SlideShare uma empresa Scribd logo
Finanças.pptx
FINANÇAS CORPORATIVAS
Finanças corporativas é o estudo em torno da tomada de decisão financeira por parte
das empresas.
Essa tomada de decisão se centra em torno de 3 áreas do gerenciamento financeiro:
*Orçamento de Capital: relacionado aos investimentos de longo prazo.
*Estrutura de Capital: relacionado ao financiamento de longo prazo.
*Gerenciamento do Capital de Giro: relacionado ao gerenciamento dos ativos de curto prazo.
O queé orçamento de capital?
● *Orçamentode capital éo processo emque as empresasavaliam, classificam eselecionam investimentos
delongo prazo que envolvemgrande volumede capital.
● *Tal processovisa quantificar os recursosa seremempregadosemensuraros riscosenvolvidos emcada
alternativade investimento,com o objetivo de analisar seo investimentovaiobter retornoe se vai
aumentar ou reduzira riqueza da empresa.
● *Basicamente,o orçamento de capital visa responderdois questionamentos:
● – O projetode investimento é atrativo, isto é, tal projeto criavalor para a empresa?
– Dentreas opções de investimentodisponíveis, qual (is) devoescolher?
● Assim,é possível encontrar asmelhoresalternativasde investimento,ou seja, aquelas que aumentam o
valor da empresa.
O que é estrutura de capital?
A estrutura de capital é a denominação usada para descrever a combinação que as companhias fazem dos
diferentes tipos de recursos que a formam.
De forma básica, uma empresa é composta por duas variações de capital: o capital oriundo do investimento dos
sócios (o capital social) e o capital oriundo de terceiros (como as dívidas e financiamentos). Cada um deles
possui as suas próprias características, assim como um custo, tributos e disponibilidade distintas.
A estrutura de capital pode ser encontrada no próprio Balanço patrimonial da empresa, com a somatória
do capital social e do passivo não-circulante (conforme a descrição contábil mais aceita). Ela pode variar de
acordo com os atributos da organização (tamanho, lucratividade, entre outros).
Na prática, isso garante que cada uma possa compor a sua própria estrutura de capital de forma personalizada,
usando mais ou menos capital próprio (ou de terceiros) para viabilizar as atividades empresariais.
Isso mesmo: a estrutura de capital também faz parte das estratégias de uma companhia
Investimentos financeiros são operações de compra e
venda de ativos. O objetivo é repor o valor de compra,
além de obter lucro na operação. Poderíamos dizer que
o objetivo de investimentos financeiros é fazer que “o
dinheiro faça mais dinheiro”.
O que são investimentos financeiros?
Investimentos financeiros em renda fixa
● Quando uma pessoa investe em renda fixa, ela está emprestando dinheiro ao
emissor do título. Por sua vez, o emissor pagará ao investidor um certa
quantia de juros.
● Em resumo, se baseiam em “acordos” entre investidores e emissores de
títulos. Assim, os investimentos financeiros em renda fixa têm certa garantia
de retornar juros após um determinado período.
● Nos casos de títulos pré-fixados, os juros são definidos no momento que o
investimento for firmado. Por exemplo, um título que paga 7% ao ano.
● Quando o título é pós-fixados, a taxa de juros é vinculada a algum índice.
Os índices mais utilizados no mercado são o Certificado de Depósito
Intermediário (CDI), representando a curva de juros e o Índice de Preços ao
Consumidor Amplo (IPCA), representando a inflação.
Em relação à emissão, temos basicamente três
grandes emissores de títulos de renda fixa. Veja a
seguir.
As grandes empresas privadas como
emissoras
Para determinadas finalidades de expansão,
grandes empresas podem recorrer “ao
mercado” e aos investimentos
financeiros.
A empresa pode emitir debêntures, que
representam títulos de crédito de uma
dívida. Na prática, investindo em uma
debênture o investidor está
emprestando o próprio dinheiro para a
empresa emissora do título que utilizará o
dinheiro para financiar sua expansão.
Investimentos em renda variável
Ativos de renda variável são aqueles cuja
remuneração não pode ser dimensionada no
momento da aplicação. Por isso mesmo,
