SlideShare uma empresa Scribd logo
UBM - Centro Universitário de Barra Mansa - RJ


         Especialização em Gestão Escolar:
           Administrativa e Pedagógica
       UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS
          DA WEB 2.0 NA PRÁTICA
                  EDUCATIVA
* Profa. Marceline Silva Neto
* Prof. Noe Assunção
* Profa. Roseli da S. R. Negreiros Botelho
* Profa. Edelquim Maria de L.F. Gavião

Profa. MS. Maria Aparecida Coelho Naves
"As redes digitais possibilitam organizar o ensino e a
aprendizagem de forma mais ativa, dinâmica e variada,
privilegiando a pesquisa, a interação e a personalização em
múltiplos espaços e tempos presenciais e virtuais. Assim, a
organização escolar precisa ser reinventada para que todos
aprendam de modo mais humano, afetivo e ético, integrando
os aspectos individual e social, os diversos ritmos, métodos e
tecnologias, para ajudarmos a formar cidadãos plenos em
todas as dimensões"



                                          José Manuel Moran
CONCEITO DE WEB 2.0

  O conceito de Web 2.0 surge pela primeira vez em 2004 por
Tim O'Reilly com o objetivo de dar base teórica para as
mudanças que estavam ocorrendo na rede mundial de
computadores.


  O'Reilly iniciou suas reflexões sobre o fenômeno que estava
acontecendo com o surgimento do Blogger em 1999 e da
Wikipédia em 2001 . As discussões se pautavam numa
mudança de paradigmas que deram origem a uma escrita
colaborativa.
CONCEITO DE WEB 2.0
  O termo web 2.0 está associado às aplicações da web onde o
objetivo principal é facilitar os seguintes aspectos:
compartilhamento de informações de maneira interativa,
interoperabilidade, desenvolvimento com foco no usuário e
colaboração na world wide web (www).


  Permitir que o usuário interaja com outros usuários ou
mesmo altere o conteúdo dos sites da geração web 1.0, onde o
conteúdo era estático, o acesso se restringia apenas nas
leituras das informações, sem nenhum recurso adicional.
Ferramentas da web 2.0 na prática educativa  -educação e tecnologia- (1)
Conceito de web 2.0 por Tim O'
Reilly

  "É o entendimento que a rede é a plataforma e sobre esta
plataforma de rede as regras para negócios costumam ser
diferentes e a regra de importância primária é essa: "usuários
acrescentam valor" e entendendo como construir seus bancos
de dados estes ficam melhor quanto mais pessoas os usam é na
verdade o segredo das origens de toda empresa web 2.0".


                                                          Tim
O'Reilly
Ferramentas da web 2.0
 Um dos aspectos interessantes para a utilização da Web 2.0
em educação é o fato de não demandar custos para o professor.
 Algumas ferramentas gratuitas disponíveis na Web:


  • Edição colaborativa de conteúdo: Blogs (Blogger) e Wikis
(pbwiki)
  • Comunicação: Skype, Messenger, Gmail, Podcast
  • Grupos de discussão: Yahoogroups
  • Redes Sociais: Orkut, Facebook, MySpace
  • Micropublicação: Twitter
  • • Compartilhamento de arquivos:
  o textos, planilhas e apresentações (Google Docs, Slideshare,
Zoho);
  o vídeos (Youtube)
A facilidade de criação, publicação, a possibilidade de construção
coletiva de textos e o potencial de interação, tornam os blogs uma
ferramenta pedagógica de destaque para a educação. O professor
poderá usar um blog para fornecer informações atualizadas e
comentários sobre suas áreas de especialidade. Poderá propor também
questões, exercícios, publicar trabalhos em produção além de indicar
endereços (URLs) e comentários para outras fontes da Web 2. 0. O
professor poderá também utilizar um blog para fornecer aos alunos as
avaliações de sua disciplina. Os alunos podem utilizar blogs para a
construção coletiva de textos, publicação de textos que poderão ser
comentados pelos colegas e indicação de endereços (URLs).
Youtube


