SlideShare uma empresa Scribd logo
SUMÁRIO
O sentido etimológico do termo «filosofia»
Caracterização da Filosofia
Especificidade da Filosofia
Iniciação à Atividade Filosófica
1.1 O que é a Filosofia?
1
Sentido etimológico do termo «filosofia»
Deriva de philo (amor) e sophia (sabedoria)
- significa amor à sabedoria
Foi criado por Pitágoras
e indica a atitude
de quem busca
o conhecimento
e a sabedoria
Πυθαγόρας
Pitágoras
(571/570 a.C. - 497/496 a.C.)
2
Caracterização da Filosofia
a. Atividade intelectual:
busca do conhecimento
b. Reflexão crítica sobre o conhecimento:
teorias acerca do mundo, do Homem e da vida
c. Atividade prática:
definir projeto de existência
3
a. Atividade intelectual
• Atitude reflexiva e problematizadora
• Atitude crítica e anti-dogmática
• Exercício da dúvida
• Curiosidade e desejo de conhecer
Problematizar é perguntar acerca das razões que fazem
com que aquilo que nos rodeia pareça ser de uma certa maneira
4
• Teorias acerca das várias facetas da realidade
b. Reflexão crítica sobre o conhecimento
• Conhecimento diferente do conhecimento
das ciências
5
• Define o projecto da nossa existência
• Estabelece novas formas de conceber
o mundo e a vida
• Procura o auto-aperfeiçoamento e uma
arte de viver
c. Atividade prática
6
Uma vida não examinada não merece ser vivida
Jacques Louis David, A Morte de Sócrates Richard Wagner, Tannhäuser, Abertura
7
• Autonomia – faz uso próprio da Razão
• Radicalidade – procura os fundamentos de todas
as coisas
• Historicidade – desenvolve uma reflexão pessoal
inserida na história do pensamento
• Universalidade – aborda problemas que dizem
respeito a toda a Humanidade
Especificidade da Filosofia
8
Iniciação à atividade filosófica
1.2 Quais as questões da Filosofia?
SUMÁRIO
Filosofia e Ciência
Problemas e questões da Filosofia
9
Filosofia e Ciência
• Há problemas
especificamente filosóficos
• Há problemas comuns à
Filosofia e às ciências
• A Ciência procura explicar o
funcionamento da realidade,
usando metodologia própria
• A Filosofia procura
compreender os princípios que
devem orientar a existência,
usando metodologia própria
>>>
10
>>>
Semelhanças
• Exigem ambas
metodologia adequada,
justificação e rigor dos
conceitos
• Nenhuma teoria,
científica ou filosófica,
pode ser considerada
solução definitiva
>>>
11
>>>
Diferenças
• As teorias filosóficas não
exigem reconhecimento e
aceitação universais
• As teorias científicas exigem
reconhecimento da
comunidade científica
• A validação do conhecimento
filosófico depende da
qualidade da argumentação
• A validação do conhecimento
científico exige a
demonstração experimental
12
Problemas e questões da Filosofia
• 1.Problemas gnosiológicos/epistemológicos –
sobre o conhecimento
• 2.Problemas ontológicos – sobre a realidade
• 3.Problemas antropológicos – sobre a natureza
humana
• 4.Problemas existenciais e axiológicos – sobre os
valores
• 5.Problemas metafísicos - sobre os fundamentos
da realidade
>>>
13
Os cientistas estudam um objetivo
específico
Exemplos
• Biologia
O que é a matéria viva?
Como se reproduz?
• Sociologia
Como se organizam os grupos
sociais?
Os filósofos elegem como objecto
de estudo o próprio
conhecimento
Perguntam
• O que é o conhecimento?
• O que é a verdade?
• Podemos conhecer a verdade?
• Há várias formas de apreender
a realidade?
• De onde vem o conhecimento?
>>>
14
Os cientistas respondem a
perguntas
Exemplos
• Que é a matéria?
• Qual a sua constituição?
• Que é a luz?
• Que se passou em
determinado século?
>>>
2. Problemas ontológicos
Os filósofos formulam perguntas
Exemplos
• Que é a realidade?
• O que é tudo que é?
• Vivemos num sonho, numa
ilusão?
• É possível despertar?
>>>
15
As ciências sociais estudam
• o ser humano e as suas
manifestações culturais
• utilizam técnicas para
quantificar os resultados
• têm uma preocupação
descritiva
>>>
3. Problemas antropológicos
Os filósofos problematizam
a natureza do ser humano,
a sua origem e o seu destino
Perguntam
• O que é o Homem (antropos)?
• O que é a vida?
• Os seres humanos têm alma?
>>>
16
• Os cientistas, como seres
humanos, podem fazer as
mesmas perguntas que os
filósofos
• Como investigadores não as
podem fazer porque não lhes
podem responder
• O método experimental não
pode decidir se é preferível ser
honesto ou ser desonesto
>>>
4. Problemas existenciais e axiológicos
Os filósofos perguntam
• Que valores devem guiar a
nossa existência?
• Que é a consciência moral?
• Por que devemos respeitar a
vida?
• Que é o bem e que é o mal?
• Que é o belo e que é o feio?
>>>
17
Os cientistas perguntam
• Há universos paralelos?
• Qual a origem do Universo?
• Que «idade» tem a nossa
galáxia?
>>>
5. Problemas metafísicos
Os filósofos perguntam
• Há vida depois da morte?
• Deus existe?
• A existência tem sentido?
• Qual a origem do bem e qual a
origem do mal?
18
Qual o sentido
da existência?
Como devemos
viver?
O que é o
Homem?
O que é a
realidade?
O que é o
conhecimento?
metafísicosaxiológicosantropológicosontológicosepistemológicos
▼▼▼▼▼
Aborda e procura responder a problemas
 define o projeto da
nossa existência
 estabelece novas
formas de conceber
o mundo e a vida
 procura o auto-
-aperfeiçoamento
e uma arte de viver
 conjunto das teorias acerca
da totalidade do real
 conhecimento diferente
da Ciência, caracterizado pela
autonomia, radicalidade,
historicidade e universalidade
Atitude
 reflexiva
e problematizadora
 crítica e anti-dogmática
 exercício da dúvida
 curiosidade e desejo
de conhecer
Atividade práticaReflexão sobre o conhecimentoActividade inteletual
▼▼▼
FILOSOFIA
ORGANOGRAMA CONCETUAL
19

