SlideShare uma empresa Scribd logo
genealogia da internet parte III – convergência e web 1.0  1978/1999 Painel retrata tentativa de alemão vencer o muro de Berlim, que caiu em 1989, quando a web foi criada.
Anos 70 terminam com emergência da cultura do usuário povoando a internet com seus dispositivos de mídia comunitaria.
BBS, 1978
Bulletin board system redes de computadores comunitárias e independentes de uma grande rede telemática interligadas a uma velocidade de transmissão da ordem de 100 bps por meio de ligação telefônicas via modem. mais info: http://ow.ly/2wwDl
Bbs´s fundam  as comunidades virtuais e a lógica participativa da internet.
Anúncio Bbs, brasil 1994 – velocidade de 14mbps http://www.flickr.com/photos/gabriel_andrade/116040534/sizes/l/
 
s A rede dos usuários
Usenet, 1979. meio de comunicação onde usuários postam mensagens de texto (chamadas de "artigos") em fóruns que são agrupados por assunto (chamados de  newsgroups  ou grupos de notícias) Leia mais em http://ow.ly/2wxGW
Valores da Usenet tudo que é escrito é tornado público a todos. Leia mais em http://ow.ly/2wxGW
Valores da Usenet todo assunto é hierarquizado através de “tags” principais (comp, soc, sci, talk ... ) e alternativas (gnu, alt ...) Leia mais em http://ow.ly/2wxGW
Valores da Usenet toda troca de comunicação é feita sem uma autoridade central, é peer-to-peer (p2p), numa espécie de leitor p2p de feeds de notícias. Leia mais em http://ow.ly/2wxGW
A internet dos usuários comuns cria o ciberespaço: comunicação interativa, comunitária e em rede.
1982, Arpanet dividida em duas. Internet (rodando no protocolo TCP/IP) MilNet (fins militares)
A morte das bbs e o enfraquecimento da usenet ocorreram por causa da popularização da web, em 1989.
Os 80, a Web e as superestradas da informação
Durante a década de 80, as bbs´s e a usenet são os principais meios dos usuários.
A década de 70 e 80 foram marcadas por um período forte de convergência tecnológica.
Convergência externa (crescimento da ind. de mídia é orientado por capital externo)
Convergência interna (integração dos setores empresariais ligados à informação, à mídia e a telecomunicações)
Japão assume a dianteira na produtividade mundial (incorporação da subjetividade fabril na fábrica e novos métodos pós-fordistas de produção)
O predomínio da propriedade intelectual (indústria da informática adota a propriedade intelectual como fim e regra da produção de software)
O surgimento do movimento free software (crítica à aproprição privada do conhecimento/códigos de programação faz nascer movimento baseado num novo direito público, o copyleft )
O surgimento do movimento free software (crítica à aproprição privada do conhecimento/códigos de programação faz nascer movimento baseado num novo direito público, o copyleft )
Em 1989, Tim Berners-Lee começa a construir a web. Finaliza em 1991.
Word Wide Web  Transforma um nome (URL) em uma direção IP, usando a base de dados DNS.
Word Wide Web  E uma linguagem que permitirá a inserção do hipertexto, além da produção de elementos gráficos numa tela: o HTML.
Word Wide Web  Criação de um protocolo que permite um cliente requerer e um servidor responder uma informação: o HTTP.
Word Wide Web  E um navegador que permitirá a comunicação entre servidores (via URL e http), a decodificação do código html pelas máquinas dos usuários e navegação entre hiperdocumentos.
o primeiro website: http://ow.ly/2wyK9
As superestradas da informação, 1993.
As supestradas da informação (projeto liderado por Al Gore que visou conectar todas as empresas que quisessem prestar serviços interativos a todo tipo de consumidor)
As supestradas da informação (na prática, tornou-se o maior programa de expansão e acesso à internet do anos 90)
As supestradas da informação (Economia em tempo real permitiu a retomada da liderança mundial pelos EUA. O foco econômico: a economia/trabalho imaterial )
A partir de 1993, ...
Aparecimentos dos servidores AOL, fornecendo acesso à conteúdo online da web, através de windows 3 e Mac. .
Começo da web comercial, que dominará os anos 90.
O começo da polêmica. Amazon, pioneira no segmento de livraria online.
Meu primeiro email. Hotmail, um dos ícones da web 1.0.
Com o crescimento da web, buscadores tornaram-se fundamentais. No Brasil, líder era o Cadê?
Mirc e seus canais de bate papo: base para a comunicação instantânea entre usuários.
As salas de bate papo e o “problema da identidade”.
anos 90 ideologia californiana: ativismo midiático + liberdade de mercado = felicismo eufórico da “nova economia”.
Algumas Questões típicas dos 90 em charge
 
