SlideShare uma empresa Scribd logo
Fluxos de energia
Fluxo de Energia nos Ecossistemas   Todos os organismos requerem energia para se manterem vivos, para crescerem, para se reproduzirem e, no caso de muitas espécies, para se movimentarem. Os consumidores usam a energia química que está acumulada nas substâncias orgânicas que utilizam na alimentação. Daí resulta um  fluxo de energia   que, partindo do Sol, atinge todos os níveis  tróficos  dos ecossistemas.
 
Parte da energia da presa não é assimilada pelo predador, que corresponde ao material não digerível que será disponibilizado para os  decompositores . A eficiência da transferência de energia entre níveis tróficos também é reduzida devido a táticas de fuga da presa, ou de defesas químicas das plantas. Cada organismo consome boa parte de sua energia disponível em suas próprias atividades metabólicas, reduzindo a quantidade de energia disponível para os níveis tróficos superiores. Outra parte da energia de um sistema é simplesmente dissipada na forma de calor.
Biomassa Do ponto de vista da geração de energia, o termo  biomassa  abrange os derivados recentes de organismos vivos utilizados como  combustíveis  ou para a sua produção. Do ponto de vista da ecologia,  biomassa  é a quantidade total de matéria viva existente num ecossistema ou numa população  animal  ou vegetal. Os dois conceitos estão, portanto, interligados, embora sejam diferentes  Este tipo de gráfico expressa a quantidade de matéria orgânica acumulada em cada nível trófico da cadeia alimentar. C2º - homem 80kg  C1º - bezerro 250kg  P - feno 1T
Pirâmide de energia A pirâmide de energia expressa a quantidade de energia acumulada em cada nível da cadeia alimentar. C2º - criança 8,3 kcal C1º- bezerro 1.190 kcal  P- alfafa 14.900 kca O fluxo decrescente de energia da cadeia alimentar justifica o fato de a pirâmide apresentar o vértice voltado para cima. O comprimento do retângulo (tamanho das palavras) indica o conteúdo energético presente em cada elo da cadeia. Estima-se que cada nível trófico transfira apenas 10% da capacidade energética para o nível trófico seguinte
Pirâmide dos números A pirâmide de número expressa a quantidade de indivíduos presente em cada nível trófico da cadeia alimentar C2º - 30 sapos  C1º - 700 gafanhotos  P - 5.000 plantas de capim
C2º - 20 pássaros  C1º- 700 lagartas  P - 1 árvore   Como o número de indivíduos diminui ao longo dos sucessivos elos de uma cadeia alimentar, a pirâmide de numero é representada com o vértice voltado para cima. Entretanto, existem inúmeros exemplos que contrariam esse fato .
Produtividades A produtividade primária  pode ser definida em ecologia como o rendimento da conversão da energia radiante em  substâncias orgânicas . Isto é, a produção primária designa a quantidade de matéria orgânica que é produzida pelos  organismos autotróficos  a partir da energia solar (organismos fotossintéticos) ou da energia química (quimiossintéticos). A produção primária bruta  designa a razão a que a energia solar é convertida em energia potencial de biomassa; A produção primária liquida  designa a taxa de armazenamento da matéria orgânica nos tecidos Produtividade Secundária As substâncias orgânicas que os heterotróficos usam na sua alimentação são, em parte, utilizadas na produção das suas próprias substâncias e incorporadas na sua biomassa. A quantidade de substâncias orgânicas alimentares incorporadas pelos heterotróficos, durante um determinado período de tempo, constitui a produção secundária.
Alimentos Alimentos  são todas as substâncias utilizadas pelos animais como fontes de matéria e energia para poderem realizar as suas funções vitais, incluindo o crescimento, movimento, reprodução, etc. Para o homem, a alimentação inclui ainda várias substâncias que não são necessárias para as funções biológicas, mas que fazem parte da cultura, como as bebidas com álcool, refrigerantes ou outros compostos químicos  psicotrópicos , os temperos, vários corantes usados nos alimentos, etc.
Alimentos provenientes de vegetais Cereais-  incluindo cevada, milho, aveia, arroz, centeio, trigo, ou seus derivados, tais como cuscuz, massa, pão, etc.  Açúcar   Frutas  e seus derivados, como sumos, vinhos, etc.  Legumes-  incluindo feijão, ervilha, lentilha Nozes  Especiarias-  veja também  lista de especiarias   Hortaliças   Cogumelos Ervas medicinais   Chá
Alimentos provenientes de animais Leite e seus derivados , incluindo manteiga, queijo, iogurte e outros produtos;  Ovos  de aves e também as ovas de peixe e o caviar;  Insetos  (em algumas culturas);  Mel   Carne de  mamíferos , como  vaca ,  cabra , cavalo, canguru, carneiro, porco e seus derivados, incluindo sangue, chouriço,  lingüiça , e outros;  Carne de aves  domésticas e de caça, incluindo galinha, peru, pato, ganso,  pombo , avestruz, ema, galinhola, faisão, codorna e muitas outras;  Produtos aquáticos , incluindo peixes, como salmão e tilápia, e  mariscos  como o camarão e outros crustáceos, amêijoa e outros  moluscos ;  Caracóis  e outros  gastrópodes .
Ecossistema Ecossistema terrestre Todo o ambiente natural, como uma floresta, um bosque, um prado ou um simples tronco de árvore, apresenta características próprias bem definidas, determinadas pelos fatores físicos e químicos que o caracterizam e pelos seres vivos que povoam esse ambiente Ecossistema Aquático  Os ecossistemos aquáticos são, em, termos de funcionamento, semelhantes aos ecossistemas terrestres, tendo como principal diferença a percentagem de água (que naqueles casos é de 100%). Sendo assim, algumas características são variáveis, como por exemplo, a fauna (peixes, em particular), a salinidade, a luminosidade, a distância da costa e a profundidade.
 
