SlideShare uma empresa Scribd logo
Diretor: João Filipe
                            Jornal de distribuição gratuita
                            Nº 316
                            De 10 a 16 de                                                                                                                                                          SEMPRE
                            Janeiro de 2010
                                                                                                                                                                                                   AO SEU
                            EDIÇÃO NACIONAL
                                                                                                                                                                                                    LADO
                            50.000
                            E X E M P L A R E S




                                                                                            folhadeportugal.pt



                                                 VIRGÍLIO                                                                    IMPACTO                                          RALLY
               ENTREVISTA




                                                 CASTELO                                                                      GLOBAL                                          DAKAR



                                                                                                  FOTO: FERNANDO MARTINS
                                                 O ator revela-nos o seu gosto                                             O Afeganistão produz 92 por cento            Agora, na América do Sul, a prova
                                                 pela escrita e apresenta-nos                                                do ópio mundial, abastecendo                mais famosa e conceituada do
                                                        o seu novo livro                                                    15 milhões de toxicodependentes               panorama do Todo-o-Terreno
                                                                     ENTREVISTA...PÁG. 03                                                                        . 12
                                                                                                                                         REPORTAGEM ESPECIAL...PÁG                            DESPORTO...PÁG. 13




                                   O TESOURO
                                   mais valioso
                                                                                                                                                                                         TEMA CAPA...PÁGS. 06/07




                                É DESTA FORMA QUE PODE E DEVE SER DESCRITA A FAMÍLIA, A BASE A PARTIR DA QUAL TODA A
                               EXISTÊNCIA HUMANA É CONSTRUÍDA E SEM A QUAL NENHUM SUCESSO FARÁ QUALQUER SENTIDO


                                                                                                                                                                                 Operação
                                                                                                                                                                                 Natal e Ano Novo


                                                                                                                                                                                 Decifrar
                                                                                                                                                                                 os dados
SINISTRALIDADE




                                                                                                                                                                                 de 2009
                                                                                                                                                                                    Mais acidentes,
                                                                                                                                                                                      mas menos
                                                                                                                                                                                  vítimas mortais...
                                                                                                                                                                                  é esta a conclusão
                                                                                                                                                                                   geral relativa aos
                                                                                                                                                                                 números apurados
                                                                                                                                                                                     pela GNR. No
                                                                                                                                                                                  entanto, Portugal
                                                                                                                                                                                   ainda continua a
 FOTO: LUSA/TIAGO PETINGA




                                                                                                                                                                                 liderar no que toca
                                                                                                                                                                                  à sinistralidade na
                                                                                                                                                                                    União Europeia
                                                                                                                                                                                      ASSUNTO POLÉMICO...PÁG. 08



                                                                                                                                                                                                              PUB
2|              DOMINGO
                10 • JANEIRO • 2010                                                                                             opinião
   EDITORIAL
   JOÃO FILIPE Diretor
                                                                                                             Foto da Semana
                                                                                                                                               PORTUGUESES
         A FAMÍLIA                                                                                                                               QUEREM
       DO SÉCULO XXI                                                                                                                           REFERENDO
                                                                                                                                                 “Esta plataforma não está
                                                                                                                                               mandatada para se identificar

  A    família é a base de uma qualquer sociedade, uma
       vez que se esta for estável a probabilidade da
  sociedade ser estável é muito maior. Mas podemos
                                                                                                                                                 seja com esta posição seja
                                                                                                                                                com aquela. A única posição
                                                                                                                                                 que toma é de um pedido
                                                                                                                                                de referendo”, afirmou Isilda
  observar que o conceito de família, ou melhor, os                                                                                            Pegado, uma das mandatárias
                                                                                                                                                 da Plataforma Cidadania e
  valores familiares têm vindo a perder força ao longo                                                                                          Casamento, no final de uma
  dos anos, começando o fracasso nas uniões conjugais.                                                                                          audiência com o presidente
                                                                                                                                                da Assembleia da República,
  Ora, se a vida entre o casal não corre bem, se o                                                                                                Jaime Gama, a quem os
  respeito entre ambos desaparece, facilmente passarão                                                                                         representantes do movimento
                                                                                                                                                   entregaram as mais de
  um péssimo exemplo para os filhos, os quais, de uma                                                                                          90.000 assinaturas recolhidas
  forma inconsciente, começarão a agir da mesma forma                                                                                                  na petição pró-
                                                                                                                                                 -referendo ao casamento
  na Sociedade. Esse comportamento repete-                                                                                                     entre pessoas do mesmo sexo.
  -se nas faltas de respeito entre as pessoas, que levarão
  também a um desrespeito da liberdade.
  A onda de divórcios tem aumentado
  significativamente, surgindo um novo conceito de
  família, ou seja, cada um dos cônjuges traz consigo


                    A onda de divórcios
                    tem aumentado
                    significativamente,
            surgindo um novo conceito de
            família, ou seja, cada um dos
            cônjuges traz consigo um ou
            mais filhos de relacionamentos
            ou casamentos anteriores
  um ou mais filhos de relacionamentos ou casamentos
  anteriores. E quando surgem filhos do relacionamento
                                                                                  FOTO: LUSA/TIAGO PETINGA




  atual, podem aqui começar mais conflitos entre as
  crianças, o que poderá levar os progenitores a darem
  demasiada liberdade para ficarem bem vistos diante
  do seu “rebento” ou até mesmo para “comprar” o
  respeito e a atenção.
  Normalmente, a família é o nosso porto seguro, pois
  os nossos familiares parecem estar lá sempre quando
  “o chão parece fugir”, daqui podemos, realmente,
  entender que esta foi a primeira instituição criada à
  face da Terra. Por este e por muitos outros motivos,
  permitam-me deixar aqui uma dica para 2010: cuide
  da sua família, pois ela é a base para o seu sucesso.
  Pode acreditar que se tudo estiver bem em casa, tudo
  o resto correrá de acordo com o que deseja.
           Tenha uma boa leitura!



                          Leia a opinião do Bispo EDIR MACEDO na
                         página 3i, do caderno Folha Centro de Ajuda


ACORDO ORTOGRÁFICO: Informamos os nossos leitores de que já começámos
a aplicar algumas das alterações do Novo Acordo Ortográfico.




  Folha de Portugal: Edifício Entreposto,
  Praça José Queirós, piso 5, 1800-237
  Lisboa Tel: 210 300 978/80 Fax: 210 300 999

  Diretor: João Filipe
  direccao@folhadeportugal.pt
  Editor: IURD
  Redação: Carla Vaz, Nilza Vaz, Isabel Barbosa
  Paginação: Carlos Paredes, Eliane Rosa
                                                                           FOLHA DE PORTUGAL Título registado no ERC com o nº 125046 Propriedade: IURD
  Correio do Leitor:                                          Sede administrativa: Praceta Professor Francisco Gentil, nº3 - Póvoa de Santo Adrião - Lisboa NIPC: 592001679
  online@folhadeportugal.pt
  Publicidade:
                                                          Periodicidade: Semanal Impressão: Rafik Comunicação e Imagem Unipessoal, Lda. - Sítio da Bemposta, nº 1, 1A, 1B.
  publicidade@folhadeportugal.pt                           Longo da Vila - Mafra Tiragem: 50 000 exemplares Distribuição: Gratuita Circulação: Portugal Continental e Ilhas

                A FOLHA DE PORTUGAL NÃO SE RESPONSABILIZA NEM PELAS INFORMAÇÕES CONTIDAS NAS CARTAS DOS LEITORES, POIS ELAS NÃO EMITEM NECESSARIAMENTE
                                                 A OPINIÃO DO JORNAL, NEM PELA AUTENTICIDADE DOS ANÚNCIOS PUBLICADOS
entrevista                                                                                                                                                                                              DOMINGO
                                                                                                                                                                                                10 • JANEIRO • 2010
                                                                                                                                                                                                                           |3
                                                                                     10 PERGUNTAS a
                                                                                          VIRGÍLIO CASTELO

  “MUITOS SÃO OS CHAMADOS
   E POUCOS OS ESCOLHIDOS”
O ATOR, ENCENADOR, PRODUTOR, DIRETOR E FICCIONISTA FALA-NOS DA SUA
ÚLTIMA OBRA, “O ÚLTIMO NAVEGADOR”, E DO SEU GOSTO PELAS PALAVRAS
             ROSA TEIXEIRA DA SILVA                                                                                                                                               num formato dos séculos XVI e XVII, em sonetos e
                                                                                                                                                                                  oitavas, não em versos livres.




    N
                  asceu em Lisboa, a 26                                                                                                                                              6 – No seu último livro, “O Último
                  de Fevereiro de 1953.                                                                                                                                           Navegador”, apresentou um sistema
                  Depois de uma carreira                                                                                                                                          político onde tudo funciona na
                  como modelo e de                                                                                                                                                perfeição. Que “Benjamin” criaria hoje
    passar pelo Conservatório, ajudou a                                                                                                                                           para alterar o estado atual do País?
    fundar o grupo de teatro “Adoque”.                                                                                                                                               Os portugueses passam a vida a afirmar que
    Estreou-se como profissional no                                                                                                                                               a culpa do atraso é dos patrões do Estado dos
    primeiro espetáculo realizado em                                                                                                                                              professores... Ou seja, geralmente de alguém que
    liberdade, a 23 de Junho de 1974,                                                                                                                                             não de nós próprios...
    na revista “Pides na Grelha”. Em
    1978, conseguiu uma bolsa da                                                                                                                                                      7 – Considera que um livro anti-
    Fundação Calouste Gulbenkian                                                                                                                                                  -sistema como este poderia ter
    para estudar “Artes Dramáticas”                                                                                                                                               causado maior impacto social?
    na Universidade de Estrasburgo.                                                                                                                                                   Houve um enorme silêncio à volta do livro. Não
    De regresso a Portugal, tornou-se                                                                                                                                             vi em lado nenhum que era mau. O não dizerem
    conhecido do grande público com                                                                                                                                               nada faz-me pensar que o livro é profundamente
    a sua participação na telenovela                                                                                                                                              incómodo. O livro é de tal maneira anti-sistema
    “Origens” (1983). Apresentou,                                                                                                                                                 que o sistema não responde.
    durante três anos, o programa
    televisivo “Isto só vídeo” (1982-85).                                                                                                                                            8 – Quais são as ideias-chave desta
    Entre 1993 e 1999 dirigiu atores e                                                                                                                                            obra?
    esteve à frente da direção da NBP.                                                                                                                                               Diz, basicamente, que a culpa de isto funcionar
                                                                                                                                                                                  mal não é de ninguém a não ser de nós próprios; a
                                                                                                                                                                                  Igreja Católica tem culpas neste processo “até dizer
    1 – Como é que se carateriza a si                                                                                                                                             chega”; as elites políticas saídas do 25 de Abril são
próprio?                                                                                                                                                                          incapazes; o País é governado por corporações e
    Acho que sou um desajustado. Quando era                                                                                                                                       filtrado por jornalistas. É evidente que o livro foi
                                                      FOTO: FERNANDO MARTINS




miúdo andava muito à boleia pela Europa,                                                                                                                                          votado ao silêncio.
chegava às cidades e ficava sempre nas entradas,
atravessava-as a pé e voltava a pedir boleia. Tenho                                                                                                                                  9 – Como imagina o nosso País em
o fascínio pelo desconhecido e gosto de tudo aquilo                                                                                                                               2044?
que não conheço.                                                                                                                                                                     Não estou nada otimista com toda esta crise que
                                                                                                                                                                                  surgiu. Não me parece que o renascimento depois
   2 – Teve de lidar com o rótulo de                                                                                                                                              da queda seja para tão breve e tenho algum receio
se ter tornado ator por ser bonito?                                            como ator deixam-me uma vincada sensação de   próxima do quotidiano. O País não tem dinheiro       que ainda tenhamos de passar por coisas mais
   Talvez tenha sido dos primeiros atores a                                    insatisfação.                                 para ter o teatro que merecíamos. A televisão é o    complicadas do que uma crise económica. Acho que
ter sido modelo. Muitos são os chamados e                                                                                    veículo de maior estabilidade profissional do ator,   vamos ter uma crise política e militar, vão haver
poucos os escolhidos. De onde provém o ator é                                     4 – Para si, quais são as grandes          aquilo que mais torna possível as pessoas pagarem    guerras. Nunca nenhuma situação da Sociedade foi
desinteressante, pois o que de facto interessa é o                             diferenças a nível de representação           as contas em casa.                                   resolvida a não ser com ruturas. Pedem às pessoas
talento.                                                                       em teatro, cinema e televisão?                                                                     que andaram a roubar: “roubem um bocadinho
                                                                                  Em teatro é algo que                                              5 – O que é que o             menos”. O certo é que os “Madoffes” e os “BPN’s”
   3 – Gosta de poder conjugar o                                               ocorre naquela noite. É                                           atrai nas palavras e             deste Mundo, tão cedo não vão parar de roubar.
cinema, o teatro e a televisão?                                                mágica a energia que flui       ...A CULPA DE                     como é que começou
   Gosto da possibilidade de poder circular e                                  entre os telespetadores e o   ISTO FUNCIONAR                      a escrever?                         10 – As suas duas próximas obras
da ideia de não me catalogarem. Para mim,                                      palco. Era por isso que na                                           A minha relação com a         abordarão temas como o Amor e
o teatro e o cinema são os mais interessantes,                                 Grécia Antiga o teatro era      MAL NÃO É DE                      escrita é anterior à minha       Deus. Porquê?
embora goste e tenha feito muita televisão. O                                  um espetáculo catalisador de      NINGUÉM A                       relação com a representação.        Na vida só há dois temas que interessam e sobre
que acontece é que a televisão está de tal maneira                             grandes emoções. O cinema                                         Escrevia, sobretudo, poesia,     os quais ninguém tem certezas: o Amor e a Morte.
condicionada pelas limitações económicas do País,                              tem a dimensão da História,   NÃO SER DE NÓS                      que surgiu de uma forma que      Optei pelo amor, decidi deixar o outro tema para
que há pouca variedade de produtos. Embora as                                  um filme fica gravado para          PRÓPRIOS                        não era moderna. As frases,      mais tarde porque é mais complexo. Mas ainda leva
telenovelas sejam necessárias para a indústria,                                a vida. A televisão está mais                                     a inspiração apareciam-me        um ou dois anos a escrever.
4|          DOMINGO
                                           10 • JANEIRO • 2010                                                                                                  SETE DIAS
                               1.500euros                                                      aconteceu
                               milhões de
                               foi a quantia arrecadada pelas
                               Finanças em cobranças coer-
                               civas no ano passado, até De-
                                                                                                 DADORES DE MEDULA
                                                                                                TRIPLICARAM EM 3 ANOS
                               zembro. Este valor ainda não é
                               final e está 250 milhões de eu-
                               ros acima do objetivo definido
                               pelo ministério para 2009.
                                                                                              NO FINAL DE 2009 HAVIA JÁ
                                                                                              182.485 REGISTADOS, O SEGUNDO
FOTO: LUSA/MANUEL DE ALMEIDA