 
 
 
 
Até o final dos anos 90, parecia que a internet, agora com o predomínio do aplicativo web, se tornava um imenso laboratório da publicidade. Mas algo mudou nos três últimos anos da década, em especial, em 1999 (tema do próximo encontro).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

História da Internet
História da InternetHistória da Internet
História da Internet
BurnoutXP
 
HistóRia Da Internet
HistóRia Da InternetHistóRia Da Internet
HistóRia Da Internet
guest50c1ad
 
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes II
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes IIInsurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes II
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes II
Leonardo Foletto
 
Insurreição Popular: Tecnopolítica e ContraCultura Digital para Cineclubes I
Insurreição Popular: Tecnopolítica e ContraCultura Digital para Cineclubes IInsurreição Popular: Tecnopolítica e ContraCultura Digital para Cineclubes I
Insurreição Popular: Tecnopolítica e ContraCultura Digital para Cineclubes I
Leonardo Foletto
 
Historia internet 2014-2
Historia internet   2014-2Historia internet   2014-2
Historia internet 2014-2
Rodrigo Duguay
 
Monopólios da informação e o princípio das separações
Monopólios da informação e o princípio das separaçõesMonopólios da informação e o princípio das separações
Monopólios da informação e o princípio das separações
Daniel Guedes
 
Como explicar junho de 2013?
Como explicar junho de 2013?Como explicar junho de 2013?
Como explicar junho de 2013?
Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
AULA 1 - História da internet
AULA 1 - História da internetAULA 1 - História da internet
AULA 1 - História da internet
diogolevel3
 
Tecnopolítica e contracultura
Tecnopolítica e contraculturaTecnopolítica e contracultura
Tecnopolítica e contracultura
Leonardo Foletto
 
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes III
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes IIIInsurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes III
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes III
Leonardo Foletto
 
História da internet
História da internetHistória da internet
História da internet
pmpa94
 
O jornal impresso em tempos de mídias digitais
O jornal impresso em tempos de mídias digitaisO jornal impresso em tempos de mídias digitais
O jornal impresso em tempos de mídias digitais
Andrey Martins
 
We the media
We the mediaWe the media
We the media
DricaSantiago
 
WebJornalismo 7 Caraterísticas que marcam la diferencia
WebJornalismo 7 Caraterísticas que marcam la diferenciaWebJornalismo 7 Caraterísticas que marcam la diferencia
WebJornalismo 7 Caraterísticas que marcam la diferencia
Patricia Bertolotti
 
Webjornalismo: características
Webjornalismo: característicasWebjornalismo: características
Webjornalismo: características
Mayara de Araújo
 

Mais procurados (15)

História da Internet
História da InternetHistória da Internet
História da Internet
 
HistóRia Da Internet
HistóRia Da InternetHistóRia Da Internet
HistóRia Da Internet
 
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes II
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes IIInsurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes II
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes II
 
Insurreição Popular: Tecnopolítica e ContraCultura Digital para Cineclubes I
Insurreição Popular: Tecnopolítica e ContraCultura Digital para Cineclubes IInsurreição Popular: Tecnopolítica e ContraCultura Digital para Cineclubes I
Insurreição Popular: Tecnopolítica e ContraCultura Digital para Cineclubes I
 
Historia internet 2014-2
Historia internet   2014-2Historia internet   2014-2
Historia internet 2014-2
 
Monopólios da informação e o princípio das separações
Monopólios da informação e o princípio das separaçõesMonopólios da informação e o princípio das separações
Monopólios da informação e o princípio das separações
 
Como explicar junho de 2013?
Como explicar junho de 2013?Como explicar junho de 2013?
Como explicar junho de 2013?
 
