SlideShare uma empresa Scribd logo
BAIXA ESTATURA (ALTURA); AO EFETUARMOS UMA
PROSPECÇÃO SOBRE AS OBSERVAÇÕES EM PESQUISAS
ATRAVÉS DO MUNDO, A CAUSA MAIS FREQUENTE PARA A
BAIXA ESTATURA (ALTURA) LONGITUDINAL OU LINEAR, O
FATOR MAIS ENCONTRADO SERÁ A POBREZA E SEUS EFEITOS
COLATERAIS: FISIOLOGIA–ENDOCRINOLOGIA–
NEUROENDOCRINOLOGIA–GENÉTICA–ENDÓCRINO-PEDIATRIA
(SUBDIVISÃO DA ENDOCRINOLOGIA): DR. JOÃO SANTOS CAIO
JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO.
Assim sendo, a desnutrição, higiene inadequada e problemas de saúde
influenciam o crescimento de criança, infantil, juvenil, adolescente e
mesmo antes do nascimento e no pós-natal. As infecções parasitárias por
vermes endêmicos prevalecem em países menos desenvolvidos. Quando
focamos fatores ambientais, algumas pessoas podem pensar nas que
eventualmente vivem na África Subsaariana, o que não é de fato uma
verdade absoluta. Por exemplo, indivíduos japoneses nascidos e criados
na América do Norte após a II Guerra Mundial geralmente eram mais altos
do que os japoneses nascidos no Japão que imigraram para a América do
Norte, e as pesquisas concluem que esse fator deve estar ligado à privação
nutricional que o Japão foi submetido durante o período pós II Guerra
Mundial. Ao contrário, quando os fatores são iguais, as diferenças na
estatura média entre os vários grupos étnicos são principalmente
genéticas. Os fatores nutricionais são característicos de uma má ingestão
de nutrientes, entretanto, não se trata de uma situação unilateral onde a
desnutrição tem uma influência única e é a responsável por grande parte
da discrepância socioeconômica na estatura longitudinal ou linear
conforme observado anteriormente, porém, a desnutrição pode ocorrer
em meio a uma situação favorável, em lares abastados onde os equívocos
nutricionais estão presentes onde a mãe geralmente não presta a
assistência mínina necessária aos filhos principalmente durante a refeição
do mesmo e sempre deve ser considerada nos distúrbios de crescimento
de criança no neonatal, infantil, juvenil na suspeita observacional de
crescimento deficiente. Outros fatores podem ser responsabilizados pelo
crescimento inadequado quando na verdade as deficiências nutricionais
são as responsáveis. Por exemplo, acredita-se que os Sherpas (habitantes
da região do Tibet) que são os guias e carregadores dos alpinistas na base
do Monte Everest, devido a fatores genéticos, efeitos da altitude do
Monte Everest ou falta de uma alimentação adequada levando à baixa
estatura longitudinal ou linear; no entanto, a suplementação nutricional
aumentou a estatura neste grupo, demonstrando os efeitos de uma
nutrição adequada.
O mundo desenvolvido premia a aparência e as mulheres retratadas como
belas na mídia são caracteristicamente magras, chegando à beira da
anorexia. Um número significativo de criança, infantil, juvenil e
principalmente adolescentes, reduz voluntariamente sua ingestão calórica
mesmo que não sejam obesas para se parecerem com as mulheres da
mídia; este é o motivo de alguns casos de crescimento infantil, juvenil e
adolescente ser inadequado. Doenças crônicas, que afetam a nutrição
adequada, frequentemente ocasionam baixa estatura (altura) longitudinal,
linear. Por exemplo, de algum modo, a displasia bronco pulmonar reduz o
crescimento estatural (altura), vista que aumenta as demandas
metabólicas, afastando os nutrientes necessários para o crescimento; a
melhora da nutrição aumenta o crescimento nesses pacientes. Faça uma
reflexão: o que ingerimos adequadamente é a matéria prima que fará com
que todo o nosso organismo seja suprido das substâncias elementares
para que nossa vida tenha um desenvolvimento e qualidade de vida
saudável.
ENVIRONMENTAL FACTORS; INFLUENCE IN GROWTH STATURE OF CHILD,
INFANT AND YOUTH; DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA
VERLANGIERI CAIO.
STUNTED (HEIGHT); WHEN WE MAKE AN EXPLORATION ON THE
OBSERVATIONS IN RESEARCH THROUGH THE WORLD, THE MOST
FREQUENT CAUSES FOR STUNTED (HEIGHT) LINEAR OR LONGITUDINAL,
THE FACTOR WILL BE FOUND MORE IS POVERTY AND ITS EFFECTS:
PHYSIOLOGY-ENDOCRINOLOGY-NEUROENDOCRINOLOGY-GENETICS-
ENDOCRINE-PEDIATRICS (SUBDIVISION OF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO
SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO.
Thus, mal nutrition, inadequate hygiene and health problems influence
the growth of child, infant and youth and even before birth and after
neonatal phase. Parasitic infections endemic worms prevalent in less
developed countries. When we focus on environmental factors, some
people may think of the people who eventually live in sub-Saharan Africa,
which is in fact not an absolute truth.
IMPERIO JAPONES II GERRA MUNDIAL
For example, Japanese subjects born and bred in North America after II
World War were generally higher than the Japanese born in Japan who
immigrated to North America, and the research conclude that this factor
must be connected to the deprivation Japan underwent during the period