Esta ferramenta Web 2.0 permite uma prática educativa em que
a base do processo de ensino-aprendizagem seja a participação
ativa dos alunos. Através do Youtube o professor poderá
elaborar vídeos e envolver os alunos nesta elaboração bastando
torná-los autores ou coautores no processo de criação do vídeo
para se conseguir um envolvimento ativo por parte do aluno na
sua aprendizagem. A tecnologia do vídeo quand ocolocada nas
mãos dos alunos, possibilita a experiência da pesquisa, do
avaliar-se, do conhecer e conhecer-se, logo, permite a
experiência de colaboração entre pares na elaboração de um
produto coletivo .
Twitter

O professor poderá utilizar o Twitter através de posts para
noticiar aos alunos a respeito do andamento das atividades de
sua disciplina, além de postar endereços da Internet (URLs)
que possam ajudar os alunos em relação ao que está sendo
ensinado em sala de aula. Outra funcionalidade é lançar
antecipadamente o que será apresentado em sala de aula,
divulgar data de eventos e palestras importantes na área de
conhecimento de sua disciplina.
Google Docs
Uma das principais funcionalidades desta ferramenta é o
compartilhamento de forma síncrona onde arquivos (textos,
planilhas eletrônicas, apresentação de slides) que estejam
abertos num dado momento podem ser compartilhados por
várias pessoas simultaneamente ou de forma assíncrona. Esta
é uma característica muito importante para facilitar o
trabalho colaborativo na Web. Além disso, este recurso é muito
útil para suportar projetos colaborativos em cursos onde a
escrita é muito intensiva. Dessa forma a ferramenta Google
Docs pode ser facilmente incluída nas atividades educativas
dos alunos, proporcionando uma maior diversidade de
estratégias comunicativas, um aumento da motivação e uma
maior cultura de partilha e colaboração.
E o aluno?
Na Web 2.0, o aluno deixa de ocupar uma posição passiva,
passando a exercer o papel também de produtor e
desenvolvedor de conteúdo. Essa possibilidade permite ao
aluno desempenhar várias funções tais como leitor, autor,
produtor de material didático, editor e colaborador, para uma
audiência que ultrapassa os limites da sala de aula, ou mesmo
o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) utilizado. Os
próprios alunos assumem a função de produtores de conteúdos
e materiais de aprendizado. Vale citar que existe um grande
contraste, de um lado, a excitação e o frenesi dos jovens em
usar as ferramentas da Web2.0, e, do outro lado, a apatia e o
desinteresse que os professores enxergam nesses mesmos
jovens em sala de aula.
O professor?

Como educadores, os professores têm a função de assumirem a
responsabilidade de explorar a área tecnopedagógica para
construir o material para os alunos, e não simplesmente lançá-
lo de forma pouco estimulante deixando que se percam numa
confusão de dados, ferramentas e tecnologias. Deverá
desempenhar novas funções tais como autor de conteúdo,
designer de cursos, etc. Para isso, no entanto, ele precisa
dominar as ferramentas tecnológicas que utiliza em seu
trabalho e fazer uso, principalmente, de muita criatividade.
Ferramentas da web 2.0 na prática educativa  -educação e tecnologia- (1)
REFERÊNCIAS
 http://extensao.cecierj.edu.br/saladeaula/file.php/95/Semana3/Textos
_apoio/O_uso_pedagogico_Web_2.0.pdf


 http://extensao.cecierj.edu.br/saladeaula/file.php/95/Semana2/Textos
_apoio/Web_2_e_a_EAD_-_Aprendizagem_Colaborativa.pdf


  http://www.petfacom.ufjf.br/wordpress/arquivos/artigos/Artigo_2_We
b_2.0.pdf


 http://www.youtube.com/watch?v=87LG-MQrEu0


 http://www.youtube.com/watch?v=RmTKq70sqDE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aprendizagem On-line e Ferramentas Web 2.0
Aprendizagem On-line e Ferramentas Web 2.0Aprendizagem On-line e Ferramentas Web 2.0
Aprendizagem On-line e Ferramentas Web 2.0
Joanirse
 