                                                                                              MAIOR NÚMERO EUROPEU
                                                                                              O número de pessoas inscritas no Registo Português de
                                                                                              Dadores de Medula Óssea aumentou 28% no último
                                                                                              ano e quase triplicou em relação a 2006, quando eram
                                                                                              apenas 62.578. No final de 2009 havia já 182.485 inscritos,
                                                                                              segundo dados avançados ao DN pelo diretor do Centro de

                               2,8 milhões
                               de espetadores assistiram na
                                                                                              Histocompatibilidade do Sul, Hélder Trindade.
                                                                                                 O número de inscritos seguiu a tendência de aumento dos
                                                                                              últimos anos e “ultrapassou largamente” as expetativas, o




                                                                                                                                                                                                                                                FOTO: LUSA/MANUEL DE ALMEIDA
                               televisão portuguesa ao se-                                    que se refletiu também no aumento das colheitas de medula,
                               gundo jogo do play-off de                                      explica o responsável. Em 2008 foram feitas 49 e, em 2009, 55 –
                               acesso ao Mundial, entre a                                     das quais 37 para doentes no estrangeiro e 18 para portugueses.
                                                                                                                                                                        JOSÉ SÓCRATES: O primeiro-ministro momentos antes de doar sangue,
                               Bósnia e Portugal, a 18 de No-                                 No total, foram 47 os doentes que encontraram um dador                     tendo por objetivo potenciar a campanha de angariação de dadores de
                                                                                                                                                                           medula óssea, no Centro Nacional de Dadores de Células Estaminais
                               vembro, naquele que foi o pro-                                 compatível fora da família, já que outros 29 encontraram                    de Medula Óssea ou do Cordão, no Hospital Pulido Valente, em Lisboa
                               grama mais visto de 2009.                                      alguém compatível nos bancos internacionais.


                               13,8 por cento
                               foi o valor médio da penaliza-
                               ção das reformas dos 10.493
                                                                                                                                       Coimas até 45 mil euros
                               funcionários públicos que, em                                                                            A cobrança de taxas       Decreto-lei proclamado em             Multibanco; e, por outro,
                                                                 FOTO: LUSA/MIGUEL A. LOPES




                               2009, pediram reformas ante-                                                                             nas caixas Multibanco     Diário da República. O diploma        proibir igualmente a cobrança
                               cipadas, mais 69 por cento do                                                                      e de taxas nos terminais de     publicado no dia 5, visa dois         de encargos pelos comerciantes
                               que em 2008. Foi o nível mais                                                                      pagamento automático pelas      objetivos: por um lado, proibir       de serviços de pagamento nas
                               alto de reformas antecipadas                                                                       instituições de crédito pode    a cobrança de encargos pelas          operações realizadas por meio
                               em oito anos, segundo dados                                                                        ser penalizada com coimas       instituições de crédito nas           dos terminais de pagamento
                               do Ministério das Finanças.                                                                        até 44,8 mil euros, indica um   operações realizadas nas caixas       automático.
                                                                                                                                                                                                                                          PUB
sete dias                                                                                                                                                      DOMINGO
                                                                                                                                                                                                     10 • JANEIRO • 2010
                                                                                                                                                                                                                           |5
                               FOTO: D.R.




                                                                                                                                                                    a sua carreira
                                                       1.800 processos                                                                                                 A NOVA FORMA
                                                                                                         Dois anos após a entrada
                                                                                                         em vigor da nova lei do
                                                                                                                                                                       DE PROCURAR
                                                                                                         tabaco, a Autoridade de
                                                                                                         Segurança Alimentar (ASAE)
                                                                                                         instaurou 1.800 processos
                                                                                                                                                                    EMPREGO
                                                                                                         por infrações à lei                                       Se está desempregada/o ou se quer mudar
                                                                                                                                                                   de emprego, não pense duas vezes!
                                                                                            o presidente da        região de Lisboa, seguida da
                                                  A maioria                               ASAE, António Nunes.     região Norte.                                   Vá atrás do seu sonho e comece por fazer um curriculum vitae
                                                  das infrações                       E m 2 0 0 8 , for a m           A Lei do Tabaco entrou em                    de acordo com as normas europeias, simples e objetivo. Fase
                                            está relacionada com a falta         instaurados 867 processos,        vigor a 1 de Janeiro de 2008. As                seguinte? Não, não é enviá-lo por correio. Isso faz parte de
                                            de sinalização ou sinalização        número este que subiu em 2009     coimas a aplicar variam entre                   outros tempos que não os que estamos a viver neste momento.
                                            incorreta, fumar em locais           para 933. Dos 1.800 processos     os 50€ e os 750€ para fumador                     As redes profissionais estão aí e são a fórmula mais eficaz
                                            proibidos e a criação de espaços     de contra-ordenação levantados    e entre 50€ a 250.000€ para                     de se ligar ao mundo empresarial. Empresas e trabalhadores
                                            para fumadores que não               durante os dois anos, a maioria   estabelecimento conforme a                      têm um novo espaço de encontro, virtual, que permite poupar
FOTO: LUSA/MANUEL DE ALMEIDA




                                            cumprem os requisitos, segundo       das infrações verificou-se na     infração.                                       tempo e dinheiro de ambos os lados.
                                                                                                                                                                     Esta troca inovadora de informação permite interagir,


                                               AMEAÇA
                                                                                                                                                                   procurar novas oportunidades e conselhos entre profissionais
                                                                                                                                                                   da mesma área. Se pretender ir trabalhar para o estrangeiro
                                                                                                                                                                   ainda melhor. É mesmo este o melhor caminho a tomar.

                                             PARA SAÚDE                                                                                                               5 PASSOS A DAR
                                               PÚBLICA                                                                                                                1 - Selecione uma rede profissional, aquela que tiver
                                                                                                                                                                      mais a ver com a sua área profissional e increva-se.
                                                                                                                                                                      2- Coloque o seu perfil que mais não é do que o seu
                                                  Em Portugal, o consumo excessivo                                                                                    próprio currículo e adicione só contatos úteis.
                                                  de bebidas alcoólicas é um                    JOVENS:                                                               3 - Não se ponha em rede com os amigos, pois para tal
                                                                                                40% dos
                                            grave problema de saúde pública, com                  jovens                                                              tem as redes sociais como o Facebook e o Myspace.
                                                                                                confessa
                                            tendência a aumentar a cada ano que                    ter-se                                                             4- Troque informações, conselhos e oportunidades e
                                            passa, em especial nas camadas mais                iniciado no                                                            atualize sempre os seus dados.
                                                                                                consumo
                                            jovens da população. Os últimos dados,             de bebidas
                                                                                                alcoólicas
                                                                                                                                                                      5- Não descure um acompanhamento diário da rede,
                                                                                                                                                      FOTO: D.R.




                                            registados pelos Inquéritos Nacionais ao            em 2007                                                               para não deixar escapar oportunidades.
                                            Consumo de Substâncias Psicoactivas na
                                            População Geral – Portugal, realizados
                                                                                                                                                                                                                                   PUB
                                            em 2001 e 2007, pelo Instituto da Droga         Na camada mais jovem (15-17 anos) da
                                            e Toxicodependência, traçam um cenário          população inquirida, 40% confessa
                                            negro do alcoolismo em Portugal. Em             ter-se iniciado no consumo de bebidas
                                            seis anos, o consumo aumentou 3,5 por           alcoólicas em 2007, o que significa um
                                            cento, de 75,6 em 2001 para 79,1 em 2007.       aumento de 10% em relação a 2001.


                                                 a descoberta
                                                        INFIDELIDADE:
                                               “A culpa é da química”
                                               A infidelidade tem justificações químicas e a culpa
                                               é de certas substâncias que o próprio organismo
                                               produz, como as hormonas e os neuroquímicos.
                                               Segundo Madalena Pinto, professora na Faculdade
                                               de Farmácia da Universidade do Porto e autora do
                                               livro “Química do Amor e do Sexo”, este não é o
                                               único fator para o adultério, mas tem sem dúvida
                                               “culpa no cartório”.
                                                  Na sua obra, Madalena Pinto, escreve que
                                               “homens com menor tendência para o casamento
                                               ou com maior tendência para o adultério, ou
                                               ainda com maior propensão para o divórcio,
                                               demonstram frequentemente um nível médio e
                                               alto de testosterona”.                                                      FOTO: D.R.




                                            CP com greve marcada para dia 21
                                            Trabalhadores reivindicam publicação da avaliação profissional que,
                                            segundo os mesmos, não é dada há dois anos.
6|            DOMINGO
              10 • JANEIRO • 2010                                                         TEMA CAPA

É PRECISO
ESTIMAR O BEM
MAIS PRECIOSO!
ATUALMENTE,
A FAMÍLIA
COMO PILAR DA
SOCIEDADE E
DA EXISTÊNCIA
HUMANA TEM
VINDO A SOFRER
DRÁSTICAS
ALTERAÇÕES E
A SER ALVO DE
MUITOS ATAQUES,
ESQUECENDO-
-SE MUITOS DA




                                                      Família
SUA REAL E VITAL
IMPORTÂNCIA
 CARLA VAZ
carla.redaccao@folhadeportugal.pt




A
            mor incondicional,
            afeto, carinho,
            apoio, discussões,
                                         FOTO: D.R.




            brigas, perdas
irreparáveis... as emoções e
os sentimentos que a família
consegue despertar em cada
um de nós vão para além             constituir como indivíduos”,        TEM-SE VERIFICADO UMA TENDÊNCIA                              diferentes da nuclear”, alerta
dos laços sanguíneos ou da          explica a terapeuta familiar                                                                     Cláudia de Paula.
convivência diária, pois é no       Cláudia de Paula.                CRESCENTE DE CASAIS QUE OPTAM POR NÃO
seu meio que se criam as nossas                                      TER FILHOS. UNS PORQUE DECIDEM APOSTAR                          SÓ NÓS OS DOIS!
primeiras relações e tudo o que     NOVAS FAMÍLIAS                                                                                   Tem-se verif icado uma
                                                                      NA VIDA PROFISSIONAL, OUTROS PORQUE
aí aprendemos vai-nos marcar        A cada dia que passa torna-se                                                                    tendência crescente de casais
eternamente. “O ser humano          mais comum o facto de a         PREFEREM DEDICAR-SE SOMENTE UM AO OUTRO                          que optam por não ter filhos.
procura alguma coisa que o          família assumir diferentes                                                                       Uns porque decidem apostar
estruture e a família é onde        formatos e apresentar novos     mesma casa. Ter uma família     de confiança, amor, afeto e      na vida profissional, outros
isso ocorrerá, por excelência.      valores. “São pessoas que       estruturada não significa ter   espaço para crescer. A família   porque preferem dedicar-se
É o lugar onde encontramos          têm laços fortes, mas não       pai, mãe e filhos. Estrutura é   pós-moderna está a mudar         somente um ao outro.
proteção e podemos nos              necessariamente moram na        emocional e implica relações    e tem outras configurações       Porém, apesar dos
tema capa
   a                                                                                                                                                       DOMINGO
                                                                                                                                                     10 • JANEIRO • 2010
                                                                                                                                                                           |7
      aparentes benefícios existe
      sempre um preço a pagar no
futuro, “quando são mais novas,                                                                      A VIDA A
                                                                                                   DOIS FAZ BEM
as pessoas querem viajar, gastar
o dinheiro que ganham, enfim,
aproveitar a vida. Mas depois,



                                                                                                     À SAÚDE
pode ficar um vazio na vida, por
isso, é preciso refletir bem sobre
esta decisão”, adverte a psicóloga
Magdalena Ramos.

QUANDO OS PAIS CASAM                                                                                            Um estudo do Departamento Nacional de Estatística inglês
DE NOVO                                                                                                  ➜      concluiu que as relações harmoniosas fazem bem ao casal e aos
A palavra “madrasta” sempre teve                                                                           filhos. Esta mesma investigação revelou que: os homens solteiros
uma conotação negativa, sendo                                                                                até aos 35 anos apresentam 50% a mais de hipóteses de morrer do
até retratada em histórias infantis,                                                                           que os casados; as probabilidades de as mulheres solteiras virem
como a “Branca de Neve” e a                                                                                     a desenvolver uma doença crónica são maiores do que entre as
“Cinderela”. No entanto, hoje                                                                                    casadas; e as crianças que crescem com ambos os progenitores
em dia, esse preconceito está a ser                                                                               têm menos hipóteses de vir a desenvolver doenças.
derrubado aos poucos, visto que                                                                                            Outros estudos demonstraram que as pessoas que
muitas madrastas se mostram                                                                                       ➜        têm um casamento harmonioso tendem a viver mais, a
amigas dos enteados, cuidando                                                                                        ter de ser submetidas a menos cirurgias e a contrair menos
deles como se estes fossem os seus                                                                                     doenças do que os solteiros.
próprios filhos.                                                                                                              Uma pesquisa do Instituto Nacional de Saúde dos
                                                                                                                    ➜        EUA concluiu que os homens solteiros têm o dobro
OS LAÇOS DO CORAÇÃO                                                                                                   das hipóteses de morrer em acidentes ou de cometer
Os laços afetivos e a cumplicidade                                                                                  suicídio do que os casados.
que se criam com os amigos                                                                                          Diversas investigações mostram que as pessoas felizes têm
podem, muitas vezes, vir mesmo                                                                             ➜        melhor pressão arterial e apresentam menos riscos de vir a
a ser tão ou mais importantes                                                                         desenvolver doenças provocadas pelo stress.
do que as ligações de sangue,                                                                              Segundo os cientistas, o relacionamento estável é um dos fatores
                                                                                                    ➜
                                       FOTOS: D.R.




representando um tipo diferente                                                                            que contribuem para a felicidade, o que, por sua vez, aumenta a
de família, a família do coração.                                                                   resistência imunológica, mantendo as doenças afastadas.




