SlideShare uma empresa Scribd logo
Encontro Regional: Fortalecimento
da Atenção Básica na articulação
das Redes de Atenção à Saúde no
contexto da Síndrome Congênita
Associada à Infecção pelo Vírus
Zika
Regionalização do Estado da Paraíba
16 Regiões de Saúde – Resolução CIB n. 203/2011
REDES PRIORITÁRIAS DO ESTADO DA PARAÍBA EMREDES PRIORITÁRIAS DO ESTADO DA PARAÍBA EM
CONSONÂNCIA COM A POLÍTICA NACIONALCONSONÂNCIA COM A POLÍTICA NACIONAL
Informação
Qualificação/Educação
Regulação
Promoção e Vigilância à Saúde
ATENÇÃO BÁSICAATENÇÃO BÁSICA
Situção Epidemiológica das Doenças
Transmitidas pelo Aedes
Distribuição dos casos prováveis de dengue por
município de residência. Paraíba, 2014 a 2015.
2014 2015
2016
Fonte: Dengue Online/SES-PB
2017
Fonte: SINAN Online./SES-PB
47,05%
22,22%
Óbitos por Dengue ,segundo ano de início de sintomas Paraíba
2012 a 2015
Distribuição dos Municípios com confirmação laboratorial de Chikungunya.
Paraíba, 2017.
Chikungunya: Para o agravo chikungunya foram encaminhadas, para o LACEN-PB, 505 amostras (152 Reagentes, 295
Não reagentes e 58 indeterminadas).
Confirmação Laboratorial
Fonte: GAL/LACEN-PB dados atualizados até 18ª SE
Distribuição dos Municípios com confirmação laboratorial de Zika. Paraíba,
2016 e 2017.
Zika: Registrou-se 3.003 casos notificados como suspeita de Zika Vírus (Sinan NET), de 01 de janeiro à 30 de maio de
2016. No ano de 2015 foi detectada a doença aguda pelo viral de Zika vírus nos municípios de João Pessoa, Campina
Grande, Olivedos e Cajazeiras; já em 2016, exames laboratoriais já comprovaram a circulação da doença nos municípios
de Caldas Brandão, João Pessoa, Guarabira, Conceição, Pilões, Itabaiana, Sapé e Campina Grande. Atualmente existem
três Unidades Sentinelas do Zika vírus implantadas (Bayeux, Campina Grande e Monteiro), conforme recomendação do
Ministério da Saúde
Monitoramento das Gestantes com Suspeita de
Doença Aguda pelo Zika Vírus.
2017: 40 casos de gestantes com suspeita de
zika vírus foram notificados até o momento (28ª
SE)
2016: 298 casos de gestantes com suspeita de
zika vírus foram notificados até o momento (28ª
SE)
Casos notificados de Microcefalia e/ou alterações no
SNC segundo classificação final. Paraíba, 2015/17
Fonte: RESP-Microcefalia
n = 967 Nº de municípios com casos notificados145
Nº de municípios confirmados  75
Notificações: 967
Confirmados: 196 Descartados: 570
Em investigação: 193 Prováveis: 8
Distribuição dos casos notificados de Microcefalia
e/ou alterações no SNC segundo Classificação Final e
Mês/Ano de Nascimento. Paraíba, 2015/17
n = 967
Fonte: RESP-Microcefalia
Distribuição dos casos notificados de Microcefalia
e/ou alterações no SNC segundo classificação final.
Paraíba, 2015/17
n = 967
Fonte: RESP-Microcefalia
Potencialidades da Paraíba para
enfrentamento à Situação Epidemiológica de
Zika e Microcefalia.
Distribuição das Equipes da Atenção Básica na Paraíba.
Fonte: DAB * Dados/ Março 2016
ESF
(Estratégia Saúde
da Família)
Municípios com
ESF
Cobertura da ESF
1.364 223
94,6%
Paraíba/População:  3.999.415 (JULHO/2017 – DAB)
Área (em km²): 56.584,6
Densidade Demográfica (habitantes por km²): 71
Quantidade de municípios: 223
ESB
Municípios com (Estratégia
Saúde da Bucal )
ESB
Modalidade 1
ESB
Modalidade 2
Cobertura de ESB
222 1.256 17 92,85%
Distribuição das Equipes da Atenção Básica na Paraíba
Fonte: DAB * Dados/ Março 2016
ACS
(Agentes Comunitários de
Saúde)
Municípios com ACS Cobertura ACS
8.341 223 98,33%
NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA
- NASF
Cobertura de NASF
273
91%
AÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO ÀAÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO À
MICROCEFALIA:MICROCEFALIA:
- Estruturação da Comissão de Enfrentamento à Microcefalia na
Paraíba/Especialistas, Gestores (SES/SMS), FUNAD.
-Situação de Emergência em Saúde Pública no Estado da Paraíba.
*Portaria Gabinete do Ministro Nº 1.813, de 11 de novembro de 2015 .
*Decreto Estadual Nº 36.426 DE 04 de dezembro de 2015. 
- RESP, Notificação e Monitoramento.
- Elaboração e execução do Plano de Combate ao Aedes, em articulação com
os municípios/ APLICATIVO AEDES NA MIRA.
-
SALA DE SITUAÇÃO
•INTEGRANTES
Exército Brasileiro
Polícia Militar
Corpo de Bombeiros Militar
Defesa Civil Estadual
Vigilância Ambiental/ SES-PB
98822 8053
98822 8080
98822 8421
APLICATIVO MOBILE
AEDES NA MIRA
AÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO ÀAÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO À
MICROCEFALIA:MICROCEFALIA:
-Elaboração e implantação do Protocolo para Investigação e acompanhamento
dos Casos de Microcefalia no Estado da Paraíba.
-Estruturação do AMBULATÓRIO DE ATENDIMENTO À CRIANÇAS COM
MICROCEFALIA, na FUNAD – CER IV (João Pessoa).
-Ação rápida de Microcefalia, considerando à Portaria Interministerial nº 405,
de 15 de março de 2016 (DESCENTRALIZADA PARA AS 4 MACRORREGIÕES DE
SAÚDE) .
-
AÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO ÀAÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO À
MICROCEFALIA:MICROCEFALIA:
REDE DE CARDIOLOGIA PEDIATRICA DA PARAÍBA/ CIRCOR –SES/PB
•2011, Convênio de Colaboração Técnico- Científica foi estabelecido entre CIRCOR
e Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba para estruturar assistência a criança
cardiopata. Realiza triagem em cardiopatia, cirurgia cardíaca pediátrica,
capacitações.
•22 salas do coração interligadas
