SlideShare uma empresa Scribd logo
Java
Frameworks
Luis Fernando Pimenta
O que é FRAMEWORK ?
Podemos considerar um framework como uma
solução para um conjunto de problemas em
comum, com uso de classes e interfaces, que
disponibilizam objetos com capacidade de
capturar funcionalidades comuns a várias
aplicações.
Quando usar ?
A utilização de um framework por um
desenvolvedor torna-se útil no momento em
que você constrói ou utiliza certo componente
em mais de uma vez
Frameworks
Exemplo - Agenda - Sem Framework
Exemplo - Agenda - Sem Framework
Exemplo - Hibernate banco de dados
Também configura um arquivo para conexão.
Frameworks em JAVA
●Struts (J2EE) - um dos frameworks mais usados em
ambientes corporativos para construção de aplicações
web. Usa o modelo MVC e caracterizado por uma
camada de controle com uso de J2EE e XML.
●JavaServer Faces (J2EE) - baseado em tecnologia
de servlets e JSP, pode ser usado como uma opção
ao Struts.
●Spring (POA) - framework baseado em orientação a
aspectos. Possibilidade de uso em conjuntos com
outros frameworks MVC, como o Struts e JSF.
Frameworks em JAVA
●Hibernate (Persistência de Dados) - conhecido
framework de persistência de dados, que usa
conceitos de banco de dados, além do mapeamento
objeto-relacional (classes Java para tabelas de
databases).
●JDO (Persistência de Dados) - interface que provê
uma camada de abstração aplicação -
armazenamento de dados.
●Prevayler (Persistência de Dados) - outro famoso
framework que prega uma JVM invuneravel
logicamente com uso de uma camada de prevalência
de objetos.
Frameworks em JAVA
●JUnit (testes) - talvez o mais usado framework
Java, incluído em IDEs free ou comerciais. Para
testes unitários em geral.
●Cactus (testes) - framework específico para
testes unitários de aplicações J2EE.
●Jbanana (J2EE) - framework brasileiro e open-
source para desenvolvimento web.
●Log4J (log) - amplamente usado e útli para
geração de logs.
●Jakarta commons-log (log) - semelhante ao
Log4J, sob o selo da Jakarta.
Frameworks em JAVA
●Ant (build e deploy) - framework também
amplamente divulgado da Jakarta para
automatização de processos de construção, além
de testes e distribuição.
●Jasper Report / iReport (geradores de relatório) -
framework para geração de modo dinâmico de
relatórios. Compatível com formatos xml, pdf e
html.
Por que usar ?
Utilidade. O objetivo primeiro dos frameworks
é auxiliar no desenvolvimento de aplicações e
softwares e ponto !
Segurança. Os bons frameworks são projetados
de modo a garantir a segurança Não se preocupe
mais com aquelas intermináveis linhas de código
para evitar um SQL Injection, por exemplo; com
frameworks, a parte de segurança já “vem de
fábrica”.
Por que usar ?
●Extensibilidade. Os frameworks permitem
que você extenda suas funcionalidades
nativas. Se aquela biblioteca de envio de e-
mails por SMTP não contempla todas as
possibilidades que você gostaria,
simplesmente extenda suas funcionalidades e
as use como se fossem parte do framework (na
verdade, elas serão).
Por que usar ?
●Economia de tempo. O que você demoraria
algumas horas ou alguns dias para fazer, você
encontra pronto em um framework. Pense no quão
trabalhosas aquelas funções de manipulação de
imagens são; usando um framework que tenha
isso, você só usa, e pronto.
Por que usar ?
●Ajuda fácil. Os que desenvolvem framworks
geralmente disponibilizam material de
qualidade nos web sites ou repositórios oficiais,
com uma vasta documentação a respeito. Além
disso, os bons frameworks sempre têm uma
comunidade de desenvolvedores dispostos a
se ajudarem entre si.
Conclusões sobre frameworks
Existem, literalmente, milhares de frameworks
disponíveis para as diversas linguagens de
programação existentes.
Inicialmente, pode parecer que usar um frame work é
pior do que fazer uma “programação pura”.
Entretanto, tenha certeza: vale a pena dedicar seu
tempo nisso!
As vantagens vindouras de ter um projeto bem
estruturado e rodando numa plataforma segura e
estável, realmente compensam!
Referência
http://javafree.uol.com.br/artigo/3721/Pequeno-
Tutorial-sobre-Hibernate.html
http://www.oficinadanet.com.br/artigo/1294/fra
mework_o_que_e_e_para_que_serve