Fim Nomes: Suzane Oliveira, Tanara Garcia Turma:311 Pesquisas feitas pelo google.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicasFluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
Silvana Sanches
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
Gabriela de Lima
 
aula ecologia fluxo de energia nos ecossistemas.
aula ecologia fluxo de energia nos ecossistemas.aula ecologia fluxo de energia nos ecossistemas.
aula ecologia fluxo de energia nos ecossistemas.
Allef B. Santos
 
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemasFluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Fluxo de matéria e energia
Fluxo de matéria e energiaFluxo de matéria e energia
Fluxo de matéria e energia
Jonathan Nóbrega
 
Fluxo de matéria e energia[1]
Fluxo de matéria e energia[1]Fluxo de matéria e energia[1]
Fluxo de matéria e energia[1]
Roberto Bagatini
 
Fluxos de energia e ciclo de matéria ii
Fluxos de energia e ciclo de matéria iiFluxos de energia e ciclo de matéria ii
Fluxos de energia e ciclo de matéria ii
Cristina Vitória
 
Cadeia e rede alimentar
Cadeia e rede alimentarCadeia e rede alimentar
Cadeia e rede alimentar
marinadapieve
 
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
Teresa Monteiro
 
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
s1lv1alouro
 
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemasFluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Leonardo Alves
 
Cadeias alimentares
Cadeias alimentares Cadeias alimentares
Cadeias alimentares
Bianca Lima
 
Fluxo de energia
Fluxo de energia Fluxo de energia
Fluxo de energia
Rita Galrito
 
Fluxo de energia e ciclo da matéria
Fluxo de energia e ciclo da matériaFluxo de energia e ciclo da matéria
Fluxo de energia e ciclo da matéria
Carlos Priante
 
Seminário "
Seminário "Seminário "
Seminário "
Leandro Amorim
 
Fluxo energia e ciclo de matéria
Fluxo energia e ciclo de matériaFluxo energia e ciclo de matéria
Fluxo energia e ciclo de matéria
Isabel Lopes
 
Aula 8º ano fluxo de energia
Aula 8º ano fluxo de energiaAula 8º ano fluxo de energia
Aula 8º ano fluxo de energia
Liliane Morgado
 
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemasFluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Tia Fátima Assis Lepesqueur
 
Fluxo De Energia E Ciclo De MatéRia
Fluxo De Energia E Ciclo De MatéRiaFluxo De Energia E Ciclo De MatéRia
Fluxo De Energia E Ciclo De MatéRia
8ºC
 

Mais procurados (19)

Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicasFluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
 
aula ecologia fluxo de energia nos ecossistemas.
aula ecologia fluxo de energia nos ecossistemas.aula ecologia fluxo de energia nos ecossistemas.
aula ecologia fluxo de energia nos ecossistemas.
 
