colonização e a regionalização do continente americano
tatigeosimoes
 
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
Rick Neto
 
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
Rick Neto
 
Estados unidos da américa
Estados unidos da américaEstados unidos da américa
Estados unidos da américa
ProfessoresColeguium
 
Estados unidos da américa
Estados unidos da américaEstados unidos da américa
Estados unidos da américa
Cristina Penha
 
Estadosunidos
EstadosunidosEstadosunidos
Estadosunidos
calinka
 
América andina vitória maria conceição
América andina vitória maria conceiçãoAmérica andina vitória maria conceição
América andina vitória maria conceição
osmarcunha
 
prova geografia
prova geografiaprova geografia
prova geografia
Gustavo Silva
 
A Ocupação Pré-Histórica do Estado de Santa Catarina
A Ocupação Pré-Histórica do Estado de Santa CatarinaA Ocupação Pré-Histórica do Estado de Santa Catarina
A Ocupação Pré-Histórica do Estado de Santa Catarina
Rose vargas
 
Capítulo 11 a conquista da américa pelos europeus
Capítulo 11   a conquista da américa pelos europeusCapítulo 11   a conquista da américa pelos europeus
Capítulo 11 a conquista da américa pelos europeus
Gustavo Cuin
 
1º atividade de geografia continente americano
1º atividade de geografia   continente americano1º atividade de geografia   continente americano
1º atividade de geografia continente americano
Roberto Sena
 
Mundo regiões e países dividos
Mundo regiões e países dividosMundo regiões e países dividos
Mundo regiões e países dividos
Soraya Filipa
 
Aula 04 américa andina e platina
Aula 04   américa andina e platinaAula 04   américa andina e platina
Aula 04 américa andina e platina
Jonatas Carlos
 
Seminario Geografia 8 ano " Ocupação do continente Americano"
Seminario Geografia 8 ano " Ocupação do continente Americano"Seminario Geografia 8 ano " Ocupação do continente Americano"
Seminario Geografia 8 ano " Ocupação do continente Americano"
KenniaSamaraMerencio1
 

Semelhante a Geo32 (20)

Introdução ao continente americano
Introdução ao continente americanoIntrodução ao continente americano
Introdução ao continente americano
 
América 2 ano
América 2 anoAmérica 2 ano
América 2 ano
 
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFIIPRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
 
América latina editável 2013
América latina editável 2013América latina editável 2013
América latina editável 2013
 
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
8 ano continente_americano (recorte de aulas extraídas da internet)
 
Jornal América 8 03 v
Jornal América 8 03 vJornal América 8 03 v
Jornal América 8 03 v
 
A colonização e a regionalização do continente americano
A colonização e a regionalização do continente americanoA colonização e a regionalização do continente americano
A colonização e a regionalização do continente americano
 
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
 
Trabalho de henrique
Trabalho de henriqueTrabalho de henrique
Trabalho de henrique
 
Estados unidos da américa
Estados unidos da américaEstados unidos da américa
Estados unidos da américa
 
Estados unidos da américa
Estados unidos da américaEstados unidos da américa
Estados unidos da américa
 
Estadosunidos
EstadosunidosEstadosunidos
Estadosunidos
 
América andina vitória maria conceição
América andina vitória maria conceiçãoAmérica andina vitória maria conceição
América andina vitória maria conceição
 
prova geografia
prova geografiaprova geografia
prova geografia
 
A Ocupação Pré-Histórica do Estado de Santa Catarina
A Ocupação Pré-Histórica do Estado de Santa CatarinaA Ocupação Pré-Histórica do Estado de Santa Catarina
A Ocupação Pré-Histórica do Estado de Santa Catarina
 
Capítulo 11 a conquista da américa pelos europeus
Capítulo 11   a conquista da américa pelos europeusCapítulo 11   a conquista da américa pelos europeus
Capítulo 11 a conquista da américa pelos europeus
 
1º atividade de geografia continente americano
1º atividade de geografia   continente americano1º atividade de geografia   continente americano
1º atividade de geografia continente americano
 
Mundo regiões e países dividos
Mundo regiões e países dividosMundo regiões e países dividos
Mundo regiões e países dividos
 