AULA 1 - História da internet
AULA 1 - História da internetAULA 1 - História da internet
AULA 1 - História da internet
 
Tecnopolítica e contracultura
Tecnopolítica e contraculturaTecnopolítica e contracultura
Tecnopolítica e contracultura
 
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes III
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes IIIInsurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes III
Insurreição Popular e tecnopolítica para Cineclubes III
 
História da internet
História da internetHistória da internet
História da internet
 
O jornal impresso em tempos de mídias digitais
O jornal impresso em tempos de mídias digitaisO jornal impresso em tempos de mídias digitais
O jornal impresso em tempos de mídias digitais
 
We the media
We the mediaWe the media
We the media
 
WebJornalismo 7 Caraterísticas que marcam la diferencia
WebJornalismo 7 Caraterísticas que marcam la diferenciaWebJornalismo 7 Caraterísticas que marcam la diferencia
WebJornalismo 7 Caraterísticas que marcam la diferencia
 
Webjornalismo: características
Webjornalismo: característicasWebjornalismo: características
Webjornalismo: características
 

Destaque

Diferença dos protestos nas redes sociais: o #VemPraRua entre 2013 e 2015
Diferença dos protestos nas redes sociais: o #VemPraRua entre 2013 e 2015Diferença dos protestos nas redes sociais: o #VemPraRua entre 2013 e 2015
Diferença dos protestos nas redes sociais: o #VemPraRua entre 2013 e 2015
fabiomalini
 
Ensaio: os rótulos e as ‘verdades’ absolutas
Ensaio: os rótulos e as ‘verdades’ absolutasEnsaio: os rótulos e as ‘verdades’ absolutas
Ensaio: os rótulos e as ‘verdades’ absolutas
fcmatosbh
 
Congresso E-Commerce Brasil - Sistema tributário e os desafios para o e-commerce
Congresso E-Commerce Brasil - Sistema tributário e os desafios para o e-commerceCongresso E-Commerce Brasil - Sistema tributário e os desafios para o e-commerce
Congresso E-Commerce Brasil - Sistema tributário e os desafios para o e-commerce
E-Commerce Brasil
 
Fórum de Líderes - "Desafios e Tendências do Varejo"
Fórum de Líderes - "Desafios e Tendências do Varejo"Fórum de Líderes - "Desafios e Tendências do Varejo"
Fórum de Líderes - "Desafios e Tendências do Varejo"
beautyfair
 
#DataScience e Ação Coletiva. slide #ArenaNetMundial
#DataScience e Ação Coletiva. slide #ArenaNetMundial#DataScience e Ação Coletiva. slide #ArenaNetMundial
#DataScience e Ação Coletiva. slide #ArenaNetMundial
fabiomalini
 
Crítica e internet
Crítica e internetCrítica e internet
Crítica e internet
fabiomalini
 
Os próximos 20 anos do e-commerce no Brasil: regulamentação, inovação, mercad...
Os próximos 20 anos do e-commerce no Brasil: regulamentação, inovação, mercad...Os próximos 20 anos do e-commerce no Brasil: regulamentação, inovação, mercad...
Os próximos 20 anos do e-commerce no Brasil: regulamentação, inovação, mercad...
E-Commerce Brasil
 
Analise de Redes Sociais
Analise de Redes SociaisAnalise de Redes Sociais
Analise de Redes Sociais
Wesley Pinheiro
 
As funções do administrador e a prática docente (ensaio)
As funções do administrador e a prática docente (ensaio)As funções do administrador e a prática docente (ensaio)
As funções do administrador e a prática docente (ensaio)
fcmatosbh
 
Análises Automatizadas de tweets e posts: filtrando textos no twitter e no fa...
Análises Automatizadas de tweets e posts: filtrando textos no twitter e no fa...Análises Automatizadas de tweets e posts: filtrando textos no twitter e no fa...
Análises Automatizadas de tweets e posts: filtrando textos no twitter e no fa...
fabiomalini
 
Visões preliminares do #VemPraRua
Visões preliminares do #VemPraRua Visões preliminares do #VemPraRua
Visões preliminares do #VemPraRua
fabiomalini
 
Ensaio sobre O Caçado sabendo Caçar (Edgar Morin)
Ensaio sobre O Caçado sabendo Caçar (Edgar Morin)Ensaio sobre O Caçado sabendo Caçar (Edgar Morin)
Ensaio sobre O Caçado sabendo Caçar (Edgar Morin)
Luiz Guilherme Leite Amaral
 
Mulher e Polítca: reflexões sobre a participação da mulher na política
Mulher e Polítca: reflexões sobre a participação da mulher na políticaMulher e Polítca: reflexões sobre a participação da mulher na política
Mulher e Polítca: reflexões sobre a participação da mulher na política
fcmatosbh
 
Forum 2016 - Advanced Customer Aquisition – How to generate visitors without ...
Forum 2016 - Advanced Customer Aquisition – How to generate visitors without ...Forum 2016 - Advanced Customer Aquisition – How to generate visitors without ...
Forum 2016 - Advanced Customer Aquisition – How to generate visitors without ...
E-Commerce Brasil
 
