SlideShare uma empresa Scribd logo
Agrupamento de Escolas D. Manuel de Faria e Sousa

                                   Ficha de trabalho: produção escrita



Tarefa: Numa composição cuidada, fala das vantagens e desvantagens da emigração, dando como
exemplo algum caso que conheças.

                                        PLANIFICAÇÃO DA ESCRITA
→ 1º passo: anotar as ideias que vão ocorrendo

A emigração
   falta de trabalho;
   causas da emigração;
   opinião sobre este problema;
   desejo de promoção social;
   consequências da emigração;
   primeiros tempos vividos fora do país;
   dificuldades sentidas.


→ 2º passo: ordenar as ideias anotadas

   causas da emigração;
   falta de trabalho;
   desejo de promoção social;
   dificuldades sentidas;
   primeiros tempos vividos fora do país;
   consequências da emigração;
   opinião sobre este problema.


→ 3º passo: organizar o plano a partir das ideias ordenadas

Introdução
Causas que podem motivar a emigração:
- falta de trabalho;
- desejo de promoção social.
Desenvolvimento
Dificuldades sentidas:
- primeiros tempos vividos fora do país;
- consequências da emigração.
Conclusão
Opinião sobre este problema.
MODELO

(Introdução)
        Desde longa data que se vem a assistir à partida de imensos compatriotas nossos, que buscam
outros países, a maioria das vezes porque as condições de trabalho não lhes são favoráveis, ou ainda
porque desejam promover-se socialmente e pensam que assim o conseguirão.
        Mas será que efectivamente o conseguem? Vejamos.
(Desenvolvimento)
        Mal a ideia ganha forma nos seus espíritos, as dificuldades começam a surgir: a família tenta
dissuadi-los de partir, a carta de chamada demora a chegar, o contrato de trabalho não corresponde ao
que se pensava.
        Por fim, depois de vários contratempos, o emigrante parte para a França, para a Suíça, para a
Alemanha...
        Chegado lá, outras dificuldades se lhe deparam: o problema da língua, as saudades da família que
ele pensa mandar buscar, mas cuja ida só poderá ter lugar depois de a vida estar minimamente
organizada, a adaptação ao novo trabalho, são apenas alguns exemplos dos inúmeros problemas a
resolver.
        Finalmente a vida está mais ou menos estabilizada: a família já foi ter com ele, a casa onde mora
é aceitável, o ordenado também. No entanto, as saudades do país quase não o deixam usufruir dessa
nova vida, e então procura ultrapassar este problema deslocando-se a Portugal, pelo menos no Natal e
nas férias de Verão.
        Há porém a ter em conta os filhos, que já são mais franceses, mais suíços, mais alemães que
propriamente portugueses.
        Mas o que há a fazer? Apenas continuar a lutar até um dia poder voltar definitivamente ao seu
país.
(Conclusão)
        Fazendo agora um balanço, vejamos se valerá a pena este esforço, esta luta. Quanto a isto, as
opiniões divergem. No entanto, a nossa opinião pessoal é que só em último caso se deverá procurar
outros países, pois, como diz José Rodrigues Miguéis, «este mundo é largo e chegava bem para todos
se soubéssemos partilhar os frutos do trabalho».

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Ft25 Relativas
Ft25 RelativasFt25 Relativas
Ft25 Relativas
Fernanda Soares
 
Ft26 ConsíLio Deuses
Ft26 ConsíLio DeusesFt26 ConsíLio Deuses
Ft26 ConsíLio Deuses
Fernanda Soares
 
Ft20 Informativa Lusiadas
Ft20 Informativa LusiadasFt20 Informativa Lusiadas
Ft20 Informativa Lusiadas
Fernanda Soares
 
Exame 2010
Exame 2010Exame 2010
Exame 2010
Fernanda Soares
 
W31 Sub Conc Cons Comp Fin Complet
W31 Sub Conc Cons Comp Fin CompletW31 Sub Conc Cons Comp Fin Complet
W31 Sub Conc Cons Comp Fin Complet
Fernanda Soares
 
Resultados Do Campeonato De Ortografia 9 B 2 Elim
Resultados Do Campeonato De Ortografia 9 B 2 ElimResultados Do Campeonato De Ortografia 9 B 2 Elim
Resultados Do Campeonato De Ortografia 9 B 2 Elim
Fernanda Soares
 
Exame 2010
Exame 2010Exame 2010
Exame 2010
Fernanda Soares
 
Ft21 Lusiadas Textos Introdutorios
Ft21 Lusiadas Textos IntrodutoriosFt21 Lusiadas Textos Introdutorios
Ft21 Lusiadas Textos Introdutorios
Fernanda Soares
 