podem variar positiva ou negativamente de
acordo com as expectativas do mercado.
O investidor de renda variável acredita que está
comprando um ativo mais barato do que ele
acha que vai conseguir vender no futuro.
Reforço: “ele acha”.
As ações são as parcelas que compõem o capital social de uma empresa.
Ou seja, são as mínimas unidades de títulos emitidas por sociedades
anônimas.
Esse é o motivo pelo qual o valor delas sempre varia: o mercado está
sempre “precificando” o valor de uma empresa de acordo com o que
acontece com ela — resultados comerciais, por exemplo — e com o cenário
econômico em geral. O preço do petróleo, por exemplo, é algo que afeta
muitos mercados.
Quando um investidor compra uma ação, ele se torna sócio da empresa
que a emitiu.
As commodities correspondem a produtos de
qualidade e características uniformes, que não
são diferenciados de acordo com quem os
produziu ou sua origem, sendo seu preço
determinado pela oferta e procura internacional.
Basicamente, são todas as matérias-primas
essenciais que possuem baixo nível de
industrialização.
Tanto é que as commodities negociadas na
bolsa são, principalmente, relacionadas ao
agronegócio (café, soja, açúcar, boi gordo,
etanol, entre outros) e a indústria de extração
de minérios. Neste último caso, o minério de
ferro é o exemplo mais famoso.
Moedas estrangeiras negociadas
internacionalmente estão sempre variando. Por
esse motivo, o investidor que acredita que
consegue prever essa oscilação pode ganhar
dinheiro apostando na volatilidade. Por isso
compra quando a moeda estiver em baixa e
revende quando a moeda estiver em alta.
Mas as opções de investimentos não terminam
aqui. Porque além dessas opções de renda fixa
e renda variável, hoje em dia o investidor
brasileiro tem a disposição um grande leque de
fundos de investimentos.
As Instituições Financeiras são responsáveis pela
captação de recursos e concessão de crédito na
sociedade. Além disso, atuam na intermediação da
compra e venda de valores mobiliários.
Essas instituições possuem um papel fundamental
no Sistema Financeiro Nacional, contribuindo para o
desenvolvimento da economia nacional. Em
resumo, as Instituições Financeiras possuem como
principal objetivo a captação de recursos dos
agentes superavitários visando emprestá-los aos
agentes deficitários.
Instituições financeiras
Quais são as principais Instituições
Financeiras presentes no Brasil?
Os Bancos Comerciais são instituições
financeiras bancárias que atendem à
demanda por crédito de tomadores de
recursos e às expectativas de
aplicações de agentes poupadores. Na
maioria dos casos, realizam operações
de curto prazo.
Esses bancos também podem oferecer
fundos de investimento e títulos de
capitalização, podendo ser privados ou
públicos. Além dessas atividades,
essas instituições também podem
oferecer os seguintes serviços:
• Aluguel de cofres;
• Cartão de crédito;
• Cobranças,
mediante comissão;
• Crédito imobiliário,
pessoal e rural;
• Cheque especial;
• Custódia de valores;
• Desconto de títulos;
• Transferências de
fundos;
• Recebimento de
impostos e tarifas
públicas;
• Serviços de câmbio.
Banco Central do Brasil
Bancos de investimentos são instituições
financeiras privadas constituídas sob a
forma de sociedade anônima. Essas
instituições são especializadas em
operações estruturadas para empresas.
Essas operações podem envolver a
participação acionária ou societária em
empresas, ou financiamentos, a médio e
longo prazo. Esses bancos permitem que
pessoas físicas ou jurídicas apliquem
dinheiro em diversas modalidades,
como CDB, Letras de Crédito, Letras de
Câmbio e ações, por exemplo.
Os Bancos de Investimento não possuem
contas correntes e captam seus recursos a
partir de depósitos a prazo, repasses de
Bancos Múltiplos
Os Bancos Múltiplos são instituições financeiras
que possuem como objetivo a intermediação à
circulação de recursos entre investidores e
tomadores de empréstimos. Essa instituição
presta serviços diversos de operações ativas,
passivas e acessórias, operando nas carteiras de
diversas outras instituições financeiras.
Banco de Investimento
OBRIGADO
PELA
ATENÇÃO DE
TODOS !!!

