SlideShare uma empresa Scribd logo
A FORÇA DA GRAVIDADE
A força da gravidade puxa todos os
objectos na vertical, para baixo, em direção ao
centro da Terra. Podes perguntar: e então a Lua
não está sujeita à força da gravidade? Sim, claro
que está. Mas então porque é que a Lua não cai
sobre a Terra?
Para descobrires porque é que a Lua não cai,
vais fazer uma experiência bastante engraçada.
Vais fazer girar um copo com feijões, sem que os
feijões caiam!
Para isso, tens de abrir dois buracos na boca de um copo de plástico e passar
por eles um fio, de modo a fazeres uma asa (como se fosse um pequeno balde).
Deita uma mão cheia de feijões no copo e, agarrando pela asa, põe o copo a girar.
Os feijões caem durante o movimento?
Da mesma maneira que os feijões não caem quando pões o copo a girar,
também a Lua não cai. Tal como o copo, a Lua não está parada: ela gira em volta da
Terra, demorando 27 dias (ou melhor, 27 dias, 7 horas e 43 minutos) a dar uma volta
completa. Sabes a que velocidade a Lua se move em torno da Terra? Move-se a
quase 4000 km por hora!
Constança Providência, Nuno Crato, Manuel Paiva, Carlos Fiolhais,
Ciência a Brincar 4: Descobre o Céu!, Lisboa, Editorial Bizâncio,
2005 (texto adaptado)
Ficheiro de leitura funcional nº 1
1. Faz a lista do material referido no texto como necessário à realização da
experiência descrita.
_____________________________________________
_____________________________________________
_____________________________________________
2. Ordena, de 1 a 5, de acordo com o texto, as fases da experiência descrita.
Repara que a primeira fase já está numerada.
Deitar uma mão cheia de feijões no copo.
Abrir dois buracos na boca de um copo de plástico.
Agarrar o copo pela asa.
Passar um fio pelos buracos, para fazer uma asa.
Pôr o copo a girar.
3. Assinala com X a opção que permite completar a afirmação, de acordo com
o sentido do texto.
A Lua e os feijões da experiência não caem, porque
estão bem amarrados.
dão voltas incompletas.
giram à mesma velocidade.
estão em movimento.
Lê alguns dos conteúdos e dos títulos que fazem parte do livro de onde foi
retirada a descrição da experiência apresentada.
Associa cada um dos conteúdos ao respectivo título. Segue o exemplo.
. CONTEÚDOS TÍTULOS
Gratidão dos autores pela colaboração
que receberam.
1 Agradecimentos
Descrição de uma experiência sobre a
força da gravidade.
2 Introdução
Apresentação dos assuntos abordados
ao longo do livro.
3 Quantas estrelas há no céu?
4 Porque é que a Lua tem manchas?
5 Porque é que a Lua não cai?
1
1. Faz a lista do material referido no texto como necessário à realização da
experiência descrita.
copo plástico
fio
feijões
2. Ordena, de 1 a 5, de acordo com o texto, as fases da experiência descrita.
Repara que a primeira fase já está numerada.
Deitar uma mão cheia de feijões no copo.
Abrir dois buracos na boca de um copo de plástico.
Agarrar o copo pela asa.
Passar um fio pelos buracos, para fazer uma asa.
Pôr o copo a girar.
3. Assinala com X a opção que permite completar a afirmação, de acordo com
o sentido do texto.
A Lua e os feijões da experiência não caem, porque
estão bem amarrados.
dão voltas incompletas.
giram à mesma velocidade.
estão em movimento.
Lê alguns dos conteúdos e dos títulos que fazem parte do livro de onde foi
retirada a descrição da experiência apresentada.
Associa cada um dos conteúdos ao respectivo título. Segue o exemplo.
. CONTEÚDOS TÍTULOS
Gratidão dos autores pela colaboração
que receberam.
1 Agradecimentos
Descrição de uma experiência sobre a
força da gravidade.
2 Introdução
Apresentação dos assuntos abordados
ao longo do livro.
3 Quantas estrelas há no céu?
4 Porque é que a Lua tem manchas?
5 Porque é que a Lua não cai?
3
1
4
2
5
1
5
2
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 1
1. Repara nas várias etapas e nos materiais necessários para construir o
marcador.
Associa cada material indicado no quadro à etapa que lhe corresponde. Segue
o exemplo.
Material
cola lápis papel
autocolante
tesoura revistas
Etapa 3
2. Completa a afirmação, indicando a etapa correspondente.
É muito simples fazer um marcador com uma cegonha, basta mudar as
instruções da etapa ___.
Ficheiro de leitura funcional nº 2
1. Repara nas várias etapas e nos materiais necessários para construir o
marcador.
Associa cada material indicado no quadro à etapa que lhe corresponde. Segue
o exemplo.
Material
cola lápis papel
autocolante
tesoura revistas
Etapa 3 1 4 2 e 5 3
2. Completa a afirmação, indicando a etapa correspondente.
É muito simples fazer um marcador com uma cegonha, basta mudar as
instruções da etapa 1.
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 2
1. Se quiseres fazer dois bolos iguais a este, quantas gramas de coco
ralado precisas?
2. Que bebida alcoólica deve ser adicionada ao bolo?
3. Precisas de açúcar para confeccionar este bolo?
4. Procura nos ingredientes um adjectivo.
Ficheiro de leitura funcional nº 3
1. Se eu quiser fazer dois bolos iguais a este preciso 200 gramas de
coco ralado.
2. A bebida alcoólica que deve ser adicionada ao bolo é Whisky.
3. Não é preciso adicionar açúcar para confeccionar este bolo.
4. Os adjectivos poderão ser um destes:
Condensado / em pó/ ralado/granulado/colorido
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 3
.No nosso mundo há muito a descobrir. Lê o texto que se segue para
ficares a conhecer três das crianças que se apresentam no livro «Meninos
Iguais a Mim».
Ficheiro de leitura funcional nº 4
1. De acordo com as informações do texto que leste, assinala com X as
afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F).
Afirmações V F
Estas três crianças moram em aldeias.
Na região onde a Bakang vive, os dias e as noites são muito frios.
O Ari vive numa região fria.
O Daisuke vive numa ilha.
Tanto a Bakang como o Ari falam duas línguas
O Daisuke tem sempre aulas ao sábado.
A Bakang quer ajudar a tratar de doentes.
O Daisuke e o Ari interessam-se por animais
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 4
1. De acordo com as informações do texto que leste, assinala com X as
afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F).
Afirmações V F
Estas três crianças moram em aldeias.
Na região onde a Bakang vive, os dias e as noites são muito frios.
O Ari vive numa região fria.
O Daisuke vive numa ilha.
Tanto a Bakang como o Ari falam duas línguas
O Daisuke tem sempre aulas ao sábado.
A Bakang quer ajudar a tratar de doentes.
O Daisuke e o Ari interessam-se por animais
1. Qual é o alimento presente nesta embalagem?
2. Quantas porções podes obter?
3. Poderás comer este alimento em Setembro de 2006? Porquê?
4. Atenta no slogan “puré de batata”.
A palavra sublinhada é um nome ou adjectivo?
Ficheiro de leitura funcional nº 5
1. O alimento presente nesta embalagem é puré de batata.
2. Posso obter 8 porções.
3. Não poderei comer este alimento em Setembro de 2006 porque
estará fora de prazo.
4. A palavra sublinhada é um nome.
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 5
Lê as instruções do jogo Loto Animais Bebés.
Um maravilhoso jogo ilustrado para os mais jovens
Introdução
Cada um dos cartões deste jogo é ilustrado com nove lindas fotografias de
animais bebés.
Combinar as fichas com as diferentes fotografias dos cartões leva-nos a
conhecer 36 animais diferentes.
Loto
Regras
Cada jogador recebe um cartão. Os cartões que sobrarem e as suas fichas
são postos de lado. É escolhido um director de jogo que também pode
participar.
O director de jogo baralha as fichas e coloca-as com a face para baixo. De
seguida, vira uma ficha de cada vez, para que todos os jogadores a vejam
bem. À medida que cada ficha é voltada, o director de jogo deverá dizer o
nome do animal bebé representado nessa ficha. Aquele que encontrar o
mesmo animal no seu cartão pedirá a ficha e colocá-la-á por cima da
figura correspondente no seu cartão.
O primeiro jogador a cobrir todas as figuras do seu cartão com as fichas
corretas será o vencedor.
Ficheiro de leitura funcional nº 6
1. De acordo com as informações do texto que leste, assinala com X as
afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F).
Afirmações V F
A Mariana, de cinco anos, e o Pedro, de sete, já têm idade para
jogar o Loto Animais Bebés.
Só podem jogar duas equipas, cada uma com quatro crianças.
O director de jogo está proibido de jogar.
Se jogarem quatro jogadores, distribuem-se todos os cartões.
As fichas são postas em cima da mesa, baralhadas.
Cada jogador vira uma ficha, para ver se a fotografia está no seu
cartão.
Os jogadores só devem pedir as fichas que tenham figuras
iguais às do seu cartão.
Quem pede uma ficha tem de dizer o nome do animal bebé.
Ganha o jogo quem cobrir mais depressa o seu cartão com nove
fotografias de animais bebés.
1. De acordo com as informações do texto que leste, assinala com X as
afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F).
Afirmações V F
A Mariana, de cinco anos, e o Pedro, de sete, já têm idade para
jogar o Loto Animais Bebés.
X
Só podem jogar duas equipas, cada uma com quatro crianças. X
O director de jogo está proibido de jogar. X
Se jogarem quatro jogadores, distribuem-se todos os cartões. X
As fichas são postas em cima da mesa, baralhadas. X
Cada jogador vira uma ficha, para ver se a fotografia está no seu
cartão.
X
Os jogadores só devem pedir as fichas que tenham figuras
iguais às do seu cartão.
X
Quem pede uma ficha tem de dizer o nome do animal bebé. X
Ganha o jogo quem cobrir mais depressa o seu cartão com nove
fotografias de animais bebés.
X
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 6
Lê o texto informativo.
Assinala com V as frases verdadeiras e com F as falsas de acordo com o
sentido do texto.
A modalidade desportiva que o texto nos fala é o futebol.
O voleibol de praia apareceu nos Estados Unidos, na década de 1920,
numa praia.
Os primeiros torneios de voleibol de praia foram organizados na praia de