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemasFluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e de energia nos ecossistemas
 
Fluxo de matéria e energia
Fluxo de matéria e energiaFluxo de matéria e energia
Fluxo de matéria e energia
 
Fluxo de matéria e energia[1]
Fluxo de matéria e energia[1]Fluxo de matéria e energia[1]
Fluxo de matéria e energia[1]
 
Fluxos de energia e ciclo de matéria ii
Fluxos de energia e ciclo de matéria iiFluxos de energia e ciclo de matéria ii
Fluxos de energia e ciclo de matéria ii
 
Cadeia e rede alimentar
Cadeia e rede alimentarCadeia e rede alimentar
Cadeia e rede alimentar
 
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
 
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
 
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemasFluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
 
Cadeias alimentares
Cadeias alimentares Cadeias alimentares
Cadeias alimentares
 
Fluxo de energia
Fluxo de energia Fluxo de energia
Fluxo de energia
 
Fluxo de energia e ciclo da matéria
Fluxo de energia e ciclo da matériaFluxo de energia e ciclo da matéria
Fluxo de energia e ciclo da matéria
 
Seminário "
Seminário "Seminário "
Seminário "
 
Fluxo energia e ciclo de matéria
Fluxo energia e ciclo de matériaFluxo energia e ciclo de matéria
Fluxo energia e ciclo de matéria
 
Aula 8º ano fluxo de energia
Aula 8º ano fluxo de energiaAula 8º ano fluxo de energia
Aula 8º ano fluxo de energia
 
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemasFluxo de matéria e energia nos ecossistemas
Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas
 
Fluxo De Energia E Ciclo De MatéRia
Fluxo De Energia E Ciclo De MatéRiaFluxo De Energia E Ciclo De MatéRia
Fluxo De Energia E Ciclo De MatéRia
 

Destaque

Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energia
Catir
 
fluxo de energia nos ecossistemas
fluxo de energia nos ecossistemasfluxo de energia nos ecossistemas
fluxo de energia nos ecossistemas
lpmir
 
Pirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicasPirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicas
Pelo Siro
 
Fluxo de energia e circulação de matéria nos ecossistemas
Fluxo de energia e circulação de matéria nos ecossistemasFluxo de energia e circulação de matéria nos ecossistemas
Fluxo de energia e circulação de matéria nos ecossistemas
isabelalexandrapinto
 
Aula 4 ciclos biogeoquímicos i
Aula 4   ciclos biogeoquímicos iAula 4   ciclos biogeoquímicos i
Aula 4 ciclos biogeoquímicos i
Grupo UNIASSELVI
 
Cap 03 a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
Cap 03   a transferência de energia e de matéria num ecossistema.Cap 03   a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
Cap 03 a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
rafaelcef3
 
Ciclo do oxigênio
Ciclo do oxigênioCiclo do oxigênio
Ciclo do oxigênio
Neiissa
 
PiráMides EcolóGicas
PiráMides EcolóGicasPiráMides EcolóGicas
PiráMides EcolóGicas
Aranzazu
 
Fluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matériaFluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matéria
anacrmachado
 
Ciclo Do OxigêNio
Ciclo Do OxigêNioCiclo Do OxigêNio
Ciclo Do OxigêNio
ecsette
 
Relações Tróficas entre os seres vivos
Relações Tróficas entre os seres vivosRelações Tróficas entre os seres vivos
Relações Tróficas entre os seres vivos
jorgemendes04
 
Ciclo do carbono
Ciclo do carbonoCiclo do carbono
Ciclo do carbono
rezendethor
 
Pirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicasPirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicas
koala69panda
 
Distribuição eletrônica
Distribuição eletrônica  Distribuição eletrônica
Distribuição eletrônica
Karol Maia
 
O Ciclo Do Carbono
O Ciclo Do CarbonoO Ciclo Do Carbono
O Ciclo Do Carbono
dulcemarr
 
Ciclo do oxigênio
Ciclo do oxigênioCiclo do oxigênio
Ciclo do oxigênio
Samuelson Brito
 
Ciclo Do Azoto
Ciclo Do AzotoCiclo Do Azoto
Ciclo Do Azoto
dulcemarr
 
Ciclo do carbono
Ciclo do carbonoCiclo do carbono
Ciclo do carbono
Gabriela de Lima
 