during and after II World War. Conversely, when the factors are equal, the
mean differences in height between the various ethnic groups are
primarily genetic. Nutritional factors are characteristic of poor nutritional
food intake, however this is not a one-sided situation where mal nutrition
has a unique influence and is responsible for much of the socioeconomic
gap in the longitudinal or linear height as noted earlier, but mal nutrition
can come amid a favorable situation in wealthy homes where nutritional
misconceptions are present, and should be always considered in growth
disorders of neonatal, child, infant and youth in observational suspected
poor growth. Other factors may be responsible for poor growth when in
fact nutritional deficiencies are responsible. For example, it is believed
that the Sherpas (inhabitants of the Tibet region) who are the guides and
porters for climbers at the base of Mount Everest, due to genetic factors
or effects of the altitude of Mount Everest have longitudinal or linear low
stature; however, nutritional supplementation increased the height in this
group, showing the effect of proper nutrition. The developed world
rewards the appearance and beautiful women as portrayed in the media
are characteristically thin. A significant number of youth, particularly child,
young and adolescents voluntarily reduces your nutritional calorie intake
even if they are not obese; this is why some cases of infantile, juvenile and
adolescent present inadequate growth. Chronic diseases, which affect
proper nutrition often because, short stature (height) longitudinal or
linear.
For example, in some ways bronchial pulmonary dysplasia reduces the
height growth (height), since the metabolic demands increase, pushing
the necessary nutrients for growth; improved nutrition enhances growth
in these patients. Reflect: what to eat properly is the raw material that will
make our entire body is supplied elementary substances that our lives
have a healthy development and quality of life.
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611
Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930
Como saber mais:
1. O gene da prepro-IGF-2 (a prepro - é o produto de tradução primária do
gene) está localizado no braço curto do cromossoma 11, próximo ao gene
para a preproinsulina (a prepro - é o produto de tradução primária do
gene INS). Em genética, um lócus de (plural loci) é o local específico de um
gene ou sequência de DNA ou posição num cromossoma...
http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com
2. Cada cromossomo carrega muitos genes; estimada “haplóides” genes
codificadores de proteínas humanas são de 20.000 a 25.000, nos 23
cromossomos diferentes...
http://longevidadefutura.blogspot.com
3. Cartografia genética é o processo de determinar a localização de uma
determinada característica biológica...
http://imcobesidade.blogspot.com
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS
AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
Referências Bibliográficas:
Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista,
Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Himes, J.H., et al., Parent-Specific
Adjustments for Evaluation of Recumbent Length and Stature of Children. Pediatrics, 1985. 75(2): p.
304-313; Gatrad, A.R., N. Birch, and M. Hughes, Preschool weights and heights of Europeans and five
subgroups of Asians in Britain. Archives of Disease in Childhood, 1994. 71(3): p. 207-210; Onis M de, et
al., WHO Child Growth Standards. Acta Paediatrica 2006. 95(450 ).Risnes, K.R., et al., Birthweight and
mortality in adulthood: a systematic review and meta-analysis. International Journal of Epidemiology,
2011. 40(3): p. 647-661.Stenhouse, E., et al., The accuracy of birth weight. Journal of Clinical Nursing,
2004. 13(6): p. 767-768; Wilcox, A.J., On the importance—and the unimportance— of
birthweight.International Journal of Epidemiology, 2001. 30(6): p. 1233-1241; Department of Education
and Early Childhood Development, Maternal and Child Health Service: Practice Guidelines. 2009, State
of Victoria Kitchen, W.H., H.P. Robinson, and A.J. Dickinson, Revised intrauterine growth curves for an
Australian hospital population. Journal of Paediatrics and Child Health, 1983. 19(3): p. 157-161;
Gluckman, P.D., et al., Losing the War Against Obesity: The Need for a Developmental Perspective.
Science Translational Medicine, 2011. 3(93): p. 93cm19; Dewey, K.G., et al., Growth of Breast-Fed and
Formula-Fed Infants From 0 to 18 Months: The DARLING Study. Pediatrics, 1992. 89(6): p. 1035-1041.
Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br
www.crescimentoinfoco.com
www.obesidadeinfoco.com.br
http://drcaiojr.site.med.br
http://dracaio.site.med.br
Joao Santos Caio Jr
http://google.com/+JoaoSantosCaioJr
Video
http://youtu.be/woonaiFJQwY
Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt
&sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t
= h&z=17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
Van Der Häägen Brazil
 