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Spring: uma introdução prática
Spring: uma introdução práticaSpring: uma introdução prática
Spring: uma introdução prática
José Barros
 
Introdução Play framework
Introdução Play frameworkIntrodução Play framework
Introdução Play framework
Keuller Magalhães
 
JSF - JavaServer Faces
JSF - JavaServer FacesJSF - JavaServer Faces
JSF - JavaServer Faces
netinhoteixeira
 
JSF 2.0 e ScrumToys
JSF 2.0 e ScrumToysJSF 2.0 e ScrumToys
JSF 2.0 e ScrumToys
Dr. Spock
 
Apresentação JSF
Apresentação JSFApresentação JSF
Apresentação JSF
Carlos Henrique
 
Framework web 02 - 2016
Framework web 02 - 2016Framework web 02 - 2016
Framework web 02 - 2016
André Luiz Forchesatto
 
Curso jsf
Curso jsfCurso jsf
Curso jsf
jornaljava
 
Análise sobre a utilização de frameworks em PHP: CakePHP, CodeIgniter e Zend
Análise sobre a utilização de frameworks em PHP: CakePHP, CodeIgniter e ZendAnálise sobre a utilização de frameworks em PHP: CakePHP, CodeIgniter e Zend
Análise sobre a utilização de frameworks em PHP: CakePHP, CodeIgniter e Zend
Thiago Sinésio
 
JSF 2.0 e ScrumToys
JSF 2.0 e ScrumToysJSF 2.0 e ScrumToys
JSF 2.0 e ScrumToys
Dr. Spock
 
Zend Framework 2 é legal ! Mas como ele funciona ?!
Zend Framework 2 é legal ! Mas como ele funciona ?!Zend Framework 2 é legal ! Mas como ele funciona ?!
Zend Framework 2 é legal ! Mas como ele funciona ?!
Alefe Variani
 
Introdução ao Spring Framework
Introdução ao Spring FrameworkIntrodução ao Spring Framework
Introdução ao Spring Framework
Natanael Fonseca
 
Introdução a jsf
Introdução a jsfIntrodução a jsf
Introdução a jsf
Jorge William Rodrigues
 
Java Web - MVC básico com JSP e Servlets
Java Web - MVC básico com JSP e ServletsJava Web - MVC básico com JSP e Servlets
Java Web - MVC básico com JSP e Servlets
Eduardo Mendes
 
JSF com Primefaces
JSF com PrimefacesJSF com Primefaces
JSF com Primefaces
Fabio Noth
 
Analise frameworks php
Analise frameworks phpAnalise frameworks php
Analise frameworks php
Igor Moura
 
Anatomia do JSF, JavaServer Faces
Anatomia do JSF, JavaServer FacesAnatomia do JSF, JavaServer Faces
Anatomia do JSF, JavaServer Faces
Rafael Ponte
 
Jheat
JheatJheat
Java script em 2016 - Como sobreviver a essa sopa de letrinhas com vue.js
Java script em 2016 - Como sobreviver a essa sopa de letrinhas com vue.jsJava script em 2016 - Como sobreviver a essa sopa de letrinhas com vue.js
Java script em 2016 - Como sobreviver a essa sopa de letrinhas com vue.js
Vinicius Reis
 
Spring Security e Spring Boot Aula - 2018
Spring Security e Spring Boot Aula - 2018Spring Security e Spring Boot Aula - 2018
Spring Security e Spring Boot Aula - 2018
André Luiz Forchesatto
 
Aula parte 2 de JSF 2.2
Aula parte 2 de JSF 2.2Aula parte 2 de JSF 2.2
Aula parte 2 de JSF 2.2
André Luiz Forchesatto
 

Mais procurados (20)

