SlideShare uma empresa Scribd logo
FORMAÇÃO E ESCOLARIZAÇÃO DA CRIANÇA SUELY AMARAL
Simone Helen Drumond Ischkanian
CONCEITOS INDICAÇÃO DE QUESTÕES ARGUMENTOS E REFLEXÕES
Transformações sociais, culturais,
tecnológicas e subjetivas na
sociedade contemporânea.
Concepções que orientam o
pensar e o agir dos educadores,
podem implicar na escolarização e
na formação das crianças na
perspectiva de serem futuros
dirigentes.
O desenvolvimento da inteligência
e da personalidade exigem do
educador uma intencionalidade
fundamentada numa solida
compreensão teórica para o amplo
desenvolvimento infantil.
A infantil deve ser pensada
exclusivamente para a criança,
deve tornar-se o lugar de encontro
de conhecimentos, todos seus
aspectos educacionais devem ser
construídos com objetividade e
coesão
Desafios para a socialização e
educação de crianças.
Insuficiência da base teórica e da
desvalorização do magistério, que
condicionam a qualidade da prática
pedagógica, do ensino, da
aprendizagem e comprometem a
formação de sujeitos humanizados,
conscientes e atuantes.
O papel da escola é o desafio do
professor (Gramsci)
A própria compreensão do papel da
educação e da escola na formação
da inteligência.
O trabalho do educador infantil vai
muito além do simples cuidar.
Como educadores precisamos nos
formar e informar para dá sentido as
nossas ações pedagógicas.
A necessidade de revisão das
bases que fundamentam o trabalho
escolar, tanto os pressupostos
teóricos, quanto os pressupostos
metodológicos da prática
pedagógica que é definida pelas
concepções que orientam de modo
consciente ou mesmo sem os
educadores se darem conta das
interações e as ações que se
concretizam no currículo, no
processo de ensino e na formação
dos professores.
A maneira como pensamos o
processo educativo e a maneira
como atuamos na escola precisam
ser revolucionadas pelos novos
conhecimentos científicos.
Compete aos educadores
mediarem os saberes necessários
ao desenvolvimento infantil, para
que as crianças desenvolvam suas
habilidades e projetem suas
competências no cotidiano de suas
ações mirins.
A escola é espaço de
transformação.
A escola deve mediar uma ação
ativa nas mediações pedagógicas.
FORMAÇÃO E ESCOLARIZAÇÃO DA CRIANÇA SUELY AMARAL
Simone Helen Drumond Ischkanian
CONCEITO - As transformações sociais, culturais, tecnológicas e subjetivas na
sociedade contemporânea, envolvem concepções que orientam o pensar e o agir dos
educadores, esse amplo pensar, podem implicar na escolarização e na formação das
crianças na perspectiva de serem futuros dirigentes. O desenvolvimento da
inteligência e da personalidade exige do educador uma intencionalidade
fundamentada numa solida compreensão teórica para o amplo desenvolvimento
infantil. A escola infantil deve ser pensada exclusivamente para a criança, deve
tornar-se o lugar de encontro de conhecimentos, todos os seus aspectos
educacionais devem ser construídos com objetividade e coesão.
INDICAÇÃO DE QUESTÕES – Os desafios para a socialização e educação de
crianças, geram uma insuficiência na base teórica e desvalorizam do magistério,
esses desafios também, condicionam a qualidade da prática pedagógica, do ensino,
da aprendizagem e comprometem a formação de sujeitos humanizados, conscientes
e atuantes. Nesse sentido, é necessário reavaliar “O papel da escola é o desafio do
professor” (Gramsci), tendo em vista que a própria compreensão do papel da
educação e da escola na formação da inteligência, vai muito além do simples cuidar.
Como educadores precisamos nos formar e informar para dá sentido as nossas ações
pedagógicas.
ARGUMENTAÇÕES E REFLEXÕES - A necessidade de revisão das bases que
fundamentam o trabalho escolar, tanto os pressupostos teóricos, quanto os
pressupostos metodológicos da prática pedagógica que é definida pelas concepções
que orientam de modo consciente ou mesmo sem os educadores se darem conta das
interações e as ações que se concretizam no currículo, no processo de ensino e na
formação dos professores. A maneira como pensamos o processo educativo e a
maneira como atuamos na escola precisam ser revolucionadas pelos novos
conhecimentos científicos. Compete aos educadores mediarem os saberes
necessários ao desenvolvimento infantil, para que as crianças desenvolvam suas
habilidades e projetem suas competências no cotidiano de suas ações mirins, uma
vez que a escola é espaço de transformação e deve mediar uma ação ativa nas
mediações pedagógicas.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
MELLO, Sully Amaral. Formação e Escolarização da Criança: alternativas teóricas e práticas.
Disponível em: http://cefort.ufam.edu.br/posinfantil .Acessado em 07/05/2013