          MENOS CASAMENTOS                                                                                                                 A FRAGILIDADE
                                                                                                                                           DOS LAÇOS
    E MAIS DIVÓRCIOS                                                                                                                     HUMANOS
   A fragilidade                                     De acordo com os dados
                                                     do Instituto Nacional
                                                                                de matrimónios entre
                                                                                cidadãos portugueses e
                                                                                                         ou os 162 celebrados
                                                                                                         de acordo com outras
   das relações                                      de Estatística (INE), em   estrangeiros aumentou    religiões. O INE revela
   humanas tem                                       Portugal celebraram-se     cerca de 13%.            ainda que a idade
   vindo a registar                                  menos casamentos e           A maioria das uniões   média do casamento
   um aumento                                        houve mais casos de        em 2008 foi realizada    em 2008 era de 32,6
   alarmante, que                                    divórcio em 2008 do        pelo civ i l, 23.865     anos para as mulheres
   a Sociedade não                                   que no ano anterior.       mil contra os 19.201     e 30,1 anos para os
   pode mais deixar                                  Em 2008 realizaram-se      casamentos católicos     homens. Relativamente
   passar em                                         43.228 mil casamentos
                                                         contra os 46.329
                                                                                                         aos divórcios foram
                                                                                                           decretados 26.885
   branco                                                  mil celebrados                                    mil em 2008
                                                             em 2007. Já a                                    contra os 25.411
                                                              percentagem                                     em 2007.

                                                                                                                                          O sociólogo polaco Zygmunt
                                                                                                                                          Bauman, no seu livro “Amor líquido:
                                                                                                                                          sobre a fragilidade dos laços
                                                                                                                                          humanos”, constatou a dificuldade
                                                                                                                                          que as gerações atuais têm em
                                                                                                                                          manter relações duradouras e
                                                                                                                                          estáveis. Apontando o imediatismo
                                                                                                                                          gerado pela Internet como um do

                                                                                                 Em 2008 houve                            motivos para este cenário. Segundo
                                                                                                                                          este pensador, os relacionamentos


                                                                                                 26.885                                   em “rede”, que podem ser tecidos
                                                                                                                                          ou desfeitos com igual facilidade,


                                                                                                 divórcios
                                                                                                                                          fazem com que não saibamos mais
                                                                                                                                          manter laços a longo prazo. Bauman
                                                                                                                                          aponta ainda o facto de faltar aos
                                                                                                                                          jovens “tolerância, perseverança e
                                                                                                                                          disposição para fazer concessões”.
8|             DOMINGO
                                          10 • JANEIRO • 2010                                                                                                                                        geral
                                       assunto                                                            Oito pessoas morreram em acidentes de viação
                                                                                                             nos cinco dias da “Operação Ano Novo” e
                                                                                                           outras seis na “Operação Natal”, a Associação
                                     POLÉMICO                                                             de Cidadãos Auto-Mobilizados (ACA-M) aponta
                                                                                                            o dedo à “extinção” da Brigada de Trânsito




                                                                                                                                                                                     “OPERAÇÕES NATAL
                                                                                                                                                                                          E ANO NOVO”




                              Balanço final
FOTO: LUSA/PEDRO ROSÁRIO




                                 AINDA DEIXA
                                MUITO A DESEJAR
                            NILZA VAZ
                           nilza.redaccao@folhadeportugal.pt
                                                                    Manuel João Ramos, estes dados só     ministerial e isto é gravíssimo”,                                                          mortes”. “A extinção da BT da
                                                                    “trazem um culpado: a extinção da     comentou.                                                                                  GNR provocou o total desleixo em



                           D
                                         urante a “Operação         Brigada de Trânsito”, uma vez que        Manuel João Ramos sublinhou                                                             termos de fiscalização, visto que
                                         Ano Novo”, além            “o mau tempo não faz aumentar o       que aquela reestruturação “tornou                                                          a Unidade de Trânsito não tem o
                                         das vítimas mortais        número de acidentes”.                 claro as deficiências da fiscalização”.                                                    mesmo sentido, nem as mesmas
                                         registaram-se 28                                                 “Esta revolução foi muito negativa                                                         caraterísticas de fiscalização
                           feridos graves e 396 feridos ligeiros,   “REVOLUÇÃO” INTERNA                   e eu não encontro outra explicação                                                         da antiga Brigada de Trânsito”,
                           num total de 1.259 acidentes.            No âmbito da regulamentação da        para estes dados. O mau tempo                                                              afirmou, acrescentando que, por
                           Estes números são superiores aos         Lei Orgânica da GNR, a 1 de Janeiro   não é certamente a explicação, já                                                          outro lado, “todo o dinheiro que ia
                           registados no período homólogo           de 2009 entrou em funcionamento       que os acidentes diminuem” com                                                             para as campanhas rodoviárias tem
                           de 2008 (entre 30 de Dezembro e          a Unidade Nacional de Trânsito e a    as más condições atmosféricas. O                                                           sido desviado para outros fins”. Para
                           03 de Janeiro), com mais 20 feridos      BT foi extinta, tendo cerca de dois   presidente da ACA-M considera                                                              Carlos Barbosa, o Governo deve
                           graves, mais 46 feridos ligeiros e       mil militares sido colocados nos      que “o Governo devia dar a mão                                                             “voltar atrás”, repor “rapidamente”
                                                                                                                                                    FOTO: APA




                           mais 116 acidentes.                      destacamentos de trânsito dos 18      à palmatória e reinstalar a Brigada                                                        a Brigada de Trânsito e “deixar-se
                              Os dados disponibilizados             comandos territoriais de Portugal     de Trânsito”.                                          VÍTIMAS: Embora o número tenha
                                                                                                                                                                                                     de comissões de estudo sobre a
                           pela GNR, que teve cerca de              Continental. O responsável                                                                  diminuído, os acidentes aumentaram   Unidade de Trânsito”.
                           2.600 militares nas estradas este        sublinhou que “o nível de  REPOSIÇÃO URGENTE!
                           ano, indicam que as oito mortes                                     Também o presidente do
                                                                    desmotivação, desagrado e revolta
                                                                                                     Automóvel Club de                                            CARTA: novas regras
                           NO BALANÇO DA "OPERAÇÃO NATAL", EM RELAÇÃO Portugal (ACP) diz que
                              AO ANO PASSADO, HOUVE UMA DIMINUIÇÃO DO
                                                                                                     a “extinção” da Brigada
                                                                                                     de Trânsito da GNR,
                                                                                                                                                                  para diminuir acidentes
                             NÚMERO DE VÍTIMAS, NO ENTANTO, O NÚMERO DE                              acrescida da “redução” das                                   O novo regulamento, que habilita a condução de automóveis
                                                                                                     campanhas de prevenção                                       ligeiros, vai entrar em vigor no fim deste mês, e pretende di-
                            SINISTROS FOI SUPERIOR. NO TOTAL, REGISTARAM-                            ro dov i á r i a , for a m                                   minuir o número de acidentes nas estradas. Introduz a possi-
                               -SE 1.287 ACIDENTES, MAIS 53 DO QUE NO ANO                            responsáveis pelo aumento                                    bilidade dos candidatos à carta serem obrigados a realizarem
                                                                                                     do número de mortos e                                        exames psicológicos, caso sejam recomendados na avaliação
                               ANTERIOR. HOUVE SEIS MORTOS, MENOS CINCO
                                                                                                     acidentes no Ano Novo.                                       médica ou determinados por decisão judicial ou administrati-
                           MORTOS EM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO EM 2008 Carlos Barbosa recordou                                                                     va. O mesmo documento prevê a criação de Centros de Ava-
                                                                                                     que as duas medidas                                          liação Médica e Psicológica que deverão ter a regulamenta-
                           aconteceram nos distritos de dos ex-militares da Brigada de foram decretadas pelo ex-ministro                                          ção concluída em Abril. A decisão médica final, vinculativa e
                           Aveiro, Braga, Castelo Branco, Trânsito da GNR” é muito grande. da Administração Interna                                               obrigatória, pode ainda exigir outros exames e pareceres de
                           Évora, Lisboa, Porto, Setúbal e “A sua carreira profissional e toda António Costa, quem considerou                                     qualquer especialidade médica para fundamentar a decisão.
                           Viseu.                          a sua identidade e conhecimento “moralmente responsável por                                            A nova avaliação será realizada pelo Instituto da Mobilidade e
                             Para o presidente da ACA-M, social foram desfeitas por diploma este aumento de acidentes e de                                        dos Transportes Terrestres (IMTT).
2i |           DOMINGO
               10 • JANEIRO • 2010                     superação




   “A minha loja tem
   sido um sucesso!”
“MARAVILHOSO”... É COM ESTA EXPRESSÃO
QUE ADÉLIA, HOJE EM DIA, QUALIFICA
A VIDA QUE TEM E QUE ESTÁ LONGE DA
REALIDADE QUE ELA SEMPRE CONHECEU
 NILZA VAZ                            de me dar muito trabalho, para que
nilza.redaccao@folhadeportugal.pt




“
T
                                       tudo quanto apurar consiga oferecer
            rabalhava apenas quando como sacrifício’... este desejo nasceu de
            podia e, nos intervalos de mim, sem que ninguém me ordenasse,
            tempo, não fazia nada...”, simplesmente falaram-me da Fogueira
            revela Maria Adélia, que Santa e decidi participar”. Porém, a
nunca conheceu a estabilidade sua atitude de fé depressa deu lugar à
profissional na sua vida. A sua fúria, já que o trabalho não aparecia.
incapacidade para trabalhar não se Contudo, um dia, ao passar numa rua,
devia a um capricho seu ou falta de Adélia reparou numa loja que parecia
vontade para o trabalho,                          estar para alugar. Tomou
mas sim à doença que não                          novamente uma atitude,
lhe permitia desempenhar                          tendo resolvido perguntar
qualquer função. Capaz         ABRI A LOJA        ao dono se o espaço estava
apenas de fazer coisas           NO DIA 8         ou não disponível para
pequenas em casa,                                 aluguer. A resposta foi
como bainhas de calças DE DEZEMBRO positiva, mas o valor ainda
ou pequenos arranjos,           E TEM SIDO        não estava acordado entre
Adélia estava longe de se                         ambos, todavia, Adélia
sentir satisfeita ou sequer   UM SUCESSO!         já tinha determinado
realizada com o rumo que       O FLUXO DE         com Deus a renda que
a sua vida estava a tomar.                        desejava pagar. O senhorio
“Queria mais, porque
                                TRABALHO          disse-me: “por ser para
acho e achava que isso        TEM SIDO TÃO ti faço a 250€!”. “Logo
não chegava para viver GRANDE, QUE nesse dia tratei de fazer
já que, para além desse                           o contrato de promessa
escasso rendimento, só         PEDI A DUAS        de compra e venda e nos
existia a reforma do meu         COLEGAS          dias seguintes da restante
marido.”                                          papelada. Abri a loja no
                                  MINHAS          dia 8 de Dezembro e tem
PONTO DE VIRAGEM                  QUE ME          sido um sucesso! O fluxo
A Fogueira Santa foi                              de trabalho tem sido tão
encarada por Adélia            AJUDASSEM          grande, que pedi a duas
como um dos pontos                                colegas minhas que me
cruciais que poderiam                             ajudassem. E embora
marcar a transformação ou não da já tenha acabado a época de festas,
sua vida. Aceitou-a com entusiasmo, continuo a ter encomendas para muito
                                                                                FOTO: NILZA VAZ




no entanto, havia uma preocupação: tempo! Participar na Fogueira Santa,
“pensei e disse: ‘ó meu Deus, não de facto, superou todas as minhas
tenho nada para te dar, por isso tens expetativas!” MARIA ADÉLIA
reflexão                                                                  DOMINGO
                                                                                                                                           10 • JANEIRO • 2010
                                                                                                                                                                 | 3i
  O CENTRO DE AJUDA
  ESPIRITUAL (IURD) NÃO COBRA:
                                                                       mensagem
1.Para realizar casamentos        21.Para manter a Fazenda
                                                                                      BISPO EDIR MACEDO
2.Para realizar batizados         Nova Canaã




                                                                          Depender
(adultos)                         22.Para a realização de cursos
3.Para dar aconselhamento         informáticos
matrimonial                       23.Para aconselhar e apoiar
4.Para aconselhar e               na escolha de uma carreira




                                                                            da fé
acompanhar indivíduos             profissional
toxicodependentes                 2 4 . P a r a a t e n d i m e n to
5.Para aconselhamento             telefónico 24 horas
pastoral                          25.Para apoio a mulheres
6.Para participar na Santa        vítimas de abusos
Ceia                              26.Para            apoio         e