Spring: uma introdução prática
Spring: uma introdução práticaSpring: uma introdução prática
Spring: uma introdução prática
 
Introdução Play framework
Introdução Play frameworkIntrodução Play framework
Introdução Play framework
 
JSF - JavaServer Faces
JSF - JavaServer FacesJSF - JavaServer Faces
JSF - JavaServer Faces
 
JSF 2.0 e ScrumToys
JSF 2.0 e ScrumToysJSF 2.0 e ScrumToys
JSF 2.0 e ScrumToys
 
Apresentação JSF
Apresentação JSFApresentação JSF
Apresentação JSF
 
Framework web 02 - 2016
Framework web 02 - 2016Framework web 02 - 2016
Framework web 02 - 2016
 
Curso jsf
Curso jsfCurso jsf
Curso jsf
 
Análise sobre a utilização de frameworks em PHP: CakePHP, CodeIgniter e Zend
Análise sobre a utilização de frameworks em PHP: CakePHP, CodeIgniter e ZendAnálise sobre a utilização de frameworks em PHP: CakePHP, CodeIgniter e Zend
Análise sobre a utilização de frameworks em PHP: CakePHP, CodeIgniter e Zend
 
JSF 2.0 e ScrumToys
JSF 2.0 e ScrumToysJSF 2.0 e ScrumToys
JSF 2.0 e ScrumToys
 
Zend Framework 2 é legal ! Mas como ele funciona ?!
Zend Framework 2 é legal ! Mas como ele funciona ?!Zend Framework 2 é legal ! Mas como ele funciona ?!
Zend Framework 2 é legal ! Mas como ele funciona ?!
 
Introdução ao Spring Framework
Introdução ao Spring FrameworkIntrodução ao Spring Framework
Introdução ao Spring Framework
 
Introdução a jsf
Introdução a jsfIntrodução a jsf
Introdução a jsf
 
Java Web - MVC básico com JSP e Servlets
Java Web - MVC básico com JSP e ServletsJava Web - MVC básico com JSP e Servlets
Java Web - MVC básico com JSP e Servlets
 
JSF com Primefaces
JSF com PrimefacesJSF com Primefaces
JSF com Primefaces
 
Analise frameworks php
Analise frameworks phpAnalise frameworks php
Analise frameworks php
 
Anatomia do JSF, JavaServer Faces
Anatomia do JSF, JavaServer FacesAnatomia do JSF, JavaServer Faces
Anatomia do JSF, JavaServer Faces
 
Jheat
JheatJheat
Jheat
 
Java script em 2016 - Como sobreviver a essa sopa de letrinhas com vue.js
Java script em 2016 - Como sobreviver a essa sopa de letrinhas com vue.jsJava script em 2016 - Como sobreviver a essa sopa de letrinhas com vue.js
Java script em 2016 - Como sobreviver a essa sopa de letrinhas com vue.js
 
Spring Security e Spring Boot Aula - 2018
Spring Security e Spring Boot Aula - 2018Spring Security e Spring Boot Aula - 2018
Spring Security e Spring Boot Aula - 2018
 
Aula parte 2 de JSF 2.2
Aula parte 2 de JSF 2.2Aula parte 2 de JSF 2.2
Aula parte 2 de JSF 2.2
 

Destaque

JavaEE nos trilhos
JavaEE nos trilhosJavaEE nos trilhos
JavaEE nos trilhos
Gilliard Cordeiro
 
GRASP aplicado ao problema de aterrissagem de aviões
GRASP aplicado ao problema de aterrissagem de aviõesGRASP aplicado ao problema de aterrissagem de aviões
GRASP aplicado ao problema de aterrissagem de aviões
Bruno Fiss
 
O que é a Computação em Nuvem !
O que é a Computação em Nuvem !O que é a Computação em Nuvem !
O que é a Computação em Nuvem !
Manoel Veras, Dr.Eng.
 
