SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE
PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO DO
PLANO DE AÇÕES
ARTICULADAS/PROFEBPAR
ASSESSORIA DE INTERIOREIZAÇÃO/ASEI
COMPONENTES:

 Adonias Lima
 Antonio de Padua
 Elson alves
 Maria Deusa
FESTA DAS PIABAS

 COMO TEVE INÍCIO:

 O líder comunitário Antonio Ribeiro de
 Sousa, popularmente conhecido como
 Antonio Bacurí diz que vem de uma
 tradição de sua avó, a qual no ano de
 1961 começou fazer promessa para que
 chovesse nas lavouras.
A FESTA DAS PIABAS
        Segundo o senhor Antonio Ribeiro de Sousa, popularmente Antonio Bacuri, em
1961 sua avó, ao fazer a roça e na época do arroz parir, fez um grande verão. Então a
     mesma fez uma promessa que se chovesse, ela e seus visinhos ganhassem os
   legumes que ela não trabalharia mais em dia de sábado, sendo que o momento da
promessa foi pela manhã e que no início daquela mesma noite começou a chover. Daí
                    começou a tradição da família em fazer promessa.
        Em 1992 aparece novamente o grande verão e a esposa do Sr. Antonio Bacuri
renovou a promessa dizendo que se ela e a vizinhança ganhassem os legumes que os
mesmos rezariam o terço a São José às margens do rio Mearim e que fariam comidas
  separadamente para as piabas, também dariam comida ao povo, isso cada lavrador
     contribuindo com sua parte. O milagre aconteceu. No dia em que o terço eatava
 acontecendo chega o Sr. Antonio de Melo, (um dos lavradores da região) informando
    que aquele dia, 25 de julho, é o dia do lavrador e o mesmo sugeriu que a mesma
      deveria acontecer todos os anos por esta, e assim nasceu a festa das piabas.
         Os pioneiros desta festa é Antonio Bacuri e sua família, juntamente com seu
  cunhado Francisco Gonsalves da Silva, popularmente Chico Adriana e sua família.
       A festa das piabas acontece todos os anos, no dia 25 de julho, às margens do rio
 Mearim, no lugar Bebedouro Bonito e acontece com a participação das comunidades
                       vizinhas e de pessoas da cidade de Grajaú.
        Existe a imagem, caixa de som com microfone, o terço, a bíblia, vela, foguetes,
    elementos simbolizando boas colheitas como cachos de arroz, milho, feijão, fava,
mandioca e quando dia de domingo se usa folheto próprio par a celebração nas CEBs .
                                          Grajaú 2012
NOVO PERÍODO DE
ESTIAGEM EM 1992 E NOVA
PROMESSA
 Em 1992 surge nova estiagem no período
  crítico em que os grãos das lavouras precisam
  encher e desta vez é dona Maria Raimunda e
  seu esposo Antonio Bacurí quem fazem nova
  promessa
COMO SERIA A
PROMESSA
 A promessa seria que se chovesse e
  todos fizessem boas colheitas,
  chamariam os visinhos para rezar o terço
  a São José nas margens do rio e fariam
  comidas separadamente para as piabas
  e também dariam comida ao povo que
  participasse das rezas
Festa das piabas cultura popular grajaú ma
Festa das piabas cultura popular grajaú ma
Festa das piabas cultura popular grajaú ma
Festa das piabas cultura popular grajaú ma

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Festa junina.
Festa junina.Festa junina.
Festa junina.
Cássio Marcelo
 
Cronica foto - MISSÃO DA FLORESTA DO MAIOMBE. Presença missionária fma Cabind...
Cronica foto - MISSÃO DA FLORESTA DO MAIOMBE. Presença missionária fma Cabind...Cronica foto - MISSÃO DA FLORESTA DO MAIOMBE. Presença missionária fma Cabind...
Cronica foto - MISSÃO DA FLORESTA DO MAIOMBE. Presença missionária fma Cabind...
Maike Loes
 
Festa junina
Festa juninaFesta junina
Festas juninas
Festas juninasFestas juninas
Festas juninas
Luzia Gabriele
 
Festas juninas
Festas juninasFestas juninas
Festas juninas
Luzia Gabriele
 
Símbolos e rituais da festa junina
Símbolos e rituais da festa juninaSímbolos e rituais da festa junina
Símbolos e rituais da festa junina
Simone Dutra
 