                                                                       D
7Para a realização da unção       aconselhamento a indivíduos
com óleo                          dependentes alcoólicos
8.Para visitas ao domicílio       27.Para visitas a lares de                               epender da fé significa depender dependência de Deus.
9.Para visitas a doentes no       terceira idade                                           de Deus, ter os olhos espirituais A fé exige que sejamos perseverantes. Quando
hospital                          28.Para dar alimento aos sem-                            para enxergar o invisível. Por nos defrontamos com os problemas, o que é que
10.Para visitas a presidiários    -abrigo                                                  isso, invista na sua fé mais do acontece? O diabo está a tentar chamar a nossa
11.Para distribuição de           29.Para apoio em catástrofes                             que na universidade, cultura ou atenção para que fiquemos perdidos e deixemos
cestas básicas às famílias        30.Para a realização                                     sabedoria.                        a fé de lado, para andar na dúvida. Na dúvida
carenciadas                       de atividades lúdicas e              O capítulo 21 de Génesis mostra claramente que seremos fracassados.
12.Para distribuição de           desportivas com os jovens            Deus abriu os olhos de Agar. Foi a partir dali que Quantas pessoas formadas e diplomadas vivem
bens (roupas, mobílias,           31.Para aconselhamento e             ela viu um poço de                                                              com depressão ?
eletrodomésticos, etc.) a         campanhas na prevenção do            água que até então                                                              A Ciência tenta
pessoas carenciadas               HIV                                  não tinha visto. O                   OS PROBLEMAS QUE                           explicar, muitos
13.Para acolher o Instituto       32 .Pelo transpor te de              poço não tinha                                                                  tomam remédios,
Português do Sangue nas suas      pessoas com dificuldades de          sido feito naquele                   ENFRENTAMOS SÃO                            porém sabemos
instalações para a doação de      locomoção                            momento. Quando                                                                 que a depressão
sangue                            33.Pelo estacionamento no
                                                                                                       MERAS OPORTUNIDADES
                                                                       se vive pela fé, tem-se                                                         é u m e s pí r ito
14.Para ajudar a manter o Lar
de Idosos Universal
                                  parque da Igreja
                                  34.Pelos Estudos Bíblicos
                                                                       a capacidade de                   PARA APRENDERMOS A                            demoníaco que faz
                                                                       enxergar o que os                                                               muitos viverem 24
15.Para a apresentação de         realizados                           outros não vêem.                 VIVER NA DEPENDÊNCIA                           horas por dia com
crianças (não batiza crianças,    35.Pela entrada e participação                                                                                       medo, ansiedade e
                                                                       Não há riqueza maior
somente adultos)                  no Maior Congresso
                                                                       do que andar pela fé.                          DE DEUS                          preocupações. Quem
16.Para participar no Grupo       Financeiro do País
                                                                       A pessoa consegue                                                               vive na dependência
de Jovens "Força Jovem"           36.Pela realização de funerais
                                                                       ver Deus até nos problemas que enfrenta. “(...) da fé não tem esse tipo de problema porque há
17.Para a realização de           37.Pela distribuição do Óleo
                                                                       todas as coisas cooperam para o bem daqueles uma certeza absoluta dentro do seu coração,
orações                           Santo de Israel
18.Para a entrada nas igrejas e   38.Pelos cursos de Teologia
                                                                       que amam a Deus, daqueles que são chamados de que Deus é com ele. Portanto, viva essa fé,
participação nos cultos           (IBURD)
                                                                       segundo o seu propósito” (Romanos 8.28). assuma-a e exercite-a.
19.Para a participação em         39.Pelos milagres que
                                                                       Os problemas que enfrentamos são meras
Concentrações, em locais          acontecem em todos os
                                                                       oportunidades para aprendermos a viver na Que Deus abençoe a todos abundantemente.
como: Coliseu dos Recreios,       Centros de Ajuda espalhados
Pavilhão Rosa Mota, Estádios,     pelo Mundo.
Pavilhão Atlântico, etc.
20.Para ajudar a manter a         Só ensina às pessoas a
Sociedade “Pestallozi” (presta    VERDADE. O dízimo, como
assistência aos portadores da     também as ofertas, são
síndrome de Down)                 mandamentos bíblicos.


                                                                                                                                                                       PUB
4i |   DOMINGO
       10 • JANEIRO • 2010              Especial VÍGILIAS D

  Passagem de A
Milhares de pessoas iniciaram 2010 na Igreja Universal
                                                  ISABEL BARBOSA
                                                 isabel.redaccao@folhadeportugal.pt
                                                                                      e pela aprendizagem adquirida




                                                 T
                                                                                      no ano que acabou.
                                                           odos os anos, nos             Iniciar um novo ano na
                                                           templos da Igreja          presença de Deus é muito mais
                                                           Universal do Reino         do que saudações e desejos de
                                                           de Deus espalhados         felicidade, muitos almejam a
                                                 pelo Mundo, acontece a “Vigília      direção para os novos caminhos

                                      Espanha    da Virada”. Durante a noite de
                                                 31 de Dezembro, às 23h, uma
                                                 reunião com muitas
                                                                                      a serem trilhados e determinam
                                                                                      quais as conquistas que irão

                                                 orações foi realizada
                                                 por bispos e pastores        INICIAR O NOVO ANO
                                                 em prol de todos           NA PRESENÇA DE DEUS É
                                                 aqueles que desejaram
                                                 receber o novo ano
                                                                             BUSCAR DIREÇÃO PARA
                                                 na presença de Deus.            NOVOS PROJETOS
                                                 Além das orações
                                                 para um ano novo cheio de buscar. No decorrer desta
                                                 vitórias, este foi o momento importante reunião também
                                                 para agradecer por tudo de bom foi servida a Santa Ceia.




            VIGÍLIAS PORTUGAL
  AÇORES                     ALMADA          AMADORA                            COIMBRA




            OUTROS PAÍSES
CABO VERDE                        GUINÉ-BISSAU                   LUXEMBURGO
AS DE ANO NOVO                                                            DOMINGO
                                                                    10 • JANEIRO • 2010
                                                                                          | 5i


Ano da década



                                                                                                 FOTOS: JOÃO FILIPE/CEDIDAS
                                    S. J. ESTORIL        MERCÊS



  Templo Maior
              Lisboa
 FARO          LEIRIA               IMPÉRIO              PORTO




         “...porque as primeiras coisas passaram...
        Eis que faço novas todas as coisas...” A 21.4-5      pocAlipse




 EUA                    NICARÁGUA                   FRANÇA
6i |              DOMINGO
                                   10 • JANEIRO • 2010                                  nacional
                              LIBERTE-SE                                                                                                                                     mensagem
                                                                                                                                                                             UM NOVO
                     DA ESCRAVIDÃO!                                                                                                                                          COMEÇO

                                                                                                                                                                             O
                 Muitas são as pessoas que ainda vivem submetidas ao jugo de uma                                                                                                           Ano Novo não começa quando
                 doença, de uma dívida, de uma existência sem amor, enfim, presas a                                                                                                        mudamos de data, mas sim quando
                 uma vida sem qualquer sentido. Para elas, chegou a hora da mudança!                                                                                                       saímos da opressão. Enquanto
                                                                                                                                                                                           existir este obstáculo, viveremos a
                                                                                                                    pode ver que a escravidão não é só um                    vida velha e Deus deseja que sejamos livres, na
                                                                                                                    jugo físico, pois esta começa na mente”,                 qualidade de Pai não quer que dependa de nada e
                                                                                                                    alertou o orador, Bp. Fernandes Araújo,                  nem de ninguém.
                                                                                                                    no passado Encontro das Famílias.                           O que fazer para sair da opressão? Desde já,
                                                                                                                                                                             precisamos de sair da dependência do governo, da
                                                                                                                    A FIDELIDADE                                             nossa família, de tudo o que causa opressão, pois
                                                                                                                    E AS PROMESSAS                                           o ser humano não foi criado para ser dependente
                                                                                                                    “Falai a toda congregação de Israel,                     de nada. Segundo as Escrituras, Deus manda o
                                                                                                                    dizendo: Aos dez deste mês, cada um                      homem dominar três vezes, mas em nenhum
                                                                                                                    tomará para si um cordeiro, segundo                      momento que fosse dominado. Ao ser dominado,
FOTO: CEDIDA




                                                                                                                    a casa dos pais, um cordeiro para cada                   automaticamente é oprimido, tirando-lhe o
                                                                                                                    família” (Êx. 12.3). “Está na Palavra                    brilho, o prazer de viver, destruindo os seus
                                       CENTRO DE AJUDA ESPIRITUAL NO PORTO:                                         de Deus, pois Ele é o mesmo que falou                    objetivos. Uma vida sem alvo não faz sentido. De
                                      Rua de S. Dinis, n.º 896 (antigo cinema Vale Formoso)                         com Moisés. E eu quero que essas                         facto, todos temos metas e estas são dadas por
                                                                                                                    promessas se cumpram na minha vida,                      Deus para que a nossa vida tenha sentido e os
                  CARLA VAZ                                      seu povo vivia no Egito. E o que era o            elas têm que se tornar uma realidade.                    sonhos só podem ser realizados quando os seus
                 carla.redaccao@folhadeportugal.pt




          “
                 D
                                                                  Egito? A terra da escravidão, onde este           E nada melhor do que este ano, para                      projetos forem alcançados.
                             isse o SENHOR a Moisés               povo nem sequer conseguia perceber a              que essas promessas se cumpram. Se                          (Êxodo 12.1) “Disse o SENHOR a Moisés e
                             e a Arão na terra do                 força que tinha. Era na sua mente que             Deus é o Senhor da sua vida, e você                      a Arão na terra do Egito”. Deus revelou que
                             Egito: Este mês vos será o           residia o seu maior problema, prova               o considera, então você tem que                          existem muitas pessoas que continuam no Egito.
                             principal dos meses; será            disso é que, mesmo depois de terem                colocá-Lo num lugar de destaque, onde                    E foi o que aconteceu com o povo de Deus, que
                 o primeiro mês do ano” (Êxodo 12.1-              saído do Egito, continuavam a dizer               Ele venha a ser glorificado, através do                   sofreu oprimido durante 430 anos.
                 -2). Quando Deus falou com Moisés, o             que preferiam voltar para lá. “Você               ato de fidelidade”, concluiu o orador.                       (Vers. 3)“Falai a toda a congregação de
                                                                                                                                                                             Israel”, ou seja, falar a toda a congregação, seja


                    Fé vs Sentimentos
                                                                                                                                                                             quem for, não importa os sonhos que foram
                                                                                                                                                                             destruídos. É importante ouvir o que é dito e cabe
                                                                                                                                                                             a cada um continuar oprimido ou libertar-se.
                                                                                                                                                                             Trata-se de uma decisão pessoal, ouvir e obedecer
                 “Os sentimentos são                  coração e foram enganados.                 “Porém, é a                                                                 a Deus para ser livre.
                 traiçoeiros, pois levam-             Outros, por se deixarem                 fé que nos faz                                                                    (Vers. 2) “Este mês vos será o principal dos
                 -nos a tomar decisões                levar pelos sentimentos,                fortes, que nos                                                                meses; será o primeiro mês do ano.” Sendo este
                                                                                                                                                              FOTO: CEDIDA




                 erradas, causando aflição            escolheram a pessoa                     torna resistentes                                                              o primeiro mês, terá a oportunidade de provar
                 e sofrimento, deixam-                errada para casar e hoje                aos problemas                                                                  se vai alcançar a realização dos seus sonhos. Isto,
                 -nos fracos e fragilizados.          estão a sofrer. Outros são              e que nos ajuda                 CENTRO DE AJUDA                                fazendo um esforço, entregando-se, assumindo a
                 Quantas pessoas, por                 tão influenciados pelos                 a     rever ter            ESPIRITUAL NA ALAMEDA:                              sua fé, como sinal de que Deus está em primeiro
                                                                                                                         Alameda D. Afonso Henriques,
                 se deixarem levar pelos              sentimentos que quando                  situações que aos          n.º 35 (antigo cinema Império)                      lugar. Tudo o que precisa para que os seus
                 sentimentos, acabaram por            enfrentam um problema                   olhos humanos                                                                  objetivos sejam alcançados é que O inclua nos
                 fracassar financeiramente,            ficam deprimidos, perdem                 surgiriam como impossíveis. alcançar os nossos objetivos                       seus planos para que Ele possa Guiar os seus
                 pois, ao invés de agirem             o apetite e chegam até a                Vivamos em 2010 pela fé e e termos sucesso em tudo o                           passos e, assim, levá-lo ao Caminho certo. O
                 com profissionalismo,                desejar a morte”, explicou o            não pelos sentimentos, pois que fizermos”, rematou o                            povo sofreu por 430 anos e teve os seus pedidos
                 deixaram-se levar pelo               orador, Pr. Marco Mesquita.             só assim conseguiremos orador.                                                 impedidos de serem alcançados mas hoje, estando
                                                                                                                                                                             no primeiro mês, tem a oportunidade de mostrar
                   ÉVORA                                                                         FUNCHAL                                                                   a sua confiança ou desconfiança em Deus,
                                                                                                                                                                             fidelidade ou infidelidade, se Deus está realmente
                                                                                                                                                                             em primeiro ou em último lugar?
                                                                                                                                                                                (Êxodo 13.2) “...é meu”, Tudo é de Deus.
                                                                                                                                                                             Assim como os filhos não são seus, mas sim
                                                                                                                                                                             responsabilidade sua e, como pai, instrui,
FOTOS: CEDIDAS




                                                                                                                                                                             dedica-os a Deus, para mais tarde se alegrar
                                                                                                                                                                             e também alegrar a Deus como Criador. Para
                                                                                                                                                                             tal, precisa de assumir a fé com inteligência,
                                                                                                                                                                             colocando Deus em primeiro lugar, para que
           A ENTREGA TOTAL: Recentemente, no                                                   CLAMAR A DEUS: Existem momentos na                                            tenha os seus sonhos realizados por reconhecer
           Centro de Ajuda Espiritual em Évora, muitas foram as                                vida do ser humano em que este parece não conseguir                           que tudo é d’Ele. Se deseja ser independente de
           pessoas que escutaram a mensagem de fé que incidiu                                  vislumbrar qualquer solução para os problemas que o                           tudo e de todos, tem que ser dependente de Deus,
           sobre a importância do novo nascimento, de abando-                                  atormentam. É nessas alturas que é “obrigado” a tomar                         porque tudo é d’Ele.
           nar a velha criatura e os velhos hábitos, de morrer para                            uma decisão: acomoda-se à situação em que vive ou                                Faça a sua parte, ore, jejue como nunca o
           a carne e de nascer do espírito. Dispondo-se, em se-                                entrega-se a 100% nas mãos de Deus. Foi esta última                           fez, pois não é Deus que se coloca em primeiro
           guida, entregaram as suas vidas a Jesus, fazendo uma                                opção que muitas pessoas tomaram na Ilha da Madei-                            lugar, somos nós que O colocamos em primeiro
           aliança com Deus, tornando-se novas criaturas.                                      ra, clamando ao Senhor por uma mudança de vida.                               lugar. Lembre-se que o Ano Novo não começa
                 CENTRO DE AJUDA ESPIRITUAL EM ÉVORA:                                          CENTRO DE AJUDA ESPIRITUAL NO FUNCHAL:                                        com uma mudança de data, mas sim com uma
                 Rua Fernanda Seno, nº 20, Bairro Horta das Figueiras                          Rua Brito Câmara, nº 32 (em frente aos Bombeiros Municipais)                  mudança de atitude.
Folhaportugal316
Folhaportugal316
Folhaportugal316
Folhaportugal316
Folhaportugal316
Folhaportugal316
Folhaportugal316
Folhaportugal316
Folhaportugal316
Folhaportugal316