Padrões de Projeto em Aplicações Web
Padrões de Projeto em Aplicações WebPadrões de Projeto em Aplicações Web
Padrões de Projeto em Aplicações Web
Jonata Weber
 
Tutorial struts
Tutorial strutsTutorial struts
Tutorial struts
Fernando Palma
 
Java pra web mais fácil com MVC
Java pra web mais fácil com MVCJava pra web mais fácil com MVC
Java pra web mais fácil com MVC
Cecilia Fernandes
 
VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabr...
VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabr...VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabr...
VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabr...
Carlos A. Junior Spohr Poletto
 
Enterprise services com .net
Enterprise services com .netEnterprise services com .net
Enterprise services com .net
Fernando Palma
 
Lazy vs. Eager Loading Strategies in JPA 2.1
Lazy vs. Eager Loading Strategies in JPA 2.1Lazy vs. Eager Loading Strategies in JPA 2.1
Lazy vs. Eager Loading Strategies in JPA 2.1
Patrycja Wegrzynowicz
 
Como começar sua startup
Como começar sua startupComo começar sua startup
Como começar sua startup
guestad58fd25
 

Destaque (10)

JavaEE nos trilhos
JavaEE nos trilhosJavaEE nos trilhos
JavaEE nos trilhos
 
GRASP aplicado ao problema de aterrissagem de aviões
GRASP aplicado ao problema de aterrissagem de aviõesGRASP aplicado ao problema de aterrissagem de aviões
GRASP aplicado ao problema de aterrissagem de aviões
 
O que é a Computação em Nuvem !
O que é a Computação em Nuvem !O que é a Computação em Nuvem !
O que é a Computação em Nuvem !
 
Padrões de Projeto em Aplicações Web
Padrões de Projeto em Aplicações WebPadrões de Projeto em Aplicações Web
Padrões de Projeto em Aplicações Web
 
Tutorial struts
Tutorial strutsTutorial struts
Tutorial struts
 
Java pra web mais fácil com MVC
Java pra web mais fácil com MVCJava pra web mais fácil com MVC
Java pra web mais fácil com MVC
 
VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabr...
VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabr...VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabr...
VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabr...
 
Enterprise services com .net
Enterprise services com .netEnterprise services com .net
Enterprise services com .net
 
Lazy vs. Eager Loading Strategies in JPA 2.1
Lazy vs. Eager Loading Strategies in JPA 2.1Lazy vs. Eager Loading Strategies in JPA 2.1
Lazy vs. Eager Loading Strategies in JPA 2.1
 
Como começar sua startup
Como começar sua startupComo começar sua startup
Como começar sua startup
 

Semelhante a Frameworks em Java

Treinamento ASP.NET 2014
Treinamento ASP.NET 2014Treinamento ASP.NET 2014
Treinamento ASP.NET 2014
Eric Gallardo
 
O que é framework
O que é frameworkO que é framework
O que é framework
fcdigital
 
Criando Aplicações .NET com o TheWebMind
Criando Aplicações .NET com o TheWebMindCriando Aplicações .NET com o TheWebMind
Criando Aplicações .NET com o TheWebMind
Jaydson Gomes
 
Framework usar ou não usar
Framework usar ou não usarFramework usar ou não usar
Framework usar ou não usar
COTIC-PROEG (UFPA)
 
Bdd com spec flow
Bdd com spec flowBdd com spec flow
Bdd com spec flow
Cintia Armesto
 
BDD com SpecFlow
BDD com SpecFlowBDD com SpecFlow
BDD com SpecFlow
Altamir Junior Dias
 
Framework struts2v2.5
Framework struts2v2.5Framework struts2v2.5
Framework struts2v2.5
Eduardo Gabina
 
Inovando na Plataforma Java
Inovando na Plataforma JavaInovando na Plataforma Java
Inovando na Plataforma Java
Wanderson Oliveira
 
Inovando na plataforma Java
Inovando na plataforma JavaInovando na plataforma Java
Inovando na plataforma Java
Eteg
 
Uso de Critérios de Seleção para Frameworks Livres em Plataforma Java EE
Uso de Critérios de Seleção para Frameworks Livres em Plataforma Java EEUso de Critérios de Seleção para Frameworks Livres em Plataforma Java EE
Uso de Critérios de Seleção para Frameworks Livres em Plataforma Java EE
Marco Antonio Maciel
 