Aula 04 américa andina e platina
Aula 04   américa andina e platinaAula 04   américa andina e platina
Aula 04 américa andina e platina
 
Seminario Geografia 8 ano " Ocupação do continente Americano"
Seminario Geografia 8 ano " Ocupação do continente Americano"Seminario Geografia 8 ano " Ocupação do continente Americano"
Seminario Geografia 8 ano " Ocupação do continente Americano"
 

Mais de NTE_Itaocara

1geo02
1geo021geo02
1geo02
NTE_Itaocara
 
1geo03
1geo031geo03
1geo03
NTE_Itaocara
 
Geo21
Geo21Geo21
Geo27
Geo27Geo27
Geo38
Geo38Geo38
Geo27
Geo27Geo27

Mais de NTE_Itaocara (6)

1geo02
1geo021geo02
1geo02
 
1geo03
1geo031geo03
1geo03
 
Geo21
Geo21Geo21
Geo21
 
Geo27
Geo27Geo27
Geo27
 
Geo38
Geo38Geo38
Geo38
 
Geo27
Geo27Geo27
Geo27
 

Geo32

  • 1. A UU AL A L A 32 32 Redescobrindo a América N esta aula estudaremos os principais aspec- tos do quadro natural latino-americano. Veremos as diferentes culturas e etnias dos povos ameríndios e o processo de ocupação e de colonização pelo qual passou a região. Os dois processos são baseados na produção agrícola em grandes latifúndios monocultores e escravistas e na extração de minerais. Veremos também o papel de nações como Inglaterra e Estados Unidos na formação da América Latina. Paulo trabalhou o dia inteiro no porto, após a chegada de um grande carregamento de batata. Isso despertou sua curiosidade para a origem do produto, que é um de seus alimentos favoritos. Sabendo da curiosidade de Paulo, Rui mostrou-lhe o mapa da América Latina e disse que a batata é um produto típico dos altiplanos andinos que são andinos, as áreas planas e de altitudes bastante elevadas situadas entre as montanhas que formam a Cordilheira dos Andes. Rui comenta que essas áreas constituem as maiores concentrações de popu- lação descendente das grandes civilizações antigas da América: os ameríndios. Explica que o cultivo da batata já fazia parte da cultura desses povos antes da chegada dos colonizadores europeus. Além da batata, existem muitas outras coisas importantes sobre a cultura dos povos ameríndios. Vamos saber mais? Vamos conhecer melhor a América Latina, observando em primeiro lugar seus aspectos físicos (ver mapa na página 72). O relevo da América é marcado pela presença de uma grande cadeia montanhosa que vai do extremo norte ao extremo sul do continente americano. É o maior conjunto montanhoso do mundo, que vai da Terra do Fogo (Argentina) ao Alasca (EUA). A origem geológica do conjunto é recente, fruto do choque de placas continentais. Por isso, ao longo de toda essa cadeia existem pontos sujeitos a ocorrência de terremotos e erupções vulcânicas. Nos noticiários de televisão são comuns as notícias que falam dos terremotos no México e dos vulcões em atividade no Chile e na Colômbia.
  • 2. A U L A 32 A cordilheira apresenta dois grandes eixos que limitam extensas superfícies planas que, situadas a grandes altitudes, são chamadas de altiplanos. Os altiplanos mexicano e peruano já tinham grande importância econômica antes da chegada dos europeus, pois aí se desenvolveram civilizações ameríndias importantes. A área centro-oriental do continente caracteriza-se pela presença de grandes escudos cristalinos que formam extensos planaltos, como o Planalto Brasileiro e o Planalto das Guianas Guianas. No extremo sul aparece uma outra forma semelhante, o Planalto da Patagônia situado em uma região de clima frio e seco, que apresenta solos Patagônia, bastante pobres.
  • 3. Outra forma de relevo comum nas áreas centrais são as grandes depressões A U L A que se situam entre os planaltos, já que os rios que descem dos planaltos convergem para essas superfícies rebaixadas. Na América Latina, as grandes depressões são a Amazônica a do Amazônica, 32 Pantanal e a do Pampa Essas áreas são planas e apresentam características Pampa. diferenciadas. A maior parte das terras da América Latina está localizada na Zona Intertropical Essa região é cortada pelos trópicos de Câncer, ao norte, e de Intertropical. Capricórnio, ao sul. O sentido predominantemente norte-sul do continente permite uma gran- de variedade climática