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Editorial ruminantes n.9 (jul ago 2009)
Editorial ruminantes n.9 (jul   ago 2009)Editorial ruminantes n.9 (jul   ago 2009)
Editorial ruminantes n.9 (jul ago 2009)
Roberto Arruda
 
Reportagem - Crack em Serra (ES)
Reportagem - Crack em Serra (ES)Reportagem - Crack em Serra (ES)
Reportagem - Crack em Serra (ES)
Fábio Nogueira, PhD
 
Cuidados no pós-plantio das mudas de café, pag 13. Folha Rural Cooxupe
Cuidados no pós-plantio das mudas de café, pag 13. Folha Rural CooxupeCuidados no pós-plantio das mudas de café, pag 13. Folha Rural Cooxupe
Cuidados no pós-plantio das mudas de café, pag 13. Folha Rural Cooxupe
Vandelino Dias Junior
 
Out03
Out03Out03
341
341341
341
iurdpt
 
Diário da Região 01/12/2011 Quinta-Feira
Diário da Região 01/12/2011 Quinta-FeiraDiário da Região 01/12/2011 Quinta-Feira
Diário da Região 01/12/2011 Quinta-Feira
ijacomassi
 
Editorial n. clinico n.76 (jul ago 2010)
Editorial  n. clinico n.76 (jul   ago 2010)Editorial  n. clinico n.76 (jul   ago 2010)
Editorial n. clinico n.76 (jul ago 2010)
Roberto Arruda
 
26dejaneiro2013 oexpresso
26dejaneiro2013 oexpresso26dejaneiro2013 oexpresso
26dejaneiro2013 oexpresso
Jornal O EXPRESSO
 
Edição nº 352
Edição nº 352Edição nº 352
Edição nº 352
iurdpt
 
Entrevista gazeta
Entrevista gazetaEntrevista gazeta
Entrevista gazeta
PSD_LAGOA_1
 
Mutantes I
Mutantes IMutantes I
Mutantes I
guest434e79
 
Editorial n.24 (jul ago 2009)
Editorial n.24 (jul   ago 2009)Editorial n.24 (jul   ago 2009)
Editorial n.24 (jul ago 2009)
Roberto Arruda
 
JORNAL Leia n*7 Faculdade 2 de Julho
JORNAL  Leia  n*7 Faculdade 2 de JulhoJORNAL  Leia  n*7 Faculdade 2 de Julho
JORNAL Leia n*7 Faculdade 2 de Julho
Ednaldo Cunha
 
Jcma edição 15 Abr 2013.
Jcma edição 15 Abr 2013.Jcma edição 15 Abr 2013.
Jcma edição 15 Abr 2013.
Juka_Oliveira
 
Jornal do Revendedor Bosch
Jornal do Revendedor BoschJornal do Revendedor Bosch
Jornal do Revendedor Bosch
moises0411
 
Jornal de Revenda Bosch Julho a Setembro 2013
Jornal de Revenda Bosch Julho a Setembro 2013Jornal de Revenda Bosch Julho a Setembro 2013
Jornal de Revenda Bosch Julho a Setembro 2013
moises0411
 
Expresso133
Expresso133Expresso133
Expresso133
rbsapple
 

Mais procurados (17)

Editorial ruminantes n.9 (jul ago 2009)
Editorial ruminantes n.9 (jul   ago 2009)Editorial ruminantes n.9 (jul   ago 2009)
Editorial ruminantes n.9 (jul ago 2009)
 
Reportagem - Crack em Serra (ES)
Reportagem - Crack em Serra (ES)Reportagem - Crack em Serra (ES)
Reportagem - Crack em Serra (ES)
 
Cuidados no pós-plantio das mudas de café, pag 13. Folha Rural Cooxupe
Cuidados no pós-plantio das mudas de café, pag 13. Folha Rural CooxupeCuidados no pós-plantio das mudas de café, pag 13. Folha Rural Cooxupe
Cuidados no pós-plantio das mudas de café, pag 13. Folha Rural Cooxupe
 
Out03
Out03Out03
Out03
 
341
341341
341
 
Diário da Região 01/12/2011 Quinta-Feira
Diário da Região 01/12/2011 Quinta-FeiraDiário da Região 01/12/2011 Quinta-Feira
Diário da Região 01/12/2011 Quinta-Feira
 
Editorial n. clinico n.76 (jul ago 2010)
Editorial  n. clinico n.76 (jul   ago 2010)Editorial  n. clinico n.76 (jul   ago 2010)
Editorial n. clinico n.76 (jul ago 2010)
 
26dejaneiro2013 oexpresso
26dejaneiro2013 oexpresso26dejaneiro2013 oexpresso
26dejaneiro2013 oexpresso
 
Edição nº 352
Edição nº 352Edição nº 352
Edição nº 352
 
Entrevista gazeta
Entrevista gazetaEntrevista gazeta
Entrevista gazeta
 
Mutantes I
Mutantes IMutantes I
Mutantes I
 
Editorial n.24 (jul ago 2009)
Editorial n.24 (jul   ago 2009)Editorial n.24 (jul   ago 2009)
Editorial n.24 (jul ago 2009)
 
JORNAL Leia n*7 Faculdade 2 de Julho
JORNAL  Leia  n*7 Faculdade 2 de JulhoJORNAL  Leia  n*7 Faculdade 2 de Julho
JORNAL Leia n*7 Faculdade 2 de Julho
 
Jcma edição 15 Abr 2013.
Jcma edição 15 Abr 2013.Jcma edição 15 Abr 2013.
Jcma edição 15 Abr 2013.
 
Jornal do Revendedor Bosch
Jornal do Revendedor BoschJornal do Revendedor Bosch
Jornal do Revendedor Bosch
 
Jornal de Revenda Bosch Julho a Setembro 2013
Jornal de Revenda Bosch Julho a Setembro 2013Jornal de Revenda Bosch Julho a Setembro 2013
Jornal de Revenda Bosch Julho a Setembro 2013
 
Expresso133
Expresso133Expresso133
Expresso133
 

Destaque

FolhaPortugal325
FolhaPortugal325FolhaPortugal325
FolhaPortugal325
iurdpt
 
Meditar
MeditarMeditar
Meditar
guestf8cbd9d6
 
Proverbiosmusica
ProverbiosmusicaProverbiosmusica
Proverbiosmusica
anapaulacarrasqueira1
 
Folhaportugal318
Folhaportugal318Folhaportugal318
Folhaportugal318
iurdpt
 
Clasificación de los costos
Clasificación de los costosClasificación de los costos
Clasificación de los costos
Mauricio Fabian
 
Spellings group 1 week 5
Spellings  group 1 week 5Spellings  group 1 week 5
Spellings group 1 week 5
Steve Partridge
 
Maria fernanda
Maria fernandaMaria fernanda
Maria fernanda
Maria Zuñiga
 

Destaque (7)

FolhaPortugal325
FolhaPortugal325FolhaPortugal325
FolhaPortugal325
 
Meditar
MeditarMeditar
Meditar
 
Proverbiosmusica
ProverbiosmusicaProverbiosmusica
Proverbiosmusica
 
Folhaportugal318
Folhaportugal318Folhaportugal318
Folhaportugal318
 
Clasificación de los costos
Clasificación de los costosClasificación de los costos
Clasificación de los costos
 
Spellings group 1 week 5
Spellings  group 1 week 5Spellings  group 1 week 5
Spellings group 1 week 5
 
Maria fernanda
Maria fernandaMaria fernanda
Maria fernanda
 

Mais de iurdpt

Le jour où dieu a renversé la boite a couleurs…
Le jour où dieu a renversé la boite a couleurs…Le jour où dieu a renversé la boite a couleurs…
Le jour où dieu a renversé la boite a couleurs…
iurdpt
 
Exames medicos -
Exames medicos - Exames medicos -
Exames medicos - iurdpt
 
Jornal 353
Jornal 353Jornal 353
Jornal 353
iurdpt
 
Revista - A Minha Oportunidade
Revista - A Minha Oportunidade Revista - A Minha Oportunidade
Revista - A Minha Oportunidade
iurdpt
 
Folha de Portugal - nº 351
Folha de Portugal - nº 351Folha de Portugal - nº 351
Folha de Portugal - nº 351
iurdpt
 
Binder1
Binder1Binder1
Binder1
iurdpt
 
5
55
4
44
3
33
2
22
1
11
Edição nº 349
Edição nº 349Edição nº 349
Edição nº 349
iurdpt
 
Edição 348
Edição 348Edição 348
Edição 348
iurdpt
 
348
348348
348
iurdpt
 
348
348348
348
iurdpt
 
Edição nº 347
Edição nº 347Edição nº 347
Edição nº 347
iurdpt
 
Edição nº 346
Edição nº 346Edição nº 346
Edição nº 346
iurdpt
 
346
346346
346
iurdpt
 
346
346346
346
iurdpt
 
Materia lar idosos
Materia lar idososMateria lar idosos
Materia lar idosos
iurdpt
 

Mais de iurdpt (20)

Le jour où dieu a renversé la boite a couleurs…
Le jour où dieu a renversé la boite a couleurs…Le jour où dieu a renversé la boite a couleurs…
Le jour où dieu a renversé la boite a couleurs…
 
Exames medicos -
Exames medicos - Exames medicos -
Exames medicos -
 
Jornal 353
Jornal 353Jornal 353
Jornal 353
 
Revista - A Minha Oportunidade
Revista - A Minha Oportunidade Revista - A Minha Oportunidade
Revista - A Minha Oportunidade
 
Folha de Portugal - nº 351
Folha de Portugal - nº 351Folha de Portugal - nº 351
Folha de Portugal - nº 351
 