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Finanças.pptx

Leitura investimentos
Leitura investimentosLeitura investimentos
Leitura investimentos
Dione Sousa
 
Mercado%20 financeiro
Mercado%20 financeiroMercado%20 financeiro
Mercado%20 financeiro
Envilian Pires
 
Solidus Educacional
Solidus EducacionalSolidus Educacional
Solidus Educacional
Corretora Solidus
 
Atps analise de credito em risco de investimento
Atps analise de credito em risco de investimentoAtps analise de credito em risco de investimento
Atps analise de credito em risco de investimento
Rosangela Santos
 
Mercado financeiro vs instituições financeiras
Mercado financeiro vs instituições financeirasMercado financeiro vs instituições financeiras
Mercado financeiro vs instituições financeiras
Universidade Pedagogica
 
Finanças - Poupanças e Fundos
Finanças - Poupanças e FundosFinanças - Poupanças e Fundos
Finanças - Poupanças e Fundos
diogopublio
 
Intermediação Financeira 1
Intermediação Financeira   1Intermediação Financeira   1
Intermediação Financeira 1
Juliana Costa Ferreira
 
Atps analise de investimento
Atps analise de investimentoAtps analise de investimento
Atps analise de investimento
Mai Reginato
 
Microsoft word cartilha - bolsa.doc - adriana
Microsoft word   cartilha - bolsa.doc - adrianaMicrosoft word   cartilha - bolsa.doc - adriana
Microsoft word cartilha - bolsa.doc - adriana
marcello_mhc
 
Slide mercado financeiros e investimentos
Slide mercado financeiros e investimentosSlide mercado financeiros e investimentos
Slide mercado financeiros e investimentos
WilliamDaSilvaPeixin
 
Onde investir em 2012
Onde investir em 2012Onde investir em 2012
Onde investir em 2012
Eugênio Invest
 
Guia descomplicado para investir com segurança e rentabilidade
Guia descomplicado para investir com segurança e rentabilidadeGuia descomplicado para investir com segurança e rentabilidade
Guia descomplicado para investir com segurança e rentabilidade
Renato Borges
 
Como investir-na-bolsa-de-valores
Como investir-na-bolsa-de-valoresComo investir-na-bolsa-de-valores
Como investir-na-bolsa-de-valores
Edson Sousa
 
Termos Técnicos e definições do Mercado Financeiro
Termos Técnicos e definições do Mercado FinanceiroTermos Técnicos e definições do Mercado Financeiro
Termos Técnicos e definições do Mercado Financeiro
Grupo Shield
 
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EAD-1ª AULA 2021.pptx
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EAD-1ª AULA 2021.pptxADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EAD-1ª AULA 2021.pptx
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EAD-1ª AULA 2021.pptx
claudio336989
 
Quanto Investir em 2021
Quanto Investir em 2021Quanto Investir em 2021
Quanto Investir em 2021
Roosevelt F. Abrantes
 
Literacia financeira digital
Literacia financeira digitalLiteracia financeira digital
Literacia financeira digital
Biblioteca Emídio Garcia Becreemidiogarcia
 
Atps analise de investimentos
Atps   analise de investimentosAtps   analise de investimentos
Atps analise de investimentos
Ana Cláudia Martins
 
PRO 2612 Financeira-Gitman.PDF
PRO 2612 Financeira-Gitman.PDFPRO 2612 Financeira-Gitman.PDF
PRO 2612 Financeira-Gitman.PDF
Pedro Luis Moraes
 
Mercado capitais
Mercado capitaisMercado capitais
Mercado capitais
simuladocontabil
 

Semelhante a Finanças.pptx (20)

Leitura investimentos
Leitura investimentosLeitura investimentos
Leitura investimentos
 
Mercado%20 financeiro
Mercado%20 financeiroMercado%20 financeiro
Mercado%20 financeiro
 
Solidus Educacional
Solidus EducacionalSolidus Educacional
Solidus Educacional
 
Atps analise de credito em risco de investimento
Atps analise de credito em risco de investimentoAtps analise de credito em risco de investimento
Atps analise de credito em risco de investimento
 
Mercado financeiro vs instituições financeiras
Mercado financeiro vs instituições financeirasMercado financeiro vs instituições financeiras
Mercado financeiro vs instituições financeiras
 
Finanças - Poupanças e Fundos
Finanças - Poupanças e FundosFinanças - Poupanças e Fundos
Finanças - Poupanças e Fundos
 
Intermediação Financeira 1
Intermediação Financeira   1Intermediação Financeira   1
Intermediação Financeira 1
 
Atps analise de investimento
Atps analise de investimentoAtps analise de investimento
Atps analise de investimento
 
Microsoft word cartilha - bolsa.doc - adriana
Microsoft word   cartilha - bolsa.doc - adrianaMicrosoft word   cartilha - bolsa.doc - adriana
Microsoft word cartilha - bolsa.doc - adriana
 
Slide mercado financeiros e investimentos
Slide mercado financeiros e investimentosSlide mercado financeiros e investimentos
Slide mercado financeiros e investimentos
 
Onde investir em 2012
Onde investir em 2012Onde investir em 2012
Onde investir em 2012
 
Guia descomplicado para investir com segurança e rentabilidade
Guia descomplicado para investir com segurança e rentabilidadeGuia descomplicado para investir com segurança e rentabilidade
Guia descomplicado para investir com segurança e rentabilidade
 