Poríferos e Cnidários
Poríferos e CnidáriosPoríferos e Cnidários
Poríferos e Cnidários
Rhayana
 
Fluxos de energia e ciclo de matéria i
Fluxos de energia e ciclo de matéria iFluxos de energia e ciclo de matéria i
Fluxos de energia e ciclo de matéria i
Cristina Vitória
 

Destaque (20)

Fluxo de energia
Fluxo de energiaFluxo de energia
Fluxo de energia
 
fluxo de energia nos ecossistemas
fluxo de energia nos ecossistemasfluxo de energia nos ecossistemas
fluxo de energia nos ecossistemas
 
Pirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicasPirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicas
 
Fluxo de energia e circulação de matéria nos ecossistemas
Fluxo de energia e circulação de matéria nos ecossistemasFluxo de energia e circulação de matéria nos ecossistemas
Fluxo de energia e circulação de matéria nos ecossistemas
 
Aula 4 ciclos biogeoquímicos i
Aula 4   ciclos biogeoquímicos iAula 4   ciclos biogeoquímicos i
Aula 4 ciclos biogeoquímicos i
 
Cap 03 a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
Cap 03   a transferência de energia e de matéria num ecossistema.Cap 03   a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
Cap 03 a transferência de energia e de matéria num ecossistema.
 
Ciclo do oxigênio
Ciclo do oxigênioCiclo do oxigênio
Ciclo do oxigênio
 
PiráMides EcolóGicas
PiráMides EcolóGicasPiráMides EcolóGicas
PiráMides EcolóGicas
 
Fluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matériaFluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matéria
 
Ciclo Do OxigêNio
Ciclo Do OxigêNioCiclo Do OxigêNio
Ciclo Do OxigêNio
 
Relações Tróficas entre os seres vivos
Relações Tróficas entre os seres vivosRelações Tróficas entre os seres vivos
Relações Tróficas entre os seres vivos
 
Ciclo do carbono
Ciclo do carbonoCiclo do carbono
Ciclo do carbono
 
Pirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicasPirâmides ecológicas
Pirâmides ecológicas
 
Distribuição eletrônica
Distribuição eletrônica  Distribuição eletrônica
Distribuição eletrônica
 
O Ciclo Do Carbono
O Ciclo Do CarbonoO Ciclo Do Carbono
O Ciclo Do Carbono
 
Ciclo do oxigênio
Ciclo do oxigênioCiclo do oxigênio
Ciclo do oxigênio
 
Ciclo Do Azoto
Ciclo Do AzotoCiclo Do Azoto
Ciclo Do Azoto
 
Ciclo do carbono
Ciclo do carbonoCiclo do carbono
Ciclo do carbono
 
Poríferos e Cnidários
Poríferos e CnidáriosPoríferos e Cnidários
Poríferos e Cnidários
 
Fluxos de energia e ciclo de matéria i
Fluxos de energia e ciclo de matéria iFluxos de energia e ciclo de matéria i
Fluxos de energia e ciclo de matéria i
 

Semelhante a Fluxo de energia

Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Particular
 
Cadeias Alimentares
Cadeias AlimentaresCadeias Alimentares
Cadeias Alimentares
profatatiana
 
Aula 3
Aula 3Aula 3
Aula 3
Pedro .
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Leandro Amorim
 
Ecologia Cida
Ecologia CidaEcologia Cida
Ecologia Cida
guest81df6e
 
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]
Leonardo Alves
 
Fluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matériaFluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matéria
adelinacgomes
 
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02
helder raposo
 
Cadeia alimentar
Cadeia alimentarCadeia alimentar
Cadeia alimentar
Adrianne Mendonça
 
Cadeia Teia E PirâMides
Cadeia Teia E PirâMidesCadeia Teia E PirâMides
Cadeia Teia E PirâMides
Sérgio Luiz
 
ecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptxecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptx
rafaelbrandao22
 
3S Ecologia 2014
3S Ecologia 20143S Ecologia 2014
3S Ecologia 2014
Ionara Urrutia Moura
 
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentares
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentaresFicha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentares
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentares
Angela Boucinha
 