Oficina cake php
Oficina cake phpOficina cake php
Oficina cake php
Allan George
 
Plataforma Android: Produtividade Além do SDK
Plataforma Android: Produtividade Além do SDKPlataforma Android: Produtividade Além do SDK
Plataforma Android: Produtividade Além do SDK
Ryan Padilha
 
Frameworks de desenvolvimento web
Frameworks de desenvolvimento webFrameworks de desenvolvimento web
Frameworks de desenvolvimento web
Arlindo Santos
 
Palestra - Symfony Framework MVC PHP 5
Palestra - Symfony Framework MVC PHP 5Palestra - Symfony Framework MVC PHP 5
Palestra - Symfony Framework MVC PHP 5
Lucas Augusto Carvalho
 
Merlinferramentassbc2006 Revisado Em6paginas
Merlinferramentassbc2006 Revisado Em6paginasMerlinferramentassbc2006 Revisado Em6paginas
Merlinferramentassbc2006 Revisado Em6paginas
Marcelo Mrack
 
Asp net mvc
Asp net mvcAsp net mvc
Java web
Java webJava web
Java web
marcosvpcortes
 
Reutilização
ReutilizaçãoReutilização
Reutilização
emjorge
 
Trabalho de sgbd
Trabalho de sgbdTrabalho de sgbd
Trabalho de sgbd
Junior Cesar
 
Cursos
CursosCursos

Semelhante a Frameworks em Java (20)

Treinamento ASP.NET 2014
Treinamento ASP.NET 2014Treinamento ASP.NET 2014
Treinamento ASP.NET 2014
 
O que é framework
O que é frameworkO que é framework
O que é framework
 
Criando Aplicações .NET com o TheWebMind
Criando Aplicações .NET com o TheWebMindCriando Aplicações .NET com o TheWebMind
Criando Aplicações .NET com o TheWebMind
 
Framework usar ou não usar
Framework usar ou não usarFramework usar ou não usar
Framework usar ou não usar
 
Bdd com spec flow
Bdd com spec flowBdd com spec flow
Bdd com spec flow
 
BDD com SpecFlow
BDD com SpecFlowBDD com SpecFlow
BDD com SpecFlow
 
Framework struts2v2.5
Framework struts2v2.5Framework struts2v2.5
Framework struts2v2.5
 
Inovando na Plataforma Java
Inovando na Plataforma JavaInovando na Plataforma Java
Inovando na Plataforma Java
 
Inovando na plataforma Java
Inovando na plataforma JavaInovando na plataforma Java
Inovando na plataforma Java
 
Uso de Critérios de Seleção para Frameworks Livres em Plataforma Java EE
Uso de Critérios de Seleção para Frameworks Livres em Plataforma Java EEUso de Critérios de Seleção para Frameworks Livres em Plataforma Java EE
Uso de Critérios de Seleção para Frameworks Livres em Plataforma Java EE
 
Oficina cake php
Oficina cake phpOficina cake php
Oficina cake php
 
Plataforma Android: Produtividade Além do SDK
Plataforma Android: Produtividade Além do SDKPlataforma Android: Produtividade Além do SDK
Plataforma Android: Produtividade Além do SDK
 
Frameworks de desenvolvimento web
Frameworks de desenvolvimento webFrameworks de desenvolvimento web
Frameworks de desenvolvimento web
 
Palestra - Symfony Framework MVC PHP 5
Palestra - Symfony Framework MVC PHP 5Palestra - Symfony Framework MVC PHP 5
Palestra - Symfony Framework MVC PHP 5
 
Merlinferramentassbc2006 Revisado Em6paginas
Merlinferramentassbc2006 Revisado Em6paginasMerlinferramentassbc2006 Revisado Em6paginas
Merlinferramentassbc2006 Revisado Em6paginas
 
