SlideShare uma empresa Scribd logo
QUESTÕES ÉTICAS E SOCIAIS EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Profª. MSc Caroline Raquel Rodrigues Fundamentos de Sistemas de Informação Capítulo 12
Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Nos EUA, os gestores que violarem a legislação e forem condenados tem grande probabilidade de acabar na prisão. Os criminosos usam sistemas de informação de relatórios financeiros para ocultar suas decisões do público. Ética : conjunto de  princípios  que estabelece o que é  certo  ou  errado , e que os indivíduos, na qualidade de agentes livres, utilizam para fazer  escolhas  que orientam seu  comportamento .
Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas A tecnologia da informação pode ser usada para alcaçar progresso social, mas também para cometer crimes e ameaçar valores sociais. As tecnologias de empresa digital e de Internet tornam mais fácil do que nunca  reunir ,  integrar  e  distribuir  informações, desencadeando novas preocupações quanto ao  uso  apropriado das  informações  sobre o  cliente , à proteção da  privacidade pessoal  e à proteção da  privacidade intelectual .
Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas “ Qual é a atitude ética e socialmente responsável a ser tomada?” O estabelecimento da responsabilidade pelas consequências dos sistemas de informação A definição de padrões para salvaguardar a qualidade dos sistemas que protegem a segurança das pessoas e da sociedade A preservação de valores e instituições considerados essenciais à qualidade de vida numa sociedade da informação;
Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Questões éticas, sociais e políticas estão diretamente ligadas: A introdução de nova tecnologia de Informação tem efeito de ondas concêntricas que geram novas questões éticas, sociais e políticas, as quais precisam ser tratadas nos níveis individual, social e político. Essas questões tem 5 dimensões morais: direitos e deveres sobre a informação; direitos e deveres sobre a propriedade, qualidade do sistema e prestação de contas e controle.
Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Questões éticas, sociais e políticas estão diretamente ligadas:
Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Dimensões morais da era da informação : Direitos e deveres sobre a informação  -> que direitos a informação relativa a si próprios os indivíduos e as organizações possuem? O que podem proteger? Que deveres indivíduos e organização tem sobre essa informação? Direitos sobre a propriedade  -> Como proteger direitos sobre a propriedade individual?
Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Dimensões morais da era da informação : Prestação de contas e controle  -> quem deverá prestar contas e ser responsabilizado por danos causados aos direitos individuais e coletivos sobre a informação e à propriedade? Qualidade do sistema  -> que padrões de qualidade de dados e de sistemas devem ser exigidos para proteger os direiros individuais e a segurança da sociedade? Qualidade de vida  -> que valores devem ser preservados? Que valores e práticas culturais são apoiados pela nova tecnologia de informação?
Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Principais tendências tecnológicas que geram questões éticas : A TI aprofundou as questões éticas, causou tensões sobre arranjos sociais existentes e tornou obsoletas ou inválidas as leis existentes. Determinação de perfil : uso de computadores para combinar dados de múltiplas fontes e criar dossiês eletrônicos contendo informações detalhadas sobre indivíduos.
Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Principais tendências tecnológicas que geram questões éticas : Detecção de relações não óbvias – NORA : tecnologia mais poderosa de análise de dados para determinação de perfil. Pode recolher informações de muitas fontes diferentes. Detecta dados e extrai informações à medida que os dados estão sendo gerados. A tecnologia é considerada valiosa para a segurança nacional, mas tem implicações na privacidade, por sua capacidade de retratar detalhadamente as atividades e associações dos indivíduos.
Ética na sociedade da informação Ética é uma preocupação dos seres humanos que têm liberdade de escolha. Trata-se da escolha individual ao depararmos com cursos de ação alternativos: Qual é a escolha moral correta? Quais são as principais características da “escolha ética?”
Ética na sociedade da informação Conceitos básicos :  Escolhas éticas  são decisões tomadas por indivíduos que são responsáveis pelas consequências de seus atos.  Responsabilidade : chave da ação ética -> significa que você aceita os custos, deveres e as obrigações potenciais sobre as decisões que toma. Prestação de contas : significa que há mecanismos para determinar quem realizou a ação responsável (ou quem a realizou).
Ética na sociedade da informação Conceitos básicos :  Obrigação de indenizar : amplia o conceito de responsabilidade para a área das leis, onde um conjunto de leis permitem que indivíduos reparem os danos causados a outrém. Devido processo legal : processo cujas leis são conhecidas e entendidas e no qual existe a possibilidade de apelar a autoridades superiores para garantir que elas sejam aplicadas corretamente.
Ética na sociedade da informação Análise ética :  Identifique e descreva claramente os fatos : descubra quem fez o que a quem, onde, quando e como. Ter uma visão dos acontecimentos ajudará você a descobrir a solução. Defina o conflito ou dilema e identifique os valores de ordem mais elevada envolvidos : questões éticas sociais e políticas sempre dizem respeito a valores.  Identifique os interessados .
Ética na sociedade da informação Análise ética :  Identifique as alternativas razoáveis a adotar : às vezes, chegar a uma solução ‘boa’ ou ética pode não significar ‘equilibrar’ as consequências para os interessados.  Identifique as potenciais consequências das suas opções : algumas opções podem ser eticamente corretas, mas desastrosas sob outros pontos de vista.
Ética na sociedade da informação Princípios éticos eletivos :  Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você.   Se uma ação não é correta para todos, então não é correta para ninguém:  “se todos fizessem isso, a organização ou a sociedade poderiam sobreviver?” (imperativo categórico de Immanuel Kant)‏ Se uma ação não puder ser realizada repetidamente, então não deve ser realizada nunca : uma ação pode originar uma pequena mudança agora, mas se repetida trará mudanças inaceitáveis no longo prazo (regra da mudança de Descartes).
Ética na sociedade da informação Princípios éticos eletivos :  Realize a ação que causar o menor dano ou que tenha o menor custo potencial:  evite ações que se fracassarem implicam em altos custos e preste atenção  às ações com alto potencial de fracasso (princípio da aversão ao risco). Pressuponha que todos os objetos tangíveis e intangíveis pertençam a alguém, salvo declaração ao contrário : se algo que alguém criou é útil para você, isso tem valor e você deve pressupor que seu criador queira uma compensação pelo trabalho dele (regra ética “o almoço nunca é de graça”).
Ética na sociedade da informação Códigos de conduta profissional :  Quando grupos de pessoas se definem como profissionais, elas assumem direitos e obrigações especiais por seu conhecimento específico e reivindicam respeito. Código de ética : são promessas de auto-regulamentação feitas por profissionais visando o interesse geral da sociedade – exemplo: evitar danos a outrem, honrar direitos de propriedade (inclusive intelectual) e respeitar a privacidade.