•TELEMEDICINA
•CARAVANA DO CORAÇÃO 2016/2017
Trata-se de uma visita de profissionais de saúde, educação e tecnologias da
informática aos centros integrantes da Rede para realizar ações médicas, sociais
e educativas ao mesmo tempo que avaliar a conformidade técnica dos centros
com as normas do Projeto.•
-
AÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO ÀAÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO À
MICROCEFALIA:MICROCEFALIA:
Totalizando 2.000 Km, a V Caravana do Coração percorreu 13 municípios e prestou
atendimento a 2.090 pacientes oriundos de 183 dos 223 municípios Paraibanos
perfazendo uma cobertura de 82,06% do Estado conforme os Mapas nas Figura 2 e
Figura 3 a seguir.
-
AÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO ÀAÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO À
MICROCEFALIA:MICROCEFALIA:
CARAVANA DO CORAÇÃO:
223 MUNICÍPIOS/ 4 MRS
ATENDIMENTO DISPONIBILIZADOS:
ENFERMAGEM
NUTRIÇÃO
PEDIATRIA
PSICOLOGIA
CARDIOLOGIA CLÍNICA
SERVIÇO SOCIAL
ELETROCARDIOGRAFIA
FISIOTERAPIA
ECOCARDIOGRAFIA
FONOAUDIOLOGIA
ODONTOLOGIA
CONSULTA FINAL/LAUDO MÉDICO
Estruturação da Rede de Referência aos casos de
Microcefalia/RAPD
FUNAD
CER II JP
1ª MRS
CER
IV/AMBULATÓRI
O DE
MICROCEFALIA
CG
2ª MRS
AMBULATÓRIO DE
MICROCEFALIA
MAT PEREGRINO
FILHO /PATOS
3ª E 4ª MRS
Maternidade
Peregrino
Filho
ATENÇÃO
BÁSICA
ESF
NASF
MATERNIDADES
TRIAGEM
MATERNIDADES:TRIAGEM
REFERÊNCIAS:
INVESTIGAÇÃO E CUIDADO
SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM REABILITAÇÃO HABILITADOS NO ESTADO DA PARAÍBA
MUNICÍPIO TIPO MODALIDADE OBJETO CNES NOME DO
ESTABELECIMENTO
NATUREZA
JURÍDICA
GESTÃO
João Pessoa CER II Física e Intelectual Habilitação 3871002
Centro de Referência
Municipal de Inclusão
para Pessoas com
Deficiência
Público Municipal
João Pessoa CER IV
Auditiva, Física,
Intelectual e Visual
Habilitação 2343479 FUNAD Público Estadual
Conde CER II Física e Auditiva Habilitação 5925207
Centro de Reabilitação
Antonio de Souza
Maranhão
Público Municipal
Campina
Grande
CER IV
Auditiva, Física,
Intelectual e Visual
Habilitação 2362619
CRANESP - Centro de
Referência em Atenção
ao Portador de
Necessidades Especiais
Público Municipal
Monteiro CER II Física e Intelectual Habilitação 6528880
Centro de Reabilitação
Motora
Público Municipal
Patos CER II Física e Intelectual Habilitação 3015610 CERPPOD Público Municipal
Piancó CER II Física e Intelectual Habilitação 2609061
Policlínica Dr. Antônio
Quinho
Público Municipal
Catolé do
Rocha
CER II Física e Intelectual Habilitação 2606364
Centro de Reabilitação
Física
Público Municipal
PESQUISA
Desenvolvimento de pesquisa institucional “AVALIAÇÃO DA
EFETIVIDADE DO MODELO DE REDE LEGOS (Liderar e
Empoderar Grupos para Otimar Soluções) NO ENFRETAMENTO
DA MICROCEFALIA: Projeto piloto dentro do ambiente RCP-CiCor
no Estado da Paraíba/CIRCOR – SES/PB;
Pesquisa “Casos de microcefalia possivelmente associados à
infecção por arbovírus no Brasil: Um estudo de caso-controle”
realizada em parceria com Ministério da Saúde e CDC/ Centers for
Disease Control and Prevention (EUA).
Resultados
“Casos de microcefalia possivelmente
associados à infecção por arbovírus
no Brasil: Um estudo de caso-
controle”
OBJETIVOS
 Objetivos da pesquisa
 Estimar a proporção de recém-nascidos com microcefalia que
apresentem evidência de infecção congênita pelo vírus Zika
 Estimar o risco relativo de microcefalia associada à infecção pelo
vírus Zika
 Estimar o risco atribuível de microcefalia explicada pela infecção
pelo vírus Zika
 Descrever as características clínicas e desfecho atual de crianças
com microcefalia que estejam associados à infecção pelo vírus Zika
Resumo dos achados desta investigação
 43 casos confirmados de microcefalia que apresentem evidência de infecção congênita
pelo vírus Zika em 22 municípios da Paraíba (JOAO PESSOA, CAMPINA GRANDE, CONDE,
GUARABIRA, JUAZEIRINHO, MONTEIRO, PIANCO, QUEIMADAS, ALAGOINHA, ALGODAO DE
JANDAIRAS, BELEM DO BREJO DO CRUZ, BOQUEIRAO, CABEDELO, CONDADO, ITABAIANA
JURIPIRANGA MARI, SANTA RITA, SÃO JOAO DO CARIRI, SÃO VICENTE DO SERIDO, SOUZA E
PASSAGEM).
 Participara do estudo mães e crianças de 52 municípios da Paraíba (JOAO PESSOA, PATOS,
BAYEUX SANTA LUZIA CABEDELO CONDE MAMANGUAPE CAAPORA CAMPINA GRANDE
CATOLE DO ROCHA MONTEIRO PIANCO RIACHAO DO POCO SANTA RITA SAO BENTO SAO
MAMEDE SAPE ALHANDRA CACIMBAS GUARABIRA JUAZEIRINHO PASSAGEM PEDRAS DE
FOGO QUEIMADAS SAO JOSE DOS ESPINHARES TEIXEIRA ALAGOINHA ALGODAO DE
JANDAIRAS, BANANEIRAS, BELEM DO BREJO DA CRUZ, BOQUEIRAO, BREJO DOS SANTOS,
CAJAZEIRAS, CALDAS BRANDAO, CONDADO, GURINHEM, IGARACY, IMACULADA,
ITABAIANA, JERICO, JUNCO DO SERIDO, JURIPIRANGA, LAGOA DE DENTRO, MAE D AGUA,
MARI, NOVA OLINDA, PITIMBU, RIACHO DOS CAVALOS, SÃO JOAO DO CARIRI, SÃO
VICENTE DO SERIDO, SOUZA, E TAPEROA.
Conclusão
 Grande esforço colaborativo para explorar ainda mais a
evolução das emergências de saúde pública
 Os achados deste estudo reforçam ainda mais a associação
entre microcefalia e infecção pelo vírus Zika
 Fornecer estimativas de prevalência de nascimento de
microcefalia atribuível a infecções pelo vírus Zika
 Necessidade de uma investigação mais profunda para
entendermos melhor os efeitos da infecção congênita do
vírus Zika
Obrigada!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cartilha dengue
Cartilha dengueCartilha dengue
Cartilha dengue
Ricardo Valério
 