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICAA ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
Van Der Häägen Brazil
 
Fator de crescimento epidermal (egf) no crescimento fetal; tabagismo uma das ...
Fator de crescimento epidermal (egf) no crescimento fetal; tabagismo uma das ...Fator de crescimento epidermal (egf) no crescimento fetal; tabagismo uma das ...
Fator de crescimento epidermal (egf) no crescimento fetal; tabagismo uma das ...
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANOBAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
Van Der Häägen Brazil
 
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa ÓsseaDesenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
Van Der Häägen Brazil
 
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
Van Der Häägen Brazil
 
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVAHIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
Van Der Häägen Brazil
 
SÍNDROMES DE BAIXA ESTATURA; UM COMPROMETIMENTO SÉRIO DE CRESCIMENTO EM CRIAN...
SÍNDROMES DE BAIXA ESTATURA; UM COMPROMETIMENTO SÉRIO DE CRESCIMENTO EM CRIAN...SÍNDROMES DE BAIXA ESTATURA; UM COMPROMETIMENTO SÉRIO DE CRESCIMENTO EM CRIAN...
SÍNDROMES DE BAIXA ESTATURA; UM COMPROMETIMENTO SÉRIO DE CRESCIMENTO EM CRIAN...
Van Der Häägen Brazil
 
DIAGNÓSTICO DE BAIXA ESTATURA (ALTURA); DESDE O DESENCADEAMENTO NA FASE CRIAN...
DIAGNÓSTICO DE BAIXA ESTATURA (ALTURA); DESDE O DESENCADEAMENTO NA FASE CRIAN...DIAGNÓSTICO DE BAIXA ESTATURA (ALTURA); DESDE O DESENCADEAMENTO NA FASE CRIAN...
DIAGNÓSTICO DE BAIXA ESTATURA (ALTURA); DESDE O DESENCADEAMENTO NA FASE CRIAN...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da PuberdadeBaixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
Van Der Häägen Brazil
 
PARADOXO; PRECOCIDADE SEXUAL UM COMPROMETIMENTO CERTO NA BAIXA ESTATURA CRIAN...
PARADOXO; PRECOCIDADE SEXUAL UM COMPROMETIMENTO CERTO NA BAIXA ESTATURA CRIAN...PARADOXO; PRECOCIDADE SEXUAL UM COMPROMETIMENTO CERTO NA BAIXA ESTATURA CRIAN...
PARADOXO; PRECOCIDADE SEXUAL UM COMPROMETIMENTO CERTO NA BAIXA ESTATURA CRIAN...
Van Der Häägen Brazil
 
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estaturaCrescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
Van Der Häägen Brazil
 
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de CrescerGinastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de AmorCrescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Van Der Häägen Brazil
 

Mais procurados (20)

BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
BAIXA ESTATURA E CRESCER INFANTIL E JUVENIL; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS E SÍ...
 