Binder1
Binder1Binder1
Binder1
 
5
55
5
 
4
44
4
 
3
33
3
 
2
22
2
 
1
11
1
 
Edição nº 349
Edição nº 349Edição nº 349
Edição nº 349
 
Edição 348
Edição 348Edição 348
Edição 348
 
348
348348
348
 
348
348348
348
 
Edição nº 347
Edição nº 347Edição nº 347
Edição nº 347
 
Edição nº 346
Edição nº 346Edição nº 346
Edição nº 346
 
346
346346
346
 
346
346346
346
 
Materia lar idosos
Materia lar idososMateria lar idosos
Materia lar idosos
 

Folhaportugal316

  • 1. Diretor: João Filipe Jornal de distribuição gratuita Nº 316 De 10 a 16 de SEMPRE Janeiro de 2010 AO SEU EDIÇÃO NACIONAL LADO 50.000 E X E M P L A R E S folhadeportugal.pt VIRGÍLIO IMPACTO RALLY ENTREVISTA CASTELO GLOBAL DAKAR FOTO: FERNANDO MARTINS O ator revela-nos o seu gosto O Afeganistão produz 92 por cento Agora, na América do Sul, a prova pela escrita e apresenta-nos do ópio mundial, abastecendo mais famosa e conceituada do o seu novo livro 15 milhões de toxicodependentes panorama do Todo-o-Terreno ENTREVISTA...PÁG. 03 . 12 REPORTAGEM ESPECIAL...PÁG DESPORTO...PÁG. 13 O TESOURO mais valioso TEMA CAPA...PÁGS. 06/07 É DESTA FORMA QUE PODE E DEVE SER DESCRITA A FAMÍLIA, A BASE A PARTIR DA QUAL TODA A EXISTÊNCIA HUMANA É CONSTRUÍDA E SEM A QUAL NENHUM SUCESSO FARÁ QUALQUER SENTIDO Operação Natal e Ano Novo Decifrar os dados SINISTRALIDADE de 2009 Mais acidentes, mas menos vítimas mortais... é esta a conclusão geral relativa aos números apurados pela GNR. No entanto, Portugal ainda continua a FOTO: LUSA/TIAGO PETINGA liderar no que toca à sinistralidade na União Europeia ASSUNTO POLÉMICO...PÁG. 08 PUB
  • 2. 2| DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 opinião EDITORIAL JOÃO FILIPE Diretor Foto da Semana PORTUGUESES A FAMÍLIA QUEREM DO SÉCULO XXI REFERENDO “Esta plataforma não está mandatada para se identificar A família é a base de uma qualquer sociedade, uma vez que se esta for estável a probabilidade da sociedade ser estável é muito maior. Mas podemos seja com esta posição seja com aquela. A única posição que toma é de um pedido de referendo”, afirmou Isilda observar que o conceito de família, ou melhor, os Pegado, uma das mandatárias da Plataforma Cidadania e valores familiares têm vindo a perder força ao longo Casamento, no final de uma dos anos, começando o fracasso nas uniões conjugais. audiência com o presidente da Assembleia da República, Ora, se a vida entre o casal não corre bem, se o Jaime Gama, a quem os respeito entre ambos desaparece, facilmente passarão representantes do movimento entregaram as mais de um péssimo exemplo para os filhos, os quais, de uma 90.000 assinaturas recolhidas forma inconsciente, começarão a agir da mesma forma na petição pró- -referendo ao casamento na Sociedade. Esse comportamento repete- entre pessoas do mesmo sexo. -se nas faltas de respeito entre as pessoas, que levarão também a um desrespeito da liberdade. A onda de divórcios tem aumentado significativamente, surgindo um novo conceito de família, ou seja, cada um dos cônjuges traz consigo A onda de divórcios tem aumentado significativamente, surgindo um novo conceito de família, ou seja, cada um dos cônjuges traz consigo um ou mais filhos de relacionamentos ou casamentos anteriores um ou mais filhos de relacionamentos ou casamentos anteriores. E quando surgem filhos do relacionamento FOTO: LUSA/TIAGO PETINGA atual, podem aqui começar mais conflitos entre as crianças, o que poderá levar os progenitores a darem demasiada liberdade para ficarem bem vistos diante do seu “rebento” ou até mesmo para “comprar” o respeito e a atenção. Normalmente, a família é o nosso porto seguro, pois os nossos familiares parecem estar lá sempre quando “o chão parece fugir”, daqui podemos, realmente, entender que esta foi a primeira instituição criada à face da Terra. Por este e por muitos outros motivos, permitam-me deixar aqui uma dica para 2010: cuide da sua família, pois ela é a base para o seu sucesso. Pode acreditar que se tudo estiver bem em casa, tudo o resto correrá de acordo com o que deseja. Tenha uma boa leitura! Leia a opinião do Bispo EDIR MACEDO na página 3i, do caderno Folha Centro de Ajuda ACORDO ORTOGRÁFICO: Informamos os nossos leitores de que já começámos a aplicar algumas das alterações do Novo Acordo Ortográfico. Folha de Portugal: Edifício Entreposto, Praça José Queirós, piso 5, 1800-237 Lisboa Tel: 210 300 978/80 Fax: 210 300 999 Diretor: João Filipe direccao@folhadeportugal.pt Editor: IURD Redação: Carla Vaz, Nilza Vaz, Isabel Barbosa Paginação: Carlos Paredes, Eliane Rosa FOLHA DE PORTUGAL Título registado no ERC com o nº 125046 Propriedade: IURD Correio do Leitor: Sede administrativa: Praceta Professor Francisco Gentil, nº3 - Póvoa de Santo Adrião - Lisboa NIPC: 592001679 online@folhadeportugal.pt Publicidade: Periodicidade: Semanal Impressão: Rafik Comunicação e Imagem Unipessoal, Lda. - Sítio da Bemposta, nº 1, 1A, 1B. publicidade@folhadeportugal.pt Longo da Vila - Mafra Tiragem: 50 000 exemplares Distribuição: Gratuita Circulação: Portugal Continental e Ilhas A FOLHA DE PORTUGAL NÃO SE RESPONSABILIZA NEM PELAS INFORMAÇÕES CONTIDAS NAS CARTAS DOS LEITORES, POIS ELAS NÃO EMITEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO JORNAL, NEM PELA AUTENTICIDADE DOS ANÚNCIOS PUBLICADOS
  • 3. entrevista DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 |3 10 PERGUNTAS a VIRGÍLIO CASTELO “MUITOS SÃO OS CHAMADOS E POUCOS OS ESCOLHIDOS” O ATOR, ENCENADOR, PRODUTOR, DIRETOR E FICCIONISTA FALA-NOS DA SUA ÚLTIMA OBRA, “O ÚLTIMO NAVEGADOR”, E DO SEU GOSTO PELAS PALAVRAS ROSA TEIXEIRA DA SILVA num formato dos séculos XVI e XVII, em sonetos e oitavas, não em versos livres. N asceu em Lisboa, a 26 6 – No seu último livro, “O Último de Fevereiro de 1953. Navegador”, apresentou um sistema Depois de uma carreira político onde tudo funciona na como modelo e de perfeição. Que “Benjamin” criaria hoje passar pelo Conservatório, ajudou a para alterar o estado atual do País? fundar o grupo de teatro “Adoque”. Os portugueses passam a vida a afirmar que Estreou-se como profissional no a culpa do atraso é dos patrões do Estado dos primeiro espetáculo realizado em professores... Ou seja, geralmente de alguém que liberdade, a 23 de Junho de 1974, não de nós próprios... na revista “Pides na Grelha”. Em 1978, conseguiu uma bolsa da 7 – Considera que um livro anti- Fundação Calouste Gulbenkian -sistema como este poderia ter para estudar “Artes Dramáticas” causado maior impacto social? na Universidade de Estrasburgo. Houve um enorme silêncio à volta do livro. Não De regresso a Portugal, tornou-se vi em lado nenhum que era mau. O não dizerem conhecido do grande público com nada faz-me pensar que o livro é profundamente a sua participação na telenovela incómodo. O livro é de tal maneira anti-sistema “Origens” (1983). Apresentou, que o sistema não responde. durante três anos, o programa televisivo “Isto só vídeo” (1982-85). 8 – Quais são as ideias-chave desta Entre 1993 e 1999 dirigiu atores e obra? esteve à frente da direção da NBP. Diz, basicamente, que a culpa de isto funcionar mal não é de ninguém a não ser de nós próprios; a Igreja Católica tem culpas neste processo “até dizer 1 – Como é que se carateriza a si chega”; as elites políticas saídas do 25 de Abril são próprio? incapazes; o País é governado por corporações e Acho que sou um desajustado. Quando era filtrado por jornalistas. É evidente que o livro foi FOTO: FERNANDO MARTINS miúdo andava muito à boleia pela Europa, votado ao silêncio. chegava às cidades e ficava sempre nas entradas, atravessava-as a pé e voltava a pedir boleia. Tenho 9 – Como imagina o nosso País em o fascínio pelo desconhecido e gosto de tudo aquilo 2044? que não conheço. Não estou nada otimista com toda esta crise que surgiu. Não me parece que o renascimento depois 2 – Teve de lidar com o rótulo de da queda seja para tão breve e tenho algum receio se ter tornado ator por ser bonito? como ator deixam-me uma vincada sensação de próxima do quotidiano. O País não tem dinheiro que ainda tenhamos de passar por coisas mais Talvez tenha sido dos primeiros atores a insatisfação. para ter o teatro que merecíamos. A televisão é o complicadas do que uma crise económica. Acho que ter sido modelo. Muitos são os chamados e veículo de maior estabilidade profissional do ator, vamos ter uma crise política e militar, vão haver poucos os escolhidos. De onde provém o ator é 4 – Para si, quais são as grandes aquilo que mais torna possível as pessoas pagarem guerras. Nunca nenhuma situação da Sociedade foi desinteressante, pois o que de facto interessa é o diferenças a nível de representação as contas em casa. resolvida a não ser com ruturas. Pedem às pessoas talento. em teatro, cinema e televisão? que andaram a roubar: “roubem um bocadinho Em teatro é algo que 5 – O que é que o menos”. O certo é que os “Madoffes” e os “BPN’s” 3 – Gosta de poder conjugar o ocorre naquela noite. É atrai nas palavras e deste Mundo, tão cedo não vão parar de roubar. cinema, o teatro e a televisão? mágica a energia que flui ...A CULPA DE como é que começou Gosto da possibilidade de poder circular e entre os telespetadores e o ISTO FUNCIONAR a escrever? 10 – As suas duas próximas obras da ideia de não me catalogarem. Para mim, palco. Era por isso que na A minha relação com a abordarão temas como o Amor e o teatro e o cinema são os mais interessantes, Grécia Antiga o teatro era MAL NÃO É DE escrita é anterior à minha Deus. Porquê? embora goste e tenha feito muita televisão. O um espetáculo catalisador de NINGUÉM A relação com a representação. Na vida só há dois temas que interessam e sobre que acontece é que a televisão está de tal maneira grandes emoções. O cinema Escrevia, sobretudo, poesia, os quais ninguém tem certezas: o Amor e a Morte. condicionada pelas limitações económicas do País, tem a dimensão da História, NÃO SER DE NÓS que surgiu de uma forma que Optei pelo amor, decidi deixar o outro tema para que há pouca variedade de produtos. Embora as um filme fica gravado para PRÓPRIOS não era moderna. As frases, mais tarde porque é mais complexo. Mas ainda leva telenovelas sejam necessárias para a indústria, a vida. A televisão está mais a inspiração apareciam-me um ou dois anos a escrever.
  • 4. 4| DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 SETE DIAS 1.500euros aconteceu milhões de foi a quantia arrecadada pelas Finanças em cobranças coer- civas no ano passado, até De- DADORES DE MEDULA TRIPLICARAM EM 3 ANOS zembro. Este valor ainda não é final e está 250 milhões de eu- ros acima do objetivo definido pelo ministério para 2009. NO FINAL DE 2009 HAVIA JÁ 182.485 REGISTADOS, O SEGUNDO FOTO: LUSA/MANUEL DE ALMEIDA MAIOR NÚMERO EUROPEU O número de pessoas inscritas no Registo Português de Dadores de Medula Óssea aumentou 28% no último ano e quase triplicou em relação a 2006, quando eram apenas 62.578. No final de 2009 havia já 182.485 inscritos, segundo dados avançados ao DN pelo diretor do Centro de 2,8 milhões de espetadores assistiram na Histocompatibilidade do Sul, Hélder Trindade. O número de inscritos seguiu a tendência de aumento dos últimos anos e “ultrapassou largamente” as expetativas, o FOTO: LUSA/MANUEL DE ALMEIDA televisão portuguesa ao se- que se refletiu também no aumento das colheitas de medula, gundo jogo do play-off de explica o responsável. Em 2008 foram feitas 49 e, em 2009, 55 – acesso ao Mundial, entre a das quais 37 para doentes no estrangeiro e 18 para portugueses. JOSÉ SÓCRATES: O primeiro-ministro momentos antes de doar sangue, Bósnia e Portugal, a 18 de No- No total, foram 47 os doentes que encontraram um dador tendo por objetivo potenciar a campanha de angariação de dadores de medula óssea, no Centro Nacional de Dadores de Células Estaminais vembro, naquele que foi o pro- compatível fora da família, já que outros 29 encontraram de Medula Óssea ou do Cordão, no Hospital Pulido Valente, em Lisboa grama mais visto de 2009. alguém compatível nos bancos internacionais. 13,8 por cento foi o valor médio da penaliza- ção das reformas dos 10.493 Coimas até 45 mil euros funcionários públicos que, em A cobrança de taxas Decreto-lei proclamado em Multibanco; e, por outro, FOTO: LUSA/MIGUEL A. LOPES 2009, pediram reformas ante- nas caixas Multibanco Diário da República. O diploma proibir igualmente a cobrança cipadas, mais 69 por cento do e de taxas nos terminais de publicado no dia 5, visa dois de encargos pelos comerciantes que em 2008. Foi o nível mais pagamento automático pelas objetivos: por um lado, proibir de serviços de pagamento nas alto de reformas antecipadas instituições de crédito pode a cobrança de encargos pelas operações realizadas por meio em oito anos, segundo dados ser penalizada com coimas instituições de crédito nas dos terminais de pagamento do Ministério das Finanças. até 44,8 mil euros, indica um operações realizadas nas caixas automático. PUB