Resultados do campeonato de ortografia 8 e
Resultados do campeonato de ortografia 8 eResultados do campeonato de ortografia 8 e
Resultados do campeonato de ortografia 8 e
Fernanda Soares
 
Deslumbramentos
DeslumbramentosDeslumbramentos
Deslumbramentos
Jorge Barros
 
Ft23 Ficha Formativa Lusiadas
Ft23 Ficha Formativa LusiadasFt23 Ficha Formativa Lusiadas
Ft23 Ficha Formativa Lusiadas
Fernanda Soares
 
Ft29 Ines De Castro
Ft29 Ines De CastroFt29 Ines De Castro
Ft29 Ines De Castro
Fernanda Soares
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
Lurdes Augusto
 

Destaque (13)

Ft25 Relativas
Ft25 RelativasFt25 Relativas
Ft25 Relativas
 
Ft26 ConsíLio Deuses
Ft26 ConsíLio DeusesFt26 ConsíLio Deuses
Ft26 ConsíLio Deuses
 
Ft20 Informativa Lusiadas
Ft20 Informativa LusiadasFt20 Informativa Lusiadas
Ft20 Informativa Lusiadas
 
Exame 2010
Exame 2010Exame 2010
Exame 2010
 
W31 Sub Conc Cons Comp Fin Complet
W31 Sub Conc Cons Comp Fin CompletW31 Sub Conc Cons Comp Fin Complet
W31 Sub Conc Cons Comp Fin Complet
 
Resultados Do Campeonato De Ortografia 9 B 2 Elim
Resultados Do Campeonato De Ortografia 9 B 2 ElimResultados Do Campeonato De Ortografia 9 B 2 Elim
Resultados Do Campeonato De Ortografia 9 B 2 Elim
 
Exame 2010
Exame 2010Exame 2010
Exame 2010
 
Ft21 Lusiadas Textos Introdutorios
Ft21 Lusiadas Textos IntrodutoriosFt21 Lusiadas Textos Introdutorios
Ft21 Lusiadas Textos Introdutorios
 
Resultados do campeonato de ortografia 8 e
Resultados do campeonato de ortografia 8 eResultados do campeonato de ortografia 8 e
Resultados do campeonato de ortografia 8 e
 
Deslumbramentos
DeslumbramentosDeslumbramentos
Deslumbramentos
 
Ft23 Ficha Formativa Lusiadas
Ft23 Ficha Formativa LusiadasFt23 Ficha Formativa Lusiadas
Ft23 Ficha Formativa Lusiadas
 
Ft29 Ines De Castro
Ft29 Ines De CastroFt29 Ines De Castro
Ft29 Ines De Castro
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
 

Mais de Fernanda Soares

Game Rooms House
Game Rooms HouseGame Rooms House
Game Rooms House
Fernanda Soares
 
Musical Challenge
Musical ChallengeMusical Challenge
Musical Challenge
Fernanda Soares
 
Game Types Houses
Game Types HousesGame Types Houses
Game Types Houses
Fernanda Soares
 
Ft28 Quadro Global Lusiadas
Ft28 Quadro Global LusiadasFt28 Quadro Global Lusiadas
Ft28 Quadro Global Lusiadas
Fernanda Soares
 
Ft22 Lusiadas Estruturas Externa E Interna
Ft22 Lusiadas Estruturas Externa E InternaFt22 Lusiadas Estruturas Externa E Interna
Ft22 Lusiadas Estruturas Externa E Interna
Fernanda Soares
 
Ft16 Producao Escrita
Ft16 Producao EscritaFt16 Producao Escrita
Ft16 Producao Escrita
Fernanda Soares
 
W12 Coord Sub Caus Cond Temp
W12 Coord Sub Caus Cond TempW12 Coord Sub Caus Cond Temp
W12 Coord Sub Caus Cond Temp
Fernanda Soares
 
Oracoes
OracoesOracoes
W16 Texto Dramatico Ficha Inf
W16 Texto Dramatico Ficha InfW16 Texto Dramatico Ficha Inf
W16 Texto Dramatico Ficha Inf
Fernanda Soares
 
W23 Conectores
W23 ConectoresW23 Conectores
W23 Conectores
Fernanda Soares
 
Sopas E Letras Dia Internacional Dos Direitos Humanos
Sopas E Letras Dia Internacional Dos Direitos HumanosSopas E Letras Dia Internacional Dos Direitos Humanos
Sopas E Letras Dia Internacional Dos Direitos Humanos
Fernanda Soares
 

Mais de Fernanda Soares (12)