Ética na sociedade da informação Dilemas éticos :  Sistemas de informação criaram novos dilemas éticos, nos quais um conjunto de interesses se contrapõe a outro. Empresas monitoram o que seus funcionários fazem na Internet para evitar que desperdicem recursos com atividades não pertinentes ao negócio. Monitorar o uso de e-mail e Internet para minimizar a perda de produtividade.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Direitos sobre a informação :  Privacidade  é o direito dos indivíduos de não serem incomodados, de ficarem livres da vigilância ou da interferência de outros indivíduos ou organizações, inclusive do Estado. Os direitos à privacidade também são válidos no local de trabalho. Tecnologia e sistemas de informação ameaçam os direitos individuais à privacidade porque tornam a invasão de privacidade mais barata, lucrativa e efetiva.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Direitos sobre a informação :  Todas as instituições financeiras estão obrigadas a  divulgar  suas  políticas  e  práticas  para proteger a privacidade de informações pessoais  não públicas , bem como permitir aos clientes optar por não compartilhar informações com terceiros não associados. Na Europa, a proteção da privacidade é muito mais restritiva do que nos EUA. As nações européias não permitem que empresas usem informações pessoais identificáveis sem o consentimento prévio do consumidor.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Direitos sobre a informação :  Os clientes devem dar seu consentimento informado antes que qualquer empresa possa usar legalmente dados pessoais e tem o direito de acessar essa informação, corrigi-la e exigir que nenhum dado adicional seja coletado. Consentimento informado : dado com conhecimento de todos os fatos necessários para se tomar uma decisão racional.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Desafios da Internet à privacidade :  As informações enviadas pela Internet podem passar por muitos sistemas de computadores diferentes antes de chegar ao destino final. Cada um desses sistemas é capaz de monitorar, capturar e armazenar as comunicações que os perpassam. É possivel registrar muitas atividades on-line. Grande parte dessas atividades de monitoração e rastreamento dos visitantes dos sites ocorre nos bastidores sem o conhecimento dos visitantes.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Desafios da Internet à privacidade :  Cookies : são arquivos minúsculos depositados no disco rígido de um computador quando um usuário visita determinados sites. Os cookies rastreiam as visitas ao site. Quando um visitante volta a um site que armazenou um cookie, o software do site faz uma busca no computador e 'descobre' o cookie e 'sabe' o que a pessoa fez. O software também pode atualizar o cookie dependendo da atividade executada durante a visita.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Desafios da Internet à privacidade :  Bugs Web : são arquivos gráficos embutidos em mensagens de e-mail ou páginas web, projetados para monitorar quem está lendo a página e transmitir essas informações a outro computador. É usado pelos profissionais de marketing para monitorar o  comportamento  on-line.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Desafios da Internet à privacidade :  Modelo de  opção de retirada de consentimento informado : permite a coleta de informações pessoais até que o consumidor determine, especificamente, que esses dados não devem ser coletados. Modelo de  opção de adesão de consentimento informado : é proibido a qualquer empresa coletar quaisquer informações pessoais até que o consumidor resolva aprovar especificamente sua coleta e utilização.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Soluções técnicas para proteger a privacidade :  Tecnologia para criptografar e-mails; Tecnologia para evitar que computadores clientes aceitem cookies; Plataforma de Preferências de Privacidade – P3P – habilita a comunicação automática de políticas privadas entre um site de  e-commerce  e seus visitantes. Os navegadores permitem que os usuários ajustem seus computadores para impedir a entrada de todos os cookies, ou aceitar apenas cookies selecionados, com base em níveis de privacidade.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Direitos sobre a propriedade :  Propriedade intelectual : propriedade tangível criada por indivíduos ou corporações. A TI tem dificultado sua proteção porque a informação computadorizada pode ser copiada ou distribuída facilmente. A propriedade intelectual está sujeita as seguintes proteções: Segredo comercial Direito autoral Patente
Dimensões morais dos  sistemas de informação Direitos sobre a propriedade :  Qualquer produto do trabalho intelectual usado para finalidade empresarial pode ser classificado como  segredo comercial , contando que não seja de domínio público. Direito autoral : concessão que protege os criadores de propriedade intelectual contra a cópia de sue trabalho por outros, para qualquer finalidade, durante a vida do autor e por mais 70 anos após a sua morte (95 anos para trabalhos pertencentes a organizações).
Dimensões morais dos  sistemas de informação Direitos sobre a propriedade :  O direito autoral protege contra a cópia, mas as idéias subjacentes ao trabalho não são protegidas – exemplo: um concorrente pode usar um software, entender como ele funciona e constituir outro que siga exatamente os mesmos conceitos sem infringir o direito autoral. Quando a idéia e a expressão da idéia se fundem, a expressão não pode ser protegida pelo direito autoral. Patente : concede ao propritário, por 20 anos, o monopólio exclusivo sobre as idéias que estão por trás de uma invenção.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Prestação de contas, obrigação de indenizar: Se uma pessoa for ferida por uma máquina controlada parcialmente por software, quem deve ser apontado como o responsável e, portanto, passível de pagar indenização? Usuários de software podem ter expectativas de que eles sejam infalíveis. Dado o papel central que o software desempenha na vida cotidiana, há grandes chances de que o alcance da lei que rege a obrigação de indenizar seja apliado para incluí-lo, mesmo quando o produto oferecer apenas um serviço de informação.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Qualidade do sistema: O que é um nível de qualidade realmente factível? Quando parar os testes? As empresas de  software  lançam no mercado produtos não totalmente aprimorados porque o tempo e o custo envolvidos no ajuste de todos os erros impediram que os produtos fossem liberados. Fontes de mau desempenho de um sistema: Bugs e erros de  software ; Falhas de equipamentos e instalações; Baixa qualidade da entrada de dados;
Dimensões morais dos  sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Os computadores e as tecnologias de informação têm força potencial para destruir elementos valiosos de nossa cultura e sociedade, ao mesmo tempo que nos trazem grandes benefícios. Equilíbrio do poder : profissionais de níveis inferiores podem até estar fortalecidos para tomar algumas decisões de menor importância, mas as decisões importantes provavelmente continuam centralizadas.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Velocidade de mudança : as empresas podem não ter tempo suficiente para reagir aos concorrentes globais ocasionando falências. Manutenção das fronteiras – família, trabalho e lazer : perigo da ubiquidade da informática. Dependência e vulnerabilidade : devido à grande dependência dos sistemas de informação, as  instituições ficam vulneráveis a eventuais falhas desses sistemas.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Abuso e crimes por computador : novas tecnologias criam novos itens para roubar, bem como novas maneiras de roubá-los.  Crimes digitais : atos ilegais cometidos com o uso de um computador ou contra um sistema de comptuadores. Abusos digitais : atos envolvendo um computador que, embora não sejam ilegais, são considerados anti-éticos (spam).
Dimensões morais dos  sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Empregos : processos de re-engenharia empresarial podem resultar na perda do emprego de gerentes de médio escalão e trabalhadores burocráticos. Igualdade de oportunidades e acesso : todos tem oportunidades iguais de participar da era digital? Exclusão digital   -> se não corrigida poderá levar a uma sociedade dividida entre os  com  informação, conhecimento e capacitação em computadores e um grupo maior dos  sem  informação, conhecimento e capacitação em computadores.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Riscos para a saúde: LER (lesão por esforço repetitivo)   -> ocorre quando grupos de músculos sobre esforço devido a ações repetitivas. A LER mais comum é a síndrome do túnel do carpo. A LER pode ser evitada com estações de trabalho projetadas para proporcionar uma posição neutra do pulso, suportes adequados para o monitor e apoio para os pés.
Dimensões morais dos  sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Riscos para a saúde: Síndrome da tela do computador   -> qualquer condição de estresse ocular relacionada à utilização da tela do monitor do computador. Tecnoestresse  -> estresse induzido poelo uso do computador; problema: as pessoas que trabalham continuamente com computadores passa a esperar que as outras pessoas se comportem como as máquinas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ismai05
Ismai05Ismai05
Ismai05
Marco Coelho
 