Aula 2.2_Energia e Produção Animal.pdf
Aula 2.2_Energia e Produção Animal.pdfAula 2.2_Energia e Produção Animal.pdf
Aula 2.2_Energia e Produção Animal.pdf
PapelariaEnest
 
Relações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.pptRelações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.ppt
LarissiFial
 
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptxresumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
MarcelinoAraujo3
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
Andrea Barreto
 
03 ecologia relacoes troficas
03 ecologia   relacoes troficas03 ecologia   relacoes troficas
03 ecologia relacoes troficas
rommel andrade
 
Ecologia é uma ciência
Ecologia é uma ciênciaEcologia é uma ciência
Ecologia é uma ciência
Ivan Santana
 
BIOLOGIA3ANOFABIANA.ppt
BIOLOGIA3ANOFABIANA.pptBIOLOGIA3ANOFABIANA.ppt
BIOLOGIA3ANOFABIANA.ppt
mariabonfim11
 

Semelhante a Fluxo de energia (20)

Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Cadeias Alimentares
Cadeias AlimentaresCadeias Alimentares
Cadeias Alimentares
 
Aula 3
Aula 3Aula 3
Aula 3
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Ecologia Cida
Ecologia CidaEcologia Cida
Ecologia Cida
 
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]
 
Fluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matériaFluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matéria
 
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02
 
Cadeia alimentar
Cadeia alimentarCadeia alimentar
Cadeia alimentar
 
Cadeia Teia E PirâMides
Cadeia Teia E PirâMidesCadeia Teia E PirâMides
Cadeia Teia E PirâMides
 
ecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptxecossistema 1 ano.pptx
ecossistema 1 ano.pptx
 
3S Ecologia 2014
3S Ecologia 20143S Ecologia 2014
3S Ecologia 2014
 
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentares
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentaresFicha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentares
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentares
 
Aula 2.2_Energia e Produção Animal.pdf
Aula 2.2_Energia e Produção Animal.pdfAula 2.2_Energia e Produção Animal.pdf
Aula 2.2_Energia e Produção Animal.pdf
 
Relações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.pptRelações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.ppt
 
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptxresumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
resumo de ppt para cadeia-alimentar.pptx
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
 
03 ecologia relacoes troficas
03 ecologia   relacoes troficas03 ecologia   relacoes troficas
03 ecologia relacoes troficas
 
Ecologia é uma ciência
Ecologia é uma ciênciaEcologia é uma ciência
Ecologia é uma ciência
 