Ensaio: Sua tese de doutorado (ou pesquisa) é política?
Ensaio: Sua tese de doutorado (ou pesquisa) é política?Ensaio: Sua tese de doutorado (ou pesquisa) é política?
Ensaio: Sua tese de doutorado (ou pesquisa) é política?
fcmatosbh
 
Refinamento de campanhas com publicacoes de midias sociais
Refinamento de campanhas com publicacoes de midias sociaisRefinamento de campanhas com publicacoes de midias sociais
Refinamento de campanhas com publicacoes de midias sociais
Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados
 
Influenciadores
InfluenciadoresInfluenciadores
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Como vender melhor os serviços ...
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Como vender melhor os serviços ...Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Como vender melhor os serviços ...
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Como vender melhor os serviços ...
E-Commerce Brasil
 
Congresso E-Commerce Brasil 2017 - Cross-device – Performance de vendas x Exp...
Congresso E-Commerce Brasil 2017 - Cross-device – Performance de vendas x Exp...Congresso E-Commerce Brasil 2017 - Cross-device – Performance de vendas x Exp...
Congresso E-Commerce Brasil 2017 - Cross-device – Performance de vendas x Exp...
E-Commerce Brasil
 
Congresso E-Commerce Brasil Vendas 2017 - Varejo online e performance: as ten...
Congresso E-Commerce Brasil Vendas 2017 - Varejo online e performance: as ten...Congresso E-Commerce Brasil Vendas 2017 - Varejo online e performance: as ten...
Congresso E-Commerce Brasil Vendas 2017 - Varejo online e performance: as ten...
E-Commerce Brasil
 

Destaque (20)

Diferença dos protestos nas redes sociais: o #VemPraRua entre 2013 e 2015
Diferença dos protestos nas redes sociais: o #VemPraRua entre 2013 e 2015Diferença dos protestos nas redes sociais: o #VemPraRua entre 2013 e 2015
Diferença dos protestos nas redes sociais: o #VemPraRua entre 2013 e 2015
 
Ensaio: os rótulos e as ‘verdades’ absolutas
Ensaio: os rótulos e as ‘verdades’ absolutasEnsaio: os rótulos e as ‘verdades’ absolutas
Ensaio: os rótulos e as ‘verdades’ absolutas
 
Congresso E-Commerce Brasil - Sistema tributário e os desafios para o e-commerce
Congresso E-Commerce Brasil - Sistema tributário e os desafios para o e-commerceCongresso E-Commerce Brasil - Sistema tributário e os desafios para o e-commerce
Congresso E-Commerce Brasil - Sistema tributário e os desafios para o e-commerce
 
Fórum de Líderes - "Desafios e Tendências do Varejo"
Fórum de Líderes - "Desafios e Tendências do Varejo"Fórum de Líderes - "Desafios e Tendências do Varejo"
Fórum de Líderes - "Desafios e Tendências do Varejo"
 
#DataScience e Ação Coletiva. slide #ArenaNetMundial
#DataScience e Ação Coletiva. slide #ArenaNetMundial#DataScience e Ação Coletiva. slide #ArenaNetMundial
#DataScience e Ação Coletiva. slide #ArenaNetMundial
 
Crítica e internet
Crítica e internetCrítica e internet
Crítica e internet
 
Os próximos 20 anos do e-commerce no Brasil: regulamentação, inovação, mercad...
Os próximos 20 anos do e-commerce no Brasil: regulamentação, inovação, mercad...Os próximos 20 anos do e-commerce no Brasil: regulamentação, inovação, mercad...
Os próximos 20 anos do e-commerce no Brasil: regulamentação, inovação, mercad...
 
Analise de Redes Sociais
Analise de Redes SociaisAnalise de Redes Sociais
Analise de Redes Sociais
 
As funções do administrador e a prática docente (ensaio)
As funções do administrador e a prática docente (ensaio)As funções do administrador e a prática docente (ensaio)
As funções do administrador e a prática docente (ensaio)
 
Análises Automatizadas de tweets e posts: filtrando textos no twitter e no fa...
Análises Automatizadas de tweets e posts: filtrando textos no twitter e no fa...Análises Automatizadas de tweets e posts: filtrando textos no twitter e no fa...
Análises Automatizadas de tweets e posts: filtrando textos no twitter e no fa...
 