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pedagogia, O QUE É SER PEDAGOGO
Pedagogia, O QUE É SER PEDAGOGOPedagogia, O QUE É SER PEDAGOGO
Pedagogia, O QUE É SER PEDAGOGO
Mírian Barbosa
 
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh
Andressa Rafaela Bandeira
 
Formação continuada de professores em exercício
Formação continuada de professores em exercícioFormação continuada de professores em exercício
Formação continuada de professores em exercício
Shirley Lauria
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professor
carmemlima
 
Aula 02 orientação educacional
Aula 02   orientação educacionalAula 02   orientação educacional
Aula 02 orientação educacional
Karine Silva
 
2.comunidades de aprendizagem e educação escolar
2.comunidades de aprendizagem e educação escolar2.comunidades de aprendizagem e educação escolar
2.comunidades de aprendizagem e educação escolar
Ulisses Vakirtzis
 
Trabalho de pedagogia
Trabalho de pedagogiaTrabalho de pedagogia
Trabalho de pedagogia
rere236
 
Supervisão e gestão na escola
Supervisão e gestão na escolaSupervisão e gestão na escola
Supervisão e gestão na escola
Ulisses Vakirtzis
 
Atribuicoes do supervisor
Atribuicoes do supervisorAtribuicoes do supervisor
Atribuicoes do supervisor
Luciane Oliveira
 
Taxonomia de bloom
Taxonomia de bloomTaxonomia de bloom
Taxonomia de bloom
ssuserf58c5a
 
O PAPEL DO PEDAGOGO NAS TIC's
O PAPEL DO PEDAGOGO NAS TIC'sO PAPEL DO PEDAGOGO NAS TIC's
O PAPEL DO PEDAGOGO NAS TIC's
Sueli Dib
 
2011 slides trabalho professora regina, mestrado (lucia e ricardo)
2011   slides trabalho professora regina, mestrado (lucia e ricardo)2011   slides trabalho professora regina, mestrado (lucia e ricardo)
2011 slides trabalho professora regina, mestrado (lucia e ricardo)
luverg
 
Histórico da orientação educacional
Histórico da orientação educacionalHistórico da orientação educacional
Histórico da orientação educacional
wanuzaclaudett
 
C:\Fakepath\Otp Papel Do Pedagogo
C:\Fakepath\Otp Papel Do PedagogoC:\Fakepath\Otp Papel Do Pedagogo
C:\Fakepath\Otp Papel Do Pedagogo
Solange Soares
 
Orientação educacional slide 2
Orientação educacional   slide 2Orientação educacional   slide 2
Orientação educacional slide 2
estudosacademicospedag
 
Formação de docentes
Formação de docentesFormação de docentes
Formação de docentes
rosangelamenta
 
Formação do educador por simone helen drumond
Formação do educador por simone helen drumondFormação do educador por simone helen drumond
Formação do educador por simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
A Pedagogia no Contexto atual
A Pedagogia no Contexto atualA Pedagogia no Contexto atual
A Pedagogia no Contexto atual
Viviane Simões
 
Relevância e as atribuições do supervisor educacional
Relevância e as atribuições do supervisor educacionalRelevância e as atribuições do supervisor educacional
Relevância e as atribuições do supervisor educacional
jamsalberto
 
6.proposta curricular
6.proposta curricular6.proposta curricular
6.proposta curricular
Ulisses Vakirtzis
 

Mais procurados (20)

Pedagogia, O QUE É SER PEDAGOGO
Pedagogia, O QUE É SER PEDAGOGOPedagogia, O QUE É SER PEDAGOGO
Pedagogia, O QUE É SER PEDAGOGO
 
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh
2009 unioeste pedagogo_artigo_itagira_vigo_schuh
 
Formação continuada de professores em exercício
Formação continuada de professores em exercícioFormação continuada de professores em exercício
Formação continuada de professores em exercício
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professor
 
Aula 02 orientação educacional
Aula 02   orientação educacionalAula 02   orientação educacional
Aula 02 orientação educacional
 
2.comunidades de aprendizagem e educação escolar
2.comunidades de aprendizagem e educação escolar2.comunidades de aprendizagem e educação escolar
2.comunidades de aprendizagem e educação escolar
 