BIOLOGIA3ANOFABIANA.ppt
BIOLOGIA3ANOFABIANA.pptBIOLOGIA3ANOFABIANA.ppt
BIOLOGIA3ANOFABIANA.ppt
 

Fluxo de energia

  • 2. Fluxo de Energia nos Ecossistemas Todos os organismos requerem energia para se manterem vivos, para crescerem, para se reproduzirem e, no caso de muitas espécies, para se movimentarem. Os consumidores usam a energia química que está acumulada nas substâncias orgânicas que utilizam na alimentação. Daí resulta um fluxo de energia que, partindo do Sol, atinge todos os níveis tróficos dos ecossistemas.
  • 3.  
  • 4. Parte da energia da presa não é assimilada pelo predador, que corresponde ao material não digerível que será disponibilizado para os decompositores . A eficiência da transferência de energia entre níveis tróficos também é reduzida devido a táticas de fuga da presa, ou de defesas químicas das plantas. Cada organismo consome boa parte de sua energia disponível em suas próprias atividades metabólicas, reduzindo a quantidade de energia disponível para os níveis tróficos superiores. Outra parte da energia de um sistema é simplesmente dissipada na forma de calor.
  • 5. Biomassa Do ponto de vista da geração de energia, o termo biomassa abrange os derivados recentes de organismos vivos utilizados como combustíveis ou para a sua produção. Do ponto de vista da ecologia, biomassa é a quantidade total de matéria viva existente num ecossistema ou numa população animal ou vegetal. Os dois conceitos estão, portanto, interligados, embora sejam diferentes Este tipo de gráfico expressa a quantidade de matéria orgânica acumulada em cada nível trófico da cadeia alimentar. C2º - homem 80kg C1º - bezerro 250kg P - feno 1T
  • 6. Pirâmide de energia A pirâmide de energia expressa a quantidade de energia acumulada em cada nível da cadeia alimentar. C2º - criança 8,3 kcal C1º- bezerro 1.190 kcal P- alfafa 14.900 kca O fluxo decrescente de energia da cadeia alimentar justifica o fato de a pirâmide apresentar o vértice voltado para cima. O comprimento do retângulo (tamanho das palavras) indica o conteúdo energético presente em cada elo da cadeia. Estima-se que cada nível trófico transfira apenas 10% da capacidade energética para o nível trófico seguinte
  • 7. Pirâmide dos números A pirâmide de número expressa a quantidade de indivíduos presente em cada nível trófico da cadeia alimentar C2º - 30 sapos C1º - 700 gafanhotos P - 5.000 plantas de capim
  • 8. C2º - 20 pássaros C1º- 700 lagartas P - 1 árvore Como o número de indivíduos diminui ao longo dos sucessivos elos de uma cadeia alimentar, a pirâmide de numero é representada com o vértice voltado para cima. Entretanto, existem inúmeros exemplos que contrariam esse fato .
  • 9. Produtividades A produtividade primária pode ser definida em ecologia como o rendimento da conversão da energia radiante em substâncias orgânicas . Isto é, a produção primária designa a quantidade de matéria orgânica que é produzida pelos organismos autotróficos a partir da energia solar (organismos fotossintéticos) ou da energia química (quimiossintéticos). A produção primária bruta designa a razão a que a energia solar é convertida em energia potencial de biomassa; A produção primária liquida designa a taxa de armazenamento da matéria orgânica nos tecidos Produtividade Secundária As substâncias orgânicas que os heterotróficos usam na sua alimentação são, em parte, utilizadas na produção das suas próprias substâncias e incorporadas na sua biomassa. A quantidade de substâncias orgânicas alimentares incorporadas pelos heterotróficos, durante um determinado período de tempo, constitui a produção secundária.
  • 10. Alimentos Alimentos são todas as substâncias utilizadas pelos animais como fontes de matéria e energia para poderem realizar as suas funções vitais, incluindo o crescimento, movimento, reprodução, etc. Para o homem, a alimentação inclui ainda várias substâncias que não são necessárias para as funções biológicas, mas que fazem parte da cultura, como as bebidas com álcool, refrigerantes ou outros compostos químicos psicotrópicos , os temperos, vários corantes usados nos alimentos, etc.
  • 11. Alimentos provenientes de vegetais Cereais- incluindo cevada, milho, aveia, arroz, centeio, trigo, ou seus derivados, tais como cuscuz, massa, pão, etc. Açúcar Frutas e seus derivados, como sumos, vinhos, etc. Legumes- incluindo feijão, ervilha, lentilha Nozes Especiarias- veja também lista de especiarias Hortaliças Cogumelos Ervas medicinais Chá
  • 12. Alimentos provenientes de animais Leite e seus derivados , incluindo manteiga, queijo, iogurte e outros produtos; Ovos de aves e também as ovas de peixe e o caviar; Insetos (em algumas culturas); Mel Carne de mamíferos , como vaca , cabra , cavalo, canguru, carneiro, porco e seus derivados, incluindo sangue, chouriço, lingüiça , e outros; Carne de aves domésticas e de caça, incluindo galinha, peru, pato, ganso, pombo , avestruz, ema, galinhola, faisão, codorna e muitas outras; Produtos aquáticos , incluindo peixes, como salmão e tilápia, e mariscos como o camarão e outros crustáceos, amêijoa e outros moluscos ; Caracóis e outros gastrópodes .
  • 13. Ecossistema Ecossistema terrestre Todo o ambiente natural, como uma floresta, um bosque, um prado ou um simples tronco de árvore, apresenta características próprias bem definidas, determinadas pelos fatores físicos e químicos que o caracterizam e pelos seres vivos que povoam esse ambiente Ecossistema Aquático Os ecossistemos aquáticos são, em, termos de funcionamento, semelhantes aos ecossistemas terrestres, tendo como principal diferença a percentagem de água (que naqueles casos é de 100%). Sendo assim, algumas características são variáveis, como por exemplo, a fauna (peixes, em particular), a salinidade, a luminosidade, a distância da costa e a profundidade.
  • 14.  
  • 15. Fim Nomes: Suzane Oliveira, Tanara Garcia Turma:311 Pesquisas feitas pelo google.