COVID-19 na Criança: situações agudas e complicações neurológicas
COVID-19 na Criança: situações agudas e complicações neurológicasCOVID-19 na Criança: situações agudas e complicações neurológicas
COVID-19 na Criança: situações agudas e complicações neurológicas
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Boletim microcefalia 11_12_2015
Boletim microcefalia 11_12_2015Boletim microcefalia 11_12_2015
Boletim microcefalia 11_12_2015
Ipu Notícias
 
Situação das Arboviroses em Pernambuco Destaque Chikungunya
Situação  das Arboviroses em Pernambuco Destaque ChikungunyaSituação  das Arboviroses em Pernambuco Destaque Chikungunya
Situação das Arboviroses em Pernambuco Destaque Chikungunya
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
CHIKUNGUNYA
CHIKUNGUNYACHIKUNGUNYA
CT Epidemiologia - 21.03.16 - Situação atual da Sífilis em Gestantes e da Síf...
CT Epidemiologia - 21.03.16 - Situação atual da Sífilis em Gestantes e da Síf...CT Epidemiologia - 21.03.16 - Situação atual da Sífilis em Gestantes e da Síf...
CT Epidemiologia - 21.03.16 - Situação atual da Sífilis em Gestantes e da Síf...
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Eventos de massa | Peste
Eventos de massa | PesteEventos de massa | Peste
Nota Técnica Fiocruz sobre a Importância da Vacinação contra COVID-19 em Cria...
Nota Técnica Fiocruz sobre a Importância da Vacinação contra COVID-19 em Cria...Nota Técnica Fiocruz sobre a Importância da Vacinação contra COVID-19 em Cria...
Nota Técnica Fiocruz sobre a Importância da Vacinação contra COVID-19 em Cria...
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Emergência do Zika vírus no Brasil
Emergência do Zika vírus no BrasilEmergência do Zika vírus no Brasil
Emergência do Zika vírus no Brasil
Portal da Inovação em Saúde
 
Aula safadi-covid19-pdf
Aula safadi-covid19-pdfAula safadi-covid19-pdf
Aula safadi-covid19-pdf
Rodrigo Rosa
 
P boletim_sifilis_2015_fechado_pdf_p__18327 (1)
 P boletim_sifilis_2015_fechado_pdf_p__18327 (1) P boletim_sifilis_2015_fechado_pdf_p__18327 (1)
P boletim_sifilis_2015_fechado_pdf_p__18327 (1)
Jessé Milanez dos Santos
 
Cenário atual e estratégias adotadas Febre Amarela Silvestre Brasil - 2017
Cenário atual e estratégias adotadas  Febre Amarela Silvestre   Brasil - 2017Cenário atual e estratégias adotadas  Febre Amarela Silvestre   Brasil - 2017
Cenário atual e estratégias adotadas Febre Amarela Silvestre Brasil - 2017
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Introdução da vacina dTpa para gestantes no SUS
Introdução da vacina  dTpa para gestantes no SUSIntrodução da vacina  dTpa para gestantes no SUS
Introdução da vacina dTpa para gestantes no SUS
Palácio do Planalto
 
Bvd linkedin
Bvd linkedinBvd linkedin
Bvd linkedin
Renato Villela
 
Imunização ocupacional
Imunização ocupacionalImunização ocupacional
Imunização ocupacional
Cosmo Palasio
 
Varicela 5
Varicela 5Varicela 5
Varicela 5
Mateus Mendes
 
Novo exame aumenta precisão de diagnóstico de meningite bacteriana
Novo exame aumenta precisão de diagnóstico de meningite bacterianaNovo exame aumenta precisão de diagnóstico de meningite bacteriana
Novo exame aumenta precisão de diagnóstico de meningite bacteriana
Ministério da Saúde
 
Situação Epidemiológica das Paralisias Flácidas Agudas no Brasil
Situação Epidemiológica das Paralisias Flácidas Agudas no BrasilSituação Epidemiológica das Paralisias Flácidas Agudas no Brasil
Situação Epidemiológica das Paralisias Flácidas Agudas no Brasil
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etárias
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etáriasVACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etárias
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etárias
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 

Mais procurados (19)

Cartilha dengue
Cartilha dengueCartilha dengue
Cartilha dengue
 
COVID-19 na Criança: situações agudas e complicações neurológicas
COVID-19 na Criança: situações agudas e complicações neurológicasCOVID-19 na Criança: situações agudas e complicações neurológicas
COVID-19 na Criança: situações agudas e complicações neurológicas
 
Boletim microcefalia 11_12_2015
Boletim microcefalia 11_12_2015Boletim microcefalia 11_12_2015
Boletim microcefalia 11_12_2015
 
Situação das Arboviroses em Pernambuco Destaque Chikungunya
Situação  das Arboviroses em Pernambuco Destaque ChikungunyaSituação  das Arboviroses em Pernambuco Destaque Chikungunya
Situação das Arboviroses em Pernambuco Destaque Chikungunya
 
CHIKUNGUNYA
CHIKUNGUNYACHIKUNGUNYA
CHIKUNGUNYA
 
CT Epidemiologia - 21.03.16 - Situação atual da Sífilis em Gestantes e da Síf...
CT Epidemiologia - 21.03.16 - Situação atual da Sífilis em Gestantes e da Síf...CT Epidemiologia - 21.03.16 - Situação atual da Sífilis em Gestantes e da Síf...
CT Epidemiologia - 21.03.16 - Situação atual da Sífilis em Gestantes e da Síf...
 