Trabalho de pedagogia
Trabalho de pedagogiaTrabalho de pedagogia
Trabalho de pedagogia
 
Supervisão e gestão na escola
Supervisão e gestão na escolaSupervisão e gestão na escola
Supervisão e gestão na escola
 
Atribuicoes do supervisor
Atribuicoes do supervisorAtribuicoes do supervisor
Atribuicoes do supervisor
 
Taxonomia de bloom
Taxonomia de bloomTaxonomia de bloom
Taxonomia de bloom
 
O PAPEL DO PEDAGOGO NAS TIC's
O PAPEL DO PEDAGOGO NAS TIC'sO PAPEL DO PEDAGOGO NAS TIC's
O PAPEL DO PEDAGOGO NAS TIC's
 
2011 slides trabalho professora regina, mestrado (lucia e ricardo)
2011   slides trabalho professora regina, mestrado (lucia e ricardo)2011   slides trabalho professora regina, mestrado (lucia e ricardo)
2011 slides trabalho professora regina, mestrado (lucia e ricardo)
 
Histórico da orientação educacional
Histórico da orientação educacionalHistórico da orientação educacional
Histórico da orientação educacional
 
C:\Fakepath\Otp Papel Do Pedagogo
C:\Fakepath\Otp Papel Do PedagogoC:\Fakepath\Otp Papel Do Pedagogo
C:\Fakepath\Otp Papel Do Pedagogo
 
Orientação educacional slide 2
Orientação educacional   slide 2Orientação educacional   slide 2
Orientação educacional slide 2
 
Formação de docentes
Formação de docentesFormação de docentes
Formação de docentes
 
Formação do educador por simone helen drumond
Formação do educador por simone helen drumondFormação do educador por simone helen drumond
Formação do educador por simone helen drumond
 
A Pedagogia no Contexto atual
A Pedagogia no Contexto atualA Pedagogia no Contexto atual
A Pedagogia no Contexto atual
 
Relevância e as atribuições do supervisor educacional
Relevância e as atribuições do supervisor educacionalRelevância e as atribuições do supervisor educacional
Relevância e as atribuições do supervisor educacional
 
6.proposta curricular
6.proposta curricular6.proposta curricular
6.proposta curricular
 

Destaque

23 enfermedades-anorectales4823
23 enfermedades-anorectales482323 enfermedades-anorectales4823
23 enfermedades-anorectales4823
Mocte Salaiza
 
Projeto aprendizagem di profissionaliz
Projeto aprendizagem di profissionalizProjeto aprendizagem di profissionaliz
Projeto aprendizagem di profissionaliz
SimoneHelenDrumond
 
Ramos generales
Ramos generalesRamos generales
Ramos generales
huguin100
 
Layout
LayoutLayout
Mi vida
Mi vidaMi vida
Mi vida
ddany8
 
Apostila grafomotricidade 1 simone helen drumond
Apostila grafomotricidade 1 simone helen drumondApostila grafomotricidade 1 simone helen drumond
Apostila grafomotricidade 1 simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Manual edicion-de-contenidos-seo-web
Manual edicion-de-contenidos-seo-webManual edicion-de-contenidos-seo-web
Manual edicion-de-contenidos-seo-web
Javier Ruiz-Gago
 
Plus
PlusPlus
Tabla
Tabla Tabla
Tabla
Cristian
 
CFM Informa set/2013
CFM Informa set/2013CFM Informa set/2013
CFM Informa set/2013
agrocfm
 
Contenidos segundo trimestre
Contenidos segundo trimestreContenidos segundo trimestre
Contenidos segundo trimestre
amara402002
 
Lei concursos Pernambuco
Lei concursos PernambucoLei concursos Pernambuco
Lei concursos Pernambuco
emanuelomena
 
212 as formas geometricas
212 as formas geometricas212 as formas geometricas
212 as formas geometricas
SimoneHelenDrumond
 
Las tic y la espasticidad
Las tic y la espasticidadLas tic y la espasticidad
Las tic y la espasticidad
Antonio Nardi
 
Plan de gestion del conocimiento
Plan de gestion del conocimientoPlan de gestion del conocimiento
Plan de gestion del conocimiento
MARIUXI CASTRO
 
Segundo mandamiento
Segundo mandamientoSegundo mandamiento
Segundo mandamiento
yeka_5
 
A noite de reis
A noite de reisA noite de reis
A noite de reis
home
 
Senzala Indígena do Etanol
Senzala Indígena do EtanolSenzala Indígena do Etanol
Senzala Indígena do Etanol
cellesouza
 