Natal
NatalNatal
Festa junina
Festa juninaFesta junina
Festa junina
pratesclaudio
 
Origem da festa junina
Origem da festa juninaOrigem da festa junina
Origem da festa junina
Leo Costa
 
O Carnaval
O CarnavalO Carnaval
O Carnaval
Colmeias
 
Midterm
MidtermMidterm
Midterm
alexatorres
 
Atividade de Informática Itapetininga
Atividade de Informática ItapetiningaAtividade de Informática Itapetininga
Atividade de Informática Itapetininga
mayrabelopede
 
Trabalho sobre festa junina
Trabalho sobre festa juninaTrabalho sobre festa junina
Trabalho sobre festa junina
gracigomes
 
Festa junina
Festa juninaFesta junina
Festa junina
sandralobo49
 
Festa Junina 2015
Festa Junina 2015Festa Junina 2015
Festa Junina 2015
Cieja Narede
 
Ensaio fotografico kapinawa
Ensaio fotografico kapinawaEnsaio fotografico kapinawa
Ensaio fotografico kapinawa
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Livro 1b
Livro 1bLivro 1b
Livro 1b
Regina Carvalho
 
Festa junina
Festa juninaFesta junina
Festa junina
Antonio Fernandes
 
S. Martinho
S. MartinhoS. Martinho
S. Martinho
4AnoTurma1
 

Mais procurados (19)

Festa junina.
Festa junina.Festa junina.
Festa junina.
 
Cronica foto - MISSÃO DA FLORESTA DO MAIOMBE. Presença missionária fma Cabind...
Cronica foto - MISSÃO DA FLORESTA DO MAIOMBE. Presença missionária fma Cabind...Cronica foto - MISSÃO DA FLORESTA DO MAIOMBE. Presença missionária fma Cabind...
Cronica foto - MISSÃO DA FLORESTA DO MAIOMBE. Presença missionária fma Cabind...
 
Festa junina
Festa juninaFesta junina
Festa junina
 
Festas juninas
Festas juninasFestas juninas
Festas juninas
 
Festas juninas
Festas juninasFestas juninas
Festas juninas
 
Símbolos e rituais da festa junina
Símbolos e rituais da festa juninaSímbolos e rituais da festa junina
Símbolos e rituais da festa junina
 
Natal
NatalNatal
Natal
 
Festa junina
Festa juninaFesta junina
Festa junina
 
Origem da festa junina
Origem da festa juninaOrigem da festa junina
Origem da festa junina
 
O Carnaval
O CarnavalO Carnaval
O Carnaval
 
Midterm
MidtermMidterm
Midterm
 
Atividade de Informática Itapetininga
Atividade de Informática ItapetiningaAtividade de Informática Itapetininga
Atividade de Informática Itapetininga
 
Trabalho sobre festa junina
Trabalho sobre festa juninaTrabalho sobre festa junina
Trabalho sobre festa junina
 
Festa junina
Festa juninaFesta junina
Festa junina
 
Festa Junina 2015
Festa Junina 2015Festa Junina 2015
Festa Junina 2015
 
Ensaio fotografico kapinawa
Ensaio fotografico kapinawaEnsaio fotografico kapinawa
Ensaio fotografico kapinawa
 
Livro 1b
Livro 1bLivro 1b
Livro 1b
 
Festa junina
Festa juninaFesta junina
Festa junina
 
S. Martinho
S. MartinhoS. Martinho
S. Martinho
 

Destaque

Trend report 26.06.2015
Trend report 26.06.2015Trend report 26.06.2015
Trend report 26.06.2015
SKORPA MEDIA
 
Halloween
HalloweenHalloween
Halloween
Calogs
 
A Verdade Sobre O Halloween
A Verdade Sobre O HalloweenA Verdade Sobre O Halloween
A Verdade Sobre O Halloween
CARLOS ZACARKIM
 
Viva o Carnaval
Viva o CarnavalViva o Carnaval
Viva o Carnaval
Maria Borges
 
S.martinho alvão 3ano
S.martinho alvão 3anoS.martinho alvão 3ano
S.martinho alvão 3ano
AEC_soaresbasto
 
Caça ao tesouro camoniano 1
Caça ao tesouro camoniano 1Caça ao tesouro camoniano 1
Caça ao tesouro camoniano 1
poetagenial
 