[Call2Social] Aspectos legais sobre o monitoramento
[Call2Social] Aspectos legais sobre o monitoramento[Call2Social] Aspectos legais sobre o monitoramento
[Call2Social] Aspectos legais sobre o monitoramento
Scup
 
LGPD Apostila
LGPD ApostilaLGPD Apostila
LGPD Apostila
AlbertoMonteiroNeto1
 
éTica é um ramo da filosofia que estuda o comportamento moral do ser humano
éTica é um ramo da filosofia que estuda o comportamento moral do ser humanoéTica é um ramo da filosofia que estuda o comportamento moral do ser humano
éTica é um ramo da filosofia que estuda o comportamento moral do ser humano
Samuel Orlando Nhantumbo
 
QUESTÕES NORTEADORAS PARA ESTUDO DE USABILIDADE EM POLÍTICAS DE SEGURANÇA DA ...
QUESTÕES NORTEADORAS PARA ESTUDO DE USABILIDADE EM POLÍTICAS DE SEGURANÇA DA ...QUESTÕES NORTEADORAS PARA ESTUDO DE USABILIDADE EM POLÍTICAS DE SEGURANÇA DA ...
QUESTÕES NORTEADORAS PARA ESTUDO DE USABILIDADE EM POLÍTICAS DE SEGURANÇA DA ...
Marcos Messias
 
Privacidade e Proteção de Dados Pessoais
Privacidade e Proteção de Dados PessoaisPrivacidade e Proteção de Dados Pessoais
Privacidade e Proteção de Dados Pessoais
Ruy De Queiroz
 
BIG DATA AND CLOUD FORENSICS
BIG DATA AND CLOUD FORENSICSBIG DATA AND CLOUD FORENSICS
BIG DATA AND CLOUD FORENSICS
José Milagre
 
Regulamento Geral de Proteção de Dados - Uma Abordagem em Contextos de Presta...
Regulamento Geral de Proteção de Dados - Uma Abordagem em Contextos de Presta...Regulamento Geral de Proteção de Dados - Uma Abordagem em Contextos de Presta...
Regulamento Geral de Proteção de Dados - Uma Abordagem em Contextos de Presta...
BaltasarFernandes
 
Classificação da informação
Classificação da informaçãoClassificação da informação
Classificação da informação
Fernando Palma
 
Cartilha lgpd anahp
Cartilha lgpd   anahpCartilha lgpd   anahp
Cartilha lgpd anahp
JarbasSouza7
 
Idec_Privacidade Google Camara_11abr12
Idec_Privacidade Google Camara_11abr12Idec_Privacidade Google Camara_11abr12
Idec_Privacidade Google Camara_11abr12
Guilherme Varella
 
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
Luciano Madeira
 
O roubo de identidade, a personalidade virtual e o gerenciamento da identidad...
O roubo de identidade, a personalidade virtual e o gerenciamento da identidad...O roubo de identidade, a personalidade virtual e o gerenciamento da identidad...
O roubo de identidade, a personalidade virtual e o gerenciamento da identidad...
Daniel Guedes
 
ESTUDO DE CASO DOS GABINETES DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM: UMA ANÁLISE SOB...
ESTUDO DE CASO DOS GABINETES DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM: UMA ANÁLISE SOB...ESTUDO DE CASO DOS GABINETES DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM: UMA ANÁLISE SOB...
ESTUDO DE CASO DOS GABINETES DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM: UMA ANÁLISE SOB...
Daliane Castro
 
LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521
LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521
LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521
Rosalia Ometto
 
Secinfo policies
Secinfo policiesSecinfo policies
Secinfo policies
Erick Toledo (ET)
 
IBRI Aspectos Juridicos Midias Sociais_Patricia Peck
IBRI Aspectos Juridicos Midias Sociais_Patricia PeckIBRI Aspectos Juridicos Midias Sociais_Patricia Peck
IBRI Aspectos Juridicos Midias Sociais_Patricia Peck
IBRI
 
2017 FÓRUM DE DIRECTORES DE AUDITORIA INTERNA IIA PORTUGAL - IPAI 25 ANOS A ...
2017 FÓRUM DE DIRECTORES DE AUDITORIA INTERNA  IIA PORTUGAL - IPAI 25 ANOS A ...2017 FÓRUM DE DIRECTORES DE AUDITORIA INTERNA  IIA PORTUGAL - IPAI 25 ANOS A ...
2017 FÓRUM DE DIRECTORES DE AUDITORIA INTERNA IIA PORTUGAL - IPAI 25 ANOS A ...
IPAI Instituto Auditoria Interna
 
ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...
ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...
ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...
Fernando de Assis Rodrigues
 
A Insustentável Leveza dos Dados
A Insustentável Leveza dos DadosA Insustentável Leveza dos Dados
A Insustentável Leveza dos Dados
Rafael Pellon
 

Mais procurados (20)

Ismai05
Ismai05Ismai05
Ismai05
 
[Call2Social] Aspectos legais sobre o monitoramento
[Call2Social] Aspectos legais sobre o monitoramento[Call2Social] Aspectos legais sobre o monitoramento
[Call2Social] Aspectos legais sobre o monitoramento
 
LGPD Apostila
LGPD ApostilaLGPD Apostila
LGPD Apostila
 
éTica é um ramo da filosofia que estuda o comportamento moral do ser humano
éTica é um ramo da filosofia que estuda o comportamento moral do ser humanoéTica é um ramo da filosofia que estuda o comportamento moral do ser humano
éTica é um ramo da filosofia que estuda o comportamento moral do ser humano
 
QUESTÕES NORTEADORAS PARA ESTUDO DE USABILIDADE EM POLÍTICAS DE SEGURANÇA DA ...
QUESTÕES NORTEADORAS PARA ESTUDO DE USABILIDADE EM POLÍTICAS DE SEGURANÇA DA ...QUESTÕES NORTEADORAS PARA ESTUDO DE USABILIDADE EM POLÍTICAS DE SEGURANÇA DA ...
QUESTÕES NORTEADORAS PARA ESTUDO DE USABILIDADE EM POLÍTICAS DE SEGURANÇA DA ...
 
Privacidade e Proteção de Dados Pessoais
Privacidade e Proteção de Dados PessoaisPrivacidade e Proteção de Dados Pessoais
Privacidade e Proteção de Dados Pessoais
 
BIG DATA AND CLOUD FORENSICS
BIG DATA AND CLOUD FORENSICSBIG DATA AND CLOUD FORENSICS
BIG DATA AND CLOUD FORENSICS
 
Regulamento Geral de Proteção de Dados - Uma Abordagem em Contextos de Presta...
Regulamento Geral de Proteção de Dados - Uma Abordagem em Contextos de Presta...Regulamento Geral de Proteção de Dados - Uma Abordagem em Contextos de Presta...
Regulamento Geral de Proteção de Dados - Uma Abordagem em Contextos de Presta...
 
Classificação da informação
Classificação da informaçãoClassificação da informação
Classificação da informação
 
Cartilha lgpd anahp
Cartilha lgpd   anahpCartilha lgpd   anahp
Cartilha lgpd anahp
 
Idec_Privacidade Google Camara_11abr12
Idec_Privacidade Google Camara_11abr12Idec_Privacidade Google Camara_11abr12
Idec_Privacidade Google Camara_11abr12
 
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
[36717-11301-1-571046][31100-36717]AD4_Envio_versao_final_artigo_apos_defesa
 
O roubo de identidade, a personalidade virtual e o gerenciamento da identidad...
O roubo de identidade, a personalidade virtual e o gerenciamento da identidad...O roubo de identidade, a personalidade virtual e o gerenciamento da identidad...
O roubo de identidade, a personalidade virtual e o gerenciamento da identidad...
 
ESTUDO DE CASO DOS GABINETES DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM: UMA ANÁLISE SOB...
ESTUDO DE CASO DOS GABINETES DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM: UMA ANÁLISE SOB...ESTUDO DE CASO DOS GABINETES DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM: UMA ANÁLISE SOB...
ESTUDO DE CASO DOS GABINETES DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM: UMA ANÁLISE SOB...
 
LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521
LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521
LGPD na área de Saúde | Unama Belém PA | 260521
 
Secinfo policies
Secinfo policiesSecinfo policies
Secinfo policies
 
IBRI Aspectos Juridicos Midias Sociais_Patricia Peck
IBRI Aspectos Juridicos Midias Sociais_Patricia PeckIBRI Aspectos Juridicos Midias Sociais_Patricia Peck
IBRI Aspectos Juridicos Midias Sociais_Patricia Peck
 
2017 FÓRUM DE DIRECTORES DE AUDITORIA INTERNA IIA PORTUGAL - IPAI 25 ANOS A ...
2017 FÓRUM DE DIRECTORES DE AUDITORIA INTERNA  IIA PORTUGAL - IPAI 25 ANOS A ...2017 FÓRUM DE DIRECTORES DE AUDITORIA INTERNA  IIA PORTUGAL - IPAI 25 ANOS A ...
2017 FÓRUM DE DIRECTORES DE AUDITORIA INTERNA IIA PORTUGAL - IPAI 25 ANOS A ...
 
ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...
ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...
ANÁLISE DA COLETA DE DADOS EM REDES SOCIAIS: aspectos de privacidade de dados...
 
A Insustentável Leveza dos Dados
A Insustentável Leveza dos DadosA Insustentável Leveza dos Dados
A Insustentável Leveza dos Dados
 

Semelhante a Fsi 10 - capitulo 12

Transparências Sistemas de Informação
Transparências Sistemas de InformaçãoTransparências Sistemas de Informação
Transparências Sistemas de Informação
Luis Borges Gouveia
 
etica.ppt
etica.pptetica.ppt
etica.ppt
Edmundo Seifert
 
Eticae info
Eticae infoEticae info
Eticae info
Pedro Brito
 
Ética e o profissional da educação
Ética e o profissional da educaçãoÉtica e o profissional da educação
Ética e o profissional da educação
Gerisval Pessoa
 
Código de ética na informática
Código de ética na informáticaCódigo de ética na informática
Código de ética na informática
Wesley Germano Otávio
 
QUESTÕES ÉTICAS E SOCIAIS NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO.pdf
QUESTÕES ÉTICAS E SOCIAIS NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO.pdfQUESTÕES ÉTICAS E SOCIAIS NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO.pdf
QUESTÕES ÉTICAS E SOCIAIS NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO.pdf
Rogeriocaboverde
 
Cidadania.digital
Cidadania.digitalCidadania.digital
Cidadania.digital
pedrojpfrancisco
 
Rfs2 t1 data_protection_pt
Rfs2 t1 data_protection_ptRfs2 t1 data_protection_pt
Rfs2 t1 data_protection_pt
Beacarol
 