Dia do inventor
Dia do inventor Dia do inventor
Dia do inventor
SimoneHelenDrumond
 
217 dominó das adições autismo e educação
217 dominó das adições autismo e educação217 dominó das adições autismo e educação
217 dominó das adições autismo e educação
SimoneHelenDrumond
 

Destaque (20)

23 enfermedades-anorectales4823
23 enfermedades-anorectales482323 enfermedades-anorectales4823
23 enfermedades-anorectales4823
 
Projeto aprendizagem di profissionaliz
Projeto aprendizagem di profissionalizProjeto aprendizagem di profissionaliz
Projeto aprendizagem di profissionaliz
 
Ramos generales
Ramos generalesRamos generales
Ramos generales
 
Layout
LayoutLayout
Layout
 
Mi vida
Mi vidaMi vida
Mi vida
 
Apostila grafomotricidade 1 simone helen drumond
Apostila grafomotricidade 1 simone helen drumondApostila grafomotricidade 1 simone helen drumond
Apostila grafomotricidade 1 simone helen drumond
 
Manual edicion-de-contenidos-seo-web
Manual edicion-de-contenidos-seo-webManual edicion-de-contenidos-seo-web
Manual edicion-de-contenidos-seo-web
 
Plus
PlusPlus
Plus
 
Tabla
Tabla Tabla
Tabla
 
CFM Informa set/2013
CFM Informa set/2013CFM Informa set/2013
CFM Informa set/2013
 
Contenidos segundo trimestre
Contenidos segundo trimestreContenidos segundo trimestre
Contenidos segundo trimestre
 
Lei concursos Pernambuco
Lei concursos PernambucoLei concursos Pernambuco
Lei concursos Pernambuco
 
212 as formas geometricas
212 as formas geometricas212 as formas geometricas
212 as formas geometricas
 
Las tic y la espasticidad
Las tic y la espasticidadLas tic y la espasticidad
Las tic y la espasticidad
 
Plan de gestion del conocimiento
Plan de gestion del conocimientoPlan de gestion del conocimiento
Plan de gestion del conocimiento
 
Segundo mandamiento
Segundo mandamientoSegundo mandamiento
Segundo mandamiento
 
A noite de reis
A noite de reisA noite de reis
A noite de reis
 
Senzala Indígena do Etanol
Senzala Indígena do EtanolSenzala Indígena do Etanol
Senzala Indígena do Etanol
 
Dia do inventor
Dia do inventor Dia do inventor
Dia do inventor
 
217 dominó das adições autismo e educação
217 dominó das adições autismo e educação217 dominó das adições autismo e educação
217 dominó das adições autismo e educação
 

Semelhante a Formação e escolarização da criança suely amaral

Arq idvol 28-1391209402
Arq idvol 28-1391209402Arq idvol 28-1391209402
Arq idvol 28-1391209402
maria152302
 
Resumo do livro professores reflexivos
Resumo do livro professores reflexivosResumo do livro professores reflexivos
Resumo do livro professores reflexivos
profis123
 
A escola que educa para o pensar
A escola que educa para o pensarA escola que educa para o pensar
A escola que educa para o pensar
Renata Peruce
 
O currículo e práticas pedagógicas do cmei madre elísia simone helen drumond ...
O currículo e práticas pedagógicas do cmei madre elísia simone helen drumond ...O currículo e práticas pedagógicas do cmei madre elísia simone helen drumond ...
O currículo e práticas pedagógicas do cmei madre elísia simone helen drumond ...
SimoneHelenDrumond
 
CURRÍCULO, TECNOLOGIA E FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA
CURRÍCULO, TECNOLOGIA E FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLACURRÍCULO, TECNOLOGIA E FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA
CURRÍCULO, TECNOLOGIA E FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA
cefaprodematupa
 
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curricularesPalestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Escola
 
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curricularesPalestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Escola
 
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curricularesPalestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Escola
 
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curricularesPalestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Escola
 
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curricularesPalestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Escola
 
Ensaio eliane modulo iv
Ensaio eliane  modulo ivEnsaio eliane  modulo iv
Ensaio eliane modulo iv
Vania Mendes
 
Artigo pós - pdf
Artigo pós  - pdfArtigo pós  - pdf
Artigo pós - pdf
leni barbon barbon
 
AD1-1° semestre de 2018-Didática
AD1-1° semestre de 2018-DidáticaAD1-1° semestre de 2018-Didática
AD1-1° semestre de 2018-Didática
valeriaalvesmazza
 