Como investir-na-bolsa-de-valores
Como investir-na-bolsa-de-valoresComo investir-na-bolsa-de-valores
Como investir-na-bolsa-de-valores
 
Termos Técnicos e definições do Mercado Financeiro
Termos Técnicos e definições do Mercado FinanceiroTermos Técnicos e definições do Mercado Financeiro
Termos Técnicos e definições do Mercado Financeiro
 
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EAD-1ª AULA 2021.pptx
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EAD-1ª AULA 2021.pptxADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EAD-1ª AULA 2021.pptx
ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EAD-1ª AULA 2021.pptx
 
Quanto Investir em 2021
Quanto Investir em 2021Quanto Investir em 2021
Quanto Investir em 2021
 
Literacia financeira digital
Literacia financeira digitalLiteracia financeira digital
Literacia financeira digital
 
Atps analise de investimentos
Atps   analise de investimentosAtps   analise de investimentos
Atps analise de investimentos
 
PRO 2612 Financeira-Gitman.PDF
PRO 2612 Financeira-Gitman.PDFPRO 2612 Financeira-Gitman.PDF
PRO 2612 Financeira-Gitman.PDF
 
Mercado capitais
Mercado capitaisMercado capitais
Mercado capitais
 

Finanças.pptx

  • 2. FINANÇAS CORPORATIVAS Finanças corporativas é o estudo em torno da tomada de decisão financeira por parte das empresas. Essa tomada de decisão se centra em torno de 3 áreas do gerenciamento financeiro: *Orçamento de Capital: relacionado aos investimentos de longo prazo. *Estrutura de Capital: relacionado ao financiamento de longo prazo. *Gerenciamento do Capital de Giro: relacionado ao gerenciamento dos ativos de curto prazo.
  • 3. O queé orçamento de capital? ● *Orçamentode capital éo processo emque as empresasavaliam, classificam eselecionam investimentos delongo prazo que envolvemgrande volumede capital. ● *Tal processovisa quantificar os recursosa seremempregadosemensuraros riscosenvolvidos emcada alternativade investimento,com o objetivo de analisar seo investimentovaiobter retornoe se vai aumentar ou reduzira riqueza da empresa. ● *Basicamente,o orçamento de capital visa responderdois questionamentos: ● – O projetode investimento é atrativo, isto é, tal projeto criavalor para a empresa? – Dentreas opções de investimentodisponíveis, qual (is) devoescolher? ● Assim,é possível encontrar asmelhoresalternativasde investimento,ou seja, aquelas que aumentam o valor da empresa.
  • 4. O que é estrutura de capital? A estrutura de capital é a denominação usada para descrever a combinação que as companhias fazem dos diferentes tipos de recursos que a formam. De forma básica, uma empresa é composta por duas variações de capital: o capital oriundo do investimento dos sócios (o capital social) e o capital oriundo de terceiros (como as dívidas e financiamentos). Cada um deles possui as suas próprias características, assim como um custo, tributos e disponibilidade distintas. A estrutura de capital pode ser encontrada no próprio Balanço patrimonial da empresa, com a somatória do capital social e do passivo não-circulante (conforme a descrição contábil mais aceita). Ela pode variar de acordo com os atributos da organização (tamanho, lucratividade, entre outros). Na prática, isso garante que cada uma possa compor a sua própria estrutura de capital de forma personalizada, usando mais ou menos capital próprio (ou de terceiros) para viabilizar as atividades empresariais. Isso mesmo: a estrutura de capital também faz parte das estratégias de uma companhia
  • 5. Investimentos financeiros são operações de compra e venda de ativos. O objetivo é repor o valor de compra, além de obter lucro na operação. Poderíamos dizer que o objetivo de investimentos financeiros é fazer que “o dinheiro faça mais dinheiro”. O que são investimentos financeiros?
  • 6. Investimentos financeiros em renda fixa ● Quando uma pessoa investe em renda fixa, ela está emprestando dinheiro ao emissor do título. Por sua vez, o emissor pagará ao investidor um certa quantia de juros. ● Em resumo, se baseiam em “acordos” entre investidores e emissores de títulos. Assim, os investimentos financeiros em renda fixa têm certa garantia de retornar juros após um determinado período. ● Nos casos de títulos pré-fixados, os juros são definidos no momento que o investimento for firmado. Por exemplo, um título que paga 7% ao ano. ● Quando o título é pós-fixados, a taxa de juros é vinculada a algum índice. Os índices mais utilizados no mercado são o Certificado de Depósito Intermediário (CDI), representando a curva de juros e o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), representando a inflação.