  • 5. sete dias DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 |5 FOTO: D.R. a sua carreira 1.800 processos A NOVA FORMA Dois anos após a entrada em vigor da nova lei do DE PROCURAR tabaco, a Autoridade de Segurança Alimentar (ASAE) instaurou 1.800 processos EMPREGO por infrações à lei Se está desempregada/o ou se quer mudar de emprego, não pense duas vezes! o presidente da região de Lisboa, seguida da A maioria ASAE, António Nunes. região Norte. Vá atrás do seu sonho e comece por fazer um curriculum vitae das infrações E m 2 0 0 8 , for a m A Lei do Tabaco entrou em de acordo com as normas europeias, simples e objetivo. Fase está relacionada com a falta instaurados 867 processos, vigor a 1 de Janeiro de 2008. As seguinte? Não, não é enviá-lo por correio. Isso faz parte de de sinalização ou sinalização número este que subiu em 2009 coimas a aplicar variam entre outros tempos que não os que estamos a viver neste momento. incorreta, fumar em locais para 933. Dos 1.800 processos os 50€ e os 750€ para fumador As redes profissionais estão aí e são a fórmula mais eficaz proibidos e a criação de espaços de contra-ordenação levantados e entre 50€ a 250.000€ para de se ligar ao mundo empresarial. Empresas e trabalhadores para fumadores que não durante os dois anos, a maioria estabelecimento conforme a têm um novo espaço de encontro, virtual, que permite poupar FOTO: LUSA/MANUEL DE ALMEIDA cumprem os requisitos, segundo das infrações verificou-se na infração. tempo e dinheiro de ambos os lados. Esta troca inovadora de informação permite interagir, AMEAÇA procurar novas oportunidades e conselhos entre profissionais da mesma área. Se pretender ir trabalhar para o estrangeiro ainda melhor. É mesmo este o melhor caminho a tomar. PARA SAÚDE 5 PASSOS A DAR PÚBLICA 1 - Selecione uma rede profissional, aquela que tiver mais a ver com a sua área profissional e increva-se. 2- Coloque o seu perfil que mais não é do que o seu Em Portugal, o consumo excessivo próprio currículo e adicione só contatos úteis. de bebidas alcoólicas é um JOVENS: 3 - Não se ponha em rede com os amigos, pois para tal 40% dos grave problema de saúde pública, com jovens tem as redes sociais como o Facebook e o Myspace. confessa tendência a aumentar a cada ano que ter-se 4- Troque informações, conselhos e oportunidades e passa, em especial nas camadas mais iniciado no atualize sempre os seus dados. consumo jovens da população. Os últimos dados, de bebidas alcoólicas 5- Não descure um acompanhamento diário da rede, FOTO: D.R. registados pelos Inquéritos Nacionais ao em 2007 para não deixar escapar oportunidades. Consumo de Substâncias Psicoactivas na População Geral – Portugal, realizados PUB em 2001 e 2007, pelo Instituto da Droga Na camada mais jovem (15-17 anos) da e Toxicodependência, traçam um cenário população inquirida, 40% confessa negro do alcoolismo em Portugal. Em ter-se iniciado no consumo de bebidas seis anos, o consumo aumentou 3,5 por alcoólicas em 2007, o que significa um cento, de 75,6 em 2001 para 79,1 em 2007. aumento de 10% em relação a 2001. a descoberta INFIDELIDADE: “A culpa é da química” A infidelidade tem justificações químicas e a culpa é de certas substâncias que o próprio organismo produz, como as hormonas e os neuroquímicos. Segundo Madalena Pinto, professora na Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto e autora do livro “Química do Amor e do Sexo”, este não é o único fator para o adultério, mas tem sem dúvida “culpa no cartório”. Na sua obra, Madalena Pinto, escreve que “homens com menor tendência para o casamento ou com maior tendência para o adultério, ou ainda com maior propensão para o divórcio, demonstram frequentemente um nível médio e alto de testosterona”. FOTO: D.R. CP com greve marcada para dia 21 Trabalhadores reivindicam publicação da avaliação profissional que, segundo os mesmos, não é dada há dois anos.
  • 6. 6| DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 TEMA CAPA É PRECISO ESTIMAR O BEM MAIS PRECIOSO! ATUALMENTE, A FAMÍLIA COMO PILAR DA SOCIEDADE E DA EXISTÊNCIA HUMANA TEM VINDO A SOFRER DRÁSTICAS ALTERAÇÕES E A SER ALVO DE MUITOS ATAQUES, ESQUECENDO- -SE MUITOS DA Família SUA REAL E VITAL IMPORTÂNCIA  CARLA VAZ carla.redaccao@folhadeportugal.pt A mor incondicional, afeto, carinho, apoio, discussões, FOTO: D.R. brigas, perdas irreparáveis... as emoções e os sentimentos que a família consegue despertar em cada um de nós vão para além constituir como indivíduos”, TEM-SE VERIFICADO UMA TENDÊNCIA diferentes da nuclear”, alerta dos laços sanguíneos ou da explica a terapeuta familiar Cláudia de Paula. convivência diária, pois é no Cláudia de Paula. CRESCENTE DE CASAIS QUE OPTAM POR NÃO seu meio que se criam as nossas TER FILHOS. UNS PORQUE DECIDEM APOSTAR SÓ NÓS OS DOIS! primeiras relações e tudo o que NOVAS FAMÍLIAS Tem-se verif icado uma NA VIDA PROFISSIONAL, OUTROS PORQUE aí aprendemos vai-nos marcar A cada dia que passa torna-se tendência crescente de casais eternamente. “O ser humano mais comum o facto de a PREFEREM DEDICAR-SE SOMENTE UM AO OUTRO que optam por não ter filhos. procura alguma coisa que o família assumir diferentes Uns porque decidem apostar estruture e a família é onde formatos e apresentar novos mesma casa. Ter uma família de confiança, amor, afeto e na vida profissional, outros isso ocorrerá, por excelência. valores. “São pessoas que estruturada não significa ter espaço para crescer. A família porque preferem dedicar-se É o lugar onde encontramos têm laços fortes, mas não pai, mãe e filhos. Estrutura é pós-moderna está a mudar somente um ao outro. proteção e podemos nos necessariamente moram na emocional e implica relações e tem outras configurações Porém, apesar dos
  • 7. tema capa a DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 |7 aparentes benefícios existe sempre um preço a pagar no futuro, “quando são mais novas, A VIDA A DOIS FAZ BEM as pessoas querem viajar, gastar o dinheiro que ganham, enfim, aproveitar a vida. Mas depois, À SAÚDE pode ficar um vazio na vida, por isso, é preciso refletir bem sobre esta decisão”, adverte a psicóloga Magdalena Ramos. QUANDO OS PAIS CASAM Um estudo do Departamento Nacional de Estatística inglês DE NOVO ➜ concluiu que as relações harmoniosas fazem bem ao casal e aos A palavra “madrasta” sempre teve filhos. Esta mesma investigação revelou que: os homens solteiros uma conotação negativa, sendo até aos 35 anos apresentam 50% a mais de hipóteses de morrer do até retratada em histórias infantis, que os casados; as probabilidades de as mulheres solteiras virem como a “Branca de Neve” e a a desenvolver uma doença crónica são maiores do que entre as “Cinderela”. No entanto, hoje casadas; e as crianças que crescem com ambos os progenitores em dia, esse preconceito está a ser têm menos hipóteses de vir a desenvolver doenças. derrubado aos poucos, visto que Outros estudos demonstraram que as pessoas que muitas madrastas se mostram ➜ têm um casamento harmonioso tendem a viver mais, a amigas dos enteados, cuidando ter de ser submetidas a menos cirurgias e a contrair menos deles como se estes fossem os seus doenças do que os solteiros. próprios filhos. Uma pesquisa do Instituto Nacional de Saúde dos ➜ EUA concluiu que os homens solteiros têm o dobro OS LAÇOS DO CORAÇÃO das hipóteses de morrer em acidentes ou de cometer Os laços afetivos e a cumplicidade suicídio do que os casados. que se criam com os amigos Diversas investigações mostram que as pessoas felizes têm podem, muitas vezes, vir mesmo ➜ melhor pressão arterial e apresentam menos riscos de vir a a ser tão ou mais importantes desenvolver doenças provocadas pelo stress. do que as ligações de sangue, Segundo os cientistas, o relacionamento estável é um dos fatores ➜ FOTOS: D.R. representando um tipo diferente que contribuem para a felicidade, o que, por sua vez, aumenta a de família, a família do coração. resistência imunológica, mantendo as doenças afastadas. MENOS CASAMENTOS A FRAGILIDADE DOS LAÇOS E MAIS DIVÓRCIOS HUMANOS A fragilidade De acordo com os dados do Instituto Nacional de matrimónios entre cidadãos portugueses e ou os 162 celebrados de acordo com outras das relações de Estatística (INE), em estrangeiros aumentou religiões. O INE revela humanas tem Portugal celebraram-se cerca de 13%. ainda que a idade vindo a registar menos casamentos e A maioria das uniões média do casamento um aumento houve mais casos de em 2008 foi realizada em 2008 era de 32,6 alarmante, que divórcio em 2008 do pelo civ i l, 23.865 anos para as mulheres a Sociedade não que no ano anterior. mil contra os 19.201 e 30,1 anos para os pode mais deixar Em 2008 realizaram-se casamentos católicos homens. Relativamente passar em 43.228 mil casamentos contra os 46.329 aos divórcios foram decretados 26.885 branco mil celebrados mil em 2008 em 2007. Já a contra os 25.411 percentagem em 2007. O sociólogo polaco Zygmunt Bauman, no seu livro “Amor líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos”, constatou a dificuldade que as gerações atuais têm em manter relações duradouras e estáveis. Apontando o imediatismo gerado pela Internet como um do Em 2008 houve motivos para este cenário. Segundo este pensador, os relacionamentos 26.885 em “rede”, que podem ser tecidos ou desfeitos com igual facilidade, divórcios fazem com que não saibamos mais manter laços a longo prazo. Bauman aponta ainda o facto de faltar aos jovens “tolerância, perseverança e disposição para fazer concessões”.
  • 8. 8| DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 geral assunto Oito pessoas morreram em acidentes de viação nos cinco dias da “Operação Ano Novo” e outras seis na “Operação Natal”, a Associação POLÉMICO de Cidadãos Auto-Mobilizados (ACA-M) aponta o dedo à “extinção” da Brigada de Trânsito “OPERAÇÕES NATAL E ANO NOVO” Balanço final FOTO: LUSA/PEDRO ROSÁRIO AINDA DEIXA MUITO A DESEJAR  NILZA VAZ nilza.redaccao@folhadeportugal.pt Manuel João Ramos, estes dados só ministerial e isto é gravíssimo”, mortes”. “A extinção da BT da “trazem um culpado: a extinção da comentou. GNR provocou o total desleixo em D urante a “Operação Brigada de Trânsito”, uma vez que Manuel João Ramos sublinhou termos de fiscalização, visto que Ano Novo”, além “o mau tempo não faz aumentar o que aquela reestruturação “tornou a Unidade de Trânsito não tem o das vítimas mortais número de acidentes”. claro as deficiências da fiscalização”. mesmo sentido, nem as mesmas registaram-se 28 “Esta revolução foi muito negativa caraterísticas de fiscalização feridos graves e 396 feridos ligeiros, “REVOLUÇÃO” INTERNA e eu não encontro outra explicação da antiga Brigada de Trânsito”, num total de 1.259 acidentes. No âmbito da regulamentação da para estes dados. O mau tempo afirmou, acrescentando que, por Estes números são superiores aos Lei Orgânica da GNR, a 1 de Janeiro não é certamente a explicação, já outro lado, “todo o dinheiro que ia registados no período homólogo de 2009 entrou em funcionamento que os acidentes diminuem” com para as campanhas rodoviárias tem de 2008 (entre 30 de Dezembro e a Unidade Nacional de Trânsito e a as más condições atmosféricas. O sido desviado para outros fins”. Para 03 de Janeiro), com mais 20 feridos BT foi extinta, tendo cerca de dois presidente da ACA-M considera Carlos Barbosa, o Governo deve graves, mais 46 feridos ligeiros e mil militares sido colocados nos que “o Governo devia dar a mão “voltar atrás”, repor “rapidamente” FOTO: APA mais 116 acidentes. destacamentos de trânsito dos 18 à palmatória e reinstalar a Brigada a Brigada de Trânsito e “deixar-se Os dados disponibilizados comandos territoriais de Portugal de Trânsito”. VÍTIMAS: Embora o número tenha de comissões de estudo sobre a pela GNR, que teve cerca de Continental. O responsável diminuído, os acidentes aumentaram Unidade de Trânsito”. 2.600 militares nas estradas este sublinhou que “o nível de REPOSIÇÃO URGENTE! ano, indicam que as oito mortes Também o presidente do desmotivação, desagrado e revolta Automóvel Club de CARTA: novas regras NO BALANÇO DA "OPERAÇÃO NATAL", EM RELAÇÃO Portugal (ACP) diz que AO ANO PASSADO, HOUVE UMA DIMINUIÇÃO DO a “extinção” da Brigada de Trânsito da GNR, para diminuir acidentes NÚMERO DE VÍTIMAS, NO ENTANTO, O NÚMERO DE acrescida da “redução” das O novo regulamento, que habilita a condução de automóveis campanhas de prevenção ligeiros, vai entrar em vigor no fim deste mês, e pretende di- SINISTROS FOI SUPERIOR. NO TOTAL, REGISTARAM- ro dov i á r i a , for a m minuir o número de acidentes nas estradas. Introduz a possi- -SE 1.287 ACIDENTES, MAIS 53 DO QUE NO ANO responsáveis pelo aumento bilidade dos candidatos à carta serem obrigados a realizarem do número de mortos e exames psicológicos, caso sejam recomendados na avaliação ANTERIOR. HOUVE SEIS MORTOS, MENOS CINCO acidentes no Ano Novo. médica ou determinados por decisão judicial ou administrati- MORTOS EM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO EM 2008 Carlos Barbosa recordou va. O mesmo documento prevê a criação de Centros de Ava- que as duas medidas liação Médica e Psicológica que deverão ter a regulamenta- aconteceram nos distritos de dos ex-militares da Brigada de foram decretadas pelo ex-ministro ção concluída em Abril. A decisão médica final, vinculativa e Aveiro, Braga, Castelo Branco, Trânsito da GNR” é muito grande. da Administração Interna obrigatória, pode ainda exigir outros exames e pareceres de Évora, Lisboa, Porto, Setúbal e “A sua carreira profissional e toda António Costa, quem considerou qualquer especialidade médica para fundamentar a decisão. Viseu. a sua identidade e conhecimento “moralmente responsável por A nova avaliação será realizada pelo Instituto da Mobilidade e Para o presidente da ACA-M, social foram desfeitas por diploma este aumento de acidentes e de dos Transportes Terrestres (IMTT).