Visões preliminares do #VemPraRua
Visões preliminares do #VemPraRua Visões preliminares do #VemPraRua
Visões preliminares do #VemPraRua
 
Ensaio sobre O Caçado sabendo Caçar (Edgar Morin)
Ensaio sobre O Caçado sabendo Caçar (Edgar Morin)Ensaio sobre O Caçado sabendo Caçar (Edgar Morin)
Ensaio sobre O Caçado sabendo Caçar (Edgar Morin)
 
Mulher e Polítca: reflexões sobre a participação da mulher na política
Mulher e Polítca: reflexões sobre a participação da mulher na políticaMulher e Polítca: reflexões sobre a participação da mulher na política
Mulher e Polítca: reflexões sobre a participação da mulher na política
 
Forum 2016 - Advanced Customer Aquisition – How to generate visitors without ...
Forum 2016 - Advanced Customer Aquisition – How to generate visitors without ...Forum 2016 - Advanced Customer Aquisition – How to generate visitors without ...
Forum 2016 - Advanced Customer Aquisition – How to generate visitors without ...
 
Ensaio: Sua tese de doutorado (ou pesquisa) é política?
Ensaio: Sua tese de doutorado (ou pesquisa) é política?Ensaio: Sua tese de doutorado (ou pesquisa) é política?
Ensaio: Sua tese de doutorado (ou pesquisa) é política?
 
Refinamento de campanhas com publicacoes de midias sociais
Refinamento de campanhas com publicacoes de midias sociaisRefinamento de campanhas com publicacoes de midias sociais
Refinamento de campanhas com publicacoes de midias sociais
 
Influenciadores
InfluenciadoresInfluenciadores
Influenciadores
 
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Como vender melhor os serviços ...
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Como vender melhor os serviços ...Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Como vender melhor os serviços ...
Conferência E-Commerce Brasil NORDESTE 2016 - Como vender melhor os serviços ...
 
Congresso E-Commerce Brasil 2017 - Cross-device – Performance de vendas x Exp...
Congresso E-Commerce Brasil 2017 - Cross-device – Performance de vendas x Exp...Congresso E-Commerce Brasil 2017 - Cross-device – Performance de vendas x Exp...
Congresso E-Commerce Brasil 2017 - Cross-device – Performance de vendas x Exp...
 
Congresso E-Commerce Brasil Vendas 2017 - Varejo online e performance: as ten...
Congresso E-Commerce Brasil Vendas 2017 - Varejo online e performance: as ten...Congresso E-Commerce Brasil Vendas 2017 - Varejo online e performance: as ten...
Congresso E-Commerce Brasil Vendas 2017 - Varejo online e performance: as ten...
 

Semelhante a Genealogia da internet (parte 3 - convergência e web 1.0 )

Projeto de mídias
Projeto de mídiasProjeto de mídias
Projeto de mídias
kelcilene
 
Historico e evolução da internet
Historico e evolução da internetHistorico e evolução da internet
Historico e evolução da internet
Helena Palmquist
 
1 cultura digital
1 cultura digital1 cultura digital
1 cultura digital
Thiago Skárnio
 
Web Doispontozero 100907
Web Doispontozero 100907Web Doispontozero 100907
Web Doispontozero 100907
Lisandra Maioli
 
Trabalho de informarica.docx
Trabalho de informarica.docxTrabalho de informarica.docx
Trabalho de informarica.docx
ComprastudoOnline1
 
Tecnologias e História do Computador.pptx
Tecnologias e História do Computador.pptxTecnologias e História do Computador.pptx
Tecnologias e História do Computador.pptx
HellenMatos7
 
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptxaula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
MarcilioFeitosaLima1
 
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptxaula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
MarcilioFeitosaLima1
 
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdfA EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
Faga1939
 
Internet: um pouco de história
Internet: um pouco de históriaInternet: um pouco de história
Internet: um pouco de história
Adilson P Motta Motta
 
História da Internet
História da InternetHistória da Internet
História da Internet
publicidadepitagoras
 
Cultura digital
Cultura digitalCultura digital
Cultura digital
Alquimídia.org
 
Módulo 1 cultura digital
Módulo 1   cultura digitalMódulo 1   cultura digital
Módulo 1 cultura digital
Thiago Skárnio
 
Aula 3 caracteristicas do jornalismo na internet
Aula 3   caracteristicas do jornalismo na internetAula 3   caracteristicas do jornalismo na internet
Aula 3 caracteristicas do jornalismo na internet
aulasdejornalismo
 
Aula 2 o jornalismo na internet
Aula 2   o jornalismo na internetAula 2   o jornalismo na internet
Aula 2 o jornalismo na internet
aulasdejornalismo
 