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Argumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivosArgumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivos
Isabel Moura
 
Teoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de DescartesTeoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de Descartes
Elisabete Silva
 
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
InesTeixeiraDuarte
 
Actos Ilocutórios
Actos IlocutóriosActos Ilocutórios
Actos Ilocutórios
Isabel Martins
 
Subjectivismo Moral
Subjectivismo MoralSubjectivismo Moral
Subjectivismo Moral
Bruno Pedro
 
A filosofia moral de kant
A filosofia moral de kantA filosofia moral de kant
A filosofia moral de kant
Filazambuja
 
Os lusíadas - Canto I Estâncias 105 e 106
Os lusíadas - Canto I Estâncias 105 e 106Os lusíadas - Canto I Estâncias 105 e 106
Os lusíadas - Canto I Estâncias 105 e 106
nanasimao
 
Tipos de argumentos indutivos
Tipos de argumentos indutivosTipos de argumentos indutivos
Tipos de argumentos indutivos
Luis De Sousa Rodrigues
 
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão LopesCrónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
Gijasilvelitz 2
 
Cantigas de amor
Cantigas de amorCantigas de amor
Cantigas de amor
Helena Coutinho
 
A filosofia moral utilitarista de stuart mill
A filosofia moral utilitarista de stuart millA filosofia moral utilitarista de stuart mill
A filosofia moral utilitarista de stuart mill
Filazambuja
 
Kant e Stuart Mill
Kant e Stuart MillKant e Stuart Mill
Kant e Stuart Mill
Joana Filipa Rodrigues
 
Canto viii 96_99
Canto viii 96_99Canto viii 96_99
Canto viii 96_99
Maria Teresa Soveral
 
O artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação críticaO artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação crítica
Fernanda Monteiro
 
Canto v 92_100
Canto v 92_100Canto v 92_100
Canto v 92_100
Maria Teresa Soveral
 
A falácia da petição de princípio
A falácia da petição de princípioA falácia da petição de princípio
A falácia da petição de princípio
Luis De Sousa Rodrigues
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Vanda Sousa
 
O indutivismo
O indutivismoO indutivismo
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Maria Freitas
 
Lírica camoniana
Lírica camonianaLírica camoniana
Lírica camoniana
Helena Coutinho
 