Santa Mónica na Califórnia.
O voleibol passou a integrar o programa dos jogos olímpicos em 1996.
Os jogos olímpicos de 1996 realizaram-se na Califórnia.
Os jogadores portugueses, de voleibol de praia, João Brenha e Miguel
Maia, não participaram nos jogos olímpicos de 1996.
Os jogadores portugueses de voleibol de praia ficaram em quarto lugar
nos jogos de 1996 e de 2000.
Ficheiro de leitura funcional nº 7
Assinala com V as frases verdadeiras e com F as falsas de acordo com o
sentido do texto.
A modalidade desportiva que o texto nos fala é o futebol.
O voleibol de praia apareceu nos Estados Unidos, na década de 1920,
numa praia.
Os primeiros torneios de voleibol de praia foram organizados na praia de
Santa Mónica na Califórnia.
O voleibol passou a integrar o programa dos jogos olímpicos em 1996.
Os jogos olímpicos de 1996 realizaram-se na Califórnia.
Os jogadores portugueses, de voleibol de praia, João Brenha e Miguel
Maia, não participaram nos jogos olímpicos de 1996.
Os jogadores portugueses de voleibol de praia ficaram em quarto lugar
nos jogos de 1996 e de 2000.
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 7
F
V
V
V
F
F
V
Observa o mapa e lê com atenção toda a informação.
O arquipélago dos Açores, nascido de vulcões, é composto por nove ilhas.
A famosa lagoa das Sete Cidades, em São Miguel, tem duas cores.
Segundo conta a lenda, azul, das lágrimas de uma princesa, e verde, das
lágrimas do seu amado pastor.
As baleias podem estar em perigo de extinção, mas aqui, nestas águas, podem
viver-se momentos mágicos a observá-las em liberdade.
Na ilha do Faial, há uma marina que é um porto de passagem de marinheiros de
todas as partes do mundo. Na montanha da ilha do Pico, fica o ponto mais alto
de Portugal, com 2351 metros.
Legenda
1 – Cidade de Ponta Delgada 1 7 – Fábrica de chá
2 – Cidade de Angra do Heroísmo 1 8 – Fábricas de queijo
3 – Cidade da Horta 1 9 – Marina da Horta
4 – Lagoa das Sete Cidades 10 – Nascente de água quente
5 – Vulcão dos Capelinhos 11 – Montanha do Pico
6 – Lagoa das Furnas 12 – Moinhos de vento
«Portugal para os mais novos», Expresso,
15 de Setembro de 2007 (texto adaptado)
Ficheiro de leitura funcional nº 8
10
11
12
9
5
3
3
8
2
4
1
6
7
Responde ao que te é pedido sobre o texto que acabaste de ler, seguindo as
orientações que te são dadas.
1. Escreve, junto a cada local turístico, a letra que corresponde à ilha onde
esse local se situa.
Usa cada letra apenas uma vez. Segue o exemplo.
2. Retira do texto
a) a expressão que refere a origem do arquipélago.
b) o nome de uma cidade da ilha Terceira.
c) o nome de uma ilha onde se pode visitar uma fábrica.
Ficheiro de leitura funcional nº 8
1.
1. Retira do texto
a) a expressão que refere a origem do arquipélago.
“nascido de vulcões”
b) o nome de uma cidade da ilha Terceira.
Cidade de Angra do Heroísmo
c) o nome de uma ilha onde se pode visitar uma fábrica.
A ilha de São Jorge.
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 8
e)
b)
c)
d)
Lê o texto com muita atenção
Ficheiro de leitura funcional nº 9
Responde ao que te é pedido sobre o texto que acabaste de ler, seguindo as
orientações que te são dadas.
1. Assinala com X a opção que completa a frase, de acordo com o sentido do
texto.
Este texto foi escrito para explicar como
se escreve à máquina.
a escrita foi mudando.
se inventou a internet.
funciona um computador.
2. O texto indica-nos algumas datas de acontecimentos importantes.
Segue o exemplo e completa a correspondência entre cada acontecimento e a
respectiva data.
O alemão Johannes Gutenberg inventou a imprensa.
Fez-se a primeira ligação entre dois computadores.
Os chineses inventaram uma técnica para fazer papel.
A primeira máquina de escrever foi posta a funcionar.
Ficheiro de leitura funcional nº 9
3. De acordo com as informações do texto, assinala com X as afirmações
verdadeiras (V) e as falsas (F).
Afirmações V F
Há muito tempo, escrevia-se sobre argila, pedra, madeira, bambu e
osso.
Os egípcios utilizaram o papiro para escrever.
O papel, inventado pelos chineses, teve grande aceitação.
Antes da imprensa não havia livros.
A imprensa tornou a produção de livros rápida e fácil.
A primeira máquina de escrever foi inventada por Gutenberg.
A internet é uma rede que liga os computadores entre si.
4. No texto diz-se que os computadores são pequenas maravilhas.
Explica, por palavras tuas, a afirmação sublinhada.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
5. Pensa num título adequado ao texto que leste.
Escreve o título em que pensaste.
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________
6. Um texto como o que leste só pode encontrar-se em algumas publicações.
Assinala com X, no quadro seguinte, as quatro publicações onde poderias
encontrar esse tipo de texto.
Publicações
jornal
livro de poesia
revista
manual escolar
livro de contos
enciclopédia
livro de receitas
dicionário
1. Assinala com X a opção que completa a frase, de acordo com o sentido do
texto.
Este texto foi escrito para explicar como
se escreve à máquina.
a escrita foi mudando.
se inventou a internet.
funciona um computador.
2. O texto indica-nos algumas datas de acontecimentos importantes.
Segue o exemplo e completa a correspondência entre cada acontecimento e a
respectiva data.
O alemão Johannes Gutenberg inventou a imprensa.
Fez-se a primeira ligação entre dois computadores.
Os chineses inventaram uma técnica para fazer papel.
A primeira máquina de escrever foi posta a funcionar.
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 9
3. De acordo com as informações do texto, assinala com X as afirmações
verdadeiras (V) e as falsas (F).
Afirmações V F
Há muito tempo, escrevia-se sobre argila, pedra, madeira, bambu e
osso.
x
Os egípcios utilizaram o papiro para escrever. x
O papel, inventado pelos chineses, teve grande aceitação. x
Antes da imprensa não havia livros. x
A imprensa tornou a produção de livros rápida e fácil. x
A primeira máquina de escrever foi inventada por Gutenberg. x
A internet é uma rede que liga os computadores entre si. x
4. No texto diz-se que os computadores são pequenas maravilhas.
Explica, por palavras tuas, a afirmação sublinhada.
Porque podemos guardar ficheiros, fazer pesquisas, ouvir música, falar com
outras pessoa.
5. Pensa num título adequado ao texto que leste.Escreve o título em que
pensaste.
Por exemplo: A evolução da escrita; Para saber mais sobre a escrita; A escrita
através dos tempos.
6. Um texto como o que leste só pode encontrar-se em algumas publicações.
Assinala com X, no quadro seguinte, as quatro publicações onde poderias
encontrar esse tipo de texto.
Publicações
x jornal
livro de poesia
x revista
x manual escolar
livro de contos
x enciclopédia
livro de receitas
dicionário
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 9
1. De acordo com as informações do texto, assinala com X as afirmações
verdadeiras (V) e as falsas (F).
Afirmações V F
O vólei de praia pratica-se numa praia de areia.
A forma geométrica do campo de vólei é um quadrado.
A equipa que ganha é a que primeiro conseguir fazer 21pontos
independentemente da diferença de pontos entre as equipas.
Cada equipa ganha pontos quando a bola passa por cima da rede e
cai no campo adversário.
O vólei de praia é o mesmo que o voleibol tradicional.
As equipas de vólei de praia são constituídas por 2 ou por 4
elementos.
Ficheiro de leitura funcional nº 10
Afirmações V F
O vólei de praia pratica-se numa praia de areia. X
A forma geométrica do campo de vólei é um quadrado. X
A equipa que ganha é a que primeiro conseguir fazer 21pontos,
independentemente da diferença de pontos entre as equipas.
x
Cada equipa ganha pontos quando a bola passa por cima da rede e
cai no campo adversário.
x
O vólei de praia é o mesmo que o voleibol tradicional. x
As equipas de vólei de praia são constituídas por 2 ou por 4
elementos.
x
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 10
O SOL
O Sol pesa 333 000 vezes mais que a Terra e é tão grande que poderia acolher 1 300
000 Terras. Se a Terra tivesse o tamanho de uma bola de ténis, o Sol teria o tamanho
de uma casa.
O Sol é uma enorme bola de gás quente, que se formou a partir de uma nuvem de gás
e de pó que flutuava no espaço. Começou a brilhar há cerca de 5000 milhões de anos.
O Sol parece mover-se no céu, do amanhecer até ao anoitecer, mas essa ilusão é
causada pela rotação da Terra. Na verdade, somos nós que nos movemos. No entanto,
o Sol move-se de outra forma: gira como a Terra, mas muito mais lentamente.
A temperatura da superfície do Sol é de cerca de 5500 graus centígrados, o suficiente
para evaporar tudo o que existe sobre a Terra. No centro, a sua temperatura é muito
mais alta, rondando os 15 milhões de graus centígrados.
1000 Perguntas e Respostas, Sintra, Girassol Edições, Lda., s.d. (adaptado)
1. Completa o Bilhete de Identidade do Sol, com base nas informações
transmitidas no texto que acabaste de ler.
Ficheiro de leitura funcional nº 11
BILHETE DE IDENTIDADE
Nome: Sol
O que é: ____________________________________________________________________
Idade: ______________________________________________________________________
Peso:________________________________________________________________________
Temperatura à superfície: ______________________________________________________
Origem: _____________________________________________________________________
Como se move: _______________________________________________________________
1. Completa o Bilhete de Identidade do Sol, com base nas informações
transmitidas no texto que acabaste de ler.
BILHETE DE IDENTIDADE
Nome: Sol
O que é: uma enorme bola de gás quente.
Idade: 5000 milhões de anos.
Peso 333 000 vezes mais que a Terra.
Temperatura à superfície: 5500 graus
Origem: Nuvem de gás e de pó (que flutuava no espaço).
Como se move: Gira como a Terra, mas mais lentamente.
Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 11