no sentido norte-sul. Um outro fator que influencia o clima na região é o relevo ao longo de toda a faixa banhada pelo oceano Pacífico. A altitude influencia diretamente a distribuição de calor, criando faixas diferenciadas de clima, vegetação e, também, de atividades econômicas. Observando a figura, podemos perceber que as altitudes até 1.000 metros definem as chamadas terras quentes que apresentam florestas densas. Nelas são quentes, cultivados produtos adaptados ao calor e à grande umidade destas áreas. As partes situadas entre 1.000 e 2.000 m de altitude são denominadas terras temperadas Nelas encontramos temperaturas mais amenas. Essa faixa é recoberta temperadas. por vegetação de campos e florestas intermediárias. Nas maiores altitudes, acima de 2.500 m, encontram-se as terras frias que frias, apresentam menor umidade e temperaturas baixas. A vegetação é dominada por campos de altitude: os páramos andinos. A variedade de paisagens naturais latino-americanas tem grande participa- ção na formação das identidades regionais internas ao continente. É comum ouvirmos falar no Pampa, na Amazônia, na América Andina, no Caribe e assim por diante. A definição da forma de utilização do solo e até as características culturais dos diferentes povos estão ligadas, de uma forma ou de outra, às condições ambientais nas diferentes porções do continente. Ao chegar ao continente americano, os colonizadores europeus encontra- ram antigas civilizações de povos conhecidos como ameríndios O contingente ameríndios. populacional do continente antes da descoberta é um dado controverso, que gira em torno de 60 milhões de habitantes.
  • 4. A U L A Os ameríndios eram povos bastante heterogêneos e estavam organizado de diferentes maneiras. 32 Alguns povos se encontravam num estágio de desenvolvimento inferior: eram predominantemente nômades que viviam apenas da caça, da pesca e da nômades, coleta. Realizavam, também, um tipo de agricultura bastante elementar. Viviam basicamente em regiões onde atualmente se encontram os territórios do Brasil, da Argentina, do Uruguai e do Paraguai. Havia também as civilizações dos astecas maias e incas Dizemos que astecas, incas. os três povos constituíam civilizações porque atingiram um nível de desenvol- vimento cultural expressivo, e uma organização social bem definida. As civilizações americanas possuíam cidades bem-estruturadas, com ruas calçadas e grandes construções. Os conhecimentos científicos eram bem di- fundidos, principalmente nos ramos da medicina, da astronomia e da agro- nomia. A agricultura irrigada e com técnicas de fertilização garantia a subsistên- cia de grandes contingentes populacionais. A colonização de exploração é um dos traços comuns aos países da América Latina. Com um modelo econômico voltado para atender às deman- das de suas metrópoles, as colônias latino-americanas foram ocupadas a partir de grandes latifúndios voltados para a produção de bens agrícolas e minerais de que as metrópoles necessitavam. Já as metrópoles produziam mercadorias manufaturadas que eram trocadas com as colônias. Como os produtos industriais são feitos com o uso de máquinas, o seu valor em relação às matérias-primas vai aumentando ao longo do tempo. Com isso, é necessária uma quantidade de matéria-prima cada vez maior para comprar a mesma quantidade de produtos industrializados. A Inglaterra, a partir do século XVIII, tornou-se a grande fornecedora desses produtos, e acabou por absorver as riquezas geradas na América. Assim, a Inglaterra pôde expandir seus laços comerciais e acumular riquezas que lhe permitiriam realizar a Revolução Industrial. Em meio ao processo de industralização, a Inglaterra aumentou sua presença no continente americano, inclusive influenciando decisivamente os processos de independência e a abolição da escravidão de vários países da região. Nesse período, a América Latina era a grande consumidora dos produ- tos têxteis ingleses. No século XX, as perdas que os países europeus sofreram com duas guerras mundiais, aliadas a fatores como a emergência política e econômica dos Estados Unidos, levaram ao enfraquecimento da influência européia no con- tinente americano. Os norte-americanos, por sua vez, ampliaram o seu papel político e econômico sobre a América Latina, assumindo as funções antes desempenha- das pela Inglaterra.