Ferramentas WEB 2.0 para EaD
Ferramentas WEB 2.0 para EaDFerramentas WEB 2.0 para EaD
Ferramentas WEB 2.0 para EaD
N Rodrigo Vargas
 
Aula 20 de agosto blog na educação
Aula 20 de agosto   blog na educaçãoAula 20 de agosto   blog na educação
Aula 20 de agosto blog na educação
Deise Francisco
 
O que e web 2.0
O que e web 2.0O que e web 2.0
Trabalho de aplicações
Trabalho de aplicaçõesTrabalho de aplicações
Trabalho de aplicações
Ana
 
Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Apresentação tec 2
Apresentação tec 2
Crikadani
 
Web20 educacao
Web20 educacaoWeb20 educacao
Web20 educacao
caiosba
 
Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Apresentação tec 2
Apresentação tec 2
Crikadani
 
Blog ou blogue?
Blog ou blogue?Blog ou blogue?
Blog ou blogue?
pandeia
 
Blog na educação?
Blog na educação?Blog na educação?
Blog na educação?
Sandra
 
Web 2.0 e educação
Web 2.0 e educaçãoWeb 2.0 e educação
Web 2.0 e educação
cristinaxsc
 
Unidade 3 slide blog
Unidade 3   slide blogUnidade 3   slide blog
Unidade 3 slide blog
Vaniacalmeida
 
Blogs Como Recursos DidáDicos02
Blogs Como Recursos DidáDicos02Blogs Como Recursos DidáDicos02
Blogs Como Recursos DidáDicos02
guest367505
 
Blogs
BlogsBlogs
Tecnologias web 2.0
Tecnologias web 2.0Tecnologias web 2.0
Tecnologias web 2.0
João Sá
 
Blog, Publicando IdéIas Na Web
Blog, Publicando IdéIas Na WebBlog, Publicando IdéIas Na Web
Blog, Publicando IdéIas Na Web
Zélia Cordeiro
 
Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Apresentação tec 2
Apresentação tec 2
Crikadani
 
Aula 2.1 - PERCURSO FORMATIVO - Escola Animada
Aula 2.1 - PERCURSO FORMATIVO - Escola AnimadaAula 2.1 - PERCURSO FORMATIVO - Escola Animada
Aula 2.1 - PERCURSO FORMATIVO - Escola Animada
Mìrian Rolim
 
Ferramentas de autoria formas de utilização no processo ensino aprendizagem
Ferramentas de autoria formas de utilização no processo ensino aprendizagemFerramentas de autoria formas de utilização no processo ensino aprendizagem
Ferramentas de autoria formas de utilização no processo ensino aprendizagem
Marilia Frizzera Dias
 

Mais procurados (19)

Aprendizagem On-line e Ferramentas Web 2.0
Aprendizagem On-line e Ferramentas Web 2.0Aprendizagem On-line e Ferramentas Web 2.0
Aprendizagem On-line e Ferramentas Web 2.0
 
Ferramentas WEB 2.0 para EaD
Ferramentas WEB 2.0 para EaDFerramentas WEB 2.0 para EaD
Ferramentas WEB 2.0 para EaD
 
Aula 20 de agosto blog na educação
Aula 20 de agosto   blog na educaçãoAula 20 de agosto   blog na educação
Aula 20 de agosto blog na educação
 
O que e web 2.0
O que e web 2.0O que e web 2.0
O que e web 2.0
 
Trabalho de aplicações
Trabalho de aplicaçõesTrabalho de aplicações
Trabalho de aplicações
 
Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Apresentação tec 2
Apresentação tec 2
 
Web20 educacao
Web20 educacaoWeb20 educacao
Web20 educacao
 
Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Apresentação tec 2
Apresentação tec 2
 
Blog ou blogue?
Blog ou blogue?Blog ou blogue?
Blog ou blogue?
 
Blog na educação?
Blog na educação?Blog na educação?
Blog na educação?
 