A privacidade e os direitos humanos
A privacidade e os direitos humanosA privacidade e os direitos humanos
A privacidade e os direitos humanos
Sérgio Lagoa
 
Cyber Space Camp 2009 - Anotações
Cyber Space Camp 2009 -  AnotaçõesCyber Space Camp 2009 -  Anotações
Cyber Space Camp 2009 - Anotações
Natalia Kuchar
 
Conduta profissional
Conduta profissionalConduta profissional
Conduta profissional
Cristina Ramos
 
Conduta Profissional.pdf
Conduta Profissional.pdfConduta Profissional.pdf
Conduta Profissional.pdf
JoseAssis9
 
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais
Associação Comercial de São Paulo
 
Nota Setorial Ciencia e Tecnologia do PT sobre o PL2338/23
Nota Setorial Ciencia e Tecnologia do PT sobre o PL2338/23Nota Setorial Ciencia e Tecnologia do PT sobre o PL2338/23
Nota Setorial Ciencia e Tecnologia do PT sobre o PL2338/23
TRAMPO Comunicação e Eventos Soares
 
éTica na comunicação
éTica na comunicaçãoéTica na comunicação
éTica na comunicação
ana cláudia campos
 
AULA 1 - PRINCÍPIOS. Curso de LGPD.pptx
AULA 1 - PRINCÍPIOS. Curso de LGPD.pptxAULA 1 - PRINCÍPIOS. Curso de LGPD.pptx
AULA 1 - PRINCÍPIOS. Curso de LGPD.pptx
ssuser404896
 
Nove elementos da cidadania digital
Nove elementos da cidadania digitalNove elementos da cidadania digital
Nove elementos da cidadania digital
Escola Secundária Eça de Queirós
 
Proteção de dados e redes sociais
Proteção de dados e redes sociaisProteção de dados e redes sociais
Proteção de dados e redes sociais
eurosigdoc acm
 
APRESENTAÇÃO TCC - RESPONSABILIDADE CIVIL E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
APRESENTAÇÃO TCC - RESPONSABILIDADE CIVIL E INTELIGÊNCIA ARTIFICIALAPRESENTAÇÃO TCC - RESPONSABILIDADE CIVIL E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
APRESENTAÇÃO TCC - RESPONSABILIDADE CIVIL E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
EduardoDias408449
 
Apresentação1 filippon 32 mp
Apresentação1 filippon 32 mpApresentação1 filippon 32 mp
Apresentação1 filippon 32 mp
alemisturini
 

Semelhante a Fsi 10 - capitulo 12 (20)

Transparências Sistemas de Informação
Transparências Sistemas de InformaçãoTransparências Sistemas de Informação
Transparências Sistemas de Informação
 
etica.ppt
etica.pptetica.ppt
etica.ppt
 
Eticae info
Eticae infoEticae info
Eticae info
 
Ética e o profissional da educação
Ética e o profissional da educaçãoÉtica e o profissional da educação
Ética e o profissional da educação
 
Código de ética na informática
Código de ética na informáticaCódigo de ética na informática
Código de ética na informática
 
QUESTÕES ÉTICAS E SOCIAIS NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO.pdf
QUESTÕES ÉTICAS E SOCIAIS NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO.pdfQUESTÕES ÉTICAS E SOCIAIS NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO.pdf
QUESTÕES ÉTICAS E SOCIAIS NOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO.pdf
 
Cidadania.digital
Cidadania.digitalCidadania.digital
Cidadania.digital
 
Rfs2 t1 data_protection_pt
Rfs2 t1 data_protection_ptRfs2 t1 data_protection_pt
Rfs2 t1 data_protection_pt
 
A privacidade e os direitos humanos
A privacidade e os direitos humanosA privacidade e os direitos humanos
A privacidade e os direitos humanos
 
Cyber Space Camp 2009 - Anotações
Cyber Space Camp 2009 -  AnotaçõesCyber Space Camp 2009 -  Anotações
Cyber Space Camp 2009 - Anotações
 
Conduta profissional
Conduta profissionalConduta profissional
Conduta profissional
 
Conduta Profissional.pdf
Conduta Profissional.pdfConduta Profissional.pdf
Conduta Profissional.pdf
 
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais
Palestra de Thais Corteze - Proteção jurídica dos usuários das mídias sociais
 
Nota Setorial Ciencia e Tecnologia do PT sobre o PL2338/23
Nota Setorial Ciencia e Tecnologia do PT sobre o PL2338/23Nota Setorial Ciencia e Tecnologia do PT sobre o PL2338/23
Nota Setorial Ciencia e Tecnologia do PT sobre o PL2338/23
 
éTica na comunicação
éTica na comunicaçãoéTica na comunicação
éTica na comunicação
 
AULA 1 - PRINCÍPIOS. Curso de LGPD.pptx
AULA 1 - PRINCÍPIOS. Curso de LGPD.pptxAULA 1 - PRINCÍPIOS. Curso de LGPD.pptx
AULA 1 - PRINCÍPIOS. Curso de LGPD.pptx
 
Nove elementos da cidadania digital
Nove elementos da cidadania digitalNove elementos da cidadania digital
Nove elementos da cidadania digital
 
Proteção de dados e redes sociais
Proteção de dados e redes sociaisProteção de dados e redes sociais
Proteção de dados e redes sociais
 
APRESENTAÇÃO TCC - RESPONSABILIDADE CIVIL E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
APRESENTAÇÃO TCC - RESPONSABILIDADE CIVIL E INTELIGÊNCIA ARTIFICIALAPRESENTAÇÃO TCC - RESPONSABILIDADE CIVIL E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
APRESENTAÇÃO TCC - RESPONSABILIDADE CIVIL E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL
 
Apresentação1 filippon 32 mp
Apresentação1 filippon 32 mpApresentação1 filippon 32 mp
Apresentação1 filippon 32 mp
 

Mais de Caroline Raquel Rodrigues

Uma experiência de formação de professores no uso
Uma experiência de formação de professores no usoUma experiência de formação de professores no uso
Uma experiência de formação de professores no uso
Caroline Raquel Rodrigues
 
Analise sistemas 03
Analise sistemas 03Analise sistemas 03
Analise sistemas 03
Caroline Raquel Rodrigues
 
Analise sistemas 07
Analise sistemas 07Analise sistemas 07
Analise sistemas 07
Caroline Raquel Rodrigues
 
Analise sistemas 03
Analise sistemas 03Analise sistemas 03
Analise sistemas 03
Caroline Raquel Rodrigues
 