  • 5. A linha avermelhada A U L A Atahualpa esperava levemente triste no escarpo dia andino. 32 Não se abriram as portas. Até a última jóia os abutres dividiram: as turquesas rituais, salpicadas pela carnificina, o vestido laminado de prata: as unhas bandoleiras iam medindo e a gargalhada do frade entre os verdugos o rei escutava com tristeza. Era seu coração um vaso cheio de uma angústia amarga como a essência amarga da quina. Pensou em suas fruteiras, no alto Cuzco, nas princesas, em sua idade, no calafrio de seu reino. Maduro estava por dentro, sua paz desesperada era tristeza. Pensou em Huáscar. Viriam dele os estrangeiros? Tudo era solidão, só a linha rubra palpitava vivente, tragando as entranhas amarelas do reino emudecido que morria. Neruda, Pablo. Canto Geral , São Paulo, DIFEL, 1979, p. 58. Atenção! A poesia destaca os efeitos do processo de colonização sobre as civilizações ameríndias. Nesta aula, vimos que o relevo latino-americano é marcado por grandes cadeias mantanhosas na sua face oriental: os Andes e a Sierra Maestra Nas Maestra. áreas onde as montanhas se bifurcam há extensas superfícies planas, situadas em altas altitudes, denominadas altiplanos altiplanos. Na porção centro-oriental, as formas de relevo predominantes são os planal- tos: das Guianas, Brasileiro e da Patagônia. Nas áreas centrais da América Latina, são as depressões, predominantemente planas, que sofrem uma forte influência das regiões montanhosas e dos planaltos. As principais depressões são a Amazônica, a do Pantanal e a do Pampa. O relevo influencia o clima diretamente na porção oeste. As grandes altitu- des levam a uma gradação na temperatura. Isso permite estabelecer que as terras quentes se situam até 1.000 m de altitude; as terras temperadas situam-se entre 1.000 e 2.000 m; as terras frias situam-se a partir dos 2.500 m. Ao chegar à América, os colonizadores europeus encontraram diferentes nações indígenas estabelecidas. Esses povos recebem a denominação de ameríndios, isto é, índios da América, que apresentavam diferentes graus de organização social e de desenvolvimento.
  • 6. A U L A Podemos grupar esses povos em dois grandes grupos: os nômades, que viviam no Brasil, Argentina, Uruguai, e as civilizações asteca maia e inca que asteca, inca, 32 atingiram nível de desenvolvimento social expressivo e uma organização social bem-definida. Um dos fatores que dá a identidade aos países da América Latina é o seu processo de colonização, realizado por países ibéricos (Espanha e Portugal). A colonização de exploração e o monopólio colonial mantiveram a América Latina, durante séculos, como fornecedor de matérias-primas agrícolas e minerais para os mercados europeus. Exercício 1 Que papel coube aos ameríndios no processo de colonização da América Latina? Exercício 2 Escreva V nas afirmativas verdadeiras e F nas alternativas falsas: a) ( ) O monopólio ajudou a promover o enriquecimento das colônias latino-americanas. b) ( ) A produção das colônias latino-americanas tinha o objetivo de atender às necessidades das metrópoles. c) ( ) O processo de colonização ainda tem conseqüências nos dias atuais. d) ( ) Os astecas, maias e incas formaram importantes culturas ameríndias. e) ( ) O Brasil sempre esteve voltado para o comércio com os vizinhos latino-americanos. Exercício 3 Preencha a segunda coluna de acordo com a primeira: a) Terras temperadas ( ) Apresenta florestas densas, nas quais b) Terras quentes são cultivados produtos adaptados ao c) Terras frias calor e à grande umidade. ( ) Parte situada entre 1.000 m e 2.000 m de altitude, muito utilizada para culti- vos alimentares. ( ) Apresentam menor umidade e tempe- raturas baixas; a vegetação é dominada por campos de altitude, os páramos. Exercício 4 Utilizando um atlas geográfico, identifique dois países da América do Sul atravessados pela Cordilheira dos Andes.