SlideShare uma empresa Scribd logo
Atividade Educacional para o Facebook
GRUPO SUPERAÇÃO
Componentes:
Andressa Queiroz da Silva
Enize de Oliveira Pinheiro
Gloria Ma. de S. P. T. da Silva
Mônica de Oliveira Tinoco
Rosilene Ramos Gonçalves
TEMA CENTRAL DA ATIVIDADE
EDUCACIONAL
Lixo Eletrônico ou e-lixo
OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM
Objetivo Geral:
➢ Reconhecer o que é lixo eletrônico, os problemas ambientais que
ele pode causar e formas de se evitar a criação desse tipo de lixo
Objetivos Específicos:
➢ Diferenciar lixo de lixo eletrônico;
➢ Enumerar os tipos de lixo eletrônico;
➢ Exemplificar formas adequadas para descartar o lixo eletrônico;
➢ Enumerar, exemplificar e explicar problemas ambientais causados
pelo descarte inadequado do lixo eletrônico;
➢ Exemplificar formas de reaproveitar ou reciclar lixo eletrônico;
➢ Identificar ações práticas realizadas pelo município visando coleta
seletiva, reciclagem e reaproveitamento do e-lixo;
➢ Sugerir formas adequadas de se consumir os equipamentos
eletrônicos.
SEGMENTO E SÉRIE ENVOLVIDA
Ensino Fundamental - 9o ano
FERRAMENTAS DA WEB 2.0 QUE SERÃO
UTILIZADAS
➢Windows Movie Maker
➢Facebook
➢Google Search
➢Google Drive
➢Slideshare
➢Prezi
METODOLOGIA DE APLICAÇÃO
1ª Etapa: Sensibilização e Organização
✓ Apresentação do vídeo “O que fazer com o lixo eletrônico?” e promoção
de debate
✓ Divisão da turma em grupos
✓ Lista de e-mail do Gmail e Facebook dos alunos
✓ Lançamento de convite para integrarem o grupo e-lixo no Facebook
✓ Criação de documento no Google drive, por grupo
✓ Recomendação para assistir ao filme Wall-e
✓ Distribuição dos temas de pesquisa entre os grupos e orientação geral
✓ Instrução sobre a metodologia utilizada durante o projeto
✓ Comunicação sobre os tipos e critérios de avaliação
Temas para pesquisa:
- Definição, tipos e composição do e-lixo
- A problemática do e-lixo
- Descarte adequado, reaproveitamento e reciclagem do e-lixo
METODOLOGIA DE APLICAÇÃO
2ª Etapa: Pesquisa e elaboração
- Atitudes e hábitos corretos para incentivar a reciclagem reaproveitamento
do e-lixo.
- A legislação sobre o e-lixo
- Consumo desenfreado de aparelhos eletro-eletrônicos
- Cada grupo deverá pesquisar seu tema e elaborar um texto colaborativo em
um documento do Google Drive previamente disponibilizado pelo professor para
cada grupo.
- Os membros do grupo farão as suas intervenções no documento em cor de
fonte diferente.
- Os grupos também produzirão um texto resumindo do que foi pesquisado e
criarão 5 questões sobre esse conteúdo.
- Também é tarefa do grupo garimpar e-lixo que pode ser manuseado sem
risco a saúde, para produção de objetos de decoração.
- Todo o processo de garimpagem e montagem dos objetos de decoração deve
ser filmado para posterior edição e criação de um vídeo da produção.
4ª Etapa: Culminância e avaliação
3ª Etapa: Socialização do conhecimento
METODOLOGIA DE APLICAÇÃO
- De acordo com um cronograma previamente estabelecido pelo professor, os
grupos, de dois em dois, postarão seus resumos no Facebook.
- Os outros integrantes da turma devem fazer comentários nas postagem
dos grupos da semana e os componentes dos grupos que postaram os resumos,
deverão responder a esses comentários mantendo a discussão.
- O professor distribuirá para os alunos as questões elaboradas na 2a. etapa
- Em dia previamente agendado, o trabalho realizado será apresentado para a
comunidade escolar.
- Neste dia haverá exposição dos objetos de decoração confeccionados com e-lixo
e exibição dos vídeos de produção, os alunos deverão entregar suas respostas
individuais para as questões que foram elaboradas pelos grupos.
- Se houver na cidade, empresa de recolhimento deste tipo de lixo, pode-se fazer
na ocasião, um “Dia de Coleta do e-lixo”
FORMAS DE AVALIAÇÃO
➢ Avaliação formativa: observação da participação do aluno e do grupo,
cumprimento dos objetivos propostos, respeito aos prazos, interação com
os colegas e realização das tarefas
➢ Avaliação somativa: correção das respostas às questões propostas pelos
grupos
CRONOGRAMA
Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 Sem 6 Sem 7
Etapa 1 *****
Etapa 2 ***** *****
Etapa 3 ***** ***** *****
Etapa 4 *****
MATERIAL DE APOIO
ANGOTTI, J. A. P.; AUTH, M.A. Ciência e tecnologia: implicações sociais e o papel da educação,
Revista Ciência & Tecnologia, v. 7, n. 1, p. 15-27, 2001.
ATITUDE SUSTENTÀVEL. Lixo eletrônico uma ameaça ambiental e social. Disponível em:
http://www.atitudessustentaveis.com.br/artigos/lixo-eletronico-uma-ameaca-ambiental-e-social/.
Consulta em: 21 abr. 2014.
BRASIL. Lei 12.305. de 2 de agosto de 2010. Disponível em: <
http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/1024358/politica-nacional-de-residuos-solidos-lei-12305-10>
Acesso em: 15 jan. 2011.
BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros
curriculares nacionais: Ensino médio. Brasília: MEC/SEMTEC, 2000.
COLOMBO, L. O. R.; FAVOTO, T. B.; CARMO, S. N. A Evolução da sociedade de consumo.
Akrópólis, Umuarama, v. 16, n. 3, p. 143-149, jul./set. 2008.
LIXOTECNOLOGICO. Disponível em: http://lixotecnologico.blogspot.com.br/ Consulta em: 21 abr. 2014.
MORETTO, Vasco Pedro. Prova: um momento privilegiado de estudo, não um acerto de contas.
Capítulo 9: “Avaliar com eficácia e eficiência”. 2° edição. Rio de Janeiro: Lamparina, 2007.
NOVA ESCOLA. Perigo: lixo tecnológico. Disponível em:
http://revistaescola.abril.com.br/ciencias/fundamentos/perigo-lixo-tecnologico-426131.shtml. Acesso
em 12abr2013.
REDEGLOBO. Oque fazer com lixo eletrônico. Disponível em:
https://www.youtube.com/watch?v=Ex0J_zlaNeY . Acesso em:29 abr 2014.
REIGOTA, M. Meio ambiente e representação social. 8 ed. São Paulo: Cortez, 2010
SEAC-SP. O que é lixo? Disponível em: http://www.seac-sp.com.br/sustentavel/. Consulta em: 21 abr.
2014.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto Preservando o Ambiente Escolar
Projeto Preservando o Ambiente EscolarProjeto Preservando o Ambiente Escolar
Projeto Preservando o Ambiente Escolar
Profrochedo
 