Web 2.0 e educação
Web 2.0 e educaçãoWeb 2.0 e educação
Web 2.0 e educação
 
Unidade 3 slide blog
Unidade 3   slide blogUnidade 3   slide blog
Unidade 3 slide blog
 
Blogs Como Recursos DidáDicos02
Blogs Como Recursos DidáDicos02Blogs Como Recursos DidáDicos02
Blogs Como Recursos DidáDicos02
 
Blogs
BlogsBlogs
Blogs
 
Tecnologias web 2.0
Tecnologias web 2.0Tecnologias web 2.0
Tecnologias web 2.0
 
Blog, Publicando IdéIas Na Web
Blog, Publicando IdéIas Na WebBlog, Publicando IdéIas Na Web
Blog, Publicando IdéIas Na Web
 
Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Apresentação tec 2
Apresentação tec 2
 
Aula 2.1 - PERCURSO FORMATIVO - Escola Animada
Aula 2.1 - PERCURSO FORMATIVO - Escola AnimadaAula 2.1 - PERCURSO FORMATIVO - Escola Animada
Aula 2.1 - PERCURSO FORMATIVO - Escola Animada
 
Ferramentas de autoria formas de utilização no processo ensino aprendizagem
Ferramentas de autoria formas de utilização no processo ensino aprendizagemFerramentas de autoria formas de utilização no processo ensino aprendizagem
Ferramentas de autoria formas de utilização no processo ensino aprendizagem
 

Destaque

Trabalho sobre web 2.0 e web 3.0
Trabalho sobre web 2.0 e web 3.0Trabalho sobre web 2.0 e web 3.0
Trabalho sobre web 2.0 e web 3.0
liverig
 
Tutorial Blogger
Tutorial BloggerTutorial Blogger
Tutorial Blogger
Gládis L. Santos
 
Plataformas de remixagem e distribuição direta de dados
Plataformas de remixagem e distribuição direta de dadosPlataformas de remixagem e distribuição direta de dados
Plataformas de remixagem e distribuição direta de dados
douglasbritobd
 
Manual de ferramentas da web 2.0 para professores
Manual de ferramentas da web 2.0 para professoresManual de ferramentas da web 2.0 para professores
Manual de ferramentas da web 2.0 para professores
Cícero Félix
 
A Teacher's Guide To Web 2.0 at School
A Teacher's Guide To Web 2.0 at SchoolA Teacher's Guide To Web 2.0 at School
A Teacher's Guide To Web 2.0 at School
Sacha Chua
 
Creative Web 2.0 Learning
Creative Web 2.0 LearningCreative Web 2.0 Learning
Creative Web 2.0 Learning
Judy O'Connell
 
Top 100 Tools for Learning 2009
Top 100 Tools for Learning 2009Top 100 Tools for Learning 2009
Top 100 Tools for Learning 2009
Jane Hart
 

Destaque (7)

Trabalho sobre web 2.0 e web 3.0
Trabalho sobre web 2.0 e web 3.0Trabalho sobre web 2.0 e web 3.0
Trabalho sobre web 2.0 e web 3.0
 
Tutorial Blogger
Tutorial BloggerTutorial Blogger
Tutorial Blogger
 
Plataformas de remixagem e distribuição direta de dados
Plataformas de remixagem e distribuição direta de dadosPlataformas de remixagem e distribuição direta de dados
Plataformas de remixagem e distribuição direta de dados
 
Manual de ferramentas da web 2.0 para professores
Manual de ferramentas da web 2.0 para professoresManual de ferramentas da web 2.0 para professores
Manual de ferramentas da web 2.0 para professores
 
A Teacher's Guide To Web 2.0 at School
A Teacher's Guide To Web 2.0 at SchoolA Teacher's Guide To Web 2.0 at School
A Teacher's Guide To Web 2.0 at School
 
Creative Web 2.0 Learning
Creative Web 2.0 LearningCreative Web 2.0 Learning
Creative Web 2.0 Learning
 
Top 100 Tools for Learning 2009
Top 100 Tools for Learning 2009Top 100 Tools for Learning 2009
Top 100 Tools for Learning 2009
 

Semelhante a Ferramentas da web 2.0 na prática educativa -educação e tecnologia- (1)