Ensaio eliane modulo iv
Ensaio eliane  modulo ivEnsaio eliane  modulo iv
Ensaio eliane modulo iv
Vania Mendes
 
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf
SimoneHelenDrumond
 
Gestão da Aprendizagem
Gestão da AprendizagemGestão da Aprendizagem
A escola reflexiva resumo
A escola reflexiva   resumoA escola reflexiva   resumo
A escola reflexiva resumo
Kelly Sauerbonn
 
Descrição AS_COMPETENCIAS_SOCIOEMOCIONAIS.pptx
Descrição AS_COMPETENCIAS_SOCIOEMOCIONAIS.pptxDescrição AS_COMPETENCIAS_SOCIOEMOCIONAIS.pptx
Descrição AS_COMPETENCIAS_SOCIOEMOCIONAIS.pptx
ssuser6b433b
 
O professor no atual contexto profissional
O professor no atual contexto profissionalO professor no atual contexto profissional
O professor no atual contexto profissional
Gerdian Teixeira
 
Livro de Didatica
Livro de DidaticaLivro de Didatica
Livro de Didatica
Patrícia Éderson Dias
 

Semelhante a Formação e escolarização da criança suely amaral (20)

Arq idvol 28-1391209402
Arq idvol 28-1391209402Arq idvol 28-1391209402
Arq idvol 28-1391209402
 
Resumo do livro professores reflexivos
Resumo do livro professores reflexivosResumo do livro professores reflexivos
Resumo do livro professores reflexivos
 
A escola que educa para o pensar
A escola que educa para o pensarA escola que educa para o pensar
A escola que educa para o pensar
 
O currículo e práticas pedagógicas do cmei madre elísia simone helen drumond ...
O currículo e práticas pedagógicas do cmei madre elísia simone helen drumond ...O currículo e práticas pedagógicas do cmei madre elísia simone helen drumond ...
O currículo e práticas pedagógicas do cmei madre elísia simone helen drumond ...
 
CURRÍCULO, TECNOLOGIA E FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA
CURRÍCULO, TECNOLOGIA E FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLACURRÍCULO, TECNOLOGIA E FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA
CURRÍCULO, TECNOLOGIA E FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA
 
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curricularesPalestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
 
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curricularesPalestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
 
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curricularesPalestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
 
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curricularesPalestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
 
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curricularesPalestra ah . sd . referenciais curriculares
Palestra ah . sd . referenciais curriculares
 
Ensaio eliane modulo iv
Ensaio eliane  modulo ivEnsaio eliane  modulo iv
Ensaio eliane modulo iv
 
Artigo pós - pdf
Artigo pós  - pdfArtigo pós  - pdf
Artigo pós - pdf
 
AD1-1° semestre de 2018-Didática
AD1-1° semestre de 2018-DidáticaAD1-1° semestre de 2018-Didática
AD1-1° semestre de 2018-Didática
 
Ensaio eliane modulo iv
Ensaio eliane  modulo ivEnsaio eliane  modulo iv
Ensaio eliane modulo iv
 
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf
8 ARTIGO TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO.pdf
 
Gestão da Aprendizagem
Gestão da AprendizagemGestão da Aprendizagem
Gestão da Aprendizagem
 
A escola reflexiva resumo
A escola reflexiva   resumoA escola reflexiva   resumo
A escola reflexiva resumo
 
Descrição AS_COMPETENCIAS_SOCIOEMOCIONAIS.pptx
Descrição AS_COMPETENCIAS_SOCIOEMOCIONAIS.pptxDescrição AS_COMPETENCIAS_SOCIOEMOCIONAIS.pptx
Descrição AS_COMPETENCIAS_SOCIOEMOCIONAIS.pptx
 
O professor no atual contexto profissional
O professor no atual contexto profissionalO professor no atual contexto profissional
O professor no atual contexto profissional
 
Livro de Didatica
Livro de DidaticaLivro de Didatica
Livro de Didatica
 

Mais de SimoneHelenDrumond

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
SimoneHelenDrumond
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
SimoneHelenDrumond
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdfARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
SimoneHelenDrumond
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdfARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
SimoneHelenDrumond
 

Mais de SimoneHelenDrumond (20)

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
 
ARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdfARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdf
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
 
ARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdfARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdf
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
 

Último

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 

Último (20)