Aula01 midia digital
Aula01 midia digitalAula01 midia digital
Aula2 Historia 2009 Ufpr
Aula2   Historia 2009 UfprAula2   Historia 2009 Ufpr
Aula2 Historia 2009 Ufpr
Roberto Bentes
 
Historia Da internet
Historia Da internetHistoria Da internet
Historia Da internet
guestda7c13
 
Historia Da internet
Historia Da internetHistoria Da internet
Historia Da internet
guestda7c13
 
Primeira Geração de Computadores - Histórico
Primeira Geração de Computadores - HistóricoPrimeira Geração de Computadores - Histórico
Primeira Geração de Computadores - Histórico
FernandaViviane2
 

Semelhante a Genealogia da internet (parte 3 - convergência e web 1.0 ) (20)

Projeto de mídias
Projeto de mídiasProjeto de mídias
Projeto de mídias
 
Historico e evolução da internet
Historico e evolução da internetHistorico e evolução da internet
Historico e evolução da internet
 
1 cultura digital
1 cultura digital1 cultura digital
1 cultura digital
 
Web Doispontozero 100907
Web Doispontozero 100907Web Doispontozero 100907
Web Doispontozero 100907
 
Trabalho de informarica.docx
Trabalho de informarica.docxTrabalho de informarica.docx
Trabalho de informarica.docx
 
Tecnologias e História do Computador.pptx
Tecnologias e História do Computador.pptxTecnologias e História do Computador.pptx
Tecnologias e História do Computador.pptx
 
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptxaula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
 
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptxaula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
aula07-ahistriadainternet-141030172213-conversion-gate02.pptx
 
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdfA EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
A EVOLUÇÃO DA MAIOR INVENÇÃO DA HUMANIDADE, O COMPUTADOR, E SEU FUTURO.pdf
 
Internet: um pouco de história
Internet: um pouco de históriaInternet: um pouco de história
Internet: um pouco de história
 
História da Internet
História da InternetHistória da Internet
História da Internet
 
Cultura digital
Cultura digitalCultura digital
Cultura digital
 
Módulo 1 cultura digital
Módulo 1   cultura digitalMódulo 1   cultura digital
Módulo 1 cultura digital
 
Aula 3 caracteristicas do jornalismo na internet
Aula 3   caracteristicas do jornalismo na internetAula 3   caracteristicas do jornalismo na internet
Aula 3 caracteristicas do jornalismo na internet
 
Aula 2 o jornalismo na internet
Aula 2   o jornalismo na internetAula 2   o jornalismo na internet
Aula 2 o jornalismo na internet
 
Aula01 midia digital
Aula01 midia digitalAula01 midia digital
Aula01 midia digital
 
Aula2 Historia 2009 Ufpr
Aula2   Historia 2009 UfprAula2   Historia 2009 Ufpr
Aula2 Historia 2009 Ufpr
 
Historia Da internet
Historia Da internetHistoria Da internet
Historia Da internet
 
Historia Da internet
Historia Da internetHistoria Da internet
Historia Da internet
 
Primeira Geração de Computadores - Histórico
Primeira Geração de Computadores - HistóricoPrimeira Geração de Computadores - Histórico
Primeira Geração de Computadores - Histórico
 

Mais de fabiomalini

Feat. Gerbaudo Class (Data and General Election in the UK)
Feat. Gerbaudo Class (Data and General Election in the UK)Feat. Gerbaudo Class (Data and General Election in the UK)
Feat. Gerbaudo Class (Data and General Election in the UK)
fabiomalini
 
WordSuite: como identificar cyborgs no Twitter
WordSuite: como identificar cyborgs no TwitterWordSuite: como identificar cyborgs no Twitter
WordSuite: como identificar cyborgs no Twitter
fabiomalini
 
POR UM MÉTODO PERSPECTIVISTA DE ANÁLISE DE REDES
POR UM MÉTODO PERSPECTIVISTA DE ANÁLISE DE REDESPOR UM MÉTODO PERSPECTIVISTA DE ANÁLISE DE REDES
POR UM MÉTODO PERSPECTIVISTA DE ANÁLISE DE REDES
fabiomalini
 
Introdução à Teoria dos Grafos e Análise de Redes Sociais
Introdução à Teoria dos Grafos e Análise de Redes SociaisIntrodução à Teoria dos Grafos e Análise de Redes Sociais
Introdução à Teoria dos Grafos e Análise de Redes Sociais
fabiomalini
 