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fichas de avaliação língua portuguesa 2o ano
Fichas de avaliação língua portuguesa 2o anoFichas de avaliação língua portuguesa 2o ano
Fichas de avaliação língua portuguesa 2o ano
ZoraidaSilva3
 
Fichasavaliaomensal2ano
Fichasavaliaomensal2anoFichasavaliaomensal2ano
Fichasavaliaomensal2ano
Crescendo EAprendendo
 
Fichasavaliaomensal1ano
Fichasavaliaomensal1anoFichasavaliaomensal1ano
Fichasavaliaomensal1ano
Crescendo EAprendendo
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANOAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
Tonia Souza
 
Fichas de avaliação trimestrais 1º ano
Fichas de avaliação trimestrais   1º anoFichas de avaliação trimestrais   1º ano
Fichas de avaliação trimestrais 1º ano
Carlos Isidoro
 
Ficheiros de lp casos piratinha
Ficheiros de lp casos piratinhaFicheiros de lp casos piratinha
Ficheiros de lp casos piratinha
Claudia Cravo
 
285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura
285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura
285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura
Sónia Pereira
 
Avl22 140221085311-phpapp01
Avl22 140221085311-phpapp01Avl22 140221085311-phpapp01
Avl22 140221085311-phpapp01
Sandra Fernandes Fernandes
 
Atividades de ortografia para ensino fundamental
Atividades de ortografia para ensino fundamentalAtividades de ortografia para ensino fundamental
Atividades de ortografia para ensino fundamental
Fernanda Mendes
 
282168192 a-grande-aventura-1º-ano-portugues
282168192 a-grande-aventura-1º-ano-portugues282168192 a-grande-aventura-1º-ano-portugues
282168192 a-grande-aventura-1º-ano-portugues
Sónia Pereira
 

Mais procurados (10)

Fichas de avaliação língua portuguesa 2o ano
Fichas de avaliação língua portuguesa 2o anoFichas de avaliação língua portuguesa 2o ano
Fichas de avaliação língua portuguesa 2o ano
 
Fichasavaliaomensal2ano
Fichasavaliaomensal2anoFichasavaliaomensal2ano
Fichasavaliaomensal2ano
 
Fichasavaliaomensal1ano
Fichasavaliaomensal1anoFichasavaliaomensal1ano
Fichasavaliaomensal1ano
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANOAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
 
Fichas de avaliação trimestrais 1º ano
Fichas de avaliação trimestrais   1º anoFichas de avaliação trimestrais   1º ano
Fichas de avaliação trimestrais 1º ano
 