Eventos de massa | Peste
Eventos de massa | PesteEventos de massa | Peste
Eventos de massa | Peste
 
Nota Técnica Fiocruz sobre a Importância da Vacinação contra COVID-19 em Cria...
Nota Técnica Fiocruz sobre a Importância da Vacinação contra COVID-19 em Cria...Nota Técnica Fiocruz sobre a Importância da Vacinação contra COVID-19 em Cria...
Nota Técnica Fiocruz sobre a Importância da Vacinação contra COVID-19 em Cria...
 
Emergência do Zika vírus no Brasil
Emergência do Zika vírus no BrasilEmergência do Zika vírus no Brasil
Emergência do Zika vírus no Brasil
 
Aula safadi-covid19-pdf
Aula safadi-covid19-pdfAula safadi-covid19-pdf
Aula safadi-covid19-pdf
 
P boletim_sifilis_2015_fechado_pdf_p__18327 (1)
 P boletim_sifilis_2015_fechado_pdf_p__18327 (1) P boletim_sifilis_2015_fechado_pdf_p__18327 (1)
P boletim_sifilis_2015_fechado_pdf_p__18327 (1)
 
Cenário atual e estratégias adotadas Febre Amarela Silvestre Brasil - 2017
Cenário atual e estratégias adotadas  Febre Amarela Silvestre   Brasil - 2017Cenário atual e estratégias adotadas  Febre Amarela Silvestre   Brasil - 2017
Cenário atual e estratégias adotadas Febre Amarela Silvestre Brasil - 2017
 
Introdução da vacina dTpa para gestantes no SUS
Introdução da vacina  dTpa para gestantes no SUSIntrodução da vacina  dTpa para gestantes no SUS
Introdução da vacina dTpa para gestantes no SUS
 
Bvd linkedin
Bvd linkedinBvd linkedin
Bvd linkedin
 
Imunização ocupacional
Imunização ocupacionalImunização ocupacional
Imunização ocupacional
 
Varicela 5
Varicela 5Varicela 5
Varicela 5
 
Novo exame aumenta precisão de diagnóstico de meningite bacteriana
Novo exame aumenta precisão de diagnóstico de meningite bacterianaNovo exame aumenta precisão de diagnóstico de meningite bacteriana
Novo exame aumenta precisão de diagnóstico de meningite bacteriana
 
Situação Epidemiológica das Paralisias Flácidas Agudas no Brasil
Situação Epidemiológica das Paralisias Flácidas Agudas no BrasilSituação Epidemiológica das Paralisias Flácidas Agudas no Brasil
Situação Epidemiológica das Paralisias Flácidas Agudas no Brasil
 
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etárias
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etáriasVACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etárias
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etárias
 

Semelhante a Fortalecimento da Atenção Básica na articulação das Redes de Atenção à Saúde no contexto da Síndrome Congênita Associada à Infecção pelo Vírus Zika

AMPLIAÇÃO E DESCENTRALIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA ÀS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNIT...
AMPLIAÇÃO E DESCENTRALIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA ÀS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNIT...AMPLIAÇÃO E DESCENTRALIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA ÀS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNIT...
AMPLIAÇÃO E DESCENTRALIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA ÀS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNIT...
Portal da Inovação em Saúde
 
Assistência a criança com Microcefalia
Assistência  a criança com  MicrocefaliaAssistência  a criança com  Microcefalia
Assistência a criança com Microcefalia
Portal da Inovação em Saúde
 
Experiência de Pernambuco em Resposta à Emergência no âmbito da atenção à saú...
Experiência de Pernambuco em Resposta à Emergência no âmbito da atenção à saú...Experiência de Pernambuco em Resposta à Emergência no âmbito da atenção à saú...
Experiência de Pernambuco em Resposta à Emergência no âmbito da atenção à saú...
Portal da Inovação em Saúde
 
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no BrasilRetomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Boletim sobre a microcefalia
Boletim sobre a microcefaliaBoletim sobre a microcefalia
Boletim sobre a microcefalia
André Luis Bento
 
Apresentacaomicrocefaliafinal24 151126134729-lva1-app6891
Apresentacaomicrocefaliafinal24 151126134729-lva1-app6891Apresentacaomicrocefaliafinal24 151126134729-lva1-app6891
Apresentacaomicrocefaliafinal24 151126134729-lva1-app6891
Rene Diana
 
3º ENCONTRO NACIONAL DA REDE NACIONAL DE ESPECIALISTAS EM ZIKA E DOENÇAS CORR...
3º ENCONTRO NACIONAL DA REDE NACIONAL DE ESPECIALISTAS EM ZIKA E DOENÇAS CORR...3º ENCONTRO NACIONAL DA REDE NACIONAL DE ESPECIALISTAS EM ZIKA E DOENÇAS CORR...
3º ENCONTRO NACIONAL DA REDE NACIONAL DE ESPECIALISTAS EM ZIKA E DOENÇAS CORR...
Portal da Inovação em Saúde
 
PROTOCOLO PARA VIGILÂNCIA E ASSISTÊNCIA DE CASOS SUSPEITOS OU CONFIRMADOS DE ...
PROTOCOLO PARA VIGILÂNCIA E ASSISTÊNCIA DE CASOS SUSPEITOS OU CONFIRMADOS DE ...PROTOCOLO PARA VIGILÂNCIA E ASSISTÊNCIA DE CASOS SUSPEITOS OU CONFIRMADOS DE ...
PROTOCOLO PARA VIGILÂNCIA E ASSISTÊNCIA DE CASOS SUSPEITOS OU CONFIRMADOS DE ...
Centro Universitário Ages
 
Boletim Epidemiológico
Boletim Epidemiológico Boletim Epidemiológico
Boletim Epidemiológico
Ivan Figueiredo
 
Trabajo brasilero de leismaniasis
Trabajo brasilero de leismaniasisTrabajo brasilero de leismaniasis
Trabajo brasilero de leismaniasis
Eduardo Jara
 
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
JEFFERSONMOURA28
 
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
JEFFERSONMOURA28
 
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
alexandresawtchuk22
 
Vacinas COVID-19 em Gestantes, Puérperas e Lactantes
Vacinas COVID-19 em Gestantes, Puérperas e LactantesVacinas COVID-19 em Gestantes, Puérperas e Lactantes
Impacto da COVID-19 na Saúde Infantil
Impacto da COVID-19 na Saúde InfantilImpacto da COVID-19 na Saúde Infantil
Fortalecimento da Atenção Básica APRENDIZADO
Fortalecimento da Atenção Básica APRENDIZADOFortalecimento da Atenção Básica APRENDIZADO
Fortalecimento da Atenção Básica APRENDIZADO
Portal da Inovação em Saúde
 