Dados da Indignação: Protestos de 2013, Redes Sociais e Copa do Mundo
Dados da Indignação: Protestos de 2013, Redes Sociais e Copa do MundoDados da Indignação: Protestos de 2013, Redes Sociais e Copa do Mundo
Dados da Indignação: Protestos de 2013, Redes Sociais e Copa do Mundo
fabiomalini
 
Análise de Redes Sociais, Grafos e #VemPRaRua
Análise de Redes Sociais, Grafos e #VemPRaRua Análise de Redes Sociais, Grafos e #VemPRaRua
Análise de Redes Sociais, Grafos e #VemPRaRua
fabiomalini
 
A história da internet (o movimento californiano)
A história da internet (o movimento californiano)A história da internet (o movimento californiano)
A história da internet (o movimento californiano)
fabiomalini
 
Aula Pós Audiovisual Malini
Aula Pós Audiovisual MaliniAula Pós Audiovisual Malini
Aula Pós Audiovisual Malini
fabiomalini
 
Aula I Pós em Comunicação da Ufes
Aula I Pós em Comunicação da UfesAula I Pós em Comunicação da Ufes
Aula I Pós em Comunicação da Ufes
fabiomalini
 

Mais de fabiomalini (9)

Feat. Gerbaudo Class (Data and General Election in the UK)
Feat. Gerbaudo Class (Data and General Election in the UK)Feat. Gerbaudo Class (Data and General Election in the UK)
Feat. Gerbaudo Class (Data and General Election in the UK)
 
WordSuite: como identificar cyborgs no Twitter
WordSuite: como identificar cyborgs no TwitterWordSuite: como identificar cyborgs no Twitter
WordSuite: como identificar cyborgs no Twitter
 
POR UM MÉTODO PERSPECTIVISTA DE ANÁLISE DE REDES
POR UM MÉTODO PERSPECTIVISTA DE ANÁLISE DE REDESPOR UM MÉTODO PERSPECTIVISTA DE ANÁLISE DE REDES
POR UM MÉTODO PERSPECTIVISTA DE ANÁLISE DE REDES
 
Introdução à Teoria dos Grafos e Análise de Redes Sociais
Introdução à Teoria dos Grafos e Análise de Redes SociaisIntrodução à Teoria dos Grafos e Análise de Redes Sociais
Introdução à Teoria dos Grafos e Análise de Redes Sociais
 
Dados da Indignação: Protestos de 2013, Redes Sociais e Copa do Mundo
Dados da Indignação: Protestos de 2013, Redes Sociais e Copa do MundoDados da Indignação: Protestos de 2013, Redes Sociais e Copa do Mundo
Dados da Indignação: Protestos de 2013, Redes Sociais e Copa do Mundo
 
Análise de Redes Sociais, Grafos e #VemPRaRua
Análise de Redes Sociais, Grafos e #VemPRaRua Análise de Redes Sociais, Grafos e #VemPRaRua
Análise de Redes Sociais, Grafos e #VemPRaRua
 
A história da internet (o movimento californiano)
A história da internet (o movimento californiano)A história da internet (o movimento californiano)
A história da internet (o movimento californiano)
 
Aula Pós Audiovisual Malini
Aula Pós Audiovisual MaliniAula Pós Audiovisual Malini
Aula Pós Audiovisual Malini
 
Aula I Pós em Comunicação da Ufes
Aula I Pós em Comunicação da UfesAula I Pós em Comunicação da Ufes
Aula I Pós em Comunicação da Ufes
 

Último

cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 

Último (20)

cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 

Genealogia da internet (parte 3 - convergência e web 1.0 )