Mais procurados (20)

Argumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivosArgumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivos
 
Teoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de DescartesTeoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de Descartes
 
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
Filosofia 10º Ano - O Problema do Livre-Arbítrio
 
Actos Ilocutórios
Actos IlocutóriosActos Ilocutórios
Actos Ilocutórios
 
Subjectivismo Moral
Subjectivismo MoralSubjectivismo Moral
Subjectivismo Moral
 
A filosofia moral de kant
A filosofia moral de kantA filosofia moral de kant
A filosofia moral de kant
 
Os lusíadas - Canto I Estâncias 105 e 106
Os lusíadas - Canto I Estâncias 105 e 106Os lusíadas - Canto I Estâncias 105 e 106
Os lusíadas - Canto I Estâncias 105 e 106
 
Tipos de argumentos indutivos
Tipos de argumentos indutivosTipos de argumentos indutivos
Tipos de argumentos indutivos
 
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão LopesCrónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
 
Cantigas de amor
Cantigas de amorCantigas de amor
Cantigas de amor
 
A filosofia moral utilitarista de stuart mill
A filosofia moral utilitarista de stuart millA filosofia moral utilitarista de stuart mill
A filosofia moral utilitarista de stuart mill
 
Kant e Stuart Mill
Kant e Stuart MillKant e Stuart Mill
Kant e Stuart Mill
 
Canto viii 96_99
Canto viii 96_99Canto viii 96_99
Canto viii 96_99
 
O artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação críticaO artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação crítica
 
Canto v 92_100
Canto v 92_100Canto v 92_100
Canto v 92_100
 
A falácia da petição de princípio
A falácia da petição de princípioA falácia da petição de princípio
A falácia da petição de princípio
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
 
O indutivismo
O indutivismoO indutivismo
O indutivismo
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
 
Lírica camoniana
Lírica camonianaLírica camoniana
Lírica camoniana
 

Semelhante a Filosofia 10. ano - o que é a filosofia

Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")
Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")
Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")
Jorge Barbosa
 
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptx
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptxApresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptx
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptx
Adão Silva
 
Introdução à filosofia.pdf
Introdução à filosofia.pdfIntrodução à filosofia.pdf
Introdução à filosofia.pdf
MatildeSilva37
 
Introdução à Filosofia.pptx
Introdução à Filosofia.pptxIntrodução à Filosofia.pptx
Introdução à Filosofia.pptx
Adão Silva
 
Introdução à Filosofia 1.pptx
Introdução à Filosofia 1.pptxIntrodução à Filosofia 1.pptx
Introdução à Filosofia 1.pptx
MarianaMximo2
 
O que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptxO que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptx
TercioSantana2
 
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia   6o ef - 1o bimestreApostila de filosofia   6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
Andrea Parlen
 
1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia
Rita Camilo
 
Introdução-à-Filosofia.pptx
Introdução-à-Filosofia.pptxIntrodução-à-Filosofia.pptx
Introdução-à-Filosofia.pptx
ssusera1ec45
 
filosofia
filosofiafilosofia
filosofia
Luci Bonini
 
Jogos de Filosofia.pptx
Jogos de Filosofia.pptxJogos de Filosofia.pptx
Jogos de Filosofia.pptx
HerosFalco1
 
Filosofia exame resumoglobal (1)
Filosofia exame  resumoglobal (1)Filosofia exame  resumoglobal (1)
Filosofia exame resumoglobal (1)
Sandra Bolinhas
 
O que é filosofia
O que é filosofiaO que é filosofia
O que é filosofia
Michel Gustavo
 
6º ano o que é a filosofia.
6º ano   o que é a filosofia.6º ano   o que é a filosofia.
6º ano o que é a filosofia.
danieldtf
 
Filosofia e psicologia
Filosofia e psicologiaFilosofia e psicologia
Filosofia e psicologia
José Roberto Pinto
 
Filosofia, retórica e democracia
Filosofia, retórica e democracia Filosofia, retórica e democracia
Filosofia, retórica e democracia
mluisavalente
 
O que perguntavam os primeiros filósofos
O que perguntavam os primeiros filósofosO que perguntavam os primeiros filósofos
O que perguntavam os primeiros filósofos
Artur Weidmann
 
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosófico
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosóficoFilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosófico
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosófico
mro5060
 