Game Rooms House
Game Rooms HouseGame Rooms House
Game Rooms House
 
Musical Challenge
Musical ChallengeMusical Challenge
Musical Challenge
 
Game Types Houses
Game Types HousesGame Types Houses
Game Types Houses
 
A Special House
A Special HouseA Special House
A Special House
 
Ft28 Quadro Global Lusiadas
Ft28 Quadro Global LusiadasFt28 Quadro Global Lusiadas
Ft28 Quadro Global Lusiadas
 
Ft22 Lusiadas Estruturas Externa E Interna
Ft22 Lusiadas Estruturas Externa E InternaFt22 Lusiadas Estruturas Externa E Interna
Ft22 Lusiadas Estruturas Externa E Interna
 
Ft16 Producao Escrita
Ft16 Producao EscritaFt16 Producao Escrita
Ft16 Producao Escrita
 
W12 Coord Sub Caus Cond Temp
W12 Coord Sub Caus Cond TempW12 Coord Sub Caus Cond Temp
W12 Coord Sub Caus Cond Temp
 
Oracoes
OracoesOracoes
Oracoes
 
W16 Texto Dramatico Ficha Inf
W16 Texto Dramatico Ficha InfW16 Texto Dramatico Ficha Inf
W16 Texto Dramatico Ficha Inf
 
W23 Conectores
W23 ConectoresW23 Conectores
W23 Conectores
 
Sopas E Letras Dia Internacional Dos Direitos Humanos
Sopas E Letras Dia Internacional Dos Direitos HumanosSopas E Letras Dia Internacional Dos Direitos Humanos
Sopas E Letras Dia Internacional Dos Direitos Humanos
 

Último

Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 

Último (20)

Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 

Ft17 Producao Escrita

  • 1. Agrupamento de Escolas D. Manuel de Faria e Sousa Ficha de trabalho: produção escrita Tarefa: Numa composição cuidada, fala das vantagens e desvantagens da emigração, dando como exemplo algum caso que conheças. PLANIFICAÇÃO DA ESCRITA → 1º passo: anotar as ideias que vão ocorrendo A emigração falta de trabalho; causas da emigração; opinião sobre este problema; desejo de promoção social; consequências da emigração; primeiros tempos vividos fora do país; dificuldades sentidas. → 2º passo: ordenar as ideias anotadas causas da emigração; falta de trabalho; desejo de promoção social; dificuldades sentidas; primeiros tempos vividos fora do país; consequências da emigração; opinião sobre este problema. → 3º passo: organizar o plano a partir das ideias ordenadas Introdução Causas que podem motivar a emigração: - falta de trabalho; - desejo de promoção social. Desenvolvimento Dificuldades sentidas: - primeiros tempos vividos fora do país; - consequências da emigração. Conclusão Opinião sobre este problema.
  • 2. MODELO (Introdução) Desde longa data que se vem a assistir à partida de imensos compatriotas nossos, que buscam outros países, a maioria das vezes porque as condições de trabalho não lhes são favoráveis, ou ainda porque desejam promover-se socialmente e pensam que assim o conseguirão. Mas será que efectivamente o conseguem? Vejamos. (Desenvolvimento) Mal a ideia ganha forma nos seus espíritos, as dificuldades começam a surgir: a família tenta dissuadi-los de partir, a carta de chamada demora a chegar, o contrato de trabalho não corresponde ao que se pensava. Por fim, depois de vários contratempos, o emigrante parte para a França, para a Suíça, para a Alemanha... Chegado lá, outras dificuldades se lhe deparam: o problema da língua, as saudades da família que ele pensa mandar buscar, mas cuja ida só poderá ter lugar depois de a vida estar minimamente organizada, a adaptação ao novo trabalho, são apenas alguns exemplos dos inúmeros problemas a resolver. Finalmente a vida está mais ou menos estabilizada: a família já foi ter com ele, a casa onde mora é aceitável, o ordenado também. No entanto, as saudades do país quase não o deixam usufruir dessa nova vida, e então procura ultrapassar este problema deslocando-se a Portugal, pelo menos no Natal e nas férias de Verão. Há porém a ter em conta os filhos, que já são mais franceses, mais suíços, mais alemães que propriamente portugueses. Mas o que há a fazer? Apenas continuar a lutar até um dia poder voltar definitivamente ao seu país. (Conclusão) Fazendo agora um balanço, vejamos se valerá a pena este esforço, esta luta. Quanto a isto, as opiniões divergem. No entanto, a nossa opinião pessoal é que só em último caso se deverá procurar outros países, pois, como diz José Rodrigues Miguéis, «este mundo é largo e chegava bem para todos se soubéssemos partilhar os frutos do trabalho».