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 

Formação e escolarização da criança suely amaral

  • 1. FORMAÇÃO E ESCOLARIZAÇÃO DA CRIANÇA SUELY AMARAL Simone Helen Drumond Ischkanian CONCEITOS INDICAÇÃO DE QUESTÕES ARGUMENTOS E REFLEXÕES Transformações sociais, culturais, tecnológicas e subjetivas na sociedade contemporânea. Concepções que orientam o pensar e o agir dos educadores, podem implicar na escolarização e na formação das crianças na perspectiva de serem futuros dirigentes. O desenvolvimento da inteligência e da personalidade exigem do educador uma intencionalidade fundamentada numa solida compreensão teórica para o amplo desenvolvimento infantil. A infantil deve ser pensada exclusivamente para a criança, deve tornar-se o lugar de encontro de conhecimentos, todos seus aspectos educacionais devem ser construídos com objetividade e coesão Desafios para a socialização e educação de crianças. Insuficiência da base teórica e da desvalorização do magistério, que condicionam a qualidade da prática pedagógica, do ensino, da aprendizagem e comprometem a formação de sujeitos humanizados, conscientes e atuantes. O papel da escola é o desafio do professor (Gramsci) A própria compreensão do papel da educação e da escola na formação da inteligência. O trabalho do educador infantil vai muito além do simples cuidar. Como educadores precisamos nos formar e informar para dá sentido as nossas ações pedagógicas. A necessidade de revisão das bases que fundamentam o trabalho escolar, tanto os pressupostos teóricos, quanto os pressupostos metodológicos da prática pedagógica que é definida pelas concepções que orientam de modo consciente ou mesmo sem os educadores se darem conta das interações e as ações que se concretizam no currículo, no processo de ensino e na formação dos professores. A maneira como pensamos o processo educativo e a maneira como atuamos na escola precisam ser revolucionadas pelos novos conhecimentos científicos. Compete aos educadores mediarem os saberes necessários ao desenvolvimento infantil, para que as crianças desenvolvam suas habilidades e projetem suas competências no cotidiano de suas ações mirins. A escola é espaço de transformação. A escola deve mediar uma ação ativa nas mediações pedagógicas.
  • 2. FORMAÇÃO E ESCOLARIZAÇÃO DA CRIANÇA SUELY AMARAL Simone Helen Drumond Ischkanian CONCEITO - As transformações sociais, culturais, tecnológicas e subjetivas na sociedade contemporânea, envolvem concepções que orientam o pensar e o agir dos educadores, esse amplo pensar, podem implicar na escolarização e na formação das crianças na perspectiva de serem futuros dirigentes. O desenvolvimento da inteligência e da personalidade exige do educador uma intencionalidade fundamentada numa solida compreensão teórica para o amplo desenvolvimento infantil. A escola infantil deve ser pensada exclusivamente para a criança, deve tornar-se o lugar de encontro de conhecimentos, todos os seus aspectos educacionais devem ser construídos com objetividade e coesão. INDICAÇÃO DE QUESTÕES – Os desafios para a socialização e educação de crianças, geram uma insuficiência na base teórica e desvalorizam do magistério, esses desafios também, condicionam a qualidade da prática pedagógica, do ensino, da aprendizagem e comprometem a formação de sujeitos humanizados, conscientes e atuantes. Nesse sentido, é necessário reavaliar “O papel da escola é o desafio do professor” (Gramsci), tendo em vista que a própria compreensão do papel da educação e da escola na formação da inteligência, vai muito além do simples cuidar. Como educadores precisamos nos formar e informar para dá sentido as nossas ações pedagógicas. ARGUMENTAÇÕES E REFLEXÕES - A necessidade de revisão das bases que fundamentam o trabalho escolar, tanto os pressupostos teóricos, quanto os pressupostos metodológicos da prática pedagógica que é definida pelas concepções que orientam de modo consciente ou mesmo sem os educadores se darem conta das interações e as ações que se concretizam no currículo, no processo de ensino e na formação dos professores. A maneira como pensamos o processo educativo e a maneira como atuamos na escola precisam ser revolucionadas pelos novos conhecimentos científicos. Compete aos educadores mediarem os saberes necessários ao desenvolvimento infantil, para que as crianças desenvolvam suas habilidades e projetem suas competências no cotidiano de suas ações mirins, uma
  • 3. vez que a escola é espaço de transformação e deve mediar uma ação ativa nas mediações pedagógicas. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: MELLO, Sully Amaral. Formação e Escolarização da Criança: alternativas teóricas e práticas. Disponível em: http://cefort.ufam.edu.br/posinfantil .Acessado em 07/05/2013