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
CRESCER COMPROMETIDO: CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL- AXIOMA EM FATORES GENÉTICO...
 
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICAA ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
A ESTATURA BAIXA ESTÁ INTIMAMENTE LIGADA COM DOENÇAS CRÔNICA
 
Fator de crescimento epidermal (egf) no crescimento fetal; tabagismo uma das ...
Fator de crescimento epidermal (egf) no crescimento fetal; tabagismo uma das ...Fator de crescimento epidermal (egf) no crescimento fetal; tabagismo uma das ...
Fator de crescimento epidermal (egf) no crescimento fetal; tabagismo uma das ...
 
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANOBAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
BAIXA ESTATURA E CRESCIMENTO LINEAR: UM LADO POSITIVO PARA O GH HUMANO
 
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa ÓsseaDesenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
Desenvolvimento Puberal; Maturação Esquelética e Aquisição de Massa Óssea
 
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
CRESCER CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL; CONSTÂNCIA E COMPROMETIMENTOS LONGITUDIN...
 
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
Estatura Crescer;Diagnóstico de Baixa Estatura Patológica não Deve ser Basead...
 
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
CRESCER E BAIXA ESTATURA EM CRIANÇA, INFANTIL E JUVENIL INCLUINDO ADOLESCÊNCI...
 
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
CRESCER E FECHAR EPÍFISES; FATORES ENDÓGENOS-EXÓGENOS PODEM ALTERAR IDADE PUB...
 
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVAHIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
HIPOPITUITARISMO É GLÂNDULA PITUITÁRIA HIPOATIVA
 
SÍNDROMES DE BAIXA ESTATURA; UM COMPROMETIMENTO SÉRIO DE CRESCIMENTO EM CRIAN...
SÍNDROMES DE BAIXA ESTATURA; UM COMPROMETIMENTO SÉRIO DE CRESCIMENTO EM CRIAN...SÍNDROMES DE BAIXA ESTATURA; UM COMPROMETIMENTO SÉRIO DE CRESCIMENTO EM CRIAN...
SÍNDROMES DE BAIXA ESTATURA; UM COMPROMETIMENTO SÉRIO DE CRESCIMENTO EM CRIAN...
 
DIAGNÓSTICO DE BAIXA ESTATURA (ALTURA); DESDE O DESENCADEAMENTO NA FASE CRIAN...
DIAGNÓSTICO DE BAIXA ESTATURA (ALTURA); DESDE O DESENCADEAMENTO NA FASE CRIAN...DIAGNÓSTICO DE BAIXA ESTATURA (ALTURA); DESDE O DESENCADEAMENTO NA FASE CRIAN...
DIAGNÓSTICO DE BAIXA ESTATURA (ALTURA); DESDE O DESENCADEAMENTO NA FASE CRIAN...
 
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da PuberdadeBaixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
Baixa Estatura RCCP: Retardo Constitucional do Crescimento e da Puberdade
 
PARADOXO; PRECOCIDADE SEXUAL UM COMPROMETIMENTO CERTO NA BAIXA ESTATURA CRIAN...
PARADOXO; PRECOCIDADE SEXUAL UM COMPROMETIMENTO CERTO NA BAIXA ESTATURA CRIAN...PARADOXO; PRECOCIDADE SEXUAL UM COMPROMETIMENTO CERTO NA BAIXA ESTATURA CRIAN...
PARADOXO; PRECOCIDADE SEXUAL UM COMPROMETIMENTO CERTO NA BAIXA ESTATURA CRIAN...
 
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
DIAGNÓSTICO DEFICIÊNCIA DE CRESCIMENTO
 
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estaturaCrescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
Crescimento acelerado em pacientes com baixa estatura
 
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de CrescerGinastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
Ginastas Olímpicos têm Evidências de Redução Potencial de Crescer
 
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
Baixa estatura familial pode ocorrer segundo um padrão familiar; chama se bai...
 
Crescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de AmorCrescimento Começa com um Ato de Amor
Crescimento Começa com um Ato de Amor
 

Destaque

Crescer Juvenil: A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
Crescer Juvenil:  A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...Crescer Juvenil:  A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
Crescer Juvenil: A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
Van Der Häägen Brazil
 
Quando criança infantil juvenil podem ter fatores que influenciam na otimizaç...
Quando criança infantil juvenil podem ter fatores que influenciam na otimizaç...Quando criança infantil juvenil podem ter fatores que influenciam na otimizaç...
Quando criança infantil juvenil podem ter fatores que influenciam na otimizaç...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento e desenvolvimento infanto juvenil , adolescente sofrem influência...
Crescimento e desenvolvimento infanto juvenil , adolescente sofrem influência...Crescimento e desenvolvimento infanto juvenil , adolescente sofrem influência...
Crescimento e desenvolvimento infanto juvenil , adolescente sofrem influência...
Van Der Häägen Brazil
 
Fisiologia do crescimento
Fisiologia  do crescimentoFisiologia  do crescimento
Fisiologia do crescimento
Vanessa Boeira
 
Aula 07 sistema endócrino - anatomia e fisiologia
Aula 07   sistema endócrino - anatomia e fisiologiaAula 07   sistema endócrino - anatomia e fisiologia
Aula 07 sistema endócrino - anatomia e fisiologia
Hamilton Nobrega
 
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Bio
 

Destaque (6)

Crescer Juvenil: A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
Crescer Juvenil:  A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...Crescer Juvenil:  A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
Crescer Juvenil: A Ginastica Olimpica; Diminui Crescer Masculino e a Ritmica...
 
Quando criança infantil juvenil podem ter fatores que influenciam na otimizaç...
Quando criança infantil juvenil podem ter fatores que influenciam na otimizaç...Quando criança infantil juvenil podem ter fatores que influenciam na otimizaç...
Quando criança infantil juvenil podem ter fatores que influenciam na otimizaç...
 
Crescimento e desenvolvimento infanto juvenil , adolescente sofrem influência...
Crescimento e desenvolvimento infanto juvenil , adolescente sofrem influência...Crescimento e desenvolvimento infanto juvenil , adolescente sofrem influência...
Crescimento e desenvolvimento infanto juvenil , adolescente sofrem influência...
 
Fisiologia do crescimento
Fisiologia  do crescimentoFisiologia  do crescimento
Fisiologia do crescimento
 
Aula 07 sistema endócrino - anatomia e fisiologia
Aula 07   sistema endócrino - anatomia e fisiologiaAula 07   sistema endócrino - anatomia e fisiologia
Aula 07 sistema endócrino - anatomia e fisiologia
 
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
 

Semelhante a Fatores ambientais;influência no crescimento de infantil,juvenil com baixa estatura

Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
Van Der Häägen Brazil
 
DINAMICA DE CRESCIMENTO PERFEITO
DINAMICA DE CRESCIMENTO PERFEITODINAMICA DE CRESCIMENTO PERFEITO
DINAMICA DE CRESCIMENTO PERFEITO
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
Van Der Häägen Brazil
 
DINÂMICA DE CRESCIMENTO IN FOCO; EXPLICA MAIOR ESTATURA EVOLUTIVA DO HOMO SAP...
DINÂMICA DE CRESCIMENTO IN FOCO; EXPLICA MAIOR ESTATURA EVOLUTIVA DO HOMO SAP...DINÂMICA DE CRESCIMENTO IN FOCO; EXPLICA MAIOR ESTATURA EVOLUTIVA DO HOMO SAP...
DINÂMICA DE CRESCIMENTO IN FOCO; EXPLICA MAIOR ESTATURA EVOLUTIVA DO HOMO SAP...
Van Der Häägen Brazil
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
Van Der Häägen Brazil
 
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticosBaixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticosCrescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Van Der Häägen Brazil
 
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e JuvenilEstatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Van Der Häägen Brazil
 
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOSBAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
Van Der Häägen Brazil
 
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
Van Der Häägen Brazil
 
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇASCRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Van Der Häägen Brazil
 
Crescimento eEstatural
Crescimento eEstaturalCrescimento eEstatural
Crescimento eEstatural
Van Der Häägen Brazil
 
Crescer Prazer Indescritível
Crescer Prazer IndescritívelCrescer Prazer Indescritível
Crescer Prazer Indescritível
Van Der Häägen Brazil
 
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenisDiferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Van Der Häägen Brazil
 

Semelhante a Fatores ambientais;influência no crescimento de infantil,juvenil com baixa estatura (20)

Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
Crescimento Compensatório Infantil, Juvenil após Correção Distúrbios que Reta...
 