Ministério da Saúde implementa ação que assegura o cuidado às crianças com sí...
Ministério da Saúde implementa ação que assegura o cuidado às crianças com sí...Ministério da Saúde implementa ação que assegura o cuidado às crianças com sí...
Ministério da Saúde implementa ação que assegura o cuidado às crianças com sí...
Portal da Inovação em Saúde
 
PANORAMA DAS AÇÕES DE MONITORAMENTO DAS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA DO ZI...
PANORAMA DAS AÇÕES DE MONITORAMENTO DAS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA DO ZI...PANORAMA DAS AÇÕES DE MONITORAMENTO DAS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA DO ZI...
PANORAMA DAS AÇÕES DE MONITORAMENTO DAS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA DO ZI...
Portal da Inovação em Saúde
 
l Microcefalia no Brasil: prevalência e caracterização dos casos a partir do ...
l Microcefalia no Brasil: prevalência e caracterização dos casos a partir do ...l Microcefalia no Brasil: prevalência e caracterização dos casos a partir do ...
l Microcefalia no Brasil: prevalência e caracterização dos casos a partir do ...
ELIAS OMEGA
 
Zika Vírus - O que sabemos? Desmitificando e Esclarecendo
Zika Vírus - O que sabemos?  Desmitificando e EsclarecendoZika Vírus - O que sabemos?  Desmitificando e Esclarecendo
Zika Vírus - O que sabemos? Desmitificando e Esclarecendo
Alexandre Naime Barbosa
 

Semelhante a Fortalecimento da Atenção Básica na articulação das Redes de Atenção à Saúde no contexto da Síndrome Congênita Associada à Infecção pelo Vírus Zika (20)

AMPLIAÇÃO E DESCENTRALIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA ÀS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNIT...
AMPLIAÇÃO E DESCENTRALIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA ÀS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNIT...AMPLIAÇÃO E DESCENTRALIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA ÀS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNIT...
AMPLIAÇÃO E DESCENTRALIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA ÀS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNIT...
 
Assistência a criança com Microcefalia
Assistência  a criança com  MicrocefaliaAssistência  a criança com  Microcefalia
Assistência a criança com Microcefalia
 
Experiência de Pernambuco em Resposta à Emergência no âmbito da atenção à saú...
Experiência de Pernambuco em Resposta à Emergência no âmbito da atenção à saú...Experiência de Pernambuco em Resposta à Emergência no âmbito da atenção à saú...
Experiência de Pernambuco em Resposta à Emergência no âmbito da atenção à saú...
 
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no BrasilRetomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
 
Boletim sobre a microcefalia
Boletim sobre a microcefaliaBoletim sobre a microcefalia
Boletim sobre a microcefalia
 
Apresentacaomicrocefaliafinal24 151126134729-lva1-app6891
Apresentacaomicrocefaliafinal24 151126134729-lva1-app6891Apresentacaomicrocefaliafinal24 151126134729-lva1-app6891
Apresentacaomicrocefaliafinal24 151126134729-lva1-app6891
 
3º ENCONTRO NACIONAL DA REDE NACIONAL DE ESPECIALISTAS EM ZIKA E DOENÇAS CORR...
3º ENCONTRO NACIONAL DA REDE NACIONAL DE ESPECIALISTAS EM ZIKA E DOENÇAS CORR...3º ENCONTRO NACIONAL DA REDE NACIONAL DE ESPECIALISTAS EM ZIKA E DOENÇAS CORR...
3º ENCONTRO NACIONAL DA REDE NACIONAL DE ESPECIALISTAS EM ZIKA E DOENÇAS CORR...
 
PROTOCOLO PARA VIGILÂNCIA E ASSISTÊNCIA DE CASOS SUSPEITOS OU CONFIRMADOS DE ...
PROTOCOLO PARA VIGILÂNCIA E ASSISTÊNCIA DE CASOS SUSPEITOS OU CONFIRMADOS DE ...PROTOCOLO PARA VIGILÂNCIA E ASSISTÊNCIA DE CASOS SUSPEITOS OU CONFIRMADOS DE ...
PROTOCOLO PARA VIGILÂNCIA E ASSISTÊNCIA DE CASOS SUSPEITOS OU CONFIRMADOS DE ...
 
Boletim Epidemiológico
Boletim Epidemiológico Boletim Epidemiológico
Boletim Epidemiológico
 
Trabajo brasilero de leismaniasis
Trabajo brasilero de leismaniasisTrabajo brasilero de leismaniasis
Trabajo brasilero de leismaniasis
 
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
 
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
 
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
04052016084226-ses.roselene.hans.apresentacao.microcefalia.agreste.seminario....
 
Vacinas COVID-19 em Gestantes, Puérperas e Lactantes
Vacinas COVID-19 em Gestantes, Puérperas e LactantesVacinas COVID-19 em Gestantes, Puérperas e Lactantes
Vacinas COVID-19 em Gestantes, Puérperas e Lactantes
 
Impacto da COVID-19 na Saúde Infantil
Impacto da COVID-19 na Saúde InfantilImpacto da COVID-19 na Saúde Infantil
Impacto da COVID-19 na Saúde Infantil
 
Fortalecimento da Atenção Básica APRENDIZADO
Fortalecimento da Atenção Básica APRENDIZADOFortalecimento da Atenção Básica APRENDIZADO
Fortalecimento da Atenção Básica APRENDIZADO
 
Ministério da Saúde implementa ação que assegura o cuidado às crianças com sí...
Ministério da Saúde implementa ação que assegura o cuidado às crianças com sí...Ministério da Saúde implementa ação que assegura o cuidado às crianças com sí...
Ministério da Saúde implementa ação que assegura o cuidado às crianças com sí...
 
PANORAMA DAS AÇÕES DE MONITORAMENTO DAS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA DO ZI...
PANORAMA DAS AÇÕES DE MONITORAMENTO DAS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA DO ZI...PANORAMA DAS AÇÕES DE MONITORAMENTO DAS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA DO ZI...
PANORAMA DAS AÇÕES DE MONITORAMENTO DAS CRIANÇAS COM SÍNDROME CONGÊNITA DO ZI...
 
l Microcefalia no Brasil: prevalência e caracterização dos casos a partir do ...
l Microcefalia no Brasil: prevalência e caracterização dos casos a partir do ...l Microcefalia no Brasil: prevalência e caracterização dos casos a partir do ...
l Microcefalia no Brasil: prevalência e caracterização dos casos a partir do ...
 