Caravela Montilla
Caravela MontillaCaravela Montilla
Caravela Montilla
nathalia cantanhede
 
Comidas tipicas das festas juninas
Comidas tipicas das festas juninasComidas tipicas das festas juninas
Comidas tipicas das festas juninas
lexxa_hm
 
Atividade caca ao tesouro literária
Atividade caca ao tesouro literáriaAtividade caca ao tesouro literária
Atividade caca ao tesouro literária
Deborah Dias
 

Destaque (9)

Trend report 26.06.2015
Trend report 26.06.2015Trend report 26.06.2015
Trend report 26.06.2015
 
Halloween
HalloweenHalloween
Halloween
 
A Verdade Sobre O Halloween
A Verdade Sobre O HalloweenA Verdade Sobre O Halloween
A Verdade Sobre O Halloween
 
Viva o Carnaval
Viva o CarnavalViva o Carnaval
Viva o Carnaval
 
S.martinho alvão 3ano
S.martinho alvão 3anoS.martinho alvão 3ano
S.martinho alvão 3ano
 
Caça ao tesouro camoniano 1
Caça ao tesouro camoniano 1Caça ao tesouro camoniano 1
Caça ao tesouro camoniano 1
 
Caravela Montilla
Caravela MontillaCaravela Montilla
Caravela Montilla
 
Comidas tipicas das festas juninas
Comidas tipicas das festas juninasComidas tipicas das festas juninas
Comidas tipicas das festas juninas
 
Atividade caca ao tesouro literária
Atividade caca ao tesouro literáriaAtividade caca ao tesouro literária
Atividade caca ao tesouro literária
 

Mais de CRIS TORRES

Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
CRIS TORRES
 
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
CRIS TORRES
 
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2 Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
CRIS TORRES
 
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIAPalestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
CRIS TORRES
 
Aula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogiaAula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogia
CRIS TORRES
 
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE” DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
CRIS TORRES
 
50 dicas para 2014
50 dicas para 201450 dicas para 2014
50 dicas para 2014
CRIS TORRES
 
Reflexão e atitude
Reflexão e atitudeReflexão e atitude
Reflexão e atitude
CRIS TORRES
 
Orientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisaOrientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisa
CRIS TORRES
 
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
CRIS TORRES
 
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
CRIS TORRES
 
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
CRIS TORRES
 
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalhoDicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
CRIS TORRES
 
O PARFOR no Estado do Maranhão
O PARFOR  no Estado do MaranhãoO PARFOR  no Estado do Maranhão
O PARFOR no Estado do Maranhão
CRIS TORRES
 
SALVE O LIVRO
SALVE O LIVROSALVE O LIVRO
SALVE O LIVRO
CRIS TORRES
 
História e politica educacional percurso
História e politica educacional   percursoHistória e politica educacional   percurso
História e politica educacional percurso
CRIS TORRES
 
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRECOMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
CRIS TORRES
 
Psicologia genética piaget
Psicologia genética   piagetPsicologia genética   piaget
Psicologia genética piaget
CRIS TORRES
 
Não há docência sem discência
Não há docência sem discênciaNão há docência sem discência
Não há docência sem discência
CRIS TORRES
 
Parâmetros curriculares nacionais
Parâmetros curriculares nacionaisParâmetros curriculares nacionais
Parâmetros curriculares nacionais
CRIS TORRES
 

Mais de CRIS TORRES (20)

Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
Artigo cursos presenciais de formação de professores da educação básica no mu...
 
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
Cursos presenciais de formação de professores da educação básica no município...
 
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2 Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
Mensagem aos formandos curso pedagogia 2010 2
 
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIAPalestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
Palestra aula da saudade Curso PEDAGOGIA
 
Aula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogiaAula da saudade pedagogia
Aula da saudade pedagogia
 
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE” DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
DESENVOLVIMENTO DE PORTFÓLIO “ARAGUAÍNA ON-LINE”
 
50 dicas para 2014
50 dicas para 201450 dicas para 2014
50 dicas para 2014
 
Reflexão e atitude
Reflexão e atitudeReflexão e atitude
Reflexão e atitude
 
Orientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisaOrientações para projeto de pesquisa
Orientações para projeto de pesquisa
 
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
As contribuições do Programa de Formação de Professores para a Educação Básic...
 