Portfólio FCTEWeb
Portfólio FCTEWebPortfólio FCTEWeb
Portfólio FCTEWeb
Márcia Balbino
 
Web 2 0 trabalho da quarta semana_uff
Web 2 0 trabalho da quarta semana_uffWeb 2 0 trabalho da quarta semana_uff
Web 2 0 trabalho da quarta semana_uff
Marcialima2012
 
Ambientes virtuais e mídias de educação tarefa4 lante_uff
Ambientes virtuais e mídias de educação tarefa4 lante_uffAmbientes virtuais e mídias de educação tarefa4 lante_uff
Ambientes virtuais e mídias de educação tarefa4 lante_uff
Elengleides_NF
 
Twitte
TwitteTwitte
Twitte
Simone Lima
 
Vídeo como ferramenta para a educação
Vídeo como ferramenta para a educaçãoVídeo como ferramenta para a educação
Vídeo como ferramenta para a educação
joaofraldao
 
Slides tarefa 4
Slides   tarefa 4Slides   tarefa 4
Comunidadevirtualdeaprendizagem 100720130705 Phpapp01
Comunidadevirtualdeaprendizagem 100720130705 Phpapp01Comunidadevirtualdeaprendizagem 100720130705 Phpapp01
Comunidadevirtualdeaprendizagem 100720130705 Phpapp01
Rafael Rodrigues
 
Comunidade virtual de aprendizagem
Comunidade virtual de aprendizagemComunidade virtual de aprendizagem
Comunidade virtual de aprendizagem
PEDROPOLERY
 
Comunidade Virtual de Aprendizagem
Comunidade Virtual de AprendizagemComunidade Virtual de Aprendizagem
Comunidade Virtual de Aprendizagem
PEDROPOLERY
 
Tecnologias no ensino de línguas estrangeiras
Tecnologias no ensino de línguas estrangeirasTecnologias no ensino de línguas estrangeiras
Tecnologias no ensino de línguas estrangeiras
Adriana Ramos
 
Curso fcteweb
Curso fctewebCurso fcteweb
Curso fcteweb
Carmen Beatriz Pacheco
 
Ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
Ferramentas da web 2.0 e as comunidades de práticaFerramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
Ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
vilmoni
 
Ferramentas da Web 2.0 na educação
Ferramentas da Web 2.0 na educaçãoFerramentas da Web 2.0 na educação
Ferramentas da Web 2.0 na educação
rosanaeli
 
Texto 2 ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
Texto 2 ferramentas da web 2.0 e as comunidades de práticaTexto 2 ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
Texto 2 ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
lpmlula
 
Quadrado Magico
Quadrado MagicoQuadrado Magico
Quadrado Magico
roquematoso
 
Universidade federal fluminense
Universidade federal fluminense Universidade federal fluminense
Universidade federal fluminense
cen3
 
Importância da web 2
Importância da web 2Importância da web 2
Importância da web 2
saionaria
 
Importância da web 2
Importância da web 2Importância da web 2
Importância da web 2
saionaria
 
Tarefa da 4ª semana - PIGEAD
Tarefa da 4ª semana  - PIGEADTarefa da 4ª semana  - PIGEAD
Tarefa da 4ª semana - PIGEAD
Prefeitura Municipal
 
Web 2.0
Web 2.0Web 2.0

Semelhante a Ferramentas da web 2.0 na prática educativa -educação e tecnologia- (1) (20)

Portfólio FCTEWeb
Portfólio FCTEWebPortfólio FCTEWeb
Portfólio FCTEWeb
 
Web 2 0 trabalho da quarta semana_uff
Web 2 0 trabalho da quarta semana_uffWeb 2 0 trabalho da quarta semana_uff
Web 2 0 trabalho da quarta semana_uff
 
Ambientes virtuais e mídias de educação tarefa4 lante_uff
Ambientes virtuais e mídias de educação tarefa4 lante_uffAmbientes virtuais e mídias de educação tarefa4 lante_uff
Ambientes virtuais e mídias de educação tarefa4 lante_uff
 