Zika Vírus - O que sabemos? Desmitificando e Esclarecendo
Zika Vírus - O que sabemos?  Desmitificando e EsclarecendoZika Vírus - O que sabemos?  Desmitificando e Esclarecendo
Zika Vírus - O que sabemos? Desmitificando e Esclarecendo
 

Mais de Portal da Inovação em Saúde

Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Portal da Inovação em Saúde
 
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Portal da Inovação em Saúde
 
Caracterização dos casos de MPOX - IIER
Caracterização dos casos de  MPOX - IIERCaracterização dos casos de  MPOX - IIER
Caracterização dos casos de MPOX - IIER
Portal da Inovação em Saúde
 
Perfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no Amazonas
Perfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no AmazonasPerfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no Amazonas
Perfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no Amazonas
Portal da Inovação em Saúde
 
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS Goiânia-Goiás
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS  Goiânia-GoiásResultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS  Goiânia-Goiás
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS Goiânia-Goiás
Portal da Inovação em Saúde
 
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CEHospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
Portal da Inovação em Saúde
 
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
Portal da Inovação em Saúde
 
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
Portal da Inovação em Saúde
 
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
Portal da Inovação em Saúde
 
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPAESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
Portal da Inovação em Saúde
 
Hospital da Criança de Brasília José Alencar
Hospital da Criança de Brasília José AlencarHospital da Criança de Brasília José Alencar
Hospital da Criança de Brasília José Alencar
Portal da Inovação em Saúde
 
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
Portal da Inovação em Saúde
 
Compartilhando experiências da Rede Colaborativa Brasil - Pesquisa Pós-Covid ...
Compartilhando experiências da Rede Colaborativa Brasil - Pesquisa Pós-Covid ...Compartilhando experiências da Rede Colaborativa Brasil - Pesquisa Pós-Covid ...
Compartilhando experiências da Rede Colaborativa Brasil - Pesquisa Pós-Covid ...
Portal da Inovação em Saúde
 
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMSPós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
Portal da Inovação em Saúde
 
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-CovidEstratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
Portal da Inovação em Saúde
 
Leitura em voz alta passo a passo
Leitura em voz alta passo a passoLeitura em voz alta passo a passo
Leitura em voz alta passo a passo
Portal da Inovação em Saúde
 
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em SaúdeProjeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
Portal da Inovação em Saúde
 
Comunidade de Fala
Comunidade de FalaComunidade de Fala
Comunidade de Fala
Portal da Inovação em Saúde
 
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
Portal da Inovação em Saúde
 
APRESENTAÇÃO PAULO.pptx
APRESENTAÇÃO PAULO.pptxAPRESENTAÇÃO PAULO.pptx
APRESENTAÇÃO PAULO.pptx
Portal da Inovação em Saúde
 

Mais de Portal da Inovação em Saúde (20)

Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
 
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
 
Caracterização dos casos de MPOX - IIER
Caracterização dos casos de  MPOX - IIERCaracterização dos casos de  MPOX - IIER
Caracterização dos casos de MPOX - IIER
 
Perfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no Amazonas
Perfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no AmazonasPerfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no Amazonas
Perfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no Amazonas
 
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS Goiânia-Goiás
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS  Goiânia-GoiásResultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS  Goiânia-Goiás
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS Goiânia-Goiás
 
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CEHospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
 
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
 
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
 
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
 
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPAESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
 
Hospital da Criança de Brasília José Alencar
Hospital da Criança de Brasília José AlencarHospital da Criança de Brasília José Alencar
Hospital da Criança de Brasília José Alencar
 
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
 
Compartilhando experiências da Rede Colaborativa Brasil - Pesquisa Pós-Covid ...
Compartilhando experiências da Rede Colaborativa Brasil - Pesquisa Pós-Covid ...Compartilhando experiências da Rede Colaborativa Brasil - Pesquisa Pós-Covid ...
Compartilhando experiências da Rede Colaborativa Brasil - Pesquisa Pós-Covid ...
 
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMSPós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
 
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-CovidEstratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
 
Leitura em voz alta passo a passo
Leitura em voz alta passo a passoLeitura em voz alta passo a passo
Leitura em voz alta passo a passo
 
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em SaúdeProjeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
 
Comunidade de Fala
Comunidade de FalaComunidade de Fala
Comunidade de Fala
 
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
 
APRESENTAÇÃO PAULO.pptx
APRESENTAÇÃO PAULO.pptxAPRESENTAÇÃO PAULO.pptx
APRESENTAÇÃO PAULO.pptx
 

Último

Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Fabiano Pessanha
 
Guia completo para secar de maneira saudável
Guia completo para secar de maneira saudávelGuia completo para secar de maneira saudável
Guia completo para secar de maneira saudável
barbosakennedy04
 
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
LuFelype
 
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdfmapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
AdrianoPompiroCarval
 
introdução a psicologia voltada a ASB.pptx
introdução a psicologia  voltada a ASB.pptxintrodução a psicologia  voltada a ASB.pptx
introdução a psicologia voltada a ASB.pptx
profafernandacesa
 
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasivaPrevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
ClarissaNiederuaer
 
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
walterjose20
 

Último (7)

Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
 
Guia completo para secar de maneira saudável
Guia completo para secar de maneira saudávelGuia completo para secar de maneira saudável
Guia completo para secar de maneira saudável
 
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
1-A Organização do Sistema de Saúde e a Atenção Primária à Saúde (APS) no Bra...
 