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
 
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTEBAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
BAIXA ESTATURA;UM RISCO FREQUENTE LIGADO A GENÉTICA E MEIO AMBIENTE
 
DINAMICA DE CRESCIMENTO PERFEITO
DINAMICA DE CRESCIMENTO PERFEITODINAMICA DE CRESCIMENTO PERFEITO
DINAMICA DE CRESCIMENTO PERFEITO
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
 
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...Crescimento baixa estatura  avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
Crescimento baixa estatura avaliação gestão de uma criança juvenil adolescen...
 
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
Baixa Estatura Familial - Parental Infanto Juvenil a mais Frequente Auxologia...
 
DINÂMICA DE CRESCIMENTO IN FOCO; EXPLICA MAIOR ESTATURA EVOLUTIVA DO HOMO SAP...
DINÂMICA DE CRESCIMENTO IN FOCO; EXPLICA MAIOR ESTATURA EVOLUTIVA DO HOMO SAP...DINÂMICA DE CRESCIMENTO IN FOCO; EXPLICA MAIOR ESTATURA EVOLUTIVA DO HOMO SAP...
DINÂMICA DE CRESCIMENTO IN FOCO; EXPLICA MAIOR ESTATURA EVOLUTIVA DO HOMO SAP...
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
Nutrição
 
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
Baixa altura em criança infantil juvenil diferença entre a baixa estatura e c...
 
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticosBaixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
Baixo crescimento infanto juvenil não significa só problemas genéticos
 
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticosCrescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
Crescimento juvenil e puberdade tendência secular, ambiental e fatores genéticos
 
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e JuvenilEstatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
Estatura Baixa Fatores Maternos; do Feto,Neonatal, Criança,Infantil e Juvenil
 
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOSBAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
BAIXO CRESCIMENTO INFANTO-JUVENIL NÃO SIGNIFICA SÓ PROBLEMAS GENÉTICOS
 
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
Fatores Maternos que Implicam na Baixa Altura Desde a Fase Intra Útero de fet...
 
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇASCRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
CRESCIMENTO E ATUALIZAÇÕES PARA BAIXA ESTATURA EM CRIANÇAS
 
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere  falta d...
Crescimento em baixa estatura criança juvenil adolescente pré púbere falta d...
 
Crescimento eEstatural
Crescimento eEstaturalCrescimento eEstatural
Crescimento eEstatural
 
Crescer Prazer Indescritível
Crescer Prazer IndescritívelCrescer Prazer Indescritível
Crescer Prazer Indescritível
 
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenisDiferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
Diferenças étnicas no crescimento de crianças e infanto juvenis
 

Mais de Van Der Häägen Brazil

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
Van Der Häägen Brazil
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
Van Der Häägen Brazil
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
Van Der Häägen Brazil
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
Van Der Häägen Brazil
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
Van Der Häägen Brazil
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
Van Der Häägen Brazil
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
Van Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
Van Der Häägen Brazil
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
Van Der Häägen Brazil
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
Van Der Häägen Brazil
 

Mais de Van Der Häägen Brazil (20)

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
GENEALOGIA
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
 

Último

Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
maripinkmarianne
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
BrunaNeves80
 
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
paathizinhya
 
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
OttomGonalvesDaSilva
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
guilhermefontenele8
 
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das MãosTREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
Anderson1783
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
KauFelipo
 

Último (7)

Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
 
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
 
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
 
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das MãosTREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
 

Fatores ambientais;influência no crescimento de infantil,juvenil com baixa estatura