Ficheiros de lp casos piratinha
Ficheiros de lp casos piratinhaFicheiros de lp casos piratinha
Ficheiros de lp casos piratinha
 
285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura
285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura
285864379 caderno-1º-ano-casos-da-leitura
 
Avl22 140221085311-phpapp01
Avl22 140221085311-phpapp01Avl22 140221085311-phpapp01
Avl22 140221085311-phpapp01
 
Atividades de ortografia para ensino fundamental
Atividades de ortografia para ensino fundamentalAtividades de ortografia para ensino fundamental
Atividades de ortografia para ensino fundamental
 
282168192 a-grande-aventura-1º-ano-portugues
282168192 a-grande-aventura-1º-ano-portugues282168192 a-grande-aventura-1º-ano-portugues
282168192 a-grande-aventura-1º-ano-portugues
 

Destaque

PEDE - teste exploratório dislexia
PEDE -  teste exploratório dislexiaPEDE -  teste exploratório dislexia
PEDE - teste exploratório dislexia
Ana Paula Santos
 
Exercícios para desenvolver a consciência fonológica
Exercícios para desenvolver a consciência fonológicaExercícios para desenvolver a consciência fonológica
Exercícios para desenvolver a consciência fonológica
Ana Paula Santos
 
Vol.2 dislexia exercícios
Vol.2 dislexia exercíciosVol.2 dislexia exercícios
Vol.2 dislexia exercícios
Ana Paula Santos
 
Pede-(Instruções) Prova Exploratória de Dislexia Específica
Pede-(Instruções) Prova Exploratória de Dislexia EspecíficaPede-(Instruções) Prova Exploratória de Dislexia Específica
Pede-(Instruções) Prova Exploratória de Dislexia Específica
Ana Paula Santos
 
Dislexia
DislexiaDislexia
Oficina de texto ficheiro
Oficina de texto ficheiroOficina de texto ficheiro
Oficina de texto ficheiro
Ana Paula Santos
 
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 2
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 2Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 2
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 2
Ana Paula Santos
 
Checklist de avaliação da consciência linguística
Checklist de avaliação da consciência linguísticaChecklist de avaliação da consciência linguística
Checklist de avaliação da consciência linguística
Ana Paula Santos
 
Dislexia atividades
Dislexia atividadesDislexia atividades
Dislexia atividades
Ana Paula Santos
 
test exploratorio de dislexia
test exploratorio de dislexiatest exploratorio de dislexia
test exploratorio de dislexia
nieves huerta martinez
 
Dislexia - disortografia
Dislexia -  disortografiaDislexia -  disortografia
Dislexia - disortografia
Ana Paula Santos
 
Correspondência profissões
Correspondência profissões Correspondência profissões
Correspondência profissões
Ana Paula Santos
 
Frases g e j
Frases g e jFrases g e j
Frases g e j
profpriscilad
 
Fichas de dislexia
Fichas de dislexiaFichas de dislexia
Fichas de dislexia
Sónia Rodrigues
 
Atividades de consciência fonológica
Atividades de consciência fonológica Atividades de consciência fonológica
Atividades de consciência fonológica
Ana Paula Santos
 
Caderno presse 1º ciclo
Caderno presse 1º cicloCaderno presse 1º ciclo
Caderno presse 1º ciclo
Ana Paula Santos
 
Aval Ed Especial
Aval Ed EspecialAval Ed Especial
Aval Ed Especial
ANA GRALHEIRO
 
Pei, exemplo dislexia
Pei, exemplo dislexiaPei, exemplo dislexia
Pei, exemplo dislexia
Leo Silva
 
Prova percepção visual
Prova percepção visualProva percepção visual
Prova percepção visual
Fmbmrd
 
Bateria de testes[1]
Bateria de testes[1]Bateria de testes[1]
Bateria de testes[1]
Maria Cardoso
 

Destaque (20)

PEDE - teste exploratório dislexia
PEDE -  teste exploratório dislexiaPEDE -  teste exploratório dislexia
PEDE - teste exploratório dislexia
 
Exercícios para desenvolver a consciência fonológica
Exercícios para desenvolver a consciência fonológicaExercícios para desenvolver a consciência fonológica
Exercícios para desenvolver a consciência fonológica
 
Vol.2 dislexia exercícios
Vol.2 dislexia exercíciosVol.2 dislexia exercícios
Vol.2 dislexia exercícios
 
Pede-(Instruções) Prova Exploratória de Dislexia Específica
Pede-(Instruções) Prova Exploratória de Dislexia EspecíficaPede-(Instruções) Prova Exploratória de Dislexia Específica
Pede-(Instruções) Prova Exploratória de Dislexia Específica
 
Dislexia
DislexiaDislexia
Dislexia
 
Oficina de texto ficheiro
Oficina de texto ficheiroOficina de texto ficheiro
Oficina de texto ficheiro
 
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 2
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 2Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 2
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 2
 
Checklist de avaliação da consciência linguística
Checklist de avaliação da consciência linguísticaChecklist de avaliação da consciência linguística
Checklist de avaliação da consciência linguística
 
Dislexia atividades
Dislexia atividadesDislexia atividades
Dislexia atividades
 
test exploratorio de dislexia
test exploratorio de dislexiatest exploratorio de dislexia
test exploratorio de dislexia
 
Dislexia - disortografia
Dislexia -  disortografiaDislexia -  disortografia
Dislexia - disortografia
 
Correspondência profissões
Correspondência profissões Correspondência profissões
Correspondência profissões
 
Frases g e j
Frases g e jFrases g e j
Frases g e j
 
Fichas de dislexia
Fichas de dislexiaFichas de dislexia
Fichas de dislexia
 
Atividades de consciência fonológica
Atividades de consciência fonológica Atividades de consciência fonológica
Atividades de consciência fonológica
 
Caderno presse 1º ciclo
Caderno presse 1º cicloCaderno presse 1º ciclo
Caderno presse 1º ciclo
 
Aval Ed Especial
Aval Ed EspecialAval Ed Especial
Aval Ed Especial
 
Pei, exemplo dislexia
Pei, exemplo dislexiaPei, exemplo dislexia
Pei, exemplo dislexia
 
Prova percepção visual
Prova percepção visualProva percepção visual
Prova percepção visual
 
Bateria de testes[1]
Bateria de testes[1]Bateria de testes[1]
Bateria de testes[1]
 

Semelhante a Ficheiro de leitura funcional

Alfa apoio ao estudo (desafios)
Alfa   apoio ao estudo (desafios)Alfa   apoio ao estudo (desafios)
Alfa apoio ao estudo (desafios)
Marisa Figueiredo
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
1jogosdiversospnaicunidade4 130721154420-phpapp01
1jogosdiversospnaicunidade4 130721154420-phpapp011jogosdiversospnaicunidade4 130721154420-phpapp01
1jogosdiversospnaicunidade4 130721154420-phpapp01
Edna Bezerra
 
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
Isa ...
 