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdfmapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
 
introdução a psicologia voltada a ASB.pptx
introdução a psicologia  voltada a ASB.pptxintrodução a psicologia  voltada a ASB.pptx
introdução a psicologia voltada a ASB.pptx
 
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasivaPrevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
 
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
 

Fortalecimento da Atenção Básica na articulação das Redes de Atenção à Saúde no contexto da Síndrome Congênita Associada à Infecção pelo Vírus Zika

  • 1. Encontro Regional: Fortalecimento da Atenção Básica na articulação das Redes de Atenção à Saúde no contexto da Síndrome Congênita Associada à Infecção pelo Vírus Zika
  • 2. Regionalização do Estado da Paraíba 16 Regiões de Saúde – Resolução CIB n. 203/2011
  • 3. REDES PRIORITÁRIAS DO ESTADO DA PARAÍBA EMREDES PRIORITÁRIAS DO ESTADO DA PARAÍBA EM CONSONÂNCIA COM A POLÍTICA NACIONALCONSONÂNCIA COM A POLÍTICA NACIONAL Informação Qualificação/Educação Regulação Promoção e Vigilância à Saúde ATENÇÃO BÁSICAATENÇÃO BÁSICA
  • 4. Situção Epidemiológica das Doenças Transmitidas pelo Aedes
  • 5. Distribuição dos casos prováveis de dengue por município de residência. Paraíba, 2014 a 2015. 2014 2015 2016 Fonte: Dengue Online/SES-PB 2017
  • 6. Fonte: SINAN Online./SES-PB 47,05% 22,22% Óbitos por Dengue ,segundo ano de início de sintomas Paraíba 2012 a 2015
  • 7. Distribuição dos Municípios com confirmação laboratorial de Chikungunya. Paraíba, 2017. Chikungunya: Para o agravo chikungunya foram encaminhadas, para o LACEN-PB, 505 amostras (152 Reagentes, 295 Não reagentes e 58 indeterminadas). Confirmação Laboratorial Fonte: GAL/LACEN-PB dados atualizados até 18ª SE
  • 8. Distribuição dos Municípios com confirmação laboratorial de Zika. Paraíba, 2016 e 2017. Zika: Registrou-se 3.003 casos notificados como suspeita de Zika Vírus (Sinan NET), de 01 de janeiro à 30 de maio de 2016. No ano de 2015 foi detectada a doença aguda pelo viral de Zika vírus nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Olivedos e Cajazeiras; já em 2016, exames laboratoriais já comprovaram a circulação da doença nos municípios de Caldas Brandão, João Pessoa, Guarabira, Conceição, Pilões, Itabaiana, Sapé e Campina Grande. Atualmente existem três Unidades Sentinelas do Zika vírus implantadas (Bayeux, Campina Grande e Monteiro), conforme recomendação do Ministério da Saúde
  • 9. Monitoramento das Gestantes com Suspeita de Doença Aguda pelo Zika Vírus. 2017: 40 casos de gestantes com suspeita de zika vírus foram notificados até o momento (28ª SE) 2016: 298 casos de gestantes com suspeita de zika vírus foram notificados até o momento (28ª SE)
  • 10. Casos notificados de Microcefalia e/ou alterações no SNC segundo classificação final. Paraíba, 2015/17 Fonte: RESP-Microcefalia n = 967 Nº de municípios com casos notificados145 Nº de municípios confirmados  75 Notificações: 967 Confirmados: 196 Descartados: 570 Em investigação: 193 Prováveis: 8
  • 11. Distribuição dos casos notificados de Microcefalia e/ou alterações no SNC segundo Classificação Final e Mês/Ano de Nascimento. Paraíba, 2015/17 n = 967 Fonte: RESP-Microcefalia
  • 12. Distribuição dos casos notificados de Microcefalia e/ou alterações no SNC segundo classificação final. Paraíba, 2015/17 n = 967 Fonte: RESP-Microcefalia
  • 13. Potencialidades da Paraíba para enfrentamento à Situação Epidemiológica de Zika e Microcefalia.
  • 14. Distribuição das Equipes da Atenção Básica na Paraíba. Fonte: DAB * Dados/ Março 2016 ESF (Estratégia Saúde da Família) Municípios com ESF Cobertura da ESF 1.364 223 94,6% Paraíba/População:  3.999.415 (JULHO/2017 – DAB) Área (em km²): 56.584,6 Densidade Demográfica (habitantes por km²): 71 Quantidade de municípios: 223 ESB Municípios com (Estratégia Saúde da Bucal ) ESB Modalidade 1 ESB Modalidade 2 Cobertura de ESB 222 1.256 17 92,85%
  • 15.
  • 16. Distribuição das Equipes da Atenção Básica na Paraíba Fonte: DAB * Dados/ Março 2016 ACS (Agentes Comunitários de Saúde) Municípios com ACS Cobertura ACS 8.341 223 98,33% NÚCLEOS DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA - NASF Cobertura de NASF 273 91%
  • 17.
  • 18. AÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO ÀAÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO À MICROCEFALIA:MICROCEFALIA: - Estruturação da Comissão de Enfrentamento à Microcefalia na Paraíba/Especialistas, Gestores (SES/SMS), FUNAD. -Situação de Emergência em Saúde Pública no Estado da Paraíba. *Portaria Gabinete do Ministro Nº 1.813, de 11 de novembro de 2015 . *Decreto Estadual Nº 36.426 DE 04 de dezembro de 2015.  - RESP, Notificação e Monitoramento. - Elaboração e execução do Plano de Combate ao Aedes, em articulação com os municípios/ APLICATIVO AEDES NA MIRA. -
  • 19.
  • 20. SALA DE SITUAÇÃO •INTEGRANTES Exército Brasileiro Polícia Militar Corpo de Bombeiros Militar Defesa Civil Estadual Vigilância Ambiental/ SES-PB 98822 8053 98822 8080 98822 8421 APLICATIVO MOBILE AEDES NA MIRA
  • 21.
  • 22. AÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO ÀAÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO À MICROCEFALIA:MICROCEFALIA: -Elaboração e implantação do Protocolo para Investigação e acompanhamento dos Casos de Microcefalia no Estado da Paraíba. -Estruturação do AMBULATÓRIO DE ATENDIMENTO À CRIANÇAS COM MICROCEFALIA, na FUNAD – CER IV (João Pessoa). -Ação rápida de Microcefalia, considerando à Portaria Interministerial nº 405, de 15 de março de 2016 (DESCENTRALIZADA PARA AS 4 MACRORREGIÕES DE SAÚDE) . -