Twitte
TwitteTwitte
Twitte
 
Vídeo como ferramenta para a educação
Vídeo como ferramenta para a educaçãoVídeo como ferramenta para a educação
Vídeo como ferramenta para a educação
 
Slides tarefa 4
Slides   tarefa 4Slides   tarefa 4
Slides tarefa 4
 
Comunidadevirtualdeaprendizagem 100720130705 Phpapp01
Comunidadevirtualdeaprendizagem 100720130705 Phpapp01Comunidadevirtualdeaprendizagem 100720130705 Phpapp01
Comunidadevirtualdeaprendizagem 100720130705 Phpapp01
 
Comunidade virtual de aprendizagem
Comunidade virtual de aprendizagemComunidade virtual de aprendizagem
Comunidade virtual de aprendizagem
 
Comunidade Virtual de Aprendizagem
Comunidade Virtual de AprendizagemComunidade Virtual de Aprendizagem
Comunidade Virtual de Aprendizagem
 
Tecnologias no ensino de línguas estrangeiras
Tecnologias no ensino de línguas estrangeirasTecnologias no ensino de línguas estrangeiras
Tecnologias no ensino de línguas estrangeiras
 
Curso fcteweb
Curso fctewebCurso fcteweb
Curso fcteweb
 
Ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
Ferramentas da web 2.0 e as comunidades de práticaFerramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
Ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
 
Ferramentas da Web 2.0 na educação
Ferramentas da Web 2.0 na educaçãoFerramentas da Web 2.0 na educação
Ferramentas da Web 2.0 na educação
 
Texto 2 ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
Texto 2 ferramentas da web 2.0 e as comunidades de práticaTexto 2 ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
Texto 2 ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática
 
Quadrado Magico
Quadrado MagicoQuadrado Magico
Quadrado Magico
 
Universidade federal fluminense
Universidade federal fluminense Universidade federal fluminense
Universidade federal fluminense
 
Importância da web 2
Importância da web 2Importância da web 2
Importância da web 2
 
Importância da web 2
Importância da web 2Importância da web 2
Importância da web 2
 
Tarefa da 4ª semana - PIGEAD
Tarefa da 4ª semana  - PIGEADTarefa da 4ª semana  - PIGEAD
Tarefa da 4ª semana - PIGEAD
 
Web 2.0
Web 2.0Web 2.0
Web 2.0
 

Mais de Prof. Noe Assunção

ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoCHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe AssunçãoATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docxATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
Prof. Noe Assunção
 
AULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docxAULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docx
Prof. Noe Assunção
 
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docxFILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
Prof. Noe Assunção
 
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docxAVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
Prof. Noe Assunção
 
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docxAVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
Prof. Noe Assunção
 
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoQueimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Prof. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Atividade clandestinas1
Atividade clandestinas1Atividade clandestinas1
Atividade clandestinas1
Prof. Noe Assunção
 
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe AssunçãoAtividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe AssunçãoDocumentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 

Mais de Prof. Noe Assunção (20)

ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe AssunçãoATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
ATIVIDADE SENSO COMUM- Prof.Ms.Noe Assunção
 
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe AssunçãoCHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
CHEGADA DA FAMÍLIA REAL NO-BRASIL- Prof.Ms.Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO CONTRA REFORMA PROTESTANTE - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA1- REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe AssunçãoATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
ATIVIDADE SEGUNDA GUERRA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe AssunçãoAULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
AULA 2 SOCIALISMO CIENTIFICO.docx - Prof. Ms. Noe Assunção
 
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docxATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
ATIVIDADE REVOLUÇÃO INDUSTRIA - Prof. Ms. Noe AssunçãoL.docx
 
AULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docxAULA O LIBERALISMO.docx
AULA O LIBERALISMO.docx
 
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docxFILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
FILOSOFIA TEXTOS REVISTA EPOCA.docx
 
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docxAVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
AVALIAÇÃO FINAL O QUE É FILOSOFIA - Prof.Ms. Noe Assunção.docx
 
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docxAVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
AVALIAÇÃO FINAL CIDADANIA.docx
 
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe AssunçãoQueimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
Queimando sutiã dia da mulher. Prof.Ms.Noe Assunção
 
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.Projeto de Vida. Atividade 2  identidade.
Projeto de Vida. Atividade 2 identidade.
 