  • 1. BAIXA ESTATURA (ALTURA); AO EFETUARMOS UMA PROSPECÇÃO SOBRE AS OBSERVAÇÕES EM PESQUISAS ATRAVÉS DO MUNDO, A CAUSA MAIS FREQUENTE PARA A BAIXA ESTATURA (ALTURA) LONGITUDINAL OU LINEAR, O FATOR MAIS ENCONTRADO SERÁ A POBREZA E SEUS EFEITOS COLATERAIS: FISIOLOGIA–ENDOCRINOLOGIA– NEUROENDOCRINOLOGIA–GENÉTICA–ENDÓCRINO-PEDIATRIA (SUBDIVISÃO DA ENDOCRINOLOGIA): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. Assim sendo, a desnutrição, higiene inadequada e problemas de saúde influenciam o crescimento de criança, infantil, juvenil, adolescente e mesmo antes do nascimento e no pós-natal. As infecções parasitárias por vermes endêmicos prevalecem em países menos desenvolvidos. Quando focamos fatores ambientais, algumas pessoas podem pensar nas que eventualmente vivem na África Subsaariana, o que não é de fato uma verdade absoluta. Por exemplo, indivíduos japoneses nascidos e criados na América do Norte após a II Guerra Mundial geralmente eram mais altos
  • 2. do que os japoneses nascidos no Japão que imigraram para a América do Norte, e as pesquisas concluem que esse fator deve estar ligado à privação nutricional que o Japão foi submetido durante o período pós II Guerra Mundial. Ao contrário, quando os fatores são iguais, as diferenças na estatura média entre os vários grupos étnicos são principalmente genéticas. Os fatores nutricionais são característicos de uma má ingestão de nutrientes, entretanto, não se trata de uma situação unilateral onde a desnutrição tem uma influência única e é a responsável por grande parte da discrepância socioeconômica na estatura longitudinal ou linear conforme observado anteriormente, porém, a desnutrição pode ocorrer em meio a uma situação favorável, em lares abastados onde os equívocos nutricionais estão presentes onde a mãe geralmente não presta a assistência mínina necessária aos filhos principalmente durante a refeição do mesmo e sempre deve ser considerada nos distúrbios de crescimento de criança no neonatal, infantil, juvenil na suspeita observacional de crescimento deficiente. Outros fatores podem ser responsabilizados pelo crescimento inadequado quando na verdade as deficiências nutricionais são as responsáveis. Por exemplo, acredita-se que os Sherpas (habitantes da região do Tibet) que são os guias e carregadores dos alpinistas na base do Monte Everest, devido a fatores genéticos, efeitos da altitude do Monte Everest ou falta de uma alimentação adequada levando à baixa estatura longitudinal ou linear; no entanto, a suplementação nutricional aumentou a estatura neste grupo, demonstrando os efeitos de uma nutrição adequada.
  • 3. O mundo desenvolvido premia a aparência e as mulheres retratadas como belas na mídia são caracteristicamente magras, chegando à beira da anorexia. Um número significativo de criança, infantil, juvenil e principalmente adolescentes, reduz voluntariamente sua ingestão calórica mesmo que não sejam obesas para se parecerem com as mulheres da mídia; este é o motivo de alguns casos de crescimento infantil, juvenil e adolescente ser inadequado. Doenças crônicas, que afetam a nutrição adequada, frequentemente ocasionam baixa estatura (altura) longitudinal, linear. Por exemplo, de algum modo, a displasia bronco pulmonar reduz o crescimento estatural (altura), vista que aumenta as demandas metabólicas, afastando os nutrientes necessários para o crescimento; a melhora da nutrição aumenta o crescimento nesses pacientes. Faça uma reflexão: o que ingerimos adequadamente é a matéria prima que fará com que todo o nosso organismo seja suprido das substâncias elementares para que nossa vida tenha um desenvolvimento e qualidade de vida saudável.
  • 4. ENVIRONMENTAL FACTORS; INFLUENCE IN GROWTH STATURE OF CHILD, INFANT AND YOUTH; DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. STUNTED (HEIGHT); WHEN WE MAKE AN EXPLORATION ON THE OBSERVATIONS IN RESEARCH THROUGH THE WORLD, THE MOST FREQUENT CAUSES FOR STUNTED (HEIGHT) LINEAR OR LONGITUDINAL, THE FACTOR WILL BE FOUND MORE IS POVERTY AND ITS EFFECTS: PHYSIOLOGY-ENDOCRINOLOGY-NEUROENDOCRINOLOGY-GENETICS- ENDOCRINE-PEDIATRICS (SUBDIVISION OF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. Thus, mal nutrition, inadequate hygiene and health problems influence the growth of child, infant and youth and even before birth and after neonatal phase. Parasitic infections endemic worms prevalent in less developed countries. When we focus on environmental factors, some people may think of the people who eventually live in sub-Saharan Africa, which is in fact not an absolute truth. IMPERIO JAPONES II GERRA MUNDIAL