Asp net mvc
Asp net mvcAsp net mvc
Asp net mvc
 
Java web
Java webJava web
Java web
 
Reutilização
ReutilizaçãoReutilização
Reutilização
 
Trabalho de sgbd
Trabalho de sgbdTrabalho de sgbd
Trabalho de sgbd
 
Cursos
CursosCursos
Cursos
 

Frameworks em Java

  • 2. O que é FRAMEWORK ? Podemos considerar um framework como uma solução para um conjunto de problemas em comum, com uso de classes e interfaces, que disponibilizam objetos com capacidade de capturar funcionalidades comuns a várias aplicações.
  • 3. Quando usar ? A utilização de um framework por um desenvolvedor torna-se útil no momento em que você constrói ou utiliza certo componente em mais de uma vez
  • 5. Exemplo - Agenda - Sem Framework
  • 6. Exemplo - Agenda - Sem Framework
  • 7. Exemplo - Hibernate banco de dados Também configura um arquivo para conexão.
  • 8. Frameworks em JAVA ●Struts (J2EE) - um dos frameworks mais usados em ambientes corporativos para construção de aplicações web. Usa o modelo MVC e caracterizado por uma camada de controle com uso de J2EE e XML. ●JavaServer Faces (J2EE) - baseado em tecnologia de servlets e JSP, pode ser usado como uma opção ao Struts. ●Spring (POA) - framework baseado em orientação a aspectos. Possibilidade de uso em conjuntos com outros frameworks MVC, como o Struts e JSF.
  • 9. Frameworks em JAVA ●Hibernate (Persistência de Dados) - conhecido framework de persistência de dados, que usa conceitos de banco de dados, além do mapeamento objeto-relacional (classes Java para tabelas de databases). ●JDO (Persistência de Dados) - interface que provê uma camada de abstração aplicação - armazenamento de dados. ●Prevayler (Persistência de Dados) - outro famoso framework que prega uma JVM invuneravel logicamente com uso de uma camada de prevalência de objetos.
  • 10. Frameworks em JAVA ●JUnit (testes) - talvez o mais usado framework Java, incluído em IDEs free ou comerciais. Para testes unitários em geral. ●Cactus (testes) - framework específico para testes unitários de aplicações J2EE. ●Jbanana (J2EE) - framework brasileiro e open- source para desenvolvimento web. ●Log4J (log) - amplamente usado e útli para geração de logs. ●Jakarta commons-log (log) - semelhante ao Log4J, sob o selo da Jakarta.
  • 11. Frameworks em JAVA ●Ant (build e deploy) - framework também amplamente divulgado da Jakarta para automatização de processos de construção, além de testes e distribuição. ●Jasper Report / iReport (geradores de relatório) - framework para geração de modo dinâmico de relatórios. Compatível com formatos xml, pdf e html.
  • 12. Por que usar ? Utilidade. O objetivo primeiro dos frameworks é auxiliar no desenvolvimento de aplicações e softwares e ponto ! Segurança. Os bons frameworks são projetados de modo a garantir a segurança Não se preocupe mais com aquelas intermináveis linhas de código para evitar um SQL Injection, por exemplo; com frameworks, a parte de segurança já “vem de fábrica”.
  • 13. Por que usar ? ●Extensibilidade. Os frameworks permitem que você extenda suas funcionalidades nativas. Se aquela biblioteca de envio de e- mails por SMTP não contempla todas as possibilidades que você gostaria, simplesmente extenda suas funcionalidades e as use como se fossem parte do framework (na verdade, elas serão).
  • 14. Por que usar ? ●Economia de tempo. O que você demoraria algumas horas ou alguns dias para fazer, você encontra pronto em um framework. Pense no quão trabalhosas aquelas funções de manipulação de imagens são; usando um framework que tenha isso, você só usa, e pronto.
  • 15. Por que usar ? ●Ajuda fácil. Os que desenvolvem framworks geralmente disponibilizam material de qualidade nos web sites ou repositórios oficiais, com uma vasta documentação a respeito. Além disso, os bons frameworks sempre têm uma comunidade de desenvolvedores dispostos a se ajudarem entre si.
  • 16. Conclusões sobre frameworks Existem, literalmente, milhares de frameworks disponíveis para as diversas linguagens de programação existentes. Inicialmente, pode parecer que usar um frame work é pior do que fazer uma “programação pura”. Entretanto, tenha certeza: vale a pena dedicar seu tempo nisso! As vantagens vindouras de ter um projeto bem estruturado e rodando numa plataforma segura e estável, realmente compensam!