Fichasdeavaliao est meio1ano
Fichasdeavaliao est meio1anoFichasdeavaliao est meio1ano
Fichasdeavaliao est meio1ano
ana3340
 
Brincadeiras - Diversão para todos
Brincadeiras - Diversão para todosBrincadeiras - Diversão para todos
Brincadeiras - Diversão para todos
Marcio Luiz Natali
 
Caderno 7 ed. estatística introdução
Caderno 7   ed. estatística introduçãoCaderno 7   ed. estatística introdução
Caderno 7 ed. estatística introdução
Aprender com prazer
 
Brincadeiras
BrincadeirasBrincadeiras
Brincadeiras
Sylvio Mattos
 
aqs_maternal_aquarelinha_lm_site.pdf
aqs_maternal_aquarelinha_lm_site.pdfaqs_maternal_aquarelinha_lm_site.pdf
aqs_maternal_aquarelinha_lm_site.pdf
PriscilaGama12
 
P ee jornalista cecilia de godoy camargo reforço_lingua portuguesa_semana 1...
P ee jornalista  cecilia de godoy  camargo reforço_lingua portuguesa_semana 1...P ee jornalista  cecilia de godoy  camargo reforço_lingua portuguesa_semana 1...
P ee jornalista cecilia de godoy camargo reforço_lingua portuguesa_semana 1...
Gisela Martin
 
alfabetizacao.pdf
alfabetizacao.pdfalfabetizacao.pdf
alfabetizacao.pdf
EscEstPadreJosdeAnch
 
Fichas de reeducao em dislexia
Fichas de reeducao em dislexiaFichas de reeducao em dislexia
Fichas de reeducao em dislexia
Sandra Costa
 
Alfa expressoes
Alfa expressoesAlfa expressoes
Alfa expressoes
Patrícia Grave
 
9908401 manual-de-alfabetizacao
9908401 manual-de-alfabetizacao9908401 manual-de-alfabetizacao
9908401 manual-de-alfabetizacao
Jane Silva
 
Manual de alfabetizacao
Manual de alfabetizacaoManual de alfabetizacao
Manual de alfabetizacao
Vanessa Reis
 
Fichas de Avaliação Mensal - LP 1.ºano
Fichas de Avaliação Mensal - LP 1.ºanoFichas de Avaliação Mensal - LP 1.ºano
Fichas de Avaliação Mensal - LP 1.ºano
Paty Matheus
 
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02-160319120227
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02-160319120227Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02-160319120227
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02-160319120227
Adelaide Lopes
 
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
Sónia Pereira
 
Fichas avaliacao mensal 1.º ano carochinha
Fichas avaliacao mensal 1.º ano carochinhaFichas avaliacao mensal 1.º ano carochinha
Fichas avaliacao mensal 1.º ano carochinha
Elisabete Luz
 
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
RicardoCarla Costa
 

Semelhante a Ficheiro de leitura funcional (20)

Alfa apoio ao estudo (desafios)
Alfa   apoio ao estudo (desafios)Alfa   apoio ao estudo (desafios)
Alfa apoio ao estudo (desafios)
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
1jogosdiversospnaicunidade4 130721154420-phpapp01
1jogosdiversospnaicunidade4 130721154420-phpapp011jogosdiversospnaicunidade4 130721154420-phpapp01
1jogosdiversospnaicunidade4 130721154420-phpapp01
 
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos  pnaic u_nidade 41 jogos diversos  pnaic u_nidade 4
1 jogos diversos pnaic u_nidade 4
 
Fichasdeavaliao est meio1ano
Fichasdeavaliao est meio1anoFichasdeavaliao est meio1ano
Fichasdeavaliao est meio1ano
 
Brincadeiras - Diversão para todos
Brincadeiras - Diversão para todosBrincadeiras - Diversão para todos
Brincadeiras - Diversão para todos
 
Caderno 7 ed. estatística introdução
Caderno 7   ed. estatística introduçãoCaderno 7   ed. estatística introdução
Caderno 7 ed. estatística introdução
 
Brincadeiras
BrincadeirasBrincadeiras
Brincadeiras
 
aqs_maternal_aquarelinha_lm_site.pdf
aqs_maternal_aquarelinha_lm_site.pdfaqs_maternal_aquarelinha_lm_site.pdf
aqs_maternal_aquarelinha_lm_site.pdf
 
P ee jornalista cecilia de godoy camargo reforço_lingua portuguesa_semana 1...
P ee jornalista  cecilia de godoy  camargo reforço_lingua portuguesa_semana 1...P ee jornalista  cecilia de godoy  camargo reforço_lingua portuguesa_semana 1...
P ee jornalista cecilia de godoy camargo reforço_lingua portuguesa_semana 1...
 
alfabetizacao.pdf
alfabetizacao.pdfalfabetizacao.pdf
alfabetizacao.pdf
 
Fichas de reeducao em dislexia
Fichas de reeducao em dislexiaFichas de reeducao em dislexia
Fichas de reeducao em dislexia
 
Alfa expressoes
Alfa expressoesAlfa expressoes
Alfa expressoes
 
9908401 manual-de-alfabetizacao
9908401 manual-de-alfabetizacao9908401 manual-de-alfabetizacao
9908401 manual-de-alfabetizacao
 
Manual de alfabetizacao
Manual de alfabetizacaoManual de alfabetizacao
Manual de alfabetizacao
 
Fichas de Avaliação Mensal - LP 1.ºano
Fichas de Avaliação Mensal - LP 1.ºanoFichas de Avaliação Mensal - LP 1.ºano
Fichas de Avaliação Mensal - LP 1.ºano
 
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02-160319120227
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02-160319120227Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02-160319120227
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02-160319120227
 
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
 
Fichas avaliacao mensal 1.º ano carochinha
Fichas avaliacao mensal 1.º ano carochinhaFichas avaliacao mensal 1.º ano carochinha
Fichas avaliacao mensal 1.º ano carochinha
 
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
Fichasavaliaomensal1ano 130524102908-phpapp02
 

Mais de Ana Paula Santos

Horas cartazes
Horas cartazesHoras cartazes
Horas cartazes
Ana Paula Santos
 
Transição para a vida Pós Escolar
Transição para a vida Pós EscolarTransição para a vida Pós Escolar
Transição para a vida Pós Escolar
Ana Paula Santos
 
Guias de Déficit de Atenção
Guias de Déficit de AtençãoGuias de Déficit de Atenção
Guias de Déficit de Atenção
Ana Paula Santos
 
Memoria Visual - Os frutos
Memoria Visual - Os frutosMemoria Visual - Os frutos
Memoria Visual - Os frutos
Ana Paula Santos
 
Dia do Pai-Imagems e poemas
Dia do Pai-Imagems e poemasDia do Pai-Imagems e poemas
Dia do Pai-Imagems e poemas
Ana Paula Santos
 
Livrinho para o pai
Livrinho para o paiLivrinho para o pai
Livrinho para o pai
Ana Paula Santos
 
Brochura ensino escrita-dimensao_textual
Brochura ensino escrita-dimensao_textualBrochura ensino escrita-dimensao_textual
Brochura ensino escrita-dimensao_textual
Ana Paula Santos
 
Livro O coelhinho que não era da Páscoa
Livro O coelhinho que não era  da Páscoa Livro O coelhinho que não era  da Páscoa
Livro O coelhinho que não era da Páscoa
Ana Paula Santos
 
20 estratégias escolares para crianças com déficit de atenção ou tdah
20 estratégias escolares para crianças com déficit de atenção ou tdah20 estratégias escolares para crianças com déficit de atenção ou tdah
20 estratégias escolares para crianças com déficit de atenção ou tdah
Ana Paula Santos
 
Associação lógica
Associação lógica Associação lógica
Associação lógica
Ana Paula Santos
 
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 1
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 1Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 1
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 1
Ana Paula Santos
 
Texto " A amizade"
Texto " A amizade"Texto " A amizade"
Texto " A amizade"
Ana Paula Santos
 
Palabras que-me-descrevem
Palabras que-me-descrevemPalabras que-me-descrevem
Palabras que-me-descrevem
Ana Paula Santos
 
Joguinhos para trabalhar dislexia e disortografia e disgrafia
Joguinhos para trabalhar dislexia e disortografia e disgrafiaJoguinhos para trabalhar dislexia e disortografia e disgrafia
Joguinhos para trabalhar dislexia e disortografia e disgrafia
Ana Paula Santos
 
Disgrafia/disortografia
Disgrafia/disortografiaDisgrafia/disortografia
Disgrafia/disortografia
Ana Paula Santos
 
Prevenção iliteracia
Prevenção iliteraciaPrevenção iliteracia
Prevenção iliteracia
Ana Paula Santos
 