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia  3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 3º ano - ensino regular - Prof. Ms. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 1 ano - ensino regular - Pro. Ms. Noe Assunção
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
 
Atividade clandestinas1
Atividade clandestinas1Atividade clandestinas1
Atividade clandestinas1
 
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe AssunçãoAtividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
Atividade sobre o documentário "clandestinas"- Prof. Noe Assunção
 
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe AssunçãoDocumentario clandestinas  debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
Documentario clandestinas debate filosofico - Prof. Ms. Noe Assunção
 

Ferramentas da web 2.0 na prática educativa -educação e tecnologia- (1)

  • 1. UBM - Centro Universitário de Barra Mansa - RJ Especialização em Gestão Escolar: Administrativa e Pedagógica UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DA WEB 2.0 NA PRÁTICA EDUCATIVA * Profa. Marceline Silva Neto * Prof. Noe Assunção * Profa. Roseli da S. R. Negreiros Botelho * Profa. Edelquim Maria de L.F. Gavião Profa. MS. Maria Aparecida Coelho Naves
  • 2. "As redes digitais possibilitam organizar o ensino e a aprendizagem de forma mais ativa, dinâmica e variada, privilegiando a pesquisa, a interação e a personalização em múltiplos espaços e tempos presenciais e virtuais. Assim, a organização escolar precisa ser reinventada para que todos aprendam de modo mais humano, afetivo e ético, integrando os aspectos individual e social, os diversos ritmos, métodos e tecnologias, para ajudarmos a formar cidadãos plenos em todas as dimensões" José Manuel Moran
  • 3. CONCEITO DE WEB 2.0 O conceito de Web 2.0 surge pela primeira vez em 2004 por Tim O'Reilly com o objetivo de dar base teórica para as mudanças que estavam ocorrendo na rede mundial de computadores. O'Reilly iniciou suas reflexões sobre o fenômeno que estava acontecendo com o surgimento do Blogger em 1999 e da Wikipédia em 2001 . As discussões se pautavam numa mudança de paradigmas que deram origem a uma escrita colaborativa.
  • 4. CONCEITO DE WEB 2.0 O termo web 2.0 está associado às aplicações da web onde o objetivo principal é facilitar os seguintes aspectos: compartilhamento de informações de maneira interativa, interoperabilidade, desenvolvimento com foco no usuário e colaboração na world wide web (www). Permitir que o usuário interaja com outros usuários ou mesmo altere o conteúdo dos sites da geração web 1.0, onde o conteúdo era estático, o acesso se restringia apenas nas leituras das informações, sem nenhum recurso adicional.
  • 6. Conceito de web 2.0 por Tim O' Reilly "É o entendimento que a rede é a plataforma e sobre esta plataforma de rede as regras para negócios costumam ser diferentes e a regra de importância primária é essa: "usuários acrescentam valor" e entendendo como construir seus bancos de dados estes ficam melhor quanto mais pessoas os usam é na verdade o segredo das origens de toda empresa web 2.0". Tim O'Reilly
  • 7. Ferramentas da web 2.0 Um dos aspectos interessantes para a utilização da Web 2.0 em educação é o fato de não demandar custos para o professor. Algumas ferramentas gratuitas disponíveis na Web: • Edição colaborativa de conteúdo: Blogs (Blogger) e Wikis (pbwiki) • Comunicação: Skype, Messenger, Gmail, Podcast • Grupos de discussão: Yahoogroups • Redes Sociais: Orkut, Facebook, MySpace • Micropublicação: Twitter • • Compartilhamento de arquivos: o textos, planilhas e apresentações (Google Docs, Slideshare, Zoho); o vídeos (Youtube)