  • 9. 2i | DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 superação “A minha loja tem sido um sucesso!” “MARAVILHOSO”... É COM ESTA EXPRESSÃO QUE ADÉLIA, HOJE EM DIA, QUALIFICA A VIDA QUE TEM E QUE ESTÁ LONGE DA REALIDADE QUE ELA SEMPRE CONHECEU  NILZA VAZ de me dar muito trabalho, para que nilza.redaccao@folhadeportugal.pt “ T tudo quanto apurar consiga oferecer rabalhava apenas quando como sacrifício’... este desejo nasceu de podia e, nos intervalos de mim, sem que ninguém me ordenasse, tempo, não fazia nada...”, simplesmente falaram-me da Fogueira revela Maria Adélia, que Santa e decidi participar”. Porém, a nunca conheceu a estabilidade sua atitude de fé depressa deu lugar à profissional na sua vida. A sua fúria, já que o trabalho não aparecia. incapacidade para trabalhar não se Contudo, um dia, ao passar numa rua, devia a um capricho seu ou falta de Adélia reparou numa loja que parecia vontade para o trabalho, estar para alugar. Tomou mas sim à doença que não novamente uma atitude, lhe permitia desempenhar tendo resolvido perguntar qualquer função. Capaz ABRI A LOJA ao dono se o espaço estava apenas de fazer coisas NO DIA 8 ou não disponível para pequenas em casa, aluguer. A resposta foi como bainhas de calças DE DEZEMBRO positiva, mas o valor ainda ou pequenos arranjos, E TEM SIDO não estava acordado entre Adélia estava longe de se ambos, todavia, Adélia sentir satisfeita ou sequer UM SUCESSO! já tinha determinado realizada com o rumo que O FLUXO DE com Deus a renda que a sua vida estava a tomar. desejava pagar. O senhorio “Queria mais, porque TRABALHO disse-me: “por ser para acho e achava que isso TEM SIDO TÃO ti faço a 250€!”. “Logo não chegava para viver GRANDE, QUE nesse dia tratei de fazer já que, para além desse o contrato de promessa escasso rendimento, só PEDI A DUAS de compra e venda e nos existia a reforma do meu COLEGAS dias seguintes da restante marido.” papelada. Abri a loja no MINHAS dia 8 de Dezembro e tem PONTO DE VIRAGEM QUE ME sido um sucesso! O fluxo A Fogueira Santa foi de trabalho tem sido tão encarada por Adélia AJUDASSEM grande, que pedi a duas como um dos pontos colegas minhas que me cruciais que poderiam ajudassem. E embora marcar a transformação ou não da já tenha acabado a época de festas, sua vida. Aceitou-a com entusiasmo, continuo a ter encomendas para muito FOTO: NILZA VAZ no entanto, havia uma preocupação: tempo! Participar na Fogueira Santa, “pensei e disse: ‘ó meu Deus, não de facto, superou todas as minhas tenho nada para te dar, por isso tens expetativas!” MARIA ADÉLIA
  • 10. reflexão DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 | 3i O CENTRO DE AJUDA ESPIRITUAL (IURD) NÃO COBRA: mensagem 1.Para realizar casamentos 21.Para manter a Fazenda BISPO EDIR MACEDO 2.Para realizar batizados Nova Canaã Depender (adultos) 22.Para a realização de cursos 3.Para dar aconselhamento informáticos matrimonial 23.Para aconselhar e apoiar 4.Para aconselhar e na escolha de uma carreira da fé acompanhar indivíduos profissional toxicodependentes 2 4 . P a r a a t e n d i m e n to 5.Para aconselhamento telefónico 24 horas pastoral 25.Para apoio a mulheres 6.Para participar na Santa vítimas de abusos Ceia 26.Para apoio e D 7Para a realização da unção aconselhamento a indivíduos com óleo dependentes alcoólicos 8.Para visitas ao domicílio 27.Para visitas a lares de epender da fé significa depender dependência de Deus. 9.Para visitas a doentes no terceira idade de Deus, ter os olhos espirituais A fé exige que sejamos perseverantes. Quando hospital 28.Para dar alimento aos sem- para enxergar o invisível. Por nos defrontamos com os problemas, o que é que 10.Para visitas a presidiários -abrigo isso, invista na sua fé mais do acontece? O diabo está a tentar chamar a nossa 11.Para distribuição de 29.Para apoio em catástrofes que na universidade, cultura ou atenção para que fiquemos perdidos e deixemos cestas básicas às famílias 30.Para a realização sabedoria. a fé de lado, para andar na dúvida. Na dúvida carenciadas de atividades lúdicas e O capítulo 21 de Génesis mostra claramente que seremos fracassados. 12.Para distribuição de desportivas com os jovens Deus abriu os olhos de Agar. Foi a partir dali que Quantas pessoas formadas e diplomadas vivem bens (roupas, mobílias, 31.Para aconselhamento e ela viu um poço de com depressão ? eletrodomésticos, etc.) a campanhas na prevenção do água que até então A Ciência tenta pessoas carenciadas HIV não tinha visto. O OS PROBLEMAS QUE explicar, muitos 13.Para acolher o Instituto 32 .Pelo transpor te de poço não tinha tomam remédios, Português do Sangue nas suas pessoas com dificuldades de sido feito naquele ENFRENTAMOS SÃO porém sabemos instalações para a doação de locomoção momento. Quando que a depressão sangue 33.Pelo estacionamento no MERAS OPORTUNIDADES se vive pela fé, tem-se é u m e s pí r ito 14.Para ajudar a manter o Lar de Idosos Universal parque da Igreja 34.Pelos Estudos Bíblicos a capacidade de PARA APRENDERMOS A demoníaco que faz enxergar o que os muitos viverem 24 15.Para a apresentação de realizados outros não vêem. VIVER NA DEPENDÊNCIA horas por dia com crianças (não batiza crianças, 35.Pela entrada e participação medo, ansiedade e Não há riqueza maior somente adultos) no Maior Congresso do que andar pela fé. DE DEUS preocupações. Quem 16.Para participar no Grupo Financeiro do País A pessoa consegue vive na dependência de Jovens "Força Jovem" 36.Pela realização de funerais ver Deus até nos problemas que enfrenta. “(...) da fé não tem esse tipo de problema porque há 17.Para a realização de 37.Pela distribuição do Óleo todas as coisas cooperam para o bem daqueles uma certeza absoluta dentro do seu coração, orações Santo de Israel 18.Para a entrada nas igrejas e 38.Pelos cursos de Teologia que amam a Deus, daqueles que são chamados de que Deus é com ele. Portanto, viva essa fé, participação nos cultos (IBURD) segundo o seu propósito” (Romanos 8.28). assuma-a e exercite-a. 19.Para a participação em 39.Pelos milagres que Os problemas que enfrentamos são meras Concentrações, em locais acontecem em todos os oportunidades para aprendermos a viver na Que Deus abençoe a todos abundantemente. como: Coliseu dos Recreios, Centros de Ajuda espalhados Pavilhão Rosa Mota, Estádios, pelo Mundo. Pavilhão Atlântico, etc. 20.Para ajudar a manter a Só ensina às pessoas a Sociedade “Pestallozi” (presta VERDADE. O dízimo, como assistência aos portadores da também as ofertas, são síndrome de Down) mandamentos bíblicos. PUB
  • 11. 4i | DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 Especial VÍGILIAS D Passagem de A Milhares de pessoas iniciaram 2010 na Igreja Universal  ISABEL BARBOSA isabel.redaccao@folhadeportugal.pt e pela aprendizagem adquirida T no ano que acabou. odos os anos, nos Iniciar um novo ano na templos da Igreja presença de Deus é muito mais Universal do Reino do que saudações e desejos de de Deus espalhados felicidade, muitos almejam a pelo Mundo, acontece a “Vigília direção para os novos caminhos Espanha da Virada”. Durante a noite de 31 de Dezembro, às 23h, uma reunião com muitas a serem trilhados e determinam quais as conquistas que irão orações foi realizada por bispos e pastores INICIAR O NOVO ANO em prol de todos NA PRESENÇA DE DEUS É aqueles que desejaram receber o novo ano BUSCAR DIREÇÃO PARA na presença de Deus. NOVOS PROJETOS Além das orações para um ano novo cheio de buscar. No decorrer desta vitórias, este foi o momento importante reunião também para agradecer por tudo de bom foi servida a Santa Ceia. VIGÍLIAS PORTUGAL AÇORES ALMADA AMADORA COIMBRA OUTROS PAÍSES CABO VERDE GUINÉ-BISSAU LUXEMBURGO
  • 12. AS DE ANO NOVO DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 | 5i Ano da década FOTOS: JOÃO FILIPE/CEDIDAS S. J. ESTORIL MERCÊS Templo Maior Lisboa FARO LEIRIA IMPÉRIO PORTO “...porque as primeiras coisas passaram... Eis que faço novas todas as coisas...” A 21.4-5 pocAlipse EUA NICARÁGUA FRANÇA
  • 13. 6i | DOMINGO 10 • JANEIRO • 2010 nacional LIBERTE-SE mensagem UM NOVO DA ESCRAVIDÃO! COMEÇO O Muitas são as pessoas que ainda vivem submetidas ao jugo de uma Ano Novo não começa quando doença, de uma dívida, de uma existência sem amor, enfim, presas a mudamos de data, mas sim quando uma vida sem qualquer sentido. Para elas, chegou a hora da mudança! saímos da opressão. Enquanto existir este obstáculo, viveremos a pode ver que a escravidão não é só um vida velha e Deus deseja que sejamos livres, na jugo físico, pois esta começa na mente”, qualidade de Pai não quer que dependa de nada e alertou o orador, Bp. Fernandes Araújo, nem de ninguém. no passado Encontro das Famílias. O que fazer para sair da opressão? Desde já, precisamos de sair da dependência do governo, da A FIDELIDADE nossa família, de tudo o que causa opressão, pois E AS PROMESSAS o ser humano não foi criado para ser dependente “Falai a toda congregação de Israel, de nada. Segundo as Escrituras, Deus manda o dizendo: Aos dez deste mês, cada um homem dominar três vezes, mas em nenhum tomará para si um cordeiro, segundo momento que fosse dominado. Ao ser dominado, FOTO: CEDIDA a casa dos pais, um cordeiro para cada automaticamente é oprimido, tirando-lhe o família” (Êx. 12.3). “Está na Palavra brilho, o prazer de viver, destruindo os seus CENTRO DE AJUDA ESPIRITUAL NO PORTO: de Deus, pois Ele é o mesmo que falou objetivos. Uma vida sem alvo não faz sentido. De Rua de S. Dinis, n.º 896 (antigo cinema Vale Formoso) com Moisés. E eu quero que essas facto, todos temos metas e estas são dadas por promessas se cumpram na minha vida, Deus para que a nossa vida tenha sentido e os  CARLA VAZ seu povo vivia no Egito. E o que era o elas têm que se tornar uma realidade. sonhos só podem ser realizados quando os seus carla.redaccao@folhadeportugal.pt “ D Egito? A terra da escravidão, onde este E nada melhor do que este ano, para projetos forem alcançados. isse o SENHOR a Moisés povo nem sequer conseguia perceber a que essas promessas se cumpram. Se (Êxodo 12.1) “Disse o SENHOR a Moisés e e a Arão na terra do força que tinha. Era na sua mente que Deus é o Senhor da sua vida, e você a Arão na terra do Egito”. Deus revelou que Egito: Este mês vos será o residia o seu maior problema, prova o considera, então você tem que existem muitas pessoas que continuam no Egito. principal dos meses; será disso é que, mesmo depois de terem colocá-Lo num lugar de destaque, onde E foi o que aconteceu com o povo de Deus, que o primeiro mês do ano” (Êxodo 12.1- saído do Egito, continuavam a dizer Ele venha a ser glorificado, através do sofreu oprimido durante 430 anos. -2). Quando Deus falou com Moisés, o que preferiam voltar para lá. “Você ato de fidelidade”, concluiu o orador. (Vers. 3)“Falai a toda a congregação de Israel”, ou seja, falar a toda a congregação, seja Fé vs Sentimentos quem for, não importa os sonhos que foram destruídos. É importante ouvir o que é dito e cabe a cada um continuar oprimido ou libertar-se. Trata-se de uma decisão pessoal, ouvir e obedecer “Os sentimentos são coração e foram enganados. “Porém, é a a Deus para ser livre. traiçoeiros, pois levam- Outros, por se deixarem fé que nos faz (Vers. 2) “Este mês vos será o principal dos -nos a tomar decisões levar pelos sentimentos, fortes, que nos meses; será o primeiro mês do ano.” Sendo este FOTO: CEDIDA erradas, causando aflição escolheram a pessoa torna resistentes o primeiro mês, terá a oportunidade de provar e sofrimento, deixam- errada para casar e hoje aos problemas se vai alcançar a realização dos seus sonhos. Isto, -nos fracos e fragilizados. estão a sofrer. Outros são e que nos ajuda CENTRO DE AJUDA fazendo um esforço, entregando-se, assumindo a Quantas pessoas, por tão influenciados pelos a rever ter ESPIRITUAL NA ALAMEDA: sua fé, como sinal de que Deus está em primeiro Alameda D. Afonso Henriques, se deixarem levar pelos sentimentos que quando situações que aos n.º 35 (antigo cinema Império) lugar. Tudo o que precisa para que os seus sentimentos, acabaram por enfrentam um problema olhos humanos objetivos sejam alcançados é que O inclua nos fracassar financeiramente, ficam deprimidos, perdem surgiriam como impossíveis. alcançar os nossos objetivos seus planos para que Ele possa Guiar os seus pois, ao invés de agirem o apetite e chegam até a Vivamos em 2010 pela fé e e termos sucesso em tudo o passos e, assim, levá-lo ao Caminho certo. O com profissionalismo, desejar a morte”, explicou o não pelos sentimentos, pois que fizermos”, rematou o povo sofreu por 430 anos e teve os seus pedidos deixaram-se levar pelo orador, Pr. Marco Mesquita. só assim conseguiremos orador. impedidos de serem alcançados mas hoje, estando no primeiro mês, tem a oportunidade de mostrar  ÉVORA  FUNCHAL a sua confiança ou desconfiança em Deus, fidelidade ou infidelidade, se Deus está realmente em primeiro ou em último lugar? (Êxodo 13.2) “...é meu”, Tudo é de Deus. Assim como os filhos não são seus, mas sim responsabilidade sua e, como pai, instrui, FOTOS: CEDIDAS dedica-os a Deus, para mais tarde se alegrar e também alegrar a Deus como Criador. Para tal, precisa de assumir a fé com inteligência, colocando Deus em primeiro lugar, para que A ENTREGA TOTAL: Recentemente, no CLAMAR A DEUS: Existem momentos na tenha os seus sonhos realizados por reconhecer Centro de Ajuda Espiritual em Évora, muitas foram as vida do ser humano em que este parece não conseguir que tudo é d’Ele. Se deseja ser independente de pessoas que escutaram a mensagem de fé que incidiu vislumbrar qualquer solução para os problemas que o tudo e de todos, tem que ser dependente de Deus, sobre a importância do novo nascimento, de abando- atormentam. É nessas alturas que é “obrigado” a tomar porque tudo é d’Ele. nar a velha criatura e os velhos hábitos, de morrer para uma decisão: acomoda-se à situação em que vive ou Faça a sua parte, ore, jejue como nunca o a carne e de nascer do espírito. Dispondo-se, em se- entrega-se a 100% nas mãos de Deus. Foi esta última fez, pois não é Deus que se coloca em primeiro guida, entregaram as suas vidas a Jesus, fazendo uma opção que muitas pessoas tomaram na Ilha da Madei- lugar, somos nós que O colocamos em primeiro aliança com Deus, tornando-se novas criaturas. ra, clamando ao Senhor por uma mudança de vida. lugar. Lembre-se que o Ano Novo não começa CENTRO DE AJUDA ESPIRITUAL EM ÉVORA: CENTRO DE AJUDA ESPIRITUAL NO FUNCHAL: com uma mudança de data, mas sim com uma Rua Fernanda Seno, nº 20, Bairro Horta das Figueiras Rua Brito Câmara, nº 32 (em frente aos Bombeiros Municipais) mudança de atitude.