Consciência fonológica
Consciência fonológicaConsciência fonológica
Consciência fonológica
Ana Paula Santos
 
Dislexia
DislexiaDislexia
Pedro
PedroPedro
Eu tenho dislexia
Eu tenho dislexiaEu tenho dislexia
Eu tenho dislexia
Ana Paula Santos
 

Mais de Ana Paula Santos (20)

Horas cartazes
Horas cartazesHoras cartazes
Horas cartazes
 
Transição para a vida Pós Escolar
Transição para a vida Pós EscolarTransição para a vida Pós Escolar
Transição para a vida Pós Escolar
 
Guias de Déficit de Atenção
Guias de Déficit de AtençãoGuias de Déficit de Atenção
Guias de Déficit de Atenção
 
Memoria Visual - Os frutos
Memoria Visual - Os frutosMemoria Visual - Os frutos
Memoria Visual - Os frutos
 
Dia do Pai-Imagems e poemas
Dia do Pai-Imagems e poemasDia do Pai-Imagems e poemas
Dia do Pai-Imagems e poemas
 
Livrinho para o pai
Livrinho para o paiLivrinho para o pai
Livrinho para o pai
 
Brochura ensino escrita-dimensao_textual
Brochura ensino escrita-dimensao_textualBrochura ensino escrita-dimensao_textual
Brochura ensino escrita-dimensao_textual
 
Livro O coelhinho que não era da Páscoa
Livro O coelhinho que não era  da Páscoa Livro O coelhinho que não era  da Páscoa
Livro O coelhinho que não era da Páscoa
 
20 estratégias escolares para crianças com déficit de atenção ou tdah
20 estratégias escolares para crianças com déficit de atenção ou tdah20 estratégias escolares para crianças com déficit de atenção ou tdah
20 estratégias escolares para crianças com déficit de atenção ou tdah
 
Associação lógica
Associação lógica Associação lógica
Associação lógica
 
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 1
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 1Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 1
Percepção Discriminação- Aprendizagem da Leitura e Escrita 1
 
Texto " A amizade"
Texto " A amizade"Texto " A amizade"
Texto " A amizade"
 
Palabras que-me-descrevem
Palabras que-me-descrevemPalabras que-me-descrevem
Palabras que-me-descrevem
 
Joguinhos para trabalhar dislexia e disortografia e disgrafia
Joguinhos para trabalhar dislexia e disortografia e disgrafiaJoguinhos para trabalhar dislexia e disortografia e disgrafia
Joguinhos para trabalhar dislexia e disortografia e disgrafia
 
Disgrafia/disortografia
Disgrafia/disortografiaDisgrafia/disortografia
Disgrafia/disortografia
 
Prevenção iliteracia
Prevenção iliteraciaPrevenção iliteracia
Prevenção iliteracia
 
Consciência fonológica
Consciência fonológicaConsciência fonológica
Consciência fonológica
 
Dislexia
DislexiaDislexia
Dislexia
 
Pedro
PedroPedro
Pedro
 
Eu tenho dislexia
Eu tenho dislexiaEu tenho dislexia
Eu tenho dislexia
 

Último

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 

Último (20)