Aprender
AprenderAprender
Aprender
Iracema Tavares
 
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIA
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIAA FILOSOFIA E SUA HISTÓRIA
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIA
Alexandre Ramos
 

Semelhante a Filosofia 10. ano - o que é a filosofia (20)

Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")
Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")
Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")
 
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptx
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptxApresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptx
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptx
 
Introdução à filosofia.pdf
Introdução à filosofia.pdfIntrodução à filosofia.pdf
Introdução à filosofia.pdf
 
Introdução à Filosofia.pptx
Introdução à Filosofia.pptxIntrodução à Filosofia.pptx
Introdução à Filosofia.pptx
 
Introdução à Filosofia 1.pptx
Introdução à Filosofia 1.pptxIntrodução à Filosofia 1.pptx
Introdução à Filosofia 1.pptx
 
O que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptxO que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptx
 
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia   6o ef - 1o bimestreApostila de filosofia   6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
 
1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia
 
Introdução-à-Filosofia.pptx
Introdução-à-Filosofia.pptxIntrodução-à-Filosofia.pptx
Introdução-à-Filosofia.pptx
 
filosofia
filosofiafilosofia
filosofia
 
Jogos de Filosofia.pptx
Jogos de Filosofia.pptxJogos de Filosofia.pptx
Jogos de Filosofia.pptx
 
Filosofia exame resumoglobal (1)
Filosofia exame  resumoglobal (1)Filosofia exame  resumoglobal (1)
Filosofia exame resumoglobal (1)
 
O que é filosofia
O que é filosofiaO que é filosofia
O que é filosofia
 
6º ano o que é a filosofia.
6º ano   o que é a filosofia.6º ano   o que é a filosofia.
6º ano o que é a filosofia.
 
Filosofia e psicologia
Filosofia e psicologiaFilosofia e psicologia
Filosofia e psicologia
 
Filosofia, retórica e democracia
Filosofia, retórica e democracia Filosofia, retórica e democracia
Filosofia, retórica e democracia
 
O que perguntavam os primeiros filósofos
O que perguntavam os primeiros filósofosO que perguntavam os primeiros filósofos
O que perguntavam os primeiros filósofos
 
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosófico
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosóficoFilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosófico
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosófico
 
Aprender
AprenderAprender
Aprender
 
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIA
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIAA FILOSOFIA E SUA HISTÓRIA
A FILOSOFIA E SUA HISTÓRIA
 

Último

Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 

Último (20)

Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 

Filosofia 10. ano - o que é a filosofia

  • 1. SUMÁRIO O sentido etimológico do termo «filosofia» Caracterização da Filosofia Especificidade da Filosofia Iniciação à Atividade Filosófica 1.1 O que é a Filosofia? 1
  • 2. Sentido etimológico do termo «filosofia» Deriva de philo (amor) e sophia (sabedoria) - significa amor à sabedoria Foi criado por Pitágoras e indica a atitude de quem busca o conhecimento e a sabedoria Πυθαγόρας Pitágoras (571/570 a.C. - 497/496 a.C.) 2
  • 3. Caracterização da Filosofia a. Atividade intelectual: busca do conhecimento b. Reflexão crítica sobre o conhecimento: teorias acerca do mundo, do Homem e da vida c. Atividade prática: definir projeto de existência 3
  • 4. a. Atividade intelectual • Atitude reflexiva e problematizadora • Atitude crítica e anti-dogmática • Exercício da dúvida • Curiosidade e desejo de conhecer Problematizar é perguntar acerca das razões que fazem com que aquilo que nos rodeia pareça ser de uma certa maneira 4
  • 5. • Teorias acerca das várias facetas da realidade b. Reflexão crítica sobre o conhecimento • Conhecimento diferente do conhecimento das ciências 5
  • 6. • Define o projecto da nossa existência • Estabelece novas formas de conceber o mundo e a vida • Procura o auto-aperfeiçoamento e uma arte de viver c. Atividade prática 6
  • 7. Uma vida não examinada não merece ser vivida Jacques Louis David, A Morte de Sócrates Richard Wagner, Tannhäuser, Abertura 7
  • 8. • Autonomia – faz uso próprio da Razão • Radicalidade – procura os fundamentos de todas as coisas • Historicidade – desenvolve uma reflexão pessoal inserida na história do pensamento • Universalidade – aborda problemas que dizem respeito a toda a Humanidade Especificidade da Filosofia 8
  • 9. Iniciação à atividade filosófica 1.2 Quais as questões da Filosofia? SUMÁRIO Filosofia e Ciência Problemas e questões da Filosofia 9
  • 10. Filosofia e Ciência • Há problemas especificamente filosóficos • Há problemas comuns à Filosofia e às ciências • A Ciência procura explicar o funcionamento da realidade, usando metodologia própria • A Filosofia procura compreender os princípios que devem orientar a existência, usando metodologia própria >>> 10
  • 11. >>> Semelhanças • Exigem ambas metodologia adequada, justificação e rigor dos conceitos • Nenhuma teoria, científica ou filosófica, pode ser considerada solução definitiva >>> 11
  • 12. >>> Diferenças • As teorias filosóficas não exigem reconhecimento e aceitação universais • As teorias científicas exigem reconhecimento da comunidade científica • A validação do conhecimento filosófico depende da qualidade da argumentação • A validação do conhecimento científico exige a demonstração experimental 12
  • 13. Problemas e questões da Filosofia • 1.Problemas gnosiológicos/epistemológicos – sobre o conhecimento • 2.Problemas ontológicos – sobre a realidade • 3.Problemas antropológicos – sobre a natureza humana • 4.Problemas existenciais e axiológicos – sobre os valores • 5.Problemas metafísicos - sobre os fundamentos da realidade >>> 13
  • 14. Os cientistas estudam um objetivo específico Exemplos • Biologia O que é a matéria viva? Como se reproduz? • Sociologia Como se organizam os grupos sociais? Os filósofos elegem como objecto de estudo o próprio conhecimento Perguntam • O que é o conhecimento? • O que é a verdade? • Podemos conhecer a verdade? • Há várias formas de apreender a realidade? • De onde vem o conhecimento? >>> 14
  • 15. Os cientistas respondem a perguntas Exemplos • Que é a matéria? • Qual a sua constituição? • Que é a luz? • Que se passou em determinado século? >>> 2. Problemas ontológicos Os filósofos formulam perguntas Exemplos • Que é a realidade? • O que é tudo que é? • Vivemos num sonho, numa ilusão? • É possível despertar? >>> 15
  • 16. As ciências sociais estudam • o ser humano e as suas manifestações culturais • utilizam técnicas para quantificar os resultados • têm uma preocupação descritiva >>> 3. Problemas antropológicos Os filósofos problematizam a natureza do ser humano, a sua origem e o seu destino Perguntam • O que é o Homem (antropos)? • O que é a vida? • Os seres humanos têm alma? >>> 16
  • 17. • Os cientistas, como seres humanos, podem fazer as mesmas perguntas que os filósofos • Como investigadores não as podem fazer porque não lhes podem responder • O método experimental não pode decidir se é preferível ser honesto ou ser desonesto >>> 4. Problemas existenciais e axiológicos Os filósofos perguntam • Que valores devem guiar a nossa existência? • Que é a consciência moral? • Por que devemos respeitar a vida? • Que é o bem e que é o mal? • Que é o belo e que é o feio? >>> 17
  • 18. Os cientistas perguntam • Há universos paralelos? • Qual a origem do Universo? • Que «idade» tem a nossa galáxia? >>> 5. Problemas metafísicos Os filósofos perguntam • Há vida depois da morte? • Deus existe? • A existência tem sentido? • Qual a origem do bem e qual a origem do mal? 18
  • 19. Qual o sentido da existência? Como devemos viver? O que é o Homem? O que é a realidade? O que é o conhecimento? metafísicosaxiológicosantropológicosontológicosepistemológicos ▼▼▼▼▼ Aborda e procura responder a problemas  define o projeto da nossa existência  estabelece novas formas de conceber o mundo e a vida  procura o auto- -aperfeiçoamento e uma arte de viver  conjunto das teorias acerca da totalidade do real  conhecimento diferente da Ciência, caracterizado pela autonomia, radicalidade, historicidade e universalidade Atitude  reflexiva e problematizadora  crítica e anti-dogmática  exercício da dúvida  curiosidade e desejo de conhecer Atividade práticaReflexão sobre o conhecimentoActividade inteletual ▼▼▼ FILOSOFIA ORGANOGRAMA CONCETUAL 19