Projeto sustentabilidade 2013
Projeto sustentabilidade 2013Projeto sustentabilidade 2013
Projeto sustentabilidade 2013
Delziene Jesus
 
Atividades para o Mês do Meio Ambiente
Atividades para o Mês do Meio AmbienteAtividades para o Mês do Meio Ambiente
Atividades para o Mês do Meio Ambiente
Glauber Eduardo Aragon Pereira
 
Projeto lixo
Projeto lixoProjeto lixo
Projeto lixo
jussaramuraoka
 
Projeto meio ambiente
Projeto meio ambienteProjeto meio ambiente
Projeto meio ambienteimcaroline
 
Gerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximoGerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximoVeronica Buosi
 
Oficina 1ª ano conscientização da degradação ambiental
Oficina 1ª ano   conscientização da degradação ambientalOficina 1ª ano   conscientização da degradação ambiental
Oficina 1ª ano conscientização da degradação ambientalwagneripo
 
Projeto recursos naturais de m inha cidade
Projeto recursos naturais de m inha cidadeProjeto recursos naturais de m inha cidade
Projeto recursos naturais de m inha cidadeleilarosana
 
072 técnicas agrícolas e industriais
072   técnicas agrícolas e industriais072   técnicas agrícolas e industriais
072 técnicas agrícolas e industriaispibiduergsmontenegro
 