  • 5. For example, Japanese subjects born and bred in North America after II World War were generally higher than the Japanese born in Japan who immigrated to North America, and the research conclude that this factor must be connected to the deprivation Japan underwent during the period during and after II World War. Conversely, when the factors are equal, the mean differences in height between the various ethnic groups are primarily genetic. Nutritional factors are characteristic of poor nutritional food intake, however this is not a one-sided situation where mal nutrition has a unique influence and is responsible for much of the socioeconomic gap in the longitudinal or linear height as noted earlier, but mal nutrition can come amid a favorable situation in wealthy homes where nutritional misconceptions are present, and should be always considered in growth disorders of neonatal, child, infant and youth in observational suspected poor growth. Other factors may be responsible for poor growth when in fact nutritional deficiencies are responsible. For example, it is believed that the Sherpas (inhabitants of the Tibet region) who are the guides and porters for climbers at the base of Mount Everest, due to genetic factors or effects of the altitude of Mount Everest have longitudinal or linear low stature; however, nutritional supplementation increased the height in this group, showing the effect of proper nutrition. The developed world rewards the appearance and beautiful women as portrayed in the media are characteristically thin. A significant number of youth, particularly child, young and adolescents voluntarily reduces your nutritional calorie intake even if they are not obese; this is why some cases of infantile, juvenile and adolescent present inadequate growth. Chronic diseases, which affect proper nutrition often because, short stature (height) longitudinal or linear.
  • 6. For example, in some ways bronchial pulmonary dysplasia reduces the height growth (height), since the metabolic demands increase, pushing the necessary nutrients for growth; improved nutrition enhances growth in these patients. Reflect: what to eat properly is the raw material that will make our entire body is supplied elementary substances that our lives have a healthy development and quality of life. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como saber mais: 1. O gene da prepro-IGF-2 (a prepro - é o produto de tradução primária do gene) está localizado no braço curto do cromossoma 11, próximo ao gene para a preproinsulina (a prepro - é o produto de tradução primária do gene INS). Em genética, um lócus de (plural loci) é o local específico de um
  • 7. gene ou sequência de DNA ou posição num cromossoma... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com 2. Cada cromossomo carrega muitos genes; estimada “haplóides” genes codificadores de proteínas humanas são de 20.000 a 25.000, nos 23 cromossomos diferentes... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. Cartografia genética é o processo de determinar a localização de uma determinada característica biológica... http://imcobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Himes, J.H., et al., Parent-Specific Adjustments for Evaluation of Recumbent Length and Stature of Children. Pediatrics, 1985. 75(2): p. 304-313; Gatrad, A.R., N. Birch, and M. Hughes, Preschool weights and heights of Europeans and five subgroups of Asians in Britain. Archives of Disease in Childhood, 1994. 71(3): p. 207-210; Onis M de, et al., WHO Child Growth Standards. Acta Paediatrica 2006. 95(450 ).Risnes, K.R., et al., Birthweight and mortality in adulthood: a systematic review and meta-analysis. International Journal of Epidemiology, 2011. 40(3): p. 647-661.Stenhouse, E., et al., The accuracy of birth weight. Journal of Clinical Nursing, 2004. 13(6): p. 767-768; Wilcox, A.J., On the importance—and the unimportance— of birthweight.International Journal of Epidemiology, 2001. 30(6): p. 1233-1241; Department of Education and Early Childhood Development, Maternal and Child Health Service: Practice Guidelines. 2009, State of Victoria Kitchen, W.H., H.P. Robinson, and A.J. Dickinson, Revised intrauterine growth curves for an Australian hospital population. Journal of Paediatrics and Child Health, 1983. 19(3): p. 157-161; Gluckman, P.D., et al., Losing the War Against Obesity: The Need for a Developmental Perspective. Science Translational Medicine, 2011. 3(93): p. 93cm19; Dewey, K.G., et al., Growth of Breast-Fed and Formula-Fed Infants From 0 to 18 Months: The DARLING Study. Pediatrics, 1992. 89(6): p. 1035-1041. Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br
  • 8. http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt &sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17