  • 1. genealogia da internet parte III – convergência e web 1.0 1978/1999 Painel retrata tentativa de alemão vencer o muro de Berlim, que caiu em 1989, quando a web foi criada.
  • 2. Anos 70 terminam com emergência da cultura do usuário povoando a internet com seus dispositivos de mídia comunitaria.
  • 4. Bulletin board system redes de computadores comunitárias e independentes de uma grande rede telemática interligadas a uma velocidade de transmissão da ordem de 100 bps por meio de ligação telefônicas via modem. mais info: http://ow.ly/2wwDl
  • 5. Bbs´s fundam as comunidades virtuais e a lógica participativa da internet.
  • 6. Anúncio Bbs, brasil 1994 – velocidade de 14mbps http://www.flickr.com/photos/gabriel_andrade/116040534/sizes/l/
  • 7.  
  • 8. s A rede dos usuários
  • 9. Usenet, 1979. meio de comunicação onde usuários postam mensagens de texto (chamadas de "artigos") em fóruns que são agrupados por assunto (chamados de newsgroups ou grupos de notícias) Leia mais em http://ow.ly/2wxGW
  • 10. Valores da Usenet tudo que é escrito é tornado público a todos. Leia mais em http://ow.ly/2wxGW
  • 11. Valores da Usenet todo assunto é hierarquizado através de “tags” principais (comp, soc, sci, talk ... ) e alternativas (gnu, alt ...) Leia mais em http://ow.ly/2wxGW
  • 12. Valores da Usenet toda troca de comunicação é feita sem uma autoridade central, é peer-to-peer (p2p), numa espécie de leitor p2p de feeds de notícias. Leia mais em http://ow.ly/2wxGW
  • 13. A internet dos usuários comuns cria o ciberespaço: comunicação interativa, comunitária e em rede.
  • 14. 1982, Arpanet dividida em duas. Internet (rodando no protocolo TCP/IP) MilNet (fins militares)
  • 15. A morte das bbs e o enfraquecimento da usenet ocorreram por causa da popularização da web, em 1989.
  • 16. Os 80, a Web e as superestradas da informação
  • 17. Durante a década de 80, as bbs´s e a usenet são os principais meios dos usuários.
  • 18. A década de 70 e 80 foram marcadas por um período forte de convergência tecnológica.
  • 19. Convergência externa (crescimento da ind. de mídia é orientado por capital externo)
  • 20. Convergência interna (integração dos setores empresariais ligados à informação, à mídia e a telecomunicações)
  • 21. Japão assume a dianteira na produtividade mundial (incorporação da subjetividade fabril na fábrica e novos métodos pós-fordistas de produção)
  • 22. O predomínio da propriedade intelectual (indústria da informática adota a propriedade intelectual como fim e regra da produção de software)
  • 23. O surgimento do movimento free software (crítica à aproprição privada do conhecimento/códigos de programação faz nascer movimento baseado num novo direito público, o copyleft )
  • 24. O surgimento do movimento free software (crítica à aproprição privada do conhecimento/códigos de programação faz nascer movimento baseado num novo direito público, o copyleft )
  • 25. Em 1989, Tim Berners-Lee começa a construir a web. Finaliza em 1991.
  • 26. Word Wide Web Transforma um nome (URL) em uma direção IP, usando a base de dados DNS.
  • 27. Word Wide Web E uma linguagem que permitirá a inserção do hipertexto, além da produção de elementos gráficos numa tela: o HTML.
  • 28. Word Wide Web Criação de um protocolo que permite um cliente requerer e um servidor responder uma informação: o HTTP.
  • 29. Word Wide Web E um navegador que permitirá a comunicação entre servidores (via URL e http), a decodificação do código html pelas máquinas dos usuários e navegação entre hiperdocumentos.
  • 30. o primeiro website: http://ow.ly/2wyK9
  • 31. As superestradas da informação, 1993.
  • 32. As supestradas da informação (projeto liderado por Al Gore que visou conectar todas as empresas que quisessem prestar serviços interativos a todo tipo de consumidor)
  • 33. As supestradas da informação (na prática, tornou-se o maior programa de expansão e acesso à internet do anos 90)
  • 34. As supestradas da informação (Economia em tempo real permitiu a retomada da liderança mundial pelos EUA. O foco econômico: a economia/trabalho imaterial )
  • 35. A partir de 1993, ...
  • 36. Aparecimentos dos servidores AOL, fornecendo acesso à conteúdo online da web, através de windows 3 e Mac. .
  • 37. Começo da web comercial, que dominará os anos 90.
  • 38. O começo da polêmica. Amazon, pioneira no segmento de livraria online.
  • 39. Meu primeiro email. Hotmail, um dos ícones da web 1.0.
  • 40. Com o crescimento da web, buscadores tornaram-se fundamentais. No Brasil, líder era o Cadê?
  • 41. Mirc e seus canais de bate papo: base para a comunicação instantânea entre usuários.
  • 42. As salas de bate papo e o “problema da identidade”.
  • 43. anos 90 ideologia californiana: ativismo midiático + liberdade de mercado = felicismo eufórico da “nova economia”.
  • 44. Algumas Questões típicas dos 90 em charge
  • 45.  
  • 46.  
  • 47.  
  • 48.  
  • 49.  
  • 50. Até o final dos anos 90, parecia que a internet, agora com o predomínio do aplicativo web, se tornava um imenso laboratório da publicidade. Mas algo mudou nos três últimos anos da década, em especial, em 1999 (tema do próximo encontro).