Jania Projeto Recursos Naturais
Jania Projeto Recursos NaturaisJania Projeto Recursos Naturais
Jania Projeto Recursos Naturaisguest8b68dd
 
Projeto Meio Ambiente Ação Ambiental
Projeto Meio Ambiente Ação AmbientalProjeto Meio Ambiente Ação Ambiental
Projeto Meio Ambiente Ação AmbientalMárcio Cavallini
 
Projeto recursos naturais de minha cidade ciências2
Projeto recursos naturais de minha cidade ciências2Projeto recursos naturais de minha cidade ciências2
Projeto recursos naturais de minha cidade ciências2leilarosana
 
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"Apresentação Projeto "Educar para Preservar"
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"Cleiton10
 
PROJETO MEIO AMBIENTE
PROJETO MEIO AMBIENTEPROJETO MEIO AMBIENTE
PROJETO MEIO AMBIENTE
Marize Perlira
 

Mais procurados (19)

Projeto Preservando o Ambiente Escolar
Projeto Preservando o Ambiente EscolarProjeto Preservando o Ambiente Escolar
Projeto Preservando o Ambiente Escolar
 
Projeto sustentabilidade 2013
Projeto sustentabilidade 2013Projeto sustentabilidade 2013
Projeto sustentabilidade 2013
 
Projeto Meio Ambiente
Projeto Meio AmbienteProjeto Meio Ambiente
Projeto Meio Ambiente
 
Atividades para o Mês do Meio Ambiente
Atividades para o Mês do Meio AmbienteAtividades para o Mês do Meio Ambiente
Atividades para o Mês do Meio Ambiente
 
Projeto lixo
Projeto lixoProjeto lixo
Projeto lixo
 
Projeto meio ambiente
Projeto meio ambienteProjeto meio ambiente
Projeto meio ambiente
 
18 projeto energia
18 projeto energia18 projeto energia
18 projeto energia
 
Gerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximoGerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximo
 
Oficina 1ª ano conscientização da degradação ambiental
Oficina 1ª ano   conscientização da degradação ambientalOficina 1ª ano   conscientização da degradação ambiental
Oficina 1ª ano conscientização da degradação ambiental
 
Projeto recursos naturais de m inha cidade
Projeto recursos naturais de m inha cidadeProjeto recursos naturais de m inha cidade
Projeto recursos naturais de m inha cidade
 
072 técnicas agrícolas e industriais
072   técnicas agrícolas e industriais072   técnicas agrícolas e industriais
072 técnicas agrícolas e industriais
 
Plano de Aula para EJA
 Plano de Aula para EJA Plano de Aula para EJA
Plano de Aula para EJA
 
Jania Projeto Recursos Naturais
Jania Projeto Recursos NaturaisJania Projeto Recursos Naturais
Jania Projeto Recursos Naturais
 
Projeto Meio Ambiente Ação Ambiental
Projeto Meio Ambiente Ação AmbientalProjeto Meio Ambiente Ação Ambiental
Projeto Meio Ambiente Ação Ambiental
 
Projeto recursos naturais de minha cidade ciências2
Projeto recursos naturais de minha cidade ciências2Projeto recursos naturais de minha cidade ciências2
Projeto recursos naturais de minha cidade ciências2
 
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"Apresentação Projeto "Educar para Preservar"
Apresentação Projeto "Educar para Preservar"
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
PROJETO MEIO AMBIENTE
PROJETO MEIO AMBIENTEPROJETO MEIO AMBIENTE
PROJETO MEIO AMBIENTE
 
Eco escolas 2012 abril
Eco escolas 2012   abrilEco escolas 2012   abril
Eco escolas 2012 abril
 

Destaque

como criar um grupo no facebook corretamente
como criar um grupo no facebook corretamentecomo criar um grupo no facebook corretamente
como criar um grupo no facebook corretamente
Jose Luiz
 
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...maar santanna
 
Grupo de pesquisa no Facebook
Grupo de pesquisa no Facebook   Grupo de pesquisa no Facebook
Grupo de pesquisa no Facebook
Rafaella Prata
 
Redes sociais como estímulo à interação e ao aprendizado
Redes sociais como estímulo à interação e ao aprendizadoRedes sociais como estímulo à interação e ao aprendizado
Redes sociais como estímulo à interação e ao aprendizadoClaudio Lima
 