  • 7. Em relação à emissão, temos basicamente três grandes emissores de títulos de renda fixa. Veja a seguir. As grandes empresas privadas como emissoras Para determinadas finalidades de expansão, grandes empresas podem recorrer “ao mercado” e aos investimentos financeiros. A empresa pode emitir debêntures, que representam títulos de crédito de uma dívida. Na prática, investindo em uma debênture o investidor está emprestando o próprio dinheiro para a empresa emissora do título que utilizará o dinheiro para financiar sua expansão. Investimentos em renda variável Ativos de renda variável são aqueles cuja remuneração não pode ser dimensionada no momento da aplicação. Por isso mesmo, podem variar positiva ou negativamente de acordo com as expectativas do mercado. O investidor de renda variável acredita que está comprando um ativo mais barato do que ele acha que vai conseguir vender no futuro. Reforço: “ele acha”.
  • 8. As ações são as parcelas que compõem o capital social de uma empresa. Ou seja, são as mínimas unidades de títulos emitidas por sociedades anônimas. Esse é o motivo pelo qual o valor delas sempre varia: o mercado está sempre “precificando” o valor de uma empresa de acordo com o que acontece com ela — resultados comerciais, por exemplo — e com o cenário econômico em geral. O preço do petróleo, por exemplo, é algo que afeta muitos mercados. Quando um investidor compra uma ação, ele se torna sócio da empresa que a emitiu.
  • 9. As commodities correspondem a produtos de qualidade e características uniformes, que não são diferenciados de acordo com quem os produziu ou sua origem, sendo seu preço determinado pela oferta e procura internacional. Basicamente, são todas as matérias-primas essenciais que possuem baixo nível de industrialização. Tanto é que as commodities negociadas na bolsa são, principalmente, relacionadas ao agronegócio (café, soja, açúcar, boi gordo, etanol, entre outros) e a indústria de extração de minérios. Neste último caso, o minério de ferro é o exemplo mais famoso.
  • 10. Moedas estrangeiras negociadas internacionalmente estão sempre variando. Por esse motivo, o investidor que acredita que consegue prever essa oscilação pode ganhar dinheiro apostando na volatilidade. Por isso compra quando a moeda estiver em baixa e revende quando a moeda estiver em alta. Mas as opções de investimentos não terminam aqui. Porque além dessas opções de renda fixa e renda variável, hoje em dia o investidor brasileiro tem a disposição um grande leque de fundos de investimentos.
  • 11. As Instituições Financeiras são responsáveis pela captação de recursos e concessão de crédito na sociedade. Além disso, atuam na intermediação da compra e venda de valores mobiliários. Essas instituições possuem um papel fundamental no Sistema Financeiro Nacional, contribuindo para o desenvolvimento da economia nacional. Em resumo, as Instituições Financeiras possuem como principal objetivo a captação de recursos dos agentes superavitários visando emprestá-los aos agentes deficitários. Instituições financeiras
  • 12. Quais são as principais Instituições Financeiras presentes no Brasil?
  • 13. Os Bancos Comerciais são instituições financeiras bancárias que atendem à demanda por crédito de tomadores de recursos e às expectativas de aplicações de agentes poupadores. Na maioria dos casos, realizam operações de curto prazo. Esses bancos também podem oferecer fundos de investimento e títulos de capitalização, podendo ser privados ou públicos. Além dessas atividades, essas instituições também podem oferecer os seguintes serviços: • Aluguel de cofres; • Cartão de crédito; • Cobranças, mediante comissão; • Crédito imobiliário, pessoal e rural; • Cheque especial; • Custódia de valores; • Desconto de títulos; • Transferências de fundos; • Recebimento de impostos e tarifas públicas; • Serviços de câmbio. Banco Central do Brasil
  • 14. Bancos de investimentos são instituições financeiras privadas constituídas sob a forma de sociedade anônima. Essas instituições são especializadas em operações estruturadas para empresas. Essas operações podem envolver a participação acionária ou societária em empresas, ou financiamentos, a médio e longo prazo. Esses bancos permitem que pessoas físicas ou jurídicas apliquem dinheiro em diversas modalidades, como CDB, Letras de Crédito, Letras de Câmbio e ações, por exemplo. Os Bancos de Investimento não possuem contas correntes e captam seus recursos a partir de depósitos a prazo, repasses de Bancos Múltiplos Os Bancos Múltiplos são instituições financeiras que possuem como objetivo a intermediação à circulação de recursos entre investidores e tomadores de empréstimos. Essa instituição presta serviços diversos de operações ativas, passivas e acessórias, operando nas carteiras de diversas outras instituições financeiras. Banco de Investimento