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 

Ficheiro de leitura funcional

  • 1. A FORÇA DA GRAVIDADE A força da gravidade puxa todos os objectos na vertical, para baixo, em direção ao centro da Terra. Podes perguntar: e então a Lua não está sujeita à força da gravidade? Sim, claro que está. Mas então porque é que a Lua não cai sobre a Terra? Para descobrires porque é que a Lua não cai, vais fazer uma experiência bastante engraçada. Vais fazer girar um copo com feijões, sem que os feijões caiam! Para isso, tens de abrir dois buracos na boca de um copo de plástico e passar por eles um fio, de modo a fazeres uma asa (como se fosse um pequeno balde). Deita uma mão cheia de feijões no copo e, agarrando pela asa, põe o copo a girar. Os feijões caem durante o movimento? Da mesma maneira que os feijões não caem quando pões o copo a girar, também a Lua não cai. Tal como o copo, a Lua não está parada: ela gira em volta da Terra, demorando 27 dias (ou melhor, 27 dias, 7 horas e 43 minutos) a dar uma volta completa. Sabes a que velocidade a Lua se move em torno da Terra? Move-se a quase 4000 km por hora! Constança Providência, Nuno Crato, Manuel Paiva, Carlos Fiolhais, Ciência a Brincar 4: Descobre o Céu!, Lisboa, Editorial Bizâncio, 2005 (texto adaptado) Ficheiro de leitura funcional nº 1
  • 2. 1. Faz a lista do material referido no texto como necessário à realização da experiência descrita. _____________________________________________ _____________________________________________ _____________________________________________ 2. Ordena, de 1 a 5, de acordo com o texto, as fases da experiência descrita. Repara que a primeira fase já está numerada. Deitar uma mão cheia de feijões no copo. Abrir dois buracos na boca de um copo de plástico. Agarrar o copo pela asa. Passar um fio pelos buracos, para fazer uma asa. Pôr o copo a girar. 3. Assinala com X a opção que permite completar a afirmação, de acordo com o sentido do texto. A Lua e os feijões da experiência não caem, porque estão bem amarrados. dão voltas incompletas. giram à mesma velocidade. estão em movimento. Lê alguns dos conteúdos e dos títulos que fazem parte do livro de onde foi retirada a descrição da experiência apresentada. Associa cada um dos conteúdos ao respectivo título. Segue o exemplo. . CONTEÚDOS TÍTULOS Gratidão dos autores pela colaboração que receberam. 1 Agradecimentos Descrição de uma experiência sobre a força da gravidade. 2 Introdução Apresentação dos assuntos abordados ao longo do livro. 3 Quantas estrelas há no céu? 4 Porque é que a Lua tem manchas? 5 Porque é que a Lua não cai? 1
  • 3. 1. Faz a lista do material referido no texto como necessário à realização da experiência descrita. copo plástico fio feijões 2. Ordena, de 1 a 5, de acordo com o texto, as fases da experiência descrita. Repara que a primeira fase já está numerada. Deitar uma mão cheia de feijões no copo. Abrir dois buracos na boca de um copo de plástico. Agarrar o copo pela asa. Passar um fio pelos buracos, para fazer uma asa. Pôr o copo a girar. 3. Assinala com X a opção que permite completar a afirmação, de acordo com o sentido do texto. A Lua e os feijões da experiência não caem, porque estão bem amarrados. dão voltas incompletas. giram à mesma velocidade. estão em movimento. Lê alguns dos conteúdos e dos títulos que fazem parte do livro de onde foi retirada a descrição da experiência apresentada. Associa cada um dos conteúdos ao respectivo título. Segue o exemplo. . CONTEÚDOS TÍTULOS Gratidão dos autores pela colaboração que receberam. 1 Agradecimentos Descrição de uma experiência sobre a força da gravidade. 2 Introdução Apresentação dos assuntos abordados ao longo do livro. 3 Quantas estrelas há no céu? 4 Porque é que a Lua tem manchas? 5 Porque é que a Lua não cai? 3 1 4 2 5 1 5 2 Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 1
  • 4. 1. Repara nas várias etapas e nos materiais necessários para construir o marcador. Associa cada material indicado no quadro à etapa que lhe corresponde. Segue o exemplo. Material cola lápis papel autocolante tesoura revistas Etapa 3 2. Completa a afirmação, indicando a etapa correspondente. É muito simples fazer um marcador com uma cegonha, basta mudar as instruções da etapa ___. Ficheiro de leitura funcional nº 2
  • 5. 1. Repara nas várias etapas e nos materiais necessários para construir o marcador. Associa cada material indicado no quadro à etapa que lhe corresponde. Segue o exemplo. Material cola lápis papel autocolante tesoura revistas Etapa 3 1 4 2 e 5 3 2. Completa a afirmação, indicando a etapa correspondente. É muito simples fazer um marcador com uma cegonha, basta mudar as instruções da etapa 1. Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 2
  • 6. 1. Se quiseres fazer dois bolos iguais a este, quantas gramas de coco ralado precisas? 2. Que bebida alcoólica deve ser adicionada ao bolo? 3. Precisas de açúcar para confeccionar este bolo? 4. Procura nos ingredientes um adjectivo. Ficheiro de leitura funcional nº 3
  • 7. 1. Se eu quiser fazer dois bolos iguais a este preciso 200 gramas de coco ralado. 2. A bebida alcoólica que deve ser adicionada ao bolo é Whisky. 3. Não é preciso adicionar açúcar para confeccionar este bolo. 4. Os adjectivos poderão ser um destes: Condensado / em pó/ ralado/granulado/colorido Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 3
  • 8. .No nosso mundo há muito a descobrir. Lê o texto que se segue para ficares a conhecer três das crianças que se apresentam no livro «Meninos Iguais a Mim». Ficheiro de leitura funcional nº 4
  • 9. 1. De acordo com as informações do texto que leste, assinala com X as afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F). Afirmações V F Estas três crianças moram em aldeias. Na região onde a Bakang vive, os dias e as noites são muito frios. O Ari vive numa região fria. O Daisuke vive numa ilha. Tanto a Bakang como o Ari falam duas línguas O Daisuke tem sempre aulas ao sábado. A Bakang quer ajudar a tratar de doentes. O Daisuke e o Ari interessam-se por animais Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 4
  • 10. 1. De acordo com as informações do texto que leste, assinala com X as afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F). Afirmações V F Estas três crianças moram em aldeias. Na região onde a Bakang vive, os dias e as noites são muito frios. O Ari vive numa região fria. O Daisuke vive numa ilha. Tanto a Bakang como o Ari falam duas línguas O Daisuke tem sempre aulas ao sábado. A Bakang quer ajudar a tratar de doentes. O Daisuke e o Ari interessam-se por animais
  • 11. 1. Qual é o alimento presente nesta embalagem? 2. Quantas porções podes obter? 3. Poderás comer este alimento em Setembro de 2006? Porquê? 4. Atenta no slogan “puré de batata”. A palavra sublinhada é um nome ou adjectivo? Ficheiro de leitura funcional nº 5
  • 12. 1. O alimento presente nesta embalagem é puré de batata. 2. Posso obter 8 porções. 3. Não poderei comer este alimento em Setembro de 2006 porque estará fora de prazo. 4. A palavra sublinhada é um nome. Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 5
  • 13. Lê as instruções do jogo Loto Animais Bebés. Um maravilhoso jogo ilustrado para os mais jovens Introdução Cada um dos cartões deste jogo é ilustrado com nove lindas fotografias de animais bebés. Combinar as fichas com as diferentes fotografias dos cartões leva-nos a conhecer 36 animais diferentes. Loto Regras Cada jogador recebe um cartão. Os cartões que sobrarem e as suas fichas são postos de lado. É escolhido um director de jogo que também pode participar. O director de jogo baralha as fichas e coloca-as com a face para baixo. De seguida, vira uma ficha de cada vez, para que todos os jogadores a vejam bem. À medida que cada ficha é voltada, o director de jogo deverá dizer o nome do animal bebé representado nessa ficha. Aquele que encontrar o mesmo animal no seu cartão pedirá a ficha e colocá-la-á por cima da figura correspondente no seu cartão. O primeiro jogador a cobrir todas as figuras do seu cartão com as fichas corretas será o vencedor. Ficheiro de leitura funcional nº 6
  • 14. 1. De acordo com as informações do texto que leste, assinala com X as afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F). Afirmações V F A Mariana, de cinco anos, e o Pedro, de sete, já têm idade para jogar o Loto Animais Bebés. Só podem jogar duas equipas, cada uma com quatro crianças. O director de jogo está proibido de jogar. Se jogarem quatro jogadores, distribuem-se todos os cartões. As fichas são postas em cima da mesa, baralhadas. Cada jogador vira uma ficha, para ver se a fotografia está no seu cartão. Os jogadores só devem pedir as fichas que tenham figuras iguais às do seu cartão. Quem pede uma ficha tem de dizer o nome do animal bebé. Ganha o jogo quem cobrir mais depressa o seu cartão com nove fotografias de animais bebés.
  • 15. 1. De acordo com as informações do texto que leste, assinala com X as afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F). Afirmações V F A Mariana, de cinco anos, e o Pedro, de sete, já têm idade para jogar o Loto Animais Bebés. X Só podem jogar duas equipas, cada uma com quatro crianças. X O director de jogo está proibido de jogar. X Se jogarem quatro jogadores, distribuem-se todos os cartões. X As fichas são postas em cima da mesa, baralhadas. X Cada jogador vira uma ficha, para ver se a fotografia está no seu cartão. X Os jogadores só devem pedir as fichas que tenham figuras iguais às do seu cartão. X Quem pede uma ficha tem de dizer o nome do animal bebé. X Ganha o jogo quem cobrir mais depressa o seu cartão com nove fotografias de animais bebés. X Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 6