O facebook como nova face de letura e de escrita
O facebook como nova face de letura e de escritaO facebook como nova face de letura e de escrita
O facebook como nova face de letura e de escrita
maar santanna
 
Theatre Group 76 "As you like it" Collaboration project
Theatre Group 76 "As you like it" Collaboration projectTheatre Group 76 "As you like it" Collaboration project
Theatre Group 76 "As you like it" Collaboration project
Grp76
 
Facebook e Educação
Facebook e EducaçãoFacebook e Educação
Facebook e Educação
Luana Augusto
 
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...José Erigleidson da Silva
 

Destaque (8)

como criar um grupo no facebook corretamente
como criar um grupo no facebook corretamentecomo criar um grupo no facebook corretamente
como criar um grupo no facebook corretamente
 
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...
 
Grupo de pesquisa no Facebook
Grupo de pesquisa no Facebook   Grupo de pesquisa no Facebook
Grupo de pesquisa no Facebook
 
Redes sociais como estímulo à interação e ao aprendizado
Redes sociais como estímulo à interação e ao aprendizadoRedes sociais como estímulo à interação e ao aprendizado
Redes sociais como estímulo à interação e ao aprendizado
 
O facebook como nova face de letura e de escrita
O facebook como nova face de letura e de escritaO facebook como nova face de letura e de escrita
O facebook como nova face de letura e de escrita
 
Theatre Group 76 "As you like it" Collaboration project
Theatre Group 76 "As you like it" Collaboration projectTheatre Group 76 "As you like it" Collaboration project
Theatre Group 76 "As you like it" Collaboration project
 
Facebook e Educação
Facebook e EducaçãoFacebook e Educação
Facebook e Educação
 
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...
 

Semelhante a Fcteweb2_Superacao

Projeto 5 rs 2018
Projeto 5 rs 2018Projeto 5 rs 2018
Projeto 5 rs 2018
Márcio Cavallini
 
Atividade 3.4 projeto do curso
Atividade 3.4   projeto do cursoAtividade 3.4   projeto do curso
Atividade 3.4 projeto do cursoelianegeraldo
 
Portfólio 1º semestre 2012
Portfólio 1º semestre 2012Portfólio 1º semestre 2012
Portfólio 1º semestre 2012
Thereza Cristina Dias
 
Gerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximoGerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximodeizealmagro
 
Gerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximoGerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximolucianavalli
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
Roserci Lopes
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambientalRenofio
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambientalRenofio
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambientalRenofio
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambientalLangoni
 
Lixo eletrônico2012
Lixo eletrônico2012Lixo eletrônico2012
Lixo eletrônico2012andressaq
 
Cuidar do planeta
Cuidar do planetaCuidar do planeta
Cuidar do planetaMadenardi
 
Aula pratica2
Aula pratica2Aula pratica2
Aula pratica2
Daniel Boppré
 
Coleta seletiva consciente
Coleta seletiva conscienteColeta seletiva consciente
Coleta seletiva conscienteSuely Silva
 
Atividade 2 6_planejando_atividade_com_hipertexto_ou_inernet_elialeriluana
Atividade 2 6_planejando_atividade_com_hipertexto_ou_inernet_elialeriluanaAtividade 2 6_planejando_atividade_com_hipertexto_ou_inernet_elialeriluana
Atividade 2 6_planejando_atividade_com_hipertexto_ou_inernet_elialeriluana
elianegeraldo
 
Guia de Aprendizagem 8ano_Ciencias_1Bimestre.doc
Guia de Aprendizagem 8ano_Ciencias_1Bimestre.docGuia de Aprendizagem 8ano_Ciencias_1Bimestre.doc
Guia de Aprendizagem 8ano_Ciencias_1Bimestre.doc
ELAINEFERREIRALIMATO
 
Seminário.pptx
Seminário.pptxSeminário.pptx

Semelhante a Fcteweb2_Superacao (20)

Projeto 5 rs 2018
Projeto 5 rs 2018Projeto 5 rs 2018
Projeto 5 rs 2018
 
Atividade 3.4 projeto do curso
Atividade 3.4   projeto do cursoAtividade 3.4   projeto do curso
Atividade 3.4 projeto do curso
 
Portfólio 1º semestre 2012
Portfólio 1º semestre 2012Portfólio 1º semestre 2012
Portfólio 1º semestre 2012
 
Gerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximoGerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximo
 
Gerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximoGerar o minimo e reciclar o máximo
Gerar o minimo e reciclar o máximo
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambiental
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambiental
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambiental
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambiental
 
Ad6 corrigida 21.06.10
Ad6 corrigida 21.06.10Ad6 corrigida 21.06.10
Ad6 corrigida 21.06.10
 
Lixo eletrônico2012
Lixo eletrônico2012Lixo eletrônico2012
Lixo eletrônico2012
 
Cuidar do planeta
Cuidar do planetaCuidar do planeta
Cuidar do planeta
 
Aula pratica2
Aula pratica2Aula pratica2
Aula pratica2
 
Coleta seletiva consciente
Coleta seletiva conscienteColeta seletiva consciente
Coleta seletiva consciente
 
Atividade 2 6_planejando_atividade_com_hipertexto_ou_inernet_elialeriluana
Atividade 2 6_planejando_atividade_com_hipertexto_ou_inernet_elialeriluanaAtividade 2 6_planejando_atividade_com_hipertexto_ou_inernet_elialeriluana
Atividade 2 6_planejando_atividade_com_hipertexto_ou_inernet_elialeriluana
 
Guia de Aprendizagem 8ano_Ciencias_1Bimestre.doc
Guia de Aprendizagem 8ano_Ciencias_1Bimestre.docGuia de Aprendizagem 8ano_Ciencias_1Bimestre.doc
Guia de Aprendizagem 8ano_Ciencias_1Bimestre.doc
 
Seminário.pptx
Seminário.pptxSeminário.pptx
Seminário.pptx
 

Último

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Luana Neres
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
KeilianeOliveira3
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 

Último (20)

Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdfArundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
Arundhati Roy - O Deus das Pequenas Coisas - ÍNDIA.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 