  • 23. AÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO ÀAÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO À MICROCEFALIA:MICROCEFALIA: REDE DE CARDIOLOGIA PEDIATRICA DA PARAÍBA/ CIRCOR –SES/PB •2011, Convênio de Colaboração Técnico- Científica foi estabelecido entre CIRCOR e Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba para estruturar assistência a criança cardiopata. Realiza triagem em cardiopatia, cirurgia cardíaca pediátrica, capacitações. •22 salas do coração interligadas •TELEMEDICINA •CARAVANA DO CORAÇÃO 2016/2017 Trata-se de uma visita de profissionais de saúde, educação e tecnologias da informática aos centros integrantes da Rede para realizar ações médicas, sociais e educativas ao mesmo tempo que avaliar a conformidade técnica dos centros com as normas do Projeto.• -
  • 24. AÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO ÀAÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO À MICROCEFALIA:MICROCEFALIA: Totalizando 2.000 Km, a V Caravana do Coração percorreu 13 municípios e prestou atendimento a 2.090 pacientes oriundos de 183 dos 223 municípios Paraibanos perfazendo uma cobertura de 82,06% do Estado conforme os Mapas nas Figura 2 e Figura 3 a seguir. -
  • 25. AÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO ÀAÇÔES SES PB, PARA ENFRENTAMENTO À MICROCEFALIA:MICROCEFALIA: CARAVANA DO CORAÇÃO: 223 MUNICÍPIOS/ 4 MRS ATENDIMENTO DISPONIBILIZADOS: ENFERMAGEM NUTRIÇÃO PEDIATRIA PSICOLOGIA CARDIOLOGIA CLÍNICA SERVIÇO SOCIAL ELETROCARDIOGRAFIA FISIOTERAPIA ECOCARDIOGRAFIA FONOAUDIOLOGIA ODONTOLOGIA CONSULTA FINAL/LAUDO MÉDICO
  • 26. Estruturação da Rede de Referência aos casos de Microcefalia/RAPD FUNAD CER II JP 1ª MRS CER IV/AMBULATÓRI O DE MICROCEFALIA CG 2ª MRS AMBULATÓRIO DE MICROCEFALIA MAT PEREGRINO FILHO /PATOS 3ª E 4ª MRS Maternidade Peregrino Filho ATENÇÃO BÁSICA ESF NASF MATERNIDADES TRIAGEM MATERNIDADES:TRIAGEM REFERÊNCIAS: INVESTIGAÇÃO E CUIDADO
  • 27. SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM REABILITAÇÃO HABILITADOS NO ESTADO DA PARAÍBA MUNICÍPIO TIPO MODALIDADE OBJETO CNES NOME DO ESTABELECIMENTO NATUREZA JURÍDICA GESTÃO João Pessoa CER II Física e Intelectual Habilitação 3871002 Centro de Referência Municipal de Inclusão para Pessoas com Deficiência Público Municipal João Pessoa CER IV Auditiva, Física, Intelectual e Visual Habilitação 2343479 FUNAD Público Estadual Conde CER II Física e Auditiva Habilitação 5925207 Centro de Reabilitação Antonio de Souza Maranhão Público Municipal Campina Grande CER IV Auditiva, Física, Intelectual e Visual Habilitação 2362619 CRANESP - Centro de Referência em Atenção ao Portador de Necessidades Especiais Público Municipal Monteiro CER II Física e Intelectual Habilitação 6528880 Centro de Reabilitação Motora Público Municipal Patos CER II Física e Intelectual Habilitação 3015610 CERPPOD Público Municipal Piancó CER II Física e Intelectual Habilitação 2609061 Policlínica Dr. Antônio Quinho Público Municipal Catolé do Rocha CER II Física e Intelectual Habilitação 2606364 Centro de Reabilitação Física Público Municipal
  • 28.
  • 29. PESQUISA Desenvolvimento de pesquisa institucional “AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE DO MODELO DE REDE LEGOS (Liderar e Empoderar Grupos para Otimar Soluções) NO ENFRETAMENTO DA MICROCEFALIA: Projeto piloto dentro do ambiente RCP-CiCor no Estado da Paraíba/CIRCOR – SES/PB; Pesquisa “Casos de microcefalia possivelmente associados à infecção por arbovírus no Brasil: Um estudo de caso-controle” realizada em parceria com Ministério da Saúde e CDC/ Centers for Disease Control and Prevention (EUA).
  • 31. “Casos de microcefalia possivelmente associados à infecção por arbovírus no Brasil: Um estudo de caso- controle”
  • 32. OBJETIVOS  Objetivos da pesquisa  Estimar a proporção de recém-nascidos com microcefalia que apresentem evidência de infecção congênita pelo vírus Zika  Estimar o risco relativo de microcefalia associada à infecção pelo vírus Zika  Estimar o risco atribuível de microcefalia explicada pela infecção pelo vírus Zika  Descrever as características clínicas e desfecho atual de crianças com microcefalia que estejam associados à infecção pelo vírus Zika
  • 33. Resumo dos achados desta investigação  43 casos confirmados de microcefalia que apresentem evidência de infecção congênita pelo vírus Zika em 22 municípios da Paraíba (JOAO PESSOA, CAMPINA GRANDE, CONDE, GUARABIRA, JUAZEIRINHO, MONTEIRO, PIANCO, QUEIMADAS, ALAGOINHA, ALGODAO DE JANDAIRAS, BELEM DO BREJO DO CRUZ, BOQUEIRAO, CABEDELO, CONDADO, ITABAIANA JURIPIRANGA MARI, SANTA RITA, SÃO JOAO DO CARIRI, SÃO VICENTE DO SERIDO, SOUZA E PASSAGEM).  Participara do estudo mães e crianças de 52 municípios da Paraíba (JOAO PESSOA, PATOS, BAYEUX SANTA LUZIA CABEDELO CONDE MAMANGUAPE CAAPORA CAMPINA GRANDE CATOLE DO ROCHA MONTEIRO PIANCO RIACHAO DO POCO SANTA RITA SAO BENTO SAO MAMEDE SAPE ALHANDRA CACIMBAS GUARABIRA JUAZEIRINHO PASSAGEM PEDRAS DE FOGO QUEIMADAS SAO JOSE DOS ESPINHARES TEIXEIRA ALAGOINHA ALGODAO DE JANDAIRAS, BANANEIRAS, BELEM DO BREJO DA CRUZ, BOQUEIRAO, BREJO DOS SANTOS, CAJAZEIRAS, CALDAS BRANDAO, CONDADO, GURINHEM, IGARACY, IMACULADA, ITABAIANA, JERICO, JUNCO DO SERIDO, JURIPIRANGA, LAGOA DE DENTRO, MAE D AGUA, MARI, NOVA OLINDA, PITIMBU, RIACHO DOS CAVALOS, SÃO JOAO DO CARIRI, SÃO VICENTE DO SERIDO, SOUZA, E TAPEROA.
  • 34. Conclusão  Grande esforço colaborativo para explorar ainda mais a evolução das emergências de saúde pública  Os achados deste estudo reforçam ainda mais a associação entre microcefalia e infecção pelo vírus Zika  Fornecer estimativas de prevalência de nascimento de microcefalia atribuível a infecções pelo vírus Zika  Necessidade de uma investigação mais profunda para entendermos melhor os efeitos da infecção congênita do vírus Zika