Analise sistemas 08
Analise sistemas 08Analise sistemas 08
Analise sistemas 08
Caroline Raquel Rodrigues
 
Analise sistemas 06
Analise sistemas 06Analise sistemas 06
Analise sistemas 06
Caroline Raquel Rodrigues
 
Analise sistemas 05
Analise sistemas 05Analise sistemas 05
Analise sistemas 05
Caroline Raquel Rodrigues
 
Analise sistemas 04
Analise sistemas 04Analise sistemas 04
Analise sistemas 04
Caroline Raquel Rodrigues
 
Analise sistemas 02
Analise sistemas 02Analise sistemas 02
Analise sistemas 02
Caroline Raquel Rodrigues
 
Analise sistemas 01
Analise sistemas 01Analise sistemas 01
Analise sistemas 01
Caroline Raquel Rodrigues
 
Apostila de gestao de projetos
Apostila de gestao de projetosApostila de gestao de projetos
Apostila de gestao de projetos
Caroline Raquel Rodrigues
 
Adm sistemas 01_novo
Adm sistemas 01_novoAdm sistemas 01_novo
Adm sistemas 01_novo
Caroline Raquel Rodrigues
 
Fsi 08 - capitulo 9
Fsi  08 -  capitulo 9Fsi  08 -  capitulo 9
Fsi 08 - capitulo 9
Caroline Raquel Rodrigues
 
Fsi 05 - capitulo 6
Fsi  05 -  capitulo 6Fsi  05 -  capitulo 6
Fsi 05 - capitulo 6
Caroline Raquel Rodrigues
 
Fsi 03 - capitulo 02
Fsi  03 -  capitulo 02Fsi  03 -  capitulo 02
Fsi 03 - capitulo 02
Caroline Raquel Rodrigues
 

Mais de Caroline Raquel Rodrigues (15)

Uma experiência de formação de professores no uso
Uma experiência de formação de professores no usoUma experiência de formação de professores no uso
Uma experiência de formação de professores no uso
 
Analise sistemas 03
Analise sistemas 03Analise sistemas 03
Analise sistemas 03
 
Analise sistemas 07
Analise sistemas 07Analise sistemas 07
Analise sistemas 07
 
Analise sistemas 03
Analise sistemas 03Analise sistemas 03
Analise sistemas 03
 
Analise sistemas 08
Analise sistemas 08Analise sistemas 08
Analise sistemas 08
 
Analise sistemas 06
Analise sistemas 06Analise sistemas 06
Analise sistemas 06
 
Analise sistemas 05
Analise sistemas 05Analise sistemas 05
Analise sistemas 05
 
Analise sistemas 04
Analise sistemas 04Analise sistemas 04
Analise sistemas 04
 
Analise sistemas 02
Analise sistemas 02Analise sistemas 02
Analise sistemas 02
 
Analise sistemas 01
Analise sistemas 01Analise sistemas 01
Analise sistemas 01
 
Apostila de gestao de projetos
Apostila de gestao de projetosApostila de gestao de projetos
Apostila de gestao de projetos
 
Adm sistemas 01_novo
Adm sistemas 01_novoAdm sistemas 01_novo
Adm sistemas 01_novo
 
Fsi 08 - capitulo 9
Fsi  08 -  capitulo 9Fsi  08 -  capitulo 9
Fsi 08 - capitulo 9
 
Fsi 05 - capitulo 6
Fsi  05 -  capitulo 6Fsi  05 -  capitulo 6
Fsi 05 - capitulo 6
 
Fsi 03 - capitulo 02
Fsi  03 -  capitulo 02Fsi  03 -  capitulo 02
Fsi 03 - capitulo 02
 