  • 8. A facilidade de criação, publicação, a possibilidade de construção coletiva de textos e o potencial de interação, tornam os blogs uma ferramenta pedagógica de destaque para a educação. O professor poderá usar um blog para fornecer informações atualizadas e comentários sobre suas áreas de especialidade. Poderá propor também questões, exercícios, publicar trabalhos em produção além de indicar endereços (URLs) e comentários para outras fontes da Web 2. 0. O professor poderá também utilizar um blog para fornecer aos alunos as avaliações de sua disciplina. Os alunos podem utilizar blogs para a construção coletiva de textos, publicação de textos que poderão ser comentados pelos colegas e indicação de endereços (URLs).
  • 9. Youtube Esta ferramenta Web 2.0 permite uma prática educativa em que a base do processo de ensino-aprendizagem seja a participação ativa dos alunos. Através do Youtube o professor poderá elaborar vídeos e envolver os alunos nesta elaboração bastando torná-los autores ou coautores no processo de criação do vídeo para se conseguir um envolvimento ativo por parte do aluno na sua aprendizagem. A tecnologia do vídeo quand ocolocada nas mãos dos alunos, possibilita a experiência da pesquisa, do avaliar-se, do conhecer e conhecer-se, logo, permite a experiência de colaboração entre pares na elaboração de um produto coletivo .
  • 10. Twitter O professor poderá utilizar o Twitter através de posts para noticiar aos alunos a respeito do andamento das atividades de sua disciplina, além de postar endereços da Internet (URLs) que possam ajudar os alunos em relação ao que está sendo ensinado em sala de aula. Outra funcionalidade é lançar antecipadamente o que será apresentado em sala de aula, divulgar data de eventos e palestras importantes na área de conhecimento de sua disciplina.
  • 11. Google Docs Uma das principais funcionalidades desta ferramenta é o compartilhamento de forma síncrona onde arquivos (textos, planilhas eletrônicas, apresentação de slides) que estejam abertos num dado momento podem ser compartilhados por várias pessoas simultaneamente ou de forma assíncrona. Esta é uma característica muito importante para facilitar o trabalho colaborativo na Web. Além disso, este recurso é muito útil para suportar projetos colaborativos em cursos onde a escrita é muito intensiva. Dessa forma a ferramenta Google Docs pode ser facilmente incluída nas atividades educativas dos alunos, proporcionando uma maior diversidade de estratégias comunicativas, um aumento da motivação e uma maior cultura de partilha e colaboração.
  • 12. E o aluno? Na Web 2.0, o aluno deixa de ocupar uma posição passiva, passando a exercer o papel também de produtor e desenvolvedor de conteúdo. Essa possibilidade permite ao aluno desempenhar várias funções tais como leitor, autor, produtor de material didático, editor e colaborador, para uma audiência que ultrapassa os limites da sala de aula, ou mesmo o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) utilizado. Os próprios alunos assumem a função de produtores de conteúdos e materiais de aprendizado. Vale citar que existe um grande contraste, de um lado, a excitação e o frenesi dos jovens em usar as ferramentas da Web2.0, e, do outro lado, a apatia e o desinteresse que os professores enxergam nesses mesmos jovens em sala de aula.
  • 13. O professor? Como educadores, os professores têm a função de assumirem a responsabilidade de explorar a área tecnopedagógica para construir o material para os alunos, e não simplesmente lançá- lo de forma pouco estimulante deixando que se percam numa confusão de dados, ferramentas e tecnologias. Deverá desempenhar novas funções tais como autor de conteúdo, designer de cursos, etc. Para isso, no entanto, ele precisa dominar as ferramentas tecnológicas que utiliza em seu trabalho e fazer uso, principalmente, de muita criatividade.
  • 15. REFERÊNCIAS http://extensao.cecierj.edu.br/saladeaula/file.php/95/Semana3/Textos _apoio/O_uso_pedagogico_Web_2.0.pdf http://extensao.cecierj.edu.br/saladeaula/file.php/95/Semana2/Textos _apoio/Web_2_e_a_EAD_-_Aprendizagem_Colaborativa.pdf http://www.petfacom.ufjf.br/wordpress/arquivos/artigos/Artigo_2_We b_2.0.pdf http://www.youtube.com/watch?v=87LG-MQrEu0 http://www.youtube.com/watch?v=RmTKq70sqDE