  • 16. Lê o texto informativo. Assinala com V as frases verdadeiras e com F as falsas de acordo com o sentido do texto. A modalidade desportiva que o texto nos fala é o futebol. O voleibol de praia apareceu nos Estados Unidos, na década de 1920, numa praia. Os primeiros torneios de voleibol de praia foram organizados na praia de Santa Mónica na Califórnia. O voleibol passou a integrar o programa dos jogos olímpicos em 1996. Os jogos olímpicos de 1996 realizaram-se na Califórnia. Os jogadores portugueses, de voleibol de praia, João Brenha e Miguel Maia, não participaram nos jogos olímpicos de 1996. Os jogadores portugueses de voleibol de praia ficaram em quarto lugar nos jogos de 1996 e de 2000. Ficheiro de leitura funcional nº 7
  • 17. Assinala com V as frases verdadeiras e com F as falsas de acordo com o sentido do texto. A modalidade desportiva que o texto nos fala é o futebol. O voleibol de praia apareceu nos Estados Unidos, na década de 1920, numa praia. Os primeiros torneios de voleibol de praia foram organizados na praia de Santa Mónica na Califórnia. O voleibol passou a integrar o programa dos jogos olímpicos em 1996. Os jogos olímpicos de 1996 realizaram-se na Califórnia. Os jogadores portugueses, de voleibol de praia, João Brenha e Miguel Maia, não participaram nos jogos olímpicos de 1996. Os jogadores portugueses de voleibol de praia ficaram em quarto lugar nos jogos de 1996 e de 2000. Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 7 F V V V F F V
  • 18. Observa o mapa e lê com atenção toda a informação. O arquipélago dos Açores, nascido de vulcões, é composto por nove ilhas. A famosa lagoa das Sete Cidades, em São Miguel, tem duas cores. Segundo conta a lenda, azul, das lágrimas de uma princesa, e verde, das lágrimas do seu amado pastor. As baleias podem estar em perigo de extinção, mas aqui, nestas águas, podem viver-se momentos mágicos a observá-las em liberdade. Na ilha do Faial, há uma marina que é um porto de passagem de marinheiros de todas as partes do mundo. Na montanha da ilha do Pico, fica o ponto mais alto de Portugal, com 2351 metros. Legenda 1 – Cidade de Ponta Delgada 1 7 – Fábrica de chá 2 – Cidade de Angra do Heroísmo 1 8 – Fábricas de queijo 3 – Cidade da Horta 1 9 – Marina da Horta 4 – Lagoa das Sete Cidades 10 – Nascente de água quente 5 – Vulcão dos Capelinhos 11 – Montanha do Pico 6 – Lagoa das Furnas 12 – Moinhos de vento «Portugal para os mais novos», Expresso, 15 de Setembro de 2007 (texto adaptado) Ficheiro de leitura funcional nº 8 10 11 12 9 5 3 3 8 2 4 1 6 7
  • 19. Responde ao que te é pedido sobre o texto que acabaste de ler, seguindo as orientações que te são dadas. 1. Escreve, junto a cada local turístico, a letra que corresponde à ilha onde esse local se situa. Usa cada letra apenas uma vez. Segue o exemplo. 2. Retira do texto a) a expressão que refere a origem do arquipélago. b) o nome de uma cidade da ilha Terceira. c) o nome de uma ilha onde se pode visitar uma fábrica. Ficheiro de leitura funcional nº 8
  • 20. 1. 1. Retira do texto a) a expressão que refere a origem do arquipélago. “nascido de vulcões” b) o nome de uma cidade da ilha Terceira. Cidade de Angra do Heroísmo c) o nome de uma ilha onde se pode visitar uma fábrica. A ilha de São Jorge. Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 8 e) b) c) d)
  • 21. Lê o texto com muita atenção Ficheiro de leitura funcional nº 9
  • 22. Responde ao que te é pedido sobre o texto que acabaste de ler, seguindo as orientações que te são dadas. 1. Assinala com X a opção que completa a frase, de acordo com o sentido do texto. Este texto foi escrito para explicar como se escreve à máquina. a escrita foi mudando. se inventou a internet. funciona um computador. 2. O texto indica-nos algumas datas de acontecimentos importantes. Segue o exemplo e completa a correspondência entre cada acontecimento e a respectiva data. O alemão Johannes Gutenberg inventou a imprensa. Fez-se a primeira ligação entre dois computadores. Os chineses inventaram uma técnica para fazer papel. A primeira máquina de escrever foi posta a funcionar. Ficheiro de leitura funcional nº 9
  • 23. 3. De acordo com as informações do texto, assinala com X as afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F). Afirmações V F Há muito tempo, escrevia-se sobre argila, pedra, madeira, bambu e osso. Os egípcios utilizaram o papiro para escrever. O papel, inventado pelos chineses, teve grande aceitação. Antes da imprensa não havia livros. A imprensa tornou a produção de livros rápida e fácil. A primeira máquina de escrever foi inventada por Gutenberg. A internet é uma rede que liga os computadores entre si. 4. No texto diz-se que os computadores são pequenas maravilhas. Explica, por palavras tuas, a afirmação sublinhada. _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ 5. Pensa num título adequado ao texto que leste. Escreve o título em que pensaste. _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ 6. Um texto como o que leste só pode encontrar-se em algumas publicações. Assinala com X, no quadro seguinte, as quatro publicações onde poderias encontrar esse tipo de texto. Publicações jornal livro de poesia revista manual escolar livro de contos enciclopédia livro de receitas dicionário
  • 24. 1. Assinala com X a opção que completa a frase, de acordo com o sentido do texto. Este texto foi escrito para explicar como se escreve à máquina. a escrita foi mudando. se inventou a internet. funciona um computador. 2. O texto indica-nos algumas datas de acontecimentos importantes. Segue o exemplo e completa a correspondência entre cada acontecimento e a respectiva data. O alemão Johannes Gutenberg inventou a imprensa. Fez-se a primeira ligação entre dois computadores. Os chineses inventaram uma técnica para fazer papel. A primeira máquina de escrever foi posta a funcionar. Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 9
  • 25. 3. De acordo com as informações do texto, assinala com X as afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F). Afirmações V F Há muito tempo, escrevia-se sobre argila, pedra, madeira, bambu e osso. x Os egípcios utilizaram o papiro para escrever. x O papel, inventado pelos chineses, teve grande aceitação. x Antes da imprensa não havia livros. x A imprensa tornou a produção de livros rápida e fácil. x A primeira máquina de escrever foi inventada por Gutenberg. x A internet é uma rede que liga os computadores entre si. x 4. No texto diz-se que os computadores são pequenas maravilhas. Explica, por palavras tuas, a afirmação sublinhada. Porque podemos guardar ficheiros, fazer pesquisas, ouvir música, falar com outras pessoa. 5. Pensa num título adequado ao texto que leste.Escreve o título em que pensaste. Por exemplo: A evolução da escrita; Para saber mais sobre a escrita; A escrita através dos tempos. 6. Um texto como o que leste só pode encontrar-se em algumas publicações. Assinala com X, no quadro seguinte, as quatro publicações onde poderias encontrar esse tipo de texto. Publicações x jornal livro de poesia x revista x manual escolar livro de contos x enciclopédia livro de receitas dicionário Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 9
  • 26. 1. De acordo com as informações do texto, assinala com X as afirmações verdadeiras (V) e as falsas (F). Afirmações V F O vólei de praia pratica-se numa praia de areia. A forma geométrica do campo de vólei é um quadrado. A equipa que ganha é a que primeiro conseguir fazer 21pontos independentemente da diferença de pontos entre as equipas. Cada equipa ganha pontos quando a bola passa por cima da rede e cai no campo adversário. O vólei de praia é o mesmo que o voleibol tradicional. As equipas de vólei de praia são constituídas por 2 ou por 4 elementos. Ficheiro de leitura funcional nº 10
  • 27. Afirmações V F O vólei de praia pratica-se numa praia de areia. X A forma geométrica do campo de vólei é um quadrado. X A equipa que ganha é a que primeiro conseguir fazer 21pontos, independentemente da diferença de pontos entre as equipas. x Cada equipa ganha pontos quando a bola passa por cima da rede e cai no campo adversário. x O vólei de praia é o mesmo que o voleibol tradicional. x As equipas de vólei de praia são constituídas por 2 ou por 4 elementos. x Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 10
  • 28. O SOL O Sol pesa 333 000 vezes mais que a Terra e é tão grande que poderia acolher 1 300 000 Terras. Se a Terra tivesse o tamanho de uma bola de ténis, o Sol teria o tamanho de uma casa. O Sol é uma enorme bola de gás quente, que se formou a partir de uma nuvem de gás e de pó que flutuava no espaço. Começou a brilhar há cerca de 5000 milhões de anos. O Sol parece mover-se no céu, do amanhecer até ao anoitecer, mas essa ilusão é causada pela rotação da Terra. Na verdade, somos nós que nos movemos. No entanto, o Sol move-se de outra forma: gira como a Terra, mas muito mais lentamente. A temperatura da superfície do Sol é de cerca de 5500 graus centígrados, o suficiente para evaporar tudo o que existe sobre a Terra. No centro, a sua temperatura é muito mais alta, rondando os 15 milhões de graus centígrados. 1000 Perguntas e Respostas, Sintra, Girassol Edições, Lda., s.d. (adaptado) 1. Completa o Bilhete de Identidade do Sol, com base nas informações transmitidas no texto que acabaste de ler. Ficheiro de leitura funcional nº 11 BILHETE DE IDENTIDADE Nome: Sol O que é: ____________________________________________________________________ Idade: ______________________________________________________________________ Peso:________________________________________________________________________ Temperatura à superfície: ______________________________________________________ Origem: _____________________________________________________________________ Como se move: _______________________________________________________________
  • 29. 1. Completa o Bilhete de Identidade do Sol, com base nas informações transmitidas no texto que acabaste de ler. BILHETE DE IDENTIDADE Nome: Sol O que é: uma enorme bola de gás quente. Idade: 5000 milhões de anos. Peso 333 000 vezes mais que a Terra. Temperatura à superfície: 5500 graus Origem: Nuvem de gás e de pó (que flutuava no espaço). Como se move: Gira como a Terra, mas mais lentamente. Resposta - Ficheiro de leitura funcional nº 11