Fsi 10 - capitulo 12

  • 1. QUESTÕES ÉTICAS E SOCIAIS EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Profª. MSc Caroline Raquel Rodrigues Fundamentos de Sistemas de Informação Capítulo 12
  • 2. Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Nos EUA, os gestores que violarem a legislação e forem condenados tem grande probabilidade de acabar na prisão. Os criminosos usam sistemas de informação de relatórios financeiros para ocultar suas decisões do público. Ética : conjunto de princípios que estabelece o que é certo ou errado , e que os indivíduos, na qualidade de agentes livres, utilizam para fazer escolhas que orientam seu comportamento .
  • 3. Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas A tecnologia da informação pode ser usada para alcaçar progresso social, mas também para cometer crimes e ameaçar valores sociais. As tecnologias de empresa digital e de Internet tornam mais fácil do que nunca reunir , integrar e distribuir informações, desencadeando novas preocupações quanto ao uso apropriado das informações sobre o cliente , à proteção da privacidade pessoal e à proteção da privacidade intelectual .
  • 4. Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas “ Qual é a atitude ética e socialmente responsável a ser tomada?” O estabelecimento da responsabilidade pelas consequências dos sistemas de informação A definição de padrões para salvaguardar a qualidade dos sistemas que protegem a segurança das pessoas e da sociedade A preservação de valores e instituições considerados essenciais à qualidade de vida numa sociedade da informação;
  • 5. Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Questões éticas, sociais e políticas estão diretamente ligadas: A introdução de nova tecnologia de Informação tem efeito de ondas concêntricas que geram novas questões éticas, sociais e políticas, as quais precisam ser tratadas nos níveis individual, social e político. Essas questões tem 5 dimensões morais: direitos e deveres sobre a informação; direitos e deveres sobre a propriedade, qualidade do sistema e prestação de contas e controle.
  • 6. Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Questões éticas, sociais e políticas estão diretamente ligadas:
  • 7. Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Dimensões morais da era da informação : Direitos e deveres sobre a informação -> que direitos a informação relativa a si próprios os indivíduos e as organizações possuem? O que podem proteger? Que deveres indivíduos e organização tem sobre essa informação? Direitos sobre a propriedade -> Como proteger direitos sobre a propriedade individual?
  • 8. Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Dimensões morais da era da informação : Prestação de contas e controle -> quem deverá prestar contas e ser responsabilizado por danos causados aos direitos individuais e coletivos sobre a informação e à propriedade? Qualidade do sistema -> que padrões de qualidade de dados e de sistemas devem ser exigidos para proteger os direiros individuais e a segurança da sociedade? Qualidade de vida -> que valores devem ser preservados? Que valores e práticas culturais são apoiados pela nova tecnologia de informação?
  • 9. Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Principais tendências tecnológicas que geram questões éticas : A TI aprofundou as questões éticas, causou tensões sobre arranjos sociais existentes e tornou obsoletas ou inválidas as leis existentes. Determinação de perfil : uso de computadores para combinar dados de múltiplas fontes e criar dossiês eletrônicos contendo informações detalhadas sobre indivíduos.
  • 10. Questões éticas e sociais relacionadas aos sistemas Principais tendências tecnológicas que geram questões éticas : Detecção de relações não óbvias – NORA : tecnologia mais poderosa de análise de dados para determinação de perfil. Pode recolher informações de muitas fontes diferentes. Detecta dados e extrai informações à medida que os dados estão sendo gerados. A tecnologia é considerada valiosa para a segurança nacional, mas tem implicações na privacidade, por sua capacidade de retratar detalhadamente as atividades e associações dos indivíduos.
  • 11. Ética na sociedade da informação Ética é uma preocupação dos seres humanos que têm liberdade de escolha. Trata-se da escolha individual ao depararmos com cursos de ação alternativos: Qual é a escolha moral correta? Quais são as principais características da “escolha ética?”
  • 12. Ética na sociedade da informação Conceitos básicos : Escolhas éticas são decisões tomadas por indivíduos que são responsáveis pelas consequências de seus atos. Responsabilidade : chave da ação ética -> significa que você aceita os custos, deveres e as obrigações potenciais sobre as decisões que toma. Prestação de contas : significa que há mecanismos para determinar quem realizou a ação responsável (ou quem a realizou).
  • 13. Ética na sociedade da informação Conceitos básicos : Obrigação de indenizar : amplia o conceito de responsabilidade para a área das leis, onde um conjunto de leis permitem que indivíduos reparem os danos causados a outrém. Devido processo legal : processo cujas leis são conhecidas e entendidas e no qual existe a possibilidade de apelar a autoridades superiores para garantir que elas sejam aplicadas corretamente.
  • 14. Ética na sociedade da informação Análise ética : Identifique e descreva claramente os fatos : descubra quem fez o que a quem, onde, quando e como. Ter uma visão dos acontecimentos ajudará você a descobrir a solução. Defina o conflito ou dilema e identifique os valores de ordem mais elevada envolvidos : questões éticas sociais e políticas sempre dizem respeito a valores. Identifique os interessados .
  • 15. Ética na sociedade da informação Análise ética : Identifique as alternativas razoáveis a adotar : às vezes, chegar a uma solução ‘boa’ ou ética pode não significar ‘equilibrar’ as consequências para os interessados. Identifique as potenciais consequências das suas opções : algumas opções podem ser eticamente corretas, mas desastrosas sob outros pontos de vista.
  • 16. Ética na sociedade da informação Princípios éticos eletivos : Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você. Se uma ação não é correta para todos, então não é correta para ninguém: “se todos fizessem isso, a organização ou a sociedade poderiam sobreviver?” (imperativo categórico de Immanuel Kant)‏ Se uma ação não puder ser realizada repetidamente, então não deve ser realizada nunca : uma ação pode originar uma pequena mudança agora, mas se repetida trará mudanças inaceitáveis no longo prazo (regra da mudança de Descartes).
  • 17. Ética na sociedade da informação Princípios éticos eletivos : Realize a ação que causar o menor dano ou que tenha o menor custo potencial: evite ações que se fracassarem implicam em altos custos e preste atenção às ações com alto potencial de fracasso (princípio da aversão ao risco). Pressuponha que todos os objetos tangíveis e intangíveis pertençam a alguém, salvo declaração ao contrário : se algo que alguém criou é útil para você, isso tem valor e você deve pressupor que seu criador queira uma compensação pelo trabalho dele (regra ética “o almoço nunca é de graça”).
  • 18. Ética na sociedade da informação Códigos de conduta profissional : Quando grupos de pessoas se definem como profissionais, elas assumem direitos e obrigações especiais por seu conhecimento específico e reivindicam respeito. Código de ética : são promessas de auto-regulamentação feitas por profissionais visando o interesse geral da sociedade – exemplo: evitar danos a outrem, honrar direitos de propriedade (inclusive intelectual) e respeitar a privacidade.
  • 19. Ética na sociedade da informação Dilemas éticos : Sistemas de informação criaram novos dilemas éticos, nos quais um conjunto de interesses se contrapõe a outro. Empresas monitoram o que seus funcionários fazem na Internet para evitar que desperdicem recursos com atividades não pertinentes ao negócio. Monitorar o uso de e-mail e Internet para minimizar a perda de produtividade.
  • 20. Dimensões morais dos sistemas de informação Direitos sobre a informação : Privacidade é o direito dos indivíduos de não serem incomodados, de ficarem livres da vigilância ou da interferência de outros indivíduos ou organizações, inclusive do Estado. Os direitos à privacidade também são válidos no local de trabalho. Tecnologia e sistemas de informação ameaçam os direitos individuais à privacidade porque tornam a invasão de privacidade mais barata, lucrativa e efetiva.