Fcteweb2_Superacao

  • 1. Atividade Educacional para o Facebook GRUPO SUPERAÇÃO Componentes: Andressa Queiroz da Silva Enize de Oliveira Pinheiro Gloria Ma. de S. P. T. da Silva Mônica de Oliveira Tinoco Rosilene Ramos Gonçalves
  • 2. TEMA CENTRAL DA ATIVIDADE EDUCACIONAL Lixo Eletrônico ou e-lixo
  • 3. OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM Objetivo Geral: ➢ Reconhecer o que é lixo eletrônico, os problemas ambientais que ele pode causar e formas de se evitar a criação desse tipo de lixo Objetivos Específicos: ➢ Diferenciar lixo de lixo eletrônico; ➢ Enumerar os tipos de lixo eletrônico; ➢ Exemplificar formas adequadas para descartar o lixo eletrônico; ➢ Enumerar, exemplificar e explicar problemas ambientais causados pelo descarte inadequado do lixo eletrônico; ➢ Exemplificar formas de reaproveitar ou reciclar lixo eletrônico; ➢ Identificar ações práticas realizadas pelo município visando coleta seletiva, reciclagem e reaproveitamento do e-lixo; ➢ Sugerir formas adequadas de se consumir os equipamentos eletrônicos.
  • 4. SEGMENTO E SÉRIE ENVOLVIDA Ensino Fundamental - 9o ano
  • 5. FERRAMENTAS DA WEB 2.0 QUE SERÃO UTILIZADAS ➢Windows Movie Maker ➢Facebook ➢Google Search ➢Google Drive ➢Slideshare ➢Prezi
  • 6. METODOLOGIA DE APLICAÇÃO 1ª Etapa: Sensibilização e Organização ✓ Apresentação do vídeo “O que fazer com o lixo eletrônico?” e promoção de debate ✓ Divisão da turma em grupos ✓ Lista de e-mail do Gmail e Facebook dos alunos ✓ Lançamento de convite para integrarem o grupo e-lixo no Facebook ✓ Criação de documento no Google drive, por grupo ✓ Recomendação para assistir ao filme Wall-e ✓ Distribuição dos temas de pesquisa entre os grupos e orientação geral ✓ Instrução sobre a metodologia utilizada durante o projeto ✓ Comunicação sobre os tipos e critérios de avaliação Temas para pesquisa: - Definição, tipos e composição do e-lixo - A problemática do e-lixo - Descarte adequado, reaproveitamento e reciclagem do e-lixo
  • 7. METODOLOGIA DE APLICAÇÃO 2ª Etapa: Pesquisa e elaboração - Atitudes e hábitos corretos para incentivar a reciclagem reaproveitamento do e-lixo. - A legislação sobre o e-lixo - Consumo desenfreado de aparelhos eletro-eletrônicos - Cada grupo deverá pesquisar seu tema e elaborar um texto colaborativo em um documento do Google Drive previamente disponibilizado pelo professor para cada grupo. - Os membros do grupo farão as suas intervenções no documento em cor de fonte diferente. - Os grupos também produzirão um texto resumindo do que foi pesquisado e criarão 5 questões sobre esse conteúdo. - Também é tarefa do grupo garimpar e-lixo que pode ser manuseado sem risco a saúde, para produção de objetos de decoração. - Todo o processo de garimpagem e montagem dos objetos de decoração deve ser filmado para posterior edição e criação de um vídeo da produção.
  • 8. 4ª Etapa: Culminância e avaliação 3ª Etapa: Socialização do conhecimento METODOLOGIA DE APLICAÇÃO - De acordo com um cronograma previamente estabelecido pelo professor, os grupos, de dois em dois, postarão seus resumos no Facebook. - Os outros integrantes da turma devem fazer comentários nas postagem dos grupos da semana e os componentes dos grupos que postaram os resumos, deverão responder a esses comentários mantendo a discussão. - O professor distribuirá para os alunos as questões elaboradas na 2a. etapa - Em dia previamente agendado, o trabalho realizado será apresentado para a comunidade escolar. - Neste dia haverá exposição dos objetos de decoração confeccionados com e-lixo e exibição dos vídeos de produção, os alunos deverão entregar suas respostas individuais para as questões que foram elaboradas pelos grupos. - Se houver na cidade, empresa de recolhimento deste tipo de lixo, pode-se fazer na ocasião, um “Dia de Coleta do e-lixo”
  • 9. FORMAS DE AVALIAÇÃO ➢ Avaliação formativa: observação da participação do aluno e do grupo, cumprimento dos objetivos propostos, respeito aos prazos, interação com os colegas e realização das tarefas ➢ Avaliação somativa: correção das respostas às questões propostas pelos grupos CRONOGRAMA Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 Sem 6 Sem 7 Etapa 1 ***** Etapa 2 ***** ***** Etapa 3 ***** ***** ***** Etapa 4 *****
  • 10. MATERIAL DE APOIO ANGOTTI, J. A. P.; AUTH, M.A. Ciência e tecnologia: implicações sociais e o papel da educação, Revista Ciência & Tecnologia, v. 7, n. 1, p. 15-27, 2001. ATITUDE SUSTENTÀVEL. Lixo eletrônico uma ameaça ambiental e social. Disponível em: http://www.atitudessustentaveis.com.br/artigos/lixo-eletronico-uma-ameaca-ambiental-e-social/. Consulta em: 21 abr. 2014. BRASIL. Lei 12.305. de 2 de agosto de 2010. Disponível em: < http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/1024358/politica-nacional-de-residuos-solidos-lei-12305-10> Acesso em: 15 jan. 2011. BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros curriculares nacionais: Ensino médio. Brasília: MEC/SEMTEC, 2000. COLOMBO, L. O. R.; FAVOTO, T. B.; CARMO, S. N. A Evolução da sociedade de consumo. Akrópólis, Umuarama, v. 16, n. 3, p. 143-149, jul./set. 2008. LIXOTECNOLOGICO. Disponível em: http://lixotecnologico.blogspot.com.br/ Consulta em: 21 abr. 2014. MORETTO, Vasco Pedro. Prova: um momento privilegiado de estudo, não um acerto de contas. Capítulo 9: “Avaliar com eficácia e eficiência”. 2° edição. Rio de Janeiro: Lamparina, 2007. NOVA ESCOLA. Perigo: lixo tecnológico. Disponível em: http://revistaescola.abril.com.br/ciencias/fundamentos/perigo-lixo-tecnologico-426131.shtml. Acesso em 12abr2013. REDEGLOBO. Oque fazer com lixo eletrônico. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=Ex0J_zlaNeY . Acesso em:29 abr 2014. REIGOTA, M. Meio ambiente e representação social. 8 ed. São Paulo: Cortez, 2010 SEAC-SP. O que é lixo? Disponível em: http://www.seac-sp.com.br/sustentavel/. Consulta em: 21 abr. 2014.