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA Aula da saudade Ed.Física   Grajaú - MA
Aula da saudade Ed.Física Grajaú - MA
 
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
Concepção e implementação do plano nacional de formação de professores da edu...
 
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalhoDicas importantes para escrever resumo de trabalho
Dicas importantes para escrever resumo de trabalho
 
O PARFOR no Estado do Maranhão
O PARFOR  no Estado do MaranhãoO PARFOR  no Estado do Maranhão
O PARFOR no Estado do Maranhão
 
SALVE O LIVRO
SALVE O LIVROSALVE O LIVRO
SALVE O LIVRO
 
História e politica educacional percurso
História e politica educacional   percursoHistória e politica educacional   percurso
História e politica educacional percurso
 
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRECOMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
COMO SE PRÉ-INSCREVER NA PLATAFORMA FREIRE
 
Psicologia genética piaget
Psicologia genética   piagetPsicologia genética   piaget
Psicologia genética piaget
 
Não há docência sem discência
Não há docência sem discênciaNão há docência sem discência
Não há docência sem discência
 
Parâmetros curriculares nacionais
Parâmetros curriculares nacionaisParâmetros curriculares nacionais
Parâmetros curriculares nacionais
 

Último

Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 

Festa das piabas cultura popular grajaú ma

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO DO PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS/PROFEBPAR ASSESSORIA DE INTERIOREIZAÇÃO/ASEI
  • 2. COMPONENTES:  Adonias Lima  Antonio de Padua  Elson alves  Maria Deusa
  • 3. FESTA DAS PIABAS  COMO TEVE INÍCIO: O líder comunitário Antonio Ribeiro de Sousa, popularmente conhecido como Antonio Bacurí diz que vem de uma tradição de sua avó, a qual no ano de 1961 começou fazer promessa para que chovesse nas lavouras.
  • 4. A FESTA DAS PIABAS Segundo o senhor Antonio Ribeiro de Sousa, popularmente Antonio Bacuri, em 1961 sua avó, ao fazer a roça e na época do arroz parir, fez um grande verão. Então a mesma fez uma promessa que se chovesse, ela e seus visinhos ganhassem os legumes que ela não trabalharia mais em dia de sábado, sendo que o momento da promessa foi pela manhã e que no início daquela mesma noite começou a chover. Daí começou a tradição da família em fazer promessa. Em 1992 aparece novamente o grande verão e a esposa do Sr. Antonio Bacuri renovou a promessa dizendo que se ela e a vizinhança ganhassem os legumes que os mesmos rezariam o terço a São José às margens do rio Mearim e que fariam comidas separadamente para as piabas, também dariam comida ao povo, isso cada lavrador contribuindo com sua parte. O milagre aconteceu. No dia em que o terço eatava acontecendo chega o Sr. Antonio de Melo, (um dos lavradores da região) informando que aquele dia, 25 de julho, é o dia do lavrador e o mesmo sugeriu que a mesma deveria acontecer todos os anos por esta, e assim nasceu a festa das piabas. Os pioneiros desta festa é Antonio Bacuri e sua família, juntamente com seu cunhado Francisco Gonsalves da Silva, popularmente Chico Adriana e sua família. A festa das piabas acontece todos os anos, no dia 25 de julho, às margens do rio Mearim, no lugar Bebedouro Bonito e acontece com a participação das comunidades vizinhas e de pessoas da cidade de Grajaú. Existe a imagem, caixa de som com microfone, o terço, a bíblia, vela, foguetes, elementos simbolizando boas colheitas como cachos de arroz, milho, feijão, fava, mandioca e quando dia de domingo se usa folheto próprio par a celebração nas CEBs . Grajaú 2012
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. NOVO PERÍODO DE ESTIAGEM EM 1992 E NOVA PROMESSA  Em 1992 surge nova estiagem no período crítico em que os grãos das lavouras precisam encher e desta vez é dona Maria Raimunda e seu esposo Antonio Bacurí quem fazem nova promessa
  • 9. COMO SERIA A PROMESSA  A promessa seria que se chovesse e todos fizessem boas colheitas, chamariam os visinhos para rezar o terço a São José nas margens do rio e fariam comidas separadamente para as piabas e também dariam comida ao povo que participasse das rezas