  • 21. Dimensões morais dos sistemas de informação Direitos sobre a informação : Todas as instituições financeiras estão obrigadas a divulgar suas políticas e práticas para proteger a privacidade de informações pessoais não públicas , bem como permitir aos clientes optar por não compartilhar informações com terceiros não associados. Na Europa, a proteção da privacidade é muito mais restritiva do que nos EUA. As nações européias não permitem que empresas usem informações pessoais identificáveis sem o consentimento prévio do consumidor.
  • 22. Dimensões morais dos sistemas de informação Direitos sobre a informação : Os clientes devem dar seu consentimento informado antes que qualquer empresa possa usar legalmente dados pessoais e tem o direito de acessar essa informação, corrigi-la e exigir que nenhum dado adicional seja coletado. Consentimento informado : dado com conhecimento de todos os fatos necessários para se tomar uma decisão racional.
  • 23. Dimensões morais dos sistemas de informação Desafios da Internet à privacidade : As informações enviadas pela Internet podem passar por muitos sistemas de computadores diferentes antes de chegar ao destino final. Cada um desses sistemas é capaz de monitorar, capturar e armazenar as comunicações que os perpassam. É possivel registrar muitas atividades on-line. Grande parte dessas atividades de monitoração e rastreamento dos visitantes dos sites ocorre nos bastidores sem o conhecimento dos visitantes.
  • 24. Dimensões morais dos sistemas de informação Desafios da Internet à privacidade : Cookies : são arquivos minúsculos depositados no disco rígido de um computador quando um usuário visita determinados sites. Os cookies rastreiam as visitas ao site. Quando um visitante volta a um site que armazenou um cookie, o software do site faz uma busca no computador e 'descobre' o cookie e 'sabe' o que a pessoa fez. O software também pode atualizar o cookie dependendo da atividade executada durante a visita.
  • 25. Dimensões morais dos sistemas de informação Desafios da Internet à privacidade : Bugs Web : são arquivos gráficos embutidos em mensagens de e-mail ou páginas web, projetados para monitorar quem está lendo a página e transmitir essas informações a outro computador. É usado pelos profissionais de marketing para monitorar o comportamento on-line.
  • 26. Dimensões morais dos sistemas de informação Desafios da Internet à privacidade : Modelo de opção de retirada de consentimento informado : permite a coleta de informações pessoais até que o consumidor determine, especificamente, que esses dados não devem ser coletados. Modelo de opção de adesão de consentimento informado : é proibido a qualquer empresa coletar quaisquer informações pessoais até que o consumidor resolva aprovar especificamente sua coleta e utilização.
  • 27. Dimensões morais dos sistemas de informação Soluções técnicas para proteger a privacidade : Tecnologia para criptografar e-mails; Tecnologia para evitar que computadores clientes aceitem cookies; Plataforma de Preferências de Privacidade – P3P – habilita a comunicação automática de políticas privadas entre um site de e-commerce e seus visitantes. Os navegadores permitem que os usuários ajustem seus computadores para impedir a entrada de todos os cookies, ou aceitar apenas cookies selecionados, com base em níveis de privacidade.
  • 28. Dimensões morais dos sistemas de informação Direitos sobre a propriedade : Propriedade intelectual : propriedade tangível criada por indivíduos ou corporações. A TI tem dificultado sua proteção porque a informação computadorizada pode ser copiada ou distribuída facilmente. A propriedade intelectual está sujeita as seguintes proteções: Segredo comercial Direito autoral Patente
  • 29. Dimensões morais dos sistemas de informação Direitos sobre a propriedade : Qualquer produto do trabalho intelectual usado para finalidade empresarial pode ser classificado como segredo comercial , contando que não seja de domínio público. Direito autoral : concessão que protege os criadores de propriedade intelectual contra a cópia de sue trabalho por outros, para qualquer finalidade, durante a vida do autor e por mais 70 anos após a sua morte (95 anos para trabalhos pertencentes a organizações).
  • 30. Dimensões morais dos sistemas de informação Direitos sobre a propriedade : O direito autoral protege contra a cópia, mas as idéias subjacentes ao trabalho não são protegidas – exemplo: um concorrente pode usar um software, entender como ele funciona e constituir outro que siga exatamente os mesmos conceitos sem infringir o direito autoral. Quando a idéia e a expressão da idéia se fundem, a expressão não pode ser protegida pelo direito autoral. Patente : concede ao propritário, por 20 anos, o monopólio exclusivo sobre as idéias que estão por trás de uma invenção.
  • 31. Dimensões morais dos sistemas de informação Prestação de contas, obrigação de indenizar: Se uma pessoa for ferida por uma máquina controlada parcialmente por software, quem deve ser apontado como o responsável e, portanto, passível de pagar indenização? Usuários de software podem ter expectativas de que eles sejam infalíveis. Dado o papel central que o software desempenha na vida cotidiana, há grandes chances de que o alcance da lei que rege a obrigação de indenizar seja apliado para incluí-lo, mesmo quando o produto oferecer apenas um serviço de informação.
  • 32. Dimensões morais dos sistemas de informação Qualidade do sistema: O que é um nível de qualidade realmente factível? Quando parar os testes? As empresas de software lançam no mercado produtos não totalmente aprimorados porque o tempo e o custo envolvidos no ajuste de todos os erros impediram que os produtos fossem liberados. Fontes de mau desempenho de um sistema: Bugs e erros de software ; Falhas de equipamentos e instalações; Baixa qualidade da entrada de dados;
  • 33. Dimensões morais dos sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Os computadores e as tecnologias de informação têm força potencial para destruir elementos valiosos de nossa cultura e sociedade, ao mesmo tempo que nos trazem grandes benefícios. Equilíbrio do poder : profissionais de níveis inferiores podem até estar fortalecidos para tomar algumas decisões de menor importância, mas as decisões importantes provavelmente continuam centralizadas.
  • 34. Dimensões morais dos sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Velocidade de mudança : as empresas podem não ter tempo suficiente para reagir aos concorrentes globais ocasionando falências. Manutenção das fronteiras – família, trabalho e lazer : perigo da ubiquidade da informática. Dependência e vulnerabilidade : devido à grande dependência dos sistemas de informação, as instituições ficam vulneráveis a eventuais falhas desses sistemas.
  • 35. Dimensões morais dos sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Abuso e crimes por computador : novas tecnologias criam novos itens para roubar, bem como novas maneiras de roubá-los. Crimes digitais : atos ilegais cometidos com o uso de um computador ou contra um sistema de comptuadores. Abusos digitais : atos envolvendo um computador que, embora não sejam ilegais, são considerados anti-éticos (spam).
  • 36. Dimensões morais dos sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Empregos : processos de re-engenharia empresarial podem resultar na perda do emprego de gerentes de médio escalão e trabalhadores burocráticos. Igualdade de oportunidades e acesso : todos tem oportunidades iguais de participar da era digital? Exclusão digital -> se não corrigida poderá levar a uma sociedade dividida entre os com informação, conhecimento e capacitação em computadores e um grupo maior dos sem informação, conhecimento e capacitação em computadores.
  • 37. Dimensões morais dos sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Riscos para a saúde: LER (lesão por esforço repetitivo) -> ocorre quando grupos de músculos sobre esforço devido a ações repetitivas. A LER mais comum é a síndrome do túnel do carpo. A LER pode ser evitada com estações de trabalho projetadas para proporcionar uma posição neutra do pulso, suportes adequados para o monitor e apoio para os pés.
  • 38. Dimensões morais dos sistemas de informação Qualidade de vida: igualdade, acesso e fronteiras: Riscos para a saúde: Síndrome da tela do computador -> qualquer condição de estresse ocular relacionada à utilização da tela do monitor do computador. Tecnoestresse -> estresse induzido poelo uso do computador; problema: as pessoas que trabalham continuamente com computadores passa a esperar que as outras pessoas se comportem como as máquinas.